Você está na página 1de 34

EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO

PROVA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS


PROVA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

1º DIA
SIMULADO

2016 3
INSTRUÇÕES PARA A PROVA

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES SEGUINTES: 5 O tempo disponível para estas provas é de quatro horas e
trinta minutos.
1 Este CADERNO DE QUESTÕES contém 90 questões
numeradas de 1 a 90, dispostas da seguinte maneira: 6 Reserve os 30 minutos finais para preencher sua folha de
a. as questões de número 1 a 45 são relativas à área de respostas. Os rascunhos e as marcações assinaladas no
Ciências Humanas e suas Tecnologias; CADERNO DE QUESTÕES não serão considerados na
b. as questões de número 46 a 90 são relativas à área de avaliação.
Ciências da Natureza e suas Tecnologias. 7 Você poderá deixar o local de prova somente após
2 Confira se o seu CADERNO DE QUESTÕES contém a decorridas duas horas do início da aplicação.
quantidade de questões e se essas questões estão na 8 Fica estritamente proibido:
ordem mencionada na instrução anterior. Caso o caderno a. perturbar, de qualquer modo, a ordem no local de
esteja incompleto, tenha qualquer defeito ou apresente aplicação das provas, incorrendo em comportamento
divergência, comunique ao fiscal de sala para que ele tome indevido durante a realização da prova;
as providências cabíveis. b. se comunicar, durante a prova, com outro participante
3 Para cada uma das questões objetivas, são apresentadas verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma;
5 opções. Apenas uma corresponde à questão. c. utilizar ou tentar utilizar meio fraudulento, em benefício
próprio ou de terceiros, em qualquer etapa da prova;
4 Você deve ler cuidadosamente cada uma das questões e d. utilizar livros, notas ou impressos durante a realização
escolher a alternativa que corresponda à resposta correta. da prova;
Essa alternativa (a, b, c, d ou e) deve ser preenchida e. utilizar máquina calculadora ou quaisquer outros
completamente no item correspondente na folha de respos- dispositivos eletrônicos, tais quais celulares, pagers e
tas que você recebeu, segundo o modelo abaixo. Observe: similares.

A A A A
ERRADO ERRADO ERRADO CORRETO

Ministério
da Educação
CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS QUESTÃO 2
Povo de crentes, diz-se facilmente, para
TECNOLOGIAS caracterizar a atitude religiosa da Europa feudal.
Nada será mais justo, se isso significar que toda a
Questões de 1 a 45 concepção do mundo da qual estivesse excluído o
sobrenatural era profundamente impenetrável para
QUESTÃO 1 os espíritos daquele tempo, e que, mais
TEXTO I concisamente, a imagem que eles tinham
O Decreto nº 3 551, de 4 de agosto de 2000, dos destinos do homem e do Universo se inscrevia
instituiu o Registro de Bens Culturais de Natureza quase unanimemente no desenho traçado pela
Imaterial que constituem patrimônio cultural teologia e pela escatologia cristãs, sob as suas
brasileiro e criou o Programa Nacional do Patrimônio formas ocidentais.
BLOCH, Marc. A sociedade feudal. São Paulo: Martins Fontes, p. 104.
Imaterial, este concebido com o objetivo de
implementar inventário, referenciamento e Com base no texto, pode-se concluir que a
valorização desse patrimônio. sociedade feudal era baseada em
ALVES, Alexandre Ferreira de Assumpção. O tombamento como
instrumento de proteção ao A questões de ordem científica.
patrimônio cultural. Revista Brasileira de Estudos Políticos. v. 98. p. 84, 2008. B práticas religiosas impenetráveis.
C ações controladas pela teologia cristã.
TEXTO II D concepções que excluíam o sobrenatural.
Recentemente, construiu-se uma nova E relacionamentos ditados por ritos pagãos.
qualificação: o “patrimônio imaterial” ou “intangível”.
Opondo-se ao chamado “patrimônio de pedra e cal”, QUESTÃO 3
aquela concepção visa a aspectos da vida social e
cultural dificilmente abrangidos pelas concepções
mais tradicionais. [...]
Diferentemente dessas concepções, não se
propõe o tombamento dos bens listados nesse
patrimônio. A proposta é no sentido de “registrar”
essas práticas e representações e de fazer um
acompanhamento para verificar sua permanência e
suas transformações.
GONÇALVES, José Reginaldo Santos. O patrimônio como categoria de
pensamento. In: ABREU, Regina; CHAGAS, Mário (Org.). Reprodução
Memória e patrimônio: ensaios contemporâneos. 2. ed. Rio de Janeiro:
Lamparina. p. 25. (adaptado)
A faixa destacada no mapa tem entre 500 e 700
De acordo com os textos, pode-se considerar que km de largura, estendendo-se, de leste a oeste, por
o registro dos patrimônios imateriais é importante 5 400 km. Situada na África Subsaariana, com o
para a história, pois Deserto do Saara ao norte e a savana ao sul, essa
A cataloga os aspectos valorativos que não mais área recebe de seus habitantes uma denominação
existem no país. proveniente do árabe que significa “costa” ou
B mapeia práticas sociais e culturais do “fronteira” e se caracteriza pelo predomínio de uma
território brasileiro. vegetação de transição.
C preserva, fidedignamente, aspectos A região à qual o texto se refere e a
socioculturais imutáveis. vegetação predominante são, respectivamente,
D materializa o patrimônio intangível pelo A Vale do Nilo e sua vegetação mediterrânea.
processo de tombamento. B Nova Guiné e sua floresta equatorial.
E valoriza o patrimônio chamado “de pedra e cal”. C Congo e sua floresta tropical.
D Magreb e suas savanas.
E Sahel e suas estepes.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 1


QUESTÃO 4
Até os diplomatas europeus − que em geral menosprezavam as festas da Corte tropical −
ficaram impressionados com o aparato, luxo e resplendor daquele 18 de julho de 1841. Carruagens,
cortejos, coches, girândolas, bandeiras, estandartes, arqueiros, todos vestidos com requinte e ostentação num
cerimonial grandioso e simetricamente executado. Ao entrar na Capela Imperial, a poucos metros do mar azul
que resplandecia sob um céu de anil, parecendo ter sido feito por encomenda, o jovem monarca foi seguido de
perto por alguns objetos de forte teor simbólico. Os gentis-homens, orgulhosos, carregavam o manto de D. Pedro
I, sua espada e um exemplar da Constituição do Império em sofisticada letra manuscrita.
MOREL, Marco. O período das regências. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003. p. 68.
O contexto anunciado no texto anterior refere-se à coroação de D. Pedro II como imperador, fato que
foi possibilitado pelo(a)
A morte de D. Pedro I.
B golpe da maioridade.
C Proclamação da Independência.
D decisão de D. Pedro I de ficar no Brasil.
E fim da Revolução Praieira de Pernambuco.

QUESTÃO 5
Entre os gregos, tudo que incumbia ao povo fazer, ele o fazia por si mesmo, pois estava sempre reunido
na ágora. Vivia num clima ameno, não era de modo algum ambicioso e, contando com escravos para substituí-
lo no trabalho, sua grande ocupação era a liberdade. [...]
Como?! A liberdade só se mantém com apoio da escravidão? Talvez. Os dois excessos se tocam. Tudo
o que, de qualquer forma, não existe na natureza, oferece seus inconvenientes e a sociedade civil mais do que
todo o resto.
ROUSSEAU, Jean-Jacques. Do contrato social. São Paulo: Martin Claret, 2003.
O texto anterior aborda a condição de escravidão na Grécia Antiga, em que,
A nas cidades-Estados, como Esparta, a escravidão era aceita; no entanto, para os filósofos de Atenas,
os excessos deveriam ser punidos.
B para Platão, a escravidão é uma submissão inaceitável, e nenhum homem deveria submeter outro a sua
vontade ou desejo.
C nos centros urbanos não havia escravos, pois todos eram livres para pensar e participar das reuniões, exceto
nas áreas rurais.
D para Aristóteles, é natural e necessária a união entre aquele cuja natureza é comandar e aquele cuja natureza
é obedecer.
E para Sócrates, a escravidão é necessária e vista como a fonte que inspira a felicidade e a ordem política e
econômica.

QUESTÃO 6
Rússia invade a Crimeia para responder a pedido de Ianukovich
O presidente deposto, Viktor Ianukovich, escreveu uma carta a Vladimir Putin para pedir ajuda militar
de Moscou para defender a “população ucraniana”, que vive à beira de uma guerra civil, anunciou o embaixador
russo nas Nações Unidas. [...]
Começou a invasão russa, justificada com o pedido de ajuda que o embaixador russo Vitali Churkin
apresentou na reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que desta vez tinha sido
convocada a pedido da Rússia. “A intervenção russa tem por único objetivo defender os nossos compatriotas e
os nossos cidadãos”, afirmou o diplomata, que recebeu uma resposta indignada dos seus companheiros.
BARATA, Clara. Rússia invade a Crimeia para responder a pedido de Ianukovich. Público, 3 mar. 2014. Disponível em: <http://www.publico.pt>. Acesso em:

A invasão russa à região da Crimeia ocorreu a partir do acirramento dos ânimos da população ucraniana,
que contestava o fato de o então presidente Viktor Ianukovich decidir
A buscar aproximação com o ocidente, por meio do acordo que incluía a Ucrânia na Zona do Euro, contestando
a aliança existente entre os países da CEI.
B criar uma aliança militar com a Rússia, na intenção de invadir e tomar o domínio de territórios sírios
afetados pela ascensão de grupos extremistas eslavos.
C assinar um documento que visava a aproximação da Ucrânia à União Europeia, causando o
consequente distanciamento entre o país, de maioria eslava, e a Federação Russa.
D negar a assinatura de um acordo de livre-comércio e associação política, que visava aproximar o país da
União Europeia, por alegar que preferia uma aproximação comercial com a Rússia.
E criar uma série de políticas de impactos socioeconômicos, como o aumento de impostos e tarifas de
importação, na intenção de minimizar os efeitos da crise econômica internacional.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 2


QUESTÃO 7 D desenvolvido segundo os critérios da
Janot diz que caso Cunha diz respeito racionalidade econômica.
à “capacidade de se envergonhar” E criado para atender interesses
O procurador-geral da República, Rodrigo socioeconômicos particulares.
Janot, afirmou, nesta quarta-feira, no plenário do
Supremo Tribunal Federal (STF), que o caso que QUESTÃO 9
levou à denúncia contra o ex-presidente da Câmara, A relevância política da internet não se
Eduardo Cunha (PMDB-RJ), lembra julgamento restringe à configuração de redes informáticas
narrado na mitologia grega, associado ao princípio através das quais começa a despontar uma
da justiça: “Esse caso lembra e deve nos remeter a “sociedade civil global” – o que não é pouco, mas que
uma leitura atenta do julgamento de Sócrates, em vai mais longe ao alterar uma questão tão importante
especial do mito de Hermes. Zeus, preocupado para qualquer forma do exercício do poder no âmbito
com o ocaso da raça humana, encaminha o seu político como foi o controle da informação. Por isso,
representante Hermes com dois atributos especiais na medida em que afeta as pretensões de controle
para que houvesse êxito na prática lícita da política da informação, contribuindo para “descontrolá-la”, a
para organizar a sociedade. Esses predicados eram internet incide na modificação, por mais leve que
respeito ao direito alheio e a justiça e capacidade de seja, da natureza do poder político e nas relações de
se envergonhar. O caso remete à leitura atenta do força que se estabelecem em função dele.
mito de Hermes”, disse o procurador-geral. TAPIAS, José Antonio Pérez. Internautas e náufragos. São Paulo: Edições
RAMALHO, R. PASSARINHO, N. G1, Brasília, 2 mar. 2016. Loyola, 2006.
Disponível em: <http://g1.globo.com>. Acesso em: 14 mar. 2016
O autor destaca, no texto, um aspecto inovador
Com base na interpretação da alegoria descrita no da internet, que traz como consequência o(a)
texto, o princípio da justiça se efetivaria pelo(a) A desorganização das redes convencionais
A presença de divindades que moldariam as de relacionamento.
atividades humanas. B pluralidade de ideologias políticas partilhando
B existência de um judiciário atuante na o espaço virtual.
observância do que é legal. C centralização das informações em um meio
C constrangimento social gerado sobre quem de comunicação.
comete um ato ilícito. D fortalecimento das alianças político-
D punição severa de quem cometesse algum ato partidárias tradicionais.
fora da moralidade. E influência na descentralização política entre
E rompimento dos critérios coletivos de os Estados.
julgamento da conduta moral.
QUESTÃO 10
QUESTÃO 8 Divertir-se significa que não devemos
O cálculo, mesmo com os decimais e a pensar, que devemos esquecer a dor, mesmo onde
álgebra, foi adotado na Índia, onde o sistema decimal ela se mostra. Na base do divertimento, planta-se a
foi inventado; mas seu uso foi desenvolvido apenas impotência. É, de fato, fuga, mas não, como
pelo capitalismo no Ocidente, pois, na Índia, isso não pretende, fuga da realidade perversa, mas sim do
levou às modernas aritmética e contabilidade. Nem último grão de resistência que a realidade ainda
podemos dizer que as origens da matemática e da pode haver deixado. A libertação prometida pelo
mecânica tenham sido determinadas pelos entretenimento é a do pensamento como negação.
interesses capitalistas. Mas a utilização técnica do ADORNO, Theodor. Indústria cultural e sociedade. São Paulo: Paz e
Terra, 2011.
conhecimento científico, tão importante para as
condições de vida da massa do povo, foi
certamente incentivada pelas condições Segundo a análise do texto, os meios de
comunicação de massa exercem um poder sobre os
econômicas, estas que lhe eram extremamente
consumidores, na medida em que o entretenimento
favoráveis no mundo ocidental.
WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. 4. ed. se torna um instrumento de
São Paulo: Martin Claret, 2009. A redução dos problemas sociais ao nível do
A análise weberiana mostra que, no processo tolerável.
de desenvolvimento capitalista, o conhecimento B refúgio conformista diante dos males do mundo
científico foi real.
A desvinculado das habilidades técnicas C resgate dos elementos simbólicos da
originalmente desenvolvidas. consciência humana.
B expropriado da cultura oriental sem que esta D conscientização social acerca das divergências
fosse reconhecida. de classe.
C utilizado com o fim de gerar dividendos E descoberta de novas maneiras de
financeiros para o povo. enfrentamento da dor.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 3


