Você está na página 1de 2

CENTRO DE APRENDIZAGEM E DESENVOLVIMENTO PERCEPÇÃO

ALUNO(A) _________________________________________________ SÉRIE: 1 º MÉDIO


PROFESSOR(a): Shislaine Leite DATA: _____/___ /2019

DISCIPLINA: Literatura Brasileira

ATIVIDADE – TROVADORISMO Observe a imagem para responder a questão 4

Leia o fragmento de canção para responder as questões 1 e 2


Vagalumes – Pollo
Vou caçar mais de um milhão de vagalumes por aí
Pra te ver sorrir eu posso colorir o céu de outra cor
Eu só quero amar você
E quando amanhecer eu quero acordar
Do seu lado
Vou escrever mais de um milhão de canções pra você ouvir
Que meu amor é teu, teu sorriso me faz sorrir
[...] 4) As novelas de cavalaria são parte da produção literária
Sei que o mundo tá terrível mas não vai ser a maldade que medieval. A partir desse conhecimento e da análise da ilustração
Vai me tirar de você, eu faço você ver acima comente sobre as principais características das novelas de
pra tu sorrir eu faço o mundo inteiro saber que eu cavalaria e cite um exemplo de produção artística que mantém
Vou caçar… semelhanças com esse tipo de produção.

Observe a imagem abaixo para responde a questão


1) No fragmento da canção Vagalumes, é possível perceber traços
das cantigas medievais portuguesas. Identifique que tipo de cantiga
mais se assemelha a canção e comprove com versos da canção.

2) Identifique o verso em que é possível perceber a relação de


vassalagem amorosa muito presente nas cantigas trovadorescas.

3) Marque (V) para verdadeiro e (F) para falso no que diz respeito
ao período do Trovadorismo.

I. ( ) Nas cantigas medievais há separação de música e


poesia, afinal, as cantigas eram feitas para serem
declamadas e não cantadas.
II. ( ) As cantigas de maldizer e de escárnio pertencem a
produção satírica trovadoresca.
III. ( ) As cantigas de amigo foram escritas por um homem.
No entanto, o eu lírico é feminino.
IV. ( ) As cantigas de amor possuem como cenário a corte 5) A imagem retratada ilustra muito bem o período literário da Idade
portuguesa e uma de suas características principais é Média. Identifique as principais características da literatura
representar a relação de vassalagem típica do período medieval portuguesa presente na miniatura.
medieval em forma de sofrimento amoroso pela mulher
amada. Leia a letra da canção para responder as questões 6 e 7
V. ( ) Nas cantigas de amor a dama é chamada de senhora A deusa da minha rua- Roberto Carlos
para representar a dominação amorosa da mulher sobre o
homem.
VI. ( ) As cantigas de amigo, quase sempre, há o sofrimento A deusa da minha rua A minha alma comovida
da mulher pelo amado que partiu. Nelas a mulher chama Tem os olhos onde a lua O meu pobre coração
seu amado de amigo, que no período medieval significa Costuma se embriagar Infeliz da minha mágoa
namorado. Nos seus olhos eu suponho Meus olhos são poças d'água
VII. ( ) As novelas de cavalaria representavam as aventuras Que o sol num dourado sonho Sonhando com seu olhar
vividas por cavaleiros que mantinham fortemente um Vai claridade buscar Ela é tão rica e eu tão pobre
código de honra e conduta. Minha rua é sem graça Eu sou plebeu e ela é nobre
VIII. As cantigas que resistiram à passagem do tempo foram Mas quando por ela passa
reunidas em cancioneiros. Não vale a pena sonhar
Seu vulto que me seduz Infeliz da minha mágoa
IX. ( ) As cantigas medievais portuguesas criaram novas
A ruazinha modesta Meus olhos são poças d'água
perspectivas a cerca da mulher na literatura.
X. ( ) A prosa trovadoresca está dividida em três grandes É uma paisagem de festa Sonhando com seu olhar
ciclos. É uma cascata de luz Ela é tão rica e eu tão pobre
XI. ( ) As histórias do Rei Artur e os cavaleiros da Távola Na rua uma poça d'água Eu sou plebeu e ela é nobre
Redonda são exemplos da produção lírica medieval. Espelho de minha mágoa Não vale a pena sonhar
Transporta o céu para o chão
Tal qual o chão da minha vida 12) Um trovador lírico nunca deveria revelar o nome da dama a
quem dedicava as suas cantigas. Transcreva versos que
6) Como a mulher amada é vista pelo eu lírico? comprovam essa afirmação.

