Você está na página 1de 36

Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2018 III SÉRIE —

­ Número 8

IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P. Lorraine Du Toit – Sociedade Unipessoal, Limitada.


Palma Um, Limitada.
Palma Dois, Limitada.
AVISO Edgo Mozambique, Limitada.
A matéria a publicar no «Boletim da República» deve ser Concord Off Shore Plus, Limitada.
remetida em cópia devidamente autenticada, uma por cada Girimba Comercial, E:I.
assunto, donde conste, além das indicações necessárias para
esse efeito, o averbamento seguinte, assinado e autenticado:
Para publicação no «Boletim da República».
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, ASSUNTOS
CONSTITUCIONAIS E RELIGIOSOS
DESPACHO
SUMÁRIO
Um grupo de cidadãos requereu ao Ministro da Justiça, Assuntos
Ministério da Justiça Assuntos Constitucionais e Religiosos: Constitucionais e Religiosos o reconhecimento da Associação
Despachos. Moçambicana de Profissionais e Empresas de Tecnologias de Informação
Governo Distrital de Caia: – AMPETIC, como pessoa jurídica, juntando ao pedido estatutos da sua
Despacho. constituição.
Anúcios Judiciais e Outros: Apreciado o processo verifica-se que se trata de uma associação que
Associação Moçambicana de Profissionais e Empresas de Tecnologias prossegue fins lícitos, determinados e legalmente possíveis cujo acto de
de Informação – AMPETIC. constituição e os estatutos da mesma cumprem o escopo e os requisitos
Associação Cristã Lugar de Ajuda. exigidos por lei, portanto, nada obsta o seu reconhecimento.
Associação Mães e Bebé Prematuros em Rede-AMEPRE.
Associação dos Camponeses Kupiyessera de Nharugue. Nestes termos, ao abrigo do disposto no n.º 1, do artigo 5, da Lei
ADD Consultoria, Limitada. n.º 8/91, de 18 de Julho, conjugado com o artigo 1, do Decreto n.º 21/91,
Malona Comércio e Serviços, Limitada. de 3 de Outubro, vai reconhecida como pessoa jurídica a Associação
TTA – Sociedade de Transporte e Trabalho Aéreo, SARL. Moçambicana de Profissionais e Empresas de Tecnologias de Informação
Ambientar, Limitada. - AMPETIC.
Orera Mining, Limitada.
Ministério da Justiça Assuntos Constitucionais e Religiosos, em
M-OCTO – Serviços Marítimos, Limitada.
LIS Sistemas Integrados, Limitada. Maputo, 16 de Outubro de 2017. — O Ministro, Isaque Chande.
LIS Mocambique S.A.
Sociedade Independente de Comunicação, Limitada.
Mozgrain, Limitada.
Lacyjunior Import & Export – Sociedade Unipessoal, Limitada. DESPACHO
Padaria Pão Divino, Limitada.
Um grupo de cidadãos requereu a Ministra da Justiça, Assuntos
Megafase E Sistemas Limitada.
HL Serviços Equipamentos e Acessórios – Sociedade Unipessoal, Constitucionais e Religiosos, o reconhecimento da Associação Cristã
Limitada. Lugar de Ajuda, como pessoa jurídica, juntando ao pedido estatutos da
Sélio Tivane Despachante Aduaneiro & Serviços – Sociedade sua constituição.
Unipessoal, Limitada. Apreciado o processo verifica-se que se trata de uma associação que
R&M – Retouch & Marketing, Limitada. prossegue fins lícitos, determinados e legalmente possíveis cujo acto de
Mathatu Peças – Sociedade Unipessoal, Limitada.
constituição e os estatutos da mesma cumprem o escopo e os requisitos
Miss Bed, Limitada.
GabSter Catering & Serviços. Limitada. exigidos por lei, portanto, nada obsta o seu reconhecimento.
Diamond Ventures – Sociedade Unipessoal Limitada. Nestes termos, ao abrigo do disposto no n.° 1, do artigo 5, da Lei
SZS Imobiliária, Limitada. n.º 8/91, de 18 de Julho, conjugado com o artigo 1, do Decreto n.° 21/91,
White Sands Resourts, Limitada. de 3 de Outubro, vai reconhecida como pessoa jurídica a Associação
Transportes Saivatoriana Mwana Unerufaro, Limitada. Cristã Lugar de Ajuda.
Fundição Deqi liu – Sociedade Unipessoal, Limitada.
Pietros Combustiveis, Limitada. Ministério da Justiça Assuntos Constitucionais e Religiosos, em
EN, Limitada. Maputo, 3 de Novembro de 2017. — O Ministro, Isaque Chande.
234 III SÉRIE — NÚMERO 8

DESPACHO Governo Distrital de Caia


Um grupo de cidadãos requereu a Ministra da Justiça, Assuntos DESPACHO
Constitucionais e Religiosos, o reconhecimento da Associação
Mães e Bebés Prematuros em Rede-AMEPRE, como pessoa Um grupo de cidadãos, em representação da Associação dos
jurídica, juntando ao pedido estatutos da sua constituição. Camponeses Kupiyessera de Nharugue, Distrito de Caia, requereu
ao Administrador do Distrito de Caia, província de Sofala, o seu
Apreciado o processo verifica-se que se trata de uma associação
reconhecimento como pessoa jurídica, juntando ao pedido os estatutos
que prossegue fins lícitos, determinados e legalmente possíveis
da constituição.
cujo acto de constituição e os estatutos da mesma cumprem o
Apreciados os documentos que fazem parte do processo, verifica-se
escopo e os requisitos exigidos por lei, portanto, nada obsta o
que a associação prossegue fins lícitos e legalmente possíveis e que o
seu reconhecimento
acto da constituição e os estatutos da mesma cumprem os requisitos
Nestes termos, ao abrigo do disposto no n.º 1, do artigo 5, da fixados na lei, nada obstando o seu reconhecimento.
Lei n.º 8/91, de 18 de Julho, conjugado com o artigo 1, do Decreto
Nestes termos, e, em observância do disposto no n.º 2, do artigo 8,
n.º 21/91, de 3 de Outubro, vai reconhecida como pessoa jurídica
da Lei n.º 2/2006, de 3 de Maio, vai reconhecida como pessoa jurídica
a Associação Mães e Bebés Prematuros em Rede-AMEPRE. Associação dos Camponeses Kupiyessera de Nharugue, distrito de Caia.
Ministério da Justiça Assuntos Constitucionais e Religiosos, Governo do Distrito de Caia, 22 de Setembro de 2016. —
Maputo, 14 de Novembro de 2017. — O Ministro, Isaque Chande. O Administrador Distrital, João Saize Duarte.

ANÚNCIOS JUDICIAIS E OUTROS

Moçambicana de ARTIGO TRÊS i) Executar, fomentar e apoiar acções que


promovam o empreendedorismo,
Profissionais e Empresas de Objectivos
a inovação e desenvolvimento
Tecnologia de Informação – A AMPETIC tem por objectivo: científico e tecnológico no mercado
AMPETIC a) Representar, zelar e defender os moçambicano de Tecnologias de
interesses dos seus associados no Informação.
CAPÍTULO I mercado nacional e internacional;
b) Promover o intercâmbio de CAPÍTULO II
Disposições gerais informações e experiências entre os
associados e instituições nacionais Membros, direitos e deveres
ARTIGO UM
e internacionais; ARTIGO QUATRO
Denominação e natureza jurídica c) Disseminar e auxiliar a implantação
das melhores práticas nos seus Admissão de membros
A Associação Moçambicana de Profissionais associados;
e Empresas de Tecnologia de Informação d) Apoiar a criação e o desenvolvimento Um) A admissão dos membros efectivos
– AMPETIC é uma pessoa colectiva de de oportunidades de negócio é voluntária e é feita mediante proposta
para a indústria moçambicana de apresentada pelo candidato e subscrita por, pelo
direito privado, sem fins lucrativos, dotada de
tecnologias de informação; menos, dois membros efectivos.
personalidade jurídica e goza de autonomia Dois) A admissão de membros é feita
e) Propor e promover regras e padrões,
administrativa, financeira e patrimonial, técnicas de exercícios e práticas do pelo Conselho de Direcção e confirmada pela
regendo-se pelos presentes estatutos e demais sector de informática; Assembleia Geral.
legislação aplicável em vigor na República de f) Colaborar com qualquer entidade
ARTIGO CINCO
Moçambique. nacional e estrangeira, no fomento
e realização e de divulgação de Categoria de membros
estudos, trabalhos, projectos de
ARTIGO DOIS A associação é constituída por um número
investigação e pesquisa e actos de
intercâmbios em geral que visem ilimitado de membros distribuídos em três
Âmbito, sede e duração
o aperfeiçoamento e a divulgação categorias:
Um) A AMPETIC é de âmbito nacional, de princípios, conceitos e técnicas a) Membros fundadores - Pessoas
com sede na cidade de Maputo na rua Crisanto de exercícios de actividades afins singulares ou colectivas com
Castiano Mitema nº 85 no bairro Central, no domínio das tecnologias de exercício legal de actividade
informação; económica na indústria de
podendo, por deliberação da Assembleia g) Organizar cursos, seminários,
Geral transferir a sede social, abrir ou encerrar tecnologias de informação, que
conferências, colóquios e estágios
colaborarem para realização dos
sucursais, filiais ou qualquer outra forma de destinados aos seus membros, de
forma a promover a melhoria da objectivos da associação e que
representação social no território nacional. contribuam para a sua sustentação
qualidade das suas competências
Dois) A AMPETIC é constituída por tempo e crescimento;
profissionais;
indeterminado, contando-se o seu início a partir h) Controlar a qualidade e ética dos seus b) Membros efectivos - Pessoas
da data do seu reconhecimento jurídico e a sua membros, de acordo com as normas singulares ou colectivas com
extinção é remetida para as disposições legais e padrões éticos internacionalmente interesse no desenvolvimento
aplicáveis. aceites para o sector; da indústria de tecnologias de
11 DE JANEIRO DE 2018 235

informação, que exerçam profissões c) Contribuir para as despesas ARTIGO DOZE


em entidades públicas ou privadas extraordinárias, em conformidade
Funcionamento da Assembleia Geral
como formadores, assessores com o que for estabelecido em
jurídicos especializados na área Assembleia Geral; Um) A Assembleia Geral reúne-se
de informática, registo de marcas, d) Desempenhar com zelo os cargos para ordinariamente uma vez por ano, para aprovação
docentes e estudantes e que do Plano de Actividades e Orçamento e
que forem eleitos, salvo legítimo
pretendam colaborar para realização para aprovação do Relatório de contas, e
impedimento;
dos objectivos da associação e que extraordinariamente sempre que se justifique.
e) Pedir a exoneração, por escrito, quando
pretendam contribuírem para a sua Dois) A convocatória da reunião da
entendam deixar de exercer as
sustentação e crescimento; Assembleia Geral é feita pelo respectivo
funções para que tenha sido eleito presidente, contendo o dia, hora e local, através
c) Membros honorários - Pessoas
ou pretender deixar de pertencer à do correio electrónico, carta, ou por um aviso
singulares ou colectivas que pelo
associação. no jornal de maior circulação no país com uma
seu relevante contributo para o
desenvolvimento da associação Dois) Os membros são obrigados a pagar antecedência mínima de quinze dias.
sejam reconhecidas pela Assembleia quotas fixas de acordo com o disposto no Três) A Assembleia Geral reúne em primeira
Geral. Regulamento Interno aprovado para este efeito convocatória quando estejam presentes mais
pela Assembleia Geral de acordo com os de metade dos seus associados, e em segunda
ARTIGO SEIS convocatória meia hora depois com qualquer
seguintes princípios:
número de associados presentes.
Perda da qualidade de membros a) O valor da quota mensal deve Quatro) As deliberações da Assembleia
A qualidade de membro perde-se: ser progressivo para membros Geral são tomadas por uma maioria simples de
individuais, pequenas, médias e votos dos membros com quotas em dia presentes
a) Por exclusão;
b) Por demissão; grandes empresas. ou representados na assembleia.
c) Por extinção da associação. b) O não pagamento das quotas por um Cinco) As deliberações sobre a alteração
período superior a 90 dias implica a dos estatutos requerem voto favorável de três
ARTIGO SETE suspensão dos direitos de membro. quartos dos associados, ou representados e com
quotas em dia.
Direito dos membros c) A saída de um dos associados deverá
ser notificada à associação com
São direitos em geral dos membros: ARTIGO TREZE
antecedência de 60 dias.
a) Tomar parte nas reuniões da Assembleia d) As quotas são devidas a partir do mês Competência da Assembleia Geral
Geral; de admissão;
b) Solicitar informações aos órgãos da Compete à Assembleia Geral:
e) Em caso de saída de associado serão
associação; devidas quotas até ao final do ano a) Eleger e destituir a Mesa da Assembleia
c) Ser informado sobre os assuntos da Geral, o Conselho de Direcção e o
civil em curso.
associação, podendo para o efeito Conselho Fiscal;
examinar os livros e arquivos CAPÍTULO III b) Estabelecer a estratégia e os objectivos
da administração e os demais da associação;
documentos, mediante solicitação Órgãos sociais, seus titulares, c) Aprovar o plano de actividades e
prévia ao Conselho de Directivo competências e funcionamento orçamento dos órgãos da associação
da associação; para o exercício económico
d) Denunciar ao órgão competente as ARTIGO NOVE
seguinte, assim como a contratação
irregularidades que constatar na Órgãos sociais de empréstimos e/ou financiamentos
gestão da associação;
Para a prossecução dos seus objectivos, a e prestação de garantias reais;
e) Ser ouvido em matéria de que for
AMPETIC tem os seguintes órgãos: d) Discussão e aprovação do relatório de
acusado e deduzir a sua defesa nos
actividades e contas da associação;
prazos estabelecidos. a) Assembleia Geral;
e) Aprovar a venda ou cedência de
f) Eleger e ser eleito para os cargos b) Conselho de Direcção;
activos da associação;
sociais; c) Conselho Fiscal. f) Aprovar o regulamento interno;
g) Exercer o seu direito de voto se
g) Excluir associados;
tiver em dia o pagamento das ARTIGO DEZ
h) Decidir sobre a extinção da associação.
contribuições pecuniárias que
Duração do mandato
forem decididas pela associação em ARTIGO CATORZE
Assembleia Geral; O mandato dos órgãos sociais da AMPETIC
h) Requerer a convocação extraordinária tem a duração de três anos, salvo retardamento Composição da Mesa da Assembleia Geral
da Assembleia Geral quando reúna no acto eleitoral, e cessa com a posse dos novos A mesa da assembleia geral é constituída,
o consenso de vinte por cento dos membros eleitos. por um presidente, um vice-presidente, um
membros efectivos. secretário, eleitos por sufrágio universal secreto
SECÇÃO I
e pessoal.
ARTIGO OITO Assembleia Geral
ARTIGO QUINZE
Deveres dos membros
ARTIGO ONZE
Funcionamento da Mesa da Assembleia
Um) São deveres dos membros:
Natureza e Composição da Assembleia Geral
a) Participar nas reuniões da Assembleia Geral
Geral; Um) A mesa pode funcionar validamente
b) Pagar pontualmente as quotas que A Assembleia Geral é o órgão soberano da apenas com dois dos seus membros.
forem fixadas pela Assembleia associação, é composta por todos os membros Dois) São anuláveis as deliberações tomadas
Geral; em pleno gozo de seus direitos estatutários. sobre matéria estranha à ordem do dia, salvo
236 III SÉRIE — NÚMERO 8

