Você está na página 1de 14

Lista de Exercı́cios - Matemática Básica II

1. Sabendo que o número complexo i (sendo i a unidade imaginária) é raiz do polinômio


p(x) = x5 − 2x4 − x + 2, podemos afirmar que p(x) tem
[A] duas raı́zes iguais a i, uma racional e duas raı́zes irracionais.
[B] i e −i como raı́zes complexas e três raı́zes irracionais.
[C] uma raiz complexa i e quatro raı́zes reais.
[D] i e −i como raı́zes complexas e três raı́zes inteiras.
[E] três raı́zes simples e uma raiz dupla.
Resolução:

1 é raiz

1 1 -2 0 0 -1 2
1 -1 -1 -1 -2 0

p(x) = (x − 1)(x4 − x3 − x2 − x − 2)

2 é raiz

2 1 -1 -1 -1 -2
1 1 1 1 0

p(x) = (x − 1)(x − 2)(x3 + x2 + x + 1)

-1 é raiz

-1 1 1 1 1
1 0 1 0

p(x) = (x − 1)(x − 2)(x2 + 0x + 1)

x2 + 0x + 1 = 0
x2 = −1

x2 = ± −1

x2 = ± −i2

x = i ou x = −i
S = {i, −i, −1, 1, 2}
2. No plano complexo, temos uma circunferência λ de raio 2 centrada na origem. Sendo
ABCD um quadrado inscrito à λ, de acordo com a figura abaixo, podemos afirmar
que o número complexo que representa o vértice B é
√ √ √
1 3 √ √ 1 3 3 1
[A] − + i. [B] − 3 − i. [C] −1 + 3i. [D] − − i. [E] − + i.
2 2 2 2 2 2
Resolução:

Figure 1: Desenho Ilustrativo

Se r = 2 ⇒ |z| = 2.
Ligando o ponto O ao B temos um ∆BOA em que o ângulo do vértice O mede 90◦ .

 
2π 2π
z = 2 cos + sin ·i
3 3
√ !
1 3
z = 2 − + ·i
2 2

z = −1 + 3i

3. As raı́zes inteiras da equação 23x − 7 · 2x + 6 = 0 são


[A] 0 e 1. [B] -3 e 1. [C] -3 e 2. [D] -3, 0 e 1. [E] 0, 1 e 2.
Resolução:
Usando a variável auxiliar temos:
2x = y

Page 2
23x − 7 · 2x + 6 = 0 ⇒ y 3 − 7y + 6 = 0

1 é raiz

1 1 0 -7 6
1 1 -6 0

y 3 − 7y + 6 = 0 ⇒ (y − 1)(y 2 + y − 6)
y 2 + y − 6 têm raı́zes 2 e -3

Substituı́do os valores das raı́zes na equação 2x = y, temos

2x = −3 Não existe
2x = 2 ⇒ 21 = 2
2x = 1 ⇒ 20 = 1

Assim, as raı́zes inteiras da equação 23x − 7 · 2x + 6 = 0 são 0 e 1.

4. Determine o valor numérico do polinômio p(x) = x4 + 4x3 + 6x2 + 2017 para x = 89.

[A] 53 213 009.


[B] 57 138 236.
[C] 61 342 008.
[D] 65 612 016.
[E] 67 302 100.

Resolução:

p(x) = x4 + 4x3 + 6x2 + 4x + 2017


p(x) = (x4 + 4x3 + 6x2 + 4x + 1) + 2016
p(x) = (x + 1)4 + 2016
p(89) = (89 + 1)4 + 2016
p(89) = 904 + 2016
p(89) = 65 610 000 + 2016
p(89) = 65 612 016

5. As três raı́zes da equação x3 − 6x2 + 21x − 26 = 0 são m, n e p. Sabendo que m e n


são complexas e que p é uma raiz racional, o valor de m2 + n2 é igual a
[A] -18. [B] -10. [C] 0. [D] 4. [E] 8.

