Você está na página 1de 3

1-ACENTUAM-SE OS MONOSSÍLABOS 1-ACENTUAM-SE OS MONOSSÍLABOS

TÔNICOS TERMINADOS EM: A(S): cá, dá, má, já, TÔNICOS TERMINADOS EM: A(S): cá, dá, má, já,
vá, Brás, gás, más, pás, vás; E(S): crê, dê, fé, lê, Lé, vá, Brás, gás, más, pás, vás; E(S): crê, dê, fé, lê, Lé,
pé, ré, sé, crês, dês, mês, pés, rês, vês; O(S): dó, mó, pé, ré, sé, crês, dês, mês, pés, rês, vês; O(S): dó, mó,
nó, pó, só, mós, nós, cós, pôs, pós, sós. Observação: nó, pó, só, mós, nós, cós, pôs, pós, sós. Observação:
São também acentuadas as formas verbais terminadas São também acentuadas as formas verbais terminadas
em a, e, o, tônicos, seguidas de lo(s), la(s). Exemplos: em a, e, o, tônicos, seguidas de lo(s), la(s). Exemplos:
em a: dá-lo, fá-lo-ás, fá-los-ás; em e: vê-lo, tê-los, tê- em a: dá-lo, fá-lo-ás, fá-los-ás; em e: vê-lo, tê-los, tê-
las-íamos; em o: pô-la-ão, pô-lo-emos, pô-los. las-íamos; em o: pô-la-ão, pô-lo-emos, pô-los.
DITONGOS ABERTOS ÉI: réis (moeda), géis, méis, DITONGOS ABERTOS ÉI: réis (moeda), géis, méis,
féis; ÉU: véu, céu, réu, léu, déu, téu; ÓI: sóis, dói, rói, féis; ÉU: véu, céu, réu, léu, déu, téu; ÓI: sóis, dói, rói,
mói, sói, gói, COI mói, sói, gói, COI

2- ACENTUAM-SE OS OXÍTONOS 2- ACENTUAM-SE OS OXÍTONOS


TERMINADOS EM: A(S): cajá, vatapá, jacá, Pará, TERMINADOS EM: A(S): cajá, vatapá, jacá, Pará,
quiçá, dará, Satanás, aliás, ananás, atrás; E(S): café, quiçá, dará, Satanás, aliás, ananás, atrás; E(S): café,
rapé, sapé, você, através, pontapés, cafés, cortês, rapé, sapé, você, através, pontapés, cafés, cortês,
português, freguês; O(S): paletó, cipó, mocotó, português, freguês; O(S): paletó, cipó, mocotó,
dominó, avô, compôs, robô, vovô, avós, cipós. dominó, avô, compôs, robô, vovô, avós, cipós.
Observação: São também acentuadas as formas Observação: São também acentuadas as formas
verbais terminadas em a, e, o, tônicos, seguidas de verbais terminadas em a, e, o, tônicos, seguidas de
lo(s), la(s). Exemplos: em a: recuperá-lo, cortá-lo, lo(s), la(s). Exemplos: em a: recuperá-lo, cortá-lo,
animá-las, acompanhá-los-íamos; em e: vendê-lo, animá-las, acompanhá-los-íamos; em e: vendê-lo,
fazê-las, conhecê-los-íamos, convencê-los; em o: fazê-las, conhecê-los-íamos, convencê-los; em o:
dispô-las, propô-los, compô-lo, repô-la-emos. dispô-las, propô-los, compô-lo, repô-la-emos.
EM(ENS): também, ninguém, vinténs, Jerusalém, EM(ENS): também, ninguém, vinténs, Jerusalém,
além. DITONGOS ABERTOS ÉI: papéis, anéis, além. DITONGOS ABERTOS ÉI: papéis, anéis,
fiéis, cordéis, quartéis, coronéis; ÉU: troféu, ilhéu, fiéis, cordéis, quartéis, coronéis; ÉU: troféu, ilhéu,
mausoléu, fogaréu, chapéu; ÓI: herói, anzóis, lençóis, mausoléu, fogaréu, chapéu; ÓI: herói, anzóis, lençóis,
faróis, constrói. 3. ACENTUAM-SE OS faróis, constrói. 3. ACENTUAM-SE OS
PAROXÍTONOS TERMINADOS EM: L: ágil, PAROXÍTONOS TERMINADOS EM: L: ágil,
amável, fácil, hábil, cônsul, desejável, útil, nível, amável, fácil, hábil, cônsul, desejável, útil, nível,
têxtil, móvel, níquel; N: éden, hífen, pólen, abdômen, têxtil, móvel, níquel; N: éden, hífen, pólen, abdômen,
líquen, sêmen, Nélson, Wílson; R: caráter, revólver, líquen, sêmen, Nélson, Wílson; R: caráter, revólver,
éter, mártir, destróier, açúcar, cadáver, néctar, éter, mártir, destróier, açúcar, cadáver, néctar,
repórter; X: tórax, fênix, ônix, Félix, cóccix, córtex, repórter; X: tórax, fênix, ônix, Félix, cóccix, córtex,
códex, xérox (xerox), látex; PS: bíceps, fórceps, códex, xérox (xerox), látex; PS: bíceps, fórceps,
Quéops, tríceps; Ã(S): ímã, órfã, ímãs, órfãs, Bálcãs; Quéops, tríceps; Ã(S): ímã, órfã, ímãs, órfãs, Bálcãs;
ÃO(S): órfão, órgão, bênção, sótão, órfãos, órgãos, ÃO(S): órfão, órgão, bênção, sótão, órfãos, órgãos,
bênçãos; I(S): júri, cáqui, beribéri, táxi, dândi, lápis, bênçãos; I(S): júri, cáqui, beribéri, táxi, dândi, lápis,
grátis, oásis, miosótis; ON(S): próton, elétrons, grátis, oásis, miosótis; ON(S): próton, elétrons,
nêutrons, íon, Críton, náilon, rádons; UM(UNS): nêutrons, íon, Críton, náilon, rádons; UM(UNS):
médium, álbum, fórum, médiuns, álbuns, fóruns; US: médium, álbum, fórum, médiuns, álbuns, fóruns; US:
bônus, ônus, vírus, Vênus, tônus, húmus, múnus bônus, ônus, vírus, Vênus, tônus, húmus, múnus
(obrigação); (obrigação);

