Você está na página 1de 5

SUA VIDA SERÁ RESTAURADA

TEXTO BÍBLICO: Joel 3.18-21

ICT.: A restauração que Deus faz no homem.

OBJ GERAL: PASTORAL

OBJ ESPECÍFICO: Restaurar significa não somente


restaurar, mas também renovar e reparar é o que
Deus deseja realizar na vida de seus servos.

1
SUA VIDA SERÁ RESTAURADA

TEXTO BÍBLICO: Joel 3.18-21

ICT.: A restauração que Deus faz no homem.

OBJ GERAL: PASTORAL

OBJ ESPECÍFICO: Restaurar significa não somente


restaurar, mas também renovar é reparar é o que
Deus deseja realizar na vida de seus servos.

INTRODUÇÃO

Deus restaura não faz remendos no homem. Temos


visto hoje várias igrejas, seitas, pregando um
evangelho cheio de remendos, gente que é capaz até
de usar técnicas de indução psicológica para levar
pessoas àquilo que eles julgam ser um “verdadeiro
arrependimento”, ora, a bíblia nos ensina que o
verdadeiro arrependimento vem quando rasgamos o
nosso coração e nos voltamos para Deus (Joel 3.13).

2
1. DESTILARÃO VINHO NOVO

Deus restaura não faz remendos! Jesus escandalizava


costumeiramente os religiosos de sua época
quebrando paradigmas, dogmas, costumes e regras
que não promovia a restauração do homem a Deus.
Certa vez ele vai ensinar que "Ninguém costura
remendo de pano novo em veste velha; porque o
remendo novo tira parte da veste velha, e fica maior a
rotura. Ninguém põe vinho novo em odres velhos; do
contrário, o vinho romperá os odres; e tanto se perde
o vinho como os odres. Mas põe-se vinho novo em
odres novos" (Marcos 2:21-22). O que Jesus está
querendo nos ensinar é que Deus não faz remendos e
sim restaurar o homem para uma nova vida
(Colossenses 3.10).

O processo de restauração que Deus faz no homem


começa em Jesus, pelo arrependimento (Mateus
4.17). O significado bíblico do remendo e dos odres se
relaciona com o evangelho que ele anunciava. Ele não
poderia ser contido dentro das velhas fórmulas e
rituais dos fariseus. Ele romperia o molde. A nova
mensagem que ele ensinava teria que ser
acompanhada por novos métodos de adoração. Isto se
ajusta com a exigência de Jesus de que nasçamos de
novo (João 3). Sempre que tentarmos remendar nosso
velho ser com um pouquinho de ensinamento do
evangelho ou sempre que tentarmos simplesmente
derramar alguma espiritualidade do Novo Testamento
dentro de nossas velhas vidas, o resultado será
divisão, contendas, separações (Gálatas 5.19-21).
Somente uma restauração completa promovida pelo
Espírito de Deus, permitirá que sigamos para o prêmio
da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus
(Filipenses 3.13-14).

2. JUDÁ SERÁ HABITADA PARA SEMPRE

3
Deus não é visita, hospede para àqueles recebem sua
promessa em Cristo Jesus (João 3.18), é morada
eterna, permanente dando ao novo homem a
garantia, certeza selada por seu Espírito a salvação
(Salmo 73.23; Mateus 28.28; Efésios 1.13, João 5.24).
No processo de restauração do homem, Deus faz
morada eterna e permanente, habita no centro de sua
vida, governando e conduzindo seus passos a um
caminho sobremodo excelente (1Coríntios 6.15,19;
12.31).
A relação de Deus com o homem no Antigo
Testamento é diferente da Nova Aliança em Cristo
Jesus. No Antigo Testamento Deus desejava mas não
habitava, fazia morada eterna no coração do homem
(Joel 2.28-32). A mentalidade do homem de Deus no
Antigo Testamento era conduzida pela Lei e pela
construção de tendas, templos, sinagogas para o ato e
o exercício da adoração (Gênesis 28:11-22; Êxodo 36-
39; 1Crônicas 28-29; Atos 7.48). Na Nova Aliança, Deus
estabelece em Jesus não mais a sua Lei mas o favor
imerecido de sua graça por nós em Cristo Jesus
(Efésios 2.8; Gálatas 5.4).
A bíblia afirma que Jesus está a porta do nosso
coração “eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir
a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e
cearei com ele” (Apocalipse 3.19). A promessa de
Deus não é de visita ou hospede é de permanecer,
morada eterna com o homem. Por isso a promessa da
restauração é da permanência de Deus em Judá, isto
é, o lugar, o centro da adoração a Deus no Antigo
Testamento, na Nova Aliança no coração do homem
(João 4.21-24). É a vida no Espírito que nos purifica e
conduz à morada do Pai (1João 1.8).
3. PURIFICAREI A CULPA
Quando Deus restaura o homem ele também o
purifica de tudo aquilo que é permissivo, imoral, e
pecaminoso (Mateus 26.28; I Coríntios 15.3; Gálatas
1.4; Atos 4.12). Sua Palavra penetra na divisão da
4
alma, juntas e medulas, removendo toda e qualquer
impureza, traumas, culpa, pecados encobertos e
secretos, não confessados em Cristo Jesus (Hebreus
4.12). Não precisamos de persuasão humana, práticas
e técnicas de regressão, vidas passadas e transe
hipnótico. Quem cura e liberta o homem é Jesus, para
a gloria de Deus o Pai.
Jesus quer hoje purificar seu coração, sua mente, seus
sonhos e desejos. Arrependa-se de seu mau caminho
e volta-se hoje para o Deus Eterno em Cristo Jesus,
autor e consumador da nossa Fé (Hebreus 12.2).

CONCLUSÃO
Deus restaura o homem e não faz remendos. O
Evangelho é o pano e o vinho novo na Nova vida em
Cristo.