se dois terços dos associados que compareçam j) Definir acções judiciais necessárias à CAPÍTULO IV
à reunião concordarem com o adiantamento. defesa e prossecução dos interesses
Fundos e património
da associação;
SECÇÃO II ARTIGO VINTE E DOIS
k) Propor a assembleia Geral alteração do
Conselho de Direcção presente estatuto; Fundos
l) Propor à Assembleia Geral a admissão
ARTIGO DEZASSEIS São fundos da AMPETIC:
de membros honorários;
m) Convocar extraordinariamente a a) Joia e as quotas;
Natureza e Composição do Conselho de
Assembleia Geral. b) Receitas resultantes das suas
Direcção
actividades;
O Conselho de Direcção é o órgão de gestão SECÇÃO III c) Doações;
da AMPETIC composto por três membros, um d) Subsídios.
Conselho Fiscal
presidente, um secretário-geral e um tesoureiro.
ARTIGO VINTE E TRÊS
ARTIGO DEZASSETE ARTIGO DEZANOVE
Património
Funcionamento do Conselho de Direcção Natureza e Composição do Conselho Fiscal
O património da AMPETIC é constituído
Um) O Conselho de Direcção reúne- O Conselho Fiscal é o órgão de fiscalização pelos bens móveis e imoveis doados ou
se ordinariamente trimestralmente e, da AMPETIC, composto por um presidente e adquiridos pela associação.
extraordinariamente, sempre que para tal for dois vogais.
CAPÍTULO V
convocado pelo seu presidente, que dirige as
respectivas sessões. ARTIGO VINTE ARTIGO VINTE E QUATRO
Dois) O presidente é substituído nas suas Funcionamento do Conselho Fiscal Dissolução
ausências e impedimentos pelo vice-presidente
e, na ausência dos dois, pelo secretário. O Conselho Fiscal reúne-se ordinariamente Um) A dissolução da AMPETIC é deliberada
a cada quatro meses, e extraordinariamente, em Assembleia Geral Extraordinária com o voto
ARTIGO DEZOITO sempre que for necessário. favorável três quartos (3/4) de todos os membros,
convocados para esse efeito.
Competências do Conselho de Direcção
ARTIGO VINTE E UM Dois) Declarada a dissolução, procede-se
Compete ao Conselho de Direcção: à sua liquidação, gozando os liquidatários
Competências do Conselho Fiscal designados em Assembleia Geral, dos mais
a) Elaborar o plano de actividades e
Compete ao Conselho Fiscal: amplos poderes para o efeito.
contas a submeter à aprovação da
Assembleia Geral; a) Analisar as demonstrações financeiras ARTIGO VINTE E CINCO
b) Proceder à gestão diária das operações, da associação;
dos activos e dos recursos humanos Casos omissos
b) Emitir pareceres sobre a associação,
da associação de acordo com as Os casos omissos no presente estatuto são
no que concerne as contas e as
boas práticas de gestão tendo por resolvidos pelo Conselho de Direcção de forma
demonstrações financeiras assim
fim o alcançar dos objectivos da apropriada sob ratificação da Assembleia Geral
como o relatório anual elaborado
associação; e pela lei vigente.
c) Elaborar o relatório de actividades pelo Conselho de Direcção
e contas, devidamente auditado e garantindo a máxima transparência ARTIGO VINTE E SEIS
incluindo o parecer do Conselho de procedimentos e informação;
Lei aplicável
Fiscal, o qual após submissão e c) Apreciar o projecto de regulamentação
aprovação da Assembleia Geral dos procedimentos para despesas Um) A AMPETIC, rege-se pelo presente
deverá estar disponível para bem como os demais procedimentos estatuto e pela legislação em vigor aplicável às
consulta pública; contabilísticos da associação; associações.
d) Criar e extinguir departamentos, bem d) Receber as de denúncias de Dois) Constitui ainda legislação aplicável
como determinar as competências irregularidades nos procedimentos os regulamentos aprovados pela Assembleia
e a subordinação destes dentro da da associação garantindo o sigilo e Geral ou pelos demais órgãos de acordo com
estrutura da associação; o anonimato para aqueles que tomem os presentes estatutos.
e) Aprovar a criação de comissões iniciativa de informar o Conselho
técnicas, a definição das suas Fiscal;
funções e respectiva composição; e) Convocar extraordinariamente a
f) Analisar e ratificar as propostas Assembleia Geral; Associação Cristã Lugar
oriundas das comissões técnicas; f) É assegurado ao Conselho Fiscal
g) Receber os pedidos de adesão e o acesso a documentos, registos de Ajuda
demissão dos associados e tomar e demais papéis pertinentes à
CAPÍTULO I
as providências necessárias; vida administrativa/financeira da
h) Estabelecer as politicas dos recursos associação, sempre que necessário; Disposições gerais
g) Expor à Assembleia Geral sobre
humanos, vencimentos e bónus dos ARTIGO UM
irregularidades ou erros que
colaboradores da associação, tendo
porventura sejam detectados, assim Denominação e natureza jurídica
como base o orçamento aprovado como sugerir medidas de prevenção;
pela Assembleia Geral; h) Acompanhar o trabalho dos auditores É constituida uma associação que adopta
i) Avaliar a implementação da estratégia independentes; a denominação de Associação Cristã Lugar
para o desenvolvimento da i) Dar opinião sobre alienação ou aquisição de Ajuda, é uma pessoa colectiva de direito
associação; de bens de investimento. privado, sem fins lucrativos, não prossegue
11 DE JANEIRO DE 2018 237

fins políticos, é dotada de personalidade ARTIGO CINCO e) Representar a associação em


jurídica, autonomia administrativa, financeira ocasiões especiais, quando forem
Categorias de membros
e patrimonial. devidamente credenciados para tal;
A associação comporta as seguintes f) Defender-se das acusações que lhe
ARTIGO DOIS
categorias de membros: sejam imputadas; e
Âmbito, sede e duração a) Membros fundadores: São todos g) Usufruir dos espaços físicos da
aqueles que subscreveram o pedido associação dentro das normas
Um) A associação é de âmbito nacional e tem
de reconhecimento jurídico e estabelecidas.
a sua sede no bairro quatro, cidade de Chimoio,
província de Manica. participaram da Assembleia Geral
ARTIGO OITO
Dois) A associação é constituída por tempo constitutiva;
b) Membros efectivos: São todos aqueles Deveres dos membros
indeterminado contado o seu início a partir da
que foram admitidos mediantes o Constituem deveres dos membros:
data do reconhecimento jurídico.
preenchimento das formalidades a) Acatar e cumprir as decisões dos
Três) Por deliberação da Assembleia Geral,
previstas nos presentes estatutos; órgãos sociais;
a associação pode abrir delegações ou outras
c) Membros honorários: Todos aqueles b) Cumprir nas normas contidas no
formas de representação em qualquer parte do
que singular ou colectivamente presente estatuto e zelar pelo seu
território nacional ou ainda, filiar-se em outras
contribuir significativamente com cumprimento;
associações ou organizações nacionais ou serviços relevantes que eleve o
estrangeiras que prossigam fins semelhantes. c) Contribuir regularmente para a
prestígio da associação ou ainda, manutenção das actividades da
ARTIGO TRÊS tenha apoiado ou se predisposto a Associação com seus conhecimentos
prestar apoio financeiro, material e através do pagamento de quotas;
Objectivos nas actividades da Associação d) Manter conduta compatível com
A associação tem por objectivo: e adquire-se por deliberação da
os princípios éticos, morais
Assembleia Geral; e
a) Apoiar as comunidades carentes e espirituais de acordo com os
d) Membros beneméritos: todos aqueles
através de abertura de furos de água ensinamentos biblicos; e
que contribuem de maneira
e construção de escolas e centros e) Participar das actividades da
relevante em termos financeiros e
comunitários; associação.
patrimonial a favor dos objectivos
b) Apoiar adolescentes e jovens tóxico da associação. CAPÍTULO III
depedentes através da construção
de centros de tratamento e apoio a ARTIGO SEIS Órgãos sociais
desintoxicação; Perda da qualidade de membros ARTIGO NOVE
c) Promover os valores religiosos e
culturais; Um) A qualidade de membro só é retirada Composição
nas seguintes circunstâncias:
d) Promover a paz e os valores sociais no
São órgãos sociais da associação os seguintes:
seio da comunidade; a) A pedido dos membros interessados;
e) Promover o voluntariado no seio da b) Aquele que, sem justo motivo, deixar a) Assembleia Geral;
comunidade; de frequentar nas actividades da b) Conselho de Direcção; e
f) Promover a educação de crianças, orfãs, associação por mais de seis meses; e c) Conselho Fiscal.
desamparadas e desfavorecidas; c) Violação reiterada dos estatutos e das
decisões dos órgãos sociais. ARTIGO DEZ
g) Promover e organizar palestras sobre
combate e prevenção a doenças Dois) A retirada ou perda da qualidade Duração do mandato
junto das comunidades; e de membro nas circunstâncias previstas no
Os orgãos sociais da associação, são eleitos
h) Promover e apoiar as crianças, jovens número anterior é aprovado pelo Conselho
por um período de cinco anos e podem ser
e adolescentes no acesso ao ensino de Direcção, com a salvaguarda do direito de
defesa ao membro visado incluindo o recurso reeleitos pelo número de vezes que se mostrar
técnico profissional e vocacional. necessário.
à Assembleia Geral.
CAPÍTULO II ARTIGO ONZE
ARTIGO SETE
Membros, direitos e deveres Incompatibilidades
Direitos dos membros
ARTIGO QUATRO É incompativel o exercício de dois cargos
Constituem direitos dos membros:
Admissão de membros diferentes nos órgaos sociais da Associação pelo
a) Participar das actividades promovidas
mesmo membro.
Um) Podem ser membros da associação, pela associação;
pessoas singulares e colectivas, desde que, b) Receber assistência espiritual, social SECÇÃO I
requeiram a sua admissão e se identifiquem com e material em caso de necessidade,
de acordo com as condições da Assembleia Geral
os objectivos da associação e aceitem reger-
se pelos presentes estatutos, Regulamentos associação;
ARTIGO DOZE
Internos e programas aprovados pela associação. c) Votar e ser votado para qualquer cargo
Dois) O pedido de admissão para membro dos orgãos sociais da associação; Natureza e composição da Assembleia
da associação, é solicitada ao Conselho de d) Participar nas sessões da Assembleia Geral
Direcção, competindo a este órgão a aprovação Geral, ordinárias e extraordinárias,
com direito a voz e voto sobre os A assembleia Geral é o órgão máximo
ou não mediante votação dos membros que
compõem este órgão. assuntos que nelas se tratarem; da igreja, é composto por todos os membros
238 III SÉRIE — NÚMERO 8

