Você está na página 1de 52

Quinta-feira, 22 de Junho de 2017 III SÉRIE —

­ Número 97

IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P. Apreciados os documentos submetidos, verifica-se que se trata de
uma associação que prossegue fins lícitos, não lucrativos determinados
AVISO e legalmente possíveis e que o acto de constituição e os estatutos da
A matéria a publicar no «Boletim da República» deve ser remetida mesma cumprem o escopo e os requisitos exigidos por lei nada obstando
em cópia devidamente autenticada, uma por cada assunto, donde ao seu reconhecimento.
conste, além das indicações necessárias para esse efeito, o Os órgãos sociais da referida associação, eleitos por um período de
averbamento seguinte, assinado e autenticado: Para publicação no 3 anos renováveis uma única vez são os seguintes: Assembleia Geral,
«Boletim da República».
Conselho de Direcção e Conselho Fiscal.
Nestes termos e no disposto do n.º 1, artigo 5, do Decreto-Lei
n.º 2/2006, de 3 de Maio, vai reconhecida definitivamente como pessoa
Governo do Distrito de Mocuba colectiva o Comité de Gestão de Recursos Naturais de Landinho.
DESPACHO Governo do Distrito de Mocuba, 30 de Dezembro de 2016. —
O Administrador do Distrito, Félix Teonas Sinussene.
Um grupo de cidadãos do Comité de Gestão de Recursos Naturais
de Namida requereu ao Governo do Distrito de Mocuba o seu
reconhecimento como pessoa jurídica, juntando ao pedido os respectivos DESPACHO
estatutos de constituição. Um grupo de cidadãos do Comité de Gestão de Recursos Naturais de
Apreciados os documentos submetidos, verifica-se que se trata de Janela requereu ao Governo do Distrito de Mocuba o seu reconhecimento
uma associação que prossegue fins lícitos, não lucrativos determinados
como pessoa jurídica, juntando ao pedido os respectivos estatutos de
e legalmente possíveis e que o acto de constituição e os estatutos da
mesma cumprem o escopo e os requisitos exigidos por lei nada obstando constituição.
ao seu reconhecimento. Apreciados os documentos submetidos, verifica-se que se trata de
Os órgãos sociais da referida associação, eleitos por um período uma associação que prossegue fins lícitos, não lucrativos determinados
de 3 anos renováveis uma única vez são os seguintes: Assembleia Geral, e legalmente possíveis e que o acto de constituição e os estatutos da
Conselho de Direcção e Conselho Fiscal. mesma cumprem o escopo e os requisitos exigidos por lei nada obstando
Nestes termos e no disposto do n.º 1, artigo 5, do Decreto-Lei ao seu reconhecimento.
n.º 2/2006, de 3 de Maio, vai reconhecida definitivamente como pessoa Os órgãos sociais da referida associação, eleitos por um período de
colectiva o Comité de Gestão de Recursos Naturais de Namida. 3 anos renováveis uma única vez são os seguintes: Assembleia Geral,
Governo do Distrito de Mocuba, 30 de Dezembro de 2016. — Conselho de Direcção e Conselho Fiscal.
O Administrador do Distrito, Félix Teonas Sinussene. Nestes termos e no disposto do n.º 1, artigo 5, do Decreto-Lei
n.º 2/2006, de 3 de Maio, vai reconhecida definitivamente como pessoa
DESPACHO
colectiva o Comité de Gestão de Recursos Naturais de Janela.
Um grupo de cidadãos do Comité de Gestão de Recursos Naturais Governo do Distrito de Mocuba, 30 de Dezembro de 2016. —
de Namagoa-Sede requereu ao Governo do Distrito de Mocuba o seu O Administrador do Distrito, Félix Teonas Sinussene.
reconhecimento como pessoa jurídica, juntando ao pedido os respectivos
estatutos de constituição. DESPACHO
Apreciados os documentos submetidos, verifica-se que se trata de
uma associação que prossegue fins lícitos, não lucrativos determinados Um grupo de cidadãos do Comité de Gestão de Recursos Naturais
e legalmente possíveis e que o acto de constituição e os estatutos da de Ribeiro requereu ao Governo do Distrito de Mocuba o seu
mesma cumprem o escopo e os requisitos exigidos por lei nada obstando reconhecimento como pessoa jurídica, juntando ao pedido os respectivos
ao seu reconhecimento. estatutos de constituição.
Os órgãos sociais da referida associação, eleitos por um período Apreciados os documentos submetidos, verifica-se que se trata de
de 3 anos renováveis uma única vez são os seguintes: Assembleia Geral, uma associação que prossegue fins lícitos, não lucrativos determinados
Conselho de Direcção e Conselho Fiscal.
e legalmente possíveis e que o acto de constituição e os estatutos da
Nestes termos e no disposto do n.º 1, artigo 5, do Decreto-Lei
mesma cumprem o escopo e os requisitos exigidos por lei nada obstando
n.º 2/2006, de 3 de Maio, vai reconhecida definitivamente como pessoa
colectiva o Comité de Gestão de Recursos Naturais de Namagoa-Sede. ao seu reconhecimento.
Os órgãos sociais da referida associação, eleitos por um período de
Governo do Distrito de Mocuba, 30 de Dezembro de 2016. —
3 anos renováveis uma única vez são os seguintes: Assembleia Geral,
O Administrador do Distrito, Félix Teonas Sinussene.
Conselho de Direcção e Conselho Fiscal.
DESPACHO Nestes termos e no disposto do n.º 1, artigo 5, do Decreto-Lei
n.º 2/2006, de 3 de Maio, vai reconhecida definitivamente como pessoa
Um grupo de cidadãos do Comité de Gestão de Recursos Naturais
colectiva o Comité de Gestão de Recursos Naturais de Ribeiro.
de Landinho requereu ao Governo do Distrito de Mocuba o seu
reconhecimento como pessoa jurídica, juntando ao pedido os respectivos Governo do Distrito de Mocuba, 30 de Dezembro de 2016. —
estatutos de constituição. O Administrador do Distrito, Félix Teonas Sinussene.
3552 III SÉRIE — NÚMERO 97

DESPACHO DESPACHO

Um grupo de cidadãos da associação Okalihana de Inriba da Um grupo de cidadãos da Associação Olima Okahola de Metocape
comunidade de Inriba requereu ao Governo do Distrito de Mocuba o seu da comunidade de Inriba requereu ao Governo do Distrito de Mocuba
reconhecimento como pessoa jurídica, juntando ao pedido os respectivos o seu reconhecimento como pessoa jurídica, juntando ao pedido os
estatutos de constituição. respectivos Estatutos de constituição.
Apreciados os documentos submetidos, verifica-se que se trata de Apreciados os documentos submetidos, verifica-se que se trata de
uma associação agro-pecuária que prossegue fins lícitos, não lucrativos uma associação agro-pecuária que prossegue fins lícitos, não lucrativos
determinados e legalmente possíveis e que o acto de constituição e os determinados e legalmente possíveis e que o acto de constituição e os
estatutos da mesma cumprem o escopo e os requisitos exigidos por lei estatutos da mesma cumprem o escopo e os requisitos exigidos por lei
nada obstando ao seu reconhecimento nada obstando ao seu reconhecimento.
Os órgãos sociais da referida associação, eleitos por um período Os órgãos sociais da referida associação, eleitos por um período
de 3 anos renováveis uma única vez são os seguintes: Assembleia Geral, de 3 anos renováveis uma única vez são os seguintes: Assembleia Geral,
Conselho de Direcção e Conselho Fiscal. Conselho de Direção e Conselho Fiscal.
Nestes termos e no disposto do n.º 1, artigo 5, do Decreto-Lei Nestes termos e no disposto do n.º 1, artigo 5, do Decreto-Lei
n.º 2/2006, de 3 de Maio, vai reconhecida definitivamente como pessoa n.º 2/2006, de 3 de Maio, vai reconhecida definitivamente como pessoa
colectiva a Associação Agro-Pecuária Okalihana de Inriba. colectiva a Associação Agro-pecuária Olima Okahola de Metocape.
Governo do Distrito de Mocuba, 30 de Dezembro de 2016. — Governo do Distrito de Mocuba, 30 de Dezembro de 2016. —
O Administrador do Distrito, Félix Teonas Sinussene. O Administrador do Distrito, Félix Teonas Sinussene.

ANÚNCIOS JUDICIAIS E OUTROS

HRC Microcrédito, Limitada ARTIGO TERCEIRO ARTIGO SÉTIMO


(Objecto) (Administração)
Certifico, para efeitos de publicação, que no
dia 22 de Fevereiro de 2017, foi matriculada A sociedade tem por objecto: Microcrédito A administração e gestão da sociedade
na Conservatória do Registo das Entidades e prestação de serviços. e sua representação em juízo e fora dele, activa
Legais sob NUEL 100835428 uma entidade e passivamente, passa desde já ao cargo da
denominada, HRC Microcrédito, Limitada. ARTIGO QUARTO Vanessa Julieta da Estrela Filipe Canda que
É celebrado o presente contrato de sociedade, desde já fica nomeada administradora.
(Capital social)
nos termos do artigo 90 do Código Comercial, ARTIGO OITAVO
entre: Um) O capital social, integralmente subscrito
Hélder Raimundo Cossa, solteiro, natural da é realizado em dinheiro, é de 300.000,00MT (Assembleia geral)
Beira, de nacionalidade moçambicana, portador (trezentos mil meticais) dividido em duas quotas A assembleia geral reúne-se ordinariamente
do Bilhete de Identidade n.º 110102255581B, iguais assim distribuídas: uma vez por ano para apreciação e aprovação do
emitido aos 18 de Março de 2016, pelo Arquivo a) Uma quota no valor nominal de balanço e contas do exercício findo e repartição
de Identificação Civil da Maputo, residente na cento e cinquenta mil meticais, de lucros e perdas.
Avenida 24 de Julho n.º 3485, 7.º andar flat 16, correspondente a 50% do capital
nesta cidade; ARTIGO NONO
social, pertencente ao sócio Hélder
Vanessa Julieta da Estrela Filipe Canda, Raimundo Cossa. (Herdeiros)
solteira, natural de Maputo, de nacionalidade
b) Uma quota no valor nominal de Em caso de morte, interdição ou inabilitação
moçambicana, portadora do Bilhete de
cento e cinquenta mil meticais, de um dos sócios, os seus herdeiros assumem
Identidade n.º 110100292372A, emitido
correspondente a 50% do capital automaticamente o lugar na sociedade com
aos 30 de Setembro de 2016, Pelo Arquivo de
social, pertencente à sócia Vanessa dispensa de caução, podendo estes nomear seus
Identificação Civil de Maputo, residente na representantes se assim o entenderem, desde
Julieta da Estrela Filipe Canda.
Avenida 24 de Julho n.º 3486, 7.º andar flat 6, que obedeçam o preceituado nos termos da lei.
nesta cidade. ARTIGO QUINTO
ARTIGO DÉCIMO
ARTIGO PRIMEIRO (Aumento do capital)
(Dissolução)
(Denominação e sede) O capital social poderá ser aumentado ou
A sociedade só se dissolve nos termos
A sociedade adopta a denominação de HRC diminuído quantas vezes forem necessárias
fixados pela lei ou por comum acordo dos sócios
Microcrédito, Limitada tem a sede na Rua desde que a assembleia geral delibere sobre quando assim o entenderem.
Fialho de Almeida, n.º 47, bairro da Coop em o assunto.
Maputo. ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
ARTIGO SEXTO
(Casos omissos)
ARTIGO SEGUNDO (Divisão e cessão de quotas)
Os casos omissos serão regulados pela
(Duração) Sem prejuízo das disposições legais em legislação comercial vigente e aplicável na
A sua duração será por tempo indeterminado, vigor, a cessão ou alienação total ou parcial de República de Moçambique.
contando-se o seu início a partir da data da quotas deverá ser do consentimento dos sócios Maputo, 31 de Março de 2017. — O Técnico,
constituição. gozando estes do direito de preferência. Ilegível.
22 DE JUNHO DE 2017 3553

HAC Construções – ARTIGO SEXTO ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO


Sociedade Unipessoal, (Cessão de quotas) (Dissolução da sociedade)
Limitada A sociedade só se dissolve nos casos
Um) A divisão e a cessão total ou parcial
previstos na lei e por decisão em reunião nos
Certifico, para efeitos de publicação que, é livre.
termos do artigo décimo destes estatutos,
no dia 1 de Junho de 2017, foi matriculada Dois) A divisão e a cessão total ou parcial procedendo-se á partilha e divisão dos seus
na Conservatória do Registo das Entidades de quotas a terceiros, assim com a sua oneração bens de acordo com o que foi deliberado em
Legais sob NUEL 100863049 uma entidade em garantia de quaisquer obrigações do sócio, assembleia geral.
denominada, HAC Construções – Sociedade dependem da autorização prévia da sociedade
Unipessoal, Limitada. ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
da por deliberação da assembleia geral.
Pelo presente instrumento particular, Hugo (Disposição final)
Manuel Carvalho Alves, residente nesta cidade, ARTIGO SÉTIMO
Os casos omissos serão regulados pelas
no bairro Triunfo, casa 225, resolve constituir (Assembleia geral) disposições legais aplicáveis e em vigor na
empresa unipessoal com responsabilidade República de Moçambique.
limitada, com natureza empresarial que será Um) A assembleia geral reunir-se-á
Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico,
regida pelas cláusulas e condições seguintes. ordinariamente uma vez por ano para apreciação, Ilegível.
aprovação ou modificação do balanço e contas
ARTIGO PRIMEIRO do exercício e para deliberar sobre quaisquer
(Denominação e sede) outros assuntos para que tenha sido convocada e,
extraordinariamente, sempre que for necessário.
Um) A sociedade adopta a denominação Prisma VIP Limpeza
Dois) O sócio poderá se fazer representar
HAC Construções – Sociedade Unipessoal,
na assembleia geral por mandatário ou
e Serviços – Sociedade
Limitada, E constitui-se como sociedade por
mandatários, mediante carta para esse fim Unipessoal, Limitada
quotas, tendo a sua sede na Ruade Inhamingua
dirigida á sociedade. Certifico, para efeitos de publicação que,
1884.
Dois) A sociedade poderá, por deliberação no dia 1 de Junho de 2017, foi matriculada
ARTIGO OITAVO
da assembleia geral, criar ou extinguir filiais, na Conservatória do Registo das Entidades
ou outras formas de representação no pais e (Deliberações da assembleia geral) Legais sob NUEL 100828405 uma entidade
no estrangeiro sempre que justifique a sua denominada Prisma Vip Limpeza e Serviços –
As deliberações da assembleia geral são Sociedade Unipessoal, Limitada.
existencia. tomadas por maioria simples de votos, excepto Eduardo Gomes, natural V. N. Gaia,
ARTIGO SEGUDO aquelas para as quais a lei obriga uma maioria Portugal, portador do Passaporte n.º M726882,
qualificada. passado Serviços de Estrangeiros e Fronteiras
(Duração) de Portugal, e com validade até 22 de Julho
ARTIGO NONO de 2018, divorciado, residente rua Xigutsa
A sociedade constitui-se a partir da data de
outorga da respectiva escritura notarial e a sua (Gerência)
15013, Fomento - Matola.
duração é por tempo indeterminado. Constitui uma sociedade comercial
A gerência e representação da sociedade unipessoal limitada que irá reger-se pelos
ARTIGO TERCEIRO em juízo e fora dele, activa e passivamente artigos seguintes:
incumbem ao sócio que desde já fica nomeado
(Objecto) ARTIGO PRIMEIRO
sócio gerente.
A sociedade tem como objecto principal; (Denominação da sede)
Construção civil, e projectos como também por ARTIGO DÉCIMO
Um) A sociedade adopta a denominação de
deliberação da assembleia geral poderá dedicar- (Lucros e perdas) Prisma Vip Limpeza e Serviços – Sociedade
se a outras actividades de natureza comercial Unipessoal, Limitada e terá a sua sede no
conexas com seu objecto principal. Antes de repartidos os lucros líquidos
Maputo.
apurados em cada exercício deduzir-se-á, em
Dois) A sociedade fica desde já autorizada, a
ARTIGO QUARTO primeiro lugar, a percentagem indicada para deslocar a sua sede dentro do território nacional.
(Capital social) o fundo de reserva legal enquanto não estiver
realizado nos termos da lei ou sempre que ARTIGO SEGUNDO
O capital social, integralmente subscrito seja necessário reintegrá-lo e seguidamente, a (Duração)
em equipamentos, é de cento e cinquenta mil
percentagem de quaisquer outras reservas que
meticais e correspondente à uma soma única A sociedade é constituída por tempo
tenham ou venham a ser criadas por deliberação
quota, podendo por deliberação aceitar a entrada indeterminado, contando-se o seu início para
da assembleia geral.
de novos sócios. todos os efeitos a partir desta data.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO ARTIGO TERCEIRO
ARTIGO QUINTO,
(Balanço e contas) (Objecto)
(Prestações suplementares)
O ano social coincide com o ano civil e o A sociedade tem por objeto principal
Não haverá prestações suplementares, mas
havendo o sócio poderá fazer suprimentos balanço e contas fechar-se-ão com referencia produção prestação de serviços e acessoria
à sociedade, ao juro e condições a definir em a trinta e um de Dezembro de cada ano e serão na área marketing, área ambiental, área
reunião. submetidas à apreciação da assembleia geral. propriedade industrial, importação e exportação.
3554 III SÉRIE — NÚMERO 97

ARTIGO QUARTO conservatória, sob o NUEL 100822741 das e) Apoiar na resolução de conflitos
Entidades Legais de Quelimane cujo teor é que envolvam os diferentes
(Capital social)
seguinte: intervenientes na utilização
O capital social é de dez mil meticais e exploração dos recursos florestais
(10.000,00 MT), integralmente realizado em CAPÍTULO I
e faunísticos;
dinheiro, dividido e representado por quotas Do objecto, denominação e sede f) Promover parcerias com agentes
sendo:
ARTIGO UM providas e estatais que operam
Uma correspondente a cem por cento,
na comunidade com vista
equivalente a dez mil meticais (10.000,00 MT), (Objecto)
o desenvolvimento da comunidade;
pertencente a Eduardo Gomes.
O presente estatuto estabelece regras g) Assegurar uma gestão participativa
ARTIGO QUINTO atinentes à organização e funcionamento do e sustentável dos recursos naturais
Comité de Gestão de Recursos Naturais da da ao nível da comunidade;
(Gerência)
Comunidade de Janela. h) Participar no processo de gestão
Um) A administração e representação da de agendas comunitárias de
sociedade são confiadas à gerência de Eduardo ARTIGO DOIS
desenvolvimento da comunidade.
Gomes, que fica desde já nomeado gerente. (Denominação e natureza)
Dois) A sociedade obriga-se: CAPÍTULO III
Pela assinatura do único sócio, Eduardo Um) Comité de Gestão de Recursos Natural
Gomes. da Comunidade de Janela, abreviadamente Dos membros e seu mandato
designada COGERNA é uma pessoa colectiva
ARTIGO CINCO
ARTIGO SEXTO de direito privado, sem fins lucrativos com
personalidade jurídica. (Membros e seu mandato)
(Dissolução)
Dois) O COGERENA tem a responsabilidade
de ser uma instituição democrática governada Um) O comité de Gestão de Recursos
A sociedade não se dissolverá por
morte ou interdição e inabilitação do sócio, pela abertura e princípio de inclusão de modo Naturais de Janela integra pessoas singulares,
continuando com os herdeiros do falecido e/ou a representar condignamente os interesses dos idóneas e membros da comunidade local, eleitos
o representante legal. seus eleitores que é a comunidade. publicamente e nessa cerimonia faz se presente
o líder da comunidade. O mandato dos membros
ARTIGO SÉTIMO ARTIGO TRÊS do COGERENA é de dois anos e só podem
(Distribuição dos lucros) (Área geográfica de intervenção) ser demitidos se a maioria do COGERENA
depositar um voto de não confiança naquele
Os lucros líquidos que resultarem do balanço Um) O Comité de Gestão dos Recursos
membro.
anual terão o destino que for determinado por Naturais (COGERENA) - é um órgão dentro
Dois) Dado o respeito granjeado ao nível
lei. dos limites físicos definidos pela comunidade
e é constituído unicamente por membros da local, os régulos desempenham um papel
ARTIGO OITAVO comunidade. importante no Comité de Gestão de Recursos
Dois) O Comité de Gestão de Recursos Naturais como conselheiros e observadores.
(Balanço)
Naturais têm acções somente na comunidade mesmo não tendo direito de voto, no caso de
Os anos sociais são os civis e os balanços de Janela, na localidade de Mugeba Sede, Posto falta de consenso na tomada de decisão eles
serão em trinta e um de Dezembro de cada ano, Administrativo de Mugeba, distrito de Mocuba, terão voto decisivo.
devendo estar aprovados e assinados até trinta e província da Zambézia.
um de Março do ano subsequente aquele a que ARTIGO SEIS
disser respeito. CAPÍTULO II
(Condições de admissão)
ARTIGO NONO Dos objectivos
No caso de demissão de um novo membro
(Dissolução) ARTIGO QUATRO em substituição de um demitido o presidente
(Objectivos) ou o vice-presidente do COGERENA tem que
Dissolvida a sociedade por acordo do sócio
e de acordo com a lei. convocar uma reunião num prazo de um mês
Constituem objectivos do Comité de Gestão
para a substituição do membro do COGERENA.
Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico, de Recursos Naturais de Janela, no que respeita
Ilegível. à sua área geográfica: CAPÍTULO IV
a) Coordenar com as autoridades
comunitárias no processo de Dos direitos e deveres dos associados
gestao e uso sustentável de recursos
ARTIGO SETE
Comité de Gestão de naturais;
Recursos Naturais de Janela b) Zelar pela exploração legal dos recursos (Direitos e deveres dos associados)
para beneficiar a comunidade;
São direitos e deveres dos associados:
Certifico, que para efeitos de publicação, c) Operacionalizar de forma prática os
a constituição da associação com a denominação a) Participar em todas as actividades
direitos e obrigações da comunidade
Comité de Gestão de Recursos Naturais com relação aos recursos naturais; promovidas pelo comité;
de Janela com a sede na comunidade de d) Gerir o processo de delimitação, b) Participar nos termos destes estatutos,
Janela, na localidade de Mugeba Sede, Posto avaliação dos recursos, nas decisões de todas as questões
Administrativo de Mugeba, distrito de Mocuba, desenvolvimento dum plano do do comité;
província da Zambézia, matriculada nesta uso dos mesmos; c) Exercer o direito de voto.
22 DE JUNHO DE 2017 3555

ARTIGO OITO c) Apreciar e votar o relatório e contas do b) Esta acta deve conter as seguintes
Conselho de Direcção bem como o informações: a data da reunião,
(Deveres dos membros)
plano de actividade. as pessoas presentes, as decisões
São deveres dos membros: tomadas, as actividades aprovadas
a) Observar as disposições do presente ARTIGO CATORZE e a responsabilidade para
estatuto, e cumprir as deliberações (Quórum e actas) implementar as actividades.
dos órgãos; Dois) Vice – presidente:
b) Contribuir para o bom nome, e As deliberações da Assembleia Geral serão
Substitui na ausência do presidente.
desenvolvimento do comité, na tomadas por maioria absoluta de votos dos
realização das suas actividades membros presentes e em gozo dos seus direitos Três) Secretário:
em prol do desenvolvimento da estatutários, excepto nos casos em que a lei a) Elaborar as actas das reuniões,
comunidade local; exige uma maior qualificada de três quartos de organizar registos, arquivos e outros
c) Exercer com zelo, dedicação, votos dos membros resignadamente: documentos;
dinamismo e competências os a) Destituição dos membros dos órgãos b) No fim do ano, o secretário deve preparar
cargos que for eleito. do comité; um relatório do desempenho anual
b) Exclusão de membro do comité. para ser apresentado à comunidade
CAPÍTULO V numa reunião aberta.
ARTIGO QUINZE Quatro) Tesoureiro:
Dos órgãos sociais
(Conselho de Direcção) O tesoureiro vai controlar os recursos
ARTIGO NOVE financeiros, preparar e apresentar
Um) O conselho de direcção é um órgão um relatório sobre os gastos anuais
(Órgãos sociais)
executivo do comité. na mesma reunião aberta.
O comité tem os seguintes órgão sociais: Dois) O conselho de Direcção é constituído
a) Assembleia Geral; por um (a) presidente, um (a) vice - presidente ARTIGO DEZANOVE
b) Conselho de Direcção; e e um secretário e um (a) tesoureiro. (Conselho fiscal)
c) Conselho Fiscal.
ARTIGO DEZASSEIS Um) O Conselho Fiscal é composto por
ARTIGO DEZ três membros dos quais um presidente, um
(Competências do Conselho de Direcção)
(Mandato) vice-presidente e um relator e compete-lhe
Um) Ao Conselho de Direcção compete a função de:
Um) Os titulares dos cargos dos órgãos administrar todas as actividades e interesses da a) Verificar o comprimento das decisões
sociais serão eleitos por mandatos de dois anos do comité bem como a sua representação em emanadas pela Assembleia Geral
podendo ser reconduzidos uma única vez. juízo e fora dele. da associação;
Dois) Se verificar algumas substituições dos Dois) O Conselho de Direcção reúne- b) Examinar os livros de registos e toda
titulares dos órgãos referidos no artigo anterior, se ordinariamente uma vez por mês e a documentação do comité sempre
o substituto eleito desempenhará as suas funções extraordinariamente sempre que for convocado que para o efeito lhe for solicitado
até final do mandato do membro substituído. pelo seu presidente ou pelo menos dois bem quando o julgue conveniente;
membros ou pelos líderes comunitários na c) Emitir parecer sobre o relatório anual
ARTIGO ONZE
qualidade de conselheiro. do Conselho de Direcção.
(Assembleia geral)
ARTIGO DEZASSETE CAPÍTULO VI
Um) A Assembleia Geral é o órgão máximo
do comité e nela tomam parte todos os membros (Funções do Conselho de Direcção) Dos fundos sociais
em pleno gozo dos seus direitos estatutários; São funções do Conselho de Direcção: ARTIGO VINTE
Dois) O cumprimento das deliberações da a) Superintender todos os actos correntes
Assembleia Geral tomadas em observância à Fundos sociais
e de gestão da do comité assumido
lei e aos estatutos é obrigatório para todos os todos os poderes de representação, São fundos sociais:
membros. assumir contratos e escrituras; a) As jóias a quotas colectadas aos
ARTIGO DOZE b) Zelar pelo cumprimento das membros;
disposições legais, estatutárias e das b) Contribuições cobradas no âmbito da
(Mesa da Assembleia Geral) deliberações da Assembleia Geral; taxa de exploração florestais;
A Mesa da Assembleia Geral é constituída c) Elaborar e submeter à aprovação c) Quaisquer outros rendimentos que
por um (a) presidente, um (a) vice-presidente pela Assembleia Geral o relatório resultem de alguma actividade
e dois vogais. e contas do seu mandato, bem como promovida pelo comité ou que
o plano de actividades para o ano forem atribuídos.
ARTIGO TREZE seguinte.
CAPÍTULO VII
(Competências) ARTIGO DEZOITO
Da gestão da conta bancária
São competências: (Funções dos membros de direcção)
a) Traçar apolítica geral para o ARTIGO VINTE E UM
desenvolvimento das actividades Um) O presidente:
Gestão da conta bancária
do comité; a) É responsabilidade do presidente
b) Eleger e destituir os membros preparar uma agenda através de Um) A conta bancária aberta pelos membros
do Conselho de Direcção e do discussões com cada membro do do Comité de Gestão de Recursos Naturais
Conselho Fiscal; comité a semana antecedente; pertence a comunidade que lhes elegeu.
3556 III SÉRIE — NÚMERO 97

Dois) Os membros do comité apenas são Dois) O Comité de Gestão de Recursos ARTIGO SEIS
representantes da comunidade para a gestão, naturais têm acções somente na comunidade de
(Condições de admissão)
dai que é dever do Comité, prestar conta sempre Ribeiro, na localidade de Mugeba sede, Posto
que for necessário. Administrativo de Mugeba, distrito de Mocuba, No caso de demissão de um novo membro
província da Zambézia. em substituição de um demitido o presidente
CAPÍTULO VIII ou o vice-presidente do COGERENA tem que
CAPÍTULO II convocar uma reunião num prazo de um mês
Das disposições finais
Dos objectivos para a substituição do membro do COGERENA.
ARTIGO VINTE E DOIS
ARTIGO QUATRO CAPÍTULO IV
(Casos omissos)
(Objectivos) Dos direitos e deveres dos associados
Nos casos omissos observar-se-á o disposto
nas legislações aplicável. Constituem objectivos do Comité de Gestão ARTIGO SETE
de Recursos Naturais de Ribeiro, no que respeita
Quelimane, 21 de Fevereiro de 2017. — (Direitos e deveres dos associados)
à sua área geográfica:
A Conservadora, Ilegível.
a) Coordenar com as autoridades São direitos e deveres dos associados:
comunitárias no processo de a) Participar em todas as actividades
gestao e uso sustentável de recursos promovidas pelo comité;
Comité de Gestão naturais; b) Participar nos termos destes estatutos,
b) Zelar pela exploração legal dos recursos nas decisões de todas as questões
de Recursos Naturais
para beneficiar a comunidade; do comité;
de Ribeiro c) Operacionalizar de forma prática os c) Exercer o direito de voto.
Certifico, que para efeitos de publicação, direitos e obrigações da comunidade
com relação aos recursos naturais; ARTIGO OITO
a constituição da associação com a denominação
Comité de Gestão de Recursos Naturais d) Gerir o processo de delimitação, (Deveres dos membros)
de Ribeiro, com a sede na comunidade de avaliação dos recursos,
desenvolvimento dum plano do São deveres dos membros:
Ribeiro, na localidade de Mugeba Sede, a) Observar as disposições do presente
Posto Administrativo de Mugeba, distrito de uso dos mesmos;
e) Apoiar na resolução de conflitos estatuto, e cumprir as deliberações
Mocuba, província da Zambézia, matriculada dos órgãos;
que envolvam os diferentes
nesta Conservatória, sob o NUEL 100822881 b) Contribuir para o bom nome, e
intervenientes na utilização e
das Entidades Legais de Quelimane cujo teor desenvolvimento do comité, na
exploração dos recursos florestais
é seguinte: realização das suas actividades
e faunísticos;
em prol do desenvolvimento da
CAPÍTULO I f) Promover parcerias com agentes
comunidade local;
providas e estatais que operam
Do objecto, denominação e sede c) Exercer com zelo, dedicação,
na comunidade com vista o
dinamismo e competências os
ARTIGO UM desenvolvimento da comunidade;
cargos que for eleito.
g) Assegurar uma gestão participativa e
(Objecto) sustentável dos recursos naturais da CAPÍTULO V
O presente estatuto estabelece regras ao nível da comunidade;
atinentes à organização e funcionamento do h) Participar no processo de gestão Dos órgãos sociais
Comité de Gestão de Recursos Naturais da de agendas comunitárias de ARTIGO NOVE
Comunidade de Ribeiro. Desenvolvimento da comunidade.
(Órgãos sociais)
ARTIGO DOIS CAPÍTULO III
O comité tem os seguintes órgão sociais:
(Denominação e natureza) Dos membros e seu mandato a) Assembleia Geral;
b) Conselho de Direcção; e
Um) Comité de Gestão de Recursos Natural ARTIGO CINCO
c) Conselho Fiscal.
da Comunidade de Ribeiro, abreviadamente (Membros e seu mandato)
designada COGERNA é uma pessoa colectiva ARTIGO DEZ
de direito privado, sem fins lucrativos com Um) O comité de Gestão de Recursos
naturais de Ribeiro integra pessoas singulares, (Mandato)
personalidade jurídica.
Dois) O COGERENA tem a responsabilidade idóneas e membros da comunidade local, eleitos Um) Os titulares dos cargos dos órgãos
de ser uma instituição democrática governada publicamente e nessa cerimonia faz se presente sociais serão eleitos por mandatos de dois anos
pela abertura e princípio de inclusão de modo o líder da comunidade. O mandato dos membros podendo ser reconduzidos uma única vez.
a representar condignamente os interesses dos do COGERENA é de dois anos e só podem Dois) Se verificar algumas substituições dos
seus eleitores que é a comunidade. ser demitidos se a maioria do COGERENA titulares dos órgãos referidos no artigo anterior,
depositar um voto de não confiança naquele o substituto eleito desempenhará as suas funções
ARTIGO TRÊS membro. até final do mandato do membro substituído.
Dois) Dado o respeito granjeado ao nível
(Área geográfica de intervenção)
local, os régulos desempenham um papel ARTIGO ONZE
Um) O Comité de Gestão dos Recursos importante no Comité de Gestão de Recursos
(Assembleia Geral)
Naturais (COGERENA) - é um órgão dentro Naturais como conselheiros e observadores.
dos limites físicos definidos pela comunidade Mesmo não tendo direito de voto, no caso de Um) A Assembleia Geral é o órgão máximo
e é constituído unicamente por membros da falta de consenso na tomada de decisão eles do comité e nela tomam parte todos os membros
comunidade. terão voto decisivo. em pleno gozo dos seus direitos estatutários.
22 DE JUNHO DE 2017 3557

