Você está na página 1de 7

Resposta Técnica

Assunto
Produtos Químicos

Palavras-chave
Xampu, Condicionador

Identificação da demanda
Conhecer o processo usado para fazer xampu para todo tipo de cabelo, matéria-prima,
fornecedores.

Solução apresentada

Os xampus que se usam são preparados para a limpeza dos cabelos e da cabeça. Cerca de
90% dos xampus que se encontram no comércio são líquidos, há porém, outros em forma de
pó e creme, preparados com sabão e sem sabão.

Existem no mercado dezenas de tensoativos aniônicos (agentes de limpeza), estabilizadores


de espuma, espessantes, opacificantes, conservantes e outras matérias-primas que podem ser
empregadas nas formulações de xampus.

A concentração adequada de agentes de limpeza (tensoativos aniônicos) na formulação é


fundamental para que não seja removida, além da sujeira dos cabelos e do couro cabeludo, a
oleosidade natural do fio capilar, a qual é importante para a manutenção do brilho dele.

Os tensoativos anfóteros tem feito parte das formulações de xampus porque permite maior
viscosidade ao produto final e são menos agressivos ao cabelo e ao couro cabeludo que os
aniônicos.

Bons resultados podem ser obtidos, quando os tensoativos aniônicos são associados aos
anfóteros, sendo a escolha do tipo e da concentração do anfóteros, são fatores decisivos para
a obtenção de uma fórmula adequada, assim como o adequado acerto do pH final, que para
xampu deve ser em torno de 6,0.

O sucesso na formulação de um xampu está baseado na seleção e concentração adequadas


de matérias-primas utilizadas, inclusive nos conservantes que podem ser o metil parabeno,
mistura sinérgica de fenoxietanol e parabenos e outros.

O xampu deve apresentar boa ação detergente cumprindo a sua final;idade de uso, porém não
deve retirar a oleosidade natural dos cabelos, para deixá-los opacos, ressecados e ainda não
causar irritação ao couro cabeludo.

SBRT – Formulário de Resposta Técnica Padrão 1


1. Matérias Primas utilizadas na fabricação de xampus
NOME
FUNÇÃO AÇÃO USO
COMERCIAL/TÉCNICO
Xampus
ÁCIDO CÍTRICO Ajustar o caráter ácido do
Regulador de pH Creme rinse e Cremes em
(Citromix) produto
geral.
CARBOXI METIL
CELULOSE Espessante Aumenta a viscosidade Na fabricação de Xampus
(Carbomix)
COCO AMIDO PROPIL
BETAÍNA Tensoativo anfótero Estabilizante de espuma Na fabricação de Xampus
(Betamix)
LAURIL ETER SULFATO Proporciona detergência e Na fabricação de Xampus
Tensoativo principal
DE SÓDIO (Laurimix) espuma e Sabonetes.
Aparece quase em todas
ÓLEO MINERAL Emoliente Facilita o espalhamento
formulações cosméticas
Combate o crescimento Aparece quase em todas
NIPAGIN Preservante
microbiano no produto formulações cosméticas
Retira a eletricidade
QUATERNARIO DE Condicionadores
eletroestática conferindo ao
AMÔNIA Agente antiestático Hidratantes,alguns
cabelo/pele uma melhor
(Quatermix) Xampus anti-caspas
maciez
TRIETANOLAMINA Ajustar o caráter ácido do Xampus,Loções
Regulador de pH
(trietamix) produto Cremosas e Hidratantes
RICINOLEATO DE Permite a mistura de produtos Geralmente usado em
Emulsionante
SÓDIO oleosos leves misturas Água e Óleo
Ativador de cachos
Espessante
VASELINA SÓLIDA Agente engordurante Creme de massagem
Evita o ressecamento da pele