em pleno gozo dos seus direitos e é dirigida i) Deliberar sobre a dissolução e destino a f) Elaborar e submeter a aprovação da
pelo Presidente da Mesa da Assembleia Geral dar os bens da associação; e Assembleia Geral o relatório do
e coadjuvado pelo vice-presidente e um j) Apreciar e resolver quaisquer outras exercício contabilístico findo e de
secretário. questões relevantes submetidas a atividades incuindo o respectivo
sua apreciação. orçamento para o ano seguinte;
ARTIGO TREZE g) Estabelecer princípios e políticas que
ARTIGO DEZASSEIS
Funcionamento contribuam para a estabilidade e
Composição da Mesa da Assembleia Geral bem-estar da associação; e
Um) A Assembleia Geral reúne-se ordinaria-
A Mesa da Assembleia Geral é composta h) Promover e desenvolver todas as
mente uma vez por ano e extraordinariamente
por três membros e dirigida por um presidente outras acções para a realização dos
sempre que as circunstâncias assim o ditarem,
por decisão do Presidente da Mesa da Assembleia e coadjuvado por um vice-presidente e um objectivos da associação.
secretário.
Geral, a pedido do Conselho de Direcção ou um SECÇÃO II
terço dos membros associados em pleno gozo ARTIGO DEZASSETE Conselho Fiscal
dos seus direitos.
Dois) As sessões da Assembleia Geral Funcionamento da Mesa da Assembleia
ARTIGO VINTE E UM
são presididas pelo Presidente da Mesa de Geral
Assembleia Geral e na sua ausência pelo seu Natureza e composição
Os membros da Mesa da Assembleia
vice e na ausência deste, pelo membro que vier Um) O Conselho Fiscal é o órgão colegial
Geral reúne-se ordinariamente uma vez por
a ser designado pelos presentes na Assembleia responsável pela fiscalização e balanço das
ano e extraordinariamente sempre que as
Geral. actividades financeiras da associação.
Três) As sessões da Assembleia Geral são circunstâncias assim o ditarem.
Dois) O Conselho Fiscal é composto por
convocadas com antecedência mínima de três membros sendo um deles o presidente e
SECÇÃO II
vinte dias, através de edital que é afixado na dois vogais.
sede da igreja ou publicação nos jornais ou Conselho de Direcção
ainda, através de correspondencias dirigidas ARTIGO VINTE E DOIS
aos membros, mensagem telefonicas e e-mail. ARTIGO DEZOITO
Funcionamento
Natureza e composição
ARTIGO CATORZE Um) O Conselho Fiscal reune-se
Um) O Conselho de Direcção é um órgão ordinariamente uma vez por trimestre e
Quórum colegial de gestão e administração corrente da extraordinariamente sempre que as condições
Um) Assembleia Geral considera-se associação que dirige e executa as linhas gerais assim o ditarem.
legalmente constituída quando na primeira estabelecidas pela Assembleia Geral.
Dois) As deliberações do Conselho Fiscal
Dois) O Conselho de Direcção é composto
convocação estejam presentes mais da metade são aprovadas por uma maioria simples dos
por três membros, nomeadamente o presidente,
dos seus membros, e em segunda convocação votos dos seus membros.
o tesoureiro e secretário.
pelo menos três quartos dos membros e na
terceira convocação, com qualquer número dos ARTIGO VINTE E TRÊS
ARTIGO DEZANOVE
membros presentes. Competência Conselho Fiscal
Funcionamento
Dois) As deliberações da Assembleia Geral
são tomadas por maioria absoluta dos votos de Um) O Conselho de Direcção reune-se Compete ao Conselho Fiscal:
membros presentes ou representados em pleno ordinariamente uma vez por trimestre e a) Fiscalizar o cumprimento das
gozo dos seus direitos. extraordinariamente sempre que as condições deliberações da Assembleia
assim o ditarem. Geral sobre a escrituração dos
ARTIGO QUINZE Dois) As deliberações do Conselho de movimentções financeiros da
Direcção são aprovadas por uma maioria Associação;
Competência da Assembleia Geral simples dos votos dos seus membros. b) Verificar e examinar os livros das actas
Compete a Assembleia Geral: e outros registos as movitações
ARTIGO VINTE
a) Deliberar sobre alterações dos financeiras;
estatutos; Competência do Conselho de Direcção c) Apresentar à Assembleia Geral os
relatórios das actividade financeira;
b) Eleger os titulares dos órgãos sociais; Compete ao Conselho de Direcção:
e
c) Aprovar os relatórios anuais de
a) Autorizar a realização de despesas; d) Instaurar inquéritos e comissões
actividade e de contas; b) Cumprir e fazer cumprir as normas de averiguação mediante prévia
d) Analisar e sancionar o plano de legais, estatutários e regulamentares anuéncia da Assembleia Geral.
actividades para o ano seguinte e e as deliberações próprias e da
aprovar o respectivo orçamento; Assembleia Geral; CAPÍTULO IV
e) Aprovar o Regulamento Interno; c) Gerir e administrar financeira e Fundos e património
f) Deliberar sobre a aquisição e alienação administrativamente a associação;
de bens móveis e imóveis; d) Contratar o pessoal necessário para a ARTIGO VINTE E QUATRO
g) Autorizar a criação de outros órgãos implementação das actividades da Património
diferentes dos previstos no presente associação;
estatutos; e) Decidir sobre os assuntos que os Um) O patrimônio da associação é
h) Conferir posse aos membros dos presentes estatutos ou a lei não os constituído por bens móveis, imóveis e outros
reservem para a Assembleia Geral; compatíveis com sua natureza e missão,
órgãos sociais da associação eleitos;
11 DE JANEIRO DE 2018 239

cabendo a associação gerir o domínio, posse e ARTIGO DOIS ARTIGO CINCO


destino dos mesmos.
(Âmbito, sede e duração) (Categorias de membros)
Dois) O patrimônio da associação só pode
ser vendido, alienado ou cedido de qualquer A associação é de âmbito nacional, com sede A Associação de Mães e Bebés Prematuros
outra forma gratuita ou onerosa, nos termos do social na Avenida Albert Lutuli, número 950, em Rede – AMEPRE, apresenta as seguintes
presente estatutos e da lei. 3.º direito, cidade de Maputo, e constitui-se por categorias de membros:
tempo indeterminado. a) Membros fundadores: são todos
ARTIGO VINTE E CINCO
aqueles que criaram a associação;
Fundos ARTIGO TRÊS b) Membros efectivos: são todos os pais de
Um) Os fundos da associação são (Objectivos) bebés prematuros ou profissionais
provenientes das quotas, ofertas e contribuições de saúde envolvidos no cuidado
Constituem objectivos da associação os com as crianças prematuras e
dos seus membros.
seguintes: que voluntariamente tencionem
Dois) Os fundos e patrimónios da associação
podem provir para além das contribuições a) Contribuir para que os pais de inscrever-se na associação;
dos seus membros, das ofertas de outras bebés prematuros possam cumprir c) Membros honorários: são todos os
organizações parceiras e voluntárias que se integralmente a sua missão de membros singulares e da sociedade
identifiquem com a causa da associação. cuidadores, apoiando-os na civil, profissionais de saúde ou
melhoria das condições de vida outros que de alguma forma
CAPÍTULO V dos bebés; contribuíram para a realização
Das disposições finais b) Colaborar com instituições públicas daquilo que são os objectivos
e privadas de saúde, criando da associação previstos nestes
ARTIGO VINTE E SEIS protocolos de cooperação entre estatutos e votados na Assembleia
Casos omissos instituições e sensibilizar para a Geral.
problemática da prematuridade;
Os casos omissos são supridos pelas ARTIGO SEIS
deliberações da Assembleia Geral e pela c) Promover acções de apoio às famílias,
legislação nacional vigente. por meio de campanhas de (Perda da qualidade dos membros)
angariação de fundos e realização Perdem a qualidade de membros:
ARTIGO VINTE E SETE de eventos diversos;
a) Os que o solicitem por escrito;
Extinção e liquidação d) Fomentar actividades de carácter
b) Os que infringirem o que se encontra
formativo, cultural, científico e
A associação se extingue e se dissolve nos estabelecido nos presentes estatutos;
social; nomeadamente a criação de
casos previstos na lei e, os bens têm o destino c) Os que deixarem de pagar as suas
um website, divulgação de livros,
que a Assembleia Geral vier a determinar. quotas.
folhetos, revistas e material de
ARTIGO VINTE E OITO interesse para pais e cuidadores de ARTIGO SETE
Entrada em vigor
crianças prematuras; (Direitos dos membros)
e) Colaborar na promoção de programas
O presente estatuto entra em vigor na data de estimulação do desenvolvimento São direitos de todos os membros:
do reconhecimento jurídico pelas entidades a) Participar nas assembleias gerais e em
das crianças prematuras e promover
competentes. todas as actividades da associação;
relações com outras associações
similares, visando a representação b) Eleger e serem eleitos para os órgãos
dos seus interesses juntos aos sociais da associação;
órgãos estatais. c) Serem mantidos ao corrente de toda
actividade da associação;
d) Beneficiar de todas as actividades
Associação de Mães e Bebés CAPÍTULO II
culturais ou sociais que associação
Prematuros em Rede – Membros, direitos e deveres desenvolve.
AMEPRE ARTIGO QUATRO
ARTIGO OITO
CAPÍTULO I (Admissão de membros) (Deveres dos membros)
Denominação, natureza jurídica, Um) Podem ser membros da associação, São deveres de todos os membros:
âmbito, sede, duração e objectivos todos aqueles que sejam pais de crianças
a) Cumprir e fazer cumprir as disposições
ARTIGO UM prematuras ou sejam profissionais de saúde
legais estatutárias e regulamentares
(Denominação e natureza jurídica)
envolvidos no cuidado com crianças prematuras. em tudo o que respeitar a vida e a
Dois) A admissão dos membros da associação actividade da associação;
A Associação de Mães e Bebés Prematuros é feita mediante proposta por dois membros b) Cooperar nas actividades da associação;
em Rede, doravante designada AMEPRE, é fundadores, acompanhada pela manifestação c) Exercer com zelo e diligência, os
uma organização da sociedade civil de direito
de interesse do candidato, ou pelo candidato por cargos para que são eleitos;
privado e interesse social, sem fins lucrativos,
escrito, neste último caso a sua idoneidade deve d) Contribuir para o funcionamento da
dotada de autonomia administrativa, financeira
e patrimonial, que se rege pelos presentes ser comprovada por pelo menos um membro. Associação através do pagamento
estatutos, seus regulamentos internos e pela Três) A Assembleia Geral deve ratificar a de uma quota a def i nir em
legislação em vigor. admissão dos membros. Assembleia Geral;
240 III SÉRIE — NÚMERO 8

e) Participar em comissões e grupos de b) Eleger e exonerar os membros dos Dois) Decorridos trinta minutos após a hora
trabalho; corpos sociais; designada para o início da secção, funciona com
f) Dar assistência a todas as realizações c) Fixar anualmente o montante da quota, qualquer número de membros.
de carácter estatutária ou cultural, e demais condições de exigibilidade
da mesma; SECÇÃO II
realizada pela associação.
d) Discutir e aprovar o relatório de Conselho de Direcção
CAPÍTULO III actividades e contas da gerência;
e) Apreciar e votar a integração da ARTIGO DEZASSETE
Órgãos socais, seus titulares, associação em federações e/ou
competências e funcionamento confederações de associações (Natureza e composição)
similares;
ARTIGO NOVE Um) O Conselho de Direcção é o órgão
f) Dissolver a associação;
g) Renovar o mandato de algum ou de executivo de orientação e administração, eleito
(Órgãos sociais) pela Assembleia Geral e composto por cinco
todos os elementos dos órgãos
São órgãos sociais da associação: da associação, se derem motivos membros: um presidente, um vice-presidente,
para tal; um tesoureiro, um secretário e um vogal.
a) A Assembleia Geral;
h) Pronunciar-se sobre outros assuntos Dois) O presidente da associação deve ser
b) O Conselho de Direcção;
que sejam submetidos à sua pai/mãe das crianças prematuras, podendo os
c) O Conselho Fiscal. apreciação. restantes cargos serem ocupados por quaisquer
SECÇÃO I associados em pleno gozo dos seus direitos
ARTIGO CATORZE
estatutários.
Assembleia geral (Deliberações)
ARTIGO DEZOITO
ARTIGO DEZ As deliberações da Assembleia Geral são
tomadas por maioria absoluta de votos entre (Funcionamento)
(Natureza e composição) os membros presentes, excepto no caso de Um) O Conselho de Direcção reúne-se
deliberações sobre alteração de estatutos que são
Um) A Assembleia Geral é o órgão máximo ordinariamente de acordo com a regulamentação
tomadas com o voto favorável de três quartos do
da Associação, constituída por todos os definida na primeira reunião de trabalho, sendo
número de membros presentes e as deliberações
associados em pleno gozo dos seus direitos as suas deliberações tomadas pela maioria dos
sobre dissolução ou prorrogação da assembleia
estatutários. são tomadas com os votos de três quartos de seus membros.
Dois) De cada reunião da Assembleia todos associados. Dois) As reuniões do Conselho de Direcção,
Geral, é lavrada uma acta em livro próprio são em função de deliberação conjunta.
devidamente homologado. ARTIGO QUINZE
ARTIGO DEZANOVE
(Competência da Mesa da Assembleia
ARTIGO ONZE
Geral) (Competência)
(Funcionamento)
Um) Compete ao presidente da Mesa da Compete ao Conselho de Direcção:
Um) A Assembleia Geral reúne-se Assembleia Geral e na sua ausência ao vice-
presidente: a) Prosseguir os objectivos para que foi
anualmente, em secção ordinária para:
a) Convocar e dirigir as reuniões da criada a associação;
a) Apreciação, discussão e aprovação
Assembleia Geral; b) Executar as deliberações da Assembleia
do relatório anual de actividades
b) Controlar a regularidade dos actos, Geral;
e contas;
bem como conferir posse aos c) Administrar os bens da associação;
b) Discussão de propostas;
membros dos órgãos sociais.
c) Eleger a cada quatro anos a mesa da d) Submeter à Assembleia Geral o
Assembleia Geral, o Conselho de Dois) Compete ao secretário da mesa da
relatório de actividades e contas
Direcção e o Conselho Fiscal. Assembleia Geral:
anuais para discussão e aprovação;
a) Organizar todo expediente para a
Dois) A Assembleia Geral reúne-se em secção e) Representar a associação e, em seu
reunião;
extraordinária por iniciativa do Presidente da nome, defender os seus direitos e
b) Expedir as convocatórias e os
Mesa, a pedido do Conselho de Direcção ou
respectivos documentos de suporte assumir as obrigações;
Fiscal, ou ainda por petição subscrita por pelo
para a reunião da Assembleia Geral; f) Propor à Assembleia Geral o montante
menos 50% dos associados no pleno gozo dos c) Disponibilizar os documentos de
seus direitos. da jóia e quota a fixar para o ano
controlo de presenças;
seguinte;
d) Tomar nota das reuniões, produzir as
ARTIGO DOZE g) Admitir, exercer o poder disciplinar e
respectivas actas e circular para
(Convocatória) a correcção ou aprovação dos exonerar os associados;
membros; h) Nomear os representantes da associação
A convocatória para Assembleia Geral é feita
e) Garantir toda a logística das reuniões. junto de outros organismos,
com antecedência mínima de quinze dias, por
nacionais ou estrangeiros, cuja
circular enviada a todos os membros, indicando ARTIGO DEZASSEIS
actividade se encontre ao abrigo
a data, hora, local e ordem de trabalhos.
(Funcionamento da Mesa da Assembleia dos presentes estatutos;
ARTIGO TREZE Geral) i) Promover encontros periódicos com
Um) A mesa da Assembleia Geral, salvo em os membros da associação e outros
(Competências)
caso que a lei impõe maior número, considera-se pais de crianças prematuras;
Compete à Assembleia Geral: legalmente constituída se estiverem presentes, j) Resolver casos omissos presentes
a) Aprovar e alterar os estatutos; pelo menos, mais de metade dos seus membros. estatutos.
11 DE JANEIRO DE 2018 241