Page 3
2 é raiz

2 1 -6 21 -26
1 -4 13 0

Resolução:

(x − 2)(x2 − 4x + 13) = 0

Resolvendo a equação x2 − 4x + 13 = 0

∆ = (−4)2 − 4 · 1 · 13
= 16 − 52
= −36

4 + 6i



 x0 = = 2 + 3i
4 ± −36

 2
x= =
2 
 4 − 6i
x00

= = 2 − 3i
2
Resolvendo m2 + n2 , temos:

(2 + 3i)2 + (2 − 3i)2 = (4 + 12i − 9) + (4 − 12i − 9)


= 8 − 18
= −10

6. Considere os polinômios p(x) = x80 + 3x79 − x2 − e b(x) = x2 + 2x − 3. Sendo r(x)


1 
1
o resto da divisão de p(x) por b(x), o valor de r é igual a
2
1 5
[A] 0. [B] . [C] 1. [D] 2. [E] .
2 2
Resolução:
Se b(x) é grau 2, então r(x) é grau 1. Assim r(x) = ax + b.
Pelo o teorema do resto temos que:
p(x) = b(x) · q(x) + r(x) ⇒ p(x) = x80 + 3x79 − x2 − x − 1 = x2 + 2x − 3 · q(x) + (ax + b)
O polinômio b(x) = x2 + 2x − 3 em sua forma fatorada é b(x) = (x − 1)(x + 3).
Fazendo x = 1

180 + 3 · 179 − 12 − 1 − 1 = 12 + 2 · 1(−3) · q(1) + (a · 1 + b)


1=a+b

Page 4
Fazendo x = −3

−380 + 3 · (−3)79 − 32 − (−3) − 1 = −32 + 2 · (−3) − 3 · q(−3) + (a · −3 + b)


380 − 380 − 9 + 3 − 1 = −3a + b
−7 = −3a + b

Montando um sistema de equações temos


( 
a+b =1 a + /b = 1
⇒ ⇒ 4a = 8 ⇒ a = 2
−3a + b = −7 · (-1) 3a − /b = 7

Substituindo o valor de a na primeira equação

2+b=1
b=1−2
b = −1
 
1
Assim, r para r(x) = ax + b
2
 
1 1
r = 2 · + (−1)
2 2
2
= −1
2
=0

7. Considere o polinômio p(x) = x6 − 2x5 + 2x4 − 4x3 + x2 − 2x. Sobre as raı́zes de


p(x) = 0, podemos afirmar que
[A] quatro raı́zes são reais distintas.
[B] quatro raı́zes são reais, sendo duas iguais.
[C] apenas uma raiz é real.
[D] apenas duas raı́zes são reais e iguais.
[E] apenas duas raı́zes são reais distintas.
Resolução:

p(x) = x6 − 2x5 + 2x4 − 4x3 + x2 − 2x


= x(x5 − 2x4 + 2x3 − 4x2 + x − 2)
= x[x4 (x − 2) + 2x2 (x − 2) + 1(x − 2)]
= x(x − 2)(x4 + 2x2 + 1)
= x(x − 2)(x2 + 1)2

Page 5
x(x − 2)(x2 + 1)2 = 0

Produtos de fatores igual a 0, temos o seguinte



2
x + 1 = 0 √
( 
n x−2 =0
x=0 ou ou x = ± −1
x =2 
x =±i

Portanto, polinômio p(x) = x6 − 2x5 + 2x4 − 4x3 + x2 − 2x possui as seguintes raı́zes

S = {0, 2, i, −i}

Sendo as raı́zes complexas, raı́zes com multiplicidade 2.


8. O polinômio f (x) = x5 − x3 + x2 + 1, quando dividido por q(x) = x3 − 3x2 + 2 deixa
resto r(x). Sabendo disso, o valor numérico de r(−1) é
[A] -10. [B] -4. [C] 0. [D] 4. [E] 10.
Resolução:

/5
x +0x4 −x3 +x2 +0x +1 x3 − 3x + 2
/5
−x 3x3 −2x2 x2 + 2

2x3
/// −x2 +0x +1
///3
−2x +6x −4

−x2 +6x −3

r(x) = −x2 + 6x − 3
r(−1) = −(−1)2 + 6(−1) − 3
= −10

9. A soma de todas as soluções da equação 2 cos3 (x) − cos2 (x) − 2 cos(x) + 1 = 0, que
estão contidas no intervalo [0, 2π], é igual a
[A] 2π. [B] 3π. [C] 4π. [D] 5π. [E] 6π.
Resolução:
Fazendo cos(x) = y na equação 2 cos3 (x) − cos2 (x) − 2 cos(x) + 1 = 0 temos
2y 3 − y 2 − 2y + 1 = 0
Tomando y = 1
2 · (1)3 − 12 − 2 · (1) + 1 = 0
2−1−2+1=0
0=0

