Você está na página 1de 12

FQeMais Espaço

A Terra, a Lua e forças gravíticas

Todos os planetas têm dois tipos de movimentos:


 Movimento de rotação – em torno de si próprios no sentido direto (de oeste
para este), com exceção de Vénus, que roda no sentido contrário. Corresponde a
1 dia nesse planeta;
 Movimento de translação – em torno do Sol, no sentido direto (para um
observador no hemisfério norte). Corresponde a 1 ano nesse planeta.

Movimento Aparente do Sol


O Sol e as estrelas têm movimento aparente. O movimento aparente do Sol realiza-se
no sentido dos ponteiros do relógio (sentido retrógrado) e permite a orientação durante o
dia.
- Nasce de manhã, a ESTE – E.
- Vai subindo no céu até atingir o seu ponto mais alto,
que indica o SUL – S.
- Desce, depois, até se pôr a OESTE – O.
Quando estás voltado para o SOL no seu ponto mais alto,
tens: À frente – S
Atrás – N
À direita – O
À esquerda – E

Sucessão do Dia da Noite


A sucessão dos dias e das noites é devida ao
movimento de rotação da Terra. A desigualdade
dos dias e das noites deve-se à inclinação do eixo da
Terra. A desigualdade dos dias e das noites deve-se
à inclinação do eixo da Terra.

7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia


FQeMais Espaço

Estações do Ano
As estações do ano são devidas ao movimento de translação da Terra, com o seu eixo
de rotação inclinado.

Como o eixo de rotação não é perpendicular ao plano da órbita da Terra em volta


do Sol, os raios solares vão incidir ao longo do ano e no mesmo lugar da Terra, com
inclinações diferentes.

Estações do ano no hemisfério norte


Primavera
Inicia-se no equinócio de Março - dia 21 de Março, nesta data o dia e a noite têm a mesma
duração – 12 h. Os dias vão sendo cada vez maiores do que as noites.
Verão
Inicia-se no solstício de Junho - dia 21 de Junho, o dia maior do ano. Os dias vão sendo
cada vez menores, mas maiores do que as noites.
Outono
Inicia-se no equinócio de Setembro - dia 23 de Setembro; nesta data o dia e a noite têm
a mesma duração – 12 h. Os dias vão sendo cada vez menores do que as noites.
Inverno
Inicia-se no solstício de Dezembro - dia 22 de Dezembro, o dia menor do ano. Os dias
vão sendo cada vez maiores, mas menores do que as noites.
As estações do ano são opostas nos dois hemisférios.
7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia
FQeMais Espaço

Fases da Lua
A Lua é o satélite natural da Terra e é um corpo iluminado pela luz do Sol.
A Lua realiza dois movimentos: movimento de rotação (roda em torno de si própria) e
movimento de translação (roda em torno da Terra).

O tempo que a Lua demora a realizar uma rotação completa é igual ao necessário para
realizar uma translação completa: 27 dias e 7 dias, aproximadamente. É por este motivo que
a Lua tem sempre a mesma face voltada para a Terra.
A Lua é vista da Terra com formas diferentes. Estas diferentes formas chamam-se
fases da Lua. (vídeo fases da Lua)

A Lua não é iluminada pelo Sol sempre da mesma maneira devido ao seu movimento da
translação em volta da Terra.

7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia


FQeMais Espaço

Eclipses
Chama-se eclipse de um astro à ocultação total ou parcial desse astro pela sombra ou
penumbra de outro.
Existem dois tipos de eclipses: do Sol e da Lua. Os eclipses ocorrem nos momentos do
ano em que o Sol, a Terra e a Lua ficam perfeitamente alinhados.

Eclipse do Sol
Quando há eclipse do Sol, a Lua encontra-se em fase de Lua nova. É a sombra da Lua
que provoca o eclipse do Sol.

7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia


FQeMais Espaço

Eclipse da Lua
Quando há eclipse da Lua, esta encontra-se em fase de Lua cheia. É a sombra da
Terra que provoca o eclipse da Lua.

Não ocorrem eclipses do Sol e da Lua todos os meses pois a órbita da Lua não se
encontra no mesmo plano da órbita da Terra relativamente ao Sol.

(vídeo eclipse do Sol e da Lua)

7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia


FQeMais Espaço

Movimento e Repouso
O corpo está em movimento, quando à medida que o tempo passa, as suas posições
variam.
O corpo está em repouso, quando à medida que o tempo passa, a sua posição não varia.

Trajetória
A trajetória de um corpo é uma linha imaginária. Corresponde às sucessivas posições
ocupadas pelo corpo no decorrer do tempo.
As trajetórias podem ser retilíneas ou curvilíneas.

Distância percorrida ou Espaço percorrido


A distância percorrida ou espaço percorrido é o comprimento da trajetória entre duas
posições A e B. É uma grandeza escalar sempre positiva. A unidade SI da distância
percorrida é o metro, m.

