Você está na página 1de 16

1) O Triângulo Retângulo 3) Ângulos Notáveis

Hipotenusa Ângulo Agudo


 45º
a 30º l 2
l l
c l 3
Ângulo Reto 2
60º 45º

l l
b 2

Ângulo Agudo Catetos

2) Razões Trigonométricas

a 
c 30º 45º 60º

b sen
2 2 2

cos
c b 2 2 2
sen  = sen  =
a a
b c tg
cos  = cos  =
a a
c b
tg  = tg  = 4) Relação Fundamental da Trigonometria
b c

a 
Observações: c

sen  = cos 
b
cos  = sen 
1
tg  = Teorema de Pitágoras:
tg b 2 2 2
c +b =a
2 2
c b a2
+ =
a 2 a 2 a2
2 2
æc ö÷ æb ö÷
çç ÷ + çç ÷ = 1
èça ø÷ çèa ø÷

2 2
sen  + cos  = 1

www.tgmat.com
1
5) Relações Trigonométricas 7) Arcos Côngruos

Grupo1
o o o
1 30º, 390 , 750 , 1110 ,
sec x = o o
cos x -330 , -690 , ...
1
cosec x =
sen x
1
cot g x =
tg x
M.D.P.= 30º

Expressão Geral:
30º + k.360º; kZ
Grupo 2
K= 030º+ 0.360º = 30º
sen x
tg x = K= 130º+ 1.360º = 390º
cos x K= 230º+ 2.360º = 750º
K= 330º+ 3.360º = 1110º
tg2 x + 1 = sec 2 x K= -130º+ (-1).360º = -330º
K= -230º+ (-2).360º = -690º
1 + cotg2 x = cosec 2 x
Exemplo:
o
Encontre a MDP do arco 1920 e determine o
quadrante ao qual este arco pertence.

6) Ciclo Trigonométrico

90º

Exemplo:
o
180º 0º Encontre a MDP do arco -3030 e determine o
quadrante ao qual este arco pertence.
360º

270º

www.tgmat.com
2
8) Seno e Cosseno no Ciclo 10) Redução ao Primeiro Quadrante

o
90º 90
o o
C A 120 60
o o
135 45
o o
180º 0º 150 30
0 B 360º
o o
180 0
o
360
270º
o o
210 330
o o
225 315
o o
240 300
o
270

9) Sinal das Funções Trigonométricas

www.tgmat.com
3
EXERCÍCIOS DE AULA 3) Caminhando em linha reta ao longo de uma
praia, um banhista vai de um ponto A a um
1) Do quadrilátero ABCD da figura a seguir, ponto B, cobrindo a distancia AB=1.200 metros.
Quando em A ele avista um navio parado em N
de tal maneira que o ângulo NAB é de 60°; e
quando em B, verifica que o ângulo NBA é de
45°. Calcule a distância a que se encontra o
navio da praia.
a) 600(3 - 3 ) m
b) 500(3 + 3) m
c) 400(3 - 3) m

sabe-se que: os ângulos internos de vértices A d) 400(3 + 3) m


e C são retos; os ângulos CDB e ADB medem, e) 600(3 + 3) m
respectivamente, 45° e 30°; o lado CD mede
2dm. Então, os lados AD e AB medem,
respectivamente, em dm:
a) 6 e 3 .
b) 5 e 3.
c) 6 e 2.
d) 6 e 5.
e) 3 e 5.

4) Considere, no sistema de coordenadas


retangulares OXY, o ponto P(1, 3 ). Se
rotacionarmos o segmento OP de 30° em torno
do ponto O no sentido anti-horário, obteremos o
segmento OP'. Determine o quadrado da soma
das coordenadas de P'.

2)A figura adiante representa o perfil de uma


escada cujos degraus têm todos a mesma
extensão, além de mesma altura. Se AB=2m e
BCA mede 30°, então a medida da extensão de
cada degrau é:
2 3
a) m
3
2 5) A rampa de acesso à garagem de um edifício
b) m
3 sobre um terreno plano tem forma retangular e
3 determina um ângulo de 60° com o solo.
c) m Sabendo-se que ao meio-dia a sombra da
6 2
rampa tem área igual a 36m , calcule a área da
3 rampa.
d) m
2
3
e) m
3

www.tgmat.com
4
6) Na planta da figura, calcule a medida do lado
do terreno em forma de trapézio, que dá frente 8) A figura a seguir é um corte vertical de uma
para a rua A. peça usada em certo tipo de máquina. No corte
aparecem dois círculos, com raios de 3cm e
4cm, um suporte vertical e um apoio horizontal.