Dois) O cumprimento das deliberações da todos os poderes de representação, b) Contribuições cobradas no âmbito da
Assembleia Geral tomadas em observância à assumir contratos e escrituras; taxa de exploração florestais;
lei e aos estatutos é obrigatório para todos os b) Zelar pelo cumprimento das c) Quaisquer outros rendimentos que
membros. disposições legais, estatutárias e das resultem de alguma actividade
deliberações da Assembleia Geral; promovida pelo comité ou que
ARTIGO DOZE c) Elaborar e submeter à aprovação pela forem atribuídos.
(Mesa da Assembleia Geral) Assembleia Geral o relatório e
contas do seu mandato, bem como CAPÍTULO VII
A Mesa da Assembleia Geral é constituída o plano de actividades para o ano
por um (a) presidente, um (a) vice-presidente seguinte. Da gestão da conta bancária
e dois vogais. ARTIGO VINTE E UM
ARTIGO DEZOITO
ARTIGO TREZE Gestão da conta bancária
(Funções dos membros de direcção)
(Competências) Um) A conta bancária aberta pelos membros
Um) O presidente:
São competências: do Comité de Gestão de Recursos Naturais
a) É responsabilidade do presidente
a) Traçar apolítica geral para o pertence a comunidade que lhes elegeu.
preparar uma agenda através de
desenvolvimento das actividades discussões com cada membro do Dois) Os membros do comité apenas são
do comité; comité a semana antecedente; representantes da comunidade para a gestão,
b) Eleger e destituir os membros b) Esta acta deve conter as seguintes dai que é dever do Comité, prestar conta sempre
do Conselho de Direcção e do informações: a data da reunião, que for necessário.
Conselho Fiscal; as pessoas presentes, as decisões
c) Apreciar e votar o relatório e contas do tomadas, as actividades aprovadas CAPÍTULO VIII
Conselho de Direcção bem como o e a responsabilidade para Das disposições finais
plano de actividade. implementar as actividades.
ARTIGO VINTE E DOIS
Dois) Vice – presidente:
ARTIGO CATORZE
Substitui na ausência do presidente. (Casos omissos)
(Quórum e actas) Três) Secretário: Nos casos omissos observar-se-á o disposto
As deliberações da Assembleia Geral serão a) Elaborar as actas das reuniões, nas legislações aplicável.
tomadas por maioria absoluta de votos dos organizar registos, arquivos e outros
documentos; Quelimane, 21 de Fevereiro de 2017. —
membros presentes e em gozo dos seus direitos A Conservadora, Ilegível.
b) No fim do ano, o secretário deve preparar
estatutários, excepto nos casos em que a lei
um relatório do desempenho anual
exige uma maior qualificada de três quartos de
para ser apresentado à comunidade
votos dos membros resignadamente:
numa reunião aberta.
a) Destituição dos membros dos órgãos
do comité; Quatro) Tesoureiro: Comité de Gestão
b) Exclusão de membro do comité. O tesoureiro vai controlar os recursos de Recursos Naturais
financeiros, preparar e apresentar de Landinho
ARTIGO QUINZE um relatório sobre os gastos anuais
na mesma reunião aberta. Certifico, que para efeitos de publicação, a
(Conselho de Direcção)
constituição da associação com a denominação
Um) O Conselho de Direcção é um órgão ARTIGO DEZANOVE Comité de Gestão de Recursos Naturais de
executivo do comité. Landinho, com a sede na comunidade de
(Conselho Fiscal)
Dois) O Conselho de Direcção é constituído Landinho, na localidade de Mugeba Sede,
por um (a) presidente, um (a) vice - presidente a) O Conselho Fiscal é composto por três Posto Administrativo de Mugeba, distrito de
e um secretário e um (a) tesoureiro. membros dos quais um presidente,
Mocuba, província da Zambézia, matriculada
um vice-presidente e um relator e
ARTIGO DEZASSEIS nesta conservatória, sob o NUEL 100823225
compete-lhe a função de:
das Entidades Legais de Quelimane cujo teor
(Competências do Conselho de Direcção)
b) Verificar o comprimento das decisões
emanadas pela assembleia geral da é seguinte:
Um) Ao Conselho de Direcção compete associação;
CAPÍTULO I
administrar todas as actividades e interesses da c) Examinar os livros de registos e toda
do comité bem como a sua representação em a documentação do comité sempre Do objecto, denominação e sede
juízo e fora dele. que para o efeito lhe for solicitado
Dois) O Conselho de Direcção reúne- bem quando o julgue conveniente; ARTIGO UM
se ordinariamente uma vez por mês e Emitir parecer sobre o relatório (Objecto)
extraordinariamente sempre que for convocado anual do Conselho de Direcção.
pelo seu presidente ou pelo menos dois O presente estatuto estabelece regras
membros ou pelos líderes comunitários na CAPÍTULO VI atinentes à organização e funcionamento do
qualidade de conselheiro. Dos fundos sociais Comité de Gestão de Recursos Naturais da
Comunidade de Landinho.
ARTIGO DEZASSETE ARTIGO VINTE
ARTIGO DOIS
(Funções do Conselho de Direcção) Fundos sociais
(Denominação e natureza)
São funções do Conselho de Direcção: São fundos sociais:
a) Superintender todos os actos correntes a) As jóias a quotas colectadas aos Um) Comité de Gestão de Recuros Natural
e de gestão da do comité assumido membros; da comunidade de Landinho, abreviadamente
3558 III SÉRIE — NÚMERO 97

designada COGERNA é uma pessoa colectiva CAPÍTULO III CAPÍTULO V


de direito privado, sem fins lucrativos com
Dos membros e seu mandato Dos órgãos sociais
personalidade jurídica.
Dois) O COGERENA tem a responsabilidade ARTIGO CINCO ARTIGO NOVE
de ser uma instituição democrática governada (Órgãos sociais)
(Membros e seu mandato)
pela abertura e princípio de inclusão de modo
Um) O Comité de Gestão de Recursos O comité tem os seguintes órgão sociais:
a representar condignamente os interesses dos
a) Assembleia Geral;
seus eleitores que é a comunidade. Naturais de Landinho integra pessoas singulares,
b) Conselho de Direcção; e
idóneas e membros da comunidade local, eleitos
ARTIGO TRÊS c) Conselho Fiscal.
publicamente e nessa cerimonia faz se presente
(Área geográfica de intervenção) o líder da comunidade. O mandato dos membros ARTIGO DEZ
do COGERENA é de dois anos e só podem
Um) O Comité de Gestão dos Recursos (Mandato)
ser demitidos se a maioria do COGERENA
Naturais (COGERENA) - é um órgão dentro depositar um voto de não confiança naquele Um) Os titulares dos cargos dos órgãos
dos limites físicos definidos pela comunidade membro. sociais serão eleitos por mandatos de dois anos
e é constituído unicamente por membros da podendo ser reconduzidos uma única vez.
Dois) Dado o respeito granjeado ao nível
comunidade. Dois) Se verificar algumas substituições dos
local, os régulos desempenham um papel
Dois) O Comité de Gestão de Recursos titulares dos órgãos referidos no artigo anterior,
importante no Comité de Gestão de Recursos
o substituto eleito desempenhará as suas funções
Naturais têm acções somente na comunidade Naturais como conselheiros e observadores. até final do mandato do membro substituído.
de Landinho, na localidade de Mugeba Sede, Mesmo não tendo direito de voto, no caso de
Posto Administrativo de Mugeba, distrito de falta de consenso na tomada de decisão eles ARTIGO ONZE
Mocuba, província da Zambézia. terão voto decisivo. (Assembleia Geral)
CAPÍTULO II ARTIGO SEIS Um) A Assembleia Geral é o órgão máximo
do comité e nela tomam parte todos os membros
Dos objectivos (Condições de admissão)
em pleno gozo dos seus direitos estatutários;
ARTIGO QUATRO No caso de demissão de um novo membro Dois) O cumprimento das deliberações da
em substituição de um demitido o presidente Assembleia Geral tomadas em observância
(Objectivos) à lei e aos estatutos é obrigatório para todos
ou o vice-presidente do COGERENA tem que
Constituem objectivos do Comité de Gestão os membros.
convocar uma reunião num prazo de um mês
de Recursos Naturais de Landinho, no que para a substituição do membro do COGERENA. ARTIGO DOZE
respeita à sua área geográfica:
a) Coordenar com as autoridades CAPÍTULO IV (Mesa da Assembleia Geral)

comunitárias no processo de Dos direitos e deveres dos associados A Mesa da Assembleia Geral é constituída
gestao e uso sustentável de recursos por um (a) presidente, um (a) vice-presidente
naturais; ARTIGO SETE e dois vogais.
b) Zelar pela exploração legal dos recursos (Direitos e deveres dos associados)
ARTIGO TREZE
para beneficiar a comunidade;
São direitos e deveres dos associados: (Competências)
c) Operacionalizar de forma prática os
a) Participar em todas as actividades
direitos e obrigações da comunidade São competências:
promovidas pelo comité;
com relação aos recursos naturais; a) Traçar apolítica geral para o
b) Participar nos termos destes estatutos,
d) Gerir o processo de delimitação, desenvolvimento das actividades
nas decisões de todas as questões
avaliação dos recursos, do comité;
do comité; b) Eleger e destituir os membros
desenvolvimento dum plano do
c) Exercer o direito de voto. do Conselho de Direcção e do
uso dos mesmos;
Conselho Fiscal;
e) Apoiar na resolução de conflitos ARTIGO OITO
c) Apreciar e votar o relatório e contas do
que envolvam os diferentes
(Deveres dos membros) Conselho de Direcção bem como o
intervenientes na utilização e plano de actividade.
exploração dos recursos florestais São deveres dos membros:
e faunísticos; a) Observar as disposições do presente ARTIGO CATORZE
f) Promover parcerias com agentes estatuto, e cumprir as deliberações (Quórum e Actas)
providas e estatais que operam dos órgãos;
b) Contribuir para o bom nome, As deliberações da assembleia Geral serão
na comunidade com vista o
tomadas por maioria absoluta de votos dos
desenvolvimento da comunidade; e desenvolvimento do comité, na
membros presentes e em gozo dos seus direitos
g) Assegurar uma gestão participativa e realização das suas actividades
estatutários, excepto nos casos em que a lei
sustentável dos recursos naturais da em prol do desenvolvimento da exige uma maior qualificada de três quartos de
ao nível da comunidade; comunidade local; votos dos membros resignadamente:
h) Participar no processo de gestão c) Exercer com zelo, dedicação, a) Destituição dos membros dos órgãos
de agendas comunitárias de dinamismo e competências os do comité;
desenvolvimento da comunidade. cargos que for eleito. b) Exclusão de membro do comité.
22 DE JUNHO DE 2017 3559

ARTIGO QUINZE Quatro) Tesoureiro: Comité de Gestão


O tesoureiro vai controlar os recursos de Recursos Naturais
(Conselho de Direcção)
financeiros, e apresentar um
Um) O conselho de direcção é um órgão relatório sobre os gastos anuais na
de Namida
executivo do comité. mesma reunião aberta. Certifico, que para efeitos de publicação,
Dois) O conselho de Direcção é constituído a constituição da associação com a denominação
por um (a) presidente, um (a) vice - presidente ARTIGO DEZANOVE Comité de Gestão de Recursos Naturais
e um secretário e um (a) tesoureiro. de Namida, com a sede na comunidade de
(Conselho Fiscal)
Namida, localidade de Mugeba Sede, Posto
ARTIGO DEZASSEIS O Conselho Fiscal é composto por três Administrativo de Mugeba, distrito de Mocuba,
(Competências do Conselho de Direcção) membros dos quais um presidente, um vice- província da Zambézia, matriculada nesta
-presidente e um relator e compete-lhe a função conservatória, sob o NUEL 100822334 das
Um) Ao Conselho de Direcção compete de: Entidades Legais de Quelimane cujo teor é
administrar todas as actividades e interesses da seguinte:
a) Verificar o comprimento das decisões
do comité bem como a sua representação em
emanadas pela Assembleia Geral
juízo e fora dele. CAPÍTULO I
da associação;
Dois) O Conselho de Direcção reúne- Do objecto, denominação e sede
b) Examinar os livros de registos e toda
-se ordinariamente uma vez por mês e
a documentação do comité sempre ARTIGO UM
extraordinariamente sempre que for convocado
que para o efeito lhe for solicitado
pelo seu presidente ou pelo menos dois (Objecto)
bem quando o julgue conveniente;
membros ou pelos líderes comunitários na
c) Emitir parecer sobre o relatório anual O presente estatuto estabelece regras
qualidade de conselheiro.
do Conselho de Direcção. atinentes à organização e funcionamento do
ARTIGO DEZASSETE Comité de Gestão de Recursos Naturais da
CAPÍTULO VI Comunidade de Namida
(Funções do Conselho de Direcção)
(Dos fundos social) ARTIGO DOIS
São funções do Conselho de Direcção:
a) Superintender todos os actos correntes ARTIGO VINTE (Denominação e natureza)
e de gestão da do comité assumido Fundos sociais Um) Comité de Gestão de Recuros Natural
todos os poderes de representação, da comunidade de Namida, abreviadamente
assumir contratos e escrituras; São fundos sociais:
designada COGERNA é uma pessoa colectiva
b) Zelar pelo cumprimento das a) As jóias a quotas colectadas aos de direito privado, sem fins lucrativos com
disposições legais, estatutárias e das membros; personalidade jurídica.
deliberações da Assembleia Geral; b) Contribuições cobradas no âmbito da Dois) O COGERENA tem a responsabilidade
c) Elaborar e submeter à aprovação pela taxa de exploração florestais; de ser uma instituição democrática governada
Assembleia Geral o relatório e c) Quaisquer outros rendimentos que pela abertura e princípio de inclusão de modo
contas do seu mandato, bem como resultem de alguma actividade a representar condignamente os interesses dos
o plano de actividades para o ano promovida pelo comité ou que seus eleitores que é a comunidade.
seguinte. forem atribuídos.
ARTIGO TRÊS
ARTIGO DEZOITO CAPÍTULO VII (Área geográfica de intervenção)
(Funções dos membros de Direcção) Da gestão da conta bancária Um) O Comité de Gestão dos Recursos
Um) O presidente: Naturais (COGERENA) - é um órgão dentro
ARTIGO VINTE E UM
a) É responsabilidade do presidente dos limites físicos definidos pela comunidade
Gestão da conta bancária e é constituído unicamente por membros da
preparar uma agenda através de
comunidade.
discussões com cada membro do Um) A conta bancária aberta pelos membros Dois) O Comité de Gestão de Recursos
comité a semana antecedente; do Comité de Gestão de Recursos Naturais Naturais, tem acções somente na comunidade de
b) Esta acta deve conter as seguintes pertence a comunidade que lhes elegeu. Namida, na localidade de Mugeba Sede, Posto
informações: a data da reunião, Dois) Os membros do comité apenas são Administrativo de Mugeba, distrito de Mocuba,
as pessoas presentes, as decisões representantes da comunidade para a gestão, província da Zambézia.
tomadas, as actividades aprovadas dai que é dever do Comité, prestar conta sempre
e a responsabilidade para CAPÍTULO II
que for necessário.
implementar as actividades.
Dos objectivos
Dois) Vice-presidente: CAPÍTULO VIII
ARTIGO QUATRO
Substitui na ausência do presidente.
Das disposições finais
Três) Secretário: (Objectivos)
a) Elaborar as actas das reuniões, ARTIGO VINTE E DOIS
Constituem objectivos do Comité de Gestão
organizar registos, arquivos e outros (Casos omissos) de Recursos Naturais de Namida, no que
documentos; respeita à sua área geográfica:
b) No fim do ano, o secretário deve preparar Nos casos omissos observar-se-á o disposto a) Coordenar com as autoridades
um relatório do desempenho anual nas legislações aplicável. comunitárias no processo de
para ser apresentado à comunidade Quelimane, 21 de Fevereiro de 2017. — gestao e uso sustentável de recursos
numa reunião aberta. A Conservadora, Ilegível. naturais;
3560 III SÉRIE — NÚMERO 97

b) Zelar pela exploração legal dos recursos b) Participar nos termos destes estatutos, b) Eleger e destituir os membros
para beneficiar a comunidade; nas decisões de todas as questões do Conselho de Direcção e do
c) Operacionalizar de forma prática os do comité; Conselho Fiscal;
direitos e obrigações da comunidade c) Exercer o direito de voto. c) Apreciar e votar o relatório e contas do
com relação aos recursos naturais; Conselho de Direcção bem como o
d) Gerir o processo de delimitação, ARTIGO OITO plano de actividade.
avaliação dos recursos, (Deveres dos membros)
ARTIGO CATORZE
desenvolvimento dum plano do
uso dos mesmos; São deveres dos membros:
(Quórum e actas)
a) Observar as disposições do presente
e) Apoiar na resolução de conflitos
estatuto, e cumprir as deliberações As deliberações da assembleia Geral serão
que envolvam os diferentes
dos órgãos; tomadas por maioria absoluta de votos dos
intervenientes na utilização e
b) Contribuir para o bom nome, membros presentes e em gozo dos seus direitos
exploração dos recursos florestais
e desenvolvimento do comité, na estatutários, excepto nos casos em que a lei
e faunísticos;
realização das suas actividades exige uma maior qualificada de três quartos de
f) Promover parcerias com agentes
em prol do desenvolvimento da votos dos membros resignadamente:
providas e estatais que operam a) Destituição dos membros dos órgãos
comunidade local;
na comunidade com vista o do comité;
c) Exercer com zelo, dedicação,
desenvolvimento da comunidade; b) Exclusão de membro do comité.
dinamismo e competências os
g) Assegurar uma gestão participativa e cargos que for eleito.
sustentável dos recursos naturais da ARTIGO QUINZE
ao nível da comunidade; CAPÍTULO V
(Conselho de Direcção)
h) Participar no processo de gestão
Dos órgãos sociais
de agendas comunitárias de Um) O conselho de direcção é um órgão
desenvolvimento da comunidade. ARTIGO NOVE executivo do comité.
Dois) O conselho de Direcção é constituído
CAPÍTULO III (Órgãos sociais)
por um (a) presidente, um (a) vice - presidente
Dos membros e seu mandato O comité tem os seguintes órgão sociais: e um secretário e um (a) tesoureiro.
a) Assembleia-geral;
ARTIGO CINCO b) Conselho de Direcção; e ARTIGO DEZASSEIS

(Membros e seu mandato) c) Conselho Fiscal. (Competências do Conselho de Direcção)

Um) O Comité de Gestão de Recursos ARTIGO DEZ Um) Ao Conselho de Direcção compete
Naturais de Namida, integra pessoas singulares, administrar todas as actividades e interesses da
(Mandato) do comité bem como a sua representação em
idóneas e membros da comunidade local, eleitos
publicamente e nessa cerimonia faz se presente Um) Os titulares dos cargos dos órgãos juízo e fora dele.
o líder da comunidade. O mandato dos membros sociais serão eleitos por mandatos de dois anos Dois) O Conselho de Direcção reúne-
do COGERENA é de dois anos e só podem podendo ser reconduzidos uma única vez. se ordinariamente uma vez por mês e
ser demitidos se a maioria do COGERENA Dois) Se verificar algumas substituições dos extraordinariamente sempre que for convocado
depositar um voto de não confiança naquele titulares dos órgãos referidos no artigo anterior, pelo seu presidente ou pelo menos dois
o substituto eleito desempenhará as suas funções membros ou pelos líderes comunitários na
membro.
até final do mandato do membro substituído. qualidade de conselheiro.
Dois) Dado o respeito granjeado ao nível
local, os régulos desempenham um papel ARTIGO DEZASSETE
ARTIGO ONZE
importante no Comité de Gestão de Recursos
Naturais como conselheiros e observadores. (Assembleia Geral) (Funções do Conselho de Direcção)
Mesmo não tendo direito de voto, no caso de São Funções do Conselho de Direcção:
Um) A Assembleia Geral é o órgão máximo
falta de consenso na tomada de decisão eles a) Superintender todos os actos correntes
do comité e nela tomam parte todos os membros
terão voto decisivo. e de gestão da do comité assumido
em pleno gozo dos seus direitos estatutários.
Dois) O cumprimento das deliberações da todos os poderes de representação,
ARTIGO SEIS assumir contratos e escrituras;
Assembleia Geral tomadas em observância à
(Condições de admissão) Lei e aos estatutos é obrigatório para todos os b) Zelar pelo cumprimento das
membros. disposições legais, estatutárias e das
No caso de demissão de um novo membro deliberações da Assembleia Geral;
em substituição de um demitido o presidente ARTIGO DOZE c) Elaborar e submeter à aprovação pela
ou o vice-presidente do COGERENA tem que Assembleia Geral o relatório e
convocar uma reunião num prazo de um mês (Mesa da Assembleia Geral)
contas do seu mandato, bem como
para a substituição do membro do COGERENA. A Mesa da Assembleia Geral é constituída o plano de actividades para o ano
por um (a) presidente, um (a) vice-presidente seguinte.
CAPÍTULO IV
e dois vogais.
Dos direitos e deveres dos associados ARTIGO DEZOITO
ARTIGO TREZE
(Funções dos membros de direcção)
ARTIGO SETE
(Competências)
Um) O presidente:
(Direitos e deveres dos associados)
São competências: a) É responsabilidade do presidente
São direitos e deveres dos associados: a) Traçar apolítica geral para o preparar uma agenda através de
a) Participar em todas as actividades desenvolvimento das actividades discussões com cada membro do
promovidas pelo comité; do comité; comité a semana antecedente;
22 DE JUNHO DE 2017 3561

b) Esta acta deve conter as seguintes Dois) Os membros do comité apenas são Dois) O Comité de Gestão de Recursos
informações: a data da reunião, representantes da comunidade para a gestão, Naturais têm acções somente na comunidade de
as pessoas presentes, as decisões dai que é dever do Comité, prestar conta sempre Namagoa Sede, na localidade de Mocuba Sede,
tomadas, as actividades aprovadas que for necessário. Posto Administrativo de Mocuba sede distrito
e a responsabilidade para de Mocuba, província da Zambézia.
implementar as actividades. CAPÍTULO VIII
CAPÍTULO II
Dois) Vice – presidente: Das disposições finais
Substitui na ausência do presidente. Dos objectivos
ARTIGO VINTE E DOIS
Três) Secretário: ARTIGO QUATRO
(Casos omissos)
a) Elaborar as actas das reuniões,
(Objectivos)
organizar registos, arquivos e outros Nos casos omissos observar-se-á o disposto
documentos; nas legislações aplicável. Constituem objectivos do Comité de Gestão
b) No fim do ano, o secretário deve preparar de Recursos Naturais de Namagoa sede, no que
Quelimane, 21 de Fevereiro de 2017. —
um relatório do desempenho anual respeita à sua área geográfica:
A Conservadora, Ilegível.
para ser apresentado à comunidade a) Coordenar com as autoridades
numa reunião aberta. comunitárias no processo de
gestao e uso sustentável de recursos
Quatro) Tesoureiro:
O tesoureiro vai controlar os recursos Comité de Gestão de naturais;
b) Zelar pela exploração legal dos recursos
financeiros, preparar e apresentar Recursos Naturais da para beneficiar a comunidade;
um relatório sobre os gastos anuais Comunidade de Namagoa c) Operacionalizar de forma prática os
na mesma reunião aberta. Sede direitos e obrigações da comunidade
ARTIGO DEZANOVE com relação aos recursos naturais;
Certifico, que para efeitos de publicação, a d) Gerir o processo de delimitação,
(Conselho Fiscal) constituição da associação com a denominação avaliação dos recursos,
Comité de Gestão de Recursos Naturais
O Conselho Fiscal é composto por três desenvolvimento dum plano do
da Comunidade de Namagoa Sede, com a
uso dos mesmos;
membros dos quais um presidente, um vice- sede na localidade de Mocuba Sede, Posto
e) Apoiar na resolução de conflitos
presidente e um relator e compete-lhe a função Administrativo de Mocuba Sede, distrito de
que envolvam os diferentes
de: Mocuba, província da Zambézia, matriculada
intervenientes na utilização e
a) Verificar o comprimento das decisões nesta conservatória, sob o NUEL 100822997
exploração dos recursos florestais
emanadas pela Assembleia Geral das Entidades Legais de Quelimane cujo teor
é seguinte: e faunísticos;
da associação;
f) Promover parcerias com agentes
b) Examinar os livros de registos e toda
CAPÍTULO I providas e estatais que operam
a documentação do comité sempre na comunidade com vista o
que para o efeito lhe for solicitado Do objecto, denominação e sede
desenvolvimento da comunidade;
bem quando o julgue conveniente; ARTIGO UM g) Assegurar uma gestão participativa e
c) Emitir parecer sobre o relatório anual sustentável dos recursos naturais da
do Conselho de Direcção. (Objecto)
ao nível da comunidade;
O presente Estatuto estabelece regras h) Participar no processo de gestão
CAPÍTULO VI
atinentes à organização e funcionamento do de agendas comunitárias de
Dos fundos sociais Comité de Gestão de Recursos Naturais da desenvolvimento da comunidade.
Comunidade de Namagoa Sede.
ARTIGO VINTE CAPÍTULO III
ARTIGO DOIS
Fundos sociais Dos membros e seu mandato
(Denominação e natureza)
São fundos sociais: ARTIGO CINCO
a) As jóias a quotas colectadas aos Comité de Gestão de Recuros natural da
comunidade de Namagoa sede, abreviadamente (Membros e seu mandato)
membros;
b) Contribuições cobradas no âmbito da designada COGERNA é uma pessoa colectiva Um) O comité de Gestão de Recursos
taxa de exploração florestais; de direito privado, sem fins lucrativos com naturais de Namagoa Sede integra pessoas
c) Quaisquer outros rendimentos que personalidade jurídica. singulares, idóneas e membros da comunidade
resultem de alguma actividade O COGERENA tem a responsabilidade de local, eleitos publicamente e nessa cerimonia
ser uma instituição democrática governada faz se presente o líder da comunidade.
promovida pelo comité ou que
pela abertura e princípio de inclusão de modo
forem atribuídos. O mandato dos membros do COGERENA é
a representar condignamente os interesses dos
de dois anos e só podem ser demitidos se a
CAPÍTULO VII seus eleitores que é a comunidade.
maioria do COGERENA depositar um voto de
Da gestão da conta bancária ARTIGO TRÊS não confiança naquele membro.
Dois) Dado o respeito granjeado ao nível
ARTIGO VINTE E UM (Área geográfica de intervenção) local, os régulos desempenham um papel
Um) O Comité de Gestão dos Recursos importante no Comité de Gestão de Recursos
Gestão da conta bancária
Naturais (COGERENA) - é um órgão dentro Naturais como conselheiros e observadores.
Um) A conta bancária aberta pelos membros dos limites físicos definidos pela comunidade Mesmo não tendo direito de voto, no caso de
do Comité de Gestão de Recursos Naturais e é constituído unicamente por membros da falta de consenso na tomada de decisão eles
pertence a comunidade que lhes elegeu. comunidade. terão voto decisivo.
3562 III SÉRIE — NÚMERO 97

ARTIGO SEIS Dois) O cumprimento das deliberações da b) Zelar pelo cumprimento das
Assembleia Geral tomadas em observância à disposições legais, estatutárias e das
(Condições de admissão)
lei e aos estatutos é obrigatório para todos os deliberações da Assembleia Geral;
No caso de demissão de um novo membro membros. c) Elaborar e submeter à aprovação pela
em substituição de um demitido o presidente Assembleia Geral o relatório e
ARTIGO DOZE
ou o vice-presidente do COGERENA tem que contas do seu mandato, bem como
convocar uma reunião num prazo de um mês (Mesa da Assembleia Geral) o plano de actividades para o ano
para a substituição do membro do COGERENA. seguinte.
A Mesa da Assembleia Geral é constituída
CAPÍTULO IV por um (a) presidente, um (a) vice-presidente
ARTIGO DEZOITO
e dois vogais.
Dos direitos e deveres dos associados (Funções dos membros de direcção)
ARTIGO TREZE
ARTIGO SETE Um) O presidente:
(Competências)
(Direitos e deveres dos associados) a) É responsabilidade do presidente
São competências: preparar uma agenda através de
São direitos e deveres dos associados: a) Traçar apolítica geral para o discussões com cada membro do
a) Participar em todas as actividades desenvolvimento das actividades comité a semana antecedente;
promovidas pelo comité; do comité; b) Esta acta deve conter as seguintes
b) Participar nos termos destes estatutos, b) Eleger e destituir os membros informações: a data da reunião,
nas decisões de todas as questões do Conselho de Direcção e do as pessoas presentes, as decisões
do comité; Conselho Fiscal; tomadas, as actividades aprovadas
c) Exercer o direito de voto. c) Apreciar e votar o relatório e contas do
e a responsabilidade para
Conselho de Direcção bem como o
implementar as actividades.
ARTIGO OITO plano de actividade.
Dois) Vice-presidente:
(Deveres dos membros) ARTIGO CATORZE Substitui na ausência do presidente.
São deveres dos membros: (Quórum e actas) Três) Secretário:
a) Observar as disposições do presente a) Elaborar as actas das reuniões,
estatuto, e cumprir as deliberações As deliberações da assembleia Geral serão
organizar registos, arquivos e outros
tomadas por maioria absoluta de votos dos
dos órgãos; documentos;
membros presentes e em gozo dos seus direitos
b) Contribuir para o bom nome, e b) No fim do ano, o secretário deve preparar
estatutários, excepto nos casos em que a lei
desenvolvimento do comité, na um relatório do desempenho anual
exige uma maior qualificada de três quartos de
realização das suas actividades votos dos membros resignadamente: para ser apresentado à comunidade
em prol do desenvolvimento da a) Destituição dos membros dos órgãos numa reunião aberta.
comunidade local; do comité; Quatro) Tesoureiro:
c) Exercer com zelo, dedicação, b) Exclusão de membro do comité. O tesoureiro vai controlar os recursos
dinamismo e competências os
financeiros, preparar e apresentar
cargos que for eleito. ARTIGO QUINZE
um relatório sobre os gastos anuais
(Conselho de Direcção) na mesma reunião aberta.
CAPÍTULO V
Um) O Conselho de Direcção é um órgão
Dos órgãos sociais ARTIGO DEZANOVE
executivo do comité.
ARTIGO NOVE Dois) O Conselho de Direcção é constituído (Conselho Fiscal)
por um (a) presidente, um (a) vice - presidente
(Órgãos sociais) O Conselho Fiscal é composto por três
e um secretário e um (a) tesoureiro.
membros dos quais um presidente, um vice-
O comité tem os seguintes órgão sociais:
ARTIGO DEZASSEIS presidente e um relator e compete-lhe a função
a) Assembleia Geral;
b) Conselho de Direcção; e de:
(Competências do Conselho de Direcção)
c) Conselho Fiscal. a) Verificar o comprimento das decisões
Um) Ao Conselho de Direcção compete emanadas pela Assembleia Geral
ARTIGO DEZ administrar todas as actividades e interesses da da associação;
do comité bem como a sua representação em b) Examinar os livros de registos e toda
(Mandato) juízo e fora dele. a documentação do comité sempre
Dois) O Conselho de Direcção reúne-
Um) Os titulares dos cargos dos órgãos que para o efeito lhe for solicitado
se ordinariamente uma vez por mês e
sociais serão eleitos por mandatos de dois anos bem quando o julgue conveniente;
extraordinariamente sempre que for convocado
podendo ser reconduzidos uma única vez. c) Emitir parecer sobre o relatório anual
pelo seu presidente ou pelo menos dois
Dois) Se verificar algumas substituições dos membros ou pelos líderes comunitários na do Conselho de Direcção.
titulares dos órgãos referidos no artigo anterior, qualidade de conselheiro.
o substituto eleito desempenhará as suas funções CAPÍTULO VI
até final do mandato do membro substituído. ARTIGO DEZASSETE Dos fundos sociais
ARTIGO ONZE (Funções do Conselho de Direcção)
ARTIGO VINTE
(Assembleia Geral) São funções do Conselho de Direcção:
Fundos sociais
a) Superintender todos os actos correntes
Um) A Assembleia Geral é o órgão máximo e de gestão da do comité assumido São fundos sociais:
do comité e nela tomam parte todos os membros todos os poderes de representação, a) As jóias a quotas colectadas aos
em pleno gozo dos seus direitos estatutários; assumir contratos e escrituras; membros;
22 DE JUNHO DE 2017 3563

b) Contribuições cobradas no âmbito da CAPÍTULO I ARTIGO SEXTA


taxa de exploração florestais;
Da denominação, sede e objecto social Quotas próprias
c) Quaisquer outros rendimentos que
resultem de alguma actividade ARTIGO PRIMEIRO A sociedade pode, mediante deliberação
promovida pelo comité ou que da assembleia geral, adquirir quotas próprias
Denominação
forem atribuídos. a título oneroso e, por mera deliberação do
A sociedade adopta a denominação de
conselho de administração, a título gratuito.
CAPÍTULO VII DIA (Diversidade, Inclusão e Acessibilidade)
Consultoria & Formação, Limitada. ARTIGO SÉTIMO
Da gestão da conta bancária
ARTIGO VINTE E UM ARTIGO SEGUNDO Transmissão de quotas

Gestão da conta bancária Sede e representações É livre a transmissão total ou parcial de


A sociedade tem sede em Maputo, podendo quotas a terceiros interessados.
Um) A conta bancária aberta pelos membros
do Comité de Gestão de Recursos Naturais por deliberação da assembleia geral, abrir ou
encerrar sucursais dentro e fora do país quando CAPÍTULO III
pertence a comunidade que lhes elegeu.
Dois) Os membros do comité apenas são for conveniente. Dos órgãos sociais
representantes da comunidade para a gestão, ARTIGO TERCEIRO SECÇÃO I
dai que é dever do Comité, prestar conta sempre
que for necessário. Duração Da assembleia geral
A sociedade durará por tempo indeterminado,
CAPÍTULO VIII ARTIGO OITAVO
contando-se para o seu início a partir da data da
Das disposições finais celebração da escritura da sua constituição. Assembleia geral

ARTIGO VINTE E DOIS ARTIGO QUARTO A assembleia geral reúne-se ordinariamente,


(Casos omissos) uma vez por ano, para apreciação e aprovação
Objecto social
do balanço e as contas do exercício findo
Nos casos omissos observar-se-á o disposto Um) A sociedade tem como objecto social e repartição de lucros e perdas.
nas legislações aplicável. a prestação de serviços de:
Quelimane, 21 de Fevereiro de 2017. — a) Consultoria em gestão de projectos ARTIGO NONO
A Conservadora, Ilegível. e assessoria nas áreas de direitos
h u m a n o s , d e s e nvo l v i m e n t o Competência da assembleia geral
comunitário sustentável, e eco Um) A assembleia geral e composta pelos
turismo; dois sócios.
DIA (Diversidade, Inclusão e b) Formação e capacitação de
Dois) Além das matérias que lhe estão
Acessibilidade) Consultoria organizações da sociedade civil
especialmente atribuídas por lei, ou por outras
em elaboração, gestão e avaliação
& Formação, Limitada de projectos sociais inclusivos; cláusulas deste estatuto, compete à assembleia
c) Concepção, coordenação, organização geral:
Certifico, para efeitos de publicação, que
de eventos e comunicação para a a) A aprovação e modificação dos
no dia 30 de Maio de 2017, foi matriculada
mudança. orçamentos anuais de tesouraria e
na Conservatória do Registo das Entidades
Dois) A sociedade poderá ainda desenvolver de investimento, preparados pela
Legais sob NUEL 100862344, uma entidade outras actividades distintas do seu objecto, administração;
denominada DIA(Diversidade, Inclusão e bastando para o efeito obter as necessárias b) A celebração, e realização de
Acessibilidade) Consultoria & Formação, autorizações das entidades competentes. empréstimos e a prestação de
Limitada. garantias.
Cécile Paule Malaplate, solteira, natural CAPÍTULO II
de Tarbes- França, residente nesta cidade, Do capital social SECÇÃO II
Avenida 24 de Julho n.º 1521, bairro Polana
ARTIGO QUINTO Da administração
cimento, portadora do Passaporte n.º 17CF1077,
de dezenove de Abril de dois mil dezassete, do Capital social
ARTIGO DÉCIMO
tipo precário, emitido pelo Embaixada de França O capital social, integralmente subscrito
Composição
em Maputo; e e realizado em dinheiro, é de vinte mil
Jorge Rodolfo Manhique, solteiro, natural de meticais, e correspondente a duas quotas iguais Um) O conselho de administração da
Matola, residente na cidade da Matola, bairro pertencentes a: sociedade é composta pelos dois sócios,
Fomento, quarteirão n.º 7, casa n.º 220, portador a) Uma quota com valor nominal de conforme o que for deliberado em assembleia
do Bilhete de Identidade n.º 11P0100697055I, dez mil meticais, o equivalente geral, podendo ser escolhidos de entre pessoas
a cinquenta por cento do capital
de dezoito de Abril de dois mil dezasseis, entranhas à sociedade, bem como entre
social, pertencente a sócia Cécile
emitido pelo Arquivo de Identificação Civil da singulares ou pessoas colectivas.
Paule Malaplate; e
Cidade de Maputo. Dois) O administrador é eleito por um
b) Uma quota com valor nominal de
Que, pelo presente instrumento, nos termos dez mil meticais, o equivalente período de três anos, sendo permitida a sua
do artigo 90 do Código Comercial, constitui a cinquenta por cento do capital reeleição, ficando desde já nomeada como
uma sociedade por quotas de responsabilidade social, pertecente ao sócio Jorge administradora executiva:
limitada, que se regerá pelos seguintes artigos. Rodolfo Manhique. a) Cécile Paule Malaplate.
3564 III SÉRIE — NÚMERO 97

ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO Ampewe, Limitada ARTIGO SEGUNDO


