Você está na página 1de 14

física

TERMOLOGIA
EXERCÍCIOS
Resolução:
01. Em 19 de maio de 1993, a cidade de Tóquio registrou uma Da equação de conversão entre as escalas Celsius e Fahrenheit temos:
temperatura máxima de 79 ºF, segundo informou o serviço
t C t F − 32
meteorológico daquela cidade. Determine esta temperatura =
5 9
na escala Celsius.
t C 79 − 32
substituindo tF = 79 ºF → 5 = 9 logo, tC ≅ 26,1 ºC.

02. O diagrama abaixo mostra a relação entre a escala X e a Resolução:


escala Celsius. Determine a temperatura na escala X que
corresponde a 0 ºC. Observando o gráfico, vamos, inicialmente, estabelecer a equação de
conversão entre as escalas.
ºC 100º 77
a a'
=
100 b b'
a f b b’
t C − −10 t −0 a tC tX a’
a f
100 − −10
= X
77 −0
t C + 10 t X −10 0
77 ºX =
−10 110 77
Para tC = 0 oC → tx = 7 ºX ºC ºX

03. A tabela abaixo apresenta a relação entre a temperatura e a 04. O diagrama ao lado P (cm Hg)
altura da coluna de mercúrio de um termômetro. mostra a variação
da pressão em 293
Temperatura altura função da tempe-
ratura de um certo
20 unidades 10 cm
gás contido no
100 unidades 30 cm interior de um
Determine: recipiente rígido. − 273 20 t(ºC)
a) a função termométrica desse termômetro; Sabendo-se que o
b) a temperatura quando a altura da coluna é 18 cm. recipiente tolera uma pressão máxima de 5 atm, qual pode
Resolução: ser a máxima temperatura em seu interior?
30 cm 100 unidades
Resolução:
Vamos inicialmente estabelecer a função termométrica:

h t a f
t − −273 P−0 20 293

10 cm 20 unidades a f
20 − −273
=
293 − 0
t + 273 P t P
a) Estabelecendo a relação de proporção entre a altura da coluna = ⇒ t = P − 273
293 293
de mercúrio e a temperatura, temos:
t − 20 h − 10 t − 20 h − 10 Se 1 atm = 76 cm Hg, então: − 273 0
= ⇒ = para P = 5 atm = 380 cm Hg
100 − 20 30 − 10 80 20
o
t − 20 = 4h − 40 ⇒ finalmente, t = 4h − 20 t = 380 − 273 t ( C) P (cm Hg)
b) para h = 18 cm: t = 4 . 18 − 20 t = 52 unidades t = 107 ºC deve ser a máxima temperatura no interior do recipiente.

CPV fiscol-med1104-R
1
2 FÍSICA

05. Uma temperatura na escala Fahrenheit é expressa por um Resolução:


número que é o triplo do correspondente na escala Celsius.
3TC = TF
Qual é essa temperatura na escala Fahrenheit?
T
TC = F
3
TF TF − 32
15 = 9 ⇒ 6TF = 480
TF = 80º F

06. Define-se temperatura de um corpo como sendo: Resolução:


A temperatura de um corpo está associada ao nível de agitação térmica
a) a quantidade de calor do corpo de suas partículas.
b) a sensação de calor que temos quando tocamos o corpo
c) a quantidade de energia térmica acumulada no corpo Alternativa D
d) a medida do seu grau de agitação molecular

07. Qual é o valor da temperatura cuja indicação na escala Resolução:


Fahrenheit supera em 64 unidades a indicação na escala TF = TC + 64
Celsius?
TC TC + 64 − 32
5 = 9 ⇒ 4TC = 160
TC = 40 ºC
40 + 64 = TF ⇒ TF = 104 ºF

08. Um termômetro defeituoso está graduado na escala Resolução:


214 212
Fahrenheit, indicando 30ºF para o ponto de gelo e 214ºF
T − 30 TF − 32
para o ponto de vapor. Neste termômetro, determine a única
214 − 30 = 212 − 32
temperatura medida corretamente na escala Fahrenheit.
T TF
T − 30 T − 32
184 = 180

