Você está na página 1de 36

ESTO001-17

Circuitos Elétricos
e Fotônica

Polarização
Polarizadores

2019.3 1
Polarização
 Propriedade de ondas transversais  qualquer onda eletromagnética
(EM) (inclusive a luz)

 Onda EM é transversal  campos eletromagnéticos oscilam em


direções perpendiculares entre si e perpendiculares à direção de
propagação e do fluxo de energia.

Tipos de polarização:

o Linear (campo elétrico oscila em uma direção única)

o Circular
(campo elétrico gira durante a propagação)
o Elíptica

2
Luz Natural ou Luz não polarizada
 Quando a direção de E flutua rapidamente, a luz é dita aleatoriamente
ou randomicamente polarizada (ou não polarizada)
Fontes de luz ordinárias (sol, chama de vela, lâmpada incandescente,
lâmpada de descarga, etc...) são formadas por um grande número de
emissores atômicos, com orientações aleatórias. Cada átomo excitado
emite um trem de onda polarizado por apenas alguns ns. A onda
resultante é a soma de todos os trens de onda, que não apresentam
relação de fase e de polarização entre si.

3
Polarização de onda transversal

 onda passa pela fenda F1 mas não pela fenda F2


direção (plano) de vibração poderá ser selecionado
 energia poderá ser bloqueada num determinado plano
 olhos humanos não conseguem distinguir luz polarizada de não
polarizada
 alguns animais (ex: abelhas, pombos) detectam luz polarizada

http://www.alunosonline.com.br/fisica/polarizacao-ondas.html 4
Polarização da Luz
A direção de polarização da luz é definida pela direção do vetor campo
elétrico E
Plano de polarização (vibração do campo): definido pelos vetores E e k

Luz linearmente polarizada  a orientação de E é constante


(embora a amplitude varie com o tempo)

5
Polarização da Luz
Descrição do campo elétrico de uma onda plana linearmente
polarizada na direção x se propagando na direção + z com velocidade  k
E  Ex xˆ  Onda linearmente polarizada na direção x

Forma real: Ex  E0 cos(kz  t )


Forma complexa: Ex  E0 exp[ j (kz  t )]  E0 exp( jkz) exp( jt )

6
Polarização Linear
Linear vertical Linear horizontal

Representação do
vetor campo elétrico
(o vetor do campo
magnético é
perpendicular)

Linear em direção arbitrária

http://www.qsl.net/py4zbz/antenas/polarizacao.htm 7
DESCRIÇÃO GERAL DE UMA ONDA LINEARMENTE POLARIZADA

Propagação na direção z E  E0 cos(kz  t )


Representando em termos das componentes x e y:

E0  E x xˆ  E y yˆ

Se E 0 = Constante  Polarização linear


 Amplitude da onda E  E0

y Direção de polarização tan  E y E x


E0
E0y E x  E cos

x
E y  E sin
E0x

8
Luz Linearmente Polarizada
E x  E  x cos(kz  t )
E  E x xˆ  E y yˆ
E y  E  y cos(kz  t )
Direção de polarização
  arctan( E y E x ) Componentes x e y oscilando EM FASE
y

E0 x
E0y Ex

E0x x z
Ey
y

9
Luz Linearmente Polarizada
Introduzindo defasagem  em
uma das componentes:
Ex  E0 x cos(kz  t )
E  E x xˆ  E y yˆ
Ey  E0 y cos(kz  t   )   E0 y cos(kz  t )

Direção de polarização y Componentes x e y oscilando


  arctan(  E y E x ) EM CONTRA-FASE
E0x
 x
 E0y
E0 Rotação na direção de
polarização: de + para 

10
Onda Circularmente Polarizada
Propagação na direção z

 As componentes x e y do campo elétrico têm mesma


amplitude e estão defasadas de /2
E  E x xˆ  E y yˆ
E x  E cos(kz  t )
E y  E cos(kz  t   )  E sin( kz  t )

11
Polarização Circular esquerda
x Polarização circular esquerda
(sentido anti-horário)

y
z

Polarização circular direita


(sentido horário)

http://www.qsl.net/py4zbz/antenas/polarizacao.htm http://en.wikipedia.org/wiki/Polarizer 12
Polarização Circular
x
 Polarização circular direita

x
E  E [cos(kz  t ) xˆ  sin( kz  t ) yˆ ]

y
y z

z
O vetor E gira no sentido horário quando a onda é vista contra o
sentido de propagação

x
Polarização circular esquerda

x
E  E [cos(kz  t ) xˆ  sin( kz  t ) yˆ ]

z
y z

O vetor E gira no sentido anti-horário quando a onda é vista


contra o sentido de propagação

13
Polarização Circular
Polarização circular direita Polarização circular esquerda
(sentido horário) (sentido anti-horário)

x
x

y
y
z
z

Ex Ey

http://www.g3tct.co.uk/diversity.html 14
Polarização Circular
FORMA COMPLEXA Êx

Polarização circular direita


Ex  E0 exp[ j (kz  t )] Êy
Êy defasado -/2

Ey  E0 exp[ j (kz  t   2)]  E0 exp( j  2) exp[ j (kz  t )] 


  jE0 exp[ j (kz  t )]