QUESTÃO 11
A criação do Ministério do Trabalho evidenciou que o novo governo tinha especial interesse em regular
as relações entre o Estado e a classe trabalhadora urbana. Várias razões explicam essa nova percepção,
entre elas, o quadro de crise do capitalismo liberal em todo o mundo e seu correlato, o avanço do fantasma
comunista. A legislação que começava a ser decretada revelava a preocupação em conceder direitos aos
trabalhadores e enquadrar os sindicatos e o que restava do anarquismo.
FAUSTO, Boris. A vida política. In: GOMES, Angela de Castro (Org.). Olhando para dentro:
1930-1964. v. 4. Rio de Janeiro: Objetiva, 2013. p. 94.

Os fatos mencionados no texto anterior têm como contexto histórico o


A regime civil-militar, que criou a pasta do Ministério do Trabalho como uma tentativa de regular as
relações trabalhistas durante o período.
B Governo Provisório e a criação do chamado “Ministério da Revolução”, poucos dias após a ascensão
de Getúlio Vargas ao cargo de chefe da nação.
C acontecimento da Semana de Arte Moderna e a fundação do Partido Comunista, que estabeleceu laços com
alguns trabalhadores, tornando-se uma ameaça ao Estado.
D retorno de Getúlio Vargas ao poder, em 1951, o que favoreceu a modernização brasileira ao incentivar
a instalação de indústrias, permitindo a regulação das relações de trabalho.
E período do Estado Novo, no qual ocorreu a centralização política, levando à criação do Ministério do Trabalho
com o intuito de aumentar o controle sobre os trabalhadores.

QUESTÃO 12
A revolta das mulheres, ao contrário da explosão da Revolução Francesa, é uma revolução que
avança furtivamente, uma sub-revolução que se comporta como um gato: suavemente, mas sempre com
garras afiadas. Onde ela toca, modifica o lado inferior sensível da sociedade industrial, a esfera privada, e daí
parte para alcançar o apogeu da dominação e da certeza masculinas. A sub-revolução das mulheres, que vai
minando o sistema nervoso da ordem cotidiana da sociedade, apesar dos revezes, pode certamente proporcionar
à sociedade uma face diferente.
BECK, Ulrich. A reinvenção da política: rumo a uma teoria da modernização reflexiva. In: ______.
Modernização reflexiva: política, tradição e estética na ordem social moderna. 2. ed. São Paulo: Unesp, 2012.

De acordo com o texto, o movimento de conquista dos direitos femininos é caracterizado pela
A disputa com os homens por espaço no mercado de trabalho.
B mudança gradual nas relações de poder entre os gêneros.
C tentativa de alcançar a hegemonia nas decisões políticas.
D recusa da participação feminina nas atividades domésticas.
E natureza conflituosa de suas reivindicações comportamentais.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 4


QUESTÃO 13
Imagem 1

Imagens: Reprodução
Lama da barragem de mineração muda a cor do mar do Espírito Santo.

Imagem 2

Foz do Amazonas, imagem da NASA, na qual se pode observar a quantidade de água barrenta lançada no Atlântico.

As duas imagens exibem diferentes fenômenos ocorridos no Brasil. A imagem 1 trata da lama advinda da
barragem de uma mineradora, em Mariana (MG), que mudou a cor do mar do Espírito Santo. Já a imagem
2, capturada pela NASA, exibe a enorme quantidade de água barrenta lançada pelo Rio Amazonas no
Oceano Atlântico. A diferença entre os fenômenos retratados nas duas imagens deve-se ao fato de o
A primeiro estar relacionado a ações antrópicas, com consequências consideravelmente danosas ao
meio ambiente.
B primeiro estar relacionado a ações naturais como o excesso de sedimentos provenientes da erosão de áreas
serranas.
C segundo estar relacionado a ações naturais que causam grandes danos ambientais os quais somente podem
ser vistos no Brasil.
D segundo estar relacionado a ações naturais que ocorrem devido à riqueza mineralógica do Quadrilátero
Ferrífero no Pará.
E segundo estar relacionado a ações antrópicas como a mineração em Carajás e na Nova Serra Pelada, que
deposita metais pesados na água.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 5


QUESTÃO 14

ATLAS geográfico escolar. 6. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2012; Earthquake Hazard Program.
Disponível em: <http://earthquake.usgs.gov>. Acesso em: 8 jun. 2016.

As placas tectônicas flutuam sobre o manto terrestre dentro de um equilíbrio isostático, realizando
movimentos verticais (epirogênese) e horizontais (orogênese), sendo esse último um processo lento.
O Equador sofreu, em abril de 2016, um terremoto que chegou a uma magnitude de 7,8 na escala Richter,
matando mais de 654 pessoas. Esse terremoto foi desencadeado pelo(a)
A choque da Placa do Pacífico com a Placa Sul-Americana, o que ocasiona elevada tensão nas áreas de
dobras modernas.
B convergência das placas tectônicas de Nazca e Sul-Americana, o que ocasiona a subducção de Nazca e a
formação de áreas de instabilidade.
C afastamento de placas tectônicas, o que gera uma zona de distensão entre elas, constituindo dorsais
que desestabilizam a crosta terrestre.
D epirogênese, que forma as grandes fossas de Graben, ocasionando a obducção da Placa Sul-Americana
e, consequentemente, a fratura da crosta.
E círculo de fogo do Atlântico, que é formado por encontro de placas, acúmulo de energia e dobras de
estruturas rochosas que ocasionam a fratura da crosta.

QUESTÃO 15
Por meio da Lei no 12 305/10, foi instituída a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que propõe
um compartilhamento de responsabilidades entre sociedade civil, Estado e iniciativa privada, visando ao fim dos
lixões.

Pawel Kuczynsk

Ao analisar a imagem anterior, compreendendo que a organização do espaço geográfico se dá pelas relações
entre homem e natureza, é possível constatar que uma das prováveis consequências do fim dos lixões será o(a)
A ampliação do consumismo.
B reorganização de estruturas sociais.
C fim da poluição dos lençóis freáticos.
D intensificação da emissão de metano na atmosfera.
E desaparecimento de vetores de doenças como ratos e baratas.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 6


QUESTÃO 16
Quando nascemos fomos programados
A receber o que vocês
Nos empurraram com os enlatados dos USA, de 9 a 6
Desde pequenos nós comemos lixo
Comercial e industrial
Mas agora chegou nossa vez
Vamos cuspir de volta o lixo em cima de vocês
“Geração Coca-Cola”, de Renato Russo.

O trecho da letra da canção expressa um comportamento cuja característica é o(a)


A inconformismo diante da dominação cultural.
B aceitação dos padrões de consumo externos.
C insatisfação pelo acesso limitado ao consumo.
D aculturação dos países de menor força política.
E desejo de integração aos mercados globalizados.

QUESTÃO 17

Pawel Kuczynski
A China de Xi Jinping apresenta o segundo maior PIB mundial, tendo uma renda per capita que chegou
a quadruplicar no período de 2004 a 2013. A análise do cartum permite identificar que um dos
problemas socioeconômicos mais graves a ser enfrentado pelo país é o(a)
A baixa produção agrícola.
B intensa desigualdade social.
C elevado índice de natalidade.
D aumento da população jovem.
E redução do consumo per capita.

QUESTÃO 18
O que ocorreu na virada do dia 31 de março para o dia 1 de abril não foi uma repetição de levantes
o

de minorias militares, aliadas a pequenos grupos civis de direita. Assim ocorreu na crise de agosto de 1954,
que resultou no suicídio de Vargas; na crise da sucessão em 1955, com a tentativa de impedir a posse de
Juscelino Kubitschek; nas revoltas de Aragarças e Jacareacanga, durante o governo JK. Em todos esses eventos,
a minoria militar e civil golpista não conseguiu romper a legalidade, porque não conseguiu ressonância dentro
das Forças Armadas e dentro da sociedade.
FERREIRA, Jorge; GOMES, Angela de Castro. 1964: o golpe que derrubou um presidente, pôs fim ao regime democrático e instituiu a ditadura no Brasil.Rio
de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014. p. 351.
É possível inferir, a partir da leitura do texto anterior, que os movimentos militares ocorridos no Brasil
A geraram revolta e, associados a movimentos civis, conquistaram seus objetivos políticos, mesmo que
na ilegalidade.
B ficaram conhecidos pelas sucessivas derrotas, o que pode ser exemplificado com o acontecimento de
1964, que surtiu poucos efeitos históricos.
C conseguiram ocupar o poder aliados a uma parcela civil da sociedade e por meio da legalidade, o que
não aconteceu em 1964, quando a ilegalidade foi utilizada.
D mudaram a estrutura política vigente nas décadas em que ocorreram, o que determinou o apoio da população
e o desenvolvimento econômico e social do país.
E repercutiram de formas diferentes nos momentos em que ocorreram, sendo o de maior influência na história o
acontecimento de 1964, que rompeu a legalidade e levou os militares ao poder.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 7


QUESTÃO 19 As informações apresentadas no texto anterior
O Brasil fora escravista em ampla companhia referem-se à ideologia disseminada pelo
até o século XVIII, mas na primeira metade do XIX a A anarquismo, que, surgido na Europa em fins do
cena se alterou. Um grande ciclo de século XIX, influenciou o projeto revolucionário
abolições começou por São Domingos (Haiti), onde stalinista, na Rússia.
a revolução liderada pelo negro Toussaint B autoritarismo proletário, que combateu o
Louverture, em 1791, aboliu a escravidão dos capitalismo e afirmou um projeto político
negros, depois de cortar a cabeça de brancos de três reformista consolidado na Rússia, em 1917.
exércitos imperiais. [...] C marxismo, que serviu de base para a
Ao longo dos anos 1820, o cativeiro acabou construção do stalinismo russo e a estruturação
no Peru, Chile, Costa Rica, Honduras, Panamá, do nacional socialismo alemão.
Guatemala, Bolívia, México. [...] D nacional-socialismo, que foi complacente com
É controverso se a razão desse dominó foi as entidades de classe na Alemanha, sobretudo
econômica, com a expansão de formas capitalistas com aquelas lideradas por operários ligados à
de produção, que consumiam trabalho livre e URSS.
requisitavam novos mercados consumidores, ou se E comunismo, que foi formulado no século XIX,
deveu-se à difusão de nova moralidade humanista, a por Karl Marx e Friedrich Engels, e legitimado
reclamar extensão de cidadania. Indiscutível é que a como experiência política com a Revolução
sequência de abolições criou novo ambiente político Russa de 1917.
internacional, no qual a escravidão quadrava mal.
ALONSO, Angela. Flores, votos e balas: o movimento abolicionista QUESTÃO 21
brasileiro (1868-88).
São Paulo: Companhia das Letras, 2015, p. 27. (adaptado) Manoel não foi o único representante da “raia
miúda”, da “ralé”, como se costumava dizer, a
Diante do contexto apresentado, é possível afirmar participar do motim. Pequenos fazendeiros,
que, no Brasil, a proibição do tráfico de escravos lavradores, vaqueiros e até escravos se tornaram os
A foi respeitada em todo o território, por meio da principais atores de uma guerra que teve início no
Lei do Sexagenário e da Lei do Ventre Livre. Maranhão e se estendeu por Piauí e Ceará.
B ocorreu graças à Lei Eusébio de Queirós, que Excluídos da vida política, discriminados por sua
previa fiscalizações e punições para os condição social e obrigados a servir no
infratores. Exército, rebelaram-se contra a elite conservadora −
C encontrou resistência nas províncias, mesmo representada por grandes proprietários de terras e
após a abolição da escravidão, decretada no militares – e combateram durante quatro anos as
século XVIII. tropas do Império.
MONTEIRO, Felipe; BENJAMIN, Mariana. Os novos balaios.
D teve apoio da maioria da população, que Revista de História da Biblioteca Nacional. 33. ed. jun. 2008.
defendia a substituição dessa mão de obra pela
dos imigrantes. O texto destaca aspectos relacionados à
E aconteceu com a chegada da família real, Balaiada (1838-1842), experiência popular que tinha
sendo abolido também, a partir desse momento, como pressuposto o(a)
o trabalho escravo. A ideal republicano, além do antiescravismo,
orientando a participação popular na constituição
QUESTÃO 20 do Estado brasileiro.
Doutrina e regime econômico, político e B antiescravismo, além da independência
social caracterizado, essencialmente, pela posse e brasileira, sendo influenciada pelos ideais
propriedade comum dos bens de produção. [...] socialistas que estavam sendo forjados na
A evolução do termo em questão vem de Europa.
longe, começando com o próprio Marx que a ele se C questionamento do capitalismo influenciado
refere de duas maneiras: ora como movimento pelos movimentos europeus, representando um
político da classe operária ora como associação marco importante para a crise do regime
criada por trabalhadores no decorrer das suas monárquico.
reivindicações. [...] D reação ao domínio de fazendeiros e
Já no período stalinista, o termo identificava comerciantes portugueses que promoviam o
movimentos encabeçados por partidos autoritários, recrutamento compulsório e subjugavam a
implicando numa subordinação ao Partido Soviético. população pobre e escravizada.
Foi a sua época de ouro, embora intensamente E religiosidade, sendo liderada por Manuel dos
criticado por seus opositores. Anjos Ferreira, que influenciou escravos,
AZEVEDO, Antonio Carlos do Amaral. Dicionário de nomes, termos e
conceitos históricos. vaqueiros e lavradores, objetivando a
4. ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2012, p. 113-114. emancipação da província do Maranhão.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 8