T = TF
30 32

T − 30 T − 32
184 = 180 ⇒ 4T = 488 ⇒ T = 122 ºF

09. Texto de uma revista científica: “Em Plutão, o planeta mais Resolução:
afastado do Sol, a temperatura vai a 380 graus abaixo de A temperatura deve ser maior que zero Kelvin.
zero”. O autor, embora não tenha declarado qual a escala
termométrica utilizada, certamente se refere, para a −380º → −380 = TK −273 (testando ºC → K)
temperatura mencionada, à escala: TK = −107 K (não pode ser)

a) Kelvin cTK − 273h = TF − 32 (testando ºF → K)


5 9
b) Celsius
c) Fahrenheit 5
TK − 273 = (−380 − 32)
d) diferente das anteriores, pois o valor não é compatível 9
com nenhuma das três escalas citadas TK = 44,1 K ⇒ Alternativa C

CPV fiscol-med1104-R
física 3

10. A temperatura normal do corpo humano é de 36ºC. Qual é o Resolução:


valor dessa temperatura expressa nas escalas Kelvin e
TC = 36 ºC
Fahrenheit?
TC = TK − 273
36 = TK − 273
TK = 309 K

TC TF − 32 36 TF − 32
5 = 9 ⇒ 5 = 9 ⇒ TF = 96,8 ºF

11. (FUVEST) A televisão noticia que a temperatura em Nova Resolução:


York chegou aos 104 graus (naturalmente 104º Fahrenheit).
TC 104 − 32
Converta para graus Celsius.
5 = 9 ⇒ TC = 40ºC

a) 44 ºC Alternativa B
b) 40 ºC
c) 36 ºC
d) 30 ºC
e) 0 ºC

12. (UNIFESP/2002) Quando se mede a temperatura do corpo 13. (FATEC) Um termômetro de mercúrio é calibrado de modo
humano com um termômetro clínico de mercúrio em vidro, que a temperatura de 0ºC corresponde a 4 cm de altura da
procura-se colocar o bulbo do termômetro em contato direto coluna de mercúrio, enquanto 100ºC corresponde a 8 cm de
com regiões mais próximas do interior do corpo e manter o altura da coluna. A função termométrica que relaciona t e a
termômetro assim durante algum tempo, antes de fazer a
altura da coluna h é:
leitura. Esses dois procedimentos são necessários porque

a) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato a) t = 25 h − 4


direto entre dois corpos e porque demanda sempre b) t = 100 (h − 4)
algum tempo para que a troca de calor entre o corpo c) t = 25 h − 25
humano e o termômetro se efetive. d) t = 25 h − 100
b) é preciso reduzir a interferência da pele, órgão que regula e) nenhuma das anteriores
a temperatura interna do corpo, e porque demanda
sempre algum tempo para que a troca de calor entre o Resolução: 8 100
corpo humano e o termômetro se efetive.
c) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato
direto entre dois corpos e porque é preciso evitar a h T
interferência do calor específico médio do corpo
humano.
d) é preciso reduzir a interferência da pele, órgão que regula 0
4
a temperatura interna do corpo, e porque o calor altura (cm) T(ºC)
específico médio do corpo humano é muito menor que
o do mercúrio e do vidro.
h−4 T T
e) o equilíbrio térmico só é possível quando há contato 8 − 4 = 100 ⇒ h − 4 = 25 ⇒ T = 25h − 100
direto entre dois corpos e porque é preciso reduzir a
interferência da pele, órgão que regula a temperatura Alternativa D
interna do corpo.
Resolução:
O contato direto do termômetro com regiões como a boca,
por exemplo, minimiza a interferência com a pele; para que
o equilíbrio térmico seja atingido, é necessário um intervalo
de tempo. Alternativa B

