Você está na página 1de 16

Domingo, 17 de Setembro de 2017

Estilista Leila Gaspar


“Acho que nasci para fazer caridade”
Leila Gaspar é das estilistas mais antigas da província da Huila. Entrou no mundo da moda por divertimento,
mas hoje sente a actividade como um dom concedido por Deus e encara com mais seriedade. Porém,
já não aprecia com o mesmo prazer de outros tempos os holofotes da fama, razão porque optou por direccionar
os seus esforços para acções de carácter social.

Curiosidades + Comer fora + Comer em casa + Reportagem + Cultura + Roteiro de casa + Roteiro de rua
2 CURIOSIDADES Domingo
17 de Setembro de 2017

Horóscopo Angola Saiba


EDIÇÕES NOVEMBRO
CARNEIRO de 21/03 a 20/04
Nesta semana tem boas possibilidades, mas nem todas
as iniciativas são de momento oportunas. Não se precipite
Faraday
a fazer mudanças, necessita de mais tempo de reflexão. Michael Faraday viveu de 1791
a 1867. Foi físico e químico in-
glês. É considerado um dos
TOURO de 21/04 a 20/05 cientistas mais influentes de
Nesta semana, deverá conviver o mais possível e ver todos os tempos. As suas con-
alguns amigos que já não vê há algum tempo. Podem tribuições mais importantes e
surgir desses convívios alguns encontros fugazes, apai- os seus trabalhos mais conhe-
xonantes mas meramente físicos. Não confunda fortes cidos tratam dos fenómenos
atracções físicas com sentimentos. da electricidade, da electro-
química e do magnetismo, mas
Faraday fez também diversas
GÉMEOS de 21/05 a 20/06 outras contribuições muito im-
O entusiasmo reina no seu quotidiano, a sua mente está portantes na física e na química.
voltada para o futuro de forma muito aberta e positiva. As suas descobertas em elec-
Os novos encontros podem trazer alguém que revolucionará tromagnetismo forneceram a
o seu dia-a-dia, conferindo uma nova cor e alegria. base para os trabalhos de en-
genharia no fim do século XIX
para que Edison, Siemens, Tesla
CARANGUEJO de 21/06 a 21/07 e Westinghouse tornassem pos-
Nesta semana, terá alguma tendência para se envaidecer sível a electrificação das socie-
tanto da sua pessoa, dos seus pertences ou até mesmo dades industrializadas. Os seus
da pessoa com quem partilha os seus dias. Lembre-se trabalhos em electroquímica
que há que ter conta peso e medida, poderá ser mal in- são amplamente usados em
terpretado ou tornar-se inconveniente. Local aprazível na província do Cuanza-Sul química industrial.

LEÃO de 22/07 a 22/08


Não confunda atracção física com sentimentos. Este será Cachoeiras do Binga
um período em que viverá momentos escaldantes, contudo
serão passageiros e sem significado para um futuro a As Cachoeiras do Binga estão situadas no rio Keve e constituem um dos postais de Lance
médio prazo. Atenção às relações duplas, não corra riscos
desnecessários.
visita da província do Cuanza-Sul. Também se destacam neste aspecto a fonte das
águas medicinais do Waku-Kungo (Pedras d’Águas) e a Baía do Kikombo, onde em
1640 Salvador Correia de Sá desencadeou um ataque que culminou com a expulsão
Armstrong
dos colonialistas holandeses. O rio Queve é um curso de água de Angola que faz parte Lance Armstrong foi um ciclista
VIRGEM de 23/08 a 22/09 da Vertente Atlântica. É designado por Cuvo nas terras altas do Huambo e por Queve profissional americano, cam-
Nesta semana, não se isole, procure pelo menos estar mais a jusante e perto da sua foz. peão de estrada em 1993. Ficou
em contacto mais íntimo com a sua família ou com aqueles famoso por ter vencido o Tour
que lhe são mais próximos. O isolamento não resolverá de France por sete vezes con-
quaisquer problemas. Tente o diálogo com a pessoa secutivas, um record absoluto
amada em vez de se pôr de lado. nessa prova, entre 1999 e 2005.
Todavia, em 2012, alguns anos
Fazem anos esta semana após encerrar a sua carreira
BALANÇA de 23/09 a 22/10 desportiva, perdeu todos os tí-
Nesta semana, sentirá um forte desejo de viver momentos tulos obtidos depois de 1998
intensos com o seu parceiro. Dedique toda a atenção, Julio Iglesias e foi banido do ciclismo com-
surpreenda-o com pequenas coisas no dia-a-dia. Se está petitivo pela União Ciclística
só, tenha em atenção à forma libertina como age quoti- Julio José Iglesias Puga de la Cueva, mais conhecido Internacional, em razão do uso
dianamente. Não crie situações problemáticas. como Julio Iglesias, nasceu em Madrid, a 23 de de doping.
Setembro de 1943, é cantor, compositor e empresário
espanhol de fama internacional. Dedicou-se ini-
ESCORPIÃO de 23/10 a 21/11 cialmente à carreira desportiva, com o objectivo
Nesta semana, não seja tão exigente consigo próprio de tornar-se um jogador profissional de futebol.
nem com os que o rodeiam. Abra a sua mente e procure Actuou na equipa do Real Madrid, na posição de
as razões pelas quais o seu parceiro reage de forma guarda-redes, entre 1958 e 1962.
diferente. Se fizer este exercício simples, poderá contar
com um relacionamento mais firme e tranquilo.

SAGITÁRIO de 22/11 a 21/12 Andrea Bocelli


Nesta semana, abra o seu coração, não tenha receio de
amar. Expresse os seus sentimentos e não dê margem Andrea Bocelli OMRI nasceu em Lajatico, Itália, a
para dúvidas nem ouvidos a terceiros mal intencionados. 22 de Setembro de 1958, é um tenor e compositor.
Se está a aguardar o início de uma nova relação, seja Vencedor de cinco BRIT Awards e três Grammys,
paciente e aguarde melhores dias. Bocelli gravou nove óperas completas, entre as
quais "La bohème", "Il trovatore", "Werther" e
"Tosca", além de vários álbuns clássicos e populares,
CAPRICÓRNIO de 22/12 a 20/01 tendo vendido mais de 70 milhões de cópias em
Não dê ouvidos às bocas do mundo. As más-línguas por todo o mundo.
vezes jogam por terra sentimentos e relacionamentos
perfeitos. Se está a iniciar uma relação, o melhor será
confiar na sua intuição. O tempo ditará que as suas opções
foram as mais correctas. Thiago Silva
Sophia Loren
Sophia Loren, nome artístico
Thiago Emiliano da Silva nasceu no Rio de Janeiro, de Sofia Constanza Brigida Vil-
AQUÁRIO de 21/01 a 19/02 a 22 de Setembro de 1984, é futebolista. Joga na lani Scicolone, nasceu em Roma,
Nesta semana, sentir-se-á um pouco desgastado e sem posição de defesa e actualmente defende as cores a 20 de Setembro de 1934, é
grande capacidade de compreensão e tolerância para do Paris Saint-Germain. actriz. Loren começou a sua
com o ser amado. Deverá dizer aquilo que sente, ultrapassar carreira no cinema em 1950.
dúvidas e fazer as suas opções. Aos 15 anos, apareceu em vários
papéis menores até ser contra-
tada para cinco filmes pela Pa-
PEIXES de 20/02 a 20/03 ramount, em 1956, lançando
Nesta semana, a calma não abundará e poderá reflec- a sua carreira internacional.
tir-se na sua vida amorosa. Analise os sentimentos Actuou em filmes notáveis como
que nutre pelo seu parceiro, seja honesto consigo Bakari Koné "The Pride and the Passion",
próprio e defina aquilo que quer para a sua relação. "Houseboat", "It Started in Na-
Não insista naquilo que o incomoda. Bakari Koné nasceu em Abidjan, a 17 de Setembro ples". Sophia Loren ganhou
de 1981, é futebolista. Joga na posição de atacante fama internacional em 1962,
Editor António Cruz
e defende as cores do Lekhwiya. Koné é muito veloz quando recebeu o Oscar de Me-
Subeditores Edna Cauxeiro e Ferraz Neto e habilidoso e é conhecido também por possuir lhor Actriz pelo filme Duas mu-
Edição de Arte Albino Camana, Valter Vunge, uma estatura extremamente baixa. lheres, que também lhe rendeu
Sócrates Simóns, Raul Geremias, Henrique
Faztudo, António Quipuna o prémio de Melhor Actriz no
Fim-de-Semana Textos Armindo Pereira, Roque Silva, Béu Festival de Cannes.
Pombal, António Capapa, Eugénio Campos
Fotos JAimagens e Globo
Domingo
17 de Setembro de 2017 CLASSICO 3
MACHAI FERREIRA| EDIÇÕES NOVEMBRO

Diferentes “cores” e opiniões são seguidas


por membros de uma mesma família e a paz
continua a reinar nos lares

Primeiro de Agosto versus Petro de Luanda


Derby com prolongamento em casa
Os desafios de futebol não são vividos apenas no campo. Ganham vida também em muitos lares, onde membros
de uma mesma família defendem cores de diferentes emblemas.