QUESTÃO 22
Além de garantir a igualdade entre todos os seus membros, o kibutz Lotan, localizado ao sul de Israel,
funciona à base de muita sustentabilidade. [...]
Todas as casas estão interligadas a um sistema de reaproveitamento de água, reciclagem de sólidos,
e, além disso, utilizam painéis solares para geração de energia. Ambientes comunitários têm lixos separados para
reciclagem, e todo o lixo orgânico passa por um processo de compostagem que vira adubo utilizado
nas plantações. A água usada em chuveiros e torneiras é reaproveitada para a irrigação de toda a região.
FISBERG, Alex. No Oriente Médio, kibutz é exemplo de sustentabilidade. Planeta sustentável, dez. 2010.
Disponível em: <http://planetasustentavel.abril.com.br>. Acesso em: 23 mar. 2016. (adaptado)

O modelo sustentável desenvolvido nos kibutz israelenses, se incorporado à realidade brasileira, traria inúmeros
benefícios, pois o(a)
A êxodo urbano, processo migratório de retorno ao campo, seria possibilitado àqueles que
enfrentam dificuldades na adequação às grandes cidades.
B crescimento econômico das últimas décadas tem elevado o potencial de investimento em sustentabilidade,
embora não existam áreas propícias.
C insuficiência hídrica em algumas regiões brasileiras que possuem bom potencial natural, como o
Sertão nordestino, demanda uma produção agrícola sustentável.
D geração de energias limpas, a utilização do lixo como biocombustível e a reutilização da água para
diversos fins aumentariam a receita do governo, por meio do mercado informal.
E redução de gastos governamentais seria fomentada, excluindo a necessidade de obras de transposição de
águas para regiões secas do país, como a do Rio São Francisco.

QUESTÃO 23
Cientistas geram energia com tomates que iriam para o lixo
Todos os anos, o estado americano da Flórida joga no lixo nada menos do que 400 000 toneladas de
uma mistura de tomates danificados ou comidos por pragas e de sementes descartadas na produção de
molhos. Todo esse rejeito é transferido para aterros sanitários, liberando metano, um gás de efeito estufa
perigoso. Atento ao problema, um grupo de pesquisadores da Escola de Minas e Tecnologia de Dakota do
Sul desenvolveu uma célula de combustível microbial especial para transformar os resíduos em
eletricidade. Pelos cálculos dos pesquisadores, as tais 400 000 toneladas de resíduos de tomate
desperdiçados na Flórida poderiam gerar energia suficiente para abastecer a Disney World por 90 dias.
BARBOSA, Vanessa. Exame, 24 mar. 2016.
Disponível em: <http://exame.abril.com.br>.Acesso em: 25 mar. 2016.
O processo de aproveitamento descrito no texto pode ser benéfico do ponto de vista socioambiental, pois
A reduz a problemática da fome e das desigualdades sociais, além de contribuir para a redução na emissão de
gases poluentes.
B contribui para a geração de energia limpa e renovável, além de reduzir os impactos ambientais
provocados pelo descarte do lixo.
C pode ser distribuído entre populações residentes em comunidades carentes, minimizando o quadro
das desigualdades sociais.
D gera empregos nas indústrias, que economizam com os valores pagos nas contas de energia e ampliam seus
quadros de funcionários.
E fornece energia limpa suficiente para atender à demanda de grandes cidades e eliminar o uso de combustíveis
fósseis da matriz energética.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 9


QUESTÃO 24
O Mercosul responde por 71,8% (12 789 558 km²) do território da América do Sul. Possui cerca de três
vezes a área da União Europeia, sendo uma das principais potências energéticas do mundo. O bloco detém
19,6% das reservas provadas de petróleo do mundo, 3,1% das reservas de gás natural e 16% das reservas de
gás recuperáveis de xisto.
O Mercosul é detentor da maior reserva de petróleo do mundo, com mais de 310 bilhões de barris de
petróleo em reservas certificadas pela OPEP.
SAIBA mais sobre o Mercosul. Mercosul. Disponível em: <http://www.mercosul.gov.br>.Acesso em: 7 jun. 2016.
Com base no contexto geoeconômico apresentado no texto, a maior parte das reserva de petróleo do
Mercosul está concentrada no(a)
A Argentina.
B Bolívia.
C Brasil.
D Paraguai.
E Venezuela.

QUESTÃO 25
A verdadeira sabedoria para Sócrates é o conhecimento perfeito dos temas éticos, do como viver. Quando
declara ignorância, Sócrates se refere à ignorância sobre os fundamentos da moral; não está afirmando
nenhum ceticismo genérico a respeito de questões práticas. Sua preocupação é unicamente com a reflexão ética,
e ele não pode, em sã consciência, abandonar sua missão de incentivá-la nos outros.
GOTTLIEB, Anthony. O sonho da razão: uma história da filosofia ocidental da Grécia ao
Renascimento. Rio de Janeiro: Difel, 2007.

Com base no texto, pode-se dizer que a famosa frase “só sei que nada sei”, aplicada ao contexto do
comportamento ético do cidadão na Atenas do século V a.C., refere-se, especificamente, à
A vocação dos filósofos para agir conforme os princípios morais.
B humildade de reconhecer o quão distante está a perfeição.
C diferença filosófica entre defender um princípio e praticá-lo.
D recusa em seguir as leis impostas pela democracia ateniense.
E necessidade de reconhecimento da limitação humana diante do poder divino.

QUESTÃO 26
As facas e os machados de aço que os europeus davam aos indígenas encurtavam, em cerca de
oito vezes, o tempo gasto para derrubar árvores e esculpir canoas. Além disso, anzóis de ferro inauguravam
uma nova maneira de explorar os recursos alimentícios dos estuários. É difícil imaginar o quanto isso foi
transformador de sua cultura e o quanto foi destrutivo para a floresta.
DEAN, Warren. A ferro e fogo: a história e a devastação da Mata Atlântica brasileira.
São Paulo: Companhia das Letras, 1996, p. 65.

O fato de os índios darem início ao uso de ferramentas de aço permite perceber que começavam a
acontecer mudanças de comportamento baseadas no(a)
A afirmação dos indígenas como principais destruidores da floresta, pois suas atividades demandavam
mais recursos naturais.
B retrocesso das técnicas utilizadas nas atividades culturais dos indígenas por meio das doações feitas pelos
portugueses.
C desinteresse dos indígenas em aprender a usar novas ferramentas, já que possuíam técnicas
específicas para trabalhar madeiras.
D reconhecimento e no incentivo dos portugueses ao trabalho artesanal desenvolvido pelos indígenas.
E influência europeia exercida sobre os modos de vida indígena e em suas relações com a natureza.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 10


QUESTÃO 27 A filosofia de Descartes apresenta como
Energia solar representará 4% da potência total até fundamento epistemológico básico o(a)
2024 A razão como aprendizagem social.
A geração de energia elétrica fotovoltaica, ou B predomínio dos dados sensíveis.
seja, pelos raios do Sol, alcançará 7 mil megawatts C valorização da dúvida metódica.
(MW) no Brasil até 2024. Atualmente, a fonte é D uso sistemático do empirismo.
responsável por 0,02% da potência elétrica do país. E eliminação dos juízos de fato.
[...]
Um significativo potencial de oferta de QUESTÃO 29
energia proveniente de recursos renováveis é [...] torna-se claro que quem descobriu a
previsto no período de 10 anos. A participação da África no Brasil, muito antes dos europeus, foram os
fonte solar somada à energia eólica, à biomassa e às próprios “africanos” [...] trazidos como escravos. E
Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) deve esta descoberta não se restringia apenas ao reino
corresponder a 28% da matriz de capacidade linguístico; estendia-se também a outras áreas
instalada de energia elétrica em 2024. culturais, inclusive à da religião. [...] há razões para
ENERGIA solar representará 4% da potência total até 2024. Portal
Brasil, 13 out. 2015.
pensar que representantes desses povos, quando
Disponível em: <http://www.brasil.gov.br>. Acesso em: 7 mar. 2016. misturados e transportados ao Brasil,
(adaptado) não demoraram em perceber a existência, entre si,
de elos culturais mais profundos.
A tendência às transformações no setor SLENES, Robert W. “Malungu, ngoma vem!”: África coberta e
energético, apresentada no texto anterior, pode ser descoberta do Brasil. Revista USP.
São Paulo, n. 12. p. 49, jan.-fev. 1992. Disponível em:
associada às <http://www.revistas.usp.br>. Acesso em: 1o abr. 2016.
A grandes quedas nos preços dos barris de
petróleo, que forçaram investimentos em fontes O fragmento apresentado enfatiza que uma
renováveis, vistas como lucrativas para o das consequências internas da escravidão no Brasil
governo. foi a
B secas históricas, que provocaram a atual A percepção de uma identidade africana.
insuficiência da produção hidrelétrica, fonte B aculturação dos povos escravizados.
energética constantemente afetada pelas C resistência militar dos quilombolas.
extensas estiagens. D acentuação do preconceito racial.
C aplicações e investimentos constantes no E existência de rivalidades étnicas.
setor, marcados por estímulos econômicos
governamentais que visam reduzir os custos na QUESTÃO 30
produção energética. Talvez em parte alguma se esteja verificando
D reduções nos custos de fontes renováveis de com igual liberdade o encontro, a intercomunicação
energia como fruto da ascensão dessa demanda e até a fusão harmoniosa de tradições diversas, ou
em países emergentes, que priorizam fontes antes, antagônicas, de cultura, como no Brasil. É
limpas para o setor industrial. verdade que o vácuo entre os dois extremos ainda é
E políticas de incentivo a soluções enorme; e deficiente a muitos respeitos a
sustentáveis, sobretudo pelo fato de que intercomunicação entre duas tradições de cultura.
algumas regiões apresentam potencialidades Mas não se pode acusar de rígido, nem de falta
para as energias eólica, solar e para as PCHs. de mobilidade vertical o regime brasileiro, em vários
sentidos sociais um dos mais democráticos, flexíveis
QUESTÃO 28 e plásticos.
Mas há algum, não sei qual, enganador mui FREYRE, Gilberto. Casa-grande e senzala. 51. ed. São Paulo: Global,
2006.
poderoso e mui ardiloso que emprega toda sua
indústria em enganar-me sempre. Não há, pois,
dúvida alguma de que sou, se ele me engana; e, por A análise feita por Gilberto Freyre sobre a formação
do povo brasileiro, descrita no texto, encontra
mais que me engane, não poderá jamais fazer com
explicação no conceito de
que eu nada seja, enquanto eu pensar ser alguma
A modernização conservadora.
coisa. De sorte que, após ter pensado bastante nisto
B antagonismos de classes.
e de ter examinado cuidadosamente todas as coisas,
C divergência cultural.
cumpre enfim concluir e ter por constante que esta
D cordialidade social.
proposição, eu sou, eu existo, é
E democracia racial.
necessariamente verdadeira todas as vezes que a
enuncio ou que a concebo em meu espírito.
DESCARTES, René. Meditações. Tradução de J. Guinsburg e Bento
Prado Júnior. São Paulo:
Abril Cultural, 1973. p. 100. (Coleção Os Pensadores).

