Você está na página 1de 15

Biologia Laudemir Roberto 1

Sistema Digestório
Prof.: Laudemir Roberto
I)- Nutrição: É o meio pelo qual os seres vivos podem continuamente se abastecer de seus “combustíveis.” Esses
combustíveis são os alimentos.
1. Tipos de Nutrição: Entre os seres vivos distinguimos dois tipos fundamentais de nutrição:

a) Autotrófa: Ocorre quando os seres vivos são capazes de produzir matéria orgânica a partir de compostos
inorgânicos, ou seja, são capazes de sintetizar o seu próprio alimento. São por essa razão denominados de
produtores
Ex.: Vegetais.
b) Heterotrófa: Ocorre quando os seres vivos consomem a matéria já formada de outros seres, ou seja, não são
capazes de sintetizar o seu próprio alimento. São por essa razão denominados de consumidores.
Ex.: Animais.

Nota.: Existem seres chamados mixotróficos que tanto utilizam substâncias orgânicas fornecidas por outro ser vivo,
quanto substâncias por eles sintetizadas.
Ex.: Euglena (Protozoário).

Nota1: Todo o processo de nutrição de um organismo pode ser dividido nas seguintes etapas:
• Alimentação;
• Digestão;
• Assimilação;
• Dejeção ou Defecação.

A alimentação se define como o ato de receber no interior do organismo o alimento proveniente do meio
externo. Entretanto, uma pessoa pode alimentar-se bem e nutrir-se mal, do mesmo modo como também é
possível o contrário.

Nota2: Os alimentos podem ser divididos de acordo com suas funções em:
• Plásticos: Responsáveis pelo crescimento e reparo das perdas.
Ex.: Água, Sais Minerais, Lipídios e Proteínas.
• Energéticos: Responsáveis pelo fornecimento de energia.
Ex.: Oxigênio, Proteínas, Lipídios e Glucídios.
• Reguladores: Responsáveis pela regulação do funcionamento dos órgãos e células.
EX.: Vitaminas.

II)- Digestão: É o processo de transformação dos alimentos por meios mecânicos e químicos em compostos mais
simples e absorvíveis pelo organismo.
1. Tipos de Digestão:
a) Digestão Intracelular: É processada no interior da célula, onde o organismo adquire a partícula geralmente
sendo a mesma englobada por fagocitose ou pinocitose, sofrendo posteriormente a ação dos lisossomos.
Ex.: Protozoários, Poríferos (coanócitos) e Leucócitos.

Obs.: Nos Celenterados a digestão é inicialmente extracelular, sendo finalizada na forma intracelular.

b) Digestão Extracelular: É processada fora das células, no interior da cavidade do organismo. Excluindo os:
Protozoários, os Poríferos e parcialmente os Celenterados, em todos os outros animais a digestão é de forma
exclusivamente extracelular.

c) Digestão Extracorpórea: Ocorre quando o organismo lança para fora, no ambiente externo, as suas enzimas
digestivas.
Ex.: Aranhas, Moscas, Fungos e Estrela-do-mar.

Notas:
• Metabolismo: É o conjunto de fenômenos físicos e químicos, através dos quais a energia e a matéria tornam-se
disponíveis para o uso do organismo;
• Anabolismo: Qualquer processo de construção, no qual substâncias simples se convertem em substâncias
complexas, permitindo, por exemplo, a produção de novos materiais para o protoplasma celular ou o
armazenamento de energia para o desempenho das atividades celulares;
• Catabolismo: Etapa do metabolismo celular em que substâncias complexas são convertidas em substâncias
simples, resultando em liberação de energia.

1
Biologia Laudemir Roberto 2

III)– Aspectos Gerais –

Seres Destituídos de Sistema Digestório Completo


Os Celenterados (Hidras) e os Platelmintos (Planária), têm tubo digestório incompleto, pois esses animais são
destituídos de Ânus, com exceção dos Cestóides (tênias), que não apresentam tubo digestório; eles absorvem os
alimentos através da superfície do corpo.

Seres Dotados de Sistema Digestório Completo


Aschelmintos, Anelídeos, Artrópodes, Moluscos, Equinodermos e Cordados; têm sistema digestório completo,
isto é, com boca e ânus.

a) Os Anelídeos possuem Papo e Moela;


b) Os Insetos possuem Moela;
c) Os Moluscos, com exceção dos pelecipodes (Ostras), possuem Rádula (língua denteada que serve para ralar os
alimentos);
d) Os Ouriços-do-mar, possuem Lanterna de Aristóteles (órgão anexo à boca constituído por cinco fortes dentes
calcários que servem para raspar os alimentos aderidos às rochas);
e) Os peixes cartilaginosos possuem Triflosóle ou Válvula Espiral (dobras da parede intestinal que servem para
aumentar a superfície de absorção dos alimentos);
f) Os peixes ósseos possuem Cecos (expansões da parede intestinal, com a mesma função da Válvula Espiral);
g) As Aves possuem: Papo (onde o alimento é amolecido), Moela (estômago mecânico), Proventrículo (estômago
químico - que contém suco gástrico) e Cloaca (bolsa para onde convergem os sistemas digestório, excretor e
reprodutor).

Nota: A Cloaca existe nos Peixes Cartilaginosos, nos Anfíbios, nos Répteis, nas Aves e nos Mamíferos
monotrematas (Ornitorrinco).

3. Digestão nos Ruminantes:


O estômago dos ruminantes (boi, carneiro, cabra, girafa, veado, cavalo, camelo, etc.) apresenta quatro
câmaras:
• Pança ou Rúmen;
• Barrete ou Retículo;
• Folhoso ou Omaso;
• Coagulador ou Abomaso.
 O alimento fica retido na pança onde bactérias e protozoários promovem a digestão da celulose, através da
produção de enzimas celulases e celobiase;
 Após a ação bacteriana o alimento passa para o barrete (que também apresenta microorganismos) e retorna à
boca onde ocorre ruminação;
 O alimento é então reingerido ficando no folhoso, onde ocorre reabsorção do excesso de água;
 No coagulador dá-se a digestão química, mediante a ação do suco estomacal.

4
Boc Rúme Barrete Folhoso Coagulador Intestino
1 2 5 6
3

IV)– A Digestão Humana:


A digestão humana é extracelular e envolve processos mecânicos e químicos.

