Você está na página 1de 3

SEI/MP - 7168478 - Nota Técnica https://seimp.planejamento.gov.br/sei/controlador.php?acao=documento_...

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO


Secretaria de Gestão de Pessoas
Departamento de Carreiras e Desenvolvimento de Pessoas
Coordenação-Geral de Desenvolvimento e Gestão de Desempenho

Nota Técnica nº 22402/2018-MP

Assunto: Progressão e Promoção para os servidores do quadro efetivo das Agências Reguladoras
de que tratam as Leis nos 10.768, de 19 de novembro de 2003, e 10.871, de 20 de maio de 2004.
Alteração de entendimento.
Referência: Processo nº 05210.009365/2018-85

SUMÁRIO EXECUTIVO

1. Esta Coordenação-Geral de Desenvolvimento e Gestão de Desempenho - CGDES ao


reexaminar a matéria referente à progressão e promoção funcional dos servidores do quadro efetivo
das Agências Reguladoras de que tratam as Leis nos 10.768, de 19 de novembro de 2003, e 10.871, de
20 de maio de 2004 e o Decreto nº 6.530, de 04 de agosto de 2008, constatou erro material no
opinativo de que trata a Nota Técnica nº 237/2016-MP, no sentido de que os eventos de capacitação
serão utilizados com vistas à avaliação de desempenho para concessão de promoção e progressão
funcional.
2. Após análise, passa a viger o entendimento de que os eventos de capacitação
realizados pelos servidores das Agências Reguladoras serão utilizados para concessão de
promoção e progressão funcional.

ANÁLISE

3. Inicialmente cumpre registrar que o entendimento que ora se discute, do extinto


Departamento de Normas e Benefícios do Servidor – DENOB/SEGEP/MP, foi expedido em resposta à
consulta formulada pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP,
conforme se extrai da Nota Técnica nº 237/2016-MP, de 11 de abril de 2016:
11. Sob a luz desse conceito, limitadas às competências desta Coordenação Geral de Aplicação das
Normas, opina-se que os eventos de capacitação, que têm por objetivo o aprimoramento da formação
dos servidores bem como do desempenho de suas atividades de regulação no âmbito de atuação de
cada agência reguladora, e que serão utilizados com vistas à avaliação de desempenho para
concessão de promoção e progressão funcional, seriam aqueles ocorridos a partir do ingresso do
servidor nos cargos das referidas agências, de forma que, para este fim, os realizados anteriormente
não poderiam ser utilizados.
4. Na referida nota técnica, concluiu-se que; a) os eventos de capacitação serão utilizados
para fins da avaliação de desempenho para concessão de progressão e promoção funcional e; b) os
eventos de capacitação realizados antes do ingresso no cargo não seriam considerados para este fim.

1 of 3 08/10/2018 09:33
SEI/MP - 7168478 - Nota Técnica https://seimp.planejamento.gov.br/sei/controlador.php?acao=documento_...