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 11


QUESTÃO 31 Com base nas informações contidas nos textos I e II
A razão de ser dos carneiros é fornecer leite sobre a questão da violência urbana no Brasil, pode-
e lã; a dos bois é lavrar a terra; e a dos cães é se afirmar que a percepção de insegurança do
defender os carneiros e os bois dos ataques dos brasileiro decorre também da
lobos. Se cada uma destas espécies de animais A credibilidade excessiva da população em
cumprir a sua missão, Deus protegê-la-á. Deste dados estatísticos ilusórios.
modo, fez ordens, que instituiu em vista das diversas B reação emocional no contexto de uma
missões a realizar neste mundo. Instituiu uns – os sociedade marcada pelo medo.
clérigos e os monges – para que rezassem pelos C tradição nacional de confiar mais nas
outros e, cheios de doçura, como as ovelhas, sobre experiências que nos números.
eles derramassem o leite da pregação e com a lã dos D atitude violenta do Estado em relação aos
bons exemplos lhes inspirassem um ardente amor a que cometem crimes.
Deus. Instituiu os camponeses para que eles – como E valorização das opiniões individuais em
fazem os bois, com o seu trabalho – assegurassem a detrimento dos fatos reais.
sua própria subsistência e a dos outros. A outros,
por fim – os guerreiros –, instituiu-os para que QUESTÃO 33
mostrassem a força na medida do necessário e para A Revolução Nazista não começou com um
que defendessem dos inimigos, semelhantes a ataque generalizado à sociedade alemã, mas sim
lobos, os que oram e os que cultivam a terra. avançou afinada com o que a grande maioria do
Le Goff, J. A Civilização do Ocidente Medieval. São Paulo: Edusc, 2005. povo queria ou toleraria. Hitler estava convencido de
que “a primeira base para criar autoridade é sempre
O excerto anterior apresenta uma visão da a popularidade”. Entretanto, também queria um
sociedade medieval europeia marcada pela regime autoritário e estava disposto a usar a força.
A crítica ao coletivismo. Esforçou-se para combinar popularidade e força e
B valorização da rebelião. daí surgiu um regime híbrido, mais bem descrito
C justificativa das desigualdades. como “ditadura do consenso”.
D rejeição ao pensamento religioso. GELLATELY, Robert. Os marginais e a consolidação da ditadura de
E defesa da necessidade de mobilidade. Hitler (1933-1939). In: ROLLEMBERG, Denise; QUADRAT, Samantha
Viz.
A construção social dos regimes autoritários: Europa. Rio de Janeiro:
QUESTÃO 32 Civilização Brasileira, 2010. p. 210.
TEXTO I
Nos últimos meses, autoridades têm repetido Com base no texto anterior, é possível perceber
que a “sensação de insegurança” é maior do que as que o regime nazista
estatísticas da criminalidade. Como se a “sensação” A foi reprovado pela sociedade, que se sentiu
fosse menos real do que os números – que, é preciso reprimida por meio das propagandas e do uso da
lembrar, no caso de São Paulo, têm se mostrado força.
assombrosos. Ou que as estatísticas teriam mais B utilizou a força de maneira moderada, estratégia
valor do que a decodificação da experiência, aqui para manter o poder e desenvolver o projeto
traduzida em sensação. Ou ainda, como se “os ditatorial.
números” fossem mais legítimos para aferir à C utilizou a força para se instalar na Alemanha e,
realidade do que a experiência de quem a vive. em seguida, fez uso das propagandas para se
BRUM, Eliane. Sensação de insegurança? Época, 10 dez. 2012. manter no poder.
Disponível em: <http://revistaepoca.globo.com>. Acesso em: 30 mar.
2016. D enfrentou a resistência da sociedade alemã
usando a força, o que tornou o governo uma
TEXTO II ditadura do consenso.
E encontrou apoio para ações impositivas em parte
da sociedade, o que possibilitou a instauração de
uma ditadura do consenso.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 12


QUESTÃO 34
No dia 17 de novembro de 1889, um domingo, às três horas da madrugada, a família real partiu
acompanhada por alguns poucos autoexilados. Dizem que os novos dirigentes acharam por bem evitar a luz do
dia e impedir qualquer reação da população. Já o ex-imperador procurava manter uma postura altiva, [...].
No Brasil, para provar que a República vinha para ficar, alteravam-se rapidamente nomes e símbolos, na
tentativa de dar mais concretude à mudança efetiva de regime. O Largo do Paço passou a se chamar 15 de
Novembro; a Estrada de Ferro Pedro II, Central do Brasil; o Colégio Pedro II, Colégio Nacional.
SCHWARCZ, Lilia; STARLING, Heloisa. Brasil: uma biografia.
São Paulo: Companhia das Letras, 2015. p. 318.

O processo de transição política descrito no texto anterior teve como um dos fatores impulsionadores a
A publicação da Lei do Ventre Livre, que desgastou o relacionamento entre proprietários de escravos e governo.
B prática do clientelismo promovido pelo ex-imperador ao beneficiar os partidários políticos favoráveis às suas
ordens.
C vinda da família real portuguesa para o Brasil, causando a insatisfação da população diante dos decretos
reais.
D onda de revoltas populares nas províncias, como a Farroupilha, que chegou a instalar uma
república independente do governo central.
E insatisfação da população e da elite diante da promulgação da constituição que se convencionou chamar
“Constituição da Mandioca”.

QUESTÃO 35
A Reforma, pelo menos em sua primeira geração, foi um movimento social, uma empresa coletiva
consciente, mesmo que tivesse como objetivo reformar a velha Igreja, e não fundar outras novas, o que na
realidade aconteceu. Martinho Lutero, nascido em 1483, um frade que se tornou herege, era professor da
Universidade de Wittenberg (no leste da Alemanha) e se ressentia muito do que via como a dominação italiana
da Igreja, da “magia” da Igreja e sua comercialização. Favorável a um envolvimento mais direto de leigos com as
atividades religiosas, Lutero incentivou a leitura da Bíblia e a liturgia em vernáculo − o que envolveu novas
traduções. Ele justificava esse envolvimento pelo que chamou de “sacerdócio de todos os crentes”, a ideia de
que cada um tivesse acesso direto a Deus sem necessidade da mediação dos clérigos.
BRIGGS, Asa. Uma história social da mídia: de Gutenberg à internet. 2. ed.Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006. p. 81.

Pode-se concluir que o acontecimento descrito no texto teve como resultado o


A aparecimento da Igreja Anglicana, tornando o anglicanismo a religião oficial.
B advento de uma nova Bíblia, seguindo as interpretações populares.
C combate sangrento no qual Lutero e seus seguidores foram mortos.
D assassinato de Lutero, a mando de líderes da Igreja Católica.
E surgimento da Igreja Luterana, que tem origem protestante.

QUESTÃO 36
Hoje a vida pública também se tornou questão de obrigação formal. A maioria dos cidadãos aborda suas
negociações com o Estado como um espírito de aquiescência resignada, mas essa debilitação pública tem um
alcance muito mais amplo do que as transações políticas. Boas maneiras e intercâmbios rituais com estranhos
são considerados, na melhor das hipóteses, formais e áridos e, na pior, falsos. A própria pessoa estranha é uma
figura ameaçadora, e muito poucos podem sentir um grande prazer nesse mundo de estranhos: a cidade
cosmopolita.
SENNETT, Richard. O declínio do homem público. Rio de Janeiro: Record, 2014.

Com base no texto, as transformações nas relações entre indivíduo e sociedade no século XX trouxeram
uma consequência particular manifestada no(a)
A reconhecimento de governos autoritários.
B cerceamento dos direitos individuais.
C incremento da participação política.
D presença da criminalidade urbana.
E valorização do espaço privado.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 13


QUESTÃO 37
A insegurança e a insatisfação do negro e do mulato não provinham, apenas, das condições materiais
de existência e da crise provocada pela quebra de sua integração ao mundo social e moral dos brancos.
O trabalho ocasional e o ganho esporádico conduziram os homens a um estado de tal dependência e de
penúria, que as mulheres se converteram no seu principal expediente na “luta pela vida”. Essa condição
acabou se transformando em rotineira na medida em que se perpetuavam as dificuldades dos homens em
“arrumar emprego permanente”, à altura de suas ambições, e em que a própria dependência econômica em
relação à mulher foi aceita, consentida ou aprovada socialmente.
FERNANDES, Florestan. A integração do negro na sociedade de classes. v. 1. 5. ed.São Paulo: Globo, 2008.

Na transição da sociedade que figura entre os aspectos escravidão e liberdade, os dilemas da integração
dos negros ao mercado competitivo atingiam os homens e as mulheres de forma diferente porque
A a mão de obra feminina era mais qualificada intelectualmente.
B os homens tinham ambições profissionais superiores às femininas.
C as mulheres dispunham da possibilidade do trabalho doméstico.
D o preconceito de cor era mais forte sobre o gênero masculino.
E os homens eram pouco afeitos ao trabalho urbanorotineiro.

QUESTÃO 38
Segundo os dados do think tank australiano Institute for Economics and Peace (Instituto para a Economia
e Paz), em 2014, 32 727 pessoas foram vitimadas pela ação do terrorismo. [...] O 1515 persegue cristãos, mas a
maioria das vítimas do terror islâmico é formada por islâmicos.
A ERA do terror. Superinteressante. Abril, ed. 358-A, mar. 2016, p. 7-8. (adaptado)

Com base na dinâmica política e social dos conflitos no século XXI aludida no texto apresentado, pode-se
afirmar que a luta entre islâmicos é responsável pelo genocídio que ocorre na região da
A Caxemira.
B Chechênia.
C Coreia do Norte.
D Palestina.
E Síria.

QUESTÃO 39
Desde 2008, o Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking mundial de consumo de agrotóxicos. Enquanto
nos últimos dez anos o mercado mundial desse setor cresceu 93%, no Brasil, esse crescimento foi de 190%, de
acordo com dados divulgados pela Anvisa. Segundo o Dossiê Abrasco – um alerta sobre o impacto dos
agrotóxicos na saúde – 70% dos alimentos in naturaconsumidos no país estão contaminados por agrotóxicos. [...]
Embora comprovadamente perigosos, existe uma barreira forte que protege a suspensão do uso dessas
substâncias no Brasil. “O apelo econômico no Brasil é muito grande”, diz Karen Friedrich, toxicologista. “Há uma
pressão muito forte da bancada ruralista e da indústria do agrotóxico também”.
ROSSI, Marina. O “alarmante” uso de agrotóxicos no Brasil atinge 70% dos alimentos. El País, São Paulo, 30 abr. 2015.
Disponível em: <http://brasil.elpais.com>. Acesso em: 4 abr. 2016. (adaptado)

O uso excessivo de agrotóxicos nas lavouras brasileiras é um dos responsáveis pela


A proliferação de pragas, que podem comprometer a qualidade das produções agrícolas voltadas
para exportações.
B intensificação das exportações de alimentos, que, com a valorização do dólar, tiveram um incremento
frente aos demais setores.
C continuação de um ciclo vicioso, em que, à medida que se aumenta a utilização de insumos
químicos, constatam-se desequilíbrios ambientais e processos de infertilização dos solos.
D otimização das safras de alimentos, que, por meio de insumos agrícolas, contribuem para o processo de
fertilização dos solos, prolongando-se o tempo de cultivo de áreas determinadas.
E democratização da produção agrícola de alto rendimento, fato visualizado na extensão do uso dos insumos,
que são prioritariamente utilizados entre produtores de pequeno e médio porte.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 14


QUESTÃO 40
O Estado é sempre visto como “todo-poderoso”; na pior hipótese, como repressor e cobrador de impostos;
na melhor, como um distribuidor paternalista de empregos e favores. A ação política nessa visão é,
sobretudo, orientada para a negociação direta com o governo, sem passar pela mediação da representação.
Como vimos, até mesmo uma parcela do movimento operário na Primeira República orientou-se nessa direção;
parcela ainda maior adaptou-se a ela na década de 1930. Essa cultura, orientada mais para o Estado do que
para a representação, é o que chamamos de “estadania”, em contraste com a cidadania.
CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: o longo caminho. 3. ed.
Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. p. 221.

O conceito de cidadania, aludido no texto do historiador José Murilo de Carvalho, representa a


A distribuição de empregos e favores pelo Estado.
B tentativa de driblar a cobrança de impostos pelo Estado.
C negociação direta entre as demandas do cidadão e o Estado.
D fragilização do poder público representado pelo Estado.
E possibilidade de cada cidadão ser representado pelo Estado.

