Você está na página 1de 15

GILVAN DE JESUS PIRÔPO

IZA GABRIELA COSTA SOUZA

BUSCA, PERMANENCIA E EVASÃO NO CURSO DE LICENCIATURA EM


FÍSICA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA

Vitória da Conquista - Bahia


2015
GILVAN DE JESUS PIRÔPO
IZA GABRIELA COSTA SOUZA

BUSCA, PERMANENCIA E EVASÃO NO CURSO DE LICENCIATURA EM


FÍSICA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA

Projeto elaborado por alunos


do curso de Licenciatura em
Física da Universidade Estadual
do Sudoeste da Bahia como
requisito parcial para a conclusão
da disciplina Metodologia da
Pesquisa Cientifica, sob
orientação do Profº Joaquim
Perfeito da Silva.

Vitória da Conquista - Bahia

2015
DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1.1 Instituição
Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Campus de Vitória da Conquista
Curso de Licenciatura em Física
Endereço: Estrada do Bem Querer, km 4, CEP: 45083-900, Vitória da
Conquista – BA
Telefone PABX: (77) 3424-8600
Fax: (77) 3423-7038

1.2 Acadêmicos
Nome: Gilvan de Jesus Pirôpo
Matricula: 201311342
Endereço: Rua Tom Jobim, nº 480 – Patagônia.
Telefone: (77) 9811-2748
E-mail: gilglauco1203@gmail.com

Nome: Iza Gabriela Costa Souza


Matricula: 201311612
Endereço: Rua Ernesto Dantas – Centro
Telefone: (77) 9955-7398
E-mail: izagabriela36@gmail.com
1 INTRODUÇÃO

O presente estudo é um projeto de pesquisa acadêmica, organizado para


acolher a condição a desistência dos alunos do curso de Licenciatura em
Física, oferecido pela universidade estadual do sudoeste da Bahia de vitoria da
conquista- Bahia, O estudo tem por objeto de investigação o porquê cinquenta
por cento dos alunos de física da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
desistem ou abandonam o curso nos primeiros semestres.

A intenção fundamental deste projeto é arquitetar um perfil por meio de


questionários com discentes do curso e evadidos para saber sobre as
dificuldades do curso e motivos que levam a evasão, sobre a baixa busca ao
curso, e a temas relevantes como o preparativo antes de chegarem à
universidade, e com certeza buscar respostas que nos leve a compreensão
desse problema, uma vez que estamos ligados ao curso, Assim sendo, a
pesquisa é feita de um modo sobrecarregado, um exercício habitual.

A Física é uma disciplina que faz parte de todos os cursos em grau


universitário e não é novidade o relato de dificuldades no processo de
aprendizagem de física, e também a queixa que essas dificuldades aumentam
os índices de evasão, qual seria a forma apropriada para o ensino de física na
universidade?

O curso de física é um curso de baixa procura, e estabelece ampla


dedicação e empenho dos estudantes. É deprimente escutar: é natural esse
alto índice de evasão no curso, pois nos mostra que as pessoas compreendem
esse problema, mas não buscam meios de resolvê-lo, observar professores do
curso se sentirem tranquilos quando alunos principiam a desistir, acreditamos
que professores que trabalham com alunos de classe trabalhadora, popular,
carente, enfim independente da denominação, tem que fazer parte da realidade
desses estudantes. Dentre as dificuldades enfrentadas pelos alunos do curso,
estão, dificuldades em conciliar trabalho com estudo; frustração das
expectativas com o curso; exigência de dedicação exclusiva ao curso,
incompatível com necessidades profissionais, familiares e pessoais e decepção
com a universidade.

Um estudo de 1997 realizado pela Comissão Especial de Estudos sobre a


Evasão nas Universidades Públicas Brasileiras, numa parceria entre o MEC e o
Fórum de Pró-Reitores de Graduação (Forgrad), mostrou o elevado percentual
de evasão nas licenciaturas; em especial, em Física era de 65%, só
ultrapassada pelo da licenciatura em Química, de 75%. Apesar do tempo, nada
mudou de lá para cá. (PEREIRA; LIMA, 2007).