5. Esse entendimento foi ratificado pelo DENOB mediante a Nota Informativa nº


1879/2016-MP, de 19 de maio de 2016, quando concluiu que “a) Somente os cursos realizados após o
ingresso do servidor nas Agências Reguladoras podem ser considerados para fins de avaliação de
desempenho para concessão de promoção e progressão funcional;”
6. Ao analisar nova consulta da ANP acerca da matéria, o atual Departamento de Carreiras
e Desenvolvimento de Pessoas – DESEN manifestou-se por meio da Nota Informativa nº 2315/2016-
MP, de 05 de abril de 2018, e ratificou o entendimento até então vigente, no sentido de que “somente
os cursos realizados após o ingresso do servidor nas Agências Reguladoras podem ser considerados
para fins de avaliação de desempenho para concessão de promoção e progressão funcional.”
7. A Lei nº 10.871, de 20 de maio de 2004, estabeleceu que o desenvolvimento dos
servidores das Agências Reguladoras se dará mediante progressão funcional e promoção e definiu os
princípios que devem ser observados:
Art. 9o O desenvolvimento do servidor nos cargos de que trata o art. 1o desta Lei ocorrerá mediante
progressão funcional e promoção.
Parágrafo único. Para fins desta Lei, progressão é a passagem do servidor para o padrão de
vencimento imediatamente superior dentro de uma mesma classe, e promoção, a passagem do servidor
do último padrão de uma classe para o primeiro padrão da classe imediatamente superior.
Art. 10. O desenvolvimento do servidor nos cargos das Carreiras referidas no art. 1o desta Lei
obedecerá aos princípios:
I - da anualidade;
II - da competência e qualificação profissional; e
III - da existência de vaga.
§ 1o A promoção e a progressão funcional obedecerão à sistemática da avaliação de
desempenho, capacitação e qualificação funcionais, conforme disposto em regulamento específico
de cada autarquia especial denominada Agência Reguladora.
§ 2o Ressalvado o disposto no § 3o deste artigo, é vedada a progressão do ocupante de cargo
efetivo das Carreiras referidas no art. 1o desta Lei antes de completado o interstício de 1 (um) ano
de efetivo exercício em cada padrão.
§ 3o Mediante resultado de avaliação de desempenho ou da participação em programas de
capacitação, o princípio da anualidade aplicável à progressão poderá sofrer redução de até 50%
(cinqüenta por cento), conforme disciplinado em regulamento específico de cada entidade referida no
Anexo I desta Lei.
8. Ressalta-se que os critérios para a progressão funcional e a promoção foram
regulamentados pelo Decreto nº 6.530, de 4 de agosto de 2008, sendo os requisitos mínimos de
capacitação registrados nos anexos I, II e III.
CONCLUSÃO

9. Considerando as informações retrotranscritas e a legislação que rege a matéria, esta


Secretaria de Gestão de Pessoas, na qualidade de Órgão Central do SIPEC, conclui pela necessidade
de revisão parcial do entendimento constante da Nota Técnica nº 237/2016-MP onde concluiu-se que
os eventos de capacitação podem ser utilizados para fins de avaliações de desempenho e para a
concessão de progressão e promoção funcional.
10. O entendimento passa a viger no sentido de que eventos de capacitação realizados
pelos servidores das Agências Reguladoras poderão ser utilizados para concessão de promoção e
progressão funcional.
11. Desta forma, torna-se insubsistente, no que couber, as disposições das Notas
Informativas nº 1879/2016-MP e nº 2315/2018-MP e encaminhe-se cópia da presente manifestação à
Coordenação de Normativos, Atendimento e Documentação – CONAD/SGP para alteração da
informação junto ao CONLEGIS.

2 of 3 08/10/2018 09:33
SEI/MP - 7168478 - Nota Técnica https://seimp.planejamento.gov.br/sei/controlador.php?acao=documento_...

À consideração superior.

CARLOS EDUARDO PENANTE D'AVILA UCHÔA


Coordenador-Geral de Desenvolvimento e Gestão de Desempenho

Aprovo. Encaminhe-se o presente processo ao Secretário de Gestão de Pessoas.

ROGÉRIO APARECIDO SILVA


Diretor do Departamento de Carreiras e Desenvolvimento de Pessoas

Aprovo. Encaminhe-se ao Conlegis na forma proposta.

SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS


assinatura eletrônica do dirigente

Documento assinado eletronicamente por ROGERIO APARECIDO SILVA, Diretor, em 05/10/2018,


às 17:47.

Documento assinado eletronicamente por CARLOS EDUARDO PENANTE D AVILA UCHOA,


Coordenador-Geral, em 05/10/2018, às 17:48.

Documento assinado eletronicamente por AUGUSTO AKIRA CHIBA, Secretário de Gestão de


Pessoas, em 05/10/2018, às 19:02.

A autenticidade do documento pode ser conferida no site [https://seimp.planejamento.gov.br/conferir],


informando o código verificador 7168478 e o código CRC 7C34B673.

Criado por 96169915900, versão 30 por 74104926787 em 05/10/2018 17:47:16.

3 of 3 08/10/2018 09:33