QUESTÃO 41
Os primeiros campos de concentração mal eram “campos”, mas locais temporários que os
nazistas usaram para manter seus inimigos políticos logo após a nomeação de Hitler. No princípio, ninguém
parece ter imaginado que os campos se tornariam uma parte permanente da ditadura, e eles foram montados
em construções como velhos alojamentos militares e castelos. As autoridades regionais criaram tais “campos”
para lidar com a inundação de prisioneiros, mas as SA e os nazistas irascíveis os usaram para espancar
comunistas e outros inimigos. Assim como as câmaras de tortura das SA em muitas cidades, nenhum deles foi
planejado para durar.
GELLATELLY, Robert. Apoiando Hitler: consentimento e coerção na Alemanha nazista.
Rio de Janeiro: Record, 2011, p. 93.

Analisando o texto anterior, pode-se entender que a finalidade dos campos de concentração nazistas era
A contribuir com o julgamento de inimigos políticos do Estado.
B acolher indivíduos que os procuravam em busca de proteção.
C oferecer treinamento para militares que combateriam os inimigos.
D dominar grupos étnicos, dissidentes políticos e minorias indesejadas.
E esconder opositores do Estado e treiná-los para serem espiões durante a Guerra.

QUESTÃO 42
A democracia se caracteriza [...] por uma visão do mundo baseada no respeito pelo Outro, e pelo princípio
de legalidade, do controle e da responsabilidade, do poder, que exigem que os governantes sejam expostos à
luz pública para o efeito específico das avaliações dos governados. [...]
Porque a democracia se baseia no princípio da confiança e da boa-fé, e não no medo, ela sucumbe
quando a esfera do público perde transparência e se vê permeada pelo segredo e pela mentira, que é o que
ocorre quando a palavra esconde e engana, ao invés de revelar, conforme determina o princípio ético da
veracidade.
LAFER, Celso. A mentira: um capítulo das relações entre a ética e a política.
In: NOVAES, Adauto (Org.). Ética. São Paulo: Companhia das Letras, 1992. p. 233-235.

O texto relaciona ética e democracia como referências que respaldam a ação política e de poder, a qual
é caracterizada pelo(a)
A correção da conduta política e afirmação do interesse individual em detrimento do coletivo.
B crença no princípio da legalidade e da autoridade do Estado em detrimento dos anseios do povo.
C restrição ao acesso à informação em consonância com o sistema jurídico, que assegura o segredo de Estado.
D direito do governante de exercer o poder autocraticamente, sem prestar contas aos seus governados.
E afirmação da verdade como referência ética e submissão dos governantes à avaliação dos governados.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 15


QUESTÃO 43 C acelere a degradação do seu ecossistema em
O telhado verde consiste em um substrato virtude das raízes freatófitas, que captam água
leve e de uma vegetação apropriada, plantada sobre subterrânea contaminada pelas chuvas ácidas.
uma base impermeável. Podem conter também D reduza seu volume de água, pois a cobertura
camadas adicionais, tais como, um sistema de vegetal densa dificulta a permeabilidade do solo
drenagem e irrigação e uma barreira antirraízes, que e impede a infiltração de produtos químicos no
propiciam a cultura de algumas espécies de plantas solo.
na cobertura. E apresente elevada contaminação, pois as
WILLES, Jorge A. Tecnologias em telhados verdes extensivos: meios de rochas porosas facilitam a penetração da água e
cultura, caracterização hidrológica e sustentabilidade do sistema.
Piracicaba, 2014. 69 p. Tese de doutorado em Ciências, Escola Superior dos produtos químicos oriundos da agricultura
de Agricultura Luiz de Queiroz, 2014. moderna.
Disponível em: <http://www.teses.usp.br>. Acesso em: 5 abr. 2016.

QUESTÃO 45
A instalação de telhados verdes apresenta-se como
O instituto de pesquisa Imazon, em Belém,
uma das soluções urbanas mais defendidas por
monitora o desmatamento na Amazônia há mais de
especialistas, tendo sido aplicada em várias cidades
20 anos. Em levantamento divulgado pelo instituto,
pelo mundo, devido à sua
foram derrubados 1 700 quilômetros quadrados de
A colaboração contra a proliferação de pragas
floresta nativa entre agosto de 2014 e fevereiro de
urbanas responsáveis por grandes perdas em
2015. A área desmatada é maior que a cidade de
produções agrícolas.
São Paulo. Segundo o Imazon, quase a metade do
B capacidade econômica, pois já são
desmatamento ocorreu em áreas particulares, para
desenvolvidas largas produções de gêneros
a expansão da pecuária, principalmente no Mato
agrícolas em coberturas de prédios pelo mundo.
Grosso. No Pará, o desmatamento foi provocado, em
C baixa despesa para aplicação, além de ter
grande parte, pela grilagem, que é a invasão de
como benefício a geração de energia, tornando
terras públicas. Já em Rondônia, as árvores vêm
os imóveis beneficiados autossuficientes e
sendo destruídas para dar lugar à agricultura. Do
sustentáveis.
total desmatado nos meses estudados, o estado que
D influência macroclimática, pois, segundo a ONU,
mais destruiu a floresta foi Mato Grosso (35%),
a construção dos telhados verdes resulta na
depois Pará (25%) e Rondônia (20%).
diminuição da temperatura global em 2 graus. DESMATAMENTO na Amazônia cresce 215% em um ano, segundo o
E contribuição ambiental, como a redução da Imazon. G1, 21 mar. 2015.
Disponível em: <http://g1.globo.com>. Acesso em: 25 mar. 2016.
temperatura média do imóvel no último andar, a (adaptado)
criação de áreas verdes e a estruturação de
novas áreas de cultivos de agrícolas. As atividades citadas no texto anterior, levando-se
em conta o contexto em que são desenvolvidas,
QUESTÃO 44 apresentam como consequências o(a)
A esgotamento das reservas hídricas
nordestinas, que são dependentes das chuvas
geradas pelas massas da Amazônia, a
ampliação da desertificação e a aceleração das
extinções na fauna e na flora da Região Sul.
B geração de empregos no setor primário,
beneficiado diante da crise internacional, e o
crescimento econômico, o que compensa os
danos ambientais ocasionados pela derrubada
das árvores.
C comprometimento dos solos, das reservas
hídricas subterrâneas e das espécies animais e
O processo de ocupação humana do meio físico faz vegetais, além de efeitos em outras regiões do
com que o Aquífero Guarani, representado no país, como alterações no regime de chuvas.
esquema, D alteração climática em escala global e o
A perca sua capacidade de recarga em virtude da esgotamento de reservas hídricas no Brasil,
baixa pluviosidade, o que eleva a contaminação devido à extensão da área desmatada e aos
química oriunda da agricultura local. regimes pluviais escassos.
B mantenha sua estabilidade, pois a estrutura E incremento da matriz energética fóssil com
geológica magmática apresenta baixa materiais extraídos da floresta e a ascensão das
permeabilidade, o que dificulta a contaminação exportações provenientes da agropecuária.
da água.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 16


CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS
Questões de 46 a 90
QUESTÃO 46
Você já pensou em por que o interior do carro, com os vidros fechados, se aquece tão rapidamente? O
Sol emite radiações em todos os comprimentos de onda, mas a maior parte está dentro da faixa da luz visível (de
380 a 750 nm) que passa pelo vidro para dentro do carro. Parte dessa energia é absorvida pelos materiais no
interior do carro, e parte é refletida de volta. Essa energia refletida é a radiação infravermelha (de 4 a 40 µm),
que, por ter um grande comprimento de onda, não passa pelo vidro, ficando aprisionada. Sendo assim, fica fácil
deduzir que haverá um armazenamento de energia dentro do carro provocando um aumento na temperatura,
pois nem toda a energia que entrou, sairá. Esta pode ser considerada uma analogia para o efeito estufa global.
Disponível em: <http://www.usp.br/qambiental/tefeitoestufa.htm>.
Acesso em: 30 maio 2016.

Para reduzir esse tipo de efeito estufa em um automóvel, pode-se utilizar um para-sol aluminizado, como mostra
a imagem a seguir.

Apesar de estar colocado no interior do veículo, o para-sol é eficiente na redução do efeito estufa porque a
radiação solar que atravessa o para-brisa acaba sendo
A absorvida e reemitida pelo para-sol, mas com o mesmo comprimento de onda.
B absorvida e reemitida pelo para-sol, porém com maior comprimento de onda.
C refletida pelo para-sol, porém com menor comprimento de onda.
D refletida pelo para-sol, mas com o mesmo comprimento de onda.
E refletida pelo para-sol, porém com maior comprimento de onda.

QUESTÃO 47
Desde que o homem passou a ter o controle da distribuição da energia elétrica, o medidor elétrico passou
a ser um elemento importante nesse processo.
Os medidores residenciais têm um disco, localizado abaixo dos mostradores numéricos, que tem sua
rotação associada ao consumo de energia naquele imóvel. Admita que uma rotação completa equivale a um
consumo de energia elétrica de 3,6 watt-hora. Para fazer um teste de aferição caseiro, uma pessoa deixou apenas
um equipamento ligado, cuja potência era conhecida. Fazendo uso de um cronômetro, viu que o disco executou
uma volta a cada 60 segundos.

A partir das informações apresentadas no texto anterior, a potência do aparelho utilizado é


A 0,06 W.
B 3,6 W.
C 3,6 kW.
D 216 W.
E 216 kW.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 17


QUESTÃO 48
A pirometalurgia é uma técnica que faz uso de altas temperaturas para obter metal livre. No processo de obtenção
do ferro, são utilizados hematita (Fe O ) e magnetita (Fe O ), como fontes de ferro; calcário (CaCO ), para remoção
2 3 3 4 3

de impurezas; e carvão coque, para liberação de energia e formação dos gases monóxido de carbono (CO) e
hidrogênio (H ). O esquema de um forno de siderúrgica e algumas reações que ocorrem em seu interior são
2

representados a seguir.

Durante o processo pirometalúrgico do ferro, estão envolvidas duas etapas principais, a partir das quais é possível
verificar que a reação
A B da 2ª etapa é de oxirredução e exotérmica.
B A da 1ª etapa é uma combustão completa do carvão coque.
C B da 1ª etapa é usada para resfriar o forno sem interromper o processo.
D A da 1ª etapa forma CO, que atua como agente oxidante da magnetita.
E B da 1ª etapa produz H2, que atua como combustível para as reações da 2ª etapa.

QUESTÃO 49
A longevidade diz respeito à maior duração de vida e, evolutivamente, refere-se ao tempo que duram as espécies
nas épocas geológicas. As diversas espécies de seres vivos possuem um limite de sobrevivência, embora nem
todos os indivíduos atinjam a idade adulta máxima ou a ultrapassem. A seguir, são apresentadas características
de duas diferentes espécies de animais.

• Espécie I: Uma fêmea de uma espécie de peixe ovulípara que libera 6 400 ovos, dos quais 32 atingem a fase
de jovens adultos e apenas dois atingem a fase adulta com capacidade reprodutiva.
• Espécie II: Uma espécie de peixe resistente às doenças e tolerante às variações ambientais. Entre quatro e
seis meses de idade, começam a propagar-se. As fêmeas desovam de dois em dois meses, exercendo
cuidado parental dos ovos e, enquanto ocorre a incubação, os genitores ficam atentos especialmente contra
predadores de ovos.

A partir do que foi exposto no texto anterior, qual dos gráficos a seguir representa as curvas de sobrevivência das
espécies I e II?

A B C D E

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 18


QUESTÃO 50
Os estudos de Mendel sobre cruzamentos mono-
híbridos e di-híbridos são considerados marcantes
para a genética contemporânea. Ao efetuar os
cruzamentos di-híbridos, Mendel concluiu que pares
de diferentes fatores hereditários se segregam
independentemente na formação de gametas. Esta
conclusão, entretanto, não é válida para os genes
que estão em ligação gênica ou linkage, ou seja,
genes com locus no mesmo par cromossômico.
Sabendo disso, um biólogo geneticista observou as
proporções de gametas produzidos por um di-híbrido
AaBb nas três situações distintas apresentadas a
seguir.
De acordo com o gráfico anterior e sabendo que os
Situação I – AB (25%); Ab (25%); aB (25%); ab carbonatos de cálcio e magnésio são insolúveis em
(25%); água, o melhor pH de um aquífero para reduzir o teor
Situação II – AB (50%); ab (50%); de CO2 teria o valor igual a
Situação III – AB (41,5%); Ab (8,5%); aB (8,5%); ab A 4.
(41,5%). B 6.
C 8.
Dessa forma, concluiu-se, corretamente, que a D 10.
recombinação gênica ocorreu na(s) situação(ões) E 12.
A I, pois o di-híbrido produziu quatro tipos de
gametas nas mesmas proporções. QUESTÃO 52
B II, pois o di-híbrido produziu dois tipos de Os aminoácidos são biomoléculas que apresentam
descendentes com os mesmos fenótipos dos grupo amina (—NH ) e grupo carboxila (—COOH),
2

pais. que podem ser ionizáveis conforme o pH da solução.


