Você está na página 1de 50

Tutorial 1: começando um novo projeto

Neste tutorial você irá aprender a usar o Setup Wizard do Finale para começar uma nova
partitura, familiarizar-se com a interface do Finale, e trabalhar com seus comandos de
navegação. Dentro de minutos, você estará dando os seus primeiros passos e seguindo na
direção certa.

Criando uma partitura com o Setup Wizard


Especificando o título, instrumentos, a fórmula de compasso e armadura de clave iniciais.
O Setup Wizard é a forma mais fácil e mais eficiente de começar no Finale. Cada página no
Wizard leva você rapidamente para especificar todos os elementos básicos da partitura.
Nesta lição você aprenderá a:
a. Especificar o estilo do seu documento
b. Escolher a instrumentação
c. Determinar o título, compositor, e informação de copyright
d. Determinar a armadura de clave, a fórmula de compasso, o andamento e anacruse
Passo 1: escolha o grupo e o estilo do documento
Se você ainda não abriu o Finale, então o faça. Quando a janela inicial aparecer, clique no
botão Setup Wizard. Se o Finale já estiver aberto, escolha File > New > Document with
Setup Wizard.
Passo 2: selecione seus instrumentos
A seguir, selecione a família para escolher um instrumento e dê um duplo clique sobre o nome
do instrumento, ou clique em Add, para adicioná-lo na partitura.
Passo 3: determine o título, os créditos e o copyright
Agora coloque as informações básicas. Claro, você pode sempre adicionar ou mudar qualquer
coisa no Setup Wizards mais tarde.
Passo 4: determina a armadura de clave, a fórmula de compasso, o andamento e a
anacruse.
Finalmente, especifique os elementos musicais padrões, como a fórmula de compasso e a
armadura de clave.
Modo de exibição do Finale
Explorando a interface do Finale
Dê uma olhada na tela e clique sobre os vários elementos da interface para mais informação.
Muitas das funções estão organizadas em menus e paletas móveis.

Explorando a sua música


Customizando sua visualização da partitura
As características básicas de navegação do Finale levam você a exibir a partitura numa
variedade de formatos, ou visões, e construir qualquer região da partitura focalizando com as
funções do zoom. No Finale há três principais maneiras de visualizar sua partitura: Scroll
View, Page View and Studio View. Cada um tem diferentes utilidades e vantagens.
Ao final desta lição vocês saberá como:
a. Escolher uma visualização que melhor atende às suas necessidades
b. Dar zoom para ajustar o tamanho da sua partitura na tela
c. Mudar a região de visualização da partitura usando a ferramenta Hand Grabber e
trocar de página
Scroll View
Scroll View mostra a sua música como uma corrente contínua e horizontal.
Para mover para o Scroll View:
• Pressione CTRL+E (alterne entre Scroll e Page View)
Page View
Page View mostra a sua música exatamente como ela aparecerá na página quando for
impressa.
Studio View
Studio View é similar ao Scroll View ao exibir sua música em um sistema horizontal, mas ele
também inclui os controles de Staff Mixer ao lado esquerdo para um controle em tempo real
do volume de cada parte.
Zooming
Você pode mudar o tamanho da sua música na tela usando a ferramenta Zoom, selecionando
uma porcentagem de visualização pelo menu View, ou utilizando um atalho de teclado
(CTRL+= para aumentar / CTRL+- para diminuir / CTRL+1, 2 ou 3 para selecionar os zooms
que você customizou)
Mudando a região visível da partitura e trocando de página

A ferramenta Hand Grabber e os botões de visualização de página são duas formas


efetivas de navegar para uma parte específica da música.
Tutorial 2: Introduzindo notas
O Finale oferece muitos métodos diferentes de inserir notas musicais: a ferramenta Simple
Entry pode ser utilizada para colocar notas numa pauta,
pa , ou você pode introduzir notas com o
teclado do seu computador, ou ainda com um controlador MIDI.

Opção 1 – Simple
imple Entry sem um controlador MIDI
Iniciando a música com o seu mouse e o seu teclado
O Simple Entry oferece três modos principais
p de introduzir notas. O primeiro critério para
essa escolha depende do quão confortável você se sente movendo e clicando com o seu
mouse, ou então colocando as notas usando o teclado do seu computador. Isso também
depende da tarefa a ser cumprida. Por exemplo, seu trabalho pode ser muito diferente quando
você está tentando transcrever para o Finale de maneira eficiente uma partitura
parti manuscrita do
que quando você está escrevendo uma composição original. Este tutorial ajudará você a se
familiarizar com os benefícios e desafios gerais de cada método para tomar a melhor decisão
conforme sua necessidade.
Ao final desta lição você saberá
sab como:
a. Introduzir notas usando somente o mouse
b. Introduzir notas usando o mouse e o teclado do computador
c. Introduzir notas usando somente o teclado do computador
Colocando notas somente com o mouse
Introduzir notas somente com o mouse é talvez a forma mais intuitiva e visual de colocar
notas na partitura. Embora não seja o meio mais rápido ou eficiente, é seguro e fácil, e uma
ótima forma de começar.
Para colocar notas usando o mouse:

• Clique na ferramenta Simple Entry . Observe o menu Simple,


Simple que aparece no
topo da tela. Você utilizará este menu para mudar as definições e consultar os atalhos
do teclado.
Introduzindo notas com o mouse e o teclado do computador
Visto que mover e clicar com o mouse é um pouco trabalhoso, você pode ser muito mais
eficiente introduzindo alguns atalhos. Ao invés de mover o seu mouse para todos os itens da
paleta Simple Entry toda vez que você precisar mudar as durações (figuras), você pode usar o
seu teclado numérico (8 - / 7 - / 6 - / 5 - / 4 - e assim por diante).
Introduzindo notas somente com o teclado do computador
Você provavelmente notou que introduzir notas com o teclado é consideravelmente mais
rápido e, até mesmo, mais fácil. Se você abandonar o mouse inteiramente e usar o teclado
para introduzir notas ao invés de clicar, você pode ser ainda mais rápido.
Para introduzir notas pelo teclado:
• Utilize as flechas para cima e para baixo para selecionar a nota (altura) desejada.
• Utilize o teclado numérico para determinar a duração da nota.
• Pressione Enter para introduzir a nota escolhida.
• Obs: utilize a tecla (.) para fazer figuras pontuadas. Pressione (+) ou (-) após inserir
uma nota subir ou baixar a nota em semitons.

Opção 2 – tocando a música com HyperScribe


Transcrevendo uma performance ao vivo no teclado (ou outro controlador MIDI)
HyperScribe torna fácil gravar diretamente do seu teclado MIDI. O Finale automaticamente
interpreta as durações das notas comparando a sua performance com o metrônomo. Embora
seja necessária uma performance precisa, quando o HyperScribe está configurado
corretamente ele pode representar a forma mais rápida de introduzir notas.
Ao final desta lição você saberá como:
a. Gravar uma performance
b. Gravar em duas pautas
Gravando uma performance em uma pauta
Quando você clica na ferramenta HyperScribe e seleciona um compasso, o Finale providencia
um metrônomo. Conforme você for tocando com o metrônomo, o Finale notará o que você
estiver tocando.
Antes de você começar, contudo, é uma boa ideia fazer alguns ajustes. Performances ao vivo
nunca são perfeitas, então o Finale pode receber a sua performance de modo preciso em
relação ao que você toca, ou quantizar sua performance. Por exemplo:
Você pode tocar algo parecido com isso...

e o Finale notará algo parecido com isso:


Para atingir o melhor
hor resultado, você pode,
pode ou ajustar a duração de cada nota que você
executou, ou ajustar os parâmetros (chamados
(chamado Quantization Settings)) que o Finale está usando
para interpretar sua performance.
Para ajustar a as definições de quantização:
1. Vá em Midi/Audio
udio > Quantization Settings
2. Sobre Smallest Note Value,
Value, selecione o menor valor que você deve executar.
3. Observe se haverá quiálteras ou não e marque/desmarque a caixa No Tuplets
Para modificar o andamento da gravação, vá até a ferramenta Tempo

e determine o andamento conforme o caso.


Para gravar uma performance com HyperScribe:

1. Clique na ferramenta HyperScribe


2. Clique no compasso 1. O Finale
Finale providencia dois compassos de contagem inicial
(o HyperScribe trata a anacruse como um compasso inteiro durante a contagem).
3. Toque. Quando você terminar, clique fora da pauta para parar a gravação.
4. Se você cometeu algum erro, você pode clicar sobre o respectivo compasso e
gravar sobre ele.
Gravando em duas pautas
Uma das grandes economias de tempo no Finale é sua habilidade de gravar mais do que uma
linha simultaneamente com o HyperScribe.. Isto o levará a gravar a mão esquerda e direita de
uma parte de piano numa só vez.
Para gravar em duas pautas:

1. Clique na ferramenta HyperScribe


2. No menu HyperScribe escolha Record Mode > Split into Two Staves
3. Determine a nota que divide uma pauta da outra
outra no campo Split point (“61”
corresponde ao C# central).
Para mudar o número de compassos de contagem inicial:
inicial
1. Na caixa de diálogo Playback e/ou Click, clique em Click and Countoff
2. Na caixa de texto Measures,
Measures, determine o número de compassos de contagem
Fazendo alterações – editando com o Simple Entry
Editando o que você introduziu na música com a ferramenta Simple Entry
Se você cometeu um erro quando introduzia as notas, ou você resolveu alterar alguma
passagem, Simple Entry é a maneira mais rápida e eficiente
eficiente de mudar a música que você já
havia escrito. Com o Simple Entry,
Entry, você pode mudar alturas ou durações existentes bem como
adicionar notas acima ou abaixo de uma nota escrita para criar acordes.
Ao final desta lição você saberá como:
a. Editar usando a paleta Simple Entry
b. Editar usando o teclado do seu computador
Editar usando a paleta Simple Entry
Uma opção é usar as ferramentas da paleta Simple Entry para fazer alterações.
Para usar o seu mouse para deletar, adicionar e mudar a altura e duração:

1. Selecione a ferramenta Simple Entry

2. Clique na ferramenta Eraser na paleta Simple Entry.. Note que uma borracha
apareceu próxima ao seu cursor do mouse.
3. Clique na nota a ser apagada.
4. Selecione uma duração a ser inserida e clique no espaço da pauta que deseja.
Para editar notas com Simple Entry usando o teclado do computador:
1. Clique sobre uma nota para selecioná-la.
selecioná
2. Pressione Enter.. Observe que a nota ficou lilás.
3. Movimente as setas para cima ou para baixo para alterar a altura da nota. Utilize o
teclado numéric
icoo para alterar sua duração, com a operação ALT+1 a 8.
4. Para trocar entre notas simultâneas na mesma pauta pressione CTRL+ seta para
cima ou para baixo.
Adicionando tercinas (e outras quiálteras)
No Finale, quiálteras são qualquer agrupamento irregular, incluindo tercinas, quintinas, e
assim por diante. Usuários do HyperScribe podem escolher tocar quiálteras na partitura
enquanto gravam, contudo, você pode também usar Simple Entry para definir sua quiáltera e
introduzi-la rapidamente.
Quanto você olha para
ra as ferramentas na sua tela, você pode notar duas que parecem iguais: a
ferramenta Tuplet no paleta Main Tool e a ferramenta Simple Entry Tuplet.
Tuplet Embora elas
pareçam a mesma coisa, essas duas ferramentas têm funções diferentes.
diferentes. Nesta seção, nós
vamos usar a ferramenta Tuplet encontrada na paleta Simple Entry para introduzir uma
tercina.
Para introduzir tercinas com o seu mouse:

1. Selecione a ferramenta Eraser na paleta Simple Entry


2. Apague as notas que serão substituídas
substituí por quiálteras.

3. Selecione o tipo de tercina na paleta Simple Entry (por exemplo, e - é


necessário selecionar ambos).
4. Clique na pauta introduzindo as notas, agora, tercinadas.
Introduzindo tercinas com o teclado do computador
A forma mais rápida de introduzir exatamente o tipo de quiáltera que você quer é com o
teclado do computador.
Para introduzir tercinas com o Simple Entry usando o teclado do computador:
1. Selecione uma nota e pressione Enter. Note que a nota fica lilás.
2. Pressione 9 para torná-la
torná tercinada, ou ALT+9 para determinar o tipo de quiáltera a ser
inserida.

Introduzindo múltiplas vozes com camadas


Escrevendo múltiplas linhas ritmicamente independentes na mesma pauta
Quando todas as harmonias se movem homofonicamente,, é fácil usar o Simple Entry para
introduzir notas num acorde. Mas quando uma segunda voz com um ritmo diferente é
necessária dentro de um compasso, você precisará introduzir as notas numa nova camada.
Cada camada é uma voz ritmicamente independente, escrita na mesma pauta.
paut
Ao final desta seção você saberá como:
a. Introduzir uma segunda voz usando Layer 2
b. Começar uma nova camada em qualquer tempo do compasso
c. Ver camadas de modo independente
Introduzindo uma segunda voz e ocultando as pausas extras
Camadas podem ser selecionadas
seleciona no menu View ou selecionando os botões na parte inferior
esquerda da tela ou usando atalhos do teclado (listados no menu View).
). Camadas podem ser
identificadas pela cor da nota. Sempre use as camadas 1 e 2 primeiro, quando você estiver
notando múltiplass vozes. Use a camada 1 para a voz mais aguda.
Para introduzir uma segunda voz:
1. Selecione Layer 2 (View
View > Select Layer > Layer 2)
2
2. Introduza as notas desta segunda camada (note que a cor é diferente da primeira
camada).
Começando uma nova voz no meio do compasso
No passo anterior, a segunda voz começaria no tempo 1 do compasso. Se a voz começa em
qualquer outro tempo, pausas ocultas serão necessárias no início do compasso, antes de a
primeira nota ser introduzida nesta nova camada. Felizmente, o Finale leva você a criar essas
pausas ocultas automaticamente, e facilmente começar a introduzir uma nova camada em
qualquer tempo na partitura.
Para começar uma nova voz no meio do compasso:
1. Repita as etapas anteriores, escrevendo pausas até completar a duração necessária para
introduzir a primeira nota.
2. Volte às pausas com o cursor no modo Speedy Entry e pressione H ou O. Note que a
pausa permanece, mas como marca d’água. Quando a partitura for impressa ela não
aparecerá. Caso deseje ocultar completamente da partitura desde já, vá para o menu
View > Show > desmarque a opção Hidden Notes and Rests.
Visualizando camadas de modo independente
O Finale também lhe permite controlar como as camadas aparecem. De tempo em tempo,
você pode querer mostrar apenas a camada com que você está trabalhando. Vamos, então,
ocultar a camada 1 (ou aquela necessária) e adicionar as notas restantes da camada que você
está editando.
Para ver camadas de modo independente:
1. Selecione a camada que você está trabalhando.
2. Vá para Document > Show Active Layer Only. Com isso você pode limpar, editar,
copiar e colar música de um camada sem afetar as outras.
3. Quando você finalizar, vá novamente para Document > Show Active Layer Only
para desmarcar essa opção.
Tutorial 3: Escutando sua partitura
Escutando a sua música para buscar os erros
O playback do Finale dá a você a oportunidade de ouvir a sua música da maneira como você a
escreveu. Dessa forma, você pode facilmente encontrar os erros.
Ao final dessa lição você saberá como:
a. Usar o Playback
layback Controls
b. Checar a sua música
c. Começar o playback em qualquer compasso
O Playback Controls
O Playback Controls dá a você os botões padrões para controlar o playback da sua partitura.

Controles de playback – o que isso faz:

Use o play e o stop para começar e parar o playback. Conforme você ouve sua
música, você possivelmente perceberá que é necessário ajustar o andamento. A forma mais
conveniente de fazer isso é o controle de andamento ou com as marcas de andamento.

Controle de andamento – o que isso faz:


Essa ferramenta pode ser usada para mudar a duração das notas para o seu playback.
Introduza a marcação de metrônomo na caixa de texto.
Caso não haja indicação de andamento na partitura, você pode ajustar o andamento e tocar
novamente o que você já escreveu.
Para especificar o andamento do playback
1. Clique na caixa de texto do andamento
2. Delete a marcação de metrônomo que aparece ali
3. Escreva o andamento que julgar necessário.
Ferramenta Scrubbing Playback
Em muitos casos, você vai querer escutar partes da sua partitura, ao invés de escutá-la
escutá
inteiramente, do começo ao final.
Para escutar somente um trecho:
1. Pressione Barra de espaço e clique no início do trecho que deseja escutar. Clique
novamente para parar o playback.
Tutorial 4: Formatando sua música
Ainda não colocamos indicações de dinâmica, andamento e outras marcações na partitura,
mas já podemos deixá-la
la pronta para imprimir. Isso inclui o espaçamento da música e
trabalhar com o layout dos compassos, sistemas e páginas. Você pode controlar
co o tamanho
que sua partitura terá e imprimir em qualquer tamanho de papel. A partir de uma partitura,
você também poderá imprimir as partes individuais ou partituras customizadas.

Espaçamento da música e layout de compasso


Ajustando a aparência e o espaçamento geral da sua partitura
Grande parte do espaçamento da sua música no Finale é automático, mas você pode mudar
manualmente como a sua música aparecerá na página impressa.
Ao final deste tutorial você saberá como:
a. Aplicar ou mudar o espaçamento da sua música
b. Controlar o número de compasso por linha
Espaçamento da música
O Automatic Music Spacing do Finale automaticamente organiza as notas conforme você as
introduz e também é projetado para evitar colisões de acordes, letras, e outros elementos da
partitura. Em muitos casos, você nunca precisará se preocupar com essas questões. Contudo,
você pode encontrar exemplos
exemplo em que sua música parecerá espaçada de modo incorreto.
Nesses casos, você pode aplicar manualmente o espaçamento. Agora é o momento em que a
Page View do Finale será útil.
Para aplicar o espaçamento de notas (Note
( Spacing):
1. Escolha View > Page View

2. Clique na ferramenta Selection


3. Pressione CTRL+A para selecionar todo o documento
4. Escolha Utilities > Music Spacing > Apply Note Spacing to Current Part/Score
Quando o Finale finalizar essa operação, você poderá notar que o espaçamento da música e
das barras de compasso terão um visual muito mais profissional. Todo compasso tem
exatamente o tamanho que ele precisa ter para ser legível. Embora seja muito menos utilizada,
você tem a opção de espaçar as notas em função dos tempos do compasso, pelo mesmo menu.
Layout de compasso
Olhando para a partitura na Page View,, você pode notar que a música provavelmente não está
igualmente espaçada em todas as páginas. Isso vai ficar mais uniforme ao ajustar o número de
compassos por linha.
ficar o número de compasso por sistema:
Para especificar

1. Clique na ferramenta Selection


2. Pressione CTRL+A para selecionar todo o documento
3. Escolha Utilities > Fit Measures
4. Digite “4” (ou o valor de compassos por sistema desejado) na caixa intitulada Lock
Layout With [...]
5. Clique em Ok

Você notará que, em adição ao ajuste do layout de sua música, novos ícones de cadeados
aparecerão no final de cada compasso. Isso é o System Locks e mostra que você ajustou
manualmente o número de compassos por sistema (ou bloqueou o sistema manualmente).
manualmente Ele
pode ser removido (Utilities Systems) ou mudado manualmente.
Utilities > Unlock Systems)
Note que o Finale inclui o compasso de anacruse no cálculo de compassos por linha. Caso
você precise mover algum compasso que tenha excedido a quantidade determinada de
compassos por linha, faça o seguinte:
Para mover compassos que cruzam as quebras de sistema:
1. Selecione o compasso desejado.
2. Pressione a flecha para cima para mover esse compasso para a linha anterior

Trabalhando com pautas e sistemas


Ocultando pautas/compassos vazios e ajustando sistemas nas páginas
Cada linha da sua partitura, seja composta por um único instrumento ou por vários, é chamada
de sistema. Ajustarr o tamanho dos seus sistemas, e quantos aparecerão por página, vai
v
melhorar o aspecto da sua partitura.
Ao final desta lição você saberá como:
a. Ocultar pautas e ajustar o espaço entre elas
b. Ajustar o sistema de espaçamento e o número de sistemas por página
Ocultando e configurando o espaçamento de pautas
Uma forma de tornar sua partitura mais eficiente é remover as pautas que não tem música
escrita nelas.
Para ocultar pautas/compassos vazios:

1. Selecione a ferramenta Staff


2. Pressione CTRL+A para selecionar o documento inteiro
3. Escolha Staff > Hide Empty Staves
Note que uma linha pontilhada aparece (com a ferramenta Staff ativada) nos lugares em que
pautas foram ocultadas. Agora vamos mover uma pauta/parte para cima ou para baixo.
Para mover uma parte para baixo
ba ou para cima em um sistema:

1. Selecione a ferramenta Staff


2. Clique no handle (“quadradinho” que todo elemento da partitura apresenta, para que
possa ser selecionado) no topo da parte que será movida, primeiro sistema, e arraste
para cima ou para baixo. Note que o espaçamento entre as partes subsequentes não se
altera.
Nós acabamos de mudar o espaçamento para sistemas individuais. Você também pode ajustar
o espaçamento de pautas para todos os sistemas duma só vez.
Para mover uma parte para baixo ou para cima em todos os sistemas:
1. Dê um duplo clique no handle da parte que será movida. Todos os compassos dessa
parte são selecionados.
2. Arraste a respectiva pauta para cima ou para baixo.
Organizando sistemas nas páginas
O Finale leva você a arrastar sistemas para ajustar o espaçamento manualmente. Você pode
movê-los
los enquanto deixa o espaçamento dos sistemas subsequentes uniforme, ou movê-los
movê
independentemente.
Para reposicionar
cionar sistemas e finalizar o layout:

1. Clique na ferramenta Page Layout . Note que linhas pontilhadas aparecem,


mostrando a organização de cada sistema.
2. Você pode clicar e arrastar cada sistema para organizá-los
organizá los nas páginas da sua partitura.
3. Para arrastar um sistema e mover os demais automaticamente, basta clicar e arrastar.
Para mover um sistema sem alterar o lugar dos demais, segure CTRL, clique e arraste.
Repare que você tem a liberdade de alterar a localização de outros elementos, como o
título da peça e as informações de copyright.
Para especificar um número de sistemas por páginas automaticamente, escolha Page Layout
> Space Systems Evenly, e então introduza o número de sistemas na seção Distribute
Systems e clique em Ok.
Partes
Trabalhando com partes “linkadas”
Quando você cria uma partitura com o Setup Wizard, o Finale começa a criar partes
individuais para cada instrumento.
Ao final desta lição você saberá como:
a. Gerar e criar partes
b. Formatar cada parte enquanto preserva a partitura
Gerando partes
Partes são integradas dentro da partitura e o conteúdo é inteligentemente linkado. Edições na
partitura também são aplicadas às partes. Mudanças na notação em qualquer partitura ou parte
aplicam-se a todas as outras respectivamente, mas muitos elementos em partes, tais como
expressões, texto e formatações, podem ser editados independentemente.
Para gerar partes:
1. Escolha Document > Manage Parts. A caixa de diálogo Manage Parts aparece.
2. Clique em Part Creation Preferences
3. Marque a opção Create Multimeasure Rests
4. Escolha Apply Note Spacing
5. Determine na caixa de texto a quantidade de compassos por sistema
Editando partes
Neste ponto, você pode formatar qualquer parte para imprimir. Agora, qualquer ajuste no
posicionamento de qualquer item da parte que você editará não afeta o posicionamento na
partitura.
Para editar partes:
1. Escolha Document > Edit Parts e a parte desejada
2. Faça as edições necessárias, conforme visto nos tutoriais anteriores
Criando partes customizadas
Algumas vezes você pode precisar agrupar instrumentos específicos juntos para imprimir. O
Finale automaticamente agrupa alguns instrumentos. Mas e se você quiser imprimir uma parte
que tenha somente o piano e as linhas de vocal? O Finale cria com facilidade as partes
agrupadas e configura partituras. Para criar uma nova parte customizada:
1. Escolha Document > Manage Parts
2. Clique em Edit Part Definition para expandir a janela
3. Clique em New Part
4. Clique em Edit Part Name
5. Nomeie esta parte conforme você desejar
6. Clique em Ok
7. Sobre Available Instruments, escolha os instrumentos desejados, sempre os
confirmando com Add to Part
8. Agora, acesse Document > Edit Part > Nome digitado por você para a parte
customizada
Agora você pode editar e formatar qualquer coisa dessa nova parte criada, conforme você
aprendeu nos tutoriais anteriores.

Imprimindo
Produzindo sua partitura
O Finale tem muitas opções disponíveis para impressão.
Ao final desta lição você saberá como:
a. Formatar sua partitura e partes para imprimir em diferentes tamanhos de papel
b. Criar PDFs da sua partitura
Imprimindo partituras e partes
Quando for a hora de imprimir, o primeiro passo é lembrar de desligar o Display in Concert
Pitch (se você pretende exibir os instrumentos transpositores em suas respectivas armaduras
de clave; caso você deixe essa opção ligada, a pauta de instrumentos transpositores será
impressa como as notas soam, mas dificultará a leitura dos respectivos músicos). Para fazer
isso, escolha Document > Display in Concert Pitch e certifique-se de que a opção está
desmarcada.
Neste ponto, sua partitura e partes já estão prontos para imprimir. O Page View do Finale
também é um Print Preview – a forma como a sua música aparece na tela é a forma como ela
ficará impressa.
Para imprimir:
1. Escolha File > Print
2. Certifique-se que a caixa Score e as caixas referentes às partes dos instrumentos estão
marcadas (caso você queira imprimir somente a partitura, deixa apenas a opção Score
selecionada).
3. Configure as opções de impressão e clique em Ok.

Mudando o tamanho da página e a orientação


Para mudar a orientação da página de “retrato” para “paisagem” (ou vice-versa),
vice você
precisará ajustar as configurações do Finale e as da sua impressora.
Para mudar a orientação:

1. Selecione a ferramenta Page Layout


2. Escolha Page Layout > Page Size
3. Selecione Landscape (paisagem)
4. Escolha File > Printer Page Setup
5. Selecione Landscape e clique em Ok para imprimir
Criando PDFs
Arquivos de PDF podem ser compartilhados, vistos e impressos por qualquer pessoa que
tenha o arquivo gerado pelo Finale e tenha um software capaz de abrir arquivos em formato
PDF.
Para salvar seu documento do Finale como um PDF:
1. Escolha Export > PDF
2. Dê um nome para o arquivo, escolha o destino, e clique em Salvar.
Salvar
Tutorial 5: Editando sua música
Trabalhando com as pautas de instrumentos
Adicionando, mudando, reorganizando, e deletando pautas (partes)
Embora o Setup Wizard dê a você a chance de configurar sua partitura antes de você começar,
o Finale também lhe dá a liberdade de mudar a instrumentação da sua música enquanto você
está trabalhando.
Nesta lição, você aprenderá a:
a. Adicionar instrumentos na partitura
b. Mudar a ordem dos instrumentos
c. Mudar a aparência de compassos selecionados de uma pauta (parte)
d. Deletar instrumentos
Adicionando instrumentos
Para adicionar instrumentos:
1. Escolha Window > Score Manager
2. Clique em Add Instrument
3. Selecione a família e o instrumento que deseja adicionar com um duplo clique
Note que o seu instrumento está visível na sua partitura. Você também notará que o
instrumento adicionado deve ter uma armadura de clave diferente dos outros instrumentos,
caso ele seja um instrumento transpositor.
Reordenando as pautas
Mas e se você decidir que você quer as madeiras acima do piano e o violão e as percussões
abaixo? O Score Manager leva você a mudar essa ordem.
Para reordenar as pautas:
1. Clique no ícone próximo ao instrumento que será manipulado
2. Arraste ele para o lugar que desejar (abaixo ou acima de algum outro instrumento)
Deletando pautas (partes)
O Finale também permite remover pautas caso você mude de ideia ao longo da editoração.
Para deletar pautas:
1. Se o Score Manager não está aberto, clique em Windows > Score Manager
2. Clique no “x” do lado direito do instrumento que será deletado.
Mudando pautas
Muitos estilos de notação são mais práticos para determinados músicos. Violonistas, por
exemplo, costumam ler algo chamado Slash Notation (normalmente usada com símbolos de
acordes) ao invés do tradicional sistema de partitura. Este estilo de notação, junto
junt com muitos
outros, pode ser aplicado como Staff Styles para a sua música. Neste ponto você pode fechar o
Score Manager (clicando no X no canto superior direito).
Para aplicar a slash notation:
notation

1. Selecione a ferramenta Staff


2. Duplo clique no handle do lado esquerdo da pauta de violão (ou o instrumento que
desejar) para selecionar tudo que estiver escrito nesta pauta
3. No menu Staff,, escolha Apply Staff Style to > Score and Parts
4. Selecione Slash Notation (aproveite e observe todos os outros estilos disponíveis)

A ferramenta Selection
Selecionando, copiando, transpondo, e trabalhando com compassos
A ferramenta Selection é a ferramenta de edição universal do Finale. Ela pode ser usada para
selecionar, mover,
r, deletar, copiar, colar, entre outras ações, em qualquer região dos
compassos e virtualmente em qualquer item da individual da partitura. Nesta seção, você
aprenderá a tirar proveito das várias capacidades de edição da ferramenta Selection.
Nesta lição você
ocê aprenderá a:
a. Selecionar regiões de compassos
b. Expandir regiões selecionadas
c. Transpor
d. Deletar compassos extras
Selecionando compassos
A ferramenta selection pode selecionar compassos de modo parcial, completo, ou múltiplos

compassos (adjacentes ou não). Escolha a ferramenta Selection e então faça a alteração


desejada.
Para selecionar uma região da música:
• Selecionando um compasso completo – clique nas linhas
has da pauta (sem clicar sobre
uma nota) para selecionar um compasso completo (clique somente uma vez).
• Selecionando parcialmente um compasso ou uma região do compasso – clique
fora e acima da pauta e arraste diagonalmente cruzando uma região
região do compasso para
p
selecioná-la (ou também mais compassos).
• Expandindo uma seleção parcial de um compasso para uma seleção completa do
compasso – dê um duplo clique em uma seleção parcial do compasso para expandir
para uma seleção completa do compasso.
• Selecionando uma pilha
p de compassos – dê um duplo clique em um compasso
completo para selecionar todas as partes neste compasso. A este tipo de seleção damos
o nome “pilha de compassos”. Muitas edições no Finale, incluindo deletar compassos
e algumas funções de copiar e colar,
colar, requerem que você faça este tipo de seleção.
Expandindo a seleção
Em qualquer momento que você esteja selecionando algo no Finale, você pode expandir
aquela seleção para incluir mais música. Os atalhos no teclado são particularmente úteis para
isso.
Para expandir a seleção:

1. Selecione a ferramenta Selection


2. Clique no compasso desejado de uma determinada parte
3. Segure SHIFT e pressione a flecha para baixo uma única vez para selecionar, também,
a pauta abaixo.
4. Você também pode expandir horizontalmente a seleção usando SHIFT+seta para a
direita ou esquerda
Arrastar-copiar
Agora você pode copiar esta música e colá-la
colá la em qualquer outro lugar do documento. A
forma mais rápida de fazer isso é chamada de “arrastar-copiar”.
“arrastar copiar”. Se a fonte (a música
selecionada) e o destino (compassos em branco) estão visíveis na tela, você pode arrastar de
um lugar para o outro.
Para arrastar-copiar:
copiar:
1. Clique e segure o compasso desejado
2. Arraste para o local desejado
Copiar com o clipboard
O Finale também pode copiar e colar usando o clipboard.. Isto é útil se o material fonte e os
compassos de destino não estão visíveis na tela ao mesmo tempo, mas pode também ser usado
quando os compassos estão um ao lado do outro.
Para copiar com o clipboard:
clipboard
1. Utilize o padrão “CTRL+C / CTRL+V”.
Transpondo por intervalo
Você notará que o Finale não somente copia a música, mas automaticamente transpõe a parte
copiada caso ela seja transferida para um instrumento transpositor, e vice-versa. Agora, vamos
visualizar tudo na forma como sua música soa (concert pitch).
Para ver a partitura com as notas conforme elas soam:
1. Clique no menu Document
2. Selecione Display in Concert Pitch
Agora você pode ver as notas como elas soam quando o instrumento transpositor as toca.
Para transpor por intervalo:
1. Selecione a parte desejada
2. Pressione 6 (para baixar um grau) ou 7 (para subir um grau).
3. Para mais opções de transposição vá em Utilities > Transpose.
Deletando compassos extras
A ferramenta Selection é também a forma mais fácil de adicionar ou remover compassos do
seu documento. Vamos tentar fazer isso para remover os compassos em branco, por exemplo.
Para deletar compassos extras:
1. Dê um duplo clique no primeiro compasso excedente (necessariamente duplo clique,
para fazer uma seleção do tipo “pilha de compassos”).
2. Segure SHIFT e pressione a tecla END para ir para o final da peça e pressione a tecla
DELETE (a tecla Backspace ← simplesmente deleta as notas e indicações inseridas,
mas mantém os compassos).