• Processos Mecânicos: Compreendem:


- A mastigação (que ocorre na boca);
- A deglutição (que é o ato de engolir os alimentos);
- Os movimentos peristálticos (estes movimentos são produzidos por relaxamentos e contrações sucessivas da
musculatura lisa que reveste o Esôfago, o Estômago e o Intestino).
• Processos Químicos: Envolvem a participação de enzimas (bio-catalisadores), compreendendo a:
- Insalivação (que ocorre na boca);
- Quimificação (que ocorre no estômago);
- Quilificação (que ocorre no intestino delgado).

Obs.: Água, álcool, vitaminas e sais minerais não sofrem hidrólise, pois suas moléculas são suficientemente
pequenas, para serem absorvidas pelo organismo.

2
Biologia Laudemir Roberto 3

 ANATOMIA DO APARELHO DIGESTÓRIO

• O tubo digestório humano é formado por: Boca, Faringe, Esôfago, Estômago, Intestino Delgado, Intestino
Grosso, Reto e Ânus.

• O tubo digestório apresenta glândulas anexas que são:


- Glândulas Salivares;
- Pâncreas;
- Fígado (apresenta em anexo a Vesícula Biliar).

 Boca:

Na boca ocorre mastigação e insalivação.


A boca apresenta como órgãos anexos:

• Os Dentes:
Podem ser classificados em:
− Incisivos: servem para roer e cortar;
− Caninos: servem para furar, rasgar e matar;
− Molares e Pré-Molares: servem para triturar.

Nota: Os seres humanos são Heterodontes (possuem dentes diferenciados nas formas e funções), Tecodontes
(dentes implantados em cavidades denominadas de alvéolos), Difiodontes (apresentam duas dentições no
decorrer da vida) e Braquiodontes (dentes com crescimento limitado).

Fórmula Dentária

F. D. = I. C. M. = 2:1:2 = 20 dentes - dentição decidual (de leite)


I. C. M. 2:1:2

F.D. = I. C. PM. M. = 2:1:2:3 = 32 dentes - dentição permanente


I. C. PM. M. 2:1:2:3

• A Língua:
É um órgão musculoso que apresenta-se preso pela sua extremidade posterior ao osso Hióide.
Atua na mastigação, no paladar, na fonação e na deglutição.

• Glândulas Salivares:
Na boca existem três diferentes Glândulas Salivares que apresentam-se aos pares e lançam seus produtos na
cavidade bucal através de canais.

a) Parótidas: Situadas ao lado do ouvido (canal de Stenon); produzem uma saliva líquida e serosa, rica em enzimas
e pobre em muco;
b) Submandibulares: Ficam na base posterior do maxilar inferior (canal de Wharton); produzem uma saliva viscosa
e rica em muco. Essas glândulas secretam cerca de 70% do total da saliva;
c) Sublinguais: Situam-se embaixo da língua (canal de Rivinus e de Wharton); são as menores glândulas salivares
e produzem uma saliva muito densa, que perfaz 5% da saliva secretada.

Características e Funções da Saliva:


• Volume diário produzido de 1,5 litros;
• Contém água (cerca de 75%), sais (carbonato de cálcio e tiocianato de potássio) com efeito bactericida e muco
(ação lubrificante).
• Apresenta enzimas como a Ptialina (amilase), que atua de forma mais eficiente quando o pH = 7,0 (neutro).

 Faringe: É um canal musculomembranoso que presta-se tanto à digestão quanto a respiração.

 Esôfago: É formado por um conduto musculoso com cerca de 25 cm de comprimento que realiza os movimentos
peristálticos involuntários e unidirecionais, conduzindo o bolo alimentar ao estômago.

 Estômago: O estômago é um órgão saculiforme que produz suco gástrico. Tem capacidade média de 1,5 litros. A
entrada do estômago recebe o nome de cárdia; abaixo desta, encontramos o fundo; a parte mais dilatada
denomina-se corpo e a saída piloro.

3
Biologia Laudemir Roberto 4

Características e Funções do Suco Gástrico:

• Tem produção diária em torno de 2,0 litros;


• Contém enzimas como a Pepsina, a Renina (antigamente chamada labfermento), uma Lipase e Mucina (função
anticorrosiva);
• Contém HCl que possui as seguintes funções:
 Desdobramento dos sais de cálcio e fósforo de fragmentos de ossos ingeridos;
 Manutenção de pH ótimo para a ação da Pepsina;
 Catálise da conversão do Pepsinogênio em Pepsina;
 Função anti-séptica, destruindo bactérias.
 Atua na abertura e no fechamento da válvula pilórica;
 Estimula a secreção pancreática

A Pepsina (protease), atua de forma mais eficiente quando o pH = 2,0 (ácido).

A Renina (lactente > crianças > adultos), atua na coagulação do leite (importante em recém-nascidos) que
passa a ficar mais consistente, permanecendo mais tempo no estômago. Isto permite uma ação mais eficaz da
Pepsina sobre a Caseína (proteína encontrada no leite).

Nota: Normalmente, o revestimento do estômago é protegido contra o ácido clorídrico pela mucina. Em certos casos,
porém, essa defesa pode falhar, formando-se uma lesão no revestimento do estômago ou do duodeno: é a úlcera
péptica, que pode ser provocada, entre outras causas, por certos medicamentos e por um tipo de bactéria
(Helicobacter pylori).

 Intestino Delgado:
O intestino delgado é um tubo muscular com cerca de 6 metros de comprimento e 3 centímetros de diâmetro,
apresenta microvilosidades que servem para aumentar a superfície de contato.
O intestino delgado subdivide-se em três partes: Duodeno, Jejuno (maior) e Íleo.
A digestão no intestino delgado sofre a ação conjuntiva de três sucos digestivos:

• Suco Pancreático;
• Suco Biliar;
• Suco Entérico.

 Intestino Grosso:

É um tubo muscular de 1,5 metros de comprimento e 7 centímetros de diâmetro.


Divide-se em três seguimentos: Ceco, Cólon e Reto;
No Ceco (primeira porção do intestino grosso), encontra-se o apêndice cecal (vermiforme), que produz alguns
linfócitos.

O Cólon subdivide-se em: cólon ascendente, cólon transverso, cólon descendente e cólon sigmóide.
Tem como principais funções:
a) Reabsorção de água;
b) Formação e acúmulo de fezes;
c) Fermentação e decomposição de restos alimentares, graças à ação de inúmeras bactérias que se encontram
nesse órgão; algumas dessas bactérias fornecem ao organismo vitamina K e vitaminas do complexo B.

FISIOLOGIA DIGESTIVA

 Os alimentos para sofrerem absorção na mucosa intestinal, devem ser transformados em compostos mais
simples; para tanto, o organismo conta com ação de bio-catalizadores (enzimas), que promovem esse
desdobramento. Vejamos os principais nutrientes e seus respectivos produtos:

• Carboidratos (Polissacarídeos) ----------------------- # Monossacarídeos.