António Capapa quando o Primeiro de Agos- que atitude gostaria que os os insultos em casa “mas quem é vencedor não lhe beleza da vida está na di-
to vence, eu sofro com a outros tivessem, caso a sua tudo de forma equilibrada, faz mossa, tendo em conta versidade de opiniões, e não
troça. O mesmo acontece equipa tivesse perdido. Fazer naquilo que na gíria se chama que no bairro Rangel, onde só. “Costumo sempre dar
O escaldante Primeiro de quando é o contrário. Mas, uso “da sensatez, isto é, sem de estiga”. nasceu e cresceu, “as brin- o exemplo do vento: só existe
Agosto – Petro de Luanda sempre respeitando o fair faltar ao respeito” é o que Até há cinco anos, era cadeiras de infância eram vento, a atmosfera não tem
causou também grande fre- play”, assegura. aconselha o psicólogo Cleo- diferente. Osvaldo parecia carregadas de chacota. Se igual temperatura no seu
nesi em muitas residências O jornalista Osvaldo da nício Bravo da Rosa. ser o tipo de adepto que não aguentasses, ías para todo”, afirma.
em que os esposos não sãos Piedade é adepto da equipa queria carregar toda a dor a casa. Se lutasses e per- Para boa convivência, o
adeptos das mesmas equipas, do Rio Seco, enquanto a es- do clube do coração, ao pon- desses a peleja, a tua ‘estiga’ especialista considera fun-
e, muitas vezes, com os filhos posa nutre simpatia pela do Normalmente, to d e “ d e i xa r d e c o m e r aumentava”. damental as pessoas serem
a ajudarem a apimentar nas Catetão. Opções contrárias quando quando ela perdesse”. Mas, O encenador, autor da educadas. Uma educação
diferenças. que garantem “um bom con- o 1º de Agosto actualmente, já consegue famosa peça teatral “O Fei- que dá uma perspectiva
Adepto do Petro de Luan- vívio na diversidade”, va- vence, gerir melhor os resultados ticeiro e o inteligente”, en- melhor da realidade das
da, o encenador do grupo lorizado por Osvaldo. eu sofro negativos do Primeiro de tende, igualmente, que o coisas. “Uma educação as-
teatral Etu Lene, Felisberto Ele e a esposa têm, igual- com a troça. Agosto. Condenando, por desporto deve ser um factor sente na tolerância” e que
Cassua, torceu em casa pela mente, o hábito de assistir O mesmo outro lado, situações ina- de união na família e não o “torna as relações humanas
equipa do coração. Mas, teve juntos os jogos pela televi- acontece mistosas resultantes do gozo contrário. Razão por que harmoniosas”.
a companhia da mulher que são, quer nacionais, quer quando que sofre quem teve a sua também critica os casais Cleonídio Bravo da Rosa
nesse dia vestiu-se de ru- internacionais. Para Osval- é o contrário. equipa derrotada. que se desentendem em aproveita para apelar à ne-
bro-negro. O filho de treze do, “estar com a compa- Mas, sempre Para ele, o desporto é bom momentos de chacota, pois, cessidade de se investir no
anos faz claque com a mãe. nheira também ajuda muito respeitando e não se pode permitir que segundo afirma, “para além respeito pela opinião dife-
Segundo Felisberto Cas- ao diálogo e na partilha de o “fair play” os resultados que nos de- de não saberem observar o rente. “Quem fala da opinião,
sua, ele e a esposa vestiram conhecimentos. O futebol sagradem gerem violência. fair play, não se amam”. fala da escolha diferente.
camisolas de cores dife- chega a ser “um grande fac- “Por mais que tenhamos o Cleonício Bravo da Rosa Cada um tem uma perspec-
rentes “mas imbuídos de tor de união”. coração a doer, um bom sor- vê nas diferenças clubísticas tiva própria, que o torna di-
amor”. E, quase sempre, Para o psicólogo clínico riso faz bem”, sentencia. e nas abordagens na família ferente, quanto às opiniões
assistem o jogo saboreando Leonídio Bravo da Rosa, tudo E sensatez é o que parece Felisberto Cassua asse- do futebol como uma forma ou opções. E mais, em cada
um bom petisco que no final deve ser gerido de forma não faltar a Osvaldo e a es- gura que também sabe lidar de se “promover a demo- opinião, há alguma verdade.
sai mais gostoso para aquele empática, “cada um deve posa. Porquanto, quando o com resultados negativos. cracia familiar”. Portanto, é diversidade de
cuja equipa termina ven- colocar-se no lugar do ou- Primeiro de Agosto perde De acordo com o homem Na opinião do psicólogo opiniões que gera conheci-
cedora. “Normalmente, tro”, questionando-se sobre com o Petro de Luanda, sofre das artes, a provocação de Cleonídio Bravo da Rosa, a mento”, sublinha.
4 ENTREVISTA Domingo
17 de Setembro de 2017

ARÃO MARTINS | EDIÇÕES NOVEMBRO

PERFIL

MARIA MANUELA
VITURO
GOUVEIA
GASPAR “LEILA”

Naturalidade:
Lubango

Data de
Nascimento:
8 de Março de 1966

Filiação: Manuel
Gouveia e Hirondina
Vituro Gouveia

Número de filhos:
Quatro

Perfume:
Tierry Mulle Alien

Cidade angolana
preferida:
Lubango

Desporto: Prefere a
dança.

Defeito: Detesta o
racismo

Prato preferido:
Não tem

Fruta preferida:
Manga, abacaxi
e uvas

Estilista Leila Gaspar


“Acho que nasci para
fazer caridade”
Leila Gaspar é das estilistas mais antigas da província da Huíla. Entrou no mundo da moda
por divertimento, mas hoje sente a actividade como um dom concedido por Deus e encara
com mais seriedade.