Armaduras de clave, fórmulas de compasso, e claves


Mudando o metro, a armadura de clave, e a clave
Com muitos tipos de música, você pode perceber que você precisa mudar a armadura de
clave, fórmula de compasso ou clave que você selecionou no Setup Wizard.
Nesta lição você aprenderá como:
a. Mudar a armadura de clave
b. Mudar a fórmula de compasso
c. Adicionar uma mudança de clave
Adicionando uma mudança na armadura de clave
Você pode usar a ferramenta Key Signature para adicionar mudanças na armadura de clave.
Para adicionar uma mudança na armadura de clave:

1. Selecione
cione a ferramenta Key Signature
2. Dê um duplo clique no compasso que introduz a mudança de armadura de clave. A
caixa de diálogo Key Signature aparece.
3. Use a barra de rolagem para selecionar a nova armadura de clave.
4. Observe que você pode escolher a opção de transposição de notas (para intervalos
superiores, inferiores, ou para manter na mesma altura – parâmetro especialmente
importante no caso de já haver algo escrito nos compassos seguintes ao selecionado).
Mudando a fórmula de compasso
Você pode usar a ferramenta Time Signature para adicionar mudanças na fórmula de
compasso.
Para adicionar uma mudança de fórmula de compasso:

1. Clique na ferramenta Time Signature


2. Dê um duplo clique no compasso que introduz a mudança de fórmula de compasso.
compasso
3. Determine a nova
va fórmula de compasso nos campos que aparecem (“Number of beats”
e “Beat duration”).
Adicionando mudanças de clave
Você pode usar a ferramenta Clef para mudar a clave.
Para adicionar mudanças de clave:

1. Clique na ferramenta Clef


2. Dê um duplo clique no compasso que receberá a mudança.
3. Escolha a clave necessária.
Mudando a armadura de clave, a fórmula de compasso ou clave com a ferramenta
Selection
A ferramenta Selection faz mais do que selecionar sua música. Com essa ferramenta, você
pode rapidamente mudar
ar armaduras de clave, fórmulas de compassos, claves, aplicar estilos
de pauta e muito mais.
Para mudar armaduras de clave, fórmulas de compassos e claves com a ferramenta
Selection:

1. Clique na ferramenta Selection


2. Clique com o botão direito do mouse no compasso que receberá a mudança
3. Selecione a opção desejada, entre Key Signature (armadura de clave), Time Signature
(fórmula de compasso), Clef (clave), ou Staff Style (estilo de pauta)
Tutorial 6:
6 Letra, acordes, e repetições
Neste ponto você já sabe os fundamentos que você precisará para escrever qualquer peça de
música com o Finale. Agora, vamos acrescentar alguns elementos muito úteis para vozes
(letra), instrumentos polifônicos de acompanhamento (acordes), e repetições.
repetições.

Adicionando letras
Adicionando dois versos de letra na partitura
O Finale dá a você duas opções para introduzir letras. Você pode colocá-las
colocá diretamente
sobre cada nota na partitura, ou colocá-las
colocá las todas duma só vez pela janela lyrics e usar o Click
Assignment para anexá-las.
las. Nesta seção, você aprenderá ambos os métodos.
Ao final desta lição você saberá como:
a. Introduzir letras diretamente na partitura
b. Usar o Click Assignment para assinalar sílabas individuais
c. Usar o Click Assignment para assinalar várias silabas duma só vez
d. Mudar a letra
e. Introduzir um segundo verso
Colocando letras na partitura
Usando este método, letras são introduzidas sobre uma nota de cada vez, e você verá,
conforme você as colocar na partitura, onde cada sílaba é posicionada em relação à sua
música.
Para colocar letras na partitura:

1. Selecione a ferramenta Lyric . A janela Lyric se abre


2. Clique na nota que corresponde à primeira sílaba
3. Escreva a letra da música. O observe que a tecla ESPAÇO introduz as separações
separaçõe
silábicas
as em função das notas musicais. Caso sua música tenha momentos em que uma
única sílaba é cantada em mais de uma nota (como um melisma, por exemplo), você
pode simplesmente pressionar a tecla ESPAÇO até chegar na nota que introduzirá a
nova sílaba,, ou acrescentar elementos como “-“
“ “ e “_”, que costumam indicar a
prolongação da mesma sílaba.
Click Assignment
Usar o método anterior é uma boa forma de ver a localização das letras conforme você as
introduz, mas há uma maneira mais rápida de fazer isso usando
usando a janela Lyric. A janela lyric
mostra todas as letras que foram introduzidas na sua música (esse método é especialmente
prático caso você já possua a letra digitada em outro software,, como o MS. Word, por
exemplo).
Para introduzir letras pelo click-assign:
1. Escreva (ou cole) toda a letra de um trecho, como o primeiro verso, por exemplo,
assim como na figura abaixo:

2. Click no botão Click Assignment nesta janela Lyrics.


3. Dê um duplo clique sobre alguma
a palavra digitada para selecioná-la.
selecioná
4. Clique em alguma nota para introduzir a sílaba selecionada sobre ela. Repare que a
próxima sílaba é automaticamente selecionada, e você deve clicar sobre uma próxima
nota para introduzi-la.
introduzi la. A vantagem deste segundo método é que o Finale
automaticamente acrescenta
acrescenta o símbolo “_” para indicar a prolongação da mesma
sílaba para a próxima nota.
Click-assigning
assigning para múltiplas sílabas duma só vez
Embora introduzir as sílabas apenas clicando, como no método anterior, costuma ser a forma
mais rápida, há ainda um caminho possivelmente mais rápido.
Para utilizar o click--assign com múltiplas sílabas duma só vez:
1. Selecione alguma palavra do seu texto na janela Lyrics.
2. Segure CTRL e clique na nota que receberá a sílaba. Repare que o Finale adiciona
todas as sílabas
labas restantes automaticamente.
Mudando a letra
O Finale assinala uma sílaba por nota até que todas as sílabas tenham sido introduzidas. Você
possivelmente notará que, eventualmente, algumas sílabas são introduzidas nas notas erradas,
pois algumas sílabas deveriam ocupar o espaço de mais de uma nota.
Para mudar a letra:

1. Clique no botão Shift Lyrics na janela Lyrics


2. Note que a caixa de diálogo “Shift Lyrics” se abriu.
3. A função mais utilizada aqui costuma ser “Shift Lyrics to the Right”, com a opção
“Shift Syllables
es by One Note, to the Next Open Note” selecionada. Escolhendo essa
opção, ao clicar sobre uma nota com uma sílaba já introduzida, o Finale passará a
respectiva sílaba para próxima nota, e todas as restantes sofrerão a mesma
modificação; com isso, a nota sobre
sobre a qual você clicou ficará sem sílaba, podendo ter o
sinal “_” acrescentado, caso julgue necessário.
Introduzindo um segundo verso
Você pode facilmente introduzir múltiplos versos de letras ou com o primeiro método “Type

Into Score” ou com o Click Assignment, e a janela Lyrics leva você a acrescentar e editar sua
letra em qualquer lugar da partitura.
Para introduzir um segundo verso:
1. Escolha Lyrics > Specify Current Lyric.
Lyric
2. Certifique-se
se de que “Verse” está selecionado e coloque “2” na caixa de texto.
3. Introduza o segundo verso usando um dos métodos descritos acima. Quando você
terminar, escolha Lyrics > Auto-Number
Auto > Verses para adicionar o número antes da
primeira sílaba de cada verso.
4. Obs: talvez você tenha percebido que o Finale lhe dá 3 categorias
categ para introduzir
letras: “verse”, “chorus”, e “section”,
“section”, e para todas elas você tem a opção de numerar.
Portanto, o mesmo procedimento ora aprendido pode ser repetido para situações de
“chorus” (refrão) ou seções genéricas (“sections”).