• Proteínas ---------------------------------------------------- # Aminoácidos.
• Lipídeos ----------------------------------------------------- # Ácido Graxo e Glicerol.
• Ácidos Nucléicos ----------------------------------------- # Nucleotídeos.
• Celulose ----------------------------------------------------- # Não Há Digestão.

Notas:

4
Biologia Laudemir Roberto 5

 O fato da celulose não ser digerida ao longo do tubo digestório humano, é explicado pelo fato de nosso organismo
não produzir enzimas celulases, isso faz com que a mesma atravesse incólume o tubo digestivo. Entretanto, uma
alimentação rica em fibras celulósicas parece aumentar os movimentos peristálticos, auxiliando dessa forma a
digestão dos alimentos.

 Enquanto o alimento estiver no interior da cavidade digestiva, considera-se que ele está fora do organismo; o
alimento só encontra-se no interior do organismo quando este atravessa o epitélio de revestimento do tubo
digestório.

1. Na boca o alimento sofre insalivação e mastigação, ocorrendo a digestão do Amido através da Ptialina que o
transforma em unidades menores denominadas Maltoses. Estará formado nesse momento o bolo alimentar.

2. O bolo alimentar chega ao estômago através dos movimentos peristálticos, onde entra em contato com as
paredes do mesmo que começa a produzir o hormônio gastrina; este age na própria parede do estômago
estimulando-o a produzir suco gástrico. Ao fenômeno de mistura do bolo alimentar com as secreções gástricas,
dá-se o nome de quimificação, transformando o mesmo em uma pasta leitosa denominada Quimo.

No estômago ocorre a digestão das Proteínas através da ação da Pepsina, que a converte em frações
peptídicas (peptonas).

Obs1.: A Pepsina é lançada no estômago na forma de inativa de pepsinogênio, más em presença do HCl converte-se
em pepsina ativa.

Pepsinogênio HCl (pH = 2,0 ) Pepsina ativa

Auto-catálise

Obs2.: A produção de suco gástrico é determinada por três fatores:


 Psíquicos: A sensação de fome, o cheiro ou a visão de um alimento podem determinar a secreção do suco
gástrico ou mesmo a secreção salivar;
 Mecânicos: A mastigação determina a secreção gástrica, bem como a secreção salivar;
 Hormonal: Dois hormônios têm papel determinante na secreção gástrica: Gastrina e Enterogastrona.

3. O quimo altamente ácido chega ao duodeno onde irrita a sua mucosa e esta passa a produzir a Enterogastrona,
Secretina e a Colescitoquinina.

a) A Enterogastrona atua na mucosa estomacal inibindo a produção de suco gástrico.


b) A Secretina passa a atuar no Pâncreas, estimulando-o a produzir suco Pancreático (rico em bicarbonatos), e no
Fígado (estimulando a produção de bile);
c) A Colescitoquinina estimula a secreção de suco pancreático (rico em enzimas) e atua na vesícula biliar
promovendo as suas contrações para a liberação da bile.

• O quimo sofre agora a ação de três sucos digestivos:

a) O Suco Pancreático:
• É produzido pelo pâncreas em torno de 1,5 L / dia.
• É lançado para o duodeno pelo canal de Wirsung (ducto Pancreático).
• Tem pH ao redor de 9,0 (básico ou alcalino) devido a presença de bicarbonatos (NaHCO3).

(sangue)
HCl + NaHCO3 NaCl + H2CO3 H2CO3

H2O + CO2 (Ionização)

H+ + HCO3-
sangue Pulmões

• É rico em enzimas sendo elas:

 Tripsina ================= Proteínas ------------------- Fr. Peptídicas;


 Quimiotripsina ============ Proteínas ------------------- Fr. Peptídicas;
 Lipase =================== Lipídios -------------- Ác. Graxo + glicerol;
 Nucleases ================ Ác. nucléicos --------------- Nucleotídeos;

5
Biologia Laudemir Roberto 6

 Amilopsina =============== Amido ----------------------------- Maltoses;


 Enteroquinasae =========== Tripsinogênio ------------------ Tripsina.

Obs.: A Tripsina e a Quimiotripsina chegam ao duodeno na forma inativa de Tripsinogênio e Quimiotripsinogênio, mas
em presença da enteroquinase, converte-se em Tripsina e Quimiotripsina ativa

Tripsinogênio enteroquinase Tripsina

Auto-catálise

b) O Suco Biliar:
• É produzido pelo Fígado em cerca de 700 ml/dia, é armazenado na vesícula biliar de onde é liberado pelo canal
Colédoco.
• Não contém enzimas, mas apresenta sais biliares que têm por função emulsionar Lipídios (gorduras) e tornar
solúveis ácidos graxos e glicerol.
• Apresenta os pigmentos Bilirrubina e Biliverdina.

Nota: O canal excretor do pâncreas (canal de Wirsung) e o canal Colédoco, desembocam juntos, no duodeno, por um
mesmo orifício – a Ampola de Váter.

c) O Suco Entérico:
É produzido pelo intestino e tem pH ao redor de 7,0.
Possui enzimas digestivas que são:

 Maltases =========== Maltose ---------------------- glicose + glicose;


 Peptidases (Eripsina) = Fr. Peptídicas -------------------- aminoácidos;
 Lactase ============ Lactose ------------------- glicose + galactose;
 Sucrases (Invertase) == Sacarose --------------------- glicose + frutose;
 Lipases ============ Lipídios ----------------- Ác. Graxo + glicerol.

Resumo Hormonal na Digestão


Hormônio Local de Produção Órgão-alvo Função
Gastrina Estômago Estômago Estimula a produção de suco gástrico
Enterogastrona Intestino Estômago Inibe a produção de suco gástrico
Secretina Intestino Pâncreas Estimula a liberação de bicarbonatos
Colecistoquinina Intestino Vesícula Biliar Estimula a liberação da bile

Ao fenômeno da mistura do Quimo com as secreções intestinais, dá-se o nome de quilificação.


