P. 1
56_Optica_refracao1

56_Optica_refracao1

5.0

|Views: 26.926|Likes:
Publicado porapi-3713096

More info:

Published by: api-3713096 on Oct 17, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

04/23/2015

pdf

text

original

EDUCACIONAL

Física
Óptica

REFRAÇÃO
01. Construa a imagem de um objeto luminoso P conjugada por uma lâmina de faces paralelas constituída de vidro e imersa no ar.
Resolução: P' N1 P

N2 Observador vidro

Note que a lâmina conjuga uma imagem P' mais próxima da lâmina.

02. Um raio de luz monocromático atinge uma lâmina de faces paralelas que se encontra imersa no ar sob um ângulo de incidência de 60°. Sabendo que o raio refratado no interior da lâmina forma com a normal um ângulo de 30° e que a espessura da lâmina é de 5 mm, determine: a) o índice de refração do material que constitui a lâmina; b) o ângulo que o raio emergente forma com a normal na segunda face; c) o deslocamento lateral sofrido pelo raio de luz.

Resolução:

a)

sen i sen 60° = N Lâmina ∴ N Lâmina = sen r sen 30°

N Lâmina =

3 2 = 1 2

3

b) i' = i = 60°

c)

d =

e sen (i − r) cos r

1 5. 5 sen (60° − 30°) 5 sen 30° 2 d = = = cos 30° cos 30° 3 2 ∴d = 5 3 mm 3

FISCOL3403-R

1

2

FÍSICA

ÓPTICA
EDUCACIONAL

03. (UNISA) Um raio luminoso monocromático incide numa lâmina de faces planas e paralelas, imersa no ar, de 4,00 cm de espessura e índice de refração 1,5 sob um ângulo de 45°. Ao sair da lâmina, o raio luminoso faz com a normal um ângulo de: a) b) c) d) e) 30° 45° 60° 75° nda

06. (PUCC) Uma lâmina de vidro, de faces paralelas, está imersa no ar. Dois raios luminosos monocromáticos (1) e (2) incidem sobre uma das faces da lâmina, conforme o esquema abaixo.
(2) (1)

Resolução: i = i' Alternativa B

Os percursos desses raios luminosos, ao atravessarem a lâmina, estão melhor representados no esquema: a) b)
(2)

(1)

(2)

(1)

04. (PUC) Através de um vidro comum transparente, de vidraça, observa-se: a) b) c) d) e) uma imagem real do exterior uma imagem virtual do exterior o exterior diretamente, e não uma imagem uma imagem real e deslocada do exterior nda
(2') (1')

(2')

(1')

c)

(1)

(2)

d)

(1)

(2)

Resolução: Obrigatoriamente ocorre refração. Alternativa B (2') (1') (2') (1')

05. (FUVEST) Um menino possui um aquário de forma cúbica. À noite ele joga pó de giz na água para observar a trajetória do feixe de luz de uma lanterna. Os três esquemas abaixo representam supostas trajetórias para um estreito feixe de luz que atravessa o aquário.

e)

(1)

(2)

(1')

(2')

1

2

3

Resolução: O raio (2) não sofre desvio e o (1) se aproxima da normal na 1a refração e se afasta da normal na 2a refração. Alternativa C

Quais desses esquemas são realizáveis? a) b) c) d) e) 1e2 2e3 só 1 só 2 só 3

Resolução: No esquema (1) deveria haver desvio e no esquema (2) não. Alternativa E

FISCOL3403-R

ÓPTICA
EDUCACIONAL

FÍSICA

3

07. (FAAP) Um raio luminoso incide sob um ângulo de 60º sobre a superfície de uma placa de vidro com 2 cm de espessura, cujo índice de refração vale 3 . O meio em que a placa está imersa é o ar. Determinar o deslocamento lateral do raio luminoso emergente.
i = 60° N

Resolução: NAr sen i = NV sen r 1 . sen 60º 3 3/2 3 1 2 ⇒ r = 30º

sen r =

=

=

d=
n= 3

2 cm

e sen (i − r) 2 . sen (60 − 30) 2 3 = 1,15 cm = = 2 tg 30º = cos r cos 30º 3

08. Na substância A, a velocidade da luz é de 250 000 km/s; na B, 200 000 km/s; e no vácuo, 300 000 km/s. Daí concluímos que: a) o meio A é mais denso que o meio B b) o índice de refração absoluto do meio A vale 5/6 e do B 2/3 c) o índice de refração absoluto do meio B é menor que o do meio A d) o índice de refração relativo do meio B em relação a A vale 5/4 e) quanto maior for a velocidade da luz em um meio material, tanto maior será seu índice de refração absoluto

Resolução: VA 5 250 000 = = 4 200 000 VB

NB,A =

Alternativa D

09. (UF-GO) Das afirmações: I. A maior velocidade conhecida é a velocidade de propagação da luz no ar. II. Índice de refração absoluto de um meio é a razão entre a velocidade de propagação da luz no vácuo e a velocidade de propagação da luz no meio considerado. III. Não é possível existir índice de refração (absoluto) menor do que 1. IV. Quando se diz que um meio A é mais refringente que um meio B, deve-se entender que o índice de refração de B é maior que o de A. V. O arco-íris se forma, durante ou após a chuva, em virtude da refração e reflexão da luz solar ao encontrar gotículas de água na atmosfera. Podemos afirmar que: a) b) c) d) e) somente I e II são corretas. somente I, II e III são corretas. somente I, II, e IV são corretas. somente II, III, IV e V são corretas. somente II, III e V são corretas.