Adicionando símbolos de acordes


Usando a ferramenta Chord
Como a ferramenta Lyrics,
Lyrics a ferramenta Chord do Finale leva você a colocar acordes
diretamente na sua partitura. Diferentemente da ferramenta Lyric,, contudo, acordes podem ser
colocados sobre compassos com ou sem algum tipo de notação para indicar prolongação.
Ao final desta lição você saberá como:
a. Introduzir acordes automaticamente
b. Introduzir símbolos de acordes colocando-os
colocando na partitura
c. Encontrar a cifra que você precisa
Análise de acordes
O Finale leva você a introduzir acordes rapidamente e facilmente ao analisar a música que
você já escreveu.
Para introduzir acordes usando o chord analysis do Finale:

1. Selecione a ferramenta Chord


2. Escolha Chord
d > All Staff Analysis
3. Clique sobre momentos em que há um novo acorde. Repare que o Finale
automaticamente faz uma leitura das notas existentes e deduz o acorde. Caso você
clique sobre um instante em que há apenas uma nota, ou qualquer tipo de agrupamento
vertical que o Finale não reconheça, uma caixa de diálogo se abrirá, e a partir dela
você poderá gravar no Finale uma nova estrutura de acorde.
Algumas vezes as notas existentes são harmonicamente ambíguas, ou mesmo insuficientes
para o Finale analisá-las com propriedade. Felizmente, você também pode adicionar acordes
facilmente direto na partitura manualmente.
Introduzindo acordes manualmente
Use a entrada manual da ferramenta Chord para acrescentar símbolos na partitura.
Para introduzir acordes manualmente:
1. Escolha Chord > Manual Input.
Input
2. Clique sobre o instante em que a cifra deve ser inserida.
inserida
3. Escreva o acorde necessário. Você pode introduzir uma sequência de acordes
pressionando ESPAÇO após cada acorde (utilize a tecla TAB para pular para o
próximo
ximo compasso).
Selecionando uma cifra de acorde
Algumas vezes você pode colocar uma cifra que o Finale não reconhece. Neste ponto, o
Finale perguntará se você deseja adicionar essa cifra nova à biblioteca de cifras. Contudo, o
Finale já pode ter essa cifra,
fra, mas escrita de forma diferente. Neste momento, no lugar de
escrever uma cifra, digite “:0” e pressione ESPAÇO, para visualizar todas as cifras
disponíveis na sua biblioteca.
Para selecionar uma cifra:
1. Clique no local desejado da pauta para introduzir uma cifra manualmente e digite “:0”.
“:0”
Após
pós a identificação básica da cifra (por exemplo, C),
C) pressione ESPAÇO
2. Procure na janela que abrirá o complemento da cifra desejado e dê um duplo clique
sobre ele.
Se você souber o número correspondente à cifra
cifra (o número que aparece no canto esquerdo
superior de cada complemento de cifra disponibilizado na janela anterior), digite-o
digite no lugar

do “0”. Por exemplo, digite Db:91 e ENTER para ter a cifra de .

Adicionando repetições e inserindo música


Usando a ferramenta Repeat e inserindo música.
Em muitas partituras, você pode precisar adicionar duas versões semelhantes para um mesmo
trecho.
Ao final desta lição você saberá como:
a. Adicionar repetições simples (ritornelos)
b. Copiar e inserir música
c. Deletar e editar letras
d. Adicionar “casa 1” e “casa 2”
Adicionando barras de compasso de repetição
A indicação de repetição mais básica é o ritornelo. Isso pode ser adicionado facilmente ao se
selecionar a região a ser repetida.
Para adicionar o ritornelo:

1. Selecione a ferramenta Repeat


2. Clique no compasso que inicia a seção a ser repetida.
3. SHIFT+clique no compasso que encerra a seção a ser repetida.
4. Escolha Repeat > Create Simple Repeat.
Repeat
Copiando e inserindo
Nós vamos adicionar dois compassos finais para nossa
ssa partitura, por exemplo, mas primeiro
nós vamos precisar adicionar a música para o primeiro compasso do segundo final.
Para copiar e inserir:

1. Escolha a ferramenta Selection


2. Dê um duplo clique no compasso a ser copiado.
3. Segure a tecla ALT e arraste o compasso selecionado para o lugar onde ele será
repetido (você pode inserir esse compasso copiado entre dois outros já escritos, sem
precisar apagá-los – note a diferença desta função e da função “CTRL+C / CTRL+V
vista anteriormente).
Adicionando “casa 1” e “casa 2”
Vamos supor que a nossa partitura terá dois finais.
Para adicionar as indicações de “casa 1” e “casa 2”:

1. Selecione a ferramenta Repeat


2. Clique no compasso que será a “casa 1” para selecioná-lo.
selecioná
3. SHIFT e clique no compasso que encerra a “casa 1”.
4. Clique com o botão direito do mouse e escolha Create First and Second Ending.
Ending O
Finale coloca ambas as indicações na sua música e configura o seu playback para
pular
ular para o segundo final após repetir o respectivo trecho.
5. Obs: as indicações de “casa 1/casa
1/casa 2” são aplicadas a todas as partes/pautas, mas
podem estar ocultas nas demais partes. Para mostrar as repetições em todas as partes,
veja a configuração “Show on” em Document Options – Repeats.
Repeats
Tutorial 7: Adicionando marcações
Uma vez que todas as notas tenham sido introduzidas é hora de começar a adicionar
marcações, incluindo indicações de andamento, articulações, e assim por diante. O Finale tem
três ferramentas para adicionar estes tipos de marcações: a ferramenta Articulation, a
ferramenta Expression,, e a ferramenta Smart Shape.
Ao final deste tutorial, você saberá:
saberá
• Qual
ual ferramenta escolher para cada
c tipo de marcação/indicação
• Como
omo usar os atalhos de teclado para introduzir essas indicações rapidamente
• Como copiar rapidamente marcações de um compasso para outro.

Adicionando indicações de andamento e dinâmica


Usando a ferramenta Expression para adicionar indicações em compassos
No Finale, marcações que aparecem como texto, tais como indicações de dinâmica e
andamento, são normalmente expressões adicionadas com a ferramenta Expression.
Nesta lição você aprenderá como:
a. Introduzir indicações de andamento
b. Introduzir indicações de dinâmica
di
c. Posicionar expressões
Definindo e adicionando uma indicação de andamento
Digamos que nós precisamos colocar uma indicação de andamento “Allegro” acima do
primeiro compasso da pauta superior que indica um andamento aproximado. O Finale inclui
uma categoria
tegoria de expressões especificamente convencionadas para andamento e indicações de
metrônomo. Nós vamos adicionar nossa própria indicação customizada para aquela categoria.
Nós também vamos indicar um número de BPMs para a marcação de andamento para mudar
o andamento do playback do nosso documento.
Para adicionar uma indicação de andamento:

1. Selecione a ferramenta Expression


2. Dê um duplo clique na nota sobre a qual será introduzida a indicação de andamento. A
caixa de diálogo Expression Selection aparece.
3. Nas Tempo Marks você pode selecionar indicações pré-existentes.
existentes. Contudo, o Finale
possibilita criar a indicação que você desejar.
4. Clique em Create Tempo Mark.
Mark
5. Digite o que você quiser na caixa de texto.
6. Agora, defina o efeito do playback (BPMs). Clique em playback.
playback
7. Escolha Type > Tempo.
Tempo. No menu que aparecerá, determine o andamento em BPMs.
Adicionando indicações de dinâmica
Indicações de dinâmica determinarão a força/volume que deve ser interpretada por um
u
músico, e, portanto (ao contrário de indicações de andamento), devem ser assinaladas para
cada parte de modo independente (embora múltiplas dinâmicas possam ser colocadas duma só
vez). Vamos começar com uma indicação de dinâmica para três partes diferentes.
diferent
Para adicionar indicações de dinâmica:

1. Selecione a ferramenta Expression (caso não esteja selecionada).


selecio Dê um duplo
clique na nota que receberá a indicação de dinâmica.
2. Clique em Dynamics.
Dynamics
3. Selecione a indicação desejada

4. Clique no sinal ao lado de Assign


5. Selecione Assign to Staves
6. Selecione as partes que receberão a indicação de dinâmica
7. Clique em Ok. Repare que a dinâmica selecionada aparece nas partes que você
determinou.
Posicionando expressões
É tradicional em partituras vocais a indicação de dinâmica aparecer acima da pauta e não
embaixo (para não interferir na letra, que normalmente é notada abaixo da pauta) e você pode
querer que a dinâmica na pauta de violão e piano, por exemplo, apareça sobre todo o primeiro
compasso. Vamos fazer isso agora.
Para posicionar expressões:
1. Clique na página para remover qualquer tipo de seleção que eventualmente exista.
Então, clique no sinal de dinâmica que vamos alterar.
2. Isso pode ser feito ou com a ferramenta Selection ativada, ou com a ferramenta
Expression.. Em ambos os modos, você pode clicar e arrastar o sinal de dinâmica para
onde você quiser.
3. Obs: note que se você arrastar horizontalmente a indicação de dinâmica, o Finale
automaticamente a considera para a nota que estiver mais próxima.
próx Para manter a
indicação valendo para a nota original, independentemente do posicionamento que
será feito, segure ALT e arraste a indicação. Você também pode utilizar as setas do
seu teclado para estabelecer posicionamentos mais precisos.
Determinando dinâmicas para várias pautas adjacentes
Você pode utilizar a opção de adicionar várias expressões duma só vez.
Para adicionar múltiplas expressões:
1. Ainda com a ferramenta Expression ativada selecione clicando e arrastando uma
um pilha
de compassos. A caixa de diálogo
diá Expression Selection novamente se abre.
2. Selecione a indicação desejada e clique em Assign.. Note que mesmo sem selecionar a
opção “Assign to Staves”, como fizemos anteriormente, o Finale coloca a mesma
indicação de dinâmica para todas as partes que você
você selecionou anteriormente. Caso
você tenha selecionado alguma parte por engano, que não deve receber a indicação de
dinâmica, basta selecionar tal indicação e pressionar DELETE.

Adicionando articulações
Usando a ferramenta Articulation para adicionar staccatos, acentos, tenutos, e outras
indicações de articulação
Articulações normalmente aparecem sob a forma de figuras escritas diretamente acima ou
abaixo do início das notas. No Finale, essas figuras são acrescentadas às notas e adicionadas
com a ferramenta Articulation.
Articulation
Nesta lição você aprenderá como:
a. Adicionar articulações
rticulações individualmente
b. Aplicar articulações para várias notas duma só vez
Adicionando articulações individualmente
O posicionamento de articulações é fixado nas cabeças das notas, e pode ser acrescentado
acima ou abaixo da pauta de acordo com as mudanças
mudanças de altura das notas.
Para adicionar uma articulação:

1. Selecione a ferramenta Articulation


2. Clique sobre a nota que receberá a articulação. A caixa de diálogo Articulation
Selection aparece
3. Dê um duplo clique na articulação desejada
deseja
Aplicando articulações em múltiplas notas
Como a ferramenta Expression,
Expression a ferramenta Articulation permite que você selecione clicando
e arrastando várias notas ou compassos e aplicar a mesma articulação
articulação duma só vez.
Para aplicar articulações em várias notas ao mesmo tempo:
1. Com a ferramenta Articulation ativada, selecione clicando e arrastando um grupo de
notas ou compassos.
2. Clique em Select para determinar a articulação
3. Observe que há mais opções, como inserir a indicação de articulação somente para
notas com a duração que você determinar.