Após a digestão os nutrientes serão absorvidos pela parede do intestino delgado através das vilosidades
intestinais. Cada vilosidade é formada por uma camada de células epiteliais cilíndricas chamadas de enterócitos.
Cada enterócito apresenta na superfície, livre evaginações em forma de dedo de luva chamadas de
microvilosidades. Essas especializações têm a função de aumentar a área de contato com os nutrientes que
passam pela luz do intestino delgado. Isto aumenta consideravelmente a capacidade de absorção celular.
Nessas vilosidades, existem muitos capilares sanguíneos e linfáticos. Os capilares sanguíneos recebem
Aminoácidos, Glicose, Água e Sais Minerais. Os capilares linfáticos (também chamados de Vasos Quilíferos)
recolhem Água e Lipídios.
Após a absorção, estes nutrientes são recolhidos pelos capilares mesentéricos que se reúnem para formar a
veia mesentérica. Essas veias se reúnem para formar a veia porta-hepática que se dirige para o Fígado onde se
ramifica até formar os capilares sinusóides. Neste local deve ocorrer a desintoxicação. Em seguida os nutrientes
saem do fígado pela veia hepática e chegam na veia cava inferior e daí ao coração de onde serão distribuídos
para todas as células do corpo.
Após a ação dos sucos digestivos do intestino delgado, o que sobra é uma massa escura denominada
Quilo. Esta passa para o Intestino grosso através da válvula Íleo-cecal, onde o mesmo fará a retirada de água,
tornando o conteúdo intestinal endurecido; estará neste momento formado o bolo fecal, ficando o mesmo
armazenado no cólon sigmóide até o ato da defecação.

∗ Resumo Geral:

Suco Digestivo Local de Produção PH Enzima Local de Ação Substrato Produto


Saliva Glând. Salivares 7,0 Ptialina Boca Amido Maltose
Suco Gástrico Mucosa Gástrica 2,0 Pepsina Estômago Proteínas Fr. Peptídicas
------------------- ------------------- --- Renina ------------ Pr. Leite Coágulos
------------------- ------------------- --- Lipase fraca ------------ Lipídios Ác. Graxo e Glicerol
Bile Fígado ## ######### Duodeno (I.D) Lipídios Gotículas Lipídicas

6
Biologia Laudemir Roberto 7

Suco Pancreático Pâncreas 9,0 Tripsina ----------- Proteínas Fr. Peptídicas


-------------------- ------------ --- Quimiotripsina ----------- ------------ -----------------
-------------------- ------------ --- Amilopsina ----------- Amido Maltose
-------------------- ------------ --- Lipase ----------- Lipídios Ác. Graxo e Glicerol
-------------------- ------------ --- Nuclease ----------- Ác. Nucleicos Nucleotídeos
Suco Entérico Mucosa Intestinal 7,0 Maltase Int. Delgado Maltose Glicose + Glicose
-------------------- -------------------- --- Peptidase ------------- Fr. Aminoácidos
Peptídicas
-------------------- -------------------- --- Lactase ------------- Lactose Glicose + Galactose
-------------------- -------------------- --- Sucrase ------------- Sacarose Glicose + Frutose
-------------------- -------------------- --- Lipase ------------- Lipídios Ác. Graxo e Glicerol

Nutrientes Intermediário Absorvíveis


Amido Maltose Glicose + Glicose
Proteínas Frações Peptídicas Aminoácidos
Lipídios Ác. Graxo e Glicerol
Ác. Nucléicos Nucleotídeos
Sacarose Glicose + Frutose
Lactose Glicose + Galactose

Tópico de Leitura-
 O Fígado:
É a maior glândula do nosso corpo. Pesa cerca de 1,5 Kg, ficando localizado do lado direito superior do
abdome, sob as últimas costelas.
O fígado é um dos mais versáteis órgãos do corpo humano. Estas são algumas das suas inúmeras funções:
 Secretar Bile;
 Remover moléculas de glicose no sangue, reunindo-as quimicamente para formas glicogênio, que é armazenado;
nos momentos de necessidade, o glicogênio é reconvertido em moléculas de glicose, que são relançadas na
circulação;
 Armazenar ferro e certas vitaminas em suas moléculas;
 Sintetizar uréia a partir de duas moléculas tóxicas, a amônia e o gás carbônico; estas substâncias são, assim,
removidas do sangue e eliminadas na forma de uréia, pelos Rins;
 Evitar processos hemorrágicos, produzindo Protrombina e Fibrinogênio, proteínas indispensáveis para a
ocorrência da coagulação sanguínea;
 Destruir hemácias velhas ou anormais, transformando sua hemoglobina em Bilirrubina, o pigmento castanho-
esverdeado presente na bile.

Academia Biológica

1. Diferencie digestão intracelular de digestão extracelular e dê exemplo de grupos animais em que esses tipos de
digestão ocorrem.
2. (Fuvest-SP) No aparelho digestivo das aves, quais as funções:
a) Do papo?
b) Da moela?
3. Cite as estruturas com função de aumentar a superfície de absorção no intestino de:
a) Peixes ósseos;
b) Peixes cartilaginosos;
c) Demais vertebrados.
4. Quais as quatro câmaras que existem no estômago dos ruminantes? Onde ocorrem, de forma considerável, a
digestão de celulose e a digestão de proteínas?
5. (FFMC) Faça uma ilustração do estômago de ruminantes, indicando o processo que ocorre em cada local desse
órgão.
6. (Fuvest-SP) Descreva a sucessão de eventos que ocorrem com o alimento no estômago de mamíferos
ruminantes.
7. (Fuvest-SP) Como o bolo alimentar é impelido ao longo do tubo digestivo de um vertebrado?
8. (Fuvest-SP) Em que regiões do tubo digestivo humano ocorre digestão do amido? Onde são produzidas as
amilases que atuam nesse processo?
9. (Fuvest-SP) Cite duas glândulas associadas ao tubo digestivo humano e suas respectivas funções no processo
digestivo.
10. (Unicamp-SP) O suco gástrico é rico em ácido clorídrico, que é secretado pelas células parietais do estômago
humano. Ocorrendo uma deficiência na produção desse ácido pelo estômago, o que aconteceria com a digestão
gástrica das proteínas? Por quê?

11. (FFMC) Qual a composição do suco gástrico, e qual o pH estomacal?