7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia


FQeMais Espaço

Rapidez Média
Na linguagem do nosso dia-a-dia, quando dividimos a distância percorrida pelo tempo
gasto a percorrê-la, dizemos que estamos a calcular a velocidade média. No entanto,
devíamos dizer, rapidez média.
Em Física, designa-se por rapidez média a razão entre a distância percorrida por um
corpo e o intervalo de tempo que demorou a percorrê-la. A unidade SI da rapidez média é o
metro por segundo, m/s.

rm – rapidez média, (metro por segundo, m/s)


𝒅
𝒓𝒎 = d – distância percorrida, (metro, m)
∆𝒕
t – intervalo de tempo, (segundo, s)

Exercício 1.
Supõe que um automóvel se desloca ao longo de uma trajetória retilínea, tendo iniciado
o seu movimento na posição A, indo até B. Demorou 2 minutos de A a B.

a) Calcula a distância percorrida de A a B.


A distância percorrida foi de 500 m.

b) Qual a rapidez média do carro neste percurso.


rm ?
d = 500 m
t = 2 min = 2 × 60 s = 120 s
𝒅 500
𝒓𝒎 = ⟺ 𝒓𝒎 = ⟺ 𝒓𝒎 = 4,17 𝑚/𝑠
∆𝒕 𝟏𝟐𝟎

7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia


FQeMais Espaço

Forças
As forças não se veem, apenas se sentem os seus efeitos.
Nenhum corpo altera o seu estado de repouso ou movimento sem que sobre ele
atue uma força. Toda a causa capaz de alterar as características do movimento de um
corpo ou de lhe causar deformação.
 Imprimem movimento
 Travam o movimento
 Alteram a trajetória
 Causam deformações

A força é a grandeza que traduz e mede as interações entre os corpos. É


⃗ ) que indica:
representada por um vetor (𝑭
 Intensidade – maior tamanho do vetor indica maior intensidade da força.
 Direção – dada pela direção do segmento. (Pode ser: horizontal, vertical e
oblíqua.)
 Sentido – dado pela seta do vetor. (Pode ser: da direita para a esquerda (ou vice-
versa), de cima para baixo (ou vice-versa).)
 Ponto de aplicação – ponto onde a força atua.

Há aparelhos próprios para medir a intensidade das forças; esses aparelhos chamam-se
dinamómetros. A unidade de força no Sistema Internacional é o newton, N.

7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia


FQeMais Espaço

Como utilizar um dinamómetro?

As forças podem exercer-se:


 por contacto – Força muscular.
 à distância – Forças magnéticas; Forças elétricas; Forças gravíticas.

Como se explica o movimento dos planetas em volta do Sol?


Os planetas movem-se em torno do Sol e a Lua move-se em torno da Terra devido à
⃗ 𝒈 ) (ou gravitacionais).
existência de forças gravíticas (𝑭

As forças gravíticas são forças atrativas que atuam à distância. A sua intensidade
é tanto maior quanto:
 maior for a massa dos corpos;
 menor for a distância entre eles.

7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia


FQeMais Espaço

As forças aparecem aos pares.

⃗ 𝟏 ). Mas a Terra também


O Sol exerce uma força na Terra (𝑭
⃗ 𝟐 ), com a mesma intensidade e
exerce uma força no Sol (𝑭
direção, mas de sentido contrário.

⃗ 𝟑 ). Mas a Lua também exerce


A Terra exerce uma força na Lua (𝑭
⃗ 𝟒 ), com a mesma intensidade e direção, mas
uma força na Terra (𝑭
de sentido contrário.

Massa e Peso
A massa de um corpo é uma medida da quantidade de matéria que o constitui.
A massa de um corpo determina-se com uma balança. Exprime-se em quilograma (kg)
(SI).

O peso de um corpo é a força com que o corpo é atraído para a superfície da Terra.
O peso de um corpo determina-se com um dinamómetro. Exprime-se em
newton (N) (SI).

Ponto de aplicação – no corpo.


Direção – da reta que passa pelo centro do corpo e pelo centro
do planeta.
Sentido – do corpo para o planeta.
Intensidade – valor do peso, expresso em newton (N).

7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia


FQeMais Espaço

Relação entre o peso e a massa de um corpo


Em qualquer planeta, o peso e a massa de um corpo são diretamente proporcionais:
P=mxg
O quociente entre o peso e a massa tem um valor constante, chamado aceleração da
gravidade (g).
𝑷
= 𝟗, 𝟖 𝑵/𝒌𝒈 ≈ 𝟏𝟎 𝑵/𝒌𝒈
𝒎

No caso da Terra, esse valor é 9,8 N/kg, que podemos aproximar para 10 N/kg.

A massa de um corpo é uma propriedade do corpo e não varia.

O peso de um corpo não é uma propriedade do corpo e varia com o


lugar onde o corpo se encontra.

O peso de um corpo na Terra varia com a:


 Altitude – é tanto menor quanto maior for a altitude do lugar.

 Latitude – é tanto maior quanto maior for a latitude do lugar.

O peso de um corpo varia de planeta para planeta.


Para o mesmo corpo, a intensidade do peso depende da massa do planeta onde o
corpo se encontra e da distância entre o centro do planeta e o centro do corpo, que
corresponde ao raio:
 Pelo facto de a massa do planeta ser maior, o peso do corpo aumentará.
 Pelo facto de o raio do planeta ser maior, o peso do corpo diminuirá.

7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia


FQeMais Espaço

7º ano – Física e Química http://edufqemais.wix.com/ciencia