7) Que elementos da canção permitem associá-la à vassalagem 13) Discorra sobre as principais características das cantigas líricas e
amorosa? satíricas da produção literária medieval.

8) Discorra sobre as principais características do período literário


conhecido como trovadorismo. 14) Explique de que maneira o amor cortês contribuiu para a
valorização da mulher nos dias atuais.
Leia a cantiga a seguir para responder as questões 9, 10, 11 e
12
15) O amor é um dos sentimentos mais trabalhados na literatura. No
Se eu não a tenho, ela me tem entanto, cada época literária vive um conceito de amor diferente.
Se eu não a tenho, ela me tem Comente sobre como era trabalhado o amor na literatura
medieval portuguesa.
O tempo todo preso, Amor,
E tolo e sábio, alegre e triste, Leia a música e responda as questões 16, 17 e 18.
Eu sofro e não dou troco.
É indefeso quem ama. Eu sem você- Paula Fernandes
Amor comanda
À escravidão mais branda Eu tô carente desse teu abraço
E assim me rendo, Desse teu amor que me deixa leve
Sofrendo, Eu tô carente desses olhos negros
À dura lida Desse teu sorriso branco feito neve
Que me é deferida. Eu tô carente desse olhar que mata
[...] Dessa boca quente revirando tudo
É tal a luz que dela vem Tô com saudade dessa cara linda
Que até me aqueço nessa dor Me pedindo fica só mais um
Sem outro sol que me conquiste, segundo
Mas no sol ou no fogo Tô feito mato desejando a chuva
Não digo quem me inflama. Madrugada fria esperando o sol
O olhar me abranda, Tô tão carente feito um prisioneiro
Só os olhos têm vianda, Vivo um pesadelo, um beijo sem paixão
E a ela vendo Tô com vontade de enfrentar o mundo
Vou tendo Ser pra sempre o guia do seu coração
Mais distendida Sou a metade de um amor que vibra
Minha sobrevida. Numa poesia em forma de canção
[...]
Eu sei cantar como ninguém Sem você, sou caçador sem caça
Mas meu saber perde o sabor Sem você, a solidão me abraça
Se ela me nega o que me assiste. Sem você, sou menos que a metade
Vejo-a só, não a toco, Sou incapacidade de viver por mim
Mas sempre que me chama Sem você, eu sem você
Para ela anda [...]
Meu corpo, sem demanda,
E sempre atendo, 16) Há diversos sentimentos expressos na canção. Quais são mais
Sabendo perceptíveis?
Que ela me olvida
A paga merecida. 17) O eu lírico, que “fala” na música, é masculino ou feminino?
[...] Arnaut Daniel Justifique.

9) O primeiro verso resume a relação existente entre o eu lírico e a 18) Na canção “Eu sem você” Paula Fernandes nos faz lembrar as
dama sobre a qual ele fala. Que relação é essa? cantigas trovadorescas. Que tipo específico de cantiga ela nos
relembra? Justifique sua resposta.
10) Com base no texto, com você caracterizaria o eu lírico e a
dama?

11) Em dois momentos na terceira estrofe, o eu lírico fala do papel


que a mulher deve exercer no jogo do amor. Explique em que
consiste esse papel.