Arão Martins / Huíla produtos, eu guardava a mi- cabeça e comecei a cozer. míbia. Tenho, também, mar- dos” e comprava vestidos pessoas pensavam que de-
nha parte para apanhar o Nessa altura, cozi e desfilei. cas na França, Itália e no grandes para transformá-los sapareci do mercado. Depois
autocarro. Por causa disso, Desfilava e quando chegasse Brasil, entre outros. Há muita e fazer roupas para mim e de vários anos, voltei publi-
Porém, já não aprecia com as pessoas começaram a tra- ao camarim, chorava. Voltava roupa feita por mim nesses para as minhas amigas. A camente a apresentar, no
o mesmo prazer de outros tar-me por “Leyland”. Por a passar e chorava, sempre. países. Por várias vezes, re- minha mãe é que era cos- último fim-de-semana, as
tempos os holofotes da fama, ser um nome cumprido, di- Depois criei o gosto e estou cebi solicitações de nomes tureira. Na nossa família, novas tendências de Verão.
razão porque optou por di- minuíram para Leila e eu aqui até hoje, já lá vão cerca sonantes do mundo das artes, em cada uma das irmãs da São novas criações. O evento
reccionar os seus esforços gostei. Até a minha mãe pas- de 24 anos. inclusive dos Irmãos Ver- minha mãe, há uma filha decorreu numa unidade ho-
em acções mais de carácter sou a chamar-me assim e dades. Declinei muitos pe- costureira e ao ver sempre teleira da cidade do Lubango.
social. Acredita não ser obra tornei-me Leila. O meu no- Já mostrei didos, por achar que nasci a minha mãe a cozer criei o É uma colecção de novas ten-
fácil, porque os tecidos en- me é Maria Manuela Vituro colecções para fazer caridade. Nunca gosto e fui crescendo com dências para o Verão, que re-
careceram bastante. "Mas, Gouveia Gaspar. minhas gostei muito de me envolver isso. Mas nunca me imaginei presentam as novas criações.
quando se está a fazer trabalho no país lá em cima. no mundo da moda. Ser es- Juntei na actividade mais de
social, tem que se deixar de Quando é que enveredou e em países tilista foi sempre um hobby. 30 modelos do país. Pretendo
pensar no dinheiro, pois há pela actividade de estilista? como A roupa foi recebida com Não pensava estar no mundo com essas actividades con-
sempre maneira de o repor". Tudo começou no dia 17 de São Tomé sucesso nesses países? da moda. Até aos 45 anos, tinuar a promover a indústria
Atente a entrevista. Outubro de 1993. O jornalista e Príncipe Principalmente na Europa, a fazia isso como um hobby. da moda, “designers”, mo-
Luís Garrido, actual director e Namíbia. roupa foi recebida com muita Mas hoje sinto ser um dom delos e estilistas. Fiz o meu
O nome Leila já é sonante. do Centro de Produção da Tenho, satisfação. As pessoas, quando que Deus me deu e tenho desfile num hotel. A acção
Como é que tudo começou? TPA na província de Malanje, também, vêem peças feitas por mim, que agradecer. Vou investir visou, também, promover
Na verdade, Leila nem sequer na altura jornalista na Huíla, marcas ficam maravilhadas. Muitas mais nesta área. aquela nova unidade hote-
é o meu nome. É uma alcu- apareceu em minha casa e na França, vezes pensei que, se ficasse leira. Tem-se dito que uma
nha. Foi-me atribuído em disse que iria realizar um Itália noutro país, talvez as coisas Sente-se famosa? mão lava a outra. Como estava
Portugal, contava eu, na al- evento para saudar o ani- e no Brasil, corressem muito melhor. Não, porque eu até evito isso. a precisar de fazer uma acção
tura, 13 anos. Havia alguns versário da televisão e queria entre outros Há 10 anos, as pessoas pen- social, aceitei e tudo correu
autocarros de marca Leyland que eu organizasse um des- Sempre sonhou ser estilista? savam que desapareci do bem para nós e para o hotel.
que eu usava com muita fre- file. Disse-lhe que nunca ti- Nunca me tinha passado pela mercado, porque depois en-
quência para me deslocar, n h a fe ito i ss o e n ão m e Já produziu roupas para cabeça ser estilista. Apenas veredei a minha actividade O que acha da fama?
porque não gostava de andar sentiria muito confortável modelos internacionais? fazia roupas para as minhas para a acção social e nunca É uma coisa que me deixa
a pé. Quando nos dessem em fazê-lo. Mas ele insistiu. Já mostrei colecções minhas amigas e para mim, numa comunico com a imprensa. constrangida. Numa outra
dinheiro, enquanto os outros Disse que sempre confiou no país e em países como altura em que em Angola não Organizo, quase sempre, altura, era bom estar na te-
adquiriam gelados ou outros em mim. Fiquei com isso na São Tomé e Príncipe e Na- havia quase nada. Ia aos “far- eventos muito restritos e as levisão, na rádio e nos jornais
Domingo
17 de Setembro de 2017 ENTREVISTA 5
para muita gente me conhe- Ao direccionar as suas alguma coisa. Mas, antigos nossa moda vai pegar como sucesso. Trabalhamos juntos sombra das árvores, os even-
cer. Mas, agora, penso de actividades para acções mesmo já não existem. o estilo de música kuduro. desde sempre. tos decorrem sempre bem.
forma diferente. Acho que, sociais, não perde tempo e
quando se faz caridade, até dinheiro? Sempre me A actividade das estilistas e Como foi a experiência no Pode partilhar connosco
o significado é bíblico: “o Realmente, sim. Hoje, ainda inspirei nos costureiras pode contribuir comité Miss Huíla? uma recordação do tempo
que a mão direita faz, a es- é pior, porque os tecidos en- jovens. para a diversificação Fiz parte da Direcção do co- em que colaborou com o
querda não tem que saber.” careceram bastante. Fica Faço trajes económica do país? mité Miss Huíla durante 10 Comité Miss Huíla?
Por isso, apareço pouco. Gos- mesmo complicado, porque para os jovens. Sem dúvida. Quando con- anos. Nessa missão, trabalhei, Largava a minha casa quando
to do jeito que sou, porque, acabo por não tirar rendi- Não tenho seguirmos fazer moda in- também, com o Paulo Gaspar se aproximava alguma edição.
às vezes, a fama atrapalha mento daquilo que gasto. alguém ternacional s erá uma e, depois, decidimos deixar Dedicava-me, durante me-
um pouco. Mas, quando uma pessoa específico. mais-valia para o país. Vamos [o comité]. Em todas as em- ses, ao Concurso Miss Huíla.
está a fazer trabalho social, Quando estar a fazer moda e exportar presas, trabalhámos juntos. A minha filha mais nova era
Qual a sua fonte de tem que deixar de pensar no estou a cozer, as marcas. É dinheiro que Somos sócios, cúmplices um pequena e hoje também já
inspiração? dinheiro. Há sempre maneira imagino um vai entrar para o país. É só do outro. Aliás, o Paulo Gas- pensa em enveredar pela
Sempre me inspirei nos jo- de o repor. jovem a vestir termos fábricas têxteis e de par é o apresentador favorito produção de eventos, embora
vens. Faço trajes para os jo- as minhas confecções. Tenho a certeza dos meus espectáculos. esteja a estudar Direito.
vens. Não tenho alguém Tem memória de costureiras roupas. de que a moda angolana vai O cenário do concurso era
específico. Quando estou a que se podem impor no Gosto pegar. Ainda não temos for- Qual foi o espectáculo que um ponto turístico da pro-
cozer, imagino um jovem a mercado da Huíla? de criar ma de fabricar em série. En- mais lhe marcou? víncia da Huíla e era ao vivo.
vestir as minhas roupas. Gos- Sim. Temos muita juventude de um jeito q uanto continuarmo s a Os meus desfiles marcam- Era algo complexo e eu tinha
to de criar de um jeito dife- a despontar com muita força diferente. trabalhar artesanalmente, me sempre, porque são úni- de estar ali presente de ma-
rente. Sou uma pessoa que e que estão a apresentar tra- será muito complicado. Es- cos. Tento realizar sempre nhã e de noite.
estou sempre [virada] “para balhos formidáveis. Acho tamos confiantes nas acções algo diferente. Nunca uso
cima”. Por mais que eu viva que é preciso que haja maior do Executivo, no intuito de manequins profissionais. Uso Além desse evento, tinha
momentos difíceis, procuro união entre costureiros e es- Existe potencial de estilistas criar incentivos para as pes- sempre os colaboradores da outros?
estar sempre bem-humo- tilistas, porque é com esse angolanas? soas que têm a sua actividade Associação Showas Gaspar. Realizávamos, também, o
rada, tanto que eu vivo ro- factor que se faz a força. É Temos estilistas fabulosas, ligada à moda. Já houve pessoas que me in- “show” denominado “Sho-
deada pela juventude. importante estarmos mais sobretudo as antigas. As no- terrogaram a respeito disso. was Para Sempre”, que era
unidos. Para os novos esti- vas, penso que ainda têm Tem a família como suporte Os nossos recursos finan- exclusivo da Associação. O
Já se sentiu só? listas, digo sempre que a muito para aprender. Que do sucesso? ceiros não são tão famosos. evento decorria no mês de
Houve momentos da minha nossa juventude é ainda um me desculpem a franqueza, Tenho 32 anos de casada com Para não parar, prefiro tra- Novembro. A acção incor-
vida em que pensei que fi- pouco arrogante. Gosta do mas vejo e acompanho as Paulo Gaspar, outro promotor balhar com os colaboradores porava, também, partidas
caria muito sozinha. Tinha imediato. Eu sou uma das actividades. Sei que das novas de eventos, e sempre nos da Associação. Hoje, tenho de futebol, voleibol e tínha-
filhos que foram estudar para estilistas mais antigas da e que tem tido muito sucesso, apoiámos mutuamente. É pessoas que não são fami- mos apoios de artistas na-
fora do país, outros que par- província da Huíla e digo que a quem também posso tirar uma cumplicidade de todos liares, mas já os adoptei como cionais, como Caníssia, Ary,
tiram para o mundo espiritual precisamos de estar mais o meu chapéu, é a Nadir Tati. os dias. Nós sempre traba- “familiares”. Para mim, são Anselmo Ralph e John Ra-
e pensei que iria ficar sozi- unidas. Muitos estilistas an- Das antigas, refiro-me a Lu- lhámos juntos. As pessoas, às todos uma grande família, mos, que vinham a custo ze-
nha. A contrariar a expec- tigos já não estão no mercado, crécia, a Lizeth Pote e outras. vezes, admiram muito como porque nos entendemos e os ro. Mas, depois, as coisas
tativa, de repente, vi a minha tais como Sangueve e Men- São pessoas com potencial nos aguentamos. Geralmente, desfiles marcam-me sempre começaram a melhorar. De-
casa cheia de jovens. Gosto donça, que começaram com forte. Penso que nos faltam os casados dizem que trabalhar por isso, por fazer as coisas pois, deixámos de fazer este
de trabalhar com os jovens a actividade muito depois fábricas têxteis e de confec- com o parceiro não dá certo. de forma diferente. Já fiz des- evento há três anos. Era,
e as crianças. de mim. Alguns ainda fazem ção. Quando isso existir, a Mas, para nós, é sinónimo de files sem tapetes. Mesmo à também, algo que gostava.

ARÃO MARTINS | EDIÇÕES NOVEMBRO


6 LAZER Domingo
17 de Setembro de 2017

EDIÇÕES NOVEMBRO

Torneio de futsal infanto-juvenil


“Top Craques da Escola”
agita capital
As manhãs de sábado, 12 instituições de ensino da capital têm conhecido uma
movimentação desportivo-cultural digna de realce.