Resolução: I. falso → a luz se propaga mais rapidamente no vácuo

II. verdadeira III. verdadeira IV. falso → N A > NB

V. verdadeira Alternativa E

FISCOL3403-R

4

FÍSICA

ÓPTICA
EDUCACIONAL

10. (UC-MG) O fato de um brilhante (diamante lapidado) apresentar maior brilho do que sua imitação feita de vidro é devido: a) ao ângulo limite do diamante ser maior que o do vidro b) ao comprimento de onda da luz no vidro ser menor que no diamante c) ao índice de refração do diamante ser maior do que o do vidro d) ao vidro não oferecer bom polimento e) a não se poder lapidar um vidro com a mesma geometria permitida pelo diamante

Resolução: Se ND > NV ⇒ LD < LV Logo, ocorrem mais reflexões totais dentro do diamante. Alternativa C

11. Qual das figuras seguintes representa o trajeto de um raio de luz que passa do meio P ao meio Q, ambos com o mesmo índice de refração absoluto ? a)
P Q

Resolução: Se NP = NQ ⇒ não há refração. Alternativa E

b)

P

Q

c)

P

Q

d)

P

Q

e)

P

Q

12. Analise as figuras. Das trajetórias tracejadas para o raio luminoso, as possíveis são:
4 ar 1 2 3 ar 5

Resolução: No 1o caso, o raio refratado deve se aproximar da normal. No 2o caso, o raio rafratado deve se afastar da normal. Alternativa E

6

vidro

vidro

a) b) c) d) e)

1e4 1e6 2e5 3e4 3e6

FISCOL3403-R

ÓPTICA
EDUCACIONAL

FÍSICA

5

13. (FAAP) Um raio luminoso passa do vidro para o ar, sendo o ângulo de incidência 30º e o de emergência 45º. Calcule o índice de refração do vidro em relação ao ar.

Resolução: NV sen i = NAr sen r ⇒ NV = sen r sen 45º 2 /2 = = 2 = sen i sen 30º 1/ 2

14. (UNISA) Certa luz monocromática apresenta velocidade 2,4 x 108 m/s na água e 1,8 x 108 m/s no vidro. Um raio de luz dessa cor que se propaga no vidro, ao incidir na superfície de separação entre o vidro e a água segundo ângulo de incidência 60º: a) emergirá sob ângulo de refração 30º b) c) d) e)
3 emergirá sob ângulo de refração θ = arc sen 3 emergirá segundo a normal sofrerá alteração na freqüência sofrerá reflexão total

Resolução: NV = NA = 5 c 3 x 108 = 3 = VV 1,8 x 108 c 5 3 x 108 = 8 = 4 VA 2, 4 x 10 N menor 5/ 4 5 3 . = 0,75 = = 5/ 3 4 5 N maior

sen L =

sen 60º = 0,87 Logo, 60º > L Alternativa E

15. (MACK) Um raio luminoso que se propaga no ar (índice de refração = 1) atinge a superfície da água como mostra a figura. Um mergulhador no interior da água vê esse raio formando 60º com a superfície livre da mesma. O índice de refração dessa água vale:
1 a) 3 b) 3

Resolução:

30º 60º

i = 60º r = 30º

3 3 d) 3
c) e)
2 3

30 o

ar água

sen i N Ag = sen r N Ar Alternativa B

3/2 sen 60º = = 3 1/ 2 sen 30º

16. (UFU-MG) Um recipiente contém dois líquidos A e B não-miscíveis, de densidades diferentes. O líquido B ocupa o fundo do recipiente e tem índice de refração n B = 1,33; o líquido A tem índice de refração n A = 1,4. Quais as condições para que haja reflexão total?

Resolução: sen L = N menor 1,33 = = 0,95 1,4 N maior

∴ L = arc sen 0,95 A luz deve estar se propagando no meio A e deve atingir a superfície de separação entre os líquidos com ângulo de incidência maior que o ângulo limite.

FISCOL3403-R

6

FÍSICA

ÓPTICA
EDUCACIONAL

17. De um barco, um observador que olha perpendicularmente para baixo vê um peixe que parece situar-se a 60 cm da superfície livre da água límpida e tranqüila de um lago. Sabendo-se que para a água o índice de refração é n = 4/3, a profundidade em que realmente o peixe se encontra é: a) b) c) d) e) 20 cm 45 cm 60 cm 80 cm nda

Resolução: dI N = obs d0 Nobj Alternativa D d I . Nobj Nobs 60 . 4 / 3 = 80 cm 1

⇒ d0 =

=

18. (UF-ES) O índice de refração do meio 1 é menor que o do meio 2: n1 < n2 . Um raio luminoso que incide em S, conforme a figura, seguirá o caminho. a) b) c) d) e) A B C D E
meio 1 (S)