E  E0 ( xˆ  jyˆ ) exp j (kz  t ) Êy

Polarização circular esquerda Êx


Êy defasado +/2
Ex  E0 exp[ j (kz  t )]
Ey  E0 exp[ j (kz  t   2)]  jE0 exp[ j (kz  t )]

E  E0 ( xˆ  jyˆ ) exp j (kz  t )


15
Onda Elipticamente Polarizada
Propagação na direção z
As componentes x e y do campo elétrico têm diferentes
amplitudes e estão defasadas de  qualquer. Para  = /2 a elipse
tem os eixos principais nas direções x e y.

E x  E x cos(kz  t )
E  E x xˆ  E y yˆ Ey  E0 y cos(kz  t   )  E0 y sin(kz  t )
Para  = /2

E0 x  E0 y

16
Polarização Elíptica
E0 x  E0 y  qualquer e  0,180o ou E0 x  E0 y  qualquer e  0,90o, 180o

Polarização elíptica direita

E  E0 x cos(kz  t ) xˆ  E0 y cos(kz  t   ) yˆ
Êy defasado -
Polarização elíptica esquerda

E  E0 x cos(kz  t ) xˆ  E0 y cos(kz  t   ) yˆ
Êy defasado +
Forma complexa


Ε  E0 x xˆ  E0 y e j

yˆ exp j  kz  t 

17
Polarização Elíptica
E0 x  E0 y =/2
Polarização elíptica direita

E  E0 x cos(kz  t ) xˆ  E0 y sin(kz  t ) yˆ
Êy defasado -/2

Polarização elíptica esquerda

E  E0 x cos(kz  t ) xˆ  E0 y sin(kz  t ) yˆ
Êydefasado +/2
Forma complexa

Ε   E0 x xˆ E0 y jyˆ  exp j  kz  t 

18
Visualização da Polarização de ondas EM
http://www.amanogawa.com/archive/Polarization/Polarization.html

19
Visualização da Polarização de ondas EM
http://www.amanogawa.com/archive/Polarization2/Polarization2.html

20
Questões

1- Identifique o tipo de polarização de cada uma das seguintes ondas:

a) E  E0 cos(kz  t ) xˆ  E0 cos(kz  t ) yˆ
b) E  E0 sin 2 ( z /   ft ) xˆ  E0 sin 2 ( z /   ft ) yˆ
c)
E  E0 sin(kz   t) xˆ  E0 sin(kz  t   / 4) yˆ
d) E  E0 cos(kz  t ) xˆ  E0 cos(kz   t   / 2) yˆ

a) Resp.: linear
b) Resp.: linear
c) Resp.: elíptica direita

d) Resp.: circular direita

21
Polarizadores

 Dispositivos ópticos cuja entrada é a luz natural e a saída é uma luz


polarizada.

Tipos: polarizador linear, circular ou elíptico

Princípio de operação: anisotropia do material

http://en.wikipedia.org/wiki/Polarizer A Física através de experimentos, J. Peruzzo 22


Polarizador Linear
 Componente óptico que produz luz linearmente polarizada, a
partir, por exemplo, de luz natural.
 Eixo de transmissão: define a direção de polarização da luz
transmitida.

polarizador

Os polarizadores mais comuns são os chamados polaróides: filmes plásticos que


consistem de cristais (sulfato de iodoquinina) embebidos em um plástico transparente. Os
cristais têm forma de agulha e são alinhados durante a manufatura do filme, resultando em
um filme dicróico: o filme absorve a componente da luz alinhada com a direção de
alinhamento dos cristais e transmite a componente perpendicular (Inventor: E.H.Land, 1932)

23
Polarizador Linear
Luz transmitida através de um polarizador linear (polarizador ideal)

Dois polarizadores
alinhados com eixos
de transmissão
ortogonais bloqueiam
completamente a luz

24
Lei de Malus
CASO GERAL: E formando ângulo  com
eixo de transmissão Eixo de Direção de
transmissão polarização

E0
Componente
transmitida 
E cos

Componente bloqueada
E sin
I   S  ( ) E H   ( ) c E
E0 é a amplitude da onda incidente 
amplitude da onda transmitida é: ET  E cos

Irradiância incidente I   E I T  ET  E cos  


Lei de Malus

 Irradiância transmitida I T  I  cos  (1809)

25
Polarizador e Lei de Malus
•  muda rapidamente
eixo de transmissão
com o tempo
• Detecta-se o efeito
médio de todas as
direções de polarização
• O campo em cada
polarizador direção pode ser
I0 I0 / 2 decomposto nas
componentes horizontal
e vertical
 E0
IT  I 0 cos 2 E 0y