Armindo Pereira (AFA), quando faltam quatro pelo Ministério da Educação. feminina, Fabrice Alcebía- das as crianças. É também “O grande problema é
jornadas, das 12 previstas, “Tem corrido muito bem des Maieco “Akwá”, golea- pretensão da organização garantir o transporte e ali-
em cada final de semana. em todos os níveis, sobre- d o r - m o r d o s Pa l a n c a s fazer um concurso de cla- mentação para essa malta
Trata-se de torneio de futsal Kali esclareceu que todas tudo pela alegria dos par- Negras, e Dedé são os pa- ques de cada escola. toda. Tudo isso envolve ver-
infanto-juvenil, denomi- as equipas estão obrigadas ticipante s . Chegámo s a drinhos do projecto. Os bas e nós estamos em busca
nado “Top Craques da Es- a inscrever duas meninas, conclusão de que é neces- mesmos têm detectados vá- Kali desse apoio, por isso não
cola”, desenvolvido pela perfazendo 288 distribuídas sário revitalizar o desporto rias meninas e rapazes com esclareceu podemos garantir que vamos
empresa Hattrick, perten- por 144 formações. As mes- praticado na escola, porque talento. Algumas destas que todas concretizar, mas acima de
cente ao ex-internacional mas têm alinhado em todas em muitos países é a partir crianças são reportadas à as equipas tudo queremos fazer uma
angolano dos Palancas Ne- as partidas, seguindo as re- daí onde se constrói uma AFA, para eventualmente estão festa que seja memorável
gras, Carlos Alonso "Kali", gras. A escolha das institui- base sólida para o desporto virem a realizar testes. obrigadas para o desporto escolar”.
envolvendo mais de 1400 ções de ensino prende-se de qualidade”, realçou. “Temos vistos algumas a inscrever Marco Francisco está op-
crianças, com idades com- com as condições técnicas A sétima ronda dispu- meninas, em número bas- duas meninas, timista, porquanto tem re-
preendidas entre os 12 e que estas possuem para dis- tada no complexo despor- tante reduzido, se compa- perfazendo cebido retorno de figuras
15 anos. putar o torneio. tivo da Escola 5003 contou ra d o c o m o s ra p a ze s , a 288 distribuídas ligadas a estrutura gover-
O projecto, que teve inicio Em declarações ao Jornal com a presença do presi- jogarem com os rapazes de por 144 namental. “O mais impor-
dia 15 de Julho, conta ainda de Angola, Marco Francisco, dente da Federação Ango- uma forma absolutamente formações. tante é fomentar o desporto
com o apoio da divisão do da organização, fez um ba- lana de Futebol Salão normal, sem grandes dife- As mesmas escolar e eu acredito que o
Desporto Escolar do Minis- lanço positivo das oito etapas (FAFUSA), Noé Alexandre, renças, um numero de apro- têm alinhado projecto veio para ficar”.
tério da Educação, e enca- até aqui disputadas, desta- que assistiu a evolução das ximadamente seis”, revelou em todas as Segundo ainda Marco
minha-se a passos largos cando o crescimento do nú- mais de 120 crianças de 12 Marco Francisco. partidas, Francisco, já está a ser co-
para a final, a ter lugar no mero de talentos revelados equipas do município. A organização já está a seguindo as gitado pelos principais pa-
dia 20 de Outubro, na Aca- e de interessados em acom- Irene Gonçalves, antiga pensar na final, onde espera regras. trocinadores, a segunda
demia de Futebol de Angola panhar a iniciativa apoiada capitã da selecção sénior “uma grande festa” para to- edição do Top Craques da
Domingo
17 de Setembro de 2017 LAZER 7
Escola, embora seja ainda dor de andebol e jornalista, chegamos ao Alto-Rendi- angolano em geral, precisa Aposta na formação entre os 12 e 15, vão jogar
uma promessa verbal, a jul- citou recentemente o exem- mento. Para construirmos de pessoas dispostas a apoiar “De um tempo a esta parte com os rapazes, é assim
gar pelo interesse demons- plo de países europeus, que uma equipa vencedora, te- causas como esta”. tem se falado muito sobre a que se faz em muitos países.
trado por todas as partes aumentaram as horas de mos de posicionar correc- aposta na formação, como Isso permite, por outro lado,
envolvidas no projecto. Educação Física, quando tamente a pirâmide, com se fez em tempos idos. Apesar desenvolver melhor as suas
“Acredito que a segunda em Angola, após a última uma base ampla, consti- “Espero que isso de ser futebol Salão, é im- capacidades técnicas.
edição será mais fácil, com reforma educativa, “em tuindo prioridade o seu alar- possa atrair portante realçar que muitos Quem sabe numa próxima
maior responsabilidade. muitas escolas públicas os gamento quantitativo, para potenciais craques surgem daí, e depois edição vamos ter os dois
Possivelmente vamos es- professores juntam os dois se poder atingir a tão ansiada patrocinadores dão o salto para futebol onze. escalões representados no
tender a mais escolas e, tempos semanais, de 45 mi- qualidade, no topo.” porque neste Há que dar os parabéns a torneio”, augurou.
eventualmente, a outras zo- nutos, numa única aula, re- O presidente da Associa- momento o Hattrick, assim como a Top, A Hattrick é uma empre-
nas do país. Tudo não passa duzindo a frequência ção Provincial de Futebol de futebol e o na qualidade de grande pa- sa especializada em gestão
de intenção, devem-se fazer semanal para uma sessão.” Luanda, Domingos Tomás desporto trocinadora”. desportiva, composta por
as coisas com alguma cau- Ao estabelecer uma re- disse que a iniciativa surge angolano Irene Gonçalves disse que equipa multidisciplinar e
tela”, analisou. lação entre a ausência do em boa altura, uma vez que em geral, a inclusão das meninas, no de reconhecido “know-
A melhoria dos resulta- desporto na escola e o de- a actual conjuntura financeira precisa de Top Craques da Escola, é um how” e experiência no mer-
dos nas provas internacio- sempenho dos desportistas do país tem inibido potenciais pessoas passo importante, dentro cado angolano, com vista
nais é um dos ganhos nacionais, Vivaldo Eduardo patrocinadores a investir no dispostas a daquilo que são as suas pre- a promover e desenvolver
apontados pelos estudiosos foi peremptório: “De nada futebol de formação. apoiar causas tensões, que passam pela o desporto, através das en-
da ciência do desporto, que valerá procurar minucio- “Espero que isso possa como esta”. inclusão do género nas equi- tidades desportivas e dos
aconselham o Estado a pas- samente as causas dos in- atrair potenciais patrocina- pas de futebol das escolas. atletas, ajudando a elevar
sar à prática. sucessos das nossas dores porque neste momen- “Por se tratar de crianças os seus padrões a um nível
Vivaldo Eduardo, treina- selecções nacionais, quando to o futebol e o desporto com idades compreendidas internacional.

EDIÇÕES NOVEMBRO
8 CAPOEIRA Domingo
17 de Setembro de 2017

GUIMARÃES SILVA

A modalidade desperta atenção pela combinação de sons e a


“química” do movimento proporcionado pela dança dos praticantes
no desenvolvimento da sua actividade

Tudo começa na roda


Inocêncio Metodologia para atingir
O jovem que mostra o nível de perfeição requerido
capoeira em Cacuaco A metodologia para atingir adianta. A conjugação de es-
o nível de perfeição, segundo forços para preservar a capoeira
o praticante, é rígida. “Como é já um facto. “Há um tempo
em todo o treino, começa- a esta parte, cada grupo era
mos com alongamentos, independente, mas hoje já
Inocêncio Guilherme pratica capoeira em Luanda desde os 14 anos. exercícios normais. Temos não. Hoje, fazemos parte da
três a quatro estilos de jogos "Associação de Capoeira Re-
Iniciou-se no estilo jiu-jitsu em artes marciais, mas acabou envolvido e perto de 22 sons do be- gional de Angola”, e a “Liga
na exótica modalidade da capoeira que considera menos violenta rimbau. Seguimos o estilo Nacional de Capoeira”, cujo
"jogo de São Bento" conhe- papel visa a união dos grupos,
cido a nível mundial, criado em torno da modalidade e a
Guimarães Silva horas vagas dedica-se ao Interesse pela capoeira sileiro Cabeça.” Ainda assim, pelo mestre Bimba, que ins- inter-relação para apostarmos
ensino deste importante meio No país, o desempenho dos de acordo com Inocêncio creve sequência de golpes no crescimento e nos prémios
cultural aos mais novos. praticantes da capoeira “está Guilherme, há muitos des- durante o jogo”, elucida, su- para os praticantes.”
A modalidade que combina A combinação de sons é a melhor. Já passámos por portistas brasileiros inte- blinhando que o movimento “Na capoeira, em Angola,
acrobacias, dança ao som o chamariz que mais o cativa. períodos maus. De 1994, o ressados em praticar em começa de cima para baixo, não temos mestres, porque
de música ao vivo tocada Inocêncio Guilherme su- ano da implantação do ca- Angola, o que “mostra que depois o inverso. nos falta a internacionalização
pelos próprios praticantes, blinha que "a base musical poeira, a esta parte vejo muito existe algum crescimento e O formato do jogo, se- dos praticantes. Hoje temos
atraiu-o muito pelos movi- da capoeira é formada por bons resultados. interesse na troca de expe- gundo o interlocutor, é ir- que esperar pelos mestres
mentos aparentemente sua- seis instrumentos: berimbau, riências, o que é bom e me- regular, mas tudo sob o som que vêm do Brasil para as
ves, contagiantes sobretudo, que na tradição angolana é A capoeira lhora o trabalho”, disse. produzido pelos próprios graduações”, disse, revelando
desde 2002. o hungu, o batuque que no tem origem “Nós treinamos e aliamos praticantes no local, cada que, “ tenho um projecto, o
O praticante, que se ini- linguajar brasileiro é o ata- brasileira, o físico à teoria, com a rea- som significa um passo do Pequeno Embondeiro para
ciou no estilo jiu-jitsu em bate, o pandeiro com o cho- mas foi levada lização de palestras, works- jogo-dança. Por isso, ainda crianças dos 6 aos 11 anos,
artes marciais, teve incli- calho e tem um instrumento para o país latino hops. A competição é a roda segundo a fonte, inscreve que vai ajudar numa primeira
nação imediata para a mo- com duas cabaças e uma va- americano de capoeira. Temos as aulas muitos movimentos. fase os meninos de rua para
dalidade exótica, porque a ra, que na expressão brasi- por escravos e mostramos tudo nela. Hoje, não apostarem na delinquên-
considerou menos violenta leira é o uagógo”, enumera, angolanos. graças a Deus, já temos o Jovens e as artes cia. Quero que os jovens si-
do que a primeira em que acrescentando que, no pas- Estes passaram torneiro nacional de artes marciais gam os bons exemplos dos
se inclinou. sado, “utilizou-se igualmente por privações marciais feita pela escola “Infelizmente muitos jovens mais velhos. Vamos apostar
A química dos primeiros o reco-reco, que é por nós da pior espécie "Figth to Figth" do mestre utilizam as artes marciais em palestras e cursos para
momentos de contacto foi chamado de dikanza. Hoje, e socorriam-se Ronaldo Ribeiro, uma boa para o roubo, para a delin- que eles interiorizem os con-
crucial, a influência de ami- por causa da modernização, dos seus rituais, iniciativa que envolve muitas quência, mas estes são a mi- ceitos e a filosofia da capoeira.
gos que já praticavam foi o reco-reco deixou de fazer danças modalidades onde se inclui noria, porque a outra parte, Patrocínios, ainda não os te-
igualmente pedra de toque parte do grosso.” tradicionais a capoeira”, informou Ino- a maioria faz das artes mar- nho. É apenas projectos que
para o início de um consulado Segundo o praticante, o e sons. cêncio Guilherme. ciais um hobby, um meio para a sua aplicabilidade vou
que perdura até hoje. objectivo principal da prática Assim, criaram “Aprendi com a frequên- para combate ao stress, ao precisar de patrocínios.”
“A capoeira”, adianta, da arte “é a busca e enri- algo que dura cia e a prática. Depois de cansaço depois da jornada
“tem origem brasileira, mas quecimento da história, da há séculos oito, dez anos nas lides, co- laboral”, confessa.
foi levada para o país latino tradição, do conhecimento mecei a fazer cursos de ca- “As pessoas precisam de
americano por escravos an- do que se passou sobre o poeira, aqui em Angola. Nos saber o que é realmente. Te-
golanos. Estes passaram por tráfico negreiro, que envol- Fruto disso é o recrudescer seminários de divulgação, mos que trabalhar mais nisso
privações da pior espécie e veu muita coisa, muitos ele- de grupos que praticam a transmitimos a história, a com a divulgação. Saber das
socorriam-se dos seus ri- mentos, pessoas, governos, modalidade no país. A título verdadeira origem da mo- vantagens e desvantagens,
tuais, danças tradicionais e meios de transportes ma- de exemplo, dirijo, desde dalidade e os pilares. Temos sei que a prática ajuda imenso
sons. Nisto criaram algo que rítimos, interesses, enfim… Abril do corrente, em Ca- tido trocas de experiências na flexibilidade, na memori-
dura há séculos”, confiden- saber qual a história de Áfri- cuaco, o grupo de capoeira com outras escolas, ainda zação, reflexão e auto controle,
cia Inocêncio Guilherme, ca com o Brasil e qual a de "Embondeiro", fundado a recentemente tivemos uma tudo porque há um encaixe
técnico médio de manuten- Angola com aquele país da 30 de Novembro de 2014, com a ”Oficina da capoeira”, perfeito entre o homem, a
ção de máquinas, que nas América latina.” em Luanda, pelo mestre bra- em Luanda. música, a batucada e a dança”, Inocência em acção
Domingo
17 de Setembro de 2017 CASAMENTO 9
KINDALA MANUEL | EDIÇÕES NOVEMBRO