Resolução: O raio luminoso se aproxima do normal na 1a refração e se afasta na 2a. Alternativa B

meio 2 E meio 1 A B C D

19. (FCC) Passando do vácuo para o interior de um certo meio transparente, o valor da velocidade de propagação de uma luz monocromática diminui 20%. O índice de refração absoluto do meio, para essa luz monocromática, é igual a: a) b) c) d) e) 0,80 1,00 1,10 1,20 1,25

Resolução: c 1 c = 0,8c = 0,8 = 1,25 V

N=

Alternativa E

20. Um raio de luz I, que se propaga no ar, atinge um bloco de vidro de forma semicilíndrica, no ponto O, localizado no centro da face XY. O raio que melhor representa a trajetória depois da incidência em O é:
A B X D C

Resolução: O raio sofre refração na 1a face e não sofre desvio na 2a face. Alternativa C

a) b) c) d) e)

A B C D E

0

I Y

E

FISCOL3403-R

ÓPTICA
EDUCACIONAL

FÍSICA

7

21. Um feixe de luz monocromática passa do líquido X para o vidro Y e volta novamente para o líquido X como mostra a figura abaixo. Em qual meio, X ou Y, a velocidade da luz é maior? Justifique a sua resposta.
líquido X vidro Y líquido X

Resolução: No vidro (Y) a velocidade da luz é maior, pois o raio de luz, ao penetrar neste, afasta-se da normal, indicando ser ele menos refringente que o líquido X.

22. (Cesgranrio-RJ) Um raio de luz monocromática passa de um meio (1) para um meio (2) e deste para um meio (3), conforme indicado na figura abaixo.

Resolução: N3 < N1 < N2 ⇒ V2 < V1 < V3

meio (1) meio (2)

(V1) (V2)

S1

meio (3) (V3)

S2

Ordene as velocidades de propagação da luz nestes três meios V1, V2 e V3. 23. (FAAP) Um raio luminoso que se propaga no ar atinge a superfície livre de um líquido em repouso segundo um ângulo de incidência de 60°. Sabendo-se que o ângulo de refração correspondente vale 30°, determine o índice de refração deste líquido. O índice de refração do ar vale 1.
Resolução: NAr sen i = N sen r ⇒ N = N= 3/2 = 3 1/ 2 N Ar . sen i 1 . sen 60º = sen r sen 30º

24. (UNIMEP) Em um dado dioptro, para uma incidência de 45° no segundo meio, obtém-se emergência rasante no primeiro. Qual o índice de refração do segundo meio em relação ao primeiro?

Resolução: N1 sen i = N2 sen r ⇒ N2 sen i = sen r N1

∴ N2,1 =

2 sen 45º = 2 sen 90º

FISCOL3403-R

8

FÍSICA

ÓPTICA
EDUCACIONAL

25. (MACK) Um raio luminoso vertical atinge a superfície de um bloco de vidro imerso no ar, conforme a figura. O desvio do raio refratado em relação ao incidente é 15°. O índice de refração do vidro é:

Resolução: NA sen i = NV sen r sen 45º = NV . sen 30º 2 2 = 1 2
45º

a) b)

2 2
2
45°

NV =

2

c) 2 2 d) e)
3 2
Alternativa B

15º

30º

3

vidro

26. (PUC) O índice de refração de um certo meio é 2 para a luz vermelha e 3 para a violeta. Dois raios luminosos monocromáticos, um vermelho e outro violeta, após propagarem-se no meio considerado, passam para o ar. O ângulo de incidência de ambos é de 30°. O ângulo formado pelos dois raios refratados entre si vale: a) b) c) d) e) 0° 15° 30° 45° 60° sen 30° = 1/2 sen 45° = 2 / 2 sen 60° = 3 / 2

Resolução: NVe sen i = NA . sen rVe 2 2 . sen 30º = sen rVe ⇒ sen rVe = ⇒ rVe = 45º 2 NVi sen i = NA sen rVi 3 3 sen 30º = sen rVi ⇒ sen rVi = ⇒ rVi = 60º 2 ∴ α = 60 − 45 = 15º Alternativa B

27. (FUVEST) A figura ilustra um raio de luz proveniente do ar, penetrando perpendicularmente na face AB de um diamante lapidado, com índice de refração 2,4. Velocidade da luz no ar: 3 x 108 m/s.

Resolução: a) N = c 3 x 108 c ⇒ V= = 1,25 x 108 m/s = 2, 4 V N
A B

A 135°

B

b) sen L =

N menor 1 = = 0,42 2,4 N maior

i = 45º ⇒ sen i =

2 = 0,71 2

∴ i > L ⇒ reflexão total no interior do diamante

a) Qual a velocidade da luz no interior do diamante? b) Represente a trajetória do raio até sair do diamante.

FISCOL3403-R

ÓPTICA
EDUCACIONAL

FÍSICA

9

28. (MED-Taubaté) Um peixe dentro da água vê o Sol inclinado de 30° com a vertical. Supondo que o índice de refração absoluto da água seja 2 , qual a inclinação real do Sol em relação à vertical?

Resolução: N1 sen α = N2 sen 30º 1 sen α = 2 . 2 sen α = 2 2
N1 = 1 N2 =
2

30º α

⇒ α = 45º

30º

29. (PUC) No esquema, ABCD representa uma secção transversal de um tanque de profundidade h, cheio de água. Um observador, inicialmente em D, começa a se afastar do tanque na direção DE.

