Você está na página 1de 5

Escola Básica 1,2 Mouzinho de Albuquerque - Batalha

Ficha de Avaliação - 6º Ano | Língua Portuguesa

Nome _______________________________ Apreciação: ___________________


Nº ________ Turma ________ A Prof.: ______________________
Data _______________________________ O Encarregado de Educação:

______________________________

Lê atentamente o texto:

Andaram, andaram por sobre as ondas dias e dias. Aproximava-se


o mar das sereias.
Uma bela tarde, os marinheiros pararam de remar e o navio ficou ali
baloiçando no mar calmo. Ulisses admirou-se:
- O que aconteceu? Porque parais de remar?
5
Os companheiros responderam-lhe:
- Ulisses, vamos agora entrar no mar das sereias. Não te lembras do que Circe nos
recomendou? Temos de colocar cera nos nossos ouvidos, senão morreremos todos!
Ulisses revoltou-se contra tal ideia:
10 - Cera nos ouvidos, eu??! Só se fosse doido! Eu não ponho cera nenhuma. Quero ouvir o
canto das sereias. Dizem que elas encantam os marinheiros com a sua bela voz, e eu quero
sentir esse encantamento.
- Não sejas louco, Ulisses! Vais morrer atraído por elas. Sabes bem como se sentem sós no
fundo do mar, no meio da escuridão, e como precisam da companhia de quem por estas paragens
passa... Sabes bem que nunca até hoje nenhum ser vivo se gabou de as ter ouvido e ter resistido
15
aos seus encantos. Quem as ouve, tem de morrer!
Assim o avisaram prudentemente os amigos aflitos com a sua teimosia. Ulisses não se
convencia:
- Já vos disse que quero ouvi-las. Mas se temeis que eu não consiga resistir-lhes, então atai-
20
-me bem com cordas muito fortes ao mastro principal do navio, e assim, mesmo que eu queira ir
ter com elas, não serei capaz de o fazer...
Os marinheiros não tiveram outro remédio senão atar Ulisses muito bem atado ao mastro.
E depois, sentando-se nos seus lugares, de costas viradas para ele, recomeçaram a remar.
A princípio não se ouvia nada. Ulisses ria alto e pensava que Circe lhes tinha pregado uma boa
partida. Os companheiros, de ouvidos tapados com cera, nem o ouviam rir.
25
De súbito, um suavíssimo canto se elevou nos ares vindo do brilho das águas do
mar, e logo outro e outro, e muitas vozes maravilhosas chorando e cantando o
envolveram.
Maria Alberta Menéres, Ulisses
Responde às questões que se seguem, de forma correcta e completa:

1. Identifica a personagem principal do texto.


______________________________________________________________________________

2. Diz qual o tipo de narrador desta história. Justifica a tua resposta.


______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________

3. Localiza a acção deste episódio


no tempo: ___________________________________________________________________
no espaço: __________________________________________________________________

4. "Andaram, andaram por sobre as ondas dias e dias." (linha 1)


Identifica o recurso expressivo presente nesta frase e diz que ideia pretende realçar.
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________

5. Por que razão os marinheiros pararam de remar?


______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________

6. Qual foi a recomendação que Circe fez aos marinheiros? Porquê?

______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________

7. Diz por que razão Ulisses não concordou com as intenções dos seus companheiros.
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________

8. Relembra as relações entre as palavras (homófonas, homógrafas, homónimas). Que nome


dás, então, a cada um dos pares de palavras sublinhadas a seguir?

a) Ulisses pôs-se a um canto a pensar. // Ele queria ouvir o canto das sereias.

b) Houve um marinheiro que disse: // − Quem as ouve tem de morrer!