Cultura angolana e
santomense unidas
por matrimónio
Kindala Manuel

Santiago do Espírito Santo e Luzia Simão Baptista conheceram-se, em 2015, em


Luanda, durante um encontro entre amigos. Ele, de nacionalidade santomense, e
ela angolana, consideram o enlace de ambos fruto do cruzamento da fé religiosa
que comungam. Foi Santiago quem deu o primeiro passo para a conquista da
dama, mas, embora professem a mesma fé, a jornalista da "Folha Universal" não
entrou na conversa do pretendente com facilidade. Valeu o contributo dos amigos
e da família de Luzia. Obedecendo aos princípios da palavra de Deus, o namoro
durou um ano até Santiago fazer o pedido de noivado, cumprindo com as
obrigações do alembamento como manda a tradição angolana.
O casamento civil aconteceu na conservatória do Cassenda, no dia 6 de
Setembro, e o religioso no dia seguinte, na catedral da Igreja Universal do Reino
de Deus, sede Maculusso. A noiva adoptou o sobrenome Espírito Santo do marido
e juraram amarem-se até que a morte os separe, perante a sociedade e a igreja.
Testemunharam como padrinhos do noivo Belo Quifua e Catarina Sapalo, e da
noiva António Mambo e Samba Mambo.
O copo de água aconteceu no salão Alimexi em Talatona, onde estiveram
presentes 150 convidados.

Contactos para publicação de casamentos, baptizados, aniversários e outras festas: 926 406 929 | 925 134 301 | 923 694 810 | 923 409 613
10 COMER EM CASA Domingo
17 de Setembro de 2017

Crónica de Domingo
A nova classe
de herbívoros
Onde estejam, distinguem-se das duas classes de mamíferos com que se aparentam: o homo
sapiens, porque este pensa antes de agir, e os demais herbívoros, porque
estes ruminam. O novo animal descoberto em Angola não o faz. Alimenta-se de
folhas da árvore “George Waxing Tony”, a mais cara do planeta terra.

Soberano Canhanga pelos homens, seus aparen- goar: boi velho faminto, relva EDIÇÕES NOVEMBRO

tados, apenas lhes vem a fresca devastada!


ideia de pecúnia. E a sociedade, ainda mo-
São bípedes. Preferem, en- ribunda, apenas ataca o ca-
tretanto, rolar sobre rodas, Intitulam-se pim nascente quando
em dois eixos. pomposamente herbívoro e relva foram ta-
Onde quer que estejam, de “boi velho” lhados um para o outro!
distinguem-se das duas clas- e, como tal, Os novos vegetarianos,
ses de mamíferos com que preferem também apelidados de “su-
se aparentam: diferentes do “capim ga-mangas” são fáceis de iden-
homo sapiens, porque este fresco”, tificar e localizar. Vá à praça
pensa antes de agir e conserva que devoram do divórcio. As maratonas,
um termo que se chama mo- desalmadamente em qualquer largo do bairro,
ral. São também diferentes têm sempre uns disfarçados
dos demais herbívoros por- ou ostensivos. Vá à Ilha seca
que estes ruminam e o novo Intitulam-se pomposa- do zango. E se quiser ver os
animal descoberto em An- mente de “boi velho” e, como “de qualidade”, faça-se pas-
gola não o faz. O novo her- tal, preferem “capim fresco” sear ao Musssulo, adentre os
bívoro alimenta-se, porém, que devoram desalmada- lodjes e os hotéis de classe
de folhas da árvore “George mente, de dia, de noite e em elevada. Até no aeroporto você
Waxing Tony”, a mais cara horas esquivas. Muito longos os encontra prontos a voar
do planeta terra. têm sido os seus pastos que para as casas de campo que
Tal como as executivas do deixam as florestas caseiras embelezam as fazendas ou
protocolo, os novos herbí- desprotegidas de predadores para turismo no estrangeiro.
voros andam divorciados da sua e doutras espécies. É essa a nova classe de
dos valores e, quando ouvem Nos seus discursos de oca- herbívoros. Um cancro a
soar este termo pronunciado sião, não se coíbem de apre- combater?!

Funje de peixe seco Mwamba de jinguba Chicharro no forno


com myengueleka com peixe seco grosso Ingredientes:
• 3 chicharros;
Ingredientes: e funje de milho • 4 tomates maduros;
• 1 kg de peixe seco; • 5 dentes de alho;
• tomate maduro; Ingredientes: • 1 cebola;
• cebola; • 600 grs de peixe seco; • sal qb;
• 2 dl de óleo; • 4 tomates maduros; • salsa;
• quiabo qb; • 1 cebola; • folhas de louro;
• 1 kg de fuba de bombô; • 150 grs de mwamba de jinguba; • azeite doce;
• folhas de abóbora; • jindungo caombo;
• sal; • água qb;
Modo de preparar
Tempere o chicharro com alho e sal.
Modo de preparar Modo de preparar Unte um tabuleiro com azeite e
Limpe o peixe e reduza a quantidade de TTirar o sal do peixe e cozer coloque, primeiro as folhas de louro e
sal. Corte aos pedaços e refogue com óleo previamente. Depois refogue numa a seguir o peixe, a cebola em rodelas e
a parte, juntamente com tomate e a panela a cebola, o tomate e coloque a o tomate. Leve ao forno durante 30
cebola. Acrescente o quiabo e deixe cozer. mwamba de jinguba, já desfeita em minutos numa temperatura de 180°C.
O resto do óleo e do quiabo serve para água. Se necessário acrescente um Depois passe pelo liquidificador o
fazer a myengeleka. Refogue as folhas, a pouco de água e deixe engrossar tomate, a cebola, o óleo e decore o
cebola e adicione o quiabo pré-cozido. juntamente com o peixe. Rectifique o peixe com a salsa. Pode ser
Misture tudo de forma harmoniosa e sal. Acompanhe com funge de milho. acompanhado com funge, arroz,
rectifique o sal. batata-doce ou mandioca.
Domingo
17 de Setembro de 2017 PRATOS E TALHERES 11
MOTA AMBRÓSIO | EDIÇÕES NOVEMBRO MOTA AMBRÓSIO | EDIÇÕES NOVEMBRO

MOTA AMBRÓSIO | EDIÇÕES NOVEMBRO

Com nome e comida italiana a reflectir, de certo modo,


a diversidade do que é Luanda, a casa abriu há pouco
mais de dois anos, mas pela qualidade do que serve e
como o faz, depressa passou a ter clientela farta e
heterogénea.