Resolução: Para ângulos de observação cada vez maiores em relação à normal, a profundidade observada será cada vez menor. Alternativa E

A B

D C

E

Chamando de h1 e de h2, respectivamente, as profundidades aparentes do ponto B, para o observador em D e E, podese afirmar que: a) b) c) d) e) h1 = h 2 > h h1 = h 2 < h h1 ≠ h2 com h1 > h e h2 > h h1 < h 2 < h h2 < h 1 < h
Resolução: sen 53º = 0,8 ⇒ cos 53º = 0,6 e sen 37º = 0,6 cos 37º = 0,8
53º 37º 90 − α α 53º

30. (UNICAMP) Um peixe, nadando de manhã num lago calmo de água transparente, vê o Sol em uma posição angular de 53° em relação à horizontal. sen 53° = 0,8 a) Sabendo-se que o índice de refração da água é 4/3, determine a posição angular verdadeira do Sol em relação ao horizonte. b) Se naquele local o Sol nasce às 6 horas e se põe às 18 horas, que horas são, aproximadamente, quando o peixe avista o Sol na situação do item anterior? Admita que a trajetória do Sol em relação à Terra é descrita com velocidade constante.

a) N1 sen (90 − α) = N2 sen 37º 4 sen (90 − α) = . 0,6 = 0,8 ⇒ 90 − α = 53º 3 ∴ α = 90 − 53º = 37º b) 180º —— 12h  t = 2,47h = 2h28min 37º —— ∆t  ⇒ ∆  ∴ São 8h28min

FISCOL3403-R

10

FÍSICA

ÓPTICA
EDUCACIONAL

31. (PUCC) Uma moeda está no fundo horizontal de um recipiente que contém líquido até uma altura H. Observando-se a moeda sob um ângulo de 60° com a vertical, sua imagem sofre uma elevação aparente (vertical) de 3 cm. O índice de refração do líquido em relação ao ar é 3 . Determinar o valor da altura H. a) b) c) d) e) 1,5 cm 3,4 cm 5,3 cm 4,5 cm 6,0 cm

Resolução: N1 sen i = N2 sen r
N1 = 1 60º
3

sen 60º = 3 . sen r 3 1 2 = sen r = 2 3 ∴ r = 30º

N2 =

30º r

1 24 4 3
x

   H − 3   H  3 cm     

tg 30º =

x H−3 3 ⇒ x=H. ⇒ tg 30º = H x 3 H−3 3 3 ⇒ (H − 3) . 3 = 3 . H 3 3

Logo,

H.

3 3

=

3H − 9 = H ⇒ 2H = 9 ⇒ H = 4,5 cm Alternativa D

32. (ITA) Um reservatório cúbico de paredes opacas e arestas a ≅ 40 cm acha-se disposto de tal maneira que o observador não vê o seu fundo. A que nível mínimo devemos preencher esse cubo com água para que o observador possa ver uma mancha negra, pontual, M, que se encontra no fundo do recipiente, a uma distância b = 10 cm do ponto D ? índice de refração para a água, na região do visível, n ≅ 1,33

Resolução: N1 sen 45º = N2 sen r 2 2 = 0,531 sen r = 1,33
N1 = 1 N2 = 1,33 r

45º

{

      40 cm     H   

M 10 cm

∴ cos r = 1 − 0,5312 = 0,847 A C Logo, tg r = a ≅ 40 cm B M D Mas tg r = H − 10 ⇒ H tg r = H − 10 H H(1 − tg r) = 10 sen r 0,531 = = 0,628 cos r 0,847

1 24 4 3
H

b ≅ 10 cm

a) b) c) d) e)

21 cm 27 cm 32 cm 18 cm nda

H=

10 = 26,87 cm 1 − tg r

Alternativa B

FISCOL3403-R

ÓPTICA
EDUCACIONAL

FÍSICA

11

33. (FGV) Um raio de luz i incide sobre dois blocos paralelos, um de vidro e outro de plástico, imersos no ar, e emerge para a face inferior. Sendo nv e np os índices de refração do vidro e do plástico, pode-se afirmar que o raio emergente: a) b) c) d) e) sempre será paralelo a i será paralelo a i se nv < np será paralelo a i se nv = np será paralelo a i se nv > np nunca será paralelo a i
i

Resolução: O conjunto vidro/plástico funciona como duas lâminas de faces paralelas. Alternativa A

vidro plástico

34. (Santa Casa) Sabe-se que os índices de refração absolutos do ar, benzeno e lucite são, respectivamente, 1,00; 1,50 e 1,50, para uma luz alaranjada cujo comprimento de onda é 5,9 x 10−7 m, no vácuo. Um raio de luz alaranjada atravessa um tanque de vidro contendo um bloco de lucite que está imerso em benzeno. O diagrama que melhor representa a trajetória do raio luminoso esquematizado é: a)

