Você está na página 1de 3

UFCD 6012 Transístor Bipolar

UFCD 6012 – Transístor Bipolar Exercícios sobre O Transístor em regime estático – UFCD 6012 1.

Exercícios sobre O Transístor em regime estático UFCD 6012

1. Considere o transístor NPN polarizado conforme a seguinte figura. Calcule:

NPN polarizado conforme a seguinte figura. Calcule: Figura 1 – Esquema de polarização de um Transístor

Figura 1 Esquema de polarização de um Transístor

V BB = 5V; V CC = 9V; V BE = 0,6V; I C = 19mA; R B = 330k; R C = 270

a) Determine I B e I E .

b) Determine V CE e V CB

c) Este circuito garante a polarização directa da junção base-emissor e a polarização inversa da junção base-colector?

2. Um transístor apresenta uma corrente de base de 30µA, quando a corrente de emissor é de 3mA. Calcular os valores da corrente do colector e do parâmetro α.

Soluções: I C = 2,97mA; α = 0,99

3. O transístor BC107 apresenta um valor de β mínimo de 110 e um valor máximo de 435. Determine os valores respectivos dos parâmetros α.

Soluções: α Min. = 0,991 α Máx. = 0,997

4. O circuito representado na figura 2 utiliza um transístor BC337 de silício que tem um h FE = 100. Verifique se o transístor está em saturação nas condições seguintes:

transístor está em saturação nas condições seguintes: Figura 2 – Determinação do estado de funcionamento

Figura 2 Determinação do estado de funcionamento

seguintes: Figura 2 – Determinação do estado de funcionamento www.prof2000.pt/users/fasp.esds1 Página 1
seguintes: Figura 2 – Determinação do estado de funcionamento www.prof2000.pt/users/fasp.esds1 Página 1

UFCD 6012 Transístor Bipolar

UFCD 6012 – Transístor Bipolar a) Da figura. b) Alterando a resistência R L para 1k

a) Da figura.

b) Alterando a resistência R L para 1k.

c) Mudando de seguida para outro transístor BC337 que tem um h FE = 300.

5. Como deveremos garantir que o transístor da seguinte figura fique à saturação?

que o transístor da seguinte figura fique à saturação? Figura 3 – Determinação da resistência R

Figura 3 Determinação da resistência R B

Solução:

O valor máximo da corrente de colector é 25 / 0,56 = 44,6mA; o transístor apresenta um ganho de 60, com I C = 50mA.

Nesse caso, se estiver na zona de saturação (I C < h FE x I B ),

zona de saturação (I C < h F E x I B ), Para obter essa

Para obter essa corrente, é preciso que:

E x I B ), Para obter essa corrente, é preciso que: Se garantirmos que I

Se garantirmos que I B tenha um valor superior a 0,74mA, o transístor estará à saturação. Para isso, basta usar uma resistência de base com um valor mais baixo do que este, por exemplo 1,8 k(valor normalizado).

6. O transístor da figura 4 faz parte de um circuito digital que comanda um motor por intermédio de um contactor cuja bobina constitui a resistência de carga R L . O motor será ligado ou desligado quando a tensão Ui tiver os valores de 5V ou 0V, respectivamente. Determinar o valor da resistência R B necessária, sabendo que o transístor de silício tem um h FE compreendido entre 100 e 400, segundo o fabricante.

tem um h F E compreendido entre 100 e 400, segundo o fabricante. www.prof2000.pt/users/fasp.esds1 Página 2
tem um h F E compreendido entre 100 e 400, segundo o fabricante. www.prof2000.pt/users/fasp.esds1 Página 2

UFCD 6012 Transístor Bipolar

UFCD 6012 – Transístor Bipolar Figura 4 - Determinação da resistência R B Solução: Com uma
UFCD 6012 – Transístor Bipolar Figura 4 - Determinação da resistência R B Solução: Com uma

Figura 4 - Determinação da resistência R B

Solução:

Com uma tensão de entrada Ui de 0V, o transístor de silício está bloqueado ou ao corte, pois a sua tensão de arranque é Uγ = 0,5V. Então, sendo a respectiva tensão de saída Uo = 10V e a corrente de colector nula, a bobina não activa e consequentemente o contactor não fecha o circuito de alimentação do motor que está parado.

Se a tensão de entrada for Ui = 5V, o transístor poderá eventualmente ficar saturado, se a resistência R B o permitir. Se o transístor estiver saturado, a tensão de saída é Uo = 0V e a corrente de colector activa a bobina, pelo que o contactor fecha o circuito de alimentação do motor e este movimentar-se-á.

Na saturação a corrente de colector I C é:

Ucc = U CE + R L x I C

I C = (10 0,2) / 4,7 = 2mA

No início da saturação a corrente de base IB poderá estar entre:

I B = I C / h FE = 2/100 = 20µA

e

I B = I C / h FE = 2/400 = 5µA

A pior circuntância acontece se o transístor precisar de, pelo menos, 20µA para saturar. A resistência RB terá de ser:

Ui = U BE + R B x I B R B = (Ui U BE ) / IB = (5 0,8)/(20x10e-6) = 210k

Para garantir a saturação é boa norma que a corrente de base seja, pelo menos, o dobro da correspondente ao início da saturação. Então qualquer resistência inferior a 105kserá suficiente para que o transístor entre na saturação quando Ui = 5V.

Realce-se que a pior circunstância dá-se com o valor de β mínimo.

= 5V. Realce-se que a pior circunstância dá-se com o valor de β mínimo. www.prof2000.pt/users/fasp.esds1 Página
= 5V. Realce-se que a pior circunstância dá-se com o valor de β mínimo. www.prof2000.pt/users/fasp.esds1 Página