O Toscano
Carne seca e quiabos
à moda dos italianos Localização
Ao cimo da Rua Samuel Bernardo há um espaço, onde sabores italianos e Rua Samuel Bernardo, nº 54
angolanos convivem à mesma mesa em harmonia, o que reflecte, de certo Fundação 30 de Junho de 2015
modo, a heterogeneidade da grande metrópole em que se transformou a capital.
Telefone 937 006 980/937 008 298
Marcações sim
Luciano Rocha Cresci e fiz-me homem a mesa, saborear, por exem- de borrego, mais tomati-
repetir o nome que os mais p l o , u m Ma r t i n i ( 1 . 8 0 0 nhos temperados com vi-
velhos lhe chamavam, Rua kwanzas) gin (1.750/5.600) nagre balsâmico. Horário das 8h00 às 24h00
O “Toscano”, como o nome d o Fra n c o . Q u e n ão s e i uísque (novo, 1.430, velho, O menu de culinária ita- (sem dia de encerramento)
sugere, é restaurante ita- quem foi, confesso. Prova- 9.500), café (250). Para liana também é, natural- • Matabicho a partir das 8h00
liano, embora alguns dos velmente, comerciante, co- quem não pode esperar é mente, amplo. Só pizzas • Almoço a partir das 11h30
pratos do menu tenham in- mo suce dia então , com alternativa para almoçar. são 23, entre as quais sa- • Jantar a qualquer hora depois do almoço
gredientes da cozinha de frequência, em “baptismos A maioria dos clientes lientamos a “Angolana” -
Angola - batata-doce, carne do povo”. do almoço trabalha perto e além de molho de tomate, Pizza mais pedida Angolana
seca, jindungo, quiabo - tem tempo contado. A pen- mozarela e orégãos, ingre-
num casamento harmonio- “ Luanda sar especialmente neles há, dientes comum a todas, leva
so, em Luanda, de culinárias cresceu, de segunda a sexta-feira, carne seca, quiabo frito, Lugares 28 pessoas (sala); 27 (esplanada)
aparentemente díspares. modificou-se “pratos do dia”: um de pei- jindungo, molho de alho, Espaço para fumadores (sim)
A ideia, aliás, foi de um e até à antiga xe, outro de carne e os “re- cebola, azeite doce - , “Lu-
grupo empresarial angolano, Rua do Franco gionais”, tipicamente bango” (chouriço, tomate
com outras incitativas no tem restaurante italianos. Qualquer das op- fresco, cebola, pimento), Carta de vinhos
ramo da restauração. A casa de pratos italianos ções custa 1.990 kwanzas. “Italiana Quatro Estações” Sim (vasta)
abriu há pouco mais de dois com batata-doce Para os com mais tempo, (fiambre, cogumelos, milho,
anos, mas pela qualidade e quiabos.” há o recurso à lista. Vasta presunto) e “Americana”( Multicaixa
do que serve e como o faz, e diversificada: oito pratos cogumelos, strogonoff, ba- Sim
depressa passou a ter clien- de peixe, sete de marisco tata palha, azeite doce). To-
tela farta e heterogénea. A cidade pequena deu e nove de carne. No pri- das em tamanhos: pequena Televisão
Alguns dos clientes, pro- lugar à grande metrópole. meiro, os preços oscilam (2.400), médias (3.800), Sim, sem som
venientes de espaço idên- Luanda modificou-se na entre 3.900 kwanzas (lin- familiares (4.800).
tico a funcionar, até há arquitectura e hábitos e até guado grelhado, com molho Os preços dos espargue- Serviço
pouco, mesmo em frente, a velha Rua do Franco tem d e l i m ão e m a nte iga ) e tes vão de 2.200 kwanzas ( = fraco, = regular, = bom)
limitaram-se a mudar de um restaurante. Com nome 6.900 (lombo de bacalhau a 4.950, os risotos são todos
passeio. e comida italiana a reflectir com puré de batata, queijo a 4.750 e a lasanha vege-
O “Toscano” está situado a diversidade da população pecurine e orégãos). No se- tariana (2.900) é alternativa.
numa das artérias mais an- que acolhe. gundo, de 5.800 (lagosta Os vinhos são argentinos, Qualidade da comida
tigas da “Luanda de outros O “Toscano”, instalado gratinada, grelhada ou fer- chilenos, franceses, italia- ( = fraca, = regular, = boa)
tempos”, a que liga, no sen- numa antiga vivenda adap- vida) a 7.900 (grelhada mis- nos, portugueses, sul-afri-
tido ascendente, o Largo tada com gosto e sobrieda- ta). No último, de 2.800 canos. Brancos (10.800
Amílcar Cabral ao cinema de, dispõe de duas salas, (peito de frango frito com kwanzas) são seis. Tintos,
“Tropical”. No tempo co- cada uma com 14 lugares e molho à portuguesa) a 24, o mais caro dos quais, Preço
lonial tinha um nome qual- esplanada, com 27. 5.900, quantia tabelada para “Cortes de Cima Reserva”, ( = barato, = médio, = caro)
quer, em placa toponímica, À entrada há um peque- duas opções: peito de pato custa 39.300 kwanzas e o
que poucos, ou nenhuns, no bar, onde quem tem crocante com molho de fru- mais barato (7.600), é o
alguma vez pronunciaram. tempo pode aguardar por tos vermelhos e costeleta “Culemborg”.
12 REPORTAGEM Domingo
17 de Setembro de 2017

ARÃO MARTINS | EDIÇÕES NOVEMBRO

Pululukwa Resort
O espaço ideal para o encontro
com a natureza
O Pululukwa Resort, localizado no bairro da Mapunda, arredores da cidade do Lubango,
província da Huíla, é um lugar atraente e faz jus ao conceito de bem-estar.

Arão Martins | Lubango ideal para descansar em har- familiar original, único na terra estão em perfeita sin- de várias tipologias. A ori- tranquilidade desejada.
monia com a natureza. sua localização, envolvente tonia com a natureza do local, ginalidade dos alojamentos,
A unidade hoteleira foi na sua componente ecoló- cenário ideal e convidativo cujas instalações são amplas, Inúmeros acessos
Implantado numa área su- inaugurada no dia 10 de Agos- gica, soberbo na sua deco- ao romantismo. modernas e confortáveis, en- Os inúmeros acessos em cal-
perior a mais de 200 hectares, to de 2012, pelo antigo mi- ração exótica e criativa no A directora geral adjunta contram-se agrupados ao çada, interligados por pedonais
com solo fértil, favorece o nistro da Hotelaria e Turismo, seu bom gosto. do Pululukwa Resort, Ma- longo da encosta da serra e em madeira e terra vermelha,
desenvolvimento agrícola Pedro Mutindi, e o projecto nuela Matos, explicou a re- estão subdivididos em três rodeados por lagos, imensas
que suplementa o seu turis- de requalificação e decoração O Pululukwa portagem do Caderno aldeias, que são: a aldeia Mu- árvores, jardins, flores, relva,
mo sustentável. pertence ao arquitecto Au- Resort tem um Fim-de-Semana que o em- holo, em homenagem a um morros de salalé, são espaços
Com 60 bungalows de vá- gusto Vasconcelos. conceito de bem- preendimento turístico per- tipo de árvores existentes na propícios para longas cami-
rias tipologias (singles, du- Em homenagem ao dia- estar familiar tence ao Grupo Cosal, uma província da Huíla, a Aldeia nhadas a pé, ou de bicicleta,
plos, duplos Vip´s, twins e lecto Nhaneca humbi, grupo original, único na empresa angolana, dedicada Zulu, que representa a maior para apreciar a deslumbrante
familiares), o resort tem ca- étnico linguístico oriundo sua localização, ao mercado automóvel, ven- tribo da África do Sul e a Al- vegetação natural que privi-
pacidade para alojar 128 pes- desta região do sudoeste de envolvente na da de viaturas, peças de subs- deia Madeirense, por existir legia o espaço.
soas, distribuídas por três Angola, Pululukwa significa sua componente tituição, óleos e derivados na província da Huíla, uma
aldeias, designadamente a “descansa o corpo”. Foi com ecológica, que resolveu alargar o seu grande influência de portu- Reserva animal
Aldeia Muholo, a Zulu e a esse espírito que nasceu este soberbo na sua ramo de actuação, apostando gueses oriundos desta região Uma pequena reserva de ani-
Madeirense. lugar sereno, tranquilo, onde decoração na vertente da Hotelaria e de Portugal. mais selvagens, com a maio-
O Pululukwa Resort, no a envolvência da natureza exótica e criativa Turismo em Angola. Os seus bungalows, em ria a circular livremente pelo
Lubango, está rodeado por funciona como terapia re- no seu bom gosto. forma redonda e equipados Resort, é um atractivo que
uma das mais belas paisagens pousante e transforma-o no Unidade hoteleira com A/C, TV por cabo, cofre, cativa qualquer visitante.
do sudoeste de Angola, onde lugar ideal para descansar, A unidade hoteleira do Pu- frigobar e telefone, espelham Numa visita guiada ao es-
o agreste e o verde da natureza sentir e sonhar. A sua arquitectura é rús- lulukwa Resort tem capaci- a criatividade, o conforto, o paço, a nossa reportagem
se misturam, transformando O Pululukwa Resort tem tica, em pedra, madeira e dade de alojar 128 pessoas, bom gosto e o requinte afri- verificou a zebra, orix, cabras
o espaço paradisíaco no local um conceito de bem-estar colmo, onde as cores ocre e repartida por 60 bungalows, cano, que lhe proporcionam de leque (spring back), im-
Domingo
17 de Setembro de 2017 REPORTAGEM 13
ARÃO MARTINS | EDIÇÕES NOVEMBRO

palas, vacas do mato, aves- com poucos custos. ambiente místico e exclusivo, momentos de grande sere-
truzes, jacaré, inúmeros coe- O Pululukwa Resort é um é considerado como ponto nidade e muito bem-estar.
lhos e capotas, dentre outros, local também preparado para de encontro obrigatório. Uma equipa acolhedora
que despertam a atenção dos a realização de banquetes e e simpática confere ao Pu-
visitantes. outros eventos. A direcção O atendimento lulukwa um atendimento
do Pululukwa esclareceu personalizado, diferenciado e persona-
Gastronomia a altura que casar no Pululukwa Re- rápido e com lizado. Para a direcção do
A gastronomia, de superior sort é uma boa opção para eficiência. Pululukwa, refere Manuela
qualidade, servida no es- quem procura um lugar cria- É a alternativa Matos, significa dar o que há
plendoroso “Restaurante dos tivo, com privacidade, qua- para quem de melhor, acrescentando
Lagos”, anima o interesse lidade de serviços e separado gosta de que este sector tem uma fun-
de qualquer pessoa. Com do centro urbano, para um qualidade, cionalidade de serviço de
uma decoração elegante, festejo diferente e totalmente de saborear 24h00 sobre 24h00.
uma excelente carta, onde personalizado. receitas No Pululukwa, existe tam-
os sabores da terra são enal- elaboradas com bém uma biblioteca que fun-
tecidos, fazem a delícia dos Ponto de encontro poucos custos. ciona como espaço exclusivo
apreciadores do bom gosto O espaço reservado ao Wine para os hóspedes do resort
e do requinte. Bar, local onde se pode de- O Pub Snack-bar, Chill e é o local ideal para relaxar,
O atendimento persona- gustar os melhores vinhos Out e Deck são locais igual- em companhia de um bom
lizado, rápido e com eficiên- internacionais, saborear os mente aprazíveis e tranquilos livro, ou mesmo para uma
cia. É a alternativa para quem queijos e enchidos da terra pela sua localização e abran- conversa tranquila, num am-
gosta de qualidade, de sa- e apreciar um charuto, ao gente paisagem, que pro- biente acolhedor e de muito
borear receitas elaboradas som de música ao vivo, num porcionam o desfrute de bom gosto.