SECÇÃO III a título gratuito, compatíveis com Dois) Os liquidatários da associação devem
os fins da associação; ser os membros do Conselho de Direcção em
Conselho Fiscal
b) Todos os bens móveis ou imóveis, e exercício à data da sua extinção, ou quem seja
ARTIGO VINTE respectivos rendimentos, quando nomeado pela Assembleia Geral.

(Natureza e composição) hajam;


c) Pagamento das quotas mensais dos
Um) O conselho Fiscal é o órgão ao qual
membros da associação.
compete fiscalizar a administração realizada Associação dos
pela associação, dar parecer fundamentado A RTIGO VINTE E SEIS Camponeses Kupiyessera de
sobre o plano de actividades e o orçamento.
Dois) É composto por três membros: um (Fundos) Nharugue
presidente e dois vogais. ARTIGO PRIMEIRO
Constituem receitas da associação:
ARTIGO VINTE UM a) O produto das quotas e jóias Designação e a sede social
cobradas aos seus membros; A associação é designada por kupiyessera,
(Funcionamento)
b) As contribuições, subsídios ou uma colectividade de pessoas sem fins
O Conselho Fiscal reúne-se anualmente, em quaisquer outras formas de lucrativos, sem qualquer orientação política
secção ordinária para: subvenção de entidades públicas religiosa, com a sua sede social em Nharúgue,
a) Verificar a legalidade dos actos da ou privadas nacionais ou com 20 membros.
administração;
estrangeiras;
b) Zelar pela regularidade da escrituração ARTIGO SEGUNDO
e documentação da associação; c) Quaisquer fundos, donativos,
Objectivos
c) Dar parecer fundamento sobre o heranças ou legados que lhe
plano de actividades e programar venham a ser concedidas; Um) A Associação Kupiyessera, tem
o orçamento; d) Quaisquer rendimentos ou como objectivo principal a melhoria das suas
d) Fiscalizar o relatório de actividades e receitas provenientes da venda condições de vida dos associados, através da
as contas apresentadas. realização de actividades agro-pecuárias.
de publicações, festas ou
Dois) Além de actividades agro-pecuária, a
A RTIGO VINTE E DOIS subscrições.
Associação propõe a realizar outras actividades
(Competência) tais como:
CAPÍTULO V
a) Poupança e Crédito Rotativo (PCR);
Compete ao Conselho Fiscal: Disposições finais b) Comercialização de produtos agro-
a) Emitir parecer sobre o relatório de pecuária e/ ou produtos da 1.ª
actividades e contas da direcção; A RTIGO VINTE E SETE
necessidade.
b) Verificar, periodicamente, a
(Casos omissos)
legalidade das despesas ARTIGO TERCEIRO
efectuadas e a confor-midade Em tudo que não esteja regulado
estatutária dos actos da direcção. Receita da Associação
nos presentes estatutos, são aplicáveis
subsidiariamente as disposições legais em Um) Constitui receita da Associação
A RTIGO VINTE E TRÊS
vigor no país. Kupiyessera:
(Duração do mandato) a) O valor do fundo social;
Os membros da Assembleia Geral, o ARTIGO VINTE E OITO b) O valor de poupança;
Conselho de Direcção e o Conselho Fiscal c) Os bens;
(Extinção e liquidação)
são eleitos de quatro em quatro anos. d) Outras contribuições dos associados; e,
Um) Em caso de extinção da associação por e) Os subsídios e contribuições ou
A RTIGO VINTE E QUATRO doações que lhe forem atribuído.
força da lei, se de outra forma não for decidido
(Incompatibilidades) em assembleia geral, a liquidação e partilha é Dois) Os valores do fundo social, da
matrícula de novos associados e das multas
feita nos termos seguintes:
O membro de um órgão da associação são fixadas pela assembleia da Associação
não poderá acumular funções de outro órgão a) Apuramento e consignação das Kupiyessera.
diferente na mesma associação. verbas para satisfação do passivo
CAPITULO II
da associação até a medida das
CAPÍTULO IV
suas forças; Dos membros associados
Fundos e património b) Satisfeitos os credores da associação ARTIGO QUARTO
A RTIGO VINTE E CINCO e realizado o activo do património
Membros
da associação, o seu remanescente,
(Património) Um) Pode ser membro da Associação
se houver, será repartido pelos
Kupiyessera, todos os indivíduos interessados
A associação tem um património membros existentes à data da
em participar nos fins propostos no artigo 1º
composto por: liquidação, devendo a quota-parte
em a lei permita.
a) Doações, donativos, subsídios, de cada um dos membros ser Dois) Os membros entram em pleno gozo
heranças, legados e subvenções proporcional às quotas pagas nos dos seus deveres e direitos após a aprovação
ou concessões de outra natureza seis meses anteriores à dissolução. da sua admissão em reunião (Direcção da
242 III SÉRIE — NÚMERO 8

Assembleia Geral), mediante a sua matrícula ARTIGO SÉTIMO b) Pagamento de multa segundo o
com um pagamento de valor de quinhentos regulamento interno;
Conselho Fiscal
meticais (500,00mt). c) Demissão;
Três) O regulamento geral interno, explicará Um) O Conselho da direcção é composto por d) Exoneração do cargo.
os direitos e as obrigações dos membros. 10 membros da associação.
Quatro) Os membros podem ter as seguintes Dois) São demitidos todos os membros que
Dois) O Conselho de direcção é um órgão de
categorias: fundadores, efectivos e honorários. prejudicam materialmente, financeiramente e
gestão permanente da associação e de orientação
a) Membros Fundadores – são todos de suas actividades. moralmente a associação.
aqueles que participam na Três) O Conselho da Direcção tem as
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
aprovação do estatuto; seguintes funções:
b) São todos aqueles que aderiram a a) Executar as deliberações da Assembleia Direito dos membros
Associação em data posterior a
Geral; São direitos dos membros:
fundação;
b) Organizar e supervisionar as
c) Membros honorários – são a) Votar e ser votado para membro da
actividades da associação;
personalidades nacionais ou direcção;
c) Elaborar planos de actividades,
internacionais cujo sua acção b) Participar nas actividades da
notável estar de acordo com os relatórios e contas, submeter ao
Conselho Fiscal e Assembleia associação;
objectivos da associação, como por
exemplo na prestação de serviços Geral; c) Solicitar todos os esclarecimentos sobre
para a associação. d) Promover reuniões ordinárias e o funcionamento da associação;
extraordinárias mensalmente e d) Pedir a sua demissão da associação;
Cinco) Os membros honorários são isentos
de pagamento de fundo social. sempre for necessário. e) Beneficiar de todas as doações ou bens
Quatro) O Conselho da Direcção reunirá da associação;
ARTIGO QUINTO ordinariamente duas vezes por mês e f) Eleger e ser eleito para qualquer acti-
Órgãos extraordinariamente por convocação de dois vidade da associação.
dos seus membros.
Um) São órgãos da Associação Kupiyessera: ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
a) Assembleia Geral; ARTIGO OITAVO
Deveres dos membros
b) A Direcção; e Conselho Fiscal
c) O Conselho Fiscal. São deveres dos membros:
Dois) O mandato dos órgãos eleitos pela Um) O Conselho Fiscal é constituído por 4
a) Cumprir o estatuto e o regulamento
Associação é de dois (2) anos renovável elementos e 2 fiscais.
interno da associação bem como
somente para o 2º mandato. Dois) Ao Conselho Fiscal compete:
respeitar as decisões tomadas pelos
a) Dar parecer sobre os relatórios e conta
ARTIGO SEXTO órgãos;
a direcção;
b) Desempenhar os cargos para que foi
Assembleia Geral b) Fiscalizar a administração da
eleito;
associação;
Um) A Assembleia Geral é o órgão mais alto c) Assegurar todas as demais c) Zelar pelo património da associação
da Associação e dela fazem todos os associados bem como pelo seu nome e
competências que lhe sejam
no pleno gozo dos seus direitos expressamente engrandecimento;
atribuídas pela lei geral ou que
convocado nos termos da Lei e do Regulamento d) Prestar contas pelas tarefas incumbidas.
decorra da aplicação dos estatutos
Interno da Associação.
ou regulamento interno;
Dois) A Assembleia é dirigida por uma mesa CAPITULO III
(mesa da Assembleia) composta por 4 membros d) Examinar a documentação da
sendo 1 presidente, 1 secretário, 1 tesoureiro e associação com regularidade. Disposições finais
1 fiscal competindo-lhe dirigir o trabalho da
ARTIGO NONO ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
Assembleia Geral.
Três) A Assembleia Geral tem as seguintes Admissão Alterações do estatuto
competências:
Um) Para ser membro da Associação As deliberações sobre as alterações do
a) Definir e aprovar os estatutos e os Kupiyessera, é necessário matricular-se, estatuto, exigem a presença de mais que a
regulamentos da associação, bem pagando um valor de quinhentos meticais
como as suas alterações; metade dos seus membros da associação.
(500,00MT) e obter a aprovação da Direcção
b) Apreciar questões relacionadas com a
Geral. ARTIGO DÉCIMO QUARTO
organização da associação;
Dois) Não ter idade inferior a quinze anos e
c) Eleger e destituir os membros dos O regulamento interno da associação
nem superior a 90 anos.
órgãos sócias da associação;
d) Apreciar e votar sobre o orçamento e Três) Aderir a associação por livre e A elaboração do Regulamento compete ao
o plano de actividade; espontânea vontade. Conselho da Direcção.
e) Aprovar a forma de distribuição dos
ARTIGO DÉCIMO ARTIGO DÉCIMO QUINTO
excedentes ou valor da receita da
associação; Expulsão e penas aplicadas
Dissolução
f) Apreciar e aprovar as normas de
trabalho; Um) Os membros que violarem o estatuto A associação poderá dissolvida em
g) Deliberar sobre a expulsão de e o Regulamento Interno ficarão sujeito as Assembleia Geral convocada para esse efeito
associados e sobre a perda do seguintes sanções: desde que seja aprovada por uma maioria de
mandato dos órgãos sociais. a) Repreensão; 80% dos seus membros presentes.
11 DE JANEIRO DE 2018 243