7
Biologia Laudemir Roberto 8

12. (Fuvest-SP) Bob MacDonald comeu um sanduíche de pão e carne. Descreva o processo de digestão enzimática
desses alimentos na boca, no estômago e no intestino.
13. (FEI-SP) Qual o papel do fígado na digestão de um mamífero?
14. (FAAP-SP) Cite três enzimas que agem na digestão dos alimentos, bem como onde são produzidas no corpo
humano.
15. (Fuvest-SP) Como varia o pH ao longo do aparelho digestivo, durante o processo de digestão de um homem?
16. Cite duas funções atribuídas ao ácido clorídrico gástrico.
17. Qual o papel da gastrina e da enterogastrona no mecanismo digestivo humano?
18. (UFCE) Cite as enzimas digestivas humanas de origem Pancreática, com seus respectivos substratos.
19. Cite três funções do intestino delgado na digestão humana.
20. Cite duas funções do intestino grosso na digestão humana.
21. Determine três funções do Fígado, além da função digestiva de produzir bile.
22. Em qual porção do intestino ocorre absorção de alimentos?
23. (Fuvest-SP) Qual o papel da bile no homem?
24. (FFMC) Sabe-se que simplificadamente, as raízes no reino Metaphita apresentam como principal função a
absorção de água. Qual a estrutura análoga às raízes na espécie humana?
25. (UFCE) Indique as alternativas corretas, relativas ao processo digestivo no homem:
a) A Ptialina é uma enzima que provoca a quebra do amido em moléculas de maltose;
b) O suco gástrico se caracteriza pela presença do ácido clorídrico que estabelece o pH ótimo para a ação da
pepsina;
c) A lipase é uma enzima que pode ser encontrada no suco gástrico, no suco pancreático e no suco entérico
d) No suco entérico podemos encontrar, dentre outras, as enzimas: sacarose, lactase, maltase e peptidases;
e) A tripsina é uma enzima proteolítica cujo local de ação é o duodeno;
f) A bile, produzida nas células hepáticas, funciona na emulsificação das gorduras, facilitando a ação das Lipases.
26. Dada a reação: NaHCO3 + HCl ------- H2CO3 + NaCl (Responda):
a) Em que local do tubo digestivo ela ocorre?
b) Qual a sua importância?
c) Quais as glândulas produtoras das substâncias reagentes?
27. Quais são as enzimas que catalisam as reações abaixo e onde elas são produzidas?
a) Lipídio ------ Ácido graxo e Glicerol;
b) Proteína ------ Peptídios ------ Aminoácidos;
c) Amido ------ Maltose ------ Glicose.
28. Em que consiste a digestão mecânica?
27. Dados os seguintes itens:
a) Desdobramento dos sais de cálcio e fósforo de fragmentos de ossos ingeridos;
b) Manutenção de pH ótimo para a ação da Pepsina;
c) Catálise da conversão do Pepsinogênio em Pepsina;
d) Função anti-séptica, destruindo bactérias.
Qual é a substância responsável por essas propriedades e onde é produzida?
29. Amido e Glicogênio têm digestão e produtos finais da digestão semelhantes? Justifique.

8
Biologia Laudemir Roberto

30. Seres heterotróficos são aqueles que:


a) Não fabricam seu próprio alimento 39. Ceco é a porção inicial do:
b) Fabricam seu próprio alimento a) Intestino grosso
c) Só se alimentam de carne b) Intestino delgado
d) Só se alimentam de vegetais c) Estômago
e) Todas as alternativas acima estão erradas d) Pâncreas
e) Esôfago
31. É um exemplo de fenômeno mecânico:
a) Insalivação 40. Qual das substâncias abaixo, inicia a sua digestão na
b) Mastigação boca?
c) Quilificação a) Sacarose
d) Quimificação b) Proteínas
e) As alternativas a e b estão corretas c) Amido
d) Lipídios
32. Enzima encontrada na saliva: e) Peptonas
a) Ptialina
b) Pepsina 41. É uma doença que não se refere ao sistema
c) Lactase digestivo:
d) Bile a) úlcera
e) Maltase b) verminose
c) reumatismo
33. São órgãos anexos da digestão: d) hepatite
a) Estômago – glândulas salivares – dentes – língua e) teníase
b) Glândulas salivares – intestino – dentes – língua
c) Glândulas salivares – dentes – língua – fígado – 42. (PUC-SP) As microvilosidades presentes nas células
pâncreas do epitélio intestinal têm a função de:
d) Pâncreas – dentes – língua – duodeno – vesícula a) Aumentar a aderência entre uma célula e outra
biliar b) Produzir grande quantidade de ATP, necessário ao
e) Vesícula biliar – pâncreas – faringe – dentes – língua intenso metabolismo celular
c) Sintetizar enzimas digestivas
34. Órgão que serve ao mesmo tempo ao sistema d) Secretar muco
digestivo e ao sistema respiratório: e) Aumentar a superfície de absorção
a) Laringe
b) Faringe 43. (PUC-SP) Dá-se o nome de organismo autótrofo ao
c) Jejuno que:
d) Pulmão a) É capaz de sintetizar seus próprios alimentos a partir
e) Duodeno de glicose e aminoácidos
b) Não realiza fotossíntese
35. O intestino delgado é dividido em: c) Depende de outro organismo vivo para a obtenção de
a) Duodeno – jejuno – ceco alimento
b) Duodeno – jejuno – ânus d) É capaz de utilizar substâncias em decomposição
c) Duodeno – jejuno – íleo para a sua alimentação
d) Ceco – jejuno – íleo e) É capaz de sintetizar seu próprio alimento a partir de
e) Ceco – íleo – duodeno substâncias químicas inorgânicas

36. Decompõe o amido em maltose: 44. (UFRN) Qual dos seguintes produtos de secreção
a) Lipase não têm ação enzimática?
b) Amilase a) Suco gástrico
c) Lactase b) Suco entérico
d) Tripsina c) Suco pancreático
e) Sacarase d) Saliva
e) Bile
37. É produzida pelo fígado e fica armazenado na
vesícula biliar: 45. (Ucsal-BA) Para estudar experimentalmente a
a) Tripsina digestão da proteína do leite, o procedimento mais
b) Bile adequado seria usar:
c) Lactase a) Pepsina em meio ácido
d) Amilase b) Pepsina em meio básico
e) Lipase c) Tripsina em meio ácido
d) Lipase em meio ácido
38. Local onde a água e reabsorvida: e) Lipase em meio básico
a) Intestino delgado 46. (UFRS) A bílis produzida pelo fígado tem como
b) Estômago função:
c) Duodeno a) Lubrificar a mucosa intestinal
d) Intestino grosso b) Emulsionar as gorduras
e) Pâncreas c) Estimular a secreção gástrica
d) Provocar a contração da vesícula
e) Digerir proteínas