Adicionando ligaduras, “crescendo” e “decrescendo”, e outras formas


Adicionando formas inteligentes para fraseados, técnicas, crescendo, e decrescendo
O Smart Shape do Finale leva você a adicionar facilmente marcas como “trilo”, “ligaduras de
expressão”, entre outras e customizá-las
customizá com um clique do mouse.
Nesta lição você aprenderá como:
a. Adicionar ligaduras
b. Adicionar “crescendo” e “decrescendo”
c. Adicionar marcações de pedal em partituras de piano
Adicionando ligaduras
Use a ferramenta Slur na paleta Smart Shape para adicionar ligaduras.
Para adicionar ligaduras:

1. Clique na ferramenta Smart Shape

2. Selecione a ligadura na paleta Smart Shape (ela deve aparecer


apare no lado direito da
tela)
3. Dê um duplo clique na primeira nota que receberá tal articulação. Uma ligadura deve
se estender até a próxima nota.
Técnicas de edição de ligadura:
• Para editar uma ligadura, use os cinco “handles”
• Para estender uma ligadura sobre várias notas, clique na primeira nota e arraste até a
última. Solte o botão do mouse quando a última nota estiver selecionada
(identificamos toda seleção pela cor diferenciada que o elemento recebe).
• Para deletar uma ligadura (assim como para, praticamente, qualquer elemento da
partitura), selecione-a
selecione e pressione DELETE.
Adicionando crescendo e decrescendo
Crescendo
rescendo e decrescendo são adicionados com as ferramentas Crescendo ou Decrescendo na
paleta Smart Shape.
Para adicionar crescendo e decrescendo:

1. Selecione a ferramenta Crescendo na paleta Smart Shape


2. Dê um duplo clique na nota que iniciará o “crescendo”
“crescendo e segure. Arraste para a última
nota do “crescendo”.
Adicionando marcas de pedal em partituras de piano
Em adição às indicações comuns como ligaduras, a ferramenta Smart Shape tem muitas outras
linhas, bem como a habilidade para criar a sua própria. Usando
Usando a ferramenta Custom Line, nós
podemos facilmente adicionar indicações de pedal para o piano.
Para adicionar indicações de pedal:

1. CTRL + clique na ferramenta Custom Line


2. Selecione a figura de pedal desejado
3. Clique em Select
4. Dê um duplo clique, segure e arraste para introduzir as indicações no local desejado.
Adicionando ligaduras para melismas de modo automático
Adicionar ligaduras de melismas manualmente pode ser trabalhoso. Para poupar tempo,
vamos adicionar automaticamente usando o plug-in
plug Auto Slur Melismas.
Para criar ligaduras de melismas automaticamente:

1. Escolha a ferramenta Selection


2. Pressione CTRL+A para selecionar tudo.
3. Escolha Plug-ins Melismas. O Finale analisa a partitura e
ins > Lyrics > Auto Slur Melismas.
adiciona as indicações de melismas automaticamente.
4. Para remover possíveis indicações indesejadas, selecione-as
selecione as e pressione DELETE.

Atalhos: Metatools e o Filter


Melhorando a eficiência com os atalhos de teclado e o Filter
O Finale inclui muitas características que o levarão a trabalhar de forma mais eficiente. Neste
tutorial nós vamos utilizar alguns deles.
Nesta lição você aprenderá como:
a. Introduzir indicações mais rapidamente
rapidame usando Metatools
b. Copiar e colar elementos específicos usando o Filter do Finale
Adicionando articulações usando o Metatools
Mesmo com a opção de adicionar múltiplas articulações duma só vez, clicar através das
caixas de diálogo pode consumir um certo tempo. Felizmente, o Finale tem um padrão de
atalhos de teclado programável chamado Metatools que pode tornar o processo de introduzir
indicações muito mais rápido.
Caixa de diálogo Articulation Selection – o que ela faz:
No canto superior direito de cada quadro de articulação está uma letra ou número. Isso é o
Metatool para aquela articulação. Use estes atalhos para introduzir articulações com um único
clique, ao invés de selecioná-las
selecioná na lista.
Para adicionar articulações usando o Metatools:

1. Selecione a ferramenta Articulation


2. Segure a tecla E (para gerar um “tenuto”) e clique na nota que receberá a articulação.
3. Ainda segurando a tecla E, você tem a opção de selecionar várias outras
outr notas,
clicando sobre elas ou clicando e arrastando para selecionar um grupo de notas.
Repare que a indicação de “tenuto” aparece em todas as notas selecionadas.
4. Obs: a tecla E é o atalho padrão para o “tenuto”.
“tenuto” Abra
bra a caixa de diálogo de
articulações para saber quais são os outros atalhos e pratique para memorizá-los.
Adicionando marcas de ensaio usando Metatools
A marca de ensaio do Finale é uma das expressões mais úteis, especialmente quando
adicionada com um Metatool
etatool.. Marcas de ensaio adicionadas desta forma são ordenadas
consecutivamente, e se atualizam conforme você as adiciona ou as deleta.
Para adicionar marcas de ensaio usando Metatools:

1. Selecione a ferramenta Expression


2. Segure a tecla M e clique sobre o(s) compasso(s) que receberá(ão) a(s) marca(s) de
ensaio.
Usando o Filter
Uma outra forma de agilizar a escrita de marcações é copiá-las
copiá las de um compasso para outro.
Imagine que você quer articulações e indicações de pedal, que você já escreveu em um
compasso anterior, num novo compasso.
compasso A opção filter do Finale dá a você o controle sobre o
que você copia.
Para copiar elementos específicos da partitura com o Filter do Finale:

1. Selecione a ferramenta Selection


2. Selecione os compassos dos quais você quer copiar alguns elementos (lembre-se das
opções de seleção vistas anteriormente)
3. Escolha Edit > Edit Filter. A caixa de diálogo Edit Filter aparece
4. Escolha os elementos que você quer copiar (“none” para nenhum). Dê um “Ok”.
5. CTRL+C e CTRL+V no local desejado.
Tutorial 8: Percussão
O Finale divide a percussão em duas categorias: com altura definida e indefinida. As
percussões sem altura definida (xilofones, tímpanos, sinos, etc.) são similares a outros
instrumentos de altura definida em termos de como eles serão notados. Percussões sem altura
definida, contudo, requerem um tratamento diferente. Uma única pauta de percussão é muitas
vezes utilizada para se escrever múltiplos instrumentos, de modo que cada linha ou espaço
represente um instrumento diferente. Adicionalmente, alguns instrumentos de percussão
podem compartilhar uma linha ou espaço com um outro instrumento, em que cada um tem seu
próprio símbolo de notação.
Para tornar tudo isto simples, o Finale usa os layouts de percussão para controlar a notação e o
playback, que são mais acessíveis quando você quiser usar o Setup Wizard. Quando você
seleciona uma pauta de percussão, o Finale seleciona: o Input Map de percussão apropriado
que interpretará a informação do seu teclado MIDI (se você estiver usando um) e a converte
para um instrumento de percussão específico; um layout de percussão para controlar a posição
de diferentes instrumentos de percussão de uma pauta, e; as cabeças de nota que serão usadas,
bem como o output map de percussão para traduzir os instrumentos de percussão em sons do
playback.

O básico de percussão
Adicionando percussão
Um dos aspectos mais poderosos do Finale é sua habilidade de introduzir facilmente
percussão e configurar qualquer instrumento de percussão para qualquer posição de uma
pauta.
Nesta lição você aprenderá como:
a. Introduzir partes de percussão com o Simple Entry
b. Mudar a posição de um instrumento de percussão na pauta
Introduzindo notas de percussão com o Simple Entry
Quando você adiciona uma pauta de percussão com o Setup Wizard, o Finale
automaticamente configura um layout de percussão apropriado, o que inclui os instrumentos.
Isto leva você a ver e ouvir os instrumentos conforme você os escreve na partitura. Conforme
você move seu mouse para cima (ou para baixo) na pauta, você notará que o cursor muda a
imagem da cabeça de nota e também mostra o nome do instrumento de percussão. Muitos
instrumentos de percussão serão notados na mesma linha ou espaço.
Para introduzir percussão com o Simple Entry:
1. Mude para o Scroll View se você não estiver com ele já selecionado (View > Scroll
View)
2. Selecione a figura rítmica desejada
3. Mova o cursor pela pauta (ou com o mouse ou com as flechas para cima e para baixo)
até atingir o instrumento desejado
4. Se você optou pelo mouse no estágio anterior, clique para introduzir a nota. Se você
optou pelo teclado, pressione ENTER
5. Obs: você pode acrescentar notas com o mesmo valor em outros instrumentos
simultaneamente às notas já introduzidas. Se você precisa de linhas ritmicamente
independentes, utilize a opção de seleção de Layers já explicada anteriormente.
Mudando a posição da pauta
Os layouts de percussão podem ser editados para atender às suas necessidades em um
documento particular. Assim que as mudanças são feitas, elas afetarão as notas que você já
havia introduzido. Neste caso, você pode decidir que você quer a caixa de bateria (snare
drum) na terceira linha, por exemplo, ao invés do terceiro espaço.
Para mudar a posição de um instrumento de percussão na pauta:
1. Escolha Window > Score Manager e selecione a pauta de Drum Set (set de bateria)
2. Clique em Settings ao lado de Notation Style: Percussion
3. Clique em Edit e abra o Percussion Layout Designer
4. Clique em Snare Drum (ou no instrumento desejado)
5. Clique e arraste o handle do instrumento selecionado para o lugar da pauta que você
quer
6. Clique em Ok, Select
Você ainda pode customizar os seus layouts e usá-los em documentos futuros, através da
opção “create”.

Percussão com MIDI


Introduzindo percussão com um controlador MIDI externo
Pelo fato de uma única pauta de percussão também poder ser utilizada para escrever vários
instrumentos de percussão, o Finale usa o Percussion MIDI Maps para determinar os
instrumentos. Usando esses mapas, o Finale é capaz de calcular o som de playback correto
para cada instrumento, bem como interpretar a informação de um controlador MIDI para
colocar corretamente as notas de cada instrumento de percussão na mesma pauta.
Nesta lição você aprenderá como:
a. Introduzir notas com o seu controlador MIDI
b. Adicionar notas
otas para um Layout de percussão
Introduzindo notas de percussão com um controlador MIDI
Quando você escreve uma música para percussão com um controlador MIDI, o Finale
reconhece cada nota do controlador como um instrumento diferente. Com isto em mente, é
fácil criar rapidamente uma parte para percussão orquestral.
Para criar um novo documento
documen com uma pauta de percussão:
1. Escolha File > New > Document With Setup Wizard
2. Selecione Create New Ensemble e Engraved Style e clique em Next
3. Selecione Percussion
4. Dê um duplo clique em Percussion para adicionar a pauta
5. Clique em Next
Para introduzir percussão com um controlador MIDI:

1. Clique na ferramenta Simple Entry


2. Pressione no teclado do seu computador os números correspondentes às figuras que
desejas introduzir
3. Pressione a nota no seu controlador MIDI correspondente ao instrumento que desejas
introduzir
4. Para introduzir uma segunda camada, escolha View > Select Layer > Layer 2
Adicionando acentos e rudimentos
Você pode adicionar acentos, marcas de staccato,, subdivisões, rudimentos, e outras figuras
usando a ferramenta Articulation.
Articulation
Para adicionar acentos e indicações de rudimentos:

1. Escolha a ferramenta Articulation .


2. Pressione e segure a tecla A e clique nas notas que devem ser acentuadas. “A” é o
atalho para este tipo de articulação (>), você também pode dar um duplo clique para
escolher a partir de uma lista de articulações, ou ver o atalho correspondente a cada
articulação.
Adicionando notas para um layout de percussão
Os layouts e mapas de percussão são desenvolvidos para trabalharem juntos da melhor
maneira possível. Contudo, pode haver situações em que ajustes do layout são necessários
para determinar o lugar de tudo corretamente.
Para adicionar uma nota para um layout de percussão:
1. Quando você introduz uma nota que fica na cor laranja, significa que ela não está
incluída no layout de percussão que você está usando nesta pauta. Contudo, você
provavelmente ouviu (quando introduziu a nota) um som de gongo, mostrando que
este som está incluído no mapa da pauta que você está usando.
2. Selecione os compassos da parte de percussão.
3. Escolha Utilities > Transpose Percussion Notes
4. Repare que a janela que se abre contém todos os instrumentos de percussão que você
introduziu. Selecione aquele que será alterado.
5. Em Change Selected Note to selecione o instrumento novo que será inserido no lugar
do instrumento antigo. Clique em Ok
6. Repare que, caso você continue inserindo notas nesta pauta, o novo instrumento
permanece.

