Você está na página 1de 6

Mercado Financeiro e de Capitais

Prof. Cleber Rentroia


MBA em Finanças e Banking

1. Quando o IPCA tende a subir além das metas de inflação, qual medida deve ser tomada pelo COPOM:
a) Abaixar o compulsório
b) Reduzir taxa do redesconto
c) Aumentar o crédito
d) Elevar a taxa de juros

2. Um saldo positivo do balanço de pagamentos reflete:


a) Que a balança comercial foi positiva
b) Que a balança de serviços foi positiva
c) Que a poupança interna foi maior que a externa
d) Que o país teve um aumento nas reservas internacionais.

3. Em um investimento, será maior o valor presente se:


a) O fluxo de pagamento tem de ser arriscado
b) A taxa de desconto for maior

c) A taxa de desconto for menor

d) O fluxo de pagamento for mais previsível

4. Dentre os índices abaixo, qual que mais impacta o desempenho do IGP-M


a) IPCA
b) IPC
c) IPA
d) INCC

5. O saldo do Balanço de Pagamentos é determinado como


a) Saldo das exportações menos saldo das importações

b) Ao saldo da Balança Comercial somado com a conta corrente
c) O saldo da Conta Corrente somado com a Conta de Capitais

d) O saldo da Balança Comercial somado com a Conta de Capitais

6. No mercado de cambio flexível, onde o BACEN não intervém, o saldo das contas internas e externas é
superavitário, isso significa que:
a) valoriza moeda local
b) desvaloriza a moeda local
c) Aumenta as reservas internacionais
d)
Reduz as reservas internacionais

7. Se o país exportou mais bens para o exterior do que importou, pode-se dizer sobre a Balança Comercial:
a) foi superavitária.

b) foi deficitária

c) maior que balança de pagamentos
d) depende da taxa de câmbio

8. Quem é o responsável pela liquidação dos títulos privados:


a) Selic

b) CBLC

c) Câmara da BVMF
d) CETIP

9. A taxa calculada com base na taxa média mensal dos depósitos a prazo é a:
a) TJLP
b) SELIC
c) TR

d) TBF
1
Mercado Financeiro e de Capitais
Prof. Cleber Rentroia
MBA em Finanças e Banking

10. Em um título pré fixado quanto maior o valor do PU (Preço Unitário)


a) Maior será a sua rentabilidade
b) Menor será a sua rentabilidade
c) Maior será seu risco

d) Menor será seu risco

11. As Letras do Tesouro Nacional são títulos públicos que:


a) Acompanha a variação da Selic

b) Acompanha variação cambial

c) Possuem rendimento Máximo de 12% a.a.
d) Pode ser negociada com deságio

12. A taxa de juros de uma aplicação, eliminando o efeito inflacionário, denomina-se taxa
a) líquida
b) efetiva
c) nominal
d) real

13. É uma característica das Letras do Tesouro Nacional:


a) Terem rentabilidade pós-fixada

b) Pagar cupons semestrais acrescido da variação da TR.

c) Pagar juros calculados com base na Selic Over

d) ter rentabilidade que é dada pela diferença entre o preço de compra do título e seu valor nominal no
vencimento.

14. A relação entre a Taxa de Juros do mercado é o Preço Unitário – PU de um títulos Público Federal de
rentabilidade Pré-fixada é:
a) Quanto menor a taxa de juros menor o P.U
b) Depende do mercado
c) É indiferente, uma vez que o título já possui taxa prefixada.
d) Quanto maior a taxa de juros menor o P.U

15. É responsável por conduzir a Política Monetária


a) BACEN
b) CVM

c) CMN

d) ANBIMA

16. O CMN, dentre outras funções, deve: 



a) Regular os índices de inflação, a fim de evitar desequilíbrios econômicos
b) Executar a política cambial

c) Executar a fiscalização do mercado de crédito

d) Executar a fiscalização do mercado de capitais

17. A taxa PTAX reflete:


a) A média das operações realizadas no mercado interbancário de câmbio
b) A média das operações de cambio realizadas nas exportações.
c) A média das operações de cambio realizadas nas importações.
d) A média das operações realizadas com o cambio futuro.

18. A marcação a mercado tem como objetivo atualizar os preços dos ativos:
a) Pelo preço de compra acrescido dos rendimentos
b) Pelo preço futuro de negociação dos títulos
c) Pelo preço em que os ativos podem ser vendidos
d) Pelo preço de venda dos ativos descontado a inflação.

2
Mercado Financeiro e de Capitais
Prof. Cleber Rentroia
MBA em Finanças e Banking

19. A quem compete receber depósitos compulsórios


a) Banco do Brasil
b) Comissão de Valores Mobiliários
c) Comitê de Política Monetária
d) Banco Central do Brasil

20. A alíquota de recolhimento de compulsório sobre depósito à vista aumenta, e não há qualquer ação
compensatória por parte da autoridade monetária. Com relação a liquidez do mercado financeiro e as
taxas de juros, ocorrem, respectivamente
a) Elevação e elevação
b) Redução e redução
c) Redução e elevação
d) Elevação e redução

21. O Comitê de Política Monetária – COPOM reúne-se com o objetivo de fixar e divulgar a taxa básica de
juros. Uma vez definido o viés, este poderá ser exercido
a) Pelo Comitê de Política Monetária
b) Pela mesa de operação do Banco Central
c) Pelo presidente do Banco Central
d) Pelo diretor de política monetária

