P. 1
Umbanda - Pontos - Letras de Pontos de Ogum - CD São Jorge Guerreiro

Umbanda - Pontos - Letras de Pontos de Ogum - CD São Jorge Guerreiro

5.0

|Views: 4.542|Likes:
Publicado porapi-3822865

More info:

Published by: api-3822865 on Oct 18, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/18/2014

pdf

text

original

1

CD – São Guerreiro
ENGOROSSI (Congo Nagô)

Jorge

SAUDAÇÃO À OGUM MEGÊ (Gexá) T – Oxóssi assoviou pra passar no Humaitá... R - Oxóssi assoviou pra passar no Humaitá... T – Oi pra saudar com Ogum Megê mensageiro de Oxalá... R - Pra saudar com Ogum Megê mensageiro de Oxalá... (bis) SAUDAÇÃO À OGUM SETE ONDAS (Congo) T – Oh! Filho de Umbanda, Seu Sete Ondas vem do Humaitá!... Que bela surpresa, Vem de Aruanda nos abençoar... R – O bela surpresa, Bela surpresa como vai você?... Que bela surpresa, Vem de Aruanda pra nos proteger... SAUDAÇÃO À OGUM BEIRA MAR (Barra Vento) T - Auê, auê Ogum Beira Mar auê!... R - Auê, auê Ogum Beira Mar auê!... Auê, auê Ogum Beira Mar auê!... T – Iansã virou o tempo, Pra Oxum não governar, Mas durante o barra vento, Oxum se pôs a cantar... R - Auê, auê Ogum Beira Mar auê!... Auê, auê Ogum Beira Mar auê!... T - Iansã virou o tempo, Pra Oxum não governar, Mas durante o barra vento, Oxum se pôs a cantar... R - Auê, auê Ogum Beira Mar auê!... Auê, auê Ogum Beira Mar auê!... BATISMO NA IRRADIAÇÃO DE OGUM (Congo de Ouro) T – Iemanjá cadê Ogum?... R – Foi com Oxóssi ao Rio de Jordão, Foram saudar São João Batista, E batizar Cosme e Damião... T – Iemanjá cadê Ogum?... R – Foi com Oxóssi ao Rio de Jordão, Foram saudar São João Batista, E batizar Cosme e Damião... FILHO DE PEMBA (Gexá) T – Filho de pemba bebe água no rochedo. R – Filho de Ogum corre campo e não tem medo... T – Filho de pemba bebe água no rochedo. R – Filho de Ogum corre campo e não tem medo... T – Vou pedir ao Criador, Que derrame seu amor, Aos nossos Guias e ao nosso Babalaô. R - Aos nossos Guias e ao nosso Babalaô. SAUDAÇÃO À OGUM DAS PEDREIRAS (Congo Nagô) T – Ogum guarda a pedreira!... Mandado por Oxalá!... Com a espada e com a lança, Ogum... Seus filhos vem ajudar, Ogum...