Usando mapas MIDI de percussão


Em pautas tradicionais ou pautas de instrumentos de percussão com altura definida cada linha
e espaço correspondem a uma altura específica. Cada linha ou espaço em pautas de
instrumentos de percussão sem altura definida, por outro lado, corresponde a um instrumento
diferente. Algumas vezes certos instrumentos de percussão, ou técnicas específicas (rim shots,
por exemplo), são também identificados com cabeças de nota diferentes. Isto permite que
vários percussionistas leiam numa mesma pauta.
No Finale, cada nota de percussão é mapeada para um instrumento de percussão específico
usando o Percussion MIDI Map. O Finale dá a você a possibilidade de customizar qualquer
aspecto da notação de percussão e do playback para atender às suas exigências.
Neste tutorial você aprenderá:
a. A diferença entre valores de Percussion MIDI e Note Types
b. Como Notes Types são usados em Percussion Maps
c. Como selecionar um Percussion Input Map para entradas MIDI
Valores de Percussion MIDI
Valores de percussion MIDI vão de 21 a 108. Cada nota num teclado MIDI pode ser mapeada
para um único som de percussão (e.g. bumbo = 36, caixa = 38, etc.), que leva a múltiplos sons
de percussão em um único canal. Você pode ver o valor MIDI de percussão (o número da
nota MIDI) para qualquer nota de percussão em View > Show > Percussion MIDI values – o
Finale mostrará o valor MIDI para as notas já introduzidas na pauta, considerando as
informações existentes no Percussion Input Map.
Note Types
Um Note Type é uma forma de nomear e identificar diferentes instrumentos de percussão.
“Snare drum”, “snare drum LH”, “Triangle Open” são exemplos de Note Types. Quando você
introduz notas com Simple ou Speedy entry, o Note Type de cada nota aparece, conforme você
move o cursor para cima ou para baixo na pauta de percussão.
Percussion MIDI Maps
Percussion MIDI Maps são listas de Note Types e os valores MIDI que têm sido empregados
para cada som. Diferentes bibliotecas de som incluem diferentes sons de percussão, e, muito
provavelmente, Note Types e valores MIDI também diferentes.
• Output maps: Estes mapas correspondem diretamente ao Sound Map que você
selecionou no seu documento atual. Eles podem ser vistos e editados em Window >
Score Manager, buscando na coluna Percussion MIDI Map.
• Input maps: Estes mapas são usados para interpretar informação do seu controlador
MIDI, e podem corresponder a um Note Type determinado para o mesmo valor MIDI.
Por padrão, o Finale calculará o seu Input Map para o seu Output Map de modo que,
conforme você toca as notas no seu controlador MIDI, você ouvirá os sons que estão
disponíveis com a biblioteca de sons que você selecionou.
Usando Percussion Maps
Vamos supor que o seu documento está usando três diferentes bibliotecas de sons de
percussão.
Para mudar o Percussion Input Map:
1. Escolha MIDI/Audio > Device Setup > Percussion Input Maps
2. Selecione o banco de timbres (ou VST)
Tutorial 9: Violão
O Finale oferece uma variedade de opções para notação de violão, baixo, e outros
instrumentos de corda com trastes.
Tablatura
Criando uma tablatura e adicionando números de trastes
Tablaturas aparecem em muitas variedades, em função de diferentes afinações, instrumentos e
números de cordas. O Finale disponibiliza muitas dessas opções no Setup Wizard e também
lhe permite customizar ou criar a sua própria.
Nesta lição você aprenderá como:
a. Adicionar pauta de tablatura no seu documento
b. Copiar música numa pauta de tablatura
c. Introduzir notas diretamente numa pauta de tablatura
d. Customizar sua pauta de tablatura
Adicionando uma pauta de tablatura
Para adicionar uma pauta de tablatura:
1. Se você já não estiver na opção Scroll View, vá até View > Scroll View
2. No menu Window selecione Score Manager
3. Clique no ícone à esquerda do campo “Guitar” para selecioná-lo.
4. Clique em Add Instrument
5. Clique em Tablature
6. Dê um duplo clique em Guitar [TAB]. A mesma operação deve ser feita para outros
instrumentos cordofones com trastes
Vamos preparar esta pauta para a notação em tablatura e poder copiar partes, como a mão
esquerda do piano.
Para copiar um trecho de piano para tablatura:
1. Escolha Document > Display in Concert Pitch
2. Escolha Edit > Use Filter e certifique-se de a opção não está selecionada
3. Selecione o compasso 1 da mão esquerda do piano.
4. Pressione SHIFT+END para selecionar toda a parte do piano
5. Pressione CTRL+C e, selecionando o primeiro compasso da tablatura, CTRL+V
6. Na caixa de diálogo Lowest Fret você deve determinar o traste mais grave. A opção
Specify lowest fret: 0 já deve estar selecionada. Clique em Ok
7. Delete as possíveis indicações de pedal de piano selecionando-as
selecionando e pressionando
DELETE
O Finale agora mostra os números dos trastes representando as alturas que devem ser
tocadas.
s. Repare que, caso haja alguma nota tocada pela parte do piano que foi copiada
copia que
está acima ou abaixo das notas mais graves e agudas que o violão, com a afinação
determinada, pode executar, essas notas aparecem em amarelo. Estas notas em amarelo
precisam ser alteradas.
Mudando a corda e o número do traste
Você pode editar os números de tablatura e movê-los
movê los entres as cordas manualmente com a
ferramenta Simple Entry.. Este método lhe dá mais controle sobre o movimento de dedilhados
não contíguos.
Para mudar a corda e número de traste:

1. Clique na ferramenta Simple Entry


2. CTRL+clique na primeira nota do compasso 2 para ativá-la.
ativá la. Mova a nota, com as
flechas para cima ou para baixo. Observe que a nota se move entre as cordas,
alterando o número do traste sem alterar a altura original. Se a nota a ser alterada é,
é
por exemplo, um D abaixo do
d E mais grave do violão, altere a nota D para a corda D e
repare que o número deve aparecer como “-12”;
“ 12”; feito isso, pressione “0” para alterar o
número do traste para 0 – agora a nota pode ser tocada uma oitava acima.
Você também
ém pode pressionar as teclas + ou – para alterar o número do traste
(cromaticamente). Lembre--se
se que quando você muda o número do traste, você efetivamente
está mudando a altura da nota. Evidentemente, não é possível sobrepor dois números
diferentes de trastes
tes numa mesma corda.
Introduzindo notas diretamente na tablatura
Além de copiar de uma pauta padrão, você também pode escrever diretamente na pauta de
tablatura, ou com o mouse, ou com o teclado do computador.
Para introduzir notas diretamente numa pauta
pa de tablatura com Simple Entry:
Entry

1. Clique na ferramenta Simple Entry


2. Escolha os valores rítmicos necessários.
3. Clicando na tablatura, você insere uma nota no traste “0” na respectiva corda. A nota
inserida permanece seleciona. Digitando algum número no seu teclado numérico,
n o
número do traste será alterado (atente para as limitações de trastes existentes no seu
instrumento).
4. Pressione ENTER para a nota ser efetivamente inserida. Com isso, uma nova nota
pode ser inserida diretamente pelo teclado, bastando selecionar a corda com as flechas
para cima e para baixo, e fazendo a devida alteração do traste. Para alterar a figura
fig
rítmica, selecione--aa com o mouse na paleta de opções, ou utilize o atalho
CTRL+ALT+número correspondente.
5. Obs: Use a tecla TAB para inserir pausas. Por padrão, elas ficarão ocultas na tablatura.
Adicionando acordes em pauta de tablatura
Você também pode
de adicionar várias notas sobrepostas para construir um acorde, ou através de
cliques com a ferramenta Simple Entry, ou adicionando-as
as com o teclado. Adicionar notas
numa tablatura com os comandos do teclado é consideravelmente diferente do que adicioná-
adicioná
las em pautas padrões:
Para adicionar acordes numa pauta de tablatura:
1. CTRL+clique numa nota já inserida para selecioná-la.
selecioná
2. ALT+1 a 6 do seu teclado “QWERTY” (cada número corresponde a uma corda do
instrumento). Repare que uma nova nota no traste 0 de outra corda foi inserida. Faça,
agora, as devidas alterações de altura.
Para usar letras ao invés de números (opção pouco comum):
1. Escolha Window > Score Manager
2. Depois Notation Style: Tablatura,
Tablatura clique em Select
3. Selecione a opção Use Letters e clique em Ok
Para adicionar hastes e bandeirolas:

1. Selecione a ferramenta Staff


2. Dê um duplo clique no primeiro compasso da pauta com tablatura
3. Sobre Items to Display,
Display selecione Stems
Dicas para tablatura:
• Indicações de palhetada para cima ou para baixo podem ser introduzidas com a
ferramenta Articulation
• Para customizar o menor valor rítmico para uma sessão HyperScribe,
HyperScribe primeiro
configure o Quantization Settings;
Settings em MIDI/Audio, e Quantization Settings.
Settings
• Se você está usando uma afinação incomum, você pode customizar manualmente a
afinação das cordas em Score Manager. Escolha Window > Score Manager,
Manager
selecione a pauta de tablatura e clique em Settings,, então clique em Edit Instruments
Indicações para partitura de guitarra
Adicionando slides, bends, tremolos, hammer-ons,
hammer ons, e outras indicações
Nesta seção nós veremos algumas indicações que são específicas de alguns tipos de notação
para guitarra. Como antes, estas indicações se encontram em categorias de Smart Shapes,
Articulations e Expressions.
Expressions
Nesta lição você aprenderá como:
a. Adicionar slides, bends e tremolos
b. Adicionar hammer--ons e pull-offs
Introduzindo slides, bends e tremolos
Você pode introduzir estes elementos comuns em notação de tablatura
tablatur na sua partitura usando
a ferramenta Smart Shape.
Shape. Pelo fato de estes itens frequentemente aparecerem tanto em
pautas padrões como em tablaturas, nós vamos começar introduzindo-os
introduzindo os numa pauta comum e
então vamos copiá-los
os para a tablatura.
Para adicionar um slide em tablatura:

1. Escolha a ferramenta Smart Shape


2. Selecione na paleta que se abre a opção Bend Tool.. Clique duas vezes sobre uma nota
para inserir o Bend na pauta comum.
3. Clique e arraste para a tablatura. Repare que a indicação de Bend automaticamente é
adaptada para a tablatura.
4. Obs: se você tentar inserir o Bend diretamente na tablatura, ele ficará com a indicação
padrão de pauta comum. Caso você escolha a segunda opção, utilize a ferramenta
guitar Bend.
Hammer-ons, pull-offs
offs e outras indicações
Vamos introduzir alguns hammer-ons
hammer e pull-offs.. Este método pode ser usado para inserir
uma variedade de outras indicações. A ferramenta Smart Shape mais uma vez será
selecionada.
Para adicionar um hammer-on:
hammer
1. Clique na ferramenta Slur na paleta do menu Smart Shape
2. Na pauta de tablatura, clicando duas vezes sobre uma nota, uma ligadura é inserida
desta nota até a seguinte

3. Pressione e segure CTRL e clique na ferramenta Custom Line


4. Na caixa de diálogo que se abre, selecione a opção “H”
5. Dê um duplo clique sobre a nota que recebeu a ligadura anteriormente, segure o
segundo clique e arraste para a nota seguinte
Agora, você pode usar as flechas para fazer ajustes finos. Selecione o elemento da partitura e
desloque com as flechas, para tornar sua partitura o mais legível possível. Para inserir um
Pull-off, siga os mesmos passos escolhendo a forma “P” na ferramenta Custom Line. O
mesmo procedimento deve ser seguido para inserir qualquer outra indicação para
instrumentos de cordas com trastes.
Tutorial 10: Playback
Você já ouviu a sua música com o playback do Finale para conferir se há notas erradas
escritas. Muitas das marcações que você escreve afetarão o playback. Também, da mesma
forma que expressões e articulações informam ao músico como tocar a música, o Human
Playback do Finale lerá e interpretará as suas marcações.
O Finale também inclui uma biblioteca de sons mais realistas, chamada Garritan instruments,
que pode transformar a qualidade sonora do playback. Este tutorial mostrará a você como usar
essas opções.

Playback Humano
Simulando uma performance humana ao vivo
A performance de uma peça depende muito do estilo e também das indicações. Para
considerar essas diferenças,
iferenças, o Finale inclui vários
vário estilos diferentes de Human Playback.
Playback
Ao final desta lição você saberá como:
a. Selecionar um estilo de playback coerente com a sua música
b. Ligar e desligar o Human Playback
Antes de começarmos, vamos adicionar uma mudança de andamento para nossa peça para
ajudar a demonstrar as capacidades do Human Playback.
Para adicionar
icionar uma indicação de ritardando:

1. Escolha a ferramenta Expression


2. Dê um duplo clique no começo do compasso que receberá o ritardando
3. Escolha Tempo Alterations,
Alterations duplo clique em “rit”.
”. A indicação aparece acima da
pauta.
4. Dê um duplo clique no começo do compasso seguinte.
5. Duplo clique em “aa tempo”.
tempo
Estilos de Human Playback
O Finale inclui quinze estilos de Human Playback predefinidos. Se você tocar a partitura
agora, você já estará usando o estilo Standard de Human Playback.. Note como o Human
Playback interpreta
nterpreta as indicações de dinâmica e alterações de andamento. Você pode ajustar a
interpretação de Human Playback escolhendo outros estilos de Human Playback.
Playback
Para selecionar um outro Human Playback:
1. Escolha MIDI/Audio > Human Playback > estilo desejado

2. Pressione Play
Ligando e desligando o Human Playback
Se você quer tocar a partitura sem o Human Playbak, escolha MIDI/Audio > Human
Playback > None.

Configurações de playback e Sound Maps


Mudando os sons de playback
O Finale suporta duas principais formas de tocar a sua música: playback MIDI ou playback
VST. Isto lhe permite escolher os melhores sons de playback baseados em hardware ou
software que você tiver disponíveis. Usando o Score Manager do Finale, você pode
facilmente
cilmente selecionar qualquer som de instrumento disponível no seu computador.
Ao final desta lição você saberá:
a. A diferença entre playback MIDI e VST e os melhores usos para cada um
b. Como selecionar um novo som para playback
c. Como converter arquivos para usar
usar uma nova configuração para playback
MIDI
O Finale pode tocar usando um equipamento MIDI externo, um sintetizador, ou uma
SoundFont (arquivos sf2.) instalada no seu computador.
Para
ra tocar o seu arquivo usando um dispositivo MIDI ou uma SoundFont:
SoundFont
1. No menu MIDI/Audio,
MIDI/Audio selecione Play Finale Through MIDI

2. Pressione o botão Play


O Finale usa o dispositivo MIDI que está especificado na janela MIDI Setup.
Setup Para configurar
seu sistema MIDI, vá em MIDI/Audio > Device Setup > MIDI Setup
VST
“VST” é a sigla para “Virtual Studio Technology”, tecnologia desenvolvida pela Steinberg.
Plug-ins
ins VST podem ser instrumentos virtuais ou efeitos, que podem ser usados por qualquer
aplicação de áudio que suporte a tecnologia VST.
Para tocar o seu arquivo usando VSTi (Instrumentos
entos virtuais no formato VST):
1. No menu MIDI/Audio,
MIDI/Audio selecione Play Finale Through VST

2. Pressione o botão Play


Mixando
Ajustando volume, pan e reverb
Você já utilizou indicações de dinâmica para ajustar o volume da sua música. Contudo, você
pode querer ajustar o volume de um documento inteiro ou mudar o equilíbrio entre os
instrumentos numa escala geral.
Ao final desta lição você saberá como:
a. Usar o Mixer ou Studio View para ajustar o volume
b. Configurar os níveis de panorama para um playback stereo mais realístico
c. Adicionar ou controlar a quantidade de reverb na sua partitura
Volume
Neste ponto, você deverá tomar cuidado para não gerar um playback distorcido, ao
incrementar demasiadamente o volume de cada instrumento no seu playback.
Para ajustar o volume de um instrumento individual ou da partitura toda:
1. Escola Window > Mixer
2. Arraste o fader de cada canal para alterar o respectivo volume
3. Para alterar o volume geral, utilize o fader do canal Master
Panorama
Panorama se refere à posição relativa do instrumento na mixagem stereo. Escolher o
panorama apropriado ajuda a criar uma imagem em stereo realística e torna os instrumentos
individualmente mais distinguidos, mesmo em grandes grupos. Quando você cria uma
partitura usando o Setup Wizard do Finale, o Finale tenta automaticamente configurar o
melhor panorama para os instrumentos que você escolheu.
Para ajustar a posição panorâmica de um instrumento:
1. Escolha Window > Mixer
2. Clique no ponto branco sobre o knob acima do respectivo instrumento.
3. Arraste para a esquerda ou direita para alterar o pan.
Reverb
O reverb leva o seu computador a modelar a acústica do espaço de uma performance – por
exemplo, uma sala de concerto grande, ou um clube de jazz intimista.
Para ajustar o reverb quando o Finale tocar com a opção VST selecionada:
1. Escolha MIDI/Audio > VST Banks and Effects
2. Selecione o VSTi que você utilizará e o abra, clicando no botão Edit ao lado direito do
seu nome, para manipular os efeitos disponibilizados dentro do próprio VST. Caso
você tenha um VST de efeito, ele deve aparecer na coluna “Effects”.
Ajuste a configuração para atingir um equilíbrio entre o som original e o reverb.
Para ajustar o reverb quando o Finale tocar com a opção MIDI selecionada:
1. Escolha Window > Mixer
2. Selecione um preset de reverb nos controles do canal Master ou ajuste-o manualmente
clicando no ponto branco do knob e arrastando-o.
Fazendo um melhor uso do Finale
Ordem de entrada
Recomendações para uma editoração eficiente
1. Use o Setup Wizard ou um template para definir os instrumentos e o layout básico da
sua peça. Se necessário, adicione, delete ou edite pautas com a ferramenta Staff.
2. Introduza sua música usando Simple Entry, Speedy Entry ou HyperScribe.
3. Edite a música com a ferramenta Simple Entry. Se familiarize com os atalhos. Lembre-
se, você pode usar a opção “Botão direito do mouse” sobre qualquer item da partitura
e editá-lo com as opções do menu (se estiverem disponíveis), ou CTRL+clique para
selecionar uma nota e usar um atalho para modificá-la. Para ver uma lista de atalhos,
escolha Simple > Simple Edit Commands.
4. Use os controles de Playback, escute a sua música para buscar possíveis erros.
5. Coloque letras usando ou Type into Score ou Clique Assignment (veja o tutorial sobre
a inserção de letras).
6. Use a ferramenta Repeat ou um dos Repeat Plug-ins para colocar qualquer tipo de
repetição.
7. Adicione símbolos de acordes (caso sua partitura tenha esse elemento).
8. Coloque todas as indicações de expressão: articulações, dinâmicas, ligaduras de
expressão, e assim por diante. Aqui a ferramenta Metatools se torna especialmente
importante para agilizar o seu trabalho.
9. Verifique se a música está espaçada corretamente.
10. Use a ferramenta Resize para especificar o tamanho geral da partitura.
11. Verifique como a música ficará no papel com a opção Page View. Use a ferramenta
Selection para mover itens da sua partitura, conforme a situação.
12. Oculte pautas vazias, se necessário, usando Staff > Hide Empty Staves.
13. Adicione subtítulo, número de páginas, e outras notações textuais com a ferramenta
Text.
14. Revise e edite as partes (caso você imprima, além da partitura, as partes
individualmente).
15. Use as funções de Page Layout para fazer ajustes finais na sua partitura.