ARTIGO DÉCIMO SEXTO Aéreo, S.A., e é constituída sob forma de ARTIGO QUARTO
sociedade anónima de responsabilidade (Capital social)
Omissões
limitada,
Tudo o que for omisso no presente estatuto Dois) A sociedade durará por tempo O capital social, integralmente subscrito
aplicar-se-á no regulamento interno da indeterminado. e realizado em dinheiro e nos demais bens
associação. sociais, é de 17.650,000,00MT (dezassete
ARTIGO SEGUNDO milhões, seiscentos e cinquenta mil meticais),
e está dividido em dezassete mil seiscentas
(Sede)
e cinquenta acções no valor nominal de mil
Um) A sociedade tem a sua sede no Hangar meticais cada uma.
ADD Consultoria, Limitada TTA, no Aeroporto Internacional de Maputo.
ARTIGO QUINTO
Certifico, para efeitos de publicação, que Dois) A administração pode, sempre que
por Acta de vinte de Dezembro de dois mil entender, deslocar a sede para qualquer outra (Títulos ou acções)
e dezassete, da sociedade ADD Consultoria, parte, dentro do território nacional, assim Um) As acções são nominativas ou ao
Limitada, matriculada sob NUEL 100577143, como poderá criar quaisquer outras formas portador, são reciprocamente convertíveis e
os sócios deliberaram por unanimidade sobre de representação social em Moçambique e no podem ser representadas por títulos de uma
a dissolução e liquidação da sociedade (ADD estrangeiro. a dez, de vinte, de cinquenta, de cem, de
Consultoria, Limitada). quinhentas e de mil acções.
ARTIGO TERCEIRO
Maputo, 22 de Dezembro de 2017. — Dois) Os títulos provisórios ou definitivos
O Técnico, Ilegível. (Objecto social) são assinados por dois administradores,
podendo uma das assinaturas ser aposta por
A sociedade tem por objecto social: cancela.
a) Prestação de serviços de transporte Três) As despesas de conversão das acções
aéreo público, doméstico, regional e bem assim as despesas de averbamento no
Malona Comércio e Serviços, e internacional, de passageiros, livro de registo de acções existente na sede da
Limitada carga e correio, em regime regular sociedade, são suportadas pelos accionistas
ou não regular; respectivos.
ADENDA
b) Prestação de serviços de transporte ARTIGO SEXTO
Certifico, para efeitos de publicação, que por aéreo privado, doméstico, regional
ter saído (inexacto) no Boletim da República, e internacional de passageiros, (Aumento do capital)
n.º 52 aos 22 de Março de 2017 (primeiro carga e correio, em regime regular O capital social pode ser aumentado uma
parágrafo da denominação) onde se lê: «Malona ou não regular; ou mais vezes, por deliberação do Conselho
Limitada – Comércio e Serviço» deverá ler se: c) Prestação de serviços de trabalho de Administração, tendo os accionistas direito
«Malona Comércio e Serviços, Limitada.»
aéreo público, doméstico, regional de preferência no aumento e na proporção das
Maputo 22 de Dezembro de 2017. — e internacional; acções que detém.
O Técnico, Ilegível. d) Prestação de serviços de trabalho
aéreo privado, doméstico, regional CAPÍTULO II
e internacional; Dos órgãos sociais
e) Serviços de trabalho aéreo de apoio na
TTA – Sociedade de construção e manutenção de linhas ARTIGO SÉTIMO
Transporte e Trabalho Aéreo, de transporte de energia, estradas, Os órgãos sociais são a Assembleia Geral, o
SARL linhas férreas, serviço agrícola de Conselho de Administração e o Conselho Fiscal.
pulverização, cartografia, geodesia
Certifico para efeitos de publicação que por e fotografia aérea e serviços ARTIGO OITAVO
escritura de dezanove de Dezembro de dois mil offshore; (Assembleia geral)
e dezassete, exarada de folhas quatro a folhas f) Serviços de trabalho aéreo de evacuação
cinco do livro de notas para escrituras diversas Um) A Assembleia Geral é convocada
médica e de apoio sanitário;
número setenta traço E, do Terceiro Cartório pelo presidente ou, no seu impedimento, pelo
g) Gestão, manutenção e comercialização
Notarial, perante Luís Salvador Muchanga, secretário, por meio de anúncio publicado com a
licenciado em Direito, conservador e notário de equipamento aeronáutico,
próprio e de terceiros; antecedência mínima de quinze dias em relação
superior em exercício no referido cartório,
h) Recrutamento e gestão de pessoal à data de realização da assembleia.
procedeu-se na sociedade em epígrafe a
aeronáutico, para-aeronáutico e Dois) A Mesa da Assembleia Geral é
alteração integral dos estatutos que passa a ter
a seguintes nova redacção: navegante; composta por um presidente e por um secretário,
i) Parqueamento e limpeza de aeronaves; ambos eleitos pela assembleia, de entre os
CAPÍTULO I j) Prestação de serviços de assistência accionistas, e por um período de três anos,
Da denominação, sede, objecto e em escala; podendo ser reeleitos uma ou mais vezes.
duração k) Gestão e promoção imobiliária; ARTIGO NONO
ARTIGO PRIMEIRO l) Participação, aquisição de participações,
e gestão de participações sociais, (Sessões da assembleia geral)
(Denominação e duração) noutras sociedades comerciais, Um) A Assembleia Geral reunir-se-á em
Um) A sociedade adopta a denominação ainda que o objecto social destas sessão ordinária até trinta e um de Março de
de TTA Sociedade de Transportes e Trabalho seja diferente do da sociedade. cada ano, e extraordinariamente sempre que
244 III SÉRIE — NÚMERO 8

for convocada pelo Conselho Fiscal, ou por c) Deliberar sobre a alteração do contrato gerência e praticando todos os actos necessários
accionistas que representem pelo menos vinte de sociedade; para realização do objecto social, com respeito
e cinco por cento do capital social realizado. d) Eleger ou destituir os membros dos pelos actos da competência da assembleia geral.
Dois) A Assembleia Geral é constituída por órgãos sociais; Dois) A sociedade fica obrigada pela
todos os accionistas com direito de voto e as e) Fixar a remuneração dos titulares dos assinatura do administrador, se único. Se a
suas deliberações, quando tomadas nos termos órgãos sociais. administração for colegial, a sociedade fica
legais, vinculam todos os accionistas. obrigada:
Três) A cada cem acções corresponde um ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
a) Pela assinatura do presidente da
voto. (Conselho de administração) conselho de administração, ou;
Quatro) Os accionistas que não possuam o b) Pela assinatura de dois administradores,
número mínimo de acções exigido para terem Um) O Conselho de Administração poderá
ou ainda;
direito a voto, podem agrupar-se de forma a ser composto por um, por três ou por cinco
c) Pela assinatura de um administrador e
completar o número exigido, devendo nesse caso membros, eleitos pela Assembleia Geral, de
de um procurador.
fazer-se representar por um só deles, ou por um entre os accionistas ou não, por um período de
três anos, podendo ser reeleitos uma ou mais Três) O conselho de administração poderá
mandatário cuja identificação constará de carta
vezes por iguais períodos. constituir procuradores da sociedade para a
com as assinaturas dos accionistas reconhecidas
Dois) Os membros da administração ficam prática de actos determinados, negócios ou
notarialmente, dirigida ao presidente da mesa da
dispensados de prestar caução, e serão ou não espécie de negócios, e poderá delegar entre
assembleia geral, e entregue até à hora de início
remunerados, conforme for deliberado em os seus membros os respectivos poderes para
da sessão respectiva.
Assembleia Geral. determinados negócios ou espécie de negócio.
Cinco) O accionista pode fazer-se representar
nas assembleias gerais por mandatários, Três) Os administradores eleitos elegerão,
ARTIGO DECIMO QUINTO
mediante procuração com poderes especais que entre si, o Presidente do Conselho de
Administração, o qual tem voto de qualidade. (Conselho fiscal)
tem que ser entregue ao presidente da mesa da
assembleia, até à hora de início da respectiva ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO A fiscalização dos negócios sociais será
sessão exercida por um Fiscal Único ou por um
(Competência conselho de administração)
Conselho Fiscal, e neste segundo caso o
ARTIGO DÉCIMO
Um) Sem prejuízo de outras competências Conselho Fiscal será composto por três
(Deliberações) fixadas na lei ou nos estatutos, compete ao membros efectivos e um suplente, que podem
conselho de administração da sociedade, ou não ser accionistas, eleitos pela Assembleia
Um) A Assembleia Geral, regularmente
nomeadamente: Geral, por um período de três anos, podendo ser
convocada, pode deliberar validamente, em reeleito uma ou mais vezes.
primeira convocação, desde que estejam a) Abertura e encerramento de
estabelecimento da sociedade;
presentes ou representados accionistas ARTIGO DÉCIMO SEXTO
b) Aquisição, alienação e oneração de
possuidores de pelo menos quarenta por cento
bens imóveis e cessão de exploração (Competência conselho fiscal)
do capital.
e trespasse de estabelecimento Compete ao Fiscal Único ou ao Conselho
Dois) Em segunda convocação, a Assembleia
comercial da sociedade; Fiscal:
Geral pode deliberar validamente seja qual
c) Contratação de empréstimos bancários
for o número de accionistas presentes ou e prestação de garantias reais ou a) Fiscalizar a administração;
representados, ou seja qual for o montante do pessoais pela sociedade; b) V e rific a r a re gular i dade dos
capital por eles representado. d) Extensões ou reduções da actividade da livros, registos contabilísticos e
Três) A Assembleia Geral delibera por sociedade, bem como modificações documentos de suporte;
maioria simples de votos. importantes na sua organização; c) Elaborar anualmente relatórios sobre
Quatro) As deliberações sobre a alteração e) Estabelecimento ou cessão de a sua acção fiscalizadora, e dar
de estatutos redução do capital social, cooperação duradoira com outras parecer sobre o relatório, contas
transformação, fusão e dissolução da sociedade, empresas; e proposta apresentados pelo
bem como de nomeação dos membros do f) Contratação e despendimento de Conselho de Administração;
pessoal. d) Cumprir as demais obrigações
conselho de administração, só podem ser
constantes na lei ou no contrato de
tomadas por maioria absoluta de votos Dois) Se a administração for colegial, para sociedade.
representativos do capital social. que o Conselho de Administração deliberar
Cinco) As deliberações da Assembleia Geral é indispensável que estejam presentes ou CAPÍTULO III
são redigidas no respectivo livro de actas e representados, pelo menos, dois dos seus
assinadas por quem nela tenha servido de membros. Da apreciação anual da sociedade
presidente e secretário. Três) Se a administração for colegial, as ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
deliberações da administração são tomadas por
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO (Balanço)
maioria de votos presentes ou representados, e
(Competência da assembleia geral) devem delas ser redigidas actas, devidamente Um) O ano social coincide com o ano civil.
assinadas. Dois) Os lucros líquidos apurados no
Sem prejuízo de outras competências
ARTIGO DÉCIMO QUARTO exercício terão a seguinte aplicação:
previstas na lei ou nos estatutos, caberá à
Assembleia Geral: a) Vinte por cento para a constituição ou
(Administração gerência)
reintegração da reserva legal, até
a) Deliberar sobre o relatório de gestão e
Um) À administração compete a repre- que esta represente, pelo menos, a
sobre as contas de cada exercício;
sentação activa da sociedade, em juízo e fora quinta parte do montante do capital
b) Deliberar sobre a aplicação de
dele, exercendo os mais amplos poderes de social;
resultados;
11 DE JANEIRO DE 2018 245