Resolução: O raio refratado se aproxima da normal ao penetrar no benzeno, não sofre refração ao penetrar no lucite e se afasta da normal ao voltar para o ar. Alternativa B

b)

c)

d)

e) nda

FISCOL3403-R

12

FÍSICA

ÓPTICA
EDUCACIONAL

PRISMA ÓPTICO
35. Um prisma apresenta ângulo de abertura de 75o. O material que o constitui tem, para uma determinada luz 6 monocromática, índice de refração (≅ 1, 22). Um raio de 2 luz atinge uma das superfícies do prisma sob um ângulo de 6 incidência de 60o. Dado: sen 38o = 4 36. Qual das seguintes figuras melhor representa a trajetória de um raio de luz através de um prisma de vidro imerso no ar? a)

75° N1 i = 60°

b)

Sabendo que o prisma está imerso no ar, calcule: a) o ângulo de refração na primeira face do prisma b) o ângulo de incidência na segunda face do prisma c) o ângulo de refração na segunda face (ângulo de emergência da luz) d) o desvio total sofrido pelo raio de luz ao atravessar o prisma

c)

Resolução:

d)
a) 3 sen i sen 60° 6 2 = 6 ⇒ = Np ⇒ = ⇒ sen r sen r 2 sen r 2 sen r = 3 6 ⇒ sen r = 1 2 = 2 2 ∴ r = 45°

b) r + r' = A

⇒ 45° + r' = 75°

∴ r' = 30°

e)

c)

sen i ' = Np sen r ' sen i ' 6 = 1/ 2 2

⇒ ⇒ ⇒

sen i ' 6 = sen 30° 2 ⇒ 6 sen i ' = i' = 38° 4 ∴ δ = 60° + 38° − 75° = 23°

Resolução: O raio de luz se aproxima da normal na 1a refração e se afasta da normal na 2a refração. Alternativa A

d) δ = i + i' − A

FISCOL3403-R

ÓPTICA
EDUCACIONAL

FÍSICA

13

37. A figura abaixo representa um raio de luz que atravessa um prisma que se encontra imerso no ar. Determine o índice de refração do material que constitui o prisma.

Resolução: NAr sen i = Np sen r 1 . sen 60º = Np sen 30º

75° 60° 30° 3 1 = Np . ⇒ Np = 3 2 2

38. (MACK) Um raio de luz monocromática incide em um prisma que está imerso no ar, segundo o desenho abaixo. O índice de refração do material que constitui o prisma é:

Resolução: 1a refração: N1 sen 45º = N2 sen r1    2a refração  r1 = r2 = 30º  N2 sen r2 = N1 sen 45º   ∴ N1 sen 45º = N2 sen 30º N2 =
2 /2 sen 45º = = 1/ 2 sen 30º
45º r1

a) b) c)

2 2 3 2 2

60° 45° 45°

60º 45º

r2

2

N1

N2

d) 3 e) impossível a determinação, pois faltam dados 39. Um raio luminoso monocromático penetra na face AB de um prisma imerso no ar, conforme sugere a figura. O ângulo que o raio emergente faz com a normal à face AC e o ângulo entre os prolongamentos dos raios emergente e incidente (desvio) valem, respectivamente: a) b) c) d) e) 90° 60° 60° 30° 30° e 120° e 120° e 60° e 60° e 90°
A 60° 60° 30° C

Alternativa C

Resolução: ∴ x = 60º (desvio) i'= 60º
60º 60º x 60º 120º 60º 30º 30º 60º

Alternativa C

B

40. (FUVEST) O esquema representa um bloco de vidro com uma cavidade prismática vazia e a trajetória percorrida por um raio de luz incidente no ponto A.
60° 60° A vidro 60° 60° 60° 60° B 90° B vidro

Resolução: a)
B 60 o 60 o 30º 60º
60º 30º

60 o

b) NV . sen 30º = NAr . sen 60º NV . 1 3 =1. 2 2 ⇒ NV = 3

60º

a) Desenhe a trajetória de um outro raio que entra na cavidade, no ponto B, perpendicularmente à face. b) Calcule o índice de refração do vidro.
FISCOL3403-R

14

FÍSICA

ÓPTICA
EDUCACIONAL

PRISMAS DE REFLEXÃO TOTAL
41. (FUVEST) Alguns instrumentos de óptica utilizam prismas de reflexão total como espelhos, como no caso da figura. O mínimo valor do índice de refração do vidro deste prisma deve ser, aproximadamente: a) b) c) d) e) 2,00 1,73 1,41 1,00 0,707
45° raio incidente vidro 45° raio emergente

43. (FCC) Quatro raios luminosos paralelos, M, N, P e Q, incidem perpendicularmente numa face de um prisma que dá origem aos raios emergentes 1, 2, 3 e 4, conforme a figura. A correspondência entre raios incidentes e os respectivos emergentes é melhor representada por:
Q

l
90°

P M N 1 2 3

Resolução: i>L (i = 45°) ⇒ 45° > L ⇒ sen 45° > sen L 2 2 ∴ Np > 2 = 1,41

l a) b) c) d) e) (M; 1), (M; 2), (M; 4), (M; 3), (M; 4), (N; 2), (N; 3), (N; 1), (N; 4), (N; 3), (P; 3) (P; 4) (P; 2) (P; 2) (P; 1) e e e e e

4

2 1 > 2 Np

⇒ Np >

Alternativa C

(Q; 4) (Q; 4) (Q; 3) (Q; 1) (Q; 2)

