Você está na página 1de 5

Prof. Marco Pereira | www.estudafq.

pt

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DA CALHETA


Física e Química A – 11.º Ano
Correção Avaliação escrita F1 Mecânica n.º 1 – V1 e V2
Nome: ___________________________________________ N.º: _____ Turma: _____ Data: ___/___ /____
Classif. Avaliação Escrita teórica: ____________________ Professor: ___________ Enc. Educação: __________
Classif. Avaliação Escrita prática: ____________________
Nos itens de escolha múltipla escreva a letra da única opção que permite obter uma afirmação correta ou
que responda corretamente à questão.
Nos itens de construção que envolvam cálculos é obrigatório apresentar todas as etapas de resolução.
Formulário: ⃗⃗⃗⃗⃗ |𝑐𝑜𝑠𝛼
𝑊𝐹⃗𝑅 = |𝐹⃗𝑅 ||∆𝑟
𝑚1 𝑚2 𝑛 ∆𝑡
𝑠 𝐹𝑔 = 𝐺 𝑓= 𝑇=
𝑟2 ∆𝑡 𝑛 𝑊𝐹⃗𝑅 = ∆𝐸𝑐
𝑟𝑚 =
∆𝑡 𝐹𝑅 = 𝑚 × 𝑎 2𝜋 2𝜋𝑟 1
∆𝑥 𝜔= 𝑣= 𝐸𝑐 = 𝑚𝑣 2
𝑣𝑚 = 1 𝑇 𝑇 2
∆𝑡 𝑥 = 𝑥0 + 𝑣0 𝑡 + 𝑎 𝑡 2
2 𝑣2 𝑣2 𝐸𝑝𝑔 = 𝑚 𝑔 ℎ
∆𝑣 𝑎𝑐 = 𝐹𝑐 = 𝑚 ×
𝑎𝑚 = 𝑣 = 𝑣0 + 𝑎 𝑡 𝑟 𝑟
∆𝑡 𝑊𝐹𝑁𝐶 = ∆𝐸𝑚
Constantes:
g = 10 m s-2 mT = 5,97 × 1024 kg G = 6,67 × 10−11 N m2 kg−2 rT = 6,37 × 106 m

Parte I – Avaliação escrita teórica

1.
Cada correspondência correta valia 2 pontos – Total 10 pontos
Versão 1:
I – D; II – B; III – A; IV – C; V – E;

Versão 2:
I – A; II – C; III – E; IV – D; V – B;

2.
2.1.
3 km
Versão 1: ∆𝑟⃗

4 km

|∆𝑟⃗| = √42 + 32 = 5 𝑘𝑚 = 5000 𝑚

Versão 2: 4 km

3 km
∆𝑟⃗

|∆𝑟⃗| = √42 + 32 = 5 𝑘𝑚 = 5000 𝑚

2.2. Calcule o espaço percorrido.

s = 3 km + 4 km = 7 km

2.3. Calcule a rapidez média e a velocidade média em m s-1.

𝑠 7000 𝑚 ∆𝑟 5000 𝑚
𝑟𝑚 = ∆𝑡 = 2×3600 𝑠 = 0,97 𝑚 𝑠 −1 𝑣𝑚 = = 2×3600 𝑠 = 0,69 𝑚 𝑠 −1
∆𝑡

Página 1 de 5
Prof. Marco Pereira | www.estudafq.pt

3.
3.1.
[0, 20] s – Movimento retilíneo uniforme (no sentido negativo).
[20, 30] s – Movimento retilíneo uniformemente retardado (no sentido negativo).
[30, 40] s – Repouso.
[40, 50] s – Movimento retilíneo uniformemente acelerado (no sentido positivo).
[50, 60] s – Movimento retilíneo uniformemente retardado (no sentido positivo).