Page 6
1 é raiz
3
2y
// −y 2 −2y +1 y−1
3
−2y
// +2y 2 2y 2 + y − 1

y/2 −2y +1

−y/2 +2y

−y/ +1/

+y/ −1/

Assim, o polinômio (y − 1)(2y 2 + y − 1) tem raı́zes


 
1
1, −1,
2
Voltando para cos(x) = y temos
cos(x) = 1 ⇒ x = 0 ou x = 2π
cos(x) = −1 ⇒ x = π
1 π 5π
cos(x) = ⇒ x = ou x =
2 3 3
Somando as soluções temos
π 5π
π + 2π + + = 5π
3 3

10. Dado o polinômio q(x) que satifaz a equação x3 + ax2 − x + b = (x − 1) · q(x) e


sabendo que 1 e 2 são raı́zes da equação x3 + ax2 − x + b, determine o intervalo no
qual q(x) ≤ 0.
[A] [−5, −4]. [B] [−3, −2]. [C] [−1, 2]. [D] [3, 5]. [E] [6, 7].
Resolução:

1 é raiz

1 1 a -1 b
2 1 1+a a a+b=0
1 3+a 3a + 6 = 0

3a + 6 = 0 ⇒ a = −2
a + b = 0 ⇒ b = −a = 2

Page 7
Assim o polinômio p(x) = x3 − 2x2 − x + 2 = (x − 1)(x − 2)(x + 1)

q(x) = (x − 2)(x + 1) ⇔ −1 ≤ x ≤ 2

S = [−1, 2]

11. Um polinômio q(x), do 2◦ grau é definido por q(x) = ax2 + bx + c, com a, b e c reais,
a 6= 0. Dentre os polinômios a seguir aquele que verifica a igualdade q(x) = q(1 − x),
para todo x real é

[A] q(x) = a(x2 + x) + c


[B] q(x) = a(x2 − x) + c
[C] q(x) = a2 (x2 − x) + c
[D] q(x) = a2 (x2 + x) + c
[E] q(x) = ax2 + c

Resolução:

q(x) = q(1 − x) ⇔
ax2 + bx + c = a(1 − x)2 + b(1 − x) + c ⇔
ax2 + bx = a − 2ax + ax2 + b − bx ⇔
2(a + b)x − (a + b) = 0 ⇔
a+b=0

Logo q(x) = ax2 − ax + c = a(x2 − x) + c

12. Os polinômios A(x) e B(x) são tais que A(x) = B(x) + 3x3 + 2x2 + x + 1. Sabendo-se
que -1 é raiz de A(x) e 3 é raiz de B(x), então A(3) − B(−1) é igual a
[A] 98. [B] 100. [C] 102. [D] 103. [E] 105.
Resolução:
A(−1) = 0 B(3) = 0

A(x) = B(x) + 3x3 − 2x2 + x + 1


A(−1) = B(−1) + 3(−1)3 − 2(−1)2 + (−1) + 1
0 = B(−1) − 1
B(−1) = 1

A(3) = B(3) + 3(3)3 + 2(3)2 + 3 + 1


A(3) = 0 + 103
A(3) = 103

A(3) − B(−1) = 103 − 1 = 102

Page 8
13. Seja a função P (x) = 2x3 − 9x2 + 14x − 5. Sabendo-se que 2 + i é raiz de P , o maior
intervalo I de números reais que faz P (x) < 0, para todo x ∈ I é
     
1 1 1 3
[A] −∞, . [B] ]0, 1[. [C] , 2 . [D] ]0, +∞[. [E] − , .
2 4 4 4
Resolução:
Como os coeficientes do polinômio P (x) = 2x3 − 9x2 + 14x − 5 são reaiz e 2 + i é raiz,
então seu conjugado, 2 − i, também é raiz de P .
−(−9) 9 1
σ= = (2 + i) + (2 − 1) + r ⇔ r = − 4 = .
2 2 2
 
