Você está na página 1de 15
BEINTEC. BENDER INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS LTDA. Rod: Aleixo Rocha, 1360 Km 10, Taquari - RS “Petróleo
BEINTEC. BENDER INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS LTDA. Rod: Aleixo Rocha, 1360 Km 10, Taquari - RS “Petróleo
BEINTEC. BENDER INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS LTDA.
Rod: Aleixo Rocha, 1360 Km 10, Taquari - RS
“Petróleo de Superfície”
Apresentação de Tecnologia.
Felipe Luiz Bender
Analise de caso e apresentação de nova tecnologia Brasileira, demonstrando um
processo desenvolvido para solucionar dois problemas evidentes atualmente, como
a escassez do petróleo e formas incorretas de destinação de resíduos sólidos
urbanos, hospitalares e industriais. Diante destes problemas este documento,
mostra uma forma de valorizar amplamente resíduos inservíveis desprezados
atualmente.

1

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

Vivemos em uma sociedade de consumo. Todos os anos os resíduos sólidos e líquidos como resíduos plásticos diversificados, resíduos de borrachas e elastômeros, óleos usados, lamas provenientes das estações de tratamento de efluentes, tipos de resíduos industriais, hospitalares, comerciais e domésticos, aumentam e são cada vez mais diversificados. Na verdade, compramos diariamente produtos embalados, cujos invólucros só são usados uma vez. Pagamos as embalagens e gastamos muito dinheiro para armazenar, queimar ou eliminar essas mesmas embalagens que é resultado do nosso consumo exagerado. Esses resíduos são direcionados a aterros sanitários e a incineração agravando drasticamente a situação ética ambiental.

Fatores como explosão demográfica, produção cada vez maior de resíduos, crise econômica, debilidade institucional,
Fatores como explosão demográfica, produção cada vez maior de
resíduos, crise econômica, debilidade institucional, falta de educação sanitária e
de participação comunitária, nos levam a um quadro extremamente desolador.
Como consequência direta, danos ambientais e de saúde pública a se agravar,
à medida que o grau de urbanização vem crescendo assustadoramente. A
produção do lixo é inevitável, pela definição é considerado lixo, restos das
atividades humanas, consideradas pelos geradores como inúteis, indesejáveis
ou descartáveis.
Dentro dos métodos de tratamento do lixo urbano e industrial,
infelizmente, ainda é utilizada a incineração que é uma das práticas, que resulta
na emissão de poluentes tóxicos que contaminam o meio ambiente e expõem as
populações ao risco real de contaminação química. Os incineradores expelem

2

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

diuturnamente resíduos mais tóxicos ainda que aqueles que originalmente chegaram para serem tratados.

A Convenção de Estocolmo, de Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs), da qual o Brasil é signatário, reconhece os incineradores como a principal fonte primária de dioxinas, agente químico popularmente conhecido como a "molécula da morte", além das Tetracloro-dibenzo-dioxinas expelem PCBs, hexaclorobenzeno, diversos metais pesados, entre outros.

Trata-se de tecnologia decadente dependente de Leis generosas para continuarem operando, passa por um duro
Trata-se de tecnologia decadente dependente de Leis generosas para
continuarem operando, passa por um duro processo de metas para redução das
emissões na Europa, sofrendo pesada pressão da sociedade civil organizada em
todo mundo que pede total banimento e substituição desta tecnologia de
incineração e aterros, por alternativas seguras.
Os processos de incineração ditos como modernos são como os antigos,
onde os gases continuamente gerados são enviados para uma estação de
tratamento convencional. O que diferencia os modernos dos antigos
incineradores é que possuem um sistema pós-combustão cada vez melhor -
arrefecimento, lavagem, neutralização e filtragem de líquidos e gases –
conhecidos pela retenção de metais voláteis e dos gases ácidos. Assim eles
conseguem apenas acumular cada vez mais contaminantes que vão terminar em
lixões ou aterros, porém também não cessam em definitivo a emissão
atmosférica de contaminantes persistentes.
Os problemas técnicos, operacionais e químicos, em geral, que cercam
toda a tecnologia por decomposição térmica começam na grande variabilidade
do composto da alimentação, passando pelas incontroláveis emissões fugitivas
durante o processo e termina no arrefecimento e emissão dos gases finais que
durante este processo fazem também ressurgir por recombinação,
principalmente a partir do cloro (abundante dependendo do que se queima).
Além de gerar cinzas altamente tóxicas (material sólido pós-incineração), poluir
o ar (emissões de chaminé) e água (efluentes líquidos), os incineradores