Resolução:

42. (MACK) Dois prismas idênticos encontram-se no ar dispostos conforme a figura. O raio luminoso proveniente do ponto P segue a trajetória indicada e atinge o ponto Q. Neste caso, podemos afirmar que:
45°

Os raios emergentes têm que ser simétricos aos incidentes em relação à aresta do prisma. Alternativa E

44. (PUC) Um raio de luz I incide num prisma de 45°, cujo índice de refração em relação ao ar é 1,60, de acordo com a figura. Na face AB, o raio de luz deve:
A

P 45°

Q
45° I ar ar

a) o ângulo-limite do material desses prismas é 90° b) o ângulo limite do material desses prismas é inferior a 45° c) o ângulo-limite do material desses prismas é superior a 45° d) os prismas são constituídos de material de índice de refração igual a 1 e) os prismas são constituídos de material de índice de refração menor que 1
Resolução: i = 45º > L (para que ocorra reflexão total) Alternativa B

45°
C ar B

a) b) c) d) e)

refratar com ângulo maior que 45° refratar com ângulo menor que 45° refletir com 45° emergindo da face CB refletir voltando sobre si mesmo continuar sua trajetória sem alterar a direção

Resolução: N menor 1 = 1,6 = 0,625 sen L = N maior i = 45º ⇒ sen 45º = Logo, i > L Alternativa C 2 = 0,87 2

FISCOL3403-R

ÓPTICA
EDUCACIONAL

FÍSICA

15

45. Um prisma de reflexão total possui ângulo de abertura de 30°. Determine o mínimo valor para o índice de refração do material que o constitui.

Resolução: A > L ⇒ 30º > L ⇒ sen L < sen 30º 1 1 Np < 2 ⇒ Np > 2

ANÁLISE DO DESVIO EM FUNÇÃO DO ÂNGULO DE INCIDÊNCIA
46. Um prisma de índice de refração 2 possui um ângulo de refringência de 60°. Determine o ângulo de incidência que produz o desvio mínimo.
Resolução: A = 2r = 60° ∴ r = 30°

Pela lei de Snell-Descartes, temos: sen i sen i sen i = Np ⇒ = 2 ⇒ = 2 sen r sen 30° 1/ 2 sen i = 2 ⇒ i = 45° 2

47. Qual o gráfico que melhor representa o desvio sofrido por um raio luminoso em função do ângulo de incidência em um prisma ? a)
D

Resolução: Pela teoria ⇒ Alternativa D

b)

D

i

i

c)
D

d)
D

i

i

FISCOL3403-R

16

FÍSICA

ÓPTICA
EDUCACIONAL

48. (FATEC) Um prisma tem ângulo refringente A, índice de refração n, e é atravessado por um pincel de luz conforme o esquema ao lado. Assinalar a proposição incorreta.

Resolução: Quando i1 = i2, o desvio δ é mínimo. Alternativa A

A δ i1 r1 r2 i2

a) Quando i1 = i2, o desvio δ é máximo sen i1 sen i 2 = =n b) sen r1 sen r2 c) r1 + r2 = A d) δ = i1 + i2 – A 49. (UE-RJ) Um prisma óptico de abertura 90° não permite que se obtenham desvios menores do que 30° sobre os raios luminosos que o atravessam no ar. O índice de refração desse prisma em relação ao ar vale:
Resolução: 30 + 90 δ = 30º  δ = 2i − A ⇒ i = = 60º 2 A = 90º  
60º 45º

a) b) c)

6 2 4 3 3 2

d)

3 3

A = 2r r = 45º sen 60º sen i = = sen 45º sen r 3/2 2 /2 6 2

e) nda
Np = =

Alternativa A Resolução: δ = 60º  60 + 60 = 60º A = 60º  = 2i − A ⇒ i = 2  δ

50. (UFU-MG) Deseja-se determinar o índice de refração de um prisma de seção transversal triangular eqüilátera. Para tanto, fa z-se incidir um raio luminoso monocromático numa das faces do prisma de tal modo que a incidência corresponda à do desvio mínimo, no caso igual a 60°. Sabendo-se que o prisma encontra-se num meio onde a velocidade da luz é a mesma que no vácuo, o índice de refração procurado é: a) b) c)

A = 2r r = 30º

60º
30º

3 3 2 2 2

d) e)

3 2 1 3
Np = sen i sen 60º 3/2 = = = sen r sen 30º 1/ 2
3

Alternativa A

FISCOL3403-R

ÓPTICA
EDUCACIONAL

FÍSICA

17

51. Um raio de luz monocromática incide numa das faces de um prisma de abertura 60° que se encontra imerso no ar, sob ângulo de incidência de 60°. Sabendo que o ângulo de refração da luz na primeira face do prisma é de 30°, determine:

Resolução: sen i sen 60º 3/2 = = a) Np = = sen r sen 30º 1/ 2 b)
60º 60º 60º 60º 30º 30º 60º