C III, pois o di-híbrido produziu tipos de gametas A titulação do aminoácido glutamina, mostrada no
recombinantes como produtos de crossing-over. gráfico a seguir, ilustra o efeito do pH sobre sua
D I e II, nas quais o di-híbrido produziu gametas estrutura, e os valores de pKs representam as
com genes que se segregam etapas de desprotonação.
independentemente.
E II e III, nas quais o di-híbrido produziu gametas
com ligação gênica incompleta e completa,
respectivamente.

QUESTÃO 51
A queima de carvão, petróleo e gás natural, bem
como o desmatamento e várias práticas agrícolas e
industriais, estão alterando a composição da
atmosfera e contribuindo para as alterações
climáticas. Na tentativa de reduzir ou pelo menos
retardar o aumento dos níveis atmosféricos do CO ,2

vários processos de mitigação estão, atualmente,


sendo estudados; entre os quais, o aprisionamento
mineral, que envolve a incorporação do CO , em uma
2

fase sólida, por exemplo, na precipitação de


carbonatos minerais.

A I.
B II.
C III.
D IV.
E V.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 19


QUESTÃO 53 Considere: 0,602 ≅ 0,36; 0,062 ≅ 0,03; 0,222 ≅ 0,04;
Para garantir uma menor emissão de gases e melhor 0,142 ≅ 0,02; 4,502 = 20,25.
desempenho do veículo, os novos motores precisam
usar os produtos certos para cada necessidade. O Dadas as informações, a altitude aproximada em
sistema EGR (Recirculação de Gases de Exaustão) que o executivo atingiu a máxima velocidade foi de
exige o uso do diesel S-10, já o sistema SCR A 10 000 m.
(Redução Catalítica Seletiva), além do S-10, B 15 000 m.
necessita do Flua Petrobras (Arla 32), um agente C 20 000 m.
redutor que trata as emissões e garante a potência D 25 000 m.
do motor. O termo S-10 representa o teor de enxofre E 30 000 m.
no combustível, ou seja, 10 ppm.
QUESTÃO 55
S + O2 → SO2 Os peptídios são biomoléculas formadas por dois ou
2 SO2 + O2 → 2 SO3 mais aminoácidos por meio de uma reação de
SO3 + H2O → H2SO4 condensação, na qual a união dos aminoácidos
ocorre por meio de ligações químicas covalentes,
Considere as massas molares (g/mol): S = 32; H = chamadas de ligações peptídicas. Já o processo de
1; O = 16. quebra dos peptídios se dá por meio de reações de
hidrólise, que podem ser classificadas como ácida ou
Supondo que todo o enxofre presente no enzimática.
combustível participe das reações anteriores, a
massa de ácido sulfúrico produzida quando 320 kg
de diesel S-10 são queimados é
A 4,9 g.
B 8,0 g.
C 9,8 g.
D 19,6 g.
E 39,2 g.
Observando o peptídio apresentado anteriormente, o
QUESTÃO 54 número de aminoácidos diferentes que podem ser
Um executivo do gigante da tecnologia formados a partir de sua hidrólise completa é
Google é o mais novo recordista do salto de A 2.
paraquedas mais alto do mundo. O americano Alan B 3.
Eustace, de 57 anos, decolou do estado do Novo C 4.
México, em um balão com gás hélio, até atingir uma D 5.
altitude de 40 km acima da superfície da Terra. O E 6.
executivo do Google usava um traje espacial
desenvolvido para suportar as baixas temperaturas QUESTÃO 56
da estratosfera. Na descida, ele ultrapassou a As aminas são uma classe de compostos químicos
velocidade do som e chegou a 1 300 quilômetros por orgânicos nitrogenados derivados da amônia (NH ) e
3

hora (≅ 360 m/s). que resultam da substituição parcial ou total dos


EXECUTIVO do Google bate recorde de salto de paraquedas. Globo hidrogênios da molécula por grupos hidrocarbônicos.
News,
25 out. 2014. Disponível em: <http://g1.globo.com>. Acesso em: 8 abr.
2016.

A seguir, tem-se a relação matemática que calcula a


velocidade limite (máxima), em m/s, de queda livre
em função da densidade do ar ρ em kg/m3, e uma
tabela que relaciona a altitude em que o corpo se Segundo a IUPAC, a nomenclatura oficial da amina,
encontra e a densidade ρ do ar em kg/m3. cuja fórmula foi apresentada anteriormente, é
A butanamina.
B pentanamina.
C isopropilamina.
D 2-etil-propanamina.
E 2-metil-propanamina.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 20


QUESTÃO 57
Os ésteres resultam frequentemente da 2 Fe + O2 + 2 H2O → 2 Fe(OH)2
condensação (uma reação que produz água) de um (Equação global da formação da ferrugem)
ácido carboxílico e de um álcool. Ao processo, dá-se
o nome de esterificação. Na equação da formação da ferrugem, é
possível perceber que o
A ferro metálico sofre redução.
B gás oxigênio é o agente redutor.
C ferro metálico é o agente oxidante.
D número de oxidação do ferro varia de 0 a +2.
E número de oxidação do oxigênio varia de 0 a –
O composto orgânico obtido da reação entre o ácido 3.
propanoico e o etanol é
A etanoato de etila. QUESTÃO 60
B propanoato de etila. A glicose é um carboidrato considerado uma das
C etanoato de propila. principais fontes de energia do corpo humano. O
D propanoato de propila. pâncreas é o órgão responsável por produzir a
E propanoato de isopropila. insulina, hormônio que permite a entrada de glicose
nas células. Quando o pâncreas está comprometido,
QUESTÃO 58 ocorre uma deficiência na produção de insulina, o
A testosterona é um hormônio encontrado nos que altera a captação da glicose pelas células,
homens e nas mulheres, porém, em quantidades resultando no aumento desse carboidrato no
bem maiores no corpo masculino, sendo o principal sangue.
O QUE é glicose e por que ela aumenta? Hospital Vila da Serra.
hormônio, e, por isso, costuma ser conhecida como Disponível em:<http://hospitalviladaserra.com.br>. Acesso em: 26 jul.
sinônimo de masculinidade. Nos homens, os níveis 2016. (adaptado)
variam entre 240 e 950 ng/dL; já nas mulheres, o
nível fica entre 8 e 60 ng/dL.

As funções orgânicas presentes na fórmula da


testosterona, apresentada anteriormente, são
A ácido carboxílico e amina.
B éter e ácido carboxílico.
C cetona e álcool.
D cetona e fenol. Com base na fórmula estrutural da glicose, as
E éter e álcool. quantidades de carbonos assimétricos (quirais) e de
isômeros opticamente ativos são, respectivamente,
QUESTÃO 59 A 2 e 4.
Ferrugem, como combater esse mal no carro? B 3 e 8.
Uma praga que atormenta muitos C 4 e 16.
proprietários de veículos é a ferrugem. E para não D 5 e 32.
ser surpreendido por esse mal, especialistas E 6 e 64.
automotivos dão dicas para manter o seu automóvel
sempre novinho. Ewerton Jucá, especialista em
pintura de carros, diz que o que ocasiona a ferrugem
é a união de água, oxigênio, e o ar, que, em contato
com a carroceria, dá início ao processo decorrosão.
“A junção de todos esses componentes é inimiga da
lataria do veículo. E vale lembrar também que a
maresia é uma vilã perigosa”, conta.
FERRUGEM, como combater esse mal no carro? Diário do Nordeste,
Ceará, 1o fev. 2016.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 21


QUESTÃO 61 QUESTÃO 62
Quatro novos elementos completam sétima fila da Em uma determinada comunidade de campo,
tabela periódica encontram-se corujas que se alimentam de diversas
Quatro novos elementos químicos espécies de outros animais. Essas aves apresentam
produzidos artificialmente nos últimos anos tiveram a característica de engolir suas presas inteiras. No
sua existência confirmada pela IUPAC (União entanto, os restos não digeridos que apresentam
Internacional de Química Pura e Aplicada) e pelos, ossos, quitina, penas e escamas são
completam agora a sétima linha da tabela periódica. regurgitados. A análise do conteúdo dos restos não
Um grupo de pesquisa japonês conquistou o direito digeridos permite avaliar a dieta desses animais em
de batizar o novo elemento químico 113, o primeiro dois períodos diferentes: chuvoso e não chuvoso
a ser nomeado por cientistas asiáticos. Os (seca), como mostra o gráfico a seguir.
elementos de número atômico 115, 117, e 118
deverão ser batizados por um consórcio de cientistas
americanos e russos que os produziram. [...]
Os novos elementos não existem na
natureza e são criados por aceleradores de
partículas que fazem elementos menores colidirem
entre si e se fundir. Os átomos criados nessas
condições sobrevivem por apenas algumas frações
de segundo.
QUATRO novos elementos completam sétima fila da tabela periódica.
G1, 4 jan. 2016. Disponível em: <http://g1.globo.com>. Acesso em: 4
abr.2016.
Os quatro novos elementos químicos produzidos Com base na análise do gráfico anterior, verifica-se
artificialmente são elementos que que a dieta das corujas é composta por uma
A participam do mesmo grupo na tabela periódica. quantidade
B são considerados elementos de transição A pequena de roedores no período não chuvoso.
interna. B grande de marsupiais no período chuvoso.
C possuem sete camadas eletrônicas (níveis de C moderada de insetos nos dois períodos.
energia). D grande de roedores nos dois períodos.
D possuem os maiores raios atômicos da tabela E pequena de aves nos dois períodos.
periódica.
E fazem parte da família dos alcalinos-terrosos e QUESTÃO 63
dos calcogênios. O Programa de Informações Costeiras on-
line (PIC on-line) tem como objetivo disponibilizar
informações meteorológicas e oceanográficas em
tempo real, via internet. Funciona da seguinte forma:
uma boia contendo sensores, GPS e transmissor de
rádio envia dados para uma estação em terra, onde
estes são processados e disponibilizados na
internet.

Mesmo com a passagem contínua de ondas pela


boia, o seu deslocamento até a costa depende da
A amplitude das ondas.
B frequência das ondas.
C ação dos ventos e correntes marítimas.
D razão entre a amplitude e o período das ondas.
E razão entre a frequência e a amplitude das
ondas.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 22


QUESTÃO 64
Alguns caminhões de concessionárias são dotados de uma peça aerodinâmica chamada de defletor, e outros
não. A seguir, tem-se a figura de um caminhão sem o defletor e outro com o defletor, respectivamente.

Com base nas informações do texto e da imagem, pode-se concluir que o uso do defletor no caminhão faz com
que o(a)
A caminhão fique mais leve, pois reduz seu peso.
B peso da carga fique menor, pois a resistência do ar diminui.
C consumo de combustível aumente, bem como a estabilidade.
D resistência do ar aumente, devido a sua concentração em um só local.
E consumo de combustível seja reduzido, pois diminui a resistência do ar.

QUESTÃO 65

Suponha que, em um planeta de gravidade menor que a da Terra, a massa de Garfield permaneça a mesma. A
sugestão dada por ele para parecer menos gordo revela que sua compreensão sobre peso e massa está
A incorreta, em relação a força peso e a massa, pois nenhum dos dois valores diminuirá com a mudança para
um planeta de gravidade menor.
B correta, em relação ao conceito de força peso, pois ao mudar para um planeta de gravidade menor que a da
Terra, haverá redução na sua massa.
C incorreta, em relação ao conceito de massa, pois uma gravidade menor implicará no aumento de sua massa
e redução da intensidade de seu peso.
D correta, em relação ao conceito de força peso, pois mesmo sem perder massa, haverá redução no módulo
do seu peso devido à redução na gravidade.
E incorreta, em relação ao conceito de massa, pois, ao procurar um planeta onde a gravidade seja menor,
haverá redução de sua massa, mesmo sem mudança na intensidade do peso.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 23


QUESTÃO 66
Dicas e precauções do carregamento da bateria
Usar uma fonte de energia diferente do carregador, por exemplo, a USB em um computador, pode resultar em
lentidão ao carregar a bateria.
Disponível em: <http://downloadcenter.samsung.com>.
Acesso em: 28 maio 2016.

A diferença no tempo de recarga da bateria deve-se ao fato de que a USB em um computador fornece à bateria,
comparado ao carregador,
A uma maior quantidade de carga, mas com uma corrente de mesma intensidade.
B a mesma quantidade de carga, mas com uma corrente de menor intensidade.
C uma menor quantidade de carga, mas com uma corrente de menor intensidade.
D uma maior quantidade de carga, mas com uma corrente de menor intensidade.
E a mesma quantidade de carga, mas com uma corrente de maior intensidade.

QUESTÃO 67
A Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, tem uma bacia de drenagem de cerca de 16 km e é altamente 2

urbanizada. Este ponto turístico, que foi um dos palcos das Olimpíadas de 2016 nas provas de remo, tem sofrido
variadas ações antrópicas que causam desequilíbrios, como a descarga de esgotos, o que leva a um aporte
constante de grandes quantidades de fósforo, nitrogênio e do elemento tóxico mercúrio em seus sedimentos.
Essa situação impede a autodepuração dessa área, sendo necessário dragar o local das raias de competição.