No ano de 2005, ano Mundial da Física, em um evento organizado pela


Sociedade Brasileira de Física (SBF) e pelo Ministério da Educação (MEC)
esse tema foi novamente discutido (UNB, 2005). Para ilustrar, na UnB, entre
1998 e 2003, a evasão dos alunos do curso de Física foi de 72,3% e na
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), entre 1993 e 2000, “dos 500
alunos que se matricularam, apenas 100 estudantes concluíram o curso” (UNB,
2005). Na Unicamp, esse problema também está sendo avaliado: os cursos
com maior percentual de evasão são os de Física (14,32%), Matemática
(10,63%), Ciências Humanas (9,33%), Letras e Lingüística (8,02%) e Química
(7,43%) (UNICAMP, 2004). O censo escolar de 2005 (INEP, 2005), por outro
lado, revela um baixíssimo percentual de professores com formação inicial na
disciplina em que atuam; em Física, é de 9%!

Iremos buscar um resumo de aproximadamente cinco anos do curso de


Licenciatura em Física da UESB, onde agendam os números de alunos
matriculados, desistentes, jubilados, as transferências, os alunos ativos e os
formados no período, uma rápida analise desses documentos será realizada
para, em seguida proporcionar um numero médio de alunos evadidos, por
semestre. No Curso de Física da Pontifícia Universidade Católica do Rio
Grande do Sul (PUCRS), a percentagem de evasão e os motivos apontados
pelos alunos não é muito dessemelhante daqueles recém-citados. Por esse
motivo, desde 2006, tem sido desenvolvido um projeto no sentido de afrontar
essa circunstância e tornar mínima. Para isso, os docentes das disciplinas
iniciais do curso de Física têm desenvolvido trabalhos em conjunto com outros
docentes da mesma faculdade.

Por fim iremos à busca de um resultado que nos proporcione uma melhoria de
ensino, e algo que nos ajude a solucionar esse problema, visando explicações
e defeitos que devem ser corrigidos com extrema urgência.

2 REVISÃO DA LITERATURA E MARCO TEÓRICO

Um dos pontos em que todas as universidades do país têm em comum


é o alto índice evasão, principalmente em cursos de licenciatura. Varias
pesquisas e estudos foram feitos sobre o referente assunto em diversas
universidades para entender as razões dos altos índices de evasão em cursos
de licenciatura.
Por que um curso de licenciatura possui um maior número de evadidos
do que cursos como Medicina, Direito ou Odontologia? Podem-se imaginar
vários motivos, mas o mais evidente é por se referir ao um curso de licenciatura
cujo objetivo é a formação de professores para a educação básica,
considerada uma das profissões mais importantes e ao mesmo tem mais
desvaloriza, por motivos que já se conhecem: baixos salários, uma alta jornada
de trabalho, etc.
Um curso que tem um alto índice de evadidos e um baixo índice de
formando é o curso de Licenciatura em Física. Sendo esse já abandonado por
muitos logo no primeiro ano de curso, os motivos podem ser inúmeros como: a
metodologia aplicada às disciplinas, a dificuldades de aprendizagem, a falta da
matemática básica, não descartando problemas sociais, políticos e
econômicos. Essa pesquisa deixa claro que ocorre evasão na Universidade
Estadual do Sudoeste da Bahia assim com em outras universidades pelo país.
Vejamos a situação aparentes em algumas universidades em relação ao
referente assunto.
Barroso e Falcão (2004, p. 1) afirmam que no curso de Física da
Universidade Federal do Rio de Janeiro, dos 120 alunos que ingressam no
curso por ano, aproximadamente 10% se formam. O mesmo acontece no curso
de Física do Campus Catalão da Universidade Federal de Goiás. Silva et al.
(2011, p. 1-2) declarou que dos 50 alunos que ingressaram no curso em 2006,
apenas cinco se formaram em 2010, e que dos outros 45 alunos, aproxima-
damente 18% ainda devem concluir o curso nos próximos semestres. Na
Universidade Estadual de Londrina, no estado do Paraná. Uma pesquisa
realizada em 2003, por Arruda e Ueno (2003, p. 161), mostrou que, nos últimos
dez anos do curso de Física, dos 319 matriculados, apenas 22 concluíram o
curso, 5,9%.
Isso mostra que a problemática da evasão escolar em curso de
licenciatura em física em varias universidades vem de algum tempo atrás e
continua até os dias de hoje.
A evasão em cursos de licenciatura transformou em uma situação
alarmante pra a modalidade de ensino (Silva e Franco, 2011), por isso a
importância em compreender a problemática da evasão para poder diminuí-la
cada vez mais, contribuindo para uma boa qualidade e quantidade nos
profissionais formados, contando com a força de vontade, esforço,
comprometimento e empenho por parte dos discentes com o curso,
Infelizmente é uma realidade que afeta quase todos os cursos dessa natureza
no país. Existem muitos diagnósticos sobre os índices de evasão (CUNHA,
TUNES e AILVA, 2001; ARRUDA, 2006; VELOSO e ALMEIDA, 2001).
3 JUSTIFICATIVA