3

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

destroem uma quantidade significativa de materiais nobres que poderiam retornar a cadeia produtiva através da reciclagem.

A prática da purificação através do fogo trata-se de um procedimento ultrapassado. Hoje sabemos que a queima não passa de reações químicas onde nada se cria tudo se transforma, e normalmente, no caso dos incineradores, em materiais muito piores.

Por outro lado, os lixões continuam sendo o destino da maior parte dos resíduos urbanos
Por outro lado, os lixões continuam sendo o destino da maior parte dos
resíduos urbanos produzidos, o que causa imenso prejuízo ao meio ambiente, à
saúde e à qualidade de vida da população.
Entretanto, a simples instalação de aterros não significa o fim dos
problemas, pois emitem gases tóxicos perigosos, gerando um líquido tóxico
denominado chorume. Os aterros considerados “herméticos e estanques”, por
sua vez, apenas garantem a toxicidade do produto por mais tempo.
Muitas cidades que implantaram aterros sanitários tiveram problemas
como o rápido esgotamento de sua vida útil, evidências que a questão tem que
ser discutida mais profundamente no sentido de se buscar uma solução final
efetiva na produção de lixo, sobretudo àqueles persistentes, e a destinação
adequada para lixos nobres sob o ponto de vista tanto energético como o
orgânico.
Alguns países na Europa começam a sentir a pressão do esgotamento de
áreas para destinação do lixo, onde mesmo as medidas mais rígidas no final não
surtiram o efeito desejado. E por conta disso, notícias recentes entre os
ambientalistas dão conta de que começam a surgir novamente os despejos
clandestinos em alguns países europeus. Ou seja, na realidade, de nada
adiantou transformarem imensas áreas em depósitos de lixo, onde naturalmente
perderam o valor imobiliário, isso não resolveu os problemas do lixo, pois a
quantidade gerada, nos moldes atuais de produção e comércio, mostra que a
tendência segue ao encontro do aumento da produção de resíduo dia após dia.

4

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

Portanto, é fundamental que se promova discussões, mas no sentido de eliminar a produção de resíduos domésticos supérfluos, inúteis e aqueles industriais perigosos.