1 1
Logo, P (x) < 0 ⇔ x < , ou seja, I = −∞, .
2 2

14. Seja a inequação 6x4 − 5x3 − 29x2 + 10x < 0. Seja (a, b) um intervalo contido no
conjunto solução dessa inequação. O maior valor possı́vel para b − a é:
13 1 5 8
[A] 2. [B] . [C] . [D] . [E] .
6 3 2 3
Resolução:
Consideramos a função de R em R, definida por:

f (x) = 6x4 − 5x3 − 29x2 + 10 = x(6x3 − 5x2 − 29x + 10).

Aplicamos o dispositivo de Briot-Ruffini para verificar que -2 é raiz da equação

6x3 − 5x2 − 29x + 10

-2 6 -5 -29 10
6 -17 5 0

f (x) = x(x − 2)(6x2 − 17x + 5)

Resolvendo a equação 6x2 − 17x + 5 temos


p
17 ± (−17)2 − 4 · 6 · 5
x=
12
17 + 13 5
x0 = =
12 2
17 − 13 1
x00 = =
12 3
  
5 1
f (x) = x(x − 2) x − x−
2 4
1 5
6x4 − 5x3 − 29x2 + 10x < 0 ⇔ f (x) < 0 ⇔ −2 < x < 0 ou <x<
3 2

Page 9
Se o intervalo (a, b) está contido no conjunto solução

1 5
−2 ≤ a < b ≤ 0 ou ≤a<b≤
3 2

Para a = −2 e b = 0, temos

b − a = 0 − (−2) = 2

1 5
Para a = e b = , temos
3 2
5 1 13
b−a= − =
2 3 6
13
Assim o maior valor de b − a é .
6
15. Sejam x1 , x2 e x3 as raı́zes da equação x3 − ax − 16 = 0. Sendo a um número real, o
valor de x31 + x32 + x33 é igual a:
[A] 32−a. [B] 48−2. [C] 48. [D] 48+2a. [E] 32+a.
Resolução:
Pela as relações de Girard temos

x1 + x 2 + x3 = 0

Assim,

3
x1 − ax1 − 16 = 0

x32 − ax2 − 16 = 0

 3
x3 − ax3 − 16 = 0

(x31 + x32 + x33 ) − a(x1 + x2 + x3 ) − 48 = 0 ⇔


(x31 + x32 + x33 ) − a · 0 − 48 = 0 ⇔
x31 + x32 + x33 = 48

o polinômio 5x3 − 3x2 − 60x + 36 = 0. Sabendo que ele admite uma solução
16. Considere√
da forma n, onde n é um número natural, pode-se afirmar que:

[A] 1 ≤ n < 5.
[B] 6 ≤ n < 10.
[C] 10 ≤ n < 15.
[D] 15 ≤ n < 20.
[E] 20 ≤ n < 25.

Page 10
Resolução:
5x3 − 3x2 − 60x + 36 = 0
x2 (5x − 3) − 12(5x − 3) = 0
(5x − 3)(x2 − 12) = 0

3 √
x= ou x = ± 12
5

17. Seja p(x) = x3 + ax2 + bx um polinômio cujas raı́zes são não negativas e estão em
progressão aritmética. Sabendo que a soma de sues coeficientes é igual a 10, podemos
afirmar que a soma das raı́zes de p(x) é igual a
9
[A] 9. [B] 8. [C] 3. [D] . [E] 10.
2
Resolução:
p(x) = x3 + ax2 + bx
= x(x2 + ax + b)
A soma das raı́zes
1 + a + b = 10
a+b=9
Como as raı́zes estão em P A, temos o seguinte
(x1 , x − 2, x3 ) ⇒ (0, x2 , 2x2 )
Pela as relações de Girard

−b
x 1 + x 2 + x 3 =



 a c
x1 x2 + x 1 x3 + x2 x3 =
a
−d



x 1 x 2 x 3 =

a
−b
Para x1 + x2 + x3 = temos
a
−a
0 + x2 + 2x2 = ⇒ 3x2 = −a ⇒ a = −3x2
1
c
Para x1 x2 + x1 x3 + x2 x3 = temos
a
b
0 · x2 + 0 · 2x2 + x2 · 2x2 = ⇒ b = 2x22
1
Fazendo a + b = 9
−3x2 + 2x22 = 9
2x22 − 3x2 − 9 = 0