O interesse por esse estudo surgiu mediante a participação de dois


integrantes do grupo, em um debate na aula de Estrutura e Funcionamento da
Educação Básica, debate esse que visava descobrir o porquê existe uma
grande evasão nos cursos de licenciaturas, principalmente na área de exatas.
Essa linha de pesquisa auxiliou para a elaboração do projeto intitulado
“Busca permanência e evasão no curso de licenciatura em física da
universidade estadual do sudoeste da Bahia” e tinha enquanto principio
objetivo geral de verificar e analisar o motivo chave para a grande evasão no
curso de licenciatura em física, a partir daí surgiu os objetivos de pesquisar
sobre a falta de interesse pelo curso em destaque e fazer uma analise sobre os
alunos que permanecem no curso e também os que já concluíram o curso, a
partir do objetivo geral, objetivos específicos foram se desencadeando gerando
vários subprojetos, o que possibilita um estudo mais aprofundado em torno
deste problema.
Acredita-se que através dessa pesquisa é possível descobrir os
motivos que desencadeiam a falta de interesse pelo curso de física, o motivo
que leva alunos a desistir do curso e através disso, buscar uma solução para
esse problema, de forma a subtrair a quantidade de desistentes e aumentar a
quantidade de formandos, para que dessa forma tenhamos mais profissionais,
e tendo uma visão mais ampla, acredita-se que de tal forma pode-se achar
caminhos que levariam a uma melhorar da educação publica brasileira. Estes
meios podem também desencadear uma melhora para a instituição, uma vez
que ela estaria a formar mais profissionais. Logo se acredita que uma correção
dessa deficiência que é a evasão nos cursos de licenciatura levaria á uma
redução de desemprego.
4 PROBLEMAS

O que fazer para que menos alunos desistam do curso de licenciatura


em física? É possível resolver esse problema da desistência? Como incentivar
alunos de ensino médio á cursar cursos de licenciatura? Os iniciantes do curso
de física chegam à universidade preparados para cursar? Quais as dificuldades
enfrentadas pelos alunos do curso de licenciatura em física

5 HIPÓTESE

Os alunos quando chegam ao curso de física não tem preparação


matemática suficiente para as matérias de calculo. Alguns alunos são de
famílias de baixa renda e necessitam trabalhar para se manterem e ajudar a
família isso faz com que escolham o trabalho aos estudos. O alto índice de
reprovação faz com que alunos desistam do curso. Alunos de ensino médio
não estão preparados para cursos superiores devido ao déficit na educação
publica brasileira.

6 OBJETIVOS

6.1 OBJETIVO GERAL

Esta pesquisa investiga a evasão escolar do curso de licenciatura em


física da universidade estadual do sudoeste da Bahia buscando verificar se há
relação entre a forma de ingresso dos alunos com a evasão, também
buscamos investigar por qual motivo a busca pelos cursos de licenciatura é
baixo em especifico o curso de física. Pretende-se realizar o estudo, com
alunos evadidos e permanentes entre os anos de 2011 e 2015 e com alunos
formandos de ensino médio. Trata também de levantar os motivos que
provocaram a desistência e qual o perfil do aluno evadido, do aluno
permanente e do aluno que busca o ingresso no curso, buscando ainda
verificar se há relação com as políticas públicas de ingresso. Como resultado,
pretende-se analisar se a evasão escolar está relacionada com a forma de
ingresso na educação superior.
6.2 OBJETIVOS ESPECIFICOS

1- Conhecer a preparação dos alunos que irão ingressar no ensino superior.