a) 5 3 m
b) 2 3 m
20 3
c) m
3 A partir das medidas indicadas na figura,
d) 10 3 m conclui-se que a altura do suporte é:
a) 7 cm
e) 3 3 m
b) 11 cm
c) 12 cm
d) 14 cm
e) 16 cm

7) Se no triângulo retângulo ABC, mostrado na


figura, =/6, AD=AB=4, calcule o comprimento 9) Um disco voador é avistado, numa região
do segmento DE paralelo a AB. plana, a uma certa altitude, parado no ar. Em
certo instante, algo se desprende da nave e cai
a) 4-2 3 em queda livre, conforme mostra a figura. A que
b) 5+2 3 altitude se encontra esse disco voador?
c) 6- 3
d) 4+ 3
e) 5-2 3

Considere as afirmativas:

I - a distância d é conhecida;
II - a medida do ângulo  e a tg do mesmo
ângulo são conhecidas.

Então, tem-se que:


a) a I sozinha é suficiente para responder à
pergunta, mas a ll, sozinha, não.
b) a II sozinha é suficiente para responder à
pergunta, mas a l, sozinha, não.
www.tgmat.com
5
c) I e II, juntas, são suficientes para responder à 12) Duas rodovias retilíneas A e B se cruzam
pergunta, mas nenhuma delas, sozinha, não é: formando um ângulo de 45°. Um posto de
d) ambas são, sozinhas, suficientes para gasolina se encontra na rodovia A, a 4 km do
responder à pergunta. cruzamento. Pelo posto passa uma rodovia
e) a pergunta não pode ser respondida por falta retilínea C, perpendicular à rodovia B. A
de dados. distância do posto de gasolina à rodovia B, indo
através de C, em quilômetros, é
2
a) .
8
10) Na figura abaixo, os pontos B e C
pertencem à reta r e os segmentos AB e CD são 2
b) .
paralelos. Sabe-se ainda que a distância entre 4
os pontos B e C é igual a metade da distância 3
entre A e D, e a medida do ângulo ACD é 45°. O c) .
ângulo CAD mede: 2
a) 115° d) 2 .
b) 105° e) 2 2 .
c) 100°
d) 90°
e) 75°

13) A figura a seguir é um prisma reto, cuja


base é um triângulo eqüilátero de 10 2 cm de
lado e cuja altura mede 5 cm. Se M é o ponto
11) No cubo de base ABCD, conforme a figura médio de aresta DF, o seno do ângulo BME é
abaixo, marca-se o ponto P, centro da face 5
a)
EFGH. A medida, em graus, do ângulo PBD é 5
um valor entre:
7
b)
a) 0 e 30 7
b) 30 e 45 3
c)
c) 45 e 60 2
d) 60 e 90 d) 1/4
e) 90 e 120 e) 2/5

www.tgmat.com
6
14) Um navio, navegando em linha reta, passa 16) Uma telha de um galinheiro quebrou. Em
sucessivamente pelos pontos A e B. O dias chuvosos, uma goteira produz no chão,
comandante, quando o navio está no ponto A, embaixo da telha quebrada, uma pequena poça
observa um farol num ponto C e calcula o de água, a 1,85 m de uma das paredes do
ângulo ACB = 30°. Sabendo-se que o ângulo galinheiro, conforme a figura. Considerando que
ABC é reto e que a distância entre os pontos A a espessura dessa parede é 15 cm e que d é a
e B é de 6 milhas, pergunta-se de quantas distância entre o ponto mais alto do telhado e a
2
milhas é a distância entre o farol e o ponto B. quebra da telha, calcule, em metros, d + 20.
a) 6 3 milhas
b) 18 3 milhas
c) 2 3 milhas
d) 3 3 milhas
e) 5 3 milhas

15) A partir de um ponto, observa-se o topo de


um prédio sob um ângulo de 30º. Caminhando-
se 24 m em direção ao prédio, atingimos outro
ponto, onde se vê o topo do prédio sob um
ângulo de 60º. Desprezando a altura do
17) Dois homens, H1 e H2, com 2 m e 1,5 m de
observador, calcule em metros a altura do
altura, respectivamente, estão em pé numa
prédio.
calçada, em lados opostos de um poste de 5 m
de comprimento, iluminados por uma lâmpada
desse poste, como mostra a figura. Determine a
distância (em metros) entre os homens.