CPV fiscol-med1104-R
4 FÍSICA
14. (FEI/2000) Um aluno da FEI construiu um termômetro 16. (UNIFESP/2003) O texto a seguir foi extraído de uma matéria
rudimentar e verificou que quando mergulhado no gelo em sobre congelamento de cadáveres para sua preservação
fusão a altura da coluna de mercúrio era de 5 cm. Ele por muitos anos, publicada no jornal O Estado de S. Paulo
observou também que quando mergulhado na água em de 21/07/2002.
ebulição, ao nível do mar, a altura da coluna de mercúrio era
de 50 cm. Considerando-se a escala linear, determine a Após a morte clínica, o corpo é resfriado com gelo. Uma
temperatura registrada quando a altura da coluna de injeção de anticoagulantes é aplicada e um fluido especial
mercúrio for de 25 cm? é bombeado para o coração, espalhando-se pelo corpo e
a) 50 ºC b) 44,4 ºC c) 40 ºC empurrando para fora os fluidos naturais. O corpo é
d) 55,5 ºC e) 38,9 ºC colocado numa câmara com gás nitrogênio, onde os
fluidos endurecem em vez de congelar. Assim que atinge a
Resolução:
temperatura de –321º, o corpo é levado para um tanque
100 ºC 50 cm de nitrogênio líquido, onde fica de cabeça para baixo.
x 25 cm Na matéria, não consta a unidade de temperatura usada.
0 ºC 5 cm Considerando que o valor indicado de –321º esteja correto
e que pertença a uma das escalas, Kelvin, Celsius ou
x−0 25 − 5 x 20 Fahrenheit, pode-se concluir que foi usada a escala
= ⇒ = ⇒ x = 44,4 ºC
100 − 0 50 − 5 100 45
a) Kelvin, pois trata-se de um trabalho científico e esta é a
Alternativa B
unidade adotada pelo Sistema Internacional.
b) Fahrenheit, por ser um valor inferior ao zero absoluto e,
15. (PUC-SENAC/2001) Em um determinado dia do mês de portanto, só pode ser medido nessa escala.
janeiro, a temperatura na cidade de São Paulo atingiu a c) Fahrenheit, pois as escalas Celsius e Kelvin não admitem
marca de 35 ºC. Caso o termômetro utilizado estivesse esse valor numérico de temperatura.
graduado na escala Fahrenheit, a indicação seria d) Celsius, pois só ela tem valores numéricos negativos
a) 31 ºF b) 67 ºF c) 95 ºF para a indicação de temperaturas.
d) 104 ºF e) 122 ºF e) Celsius, por tratar-se de uma matéria publicada em língua
portuguesa e essa ser a unidade adotada oficialmente
Resolução: no Brasil.
c F − 32 35 F − 32 Resolução:
= ⇒ = ⇒ F = 95º C
5 9 5 9 A menor temperatura possível teoricamente é o zero
Alternativa C absoluto, que corresponde a 0K, ou –273,15 ºC ou
–459,67 ºF. Como a leitura foi de –321º, só pode ser na
escala Farenheit. Alternativa C

17. (FEI) Quando se aumenta em 20oC a temperatura de um corpo, a diferença de suas novas temperaturas, em oF e oC, é 80
(t’F − t’C = 80). A temperatura inicial do corpo é:
a) 104 oF b) 80 oF c) 176 oF d) 25,5 oF e) 140 oF
Resolução:
Temperatura inicial = x (ºC)
Temperatura final = x + 20 (ºC)

x + 20 TF − 32
5 = 9 ⇒ TF’ − TC’ = 80 e TC’ = x + 20 ⇒ TF’ − (x + 20) = 80 ⇒ TF’ − 100 = x

x + 20 T ' − 32 TF ' − 100 + 20 T ' − 32


= F 9 ⇒ = F 9 ⇒ 4TF’ = 560 ⇒ TF’= 140 ºF
5 5
x = TF’ − 100 ⇒ x = 40 ºC

x TF − 32
5 = 9 ⇒ TF = 104 ºF

Alternativa A

CPV fiscol-med1104-R
física 5

18. (FATEC) Certa escala termométrica adota os valores Resolução:


280 100
−20ºE e 280ºE, respectivamente, para os pontos de fusão
do gelo e ebulição da água, sob pressão de 1 atm. A fórmula
da conversão entre esta escala e a escala Celsius é:
tE tC

a) tE = tC + 20
b) tE = tC − 20
−20
c) tE = 3tC − 20 0
tE (ºE) t C (ºC)
d) tE = 3tC + 20
e) tE = 3tC t E + 20 tC
280 + 20 = 100 ⇒ tE = 3tC − 20

Alternativa C

19. (F. C. Chagas) Os dois termômetros desenhados abaixo Resolução:


estão calibrados segundo escalas termométricas diferentes.
Que relação existe entre os valores de uma mesma X−0 Y−0
50 = 25
temperatura medida nas escalas X e Y?