E0 x
I0 • A intensidade inicial da luz
IT  I 0 cos  
2
não polarizada é reduzida à
2 metade ao passar por um
polarizador ideal

https://moodle.ufsc.br/mod/book/tool/print/index.php?id=504306
26
Polarizador e Lei de Malus

Nesta imagem a luz incidente no polarizador vinha de um monitor LCD


(emite luz polarizada linearmente). Ao girar o polarizador de 90º desta
direção, nenhuma luz é transmitida.

http://en.wikipedia.org/wiki/Polarizing_filter_%28photography%29 27
POLARIZAÇÃO POR REFLEXÃO

Luz não-polarizada incidente em


ângulo com superfície (vidro, água, luz não-polarizada
luz refletida polarizada
asfalto, neve, superfícies não
metálicas)→ a luz refletida é
parcialmente polarizada

28
POLARIZAÇÃO POR ESPALHAMENTO
A luz incidente em um átomo ou molécula produz oscilação dos elétrons, que reemitem
(espalham) a luz incidente em diversos ângulos →
Geração de luz linearmente polarizada no plano perpendicular ao vetor de onda incidente

luz do sol não-polarizada

molécula

luz não-polarizada

luz linearmente luz parcialmente


polarizada polarizada

https://www.boundless.com/physics/textbooks/boundless-
http://sites.sinauer.com/animalcommunication2e/
chapter05.02.html
physics-textbook/wave-optics-26/further-topics- 29
176/polarization-by-scattering-and-reflecting-643-6054/
POLARIZAÇÃO POR ESPALHAMENTO

• A luz é uma onda transversal: o


campo elétrico vibra em direções
ortogonais ao feixe de luz
• Luz não polarizada: campo
elétrico vibra em todas as
direções no plano perpendicular
ao feixe
• Elétron da molécula onde a luz é
espalhada vibra nas mesmas
direções
• Se o plano é visto na lateral, as
vibrações são confinadas a uma
linha
• Luz espalhada para frente e para
trás → não polarizada
• A 90º do feixe → polarizada
• Direções intermediárias →
parcialmente polarizada

https://www.polarization.com/sky/sky.html 30
POLARIZADOR: USO COMO FILTRO EM FOTOGRAFIA

 Luz refletida em ângulo por uma superfície→ Parcialmente polarizada


 Um polarizador com eixo de transmissão vertical bloqueia a maior parte da luz
refletida (com polarização predominantemente horizontal)
 Polarizadores são comumente utilizados em câmeras, telescópios, óculos de
sol, etc.

luz não-polarizada luz polarizada

BLOQUEIO DA LUZ
POLARIZADA POR
REFLEXÃO

brilho brilho reduzido

http://en.wikipedia.org/wiki/Polarizing_filters_(Photography) 31
POLARIZADOR: USO COMO FILTRO EM FOTOGRAFIA

O uso do filtro polarizador (imagem à direita) permite observar melhor


o fundo do mar

http://www.apaulodesign.com/blog/category/reflection 32
APLICAÇÃO DE POLARIZADORES

A redução da luz polarizada refletida


pelo para-brisa torna possível observar
o interior do veículo (imagem abaixo)

http://www.apaulodesign.com/blog/category/reflection 33
APLICAÇÃO DE POLARIZADORES

Na foto da direita, o polarizador filtra componentes da luz espalhada no


céu, de forma a aumentar o contraste com as nuvens.

http://en.wikipedia.org/wiki/Polarizing_filter_(photography) 34
ESTEREOSCOPIA / CINE 3D

• Óculos construídos com


polarizadores com eixos de
transmissão ortogonais:
permitem separação das
imagens captadas pelos olhos
direito e esquerdo.
• Polarizadores também são
utilizados no equipamento de
projeção.

Os olhos (direito e esquerdo) captam imagens de um objeto sob pontos de vista


ligeiramente distintos. O cérebro processa essas imagens e “constrói” a informação
3D do objeto (noção de profundidade). Os filmes para exibição 3D são filmados sob
dois pontos de vista, simulando os olhos. Na projeção, as duas imagens são
exibidas na tela simultaneamente. Essas imagens têm polarizações ortogonais (por
ex.: vertical para o ponto de vista do olho direito e horizontal para o esquerdo). O
uso dos óculos polarizadores permite separar as imagens, fazendo com que cada
olho veja apenas a imagem correspondente.

35
Questões
2-Um feixe de luz linearmente polarizado, com irradiância de 200W/m2, cujo campo
elétrico está alinhado com um ângulo de +55º com relação à vertical, incide sobre
um polarizador linear com eixo de transmissão a +10º da vertical. Qual é a fração
da luz incidente que emergirá do polarizador?

Resp.: 50%

3- Dois polarizadores idênticos estão posicionados um após o outro. Qual deve ser
o ângulo entre seus eixos de transmissão tal que a densidade de potência de um
feixe de luz não polarizada caia de 100W/m2 para 30W/m2 ao emergir do par de
polarizadores?
Resp.: =39,20

36