R - Ogum guarda pedreira!... Mandado por Oxalá!... Com a espada e com a lança, Ogum... Seus filhos vêm ajudar, Ogum... SAUDAÇÃO À OGUM IARA (Congo de Ouro) T – Seu cavalo corre, Sua espada reluz, Sua bandeira cobre, Todos os filhos de Jesus... R - Seu cavalo corre, Sua espada reluz, Sua bandeira cobre, Todos os filhos de Jesus... T - Seu cavalo corre, Sua espada reluz, Auê, seu Ogum Iara, Aos pés da Santa Cruz... R - Seu cavalo corre, Sua espada reluz, Sua bandeira cobre, Todos os filhos de Jesus... SAUDAÇÃO A OGUM DE RONDA (Barra Vento) T - Quem beira rio, beira rio, beira mar, O que se ganha de Ogum, Só Ogum pode tirar... R - Quem beira rio, beira rio, beira mar, O que se ganha de Ogum, Só Ogum pode tirar... T – Seu Ogum de Ronda... R – É quem vem girar... T – E vem trazendo folhas... R – Pra descarregar... SUBIDA DE OGUM (Cabula) T – Oxalá está chamando, Ogum lá no Humaitá, Pra lhe dar uma bandeira, E mandar ele jurar... R - Oxalá está chamando, Ogum lá no Humaitá, Pra lhe dar uma bandeira, E mandar ele jurar... T – Se ele é capitão... R – Ele vai jurar... T – E se ele for de Angola... R – Também vai jurar... T – Se for Ogum Dilê... R – Ele vai jurar... T – E se for de Nagô... R – Também vai jurar... DESPEDIDA DE OGUM (Gege Antigo) R – OOOOO... AAAA... OOOOO... Adeus Ogum!... T – Adeus Cavaleiro de Umbanda! R – Adeus Ogum!... T – Adeus Guerreiro de Aruanda! R – Adeus Ogum!... T – Ogum!... R – Ogum!... Oração para FECHAMENTO DE CORPO D. P. Justo Juiz de Nazaré, filho da Virgem Maria, que em Belém fostes nascido, entre idolatrias. Eu vos peço Senhor, pelo vosso sexto dia, e pelo amor de meu padrinho Cícero. Que o meu corpo não seja preso, nem ferido, nem morto, nem nas mãos da justiça envolto. Paquisteco, paquisteco,

T - Nesta casa de guerreiro, R – Ogum!... T - Vim de longe pra rezar, R – Ogum!... T - Louvo a Deus pelos doentes, R – Ogum!... T - Na fé de Obatalá, R – Ogum!... T - Povo salve a casa santa, R – Ogum!... T - Os presentes e os ausentes, R – Ogum!... T - Salve nossas esperanças, R – Ogum!... T - Salve velhos e crianças, R – Ogum!... T - Nego velho ensinou, R – Ogum!... T - Na Cartilha de Aruanda, R – Ogum!... T - E Ogum não esqueceu, R – Ogum!... T - Como vencer a quimbanda, R – Ogum!... T - A tristeza foi embora, R – Ogum!... T - Na espada de um guerreiro, R – Ogum!... T - E a luz do romper da aurora, R – Ogum!... T - Vai brilhar neste Terreiro, R – Ogum!... CHAMADA DE OGUM (Congo de Ouro / Cabula / Barra Vento) T – Ogum já venceu, já venceu, já venceu, Ogum vem de Aruanda e quem lhe manda é Deus... R – Ogum já venceu, já venceu, já venceu, Ogum vem de Aruanda, quem lhe manda é Deus... (bis) T – E ele vem beirando o rio, ele vem beirando o mar... R - Ele vem beirando o rio, ele vem beirando o mar... T – Oi salve Santo Antônio da Calunga, Benedito e Beira Mar... R - Oi salve Santo Antônio da Calunga, Benedito e Beira Mar... (bis) POR ENTRE MARES (Cabula) T –Por entre matas, por entre mares e terras, Eu entendi o que meu Pai quis dizer... R - Por entre matas, por entre mares e terras, (bis) Eu entendi o que meu Pai quis dizer... T – Que Ogum não devia beber, Que Ogum não devia fumar, Mas a fumaça são as nuvens que passam, E a espuma as ondas do mar... R - Por entre matas, por entre mares e terras, Eu entendi o que meu Pai quis dizer... (bis)