Page 11
p
3± (−3)2 − 4 · 2 · 9
x2 =
4
3+9 12
x02 = = =3
4 4
3−9 −6 =3
x002 = = =
4 4 2
Substituindo os valores de x2 em a = −3x2 e b = 2x22

a = −3 · 3 = −9
b = 2 · 32 = 18

Assim, para o polinômio p(x) temos o seguinte

p(x) = x3 + ax2 + bx ⇒ x3 + 9x2 + 18x

Para a soma das ráizes de p(x)

−b −(−9)
S= = =9
a 1

9z 2
18. Resolva a equação z 2 + = −5, onde z pertence ao conjunto dos números
(z + 3)2
complexos.

2
9z 2

2 3z 3z
z + +5=0⇔ z− +2·z· +5=0
(z + 3)2 z+3 z+3
2
z2 z2
  
⇔ +6 +5=0
z+3 z+3

Portanto

z2 2 −1 ± 11i
= −1 ⇔ z + z + 3 = 0 ⇔ z =
z+3 2

z2 2 −5 ± 35i
= −5 ⇔ z + 5z + 15 = 0 ⇔ z =
z+3 2
( √ √ √ √ )
−1 + 11i −1 − 11i −5 + 35i −5 + 35i
S= , , ,
2 2 2 2

19. O polinômio P (x) = x5 − 3x4 + 10x3 − 30x2 + 81x − 243 possui raı́zes complexas
(não reais) simétricas e uma raiz com valor igual ao módulo das raı́zes complexas.
Determine todas as raı́zes do polinômio.

Page 12
P (x) = x5 − 3x4 + 10x3 − 30x2 + 81x − 243
= x4 (x − 3) + 10x2 (x − 3) + 81(x − 3)
= (x4 + 10x2 + 81)(x − 3)

Resolvendo a equação x4 + 10x2 + 81. Fazendo x2 = y ⇒ y 2 + 10y + 81 = 0


p
−10 ± (10)2 − 4 · 1 · 81
y=
2

−10 ± −224
y=
2

 √
y 0 = −5 + 2 14i √ √ 2
√ = ( 2 ± 7i)
y 00 = −5 − 2 14i

Resolvendo x2 = y temos
√ √
x2 = ( 2 ± 7i)2
√ √
x = ±( 2 ± 7i)
 √ √ √ √ √ √ √ √
S = 3, 2 + 7i, 2 − 7i, − 2 + 7i, − 2 − 7i
√ √ √
20. Considere o polinômio p(x) = x4 − (1 − 2 3)x3 + (3 + 2 3)x2 − (1 + 4 3)x + 2.

a) Determine os números reais a e b que p(x) = (x2 + ax + 1)(x2 + bx + 2).

p(x) = (x2 + ax + 1)(x2 + bx + 2)


= x4 + bx3 + 2x2 + ax3 + abx2 + 2ax + x2 + bx + 2
= x4 + (a + b)x3 + (3 + ab)x2 + (2a + b)x + 2

Assim:

p(x) = x4 + (a + b)x3 + (3 + ab)x2 + (2a + b)x + 2


√ √ √
= x4 − (1 + 2 3)x3 + (3 + 2 3)x2 + (1 + 4 3)x + 2

Concluı́mos que
 √
a + b = −1 − 2 3


 (


 a = −2 3
3 + ab = 3 + 2 3 ⇔
 b = −1

 √
2a + b = −1 − 4 3

Page 13
b) Determine as raı́zes de p(x).
√ √
p(x) = (x2 − 2 3 + 1)(x2 − x + 2) = 0 ⇔ x2 − 2 3 + 1 = 0 ou x2 − x + 2 = 0


Para x2 − 2 3 + 1 = 0
√ √ √ √
x= 3 + 2 ou x = 3 − 2

Para x2 − x + 2 = 0
√ √
1 7i 1 7i
x= + ou x = −
2 2 2 2

Page 14