Você está na página 1de 2

Ensino Pré-Vestibular

GABARITO

HISTÓRIA
GERAL

EXT
6
Gabarito

História geral
História geral
REVOLUÇÃO RUSSA b) A Crise de 1929 espalhou-se rapidamente por prati-
camente todo o mundo. No Brasil, o principal proble-
Testes (página 2) ma foi a queda da cotação do café e, conseqüente-
12. A Rússia czarista desgastou-se demais nos primeiros anos mente, na exportação. A crise levou inúmeros
da Primeira Guerra Mundial, com vultosa perda econômica e cafeicultores à falência, desempregou milhares de tra-
de tropas, o que gerou intenso descontentamento popular, de- balhadores rurais e colocou em xeque o poder das oli-
sencadeando a revolta menchevista em fevereiro de 1917 e, garquias cafeeiras, depostas do poder um ano depois,
em seguida, a tomada do poder pelos bolchevistas, sob lide- na Revolução de 1930.
rança de Lênin e Trotsky.
TOTALITARISMOS
13.
a) Para Trotsky, tratava-se de defender a revolução per- Testes (página 6)
manente; para Stalin tratava-se de defender o socia- 12. Politicamente, o Estado conduziu-se de forma nacionalis-
lismo em um só país. ta e autoritária; socialmente, através de controle policial e de
b) Trotsky era favorável à internacionalização da revolu- uma estrutura sindical pelega (tutelada), submetendo as mas-
ção soviética e defendia a expansão desta para os sas com o apoio da burguesia industrial.
países da Europa Ocidental, então envolta em des-
contentamento e vivendo uma onda revolucionária. Tal
concepção denominou-se revolução permanente. Stalin SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
propunha o fortalecimento geopolítico da URSS, de-
senvolvendo a concepção do socialismo somente no Testes (página 8)
país, tornando-o, depois, modelo para implantação 12.
desse sistema político no mundo. Trotsky, líder durante a) Hitler tinha como referência a idéia de espaço vital,
o processo revolucionário de 1917, foi banido da URSS que incorporava a região dos sudetos (maioria alemã),
e, mais tarde, assassinado no exílio (México), por cons- e o reconhecimento de que os próprios sudetos faziam
tituir-se ameaça às pretensões ditatoriais stalinistas. parte da Alemanha antes da Primeira Guerra.
b) As democracias européias acreditavam que o interes-
DEMOCRACIAS LIBERAIS E A CRISE DE 29/30 se alemão se dirigia para o expansionismo em dire-
ção à fronteira soviética; também esperavam uma ati-
Testes (página 4) tude da Liga das Nações, que se mostrou inoperante.
12.
a) A Alemanha sofreu mais com os efeitos da Grande De-
pressão porque estava inserida na dinâmica das rela-
História geral 1
6
ções capitalistas internacionais e profundamente res-
sentida com as condições que lhe foram impostas pelo
Tratado de Versalhes. Já a União Soviética, desde a
Revolução socialista de 1917, vivia o isolamento im-
posto pela maioria dos países capitalistas, que a tor-
naram menos dependente do capital externo.
b) Realização de maciços investimentos estatais em obras
públicas de grande porte; reorganização do sistema
bancário, ampliando o controle deste pela União; criação
de sistema federal de seguro desemprego; concessão
de empréstimos a rendeiros, para que pudessem
comprar as próprias terras.

13.
a) Após a Primeira Guerra Mundial, os Estados Unidos
transformaram-se no maior centro do capitalismo mun-
dial, principalmente na década de 1920, marcada por
exagerado crescimento econômico. A superprodução
e a falta de mercado consumidor levaram o país, em
outubro de 1929, à grave crise que culminou com a
quebra da Bolsa de Valores de Nova York.