Forma de obrigar (Sede)
Certifico, para efeitos de publicação, que
A sociedade obriga-se pela assinatura no dia 31 de Maio de 2017, foi matriculada Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida
de qualquer um dos sócios, condição necessária na Conservatória do Registo das Entidades Mao Tsé Tung n.º 479, bairro da Polana Cimento
e suficiente para a movimentação das contas Legais sob NUEL 100862964, uma entidade – cidade de Maputo.
bancárias, contratos de financiamento ou denominada Ampewe, Limitada, entre: Dois) Mediante simples, a sociedade poderá
outros de carácter vinculativo, com ressalva dos Ana Nicole Naiker Lopes Charas, de abrir e encerrar delegações, sucursais, filiais ou
reservados à assembleia geral. nacionalidade moçambicana, casada, portadora outras formas de representação comercial, no
do Bilhete de Identidade n.º 110100298172A, território nacional ou no estrangeiro, bem como
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO transferir a sede da sociedade para qualquer
emitido pela Direcção de Identificação Civil de
Atribuições outro local do território nacional.
Maputo, aos 5 de Fevereiro de 2015, residente
O conselho de administração para gerir os na cidade de Maputo; ARTIGO TERCEIRO
negócios da sociedade dispõe dos mais amplos Paulino André Manhique, de nacionalidade
(Objecto social)
poderes de gestão, limitados, somente, pela moçambicana, solteiro, maior, portador do
legislação em vigor e pelas disposições do Bilhete de Identidade n.º 110100361924N, Um) A sociedade tem por objecto principal:
presente pacto social, podendo: emitido pela Direcção de Identificação Civil de a) Gestão e promoção imobiliária;
a) Gerir os negócios da sociedade Maputo, aos 11 de Fevereiro de 2016, residente exploração e gestão de espaços
e efectuar todas as operações na cidade de Maputo; comuns de condomínios; promoção
r e l a t iva s a o o b je c to s o c ia l, Soraia Casieri dos Santos Pires, de de espetáculos e animações;
incluindo modificação ou cessação nacionalidade moçambicana, casada, portadora prestação de serviços de catering;
de contratos ou qualquer negócio do Bilhete de Identidade n.º 110100320913C, prestação de serviços de limpeza e
jurídico; emitido pela Direcção de Identificação Civil de recolha de resíduos sólidos;
b) Representar a sociedade, em juízo e Maputo, aos 21 de Setembro de 2016, residente b) Quaisquer actividades afins ao objectos
fora dele, activa e passivamente, na cidade de Maputo; acima descritos.
propor e fazer seguir quaisquer Dois) A sociedade pode adquirir e deter
Maria Manuela Cardoso da Silva Duarte
acções, confessar, desistir, transigir participações em outras sociedades e exercer os
Silveira, de nacionalidade moçambicana,
ou comprometer-se em arbitragens direitos sociais inerentes a essas participações,
casada, portadora do Bilhete de Identidade
voluntárias. com o objectivo de intervir na gestão ou
n.º 110300259649N emitido pela Direcção
obter o controlo das sociedades participadas,
CAPÍTULO IV de Identificação Civil de Maputo, aos 3
podendo estas prosseguir qualquer objecto
de Setembro de 2015, residente na cidade social, sob qualquer forma, e serem nacionais
Das disposições gerais de Maputo; ou subordinadas a normas de direito estrangeiro.
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO Sérgio Cristiano de Sousa Labistour, de
nacionalidade moçambicana, casado, portador CAPÍTULO II
Balanço e contas
do Bilhete de Identidade n.º 100100056040C,
Do capital
Um) Os relatórios de gerências e das contas emitido pela Direcção de Identificação Civil de
anuais incluido balanço e resultados fechar-se- Maputo aos 25 de Janeiro de 2010, residente na ARTIGO QUARTO
ão com referência a trinta e um de Dezembro cidade da Matola; e (Capital social)
de cada ano e serão submetidas a apreciação da Cármen Natividade Baltazar Rodrigues,
assembleia geral. de nacionalidade moçambicana, solteira, Um) O capital social, totalmente subscrito
Dois) Os lucros líquidos apurados em cada e realizado, é de 18.000,00MT (dezoito mil
maior, portadora do Bilhete de Identidade
exercício, deduzidos da parte destinada a reserva meticais) dividido na seguinte proporção:
n.º 110100177434C emitido pela Direcção de
legal e outras reservas que a assembleia geral a) Uma quota no valor nominal de
Identificação Civil de Maputo, a 1 de Setembro
deliberar constituir, serão distribuídos pelos 3.000,00MT (três mil meticais),
de 2015, residente na cidade de Maputo.
sócios na proporção das suas quotas. correspondente a dezasseis virgula
As partes acima identificadas têm, entre
sessenta e seis por cento (16.66%)
ARTIGO DÉCIMO QUARTO si, justo e acertado o presente contrato de do capital social pertencente a sócia
sociedade, que se regerá pelos termos e a Ana Nicole Naiker Lopes Charas;
Dissolução condições do seguinte estatuto: b) Uma quota no valor nominal de
A sociedade dissolve-se nos casos previsto 3.000,00MT (três mil meticais),
na lei e por deliberação dos sócios, em CAPÍTULO I
correspondente a dezasseis virgula
assembleia geral, convocada para o efeito. Da denominação, sede, duração sessenta e seis por cento (16.66%)
e objecto do capital social pertencente ao
ARTIGO DÉCIMO QUINTO sócio Paulo André Manhique;
ARTIGO PRIMEIRO c) Uma quota no valor nominal de
Lacunas
(Denominação e duração) 3.000,00MT (três mil meticais),
Em todos casos omissos regularão correspondente a dezasseis virgula
as disposições do Código Comercial, as A sociedade adopta a denominação sessenta e seis por cento (16.66%)
deliberações sociais tomadas em formas legais Ampewe, Limitada e constitui-se, por tempo do capital social pertencente a sócia
e demais legislação aplicável na República de indeterminado, sob a forma de sociedade por Soraia Casieri dos Santos Pires;
Moçambique. quota de responsabilidade limitada e rege-se d) Uma quota no valor nominal de
Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico, pelos presentes estatutos e demais legislação 3.000,00MT (três mil meticais),
Ilegível. moçambicana aplicável. correspondente a dezasseis vírgula
22 DE JUNHO DE 2017 3565

sessenta e seis por cento (16.66%) ARTIGO OITAVO ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
do capital social pertencente a sócia
(Reuniões ordinárias e extraordinárias) (Vinculação da sociedade)
Maria Manuela Cardoso da Silva
Duarte Silveira; Um) A assembleia geral deve reunir Um) A sociedade obriga-se pela assinatura
e) Uma quota no valor nominal de ordinariamente nos três meses imediatos ao conjuta dos sócios de dois admnistradores
3.000,00MT (três mil meticais), termo de cada exercício, salvo se a autoridade ou assinatura do presidente do conselho de
correspondente a dezasseis virgula fiscal permitir a dilatação deste período. admnistração da sociedade.
sessenta e seis por cento (16.66%) Dois) A assembleia geral reúne Dois) É proibido ao conselho de
do capital social pertencente ao extraordinariamente sempre que devidamente admnistraçãos obrigar a sociedade em actos
sócio Sérgio Cristiano de Sousa convocada, por iniciativa do presidente da ou contratos estranhos aoobjecto social,
Labistour; mesa ou a requerimento do conselho de nomeadamente letras a favor, fianças, avales
f) Uma quota no valor nominal de administração, do conselho Fiscal ou de sócios ou abonações, salvo se devidamenteautorizados
3.000,00MT (três mil meticais), que representem, pelo menos doze virgula cinco pela assembleia geral.
correspondente a dezasseis virgula por cento do capital social.
sessenta e seis por cento (16.66%) SECÇÃO III
Três) A assembleia geral reúne-se, regra
do capital social pertencente a Das isposições finais
geral, na sede social, mas poderá reunir-se em
sócia Cármen Natividade Baltazar
qualquer outro local do território nacional, desde ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
Rodrigues.
que o presidente da mesa assim o decida.
Dois) O capital social poderá ser aumentado (Dissolução)
Quatro) Os sócios deliberam sobre as
por deliberação da assembleia geral que
igualmente fixará os termos e as condições. matérias que lhes são especialmente atribuídas A sociedade dissolve-se nos casos previstos
Três) Os sócios gozam do direito de pela lei ou fixadas na respectiva convocatória na lei e por deliberação dos sócios que,
preferência na aquisição de novas quotas, à luz dos presentes estatutos e sobre as quais entretanto, regularão a sua liquidação em tudo
proporcionalmente a sua participação no capital não estejam compreendidas nas atribuições de quanto não estiver disposto na lei comercial.
social à data dos aumentos de capital. outros órgãos da sociedade.
ARTIGO DÉCIMO QUARTO
ARTIGO QUINTO ARTIGO NONO
(Casos omissos)
(Suprimentos) (Quórum deliberativo)
As omissões aos presentes estatutos serão
Mediante deliberação da assembleia geral, os Um) A assembleia geral só pode funcionar reguladas e resolvidas de acordo com o Código
sócios poderão fazer suprimentos à sociedade em primeira convocação se estiverem presentes Comercial em vigor, aprovado por Decreto-Lei
nas condições a serem definidas na deliberação ou representados sócios que reúnam, pelo n.º 12/2005, de 27 de Dezembro, e demais
que os aprovar. menos, cinquenta e seis por cento do capital legislação aplicável.
social e, em segunda convocação, qualquer Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico,
ARTIGO SEXTO que seja o número de sócios presentes ou Ilegível.
(Divisão e cessão de quotas) representados.
Dois) Qualquer que seja a forma de votação
Um) Sem prejuízo das disposições legais em
as deliberações serão tomadas por maioria
vigor a cessão ou alienação de toda a parte de
simples dos votos dos sócios presentes ou
quotas deverá ser do consentimento dos sócios Bomoza, Petromas Trading-
representados, salvo se disposição legal
gozando estes do direito de preferência.
imperativa exigir maioria mais qualificada.
Sociedade Unipessoal,
Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios Limitada
mostrarem interesse pela quota cedente, este SECÇÃO II
decidirá a sua alienação a quem e pelo preço Certifico, para efeitos de publicação, que
que melhor entender, gozando o novo sócio Da administração
no dia 23 de Maio de 2017, foi matriculada
dos direitos correspondentes à sua participação
ARTIGO DÉCIMO na Conservatória do Registo das Entidades
na sociedade.
Legais sob NUEL 100859459, uma entidade
(Composição)
CAPÍTULO III denominada Bomoza, Petromas Trading-
Um) A administração da sociedade é exercida Sociedade Unipessoal, Limitada.
Dos órgãos sociais
por um conselho de admnistração composto por A da mo Is ma e l A buba c ar, sol t ei r o,
SECÇÃO I três (3) sócios sendo um deles o seu presidente
maior, natural de Maputo, de nacionalidade
a serem indicados pela assembleia geral.
Da assembleia geral moçambicana, portador do Bilhete de Identidade
Dois) O conselho de administração da
sociedade é eleito por um período de quatro n.º 110100549020A, de 13 de Outubro de 2010,
ARTIGO SÉTIMO
anos, sendo permitada a sua reeileção válido até 13 de Outubro de 2020, emitido
(Assembleia geral) pela Direcção de Identificação Civil da Cidade
Um) A assembleia geral reúne-se ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO de Maputo, residente na rua Thoskoro Cress,
ordinariamente uma vez por ano, para apreciação (Competências) n.º 15383, cidade de Brhodest- Botswana, titular
e aprovação do balanço e contas do exercício do NUIT 126868537.
findo e repartição de lucros ou perdas. A gestão e representação da sociedade são
da competência da sua administração, a qual Pelo presente instrumento, nos termos do
Dois) A assembleia geral poderá reunir-
compete representar a sociedade em juízo e disposto no artigo 90 do Codigo Comercial,
se extraordinariamente quantas vezes forem
necessárias desde que as circunstâncias assim o fora dele, activa e passivamente, assim como constitui, uma sociedade comercial unipessoal
exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos praticar todos os actos tendentes à realização por quotas de responsabilidade limitada, que se
que digam respeito à sociedade. do seu objecto social. rege pelos artigos seguintes:
3566 III SÉRIE — NÚMERO 97

ARTIGO PRIMEIRO Dois) A sociedade obriga-se: Alex Nyamnwsa, casado, natural de Butare
a) Pela assinatura do administrador único; - Ruanda, de nacionalidade ruandesa, portador
(Denominação, forma e sede)
b) Pela assinatura de procuradores do DIRE n.º 11RW00019731M, emitido pelo
Um) A sociedade adopta a denominação nomeados, e dentro dos limites dos serviço de migração de Maputo, aos em 16 de
de Bomoza, Petromas Trading- Sociedade poderes que lhe forem conferidos Junho de 2016, com validade temporário;
Unipessoal, Limitada, e é constituída sob a nas respectivas procurações. Uwizeyimana Oliver, casado, natural de
forma de sociedade comercial unipessoal por Três) Para os actos de mero expediente Burundi, de nacionalidade burundesa, portador
quotas de responsabilidade limitada. basta a assinatura do administrador único, do Documento de Identificação do Requerente
Dois) A sociedade tem sede na rua Lucas ou de funcionário da sociedade devidamente de Asilo, cartão n.º 520-00000142, emitido pelo
Luale, n.º 112, cidade de Maputo. autorizado para o efeito. Instituto Nacional de Apoio aos Refugiados,
Três) A sociedade, poderá abrir filiais, aos em 27 de Dezembro de 2016, com validade
ARTIGO SEXTO
agências ou outras formas de representação temporário; e
social no país, bem como no estrangeiro, (Exercício social e contas) Kevi Kubwiamana Alex Nyamnwsa,
transferir a sua sede para qualquer local, dentro
Um) O exercício social coincide com o ano menor, natural de Maputo, de nacionalidade
do território nacional ou estrageiro, nos precisos
civil. moçambicana, portador do Bilhete de Identidade
termos estabelecidos na legislação comercial
Dois) O balanço e contas de resultados n.º 100104549284P, emitido pelo Serviço de
vigente.
fechar-se-ão com referência a trinta e um Identificação de Maputo, aos em 7 de Novembro
ARTIGO SEGUNDO de Dezembro de cada ano e submetidos à de 2013, com validade temporário.
aprovação do sócio único. Pelo presente contrato de sociedade outorga
(Duração) e constitui uma sociedade por quotas de
ARTIGO SÉTIMO
A sociedade é constituída por tempo responsabilidade limitada, que se regerá pelas
indeterminado, com efeitos a partir da data do (Lucros e perdas) cláusulas seguintes:
respectivo registo na competente Conservatória Um) Os lucros da sociedade e suas perdas
de Registo das Entidades Legais. CAPÍTULO I
serão quinhoados pelo sócio único, na proporção
da sua respectiva quota. Da denominação, sede e objecto
ARTIGO TERCEIRO
Dois) Antes do quinhão, os lucros líquidos
ARTIGO PRIMEIRO
(Objecto social) apurados em cada exercício, deduzir-se-á a
percentagem indicada para a constituição de (Denominação e sede)
Um) A sociedade tem por objecto o comércio
fundo de reserva legal, estipulado por lei, e as
a grosso e a retalho, com importação e exportação Um) A sociedade adopta a denominação de
reservas especialmente criadas, por decisão do
de mariscos, carnes e seus derivados, produtos Alex Trading, Limitada, é uma sociedade por
sócio único.
alimentares, combustível e equipamento militar. quotas de responsabilidade limitada e tem a sua
Três) Os lucros líquidos serão distribuídos ao
Dois) A sociedade poderá ainda, representar sede na cidade da Matola, bairro de Infulene
sócio único, no prazo de seis meses, decorrido
ou agenciar empresas do ramo e exercer outras sede n.º 21, rés-do-chão.
da data da decisão que os tiver aprovado.
actividades conexas que, tendo sido decididas Dois) A sociedade poderá abrir filiais,
pelo sócio único, sejam permitidas por lei. ARTIGO OITAVO sucursais, delegações outras formas de
Três) Mediante a decisão do sócio único, a representação em território nacional ou no
(Disposições finais)
sociedade poderá participar no capital social de estrangeiro, mediante deliberação da assembleia
outras sociedades ou associar-se com elas de Um) A sociedade dissolve-se nos casos geral.
qualquer forma legalmente permitida. estabelecidos por lei e por decisão do sócio
único. ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO QUARTO Dois) Se a sociedade for liquidada, o
(Duração)
(Capital social) património remanescente após o pagamento
das suas dívidas, e dos custos da respectiva A sociedade é criada por tempo
Um) O capital social, integralmente subscrito liquidação, será transmitido à favor do sócio indeterminado, contando-se o seu início a
e realizado em dinheiro, é de 20.000,00MT único, na proporção da sua participação social. partir da data de celebração de escritura pública
(vinte mil meticais), correspondente a uma Três) Em tudo omisso, regem as disposições de constituição.
única quota, representativa de cem por cento, do as disposições legais aplicáveis em vigor no
respectivo capital social, pertencente ao sócio ordenamento jurídico moçambicano. ARTIGO TERCEIRO
Adamo Ismael Abubacar.
Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico, (Objecto)
Dois) O capital social, poderá ser aumentado
Ilegível.
uma ou mais vezes, nos termos e condições em Um) A sociedade tem como objecto principal
que o sócio único decidir. actividade:
a) Comércio geral, com importação e
ARTIGO QUINTO
Alex Trading, Limitada exportação de bebidas;
(Administração e gerência) b) Intermediação, comercialização
Certifico, para efeitos de publicação, que
Um) A administração e gerência da sociedade, de produtos diversos a grosso
no dia 31 de Maio de 2017, foi matriculada
bem como, a sua representação em juízo e fora e a retalho.
na Conservatória do Registo das Entidades
dele, activa ou passivamente, será exercida Dois) A sociedade poderão igualmente
Legais sob NUEL 100862786, uma entidade
pelo sócio único, Adamo Ismael Abubacar, que exercer qualquer outra actividade de natureza
denominada Alex Trading, Limitada.
desde já, fica nomeado administrador único, É celebrado o seguinte contrato de sociedade, comercial, industrial, pecuária por lei permitida,
com dispensa de caução, com ou sem direito nos termos do artigo 90 do Código Comercial, desde que para tal aprovação das entidades
a remuneração. entre: competentes.
22 DE JUNHO DE 2017 3567

ARTIGO QUARTO -se-ão com referência a trinta e um de Dezembro CAPÍTULO II


de cada ano.
(Aquisição de participações) Dos objectivos
Três) Dos lucros apurados em cada exercício
A sociedade poderá, mediante deliberação deduzir-se-á em primeiro lugar, a percentagem ARTIGO TRÊS
dos sócios, participar, directamente ou
legalmente estabelecida para a constituição (Objectivos)
indirectamente, em quaisquer projecto,
quer sejam similares ou diferentes dos do fundo da reserva legal. Sobre o valor
Constituem objectivos da Associação Olima
desenvolvimentos pela sociedade, bem assim remanescente haverá deliberação em assembleia Okahola de Metocape:
adquirir, deter, reger e alienar participações geral. a) Organizar os camponeses
sócias noutras sociedades. Quatro) Cumprindo o disposto no número membros a defenderem melhor
anterior, à parte remanescente dos lucros os seus interesses de produção,
CAPÍTULO II
será aplicável a legislação da República de comercialização e desenvolvimento
Do capital social, administração e rural;
Moçambique.
representação da sociedade b) Promover o desenvolvimento rural
ARTIGO NONO através de introdução de novas
ARTIGO QUINTO
tecnologias e parcerias;
(Capital social) (Casos omissos) c) Fomentar o aumento da produção
e da produtividade favorecendo
O capital social, integralmente subscrito e Em tudo quanto fica omisso regularão as
o abastecimento do mercado
realizado, é de 50.000,00MT (cinquenta mil disposições do Código Comercial, e demais
meticais), correspondente a três (3) quotas, agrícola local;
legislação aplicável República de Moçambique. d) Promover intercâmbio a nível local,
assim distribuídas:
Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico, provincial, com outras organizações
a) Uma quota no valor de 25.000,00MT
(vinte cinco mil meticais) Ilegível. afins.
pertencente ao sócio Alex
CAPÍTULO III
Nyamwasa correspondente a 50%;
b) Uma quota no valor de 12.500,00MT Dos membros
(doze mil e quinhentos meticais) Associação Olima Okahola ARTIGO QUATRO
pertencente a sócia Uwizeyimana
Oliver correspondente a 25%;
de Metocape Membros
c) Uma quota no valor de 12.500,00MT Certifico, que para efeitos de publicação, A Associação Olima Okahola de Metocape
(doze mil e quinhentos meticais) a constituição da associação com a denominação integra todas as pessoas singulares, nacionais
p e r t e n c e n t e a o s ó c i o Kev i Associação Olima Okahola de Metocape, com e mesmo estrangeiras, desde que aceitem
Kubwiamana Alex Nyamwsa a sede na comunidade de Inriba localidade o disposto no presente estatuto.
correspondente a 25%. de Mocuba Sede, Posto Administrativo de
Mocuba Sede no distrito de Mocuba, província ARTIGO CINCO
ARTIGO SEXTO
da Zambézia, matriculada nesta conservatória, Admissão)
(Administração) sob o NUEL 100822210 das Entidades Legais
de Quelimane cujo teor é seguinte: O pedido de admissão a membro é livre
A gestão e administração da sociedade bem
e carece duma declaração de intenção subscrita
assim a sua representação em juízo ou for do
CAPÍTULO I pelo interessado e dirigido ao Conselho de
activo e passivamente, fica a cargo do sócio
Do objecto, denominação e sede Direcção.
Alex Nyamwsa.

ARTIGO SÉTIMO ARTIGO UM ARTIGO SEIS

(Objecto) (Deveres dos membros)


(Formas de obrigar a sociedade)

Um) A sociedade fica validamente O presente estatuto estabelece regras São deveres dos membros:
obrigado pela assinatura do administrador, atinentes à organização e funcionamento da a) Observar as disposições do presente
em todos os actos e contractos, podendo esta, Associação Agro-Pecuária Olima Okahola de estatuto e cumprir as deliberações
para determinados actos, delegar poderes a Metocape dos órgãos; pagar quotas;
procurador especialmente constituído, nos b) Exercer com zelo, dedicação,
ARTIGO DOIS dinamismo e competências os
preciso termos e limites do respectivo mandato.
Dois) As decisões dos sócios, de natureza (Denominação, natureza e localização) cargos que forem eleitos.
as deliberações da assembleia geral, serão
A associação Olima Okahola de Metocape, ARTIGO SETE
registadas em acta por ela assinada.
abreviadamente desiganada Olima Okahola
(Direitos dos membros)
CAPÍTULO III de Metocape é uma pessoa de direito privado,
sem fins lucrativos com personalidade jurídica São direitos dos membros:
Das disposições gerais a) Exercer o direito de voto;
e autonomia administrativa, financeira e
ARTIGO OITAVO patrimonial. b) Participar em todas as actividades
A associação tem sua sede na comunidade promovidas pela associação;
(Balanço e aplicação de resultado)
de Inriba localidade de Mocuba Sede, Posto c) Ter acesso de qualquer benefício
Um) O ano coincide com o ano civil. Administrativo de Mocuba Sede no distrito de resultante do trabalho da associação
Dois) O balanço e contas de resultado fechar- Mocuba. ou por doação.
3568 III SÉRIE — NÚMERO 97

CAPÍTULO IV ARTIGO TREZE ARTIGO DEZASSETE


Dos órgãos sociais (Competências do Conselho de Direcção) Periodicidade das reuniões)

ARTIGO OITO Um) Ao conselho de direcção compete O Conselho Fiscal reunir-se-á ordinariamente,
administrar todas as actividades e interesses da duas vezes por ano e, extraordinariamente,
(Órgãos sociais)
associação bem como a sua representação em sempre que se revele necessário e quando for
Um) São órgãos sociais: juízo e fora dele. convocado pelo Conselho de Direcção.
a) Assembleia Geral; Dois) O Conselho de Direcção reúne-
b) Conselho de Direcção; e se ordinariamente uma vez por mês e CAPÍTULO VI
c) Conselho fiscal. extraordinariamente sempre que for convocado
Dos fundos sociais
Dois) Os titulares dos cargos dos órgãos pelo seu presidente ou pelo menos dois terços
sociais serão eleitos por mandatos de três anos dos membros. ARTIGO DEZOITO
podendo ser reconduzidos uma única vez.
ARTIGO CATORZE Fundos sociais
ARTIGO NOVE São fundos sociais:
(Funções do Conselho de Direcção)
(Assembleia Geral) a) As jóias a quotas colectadas aos
São funções do Conselho de Direcção: membros;
Um) A Assembleia Geral é o órgão máximo a) Superintender todos os actos correntes b) Quaisquer outros rendimentos que
da associação e nela tomam parte todos os e de gestão da associação assumindo resultem de algumas actividades
membros em pleno gozo dos seus direitos todos os poderes de representação, promovida pela associação ou
estatutários. contratos e escrituras; através doações.
Dois) O cumprimento das deliberações da b) Apreciar e aprovar admissões de novos
Assembleia Geral tomadas em observância à membros; CAPÍTULO VII
lei e aos estatutos é obrigatório para todos os c) Aprovar o regulamento interno da
membros. associação uma vez ouvido o Das disposições finais
parecer do Conselho Fiscal. ARTIGO DEZANOVE
ARTIGO DEZ
ARTIGO QUINZE (Casos omissos)
(Mesa da Assembleia Geral)
(Funções dos membros de direcção) Um) Nos casos omissos observar-se-á
Compõem a Mesa da Assembleia Geral:
o disposto nas legislações aplicável.
a) Um presidente; Um) O presidente:
Dois) Os presentes estatutos entram em vigor
b) Um Vice-presidente; e a) É responsabilidade do presidente
a partir da data da sua aprovação pela assembleia
c) Dois vogais que tem a função de: preparar uma agenda através de
constituinte.
i) Traçar política geral para o discussões com os membros da
d e s e nvo l v i m e n t o d a s direção uma semana antecedente; Quelimane, 21 de Fevereiro de 2017. —
actividades da associação; b) Velar pelo cumprimento da visão. A Conservadora, Ilegível.
ii) Eleger e destituir os membros Dois) Vice-presidente:
do conselho de direcção e do Substitui na ausência do presidente.
Conselho Fiscal;
iii) Apreciar e votar o relatório
Três) Secretário: Associação Okalihana
a) Elaborar as actas das reuniões,
e contas do Conselho de de Inriba
organizar registos, arquivos e outros
Direcção bem como o plano
documentos; Certifico, que para efeitos de publicação,
de actividades e orçamento
b) No fim do ano, o secretário deve preparar a constituição da associação com a denominação
para o ano seguinte; deliberar
um relatório do desempenho anual Associação Okalihana de Inriba com a sede na
alterações do estatuto.
para ser apresentado à comunidade comunidade de Inriba localidade de Mocuba
ARTIGO ONZE numa reunião aberta. sede, Posto Administrativo de Mocuba sede no
Quatro) Tesoureiro: Distrito de Mocuba, Província da Zambézia,
(Quórum e actas) matriculada nesta conservatória, sob o NUEL
O tesoureiro vai controlar os recursos
Um) As deliberações da assembleia-geral financeiros, preparar e apresentar 100822199 das Entidades Legais de Quelimane
cujo teor é seguinte:
serão tomadas por maioria absoluta de votos dos um relatório sobre os gastos anuais
membros presentes e em gozo dos seus direitos na mesma reunião aberta. CAPÍTULO I
estatutários, excepto nos casos em que a lei
exige uma maior qualificada de três quartos de ARTIGO DEZASSEIS Do objecto, denominação e sede
votos dos membros resignadamente. (Conselho Fiscal) ARTIGO UM
Dois) A dissolução da Associação requer
o voto de três quartos de todos os membros Um) O Conselho Fiscal é composto por três (Objecto)
presentes. membros dos quais:
O presente estatuto estabelece regras
a) Um presidente; atinentes à organização e funcionamento da
ARTIGO DOZE b) Um vice-presidente; e Associação agro-pecuária Okalihana de Inriba.
c) Um relator.
Conselho de Direcção
Dois) Verificar o comprimento das decisões ARTIGO DOIS
Um) O conselho de direcção é um órgão emanadas pela Assembleia-geral da associação.
(Denominação, natureza e localização)
executivo da associação. Três) Examinar os livros de registos e toda
Dois) O conselho de Direcção é constituído a documentação do comité sempre que para o Um) A Associação Okalihana de Inriba,
por um (a) presidente, um (a) vice - presidente efeito lhe for solicitado bem quando o julgue abreviadamente desiganada Okalihana de
e um secretário e um (a) tesoureiro. conveniente e emitir parecer ao relatório anual. Inriba é uma pessoa de direito privado, sem
22 DE JUNHO DE 2017 3569

fins lucrativos com personalidade jurídica c) Ter acesso de qualquer benefício Dois) O Conselho de Direcção é constituído
e autonomia administrativa, financeira resultante do trabalho da associação por um (a) presidente, um (a) vice-presidente e
e patrimonial. ou por doação. um secretário e um (a) tesoureiro.
Dois) A associação têm sua sede na
comunidade de Inriba localidade de Mocuba CAPÍTULO IV ARTIGO TREZE
Sede, Posto Administrativo de Mocuba Sede Dos órgãos sociais (Competências do Conselho de Direcção)
no distrito de Mocuba.
ARTIGO OITO Um) Ao conselho de direcção compete
CAPÍTULO II administrar todas as actividades e interesses da
(Órgãos sociais)
associação bem como a sua representação em
Dos objectivos Um) São órgãos sociais: juízo e fora dele.
ARTIGO TRÊS a) Assembleia Geral; Dois) O Conselho de Direcção reúne-
b) Conselho de Direcção; e se ordinariamente uma vez por mês e
(Objectivos) c) Conselho fiscal. extraordinariamente sempre que for convocado
Constituem objectivos da Associação Dois) Os titulares dos cargos dos órgãos pelo seu presidente ou pelo menos dois terços
Okalihana de Inriba organizar os camponeses sociais serão eleitos por mandatos de três anos dos membros.
membros a defenderem melhor os seus podendo ser reconduzidos uma única vez;
interesses de produção, comercialização ARTIGO CATORZE
ARTIGO NOVE
e desenvolvimento rural: (Funções do Conselho de Direcção)
a) Promover o desenvolvimento rural (Assembleia Geral)
através de introdução de novas São funções do Conselho de Direcção:
Um) A Assembleia Geral é o órgão máximo a) Superintender todos os actos correntes
tecnologias e parcerias;
da associação e nela tomam parte todos os e de gestão da associação assumindo
b) Fomentar o aumento da produção e
membros em pleno gozo dos seus direitos todos os poderes de representação,
da produtividade favorecendo o estatutários.
abastecimento do mercado agrícola contratos e escrituras;
Dois) O cumprimento das deliberações da b) Apreciar e aprovar admissões de novos
local; Assembleia Geral tomadas em observância à
c) Promover intercâmbio a nível local, membros;
lei e aos estatutos é obrigatório para todos os c) Aprovar o regulamento interno da
provincial, com outras organizações membros.
afins. associação uma vez ouvido o
ARTIGO DEZ parecer do Conselho Fiscal.
CAPÍTULO III
(Mesa da Assembleia Geral) ARTIGO QUINZE
Dos membros
A Mesa da Assembleia Geral é composto (Funções dos membros de direcção)
ARTIGO QUATRO por:
Um) O Presidente:
Membros a) Um presidente;
É responsabilidade do presidente preparar
b) Um vice-presidente; e
A Associação Okalihana de Inriba integra uma agenda através de discussões
c) Dois vogais que tem a função de:
todas as pessoas singulares, nacionais e mesmo com os membros da direção uma
d ) Tr a ç a r p o l í t i c a g e r a l p a r a o
estrangeiras, desde que aceitem o disposto no semana antecedente; velar pelo
desenvolvimento das actividades
presente estatuto. cumprimento da visão
da associação;
e) Eleger e destituir os membros do Dois) Vice – presidente:
ARTIGO CINCO Conselho de Direcção e do Substitui na ausência do presidente.
(Admissão) Conselho Fiscal; Três) Secretário:
f) Apreciar e votar o relatório e contas do a) Elaborar as actas das reuniões,
O pedido de admissão a membro é livre e Conselho de Direcção bem como o organizar registos, arquivos e outros
carece duma declaração de intenção subscrita plano de actividades e orçamento documentos;
pelo interessado e dirigido ao conselho de para o ano seguinte; deliberar b) No fim do ano, o secretário deve preparar
direcção. alterações do estatuto. um relatório do desempenho anual
ARTIGO SEIS para ser apresentado à comunidade
ARTIGO ONZE
numa reunião aberta.
(Deveres dos membros) (Quórum e actas) Quatro) Tesoureiro:
São deveres dos membros: Um) As deliberações da assembleia-geral O tesoureiro vai controlar os recursos
a) Observar as disposições do presente serão tomadas por maioria absoluta de votos dos financeiros, preparar e apresentar
estatuto e cumprir as deliberações membros presentes e em gozo dos seus direitos um relatório sobre os gastos anuais
dos órgãos; pagar quotas; estatutários, excepto nos casos em que a lei na mesma reunião aberta.
b) Exercer com zelo, dedicação, exige uma maior qualificada de três quartos de
dinamismo e competências os votos dos membros resignadamente. ARTIGO DEZASSEIS
cargos que forem eleitos. Dois) A dissolução da associação requer (Conselho Fiscal)
o voto de três quartos de todos os membros
ARTIGO SETE presentes. Um) O Conselho Fiscal é composto por três
membros dos quais:
(Direitos dos membros)
ARTIGO DOZE a) Um presidente;
São direitos dos membros: b) Um vice-presidente; e
Conselho de Direcção
a) Exercer o direito de voto; c) Um relator.
b) Participar em todas as actividades Um) O Conselho de Direcção é um órgão Dois) Verificar o comprimento das decisões
promovidas pela associação; executivo da associação. emanadas pela Assembleia Geral da associação.
3570 III SÉRIE — NÚMERO 97

Três) Examinar os livros de registos e toda correspondente a trinta e cinco por cento do de notas para escrituras diversas n.º 998-B, do
a documentação do comité sempre que para o capital social e Sidónio dos Anjos Manuel, Primeiro Cartório Notarial de Maputo, perante
efeito lhe for solicitado bem quando o julgue detentor de uma quota correspondente a trinta mim Lubélia Ester Muiuane, licenciada em
conveniente e emitir parecer ao relatório anual. e cinco por cento do capital social. Direito, conservadora e notária superior, em
Como resultado da deliberação acima exercício no referido cartório, foi constituída
ARTIGO DEZASSETE tomada, a assembleia geral deliberou pela uma sociedade por quotas de responsabilidade,
Periodicidade das reuniões) alteração do artigo quarto do pacto social, limitada, que passará a reger-se pelas disposições
o qual passa a ter a seguinte redacção: constantes dos artigos seguintes:
O Conselho Fiscal reunir-se-á ordinariamente,
duas vezes por ano e, extraordinariamente ARTIGO QUARTO ARTIGO PRIMEIRO
sempre que se revele necessário e quando for
Um) O capital social, integralmente realizado (Denominação e sede)
convocado pelo Conselho de Direcção.
e subscrito em dinheiro, é de trinta mil meticais,
A sociedade adopta a denominação de
CAPÍTULO VI e corresponde à quota única pertencente ao sócio
Betorose Serviços - Sociedade Unipessoal,
único Vicente Aniceto Manjate.
Dos fundos sociais Limitada, e tem a sua sede nesta cidade, Bairro
Dois) O capital social poderá ser aumentado da Maxaquene C n.º 299, rua da resistência,
ARTIGO DEZOITO uma ou mais vezes por deliberação da assembleia podendo abrir delegações em qualquer ponto
geral. do território nacional.
Fundos sociais Três) Revogado
São fundos sociais: Está conforme. ARTIGO SEGUNDO
a) As jóias a quotas colectadas aos Beira, 26 de Abril de 2017. — A conservadora (Duração)
membros; técnica, Ilegível.
b) Quaisquer outros rendimentos que A duração da sociedade é por tempo
resultem de algumas actividades indeterminado, contando-se do seu começo
promovida pela associação ou a partir da data da sua constituição.
através doações. Redknee Mozambique, ARTIGO TERCEIRO
CAPÍTULO VII Limitada (Objecto)
Das disposições finais Certifico, para efeitos de publicação, Um) Que a sociedade tem por objecto:
que por deliberação da assembleia geral de a) A sociedade tem como actividade
ARTIGO DEZANOVE trinta e um de Março de dois mil e dezassete, administração na área da indústria
(Casos omissos) a sociedade Redknee Mozambique, Limitada, de alimentar;
matriculada na Conservatória de Registo das b) Consultoria multidisciplinar;
Um) Nos casos omissos observar-se-á Entidades Legais sob NUEL 100467372,
o disposto nas legislações aplicável. c) Prestação de serviços;
procedeu à nomeação de novos administradores d) Comércio em geral;
Dois) Os presentes estatutos entram em vigor da sociedade. e) Administração, gestão e participação
a partir da data da sua aprovação pela assembleia Em consequência da deliberação, no capital de outras sociedades;
constituinte. precedentemente feita, é alterado o artigo f) Representação de marcas.
Quelimane, 21 de Fevereiro de 2017. — vinte e dois do pacto social, o qual passa a ter Dois) A sociedade poderá desenvolver outras
A Conservadora, Ilegível. a seguinte e nova redacção: actividades subsidiárias ou conexas da sua
ARTIGO VINTE E DOIS actividade principal desde que devidamente
autorizada para a realização do objecto social,
(Composição) a sociedade poderá associar-se com outras
MA&S – Advocacia, Um) A sociedade é gerida, administrada e sociedades ou administrar sociedades.
Consultoria e Serviços, representada por um ou mais administradores. Três) A sociedade poderá constituir
Limitada consórcios para a promoção, desenvolvimento e
Dois) Até deliberação de assembleia
entretenimento; pode ainda participar no capital
geral em contrário, ficam nomeados como
Certifico, para efeitos de publicação, da acta de outras sociedades. Ainda que estas tenham
administradores da sociedade os senhores David
da assembleia geral da sociedade MA & S – um objecto social diferente da sociedade.
Edward Charron, Brian Christopher McGrady,
Advocacia, Consultoria e Serviços, Limitada,
Michelle Garraway e Anin Basu. ARTIGO QUARTO
matriculada sob número oito mil seiscentos e
doze, a folhas cento vinte e duas, do livro treze, Três) (Não alterado).
(Capital)
cujo pacto social, está inscrito sob número dez Conservatória de Registo de Entidades
Legais, Maputo, 26 de Abril de 2017. — O capital da sociedade, integralmente
mil duzentos oitenta e seis, a folhas nove, do
O Técnico, Ilegível. subscrito, é de cinquenta mil meticais,
livro E – vinte e seis, aos dezasseis dias do mês
correspondente a uma quota:
de Setembro de dois mil e catorze, pelas dez
a) Rosario Alberto Coana, com cinquenta
horas, reuniu na sala de reuniões da sociedade
mil meticais a que corresponde a
MA&S – Advocacia, Consultoria e Serviços,
Betorose Servicos - uma quota de cem por cento do
Limitada na sua sede social, a assembleia geral
capital social.
devidamente convocada e de harmonia com o Sociedade Unipessoal,
disposto nos estatutos da sociedade, a qual foi Limitada ARTIGO QUINTO
composta pelos sócios Abílio José Francisco
Certifico, para efeitos de publicação, que (Administração e gerência)
Gimo, detentor de uma quota correspondente
a trinta por cento do capital social, Vicente por escritura de dezanove de Maio de dois mil Um) A gestão dos negócios da sociedade
Aniceto Manjate, detentor de uma quota e dezassete, lavrada a folhas 82 a 83 do livro e sua representação activa ou passiva, em juízo
22 DE JUNHO DE 2017 3571

ou fora dele, competem ao administrador Rosari ARTIGO SEGUNDO Dois) Entendem-se por suprimentos o
Alberto Coana que se auto nomeia. dinheiro ou outra coisa fungível, que o sócio
Duração
Dois) Compete ao administrador exercer possa emprestar à sociedade.
os mais amplos poderes de representação da A sociedade é constituída por tempo
indeterminado. ARTIGO SÉTIMO
sociedade e praticar todos os demais actos
Divisão, transmissão, oneração e alienação
necessários a realização do seu projecto social. ARTIGO TERCEIRO
de quotas
Três) A sociedade fica obrigada pela
Objecto
assinatura do administrador. A cessão, total ou parcial, de quotas a
Quatro) Os poderes do administrador são Um) A sociedade tem por objecto: terceiros, bem como a constituição de ónus ou
a) Actividade de consultoria e prestação encargos sobre as mesmas, é feita mediante
delegáveis nos termos da lei.
de serviços no sector de petróleos deliberação do sócio.
e gás;
ARTIGO SEXTO ARTIGO OITAVO
b) Logística, prospecção exploração e
(Caso omissos) comercialização de petróleos e gás; Amortização de quotas
c) Representação, venda e aluguer
Em todo o omisso regularam as disposições de equipamento de prospecção A sociedade apenas poderá amortizar quotas,
da lei das sociedades por quotas e restante e exploração de petróleo e gás; nos casos de exclusão ou exoneração de sócio.
legislação comercial em vigor na República de d) Importação e exportação;
CAPÍTULO III
Moçambique. e) Gestão de participações sociais.
Dois) A sociedade poderá exercer Da administração e representação
Está conforme. outras actividades distintas, subsidiárias ou da sociedade
Maputo, 31 de Maio de 2017. — O Técnico, complementares do seu objecto principal, desde
ARTIGO NONO
Ilégivel. que assim deliberadas pelo sócio.
Três) Mediante deliberação do sócio, Administração e representação
a sociedade poderá participar, directa ou
A administração e representação
indirectamente, em projectos de desenvolvimento
da sociedade são exercidas pelo sócio único.
que de alguma forma concorram para o
Genese Oil & Gás preenchimento do seu objecto social, bem como ARTIGO DÉCIMO
Moçambique – Sociedade aceitar concessões, adquirir e gerir participações
Unipessoal, Limitada sociais no capital de quaisquer sociedades, Vinculação da sociedade
independentemente do respectivo objecto social, Um) A sociedade obriga-se pela assinatura
Certifico, para efeitos de publicação, que ou ainda participar em empresas, associações do sócio.
no dia 5 de Junho de 2017, foi matriculada empresariais, agrupamentos de empresas ou Dois) O sócio poderá, entretanto, constituir
na Conservatória do Registo das Entidades outras formas de associação, sob quaisquer mandatários para todos e quaisquer assuntos da
formas permitidas por lei, bem como exercer sociedade que entenda por conveniente.
Legais sob NUEL 100864428, uma entidade
cargos sociais que decorram dessas mesmas
denominada Genese Oil & Gás Moçambique –
associações ou participações. CAPÍTULO VI
Sociedade Unipessoal, Limitada.
F l o r iva l E r n e s t o L u í s M u c ave , d e CAPÍTULO II Das disposições finais
nacionalidade moçambicana e portador Do capital social ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
do Passaporte n.º 10AA31365, de 28 de
ARTIGO QUARTO Dissolução e liquidação da sociedade
Fevereiro de 2011, residente na Avenida
Marginal, casa n.º 8187, bairro Triunfo, cidade Capital social Um) A sociedade dissolve-se nos casos
de Maputo, aceita os presentes estatutos de expressamente previstos na lei ou por
O capital social, integralmente realizado em deliberação do sócio que representem o capital
sociedade unipessoal, limitada que se rege pelas dinheiro, é de 10.000MT (dez mil meticais), social da sociedade.
seguintes cláusulas: correspondente a uma única quota pertencente Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
ao sócio Florival Ernesto Luís Mucave. proceder-se-á à sua liquidação.
CAPÍTULO I
ARTIGO QUINTO ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
Da denominação, duração, sede
e objecto Aumento do capital social Omissões
O capital social poderá ser aumentado, uma As omissões aos presentes estatutos serão
ARTIGO PRIMEIRO
ou mais vezes, mediante novas entradas, por reguladas e resolvidas em conformidade com
Denominação e sede incorporação de reservas ou por qualquer outra a legislação aplicável.
modalidade ou forma legalmente permitida Maputo, 6 de Junho de 2017. — O Técnico,
Um) A sociedade adopta a denominação de por deliberação do sócio, observadas as Ilegível.
Genese Oil & Gás Moçambique – Sociedade formalidades legais e estatutárias.
Unipessoal, Limitada e constitui-se sob a forma
de sociedade unipessoal de responsabilidade ARTIGO SEXTO
limitada. Prestações suplementares e suprimentos Simba Service, Limitada
Dois) A sociedade tem a sua sede na Avenida Certifico, para efeitos de publicação, que no
Um) Não serão exigíveis prestações
10 de Novembro, n.º 74, 1.º andar. suplementares de capital, podendo o sócio, dia 15 de Fevereiro de 2010, foi matriculada
Três) Mediante simples deliberação, pode a porém, conceder à sociedade os suprimentos na Conservatória do Registo das Entidades
assembleia geral transferir a sede para qualquer de que necessite, nos termos e condições que Legais sob NUEL 100141485, uma entidade
outro local no território nacional. entender por conveniente. denominada Simba Service, Limitada.
3572 III SÉRIE — NÚMERO 97