Para minimizar o revolvimento dos sedimentos, a retirada do material orgânico acumulado é feita com draga de
sucção, procedimento que permite a
A intensificação da Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO).
B multiplicação do fitoplâncton nas águas superficiais.
C proliferação de bactérias decompositoras.
D redução na mortalidade de peixes.
E mobilização dos metais pesados.

QUESTÃO 68
A síndrome nefrótica, conjunto de sintomas que se manifesta em razão de doenças renais e que é
caracterizada por excesso de proteínas na urina, tem causas diversas – entre elas, mutações genéticas ainda
não totalmente conhecidas. A doença ocorre devido à disfunção funcional ou estrutural do glomérulo renal,
unidade dos rins por meio da qual é feita a filtragem do sangue e a eliminação dos resíduos metabólicos. [...]
Pesquisadores identificaram uma nova mutação em cada um dos principais genes relacionados aos
sintomas: NPHS1, NPHS2 e WT1.
As mutações identificadas pelos pesquisadores nos genes NPHS1 e NPHS2 possuem herança recessiva,
ou seja, são necessários dois alelos mutantes, um do pai e outro da mãe, para que o paciente apresente a
doença. No caso do WT1, a doença é dominante: basta um dos alelos ser mutante para que ela se manifeste.
FREIRE, Diego. Descobertas novas mutações relacionadas à síndrome nefrótica em crianças. Pesquisa Fapesp, 15 jun. 2016. Disponível em:
<http://agencia.fapesp.br>. Acesso em: 22 jun. 2016.
Considerando o gene WT1, verifica-se que casais
A homozigotos recessivos apresentam 50% de chance de terem crianças de ambos os sexos afetadas.
B heterozigotos não são afetados e possuem 50% de chance de terem crianças de ambos os sexos não
afetadas.
C heterozigotos são afetados pela síndrome nefrótica e possuem 50% de chance de terem crianças afetadas.
D heterozigotos são afetados pela síndrome nefrótica e apresentam 75% de chance de terem crianças
afetadas.
E homozigotos dominantes são afetados pela síndrome nefrótica e possuem 50% de chance de terem
crianças normais.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 24


QUESTÃO 69
As epidemias anuais de poliomielite (paralisia infantil) castigaram a humanidade durante a primeira metade do
século XX. O fantasma do vírus da pólio rondava os lares. Se hoje observamos, tranquilos, as febres infantis
como prováveis viroses, não era o que ocorria naquela época. Transmitido pelo contato interpessoal ou por meio
de objetos contaminados, o vírus da pólio promovia agressão aos neurônios medulares, resultando em paralisia.
Em 1952, cerca de 57 mil casos de poliomielite foram registrados nos Estados Unidos. O desenvolvimento da
vacina antipólio foi um grande marco na prevenção de doenças humanas.
UJVARI, S. C. Pandemias: a humanidade em risco. São Paulo: Contexto, 2011. p. 182.

No contexto de controle de enfermidades humanas, a vacina contra a poliomielite permitiu


A modificar a estrutura dos organismo que transmitem o vírus.
B estimular as defesas do organismo, evitando a infecção pelo vírus.
C provocar mutações no organismo humano, tornando-o mais resistente aos vírus.
D alterar as características do vírus, tornando-o menos nocivo ao organismo humano.
E determinar alterações no material genético do vírus, tornando-o menos agressivo ao organismo humano.

QUESTÃO 70
Os tecidos presentes em uma folha revelam uma complexa organização que garante a captação de luz
e gás carbônico e também o transporte de água e nutrientes essenciais aos processos metabólicos, tais como
a fotossíntese, cuja energia luminosa é a força motriz que determina a lise da molécula de água, com formação
de gás oxigênio, e a fixação de moléculas de ácido carbônico (CO ), com produção de carboidratos.
2

A energia luminosa empregada na fotossíntese é responsável pela


A produção de moléculas de oxigênio a partir do gás carbônico.
B conversão de moléculas de água e oxigênio em carboidratos e gás carbônico.
C clivagem das moléculas de carboidratos com formação de água e gás oxigênio.
D síntese de moléculas de dióxido de carbono e glicose a partir do gás oxigênio e das moléculas de água.
E formação de oxigênio a partir da molécula de água.

QUESTÃO 71
Pesquisas realizadas com cafeeiros da espécie Coffea arabica mostram que seu teor de cafeína é de 0,07%, 10
vezes menor do que o do café consumido habitualmente. Essa variedade de cafeeiro, naturalmente descafeinado,
é resultado de uma mutação natural.

Do ponto de vista fisiológico, a redução do teor de cafeína promove, no organismo humano,


A modificações no funcionamento do cérebro, provocando delírios e alucinações.
B redução energética, diminuindo o desempenho físico e a broncodilatação.
C estímulo à liberação de adrenalina e à produção de ácido clorídrico.
D intensificação de aspectos como irritabilidade e ansiedade.
E tendência de aumento das atividades motoras.

QUESTÃO 72
Infecções por helmintos e protozoários são comuns nos locais com inadequadas condições sanitárias,
associadas a um baixo controle de vetores de transmissão. O emprego de antiparasitários, tais como anti-
helminticos e antiprotozoários, representa uma importante medida terapêutica das doenças ocasionadas por
esses agentes patogênicos.
VENTURINI, C. et al. Interações entre antiparasitários e alimentos. Revista de Ciências farmacêuticas básica e aplicada.
Disponível em: <http://serv-bib.fcfar.unesp.br>. Acesso em: 22 jun. 2016.

Existe uma série de cuidados que devem ser tomados para prevenir a transmissão de parasitoses. Sobre
esse assunto, determina-se que o(a)
A único fator responsável pela transmissão de parasitoses humanas são as condições de moradia.
B tratamento por meio de medicamentos é a medida primordial de controle das parasitoses humanas.
C presença de vetores e as condições de moradia são determinantes na transmissão de parasitas.
D conjunto de condições socioeconômicas não afeta a ocorrência de diferentes parasitoses.
E antiparasitários elimina por completo a transmissão de parasitoses.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 25


QUESTÃO 73 QUESTÃO 75
Carvões ativados são materiais carbonosos No esquema a seguir, tem-se um sistema de
porosos que podem ser utilizados desde processos freio. Nele, há duas aplicações muito importantes da
de refinamento de açúcar, óleos e gorduras, mecânica, uma envolvendo os torques feitos pela
removendo as impurezas e melhorando a aparência força realizada no pedal de freio e a força que a
de algumas das propriedades desses produtos, até alavanca faz no pistão C , e a outra no sistema de
1

a despoluição de águas por meio da remoção de vasos comunicantes que existe entre o pistão C e o 1

metais pesados. pistão C .2

A imagem anterior representa o mecanismo de ação


do carvão ativado, que faz com que as impurezas
sejam
A adsorvidas.
B aglutinadas.
C decompostas. Com base na análise da imagem apresentada, pode-
D dispersas. se concluir que durante uma freada a
E neutralizadas. A pressão aplicada no pistão C1 é maior do que
a pressão aplicada no pistão C2.
QUESTÃO 74 B intensidade da força aplicada no pedal de freio é
O fármaco Piroxicam é um igual à aplicada no pistão C1.
medicamento anti-inflamatório não esteroide, cuja C intensidade da força feita no pistão C2 é menor
absorção se dá no trato gastrintestinal, sob a forma do que a feita no pistão C1.
não ionizada. Uma vez absorvido, o Piroxicam se D intensidade da força feita no pistão C1 é menor
ioniza fortemente em pH sanguíneo, e cerca de que a feita no pedal de freio.
99,3% de sua substância é distribuída e complexada E pressão feita no pistão C1 é transmitida
com proteínas plasmáticas, como a albumina. No integralmente ao pistão C2.
tecido inflamado, existe uma intensa atividade
metabólica, controlada pela ação de proteases que QUESTÃO 76
acarretam redução significativa do pH (≅ 5), Geralmente, nas obras de construção civil,
condições nas quais mais de 95% do fármaco se a referência de nível é constituída a cerca de 1,0 m
encontra na forma não ionizada, podendo ser do nível do piso, sendo transportada desta maneira
adequadamente absorvido. a todas as paredes de uma edificação. As alturas de
uma alvenaria são marcadas com o nivelamento,
além dos vãos de portas e janelas. Também se
consegue obter, com o nivelamento, a marcação
correta do piso e do contrapiso.
A ferramenta mais comum utilizada para
realizar a operação de nivelamento é a mangueira de
nível. [...]
Este é o método utilizado para medir toda a
obra, desde a marcação até o nivelamento dos pisos,
Com base no que foi exposto, a diminuição do pH batentes, azulejos etc.
permite que a absorção do Piroxicam seja NIVELAMENTO e procedimento para uso da mangueira de nível. Portal
Educação. 11 abr. 2013.
A menor, por reduzir a ionização da molécula. Disponível em: <http://www.portaleducacao.com.br>. Acesso em: 16
B maior, por aumentar a polaridade da molécula. maio 2016.
C menor, por promover neutralização da O uso da mangueira de nível fundamenta-se no
molécula. A Teorema de Stevin.
D maior, por reduzir o grau de ionização da B Teorema do Impulso.
molécula. C Princípio de Avogadro.
E maior, por reduzir a constante de ionização da D Princípio de Arquimedes.
molécula. E Princípio Fundamental da Dinâmica.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 26


QUESTÃO 77 QUESTÃO 78
Freios ABS otimizam a frenagem, tornando-a mais Antes do advento dos jogos digitais,
segura haviam brincadeiras infantis que marcaram épocas e
A maioria das pessoas acredita que, para que ainda hoje resistem à concorrência digital. Um
parar o carro mais rapidamente, o melhor a fazer é deles é o jogo de bolinhas de gude. Para jogar a
travar as rodas. Com as rodas rolando sem deslizar, bolinha, é preciso segurá-la com o dedo indicador e
o atrito entre os pneus e a pista é estático, e com as impulsioná-la com o polegar, conforme a figura a
rodas travadas, deslizando na pista, é cinético. seguir.
ABEID, Leonardo. As forças de atrito e freios ABS numa perspectiva de
Ensino Médio.
Rio de Janeiro, 2010. Dissertação de mestrado, Universidade Federal do
Rio de Janeiro, 2010.

A imagem a seguir compara a frenagem de um


carro com freios ABS a outro carro com freios
comuns.
Considere que o tempo em que o polegar é
esticado para impulsionar a bolinha seja de 0,5 s e
que o seu deslocamento seja de 0,03 m gerando
uma potência de 0,06 W. Dessa forma, a intensidade
da força média que agiu na bolinha foi de
A 0,01 N.
B 0,1 N.
C 0,4 N.
D 1 N.
E 4 N.

QUESTÃO 79
Muitas crianças têm a curiosidade de parar a
hélice do ventilador com o dedo conforme mostra a
Os freios ABS, em relação aos freios comuns, imagem a seguir.
reduzem a distância de frenagem pois
A travam as rodas, o que provoca maior atrito nos
pneus.
B travam as rodas, o que provoca menor atrito
nos pneus.
C evitam o travamento das rodas, o que provoca
maior atrito nos pneus.
D evitam o travamento das rodas, o que provoca Eletricamente falando, o eixo do rotor do ventilador
menor atrito nos pneus. é parado, e dessa forma fica impedido o
E evitam o travamento das rodas, o que provoca funcionamento do receptor elétrico associado a ele.
o mesmo atrito nos pneus. Mesmo sem as hélices rodarem, pode-se sentir, em
poucos instantes, o “cheiro de queimado” liberado
por ele.

A aparição do “cheiro de queimado” está associada


ao fato de que a potência
A dissipada será a responsável por superaquecer
as pás do ventilador.
B dissipada será a responsável pela sublimação
de eletrodos do circuito.
C total disponibilizada para o receptor se
transformará em potência útil, evidenciando o
aquecimento além do normal.
D dissipada será a responsável por
superaquecer pequenas partículas de vapor em
suspensão no ar próximo ao ventilador.
E total disponibilizada ao receptor, cuja função
está impedida de ser executada, será dissipada
pela resistência interna do receptor.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 27


QUESTÃO 80 QUESTÃO 81
Pode parecer impossível usar um Os pneus de avião são itens críticos para a
climatizador ou ar-condicionado sem que a conta de segurança porque, além de suportar o peso da
luz no final do mês venha muito alta, mas é possível. aeronave no solo, devem absorver grande parte do
Uma das formas de economizar é fechando janelas choque da aeronave com a pista, no pouso,
e portas para que estes equipamentos não precisem acelerações e desacelerações súbitas e grandes
utilizar a sua capacidade máxima, mas em alguns variações de temperatura. [...]
lugares isso não é viável, como em shoppings, Pneus de aeronaves, em primeiro lugar,
estabelecimentos comerciais, bancos, entre outros suportam grandes variações de temperatura,
locais onde há uma grande circulação de pessoas. especialmente em aeronaves a jato. Em grandes
Neste caso, a melhor alternativa é utilizar as cortinas altitudes, suportam temperaturas que podem chegar
de ar, que trabalham juntamente com os a −55 °C, enquanto suportam temperaturas em torno
aparelhos de ar-condicionado. Este equipamento de mais de 80 °C durante o pouso ou mais de 100 °C
funciona como uma barreira de ar, instalada em uma rejeição de decolagem (RTO − Reject Take-
geralmente nas portas, que reduz a troca de calor off). Tais extremos geralmente são experimentados
entre dois ambientes. As cortinas de ar criam uma a cada voo, ou cada ciclo.
barreira que evita a saída do ar frio e a entrada de PNEUS de aviões: vitais, mas quase esquecidos. Associação Brasileira de
Aviação Geral.
poeira, fumaças e insetos. Disponível em: <http://www.abag.org.br>. Acesso em: 11 jul. 2016.
CORTINA de ar: como funciona? VECAIR. (adaptado)
Disponível em: <http://www.vecair.com.br>.Acesso em: 22 abr. 2016.