b) Uma percentagem a ser definida à sócia AMBISIG – Ambiente e Sistemas de B. do Primeiro Cartório Notarial de Maputo,
pelo Conselho de Administração Informação Geográfica, Lda. acordaram em perante mim Lubélia Ester Muiuane, licenciada
e aprovada em Assembleia Geral, alterar consequentemente o artigo quarto dos em Direito, técnica superior dos Registos e
deverá ser alocada ao pagamento de estatutos da sociedade, sendo-lhe conferida a Notariado N1 e notária do referido cartório,
quaisquer suprimentos que estejam seguinte redacção: foi constituída uma sociedade por quotas de
em divida pela sociedade; responsabilidade limitada, que passará a reger-
c) Os lucros distribuíveis aos sócios ARTIGO QUARTO se pelas disposições constantes dos artigos
no final de cada exercício social, O capital social, integralmente seguintes:
são calculados sobre os lucros subscrito e realizado em dinheiro, é de
líquidos do exercício, deduzido ARTIGO PRIMEIRO
10.000,00MT, correspondente a uma
das importâncias destinadas à única quota pertencente à sócia AMBISIG (Denominação e duração)
reserva legal, deduzido das – Ambiente e Sistemas de Informação
importâncias destinadas a cobrir A sociedade adopta a denominação de
Geográfica, Limitada.
os prejuízos transitados de M-OCTO – Serviços Marítimos, Limitada,
Maputo, 7 de Dezembro de 2017. — doravante denominada sociedade, e é constituída
exercícios anteriores e deduzido
O Técnico, Ilegível. sob a forma de sociedade comercial por quotas
das importâncias destinadas ao
pagamento de suprimentos dos de responsabilidade limitada e por tempo
sócios da sociedade; indeterminado, regendo-se pelos presentes
d) O remanescente terá a aplicação que estatutos e pela legislação aplicável.
for deliberada em Assembleia
ARTIGO SEGUNDO
Geral, em conformidade com as Orera Mining, Limitada
disposições legais aplicáveis; (Sede)
e) Não serão distribuídos lucros aos Certifico, para efeitos de publicação, que
por acta de sete de Outubro de dois mil Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida
sócios caso a distribuição dos
e dezassete, da sociedade Orera Mining, Vladimir Lenine, n.º 174, Edifício Millennium
mesmos crie ou possa criar
Limitada, matriculada sob NUEL 100767538 Park, Torre A, 6.º andar Direito, em Maputo.
dificuldades financeiras para a
sociedade. deliberaram a alteração parcial dos estatutos Dois) Mediante deliberação da
da sociedade nomeadamente no que diz administração, a sociedade poderá abrir
CAPÍTULO IV respeito ao objecto da sociedade introduzindo sucursais, filiais ou qualquer outra forma de
as actividades de consultoria na área de minas, representação no país e no estrangeiro.
Da dissolução promoção imobiliária, consultoria na área de
ARTIGO DÉCIMO OITAVO selecção e colocação de pessoal, comércio ARTIGO TERCEIRO
geral, consultoria em programação informática
(Dissolução da sociedade) (Objecto social)
e actividades de consultoria científicas e
A sociedade dissolve-se para além dos similares. Um) A sociedade tem como objecto principal
casos previstos na lei, mediante deliberação da Em consequência é alterada a redacção do a prestação de serviços e operações marítimas,
Assembleia Geral tomada por maioria de três artigo dois do pacto social, o qual passa a ter a logística, com importação e exportação.
quartos dos votos emitidos. seguinte redacção: Dois) Mediante deliberação da assembleia
geral, a sociedade poderá participar noutras
CAPÍTULO VI ARTIGO DOIS actividades comerciais relacionadas ao seu
Das disposições transitórias (Objecto) objecto principal, ou poderá associar-se ou
participar no capital social de outras sociedades,
ARTIGO DÉCIMO NONO A sociedade tem por objecto a desde que tais transacções sejam legalmente
prospecção, pesquisa e comercialização
(Disposições transitórias) permitidas.
mineira, consultoria na área de minas,
Até que a Assembleia Geral delibere de outra promoção imobiliária, consultoria ARTIGO QUARTO
forma, ficam desde já designados os membros na área de selecção e colocação de
dos órgãos sociais para o triénio 2017 a 2019. (Capital social)
pessoal, comércio geral e consultoria em
O Técnico, Ilegível. programação informática e actividades Um) O capital social da sociedade, realizado
de consultoria científicas, técnicas e em dinheiro, é de 300.000,00MT (trezentos
similares. mil meticais), correspondente à soma de duas
Maputo, 21 de Dezembro de 2017. — quotas iguais, cada uma com o valor nominal de
O Técnico, Ilegível. 150.000,00MT (cento e cinquenta mil meticais),
representativa de 50% (cinquenta por cento) do
Ambientar, Limitada capital social, pertencente aos sócios Arnaldo
António Pereira do Lago de Carvalho e Luis
Certifico, para efeitos de publicação,
que, por contrato de cessão e unificação de Vasconcelos Teixeira Lago de Carvalho.
quotas, datado de 7 de Dezembro, e acta da M-OCTO – Serviços Dois) Mediante deliberação da assembleia
geral, o capital social da sociedade poderá ser
Assembleia Geral, de 22 de Novembro de 2017 Marítimos, Limitada aumentado.
da sociedade por quotas denominada Ambientar,
Limitada, matriculada na Conservatória do Certifico, para efeitos de publicação, que Três) Os sócios gozam do direito de
Registo das Entidades Legais de Maputo, por escritura de treze de Dezembro de dois mil preferência nos aumentos de capital da
sob o NUEL 100446707, a sócia Egeo – e dezassete, lavrada a folhas 51 a 53 do livro sociedade, na proporção das percentagens das
Tecnologia e Ambiente, S.A. cedeu a sua quota de notas para escrituras diversas número 1021- suas respectivas quotas.
246 III SÉRIE — NÚMERO 8

ARTIGO QUINTO actas circulares – “round robin”), uma vez por sentados os sócios que detenham,
ano dentro dos três primeiros meses após o pelo menos, participações
(Suprimentos)
fecho de cada ano financeiro para: correspondentes a 75% (setenta e
Os sócios podem conceder à sociedade os a) Deliberar sobre o balanço e o relatório cinco por cento) do capital social; e
suprimentos de que esta necessite, os quais da Administração referentes ao b) Em segunda (ou subsequentemente)
poderão vencer juros, nos termos e condições exercício; convocação, estejam presentes
fixados por deliberação da assembleia geral, b) Deliberar sobre a alocação de ou devidamente representados
aprovada por maioria de votos representativos resultados; e os sócios que detenham qualquer
do capital social. c) Eleição ou reeleição de administradores. percentagem representativa do
Dois) A assembleia geral pode ser convocada capital social.
ARTIGO SEXTO
por qualquer sócio ou administrador, por meio Dois) As deliberações da assembleia geral
(Transmissão e oneração de quotas) de carta expedida com uma antecedência são tomadas por maioria simples ou votos
mínima de quinze (15) dias, salvo se a lei correspondentes a 51% (cinquenta e um por
Um) A divisão e a cessão de quotas, exigir outras formalidades para determinada
bem como a constituição de quaisquer ónus cento) do capital social da sociedade, excepto
deliberação. nos casos em que a lei ou os estatutos exijam
ou encargos sobre as mesmas, carecem de Três) A assembleia geral da sociedade poderá
autorização prévia da assembleia geral de maioria qualificada de votos correspondentes a
reunir extraordinariamente sempre que for 75% (setenta e cinco por cento) do capital social.
sociedade. necessário, por iniciativa da administração ou
Dois) A sociedade e os sócios gozam do de qualquer sócio detentor de, pelo menos, dez ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
direito de preferência na aquisição de quotas. por cento (10%) do capital social, observadas as
Três) O sócio que pretenda alienar a sua (Administração e gestão da sociedade)
formalidades previstas no número dois acima.
quota comunicará por escrito à sociedade e aos Quatro) O aviso convocatório deverá no Um) A sociedade é gerida e administrada
outros sócios, por carta, indicando o proposto mínimo conter a firma, sede e número de registo por 2 (dois) administradores, eleitos pela
adquirente, o preço de alienação e as respectivas da sociedade, local, dia e hora da reunião, assembleia geral.
condições contratuais. espécie de reunião, ordem de trabalhos, e a Dois) A administração terá os poderes gerais
Quatro) A sociedade e os demais sócios indicação dos documentos a serem analisados e atribuídos por lei e pelos presentes estatutos,
deverão exercer o seu direito de preferência que devem ser imediatamente disponibilizados conducentes à realização do objecto social da
dentro de trinta dias, contados a partir da data aos sócios. sociedade, representando-a em juízo e fora
da recepção da notificação da intenção de Cinco) A assembleia geral reunir-se-á, em dele, activa e passivamente, podendo delegar
transmissão prevista acima. princípio, na sede social, mas poderá reunir-se parte ou a totalidade destes poderes a directores
Cinco) Se a sociedade e os outros sócios em qualquer outro local do território nacional, executivos, incluindo a um director-geral nos
não pretenderem exercer o seu direito de desde que assim seja acordado por todos os termos a serem deliberados pela administração.
preferência, o sócio transmitente poderá sócios. Três) Os membros da administração estão
transferir a quota ao proposto adquirente ao Seis) A assembleia geral poderá reunir-se dispensados de caução.
preço acordado mutuamente entre ambos. sem a observância de quaisquer formalidades Quatro) A sociedade vincula-se:
prévias, desde de que todos sócios estejam a) Pela assinatura de um dos
ARTIGO SÉTIMO
presentes ou representados e todos manifestem
administradores;
(Amortização de quotas) a vontade de considerar a reunião devidamente
b) Pela assinatura do director-geral,
Um) A amortização de quotas só pode ter constituída.
devidamente nomeado pela
lugar nos casos de exclusão ou exoneração de Sete) As decisões da assembleia geral podem
administração, dentro dos limites
sócio. ser tomadas por actas circulares, desde que
do respectivo mandato, conforme
Dois) A exclusão de sócio requer a prévia acordadas e assinadas por todos os sócios, nas
quais deverão declarar o sentido do seu voto atribuído, de tempos em tempos,
deliberação da assembleia geral e só poderá ter pela administração; ou
lugar nos seguintes casos: relativamente à deliberação proposta levada
à votação. c) Pela assinatura de um procurador, nos
a) Acordo com o respectivo titular da limites do respectivo mandato ou
quota; ARTIGO NONO procuração.
b) Se a quota for arrestada, arrolada ou
(Representação em assembleia geral) Cinco) A sociedade não fica obrigada por
penhorada;
quaisquer fianças, letras, livranças, e outros
c) Em caso de falência ou insolvência Um) Os sócios podem fazer se representar
actos, garantias e contratos estranhos ao seu
do sócio; nas reuniões da assembleia geral por um
d) Dissolução de sócio pessoa colectiva. objecto social, salvo deliberação em contrário
representante.
da assembleia geral.
Três) O preço da amortização será pago Dois) A nomeação de representante deve ser
feita por escrito, e dirigida à assembleia geral, Seis) O mandato dos administradores é de
em três prestações iguais que se vencem,
indicando os poderes delegados ao respectivo 4 (quatro) anos, podendo os mesmos serem
respectivamente, em seis (6) meses, um (1)
representante. reeleitos.
ano e dezoito (18) meses, após a sua fixação
definitiva por um auditor independente, Sete) As reuniões da administração realizar-
ARTIGO DÉCIMO se-ão pelo menos uma vez por ano, em
mediante aprovação da assembleia geral.
(Votação) princípio, na sede social, mas poderão realizar-
ARTIGO OITAVO se em qualquer outro local dentro ou fora de
Um) A assembleia geral considera se Moçambique, desde que assim seja acordado
(Convocatória e reuniões da assembleia regularmente constituída para deliberação
geral) por todos os administradores.
quando: Oito) As decisões da administração são
Um) A assembleia geral reunir-se-á a) Em primeira convocação, estejam tomadas por maioria simples dos votos presentes
ordinariamente (na presença dos sócios ou por presentes ou devidamente repre-
ou representados.
11 DE JANEIRO DE 2018 247

Nove) As decisões da administração a serem distribuídos aos sócios apurados em cada exercício serão deduzidos
podem ser tomadas por actas circulares, de acordo com os princípios os seguintes montantes, pela seguinte ordem
desde que acordadas e assinadas por todos os estabelecidos pela assembleia geral; de prioridades:
administradores, nas quais deverão declarar o k) Iniciar ou entrar em acordo para a a) Amortização das suas obrigações
sentido do seu voto relativamente à deliberação resolução de disputas, litígios, ou perante os sócios, correspondentes a
proposta. processos arbitrais com qualquer suprimentos e outras contribuições
terceiro, desde que tais disputas para a sociedade, que tenham
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO tenham um impacto substancial nas sido entre os mesmos acordadas e
(Poderes da administração) actividades da sociedade; sujeitas a deliberação da assembleia
l) Gerir quaisquer outros assuntos geral;
Sujeito às limitações previstas nestes b) Dedução de 5% (cinco por cento) do
conforme previsto nos presentes
estatutos relativas à aprovação dos sócios, lucro líquido como reserva legal da
estatutos e na lei; e
os negócios da sociedade serão geridos pela sociedade, até atingir 20% (vinte
m) Representar a sociedade em juízo ou
administração, que poderá exercer os poderes por cento) do capital social;
fora dele.
necessários para a realização do seu objecto c) Outras prioridades aprovadas em
social, nos termos das disposições destes assembleia geral;
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
estatutos e da lei, incluindo: d) Dividendos aos sócios na proporção
(Livros e registos) das suas quotas.
a) Gerir e administrar as operações e
negócios da sociedade; Um) A sociedade manterá as contas e ARTIGO DÉCIMO SEXTO
b) Submeter à aprovação da assembleia os registos que a administração considere
(Dissolução e liquidação)
geral recomendações sobre qualquer necessários, por forma a reflectir a situação
matéria que requeira deliberação da financeira da sociedade, sem prejuízo dos Um) A sociedade dissolve-se nos termos
assembleia ou sobre qualquer outro dispositivos legais aplicáveis aos livros de fixados na lei.
registos na República de Moçambique. Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
assunto conforme exija a lei;
Dois) A sociedade deverá manter as actas das proceder se á à sua liquidação gozando os
c) Abrir em nome da sociedade,
liquidatários nomeados pela assembleia geral,
movimentar e cancelar, quaisquer reuniões da assembleia geral, da administração
dos mais amplos poderes para o efeito.
contas bancárias da sociedade; e de outras comissões directivas, se aplicável,
d) Celebrar quaisquer tipo de contratos no incluindo os nomes dos administradores e dos ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
decurso das operações ordinárias da sócios presentes em cada reunião.
(Omissões)
Sociedade, incluindo empréstimos Três) Os livros, os registos e as actas
bancários e outros, e o fornecimento devem ser mantidos na sede da sociedade ou Qualquer matéria que não tenha sido tratada
de garantias relativamente a esses num outro lugar previamente estabelecido nestes estatutos reger-se-á pelo disposto no
empréstimos; pela administração e poderão ser consultados Código Comercial e outra legislação em vigor
e) Submeter à aprovação da assembleia em Moçambique.
a qualquer momento pelos membros da
geral os planos estratégicos, administração e pelos sócios. Está conforme.
propostas de aumento de capital, Maputo, 22 de Dezembro de 2017. —
cessões de posição contratual, ARTIGO DÉCIMO QUARTO A Técnica, Ilegível.
transmissões, e vendas de bens
relacionados ao negócio da (Contas da sociedade)
sociedade; Um) O exercício social inicia-se a 1 (um) de
f) Submeter à aprovação da assembleia Janeiro e fechar-se-á com referência a 31 (trinta
geral as contas e o relatório anual
da sociedade, e o plano e orçamento
e um) de Dezembro de cada ano. Lis Sistemas Integrados,
Dois) As contas da sociedade deverão Limitada
anuais, de acordo com a lei e com
ser elaboradas e submetidas à apreciação da
o plano estratégico da sociedade;
assembleia geral ordinária dentro dos 3 (três) Certifico, para efeitos de publicação, que por
g) Adquirir e alienar participações
primeiros meses do ano seguinte a que se escritura pública de dezassete de Novembro de
sociais e obrigações detidas noutras
referem os documentos. dois mil e dezassete, lavrada de folhas oitenta
sociedades, mediante aprovação da
Três) Em cada assembleia geral ordinária, e novea folhas noventa e um, do livro de notas
assembleia geral;
h) Nomear o director-geral, e quaisquer a administração submeterá à aprovação dos para escrituras diversas número quatrocentos e
outros gerentes conforme venha a sócios o relatório anual de actividades e as noventa e cinco traço A, deste Cartório Notarial
ser necessário, com poderes para demonstrações financeiras do ano transacto e de Maputo, perante Batçá Banú Amade Mussá,
actuar em nome da Sociedade; ainda a proposta de distribuição de lucros. licenciada em Direito, conservadora e notária
i) Sujeito à aprovação da assembleia Quatro) Os documentos referidos no superior A, em exercício no referido cartório,
geral, estabelecer subsidiárias da número 3 (três) anterior serão enviados pela procedeu-se na sociedade em epígrafe, o
sociedade e/ou participações sociais administração a todos os sócios, até 15 (quinze) aumento do capital e alteração parcial do pacto
noutras sociedades; dias antes da data de realização da reunião da social, passando os artigos quinto dos estatutos
j) Submeter à aprovação da assembleia geral. da sociedade, a ter a seguinte novas redacção:
assembleia geral, recomendações
relativamente a: a) aplicação ARTIGO DÉCIMO QUINTO ARTIGO QUINTO
de fundos, designadamente a (Distribuição de lucros) (Capital social)
criação, investimento, emprego
e capitalização de reservas não Conforme deliberação da assembleia geral, Um) O capital social, integralmente
exigidas por lei; e b) dividendos sob proposta da administração, aos lucros subscrito e realizado em dinheiro é de um
248 III SÉRIE — NÚMERO 8

