Você está na página 1de 2

Lista De Atividades Valor 1,0

Data: ____/_____/______
Ano / Série:______________
Aluno ( a):______________________________________________________________________________________Nº_______________________________
Profª: Joyce Cardoso____________________________________________________ Disciplina: Produção de texto____________________

1ª QUESTAO-ALTERNATIVA– QUESTÃO –B – ( 0,10 ponto ) 3ª QUESTAO-ALTERNATIVA -


INTERPRETAÇÃO O segmento do texto que se volta para INTERPRETAÇÃO
ENTREVISTA COM MICHAEL a própria construção do texto é: O solvente, segundo a onda
SERMER terrorista espalhada no país, é uma
A[ “Não digo isso tomando o termo espécie de veneno químico que
Repórter: Como o senhor justifica a progresso como uma coisa boa, mas inescrupulosos donos de postos e
vantagem do pensamento científico sim como um fato.” distribuidoras mal-intencionadas
sobre o obscurantismo? B[ ] “O mesmo não ocorre na arte, por deram de adicionar à gasolina. Com
MS - A ciência é o único campo do exemplo.” isso, esses bandidos estariam
conhecimento humano com C[ ] “Na religião, padres, rabinos e lesando os concorrentes (porque
característica progressista. Não digo pastores não pretendem melhorar as pagam barato pelos adulterantes),
isso tomando o termo progresso pregações de seus mestres.” os cofres públicos (porque os
5 como uma coisa boa, mas sim como D[ ] “Para avançar, a ciência se livra impostos significam 70% do custo da
um fato. O mesmo não ocorre na arte, dos erros e teorias obsoletas com gasolina; mas são baixos quando
por exemplo. Os artistas não enorme facilidade.” aplicados diretamente sobre os
melhoram o estilo de seus E[ ] “Como a natureza, é capaz de solventes) e o consumidor, já que os
antecessores, eles simplesmente o preservar os ganhos e erradicar os produtos estranhos teriam uma
mudam. Na religião, padres, rabinos erros para continuar a existir.” atuação demoníaca na saúde do
e pastores não pretendem melhorar _________________________ motor e dos componentes do carro,
as pregações de seus mestres. Eles as 2ª QUESTAO-ALTERNATIVA– roendo mangueiras e detonando –
imitam, interpretam e repetem aos INTERPRETAÇÃO no pior dos sentidos – o sistema de
discípulos. Astrólogos, médiuns e “Como a natureza, é capaz de combustão. Pior: quando adicionado
místicos não preservar os ganhos e erradicar os por especialistas, o solvente quase
10 corrigem os erros de seus erros para continuar a existir.”; a não deixa pistas. É indetectível em
predecessores, eles os perpetuam. A forma EQUIVOCADA de reescrever- testes simples e imperceptível
ciência, não. Tem características de se esse mesmo segmento é: durante o funcionamento do veículo.
autocorreção que operam como a ____________________________ Para cercar esse inimigo, QUATRO
seleção natural. Para avançar, a QUESTÃO –A – ( 0,10 ponto). RODAS recorreu ao Instituto de
ciência se livra dos erros e teorias A[ ] É capaz, como a natureza, de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo,
obsoletas com enorme facilidade. preservar os ganhos e erradicar os o insuspeito IPT. Na tentativa de
Como a natureza, é capaz de erros para continuar a existir. flagrar postos que estivessem
preservar os ganhos e erradicar os B[ ] Como a natureza, para continuar misturando substâncias estranhas à
erros para continuar a existir. a existir, é capaz de preservar os gasolina, repórteres coletaram
(Diretor da ONG contra superstições -Veja, n° ganhos e erradicar os erros. amostras de combustível Brasil
1733) C[ ] Para continuar a existir, é capaz afora, para submetê-las à
de preservar os ganhos e erradicar os cromatografia, um método capaz de
QUESTÃO –A – ( 0,10 ponto ) erros, como a natureza. revelar cada componente de uma
Em termos argumentativos, pode-se D[ ] É capaz de preservar os ganhos, amostra, bem como a quantidade de
dizer que: como a natureza, e erradicar os erros cada elemento na mistura. No
para continuar a existir. primeiro lote, de doze amostras
A[ ] a argumentação apresentada E[ ] É capaz de preservar os ganhos e reunidas numa viagem 20 entre
por MS se apoia em testemunhos de erradicar os erros, como a natureza, Buenos Aires e São Paulo, uma
autoridade. para continuar a existir. revelação esperada: segundo o laudo
B[ ] a tese apresentada está explícita do IPT, quatro delas estavam
_________________________
em “a ciência se livra dos erros e adulteradas pela presença de
QUESTÃO –B – ( 0,10 ponto)
teorias obsoletas com enorme solventes em proporções acima das
Astrólogos, médiuns e místicos
facilidade”. encontradas na gasolina de
trabalham, respectivamente, com:
C[ ] o público-alvo a ser convencido referência da refinaria Replan, de
é o conjunto de pessoas ligadas, de Paulínia, a 117 quilômetros da
A[ ] astros, energia cósmica e
uma maneira ou outra, ao capital paulista.