A variação máxima de temperatura à qual o pneu


de avião pode ser submetido é de
A 81 °F.
B 86 °F.
C 155 °F.
D 243 °F.
E 279 °F.

QUESTÃO 82
O processo de diluição consiste em adicionar
a determinada solução uma porção de solvente,
como a água. Atividades comuns do dia a dia, como
acrescentar água a um suco de fruta concentrado é
um exemplo de diluição.

Com base nas informações apresentadas, pode-


se concluir que as cortinas de ar reduzem o(a) Considerando a situação descrita no esquema
A irradiação de calor do ambiente interno anterior, em que foram dissolvidos 10 g de refresco
(refrigerado) para o ambiente externo. em pó em 500 mL de água (I), percebe-se que a
B condução do calor através do ar, que é solução final (II) apresenta um volume de 2 L. Dessa
considerado um bom condutor térmico. forma, a concentração final da solução, em gramas
C entrada de insetos voadores, devido à grande por litro, é igual a
diferença de densidade entre o ar interno e o ar A 0,02.
externo. B 0,05.
D consumo de energia elétrica, pois ajudam a C 4.
manter o isolamento térmico em relação ao lado D 5.
externo do ambiente. E 6,6.
E convecção térmica entre o interior e o exterior
do ambiente, visto que elas tornam os aparelhos
de ar-condicionado mais potentes.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 28


QUESTÃO 83
A humanidade presencia drásticas reduções na quantidade de água potável, pois a sensação de infinitude
retardou a tomada de consciência sobre esse problema e desenvolveu, historicamente, uma cultura de uso
abusivo dos recursos hídricos. Portanto, o risco do esgotamento desses recursos é iminente e resultante de ações
antrópicas como desmatamentos, mineração, esgotos brutos e dejetos provenientes também de fontes orgânicas.

Uma das estratégias viáveis para promover a manutenção da qualidade das coleções de águas dulcícolas pode
ser representada pela
A adoção de políticas com princípios sustentáveis, entre as quais o tratamento dos esgotos antes de atingirem
as coleções hídricas.
B criação de leis e órgãos que reivindiquem o direito coletivo e proíbam a construção de indústrias, o que
impediria a contaminação da água.
C conscientização da população sobre a ingestão de água tratada, que é isenta de micro-organismos
patogênicos, o que evitaria problemas sociais.
D autodepuração, processo natural por meio do qual as coleções hídricas que recebem carga abusiva de
material biodegradável dos esgotos se recuperam totalmente.
E destinação de recursos para investimento em saneamento básico, cisternas e barragens subterrâneas,
medidas suficientes para restaurar ambientes contaminados.

QUESTÃO 84
O experimento a seguir objetiva estudar o coeficiente de restituição, utilizando o intervalo de tempo entre
os sucessivos impactos de uma esfera com uma superfície rígida (mesa ou chão).

Grava-se o som produzido pelos impactos da bola com o chão e com o auxílio de um software determina-
se o intervalo de tempo entre duas colisões sucessivas. Se a bola de massa m for largada de uma altura H1,
subirá a uma altura H2. Usualmente H2 < H1, pois o choque não costuma ser perfeitamente elástico. Então, há
uma perda de energia na colisão que pode ser expressa em termos do coeficiente de restituição que, para uma
superfície rígida, é definido como a razão entre as velocidades da bola depois e antes da colisão com a superfície.
Disponível em: <http://www.if.ufrgs.br>. Acesso em: 11 jul. 2016.

Considerando uma esfera de um material qualquer, portanto, com coeficiente de restituição desconhecido,
verifica-se que o intervalo de tempo entre os sons gravados de suas sucessivas colisões com uma superfície
rígida
A pode ser crescente, dependendo do valor do coeficiente.
B é crescente, independentemente do valor do coeficiente.
C pode ser decrescente, dependendo do valor do coeficiente.
D é decrescente, independentemente do valor do coeficiente.
E pode ser crescente ou decrescente, dependendo do valor do coeficiente.

QUESTÃO 85
A melhor maneira de compreendermos as consequências das mudanças pelas quais o planeta passa
hoje é investigar as mudanças dos ecossistemas do passado. Entretanto, entender como os eventos no passado
levaram aos ecossistemas atuais é como montar um quebra-cabeças sem possuir a maioria das peças.
PIRES, Mathias. Departamento de Ecologia da USP – São Paulo.
Considerando o exposto, verifica-se que
A não há relação entre os ambientes atuais e os que existiram no passado.
B somente no passado o ser humano teve influência marcante sobre os ambientes naturais.
C as atividades humanas interferem de modo expressivo na dinâmica dos ambientes naturais.
D a interferência humana afetou apenas os ambientes extintos, não apresentando relação com os atuais.
E a noção de ambiente natural é fato recente, e as alterações humanas têm pouca ou nenhuma
influência sobre a dinâmica ambiental.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 29


QUESTÃO 86
Estudos sobre a ocupação do arquipélago do Havaí demonstram que somente a cada 35 000 anos
ocorria entrada de uma nova espécie animal. No entanto, com o estabelecimento de rotas marítimas no
Oceano Pacífico, muitas espécies de animais foram introduzidas, de modo acidental ou não. Dentre essas
espécies, foi trazido, em 1916, um casal de cangurus australianos para um zoológico da ilha. Contudo, os animais
fugiram e acabaram por colonizar a ilha de Oahu. Hoje, existe uma espécie desses marsupiais composta por
centenas de animais. Os cangurus havaianos são diferentes dos originais australianos em relação a cor e ao
tamanho. Eles também seriam capazes de se alimentar de vegetais que normalmente seriam tóxicos para as
espécies australianas.
DAWKINS, Richard. O maior espetáculo da Terra: as evidências da evolução.
São Paulo: Cia das Letras, 2009. (adaptado)

O surgimento da espécie de canguru havaiano pode ser explicado


A pelo isolamento geográfico e pelas diferentes pressões seletivas, que permitiram mudanças anatômicas
e fisiológicas em relação aos seus ancestrais.
B pelo efeito do ambiente, que promoveu modificação da coloração e do tamanho corporal, bem como
dos hábitos alimentares da população.
C pela interferência do ambiente, que induz alteração da coloração e do tamanho do animal, favorecendo
sua sobrevivência e reprodução.
D pelas mutações induzidas pela nova dieta, que promoveu alteração dos padrões corporais,
incluindo coloração e tamanho.
E pela aquisição de pigmentos contidos nos alimentos que alteram a coloração e a dimensão corporal.

QUESTÃO 87
A Teoria da Evolução Biológica sugere que os seres vivos, desde o seu surgimento na Terra, vêm
se modificando gradualmente ao longo das gerações, em um processo de adaptação evolucionária. As
mutações gênicas são a fonte dessas mudanças evolucionárias, pois os seres vivos têm uma tendência inerente
a sofrer mutações de um estado hereditário para outro. A taxa de mutações espontâneas (naturais) é o número
de eventos que ocorrem em certa unidade de tempo e em cerca de uma vez a cada 106 genes replicados, 10−9
a 10−10 por nucleotídeo por replicação molecular.
RIDLEY, Mark. Evolução. Porto Alegre: Artmed, 2006. (adaptado)

Desse modo, os biólogos geneticistas que utilizam sistemas de detecção de alelos mutantes em nível fenotípico
sugerem que as mutações são eventos raros em razão da(o)
A grande estabilidade e constância da forma dos seres vivos apresentada através das gerações.
B intencionalidade, embora possam ocorrer em células de linhagem somática ou germinativa.
C valor adaptativo, pois as mutações são afetadas pelas vantagens conferidas ao seu portador.
D pequena variabilidade intraespecífica e interespecífica observada nos seres vivos.
E tendência ao aumento da variabilidade genética imposto pela seleção natural.

QUESTÃO 88
Em sua autobiografia, Darwin escreveu: “Em outubro de 1838 [...] aconteceu-me ler, para me entreter, o
trabalho de Malthus sobre população [...]”. Foi uma diversão com resultados sérios. Darwin colheu em Malthus o
germe de uma ideia e construiu sobre ele uma teoria geral sobre a dinâmica da vida.
WHITFIELD, Peter. História natural da evolução. Lisboa: Verbo, 1993.

O texto anterior refere-se à Teoria da Evolução, baseada na seleção natural. Nessa dinâmica, à medida que
os membros de uma espécie se reproduzem, dá-se um aumento no seu número e, consequentemente,
um aumento
A das mutações gênicas dos seres mais complexos, como os procariotos.
B das mutações gênicas que ocorrem para adaptar os indivíduos ao ambiente.
C na competição por recursos cruciais, como alimento, gás oxigênio, espaço e luz.
D da densidade populacional dos mais fortes, que sempre vencem na luta pela sobrevivência.
E dos fenótipos desviantes, como uma resposta a interações estabelecidas entre os organismos.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 30


QUESTÃO 89
O destino das células QUESTÃO 90
As células-tronco, que constituem o corpo Quando um pedaço de cobre metálico limpo
dos seres pluricelulares, podem ser induzidas, por é exposto às condições ambientais, uma fina
meio de estímulos químicos, a se transformar em camada de produtos de corrosão (pátina) começa a
células ósseas, cartilaginosas ou adiposas. Durante se formar. Visualmente, a cor original do metal
o processo de amadurecimento, certos tipos altera-se para marrom e seu brilho é perdido.
celulares especializam-se em acumular energia. Inicialmente, forma-se óxido de cobre (I)
Com base nisso, um grupo de pesquisadores (Cu O, cuprita), o qual é, em seguida, recoberto por
2

verificou que alterações nas mitocôndrias auxiliam a uma camada mais externa, que resulta da oxidação
definir o papel das células. de Cu (I), a Cu (II) (CuO, tenorita).
A limpeza de objetos de cobre pode ser feita
Rotas de especialização de várias maneiras, sendo os métodos mais comuns
Alterações nas mitocôndrias ajudam a definir o aqueles que empregam abrasão (produtos
papel das células comerciais como Kaol , pasta de dentes etc.),
®

complexação (produtos comerciais contendo agente


complexante, como uma base nitrogenada – amônia
ou ácido etilenodiamino tetra-acético (EDTA)),
solubilização (ácido acético e determinados sais),
oxidação (HNO ) e redução (palha de aço e
3

eletrólito).
As equações a seguir representam algumas
reações que ocorrem durante a limpeza de objetos
de cobre:

Para uma melhor eficiência no processo de limpeza


ANDRADE, Rodrigo de Oliveira. O destino das células. Pesquisa Fapesp, São
dos objetos de cobre, sem que ocorra oxidação do
Paulo, n. 238, dez. 2015. Disponível em: <http://revistapesquisa.fapesp.br>. Acesso cobre metálico, deve ser aplicado
em: 29 mar. 2016.
A ácido nítrico e cloreto de sódio.
B ácido acético e nitrato de sódio.
O desenvolvimento inicial dos seres pluricelulares
C ácido acético e cloreto de sódio.
é caracterizado pela proliferação de células
D ácido nítrico e hidróxido de sódio.
embrionárias. Essas células se diferenciam para
E hidróxido de sódio e acetato de sódio
produzir células especializadas que constituem os
tecidos e órgãos desses seres. Além dos genes e do
ambiente, estruturas celulares internas influenciam
as funções que as células desempenham depois de
maduras. As mitocôndrias são exemplos dessas
estruturas, e, de acordo com o experimento
laboratorial,
A são orgânulos estáticos e imutáveis no meio
intracelular.
B são monomórficas nos processos de
diferenciação celular descritos.
C têm formas e tamanhos que influenciam na
respiração celular, dependendo do tecido.
D revelam que a evolução independe da
variedade de células que constitui o organismo
animal.
E fazem com que as células cartilaginosas
expressem maior atividade metabólica que as
ósseas.

3º Simulado SAS ENEM 2016 – Dia 1 – Página 31


Simulado SAS/UOL ENEM – Página 42