BUTIL Evita a oxidação do produto


Aparece em várias
HIDROXITOLUENO Antioxidante (amarelecimento) devido a
formulações cosméticas
(BHT) ação dos raios solares.
DIETANOLAMINA DO Xampus, Banhos de
Espessante e
ÁCIDO CRAXO DO Estabilizador de espuma Espuma e Sabonetes
desengordurante
COCO(AMIDA 80) líquidos
PROTEINA Xampus s, Cremes,Óleos
Aditivo especial Umectante , agente de brilho
HIDROLIZADA ANIMAL e Hidratantes.
Combate o crescimento Xampus , Cremes Géis e
IMIDAZOLINIDIL URÉIA Preservante
microbiano no produto Hidratantes.
ÓLEO DE COPAIBA Xampus, Cremes Géis e
Bactericida, Antifúngico
HIDROSSOLÚVEL Hidratantes.
Combate o aparecimento de
PIROCTONE OLAMINA Anticaspa Xampus, Cremes e Géis.
caspas
MONOETANOLAMIDA
Combate o aparecimento de
DO ÁCIDO Fungicida Xampus, Cremes e Géis.
caspas
UNDECILÊNICO
MONOESTEARATO DE
Facilita a mistura Óleo/Água e
SORBITAN Agente emulsionante Géis e Cremes em geral
Água/óleo
(SORBIMIX 60)
DERIVADO DA GLICOSE
Facilita o espalhamento e tem Xampus, Cremes, Géis e
ETOXILADA Emoliente e Humectante
o efeito hidratante. Hidratantes
(GLUCANMIX 20)
FONTE: Maiz Artes & Essências. http://www.maizessencias.com.br/formulas-4.htm

1.Sugestões de fórmulas

1.1 -Xampu para cabelos normais

COMPONENTES FUNÇÃO %
Lauril éter sulfato de sódio tensoativo aniônico 23,00
Lauril sulfato de trietanolamina tensoativo aniônico 5,00
Dietanolamida de ácido graxo de sobreengordurante, estabilizador 2.50
coco de espuma
Cocoanfocarboxiglicinato tensoativo anfótero 1,5
SBRT – Formulário de Resposta Técnica Padrão 2
Fenoxietanol e parabenos conservante 0,50
Extrato vegetal de algas marinhas hidratante 3,00
Cloreto de sódio (NaCl) espessante q.s*
Essência perfume q.s*
EDTA dissódico quelante 0,20
Ácido cítrico (solução a 10%) acidificante q.s*
Água destilada veículo qsp. 100,00
Técnica: Adicionar sobre a água os tensoativos, a amida e o conservante.
Homogeneizar, com leve aquecimento, evitando a formação de espuma. Acrescentar o
extrato vegetal, o quelante e a essência. Ajustar o pH com ácido cítrico para 6,0.
Ajustar a viscosidade com o cloreto de sódio.

OBS :
Se acaso o pH ficar abaixo de 6 , com a adição do ÁCIDO CÍTRICO , corrigir
adicionando-se uma pequena quantidade de LAURILMIX até o pH atingir 6 à 7.
Após correção do pH , adicionar o EXTRATO VEGETAL , a ESSÊNCIA e o CORANTE.
Após isto adicionar em seguida o sal de cozinha.
Adicionar o Sal lentamente para controlar a viscosidade do xampu
O Sal ao mesmo tempo em que ele "engrossa" o Xampu , em excesso ele afina.
* q.s.p. = Quantidade suficiente para , ou seja , neste item deve-se adicionar uma
quantidade suficiente para que o objetivo do item seja atingido.
Fonte: LEONARDI, G.R. , p. 196

1.2 - Xampu transparente ou perolado (12 Litros)

Base para Xampu 1 kg


Anfótero 200 ml
Água 11 litros
Amida 100 ml
Nipagim 10 g
Sal 8 colheres de sopa (aprox.)
Essência
Corante
Reservar 1 medida de água.
Misturar a base em 11 medidas de água uma de cada vez, misturando bem.
Sempre misturando adicionar anfótero, amida, nipagim, corante e essência.
Na medida reservada acrescentar o sal e adicionar misturando lentamente até obter a
consistência
Observação: O Sal ao mesmo tempo em que ele "engrossa" o xampu , em excesso ele
afina.

1.3 - Xampu perolado (15 litros)

Lauril 2 1/2 litros


Amida 500 ml
Nipagim 10 g
Essência
Água 12 litros de
Cutina, AGS 100 g
Sal até engrossar 8 colheres de sopa (aprox.)
Reservar 1 medida de água
Levar ao fogo baixo o lauril com a cutina AGS, mexendo até derreter (ficar
homogêneo). Em um balde, colocar a mistura e deixar esfriar.Na mistura adicionar 11
SBRT – Formulário de Resposta Técnica Padrão 3
medidas de água uma de cada vez, misturando bem. Sempre misturando adicionar
amida e nipagim. Coloque essência e cor. Na medida reservada acrescentar o sal e
adicionar misturando lentamente até obter a consistência.
Obs.: O Sal ao mesmo tempo em que ele "engrossa" o Xampu , em excesso ele afina.
Fonte: Rei das Essências. http://www.reidasessencias.com.br/solucao.htm

1.4 - Xampu transparente (15L)

