Você está na página 1de 3

DATA :

DISCIPLINA:

VISTO PROF:
Data: NOTA:

- ROTEIRO DE LABORATÓRIO - Data:

Turma: Data:
Experimento:
Máquina CA – Assíncrona – ensaio em Vazio. Semestre:
Data:

GRUPO Aluno: RA:

Aluno: RA:

BANCADA Aluno: RA:

Aluno: RA:

1. Descrição da Prática:
Procedimentos:

1) Medir e anotar as resistências do resistor externo (R  tabela 1) e da bobina (r nominal  tabela 2).
2) Em seguida montar o circuito da figura acima, ajustando o gerador de função (fonte CA) para fornecer um sinal senoidal de
60 Hz com um nível de tensão apropriado (máximo de 10 V, valor eficaz).
3) Ligar a chave S e medir a tensão eficaz (E = Vac) do gerador ou fonte CA. Anotar na tabela 1 abaixo.
4) Anotar o valor real (lido no gerador de função) da freqüência (f) na tabela 1.
5) Medir as diferenças de potenciais (tensões eficazes) entre os pontos a e b (V ab), entre os pontos b e c (V bc) e entre os pontos
a e c (Vac). Anotar os valores na tabela 1.
6) A corrente alternada (I) (valor eficaz) que circula no circuito (e na bobina) pode ser calculada pela equação (1) dada acima. A
partir daí calcular Zbob e Ztot. Anotar tudo na tabela 1
7) Calcular a indutância própria da bobina (L) e a resistência interna r pelas equações (4) e (5), de acordo com a teoria
apresentada acima. Anotar os valores na tabela 2 e completar a tabela.
8) Ajustar o gerador para fornecer um sinal senoidal de 500 Hz e repetir as etapas de 2 a 7.
9) Ajustar o gerador para fornecer um sinal senoidal de 1000 Hz e repetir as etapas de 2 a 7.

Tabela 1 – Valores medidos/calculados relativos ao circuito (Atenção: incluir as unidades correspondentes)


f f R V ab V bc V ac = E I Z bob Z tot
(nominal) (real lida) (externo) (na (no (na fonte) (=V bc /R) (=V ab/I) (=V ac /I)
bobina) resistor)
60 Hz
500 Hz
1000 Hz
Nota: Os valores medidos/calculados para as tensões e corrente são valores eficazes (ou valores rms).

Tabela 2 – Comparações entre os Valores Calculados e os Valores Nominais (ou de referência) da bobina
f L L Erro r r Erro
(Nominal) Nominal Calculado (%) Nominal Calculado (%)
60 Hz
500 Hz
1000 Hz
Nota: Erro (%) = [ ( ValorCalculado – ValorNominal) / ValorNominal ] x 100%
2. Objetivo:
Medir experimentalmente a indutância L de uma bobina e a resistência interna r de seu enrolamento.

Fundamento teórico:

Seja o circuito da figura ao lado constituído por uma bobina com indutância L, resistência interna r, um resistor externo de

resistência R, alimentados por uma fonte de tensão senoidal de freqüência f.

Conhecendo-se a resistência do resistor externo R e medindo-se a tensão Vbc nos seus terminais, então, a corrente I da
malha pode ser obtida por:
Vbc
I (valor eficaz) (1)
R
Medindo-se a tensão Vab nos terminais da bobina, a impedância da bobina é, em módulo:
2
V 
Z 2bob  r 2  (2fL) 2   ab  (2)
 I 
Medindo-se a tensão Vac nos terminais da fonte ( Vac  E ), a impedância total do circuito é, em módulo:
2
V 
Z   R  r    2fL    ac 
2 2 2
tot (3)
 I 
Combinando as equações (2) e (3), chega-se a resistência e a indutância da bobina, ou seja:

Z 2tot  Z 2bob  R 2
r (4)
2R
e
1
L Z 2bob  r 2 (5)
2f

3. Material Utilizado:

Material:

Equipamento/material e diagrama de ligação:

 1 gerador de função (E) (“function generator”),


 1 resistor de 22 , 5 W (R),
 1 chave ou interruptor simples (S),
 1 bobina de núcleo de ar (entre 20 e 50 mH) (L e r),
 1 multímetro,
 1 voltímetro CA,
 Cabos, etc.
4. Bibliografia:

VICENT Del Toro, Fundamentos de Máquinas Elétricas. Editora Livros Técnicos e Científicos Editora S.A
.
LIWSCHIT - GANK, Michael. Máquinas de Corrente Contínua. Rio de Janeiro: Ao livro técnico, 1958. 395p

5. Conclusão:

Conclusões: Responda as perguntas seguintes :


: (Atenção: Tentar fazer esta etapa durante a aula prática.)
1) Observando os valores obtidos na tabela 2 responda:
a) Os erros obtidos nos 3 casos (60 Hz, 500 Hz e 1000 Hz) foram satisfatórios? Por quê?
b) A indutância L da bobina mostrou variação com a freqüência? É o que você esperaria? Por quê?
c) A resistência r da bobina mostrou variação com a freqüência? É o que você esperaria? Por quê?
2) A partir dos valores obtidos acima para um dos casos (60, 500 ou 1000 Hz), determinar a impedância da bobina (Z bob) e a
impedância total do circuito (Ztot) e construir os triângulos de impedâncias correspondentes, conforme figura abaixo.
Determinar o fator de potência (FP = costot) do circuito.

3) Ainda para o mesmo caso do item 2, posicionar o fasor corrente do circuito ( I ) na horizontal (no eixo de referência) e
 , V
desenhar o diagrama fasorial das tensões V   , conforme figura abaixo. Verificar que, em módulo,
ab bc e V ca

Vab  Vbc  Vac . Por quê?