ESCALA ESCALA X
ºX ºY Y = 2
a) Y = X/2
50 25
b) Y = 25 + X Alternativa A
40 20
c) Y = 50 − X 30 15
d) Y=X 20 10
10 5
e) Y = 2X
0 0

20. Pode-se medir a temperatura com um termômetro Resolução:


12,34 100
de mercúrio. Neste, a grandeza termométrica é o a)
comprimento l de uma coluna capilar, medida a partir de
uma origem comum. Verifica-se que l = 2,34 cm, quando o l T

termômetro está em equilíbrio térmico com o gelo em fusão,


e l = 12,34 cm, quando o equilíbrio térmico é com a água em
2,34 0
ebulição (num ambiente em que a pressão atmosférica é l (cm) T (ºC)
1 atm). l − 2,34 T
= 100 Se T = 25 ºC
12,34 − 2,34
a) Calcule o comprimento da coluna de mercúrio quando
a temperatura é de 25 ºC. l − 2,34 25
= 100 ⇒ l = 4,84 cm
b) Calcule a temperatura do ambiente quando l = 8,84 cm.
10

b) Se l = 8,84 cm:

8,84 − 2,34 T
=
10 100

T = 65 ºC

CPV fiscol-med1104-R
6 FÍSICA

21. (UNITAU) Eu dispunha de um termômetro de mercúrio Resolução:


tão usado que sua escala já havia se apagado. 7 100
Mergulhando-o em água em ebulição, a coluna de mercúrio
teve comprimento de 7 cm e, pondo-o em gelo fundente, a
coluna teve comprimento de 2 cm. Se tivesse sido h T
mergulhado em água e a coluna de mercúrio tivesse
comprimento de 4 cm, qual seria a temperatura da água?
a) 40 ºC 2 0
b) 38 ºC h (cm) T (ºC)
c) 55 ºC
d) 13,8 ºC H−2 T
= 100 Se H = 4 cm:
7−2
e) 45 ºC
2 T
= 100 ⇒ 5T = 200 ⇒ T = 40 ºC
5

Alternativa A

22. Num laboratório de termometria, um técnico calibrou um Resolução:


termômetro de mercúrio de modo que a medida da altura da 25 100
coluna, sob pressão normal, era de 5 cm quando em
equilíbrio com gelo fundente em água, e era de 25 cm quando
em contato com água em ebulição. A altura da coluna do h T

termômetro, em centímetros, num ambiente a 25ºC é:

5 0
a) 55 cm
H (cm) T (ºC)
b) 30 cm
c) 25 cm h−5 T
d) 10 cm 25 − 5 = 100 Se T = 25 ºC:

e) 5 cm
h−5 25
20 = 100 ⇒ H = 10 cm

Alternativa D

23. No termômetro de gás, a volume constante, a grandeza Resolução:


termométrica é a pressão que o gás exerce. Um termômetro 7 212
nessas condições indica uma pressão de 5mmHg quando
em equilíbrio com o ponto do gelo e uma pressão de 7mmHg
no equilíbrio térmico com o ponto do vapor. P T

a) Estabeleça a função termométrica desse termômetro


para a escala Fahrenheit.
5 32
b) Determine a temperatura de um forno, sabendo que a
pressão do gás no equilíbrio térmico é 9,5 mmHg. P(mmHg) T (ºF)

P−5 T − 32
a) 7 − 5 = 212 − 32
90P − 450 = T − 32 ⇒ T = 90P − 418

b) Se P = 9,5 mmHg
T = 90 . 9,5 − 418 ⇒ T = 437 ºF

CPV fiscol-med1104-R
física 7

24. O fato de vários corpos possuírem a mesma energia térmica, implica que estejam à mesma temperatura? Justifique.
Resolução:

Não, pois a temperatura depende da energia média ou seja, do número de partículas, do tipo das partículas etc.

25. “Os conceitos de temperatura e energia térmica de um corpo são diferentes; por outro lado, são também complementares”. Cite
um exemplo onde se verifica a veracidade desta afirmação.
Resolução:

Água a 0 ºC e gelo a 0 ºC estão à mesma temperatura, mas possuem energias térmicas diferentes.

26. Uma certa escala Reamur adota, para o 1o e 2o pontos fixos, Resolução:
os valores 0ºR e 80ºR, respectivamente. Determine a 100
80
equação de conversão entre esta escala e a escala Celsius.