Todos os intervalos com a descrição da variação da velocidade correta corresponde a 8 pontos;


4 intervalos descr. correta – 6 pontos;
3 intervalos descr. correta – 4 pontos;
2 intervalos descr. correta – 2 pontos;
Apenas 1 intervalos descr. correta – 0 pontos;

3.2.
Versão 1: (A) – F; (B) – F; (C) – F; (D) – V
Versão 2: (A) – F; (B) – V; (C) – F; (D) – F

3.3.
Como a velocidade está em km/h é necessário passar para m/s
72 𝑘𝑚 72 000 𝑚
𝑣= = = 20 𝑚/𝑠
1ℎ 3600 𝑠

x = Área da figura = A1 + A2 + A3
10 × (– 20) 20× 20
x = (- 20 x 20) + ( )+( )
2 2
x = – 400 – 100 + 200 = – 300 m

4.
Versão 1: (A) – F; (B) – F; (C) – V; (D) – F; (E) – V; (F) – V;
Versão 2: (A) – V; (B) – F; (C) – V; (D) – V; (E) – F; (F) – F;

5.
5.1. 5.2.
A tensão no fio que sustem a lâmpada é o par da força
que a lâmpada aplica no fio na mesma direção e com a
mesma intensidade, mas sentido oposto a 𝑇 ⃗⃗. O par da
força gravítica (peso da lâmpada) é a força que a
lâmpada exerce na Terra, está aplicada no planeta, tem
a mesma direção e intensidade de 𝐹⃗𝑔 e sentido oposto.

Página 2 de 5
Prof. Marco Pereira | www.estudafq.pt

6.
Versão 1:
Na situação A, o vetor velocidade do carro mantem o seu valor (módulo ou comprimento) mas a direção do vetor
altera. A trajetória do carro deixa de ser retilínea e passa a ser curvilínea
Na Situação B, o vetor velocidade do carro irá diminuir a velocidade mantendo a sua direção e trajetória retilínea.

Versão 2:
Na Situação A, o vetor velocidade do carro irá diminuir a velocidade mantendo a sua direção e trajetória retilínea.
Na situação B, o vetor velocidade do carro mantem o seu valor (módulo ou comprimento) mas a direção do vetor
altera. A trajetória do carro deixa de ser retilínea e passa a ser curvilínea

7.
7.1. 7.2.
Representação vetorial:
⃗⃗
𝑁 𝐹⃗𝑅 = 𝑃⃗⃗ + 𝑁
⃗⃗ + 𝐹⃗𝑦 + 𝐹⃗𝑥 + 𝐹⃗𝑎
𝐹⃗𝑦 Representação escalar:
𝐹⃗⬚
𝐹⃗𝑎 20º
FR = Fx – Fa
FR = F x cos 20º - 0,15 x m x g
𝐹⃗𝑥
FR = 28 x cos 20º - 0,15 x 12 x 10
FR = 8,3 N
𝑃⃗⃗

7.3.
Como temos vi = 2,0 m/s e vf = 10,0 m/s basta saber a aceleração da força resultante e com a fórmula da
aceleração tirar o t.
1.º passo: calcular a aceleração com a força resultante.
FR = m x a
8,3 = 12 a
a = 8,3 / 12 = 0,69 m s-2.
2.º passo: calcular o intervalo de tempo.
𝑣 −𝑣 𝑣 −𝑣 10,0−2,0
𝑎𝑚 = 𝑓 𝑖 <=> ∆𝑡 = 𝑓 𝑖 = = 11,6 𝑠
∆𝑡 𝑎𝑚 0,69

8. Versão 1: D
Versão 2: B

9.
9.1. V = 50 m/s
9.2.
9.2.1.Movimento retilíneo acelerado
9.2.2.Movimento retilíneo uniforme
9.2.3.Movimento retilíneo retardado
9.3. Foi devido à abertura do paraquedas que fez a resistência do ar aumentar muito e a resultante das forças
ser contrária ao movimento fazendo com que diminuía a velocidade.