Alguns Países do primeiro mundo restringem o uso de aterros apenas

para os materiais que não têm outro aproveitamento, outros começam a proibir

a

produção de sacolas plásticas descartáveis, garrafas PET e metálicas,

permitindo apenas vasilhames de vidro retornáveis; começam a perceber que a simples tese dos aterros
permitindo apenas vasilhames de vidro retornáveis; começam a perceber que a
simples tese dos aterros e da reciclagem não está sendo capaz de resolver os
problemas. O reuso efetivo e permanente e a proibição de supérfluos vem se
mostrando a solução mais viável. Aterros, sejam eles sanitários ou industriais,
se configuram em bombas relógio armadas para as futuras gerações.
Os processos recicláveis, somente se tornam viáveis quando é rentável,
como por exemplo, a reciclagem das latinhas de alumínio, onde a energia
despendida para produção do alumínio a partir da bauxita ainda é muito cara em
relação ao produto reciclado. Outros materiais não compensam, pois os custos
com a reciclagem acabam encarecendo o produto final, além de que outros
materiais como por exemplo o plástico, têm certa restrição, pois após algumas
reciclagens acabam perdendo o poder de reconstituição.
Apenas 39% das cidades Brasileiras possuem aterros sanitários, sendo
apenas 2% do lixo reciclado, a falta de gestão dos resíduos sólidos no país está
entre as principais deficiências apontadas pelas 100 maiores empresas
instaladas no Brasil.
As desvantagens dos incineradores e dos aterros sanitários demonstram
que, geram contaminação, trazem danos à saúde pública, introduzem pesados
custos financeiros para as comunidades onde são instalados, esgotam
rapidamente os recursos financeiros das comunidades locais, desperdiçam
grande quantidade de energia e materiais que poderiam ser reaproveitados,
impedem o desenvolvimento econômico local, desmontam as políticas de
prevenção da geração de resíduos. Bem como os possíveis enfoques de
gerenciamento racional, experiência operacional marcada de problemas nos

5

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

países desenvolvidos e com frequência ultrapassam os limites de queima estabelecido no projeto e excedem os padrões de contaminantes nos efluentes líquidos, sólidos e gasosos, podem causar gerenciamento incorreto das cinzas geradas após a combustão, entram em regime de falência com a diminuição da quantidade de resíduos e, com frequência deixam os cidadãos e contribuintes pagando as pesadas contas.

Consideramos que além de ser contra a Convenção de Estocolmo, a tecnologia de incineração e
Consideramos que além de ser contra a Convenção de Estocolmo, a
tecnologia de incineração e aterros sanitários, contraria também a Constituição
Federal, pois impede o direito à saúde e a um meio ambiente ecologicamente
equilibrado.
Entende-se por poluição a deterioração das condições ambientais que
pode alcançar o ar, a água e o solo. O homem tem transformado profundamente
a natureza, destruindo espécies animais e vegetais, desviando cursos de rios,
cortando montanhas, drenando pântanos e amontoando toneladas de detritos no
ar, na água e no solo. A saúde e o bem-estar do homem estão diretamente
relacionados com a qualidade do meio ambiente, isto é, com suas condições
física, química e biológica. O homem é o único animal que prejudica o meio em
que vive. Para satisfazer a sua ambição, ele polui o ar, as águas, as cidades, os
campos, em fim, o meio em que vive. Porém, essa situação pode ser revertida,
se houver consciência mundial para que o homem evite a degradação da
natureza com recursos antipoluentes como demonstrados a seguir.
A crescente preocupação com o aquecimento global neste início do
século XXI incentiva as discussões sobre novas fontes de energia, associadas à
preocupação com o desenvolvimento sustentável e a crescente poluição
ambiental, têm tornado as fontes renováveis de energia extremamente
importantes.
Entretanto, a sociedade moderna é, ainda, muito dependente do petróleo,
e cerca de 40% de toda a energia consumida no mundo provém dele, do carvão
e do gás natural. Essas fontes são limitadas e com previsão de esgotamento no
futuro. O presente processo é uma nova alternativa para a eliminação de

6

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

problemas referentes à poluição ambiental, gerada por incineração e aterros sanitários, desenvolvendo soluções para o suprimento de diversos combustíveis alternativos.

Este novo processo é energeticamente auto sustentável PCCV, não necessita de energia externa, tem baixo custo operacional, e também a disponibilidade de resíduo comumente chamado de lixo imensamente disponível para matéria prima de reação. Além disso, devemos salientar que seu balanço energético é positivo, ou seja, produz mais energia do que consome (2mj/kg = 40mj/kg). Como se trata de um processo não poluente comparado aos processos utilizados atualmente, desperta uma grande atenção e a faz tão fascinante do ponto de vista científico e prático.