DITONGOS: áurea, azálea, marmórea, argênteo, DITONGOS: áurea, azálea, marmórea, argênteo,
terráqueos, ígneo, ânsia, boêmia, frequência, calvície, terráqueos, ígneo, ânsia, boêmia, frequência, calvície,
imundície, cárie, barbárie, declínio, pátios, lábios, imundície, cárie, barbárie, declínio, pátios, lábios,
amêndoa, Páscoa, mágoas, nódoa, contígua, amêndoa, Páscoa, mágoas, nódoa, contígua,
espáduas, tênues, bilíngue, árduo. espáduas, tênues, bilíngue, árduo.

4. ACENTUAM-SE TODOS OS 4. ACENTUAM-SE TODOS OS PROPAROXÍTONOS:


PROPAROXÍTONOS: Exemplos: abdômenes, Exemplos: abdômenes, aeródromo, biológico, cálido,
aeródromo, biológico, cálido, cátedra, ênclise, cátedra, ênclise, fonógrafo, hífenes, hipódromo,
fonógrafo, hífenes, hipódromo, infinitésimo, infinitésimo, lêssemos, parêntese, têmporas, Verônica
lêssemos, parêntese, têmporas, Verônica.
O cigarro vicia porque o efeito da nicotina diminui com o uso e força a vítima a fumar cada vez
mais. Se é isso o que você ouviu falar, esqueça. Um único cigarro é capaz de levar ao vício, descobriu a
equipe do neurobiologista americano Daniel McGehee, da Universidade de Chicago, depois de analisar
fragmentos do cérebro de ratos nos quais se havia injetado nicotina. Segundo o cientista, a toxina do
cigarro estimula os neurônios a produzirem mais dopamina – molécula responsável pelas sensações de
prazer no organismo. “É isso que leva ao vício”, disse McGehee à Super. A grande novidade da pesquisa
foi mostrar exatamente como a nicotina produz a sedução fatal: eles verificaram que, logo depois de a
nicotina grudar em um neurônio, ele dispara um sinal que incita outras células cerebrais a produzir doses
extras de dopamina. O efeito é mais intenso quando os neurônios estão associados à memória e ao
aprendizado. Tem-se a impressão de que o cérebro se lembra da delícia e quer mais. E haja medo do
câncer para trazê-lo de volta à razão! FREIRE, Mariana. Revista SúperInteressante. São Paulo, nov. 2000.

1- De acordo com o texto, por que as pessoas sentem cada vez mais vontade de fumar?

2-“É isso que leva ao vício”, disse McGehee à Super. A palavra em destaque faz referência a que
palavra ou frase anterior?

3-“ Segundo o cientista, a toxina do cigarro estimula os neurônios a produzirem mais dopamina –
molécula responsável pelas sensações de prazer no organismo. Justifique o acento gráfico das palavras
em destaque.

4- “Segundo o cientista, a toxina do cigarro estimula os neurônios a produzirem mais dopamina(...)”.


Considerando a contagem de letras e fonemas das palavras em destaque, na ordem em que aparecem,
temos respectivamente:

a- 9 letras/9fonemas- 6 letras/ 6 fonemas – 7 letras/7 fonemas


b- 9 letras/8fonemas- 6 letras/ 5 fonemas – 7 letras/7 fonemas
c- 9 letras/8fonemas- 6 letras/ 7fonemas – 7 letras/6 fonemas
d- 9 letras/9fonemas- 6 letras/ 5 fonemas – 7 letras/8 fonemas

5- “O efeito é mais intenso quando os neurônios estão associados à memória e ao aprendizado. Tem-se a
impressão de que o cérebro se lembra da delícia e quer mais.” Uma dos vocábulos em destaque é
acentuado graficamente por uma regra diferente das outras palavras. Transcreva-a e justifique o seu
acento gráfico.

6- “A grande novidade da pesquisa foi mostrar exatamente como a nicotina produz a sedução fatal”.

Considerando as palavras em destaque no fragmento acima, é correto afirmar que:

A- Não há nenhum dígrafo nas três palavras em destaque.


B- O S e o Z têm som de /z/ e o X representa o som do Ch.
C- O X e o Z representam o som de /z/ e o S representa o fonema /s/.
D- Um fonema pode ser representado por várias letras.