É celebrado o presente contrato de sociedade, ARTIGO QUINTO b) Quando alguma quota ou parte dela
nos termos do artigo 90 do Código Comercial, haja sido penhorada, arrestada,
Capital social
entre: arrolada, apreendida ou sujeita
keriton Malemane Simba, solteiro, maior, O capital social, integralmente subscrito e a qualquer acto judicial ou
natural de Manica, residente no bairro Zona realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, administrativo ou incluída em
Verde, cidade de Maputo, portador de Bilhete correspondente a soma de duas quotas iguais massa falida ou insolvente que
de Identidade n.º 110815753M, emitido no realizado do seguinte modo: possa obrigar a sua transferência
dia 17 de Julho de 2006, em Maputo. a) Uma quota de quinze mil meticais, para terceiros, ou tenha sido dada
Que outorga por si e em representação de pertencente ao sócio Keriton em garantia de obrigações que
seus filhos menores, Doxwel Keryton Simba e Malemane Simba; o seu titular assumiu sem prévia
Keryton Malemane Simba Júnior. b) Outra quota de dois mil e quinhentos autorização da sociedade; ou em
Pelo presente contrato sociedade outorgam e meticais, pertence ao sócio Doxwel caso de dissolução e liquidação da
constituem entre si uma sociedade por quotas de Keryton Simba; sociedade.
responsabilidade limitada, que se regerá pelas c) Outra quota de dois mil e quinhentos Dois) A sociedade só pode amortizar quotas
cláusulas seguintes: meticais, pertence ao sócio Keryton quando a data da deliberação, a sua situação
Malemane Simba Júnior. líquida, depois de satisfazer contrapartida da
CAPÍTULO I amortização, não ficar inferior a soma do capital
ARTIGO SEXTO e da reserva legal a não ser que simultaneamente
Da denominação, sede, duração
Aumento de capital se delibere a redução do capital.
e objecto
Três) O preço e outras condições serão
ARTIGO PRIMEIRO O capital social pode ser aumentado acordadas entre a sociedade e o titular da
uma ou mais vezes, mediante entradas em quota amortizada e, na falta de acordo, será
Denominação numerário, bens ou direitos e pela incorporação determinado um balanço especial elaborado
A sociedade adopta a denominação de dos suprimentos feitos pelos sócios ou por para efeito por uma entidade designada por
Simba Service, Limitada, adiante designada capitalização de todos ou parte dos lucros ou das acordo entre a sociedade e o titular da quota
reservas, com ou sem criação de novas quotas, a amortizar.
por sociedade e reger-se-á por estes estatutos
para que se observam as formalidades previstas
e demais legislação aplicável.
no artigo quarenta e um da lei das sociedades CAPÍTULO II
ARTIGO SEGUNDO por quotas.
Das obrigações
Sede ARTIGO SÉTIMO
ARTIGO DÉCIMO
Um) A sociedade tem sua sede em Maputo Suprimentos
Obrigações
na rua da Argélia.
Poderão ser exigidas prestações
Dois) Por deliberação da assembleia, a A sociedade pode emitir ou adquirir
suplementares a sociedades em condições a
sede poderá ser transferida para qualquer outro obrigações nos termos das disposições fixadas
estabelecer em assembleia geral e sujeitos a
lugar do país, bem como poderão ser criadas ou na assembleia geral.
disciplina do artigo tricentésimo nonagésimo
encerrada delegações ou outras representações quatro do Código Comercial, livro segundo,
sociais em território nacional ou estrangeiro. CAPÍTULO III
décimo primeiro.
Dos órgãos socias
ARTIGO TERCEIRO ARTIGO OITAVO
SECÇÃO I
Duração Cessão de quotas
Da assembleia geral
A sua duração é por tempo indeterminado, Um) Não carece de consentimentos da
contando-se o seu início a partir da data da sociedade ou dos sócios a cessão de quotas, ou ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
constituição. parcial entre os sócios. Reunião e convocação
Dois) A cessão de quotas a terceiros carecem
ARTIGO QUARTO Um) A assembleia geral reunir-se-á
do consentimento da sociedade, mediante a
Objecto deliberação tomada em assembleia geral. A ordinariamente, uma vez por ano para
sociedade em primeiro lugar e os sues sócios apreciação, aprovação ou modificação do
Um) A sociedade tem por objeto a em segundo, gozam do direito de preferência balanço e contas do exercício e para deliberar
comercialização, com importação e exportação na aquisição das quotas. sobre quaisquer outras questões para que tenha
dos seguintes produtos: Três) O prazo para exercer o direito são de sido convocada e, extraordinariamente, sempre
a) Venda de material de escritório, e vinte um dia a contar da data da recepcao da que for necessário.
prestação de serviços; solicitação escrita da cedência da quota pela Dois) A assembleia geral será convocada
b) Venda de material informático; sociedade ou pelos sócios. pelo gerente ou pelos sócios representando
c) Venda de insumos agrícolas. Quatro) Quaisquer actos ou negócio jurídico cinquenta por cento do capital social, ou por
Dois) A sociedade poderá ainda exercer as que implique a transmissão parcial ou total meio de telex, telegrama ou carta registada,
actividades de assistência técnica, aluguer de que viole o disposto neste artigo, e nulo e de com aviso de recepção dirigida aos sócios com
viaturas e prestação de serviços. nenhum efeito. antecedência de, pelo menos, vinte e um dia.
Três) A sociedade pode igualmente exercer
as atividades relacionadas com exploração ARTIGO NONO ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
de estações de serviços, actividades conexas,
Amortização Competências
consultoria diversa e ainda participações em
empreendimentos dentro e fora do país. Um) A amortização de quota e mediante a Dependem especialmente de deliberações
Quatro) A sociedade poderá exercer outras deliberação da assembleia geral, permitida nos dos sócios em assembleia geral os seguintes
actividades, subsidiárias, ou complementares seguintes termos: actos, além de outros que a lei indique:
do seu objecto principal, desde que previamente a) Por acordo com o respectivo a) Aprovação de programas de atividades
autorizadas. proprietário; e investimentos;
22 DE JUNHO DE 2017 3573

b) A nomeação e exoneração dos gerentes; Dois) É proibido aos gerentes e procuradores Wealth Lottery, Limitada
c) A fusão, cisão, transformações obrigar a sociedade em actos e contratos
dissolução da sociedade; estranhos aos negócios sociais, tais como letras Certifico, para efeitos de publicação, que no
d) A alteração de contrato da sociedade; a favor, fianças, avales e semelhantes, sob dia cinco de Maio de dois mil e dezassete, foi
e) A amortização de quotas, aquisição, pena de indemnizar a sociedade pelo dobro da matriculada na Conservatória do Registo das
alienação e oneração de quotas e
responsabilidade assumida. Entidades Legais sob NUEL 100852861 uma
o consentimento para cessão de
entidade denominada, Wealth Lottery, Limitada.
quotas; CAPÍTULO IV
f) A afectação de resultados e a É celebrado o contrato de sociedade, nos
distribuição de lucros. Do exercício social, contas termos do artigo noventa do Código Comercial:
e resultados Guo Manyi, solteiro maior, de nacionalidade
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO chinesa, portador de DIRE n.º 11CN00043066B,
ARTIGO DÉCIMO SEXTO
Funcionamento emitido aos vinte e sete de Outubro de dois mil
Um) Os gerentes devem prestar a qualquer e dezasseis, residente na Avenida Vladimir
Um) As deliberações da assembleia geral
sócio que o requeira, informação verdadeira, Lenine mil novecentos oitenta e cinco, cidade
serão tomadas por maioria simples dos votos
presente ou representados, salvo os que completa e elucidativa sobre a gestão da de Maputo; e
envolvem alterações aos presentes estatutos, sociedade, e bem assim facultar-lhe na sede Abdul Quente Chipassega, solteiro maior
dissolução ou liquidação da sociedade, as quais social a consulta da respectiva escrituração, de nacionalidade moçambicana, portador do
terão tomadas por maioria de três quartos de livros, contas e relatórios. Bilhete de Identidade n.º 110100094913S,
votos. A cada quota corresponderá um voto por Dois) A consulta de escrituração, livros e emitido pelo Arquivo de Identificação
cada fração de duzentos e cinquenta meticais do outros documentos deve ser feita pelo sócio de Maputo, residente na Machava-Sede,
capital respectivo. ou por representante do sócio devidamente quarteirão 1, casa número 245, Ft. 17, cidade da
Dois) A assembleia geral reúne na sede credenciado e o sócio pode requerer fotocópias Matola. que se regerá pelos termos constantes
social, e excecionalmente em qualquer outro ou informação escrita.
lugar indicando na convocatória, ordinariamente dos artigos seguintes:
Três) O exercício social coincide com o
sempre que surjam quaisquer assuntos
ano civil. CAPÍTULO I
imprevistos que devem ser analisados por este
órgão. Quatro) Os lucros que o balanço registar,
Da firma, sede, duração e objecto
Três) Os sócios deverão fazer se representar líquidos de todas as despesas e encargos,
social
nas assembleias gerais por pessoas físicas para deduzida a percentagem exigida por lei para
o efeito designadas por simples carta dirigida o fundo de reserva legal, serão aplicados nos ARTIGO PRIMEIRO
ao presidente da assembleia geral. termos que forem apoiados pela assembleia
(Firma)
Quatro) A assembleia geral considera-se geral.
regularmente constituída quando, em primeira A sociedade é constituída sob forma de
convocatória, todos os sócios estejam presentes CAPÍTULO V sociedade anónima, adopta a denominação
ou devidamente representados. de Wealth Lottery, Limitada. e rege-se pelo
Das disposições gerais
SECÇÃO II disposto nos presentes estatutos e pela legislação
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
aplicável.
ARTIGO DÉCIMO QUARTO
Dissolução e liquidação
Gerência ARTIGO SEGUNDO
A sociedade só se dissolve nos casos e nos
Um) A sociedade será gerida por um gerente, termos estabelecidos por lei ou por comum (Sede)
podendo ser socio ou um estranho a sociedade, acordo dos sócios quando assim o entenderem. A sociedade tem a sua sede social sita na
que desde já nomeado, com dispensa de caução.
Avenida Samora Machel152, cidade de Maputo.
Dois) Para que a sociedade se considere ARTIGO DÉCIMO OITAVO
obrigada e devidamente representada, em Juízo podendo por deliberação da assembleia geral,
e fora dele e necessário que os respectivos actos, Herdeiros abrir ou encerrar sucursais dentro e fora do país
contracto e demais documentos se mostrem Em caso de morte, interdição ou inabilitação quando for conveniente, bem como estabelecer
assinados pelo gerente, e um dos sócios caso o de um dos sócios, os seus herdeiros assumem ou encerrar sucursais, agências, delegações ou
gerente seja estranho a sociedade. formas de representação social.
automaticamente o lugar na sociedade com
Três) A sociedade pode constituir mandatário
dispensa de caução, podendo estes nomear seus
nos termos do artigo duzentos e cinquenta e um ARTIGO TERCEIRO
do Código Comercial. representantes se assim o entenderem, desde
Quatro) É proibida a gerência obrigar a que obedeçam preceituado nos termos da lei. (Duração)
sociedade em actos e contratos estranhos ao A sua duração será por tempo indeterminado,
ARTIGO DÉCIMO NONO
objecto da sociedade.
contando-se o seu início a partir da data de
Casos omissos celebração da escritura da sua constituição.
ARTIGO DÉCIMO QUINTO
Em todo o omisso regularão as disposições
Responsabilidade dos gerentes ARTIGO QUARTO
legais aplicáveis em vigor na República de
Um) Os gerentes respondem para a sociedade Moçambique. (Objecto)
pelos danos causados por actos ou omissões
Está conforme. A sociedade tem por objecto:
praticados com preterição dos deveres legais ou
contratuais, salvo se provarem que procederam Maputo, 28 de Março de 2017. — O Técnico, Actividade principal exploração de jogos
sem culpa. Ilegível. de lotaria.
3574 III SÉRIE — NÚMERO 97

CAPÍTULO II ARTIGO OITAVO ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO


Do capital social (Amortização de quotas) (Convocação)

ARTIGO QUINTO Um) A sociedade, por deliberação da As assembleias gerais serão convocadas
assembleia geral, pode realizar no prazo de pelo presidente da mesa da assembleia geral,
Capital social
sessenta dias contados do conhecimento do ou por quem o substitua, oficiosamente ou a
Um) O capital social integralmente realizado facto legal, poderá proceder à amortização de requerimento do conselho do administrativo,
é subscrito em dinheiro é de um milhão de quotas. do conselho fiscal ou fiscal único, ou , ainda de
meticais, integralmente subscrito e realizado accionistas, que representem mais de dez por
Dois) A sociedade não pode amortizar
em dinheiro encontrando-se dividido em duas cento do capital social, por meio de anúncios
quotas que não estejam integralmente liberadas,
quotas distribuídas da seguinte forma: publicados em jornal da rede social ou por
salvo no caso de redução de capital.
a) Uma quota no valor nominal cartas dirigidas aos accionistas, com trinta dias
Três) A amortização é feita pelo valor
oitocentos e cinquenta mil meticais de antecedência, salvo se for legalmente exigida
nominal da quota a amortizar, acrescida a antecedência maior, devendo mencionar o
correspondente a oitenta e cinco por da respectiva comparticipação nos lucros
cento do capital social, pertencente local, dia e hora em que se realizará a reunião,
esperados, proporcional ao tempo decorrido bem como a ordem de trabalho, com clareza e
ao sócio Guo Manyi;
ao exercício em curso e calculada com base precisão.
b) Uma quota no valor nominal de
no último balanço realizado, e da parte que lhe
cento e cinquenta mil meticais ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
corresponde no fundo de reserva legal.
correspondente a quinze por cento
do capital social, pertencente ao (Quórum constituitivo)
ARTIGO NONO
sócio Abdul Quente Chipassega. Um) A assembleia geral só poderá constituir
Dois) O capital social poderá ser aumentado (Morte ou incapacidade dos sócios)
e deliberar validamente em primeira convocação
por deliberação da assembleia geral que fixará Em caso de morte ou interdição de qualquer quando estejam presentes ou representados
igualmente os respectivos termos e condições, um dos sócios, os herdeiros legalmente accionistas que representem pelo menos,
subscrição e realização. constituídos do falecido ou representantes cinquenta e um por cento, salvo nos casos
do interdito, exercerão os referidos direitos em que a lei ou os presentes estatutos exigem
ARTIGO SEXTO quórum superior.
e deveres sociais, devendo mandatar um de
(Aumento e Redução do capital social) entre eles que a todos represente na sociedade Dois) Em segunda convocação a assembleia
geral pode constituir-se e deliberar validamente,
O capital social só poderá ser aumentado ou enquanto a respectiva quota se mantiver
seja qual for o número de accionistas presentes
reduzido mediante deliberação por maioria em indivisa.
e percentagem do capital por eles representadas,
assembleia geral, alterando-se em qualquer dos excepto naqueles casos em que a lei exija um
ARTIGO DÉCIMO
casos o pacto social para o que se observarão as quórum constitutivo para as assembleia reunidas
formalidades estabelecidas por lei. (Assembleia geral) em segunda convocação.

ARTIGO SÉTIMO Um) A assembleia geral reúne-se SECÇÃO III


ordinariamente na sede social uma vez por
(Divisão, cessão, oneração e alienação ano, para aprovação do balanço anual de contas Da administração
de quotas)
e do exercício, e, extraordinariamente, quando
(Composição)
Um) A divisão e cessão de quotas, bem convocada pela gerência, sempre que for
como a constituição de quaisquer ónus necessário, para se deliberar sobre quaisquer ARTIGO DÉCIMO QUARTO
ou encargos sobre as mesmas carecem do outros assuntos para que tenha sido convocada. (Administração, gerência e representação)
prévio consentimento da sociedade, dada por Dois) A assembleia geral será convocada
deliberação da respectiva assembleia geral. Um) A administração e gerência da sociedade
pelo presidente do quadro da gerência, ou por
e a sua representação, dispensada de caução e
Dois) O sócio que pretenda alienar a sua três membros do quadro da gerência, por carta
com ou sem remuneração, conforme vier a
quota informará à sociedade, com o mínimo de registada com aviso de recepção, ou outro meio
ser deliberado em assembleia geral, fica a
trinta dias de antecedência, por carta registada de comunicação que deixe prova escrita, a todos
cargo do sócio indicado pela assembleia, Guo
com aviso de recepção, ou outro meio de os sócios da sociedade com a antecedência Manyi. bastando a sua assinatura para obrigar a
comunicação que deixe prova escrita, dando a mínima de trinta dias, dando-se a conhecer a sociedade em todos os actos e contratos, activa
conhecer o projecto de venda e as respectivas ordem de trabalhos e a informação necessária à e passivamente, em juízo e fora dele, tanto na
condições contratuais nomeadamente, o preço tomada de deliberação, quando seja esse o caso. ordem jurídica interna como internacional,
e a forma de pagamento. dispondo dos mais amplos poderes legalmente
Três) Gozam de direito de preferência na ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
consentidos para a prossecução do objecto
aquisição da quota a ser cedida, a sociedade social, designadamente quanto ao exercício da
(Representação em assembleia geral)
e os restantes sócios, nesta ordem. No caso gestão corrente dos negócios sociais.
de nem a sociedade nem o outro sócio desejar Os sócios que sejam pessoas colectivas Dois) O sócio gerente poderá designar um
usar o mencionado direito de preferência, então far-se-ão representar nas assembleias gerais ou mais mandatários e neles delegar total ou
o sócio que desejar vender a sua quota poderá pelas pessoas físicas que para esse efeito parcialmente, os seus poderes.
fazê-lo livremente a quem entender, nas mesmas designarem, mediante simples carta dirigida à Três) O sócio gerente, ou seu mandatário não
condições de oferta. gerência e por este recebida ou um outro meio poderá obrigar a sociedade em actos e contratos
Quatro) É nula qualquer divisão, cessão, legal de atribuição de poderes para tal, até às que não digam respeito aos negócios sociais,
oneração ou alienação de quotas que não dezassete horas do último dia útil anterior à nomeadamente em letras de favor, fianças,
observe o preceituado no presente artigo. data da reunião. abonações ou outras semelhantes.
22 DE JUNHO DE 2017 3575

ARTIGO DÉCIMO QUINTO ARTIGO PRIMEIRO ARTIGO QUINTO


(Balanço e prestação de contas) (Denominação e sede) (Cessão de quotas)

Um) O ano social coincide com o ano civil. A sociedade adopta a designação de M. A. A empresa é unipessoal, o que dá autonomia
Dois) O balanço e a conta de resultados O. T. Service – Sociedade Unipessoal, Limitada ao sr. Miguel Angel Ozuna Torres de ser o único
fecham a trinta e um de Dezembro de cada ano, e tem a sua sede na Rua treze, número noventa gestor do capital.
e carecem de aprovação da assembleia geral, a e três, Bairro Micadjine, na província e cidade Não deverão fazer suplementos por capital
realizar-se até ao dia trinta e um de Março do de Maputo. A sociedade poderá estabelecer podendo porém o sócio fazer a sociedade ou
ano seguinte, devendo a gerência organizar as delegações ou outras formas de representação os suplementos de que ela carecer nos termos
contas anuais e elaborar um relatório respeitante noutros pontos das províncias de interesse ou das condições a definir pela assembleia geral.
ao exercício e uma proposta de aplicação de ainda transferir a sua sede para outro lugar
dentro ou fora do país, mediante autorização ARTIGO SEXTO
resultados.
das autoridades competentes. (Gerência)
ARTIGO DÉCIMO SEXTO
ARTIGO SEGUNDO Um) A administração e gerência da sociedade
(Dissolução e liquidação da sociedade) e sua representação em juízo dentro e fora dela
(Duração)
Um) A sociedade dissolve-se nos casos competem ao sócio Miguel Angel Ozuna Torres.
A sua duração é por tempo indeterminado Dois) O mandato de sócio gerente será por
expressamente previstos na lei ou por
e o seu início conta-se a partir da data da tempo indeterminado podendo ser destituído
deliberação unânime dos sócios.
assinatura do presente contrato. a qualquer momento por deliberação da
Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
assembleia geral.
proceder-se-á à sua liquidação gozando os ARTIGO TERCEIRO
Três) Os administradores e sócios gerentes
liquidatários, nomeados pela assembleia geral,
(Objecto social) ficam autorizados a admitir, exonerar, ou
dos mais amplos poderes para o efeito.
demitir todo o pessoal da empresa bem como
Três) Em caso de dissolução por acordo dos Um) A sociedade tem como objecto:
constituir mandatários para a prática de actos
sócios, todos eles serão os seus liquidatários. a) Venda e montagem de sistemas e
determinados ou de determinada categoria.
Quatro) O activo, líquido dos encargos de condutas de gás;
liquidação e das dívidas de natureza fiscal, no b) Venda de acessórios e sistemas de gás ARTIGO SÉTIMO
silêncio do contrato de sociedade, é repartido e gasificação;
c) Consultoria gasolineira; (Assembleia geral)
pelos sócios na proporção das suas participações
sociais. d) Assistência técnica em montagem de Um) A sociedade obriga-se por uma
sistema de tubagem; assinatura do sócio gerente ou de mandatários
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO e) Comércio de produtos de higiene a quem tenham conferido poderes para o efeito.
e limpeza, fertilizantes e Dois) Os actos de mero expediente poderão
(Casos omissos)
equipamentos com tecnologias de ser assinados por qualquer empregado
Os casos omissos não previstos neste sistemas gasificados avançados e devidamente autorizado.
contrato de sociedade será aplicada a lei em rudimentares;
vigor na República de Moçambique. f) Importação e exportação de produtos ARTIGO OITAVO
Maputo, 6 de Junho de 2017. — O Técnico, e bens, incluindo equipamentos
(Formas de obrigar)
e consumíveis, maquinarias e
Ilegível.
outras matérias necessárias para As assembleias gerais serão convocadas
a execução do exercício das por carta registada ao sócio gerente com
actividades; antecedência de oito dias salvo disposições
M.A.O.T. Service, Limitada g) Prestação de serviços relacionados interactivas em contrário ou acordo mútuo.
com quaisquer umas das actividades
Certifico, para efeitos de publicação, que acima mencionadas ou similares. ARTIGO NONO
no dia dois de Junho de dois mil e dezassete, Dois) A sociedade poderá exercer (Balanço)
foi matriculada na Conservatória do Registo outras actividades conexas ou subsidiárias
das Entidades Legais sob NUEL 100863944 das actividades principais desde que seja Anualmente será feito um balanço fechado
devidamente autorizada. com data de vinte à vinte e quatro de Dezembro
uma entidade denominada, M.A.O.T. Service,
Três) A sociedade poderá sob qualquer forma e os meios líquidos apurados em cada balanço
limitada.
legal associar-se com outras pessoas para formar depois de deduzidos cinco porcento, para
É celebrado o constituído o presente contrato
sociedade ou agrupamentos complementares o fundo de reserva geral e feitas quaisquer
de sociedade, nos termos do artigo 90 do Código de empresas, além de poder adquirir ou alienar outras deduções em que a sociedade acorde
Comercial, entre os sócios: participações de capital de outras sociedades. será dividida pelos sócios na proporção das
Miguel Angel Ozuna Torres, maior, de respectivas quotas.
nacionalidade dominicana, natural de Haina, ARTIGO QUARTO
nascido aos um de Março de mil novecentos e ARTIGO DÉCIMO
(Capital social)
sessenta, portador do Passaporte n.º SC9648867 (Prejuízos)
O capital social, integralmente realizado
de vinte e dois de Setembro de dois mil e
em dinheiro e bens, é de cem mil meticais Em caso de surgimento de incidentes como
quinze, residente na Avenida Guerra Popular,
unicamente representado na proporção abaixo assaltos, furtos, sanções, penalizações entre
número mil e vinte e oito, Bairro Central, na indicada: outros, e que possam gerar multas ou derivadas
cidade de Maputo, uma sociedade por quotas Miguel Angel Ozuna Torres – com uma quota despesas fora da previsão de boa prática laboral,
de responsabilidade limitada, com os seguintes no valor de cem mil meticais, correspondente à quer por falta, incumprimento ou ignorância
estatutos: cem porcento do capital. das normas previstas por lei, os sócios terão
3576 III SÉRIE — NÚMERO 97

uma comparticipação directa e correspondente Home & Car Zone – ARTIGO SEXTO
às proporções paralelas as acções percentuais
Sociedade Unipessoal, (Transmissão de quotas)
correspondentes as quotas de cada um, sendo:
Miguel Angel Ozuna Torres – com um Limitada As quotas não podem ser divididas, só
prejuízo correspondente a cem porcento do podendo ser transaccionadas por inteiro.
Certifico, que para efeitos de publicação
global do prejuízo. no Boletim da República a constituição da ARTIGO SÉTIMO
sociedade, Home & Car Zone - Limitada,
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Sociedade Unipessoal, sociedade comercial (Administração, representação e gerência)
(Despesas) por quotas de responsabilidade limitada, com A administração, representação e gerência
Um) Os lucros serão canalizados após os sede na Avenida Julius Neyerer, quarto bairro da sociedade será exercida pelo senhor Edson
pagamentos mensais das despesas de empresa Unidade Liberdade, cidade de Quelimane, José Gonçalves Belchior.
província da Zambézia, foi matriculada nesta
(seguranças, impostos, salários, entre outros).
Conservatória sob NUEL 100853779, do ARTIGO OITAVO
Dois) Valor da constituição da empresa,
Registo das Entidades Legais de Quelimane.
maquinarias, instalações, viaturas, entre outros. (Assembleia geral)
ARTIGO PRIMEIRO A assembleia geral realizar-se-á nos
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
(Denominação e duração) primeiros quatro meses de cada ano, devendo
(Normas supletivas)
deliberar sobre a matéria prevista na lei, bem
Home & Car Zone – Sociedade Unipessoal, como sobre outros assuntos que constarem na
Nos casos omissos regularão as disposições
Limitada., é uma sociedade unipessoal, por
do código comercial vigente e demais legislação respectiva convocatória.
quotas de responsabilidade limitada criada por
aplicável na República de Moçambique,
tempo indeterminado com início a partir da ARTIGO NONO
que respeite a matéria e demais legislações
data do seu registo e, rege-se pelos presentes
aplicáveis. (Dissolução)
estatutos e pelos preceitos legais aplicáveis.
Maputo, seis de Junho de dois mil e
A sociedade dissolve-se nos casos
dezassete. — O Técnico, Ilegível. ARTIGO SEGUNDO
determinados na lei e pela manifestação da
(Sede) sócia nesse sentido.
A sociedade tem a sua sede na cidade de ARTIGO DÉCIMO
Higitrading – Sociedade Quelimane, na esquina entre as Avenida Julius
Nherere e Josina Machel, n.º 358, rés-do-chão, (Omissos)
Unipessoal, Limitada podendo abrir delegações, em qualquer ponto Em todo o omisso regularão as disposições
do território nacional, depois de devidamente legais aplicáveis na República de Moçambique
Certifico, para efeitos de publicação, que por
autorizada. designadamente os Códigos Civil e Comercial.
acta de trinta e um do mês Julho de dois mil e
dezassete, da assembleia geral extraordinária da ARTIGO TERCEIRO Quelimane, 9 de Maio de 2017. —
Higitrading – Sociedade Unipessoal, Limitada, A Conservadora, Ilegível.
(Objecto)
matriculada na Conservatória de Registo de
Entidades Legais, sob o NUEL 100368757, foi Tem como objecto principal:
a) Importação e venda de peças e
deliberada a alteração da sede da sociedade, o
acessórios de viaturas; Dahong (Moçambique)
que resultou a presente alteração no pacto social.
b) Importação e venda de material de Engenheiros & Construções,
Em consequência, são alterados os artigos 1.º construção e seus derivados. Limitada
e 7.º do pacto social, e que passam a ter a
seguinte redacção: ARTIGO QUARTO Certifico, que para efeitos de publicação
(Capital social e quota) no Boletim da República a constituição da
ARTIGO PRIMEIRO sociedade Dahong (Moçambique) Engenheiros
Um) O capital social, integralmente & Construções, Limitada, sociedade por quotas
(Denominação e sede) subscrito, é de 50 000,00MT (cinquenta de responsabilidade limitada com sede na
A sociedade adopta a denominação mil meticais), correspondente a uma única cidade de Quelimane, província da Zambézia,
quota subscrita, de 100%, pelo sócio, senhor matriculada nesta conservatória sob NUEL
Higitrading – Sociedade Unipessoal, Limitada
Edson José Gonçalves Belchior, maior, de 100706393, das entidades legais de Quelimane.
e tem sede na Avenida da Tanzânia n.º 130,
nacionalidade moçambicana, portador do
bairro Alto Mae, cidade de Maputo. Bilhete de Identidade n.º 04010040522B, CAPÍTULO I
emitido em 15 de Outubro de 2013 cidade de
ARTIGO SÉTIMO Da denominação, sede, duração
Maputo e, válido até 15 de Outubro de 2018.
e objecto
(Administração e representação da Dois) O capital social pode ser aumentado
sociedade) uma ou mais vezes mediante deliberação da ARTIGO PRIMEIRO
assembleia geral.
(Denominação)
Um) Inalterado.
Dois) Inalterado. ARTIGO QUINTO A sociedade adopta a denominação de
Três) É nomeado gerente da sociedade o (Quotas próprias) Dahong (Moçambique) Engenheiros &
senhor Rui de Araújo Costa. Construções, Limitada, é uma sociedade
A empresa poderá, adquirir e/ou alienar comercial por quotas de responsabilidade
Maputo, 31 de Maio de 2017. — O Técnico, quotas próprias e praticar sobre elas todas limitada a qual se regerá pelos presentes
Ilegível. operações legalmente permitidas. estatutos e demais legislação aplicável.
22 DE JUNHO DE 2017 3577

