Você está na página 1de 3

DCAT – ENGENHARIA MECÂNICA

Transferência de Calor 2015.2


Profª Ruthinéia Jéssica Alves do Nascimento

2ª Lista de Exercícios
Condução Transiente
1) A salsicha pode ser considerada como um cilindro de comprimento 5 in e 0,8 in de
diâmetro, cujas propriedades são 61,2 lbm/ft3, Cp = 0,93 Btu/lbm·°F, k = 0,44
Btu/h·ft·°F, e α = 0,0077 ft2/h. Uma salsicha inicialmente a 40 °F é colocada em água
fervente a 212 °F. Se o coeficiente de transferência de calor por convecção na superfície
da salsicha é estimada em 120 Btu/h·ft2·°F, determinar a temperatura no centro da
salsicha quente após 5, 10, e 15 minutos.
a) Um cilindro finito. RESP: 194°F, 211°F, 212°F
b) Um cilindro infinitamente longo. RESP: 194°F, 211°F, 212°F
2) Um bloco de gelo retangular de 5 cm de altura (k = 2,22 W/m·°C e𝛼 = 0,124 ×
10−7 𝑚2 ⁄𝑠) inicialmente a -20 °C é colocado sobre uma mesa a sua base quadrada de 4
cm x 4 cm de tamanho numa sala a 18 °C. O coeficiente de transferência de calor sobre
as superfícies expostas do bloco de gelo é de 12 W/m2·°C. Desconsiderando qualquer
transferência de calor a partir da base para a mesa, determinar quanto tempo levará até
que o bloco de gelo começa a derreter. Onde n bloco de gelo irá aparecer as primeiras
gotículas de líquido? Considere 𝜏 > 0,2. RESP: 30 h
3) Um cilindro curto de latão (= 8530 kg/m3, Cp=0,389 kJ/kg·°C, k = 110 W/m·°C, e
α = 3,39 × 10−5 m2/s) de diâmetro D = 8 cm e altura H = 15 cm está inicialmente a uma
temperatura uniforme de Ti = 150 ° C. O cilindro é agora colocado no ar atmosférico a
20 °C, onde a transferência de calor acontece por convecção com um coeficiente de
transferência de calor de h = 40 W/m2·°C. Calcular.
a) A temperatura no centro do cilindro. RESP: 85,1°C
b) A temperatura no centro da superfície de topo do cilindro. RESP: 84,2°C
c) A transferência total de calor, a partir do cilindro 15 minutos após o começo do
arrefecimento. RESP: 164 kJ

4) Batatas (k = 0,50 W/m·°C e 𝛼 = 0,13 × 10−6 m2/s) que estão inicialmente a uma
temperatura uniforme de 25 °C e têm um diâmetro médio de 6 cm são resfriadas por ar
refrigerado a 2 °C que escoa a uma velocidade de 4 m/s. O coeficiente médio de
transferência de calor entre as batatas e o ar é determinado experimentalmente é 19
W/m2·°C. Determinar quanto tempo levará para que a temperatura no centro das batatas
caia para 6 °C. Além disso, determinar se alguma parte das batatas vai experimentar
DCAT – ENGENHARIA MECÂNICA
Transferência de Calor 2015.2
Profª Ruthinéia Jéssica Alves do Nascimento