9
Biologia Laudemir Roberto

47. (EFOA-MG) A opção que não equivale ao nome 54. (FCC-SP) Dos pares de hormônios abaixo, qual está
correto do órgão e da substância por ele produzida é: diretamente relacionado com a secreção do sucos
a) Glândulas salivares e ptialina gástrico?
b) Estômago e ácido clorídrico a) Tiroxina e gastrina
c) Fígado e bílis b) Gastrina e secretina
d) Pâncreas e tripsina c) Adrenalina e secretina
e) Duodeno e pepsina d) Tiroxina e adrenalina
e) Gastrina e adrenalina
48. (Cesesp-PE) Em indivíduos humanos normais, o
canal colédoco estabelece uma comunicação 55. (UFRS) A extração do estômago de um mamífero
anatômica entre: prejudicará principalmente a digestão:
a) O estômago e o duodeno a) Do amido
b) A vesícula biliar e o jejuno b) Das proteínas
c) A vesícula biliar e o íleo c) Das gorduras
d) A vesícula biliar e o duodeno d) Da sacarose
e) A vesícula biliar e o ceco e) Da maltose

49. (UFAC) A absorção do alimento já digerido ocorre 56. (UFRS) Das seguintes substâncias, a que
principalmente no: normalmente não é absorvida no intestino humano é:
a) Esôfago a) A glicose
b) Pâncreas b) O glicerol
c) Estômago c) A proteína
d) Intestino delgado d) O aminoácido
e) Intestino grosso e) O cloreto de sódio

50. (UFSE) Tripsina, pepsina e ptialina são enzimas 57. (Fuvest-SP) Qual dos órgãos humanos abaixo não
digestivas produzidas, respectivamente, no: produz enzimas digestivas?
a) Fígado, pâncreas e estômago a) Glândulas salivares
b) Pâncreas, estômago e glândulas salivares b) Estômago
c) Pâncreas, glândulas salivares e estômago c) Duodeno
d) Estômago, glândulas salivares e fígado d) Fígado
e) Fígado, estômago e pâncreas e) Pâncreas

51. (UFRO) Os itens abaixo, que relacionam diferentes 58. (FCC-SP) Se, por uma razão qualquer, não mais
estruturas do sistema digestivo com suas respectivas ocorresse síntese de gastrina numa pessoa, qual das
funções, estão corretos, exceto:
exceto: substâncias abaixo não continuaria a ser digerida
a) Dentes --- mastigação e trituração normalmente?
b) Estômago --- produção de bile a) Sacarose
c) Língua --- deglutição e paladar b) Lactose
d) Intestino --- digestão e absorção c) Gordura
e) Esôfago --- condução do alimento da faringe ao d) Amido
estômago e) Proteínas

52. (UFRN) A mucosa intestinal apresenta um alto poder 59. (OSEC-SP) Qual das hidrólises (digestões) abaixo
de absorção devido à presença de: não é realizada no tubo digestivo humano?
a) Cílios a) Amido até glicose
b) Desmossomos b) Proteínas até aminoácidos
c) Microvilosidades c) Gorduras até glicose e ácidos graxos
d) Flagelos d) Celulose até glicoses
e) Vesícula fagocitária e) Sacarose até glicose e frutose

53. (UFGO) Nesta questão assinale: 60. (FCC) O alimento cuja digestão se inicia no
a) Se forem verdadeiras somente as afirmativas III e IV estômago é:
b) Se forem verdadeiras somente as afirmativas I e II a) O pão
c) Se forem verdadeiras somente as afirmativas II e IV b) A banha
d) Se forem verdadeiras somente as afirmativas I e III c) A manteiga
e) Se for verdadeira somente a afirmativa I d) O açúcar
Com relação à digestão humana podemos afirmar e) A carne
que:
I. A bile é produzida pelo fígado e degrada 61. (MACK-SP) Ao comermos o sanduíche Bauru,
enzimaticamente as gorduras estamos ingerindo: amido, proteína, gordura e sais
II. O produto final da digestão das proteínas é o glicerol minerais. A digestão do amido, que existe em maior
III. O produto final da digestão do amido é a glicose quantidade no citado alimento, ocorrerá:
IV. O pâncreas produz tripsina e lipases a) Somente no estômago
b) Na boca e no estômago
c) Na boca e no intestino
d) No estômago e no intestino

10
Biologia Laudemir Roberto

e) Na boca, no estômago e no intestino c) Estômago


62. (FCMS-SP) O tubo digestivo humano é formado, pela d) Duodeno
ordem, das seguintes porções: e) Jejuno
a) Boca, faringe, esôfago, estômago, duodeno, jejuno,
íleo, ceco, colo, reto e ânus 67. (Vunesp-SP) Com o título “boca livre”, a revista Veja
b) Boca, faringe, esôfago, estômago, duodeno, íleo, (edição 1298, ano 26, n.º 30, de 28 de julho de 1993,
jejuno, ceco, colo, reto e ânus p. 55) publicou artigo sobre uma nova droga ainda
c) Boca, esôfago, estômago, duodeno, íleo, jejuno, ceco em testes, o Orlistat, desenvolvido pelo laboratório
colo, reto e ânus Hoffmann-La Roche. A reportagem diz que essa
d) Boca, esôfago, estômago, duodeno, jejuno, íleo, droga “... bloqueia (uma fatia dessas) enzimas,
ceco, reto colo e ânus impedindo que elas desdobrem as enormes
e) Boca, faringe, esôfago, estômago, duodeno, íleo, moléculas de gordura em fragmentos menores.
jejuno, ceco, reto, colo e ânus Assim, a gordura não tem como atravessar as
63. (Cesgranrio-RJ) As proteínas representam paredes do intestino e não chega a atravessar as
componentes indispensáveis da dieta normal do paredes do intestino e não chega à corrente
homem. Contudo, para serem absorvidas, as sanguínea”. As enzimas que o Orlistat bloqueia
proteínas devem ser previamente hidrolisadas. correspondem às:
Assinale o item que indica o processo a que as a) Proteases
proteínas são submetidas durante a digestão: b) Lipases
a) São sucessivamente desdobradas pela maltose da c) Amilases
saliva, pela pepsina do estômago e pelas peptidases d) Lactases
intestinais e) Peptidases
b) São gradativamente hidrolisadas pela ação sucessiva
da pepsina gástrica, da tripsina pancreática e das 68. (PUC-SP) Considerando que um operário almoçou
peptidadeses intestinais feijão, arroz, ovo frito, alface e banana, podemos
c) São hidrolisadas somente o intestino, quando se dizer que a digestão química começou:
convertem peptídeos, que são absorvidos através da a) Na boca e terminou no intestino delgado
mucosa intestinal, após sofrerem a ação da b) No estômago e terminou no intestino grosso
enteroquinase c) No intestino delgado e terminou no grosso
d) São desdobradas, após a ação da tripsina gástrica, d) No estômago e terminou no intestino delgado
em fragmentos cada vez menores, pela pepsina e) Na boca e terminou no intestino grosso
pancreática e pelas enzimas intestinais, até que
possam ser absorvidas sob a forma de ácidos 69. (FATEC) “São substâncias orgânicas particulares que
aminados livres entram na constituição de diversas coenzimas de
e) São submetidas à ação sucessiva da pepsina, da fermentos que catalisam processos metabólicos
tripsina das peptidases e da maltase intestinais gerais e especiais. São de origem endógena nos
vegetais verdes e em numerosos organismos
64. (Cesgranrio-RJ) Para demonstrar experimentalmente unicelulares, e exógena nos metazoários. São
as condições de digestão no estômago, o processo necessários em quantidades muito pequenas e
mais adequado seria colocar num recipiente com distinguem-se dos outros constituintes da matéria
água, em agitação constante: viva por que não representam fontes de energia e
a) Um fragmento de pão, ptialina e solução fisiológica não desempenham funções plásticas.”
b) Um fragmento de carne, ptialina e ácido clorídrico O texto refere-se:
c) Um fragmento de gordura, tripsina e bicarbonato de a) aos hormônios
sódio b) aos ácidos nucléicos
d) Um fragmento de carne, pepsina e ácido clorídrico c) às vitaminas
e) Um fragmento de carne, pepsina e bicarbonato de d) aos citocromos
sódio e) aos nucleotídeos