3

a) o índice de refração do prisma b) o ângulo de refração na segunda face do prisma c) o desvio total sofrido pelo raio de luz

c) δ = 2i − A = 2 . 60 − 60 = 60º

52. (UF-ES) Deseja-se que um raio de luz que passa através de um prisma sofra reflexão total. Neste caso é necessário que: a) o prisma tenha um ângulo reto b) o ângulo de incidência do raio seja maior do que qualquer dos ângulos do prisma c) a luz incidente seja policromática d) o índice de refração do prisma seja maior do que o do meio onde se encontra e) nda

Resolução: A reflexão total só ocorre do meio mais refringente para o menos refringente. Alternativa D

53. (VUNESP) Sobre uma das faces de um prisma de índice de refração 2 e ângulo de refringência 75°, mergulhado no ar (índice de refração do ar igual a 1,00), incide um feixe de raios luminosos monocromáticos paralelos. Para que estes raios possam emergir do prisma através da face BC, o ângulo de incidência deve ser no:
B

Resolução: r2 < L 1 2 2 2 ⇒ L = 45º

sen L =

=

Na situação limite, r2 = 45º e i2 = 90º Para que r2 seja 45º, r1 deve ser 30º.

a) b) c) d) e)

mínimo 30° mínimo 45° máximo 30° máximo 45° máximo 75°

75° i

Logo, NAr sen i1 = Np sen r1 sen i1 = ∴ i1 = 45º se i1 < 45º ⇒ r1 > 45º
i1

2 . sen 30º =

2 .

2 1 = 2 2

75º

60º 30º

45º 45º

A

C

Alternativa B

FISCOL3403-R

18

FÍSICA

ÓPTICA
EDUCACIONAL

54. (UNISA) Um prisma de índice de refração 2 possui um ângulo de refringência de 60°. O ângulo de incidência que produz desvio mínimo é: a) b) c) d) e) zero 30° 45° 60° nda

Resolução: NAr sen i = Np sen r sen i = 2 . sen 30º sen i = 2 2 ⇒ i = 45º
i 60º 60º 30º

Alternativa C

55. (UNISA) Com relação à questão anterior, este desvio
mínimo é:

Resolução: δ = 2i − A δ = 2 . 45 − 60 δ = 30º Alternativa B

a) b) c) d) e)

zero 30° 45° 60° nda

56. (MACK) Para que haja desvio mínimo em um prisma, é necessário que: a) o ângulo de refração, no interior do prisma, seja igual à metade do ângulo de refringência b) o ângulo de refração, no interior do prisma, seja igual ao ângulo de refringência c) o ângulo de incidência seja igual à metade do ângulo de emergência d) o ângulo de refringência seja igual ao dobro do ângulo limite e) nda

Resolução: ⇒ A 2

A = 2r

r=

Alternativa A

57. (MACK) Um feixe de luz policromática é decomposto ao atravessar um prisma porque: a) o comprimento de onda da radiação eletromagnética é muito pequeno b) o índice de refração do material que constitui o prisma depende da freqüência da radiação incidente c) o prisma é feito de um vidro especial d) o índice de refração depende do ângulo de incidência da luz e) o índice de refração do material que constitui o prisma depende da densidade do meio

Resolução: O índice de refração do material depende do material do qual ele é composto e do tipo de radiação incidente. Alternativa B

FISCOL3403-R

ÓPTICA
EDUCACIONAL

FÍSICA

19

58. (FATEC) Um feixe de luz incide sobre o prisma representado na figura e não apresenta dispersão, isto é, não se decompõe em cores. Assinale a afirmação correta.

Resolução: θ Mesmo comprimento de onda Alternativa A ⇒ mesmo desvio.

a) O feixe incidente apresenta radiações de mesmo comprimento de onda. b) A velocidade de propagação do feixe no prisma é a mesma do feixe incidente. c) A não-dispersão do feixe deve-se ao fato de o feixe incidente ser constituído de vários comprimentos de onda. d) O índice de refração do prisma é igual a sen θ. e) A dispersão não ocorre porque o ângulo θ é menor que arc sen (n1/n2), onde nl e n2 são índices de refração do ar e do prisma.

59. (FUVEST) Um feixe de luz branca incide sobre um conjunto de dois prismas de vidro idênticos, justapostos e imersos no ar, como mostram as figuras. A luz, após atravessar os prismas, emerge do lado oposto. A figura que representa melhor o fenômeno é: a) d)

Resolução: Em incidência perpendicular à face, i = 0º, portanto r = 0º. Não sofre desvio. Alternativa D

b)

e)

c)

60. (MED. ITAJUBÁ) Considere um prisma de ângulo de abertura igual a 30°, envolvido pelo ar. Qual o valor do índice de refração do material que constitui o prisma, para que um raio de luz monocromática, incidindo normalmente sobre uma de suas faces saia tangenciando a face oposta? a) 0,5

Resolução: N menor sen L = N maior Nmaior = 2 Alternativa D ⇒ 1 1 = 2 N maior
30º
60º

3 c) 1,5 d) 2 e) nda

b)

2

N

30º

FISCOL3403-R

20

FÍSICA

ÓPTICA
EDUCACIONAL

Este enunciado refere-se aos exercícios 61 e 62 Sobre a face AB de um prisma ABC de ângulo de refringência α, incide um raio de luz sob ângulo de incidência 30°. O índice de refração do material de que é feito o prisma em relação ao ar é 61. O valor do ângulo i' será:
B