danos pelo frio durante este processo, considerando que os danos acontecem em
temperaturas entre 3°C e 4°C. RESP: 5213 s, T = 4,44 °C
5) Em uma instalação de produção, placas grandes de latão de 3 cm de espessura (k =
110 W/m·°C,  = 8530 kg/m3, Cp = 380 J/kg·°C, e 𝛼 = 33,9 × 10−6 m2/s) que estão
inicialmente a uma temperatura uniforme de 25 °C são aquecidas fazendo-as passar
através de um forno mantido a 700 °. As placas permanecem no forno durante um
período de 10 min. Tomando o coeficiente de transferência de calor por convecção igual
a h = 80 W/m2·°C, determinar a temperatura da superfície do placas quando eles saem
do forno. RESP: 445°C
6) A temperatura de uma corrente de gás é medida por um termopar, cuja junção pode
ser aproximada como uma esfera de 1,2 mm de diâmetro. As propriedades da junção são
k = 35 W/m·°C, ρ = 8500 kg/m3, e Cp = 320 J/kg·°C, e o coeficiente de transferência de
calor entre a junção e o gás é h = 65 W/m2·°C. Determinar quanto tempo levará para
que o termopar leia 99 % diferença de temperatura inicial. RESP: 38,5 s
Convecção forçada externa e interna
7) Óleo do motor a 80 °C flui sobre uma placa de 6 m de comprimento plana cuja
temperatura é de 30 °C com uma velocidade de 3 m/s. Determinar a força de arrasto
total e a taxa de transferência de calor ao longo de toda a placa por unidade de largura.
RESP: 81,3 N, 20,5 kW
8) A superfície superior do carro de passageiro de um trem em movimento a uma
velocidade de 70 km/h, 2,8 m de largura e 8 m de comprimento absorve radiação solar,
a uma taxa de 200 W/m2, e a temperatura do ar ambiente é de 30 °C. Assumindo que o
teto do carro é perfeitamente isolado e a transferência de calor por radiação com o meio
envolvente é pequena em relação à convecção, determinar a temperatura de equilíbrio
da superfície no topo do carro. RESP: 35,1 °C
9) Um longo tubo de vapor de 8 cm de diâmetro, cuja temperatura da superfície externa
é de 90 °C atravessa uma área aberta que não está protegida contra os ventos.
Determinar a taxa de perda de calor a partir do tubo por unidade do seu comprimento,
quando o ar está a uma pressão de 1 atm e 7 ° C e o vento sopra através do tubo a uma
velocidade de 50 km/h. RESP: 1130 W
10) Uma pessoa mediana gera calor a uma taxa de 84 W enquanto descansa.
Assumindo que um quarto deste calor é perdido a partir da cabeça e desprezando
radiação, determinar a temperatura média da superfície da cabeça quando ela não está
coberta e está sujeita a ventos a 10 °C e 35 km/h. A cabeça pode ser aproximada como
uma esfera de 30 cm de diâmetro. RESP: 12,7 °C
11) O ar entra em um duto de seção retangular com 7 m de comprimento com seção
transversal de 15 cm x 20 cm a 50 ° C e uma velocidade média de 7 m/s. Se as paredes
do duto são mantidos a 10 °C, determinar:
a) A temperatura de saída do ar. RESP: 32.8°C
b) A taxa de transferência de calor do ar. RESP: 3674 W
c) A potência de alimentação do ventilador necessária para ultrapassar as perdas de
carga na seção do duto. RESP 4.2 W
DCAT – ENGENHARIA MECÂNICA
Transferência de Calor 2015.2
Profª Ruthinéia Jéssica Alves do Nascimento

12) Uma casa construída na margem de um rio é refrigerada no verão, utilizando a água
fria do rio, que flui a uma temperatura média de 15 °C. Um duto de seção circular de 15
m e diâmetro de 20 cm passa através da água. O ar
entra no duto a 25 ° C e com uma velocidade de 3 m/s.
Assumindo que a superfície do tubo está na
temperatura da água, determinar a temperatura de saída
do ar à medida que este sai da parte submersa do duto.
Para uma eficiência global de 55%, determinar a
potência do ventilador necessária para vencer a
resistência do fluxo nesta seção do duto. RESP 18,6°C, 1,54W
13) Vapor geotérmico a 165 °C condensa-se na parte do casco de um trocador de calor
ao longo dos tubos por onde a água escoa. A água entra no duto de 4 cm de diâmetro e
14 m de comprimento a 20 °C e vazão igual a 0,8 kg/s. Determinar a temperatura de
saída da água e da taxa de condensação do vapor de água. RESP 148,8 °C, 0,204 kg/s
14) Um duto horizontal de 10 m de comprimento e 6 cm de diâmetro transporta água
quente e passa por uma grande sala cuja temperatura é de 22 °C. Se a temperatura e a
emissividade da superfície exterior do tubo são de 65 °C e 0,8, respectivamente,
determinar a taxa de perda de calor a partir do tubo por convecção natural. RESP:
477,6W
15) Considere uma placa quadrada de seção 2 ft x 2 ft em um quarto a 75 °F. Um lado
da placa é mantido a uma temperatura de 130 °F, enquanto o outro lado é isolado.
Determinar a taxa de transferência de calor a partir da placa por convecção natural, se a
placa está:
a) Vertical. RESP: 173,1 Btu/h
b) Horizontal com a superfície quente virada para cima. RESP: 197,4 Btu/h
c) Horizontal com a superfície quente virada para baixo. RESP: 98,7 Btu/h