2
paquisteco. Cristo assim disse aos seus discípulos: - Se os meus inimigos vierem para me prender, terão olhos, não verão, terão ouvidos mas não ouvirão, terão bocas não me falarão. Com as armas de São Jorge serei armado, com a espada de Abraão serei coberto, com o leite da Virgem Maria serei borrifado, na arca de Noé serei arrecadado, com as chaves de São Pedro serei fechado aonde não me possam ver nem ferir, nem matar, nem sangue do meu corpo tirar. Também vos peço Senhor, por aqueles três cálices bentos, por aqueles três padres revestidos, por aquelas três hóstias consagradas, que consagrastes ao terceiro dia, desde as portas de Belém até Jerusalém. E pelo meu santo Juazeiro, que com prazer e alegria, eu seja também guardado de noite como de dia, assim, como andou Jesus no ventre da Virgem Maria, Deus adiante, paz guia. Deus me dê a companhia que deu sempre à Virgem Maria, desde a casa santa de Belém até Jerusalém. Deus é meu Pai. Deus é meu Pai, Nossa Senhora das Dores, minha mãe, com as armas de São Jorge serei armado, com a espada de São Tiago serei guardado para sempre. Amém. ORAÇÃO DE SÃO JORGE Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos tendo pés, não me alcancem; tendo mãos, não me peguem; tendo olhos não me vejam e nem em pensamentos eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar. Jesus Cristo me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus com sua Divina Misericórdia e grande poder seja meu defensor contra as maldades e perseguições de seus inimigos.Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo. PRECE DE OGUM Pai, que minhas palavras e pensamentos cheguem até vós em forma de prece e que sejam ouvidas. Que esta prece corra mundo e universos e chegue até os necessitados em forma de conforto para suas dores. Que corra os quatro cantos da terra e chegue aos ouvidos de meus inimigos em forma de brado e advertência, de um filho de ogum que sou e nada temo pois sei que a covardia não muda o destino. Ogum padroeiro dos agricultores e lavradores, fazei com que minhas ações sejam sempre férteis, como o trigo que cresce e alimenta a humanidade nas suas ceias espirituais para que todos saibam que eu sou teu filho. Ogum senhor das estradas, fazei de mim um verdadeiro andarilho e eu seja sempre um fiel caminheiro seguidor do teu exército e que nas minhas caminhadas só hajam vitórias e mesmo quando aparentemente derrotado eu seja um vitorioso, pois nós os vossos filhos não conhecemos derrotas, porque sendo o senhor o "Deus da Guerra", nós, vossos filhos, não conhecemos a luta, como esta que eu trago agora, embora sabendo que é só o começo, mas tendo o senhor como meu pai a minha vitória será certa. Ogum, meu grande pai e protetor, fazei com meu dia de amanhã seja tão bom quanto o de ontem e hoje, que as minhas estradas estejam sempre abertas, que no meu jardim só haja flores, que os meus pensamentos sejam sempre bons e que aqueles que me procuram consigam sempre remédios para os meus males. Ogum vencedor de demandas, que todos aqueles que cruzarem a minha estrada, que cruzem com o propósito de engrandecer cada vez mais a ordem dos cavaleiros de Ogum. Pai, dá luz aos meus inimigos, pois se eles me perseguem é porque vivem nas trevas, e na realidade perseguem a luz que vós me destes. Senhor, me livra das pragas, das doenças, das pestes, dos olhos grandes, da inveja, das mentiras, das vaidades que só levam à destruição. E que todos aqueles que ouvem esta prece e também aqueles que a tiverem em seu poder estejam livres da maldade do mundo. Ogum, que eu possa sempre dizer para aqueles que me pedem a bênção: Meu Pai te abençoe! OGUM – CD 03 Batacurê Ogum ! Na lua nova, Na Umbanda ele é Ogum. (bis) Ogunhê ! Zambi ele é Ogum ! Ogunhê ! Zambi ele é Ogum ! Bis Batacurê Ogum ! E se Ogum está no céu ? Não está não ! E se Ogum está na lua ? Não está não ! (bis) Lelê, lelê, lelê ! Disse Ogum está de ronda no Humaitá ! Lelê, lelê, lelê ! Disse Ogum está de ronda no seu congá ! Bis Batacurê Ogum ! Se meu pai é Ogum, Vencedor de demanda, Quando chega no reino, É pra salvar filho de Umbanda. (bis) Ogum ! Ogum Iara ! (bis) Salve os campos de batalha, Salve a Sereia do Mar ! Ogum, Ogum Iara. (bis) Batacurê Ogum !

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->