22. É do tipo zero cupom e possui o valor atualizado diariamente pela taxa Selic
a) Nota do Tesouro Nacional – Série B
b) Letra do Tesouro Nacional
c) Nota do Tesouro Nacional – Série C
d) Letra Financeira do Tesouro

23. Se o banco Central promover uma elevação da taxa de depósitos compulsórios mantidos pelos bancos, é
de se esperar que ocorra
a) elevação da taxa de juros.
b) diminuição do déficit e da divida pública.
c) desvalorização da moeda nacional.
d) crescimento do PIB

24. Em um regime cambial de taxas perfeitamente flutuantes, o Banco Central


a) atua passivamente, devendo ter um montante de reservas internacionais maior do que no regime cambial
de taxas fixas.
b) utiliza as reservas internacionais com vistas a resguardar o pais de quaisquer variações na taxa de câmbio.
c) não intervém no mercado de câmbio, permanecendo inalteradas as reservas internacionais.
d) busca fazer com que a taxa de câmbio não se desvalorize frente às moedas dos países 
desenvolvidos.

25. O preço unitário (PU) de um título de renda fixa é o


a) quociente entre o total dos cupons e o total das amortizações

b) preço de resgate do título na data de vencimento, ou seja, o seu valor nominal.
c) valor presente das amortizações e do principal.

d) preço pelo qual o título foi originalmente emitido.

26. Um investidor ficou sabendo que haverá uma elevação na taxa de juros. Baseado nesta informação,
esperando obter rentabilidade significativa ele deverá aplicar em:
a) Letras Financeira do Tesouro

b) Ações

c) Notas Promissórias com remuneração pré fixada
d) Letra do Tesouro Nacional

3
Mercado Financeiro e de Capitais
Prof. Cleber Rentroia
MBA em Finanças e Banking

27. Entende-se por ativos de renda variável aqueles cuja a remuneração ou retorno de capital
a) São corrigidos por taxas pós-fixadas
b) São remunerados com base em taxas flutuantes
c) Não podem ser determinado no momento da aplicação
d) São determinados pela variação da taxa de juros

Para resolver as próximas questões utilize a tabela de taxas do final da página:

28. Um investidor adquiri em 22/01/2013 1.000 LTNs faltando 2 anos para o seu vencimento (taxa de
10,55% a.a.), por qual PU ele deve realizar a operação?

PU = 1.000 = 818,243391
(1,1055)2

29. Um mês depois qual o PU de carregamento deste título?

PU = 818,243391 x (10,55% +1)21/252 = 818,243391 x 1,00839317 = 825,111047 ou

PU = 1.000 = 825,111047
483/252
(1,1055)

30. Se ele quiser se desfazer destes títulos após 6 meses por uma taxa de 10,40% a.a. qual será o PU deste
negócio?

PU = 1.000 = 862,077658
378/252
(1,1040)

31. Qual o resultado bruto desta operação?

Resultado = (862,077658 – 818,243391) x 1.000 = 43.834,27

32. Na mesma data ele adquiri 150 LFTs por PU de R$ 2.000,00, ele resolve vender estes títulos no dia
20/03/2013, qual o PU de venda deste título?

PU = 2.000,00 x 1,010434 = 2.021,422065

Valor da Venda = 150 x 2.021,422065 = 303.213,31

33. Com o valor da venda ele adquiri um CDB com prazo de 90 dias por 90% do CDI, qual o valor bruto do
resgate desta operação?

Valor bruto do resgate = 303.213,31 x 1,015368 = 307.873,14

34. Uma instituição financeira adquiri no dia 10/04/2013 os seguintes títulos e os classifica segundo a norma
do BC conforme a seguir:
1) 10.000 LTNs - Vencimento em 01/04/2014 (juros 10,25% a.a.) - Carteira Negociação

PU = 1.000 = 908,4354596
(1,1025)247/252

4
Mercado Financeiro e de Capitais
Prof. Cleber Rentroia
MBA em Finanças e Banking

2) 5.000 LTNs - Vencimento em 20/08/2014 (juros 11% a.a.) - Carteira Disponível para Venda

PU = 1.000 = 867,222500
(1,11)344/252

3) 10.000 LTNs - Vencimento em 02/01/2015 (juros 12% a.a.) - Carregamento até o Vencimento

PU = 1.000 = 820,841073
(1,12)439/252

Qual o PU dos negócios realizados?

Em 15/05/13 os juros para esses prazos eram 10,50% a.a., 11,30% a.a. e 11,75% a.a. respectivamente,
quais os PU de carregamento desses títulos?

PU1 = 1.000 = 917,272353


(1,1025)223/252

PU2 = 1.000 = 875,884843


(1,11)320/252

PU3 = 1.000 = 829,748566


(1,12)415/252

35. Qual a taxa a.a. acumulada do CDI e da TMS no período entre 22/01/2013 e 01/07/2013?
Resp.:

TMS = 3,12% a.p. ou 7,29% a.a.


CDI = 3,05% a.p. ou 7,12% a.a.

5
Mercado Financeiro e de Capitais
Prof. Cleber Rentroia
MBA em Finanças e Banking