Você está na página 1de 39

ARGAMASSAS E CONCRETOS

ADITIVOS
CONCEITUAÇÃO

Definição:
São materiais adicionados ao concreto (que não sejam
comento, água ou agregados) em quantidades inferiores
a 5% da massa de cimento.
CONCEITUAÇÃO

Definição:

Função dos Aditivos


Modificar ou
melhorar a
trabalhabilidade,
a pega e o Obter
Ampliar o campo
endurecimento, regularidade na
de aplicação do Diminuir custos
resistência às fabricação do
concreto
ações físicas, concreto
químicas ou
mecânicas, etc.
CONCEITUAÇÃO
FÍSICA

Definição:
AÇÃO QUÍMICA

FÍSICO-QUÍMICA

CLASSIFICAÇÃO
REDUTORES DE
ÁGUA

EXPANSORES

EFEITO

INCORPORADORES
DE AR

ETC.....
CONCEITUAÇÃO

Principais Tipos:
Redutores de água.
Incorporadores de ar.
Retardadores de pega.
Aceleradores de pega.
REDUTORES DE ÁGUA

Definição:
São produtos cuja função principal é produzir concretos com uma
dada trabalhabilidade com menor relação água/cimento que
outro concreto sem o aditivo.

Caso seja mantida a relação água/cimento, haverá um aumento no


abatimento.
REDUTORES DE ÁGUA

Definição:
REDUTORES DE ÁGUA

Definição:
O uso destes aditivos pode produzir os seguintes efeitos:

1 – Manter a trabalhabilidade, reduzindo a relação água/cimento


com consequente aumento da resistência.
2 – Aumentar a trabalhabilidade, sem reduzir a quantidade de
água e mantendo a mesma resistência.
3 – Reduzir a quantidade de cimento mantendo a trabalhabilidade
e resistência.
REDUTORES DE ÁGUA

Definição:
+ aditivo Resistência >= A
- água Trabalhabilidade = B
Resistência > A
Trabalhabilidade = B
+ cimento Referência - cimento
Resistência = A
Resistência = A - água Trabalhabilidade = B
+ cimento Trabalhabilidade = B + aditivo
+ água
Resistência = A
Resistência = A
Trabalhabilidade >= B + aditivo Trabalhabilidade >= B
REDUTORES DE ÁGUA

Definição:
Alguns destes aditivos possuem mais de uma função:

1 – Redutores de água e aceleradores de pega.

2 – Redutores de água e retardadores de pega.

3 – Redutores de água com incorporadores de ar.


REDUTORES DE ÁGUA

Plastificantes:
Os Plastificantes são elaborados a partir de
lignosulfonatos, ácidos hidro-carboxílicos ou polímeros
hidroxilados.

Melhoram a deformabilidade sob a influência de


compactação, eliminando os flóculos formados pelas
forças de atração de Van der Waals.
REDUTORES DE ÁGUA

Plastificantes:
São produtos tensoativos que possuem uma extremidade
hidrófoba e outra hidrófila.

A parte hidrófila faz com que os grãos finos se afastem, pois as


cargas são iguais, produzindo dispersão.
REDUTORES DE ÁGUA

Plastificantes:
Considera-se que os aditivos redutores de água operam por
adsorção sobre os produtos de hidratação do C3A e C3S
formando uma película de aditivo na interface água/cimento.
REDUTORES DE ÁGUA

Plastificantes:
Atuam nas seguintes propriedades:
- maior resistência mecânica;
- maior impermeabilidade e durabilidade;
- minimização da retração, fissuramento e exsudação;
- fácil adensamento e bombeamento.
REDUTORES DE ÁGUA

Plastificantes:
Aditivos em dosagens normais Média da redução de água (%) (a/c = 0,3 a
0,5)
Lignosulfonato de sódio 10
Gluconato de sódio 16
Naftaleno sulfonado de sódio 26
Polímero formaldeído
Abatimento desejado (mm) Redução na relação água/cimento
(%)
50 5–8
75 8 – 10
100 10 – 12
150 12 - 15
REDUTORES DE ÁGUA

Plastificantes:

Método de colocação Relação Abatimento Redução de


(0,225% lignosulfonato água/cimento (mm) água (%)
de cálcio)
Sem adição 0,59 100 ---
Inicial (junto com a água) 0,55 88 6,8
Após 2 min de mistura 0,55 163 6,8
Após 2 min de mistura 0,51 81 13,6
REDUTORES DE ÁGUA

Plastificantes:
REDUTORES DE ÁGUA

Plastificantes:
REDUTORES DE ÁGUA

Superplastificantes:
São uma categoria especial de agentes redutores de água
formulado a partir de materiais que permitem maiores reduções
de água sem os efeitos colaterais de incorporação de ar ou
retardo da pega.
REDUTORES DE ÁGUA

Superplastificantes:
Os Superplastificantes podem ser de dois tipos:
- Tipo I – produzidos a partir de naftalenos sulfonados,
melamina formaldeídeos e resinas sintéticas;
- Tipo II – produzidos a partir de policarboxilatos.
REDUTORES DE ÁGUA

Superplastificantes:
Possuem as mesmas características dos plastificantes,
porém de modo extremamente realçado.

É possível produzir concretos auto-adensáveis.