Lauril 2 1/2 litros


Amida 500 ml
Nipagim 10 g
Essência
Água 12 litros
Sal até engrossar 8 colheres de sopa (aproximadamente)
Reservar 1 medida de água. Misture todos os itens em um balde plástico, acrescente
água aos poucos 1 medida de cada vez (sempre mexendo), coloque essência e cor. Na
medida reservada acrescentar o sal e adicionar misturando lentamente até obter a
consistência.
Observação: Não precisa ir ao fogo.
Excesso de sal não engrossa o produto

Fonte: Rei das Essências. http://www.reidasessencias.com.br/solucao.htm

1.5. Xampu perolado

PRODUTO QUANTIDADE

1) ÁGUA 12,0 litros

2) LAURIMIX 2,0 litros

3) BETAMIX 200,0 ml

4) BASE PEROLADA 250,0 ml

5) NIPAGIN 10,0 g

6) AMIDAMIX 80 300,0 ml

7) ÁCIDO CÍTRICO (aprox. 5 g) q.s.p.* g

8) EXTRATO (JABORANDI) 200,0 ml

9) ESSÊNCIA (JABORANDI) 60,0 ml

10) CORANTE (OPCIONAL) q.s.p.* ml

11) CLORETO DE SÓDIO (aprox. 300 g) q.s.p.* g

TOTAL 15,2 kg
*q.s.p. = Quantidade suficiente para, ou seja, neste item deve-se adicionar uma quantidade suficiente para
que o objetivo do item seja atingido.

MODO DE FAZER :
Adicionar em um vasilhame de preferência plástico a quantidade de água indicada na
formulação acima.
Adicionar sobre a Água, o Laurimix, e logo após o Betamix e a Base Perolada, mexer
até completa homogenização.
Adicionar o Nipagin, e misturar bem. Após isto adicionar a Amidamix 80, mexer por 15
minutos e medir o pH.
SBRT – Formulário de Resposta Técnica Padrão 4
Após o resultado do pH (caso o resultado seja maior que 7) adicionar o Ácido Cítrico,
em pequenas quantidades
de 5 em 5 gramas até o pH ficar entre 6 e 8.
OBS : Se o pH ficar abaixo de 6, corrigir adicionando-se uma pequena quantidade de
Amida 80, até pH atingir 6 a 8.
Após correção do pH, adicionar o Extrato, a Essência e o Corante.
Após isto em seguida adicionar o sal de cozinha
Adicionar o Sal lentamente para controlar a viscosidade do xampu.
Cuidado :
O Sal ao mesmo tempo em que ele "engrossa" o Xampu, em excesso ele afina.

Fonte: Rei das Essências. http://www.reidasessencias.com.br/solucao.htm

Indicações

Fornecedores
Alpha Química Ltda
Av. Das Indústrias, 565 - Anchieta - CEP: 90200-290
Porto Alegre/RS - Tel.: (51) 3371-4493
Website: http://alphaquimica.com.br

Brasquim
Matriz
Rua Morretes, 255 – Sta. Maria Goretti
CEP 91030-300 – Porto Alegre – RS

Filial
Rua Basílio da Cunha, 206 – Vila Deodoro
(11) 5082-2811 / 5082-1403
CEP 01544-000 – São Paulo - SP
Website: http://www.brasquim.com.br/

Croda do Brasil (Distribuidor)


Alpha Química Ltda
Avenida das Indústrias, 565 - Anchieta
Porto Alegre/RS -
Fone: (51)3371-4493
Website: http://www.croda.com.br/

Ferquima
Estrada Mineração Ouro Branco, 2017
Vargem Grande Paulista - SP
Tel: (11) 4158-3544 / 4159-1784 - Fax: (11) 4158-3420
e-mail: ferquima@ajato.com.br
Website: http://www.ferquima.com.br/

Galeria das Essências


Rua Silveira Martins, 110 • Centro
São Paulo - SP • Cep 01019-000
Website: http://www.galeriadasessencias.com.br/

Givaudan
Av. Engenheiro Billings, 2185
Jaguaré - São Paulo - SP
CEP: 05321-010
PABX: 55 11 3760-8000
SBRT – Formulário de Resposta Técnica Padrão 5
Website: http://www.givaudan.com.br/

ION Tecnologias & Serviços-


Av. Vereador José Diniz, 3651 - 10 º andar - cj. 104, 105 - Campo Belo
CEP 04604-004 São Paulo – SP
Tel/ Fax.: +55 (11) 5536-9911
WEBSITE: http://www.ionquimica.com

Mapric - Produtos Farmacocosméticos Ltda.