5 /2 e o raio emergente é perpendicular à face AB.
Resolução: α = r + i' − r N2 α = i'
30º α
30 − r r r i' − r

a) b) c) d) e)

α 90° − α 120° − α 60° − α 30° + α

N1 30°

α i' A C

δ

i' α

Alternativa A

62. O valor do desvio sofrido pelo raio será: a) b) c) d) e) 30° depende do valor de α 90° 60° 45°

Resolução: δ = 30 − r + r ⇒ δ = 30º Alternativa A
30º

α
30 − r r r i' − r

δ

i' α

63. (MACK) É dado um prisma de vidro de ângulo de refringência A e índice de refração absoluto 2 , imerso no ar. Um raio de luz incide normalmente sobre uma face, atravessa o prisma, incide sobre a outra face e emerge rasante. Quanto mede o ângulo de refringência A do prisma ?
A

Resolução: r'= L 1 2 2 2 ⇒ r'= 45º

sen r' =

=

∴ Da figura, temos que A = 45º

nar = 1

r'

n= 2

i"

nar = 1

64. (VUNESP) Um prisma de vidro tem os três lados iguais e índice de refração n = 2 em relação ao do ar, para um determinado comprimento de onda λ . Um raio luminoso de comprimento de onda λ incide no prisma, formando um ângulo de 45° com a normal. O raio, no interior do prisma, é paralelo à sua base. Calcule o ângulo de desvio do raio que emerge do prisma, em relação ao raio incidente: a) b) c) d) e) 60º 45º 0º 30º 15º

Resolução: n1 . sen i = n2 . sen r 2 = 2 . sen r ⇒ r = 30º 2 δ = i1 + i2 − A = 45º + 45º − 60º = 30º Alternativa D
60º 60º
60º 30º

α δ 45º
60º 30º

45º

45°

λ

FISCOL3403-R

ÓPTICA
EDUCACIONAL

FÍSICA

21

65. (ITA) No desenho, qual deve ser o índice de refração do prisma para que o raio mostrado sofra reflexão total na face S? índice de refração do ar igual a 1,00 a) b) c) d)

Resolução: Lei de Snell: np . sen i = nAr . sen r np . 2 = 1 . sen 90º 2
45º 45º

45º

n> 2 n < 1,5 n > 1,16 n< 2

45° S

2 np . =1 2 np = 2 (este é o caso limite em que o raio sai rasante). Portanto, se np > Alternativa A 2 , há reflexão total.

66. (PUC) Um prisma cuja secção transversal tem ângulos de base iguais a 45° é feito com vidro de índice de refração relativo ao ar n = 1,5. Estando o prisma imerso no ar, um raio incidente perpendicular à face AB:
A I1 vidro C 45° 45° B

Resolução:

sen 45° = cos 45° =

2 ≈ 0,71 2 2 ≈ 0,71 2

ar

45º

45º

45º

45º

sen L =

1 = 0,67 3/ 2

Como sen 45º > sen L, haverá reflexão total. Alternativa A

a) penetra no prisma e sofre reflexão total no ponto de incidência sobre a face BC b) sofre reflexão total no ponto I1 c) sofrerá um desvio por refração no ponto Il de incidência na face AB d) penetra no prisma e sofre refração na face BC e) atravessa o prisma e emerge na face BC sem sofrer desvio algum

FISCOL3403-R

22

FÍSICA

ÓPTICA
EDUCACIONAL

67. (FUVEST) Um feixe de luz, composto pelas cores azul e vermelho, incide perpendicularmente sobre a face AC de um prisma imerso no ar. Os índices de refração do prisma são n v = 1,26 e n a = 1,53 para o vermelho e azul, respectivamente. O prisma separa a luz emergente da face BC em dois feixes, um vermelho e outro azul. Qual a figura que melhor representa esse fenômeno ?
C

68. (UFV-MG) Ao incidirmos um feixe de luz branca sobre um prisma, observamos a dispersão da luz no feixe emergente, sendo que a cor violeta sofre o maior desvio e a vermelha, o menor. Analise as seguintes afirmativas:

vermelha

luz

branca

viol

eta

A

B

a)

vermelho azul

b)

I. o índice de refração do vidro é maior para a luz violeta II. o índice de refração do vidro é maior para a luz vermelha III. a velocidade da luz violeta dentro do vidro é maior que a da vermelha IV. a velocidade da luz vermelha dentro do vidro é maior que a da violeta V. as velocidades das luzes vermelha e violeta são iguais dentro do vidro São verdadeiras:

azul vermelho

c)
vermelho azul

a) b) c) d) e)

II e IV IeV I e III I e IV II e III

d)

Resolução:
azul vermelho

I. verdadeira II. falsa → O índice de refração do vidro é menor para a luz vermelha. III. falsa → A velocidade da luz violeta dentro do vidro é menor que a vermelha. IV. verdadeira V. falsa → Elas são diferentes.

e)
vermelho azul

Resolução: A luz vermelha possui uma velocidade de propagação no vidro maior que a luz azul. Logo sofrerá um desvio menor em relação à normal. Obs: Na incidência perpendicular não há desvio. Alternativa A

Alternativa A

FISCOL3403-R

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->