Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ.

CENTRO DE TECNOLOGIA
Departamento de Arquitetura e Urbanismo

HISTÓRIA DA ARTE – TG 0099


Profa: Beatriz Diógenes
Semestre 2015.1

MANEIRISMO

1. MANEIRISMO
• Manifestações artísticas desenvolvidas na Europa no século XVI, aproximadamente
entre 1520 e 1600
• expressão artística da crise que convulsiona todo o ocidente da Europa no período
• revisão dos valores clássicos e naturalistas propagados pelo humanismo
renascentista.
• Origem: Itália
• O termo italiano maniera
• Dvörack e o resgate do Maneirismo

2. A EUROPA NO SÉCULO XVI


• um tumultuado contexto político, social e cultural
• movimentos religiosos reformistas
• consolidação do absolutismo em diversos países
• a invasão da Itália pela França, Alemanha e Espanha
• o Concílio de Trento
• o centro do comércio mundial se transfere do mediterrâneo para o oeste europeu

3. A ARTE MANEIRISTA - CARACTERÍSTICAS
• dinamismo e complexidade de suas formas
• sofisticação intelectual
• artificialismo no tratamento dos temas
• manifestação de maior emoção ou tensão
• marcada pela contradição e conflito, com características opostas aos princípios
clássicos que dominaram a produção artística do período anterior

4. A PINTURA
• Deformação proposital da realidade
• Descontinuidade espacial do quadro – não há formulação lógica entre o tamanho e a
importância temática das figuras
• Dinamicidade - espaço dramático, carregado de apelos visuais e persuasivos
• Criação de uma atmosfera de tensão permanente.
• Principais pintores: Michelângelo, Tintoretto, Ticiano, Parmigianino, Veronesi, El
Greco

1
5. A ESCULTURA
• o distanciamento da realidade.
• produção de formas bizarras, proporções estranhas, superposições de planos, e
exagero nos detalhes
• busca da criação de uma atmosfera de tensão, característica do Maneirismo
• representação de grupos de figuras dispostas umas sobre as outras
• as figuras apresentam contorções extremadas e assumem posturas improváveis
• principais escultores: Amanatti, Giambologna e Michelângelo

6. A ARQUITETURA
• reflete um espírito antitético ao do renascimento.
• abandono do rigor classicista
• jogo com ilusões de perspectiva
• alteração dos ritmos estruturais
• flexibilização das proporções e da volumetria
• principais arquitetos: Andrea Palladio, Michelangelo, Giorgio Vasari, Giulio Romano e
Baldassari Peruzzi

7. BIBLIOGRAFIA

BAZIN, Germain. História da arte. Bertrand.


BRANDÃO, C. A. L. A formação do homem moderno vista através da arquitetura .
UFMG, 1999
HAUSER, Arnold. Historia Social da Literatura e da Arte.
JANSON, H. W. História da Arte. Fund. Gulbenkien
PEVSNER, Nikolaus – Panorama da Arquitetura Ocidental. Martins Fontes

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=cHOAF493k1U&feature=related