truques
obscurantismo.
B[ ] astronomia, forças espirituais e (D. Schelp e L. Martins, na Quatro
D[ ] os argumentos apresentados na
magia Rodas, março/00)
defesa da tese se fundamentam ora
C[ ] astrologia, espíritos
na intimidação, ora na persuasão. QUESTÃO –A – ( 0,10 ponto )
desencarnados e falsificações
E[ ] por ser de caráter científico, a A alternativa em que se substituem,
D[ ] astros, entidades espirituais e
subjetividade do argumentador é sem alteração de sentido, os
esoterismo
completamente desprezada na elementos conectores “segundo” (/.
E[ ] astrologia, energia pura e
argumentação.
comunicação
1), “com isso” (/. 5), “já que” (/. 15) e consiste em defender idéias precisamente isto que somos, mas
”para”(/. 25) é: próprias, mas aceitando que o outro aquilo que os outros vêem. Cuidado,
possa ter razão. Precisamos incauto leitor! Há casos, na vida, em
A[ ] conforme, apesar disso, porque, reconhecer velhas verdades: a que alguns acabam adaptando-se a
a fim de violência gera violência; todo poder essas imagens enganosas,
B[ ] consoante, dessa forma, uma vez é abusivo; o fanatismo é inimigo da despersonalizandose num segundo
que, a fim de razão; todas as vidas são “eu”. Que pode uma alma, ainda por
C[ ] consoante, assim, uma vez que, preciosas; a guerra jamais é cima invisível, contra o testemunho
por gloriosa, exceto para os vencedores de milhares de espelhos? Eis aqui um
D[ ] não obstante, dessa forma, que crêem que Deus está ao lado dos grave assunto para um conto, uma
porquanto, a fim de grandes exércitos. A solidariedade e novela, um romance, ou uma tese de
E[ ] conforme, aliás, uma vez que, por a tolerância democrática, mestrado em Psicologia.
_________________________ inexistentes no nosso tempo, (Mário Quintana, Na volta da esquina. Porto
QUESTÃO –B – ( 0,10 ponto ) implicam uma revolução em nossas Alegre, Globo, 1979, p. 79)
Segundo o texto: mentalidades e na aceitação do que
percebemos como diferentes, ________________________________________
para se configurar uma sociedade QUESTÃO –A – ( 0,10 ponto )
A[ ] a gasolina brasileira é sempre
multicultural. Esses são os desafios Nesta crônica, Mário Quintana
adulterada nos postos de gasolina.
B[ ] a gasolina argentina é superior à éticos que deveríamos enfrentar,
sem a arrogância dos países A[ ] vale-se de um incidente de seu
brasileira.
desenvolvidos e sem a tempo de criança, para mostrar a
C[ ] os donos de postos de gasolina e,
marginalização dos importância que tem a imaginação
principalmente, distribuidoras mal-
subdesenvolvidos, afundados na infantil.
intencionadas têm adicionado
miséria e na fome. B[ ] alude às propriedades ilusórias
solventes à gasolina.