ARTIGO SEGUNDO as formalidades estabelecidas pela lei das Três) Os fundos de reserva legal e estatutária
sociedades por quotas, mediante novas entradas que estiverem realizados no momento da
(Sede)
ou incorporação de lucros ou reservas livres. dissolução da sociedade serão partilhados
A sociedade tem a sua sede na cidade entre os sócios com observância do disposto
de Quelimane, podendo transferir a sede ARTIGO SEXTO na lei geral.
da sociedade para outra cidade, bem como (Cessão de quotas)
estabelecer ou encerrar sucursais, filiais ou ARTIGO DÉCIMO
outras formas de representação comercial Um) A cessão de quotas entre os sócios é
(Morte e incapacidade)
livre.
permanente, onde e quando os sócios acharem
Dois) A cessão de quotas a terceiros Um) Por morte ou incapacidade de qualquer
necessários.
carecem do consentimento escrito dos sócios dos sócios os herdeiros ou representantes do
ARTIGO TERCEIRO nãocedentes, aos quais é reservado o direito de falecido exercerão em comum os respectivos
preferência na sua aquisição. direitos enquanto a quota permanecer indivisa,
(Duração) Três) Após a recepção da proposta de venda, devendo de entre eles nomear um que a todos
A sociedade é constituída por tempo os sócios dispõe de quinze dias, para, querendo, represente na sociedade.
indeterminado, contando-se o seu início, para exercer os respectivos direitos de preferência. Dois) Não havendo liquidação da quota em
todos os efeitos legais, a partir da data desta Quatro) É nula e de nenhum efeito qualquer benefício dos herdeiros podem estes livremente
transmissão da quota do sócio que não obedeça dividir entre si o quinhão do seu antecessor,
escritura.
o disposto no presente artigo e demais preceitos continuando assim a sociedade.
ARTIGO QUARTO imperativos legais.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
(Objecto) CAPÍTULO III
(Omissões)
Um) A sociedade tem por objecto a execução Da administração e representação
das seguintes actividades: da sociedade Em tudo quanto não estiver especialmente
a) Construção civil, edifícios e regulamentado nos presentes estatutos aplicar-
ARTIGO SÉTIMO se-á a legislação comercial e demais legislação
monumentos, vias de comunicação,
obras e urbanização, instalações, (Administração) aplicável vigente na República de Moçambique.
fundações e captação de água; Uma) A sociedade será representada em Quelimane, 26 de Fevereiro de 2016. —
b) Elaboração de projectos, reparação e juízo e fora dele, activa e passivamente, pelo A Conservatória, Ilegível.
manutenção de imóveis; sócio ou um terceiro nomeado administrador
c) Prestação de serviços, consultoria e e gerente, com ou sem remuneração e fica
assessoria na área de construção dispensado de prestar caução.
civil; Dois) O administrador ou gerente poderão Dahong (Moçambique)
d) Importação e exportação de bens delegar todo ou parte dos seus poderes a pessoas Construções, Limitada
e equipamentos necessários à estranhas à sociedade, desde que outorguem
prossecução das suas actividades; a respectiva procuração, a ser assinada por Certifico, que para efeitos de publicação, no
e) Venda de material de construção civil. sócio gerente, com todos os possíveis limites Boletim da Republica a Constituição da Sociedade
Dois) A sociedade poderá desenvolver de competência. Os actos de mero expediente com a denominação Dahong (Moçambique)
outras actividades complementares, conexas poderão ser assinados por qualquer empregado Construções, Limitada, sociedade comercial
ou subsidiárias à actividade principal ou de sua escolha. por quotas de responsabilidade limitada, com
aindaadquirir participações sociais em outras sede na cidade de Quelimane, Província da
sociedades ou com elas associar-se sob qualquer CAPÍTULO IV Zambézia, matriculada nesta Conservatória
forma legalmente admissível. Do balanço e contas sob NUEL 100706393 das Entidades Legais de
Quelimane com o seguinte teor:
CAPÍTULO II ARTIGO OITAVO
Exercício social Administração
Do capital social
O exercício social coincide com o ano civil, Acta n.º 03/2016
ARTIGO QUINTO
sendo as contas e o balanço encerrados com Aos seis dias do mês de Dezembro do ano
(Capital social e quotas) referência a trinta e um de Dezembro. de dois mil e dezasseis, pelas dez horas, reuniu
Um) O capital social, integralmente subscrito na sede social, sita na cidade de Quelimane,
ARTIGO NONO
e realizado em dinheiro, é 5.000.000,00MT o conselho de administração da sociedade
(cinco milhões de meticais), correspondente à (Dissolução da sociedade) comercial denominada Dahong (Moçambique)
soma de duas quotas assim distribuídas: Um) A sociedade dissolve-se: Engenheiros & Construções, Limitada, com a
a) Mário Manuel Jaime 2.550.000,00MT a) Por acordo dos sócios; seguinte ordem de trabalhos:
(dois milhões e quinhentos cinquenta b) Nos casos estabelecidos na lei e nos Ponto um: Mudança de denominação
mil meticais) correspondente a 51% presentes estatutos; de Dahong (Moçambique) Engenheiros
do capital social; c) Por se extinguir a pluralidade dos & Construções, Limitada para Dahong
b) Li Zhang com 2.450.000,00MT (dois sócios, se num prazo de seis meses (Moçambique) Construções, Limitada.
milhões quatrocentos cinquenta mil não for reconstituída. Ponto dois: Alteração do capital social de
meticais) correspondente a 49% do Dois) Salvo deliberação em contrário, serão 5.000.000,00 MT (cinco milhões de meticais),
capital social. liquidatários os administradores que estiverem para 10.000.000,00 MT (dez milhões de
Dois) O capital social da sociedade poderá ser em exercício quando a dissolução se operar, os meticais.
aumentado duas ou mais vezes por deliberação quais terão as atribuições gerais emanadas nos Estiveram presentes os sócios Mário Manuel
da assembleia geral para o que se observarão termos da lei. Jaime, Li Zhang e a senhora Yaping Zhu.
3578 III SÉRIE — NÚMERO 97

Aberta a sessão, entrou-se de imediato para ARTIGO TERCEIRO Dois) A sociedade obriga-se pela assinatura
a apreciação dos dois pontos da agenda, tendo do sócio administrador, ou pela assinatura de
(Objecto social)
sido deliberado por unanimidade o seguinte: um mandatário, administrador ou gerente dentro
Mudança de denominação de Dahong Um) A sociedade tem por principal objecto dos limites estabelecidos no respectivo mandato
(Moçambique) Engenheiros & importação e exportacao de carvão vegetal, ou procuração.
Construções, Limitada para Dahong prestação de serviços e assessoria tecnica, Três) Em caso algum poderá a sociedade
(Moçambique) Construções, assessoria tecnica na area da prospecção ser obrigada em actos ou documentos que
Limitada. e pesquisa do carvao vegetal e derivados; não digam respeito às operações sociais,
Alteração do capital social de Comercialização do carvão vegetal e seus designadamente em letras, fianças e abonações,
5.000.000,00 MT (cinco milhões associados, importação e exportação de a não ser que especificamente deliberado pelo
de meticais), para 10.000.000,00 MT derivados do sector em causa. sócio único.
(dez milhões de meticais). Dois) A sociedade poderá exercer ainda Quatro) O administrador ou gerente será
Nada mais havendo a tratar foi a sessão da na mesma área, outras actividades conexas, eleito pelo período de quatro (4) anos, com
administração encerrada pelas onze horas, da complementares ou subsidiárias, desde que possibilidade de ser reeleito.
qual se lavrou a presente acta que, por ser a aprovados pela assembleia geral.
expressão da verdade, vai ser assinada pelos Três) Intermediação imobiliária. ARTIGO OITAVO
presentes. Quatro) A sociedade pode participar em (Negócios jurídicos entre os sócios
Quelimane, 15 de Maio de 2017. — outras sociedades, ainda que com objecto social e a sociedade)
A Conservadora, Ilegível. diferente ou regulados por lei especial, bem
como se associar a outras pessoas, sob qualquer O negócio jurídico celebrado, directamente
forma legal para prossecução do objecto social, ou por interposta pessoa, entre a sociedade e
mediante deliberação dos sócios. os sócios deve constar sempre de documento
Charcoal Mozambique, escrito, e ser necessário, útil ou conveniente à
ARTIGO QUARTO prossecução do objecto da sociedade, sob pena
Limitada de nulidade.
(Capital social)
Certifico, para efeitos de publicação, que
Um) O capital social da sociedade, ARTIGO NONO
no dia 29 de Maio de 2017, foi matriculada
na Conservatória do Registo das Entidades integralmente subscrito e realizado em dinheiro, (Contas da sociedade)
Legais sob NUEL 100861747, uma entidade é de 1.000.00MT (mil meticais), e corresponde
a três quotas desiguais assim distribuídas: Um) O exercício social coincide com o ano
denominada Charcoal Mozambique, Limitada. civil e o balanço fechar-se-á com referência a
Nos termos dos artigos 90 e seguintes do a) Palesa Makhari Mabhato, 33,4%;
b) Ruben Saraiva 33,3%; trinta e um (31) de Dezembro de cada ano.
Código Comercial, é constituído o presente Dois) As contas da sociedade deverão ser
contrato de sociedade pelos senhores Palesa c) Simião Francisco Davane 33,3%.
Dois) O capital social da sociedade poderá aprovadas antes do fim do mês de Março do
Makhari Mabhato, portador do Bilhete de ano seguinte a que respeitam.
Identidade n.º 110100216664I, de 5 de Maio ser aumentado, mediante decisão dos sócios.
de 2015, com validade até 5 de Maio de 2020, ARTIGO QUINTO ARTIGO DÉCIMO
Simião Francisco Davane portador do Bilhete
(Dissolução e liquidação)
de Identidade n.º110100463527I, de 2 de (Prestações suplementares e suprimentos)
Dezembro de 2015, com validade até 2 de Não são exigíveis prestações suplementares Um) A sociedade dissolve-se nos termos
Dezembro de 2020 e o senhor Ruben Saraiva, fixados na lei.
de capital podendo, porém, os sócios concederem
moçambicano, menor de idade, portadorda Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
suprimentos à sociedade, os quais vencerão
Cédula Pessoal série H n.º 003335, Assento proceder-se-á à sua liquidação gozando os
juros nos termos e condições do mercado, e
n.º 43 de 2014, (representado pelo seu progenitor liquidatários nomeados pelos sócios, dos mais
sujeito ao parecer de um auditor independente,
e tutor); representados neste acto pela sociedade amplos poderes para o efeito.
sob a forma de relatório, declarando os eventuais
de advogados a LFS Advogados Limitada. interesses e benefícios que daí advenham para ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
a sociedade em virtude de determinado acordo
ARTIGO PRIMEIRO (Omissões)
de suprimentos.
(Denominação e duração) Qualquer matéria que não tenha sido tratada
ARTIGO SEXTO
A sociedade adopta a denominação de nestes estatutos reger-se-á pelo disposto no
Charcoal Mozambique, Limitada, e a tempo (Cessão e oneração de quota) Código Comercial e outra legislação em vigor
indeterminada. em Moçambique.
Um) Os sócios único poderao dividir e ceder
as suas quotas, bem como constituir quaisquer Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico,
ARTIGO SEGUNDO ónus ou encargos sobre as suas próprias quotas. Ilegível.
(Sede) Dois) A divisão e cessão das quotas detidas
pelos sócios e a admissão de um novo sócio na
Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida sociedade está sujeita às disposições do Código
Ho- Chi Min, n.º 359, 2.º andar, na cidade de Comercial, aplicáveis às sociedades por quotas. Neopak Moçambique,
Maputo. Limitada
Dois) A sociedade poderá abrir sucursais, ARTIGO SÉTIMO
filiais ou qualquer outra forma de representação Certifico, para efeitos de publicação, que
(Administração e gestão da sociedade)
no país e no estrangeiro, bem como transferir no dia 1 de Junho de 2017, foi matriculada
a sua sede social para qualquer outro local do Um) A sociedade é gerida e administrada na Conservatória do Registo das Entidades
território nacional. pelo senhor. Legais sob NUEL 100863359, uma entidade
22 DE JUNHO DE 2017 3579

denominada Neopak Moçambique, Limitada, denominada sociedade, e é constituída sob ARTIGO QUINTO
entre: a forma de sociedade comercial por quotas
(Prestações suplementares e suprimentos)
Neopak Proprietary, Limited, sociedade de de responsabilidade limitada e por tempo
responsabilidade limitada, registada de acordo indeterminado, regendo-se pelos presentes Os sócios poderão realizar prestações
com as Leis da República da África do Sul estatutos e pela legislação aplicável em suplementares e conceder empréstimos à
sob o n.º 2014/215470/07, com sede Block E Moçambique. sociedade, cujos juros serão remunerados nos
Homestead Office Park CNR 12th e Homestead termos e condições definidos pela assembleia
Road Rivonia Johannesburg, Gauteng, 2196, ARTIGO SEGUNDO
geral e aprovados por maioria dos votos
neste acto devidamente representada por (Sede) representativos do capital social.
Oldivanda Bacar, nos termos da acta e
procuração da sociedade que junto se anexa.; e Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida ARTIGO SEXTO
Neopak Holdings Proprietary, Limited OUA n.º 452/A, Maputo, Moçambique.
Dois) Mediante deliberação do conselho (Transmissão e oneração de quotas)
sociedade de responsabilidade limitada,
registada de acordo com as Leis da República de administração, a sociedade poderá abrir Um) A divisão e a cessão de quotas a favor de
da África do Sul sob o n.º 2014/181336/07, sucursais, filiais ou qualquer outra forma de terceiros, bem como a constituição de quaisquer
com sede em Block E Homestead Office representação no país e no estrangeiro, bem
ónus ou encargos sobre as mesmas, carecem
Park CNR 12 e Homestead Road Rivonia como transferir a sua sede social para qualquer
de autorização prévia da assembleia geral da
Johannesburg, Gauteng, 2191, neste acto outro local do território nacional.
sociedade.
devidamente representada por Oldivanda Bacar, Dois) A sociedade goza do direito de
ARTIGO TERCEIRO
nos termos da acta e procuração da sociedade preferência na aquisição de quotas.
que junto se anexa. (Objecto social) Três) Se a sociedade não exercer o direito
Considerando que:
Um) A sociedade tem por objecto de preferência, esse direito transfere-se
a) As partes acima identificadas
principal a prestação de serviços de fábrico e automaticamente para os sócios.
acordam em constituir e registar
comercialização de produtos e caixas de papel Quatro) O sócio que pretenda alienar a sua
uma sociedade sob a forma de
canelado e a recolha de caixas de papel canelado quota comunicará por escrito aos outros sócios,
sociedade comercial por quotas
velhas, incluindo importação e exportação de por carta, indicando o proposto adquirente, o
de responsabilidade limitada
matérias-primas e produtos manufacturados, projecto de alienação e as respectivas condições
denominada “Neopak Moçambique,
Limitada, cuja actividade principal bem como qualquer outra actividade que seja contratuais.
é o fabrico e comercialização de complementar ou acessória ao objecto principal. Cinco) Os demais sócios deverão exercer o
produtos de papel canelado, recolha Dois) A sociedade poderá ainda exercer seu direito de preferência dentro de quinze a
de caixas de papel canelado velhas, quaisquer actividades comerciais conexas, quarenta e cinco dias, respectivamente contados
incluindo importação e exportação complementares ou subsidiárias às suas a partir da data da recepção da notificação da
de matérias primas e produtos actividades principais ou poderá associar-se ou intenção de transmissão prevista acima.
manufacturados; participar no capital de outras sociedades, desde
b) A sociedade é constituída por tempo que legalmente autorizada e a decisão sejam ARTIGO SÉTIMO
indeterminado e tem a sua sede na aprovadas pelo conselho de administração.
(Amortização de quotas)
Avenida OUA, n.º452/A, Maputo,
ARTIGO QUARTO Um) A amortização de quotas só pode ter
Moçambique;
c) O capital social, integralmente (Capital social) lugar nos casos de exclusão ou exoneração de
subscrito e realizado em dinheiro sócio.
Um) O capital social da sociedade,
é de 20.000,00MT (vinte mil Dois) A exclusão de sócio requer a prévia
totalmente subscrito e realizado em dinheiro,
meticais), correspondente à soma deliberação da assembleia geral e só poderá ter
é de 20.000,00MT (vinte mil meticais),
de 2 (duas) quotas, uma no valor lugar nos seguintes casos:
correspondente à soma de duas quotas assim
nominal de 10.000,00MT (dez mil a) Acordo com o respectivo titular da
distribuídas:
meticais), correspondente a 50% quota;
a) Uma quota no valor nominal de
(cinquenta por cento) do capital b) Se a quota for arrestada, arrolada ou
10.000,00MT (dez mil meticais),
social pertencente a sócia Neopak penhorada;
correspondente a 50% (cinquenta
Proprietary, limited e outra no valor c) Em caso de falência ou insolvência
por cento) do capital social
nominal de 10.000,00MT (dez mil do sócio;
pertencente a sócia Neopak
meticais), correspondente a 50% d) Dissolução de sócio pessoa colectiva.
Proprietary, Limited; e
(cinquenta por cento) do capital
b) Outra no valor nominal de 10.000,00MT Três) O preço da amortização será pago
social, pertencente a sócia Neopak
(dez mil meticais), correspondente em 3 (três) prestações iguais que se vencem,
Holdings Proprietary.
a 50% (cinquenta por cento) do respectivamente, 6 (seis) meses, 1 (um) ano e
As partes decidiram constituir a sociedade
capital social, pertencente a sócia 18 (dezoito) meses após a sua fixação definitiva
Neopak Moçambique, Limitada a qual se regerá
Neopak Holdings Proprietary, por um auditor independente.
pelos estatutos em anexo e pelas disposições
Limited.
legais a cada momento em vigor na República
Dois) Mediante deliberação da assembleia ARTIGO OITAVO
de Moçambique.
geral, o capital social da sociedade poderá ser
(Aquisição de quotas próprias)
ARTIGO PRIMEIRO aumentado.
Três) Os sócios gozam do direito de A sociedade poderá mediante deliberação da
(Denominação e duração)
preferência nos aumentos de capital da assembleia geral adquirir quotas próprias a título
A sociedade adopta a denominação de sociedade, na proporção das percentagens das oneroso, e por mera deliberação do conselho de
Neopak Moçambique, Limitada doravante suas quotas. administração, a título gratuito.
3580 III SÉRIE — NÚMERO 97

ARTIGO NONO os sócios que detenham, pelo menos, ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
participações correspondentes a 51% (cinquenta
(Convocatória e reuniões da assembleia (Convocação das reuniões do conselho
e um por cento) do capital social e, em segunda
geral) de administração)
convocação, independentemente do número de
Um) A assembleia geral ordinária reunir-se-á sócios presentes ou devidamente representados Um) O conselho de administração deverá
uma vez por ano dentro dos três meses após ao e do capital que representam. reunir-se, no mínimo, 2 (duas) vezes por
fecho de cada ano fiscal para: Dois) As deliberações da assembleia geral ano, podendo realizar reuniões adicionais
a) Deliberar sobre o balanço e o relatório são tomadas por maioria simples dos votos informalmente ou sempre que convocado por
do conselho de administração dos sócios presentes ou representados, excepto qualquer administrador em qualquer altura.
referentes ao exercício fiscal; nos casos em que a lei ou os estatutos exijam Dois) A menos que seja expressamente
b) Deliberar sobre a aplicação de maioria qualificada. dispensada por todos os administradores, a
resultados; Três) As seguintes deliberações serão convocatória das reuniões do conselho de
c) Eleição dos administradores. tomadas por maioria qualificada superior a três administração deverá ser entregue em mão ou
Dois) A assembleia geral pode ser convocada quartos dos votos correspondentes ao capital enviada por fax a todos os administradores, com
por qualquer administrador, por meio de carta social: uma antecedência mínima de 15 (quinze) dias
expedida com uma antecedência mínima de a) Aumento ou redução do capital social; de calendário, devendo ser acompanhada pela
15 (quinze) dias, salvo se a lei exigir outras b) Cessão de quotas; agenda dos assuntos a ser discutida na reunião,
formalidades para determinada deliberação. c) Transformação, fusão ou dissolução bem como todos os documentos necessários
Três) A assembleia geral da sociedade da sociedade; a serem circulados ou apresentados durante a
poderá reunir extraordinariamente sempre que d) Quaisquer alterações aos estatutos da reunião. Nenhum assunto poderá ser discutido
for necessário, por iniciativa do conselho de sociedade;
pelo conselho de administração a menos que
administração ou de qualquer sócio detendo e) Nomeação e destituição de
tenha sido incluindo na referida agenda de
pelo menos 10% (dez por cento) do capital administradores.
trabalhos ou quando todos os administradores
social, observadas as formalidades previstas no Quatro) Para que a assembleia possa
assim o acordem.
número dois acima. deliberar, em primeira convocatória, sobre
Três) Não obstante o previsto no n.º 2 acima,
Quatro) O aviso convocatório deverá no matérias que exijam maioria qualificada ao
o conselho de administração poderá dirigir
mínimo conter a firma, sede, número de quotas, abrigo da lei ou dos presentes estatutos, devem
os seus assuntos e realizar as suas reuniões
número de registo da sociedade, local, dia e estar presentes ou representados sócios que
através de meios electrónicos ou telefónicos
hora da reunião, espécie de reunião, ordem de detenham, pelo menos, 51% (cinquenta e um
que permitam a todos os participantes ouvir
trabalhos, e a indicação dos documentos a serem por cento) do capital social da sociedade.
e responder simultaneamente, desde que as
analisados e que se devem encontrar disponíveis
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO respectivas deliberações sejam lavradas em acta
na sede para apreciação, caso existam.
e assinadas por todos administradores, ou em
Cinco) A assembleia geral reunir-se-á, em (Administração e gestão da sociedade)
documento avulso devendo as assinaturas ser
princípio, na sede social, mas poderá reunir-se
Um) A sociedade é administrada e reconhecidas notarialmente.
em qualquer outro local do território nacional,
representada pelo conselho de administração,
desde que o conselho de administração assim o ARTIGO DÉCIMO QUARTO
composta por um mínimo de 3 (três) membros
decida, com o acordo de todos os sócios.
e máximo de 5 (cinco) membros, a eleger pela (Quórum)
Seis) A assembleia geral poderá reunir-se
assembleia geral.
sem a observância de quaisquer formalidades Um) O quórum para as reuniões do conselho
Dois) Os administradores terão os poderes
prévias, desde de que todos sócios estejam de administração considera-se constituído se
gerais atribuídos por lei e pelos presentes
presentes ou representados e todos manifestem nelas estiverem presentes ou representados, pelo
estatutos, conducentes à realização do objecto
a vontade de considerar a reunião devidamente menos, 2 (dois) administradores.
social da sociedade, representando-a em juízo
constituída.
e fora dele, activa e passivamente, podendo Dois) Qualquer membro do conselho de
Sete) Os sócios podem deliberar sem recorrer
delegar estes poderes a directores executivos administração temporariamente impedido
a reunião da assembleia geral, desde que todos
ou gestores profissionais nos termos a serem de participar nas reuniões do conselho de
os sócios declarem por escrito o sentido do seu
deliberados pelo conselho de administração. administração poderá fazer-se representar por
voto, relativamente a deliberação proposta.
Três) Os administradores estão dispensados qualquer administrador por meio de carta ou
ARTIGO DÉCIMO de caução. fax endereçado ao presidente do conselho de
Quatro) A sociedade fica obrigada pela administração.
(Representação em assembleia geral) assinatura de 2 administradores ou por assinatura Três) O mesmo membro do conselho de
Os sócios podem fazer se representar nas de procurador, dentro dos limites do respectivo administração poderá representar mais do
reuniões da assembleia geral por outro sócio, mandato ou procuração. que 1 (um) administrador.
pelo cônjuge, administrador ou mandatário Cinco) A sociedade não fica obrigada
em quaisquer circunstâncias, em actos ou ARTIGO DÉCIMO QUINTO
que seja advogado, administrador mediante
procuração valida por 6 (seis) meses, ou através documentos que não digam respeito ao seu (Contas da sociedade)
de simples carta mandadeira. objecto social, a menos que especificadamente
aprovado pela assembleia geral. Um) O exercício social coincide com o
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO Seis) Os membros do conselho de ano civil e o balanço será encerrado à 31 de
administração são eleitos por um período de Dezembro de cada ano.
(Votação)
quatro anos, podendo ser reeleitos. Dois) As contas da sociedade deverão
Um) A assembleia geral considera se Sete) O primeiro conselho de administração ser elaboradas e submetidas à apreciação da
regularmente constituída para deliberação será composto pelos seguintes membros: assembleia geral ordinária até ao final do mês
quando, em primeira convocação, estejam a) Paul Le Roux; e de Março do ano seguinte ao período a que
presentes ou devidamente representados b) Brian Seggar. respeitem.
22 DE JUNHO DE 2017 3581

Três) O conselho de administração submeterá nacionalidade moçambicana; e Edima Percina (100 000,00 MT) e corresponde à soma de duas
à assembleia geral ordinária o relatório anual António Fernandes, menor, natural da Beira, quotas assim distribuídas:
sobre suas actividades e as contas do exercício nacionalidade moçambicana, todos residentes a) Manuel AntÓnio Fernandes, com uma
anterior, bem como a proposta de distribuição na cidade da Beira, constituem uma sociedade quota de 75 por cento corresponde
de lucros. por quotas, nos termos do artigo 90, do código a setenta e cinco mil meticais (75
Quatro) Os documentos referidos no comercial as cláusulas seguintes. 000,00 MT);
n.º 3 anterior serão enviados pelo conselho de b) Edima Percina António Fernandes,
administração a todos os sócios, até 15 (quinze) CAPÍTULO I com uma quota de 25 por cento
dias antes da data de realização da reunião da Da denominação, sede legal, duração, correspondente a vinte e cinco mil
assembleia geral. objecto e duração da sociedade meticais (25 000,00 MT).
Dois) O capital social da sociedade poderá
ARTIGO DÉCIMO SEXTO ARTIGO PRIMEIRO ser aumentado de acordo as necessidades da sua
É constituída e será regida nos termos da evolução pelos lucros e suas reservas, com ou
(Distribuição de lucros)
lei e dos presentes estatutos, uma sociedade sem admissão de novos sócios.
Conforme deliberação da assembleia geral, comercial por quotas de responsabilidade
sob proposta do conselho de administração, CAPÍTULO III
limitada, que terá a denominação de F.P.S
dos lucros apurados em cada exercício serão Fernandes prestação de serviços, limitada. Da administração
deduzidos os seguintes montantes, pela seguinte
ordem de prioridades: ARTIGO SEGUNDO ARTIGO SEXTO
a) 20% (vinte por cento) para reserva A sociedade tem a sua sede na província de Um) A administração e gerência da sociedade
legal, até ao montante do capital Sofala, cidade da Beira, na rua Kruss Gomes, serão exercida pelo sócio gerente Manuel
social ou sempre que necessário n.º 2312, da Munhava, podendo por deliberação António Fernandes.
restabelecer tal fundo. da assembleia geral transferi-lá para outro local, Dois) O sócio gerente pode, em caso de sua
b) Amortização dos valores devidos abrir, manter ou encerrar sucursais, filiais, ausência ou quando por qualquer motivo esteja
pela sociedade aos sócios, agências, escritórios, delegações ou outra forma impedido de exercer efetivamente as funções
correspondentes a suprimentos e de representação em território moçambicano ou do seu cargo, substabelecer, noutro sócio ou
outras contribuições para sociedade, no estrangeiro. terceiro por ele escolhido, para o exercício de
que tenham sido entre os mesmos suas funções.
ARTIGO TERCEIRO Três) Compete ao sócio gerente representar
acordadas e sujeitos a deliberação
da assembleia geral; A sociedade tem por objetivo: em juízo ou fora dele. Falta ou impedimento
c) Outras prioridades aprovadas em a) O objectivo principal da sociedade é a poderão essas atribuições ser exercidas por outro
assembleia geral; prestação de serviços e consultoria sócio ou terceiros nomeadamente para o fim, ou
d) Dividendos aos sócios na proporção nas áreas de comercialização, substabelecer ao advogado.
das suas quotas. logística, manuseamento Quatro) A sociedade fica, em geral, obriga
e a g e n c i a m e n t o d e n av i o s ; pela assinatura do sócio gerente.
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO agenciamento de mercadorias
em trânsito; frete e fretamento e CAPÍTULO IV
(Dissolução e liquidação)
armazenagem de mercadorias em Das alterações
Um) A sociedade dissolve-se nos termos trânsito; conferências; peritagem
fixados na lei. e superintendência; serviços ARTIGO SÉTIMO
Dois) Uma vez declarada a dissolução auxiliares de estivas; transporte;
As alterações deste contrato, quer por
da sociedade, proceder se á à sua liquidação b) A sociedade poderá desenvolver
modificação ou supressão de alguma das
outras actividades conexas,
gozando os liquidatários nomeados pela suas cláusulas, quer por introdução de novas
complementares ou subsidiárias
assembleia geral, dos mais amplos poderes cláusulas, só pode ser deliberada pelos sócios.
da actividade principal desde que
para o efeito.
não sejam contrárias à lei e quando ARTIGO OITAVO
ARTIGO DÉCIMO OITAVO as mesmas sejam devidamente
autorizadas e licenciadas. Só por unanimidade é que poderá ser
(Omissões) Único. É da competência dos sócios deliberar atribuído efeito retroativo a alteração do
sobre as actividades compreendidas no objecto contrato e apenas nas relações entre sócios e se
Qualquer matéria que não tenha sido tratada
contratual que a sociedade efectivamente a alteração envolver o aumento de prestações
nestes Estatutos reger-se-á pelo disposto no
exercerá, também sobre a suspensão ou cessação impostas pelo contrato aos sócios. Esse aumento
Código Comercial e outra legislação em vigor
de uma actividade que venha a ser exercida. é ineficaz para os sócios que nele não tenham
em Moçambique.
consentido.
Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico, ARTIGO QUARTO
Ilegível. CAPÍTULO V
A sociedade tem o seu início a partir da
data da celebração do presente contrato e a sua Da omissão
duração é por tempo indeterminado.
ARTIGO NONO
F.P.S – Fernandes Prestação
CAPÍTULO II Em todo o omisso regularão as disposições
de Serviços, Limitada
Do capital social, quotas e órgãos legais em vigor na República de Moçambique
Certifico para efeitos de publicação sociais sobre as sociedades por quotas, nomeadamente
da sociedade F.P.S – Fernandes Prestação o Código Comercial vigente.
ARTIGO QUINTO Está conforme.
de Serviços, Limitada, matriculada sob
NUEL 100446030, entre, Manuel António Um) O capital social, e integralmente Beira, 21 de Abril de 2017. — A Conservadora
Fernandes, solteiro, maior, natural de Maputo, realizado em dinheiro, é de cem mil meticais Técnica, Ilegível.
3582 III SÉRIE — NÚMERO 97

Bolek Investimento e no valor de 10 000,00MT (dez mil meticais) sede social da sociedade Matama – Matama
correspondente a 20 por cento do capital social. da Manhiça S.A., com o capital social de
Comércio, Limitada
250 000,00MT (duzentos e cinquenta mil
ARTIGO SEXTO meticais), matriculada na Conservatória
Certifico para efeitos de publicação da
sociedade Bolek Investimento e Comércio, (Assembleia geral) do Registo Comercial de Maputo sob
Limitada, matriculada sob NUEL 100841231, o n.º 100285401.
A assembleia geral reúne-se ordinariamente
entre, Huizhomg Chen, solteiro, maior, natural Encontravam-se presentes os sócios Boavida
na sede social ou qualquer outro local a ser
de Jiansu-China e; Longhao Fu, solteiro, maior, Alexandre Mutombene, o sócio Orlando
definido pela mesma na sua primeira reunião,
natural de Jiangxi-China, todos residentes na Cândido Guibalo, Cremilde Filomena dos
uma vez por ano para aprovação do balanço anual
cidade da Beira, constituem uma sociedade Santos, Egídio Daniel Saranga e Manuel
de contas e de exercício e extraordinariamente
por quotas, nos termos do artigo 90, do código quando convocada pela gerência ou pelos sócios Leopoldo Ricardo Binana, representando os
comercial as cláusulas seguintes: sempre que for necessário para deliberar sobre sócios a totalidade do capital social.
quaisquer outros assuntos para que tenha sido Por todos accionistas presentes foi
ARTIGO PRIMEIRO convocada. manifestada a vontade de se aumentar o capital
(Denominação) social da sociedade, considerar a presente
ARTIGO SÉTIMO Assembleia devidamente constituída para
A sociedade comercial por quota de deliberar sobre o seguinte ponto da ordem de
(Administração e representação)
responsabilidade limitada adopta a firma Bolek trabalhos:
Investimento e Comércio, Limitada. A administração e gerência da sociedade Ponto único: Aumento de capital social;
em juízo e fora dele, activa ou passivamente, Ponto dois: Alteração do valor nominal das
ARTIGO SEGUNDO serão exercidas pelos sócios, desde já nomeados acções;
(Sede) administradores, com dispensa de caução sendo Ponto três: Conversão das acções.
suficiente a sua assinatura de um deles para a Aberta a sessão deu-se início a discussão
A sociedade tem a sua sede na cidade da sociedade em actos e contratos. do ponto um, após apreciação e analise de
Beira, no 19.º bairro do Manga-Mascarenha,
ARTIGO OITAVO todas as questões envolventes, foi deliberado,
podendo por deliberação dos sócios transferi-
por unanimidade dos accionistas presentes,
la para outro local, abrir sucursais, filiais, (Dissolução e liquidação da sociedade) autorizar a sociedade o aumento do capital
agências, escritórios, delegações ou outra forma
Um) A sociedade se dissolve nos casos social de duzentos e cinquenta mil meticais para
de representação em território moçambicano ou
expressamente previsto na lei ou por deliberação quatrocentos e cinquenta milhões de meticais,
no estrangeiro.
unanime dos sócios. correspondente a um milhão e oitocentos mil
ARTIGO TERCEIRO Dois) Declarada a dissolução da sociedade acções.
proceder-se-á a sua liquidação, gozando os Seguidamente, passou-se a apreciação do
(Duração) liquidatários, nomeados pela assembleia geral, ponto dois, tendo sido deliberado que o valor
A duração da sua existência será por tempo dos mais amplos poderes para os efeitos. nominal das acções passa de cem meticais cada
indeterminado, contado-se início da sua Três) Em caso de dissolução por acordo dos para duzentos e cinquenta meticais cada.
constituição. sócios, todos eles serão os seus liquidatários e Seguiu-se a apreciação do ponto três, tendo
a partilha dos bens sociais e valores apurados, a assembleia deliberada a conversão das acções
ARTIGO QUARTO proceder-se-á conforme deliberação da tituladas em escriturais e consequentemente o
assembleia geral. artigo cinco dos estatutos para a ter a seguinte
(Objecto)
redacção: O capital social é representado por
ARTIGO NONO
Um) A sociedade tem por objecto a venda acções nominativas escriturais, com o valor
de pneus de viatura de todo o tamanho, (Disposições finais) nominal referido no número dois da presente
recondicionamento de pneus, venda de acta, acréscimo no artigo numero seis dos
Um) Para fins e efeitos deste contrato social,
acessórios de automóvel, máquinas, venda de estatutos da Matama, S.A., passando o número
toda e qualquer notificação a ser enviada pela
carros novos e usados, venda de aço laminado, sociedade aos sócios, ou de um sócio aos dez com a seguinte redacção: quando cotadas
chapas de aço e outros, venda de cabos demais, deverá ser enviada por escritos por na Bolsa de Valores, as acções são livremente
eléctricos, manutenção de veículos pesados e carta registrada, ou por outro meio passível de transmissíveis.
máquinas, importação e exportação de máquinas toda prova escrita. Nada havendo mais assunto a tratar, foi esta
e peças de veículos. Dois) As omissões ao presente estatuto serão reunião encerrada pelas dezassete e dez minutos,
Dois) A sociedade poderá desenvolver reguladas e resolvidas de acordo com o Código e a presente acta, depois de lida, foi assinada por
outras actividades conexas, complementares ou comercial e de mais legislação aplicável na todos os accionistas presentes.
subsidiárias da actividade principal desde que República de Moçambique. Está conforme.
não sejam contrárias a lei e quando as mesmas Está conforme. Maputo, 31 de Março de 2017. — O Técnico,
sejam devidamente autorizadas e licenciadas. Beira, 26 de Abril de 2017. — Ilegível.
A Conservadora Técnica, Ilegível.
ARTIGO QUINTO
(Capital social)
Essence of Africa, Limitada
O capital social, subscrito e integralmente Matama da Manhiça, S.A.
realizado em dinheiro é de 50 000,00MT Certifico, para efeitos de publicação, que
(cinquenta mil meticais), correspondente a Certifico para efeitos de publicação, que por por escritura de dois de Março de dois mil e
soma de duas quotas, uma do sócio Huizhomg acta avulsa da assembleia geral extraordinária dezassete, exarada de folhas vinte e seis verso
Chen no valor de 40 000,00MT (quarenta mil de vinte e dois do mês de Agosto de dois mil a folhas vinte e oito do livro de notas para
meticais) correspondente a 80 por cento do e dezasseis, pelas dez horas reuniu-se em escrituras diversas número cinquenta e dois
capital social e outra do sócio Longhao Fu, sessão extraordinária, a Assembleia Geral na da Conservatória dos Registos e Notariado de
22 DE JUNHO DE 2017 3583

Vilankulo, a cargo de Fernando António Ngoca, D o i s ) C o m p e t e a g e r ê n c i a exe r c e decidiu alterar o artigo