65. (UFPA) O material retirado de determinado órgão de 70. (Santa Casa-SP) Preparando-se um macerado de
um macaco foi repartido em seis tubos de ensaio. pâncreas, a insulina será digerida pela:
Aos tubos I e II acrescentou-se um pedaço de carne; a) amilase
aos tubos III e IV, um pedaço de batata; e aos tubos b) nuclease
V e VI, um pouco de manteiga. Aos tubos I, III e VI c) lipase
acrescentou-se um pouco de ácido clorídrico. Após d) tripsina
12 horas, a 38° C, verificou-se que apenas no tubo I e) invertase
houve digestão. O material usado neste experimento
foi retirado: 71. (PUC-SP) Nas vilosidades intestinais, os
a) Do estômago aminoácidos e os ácidos graxos são absorvidos,
b) Do intestino respectivamente:
c) Da vesícula a) pelos capilares sanguíneos e vasos linfáticos
d) Do pâncreas b) pelos vasos linfáticos e capilares sanguíneos
e) das glândulas salivares c) pelos capilares sanguíneos venosos e pelos
capilares arteriais
66. (FCC-SP) Em que porção do parelho digestivo o d) pelos capilares sanguíneos arteriais e pelos capilares
alimento se mistura ao ácido clorídrico? venosos
a) Boca e) pelos vasos linfáticos somente
b) Esôfago

11
Biologia Laudemir Roberto

72. (Londrina) Na maioria dos vertebrados, a


transformação química dos alimentos começa:
a) na boca, onde agem as enzimas da saliva
b) no estômago, onde agem as enzimas do suco
gástrico 77. (UFBA) Na digestão, a redução dos alimentos a
c) no estômago, onde agem as enzimas dos sucos partículas através de processos mecânicos tem por
gástrico e pancreático finalidade:
d) no intestino delgado, onde agem as enzimas dos a) facilitar a eliminação de substâncias inúteis
sucos gástrico e entérico b) possibilitar a passagem do alimento para o sangue
e) no intestino delgado, onde agem as enzimas dos c) transformar os complexos alimentares em
sucos entérico e pancreático substâncias mais simples
d) aumentar a superfície de exposição dos alimentos à
73. (Cesgranrio-RJ) As proteínas representam ação das enzimas
componentes indispensáveis da dieta normal do e) reduzir grandes moléculas orgânicas a moléculas
homem. Contudo, para serem absorvidas, as pequenas com maior valor nutritivo
proteínas devem ser previamente hidrolisadas.
Assinale o item que indica o processo a que as 78. (UFCE) Indique a alternativa que contém a seqüência
proteínas são submetidas durante a digestão. correta dos órgãos que compõem o aparelho
a) São sucessivamente desdobradas pela maltase da digestivo:
saliva, pela pepsina do estômago e pelas peptidases a) boca, esôfago, faringe, estômago, intestinos
intestinais b) boca, faringe, esôfago, estômago, intestinos
b) São gradativamente hidrolisadas pela ação sucessiva c) boca, faringe, estômago, esôfago, intestinos
da pepsina gástrica, da tripsina pancreática e de d) boca, esôfago, estômago, faringe, intestinos
peptidases intestinais e) boca, faringe, esôfago, Intestinos, estômago
c) São hidrolisadas somente no intestino, quando se
convertem em peptídeos, que são absorvidos através 79. (Fuvest-SP) No Egito muitos artefatos de pedra,
da mucosa intestinal, após sofrerem ação da vendidos como provenientes dos tempos dos faraós,
enteroquinase são falsificados. O processo de falsificação consiste
d) São desdobradas, após a ação da tripsina gástrica, em esculpir pequenas pedras e misturá-las com a
em fragmentos cada vez menores, pela pepsina comida oferecida às galinhas. As pedras atravessam
pancreática e pelas enzimas intestinais, até que todo o tubo digestivo da galinha, tendo depois o
possam ser absorvidas sob a forma de ácidos aspecto de objetos antigos e desgastados pelo uso.
aminados livres Este processo de “envelhecimento mecânico” deve-
e) São submetidos à ação sucessiva da pepsina, da se à ação:
tripsina, das peptidases e da maltase intestinal a) do bico
b) do papo
74. (FFMC) Considere os seguintes fenômenos: c) do estômago químico
(1) absorção de alimentos; d) da moela
(2) início da digestão das proteínas; e) do intestino
(3) início da digestão das gorduras;
(4) adição de ácido ao suco digestivo. 80. (PUC-SP) Os ruminantes, grupo que inclui vacas,
(5) Digestão de amido carneiros, cabras, camelos e girafas, são capazes de
Ocorrem no estômago apenas: utilizar celulose como fonte de energia, devido:
a) 1 e 2 a) às enzimas secretadas pelos microorganismos do
b) 1 e 4 rúmen e retículo
c) 2, 3 e 5 b) ao fato de possuírem uma série de quatro
d) 2, 3 e 4 estômagos, que, em conjunto, secretam enzimas e
e) 3, 4 e 5 ácidos para essa digestão
c) às enzimas secretadas pelo rúmen e retículo
75. (PUC-SP) “Alguns mamíferos, para um maior d) não sei!
aproveitamento de alimentos de origem vegetal, têm
adaptações ao tubo digestivo. Além de um complexo 81. (Puccamp-SP) A cloaca persiste na vida adulta dos
estômago com quatro câmaras, têm um longo seguintes animais:
intestino que garante boa absorção.” a) peixes ósseos, anfíbios, alguns mamíferos
O enunciado acima refere-se a um: b) peixes ósseos, peixes cartilaginosos, ciclóstomos
a) roedor c) ciclóstomos, peixes cartilaginosos, alguns mamíferos
b) ruminante d) peixes cartilaginosos, anfíbios e répteis
c) primata e) n.r.a
d) carnívoro
e) cetáceo 82. (Fuvest-SP) As enzimas digestivas que agem sobre
os carboidratos atuam:
76. (Fuvest) Na digestão, atividade hepática se relaciona a) somente na boca
diretamente com o processo de: b) somente no intestino
a) Hidrólise do amido c) somente no estômago
b) Hidrólise de proteínas d) na boca e no intestino
c) Hidrólise da sacarose e) no intestino e no estômago
d) Emulsificação das gorduras
e) Emulsificação de proteínas