_______________________________________________________________________________
2
9. Escreve de novo as frases que se seguem, substituindo as expressões sublinhadas por
pronomes pessoais:
− Ulisses, queres mesmo ouvir as sereias? Olha que as sereias atraem os marinheiros e
encantam os marinheiros...
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________

10. “Eu não ponho cera nenhuma.” (linha 10)


10.1. Faz a análise sintáctica da frase, indicando:
Sujeito: ________________________
Predicado: _________________________________
Complemento directo ____________________________________

10.2. Reescreve a frase, acrescentando um complemento circunstancial de lugar.


______________________________________________________________________________

11. As sereias encantam os marinheiros. Porquê?


______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________

12. "Ulisses não se convencia." (linhas 17-18)


A atitude de Ulisses revela que ele era: (Assinala a hipótese correcta.)
A) prudente. ___ B) louco. ___ C) inocente. ___ D) teimoso. ___

13. “A princípio não se ouvia nada.”


O que pensava Ulisses?
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________

14. "De súbito, um suavíssimo canto se elevou nos ares..." (linha 26)
Dá um sinónimo da expressão sublinhada. _____________________________________

14.1. Indica o grau em que se encontra o adjectivo “suavíssimo”.

______________________________________________________________________________

3
15. Completa o quadro indicando o tempo o modo, a pessoa e o número das formas verbais
destacadas:
Formas verbais Tempo Modo Pessoa Número
1. Andaram por sobre as
ondas...
2. Aproximava-se o mar das
sereias.
3 − Não te lembras do que
Circe nos recomendou?

4. Só se eu fosse doido!

5.... senão morreremos todos!

6. ... mesmo que eu queira ir


ter com elas...

16. Lê com atenção o seguinte excerto.


“A saudade de Ítaca não o abandonava...
Ao fim de sete anos, Minerva compadeceu-se, sinceramente, do pobre Ulisses. Sim, sempre o
estimara e admirara pela sua inteligência e habilidade. E agora, sentia que já era tempo de não o
fazer sofrer mais...
Estava Calipso na sua gruta encantadora. Ali vivia, contente, enquanto Ulisses chorava
tristemente o seu exílio, o olhar bem longe, atraído pelos horizontes do mar...”
João de Barros, A Odisseia de Homero (adaptado)

16.1. Completa o quadro abaixo, distribuindo os advérbios sublinhados, de acordo com a respectiva
subclasse.
ADVÉRBIOS
Tempo
Lugar
Modo
Quantidade/Intensidade
Afirmação
Negação

17 – Relembra o livro “Ulisses” lido na aula de


Língua Portuguesa e classifica as seguintes afirmações

4
como verdadeiras (V) ou falsas (F).
a) – Ítaca é uma pequena ilha do mar Mediterrâneo. ____
b) – Ulisses fingiu que estava doido e foi para o campo. ____
c) – Ulisses adorava ir para a guerra. ____
d) – Páris era um príncipe grego. ____
e) – Helena era uma rainha troiana. ____
f) – Os Gregos destruíram Tróia. ____
g) – Ninguém mexeu no saco dos ventos. ____
h) – Tudo era pequeno nas ilhas da Ciclópia. ____
i) – Polifemo tinha muito bom feitio. ____
j) – Ulisses conseguiu fugir da gruta de Polifemo agarrado a um carneiro. ____
l) – Uma sereia imitou a voz de Penélope para enganar Ulisses. ____
m) – Circe transformou Ulisses num porco. ____
n) – Tirésias era um poeta. ____
o) – Nausica era uma feiticeira. ____
p) – Alcino era um homem pobre. ____
q) – Ulisses e Telémaco agiram em conjunto para expulsar os pretendentes e Penélope. ____
r) – Telémaco não foi capaz de manter segredo sobre o regresso de Ulisses. ____
s) – Nem o cão reconheceu Ulisses, disfarçado de velho mendigo. ____
t) – Euricleia reconheceu Ulisses através de uma cicatriz. ____
u) – Penélope não acabava de tecer porque levava muito tempo a fazer o seu trabalho. ____

18. Escolhe o episódio que mais te agradou na obra Ulisses, de Maria Alberta Menéres e conta-o
resumidamente.

______________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

____________________________________________________________________________

Já terminaste? Se ainda tens tempo, faz uma revisão cuidada de toda a tua ficha.