Conservador e Notário Superior, em pleno os mais amplos poderes de gestão para o quinto da sociedade, com
exercício de funções Notariais, foi constituída bom funcionamento dos negócios sociais, admissão de novos sócios
entre: Ian Roberts Williams e Hermenegildo representado a sociedade em juízo e fora dele e redistribuição do capital
Joaquim Tomás, uma sociedade por quotas de activa e passivamente, podendo praticar todos social, nomeadamente
responsabilidade limitada, que se regerá nas os actos relativos à prossecução do seu objecto Mirsa Dauto Cane Sualehe,
cláusulas e condições constantes dos artigos social. Amakah Nancy Ussene Cane
seguintes: Três) A gerência poderá constituir Sualehe, Malikah Ussene
mandatários nos termos e para os efeitos Cane Sualehe e Alikah Ussene
ARTIGO PRIMEIRO desiguais no código comercial. Cane Sualehe, sendo estes três
(Denominação, duração) Quatro) Paragrafo único: A sociedade últimos menores passando
fica obrigada mediante a assinatura do sócio a estrutura societária para a
Um) A sociedade adopta a denominação maioritário, os actos de mero expediente seguinte:
de Essence of Africa, Limitada, que é uma serão assinados pelos sócios minoritários Ian O capital social da sociedade é de quinhentos
sociedade por quotas de responsabilidade Roberts Williams ou qualquer outro empregado mil meticais, subscrito em dinheiro e já
limitada regendo-se pelos presentes estatutos e devidamente autorizado pela sociedade. realizado, correspondentes a:
demais legislação aplicável.
Primeiro: Trezentos sessenta e cinco mil
Dois) A sua duração é por tempo ARTIGO SEXTO meticais, correspondente a setenta e três por
indeterminado, contando-se o seu início a partir
(Disposições diversas) cento, pertencentes a Ussene Sadique Sualehe,
da data do respectivo registo.
sendo sócio maioritário e representante da
A sociedade só se dissolve por vontade dos sociedade em juízo e fora dele, activa ou
ARTIGO SEGUNDO
sócios nos casos de prevista na lei. passivamente, na qualidade de sócio-gerente.
(Sede) Segundo: Trinta sete mil e quinhentos
ARTIGO SÉTIMO
Um) A sociedade tem sua sede no bairro de meticais, correspondente a sete ponto cinco
Faiquete, Distrito de Inhassoro, província de (Casos omissos) por cento, pertencentes a Mirsa Dauto Cane
Inhambane. Os casos omissos serão regulados pela lei da Sualehe, portador do Bilhete de Identidade
Dois) A sociedade poderá abrir delegações República de Moçambique, sobre sociedade por n.º 110100662188C, natural da Cidade da
ou outras formas de representações noutros questões e demais legislação aplicável. Maxixe, casada, e residente Avenida Nelson
locais do país ou no estrangeiro, desde que, Está conforme. Mandela, quarteirão 5, Boane Matola – Rio.
devidamente autorizado por assembleia geral e Terceiro: Trinta dois mil e quinhentos
Vilankulo, 7 de Março de 2017. —
cumprindo que seja os requisitos necessários. meticais, correspondente a seis ponto cinco por
O Conservador, Ilegível.
Três) A sociedade poderá transferir a sua cento pertencentes a Amakah Nancy Ussene
sede para qualquer localidade do território Cane Sualehe, portador do Bilhete de Identidade
nacional por deliberação especial da assembleia n.º 110100893645C, natural de Maputo,
geral. menor, e residente Avenida Nelson Mandela,
SKM Engineering quarteirão 5, Matola – Rio, Boane.
ARTIGO TERCEIRO Moçambique, Limitada Quarto: Trinta dois mil e quinhentos
(Objecto) meticais, correspondente a seis ponto cinco
Certifico, para efeitos de publicação que por
por cento, pertencentes a Malikah Ussene Cane
A sociedade tem como objecto contrato de sociedade celebrado nos termos do
Sualehe, portador do Bilhete de Identidade
comercialização de produtos diversos, artigo 90, do Código Comercial e registada na
n.º 110102296412A, natural de Maputo, menor,
nomeadamente material de construção, roupas, Conservatória de Registo das Entidades Legais
e residente Rua Victor Gordon, n.º 72, 1.º andar,
produtos artesanais, importação e exportação. da Matola sob Número Único da Entidade
cidade de Maputo, Chamanculo – C, Maputo.
Legal 10076944, reuniram-se no dia doze de
ARTIGO QUARTRO Quinto: Trinta dois mil e quinhentos
Abril de dois mil e dezassete, pelas quinze horas,
meticais, correspondente a seis ponto cinco
(Capital social) esteve reunida a Assembleia Geral da Sociedade
por cento, pertencentes a Alikah Ussene Cane
por quotas da SKM Engineering Moçambique,
Um) O capital social realizado subscrito Sualehe, portador do Bilhete de Identidade
Limitada, sita no Bairro Tsalala, quarteirão
em dinheiro é de cento e vinte mil meticais, n.º 100106522585J, natural de Maputo,
n.º 100, EN4, Avenida Samora Machel – Matola,
correspondente a soma de duas quotas desiguais, menor, e residente Avenida Nelson Mandela,
Matriculada sob NUEL 10076944 representada
sendo oitenta porcento do capital social quarteirão 5, Boane, Matola – Rio.
pelo sócio único, Ussene Sadique Sualehe com
equivalente a noventa e seis mil meticais Parágrafo Único: Os três últimos sócios
cem por cento da quota e para deliberar sobre
pertencente ao sócio Ian Roberts Williams, são menores e serão representados pelo sócio
os seguintes pontos:
e vinte por cento do capital social equivalente a maioritário Ussene Sadique Sualehe.
Pontos de Agenda:
vinte e quatro mil meticais pertencente ao sócio Assim, o artigo quinto do estatuto da
Ponto número um: Admissão de
Hermenegildo Joaquim Tomás. sociedade, concernente ao capital social, passa
novos sócios e redistribuição
Dois) O capital social poderá ser aumentado a ter a seguinte redacção:
do capital social.
sempre que os sócios decidirem desde que sejam
Ponto número dois: Alteração das .....................................................................
cumpridos os requisitos legais.
condições de movimentação
ARTIGO QUINTO das contas bancárias da ARTIGO QUINTO
sociedade.
(Administração e gerência) (Capital social)
Ponto número um: Ussene Sadique
Um) A gerência dispensada de caução será Sualehe, na qualidade de O capital social é de quinhentos mil
exercida pelo sócio maioritário Ian Roberts sócio único e presidente meticais (500 000MT), subscrito em
Williams. da assembleia geral, dinheiro e já realizado, dividido pelos
3584 III SÉRIE — NÚMERO 97

sócios, Ussene Sadique Sualehe, com o Rafael, uma sociedade comercial por quotas de remunerada ou não. Os Administradores da
valor de trezentos sessenta e cinco mil responsabilidade limitada KUPATA - Agente de sociedade podem constituir procuradores para
meticais (375 000,00MT), correspondente Seguros, Limitada, a qual se regerá nos termos a prática de determinados actos ou categoria
a 75 por cento do capital, Mirsa Dauto das cláusulas seguintes: de actos.
Cane Sualehe, com o valor de trinta sete Dois) Para vincular a sociedade em todos
ARTIGO PRIMEIRO
mil e quinhentos meticais (37 500.00MT), os actos e contratos é necessária a assinatura
correspondente a 7,5 por cento do capital, Um) A sociedade adopta a firma KUPATA conjunta de dois administradores ou assinatura
Amakah Nancy Ussene Cane Sualehe, - Agente de Seguros, Limitada, com sede na conjunta de um administrador e de um
menor, com o valor de trinta dois mil Rua Dom Francisco de Almeida n.º 688,Ponta procurador.
- Gêa, Beira. Três) Em ampliação dos poderes normais
e quinhentos meticais (32 500,00MT),
Dois) Por simples deliberação da de administração, os administradores poderão
correspondente a 6,5 por cento do capital,
administração, a sede poderá ser deslocada ainda:
Malikah Ussene Cane Sualehe, menor, dentro do território nacional, podendo ainda da
com o valor de trinta dois mil e quinhentos a) Comprar, vender, efectuar contratos
mesma forma, a sociedade estabelecer domicílio
meticais (32 500,00MT), correspondente de leasing e tomar de arrendamento
particular para determinados negócios.
a 6,5 do capital social e; Alikah Ussene ou trespasse quaisquer bens móveis
Três) Também por simples deliberação da
administração, a sociedade pode criar sucursais, e imóveis de e para a sociedade; e
Cane Sualehe, menor, com o valor de
agências, delegações ou outras formas locais b) Adquirir viaturas automóveis,
trinta dois mil e quinhentos meticais (32
de representação no território nacional ou no máquinas e equipamentos, podendo
500,00MT), correspondente a 6,5 por
estrangeiro. assinar os competentes contratos
cento do capital social.
de leasing.
Ponto número dois: Alteração das condições ARTIGO SEGUNDO
de movimentação das contas bancárias da ARTIGO SÉTIMO
A duração da sociedade é por tempo
sociedade.
indeterminado. Os sócios podem fazer-se representar em
Na sequência da nova estrutura societária,
deliberação de sócios por mandatário nos
as contas bancárias da sociedade passam a ARTIGO TERCEIRO
termos expressos em simples carta dirigida ao
obedecer o seguinte:
A sociedade tem por objecto a mediação de presidente da assembleia geral.
Um: Ussene Sadique Sualehe, assinatura seguros como agente de seguros.
independente. ARTIGO OITAVO
Dois: Mirsa Dauto Cane Sualehe, assinatura ARTIGO QUARTO
Qualquer deliberação tendo em vista
conjunta com Ussene Sadique Sualehe. Por deliberação dos sócios é permitida a alteração do contrato social tem de ter
Assim, havendo quórum, o sócio maioritário a participação da sociedade em quaisquer necessariamente o voto favorável dos sócios
decidiu sobre os pontos em agenda, e assinou outras empresas societárias, agrupamentos de
Augusto José Vasconcelos Macedo Pinto, Olga
a presente acta, que será reconhecida na empresas, sociedades, holdings, joint-ventures
Carina Dias Portraite, Edson Talabo Seris,
qualidade. ou outras formas de associação, união ou de
Isaura Vasconcelos Macedo Pinto, Carmen
concentração de capitais.
Rita Pereira António e Solange de Jesus
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
ARTIGO QUINTO Dias Rafael, nos termos e para os efeitos do
Em tudo o mais que fique omisso regularão artigo 982 do Código Civil e dos artigos 105
O capital social, integralmente realizado é
as disposições legais vigentes na República de e 299 do Código Comercial.
de cento e setenta e cinco mil meticais, sendo
Moçambique. uma quota no valor nominal de vinte e cinco
Está conforme. ARTIGO NONO
mil meticais pertencente ao sócio Augusto
Matola, 2 de Junho de 2017. — A Técnica, José Vasconcelos Macedo Pinto, uma quota Os sócios podem estabelecer entre si acordos
Ilegível. no valor nominal de vinte e cinco mil meticais parassociais nos termos e para os efeitos do
pertencente à sócia Olga Carina Dias Portraite, artigo 98 do Código Comercial.
uma quota no valor nominal de vinte e cinco
mil meticais pertence ao sócio Edson Talabo ARTIGO DÉCIMO
Seris, uma quota no valor nominal de vinte e
KUPATA – Agente de cinco mil meticais pertencente à sócia Isaura
A cessão de quotas a favor de estranhos
Seguros, Limitada Vasconcelos Macedo Pinto, uma quota no valor depende do consentimento da sociedade,
nominal de cinquenta mil meticais pertencente gozando esta, em primeiro lugar, e os restantes
Certifico, para efeitos de publicação, que à sócia Carmen Rita Pereira António; e a outra sócios não cedentes, em segundo lugar, do
por escritura do dia vinte e cinco de Abril de quota no valor nominal de vinte e cinco mil direito de preferência na respectiva aquisição.
dois mil e dezassete, lavrada de folhas vinte e meticais pertencente à sócia Solange de Jesus
três a folhas vinte e oito do livro de escrituras Dias Rafael. ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
avulsas número sessenta e seis, do Primeiro Os sócios ficam autorizados a fazer
Cartório Notarial da Beira, a cargo do Mestre ARTIGO SEXTO
prestações suplementares de capital até ao
João Jaime Ndaipa Maruma, notário superior Um) A administração da sociedade e a montante global de dez milhões de meticais.
do mesmo cartório, foi constituída entre sua representação em juízo ou fora dele, é
Augusto José Vasconcelos Macedo Pinto, Olga Está conforme.
constituída pelos administradores ora nomeados,
Carina Dias Portraite, Edson Talabo Seris, Olga Carina Dias Portraite e Augusto José Primeiro Cartório Notarial da Beira, 26 de
Isaura Vasconcelos Macedo Pinto, Carmen Vasconcelos Macedo Pinto, por um período Abril de 2017. — A Notária Técnica, Jaquelina
Rita Pereira António, Solange de Jesus Dias de quatro anos, podendo ser reeleita, será Jaime Nuva Singano Vinho.
22 DE JUNHO DE 2017 3585

General Engineering, ARTIGO PRIMEIRO qualquer um dos meios legalmente


previstos;
Limitada (Denominação e sede social)
b) A compra e venda inclusive o de
Certifico, para efeitos de publicação, que Um) A sociedade adopta a denominação de aluguer de viaturas por qualquer
por escritura do dia oito de Março de dois mil Consultório Médico Vita, Limitada, e tem a sua um dos meios legalmente previstos;
e dezassete, lavrada de folhas vinte e cinco a sede na cidade da Beira. c) Prestação de serviços: assessoria
Dois) Por simples deliberação da gerência, a jurídica, assistência judiciária
folhas vinte e sete do livro de escrituras avulsas
sociedade poderá deslocar a sua sede, bem como e consultoria jurídica.
número sessenta e cinco, do Primeiro Cartório
Notarial da Beira, a cargo do Mestre João Jaime criar sucursais, filiais, agências ou outras formas
ARTIGO QUARTO
Ndaipa Maruma, notário superior do respectivo de representação no país ou no estrangeiro.
(Capital social e quota)
cartório, os sócios Ivan Fátima Juma de Oliveira
ARTIGO OITAVO
e Geremias André Ferro cederam as suas quotas Um) O capital social integralmente subscrito
de vinte mil meticais e cinco mil meticais que A administração e gerência da sociedade é de 50 000,00MT (cinquenta mil meticais),
possuíam na sociedade comercial por quotas de ficam a cargo do sócio Ismael Taibo Inácio correspondente a uma única quota subscrita,
responsabilidade limitada General Engineering, Bacar, na sua ausência, o gerente poderá nomear de 100 por cento, pela sócia Ássia Mamad
Limitada, a Benjamim Guilherme Tomás Costa mandatários ou procuradores da mesma para Hussen, maior, de nacionalidade moçambicana,
António e a Alexandre André Ferro. a prática de determinados actos ou categorias solteira, portadora do Bilhete de Identidade
Que, outrossim, foi elevado o capital social de actos, atribuídas tais poderes através duma n.º 040101216698J, emitido em 6 de Fevereiro
que era de cem mil meticais para um milhão e procuração. de 2017, cidade de Quelimane e, válido até 6
quinhentos mil meticais, sendo o aumento de de Fevereiro de 2022.
Está conforme. Dois) O capital social pode ser aumentado
um milhão e quatrocentos mil meticais e, por
Segundo Cartório Notarial da Beira, 1 uma ou mais vezes mediante deliberação da
conseguinte, o artigo quinto do pacto social
de Março de 2017. — O Conservador e Notário assembleia geral.
passou a ter a seguinte nova redacção:
Técnico, João Almeida Bero.
ARTIGO QUINTO
.......................................................................
(Quotas próprias)
ARTIGO QUINTO
A empresa poderá adquirir e/ou alienar
O capital social, integralmente Bud Empreendimentos quotas próprias e praticar sobre elas todas
realizado em dinheiro, é de um milhão e – Limitada, Sociedade operações legalmente permitidas.
quinhentos mil meticais e corresponde a Unipessoal ARTIGO SEXTO
soma de duas quotas assim distribuídas:
a) Uma quota do valor nominal Certifico, para efeitos de publicação, (Transmissão de quotas)
de um milhão quatrocentos no Boletim da República a Constituição da
Sociedade, Bud Empreendimentos – Limitada, As quotas não podem ser divididas, só
vinte e cinco mil meticais,
Sociedade Unipessoal, Sociedade Comercial podendo ser transaccionadas por inteiro.
correspondentes a noventa
por quotas de responsabilidade limitada, com
por cento do capital social, ARTIGO SÉTIMO
sede na Avenida da Liberdade, Quarto Bairro
pertencente ao sócio
Unidade Brandão, cidade de Quelimane, (Administração, representação e gerência)
Benjamim Guilherme Tomás província da Zambézia, foi matriculada
Costa António; nesta Conservatória sob NUEL 100853787, A administração, representação e gerência
b) Uma quota do valor nominal do Registo das Entidades Legais de Quelimane. da sociedade serão exercidas pela Ássia Mamad
de setenta e cinco mil Hussen.
meticais, correspondente a ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO OITAVO
cinco por cento do capital (Denominação e duração)
social, pertencente ao sócio (Assembleia geral)
Alexandre André Ferro. Bud Empreendimentos – Sociedade
Unipessoal, Limitada é uma sociedade A assembleia geral realizar-se-á nos
Está conforme. unipessoal, por quotas de responsabilidade primeiros quatro meses de cada ano, devendo
Primeiro Cartório Notarial da Beira, 25 limitada criada por tempo indeterminado com deliberar sobre a matéria prevista na lei, bem
de Abril de 2017. — A Notária Técnica, Ilegível. início a partir da data do seu registo e, rege-se como sobre outros assuntos que constarem na
pelos presentes estatutos e pelos preceitos legais respectiva convocatória.
aplicáveis.
ARTIGO NONO
ARTIGO SEGUNDO
Consultório Médico Vita, (Dissolução)
(Sede)
Limitada A sociedade dissolve-se nos casos
A sociedade tem a sua sede na cidade determinados na lei e pela manifestação da
Certifico, para efeito de publicação, que por de Quelimane, na Avenida da Liberdade, sócia nesse sentido.
escritura do dia oito de Fevereiro de mil dois mil podendo abrir delegações, em qualquer ponto
e dezassete, lavrada a folhas cento e dezasseis do território nacional, depois de devidamente ARTIGO DÉCIMO
e seguintes, do livro de notas para escrituras autorizada.
(Omissos)
avulsas número cento e três, do Segundo
ARTIGO TERCEIRO
Cartório Notarial da Beira, a cargo da Helena Em todo o omisso regularão as disposições
Maria José Massesse, conservadora e notária (Objecto) legais aplicáveis na República de Moçambique
superior, procedeu-se na sociedade em epígrafe designadamente os Códigos Civil e Comercial.
Tem como objecto principal:
a alteração dos artigos primeiro e oitavo, que a) A compra e venda inclusive o Quelimane, 9 de Maio de 2017. —
passam a ter o seguinte: arrendamento de imóveis por A Conservadora, Ilegível.
3586 III SÉRIE — NÚMERO 97

Ircos, Limitada ARTIGO TERCEIRO ARTIGO SEXTO


Duração Participações socias
Certifico, para efeitos de publicação, que
no dia um de Junho de dois mil e dezassete, foi A duração da sociedade é por tempo É permitido à sociedade por deliberação da
matriculada na Conservatória do Registo das indeterminado e o seu começo conta-se para assembleia geral, participar no capital social de
Entidades Legais sob NUEL 100682583 uma todos os efeitos, a partir da data da escritura da outras sociedades, bem como associar-se a estas
constituição. nos termos da legislação em vigor, desde que
entidade denominada, Ircos, Limitada, entre:
Alberto Sitole, filho de Eduardo Sitole e se mostrem legais e convenientes aos interesses
ARTIGO QUARTO
dos sócios.
Georgina Gumende, natural de Belavista –
Objecto social
Matutuíne, residente no bairro de Massaca, ARTIGO SÉTIMO
quarteirão 1, casa n.º 16, casado, portador Um) A sociedade tem por objecto social:
a) Gráfica, serigrafia e serviços de Cessão de quotas
do Bilhete de Identidade n.º 110105009469 C,
emitido pelos serviços de identificação de consultoria de marketing; A cessão de quotas é livre entre os sócios,
Maputo aos vinte e quatro de Novembro de b) Design gráfico e editorial; mas a estranhos depende do consentimento da
c) Exposições e merchandising; sociedade que goza direito de preferência na
dois mil e catorze válido até vinte e quatro de
d) Execução e comercialização de aquisição de quotas a ceder, direito esse que,
Novembro de dois mil e vinte e quatro; e
equipamentos de sinalização se não for ele exercido pertencerá aos sócios
Célia Marisa Rodrigues Monteiro, filha de Industrial;
João dos Reis Monteiro e Maria de Livramento individualmente.
e) Comercialização de material e
Monteiro, residente no Bairro da Malanga, equipamento de escritório; ARTIGO OITAVO
quarteirão 29, Avenida Travessa 2.º andar- f) Serviços de tecnologias de informação
Distrito Urbano n.º 2, portadora do Passaporte e suporte técnico; Assembleia geral

n.º 13AF6294, emitido pelos Serviços g) Comercialização de equipamentos As assembleias gerais serão convocados
Migratórios de Maputo aos vinte e quatro de e periféricos de tecnologias de pelo sócio gerente por meio escrito, sendo carta
Fevereiro de dois mil e quinze, válido até vinte Informação; registada com aviso de recepção, email ou outras
e quatro de Fevereiro de dois mil e vinte. h) Comercialização de material e formas dirigidas aos sócios, salvo os casos em
equipamento de segurança no que a lei prescreva formalidades especiais de
ARTIGO PRIMEIRO trabalho; convocação.
i) Prestação de serviços;
Denominação j) Importação e exportação; ARTIGO NONO
É constituído nos termos da lei e dos k) Gestão de representações,
Administração, gerência, representação
intermediação comercial
presentes estatutos uma sociedade comercial do conselho de gerência
e Investimentos.
por quotas de responsabilidade limitada
Dois) A prossecução do objecto social é Um) A administração e gerência da sociedade
denominada Ircos, Limitada, designadamente livre á aquisição por simples deliberação da é conferida a um conselho de gerência, nomeado
por Ircos, Limitada. assembleia geral, a sociedade poderá exercer em assembleia geral.
outras actividades permitidas por lei. Dois) O conselho de gerência é composto
ARTIGO SEGUNDO
Três) Por deliberação da assembleia geral por um director e um administrador.
Sede poderá participar em sociedades, nacionais Tr ê s ) C o m p e t e à a d m i n i s t r a ç ã o a
ou estrangeiras, independentemente do ramo representação da sociedade em todos os
Um) A sociedade tem a sua sede na cidade de actividade, já existentes ou a constituir e seus actos, activa e passivamente, em juízo
da Matola, associar-se em outras entidades sob qualquer e fora dele, tanto na ordem jurídica interna
Dois) Representação: forma permitida por lei. como internacionalmente, dispondo de mais
a) Por deliberação da assembleia geral amplos poderes legalmente consentidos para a
ARTIGO QUINTO
poderá a sociedade, abrir e encerrar prossecução do objecto social, designadamente,
delegações, sucursais, filiais, ou Capital social quanto ao exercício da gestão corrente dos
outras formas de representação negócios e quando pelos presente estatutos não
Um) O capital social integralmente subscrito
comercial e industrial no país ou e realizado em bens dinheiro é de cem mil estejam reservados à assembleia geral.
fora dele, bem como transferir meticais (100.000,00 MT) correspondente a Quatro) A administração poderá constituir
a sede da sociedade para outra soma de duas quotas distribuídas da seguinte mandatários e neles delegar a totalidade ou
localidade no território Nacional; forma: parte dos seus poderes, com prévia autorização
b) A sociedade poderá, abrir delegações ou a) Uma quota de oitenta mil meticais dos sócios.
outras formas de representação no correspondente a oitenta porcento Cinco) A sociedade fica obrigado pela
estrangeiro desde que devidamente do capital social pertencente ao assinatura do administrador ou pela assinatura
sócio Alberto Sitole; de mandatários nos termos que forem definidos
autorizada pela assembleia geral e
b) Uma quota de vinte mil meticais em assembleia geral.
cumpridos que sejam os requisitos
correspondente a vinte porcento do Seis) Em caso algum a sociedade poderá ser
legais;
capital social pertencentes a sócia obrigado em actos ou documentos que digam
c) A representação da sociedade no Célia Marisa Rodrigues Monteiro. respeito as operações sociais designadamente
estrangeiro poderá ainda ser Dois) O capital social poderá ser aumentado em letras de favor, fianças e abonações.
confiada, mediante o contrato a mediante deliberação expressa da assembleia Sete) Os actos de mero expediente poderão
entidades públicas ou privadas, geral alterando-se, o pacto social, para o que se ser assinados por um dos directores ou por
l eg a l m e n t e c o n s t i t u í d a s o u observarão as formalidades estabelecidas na lei qualquer empregado por eles expressamente
registadas. das sociedades por quotas. autorizado.
22 DE JUNHO DE 2017 3587

Oito) A gestão corrente da sociedade poderá Dois) Declarada a dissolução da sociedade, ARTIGO QUARTO
ser confiada a um director geral, eventualmente proceder-se-á à sua liquidação gozando os
(Capital social)
assistido por um director adjunto, sendo ambos liquidatários, nomeados pelo sócio, dos mais
empregados da sociedade. amplos poderes para o efeito. Um) O capital social é de cinquenta mil
Nove) Caberá a administração designar o meticais correspondem a uma quota pertencente
director-geral e o director-adjunto bem como ARTIGO DÉCIMO QUARTO à sócia única Pierre Gwira.
fixar as respectivas atribuições e competência. Dois) A sociedade poderá participar no
Casos omissos
capital de outras sociedades, mesmo com
ARTIGO DÉCIMO Em tudo quanto esteja omisso nesse estatuto, objecto diferente do seu, e em sociedades
regular-se-á pelas disposições aplicáveis em reguladas por lei ou por agrupamento.
Interdição
vigor na República de Moçambique.
Por interdição ou morte de qualquer sócio a ARTIGO QUINTO
Maputo, dois de Junho de dois mil
sociedade continuará com os capazes sobrevivos (Administração e gerência)
e dezassete. — O Técnico, Ilegível.
e representantes do interdito ou herdeiros do
Um) A gestão e administração da sociedade
falecido, devendo, este nomear um de entre si
fica a cargo do sócio Pierre Gwira, a qual fica
que a todos represente na sociedade, enquanto
desde já investida na qualidade de administrador
a respectiva quota se mantiver indivisa.
Pierre Gwira Comercial único.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO – Sociedade Unipessoal, Dois) O administrador tem plenos poderes
para nomear mandatário a sociedade, em caso de
Exercício social Limitada aumento dos sócios conferindo os necessários
poderes de representação.
Um) O exercício social corresponde ao Certifico, para efeitos de publicação, que
Três) A sociedade ficará obrigada pela
ano civil e o balanço de contas de resultados, no dia 26 de Maio de dois mil e dezasseis, foi assinatura de um gerente ou procurador
será fechado com referência a trinta e um de matriculada na Conservatória do Registo das especialmente constituído pela gerência, nos
Dezembro de cada ano e será submetido à Entidades Legais sob NUEL 100740400 uma termos e limites específicos do respectivo
aprovação da assembleia geral. entidade denominada Pierre Gwira Comercial mandato.
Dois) Dos lucros que o balanço registar, – Sociedade Unipessoal, Limitada. Quatro) Os actos de mero expediente poderão
líquidos de todas as despesas e encargos, Pierre Gwira, de estado civil solteiro, natural ser individualmente assinados por empregados
deduzir-se-á percentagem legalmente requerida de Burundi, de nacionalidade burundesa, da sociedade devidamente autorizados pela
para a constituição da reserva legal enquanto gerência
residente no bairro de Zimpeto - Maputo,
esta estiver legalizada, ou sempre que seja Cinco) A sociedade fica obrigada nos
portador de DIRE n.º 11BI00030202 B, emitido
necessário reintegrá-la. seus actos e contratos pela assinatura do
pela Direcção Nacioal de Migração, aos nove
Três) A parte restante de lucros seráconforme administrador.
deliberação social, repartida entre sócios na de Novembro de dois mil e quinze.
proporção das quotas a titulo de dividendos, ou Pelo presente contrato particular constitui ARTIGO SEXTO
afectos a quaisquer reservas especiais criadas uma sociedade unipessoal que se regerá pelos
(Herdeiros)
por decisão da assembleia geral. seguintes artigos.
Em caso da morte, interdição ou inabilitação
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO ARTIGO PRIMEIRO de um do sócio único, os seus herdeiros
assumem automaticamente o lugar na sociedade
Amortização de quotas (Denominação e sede) com dispensa de caução, podendo estes nomear
Um) A sociedade mediante prévia deliberação A sociedade adopta a denominação Pierre os seus representantes se assim o entenderem,
da assembleia geral, poderá amortizar as quotas deste que obedeçam o preceituado nos termos
Gwira Comercial – Sociedade Unipessoal,
da lei.
dos sócios no prazo de noventa dias, a contar Limitada, e tem a sua sede no bairro de Zimpeto,
do conhecimento da ocorrência dos seguintes Avenida de Moçambique, número dois duzentos ARTIGO SÉTIMO
factos. oitenta e cinco, cidade de Maputo, podendo
a) Se qualquer quota ou parte for (Omissões)
abrir filias, delegações e outras formas de
arrestada, arrolada, apreendida ou representação no território nacional ou no Os casos omissos serão regulados pelas
sujeita a qualquer acto judicial ou estrangeiro. disposições legais aplicáveis e pelas disposições
administrativo que possa obrigar a acordadas na assembleia geral da sociedade.
sua transferência para terceiro ou, ARTIGO SEGUNDO Maputo, 6 de Junho de 2017. — O Técnico,
ainda se for dada como garantia Ilegível.
de obrigações que seu titular (Duração)
assume sem prévia autorização da A sua duração é por um tempo indeterminado
sociedade; contando-se o seu início a partir do dia da sua
b) Se qualquer quota for cedida a terceiro
constituição.
A Casa da Maria Serviços,
sem terem cumpridas as disposições Limitada
do artigo sétimo. ARTIGO TERCEIRO
Dois) O preço da amortização será pago em Certifico, para efeitos de publicação que,
representações iguais e sucessivas dentro do (Objecto) no dia 1 de Junho de 2017, foi matriculada
prazo máximo dentro de três meses. na Conservatória do Registo das Entidades
O objecto da sociedade consiste na actividade
Legais sob NUEL 100863413 uma entidade
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO de: denominada, A Casa da Maria Serviços,
a) Comércio geral de produtos Limitada.
Dissolução da sociedade alimentares; É celebrado o presente contrato de sociedade,
Um) A sociedade somente se dissolve nos b) Importação e exportação de produtos nos termos do artigo 90 de Código Comercial,
termos fixados na lei. alimentares. entre:
3588 III SÉRIE — NÚMERO 97

Primeira. Ricardo Jorge de Faria Simões, b) Uma quota no valor nominal de dez Dois) Salvo disposição legal em contrário,
solteiro, natural de Porto - Portugal, residente mil meticais, ou seja cinquenta por as sócias serão liquidatárias e todas gozam do
em Maputo, rua da Demanda n.º 295, bairro cento do capital social, pertecente à direito de preferência na arremação judicial de
Polana Cimento, casa n.º 295, portador do sócia Maria Amália Soares Costa. quotas e venda do activo social.
Passaporte n.º N028296, emitido pelo consulado Três) Havendo mais do que um preferente
ARTIGO QUARTO
de Portugal em Moçambique no dia 12 de Março proceder-se-á á licitação, vencendo o sócio que
de 2014, Um) A gerência da sociedade, dispensada de oferecer o melhor preço.
Segunda. Maria Amália Soares Costa, caução é exercida com ou sem remuneração pelo
solteira, natural de Chaves - Portugal, residente sócio Ricardo José de Faria Simões. ARTIGO NONO
em Maputo, Rua da Demanda n.º 295, casa Dois) É proibido a gerente obrigar a Casos omissos
n.º 295, bairro Polana Cimento, portadora sociedade em actos e contratos estranhos aos
negócios sociais, abonações, fianças e letras Os casos omissos serão regulados pela
do Passaporte n.º M407954, emitido pelo
de favor. legislação vigente e aplicável na República de
Consulado de Portugal em Moçambique, no dia
Três) A sociedade poderá constituir Moçambique.
23 de Novembro de 2012.
mandatários ou procuradores, os quais poderão Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico,
ARTIGO PRIMEIRO ser pessoas estranhas à sociedade com poderes Ilegível.
para a prática de determinados actos ou
Denominação, sede, duração e objecto categorias de actos.
Um) A sociedade adopta a denominação Quatro) A sociedade obriga-se a validar e
eficazmente, com a assinatura do gerente, ou
de A Casa Da Maria Serviços, Limitada, uma CHS Consultoria –
seu procurador ou mandatário da sociedade, nos
sociedade por quotas de responsabilidade
termos dos poderes que lhe forem conferidos. Sociedade Unipessoal,
limitada e tem a sua sede em Maputo, Avenida
Limitada
Mártires da Moeda n.º 790, rés-do-chão, bairro ARTIGO QUINTO
Polana Cimento. Certifico, para efeitos de publicação que,
Assembleia dos sócios
Dois) Por deliberação da assembleia geral no dia 30 de Maio de 2017, foi matriculada
a sociedade poderá deslocar a sua sede, criar Um) Quando a lei não exigir outras na Conservatória do Registo das Entidades
dentro ou fora do país, delegações, filiais, formalidades as reuniões da assembleia geral Legais sob NUEL 100861941 uma entidade
sucursais ou outras formas de representação serão convocados por cartas registadas, com
denominada, CHS Consultoria - Sociedade
que julgar conveniente. aviso de recepção, ou protocoladas, dirigidas
Unipessoal, Limitada.
Três) A duração da sociedade é por tempo aos sócios com quinze dias de antecedência.
Dois) A assembleia geral reúne-se em sessão Maria de Fátima Xavier da Silva, solteira,
indeterminado, contando-se o seu início a partir
ordinária no mínimo uma vez por ano, durante de nacionalidade moçambicana, residente em
da data da constituição.
o primeiro semestre e, extraordinariamente, Maputo, portador do Bilhete de Identidade
ARTIGO SEGUNDO sempre, que se tornar necessário e conveniente. n.º 110100049919J, emitido em Maputo aos 31
Três) Os sócios podem delegar entre si de Julho de 2013 vitalício,
Objecto
poderes nomeadamente para votar.
Um) A sociedade tem por objecto: Quatro) As decisões deliberadas na ARTIGO PRIMEIRO
a) Restauração; assembleia geral serão tomadas por escrito e
Denominação e sede
b) Importação, exportação e comércio assinadas por todos presentes em actas.
geral; A sociedade adopta a designação de CHS
ARTIGO SEXTO
c) Prestação de serviços de pastelaria Consultoria - Sociedade Unipessoal, Limitada e
e salão de chá; Distribuição de dividendos tem a sua sede na cidade de Maputo na Avenida
d) Prestação de serviços de catering; Os lucros liquidos, depois de deduzidas as Amílcar Cabral, 1038.
e) Serviços de entregas; percentagens atribuídas ao fundo de reserva
f) Prestação de serviços. ARTIGO SEGUNDO
legal e quaisquer outras percentagens para
Dois) Para a prossecução do seu objecto fundos especiais que venham a ser criadas, serão Objecto social
a sociedade poderá estabelecer acordos de divididos pelas sócias na proporção das suas
associação com outras sociedades ou agentes quotas, a menos que todas estejam de acordo A sociedade tem por objecto a consultoria e
económicos nacionais ou estrangeiros assim que se proceda de outro modo. a prestação de serviços de consultoria para os
como participar no capital social de outras negócios e a gestão.
empresas bem como em sociedades com objecto ARTIGO SÉTIMO
ARTIGO TERCEIRO
diferente e reguladas por leis especiais. Falecimento ou interdição de sócios
Duração
ARTIGO TERCEIRO A sociedade, não se dissolve por falecimento,
interdição ou inabilitação de qualquer sócia. A A sociedade é constituída por tempo
Capital social respectiva quota transmite-se aos herdeiros do indeterminado, contando-se o seu início, para
O capital social, integralmente subscrito e falecido que designarão um representante legal, todos os efeitos legais, a partir da data da
realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais, sendo os seus direitos exercidos pelo mesmo ou
celebração e assinatura da escritura notarial.
ao representante do interdito.
correspondente à soma de duas quotas iguais
assim distribuidas: ARTIGO OITAVO
ARTIGO QUARTO
a) Uma quota no valor nominal de dez
Dissolução e liquidação Capital social
mil meticais, ou seja cinquenta por
cento do capital social, pertencente Um) A sociedade dissolve-se por deliberação O capital social da sociedade, integralmente
ao sócio Ricardo Jorge de Faria dos sócios ou independente desta, nos casos subscrito, é de dez mil meticais, pertencente à
Simões; legais. sócia Maria de Fátima Xavier da Silva.
22 DE JUNHO DE 2017 3589