9.4. Como neste instante FR = 0 então Rar = Fg = m x g = 85 x 10 = 850 N

10.
10.1. x0 = 2,0 m; v0 = 10 m/s; a = - 4,0 m/s2

10.2. 0 = 2,0 + 10 t – 2,0 t2


a = - 2,0
b = 10
c = 2,0
−𝑏 ± √𝑏 2 − 4𝑎𝑐
𝑡=
2𝑎
t = 5,2 s

Página 3 de 5
Prof. Marco Pereira | www.estudafq.pt

10.3. v = v0 + a t  0 = 10 – 4 t  4 t = 10  t = 10/4 = 2,5 s

11.
𝑀 𝑚 𝑣2
11.1. 𝐹𝑔 = 𝐹𝑐  𝐺 𝑇𝑟 2 𝑠 = 𝑚𝑠 𝑟
𝑀𝑇 𝑚𝑠 𝑣2
𝐺 = 𝑚𝑠
𝑟2 𝑟
𝑀𝑇 𝑀𝑇
𝐺 = 𝑣 2 <=> 𝑣 = √𝐺
𝑟 𝑟

11.2.
2𝜋𝑟 2 𝜋 𝑟 2 𝜋 (6,37 × 106 + 36 000 × 103 )
𝑣= <=> 𝑇 = = = 86407 𝑠
𝑇 𝑣 3081

1 h = 3600 s
x = 86407 s
86407
𝑥= = 24 ℎ
3600

12.
12.1. Versão 1: (A)
Versão 2: (C)

12.2. Quanto maior o raio maior a aceleração centrípeta o que tem maior aceleração é o A.
Aqui mostramos a relação de ac com r:
𝑣2 2𝜋𝑟 2 1 2𝜋 2 1
𝑎𝑐 = =( ) × =( ) × 𝑟 2 × = 𝜔2 𝑟
𝑟 𝑇 𝑟 𝑇 𝑟
𝑎𝑐 = 𝜔 2 𝑟

Parte I – Avaliação escrita teórica


Cotação 10 8 4 8 8 8 8 12 4 6 8 6 8 8 6 4 6 4 6

pergunta 1. 2.1. 2.2 2.3 3.1 3.2 3.3 4. 5.1 5.2 6. 7.1 7.2 7.3 8. 9.1 9.2 9.3 9.4

8 6 8 6 6 8 6 180 20 val.
10.1 10.2 10.3 11.1 11.2 12.1 12.2 Total

Página 4 de 5
Prof. Marco Pereira | www.estudafq.pt

Parte II – Avaliação escrita prática

1.
1.1. Versão 1: (D)
Versão 2: (D)

1.2. Versão 1: (B)


Versão 2: (C)
Se a distância D aumentar a velocidade em Y será maior e por isso tY será menor porque passará mais
depressa.

1.3.
1.3.1.Apesar dos diâmetros das esferas (d) aumentarem de A para C (e consequentemente a massa) a
velocidade mantem-se praticamente igual desta forma a aceleração não depende da massa das esferas.
222,6 +219,1+218,8
1.3.2. Calcular média do tvoo: ∆𝑡𝑣𝑜𝑜 (𝑚é𝑑𝑖𝑎) = = 220,2 𝑚𝑠 = 220,2 × 10−3 𝑠
3

𝑣𝑌 −𝑣𝑋 2,231−0
Calcular a aceleração : 𝑎𝑚 = = = 10,13 𝑚 𝑠 −2
∆𝑡 220,2×10−3
Apresentar com 4 algarismos significativos.

1.3.3.
|𝑎𝑐 −9,8|
𝐸𝑟 (%) = × 100  𝐸𝑟 (%) × 9,8 = |𝑎𝑐 − 9,8| × 100  7,2 × 9,8 = 𝑎𝑐 × 100 − 9,8 × 100
9,8
7,2 × 9,8 + 9,8 × 100 = 𝑎𝑐 × 100
7,2×9,8+9,8×100
𝑎𝑐 = = 10,5 𝑚 𝑠 −2
100

1.4.
Versão 1: (B)
Versão 2: (B)

1.5.
Versão 1: (D)
Versão 2: (D

Parte II – Avaliação escrita prática


Cotação 8 8 8 12 12 8 8 64 20 val.
pergunta 1.1 1.2. 1.3.1 1.3.2. 1.3.3. 1.4. 1.5. Total

FIM
Bom trabalho!

Página 5 de 5