milhão de meticais, correspondente a três Sociedade Independente de Maurícias, sob o número 45769 C2/GBL,
quotas assim distribuídas: Comunicação, Limitada neste acto representada pelo senhor Patric
a) O sócio Hélio Mahanjane, fica Reeves Moore, de acordo com a acta do
detentor de uma quota no Certifico, para efeitos de publicação, que por conselho de administração datada de 29 de
valor seiscentos mil meticais, deliberação de dezoito de Dezembro de dois Setembro de 2017;
equivalentes a sessenta por mil e dezassete, da sociedade, matriculada na V & M Grain Mauritius, Limited, sociedade
cento do capital social; Conservatória de Registo das Entidades Legais, matriculada sob as leis da República das
b) O sócio Alberto Clésio Dos Santos sob o n.º 13035, os sócios da sociedade em Maurícias, sob o número 085393 C2/GBL,
Nhamposse, fica detentor de epígrafe deliberaram sobre o aumento do capital neste acto representado pelo senhor Patric
uma quota no valor de trezentos social e alteração parcial do pacto social em Reeves Moore, de acordo com a acta do
mil meticais, equivalentes a que, os sócios da Sociedade Independente de conselho de administração da sociedade
trinta por cento do capital Comunicação, Limitada, decidiram aumentar datada de 18 de Outubro de 2017.
social; o capital social em trinta e oito milhões de
Que se regerá pelas cláusulas do presente
c) A sócia Lis Moçambique, S.A., meticais passando dos actuais quarenta e três
contrato:
fica detentor de uma quota milhões de meticais para oitenta e um milhões
no valor de cem mil meticais, meticais. Que o referido aumento do capital CAPÍTULO I
equivalentes a dez por cento do social foi realizado por novas entradas em
dinheiro. Denominação, duração, sede e objecto
capital social;
Dois) (…) Por consequência do aumento do capital ARTIGO PRIMEIRO
Que em tudo o mais não alterado continuam social fica assim alterada a composição do artigo
(Denominação e duração)
a vigorar as disposições do pacto social anterior. quarto, que passará a reger-se pelas disposições
seguintes: Um) A sociedade adopta a denominação
Está conforme. de Mozgrain, Limitada, e será regida
Maputo, dezanove de Dezembro de dois mil ARTIGO QUARTO pelos presentes estatutos e pelos preceitos
e dezassete. — O Técnico, Ilegível. (Capital social) legais aplicáveis em vigor na República de
Moçambique.
O capital social, integralmente subscrito Dois) A sociedade constitui-se por tempo
e realizado em dinheiro, é de oitenta e um indeterminado, contando-se o seu início a partir
milhões de meticais (81.000.000,00MT), da data da celebração da presente escritura.
Lis Moçambique S.A. correspondente à soma de duas quotas
desiguais, sendo uma de sessenta e seis ARTIGO SEGUNDO
Certifico, para efeitos de publicação, milhões, trezentos e oitenta mil meticais
(Sede)
que por escritura pública de dezassete de (66.380.000,00 MT), representativa de
Novembro de dois mil e dezassete, lavrada de oitenta e dois por cento do capital social, A sociedade tem a sua sede social no Recinto
folha noventa e dois a folhas noventa e quatro, pertencente à sócia, DHD – Consulting Ferro- Portuário da Beira, cidade da Beira,
do livro de notas para escrituras diversas & Holdings, Limitada e outra no valor província de Sofala, Moçambique.
número quatrocentos e noventa e cinco traço nominal de catorze milhões, seiscentos
e vinte mil meticais (14.620.000,00MT), ARTIGO TERCEIRO
A, deste cartório notarial de Maputo, perante
Batçá Banú Amade Mussá, licenciada em representativa de dezoito por cento (Objecto)
Direito, Conservadora e notária superior A, em do capital social, pertencente à sócia,
Um) A sociedade tem como objecto social
SIRIUS – Sociedade de Representações
exercício no referido cartório, procedeu-se na as seguintes actividades:
e Comércio Geral, Limitada.
sociedade em epígrafe, procedeu-se a aumento a) Processamento de todo tipo de
do capital social, passando o artigo quinto, dos Em tudo não alterado continuam a vigorar o
produtos agrícolas;
estatutos da sociedade, a ter a seguinte nova disposto no pacto social. b) Comercialização de todo tipo de
redacção: Maputo, dezanove de Dezembro de 2017. produtos agrícolas, nomeadamente:
— O Técnico, Ilegível. i) Cereais como milho;
ARTIGO QUINTO ii) Soja;
(Capital social) iii) Castanha de caju;
iv Feijão bóer; e
Um) O capital social integralmente v) Outros.
subscrito e realizado em dinheiro é de Mozgrain, Limitada Dois) Mediante deliberação da assembleia
um milhão de meticais, divididos cem geral a sociedade poderá desenvolver outras
Certifico, para efeitos de publicação, que no
mil acções, no valor nominal de dez actividades não compreendidas no actual objecto
dia 15 de Dezembro de 2017, foi matriculada
meticais cada. social, desde que devidamente licenciada para o
na Conservatória do Registo das Entidades
Dois) O capital social encontra-se efeito pelas autoridades competentes.
Legais sob NUEL 100937875 uma entidade
dividido em acções, as quais poderão ser
denominada Mozgrain, Limitada. CAPÍTULO II
privilegiadas, ordinárias e preferenciais.”
Nos termos das disposições conjugadas
Que em tudo o mais não alterado continuam Capital social e quotas
dos artigos 86 e n.º 1, do artigo 90, do Código
a vigorar as disposições do pacto social Comercial de Moçambique, é constituída uma ARTIGO QUARTO
anterior. sociedade por quotas de responsabilidade
(Capital social)
Está conforme limitada entre:
Maputo, dezanove de Dezembro de dois mil African Investments Group, Limited, sociedade O capital social, integralmente subscrito
e dezassete. — O Técnico, Ilegível. matriculada sob as leis da República das e realizado em dinheiro, é de duzentos e
11 DE JANEIRO DE 2018 249

cinquenta mil meticais, correspondente à soma serão proporcionalmente aumentadas, fixando Dois) As deliberações da assembleia geral
de duas quotas distribuídas do seguinte modo: a assembleia geral o novo valor nominal das são tomadas por maioria simples, excepto nos
a) Uma quota com o valor nominal de mesmas. casos em que a lei exija um quórum deliberativo
duzentos e quarenta e sete mil e Três) A amortização será feita pelo valor superior.
quinhentos meticais, representativa nominal das quotas acrescido da correspondente
ARTIGO DÉCIMO
de noventa e nove por cento do parte nos fundos de reserva, depois de deduzidos
capital social, pertencente à sócia quaisquer débitos ou responsabilidades do (Administração)
African Investments Group, respectivo sócio para com a sociedade, devendo Um) A administração da sociedade será
Limited; o seu pagamento ser efectuado no prazo de confiada a um ou mais administradores e que
b) Uma quota com o valor nominal de noventa dias e de acordo com as demais estarão ou não dispensados de prestar caução,
dois mil e quinhentos meticais, condições à determinar pela assembleia geral. conforme for deliberado em assembleia geral.
representativa de um por cento do
Dois) Os membros da administração são
capital social pertencente à sócia CAPÍTULO III eleitos pela assembleia geral por um período
V & M Grain Mauritius, Limited.
Órgãos da sociedade de quatro anos, sendo permitida a sua reeleição.
ARTIGO QUINTO
ARTIGO OITAVO ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
(Quotas próprias)
(Assembleia geral) (Formas de obrigar a sociedade)
Um) A sociedade poderá, dentro dos limites
Um) A assembleia geral reúne-se em sessão Um) A sociedade fica validamente obrigada:
legais, adquirir e/ou alienar quotas próprias
e praticar sobre elas todas as operações ordinária no primeiro trimestre de cada ano, para a) Com a assinatura do administrador
legalmente permitidas. apreciação do balanço, do relatório da gestão e único, caso a administração da
Dois) Enquanto pertençam à sociedade, as aprovação das contas referentes ao exercício sociedade seja exercida por um
quotas não têm qualquer direito social, excepto do ano anterior. único administrador;
o de participação em aumentos de capital por Dois) A assembleia geral poderá reunir-se b) Pela assinatura conjunta de
incorporação de reservas, se a assembleia geral em sessão extraordinária sempre que os sócios dois administradores, caso a
não deliberar de forma diversa. o considerem necessário. administração da sociedade
Três) A assembleia geral poderá reunir e seja exercida por mais de um
ARTIGO SEXTO validamente deliberar, sem dependência de administradores;
c) Com a única assinatura de um
(Cessão de quotas) prévia convocatória, se estiverem presentes
mandatário com poderes para certa
ou representados todos os sócios e estes
Um) A divisão e a cessão de quotas ou de ou certas espécies de actos e pela
manifestem vontade de que a assembleia geral
parte de quota entre sócios é livre. assinatura de um director, dentro
se constitua e delibere sobre um determinado
Dois) Na cessão de quotas ou de parte de dos limites do mandato conferido
quota a estranhos à sociedade, gozam do direito assunto, salvo nos casos em que a lei não o pela administração.
de preferência os sócios individualmente e permita.
Dois) A sociedade fica obrigada, para os
a sociedade, preferindo aqueles em primeiro actos de mero expediente, pela assinatura de
ARTIGO NONO
lugar; havendo mais do que um preferente a um só administrador ou de um empregado da
preferência será exercida na proporção das (Validade das deliberações) sociedade devidamente autorizado para o efeito.
respectivas quotas que possuam.
Um) Dependem da deliberação dos sócios
Três) É nula qualquer divisão, cessão, CAPÍTULO IV
em assembleia geral os seguintes actos:
alienação ou oneração de quotas que não
a) A aquisição, alienação ou oneração de Disposições finais e transitórias
observe o preceituado na presente cláusula.
quotas próprias; ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
ARTIGO SÉTIMO b) O consentimento para a alienação ou
(Disposições finais)
(Amortização de quotas) oneração das quotas dos sócios a
terceiros; Em tudo quanto for omisso nos presentes
Um) A sociedade poderá amortizar as quotas estatutos aplicar-se-á a legislação em vigor em
c) A constituição de ónus e de garantias
dos sócios nos seguintes casos: Moçambique.
sobre o património da sociedade;
a) Por acordo com o respectivo titular; d) A aquisição de participações sociais Maputo, 20 de Dezembro 2017. —
b) Quando, por decisão transitada em em outras sociedades e de outros O Técnico, Ilegível.
julgado, o respectivo titular for
bens a terceiros;
declarado falido ou insolvente;
e) A contratação e a concessão de
c) Quando a quota for arrestada,
empréstimos;
penhorada, arrolada ou de alguma
f) A exigência de prestações suplementares
forma apreendida judicial ou Lacyjunior Import & Export
de capital;
administrativamente;
g) A alteração do pacto social;
– Sociedade Unipessoal,
d) Quando o sócio transmita a quota sem
h) O aumento e a redução do capital Limitada
o consentimento da sociedade;
e) Se o titular da quota envolver a social; Certifico, para efeitos de publicação, que no
sociedade em actos e contratos i) A fusão, cisão, transformação, dia 11 de Dezembro de 2017, foi matriculada
estranhos ao objecto social. dissolução e liquidação da na Conservatória do Registo das Entidades
Dois) Se a amortização de quota não for sociedade; Legais sob NUEL 100936119 uma entidade
acompanhada da correspondente redução de j) A amortização de quotas e a exclusão denominada Lacyjunior Import & Export –
capital social, as quotas dos restantes sócios de sócios. Sociedade Unipessoal, Limitada.
250 III SÉRIE — NÚMERO 8