2- Analisar os motivos que levam os universitários a desistirem do curso.
3- Investigar se há uma relação entre os objetivos 1 em 2.
4- Verificar se a origem dos alunos tem alguma relação com a evasão escolar,
se os ingressantes através do modelo de reserva de vagas tem um
aproveitamento maior ou igual aos ingressantes não cotistas.
5- Analisar os motivos que levam os alunos de ensino médio a não buscarem
um curso de licenciatura, em especifico o de física.
6- Registrar, estatisticamente, a quantidade de formandos e desistentes do
curso especifico.
7- Realizar um levantamento desses números nós anos de 2011 até os dias
atuais.
8- Entrevistar alunos permanentes no curso, alunos evadidos e alunos de
ensino médio.
9- Analisar os dados obtidos, comparando-os.
10- Explicar as causas e motivos a depender das variáveis (alunos evadidos,
permanentes e futuros estudantes do curso superior).

7 MÉTODOS E TECNICAS

O projeto fundamenta em um estudo quali-quantitativo em relação à


procura, permanência e evasão ligada ao curso de Licenciatura em Física da
Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Campus de Vitória da Conquista
– UESB.
Baseando em dados coletados fornecidos pelo colegiado do curso
sobre quantidade de discentes evadidos e formados da universidade entre os
períodos de 2011 a 2015, poderá ser feito o estudo através em uma entrevista
(utilizando um pequeno questionário) que será realizada com uma quantidade
de 10 discentes evadidos e 05 formados de cada ano entre os períodos de
2011/2015 e com discentes que estão cursando Física na universidade, para se
esclarecer os problemas que foram enfrentados que levaram a desistência do
curso, as dificuldades e também o lado benéfico de ter cursado e de está
cursando um curso de licenciatura. Ainda será feita o mesmo procedimento em
entrevistar uma quantidade de 10 alunos de cada 3ª serie do ensino médio de
um Colégio do Município, com o propósito de saber o interesse dos mesmos
sobre o fato de ingressar em uma universidade e cursar um curso de ensino
superior, sobre a procura por um curso de licenciatura e se caso esse curso
seria de física.
Caso alguns dos métodos utilizados não estiver dando resultados o
mesmo será substituído por outros métodos.

8 CRONOGRAMA

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS

ARRUDA, S. M.; UENO, M. H. Sobre o ingresso, desistência e permanência no


curso de Física da Universidade Estadual de Londrina: algumas reflexões.
Ciência & Educação, Bauru, v. 9, n. 2, p. 159-175, 2003.

ARRUDA, s. de Ma e biologia da Universidade Estadual de Londrina: 1996 a


2004. Cad. Bras. Ens. Fís., v. 23, n. 3. p. 418-438, dez. 2006
BRUNO-FARIA, M. de; FRA; et al. Dados comparativos sobre a evasão em
física, matemática, química NCO, A. L. Causas da evasão em cursos de
graduação em Administração em uma universidade pública federal. Revista
Teoria e Prática da Educação, Maringá, v. 14, n. 3, p. 43-56, set./dez. 2011.

CUNHA, A. M; TUNES, E; SILVA, R. R. de. Evasão do curso de química da


Universidade de Brasília: a interpretação do aluno evadido. Quim. Nova, v. 24,
n. 1, p. 262-280, 2001.

M. F. Barroso, M. A. T. de Almeida, J. A. M. Simões e E. B. M. Falcão, A Evasão


Universitária em Cursos de Física: desempenho dos estudantes e redução da
evasão, Anais do XV Simpósio Nacional de Ensino de Física, 2003, Curitiba,
PN.