TR TC

0 0
TR (ºR) TC (ºC)
TR T
= C ⇒ TR = 0,8 TC
80 100

27. (ITA) Um médico dispunha apenas de um termômetro graduado Resolução:


em Fahrenheit. Antes de medir a temperatura de um paciente,
ele fez alguns cálculos e marcou no termômetro a temperatura 42 T − 32
= F ⇒ TF = 107,6 ºF
5 9
correspondente a 42ºC. Em que ponto da escala de seu
termômetro ele marcou essa temperatura? Alternativa B

a) 106,2
b) 107,6
c) 102,6
d) 180,0
e) 104,4

28. (FEP-PA) Uma variação de temperatura de 100ºC equivale, Resolução:


100 373
na escala Kelvin ou absoluta, a uma variação de:

a) 212 K
b) 273 K
c) 180 K
d) 100 K 0 273
e) 80 K TC (ºC) TK (ºK)

∆TC = ∆TK ⇒ ∆TK = 100 K

Alternativa D

CPV fiscol-med1104-R
8 FÍSICA

29. Um mesmo termômetro de mercúrio é graduado nas escalas Resolução:


Celsius e Fahrenheit. A distância entre marcas 100 212
consecutivas na graduação Fahrenheit é 1,00 mm. A
distância entre duas marcas consecutivas na graduação Percebemos que uma variação de 100 ºC
Celsius é: é equivalente a uma variação de 180 ºF,
daí:
a) 0,55 mm
0 32
b) 0,80 mm TC (ºC) TF (ºF)
c) 1,00 mm se a distância é 1mm entre 1ºF, temos:
d) 1,50 mm R| U| Temos que dividir 100 ºC
e) 1,80 mm
|| || em 180 mm

180 mm S V| 180 mm
|| ||
logo 1 ºC = 1,8 mm

|T W Alternativa E
ºC ºF

30. (FATEC) Dois termômetros, um em escala Celsius e outro Resolução:


em escala Fahrenheit, medem a temperatura de um mesmo TC = TF
corpo. Ambos apresentam a mesma leitura. A temperatura
do corpo é: TC TC − 32
5 = 9
a) −32
b) −40 TC = −40 ºC
c) 0
Alternativa B
d) 80
e) 100

31. (MACK) Uma escala termométrica “T” adota para os pontos Resolução:
110 100
de fusão e de ebulição da água sob pressão normal,
respectivamente, as temperaturas −10ºT e 110ºT. Nessa T + 10 C
escala a temperatura que corresponde a 80ºC (oitenta graus 110 + 10 = 100
T C
Celsius) é:

a) 86ºT Se C = 80ºC, temos:


b) 96ºT 0
−10
c) 106ºT T + 10 80
= T (ºT) C (ºC)
d) 860ºT 120 100
e) 960ºT T = 86 ºT ⇒ Alternativa A

32. (F. São Luiz) Sabe-se que a temperatura de liquefação do Resolução:


hidrogênio é “muito baixa”. Dos valores apresentados O único valor provável é 77K, pois deve estar acima de 0 K (zero
abaixo o mais provável é: Kelvin).

a) −20 K Alternativa B
b) 77 K
c) −300 ºC
d) 300 K
e) 0K

CPV fiscol-med1104-R
física 9

33. (UF-GO) Quando um corpo está numa temperatura que, em Resolução:


graus Celsius, tem a metade do valor medido em graus
TF
Fahrenheit, pode-se afirmar que sua temperatura é de: TC = 2

a) 200 ºF
TF T − 32
b) 300 ºF = F
2.5 9
c) 240 ºF
d) 320 ºF
TF = 320ºF ⇒ Alternativa D
e) 160 ºF

34. (PUC) Duas escalas termométricas quaisquer, X e Y, Resolução:


relacionam-se conforme o diagrama abaixo. O valor tY na
50 t Y + 100
escala Y, que corresponde a 50 graus na escala X é:
100 = 200 + 100
X Y
a) −50
100 200 tY = 150 − 100 = 50
b) 0
c) 50 Alternativa C
d) 100 50 tY
e) 150
0 − 100

35. (UF-RS) Sendo T o valor de uma certa temperatura na escala Resolução:


Kelvin, na escala centígrada o valor dessa mesma
temperatura será dado por: TC TK − 273
100 = ⇒ TC = TK − 273
100
a) T − 273
b) T + 273 Alternativa A
c) T − 373
d) T + 373
e) T − 100

36. (UNIMEP) Numa das regiões mais frias do mundo, o Resolução:


termômetro indica −76ºF. Qual será o valor dessa temperatura
na escala Celsius? TC −76 − 32
=
5 9
a) −60 b) −76 c) −50,4
d) −103 e) +76 TC = −60 ºC Alternativa A

37. Na ausência de um termômetro, improvisou-se uma barra Resolução: 100,25 100


metálica como tal. Seu comprimento para o 1o e 2o pontos
fixos foram 100 cm e 100,25 cm, respectivamente. Determine: l − 100 T
a) = 100
100,25 − 100 l T
a) a função termométrica desse termômetro na escala
Celsius;
100 l − 10 000 = 0,25 T
− 100 0
b) qual o comprimento da barra quando submetida a uma
temperatura de 70ºC. l (cm) T (ºC)
T
4 = 100 l − 10 000 ⇒ T = 400 (l − 100) T em (ºC)
l em (cm)
b) 70 = 400 . (l − 100) ⇒ l = 100,175 cm

CPV fiscol-med1104-R
10 FÍSICA

38. (FATEC) Três corpos encostados entre si estão em Resolução:


equilíbrio térmico. Nesta situação:
Equilíbrio térmico ⇔ mesma temperatura
a) os três corpos apresentam-se no mesmo estado físico
Alternativa B
b) a temperatura dos três corpos é a mesma
c) o calor contido em cada um deles é o mesmo
d) o corpo de maior massa tem mais calor que os outros
dois
e) nenhuma das anteriores

39. (FATEC) Um sistema A está em equilíbrio térmico com um Resolução:


outro B e este não está em equilíbrio térmico com um outro
C. Então, podemos dizer que: Lei Zero da Termodinâmica.

Alternativa C
a) os sistemas A e C possuem a mesma quantidade de
calor
b) a temperatura de A é diferente da de B
c) os sistemas A e B possuem a mesma temperatura
d) a temperatura de B é diferente da de C, mas C pode ter
temperatura igual à do sistema A
e) nenhuma das anteriores

40. (UF-MG) Para se construir uma escala de temperatura, não Resolução:


é necessário que:
Podemos fazer termômetros de álcool, mercúrio, etc.
a) todos os termômetros concordem suas leituras nos
Alternativa C
pontos fixos
b) os pontos fixos possam ser reproduzidos em qualquer
ocasião.
c) a propriedade termométrica seja referente ao
comportamento de um gás perfeito.
d) a propriedade termométrica seja função biunívoca
(bijetora) da temperatura
e) se atribua a mesma temperatura a dois corpos em
equilíbrio térmico.

41. (FESP) Ao medir a temperatura de um gás, verificou-se que Resolução:


a leitura era a mesma, tanto na escala Celsius como na
TF = TC
Fahrenheit. Qual era essa temperatura?
TC T − 32
a) −38ºC = C
5 9
b) −39ºC
TC = −40ºC
c) −40ºC
d) −41ºC Alternativa C
e) −42ºC

CPV fiscol-med1104-R
física 11

42. (UE-RJ) Uma temperatura na escala Fahrenheit é indicada Resolução:


por um número que é o dobro daquele pelo qual ela é
2 . T C = TF
representada na escala Celsius. Esta temperatura é:
TC 2 TC − 32
a) 160ºC = 9 ⇒ TC = 160 ºC
5
b) 148ºC
c) 140ºC Alternativa A
d) 130ºC
e) 120ºC

43. (UF-ES) Numa escala termométrica, a temperatura do gelo Resolução:


120 373
fundente corresponde a −80º e a temperatura da água em
ebulição a 120º. O zero grau dessa escala corresponde a: T + 80 TK − 273
120 + 80 = 373 − 273
T TK
a) 273 K
b) 353 K Se T = 0ºT
c) 193 K
d) 313 K 80 TK − 273 −80 273
200 = 100 T (ºT) T (K)
e) 373 K
TK = 313 K ⇒ Alternativa D