ARTIGO QUINTO Limitada. Sociedade comercial por quotas de autorização desta, podem constituir um ou mais
responsabilidade limitada. procuradores nos termos e para efeitos da lei.
Administração e gerência
a) Os mandatários podem ser gerais
Um) A sociedade é administrada pela sócia ARTIGO SEGUNDO ou especiais e tanto a assembleia
única e gerente Maria de Fátima Xavier da Silva geral como o gerente poderão
Sede e forma de representação
que poderá designar um ou mais procuradores. revogá-los a todo o tempo, estes
Dois) Para obrigar a sociedade é suficiente a Um) A sede social é na Rua da Guarda, últimos mesmo sem autorização
assinatura sócia única Maria de Fátima Xavier quarteirão 27, casa 75, província do Maputo, da assembleia geral quando as
da Silva. podendo por deliberação da assembleia geral, circunstâncias ou a urgência o
abrir ou encerrar delegações, filiais e sucursais justifiquem;
ARTIGO SEXTO b) Compete aos sócios gerentes a
e outras formas de representação sociais
representação da sociedade em
Dissolução em qualquer ponto do território nacional
todos os seus actos, activa e
Um) A sociedade só se dissolverá nos casos ou estrangeiro desde que cumpridas as passivamente, em juízo interna
consignados na lei. formalidades legais. como internacionalmente, dispondo
Dois) A sócia única, ou os procuradores por Dois) A sociedade poderá transferir a sede dos mais amplos poderes legalmente
si mandatados, será a sua liquidatária. para outro local do território nacional, desde que consentidos para a prossecução do
haja deliberação da assembleia geral. objecto social;
ARTIGO SÉTIMO c) Para que a sociedade fique validamente
ARTIGO TERCEIRO obrigada nos seus actos e contratos é
Casos omissos
bastante assinatura de um dos sócios
Duração
Os casos omissos serão regulados pela ou de um procurador especialmente
legislação Comercial vigente e aplicável na A sua duração é por tempo indeterminado, constituído nos termos e limites
República de Moçambique. contando-se, o seu início, à data da sua específicos do respectivo mandato.
Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico, constituição.
ARTIGO SÉTIMO
Ilegível.
ARTIGO QUARTO Cessação de quotas
Objecto A cessação de quota é livre entre os sócios,
mas a estranhos depende do consentimento da
Proactive Consultoria Um) A sociedade tem por objecto:
sociedade que terá direito de preferência na
e Procurement, Limitada a) Procurement e contratos;
sua aquisição, seguido dos sócios e só então
b) Fornecimento e venda de material de a estranhos.
Certifico, para efeitos de publicação, que escritório e consumíveis;
no dia 30 de Maio de 2017, foi matriculada ARTIGO OITAVO
c) Implementação de soluções de logística
na Conservatória do Registo das Entidades
e de gestão empresarial. Amortização de quotas
Legais sob NUEL 100862468 uma entidade
denominada, Proactive Consultoria Dois) Poderá também associar-se a outras
empresas ou com terceiros adquirindo quotas Um) A sociedade, por deliberação da
e Procurement, Limitada.
assembleia geral, poderá amortizar a quota de
É celebrado o presente contrato de sociedade, acções, ou partes sociais, ou ainda constituir
um dos sócios nos seguintes casos:
nos termos dos artigos 90 do Código Comercial outras novas sociedades de harmonia com a
a) Por acordo do respectivo titular;
em vigor na República de Moçambique: deliberação da assembleia geral. b) Quando a quota seja objecto de arresto,
Primeiro. Elton Silvio Cipriano N’solo,
arrolamentos, penhora ou qualquer
de 27 anos de idade, casado, natural de Maputo, ARTIGO QUINTO
outro procedimento judicial ou
de nacionalidade moçambicana, residente
Capital social administrativo de que possa resultar
em Malhangalene, quarteirão 27, casa n.º 75,
a sua alienação ou oneração;
na cidade de Maputo, titular do Bilhete de O capital social é de dez mil meticais, c) Quando a quota do sócio seja dada
Identidade n.º 110500059791M, emitido em 20 correspondente a 100%, como abaixo se indica: como garantia de obrigações sem
de Abril de 2016, pela Direcção de Identificação a) Elton Sílvio Cipriano N’solo, com uma prévia autorização da sociedade:
Civil de Maputo;
quota no valor nominal de cinco mil d) Quando a conduta ou comportamento
Segundo. Samora Magodine Abel Chambal,
meticais, representativa de 50% do do sócio prejudique a vida ou
de 30 anos de idade, solteiro maior, natural
capital social; actividade da sociedade:
de Chókwè, de nacionalidade moçambicana,
b) Samora Magodine Abel Chambal, e) Quando o sócio infringir qualquer
residente em Bagamoyo, quarteirão 15, casa
com uma quota no valor nominal de das cláusulas do pacto social ou
n.º 34, na cidade de Maputo, titular do
Passaporte n.º 12AB63672, emitido em 9 de deliberação da assembleia geral;
cinco mil meticais, representativa
Janeiro de 2013, pela Direcção de Identificação f) Quando, por efeito de partilha, em vida
de 50% do capital social.
Civil de Maputo. do sócio, por motivo de divórcio ou
Pelo presente contrato de sociedade outorgam ARTIGO SEXTO outro, respectiva quota lhe não fique
e constituem entre si uma sociedade por quotas a pertencer na totalidade.
de responsabilidade limitada, que se regerá pelas Administração e gerência Dois) O valor da quota para efeitos de
cláusulas seguintes: amortização será:
Um) A administração e gerência da sociedade
a) O do respectivo valor nominal deste se,
são exercidas pelos sócios Elton Silvio Cipriano contabilisticamente, for superior ao
ARTIGO PRIMEIRO
N’solo e Samora Magodine Abel Chambal, com valor real da participação do sócio;
Denominação dispensa de caução. b) Pelo valor patrimonial da sua
A sociedade adopta a denominação Dois) A assembleia geral, bem como os participação, sempre que o valor
de Proactive Consultoria e Procurement, gerentes por esta nomeados, por ordem ou com seja superior ao seu valor nominal.
3590 III SÉRIE — NÚMERO 97

ARTIGO NONO ARTIGO PRIMEIRO ARTIGO SEXTO


Morte ou interdição do sócio Denominação, sede e duração Exercício económico

Um) Em caso de morte ou incapacidade de A sociedade adopta a denominação de O exercício económico coincide com o ano
qualquer sócio, a sua parte social continuará Padaria Pastelaria & Pizzaria Nour, Limitada, civil, sendo que o balanço e contas de resultado
com os seus representantes herdeiros legais. com sede na Avenida Eduardo Mondlane fechar-se-ão com referência a trinta e um de
Dois) Quando sejam vários, os sucessores, n.º 1653, 2.º andar, cidade de Maputo, e a sua Dezembro de cada ano.
designarão, entre si, um representante mantendo- duração é indeterminada.
se a devida quota. ARTIGO SÉTIMO
ARTIGO SEGUNDO Dissolução e liquidação da sociedade
ARTIGO DÉCIMO
Objecto A sociedade se dissolve nos casos e termos
Disposições gerais
estabelecidos por lei. Se for por acordo,
Um) A sociedade tem por objecto social:
Um) A assembleia geral é o órgão máximo liquidada como os sócios deliberaram.
Panificação, comércio geral a grosso e a retalho
da sociedade e reunir-se-á ordinariamente
uma vez por ano, nos primeiros quatro meses de produtos, importação e exportação, acessória, ARTIGO OITAVO
subsequentes, ao fim do exercício anterior. consultoria, promoção e organização de eventos
Casos omissos
Dois) A assembleia geral pode reunir-se turísticos, sociais e de diversão; e prestação de
extraordinariamente, sempre que for necessário, serviços em geral. Os casos omissos serão regulados pela
e pode ser convocada por um único sócio ou seus Dois) A sociedade poderá praticar outras legislação vigente e aplicável na República
mandatários com poderes para tal. actividades conexas desde que a lei permita, de Moçambique.
Três) A assembleia geral considera-se adquirir participações em sociedades com Maputo, 27 de Maio de 2017. — O Técnico,
legalmente constituída e capaz de tomar objecto diferente daquele que exerce, ou em Ilegível.
deliberações válidas quando, em primeira sociedades reguladas por leis especiais e integrar
c o nvo c a ç ã o , e s t ive r e m p r e s e n t e s o s agrupamentos complementares de empresas.
representantes de mais de 50% do capital.
Se a assembleia não atingir este fórum, ARTIGO TERCEIRO Jenarte Sociedade
será convocada para se reunir, em segunda
convocatória, dentro de trinta dias, mas nunca
Capital social Unipessoal, Limitada
antes de quinze dias, podendo então deliberar O capital social, integralmente subscrito Certifico, para efeitos de publicação, que
com qualquer fórum. e realizado dinheiro, é de cento e cinquenta no dia 29 de Maio de 2017, foi matriculada
mil meticais, correspondente à soma de duas na Conservatória do Registo das Entidades
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
quotas, sendo uma quota de cento e doze mil Legais sob NUEL 100862085 uma entidade
Disposições finais e quinhentos meticais, equivalente a setenta e denominada, Jenarte Sociedade Unipessoal,
cinco por cento do capital social, pertencente Limitada.
Um) A sociedade só se dissolve nos casos
fixados por lei, se for por comum acordo será ao sócio Mohamed Noureldin, e outra quota no É celebrado, nos termos do artigo 92 do
liquidada de como foi deliberada. valor de trinta e sete mil e quinhentos meticais, Código Comercial o contrato de sociedade
Dois) Os casos omissos serão regulados correspondente a vinte e cinco por cento do unipessoal, por: Marie Vanessa Jane Laden,
nos termos do Código Comercial em vigor e capital social, pertencente ao sócio Ahmed de nacionalidade mauriciana, portador do
demais legislações complementares aplicáveis Noureldeen Mohammed Ali. Passaporte n.º 1474779, emitido aos 14 de
na República de Moçambique. Outubro de 2015, válido até 13 de Outubro
ARTIGO QUARTO de 2025, pelo Arquivo de Identificação dos
Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico,
Passaportes de Maurícias, com validade até 21
Ilegível. Gerência e representação
de Agosto de 2022; representado pela sociedade
A administração, gerência da sociedade e a de advogados LFS Advogados Unipessoal,
sua representação em juízo e fora dele, activa e Limitada.
passivamente, dispensa de caução e com ou sem
Padaria Pastelaria & Pizzaria ARTIGO PRIMEIRO
remuneração fica a cargo do sócio Mohamed
Nour, Limitada Noureldin. (Denominação e sede)
Certifico, para efeitos de publicação, que Para obrigar a sociedade em actos
A sociedade adopta a denominação Jenarte
no dia 16 de Maio de 2017, foi matriculada e contratos, abertura de contas bancárias e sua
Sociedade Unipessoal, Limitada, criada por
na Conservatória do Registo das Entidades movimentação, será necessário a assinatura
tempo indeterminado, e tem a sua sede na
Legais sob NUEL 100856611 uma entidade única do sócio Mohamed Noureldin.
Ho Chi Min, n.º 359, Bairro Central, cidade
denominada, Padaria Pastelaria& Pizzaria Nour, ARTIGO QUINTO de Maputo.
Limitada.
Mohamed Noureldin, solteiro, natural de Assembleia geral ARTIGO SEGUNDO
Sudão, portador do DIRE n.º 11SD00104749J, A assembleia geral reunirá em sessão (Objecto)
residente em Maputo. ordinária, uma vez em cada ano, para A sociedade tem por objecto a prestação de
Ahmed Noureldeen Mohammed Ali, solteiro, apreciação, correcção, aprovação ou rejeição serviços, consultoria e assessoria, promocao e
natural de Sudão, residente em Maputo. do balanço e contas do exercício, bem como divulgação de cultura, artes plásticas, moda;
É celebrado o presente contrato de sociedade, em sessão extraordinária, sempre que se mostrar restruturação e elaboração de estrategias no
que reger-se-á pelas cláusulas seguintes e no que necessário, convocada com antecedência sector da moda, organização de eventos entre
for omisso pela legislação aplicável. mínima de quinze dias. outras actividades relacionadas com o sector.
22 DE JUNHO DE 2017 3591

ARTIGO TERCEIRO residente em Maputo, distrito da Matola Bairro Dois) Em qualquer aumento do capital
da matola A, Avenida 25 de Junho, n.º 664, social, cessão de quotas, os sócios gozam
(Capital social)
1.º andar e Bloco B. do direito de preferência na proporção das
O capital social e integralmente subscrito, Que, pelo presente contacto constituem participações sociais de que sejam titulares,
é de mil meticais, correspondentes a 100% do entre si uma sociedade comercial por quota de o qual deve ser exercido nos termos gerais
capital, pertencente ao sócio único Jane Ladan. responsabilidade limitada, que reger-se-á, pelos de direito.
artigos seguintes:
ARTIGO QUARTO ARTIGO QUINTO

(Convocação e reunião da assembleia ARTIGO PRIMEIRO (Quotas próprias)


geral) Denominação, sede e duração Um) A sociedade pode, mediante deliberação
A assembleia geral reunirá ordinariamente, da assembleia geral, adquirir quotas próprias a
Um) A sociedade adota a denominação
uma vez por ano, nos primeiros três meses titulo oneroso e, por mera deliberação do
de TJ Petroleums, Limitada, e tem a sua sede em
imediatos ao início de cada exercício, para conselho de administração, a titulo gratuito.
Maputo na rua José Mateus n.º 233, bairro da Dois) A sociedade só pode adquirir quotas
apreciação aprovação ou modificação do balanço
Polana Cimento, Distrito Municipal Kanphumo, próprias integralmente realizadas se sua situação
e contas do exercício, e extraordinariamente
podendo por deliberação da assembleia geral líquida não se tornar, por efeito da aquisição
sempre que for necessário.
abrir ou encerrar sucursais dentro e fora do país inferior à soma do capital social da reserva legal
ARTIGO QUINTO quando for necessário. e das reservas estatutárias obrigatórias.
Dois) A sua duração será por tempo Três) Enquanto pertencer a sociedade, as
(Administração da sociedade)
indeterminado, contando-se o seu início a partir quotas próprias não conferem qualquer direito
Um) A sociedade é administrada da data da constituição. social, excepto o de participar em aumentos
e representada pelo administrador único Marie de capital social por incorporação de reservas.
Vanessa Jane Laden, que terá todos poderes ARTIGO SEGUNDO
ARTIGO SEXTO
necessários à administração dos negócios da Objeto
sociedade, obrigando-a mediante assinatura, Transmissão de quotas
podendo abrir e movimentar contas bancárias, Um) A sociedade tem por objecto principal:
a) Calibração de medidores nas terminais Um) É livre a transmissão total ou parcial de
bem como tomar de aluguer bens móveis
e bombas combustíveis; quotas entre sócios.
e imóveis da sociedade.
Dois) A transmissão de quotas a terceiros
Dois) A sociedade poderá obrigar-se pela b) Calibração de tanques subterrâneos
carece do consentimento prévio da sociedade
assinatura de um procurador nos termos e e acima da terra, calibração de
por escrito e prestado em assembleia geral.
limites que forem conferidos pela assembleia camiões cisternas;
Três) Os sócios gozam do direito de
geral. c) Manutenção de do sistema nas terminais preferência na transmissão de quotas, podendo
e bombas de combustíveis; estes, no entanto, realizar quaisquer suprimentos
ARTIGO SEXTO
d) Venda de peças e acessórios de de que a sociedade necessite, nos termos e
(Disposições finais) medidores para abastecimento condições a serem deliberados em assembleia
de combustíveis nas terminais e geral.
Em tudo quanto for omisso nos presentes
bombas.
estatutos aplicar-se-ão as disposições do Código ARTIGO SÉTIMO
Dois) Mediante a decisão dos sócios, a
Comercial e demais legislação em vigor na
sociedade poderá ainda exercer quaisquer Assembleia geral e competência
República de Moçambique.
actividades comerciais, complementares ou
Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico, Um) A assembleia geral reúne-se
secundárias às suas principais, ou poderá
Ilegível. ordinariamente, uma vez por ano para apreciação
associar-se ou participar no capital social de
e aprovação do balanço e contas do exercício
outras sociedades, desde que permitido por lei.
findo e repartição de lucros e perdas.
ARTIGO TERCEIRO Dois) Assembleia geral poderá reunir-se
TJ Petroleums, Limitada extraordinariamente, quantas vezes forem
Capital social necessárias, desde que, as circunstâncias assim
Certifico, para efeitos de publicação, que o exijam para deliberar sobre quaisquer assuntos
no dia 30 de Maio de 2017, foi matriculada O capital social, integralmente subscrito e
que digam respeito à sociedade.
na Conservatória do Registo das Entidades realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais,
Três) A aprovação e modificação dos
Legais sob NUEL 100862174 uma entidade dividido em duas quotas iguais de dez mil orçamentos anuais de tesouraria e de
denominada, TJ Petroleums, Limitada, entre: meticais cada, pertencentes aos sócios Tertius investimento, preparados pelo conselho de
Pedro Ernesto Simbine, solteiro maior, Johannes Engelbrecht e Pedro Ernesto administração.
de nacionalidade moçambicana, natural de Simbine. Quatro) A prática de qualquer acto de
Maputo residente na Matola, barro fomento disposição sobre bens e/ ou direitos da
ARTIGO QUARTO
casa n.º 139 portador do Bilhete de Identidade sociedade, nomeadamente a sua compra, venda,
n.º 11012259885B, emitido aos 25 de Março Aumento do capital social aluguer, arrendamento ou cessão.
de 2011, pelos Serviços de Identificação Civil Cinco) A celebração, modificação ou
em Maputo; Um) Mediante deliberação da assembleia cessação de contratos ou qualquer negócio
Tertius Johannes Engelbrecht, casado, geral, o capital social poderá ser aumentado jurídico, incluindo a realização de empréstimo
com Jo-Ann Engelbrecht, de nacionalidade ou diminuído quantas vezes forem necessárias, e a prestação de garantias, cujo valor exceda
sul- africana, natural de Joanesburgo, portador mediante novas entradas, incorporação de os dois milhões e quinhentos mil meticais ou,
do Passaporte n.º A04965356, emitido em reservas, ou qualquer outra modalidade de independentemente deste valor, quanto o seu
Joanesburgo, aos 9 de Outubro de 2015 pelos aumento de capital, desde que a assembleia objecto extravase o âmbito da gestão corrente
Serviços de Identificação Civil de Joanesburgo, geral delibere sobre o assunto, nos termos da lei. da sociedade, pela gerência.
3592 III SÉRIE — NÚMERO 97

ARTIGO OITAVO abreviadamente designada por Personal Touch, revogá-los a todo o tempo, estes últimos mesmo
Limitada, constituída por tempo indeterminado, sem autorização prévia do sócio, quando as
Administração e formas de obrigar
contando-se o seu início a partir da data da circunstâncias ou a urgência o justifiquem.
a sociedade
celebração da presente escritura. Tr ê s ) C o m p e t e à a d m i n i s t r a ç ã o a
Um) A administração da sociedade é representação da sociedade em todos os
composta por dois ou mais administradores, ARTIGO SEGUNDO
seus actos, activa e passivamente, em juízo
conforme o que for deliberado em assembleia Sede e fora dele, tanto na ordem jurídica interna
geral, podendo ser escolhidos de entre sócios
Um) A sociedade tem a sua sede social na como internacionalmente, dispondo de mais
ou pessoas estranhas a sociedade, bem como de
Avenida Olof Palme n.º 746, rés-do-chão, bairro amplos poderes legalmente consentidos para a
entre singulares ou pessoas colectivas.
Dois) Os administradores são eleitos por Central, na cidade de Maputo. prossecução do objecto social, designadamente,
um período de três anos, sendo permitida a sua Dois) A sociedade poderá transferir a quanto ao exercício da gestão corrente da
reeleição, ficando desde já, nomeados como sua sede social para qualquer outro local do sociedade.
administradores: território nacional, bem como criar sucursais e
quaisquer outras formas legais de representação, ARTIGO SEXTO
a) Pedro Ernesto Simbine;
b) Tertius Johannes Engelbrecht. na República de Moçambique ou no estrangeiro. Formas de obrigar a sociedade
Três) A sociedade obriga-se pela assinatura
ARTIGO TERCEIRO A sociedade fica obrigada pela assinatura,
de dois administradores, condição necessária
e suficiente para a movimentação das contas Objecto da sócia única, ou pela do seu procurador
bancárias, contratos de financiamento ou outros quando exista ou seja especialmente nomeado
Um) A sociedade tem como objecto social:
de carácter vinculativo. para o efeito.
a) Concepção e fornecimento de brindes
ARTIGO OITAVO e presentes; ARTIGO SÉTIMO
b) Organização de eventos diversos;
Dissolução e liquidação c) Montagem e decoração de interiores. Balanço e prestação de contas

Um) A sociedade dissolve-se nos casos Dois) A sociedade poderá ainda exercer
Um) O ano social coincide com o ano civil,
estabelecidos na lei, mediante deliberação da outras actividades permitidas por lei, bem
iniciando a 1 de Janeiro e terminando a 31 de
assembleia geral, ou nos termos dos presentes como adquirir participações, maioritárias
Dezembro.
estatutos. ou minoritárias, no capital social de outras
sociedades, nacionais ou estrangeiras, Dois) O balanço e a conta de resultados
Dois) Salvo disposição em contrário tomada
independentemente do ramo de actividade. fecham a trinta e um de Dezembro de cada
nos termos do parágrafo um artigo cento e trinta
ano, devendo a administração da sociedade
e um do Código Comercial, serão liquidatários,
ARTIGO QUARTO organizar as contas anuais e elaborar um
os membros do conselho de gerência que
estiverem em exercício quando a dissolução Capital social relatório respeitante ao exercício e uma proposta
se operar. de aplicação de resultados.
Um) O capital social é de seiscentos mil
Três) O fundo de reserva legal que estiver
meticais, integralmente subscrito e realizado ARTIGO OITAVO
realizado no momento da dissolução da
cem por cento em dinheiro, representado por
sociedade, será partilhado entre os accionistas Resultados e sua aplicação
uma quota de igual valor nominal pertencente
com observância do disposto na lei geral.
à sócia única Nasma Ossemane Omar. Um) Dos lucros apurados em cada exercício
Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico, Dois) O capital social pode ser aumentado ou deduzir-se-á, os montantes atribuídos ao sócio
Ilegível. reduzido mediante decisão da sócia, alterando-
mensalmente numa importância fixa por
se em qualquer dos casos o pacto social para o
conta dos dividendos e a percentagem legal
que se observarão as formalidades estabelecidas
estabelecida para constituição do fundo de
por lei.
Personal Touch – Sociedade Três) Decidida qualquer variação do capital reserva legal.
Unipessoal, Limitada social, o aumento ou reduçao será rateado pela Dois) A parte restante dos lucros será
sócia única, competindo a esta decidir como aplicada nos termos que forem decididos pelo
Certifico, para efeitos de publicação, que e que prazo deverá ser feito o seu pagamento sócio único.
no dia 30 de Maio de 2017, foi matriculada quando o respectivo capital não seja logo
na Conservatória do Registo das Entidades realizado. ARTIGO NONO
Legais sob NUEL 100862220 uma entidade
denominada, Personal Touch - Sociedade Morte, interdição ou inabilitação
ARTIGO QUINTO
Unipessoal, Limitada. Um) Em caso de morte, interdição ou
Nasma Ossemane Omar, solteira, maior de Administração da sociedade
inabilitação do sócio, a sociedade continuará
idade, residente na Avenida 5 de Fevereiro, Um) A administração da sociedade é
casa número 187, Matola G, cidade da com os herdeiros e na falta destes com os
exercida por um ou mais administradores, que representantes legais, caso estes manifestem a
Matola, Maputo, Moçambique com o NUIT ficarão dispensados de prestar caução, a ser
n.º 107462856, declara constituir uma sociedade intenção de continuar na sociedade no prazo de
escolhido pelo sócio, que se reserva o direito
comercial do tipo unipessoal por quotas, a qual seis meses após notificação.
de os dispensar a todo o tempo.
se rege pelas cláusulas seguintes: Dois) Caso não hajam herdeiros ou
Dois) O sócio, bem como os administradores
por este nomeados, por ordem ou com representantes legais, poderão os interessados
ARTIGO PRIMEIRO
autorização deste, podem constituir um ou mais pagar e adquirir a quota do sócio, a quem tem
Denominação social & Duração procuradores, nos termos e para os efeitos da lei. direito, pelo valor que o balanço apresentar
A sociedade adopta o nome de Personal Os mandatos podem ser gerais ou especiais e à data do óbito ou da certificação daqueles
Touch ─ Sociedade Unipessoal, Limitada, tanto o sócio como os administradores poderão estados.
22 DE JUNHO DE 2017 3593

ARTIGO DÉCIMO ARTIGO SEGUNDO ARTIGO SÈTIMO

Amortização de quotas (Sede) (Dissolução e liquidação)

A sociedade poderá amortizar qualquer Um) A sociedade tem a sede na cidade de A sociedade dissolve-se nos casos e nos
quota nos seguintes casos: Maputo, rua Kamba Simango, número 223, termos previstos na lei, dissolvendo-se por
a) Por acordo; rés-do-chão, bairro da Polana. iniciativa dos sócios, todos serão liquidatários,
b) Se a quota for penhorada, dada Dois) A sede da sociedade pode ser podendo proceder a liquidação nos termos por
em penhor sem consentimento transferida para qualquer outro local, por eles definidos em assembleia geral.
da sociedade, arrestada ou por deliberação da assembleia geral, podem ser Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico,
qualquer forma apreendida judicial criadas sucursais no território nacional ou no Ilegível.
ou administrativamente e sujeito estrangeiro.
a venda judicial.
ARTIGO TERCEIRO
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
(Duração)
Moz Power, Limitada
Disposição final
A sociedade é criada por tempo Certifico, para efeitos de publicação, que no
Tudo o que ficou omisso será regulado dia 14 de Dezembro de 2016, foi matriculada
indeterminado, contando-se o seu início, para
e resolvido de acordo com a lei comercial. na Conservatória do Registo das Entidades
todos os efeitos jurídicos, a partir da data do
Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico, presente contrato. Legais sob NUEL 100802813 uma entidade
Ilegível. denominada, Moz Power, Limitada.
ARTIGO QUARTO Primeiro. Hipólito Carlos Aiob Jamal,
solteiro, natural de Alto Molócuè, portador
(Objecto) do Bilhete de Identidade n.º 11016202321M,
Wuka Electrical, Limitada A sociedade tem por objecto a realização emitido aos 15 de Agosto de 2016 pelo Arquivo
de Identificação de Maputo, de nacionalidade
das seguintes actividades:
Certifico, para efeitos de publicação, que moçambicana e residente nesta cidade de
a) Arquitectura;
no dia 30 de Maio de 2017, foi matriculada Maputo.
b) Engenharia e técnicas afins, ensaios Segundo. Cengiz Karabacak, casado, de
na Conservatória do Registo das Entidades e análises técnicas (electricidade); nacionalidade turca, nascido aos 2 de Janeiro
Legais sob NUEL 100862387 uma entidade c) Consultoria, projectos e execução de 1980, na Turquia, portador do Passaporte
denominada, Wuka Electrical, Limitada. de instalações eléctricas de baixa n.º U11696562, emitido aos 23 de Outubro
Nos termos dos artigos 90 e seguintes do e média tensão; de 2015 pelo Consulado da Turquia.
Código Comercial, é constituído o presente d) Importação, exportação e venda de Considerando que:
contrato de sociedade entre: material eléctrico. As partes acima identificadas acordam em
Primeiro. Virgílio Ângelo Chihale, de constituir e registar uma sociedade por quotas
ARTIGO QUINTO de responsabilidade limitada sob a firma Moz
nacionalidade moçambicana, portador do
Power, Limitada, que se regerá pelas seguintes
Bilhete de Identidade n.º 110100158893P, (Capital social)
cláusulas:
emitido pelo Serviço Nacional de Identificação
O capital social é de 100.000,00MT (cem
Civil, em Maputo, aos 21 de Maio de 2015, mil meticais) correspondente à cem por cento CAPÍTULO I
válido até 21 de Maio de 2020, solteiro, NUIT da participação integralmente realizado em Denominação, sede, duração e objecto
100668351, residente no Guava, quarteirão 21, dinheiro, representado pelas seguintes quotas:
número 532, Marracuene; ARTIGO PRIMEIRO
a) Uma quota no valor de 90.000,00MT
Segundo. Laura Isabel Afonso Macave, de (noventa mil meticais), Denominação e sede
nacionalidade, moçambicana, portadora do correspondente a noventa por Um) A sociedade adopta a denominação Moz
Bilhete de Identidade n.º 110100164047B, cento do capital social, pertencente Power, Limitada e constitui-se sob a forma de
emitido pelo Serviço Nacional de Identificação ao sócio Virgílio Ângelo Chihale; sociedade por quotas.
Civil, em Maputo, aos 6 de Janeiro de 2015, b) Uma quota no valor de 10.000,00MT Dois) A sociedade tem a sua sede no bairro
válido até 06 de Janeiro de 2020, solteira, (dez mil meticais), correspondente Central, Rua Consiglieri Pedroso n.º 394,
NUIT 125649181, residente no Guava, a dez por cento do capital social, 2.º andar portas 25 e 26, cidade de Maputo,
quarteirão 21, número 532, na cidade pertencente à sócia Laura Isabel podendo abrir sucursais, delegações, agências
Afonso Macave. ou qualquer outra forma de representação social,
de Maputo.
no território nacional.
Que pelo presente contrato de sociedade que ARTIGO SEXTO
outorga e constitui uma sociedade limitada por ARTIGO SEGUNDO
quotas, que se regerá pelos artigos: (Administração)
Duração
Um) A administração e a gerência da
ARTIGO PRIMEIRO A duração da sociedade é por tempo
sociedade é exercida pelo sócio Virgílio Ângelo
indeterminado.
(Denominação) Chihale.
Dois) Compete à gerência a representação ARTIGO TERCEIRO
A sociedade é constituída sob a forma de
da sociedade em todos os actos, activa e
sociedade por quotas de responsabilidade Objecto
passivamente, em juízo e fora dele, dispondo
limitada, adopta a denominação Wuka Electrical, dos mais amplos poderes para a prossecução dos Um) A sociedade tem por objecto principal:
Limitada, e será regida pelos estatutos e pela fins da sociedade, gestão corrente dos negócios a) Importação e exploração de máquinas e
legislação aplicável. e contratos sociais. material hidráulico, eléctrico;
3594 III SÉRIE — NÚMERO 97

b) Serviços de limpeza; Dois) A exclusão do sócio requer a prévia ARTIGO DÉCIMO


c) Comercialização de material cirúrgico deliberação da assembleia geral e só poderá ter
Representação em assembleia geral
e cosméticos; lugar nos seguintes casos:
d) Prestação de serviços, fornecimento a) Acordo com o respectivo titular da Um) Qualquer dos sócios poderá fazer-se
de produtos, alimentares (bens quota: representar na assembleia geral por outro sócio,
alimentícios); b) Se a quota for arrestada, arrolada ou mediante simples carta dirigida ao conselho
e) Prestação de serviços de transporte de penhorada; de administração e por este recebido até às
passageiros, taxi e turismo. c) Em caso de falência ou insolvência
dezassete horas do último dia útil anterior à
Dois) A sociedade poderá adquirir partipações do sócio;
data da sessão.
financeiras em sociedades a constituir ou já d) Dissolução do sócio pessoa colectiva.
Dois) O sócio que for pessoa colectiva far-
constituidas ainda que tenha como objecto
social diferente do da sociedade, bem como ARTIGO SÉTIMO se-á representar na assembleia geral pela pessoa
exercer outras actividades subsidiarias ou física para esse efeito designada, mediante
Morte ou incapacidade dos sócios
conexas as principais. comunicação escrita dirigida pela forma e com
Em caso de morte ou incapacidade de a antecedência indicadas no número anterior.
CAPÍTULO II qualquer um dos sócios, os herdeiros legalmente
constituídos do falecido ou representantes do ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Capital social
incapacitado, exercerão os referidos direitos
Administração e representação
ARTIGO QUARTO e deveres sociais, devendo mandatar um de
entre eles que a todos represente na sociedade Um) A administração e representação da
Capital social
enquanto a respectiva quota se mantiver sociedade são exercidas por um conselho de
Um) O capital social, integralmente indivisa. administração composto por administradores a
subscrito e realizado, é de quinhentos mil serem eleitos pela assembleia geral.
meticais, correspondente a duas quotas, assim CAPÍTULO III
Dois) A gestão corrente da sociedade é
distribuídas: Órgãos sociais, administração confiada a um director-geral desde já nomeado
a) Uma quota no valor de duzentos e e representação da sociedade
sessenta mil meticais pertencente o senhor Hipólito Carlos Aiob Jamal, designado
ao sócio Hipólito Carlos Aiob Jamal ARTIGO OITAVO pelo conselho de administração, por um
correspondente a 52% cinquenta período de um ano (1) renovável. O conselho
Órgãos sociais
e dois por cento do capital social; de administração pode a qualquer momento
b) Uma quota no valor de duzentos e Os órgãos sociais são a assembleia geral revogar o seu mandato.
quarenta mil meticais pertencente e o conselho de administração.
ao sócio Cengiz Karabacak ARTIGO DECIMO SEGUNDO
ARTIGO NONO
correspondente a 48% quarenta (Vinculação da sociedade)
e oito por cento do capital social. Assembleia geral
Dois) O capital social poderá ser aumentado A sociedade obriga-se:
Um) A assembleia geral reúne-se
uma ou mais vezes, mediante entradas em a) Pela assinatura do director-geral o
ordinariamente na sede social ou em qualquer
numerário ou em espécie, pela incorporação dos senhor Hipólito Carlos Aiob Jamal;
outro sítio, desde que no território nacional,
suprimentos feitos a sociedade pelos sócios ou b) Nos actos de mero expediente é
a ser definido pela mesma na sua primeira
por capitalização. suficiente a assinatura de qualquer
reunião, uma vez por ano, para a deliberação
do balanço anual de contas e do exercício e, mandatário com poderes bastantes,
ARTIGO QUINTO
extraordinariamente, quando convocada pelo podendo a assinatura ser aposta por
Transmissão e onerações de quotas conselho de administração ou sempre que chancela ou meios tipográficos de
Um) A divisão e cessão de quotas, bem como for necessário, para deliberar sobre quaisquer impressão.
a constituição de quaisquer ónus ou encargos outros assuntos para que tenha sido convocada.
Dois) É dispensada a reunião da assembleia CAPÍTULO IV
sobre as mesmas, carecem de autorização
prévia da assembleia geral da sociedade. geral e são dispensadas as formalidades
Exercício e aplicação de resultados
Dois) Os sócios gozam do direito de da sua convocação quando todos os sócios
preferência na aquisição de quotas. concordarem por escrito na deliberação ou ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
Três) O sócio que pretenda alienar a sua concordem que por esta forma se delibere,
Balanço e prestação de contas
quota comunicará por escrito ao outro sócio, considerando-se válidas, nessas condições, as
indicando ao proposto adquirente o projecto de deliberações tomadas, ainda que realizadas Um) O exercício económico coincide com
alienação e as respectivas condições contratuais fora da sede social em qualquer ocasião e o ano civil, o balanço e a conta de resultados
devendo o sócio exercer o seu direito de qualquer que seja o seu objecto. Exceptuam-se fecham a trinta e um de Dezembro de cada ano,
preferência dentro de trinta dias, contados a as deliberações que importem modificações dos
e carecem de aprovação da assembleia geral, a
partir da data da recepção da notificação da estatutos e dissolução da sociedade.
realizar-se até ao dia trinta e um de Março do
intenção de transmissão prevista acima. Três) A assembleia geral será convocada pelo
ano seguinte.
conselho de administração, por carta registada
com aviso de recepção ou outro meio de Dois) O conselho de administração
ARTIGO SEXTO
comunicação que deixe prova escrita, a todos os apresentará à aprovação da assembleia geral
Amortização de quotas o balanço de contas, acompanhados de um
sócios da sociedade com a antecedência mínima
Um) A sociedade tem a faculdade de de quinze dias, dando-se a conhecer a ordem de relatório da situação comercial, financeira e
amortizar quotas, nos casos de exclusão ou trabalhos e a informação necessária à tomada de económica da sociedade, bem como a proposta
exoneração de sócio. deliberação, quando seja esse o caso. quanto à repartição de lucros e perdas.
22 DE JUNHO DE 2017 3595