O aumento da resistência pode chegar a 40%.


REDUTORES DE ÁGUA

Superplastificantes:
Os superplastificantes diminuem a tensão de cisalhamento e a
viscosidade plástica das pastas.

Em altas dosagens, o sistema se aproxima de um fluido


Newtoniano.
REDUTORES DE ÁGUA

Superplastificantes:
O tempo de atuação depende de diversos fatores, tais como tipo
de superplastificante, cimento, finos, dosagem e forma de uso.

Nos cimentos ricos em C3A a perda do slump é mais


rápida.
REDUTORES DE ÁGUA
24

23

22

21
Spread (cm)

CP-II F A 3%
20
CP-II F B 1%
19 CP-IV A 3%
CP-IV B 2%
18 CP-V A 2,5%
CP-V B 1%
17

16

15
0 20 40 60 80 100
Time (min)
INCORPORADORES DE AR

Definição:
Os aditivos incorporadores de ar são materiais orgânicos,
adicionados na água de amassamento do concreto, que
promovem a entrada de uma quantidade controlada de ar, na
forma de microbolhas, uniformemente dispersas na massa de
concreto.
INCORPORADORES DE AR

Definição:
Produzem micro bolhas de ar, de 100 a 300mm, estáveis e
elasticamente deformáveis.

Estas bolhas possuem uma curva granulométrica contínua,


permitem maior coesão entre os agregados e o cimento,
evitam a segregação e a exsudação.
INCORPORADORES DE AR

Tipos:
A literatura descreve diversos tipos de surfactantes para compor
as formulações dos aditivos incorporadores de ar. Os mais
utilizados são:
- Resinas de madeiras neutralizadas;
- Ácidos gordurosos;
- Alquil-aril sulfonato;
- Alquil sulfonato;
- Etoxilatos fenólicos.
INCORPORADORES DE AR

Função:
Fluidifica e plastifica o concreto devido à formação de
bolhas de ar que se repelem por possuírem a mesma
carga elétrica.

Pode ser utilizado em concretos com baixo consumo de


cimento.

Tem a função principal de suprir a deficiência de finos.


INCORPORADORES DE AR

Função:
Os incorporadores de ar podem reduzir a relação água/cimento,
que pode compensar a diminuição da resistência devido a
maior quantidade de ar.

É necessário controlar a quantidade de ar incorporado porque o


excesso pode levar quedas de resistência expressivas.
INCORPORADORES DE AR

Função:
O volume de ar incorporado é influenciado por:
- Quantidade de finos no traço – acima de 300kg/m3 a
incorporação de ar é restrita por haver pouco espaço
livre para a geração de bolhas.
- proporção de água na mistura – quanto mais seca for a
mistura menor será a incorporação de ar.
RETARDADORES DE PEGA

Definição:
São produtos que retardam a osmose da água nos grãos
de cimento, agindo por defloculação e adsorção.

Têm a função de retardar a hidratação inicial dos grãos de


cimento, em particular dos aluminatos, permitindo maior
tempo de manuseio do concreto.
RETARDADORES DE PEGA

Definição:
Podem ser constituídos de carbohidratos
(monossacarídeos, polissacarídeos, ácidos hidro-
carboxílicos) e produtos inorgânicos (sais de chumbo,
fosfoatos, boratos).
RETARDADORES DE PEGA

Uso:
Desenvolvem maior calor total de hidratação, porém
dissipado de forma lenta, gradual e menos intensa.

Exige melhor cura para evitar a secagem da mistura ainda


não endurecida.

O efeito da retardação cresce geometricamente com o


aumento da dosagem.
RETARDADORES DE PEGA

Uso:
Superdosagens (1%) podem levar a uma retardação de
pega de até alguns dias.

O CP III e o CP IV necessitam menor proporção de aditivo


para produzir o mesmo efeito no CP I, CP II e CP V, por
possuirem menor quantidade de C3A.
ACELERADORES DE PEGA

Definição:
São produtos que aceleram os tempos de pega (início e
fim) e o desenvolvimento de altas resistências à
compressão nas idades iniciais.

As matérias-primas mais utilizadas são o silicato, o


carbonato e o aluminato de cálcio.
ACELERADORES DE PEGA

Uso:
Quanto maior for o consumo de cimento, maior será a eficiência
do aditivo.

Os cimentos CP II e CP V apresentam melhor desempenho


quando utilizado aditivos à base de cloreto de cálcio, porém
exigem cura cuidadosa porque desenvolvem grande calor de
hidratação.

Lembrando que é proibido o uso de aditivos à base de cloretos


em estruturas de concreto armado ou protendido.
IMPERMEABILIZANTES

Definição:
São utilizados para evitar os danos causados pela penetração de
águas de chuva, umidade do solo, infiltração e água sob
pressão.
IMPERMEABILIZANTES

Tipos:
Existem três tipos:
1) Sais orgânicos que reagem com a cal livre do cimento
formando sais de cálcio insolúveis.
2) Materiais hidrófugos que já se apresentam em sua forma
final, não ocorrendo reações químicas.
3) Géis orgânicos ou inorgânicos à base de emulsão que
aglutinam-se na presença de água reduzindo o tamanho dos
poros capilares.
ADITIVOS