44. O gráfico representa a relação entre duas escalas Resolução:


termométricas lineares X e Y. De acordo com o gráfico, a
TY − 50 T − 30
temperatura de 150ºY corresponde, em graus X, a: = X
200 − 50 150 − 30

a) 90 Y Se TY = 150ºY:
b) 100 200
150 − 50 TX − 30
c) 110 150 = 120
d) 113
50 100
e) 130 TX = 150 . 120 + 30
X
0 30 150 TX = 110ºX ⇒ Alternativa C

45. (UF-MT) O gráfico representa a relação entre a escala Resolução:


centígrada X e uma escala Y. Quais os pontos do gelo e
vapor, respectivamente, na escala Y? Y − 100 X − 20 Y − 100 X − 20
= ⇒ =
150 − 100 40 − 20 5 2
a) 0 e 100 Y
b) 32 e 180 Se X = 0ºC
c) 40 e 200
d) 50 e 300 150 100
Y − 5 = −10 ⇒ Y = 50ºY
e) 80 e 212 100

Se X = 100ºC

100
0 20 40 X Y − 5 = 40 ⇒ Y = 300ºY ⇒ Alternativa D

CPV fiscol-med1104-R
12 FÍSICA

46. A diferença entre as indicações de um termômetro na escala Resolução:


Fahrenheit e de um termômetro na escala Celsius para um
TF − TC = 64
mesmo estado térmico é 64. Qual a indicação dos dois
termômetros? TF = 64 + TC

TC
=
d64 + TC i − 32
5 9

4TC = 160 ⇒ TC = 40ºC


TF − 40 = 64 ⇒ TF = 104ºF

47. (UF-ES) Um paciente de língua inglesa relata ao seu médico, Resolução:


pelo telefone, que sua temperatura está acima de 104ºF.
O médico registra em suas anotações uma temperatura (em TC 104 − 32
5 = 9
graus Celsius) de:
TC = 40ºC
a) 36 b) 37,9 c) 40
d) 42,1 e) 45 Alternativa C

48. (UNISA) Uma temperatura na escala Fahrenheit é expressa Resolução:


por um número que é o triplo do correspondente na escala
Celsius. Essa temperatura é: TF = 3TC
T
TC = 3F
a) 26,7ºF
b) 53,3ºF TF T − 32
= F9
c) 80,0ºF 15
d) 90,0ºF
e) nenhuma das anteriores TF = 80ºF Alternativa C

49. (FEI) Uma diferença de temperatura de 100ºC equivale a: Resolução:

a) 112ºF ∆ TC ∆ TF
b) 212ºF 100 = 212 − 32
c) 180ºF
d) 132ºF 100
e) 68ºF TF = 100 . 180 = 180ºF Alternativa C

50. (MACK) Um pesquisador dispõe de um termômetro C, de Resolução: 100 TF


alta precisão, calibrado na escala Celsius, e um termômetro
F, defeituoso, calibrado na escala Fahrenheit. Para o ponto
de gelo, o termômetro F assinala 30ºF, e quando o termômetro 40 106
C indica 40ºC, o F indica 106ºF. O ponto de vapor no
termômetro F corresponde a:
0 30
a) 220ºF T (ºC) TF (ºF)
b) 212ºF 40 106 − 30
c) 200ºF 100 = TF − 30
d) 100ºF
e) 76ºF TF = 220ºF Alternativa A

CPV fiscol-med1104-R
física 13

51. (Arquitetura Santos) Um termômetro graduado com uma Resolução:


escala X registra –10oX para gelo fundente e 150oX para
água fervente. Que temperatura Celsius corresponde a 0oX? 100 150 100 − 0 150 + 10
=
tC − 0 10
a) 25 oC 1000 = tC (150 + 10) ⇒ tC = 6,25 ºC
tC 0
b) – 25 oC
c) 50 oC Alternativa E
d) 20 oC – 10
0
e) 6,25 oC ºC ºX

52. (FEC.ABC) Um termômetro de mercúrio, graduado na escala Resolução:


Celsius, apresenta ponto de vapor na altura 20 − 5 x
Hv = 25 cm e ponto de gelo na altura Hg = 5 cm. 25 100 = ⇒ x = 75 ºC
25 − 5 100
A temperatura que corresponde a H = 20 cm é de:
20 x Alternativa C
a) 20 oC
b) 120 oC
c) 75 oC
5 0
d) nda
H (cm) T (ºC)