CAPÍTULO V com sede na Rua Tomás Nduda número mil, ARTIGO QUARTO
cento e cinquenta e seis, primeiro andar, sala
Dissolução e liquidação da sociedade (Capital social)
dois, Bairro da Polana, Maputo, Moçambique,
ARTIGO DÉCIMO QUARTO representada neste acto por Ntanzi Machungo Um) O capital social subscrito é de
Carrilho, com plenos poderes para tal; 100 000,00MT (cem mil meticais) dividido em
Dissolução e liquidação da sociedade
Terceiro. Pascoal Hélder Andate Isaías, quatro quotas, assim distribuídas:
Um) A sociedade dissolve-se nos casos solteiro, maior, natural de Tete, Moçambique, a) Uma de 25 000,00MT (vinte e cinco
expressamente previstos na lei ou por residente em Maputo, bairro da Polana, rua mil meticais), correspondente a 25
deliberação unânime dos seus sócios. de Tchamba n.º 228, portador do Bilhete de por cento do capital, pertencente a
Dois) Declarada a dissolução da sociedade, Identidade n.º 110100396332, emitido pela Rui Makavanhane Isac Tovela;
proceder-se-á à sua liquidação gozando os Direcção Nacional de Migração, aos vinte de b) Uma de 25 000,00MT (vinte e cinco
liquidatários, nomeados pela assembleia geral, Maio de dois mil e quinze, em Maputo;
mil meticais), correspondente a 25
dos mais amplos poderes para o efeito. Quarto. Flavio Kom, solteiro, maior,
por cento do capital, pertencente a
Três) Em caso de dissolução por acordo dos natural de Tete, Moçambique, residente em
Hirize, Limitada;
sócios, todos eles serão os seus liquidatários e Maputo, bairro da Polana, rua de Tchamba
n.º 228, portador do Bilhete de Identidade c) Uma de 25 000,00MT (vinte e cinco
a partilha dos bens sociais e valores apurados mil meticais), correspondente a 25
proceder-se-á conforme deliberação da n.º 110100396332, emitido pela Direcção
Nacional de Migração, aos vinte de Maio de por cento do capital, pertencente a
assembleia geral.
dois mil e quinze, em Maputo. Pascoal Hélder Andate Isaías;
CAPÍTULO VI Pelo presente contrato de sociedade outorgam d) Uma de 25 000,00MT (vinte e cinco
e constituem entre si uma sociedade por quotas mil meticais), correspondente a 25
Disposições finais de responsabilidade limitada, que se regerá pelas por cento do capital, pertencente a
ARTIGO DÉCIMO QUINTO cláusulas seguintes: Flávio Kom.
Dois) O capital poderá ser aumentado por
Disposições finais ARTIGO PRIMEIRO contribuições dos sócios, por entrada de novos
Um) As omissões aos presentes estatutos (Denominação e sede) sócios ou por incorporação de reservas.
serão reguladas e resolvidas de acordo com
Um) A sociedade adopta a denominação de ARTIGO QUINTO
o Código Comercial, aprovado pelo Decreto-
Uhuru Sugarcane Milling Company, Limitada
Lei n.º 2/2005, de 27 de Dezembro, e demais (Prestações suplementares)
e tem a sua sede na Avenida Mao Tse Tung,
legislação aplicável. número dezanove, primeiro andar, apartamento
Dois) Até à convocação da primeira Não haverá prestações suplementares,
onze, bairro da Polana, Maputo, Moçambique. mas os sócios poderão fazer suprimentos à
assembleia geral, as funções de administração Dois) A sociedade poderá, mediante decisão
serão exercidas por um administrador com sociedade, nos termos e condições a definir em
tomada pela assembleia geral, transferir a sua
poderes de substabelecimento, que convocará assembleia geral.
sede para qualquer ponto do país.
a referida assembleia geral no período máximo Três) A sociedade poderá por deliberação ARTIGO SEXTO
de três meses a contar da data da constituição da assembleia geral, abrir agências, delegações,
da sociedade. sucursais ou outra forma de representação. (Sessão de quotas)
Maputo, 6 de Junho de 2017. — O Técnico, Um) É livre a sessão total ou parcial de
Ilegível. ARTIGO SEGUNDO
quotas entre os sócios.
(Objecto) Dois) A cessão de quotas a terceiros carece
Um) A sociedade tem por objecto principal: do consentimento da sociedade dado em
Uhuru Sugarcane Milling a) Agricultura, processamento e assembleia geral, à qual fica reservado o direito
comercialização de produtos de preferência na sua aquisição.
Company, Limitada Três) No caso de a sociedade não exercer o
agrícolas;
Certifico, para efeitos de publicação, b) Investimento e desenvolvimento de direito de preferência, este passará a pertencer
que no dia 30 de Dezembro de 2016, foi projectos no sector agrícola. a cada um dos sócios.
matriculada na Conservatória do Registo das Dois) A sociedade, por deliberação da
assembleia geral, poderá exercer quaisquer ARTIGO SÉTIMO
Entidades Legais sob NUEL 100807068 uma
entidade denominada, Uhuru Sugarcane Milling actividades subsidiárias ou complementares
(Amortização de quotas)
Company, Limitada. do seu objecto social, e explorar qualquer outra
É celebrado o presente contrato de sociedade, área de negócio, que não seja proibido por lei. Um) A sociedade pode proceder à
nos termos do artigo 90 do Código Comercial, Três) A sociedade, por deliberação do amortização de quotas, nos casos de falência
assembleia geral, poderá adquirir participações de um sócio ou da sua quota ter sido arrestada,
entre:
em sociedades com objecto diferente do penhorada ou onerada.
Primeiro. Rui Makavanhane Isac Tovela,
referido nos números anteriores, em sociedades Dois) A amortização referida no número
solteiro, maior, natural de Maputo, Moçambique,
reguladas por leis especiais ou participar no anterior será efectuada pelo valor nominal da
residente na cidade da Matola, Avenida Joaquim
capital social de outras sociedades constituídas quota a amortizar, calculada com base no último
Chissano n.º 1163, Matola F, portador do Bilhete
ou a constituir. balanço aprovado, acrescido dos respectivos
de Identidade n.º 110100400303P, emitido pela
Direcção Nacional de Migração, aos treze de ARTIGO TERCEIRO lucros proporcionais ao tempo decorrido do
Maio de dois mil e dezasseis, em Maputo; exercício em curso, e da parte correspondente
(Duração) de reservas.
Segundo. Hirize, Limitada, sociedade
de direito moçambicana, registada na A duração da sociedade é por tempo Três) O valor calculado será pago em
Conservatória do Registo de Entidades Legais indeterminado, contando-se o seu início da data condições a serem fixadas por deliberação da
da Cidade de Maputo sob NUEL 100399792, da celebração da presente escritura. assembleia geral.
3596 III SÉRIE — NÚMERO 97

ARTIGO OITAVO Três) Deduzidos os gastos gerais, ARTIGO QUARTO


amortizações e encargos, dos resultados líquidos
(Assembleia geral) O seu capital, integralmente realizado em
apurados em cada exercício serão retirados
Um)A assembleia geral reunirá, dinheiro, é de 5.000,00MT (cinco mil meticais),
os montantes necessários para a criação dos
ordinariamente, uma vez por ano e nos primeiros seguintes fundos: sendo titular da sua totalidade o sócio Aide
quatro meses após o fim do exercício anterior a) De reserva legal, enquanto não estiver Mambo.
para: realizado nos termos da lei ou
ARTIGO QUINTO
a) Apreciação, aprovação, correcção ou sempre que seja necessário integrá-
rejeição do balanço e das contas do lo; Um) A s o c i e d a d e é a d m i n i s t r a d a
exercício; b) Outras reservas necessárias para e reperesentada pelos gerentes nomeados pelo
b) Decisão sobre a aplicação de resultados; garantir o equilíbrio económico e sócio único.
c) Designação dos gerentes e determinação financeiro da sociedade. Dois) Os gerentes podem constituir
da sua remuneração.
Quatro) O remanescente terá a aplicação que mandatários, fixando os termos da respectiva
Dois) A assembleia geral poderá reunir-se
for deliberado pela assembleia geral. delegação.
extraordinariamente sempre que for necessário,
Três) A sociedade obriga-se:
competindo-lhe normalmente deliberar sobre ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
os assuntos da actividade da sociedade que a) Com a assinatura de um só gerente;
ultrapassem a competência dos gerentes. (Disposições finais) b) Pela assinatura dos mandatários
Três) A assembleia geral será convocada pelo eventualmente constituidos, nos
Um) A sociedade só se dissolve nos casos
gerente, por meio de telefax, email, ou carta fixados por lei. Se for por acordo, será liquidada precisos termos dos poderes que
com aviso de recepção dirigidos aos sócios, como os sócios deliberarem. lhes forem conferidos.
com antecedência mínima de 15 dias, salvo nos Dois) Em caso de morte, dissolução ou Quatro) Fica desde já nomeado gerente
casos em que a lei exigir outras formalidades. interdição de um sócio, a sociedade continuará o sócio único Aide Mambo.
com os seus herdeiros, sucessores ou
ARTIGO NONO ARTIGO SEXTO
representantes, os quais indicarão, dentro
(Administração) de 60 dias, um que a todos represente na Um) O s ó c i o ú n i c o e x e r c e a s
sociedade.
Um) A administração e gestão da sociedade competências das assembleias gerais podendo,
Três) Os casos omissos serão regulados por
e sua representação em juízo e fora dele, activa designadamente, nomear ou destituir gerentes.
lei de onze de Abril de mil novecentos e um e
e passivamente, passam desde já a cargo do Dois) As decisões do sócio de natureza igual
demais legislação aplicável.
senhor Rui Makavanhane Isac Tovela, como às deliberações da assembleia geral devem ser
administrador e com plenos poderes. Maputo, 2 de Junho de 2017. — O Técnico, registadas em acta por ele assinada.
Dois) O gerente tem plenos poderes para, Ilegível.
mediante procuração, delegar em terceiros todos ARTIGO SÉTIMO
ou parte dos seus poderes de gerência, nomear
Um) Mediante simples deliberação da
assim mandatários da sociedade, conferindo os
necessários poderes de representação. SERCAF – Serviços de gerência, a sede social poderá ser deslocada
Três) Compete ao gerente a representação Contabilidade e Assessoria dentro da mesma cidade ou para cidade
limítrofe.
da sociedade em todos os actos, activa e Fiscal - Sociedade
passivamente em juízo e fora dele, tanto na Dois) A sociedade poderá constituir
Unipessoal, Limitada filiais, sucursais ou qualquer outra forma de
ordem jurídica interna como internacional,
dispondo dos mais amplos poderes legalmente Certifico para efeitos de publicação da representação local ou em qualquer parte do
consentidos para a prossecussão e realização sociedade Sercaf – Serviços de Contabilidade território nacional.
do objecto social, nomeadamente, quanto ao e Assessoria Fiscal- Sociedade Unipessoal, Três) Mediante simples deliberação
exercício da gestão corrente dos negócios da Limitada, matriculada sob NUEL 100740990, da gerência, a sociedade poderá adquirir
sociedade. Aide Mambo, natural de Lichinga, Província participações de qualquer espécie noutras
Quatro) Para obrigar a sociedade é suficiente de Niassa, de nacionalidade moçambicana, sociedades, quer tenham o mesmo objecto social
a assinatura do gerente; ou procurador residente nesta cidade da Beira, constituiu uma quer não, bem como cooperar ou associar-se
especialmente constituído pela gerência, nos sociedade por quotas, nos termos do artigo com ou participar em sociedades e entidades
termos e limites específicos do respectivo 90.º do Código Comercial, com as cláusulas reguladas por lei especial, designadamente
mandato. seguintes:
consórcios, agrupamentos complementares
Cinco) O gerente não poderá obrigar a
sociedade bem como realizar em nome desta, ARTIGO PRIMEIRO de empresas ou quaisquer outros de interesse
quaisquer operações alheias ao seu objecto económico.
A Sociedade adopta a firma de SERCAF –
social, nem conferir a favor de terceiros Serviços de Contabilidade e Acessoria Fiscal, ARTIGO OITAVO
quaisquer garantias, fianças ou abonações. Sociedade Unipessoal, Limitada.
O sócio único poderá prestar à sociedade os
ARTIGO DÉCIMO ARTIGO SEGUNDO suprimentos de que a mesma carecer, devendo
(Balanço e distribuição de resultados)
Tem a sua sede em Beira, na rua General as respectivas condições ser aprovadas em
Machado n.º 19, 1.º andar, porta n.º 20. assembleia geral.
Um) Os exercícios sociais coincidem com
os anos civis. ARTIGO NONO
ARTIGO TERCEIRO
Dois) O balanço e as contas de resultados
fecham-se com referência a trinta e um de O seu objecto consiste na prestação de O sócio único determinará o destino dos
Dezembro de cada ano e serão submetidos à serviços de assistência contabilistica, acessória resultados apurados em cada exercício que
apreciação da assembleia geral. fiscal e serviços afins. puderem nos termos da lei ser disponibilzados.
22 DE JUNHO DE 2017 3597

ARTIGO DÉCIMO Dois) No âmbito da prossecução do seu ARTIGO SEXTO


No mais não expressamente constante do objectivo social, a sociedade poderá também
Accionista remisso
presente contrato vigorarão as normas legais realizar actividades de:
aplicáveis e, designadamente, as constantes do a) Consultória e assessoria informatica; Um) Quando algum accionista não efectuar,
Código das Sociedades Comerciais. instalação e gestão de redes; nos prazos estipulados, o pagamento das
programação de computadores; quantias devidas pela subscrição de acções,
Está conforme. a sociedade avisá-lo-á de imediato para que
b) Importação, aluguer e venda de
Beira, 25 de Abril de 2017. — proceda ao pagamento dentro de trinta dias,
equipamentos.
A Conservadora Técnica, Ilegível. acrescido de juros de mora à taxa de seis por
Três) A sociedade poderá desenvolver
outras actividades comerciais subsidiárias ou cento ao ano.
complementares do seu objecto principal, desde Dois) No caso do pagamento não ser
efectuado nesse prazo, o accionista perderá, a
Health Promotion, S.A. que devidamente autorizadas.
favor da sociedade, as suas acções, sem prejuízo
Quatro) Mediante deliberação do respectivo
Certifico, para efeitos de Publicação que, desta ainda lhe poder exigir a importância em
conselho de administração, a sociedade poderá
no dia vinte e cinco de Maio de dois mil e falta e de guardar para si as entradas já feitas.
participar, directa ou indirectamente, em
dezassete, foi matriculada na Conservatória projectos de desenvolvimento que de alguma ARTIGO SÉTIMO
do Registo das Entidades Legais sob forma concorram para o preenchimento do
NUEL 100860503 uma entidade denominada, Acções
seu objecto social, bem como, com o mesmo
Health Promotion, S.A. objectivo, aceitar concessões, adquirir e gerir Um) As acções serão nominativas enquanto
CAPÍTULO I participações no capital social de quaisquer o seu valor não estiver integralmente pago.
sociedades, independentemente do respectivo Dois) As acções nominativas são convertíveis
Da denominação, duração, sede objecto social. em acções ao portador à vontade e à custa do
e objecto seu titular.
CAPÍTULO II Três) Os títulos provisórios ou definitivos
ARTIGO PRIMEIRO
Do capital social, acções e meios serão assinados por dois administradores
Denominação, natureza e duração podendo as assinaturas serem apostas por
de financiamento
A sociedade adopta a denominação de Health chancela ou por meios tipográficos de impressão.
ARTIGO QUARTO Quatro) A titularidade das acções constará
Promotion, S.A, e, é uma sociedade anónima,
constituída por tempo indeterminado, que se do livro de registo de acções existente na sede
Capital social
rege pelos presentes estatutos e pelos preceitos da sociedade.
legais aplicáveis. Um) O capital social, integralmente subscrito
e realizado em bens e dinheiro, é de um milhão ARTIGO OITAVO
ARTIGO SEGUNDO de meticais, representado por cem acções, com Transmissão das acções
valor nominal de dez mil meticais cada uma.
Sede e representações sociais Um) A transmissão de acções bem como
Dois) A descrição e a escrituração dos
Um) A sociedade tem a sua sede na cidade de a constituição de quaisquer ónus ou encargos
elementos que integram o património social
Maputo, Rua de Cabo Delgado número, sessenta sobre as mesmas, carecem da autorização
constam dos livros respectivos da sociedade.
e sete, e poderá abrir ou encerrar quaisquer prévia da sociedade, dada por deliberação da
filiais, sucursais, agências, delegações ou ARTIGO QUINTO assembleia geral. Na cedência das acções, a
qualquer outra forma de representação social, no qualquer título, a sociedade, em primeiro lugar
Aumento do capital social e os outros accionistas em segundo, gozam do
país, quando o conselho de administração assim
o deliberar e depois de autorizada oficialmente, Um) O capital social poderá ser aumentado direito de preferência.
se for caso disso. uma ou mais vezes, apenas por unanimidade de Dois) O accionista que pretenda alienar
Dois) Mediante simples deliberação, votos, e em assembleia geral. acções deve comunicá-lo ao conselho de
a assembleia geral poderá transferir a sede social Dois) O capital social poderá ser aumentado administração, por carta registada com aviso de
para qualquer outro local do território nacional. sob proposta do conselho de administração. recepção, com indicação precisa do adquirente e
de todas as condições da transacção projectada.
Mas, em qualquer outro caso, a assembleia
ARTIGO TERCEIRO Três) Compete ao conselho de administração
geral deverá ouvir sempre o conselho de
transmitir a comunicação aos accionistas,
Objecto administração, desde que preenchido o
no prazo de quinze dias, a contar da data da
preceituado no número um do presente artigo.
Um) A sociedade tem por objecto principal recepção da comunicação.
Três) Nos aumentos do capital social, os
a realização de actividades de promoção de Quatro) O silêncio da sociedade e dos outros
accionistas gozam do direito de preferência na
saúde, marketing em saúde, produção e gestão accionistas durante sessenta dias, contados a
de conteúdos de saúde, gestão de plataformas subscrição das novas acções, na proporção das partir da data da recepção pela sociedade da
digitais, marketing social, produção, gestão acções que possuem, a exercer nos termos dos comunicação a que se refere o número três,
e veiculação de conteúdos, assessoria de presentes estatutos, salvo se por deliberação do faz caducar o direito de preferência referido no
comunicação, imprensa, relações públicas, conselho de administração, se fixarem novas número dois deste artigo.
publicidade, concepção e gestão de parcerias condições, que sejam aceites por unanimidade Cinco) Exercido o direito de preferência, o
de média, consultoria e assessoria técnica de voto por parte dos accionistas. accionista efectuará, no prazo de quinze dias, a
para instalação de projectos, infra-estruturas Quatro) Se algum accionista a quem couber transmissão das acções para o preferente.
e equipamentos de comunicação, estudo de o direito de preferência, não quiser subscrever Seis) Havendo mais de um accionista a
viabilidade para investimentos e projectos a importância que lhe devesse caber, esta será exercer o direito de preferência, proceder-se-á
ligados a comunicação, formação, organização dividida pelos outros accionistas, na proporção ao rateio, na proporção das acções de que cada
de eventos, produção de revistas. das suas participações. um seja titular.
3598 III SÉRIE — NÚMERO 97

ARTIGO NONO b) Eleger os membros da sua mesa da Três) Os avisos serão assinados pelo
assembleia geral, os administradores presidente da mesa da assembleia geral ou, no
Acções próprias
e os membros do conselho fiscal; seu impedimento, pelo vice-presidente. Caso
A sociedade poderá, nos termos da lei, c) Deliberar sobre quaisquer alterações se verifique ausência, impedimento ou recusa
adquirir acções e obrigações próprias, realizando aos presentes estatutos; de ambos, serão assinados pelo presidente do
sobre estes títulos ou outros que venha a deter, as d) Deliberar sobre a criação de acções conselho fiscal.
operações que forem consideradas convenientes privilegiadas; Quatro) No caso da assembleia geral,
aos interesses da sociedade. e) Deliberar sobre a fusão, cisão ou regularmente convocada, não poder funcionar
transformação da sociedade;
ARTIGO DÉCIMO por insuficiente representação do capital, nos
f) Deliberar sobre a dissolução,
termos do artigo seguinte, será convocada
Prestações suplementares liquidação, partilha ou prorrogação
imediatamente uma nova reunião para se
da sociedade;
Não serão exigíveis prestações suplementares efectuar dentro de trinta dias, mas não antes
g) Deliberar sobre a chamada e a
de capital. Os sócios poderão conceder à de quinze.
restituição de suprimentos;
sociedade suprimentos de que ela necessite, nos
h) Deliberar sobre a propositada e ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
termos e condições fixados por deliberação do
desistência de quaisquer acções
conselho de administração.
contra os administradores e/ou Validade das deliberações
CAPÍTULO III contra o Director Geral, ou contra
Um) A assembleia geral considera-se
os restantes membros dos órgãos
Dos órgãos sociais regularmente constituída e poderá deliberar
sociais;
validamente, em primeira convocação quando
SECÇÃO I i) Deliberar sobre os planos anuais e
estiverem presentes ou representados accionistas
plurianuais por que se norteará a
Da assembleia geral titulares de, pelo menos, setenta e cinco por
actuação da sociedade, e definir
os instrumentos e objectivos a cento do capital e, em segunda convocação,
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
promover e alcançar pela mesma. qualquer que seja o número dos accionistas
Natureza Dois) Compete ainda à assembleia geral, presentes ou representados e o montante do
A assembleia geral, regularmente constituída, tudo quanto não se encontre, por lei ou pelos capital que lhes couber, salvo disposições legais
representa a universalidade dos accionistas, presentes estatutos, reservado a um outro órgão ou estatutários em contrário.
sendo as suas deliberações vinculativas para social. Dois) Qualquer que seja a forma de votação,
toda a sociedade, quando tomadas nos termos as deliberações serão tomadas por maioria
ARTIGO DÉCIMO QUARTO simples dos votos presentes ou representados,
da Lei e dos presentes estatutos.
Reuniões salvo se disposição legal imperativa ou cláusula
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO estatutária exigirem outra maioria.
A assembleia geral reúne, ordinariamente,
Mesa da assembleia geral Três) Só podem ser tomadas em assembleia
uma vez por ano, extraordinariamente, a pedido
geral em que estejam representados setenta e
Um) A mesa da assembleia geral é composta de cada um dos órgãos sociais ou de accionistas
cinco por cento do capital social, deliberações
por um presidente, um vice-presidente e um que representem, pelo menos, vinte por cento
secretário, eleitos entre os accionistas, para cada do capital social. sobre:
triénio, sendo permitida a sua reeleição. a) Alteração ou reforma dos estatutos da
Dois) Compete ao presidente da mesa ARTIGO DÉCIMO QUINTO sociedade;
da assembleia geral e, na sua ausência ou Local da reunião
b) Transformação, fusão e dissolução da
impedimento ao vice-presidente, para além sociedade e aprovação das contas
doutras atribuições que lhe são conferidas pela A assembleia geral reúne-se, em princípio, de liquidação da mesma;
lei e pelos presentes estatutos, convocar e dirigir na sede social, mas pode reunir-se em qualquer c) Eleição dos titulares dos órgãos sociais;
as reuniões da assembleia geral, dar posse outro local do território nacional, desde que d) Aplicação de resultados.
aos membros do conselho de administração o presidente da respectiva mesa assim o
e do conselho fiscal e de assinar os termos de decida, com os votos conforme do conselho de ARTIGO DÉCIMO OITAVO
abertura e encerramento dos livros de actas da administração e do conselho fiscal.
Direito a voto
assembleia geral, do conselho de administração
ARTIGO DÉCIMO SEXTO
e do conselho fiscal e do livro de autos de posse. Um) Tem direito a voto todo o accionista
Convocatória que seja titular de cem acções, pelo menos,
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
cujo valor esteja integralmente pago, salvo se o
Um) A convocatória da assembleia geral,
Atribuições e competências
será feita por meio de carta registada com aviso prazo estipulado para o pagamento for posterior
de recepção, telegrama ou telex dirigidos aos à da sessão.
Um) Para além do disposto na lei e nos
presentes estatutos, compete em especial à sócios com antecedência de pelo menos, sete Dois) Os accionistas que não possuírem o
assembleia geral: dias em relação à data da reunião e tornada número mínimo de acções referido no número
a) Aprovar o relatório de gestão e as pública através da imprensa escrita de maior anterior podem agrupar-se de forma a completá-
contas do exercício, incluindo tiragem. lo, devendo, neste caso, fazer-se representar
o balanço e a demonstração de Dois) Do aviso da convocatória deverá por um só deles, cujo nome será indicado em
resultados, bem como o respectivo constar: carta dirigida ao presidente da mesa, com as
parecer do conselho fiscal, e a) Local da reunião; assinaturas de todos reconhecidas por notário e
deliberar sobre a aplicação dos b) Dia e hora da reunião; por aquele recebida até ao momento da abertura
resultados do exercício; c) Agenda de trabalho. da sessão.
22 DE JUNHO DE 2017 3599

ARTIGO DÉCIMO NONO SECÇÃO II e representação dos negócios sociais e da


Da conselho de administração sociedade, com as competências que por lei
Votação
e por estes estatutos lhe são conferidas e bem
Um) A votação será efectuada pela forma ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO assim as que a assembleia nele delegar.
indicada pelo presidente da mesa, excepto Dois) Compete ainda ao conselho de
Composição
quando respeite a eleições ou a deliberações administração:
relativas a pessoas certas ou determinadas, casos Um) A administração e representação a) Adquirir vender, permutar ou, por
em que serão efectuadas por escrutínio secreto, da sociedade compete a um conselho de qualquer forma, operar bens móveis
se a assembleia não deliberar previamente administração composto por três membros ou imóveis da sociedade;
adoptar outra forma de votação. eleitos em assembleia geral. b) Adquirir e ceder participações em
Dois) A assembleia geral que eleger os quaisquer outras sociedades,
Dois) A cada grupo de cem acções
membros do conselho de administração, empreendimentos ou agrupamentos
corresponde um voto.
designará o respectivo presidente e fixará a de empresas, constituídas ou a
ARTIGO VIGÉSIMO caução que devam prestar ou dispensá-la-á. constituir;
c) Tomar ou dar arrendamento, bem como
Representação dos sócios ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO alugar ou locar quaisquer bens ou
Um) Os sócios que forem pessoas colectivas parte dos mesmos;
Presidente e administrador delegado
d) Trespassar estabelecimentos de sua
far-se-ão representar nas assembleias gerais
Um) Cabe ao presidente do conselho de propriedade ou tomar de trespasse
pela pessoa física para esse efeito designada,
administração convocar e dirigir as reuniões quaisquer estabelecimentos, bem
mediante simples carta dirigida ao presidente do
do conselho e promover a execução das como adquirir ou ceder a exploração
conselho de administração e por este recebida dos mesmos;
deliberações tomadas pelo mesmo.
até dois dias antes do início da sessão. e) Contrair empréstimo ou prestar
Dois) O conselho de administração poderá
Dois) Os accionistas com direito a voto quaisquer garantias, através de
delegar num dos administradores que terá a
podem fazer-se representar nas assembleias meios ou formas legalmente
categoria de administrador delegado, ou num
gerais por outro accionista com direito a voto, permitidos;
director geral, certas matérias de administração
mediante simples carta, correio electrónico, f) Constituir mandatários para, em nome
designadamente a gestão diária da sociedade.
telegrama ou telex dirigidos ao presidente da da sociedade, praticarem os actos
Três) O conselho de administração deverá
mesa e por este recebida até dois dias antes da jurídicos previstos no instrumento
fixar expressamente os limites da delegação
data fixada para o início da sessão. do respectivo mandato.
referida no número anterior.
Três) No aviso convocatório, o presidente
da mesa da assembleia geral poderá exigir o ARTIGO VIGÉSIMO SÉTIMO
ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO
reconhecimento notarial das assinaturas. Responsabilidade
Mandatários
Quatro) Os incapazes e as pessoas colectivas
Um) A competência do conselho de
serão representados pelas pessoas a quem O conselho de administração ou o
administração está, em qualquer caso, sujeita
legalmente couber a respectiva representação, administrador delegado poderão nomear
às limitações impostas pela lei e pelos presentes
podendo, no entanto, o representante delegar procuradores da sociedade para a prática de estatutos.
essa representação nos termos do número um certos, ou categoria de actos nos limites dos Dois) Os administradores serão sempre
deste artigo. poderes conferidos pelo respectivo mandato. pessoalmente responsáveis pelo que praticarem
Cinco) Os documentos de representação no desempenho das suas funções, respondendo
legal, nos termos do número anterior, devem ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO
perante a sociedade e/ou os accionistas pelo
ser recebidos no prazo previsto no número um Vacatura e novos accionistas estrito cumprimento do seu mandato.
deste artigo, pelo presidente da mesa que poderá
Um) Havendo vacatura no número de ARTIGO VIGÉSIMO OITAVO
exigir o respectivo reconhecimento notarial.
administradores, o conselho de administração
Seis) Compete ao presidente da mesa da Reuniões
poderá designar, de entre os accionistas, novos
assembleia geral verificar a regularidade dos
administradores que ocuparão os lugares vagos Um) O conselho de administração reunirá,
mandatos e das representações, e com ou sem
até à próxima sessão ordinária da assembleia pelo menos, uma vez por trimestre e sempre
audiência da assembleia geral, segundo o seu
geral em que cesse o mandato dos restantes que convocado pelo respectivo presidente por
prudente critério.
membros do conselho de administração. sua iniciativa ou por iniciativa de, pelo menos,
ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO Dois) No caso de, no decurso de um triénio, dois administradores.
haver aumento de capital com entrada de novos Dois) As convocações deverão ser feitas
Suspensão da reunião accionistas, e não se achando preenchidos por escrito e de forma a serem recebidas com
todos os lugares do conselho de administração, um mínimo de quinze dias de antecedência
Quando a assembleia geral esteja em
este poderá, sempre que se justificar, designar relativamente à data das reuniões, a não ser que
condições legais de funcionar, mas não seja
administradores representantes dos novos este prazo seja dispensado pelo consentimento
possível, por insuficiência do local designado,
accionistas, que ocuparão os seus lugares até à unânime dos administradores. A convocatória
ou por outro motivo, dar-se início aos trabalhos, deverá incluir a ordem de trabalho, bem como
próxima sessão ordinária da assembleia geral,
ou tendo-se-lhes dado início eles não possam, ser acompanhada de todos os documentos
em que cesse o mandato dos restantes membros
por qualquer circunstância concluir-se, serão necessários à tomada de deliberação, quando
do conselho de administração.
os mesmos adiados ou suspensos, consoante for esse caso.
os casos, até ao dia, hora e local que forem ARTIGO VIGÊSIMO SEXTO Três) As reuniões do conselho de
no momento indicados e anunciados pelo administração serão efectuadas, em princípio,
Atribuições e competências
presidente da mesa sem que haja de observar-se na sede social, podendo realizar-se noutro local
qualquer forma de publicação, lavrando-se tudo Um) Compete ao conselho de administração do território nacional, desde que a maioria dos
na competente acta. exercer os mais amplos poderes de gestão administradores o aceite.
3600 III SÉRIE — NÚMERO 97

ARTIGO VIGÉSIMO NONO com elas não concordarem, fazer inserir na acta referência a trinta e um de Dezembro de
os motivos da sua discordância. cada ano, e são submetidos à apreciação da
Deliberações
Quatro) O presidente do conselho fiscal assembleia geral, nos três primeiros meses do
Um) Para que o conselho de administração tem voto de qualidade em caso de empate nas ano seguinte.
possa deliberar devem estar presentes ou deliberações.
representados, pelo menos dois dos seus ARTIGO TRIGÉSIMO OITAVO
SECÇÃO IV
membros. Aplicação de resultados
Dois) Qualquer administrador poderá fazer-se Das disposições comuns
representar na reunião por outro administrador, Dos lucros que resultarem do balanço
mediante carta, correio electrónico, telegrama ARTIGO TRIGÉSIMO QUARTO apurados em cada exercício da sociedade terão,
ou telex dirigidos ao presidente, mas cada depois de tributados, a seguinte aplicação, salvo
Eleição para os cargos sociais deliberação diferente da assembleia geral:
instrumento de mandato não poderá ser utilizado
mais de uma vez. Um) O presidente, o vice-presidente, o a) Cinco por cento para o fundo de
Três) As deliberações serão tomadas por secretário da assembleia geral e os membros reserva legal, enquanto não estiver
maioria simples dos votos dos administradores do conselho de administração e do conselho realizado ou sempre que seja
presentes ou representados, tendo o presidente fiscal são eleitos pela assembleia geral, sendo necessário reintegrá-lo;
voto de qualidade. reeleitos, por uma ou mais vezes. b) As quantias que por deliberação da
Dois) O mandato para o exercício de funções assembleia geral, se destinarem
ARTIGO TRIGÉSIMO dos cargos referidos no número anterior, tem a a constituir quaisquer fundos ou
duração de três anos, contados a partir da data reservas permitidos por lei;
Vinculação da sociedade da tomada de posse. c) O remanescente constituirá o dividendo
Um) A sociedade obriga-se nos termos que Três) A eleição, seguida de posse, para novo a distribuir pelos accionistas.
forem fixados em assembleia geral. mandato, mesmo que não coincida rigorosamente
com o termo do período precedente, faz cessar ARTIGO TRIGÉSIMO NONO
Dois) Os actos de mero expediente poderão
ser assinados pelo administrador delegado, os mandatos dos membros anteriormente em Dissolução e liquidação
pelo director-geral ou por outro administrador, exercício. Porém, sempre que a nova eleição, ou
ou ainda por qualquer empregado devidamente respectiva tomada de posse, não se realize antes Um) A sociedade dissolve-se nos casos
do fim do período, considera-se prorrogado até à estabelecidos na lei, mediante deliberação da
autorizado.
posse dos novos membro, o período de exercício assembleia geral, ou nos termos dos presentes
SECÇÃO III anteriormente em curso. estatutos.
Quatro) Se qualquer entidade eleita para Dois) Salvo disposição em contrário tomada
Do conselho fiscal fazer parte da assembleia geral ou dos conselhos nos termos do parágrafo um artigo cento e trinta
de administração e fiscal, não entrar em e um do Código Comercial, serão liquidatários,
ARTIGO TRIGÉSIMO PRIMEIRO exercício sessenta dias subsequentes à eleição, os membros do conselho de administração que
Composição por facto imputável a essa entidade, caducará estiverem em exercício quando a dissolução
automaticamente o respectivo mandato. se operar.
Um) A fiscalização dos negócios sociais será Três) O fundo de reserva legal que estiver
exercida por um conselho fiscal composto por ARTIGO TRIGÉSIMO QUINTO
realizado no momento da dissolução da
três membros efectivos e dois suplentes, eleitos Remunerações sociedade, será partilhado entre os accionistas
pela assembleia geral, que também designará com observância do disposto na lei geral.
entre eles o respectivo presidente. As remunerações dos administradores, bem
Dois) Não podem ser eleitos ou designados como dos restantes membros dos órgãos sociais, ARTIGO QUADRAGÉSIMO
membros do conselho fiscal, as pessoas, serão fixadas, de acordo com as respectivas
funções, pela assembleia geral. Exame de escrituração
singulares ou colectivas, que estejam abrangidas
pelos impedimentos estabelecidos na lei. O direito dos accionistas a examinar a
ARTIGO TRIGÉSIMO SEXTO
Três) A assembleia geral pode confiar a uma escrituração e a documentação concernente às
sociedade de revisão de contas o exercício das Pessoas colectivas operações sociais só pode ser exercido dentro
funções do conselho fiscal, não procedendo dos prazos indicados nos números um e dois do
Um) Sendo escolhida para a mesa da
então à eleição deste. artigo cento oitenta e nove do Código Comercial
assembleia geral, conselho de administração
ou conselho fiscal, uma pessoa colectiva, será e recai apenas sobre os documentos a que se
ARTIGO TRIGÉSIMO SEGUNDO referem os números um e dois do artigo trinta e
esta representada, no exercício do cargo, pelo
Atribuições e competências indivíduo que designar, por carta registada quatro do Decreto-Lei número 49381, de quinze
dirigida ao presidente da mesa da assembleia de Novembro de mil novecentos sessenta e nove.
As atribuições e competências do conselho Fica porém, ressalvado o disposto no artigo
geral.
fiscal, e os direitos e obrigações dos seus cento sessenta e oito do mesmo código.
Dois) A pessoa colectiva pode livremente
membros são os que resultam da lei e dos
substituir o seu representante ou desde logo, ARTIGO QUADRAGÉSIMO PRIMEIRO
presentes estatutos. indicar mais de uma pessoa para o substituir
relativamente aos cargos da assembleia geral Omissões
ARTIGO TRIGÉSIMO TERCEIRO
ou do conselho de administração. Quanto ao Em todo o omisso observar-se-ão as
Reuniões conselho fiscal, observar-se-ão as disposições
disposições contidas na legislação aplicável.
legais aplicáveis.
Um) O conselho fiscal reúne-se mediante
convocação do respectivo presidente com a ARTIGO QUADRAGÉSIMO SEGUNDO
CAPÍTULO IV
antecedência mínima de quinze dias. Disposição final
Dois) O presidente convocará o conselho, Das disposições finais
pelo menos trimestralmente e sempre que lho Na primeira assembleia geral que se realizar
ARTIGO TRIGÉSIMO SÉTIMO
solicitem, qualquer dos seus membros ou o após a constituição da sociedade, convocada por
conselho de administração. Ano social um dos accionistas fundadores, serão eleitos os
Três) As deliberações do conselho fiscal órgãos sociais.
Um) O ano social coincide com o ano civil.
serão tomadas por maioria simples dos votos Dois) O balanço, demonstração de resultados Maputo, seis de Junho de dois mil
dos seus membros, devendo os membros que e demais contas do exercício fecham-se com e dezassete. — O Técnico, Ilegível.
FAÇA OS SEUS TRABALHOS GRÁFICOS NA INM, E.P.: NOVOS EQUIPAMENTOS,
NOVOS SERVIÇOS e DESIGN GRÁFICO AO SEU DISPOR

NOSSOS SERVIÇOS: Preço da assinatura semestral:


— Maketização, Criação I Série ......................................................... 6.250,00MT
de Layouts e Logotipos;
II Série ......................................................... 3.125,00MT
— Impressão em Off-set
III Série .......................................................... 3.125,00MT
e Digital;
— Encadernação e Restauração Maputo — Rua da Imprensa n.º 283, Caixa postal 275,
de Livros;
Telef.: +258 21 42 70 25/2 – Fax: +258 21 32 48 58
— Pastas de despachos,
impressos e muito mais! Cel.: +258 82 3029 296,
e-mail: imprensanac@minjust.gov.mz
Preço das assinaturas do Boletim da República Web: www.imprensanac.gov.mz
para o território nacional (sem porte):
Delegações:
— As três séries por ano ......................... 25.000,00MT
Beira — Rua Correia de Brito, n.º 1903 – R/C
— As três séries por semestre ................. 12.500,00MT
Tel.: 23 320905 – Fax: 23 320908
Preço da assinatura anual: Quelimane — Av. 7 de Setembro, n.º 1254,
Tel.: 24 218410 – Fax: 24 218409
I Série ...................................................... 12.500,00MT
II Série ....................................................... 6.250,00MT Pemba — Rua Jerónimo Romeiro, Cidade Baixa, n.º 1004,
III Série ....................................................... 6.250,00MT Tel.: 27 220509 – Fax: 27 220510
Preço — 182,00MT

IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P.