12
Biologia Laudemir Roberto

83. (FCC) É de se esperar que, em um animal (4) O muco produzido pelo epitélio do tubo digestivo
estritamente carnívoro, a enzima digestiva mais ativa é o responsável pela digestão dos lipídios.
seja: Assinale a opção que contém apenas as afirmativas
a) lipase corretas:
b) protease a) 1e3
c) amilase b) 1e2
d) lactase c) 2e3
e) sacarase d) 2e4
e) 3e4
84. (PUC-SP) A enzima (1), produzida no (2), atua sobre
(3), exibindo maior atividade em pH (4). 90. (UFBA) Proteína + água + Pepsina (pH alcalino –
As lacunas 1, 2, 3 e 4 ficariam preenchidas de 38°C) ------------ (ausência de processo digestivo)
maneira correta, respectivamente, por: Após duas horas, nas condições experimentais
a) tripsina, pâncreas, proteína, alcalino indicada, explica-se a ausência de processo digestivo
b) pepsina, estômago, proteína, neutro porque:
c) ptialina, duodeno, amido, ácido a) a duração do experimento foi insuficiente
d) lipase, fígado, gordura, alcalino b) a temperatura inativou a enzima
e) amilase, pâncreas, amido, ácido c) a enzima foi inadequada ao substrato
d) a pepsina não atua em meio alcalino
85. (MACK-SP) O pâncreas e o fígado participam da e) a digestão protéica não ocorre em meio aquoso
digestão dos alimentos no nível do ____________,
liberando substâncias como lipase e bílis, para 91. (Unirio-RJ) O alimento é movido ao longo do trato
auxiliarem a redução das moléculas de gastrointestinal por um processo proveniente da
____________ contração da camada muscular circular; a onda
Preenche as lacunas, em ordem: progride e espreme o alimento para baixo e/ou para a
a) intestino delgado; gordura frente de maneira semelhante à saída de creme
b) estômago; carboidratos dental de um tubo. Tal processo de motilidade
c) intestino grosso; proteínas denomina-se:
d) esôfago; lipídios a) peristalse
e) intestino delgado; proteínas b) digestão
c) absorção
86. (UNIB-SP) Se um indivíduo apresentar uma doença d) homeostase
que impeça a produção de bile pelo fígado, passará a e) secreção
ter problemas com a digestão de:
a) amido 92. (PUC-SP) Se uma pessoa apresentar distúrbios na
b) proteínas secreção gástrica, ele terá dificuldades,
c) açucares principalmente, na digestão de:
d) gorduras a) amido
e) vegetais b) sacarose
c) lactose
87. (Fuvest-SP) No homem as proteínas começam a ser d) proteínas
digeridas por enzimas produzidas: e) gorduras
a) pelo pâncreas
b) pelo estômago 93. (UNIP-SP) Se houver paralisação na produção de
c) pelo duodeno bile no fígado, haverá distúrbios na digestão de:
d) pelas glândulas salivares a) proteínas
e) pelo fígado b) açúcares
c) aminoácidos
88. (FCC) Uma pessoa tem uma doença que determina d) gorduras
que o seu conteúdo estomacal seja alcalino. Qual e) polipeptídeos
dos seguintes alimentos terá a digestão totalmente
bloqueada, no estômago, como consequência desse 94. (PUC-RS) Muitas aves utilizam-se de alimentos
fenômeno: duros, como grãos. Para esse tipo de alimento, os
a) leite mamíferos necessitam desenvolver um aparelho
b) manteiga mastigador formado por dentes fortes. Nas aves esse
c) pão aparelho mastigador foi substituído por uma zona do
d) carne tubo digestivo denominada:
e) macarrão a) intestino
b) cloaca
89. (Cesgranrio-RJ) Sobre a digestão humana, pode-se c) moela
afirmar que: d) esôfago
(1) O ácido clorídrico do suco gástrico torna o pH e) bico
ideal para digestão de proteínas e tem função
anti-séptica; 95. (Vunesp-SP) O processo final e o mais importante da
(2) A digestão do amido ocorre principalmente no digestão dos mamíferos ocorre no duodeno, em pH
estômago; básico. Esse processo é denominado de quilificação
(3) A ativação do tripsinogênio em tripsina ocorre no e depende da ação conjunta:
intestino e é feita pela enteroquinase; a) dos sucos pancreático e intestinal

13
Biologia Laudemir Roberto

b) do suco pancreático e da bile


c) da ptialina e do ácido clorídrico
d) dos sucos pancreático e intestinal e da bile
e) do ácido clorídrico e do suco pancreático

96. (UFAL) Nas aves granívoras, o alimento sofre ação


mecânica:
a) na faringe
b) no papo
Anotações
c) no esôfago
d) na moela
e) no intestino

97. (FCMSC-SP) A maioria das aves apresenta, em seu


aparelho digestivo, papo, proventrículo e moela. A
ação fundamental dessas estruturas, sobre o
alimento, é respectivamente:
a) física, química e de armazenamento
b) química, de armazenamento e física
c) química, física e de armazenamento
d) de armazenamento, física e química
e) de armazenamento, química e física

98. (PUC-RJ) A diferença fundamental entre os


processos digestivos de animais carnívoros e de
animais ruminantes é a existência, nesses últimos, de
processo específico de digestão para:
a) gordura
b) proteína
c) celulose
d) amido
e) glicose

99. (UNEB-BA) Sobre o sistema digestivo humano, é


correta a seguinte associação órgão-função:
a) glândulas salivares – digestão mecânica
b) intestino delgado – produção de suco gástrico
c) esôfago – absorção de água
d) estômago – digestão de peptídeos
e) pâncreas – absorção de glicose

14
Biologia Laudemir Roberto

15