(Carlos Alberto Rabaça, em O Dia, 21 dos espelhos, para mostrar que as
D[ ] a situação é mais grave se o
/11 / 01) crianças sentiam-se inteiramente
solvente é adicionado sob a
__________________________________________ capturadas por eles.
orientação de pessoas que detenham
QUESTÃO –A – ( 0,10 ponto ) C[ ] lembra-se das velhas táticas dos
uma técnica apurada.
Para o autor, o maior problema do comerciantes, para concluir que
E[ ] a situação é tão grave que nem a
mundo atual é: aqueles tempos eram bem mais
cromatografia tem sido capaz de
ingênuos que os de hoje.
mostrar a adulteração da gasolina.
A[ ] o fanatismo religioso D[ ] alude a um antigo chamariz
________________________ publicitário, para refletir sobre a
4ª QUESTAO-ALTERNATIVA - B[ ] as ditaduras
C[ ] a intolerância personalidade profunda e sua
INTERPRETAÇÃO imagem exterior.
D[ ] a violência
TOLERÂNCIA E[ ] a miséria E[ ] vale-se de um fato curioso que
observava quando criança, para
Quando o mundo se torna violento,
__________________________ defender a tese de que o mundo já foi
buscamos uma explicação em que a QUESTÃO –B – ( 0,10 ponto )
mais alegre e poético.
compreensão se expresse em atos e Segundo o texto, ser livre é:
_________________________
palavras. Mas como explicar a QUESTÃO –B – (0,10 ponto )
tortura, o assassinato, a censura, o A[ ] fazer o que se quer.
Considere as seguintes afirmações:
imperialismo ou o terrorismo, B[ ] valorizar as suas ideias, em
ferramentas favoritas dos detrimento das dos outros.
I. O autor mostra que, quando
repressores que querem evitar C[ ] ter suas ideias e admitir as dos
criança, não imaginava a força que
qualquer opinião outros.
pode ter a imagem que os outros
divergente? D[ ] viver intensamente.
fazem de nós.
Histórias recentes da América E[ ] não se preocupar com a
Latina, da Europa e do Oriente Médio intolerância do mundo.
II. As crianças deixavam-se cativar
comprovam tais fatos: é o caso de __________________________ pela magia dos espelhos, chegando
Cuba de Castro, do Peru de Fujimori 5ª QUESTAO-ALTERNATIVA - mesmo a confundir as imagens com a
e dos radicalismos políticos, de triste INTERPRETAÇÃO realidade.
memória, da Argentina e do Brasil; é A REGIÃO DA INFLUÊNCIA DOS
a incompreensão de protestantes e ESPELHOS III. O autor sustenta a ideia de que as
católicos, na Irlanda; é a Tu lembras daqueles grandes crianças são menos convictas da
questão entre judeus e palestinos, espelhos côncavos ou convexos que própria identidade do que os adultos.
que faz sangrar a Terra Santa. O em certos estabelecimentos os Em relação ao texto, está correto o
fanatismo defensor de uma verdade proprietários colocavam à entrada que se afirma em:
aceita como única não é patrimônio para atrair os fregueses, achatando-
exclusivo das ditaduras. Hoje os os, alongando-os, deformando-os a) I, II e III
fundamentalismos religiosos, nas mais estranhas configurações? b) III, apenas
misturados a frustrações Nós, as crianças de então, c) II e III, apenas
econômicas e sociais, são a achávamos uma bruta graça, por d) I e II, apenas
expressão patológica de uma quebra saber que era tudo ilusão, embora e) I, apenas
de equilíbrio do universo. Como, talvez nem conhecêssemos o sentido
então, enfrentá-los? da palavra “ilusão”. Não, nós bem
Não há melhor antídoto contra a sabíamos que não éramos aquilo!
conduta intolerante que a liberdade, Depois, ao crescer, descobrimos que,
conseqüência da pluralidade, que para os outros, não éramos