Você está na página 1de 21

CURSO DE ACONSELHAMENTO CRISTÃO

SÍNDROMES E TRANSTORNOS
COMPULSIVOS
ANSIEDADE; SOLIDÃO; DEPRESSÃO;
IRA E CULPA
ANSIEDADE, TENSÃO, TEMOR E FADIGA
A ansiedade poderia ser definida como
um sentimento íntimo de apreensão,
mal estar, preocupação, angústia e/ou
medo, acompanhado de um despertar
físico intenso.
ANSIEDADE AGUDA
Surge repentinamente, sua intensidade
é grande, e pequena a sua duração.
ANSIEDADE CRÔNICA
É persistente e duradoura, mas tem
menor intensidade. Grande parte de
sua ansiedade é “vaga, flutuante”.
ANSIEDADE NORMAL
Manifesta quando existe uma ameaça
real ou situação de perigo. A ansiedade
é proporcional ao perigo. Ela pode ser
reconhecida, controlada e reduzida.
ANSIEDADE NEURÓTICA
Envolve sentimentos intensamente
exagerados de desespero e medo,
mesmo quando o perigo é pequeno ou
inexistente. A ansiedade neurótica é
desproporcional ao perigo objetivo,
pelo fato de envolver um conflito
intrapsíquico.
A ANSIEDADE PODE VARIAR DE
INTENSIDADE
1) Moderada;
2) Intensa;
A BÍBLIA E A ANSIEDADE
O termo ansiedade na Bíblia é usado de
dois modos, como aflição ou angústia e
como um sentimento sadio de
preocupação.
AS CAUSAS DA ANSIEDADE
1) Ameaça;
a) Perigo
b) Auto
Auto--estima
c) Separação
d) Influência Inconsciente
AS CAUSAS DA ANSIEDADE
2) Conflitos
a) Conflito aproximação-
aproximação-
aproximação
b) Conflito aproximação-
aproximação-fuga
c) Conflito fuga-
fuga-fuga
AS CAUSAS DA ANSIEDADE
3) Medo;
4) Necessidades insatisfeitas
a) Sobrevivência
b) Segurança
c) Sexo
d) Significado
e) Auto-
Auto-realização
f) personalidade
AS CAUSAS DA ANSIEDADE
4) Diferenças individuais
a) Psicologia
b) Personalidade
c) Sociologia
d) Fisiologia
e) Teologia
OS EFEITOS DA ANSIEDADE
5) Reações Físicas;
6) Reações Psicológicas;
7) Reações Defensivas;
8) Reações Espirituais.
ACONSELHAMENTO E ANSIEDADE
1) Reconhecer as ansiedades do
próprio conselheiro;
2) Demonstrar amor;
ACONSELHAMENTO E ANSIEDADE
3) Identificar as causas;
a) Observação
b) Reflexão
c) Contemplação
ACONSELHAMENTO E ANSIEDADE
4) Encorajando a agir;
5) Dar apoio;
ACONSELHAMENTO E ANSIEDADE
6) Encorajar uma resposta cristã;
a) Alegrar-
Alegrar-se
b) Tolerar
c) Orar
d) Pensar
e) agir
PREVENÇÃO DA ANSIEDADE
1) Confiança em Deus;
2) Aprender a enfrentar
a) Admitir temores...
b) Falar sobre...
c) Reconhecer que...
d) Buscar ajuda de Deus...
e) Aprender a comunicar-
comunicar-se
f) Avaliar...
CURSO DE ACONSELHAMENTO CRISTÃO
SÍNDROMES E TRANSTORNOS
COMPULSIVOS
ANSIEDADE; SOLIDÃO; DEPRESSÃO;
IRA E CULPA