Este processo denominado PCCV pode ser genericamente definido como Figura 1: Piloto PCCV 500 kg/bat.
Este processo denominado PCCV pode ser genericamente definido como
Figura 1: Piloto PCCV 500 kg/bat.
sendo o de decomposição química por tratamento térmico na ausência de
oxigênio sob vácuo, é um processo que tem como principal aplicação o
tratamento e as destinações finais do lixo e diversos resíduos, tais como,
resíduos de plásticos, de borrachas e elastômeros, de espumas, óleos usados,

7

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

pneus velhos, solos contaminados, lodos ativados, provenientes de resíduos residenciais, urbanos, hospitalares, industriais, de estações de tratamento de efluentes e de veículos.

bruto e triturado Figura 2: Resíduo O processo consiste primeiramente da trituração destes resíduos reduzindo
bruto e triturado Figura 2: Resíduo
O processo consiste primeiramente da trituração destes resíduos
reduzindo o seu volume. Após esta etapa serão destinados ao reator onde
através de uma reação exotérmica, sob vácuo, ocorrerão as separações dos
subprodutos em cada etapa do processo.
A porcentagem em peso dos compostos gerados de acordo com cada
resíduo e catalisador utilizado no processo desenvolvido são classificados em:
PLÁSTICOS (74% hidrocarbonetos, 15% gás, 10% carbono, 1% água).
BORRACHAS (44% hidrocarbonetos, 10% gás, 42% carbono, 4% água).

8

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

ÓLEO QUEIMADO (74% hidrocarbonetos, 17% gás, 9% carbono). LIXO HOSPITALAR (65% hidrocarbonetos, 10% gás, 15% carbono, 10% água). LODO DAS ETES (16% hidrocarbonetos, 9% gás, 18% carbono, 57% água).

O reator PCCV, onde ocorrerão às reações propriamente ditas, sendo elas a volatilização e a fusão, onde são coletados e fracionados utilizando catalisadores dependendo de cada resíduo processado, gerando produtos como, aromáticos, nafta, gasolina natural, óleo diesel combustível, gases combustíveis, óleo pesados, óleo para caldeira, piche para asfalto entre outros.

Figura 3: Combustíveis derivados do processo PCCV.
Figura 3: Combustíveis derivados do processo PCCV.

9

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

Figura 4: Queima do gás metano no reator e flare. Analises preliminares dos hidrocarbonetos gerado
Figura 4: Queima do gás metano no reator e flare.
Analises preliminares dos hidrocarbonetos gerado e demais produtos
foram realizadas no Centro Petroquímico de Pesquisa e Desenvolvimento
CEPED – ULBRA RS.
Diante das analises cromatográficas, foi realizado testes comparativos
laboratoriais com amostras obtidas de óleo diesel tipo “C” e gasolina tipo “C” em
postos de combustíveis nacionais.
As amostras identificadas por Óleo-1, Óleo-2, ANI-1 e Gás-1 foram
analisadas utilizando cromatografia gasosa, utilizando coluna CP-wax 52 CB,
25m 0,25mm 1,2m, utilizando detector FID. Desta forma é possível obter a
identificação dos componentes voláteis, ou seja, de uma forma genérica a
identificação de hidrocarbonetos. As amostras foram submetidas a analise sem
preparo prévio algum, sem filtração ou adição de aditivos.
Os cromatogramas obtidos estão representados nas figuras 1, 2, 3 e 4.

10

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

11 BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda. Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS
11 BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda. Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

11

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

Foi analisado que, a amostra denominada “Óleo-1” apresenta componentes leves e pesados em sua composição,
Foi analisado que, a amostra denominada “Óleo-1” apresenta componentes leves e pesados em sua composição,
Foi analisado que, a amostra denominada “Óleo-1” apresenta
componentes leves e pesados em sua composição, sendo que possui maior
percentual de componentes pesados, quando comparados com a amostra
denominada “Óleo-2” que apresenta, componentes leves e pesados em sua
composição.