a) 2 3 m a) ( 3 +7) m
b) 15 3 m b) (5 3 +5) m
c) 10 3 m c) ( 3 +8) m
d) 13 3 m d) 3 3 m
e) 12 3 m e) (3 3 +7) m

www.tgmat.com
7
18) Para medir a largura AC de um rio um 20) Um reservatório de água está localizado
homem usou o seguinte procedimento: localizou num ponto P de um terreno plano, conforme
um ponto B de onde podia ver na margem representado abaixo. Ela é avistada do ponto A
oposta uma árvore C, de modo que o ângulo sob um ângulo de 30° e do ponto B sob um
ABC fosse 30°. Determinou o ponto D no ângulo de 45°. Sabendo-se que a medida do
prolongamento CA de forma que o ângulo CBD ângulo APB é 90° e a distância entre os pontos
fosse 90°. Medindo AD = 60 m, achou a largura A e B é 100 m, calcule, em metros, a altura do
do rio, que é igual a: reservatório.
a) 15 m
b) 20 m
c) 25 m
d) 30 m
e) 40 m

19) Um observador, no ponto O da figura


abaixo, vê um prédio segundo um ângulo de
21) (Fuvest-SP) No quadrilátero ABCD da figura
75°, Se esse observador está situado a uma
ao lado, E é um ponto sobre o lado AD tal que o
distância de 12 m do prédio e a 12 m de altura
ângulo A B E mede 60° e os ângulos E B
Ce
do plano horizontal que passa pelo pé do
prédio, então a altura do prédio, em metros, é:  D são retos. Sabe-se ainda que AB = CD =
BC
a) 4(3+ 3 ) m 3 e BC = 1. Determine a medida de AD.
b) 3 m
3
c) m
2
d) 6( 2 +2) m
1
e) m
2

a) 5 m
b) 2 7 m
c) 7m
d) 3 7 m
e) 5 7 m

www.tgmat.com
8
22) Na figura abaixo, os triângulos são 24) Se x pertence ao 4º quadrante e sec x =
retângulos, com hipotenusa comum AC,sendo 1 + tgx + cos ecx
ABC um triângulo isósceles com catetos 2 , então a expressão é
1 + cot gx - cos ecx
medindo 4 cm.
igual a:
a) -1
b) 0
c) 2
d) -2
e) 

Se o cateto AD do triângulo ADC mede 2


cm,então o valor de tg x é:
7
a)
4
b) 7
7
c)
2
7
d)
3
7
e)
7

 37  .  11  tem


25) A expressão 2.sen    3 tg  
 6   4 
valor igual a:
a) 3 3
b) 4

3p c) 3 + 1
23) Se tg  = 2 e  <  < , então cos  é
2 d) –2
igual a: e) –2 3
3
a) -
2
1
b) -
2
5
c) -
5
3
d)
2
1
e)
2

www.tgmat.com
9
kp 28) Determine o maior valor de a de modo que
26) Considere o ângulo   , k  Z. Sobre o
2 a 1
tenhamos, simultaneamente, cos x = e
produto sen  . cos  . tg  . cotg  . sec  . a
cosec , pode-se afirmar que é igual a: 1
sen x = .
a
a) 1
3
b)
2
c) 0
2
d) -
2
e) - 1

29) Sendo  uma solução da equação


2 2 2 2
tg  = cos  - sen , o valor da tg  é:
a) 2 - 1
b) 2 1
p c) 3 - 1
27) Se cotg  + tg  = 8, 0 <  < , então (sen 
2 d) 3 +1
2
+ cos ) é igual a:
3 e) 2 3
a)
4
4
b)
5
5
c)
4
4
d)
3
2
e)
3

www.tgmat.com
10
3 32) Dado sen x = 1/2, o valor da expressão
30) A expressão sen ( +x) + cos (4-x), para
2 9
sen (10+x) + cos ( -x) é:
todo x real, é equivalente a: 2
a) sen x + cos x a) 1/4
b) sen x - cos x b) 0
c) 2.sen x c) 1
d) 0 d) 1/2
e) -2.cos x e) -1

o
31) O valor de tg 3520 é igual ao valor de: 
a) - tg 80
o 33) Sabe-se que o sen ( -x) = 1/2. Determine o
o 2
b) - tg 8 valor da expressão cos (-x) + cos (+x).
o
c) - tg 10 a) -2
o
d) tg 10 b) -1
o
e) tg 80 c) 0
d) 1
e) 1/2

www.tgmat.com
11
o
34) O valor do sen 1200 é igual ao valor de: 36) Se tg x = t, então tg (-x) é igual a:
o
a) cos 60 a) 0
o
b) -sen 60 b) t
o
c) cos 30 c) -t
3
d) – sen 30 d) -t
o
e) sen 45 
e) -t
2

sen 2460o. cos 1110o


35) Dado M = , pode-se
tg 2205o 37) Se o cos x = -1/2 e 0  x  2, então:
dizer que: a) x = 4/3 ou x = 5/3
a) M = 3 b) x = /3 ou x = 2/3
b) M = -3/4 c) x = 2/3 ou x = 4/3
c) M = -3/8 d) x = /3 ou x = 7/3
d) M = -1/8 e) x = 4/3 ou x = 
e) M = 3/4

www.tgmat.com
12
38)(UPE - 2002) Sabendo que Ln x é o 39)(UPE - MAT 1 - 2005) Julgue as sentenças:
logaritmo neperiano de x, e que e é o número
2
de Napier (Base Natural), julgue as sentenças: 0-0 Se sec x = cos x, então sen x = 0.

