Você está na página 1de 1

PRÉ-MODERNISMO / EXERCÍCIOS DE LITERATURA 3- (ENEM/2015)

1- (ENEM/2014) - TEXTO I: Versos de amor


Psicologia de um vencido A um poeta erótico Oposto ideal ao meu ideal conservas. Diverso é, pois, o ponto outro
de vista Consoante o qual, observo o amor, do egoísta Modo de ver, consoante o qual, o observas.
Eu, filho do carbono e do amoníaco,
Porque o amor, tal como eu o estou amando, É Espírito, é éter, é substãncia fluida, É assim como o
Monstro de escuridão e rutilância,
ar que a gente pega e cuida, Cuida, entretanto, não o estar pegando! É a transubstanciação de
Sofro, desde a epigênese da infância,
instintos rudes, Imponderabilíssima, e impalpável, Que anda acima da carne miserável Como anda a
A influência má dos signos do zodíaco.
garça acima dos açudes!
[ANJOS, A. Obra completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1996 (fragmento)].
Profundissimamente hipocondríaco,
Este ambiente me causa repugnância… - TEXTO II: Arte de amar Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.
Sobe-me à boca uma ânsia análoga à ânsia A alma é que estraga o amor. Só em Deus ela pode encontrar satisfação. Não noutra alma.
Que se escapa da boca de um cardíaco. Só em Deus — ou fora do mundo. As almas são incomunicáveis. Deixa o teu corpo entender-se
com outro corpo. Porque os corpos se entendem, mas as almas não.
Já o verme – este operário das ruínas – [BANDEIRA, M. Estrela da vida inteira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993.]
Que o sangue podre das carnificinas
 Os Textos I e II apresentam diferentes pontos de vista sobre o tema amor. Apesar disso, ambos
Come, e à vida em geral declara guerra,
definem esse sentimento a partir da oposição entre
(A) satisfação e insatisfação.
Anda a espreitar meus olhos para roê-los,
(B) egoísmo e generosidade.
E há de deixar-me apenas os cabelos,
(C) felicidade e sofrimento.
Na frialdade inorgânica da terra!
(D) corpo e espírito.
(ANJOS, A. Obra completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1994. ) (E) ideal e real.
 A poesia de Augusto dos Anjos revela aspectos de uma literatura de transição designada como
4- (FUVEST): No romance Triste Fim de Policarpo Quaresma, o nacionalismo exaltado e delirante
pré-modernista. Com relação à poética e à abordagem temática presentes no soneto, identificam-se
da personagem principal motiva seu engajamento em três diferentes projetos, que objetivam
marcas dessa literatura de transição, como
“reformar” o país. Esses projetos visam, sucessivamente, aos seguintes setores da vida nacional:
(A) a forma do soneto, os versos metrificados, a presença de rimas, o vocabulário requintado, além
(A) escolar, agrícola e militar;
do ceticismo, que antecipam conceitos estéticos vigentes no Modernismo.
(B) linguístico, industrial, e militar;
(B) o empenho do eu lírico pelo resgate da poesia simbolista, manifesta em metáforas como
(C) cultural, agrícola e político;
“Monstro de escuridão e rutilância” e “Influência má dos signos do zodíaco”.
(D) linguístico, político e militar;
(C) a seleção lexical emprestada do cientificismo, como se lê em “carbono e amoníaco”, “epigênesis
(E) cultura, industrial e político.
da infância”, “frialdade inorgânica”, que restitui a visão naturalista do homem.
(D) a manutenção de elementos formais vinculados à estética do Parnasianismo e do Simbolismo,
05- (UFRS-RS) Assinale com V (Verdadeiro) ou F (Falso) as afirmações abaixo sobre a obra "Os
dimensionada pela inovação na expressividade poética e o desconcerto existencial.
Sertões", de Euclides da Cunha
(E) a ênfase no processo de construção de uma poesia descritiva e ao mesmo tempo filosófica, que
incorpora valores morais e científicos mais tarde renovados pelos modernistas. ( ) No texto de Euclides da Cunha, misturam-se o requinte da linguagem, a intenção científica e o
propósito jornalístico.
02 - (UEL-PR): Assinale a alternativa INCORRETA sobre o Pré-Modernismo: ( ) A obra euclideana insere-se numa tradição da literatura brasileira que tematiza o povoamento do
sertão, iniciada ainda no Romantismo com Bernardo Guimarães.
(A) Não se caracterizou como uma escola literária com princípios estéticos bem delimitados, mas
( ) Euclides da Cunha escreveu "Os Sertões" com base nas reportagens que realizou como
como um período de prefiguração das inovações temáticas e linguísticas do Modernismo.
correspondente do jornal "O Estado de São Paulo".
(B) Algumas correntes de vanguarda do início do século XX,como o Futurismo e o Cubismo,
( ) Antônio Conselheiro é uma personagem fictícia criada pelo imaginário do autor.
exerceram grande influência sobre nossos escritores pré-modernistas,sobretudo na poesia.
( ) O episódio de Canudos, retratado no texto de Euclides da Cunha, faz parte dos movimentos de
(C) Tanto Lima Barreto quanto Monteiro Lobato são nomes significativos da literatura pré-
protesto surgidos logo após a proclamação da Independência do Brasil
modernista produzida nos primeiros anos do século XX, pois problematizam a realidade cultural e
social do Brasil.  A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é
(D) Euclides da Cunha, com a obra "Os Sertões", ultrapassa o relato meramente documental da (A) V- F- V- F- F
batalha de Canudos para fixar-se em problemas humanos e revelar a face trágica da nação brasileira. (B) V- V- V- F- F
(E) Nos romances de Lima Barreto observa-se, além da crítica social, a crítica ao academicismo e à (C) F- F- V- V- F
linguagem empolada e vazia dos parnasianos, traço que revela a postura moderna do escritor. (D) F- V- F- F- V (E) V- V- F- F- F