53. (ITA) Um pesquisador achou conveniente construir uma Resolução: 78 100


escala termométrica (escala P) baseada nas temperaturas
de fusão e ebulição do álcool etílico, tomadas como pontos
zero e cem da sua escala. Acontece que na escala Celsius T P 80
(ou centígrados) aqueles dois pontos extremos da escala
do pesquisador têm valores −118ºC e 78ºC. Ao usar o seu
termômetro para medir a temperatura de uma pessoa com − 118
0
febre, o pesquisador encontrou 80 graus P. Calcule a T (ºC) P (ºC)
temperatura da pessoa doente em graus Celsius.
78 + 118 100 − 0
= ⇒ 196 . 8 = 10 (tC + 118) ⇒ tC = 38,8 ºF
t C + 118 80 − 0

54. Um termômetro de escala centesimal (ou Celsius) Resolução: 71 70


tornou-se inexato, conservando, entretanto, seção interna D+2 T
uniforme. Quando as temperaturas são 0ºC e 70ºC, o referido 71 + 2 = 70
termômetro marca, respectivamente, −2º e 71º. Determine 70D + 140 = 73T T
D
uma fórmula que forneça as temperaturas exatas “T” em
função das que se lêem no termômetro defeituoso “D”. 70D + 140
Quais as temperaturas lidas que coincidem em valor T= 73
absoluto? −2 0
Se T = D te (ºE) t c (ºC)

70 D + 140
D= 73 73D = 70D + 140

D = 46,7ºC e T = 46,7ºC
Se T = −D

70 D + 140
−D = 73 143D = 140
⇒ −
D = −0,98ºC e T = 0,98ºC

CPV fiscol-med1104-R
14 FÍSICA

55. (UNIMEP) Mergulham-se dois termômetros na água: um Resolução:


graduado na escala Celsius e o outro na Fahrenheit. Espera-
-se o equilíbrio térmico e nota-se que a diferença entre as TF − TC = 92
leituras nos dois termômetros é igual a 92. A temperatura
TF = 92 + TC
da água valerá, portanto:

a) 28ºC; 120ºF TC d92 + TC i − 32


b) 32ºC; 124ºF 5 = 9
c) 60ºC; 152ºF
TC = 75ºC
d) 75ºC; 167ºF
e) n.d.a. TF = 92 + 75 = 167ºF

56. (UF-SCar) O Dr. Squadus fez uma escala termométrica e Resolução:


escolheu o ponto de fusão do gelo igual a 10ºS (graus 90 100
Squadus) e o ponto de ebulição da água igual a 90ºS. TS − 10 50
O intervalo entre esses pontos foi dividido em 80 partes 90 − 10 = 100
iguais. 50ºC valerão, na escala Squadus:
TS 50
TS = 50ºS
a) 60ºS
b) 50ºS Alternativa B
c) 40ºS 10 0
d) 70ºS TS (ºS) T (ºC)
e) 30ºS

57. (VUNESP) Um estudante, no laboratório, deveria aquecer Resolução:


uma certa quantidade de água desde 25ºC até 70ºC. Depois
70 T − 32
de iniciada a experiência, ele quebrou o termômetro de escala TC = 70ºC ⇒ = F
5 9
Celsius e teve de continuá-la com outro, de escala
Fahrenheit. Em que posição do novo termômetro ele deve
TF = 158ºF
ter parado o aquecimento ?
Alternativa D
a) 102ºF
b) 38ºF
c) 126ºF
d) 158ºF
e) 182ºF

58. (UF-PA) Em um certo instante, a temperatura de um corpo, Resolução:


medida na escala Kelvin, foi de 300 K. Decorrido um certo TC = TK − 273
tempo, mediu-se a temperatura deste mesmo corpo e o
termômetro indicou 68ºF. A variação de temperatura sofrida TC = 300 − 273 = 27 ºC (início)
pelo corpo, medida na escala Celsius, foi de:
TC T − 32
= F
5 9
a) −32ºC
b) −5ºC TC 68 − 32
c) −7ºC 5 = 9 ⇒ TC = 20 ºC (final)
d) 212ºC ∆T = 20 − 27 = −7 ºC ⇒ Alternativa C
e) 368ºC

CPV fiscol-med1104-R