0-0 Se x  [0;  ] , a equação sen 3x = 0 tem 3 1-1 Se tg x = 1, então sec x = 2.


soluções.
2 3 
1-1 Se tg x = e sec x<0, então cos x = . 2-2 Se cossec x = sen x, então x = k   ,
3 13 2
2-2 A equação sen x – cos x = 0 tem 4 onde k é um número inteiro.
soluções no intervalo [0 ; 2].

3-3 tg x = 1, então x = k   , onde k é um
3-3 A equação sen x = Ln x não tem solução 4
no conjunto dos números reais. número inteiro.

4-4 Se f : [0; 2 ]→ R, definida por 4-4 sen (   x ) = cos x.,  x  R.


f(x)= eLn(sen x) , então, f(x) = 1 tem duas soluções

www.tgmat.com
13
40) Um retângulo com lados adjacentes 43) Um dos valores de a que verifica
 simultaneamente as igualdades tgx = a - 1 e
medindo sen a e cos a, com 0  a  , tem
2 sec x = a+6 é:
perímetro igual a 6 m. A área do retângulo em a)-4
2
m é: b)-2
a)1/4 c)2
b)3/5 d)3
c)4/5 e)4
d)5/4
e)4

44) Simplificando a expressão


cos(2  x). cos(   x)
y= , temos:
41) Para que valores de z temos 
simultaneamente sen x = z+1 e cos x = z? sen(   x).sen(  x)
2
a)1 e 0 a) y = tg x
b)-1 e 0 b) y = cotg x
c)-1 e 1 c) y = sen x . cos x
d)2 e 1 d) y = -sen x
e)-2 e 0 e) y = -cos x

42) Sabe-se que sen x = a  0 e cos x = b  0 .


Logo, tgx + cotg x é:
a+ b
a)
ab
ab
b)
a+ b
ab
c) 2 2
a +b
1
d)
ab
1
e) 2 2
a +b

www.tgmat.com
14
45) Qual é o segundo menor valor real positivo 47) A soma das raízes da equação
2 2
1 trigonométrica 4.sen x - 6.cos x + 1 = 0
de x tal que 4  sen x = ? resolvida no intervalo [0, 2], é:
2
a) 5/6 a) 4
b) /3 b) 2
c) /6 c) 
d) /4 d) 3
e) 5/4 e) 5

2
46) (UFPE-2004) Sabendo-se que sen x - 3.sen
2
x.cos x + 2.cos x = 0, temos que os possíveis
valores para tg x são: 2
a) 0 e -1 48) Resolvendo a equação 3.(1-cos x) = sen x,
b) 0 e 1 encontra-se a solução:
o
c) 1 e 2 a) x = k. 180 ; kZ
o o
d) -1 e -2 b) x = 180 + k. 360 ; kZ
o o
e) -2 e 0 c) x = 90 + k. 360 ; kZ
o
d) x = k. 360 ; kZ
o
e) x = k. 180 ; kZ

www.tgmat.com
15
49) No retângulo da figura, cos  vale:

2
a)
2
1
b)
2
3
c)
2
1
d)
3
1
e)
4

50) Na figura, tem-se: AB=AC=6, BC=BD=4 e



CBQ=QBD  . A tangente do ângulo CBQ
 vale:
2
a)
4 A
2
b)
2
1+ 2
c) D
2
2 -1
d) Q
2
1
e)
4 B C

GABARITO:
1) C 11) C 21) C 31) A 41) B
2) E 12) E 22) E 32) C 42) D
3) A 13) B 23) C 33) B 43) E
4) 04 14) A 24) A 34) C 44) B
5) 72 15) E 25) D 35) B 45) A
6) C 16) 28 26) A 36) C 46) C
7) A 17) E 27) C 37) C 47) A
8) B 18) B 28) 02 38) VFFFF 48) D
9) C 19) A 29) A 39) VFVVF 49) B
10) B 20) 50 30) D 40) A 50) A

www.tgmat.com
16