Av. Dr. Gentil de Moura, 194 04278-080 Ipiranga
São Paulo/SP - Tel.: (11) 5061 5282
Website: http://mapric.com.br

Mr.Fórmula
E-mail: mrformula@ajato.com.br
Website: http://www.mrformula.com.br/

Pharma Nostra (Matriz) -


R. Aquidabã, 1.144 Méier - Cep 20720-290
Rio de Janeiro/ - Tel.: (21) 2141-1555 – DDG: 0800 707 0706
Website: http://pharmanostra.com.br

Phytoflora Comercial Ltda.


Rua das Giestas, 749 - Vila Bela
CEP: 03147-000 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 6341-5111
Website: http://phytoflora.com.br

Quimper Especialidades Químicas


Rua David Campista,173
CEP 83045-060 - São José dos Pinhais - Paraná.
Fone (41) 3837177
Website: http://www.quimper.com.br/

Quorum Fragrâncias
Via Natalino Verdi, 120 – Bairro Bela Vista
Charqueada – S.P. – Brasil – CEP: 13.515-000
Fone:(19) 3186-9600
Fax: (19) 3186-9619
Website: http://www.quorumfragrancias.com.br/

Rei das Essências


Rua Tupi, 85 – loja 9
Fone: 3224-1516
Belo Horizonte - MG
Website: http://reidasessencias.com.br

Tecnal Equipamentos para Laboratórios


Av. Pasteur, 544 - Vila Rezende - Piracicaba - São Paulo/Cep: 13414-906
Fone:(55) 19-3412-1400/Fax:(55) 19-3421-6656
E-Mail : tecnal@tecnallab.com.br
Website: http://www.tecnallab.com.br/

Os fornecedores foram identificados em fontes de informação, não representando sua


totalidade.
SBRT – Formulário de Resposta Técnica Padrão 6
Conclusão e recomendações

Como o produto solicitado está classificado na categoria de cosméticos e pode interferir na


saúde do cliente, recomenda-se:
1) Seguir as regras das Boas Práticas de Fabricação,
2) Ter um químico responsável pela formulação ou que dê orientações e/ou faça
acompanhamentos periódicos,
3) Obter o registro das formulações, cadastro do estabelecimento de acordo com as regras
da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e da Secretaria de Vigilância
Sanitária do estado e do município.
4) Participar de cursos, para obter melhor qualificação e atualização profissional.

Cuidados importantes no preparo dos cosméticos artesanais:


- Higiene, qualquer contaminação afeta o resultado final e compromete o trabalho;
- Materiais e recipientes bem limpos e secos;
- Os produtos manipulados devem ser armazenados em lugares secos, protegidos da
claridade;
- Montar um mini laboratório caseiro, reservando os utensílios somente para esse fim,
tais como: panelas de ágata (evite o alumínio), espátulas de madeira ou plástico, vidros
claros e escuros, recipiente medidor, colheres de vários tamanhos, e outros;
- A luz, a umidade e o tempo de armazenamento são os principais fatores que alteram os
princípios ativos dos produtos. Portanto, siga as recomendações do fabricante quanto o
manuseio e armazenagem.
- Avaliar os fornecedores de insumo e utilizar sempre matérias primas de um mesmo
fornecedor.

Bibliografias
Argentièri, R. Novíssimo receituário industrial: enciclopédia de fórmulas e receitas para
pequenas, médias e grandes indústrias. 4.ed. São Paulo : Ícone, 1992.

Ateliê na TV. Programa de Artesanato da TV Brasileira. Passo a Passo. Disponível em:


http://www.africanart.com.br/atelienatv/ Acesso em 14/02/2005.

Leonardi, Gislaine Ricci. Cosmetologia Aplicada. Colaboradores: Luiz Gustavo Martins


Matheus e Alberto Keidi Kurebayahi. São Paulo : Medfarma Livraria e Editora, 2004.

NATYVE Concentrados Disponível em: http://www.oficinadaservas.com.br/receitas2.htm,


Acesso em 03/02/2005.

Prista, L. Nogueira. Tecnologia Farmacêutica. 4.ed. Lisboa : Fundação Calouste


Gulbenkian, 1995. Vol.2

Nome do técnico responsável


Maria Luiza Stefanelo

Nome da Instituição respondente


TECPAR - Instituto de Tecnologia do Paraná

Data de finalização
14/02/2005

SBRT – Formulário de Resposta Técnica Padrão 7