12

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

A mostra denominada “ANI-1”, apresenta maior composição de

componentes leves, que coincidem até no tempo de retenção com componentes

apresentas na gasolina tipo “C” as tornando semelhantes em sua composição, é

a amostra que apresenta maior quantidade de componentes voláteis, a amostra

denominada “Gás-1” contendo metano foram analisados no Centro Petroquímico

de Pesquisa e Desenvolvimento CEPED – ULBRA RS.

Parâmetros comparativos foram analisados tendo como referencia as amostras de Óleo-1 e Óleo-2, na presença
Parâmetros comparativos foram analisados tendo como referencia as
amostras de Óleo-1 e Óleo-2, na presença dos catalisadores desenvolvidos para
o processo PCCV, comunmente denominados FB350c e FLB350c, garantindo
maior percentual de produção e menor tempo de retenção, como também
produtos com maior refinamento.
Parâmetros
Óleo-2 derivado
Catalisador
Oleo-1 derivado
Catalisador
Oleo Diesel
Comparativos
Comercial
FB350c
FLB350c
Gravidade especifica
0,840
0,864
0,82 - 0,86
(gcm-1)
Viscosidade dinâmica
1,96
3,85
2,0 – 4,5
(centipoise (cP)
Viscosidade
cinemática (mm2S-1)
2,35
4,46
5,0
Ponto de inflamação
38
60
>55
(C°)
Teor de enxofre
0,6
0,55
<0,70
(%)
Valor calorífico (bruto)
45,9
45,9
45,7
(Mj/kg-1)
Valor calorífico
43,1
43,1
42,9
(liquido)
(Mj/kg-1)
Ponto de ebulição
110 – 300
160 – 345
180 – 370
(C°)
Tabela 1: Parâmetros comparativos entre amostras refinadas, geradas pelo processo PCCV e Diesel “C”.
Na zona de recuperação de sólidos os resíduos gerados pelo reator
PCCV são coletados, o carbono com alto valor energético e físico, metais nobres
como alumínio, aços liga, inox, ouro, platina, prata, níquel etc

13

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

O produto sólido gerado pode ser processado posteriormente para

melhorar as características específicas e para cumprir as especificações para o

carbono peletizado ou briquetado, também tendo possibilidade poder ser comercializados diretamente. O carbono “carvão” produzido pelo processo PCCV é mais econômico em comparação com o carvão produzido principalmente a partir do petróleo e madeira, é mais eficiente para serem utilizado como ingrediente nas indústrias, tendo como exemplo, eletrodos para siderúrgicas, aditivos de borracha, ingrediente para tintas, combustível tipo “COKE” para alto fornos com alto poder calorífico, entre inúmeras utilizações existentes no pais .

Figura 5: Carvão Coke e metais O presente processo, portanto, leva vantagem sobre todos os
Figura 5: Carvão Coke e metais
O presente processo, portanto, leva vantagem sobre todos os outros
conhecidos e/ou desenvolvidos pelo homem até hoje, pois diminui o volume de
resíduos enviados a aterros sanitários, podendo substituí-los em grande parte
evitando um elevado custo operacional necessário para mantê-los, além de se
tornar um sistema competente de reciclagem do lixo e resíduo, os transformando
em diversos combustíveis alternativos, são classificados em, C5H12 a C12H24
gasolina, C12H26 a C20H42 óleo diesel, CH4 a C4H10 gás combustível e
residual de carbono com alto poder calorífico e comercial, garantindo o auxílio
referente à escassez de combustíveis provenientes do refinamento do petróleo
natural, estaria o homem solucionando o problema do impacto ambiental que as
atividades humanas geram atualmente.

14

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS

Contatos para maiores informações:

- Felipe Luiz Bender. – RS.

engbender@gmail.com Celular: 051-82066668

Bender. – RS. engbender@gmail.com Celular: 051-82066668 15 BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda. Rod.

15

BEINTEC. Bender Inovações Tecnológicas Ltda.

Rod. Aleixo Rocha, Km10 , Taquari - RS