PEREIRA, L.J.M.; LIMA, M.C.A. Evasão no Curso de Física da UFMA nos


Primeiros Períodos do Curso. Anais do XVII Simpósio Nacional de Ensino de
Física– (XVII SNEF), São Luis, 29 jan. a 02 fev. 2007.

SILVA, W. M. ET alli Uma reflexão sobre a evasão no curso de Física do


campus Catalão da UFG. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE FÍSICA,
19., 2011, Manaus.

TARRAGO, M. E. P.; COSTA, S.S.C.. Investigando Estilos de Aprendizagem em


Disciplina Introdutória de Curso de Física. Anais do II Encontro Estadual de
Ensino de Física–RS, Porto Alegre, 13 a 15 set. 2007.

UNIVERSIDADE DE CAMPINAS. Disponível em:


http://www.unicamp.br/unicamp/canal_aberto/clipping/outubro2004/ Acesso em
12 de Abril 2015.

VELOSO, T. C. M. A; ALMEIDA. E. P. de. Evasão nos cursos de graduação da


Universidade Federal de Mato Grosso, campus universitário de Cuiabá-Um
processo de exclusão. 2001.

BARROSO, M. F.; FALCÃO, E. B. M. Evasão universitária: o caso do Instituto


de Física da UFRJ. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM ENSINO
DE FÍSICA, 9., 2004. Atas... Jaboticatubas: SBF, 2004. Disponível em:
<http://www.sbf1.sbfisica. org.br/eventos/epef/ix/atas/comunicacoes/ co12-
2.pdf>. Acesso em: 12 de abril de 2015
ANEXOS

Roteiro de entrevista Alunos de ensino médio formandos

Nome:______________________________________________________________
Idade:_____________
Classe social: Miserável ( ) Baixa ( ) Media baixa ( )
Média ( ) Media alta ( ) Alta ( )

Pretende cursar ensino superior? __________________


Se sim qual curso? ______________________________
Cursaria um curso de licenciatura?___________________
Por quê?
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
Cursaria Licenciatura em Física?____________________
Porquê?
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
____________________
Acha que o ensino publico brasileiro da pra vocês a preparação necessária para um
curso superior? Por quê?
______________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
___________________________________________________
Roteiro para entrevista de permanentes

Nome:_________________________________________________________________
Idade:______________________ Ano de Ingresso: _____________________________

Regular ou Irregular?
____________________________________________________________
Por que escolheu o curso de física?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
Quais as dificuldades iniciais no curso?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
O curso atingiu suas expectativas?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
Em sua opinião você entrou no curso preparado para o que enfrenta aqui?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
Em sua opinião o que poderia melhorar no curso de licenciatura em física?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
Quais as dificuldades que um discente enfrenta cursando Licenciatura em física?
(Pessoal, política, social e etc.).
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
Roteiro para entrevista de evadidos

Nome:_________________________________________________________________
Idade:_______________________ Ano de Ingresso: ________________
Evadiu em qual semestre? __________________________________
Por que escolheu o curso de física?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
______________
Quais as dificuldades iniciais no curso?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
______________
Em sua opinião você entrou no curso preparado para o que ia enfrentar?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
______________
Em sua opinião o que poderia melhorar no curso de licenciatura em física?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_____________________
Quais as dificuldades que um discente enfrenta cursando Licenciatura em física?
(Pessoal, política, social e etc.).
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
____________________________
Qual o principal motivo que levou você a evasão do curso?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
____________________________
Roteiro para entrevista de graduados

Nome:________________________________________________________________
Idade:_______________________Ano de Ingresso: ___________________________
Ano de Conclusão do Curso: _____________________________
Regular ou Irregular? ___________________________
Por que escolheu o curso de Física?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

Quais as dificuldades iniciais no curso?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

Em sua opinião você entrou no curso preparado para o que enfrentou aqui?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

Em sua opinião o que poderia melhorar no curso de licenciatura em física?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
______________

Quais as dificuldades que um discente enfrenta cursando Licenciatura em física?


(Pessoal, política, social e etc.).
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

Deixe um breve Comentário de como foi cursar licenciatura em física na UESB em anexo.
Sucesso nessa longa jornada! Parabéns.