ARÃO MARTINS | EDIÇÕES NOVEMBRO

Pululukwa Resort é um autêntico “paraíso”


no interior da Cidade do Cristo Rei
14 MUNDO DOS MEDIA Domingo
17 de Setembro de 2017

EDIÇÕES NOVEMBRO

Pato na Área é um programa da Televisão Pública de Angola que


conquistou o seu próprio espaço entre os angolanos em função dos
assuntos abordados

Pato na Área Perspectiva

O programa Os jovens devem empreender


um esforço redobrado
que combate o “stress” E não é bom que o quadro
continue como está. Os jo-
vens, em vez de atribuírem
as próprias culpas ao Gover-
dida em que consegue sem-
pre trazer assuntos perti-
nentes, apesar de estarem
carregados de uma grande
Analizar os assuntos do dia a dia numa perspectiva humorística é o que no, deveriam fazer um esforço dose de humor.
para ultrapassar essa reali- O nome “Pato na Área”
se propõe o espaço Pato na Área da Televisão Pública de Angola visto dade, lendo muito e culti- faz menção à natureza do
por muitos como o programa que combate o “stress” vando-se. programa. O programa é gra-
Não se pode permitir que vado dentro de vários even-
um jovem, considerado le- tos. Por exemplo, se houver
Os médicos reconhecem que Área”, da grelha de progra- ou seja, não conseguiram programa tem-se afirmado gitimamente como o futuro um evento em Luanda ou em
o “stress” é, nos dias de hoje, mação do canal 2 da Televisão cantar sequer um verso do como um descobridor de da Nação, apresente tais de- outro lugar do país, o pro-
um dos problemas que mais Pública de Angola (TPA). O “Angola Avante”. Foi quase défices de cultura geral nos bilidades. O programa “Pato grama aparece lá e começa
afecta a saúde dos homens. programa, apresentado pelo a primeira vez que se con- angolanos. Nas suas edi- na Área”, líder de audiência, interpelar, inadvertidamente,
A razão para o seu apareci- actor Kitengo Kunga, mais seguiu – na brincadeira, é ções, o programa procura tem despertado a mente de os participantes. Por isso é
mento são várias. Mas, as conhecido por “Quitas” ou certo – medir o nível de cul- sempre saber até que ponto muita gente. que chama “Pato na Área”.
que não escapam quando o Pato na Área, foi lançado tura nesta matéria. os cidadãos angolanos do- Kitengo Kunga, que se Apanhado de surpresa, em
assunto é enumerá-las, são: com o objectivo de propor- minam determinadas in- afirma um grande condutor ambiente de copos e a brincar,
as dificuldades de lidar com cionar aos angolanos mo- O programa, formações ligadas ao deste programa televisivo, qualquer um pode esque-
as pressões do dia-a-dia, mentos de humor. apresentado pelo mundo. Isso até tem feito tem sido muito feliz, na me- cer-se de trechos do Hino...
aturar problemas financeiros, É tudo uma brincadeira. actor Kitengo com que muitos cidadãos
questões familiares, violência O programa apodera-se dos Kunga, mais não aceitem falar para o
urbana, problemas no trân- vários eventos que ocorrem conhecido por microfone do programa.
sito, mau relacionamento em Luanda e no interior do “Quitas” ou Pato Quando surgiu, poucos
com colegas de trabalho ou país para o Pato na Área pro- na Área, foram os que conseguiram
chefes. tagonizar os seus actos. O foi lançado com compreender a contribuição
Essas questões, de acordo apresentador consegue criar o objectivo que o “Pato na Área” iria tra-
com os especialistas, con- brincadeiras que, mais do de proporcionar zer para o conhecimento da
correm fortemente para o que entreter o interlocutor aos angolanos sociedade, mas depois foi
aparecimento do “stress”. O ou telespectador, deixam momentos fácil identificar. Não tinha
tratamento dessa doença en- sempre uma mensagem à de humor. só a missão de entreter os
volve um conjunto de acções, sociedade. telespectadores.
sendo uma das quais o lazer, Foi, por exemplo, por in- A ideia que se tem é a de Uma das suas missões,
ou seja, o divertimento. termédio deste programa que todos os angolanos sa- embora não esteja sublinhada
Os médicos recomendam, que se conseguiu ter uma bem cantar bem o Hino Na- no seu roteiro, é também
entre outras coisas, para se noção do conhecimento que cional. Essa ideia é mostrar até que ponto os ci-
combater essa patologia, alguns cidadãos têm do Hino alimentada pelo facto de, no dadãos angolanos, sobretudo
muita diversão. As pessoas Nacional. Certa vez, numa Ensino Primário e, até, no os jovens, estão a aproveitar
com forte propensão para das edições do programa, o de Base, se deve ensinar o o conhecimento que recebem
contrair “stress” devem ocu- apresentador decidiu inter- Hino do país. Não se percebe nas escolas.
par-se ao máximo com mo- pelar alguns cidadãos para por que razão ainda há, nos Quanto a isso, não tem
mentos de muita cantarem parte do Hino Na- dias de hoje, cidadãos que sido agradável ver jovens
descontracção. Aqui, rir, cional. A reacção não foi das não saibam cantar o Hino de renderem-se diante de ques-
sempre que possível, fun- melhores. Angola. Essa dificuldade só tões como: quem foi o pri-
ciona como um grande an- Muitos, sobretudo adultos, veio ao de cima por causa meiro Presidente de Angola?
tídoto contra e ssa revelaram um autêntico e da ousadia do apresentador Isso demonstra claramente
enfermidade. É aqui que en- comprometedor desconhe- do programa “Pato na Área”. como os nossos jovens estão
tra o programa “Pato na cimento do Hino Nacional, Desde que surgiu, este em termos de cultura geral. Apresentador Kitengo Kunga
Domingo
17 de Setembro de 2017 ROTEIRO DE CASA 15
Novelas Filmes Mais pequenos Dérbi da Semana
Bastille Day-Missão 1º de Agosto - Progresso
Antiterrorista Código Panda
Código Panda é o novo e
mais divertido concurso
onde crianças entre os 5 e
os 7 anos são os
MALHAÇÃO protagonistas. Três equipas
formadas por um pai ou
Lica e Clara fazem as pazes mãe e duas crianças, vão
Dóris pede a Tato que convença Aldo a descobrir se realmente se
ir até à escola. Anderson teme que o pre-
sente de Samantha o afaste ainda mais conhecem assim tão bem
de Tina. Clara e Lica confessam que como pensam e se formam
sentem falta uma da outra. Samantha a mel.
provoca Tina por causa de Anderson.
Todos elogiam o clipe da banda Lagostins. Domingo, 17 de Setembro , às 12h00
Clara revela a Lica que Edgar voltou a Em Paris, um agente da CIA une
ser o director da escola. Lica e Clara esforços com um carteirista para As equipas do 1º de Agosto e do Progresso do Sambizanga
fazem as pazes. Ellen diz a Bóris que impedirem uma conspiração in- jogam hoje, às 16h30, no Estádio dos Coqueiros, em Luanda,
aceita ser aluna do Colégio Grupo. Ellen ternacional. Numa frenética corrida protagonizando o principal atractivo da 25.ª jornada do
conta à família que aceitou mudar de
colégio e todos comemoram. Mitsuko
contra o tempo, o duo apercebe-
se que ambos se tornaram alvos As Poderosas Magiespadas Girabola 2017, com os “militares” a procurarem consolidar a
liderança da competição.
garante a Malu que não permitirá que a abater e que têm de confiar um As Poderosas Magiespadas
Ellen estude no Grupo. Lica descobre ci- no outro para vencer. TPA1
catrizes no corpo de Clara e esta afirma TVC1
conta as aventuras de dois 17h30
que não quer conversar com Lica sobre Domingo, 17 de Setembro, irmãos guerreiros de aluguer
as suas cicatrizes. às 10h20 enquanto cumprem missões
TV Globo
e coleccionam Poderosas
Todos os dias, às 19h00
Cosmos Magiespadas. Séries
Domingo, 17 de Stembro, às 10h00
THE DEUCE

Radicalmente Pateta
Coletânea de alguns dos
melhores episódios de Mickey
Mouse, como Saída de
NOVO MUNDO Emergência e Viagem ao
Cosette convida Joaquim Interior do Donald.
para trabalhar na sua peça Domingo, 17 de Setembro, às 11h00

Bonifácio discute com Dom Pedro para


defender Leopoldina. Domitila acredita Witold é um péssimo estudante
que será escolhida por Dom Pedro. Greta
ouve uma conversa entre Diara e Matias
e um espirituoso que pode pa-
recer encantador. Saindo de fé- Chica Vampiro
e conta a Sebastião. Hugo exige que rias, ele conhece Fuchs, um Daisy é uma rapariga Os gémeos Vincent e Frankie - um barman e outro viciado no
Elvira conte a verdade a Joaquim. Dalva jovem deprimido. No caminho, jogo - percorrem o duro caminho da Times Square de 1971.
e Lurdes incentivam o romance entre os dois decidem alugar um quar- comum que sonha com Ao tentar pagar a dívida do irmão, Vincent cruza-se com as
Nívea e Olinto. Elvira conta a Joaquim to numa pequena hospedaria uma carreira de frequentadores locais Candy e Ashley, prostitutas, e os
que eles nunca foram casados. Cosette onde uma série de eventos mis- cantora de proxenetas C. C., Larry e Rodney.
convida Joaquim para trabalhar na sua teriosos acontecem.
peça. Anna tem um pesadelo com Tho- TVC2
comédia TVSéries
mas. Diara volta para casa. Cosette elogia Domingo, 17 de Setembro, musical. Ou Segunda-Feira,
Licurgo e Germana se enfurece. às 10h00 quase comum! 18 de Setembro - 2 Horas
TV Globo Porque os seus
Todos os dias, às 20 horas
O Cavaleiro das pais são
vampiros.
Trevas Quando faz 17 VICE PRINCIPALS
anos, ela decide
ficar humana para viver ao
lado de seu amor, Max, o
seu vizinho e colega na
escola.
Domingo, 17 de Setembro, às 16h30
PEGA PEGA
Malagueta beija Maria Pia
xxxxxxxxxxxx
Antónia diz a Domênico que é preciso Explorar com Babyhood
divulgar a foto de Mónica. Bebeth pede As primeiras canções do
a Eric para recontratar Wanderley. Ma-
lagueta beija Maria Pia. Arlete desabafa bebé, Grupinho, Maya e
com Elza sobre o seu passado. Antónia Yaya, tempo de dança, Que
pensa em falar com Athaíde sobre o aci- dia maravilhoso, A
dente de Mirella, mas Luíza impede-a Vice Principals é a história de um liceu em que duas pessoas
para proteger Eric. Malagueta declara o Gotham vive ameaçada: além
pequena Lola visita a quase o conseguiram gerir e que tentam chegar ao lugar de
seu amor por Maria Pia, que afirma amar da acção da máfia e da imagem quinta, BabyTV Studios, topo com sucessivas tentativas de arruinar as hipóteses um
Eric. Malagueta vai morar com Sabine. cada vez mais descredibilizada Tricky Tracks. ngelina do outro, comportando-se pior que os adolescentes da
Sandra Helena diz a Malagueta que tem de Batman cresce a prepotência Bailarina instituição escolar.
dúvidas se ele revelaria os amigos, caso de Joker, um psicopata assas-
fosse preso. Luíza avisa Antónia que con- sino... é uma pequena TVSéries
tinuará com a investigação apenas se TVC4 estrela com o sonho Segunda-Feira,
Eric quiser. Domingo, 17 de Setembro, de se tornar bailarina. 18 de Setembro - 3h30
TV Globo às 09h25
Todos os dias, às 19h30 Domingo, 17 de Setembro, às 10h00
16 ROTEIRO DE RUA Domingo
17 de Setembro de 2017

Música Cinema Estreias da semana


Espectáculo
KINGSMAN:
O Círculo Dourado
Estreia - 22 de Setembro
Actores: Taron Egerton,
Channing Tatum, Julianne
Moore, Colin Firth, Halle Berry
e Elton John
Ano: 2017
Vemba e Richa Gago Argumento: Jane Goldman e
Os humoristas Nelson Vemba e Richa Gago Matthew Vaughn
realizam uma noite de humor no sábado, às Género: Acção / Comédia
20h00, no espaço Arcafé, localizado no terraço
da Empresa Nacional de Discos e Publicações Realizador: Matthew Vaughn
(Endipu), no bairro Coqueiros, em Luanda. Título original: Kingsman 2
O evento conta ainda com participação do hu- Sinopse
morista Agente Formiga e os cantores Nicol
Ananás, Mona Nicastro, Patrulha, Raínha, Ady O filme “Kingsman: Serviços Secretos” apresentou ao Mundo o
Lima e Cadú Fashion, Salu-B, Dr. Smith, Selma operacional de uma agência fora do comum que trabalha ao
Salvador. mais alto nível de discrição e cujo objectivo final é manter o
Mundo seguro. Em “Kingsman: O Círculo Dourado”, os nossos
heróis enfrentam um novo desafio. Quando a sua base é
Sábado
destruída e o Mundo é mantido como refém, a sua trajectória
20h00
leva-os à descoberta de uma outra organização de espionagem
Espaço Arcafé
nos EUA chamada Statesman, que remonta ao dia em que
ambas foram fundadas. Nesta nova aventura que põe à prova a
força e inteligência dos seus agentes até ao limite, estas duas
organizações secretas de elite terão que unir-se para derrotar
um implacável inimigo comum, a fim de salvar o Mundo. Algo
Humor
Aline Frazão na Casa das Artes
que já começa a tornar-se um hábito para Eggsy…

Os Tuneza & Calado Show no CCB


Aline Frazão apresenta, sábado, às 21h00, na Casa das Artes, em Talatona,
em Luanda, os temas que compõem o mais recente trabalho discográfico, Lego Ninjago: O Filme
durante num concerto musical. Estreia - 29 de Setembro
O espectáculo da cantora, compositora, guitarrista e produtora serve
ainda para viajar pela sua discografia, “Clave Bantu” e “Insular”, que Actores: : Dave Franco, Justin
tiveram participações dos escritores José Eduardo Agualusa, Ondjaki, Theroux , Fred Armisen, Olivia
Ana Paula Tavares, os músicos José Manuel Díaz, Carlos Freire, Giles Munn e Jackie Chan
Perring, Pedro Geraldes, Toty Sa’Med e Capicua. Ano: 2017
Argumento:Bob Logan, Paul
Sábado - 21h00 - Casa das Artes Fischer, William Wheeler, Tom
Wheeler, Jared Stern e John
Os Tuneza e Calado Show dividem, no sábado, às Whittington
20h00, Centro de Conferências de Belas (CCB), em Género: Animação
Luanda, para mais uma noite de humor. O espec-
Realizador: Charlie Bean, Paul
Euclides da Lomba táculo, que reúne Cesalty, Tigre, Costa, Gilmário,
Orlando, Os Tuneza, e o multifacetado Calado Fisher e Bob Logan

no Sequele Show, promete arrancar muitas risadas, com


estórias, dança e música.
Título original: The LEGO
Ninjago Movie
Sinopse
OEuclides da Lomba e a Banda Ma- Sábado
ravilha actuam hoje, a partir das 20h00
Nesta primeira aventura
10h00, no Espaço Aplausos, na Cen- Centro de Conferências de Belas
NINJAGO no grande ecrã, a
tralidade do Sequele, no município batalha pela cidade pede a acção do jovem Lloyd, mais
de Cacuaco. conhecido como o Ninja Verde, juntamente com os seus amigos
O espectáculo, com buffet, visa ce- que, secretamente, são todos guerreiros ninjas. Liderados pelo
lebrar o primeiro aniversário do re- Mestre Wu, tão engraçado como sábio, vão ter que se defrontar
cinto que o alberga e os bilhetes de com o mestre da guerra Garmadon, A Pior Pessoa de Sempre,
acesso são adquiridos ao preço de que por acaso também é o pai de Llyod. Colocando robot
15, 10 e 8 mil kwanzas. contra robot e filho contra pai, esta épica batalha irá testar a
equipa de ferozes, mas indisciplinados ninjas dos nossos dias,
Espaço Aplausos
que terão de aprender a controlar os seus egos e a unir-se para
10h00
juntos libertarem os seus poderes interiores de Spinjitzu.

Festival Momo omomm momo


da Canção omo omomm momo Blade Runner
de Luanda Momomm momo ommmo momomom 2049
omomm momo ommmo momomom omomm Estreia - 6 de Outubro
O XX Festival da Canção de Luanda momo ommmo momomom omomm momo
é realizado na sexta-feira, no largo ommmo momomom omomm momo ommmo Actores: Harrison Ford, Ryan
defronte à Rádio Luanda Antena momomom omomm momo ommmo momo- Gosling, Ana de Armas e Robin
Comercial (LAC), em Luanda. Nesta mom omommomom omomm momo ommmo Wright
edição, que acontece sob lema “A “Tropa d’Os Tuneza VIP” na Fox
momomom omomm momo ommmo momo- Ano: 2017
Onda Azul”, são interpretadas as mom omomm momo ommmo momomom Argumento: Hampton
composições de 13 dos 14 vence- omomm
O grupo Os momo ommmo
Tuneza estreiamomomom
na próxima quar- Fancher e Michael Green
dores dos anos em que os finalistas ta-feira, no canal Mundo Fox, a terceira tem- Género: Ficção científica e
concorreram com temas inéditos. poradalocal
Local do programa
local, “Tropa d’Os Tuneza VIP”.
Thriller
Serão cantadas músicas dos artistas Com 17local
Local episódios
local,e participação de convidados,
Alexandre Ribeiro, Mirol, Artur Nu- 12 figuras
Dia, XX depúblicas ligadas à cultura, música
Julho, 00h00 Realizador: Denis Villeneuve
nes, Kizua Gourgel, Carlos Lopes, e academia e desporto.
Matias Damásio, Tonicha Miranda, O programa do género comédia stand up tem
Dany, Kueno Aionda e Kyaku Kyadaff a duração aproximada de uma hora por cada
e outros. Os temas vão ser inter- episódio e Cesalty Paulo, Gilmário Vemba, Sinopse
pretados pelos concorrentes Ce- José Chieta (Tigre), Daniel Vilola (Costa) e Or- Trinta anos após os eventos
divalton Barbosa, Nayele Simões, lando Kikuassa prometem transmitir diversão do primeiro filme, K, um novo
Emanuel Pascoal, Ana Gomes, Ana e muito humor, num programa que vai fazer “blade runner”, oficial do
Aia, Damásio Brothers, Zé Manico, desfilar nomes de Dicla Burity, Phathar Mak, LAPD (Ryan Gosling),
Trifena La Tangedora, Isabel Chipaca, Prodígio, Puto Prata, Sílvio Nascimento, Vanda desvenda um segredo há
Samuel Faria e Arminda Bango. Pedro, Lialzio Vaz de Almeida, Punidor, Leokeny, muito enterrado que pode potencialmente mergulhar no caos
Lito Graça, Master Jake e Big Nelo. o que resta da sociedade.
Largo defronte da LAC A descoberta de K leva-o numa missão para localizar Rick
Sexta-feira Quarta-feira - Canal Mundo Fox Deckard (Harrison Ford), um antigo “blade runner” do LAPD,
desaparecido há 30 anos.