Angélica Maria Quia Palate, casada, natural de ARTIGO SEXTO Constituem entre si uma sociedade de
Maputo, de nacionalidade moçambicana, responsabilidade limitada que reger-se-á Pelos
(Administração da sociedade)
residente no quarteirão 48, casa n.º 545, seguintes artigos:
Matola, portadora do Boletim da Identidade Um) A sociedade será administrada pela
senhora Angélica Maria Quia Palate que desde ARTIGO PRIMEIRO
n.º 110100099612C de 29 de Junho de 2016
já é nomeda administradora. (Denominação)
emitido pelo arquivo de Identificação Civil
Dois) Fica nomeada a senhora Angélica
de Maputo, constitui uma sociedade por Um) a sociedade adopta a denominação
Maria Quia Palate como gerente da sociedade.
quotas unipessoal limitada pelo presente de Padaria Pão Divino, Limitada e tem a sua
contrato, em escrito particular, que se regerá ARTIGO SÉTIMO sede na Casa Jovem n.º 660A/E, quarteirão n.º
pelos artigos seguintes: 86, bairro da Costa do Sol, Distrito Municipal
(Balanço e contas)
KaMavota.
ARTIGO PRIMEIRO Um) O exercício social coincide com o ano Dois) Por deliberação da assembleia geral,
Denominação
civil. a sociedade, poderá transferir a sua sede para
Dois) O balanço e contas de resultados qualquer outro lugar dentro ou fora do país.
A sociedade é criada por tempo indeterminado fechar-se-ão com referência a trinta de Três) A sociedade é criada por tempo
e adopta a seguinte denominação de Lacyjunior Dezembro de cada ano. indeterminado, contando com o seu início a
Import & Export – Sociedade Unipessoal, partir da assinatura do presente contrato de
ARTIGO OITAVO sociedade.
Limitada.
(Dissolução)
ARTIGO SEGUNDO ARTIGO SEGUNDO
A sociedade dissolve-se nos casos e nos
(Sede) (Objecto)
termos da lei.
Um) A sociedade tem a sua sede na rua Um) A sociedade tem como objecto a
ARTIGO NONO actividades panificação, pastelaria e outras
Joaquim Lapa n.º 22, 5.º andar flat 7- Maputo.
(Disposições finais) actividades conexas desde que sejam permitidos
Dois) A sócia única pode decidir abrir
por lei.
sucursais, filiais ou qualquer outra forma de Em tudo quanto for omisso nos presentes
Dois) A sociedade poderá adquirir
representação no país e no estrangeiro, desde estatutos aplicar-se-ão as disposições do Código
participações financeiras em sociedade a
que observadas as leis normas em vigor ou Comercial e demias legalização em vigor na
constituir ou já constituídas ainda que tenha
quando devidamente autorizada. República de Moçambique.
como objecto social diferente do da sociedade.
Maputo, 21 de Dezembro de 2017. — Três) A sociedade poderá exercer quaisquer
ARTIGO TERCEIRO O Técnico, Ilegível.
outras actividades desde que para isso esteja
(Objecto) devidamente autorizado nos termos da
Um) A sociedade tem por objecto: legislação em vigor.

Importação e exportação de produtos ARTIGO TERCEIRO


agrícolas, pecuária, material de Padaria Pão Divino, Limitada
(Capital social)
construção, produtos alimentícios,
Certifico, para efeitos de publicação, que
matéria-prima, têxteis, prestação O capital social integralmente subscrito e
no dia 20 de Julho de 2017, foi matriculada realizado em dinheiro no valor de 10.000,00,MT
de serviços.
na Conservatória do Registo das Entidades (dez mil meticais), correspondente a soma de
Dois) A sociedade poderá exercer
Legais sob NUEL 100881993 uma entidade duas contas iguais no valor de 5.000,00MT,
outras actividades conexas ou subsidiárias
denominada Padaria Pão Divino, Limitada. cada.
da actividade principal desde que, obtidas
as necessárias autorizações das entidades Entre:
ARTIGO QUARTO
competentes. Dário Abdul Hamide, Casado Com Kátia
Denise de Castro Suamado Hamide, sob (Divisão e cessão de quotas)
ARTIGO QUARTO regime de comunhão geral de bens, de Sem prejuízo das disposições legais em
(Capital social) nacionalidade moçambicana, residente vigor a cessão ou alienação de toda a parte
na cidade de Maputo na rua Dona Alice de quotas deverá ser do consenso dos sócios
Um) O capital social integralmente subscrito
n.º 150 portador do Bilhete de Identidade gozando estes do direito de preferência.
e realizado em dinheiro de 150.000,00MT
n.º 110100102074Q, emitido, pelos Serviços
(cento e cinquenta mil meticais) correspondente ARTIGO QUINTO
de Identificação Civil da Cidade de Maputo,
a sócia Angélica Maria Quia Palate equivalente
aos 30 de Abril de 2015; (Gerência e representação)
a cem por cento do capital social.
Dois) O capital social poderá, ser aumentado Kátia Denise de Castro Suamado Hamide,
Um) A administração, gestão da sociedade
mediante proposta do sócio. casada com Dário Abdul Hamide sob e sua representação em juízo e fora dele, activa
regime de comunhão geral de bens, de e passivamente, será exercida pela sócia Kátia
ARTIGO QUINTO nacionalidade moçambicana, residente Denise de Castro Suamado Hamide, que desde
(Prestações suplementares)
na cidade de Maputo na rua Dona Alice já fica nomeada como gerente.
n.º 150, portador do Bilhete de Identidade Dois) Os sócios têm plenos poderes para
O sócio poderá efectuar suprimentos ou n.º 110100290927F, emitido, pelos Serviços nomear mandatários a sociedade, conferindo os
prestações suplementares de capital a sociedade, de Identificação Civil da Cidade de Maputo, necessários poderes de representação através de
nas condições que entender convenientes. aos 10 de Agosto de 2015. consentimento pela assembleia geral.
11 DE JANEIRO DE 2018 251

ARTIGO SEXTO que se rege pelos artigos seguintes e pelos ARTIGO SEXTO
preceitos legais em vigor na República de (Prestações suplementares)
(Assembleia geral)
Moçambique:
A assembleia geral poderá reunir-se O sócio poderá efectuar prestações
CAPÍTULO I suplementares de capital ou suplementos à
extraordinariamente quantas vezes forem
sociedade nas condições que forem estabelecidas
necessárias desde que as circunstâncias assim (Denominação, duração, sede e
por lei.
o exijam para deliberar sobre qualquer assunto objecto)
que diga respeito à sociedade. ARTIGO PRIMEIRO ARTIGO SÉTIMO

(Denominação e duração) (Administração, representação da socie-


ARTIGO SÉTIMO
dade)
(Dissolução) A sociedade adopta a denominação de
Megafase e Sistemas – Sociedade Unipessoal, Um) A sociedade será administrada pelo
A sociedade só se dissolve nos termos Limitada, criada por tempo indeterminado, sócio José Maria Lopes Antunes.
fixados pela lei ou por comum acordo dos regendo-se pelos presentes estatutos e pela Dois) A sociedade fica obrigada pela
sócios. legislação aplicável. assinatura do administrador, ou ainda procurador
especialmente designado para o efeito.
ARTIGO OITAVO ARTIGO SEGUNDO Três) A sociedade pode ainda se fazer
(Sede) representar por um procurador especialmente
(Herdeiros)
designado pela administração nos termos e
Um) A sociedade tem sede na Polana Caniço
Em caso de morte, interdição ou inabilitação limites específicos do respectivo mandato.
B, n.º 570, Q53, na cidade de Maputo.
de um dos sócios da sociedade os seus herdeiros Dois) Mediante simples decisão do sócio CAPÍTULO IV
directos assumem o lugar na sociedade com único, a sociedade poderá abrir sucursais, filiais
dispensa de caução, podendo estes nomear seus ou qualquer outra forma de representação no Disposições gerais
representantes se assim o entenderem, desde país e no estrangeiro, bem como transferir ARTIGO OITAVO
que obedeçam o preceituado nos termos da lei. a sua sede social para qualquer outro local
do território nacional, quando e onde achar (Balanço e contas)
ARTIGO NONO conveniente. Um) O exercício social coincide com o ano
civil.
(Casos omissos) ARTIGO TERCEIRO
Dois) O balanço e contas de resultado fechar-
Os casos omissos, serão regulados pelo (Objecto social) se-ão com referência a trinta e um de Dezembro
Código Comercial e demais legislação vigentes de cada ano.
Um) A sociedade tem por objecto social a
na República de Moçambique. prestação de serviços de montagens eléctricas ARTIGO NONO
Maputo, 12 de Julho de 2017. — O Técnico, e assistência técnica.
Dois) A sociedade poderá exercer quaisquer (Lucros)
Ilegível.
outra actividades complementares ou Dos lucros apurados de cada exercício,
subsidiárias não prevista no número anterior, deduzir-se-ão em primeiro lugar a percentagem
desde que as mesmas hajam sido devidamente legalmente indicada para constituir a reserva
autorizadas pelas autoridades competentes. legal, enquanto não estiver realizada nos
Três) A sociedade poderá desenvolver termos da lei ou sempre que seja necessário
Megafase e Sistemas – quaisquer outras actividades que de alguma reintegrá-la.
Sociedade Unipessoal, forma concorram para o melhor preenchimento
Limitada do seu objecto social tal como especificado nos ARTIGO DÉCIMO
número um e dois acima, assim como celebrar
(Dissolução)
Certifico, para efeitos de publicação, que no contratos de prestação de serviços, consórcios e
dia 13 de Dezembro de 2017, foi matriculada ainda participar em agrupamentos de empresas A sociedade dissolve-se nos casos e termos
na Conservatória do Registo das Entidades ou outras formas de associação. da lei
Legais, sob NUEL 100937255 uma entidade
CAPÍTULO II ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
denominada Megafase e Sistemas – Sociedade
Unipessoal, Limitada. Do sócio e capital social (Disposições finais)

É celebrado o presente contrato de sociedade, ARTIGO QUARTO Um) Em caso de morte ou interdição do
nos termos do artigo 90 do Código Comercial. sócio único, a sociedade continuará com os
(Capital social)
José Maria Lopes Antunes, natural de Braga- herdeiros ou representantes do falecido ou
O capital social, da sociedade integralmente interdito, os quais nomearão entre si um que a
Portugal, residente na Avenida da Namaacha,
realizado em dinheiro, é de cinco mil meticais todos represente na sociedade, enquanto a quota
número setecentos e trinta, Maputo, (5.000,00MT), correspondente à uma quota do permanecer indivisa.
cidade da Matola, portador do DIRE n.º sócio único José Maria Lopes Antunes. Dois) Em tudo quanto for omisso nos
11PT00049302I, emitido em 20 de Abril
ARTIGO QUINTO presentes estatutos aplicar-se-ão as disposições
de 2017.
do Código Comercial e demais legislação em
Pelo presente contrato de sociedade (Transmissão de quotas) vigor na República de Moçambique.
outorga e constitui uma sociedade por quotas É livre a transmissão total ou parcial de Maputo, 20 de Dezembro de 2017. —
unipessoal de responsabilidade limitada, quotas. O Técnico, Ilegível.
252 III SÉRIE — NÚMERO 8

HL Serviços Equipamentos d) Prestação de serviços, directa ou ARTIGO OITAVO


e Acessórios – Sociedade indirectamente ligada à actividade
(Administração, gerência e representação)
principal;
Unipessoal, Limitada e) Todo e qualquer outro ramo de Um) A administração da sociedade,
Certifico, para efeitos de publicação, que no actividade que a sociedade venha dispensada de caução, e a sua representação
dia 12 de Dezembro de 2017, foi matriculada a exercer e para o qual tenho em juízo e fora dele, activa e passivamente,
na Conservatória do Registo das Entidades obtido as necessárias e devidas serão exercidas pelo administrador Horácio
Legais sob NUEL 100938014 uma entidade autorizações. José Alberto, sendo necessária apenas a sua
denominada HL Serviços Equipamentos e f) Compra e venda de máquinas e assinatura para obrigar a sociedade em todos
Acessórios, Sociedade Unipessoal, Limitada. equipamentos industriais; os actos e contratos, activa e passivamente, em
Único. Horácio José Alberto, solteiro, g) Construção civil de todo tipo de juízo e fora dele, tanto na ordem jurídica interna
natural de Maputo de nacionalidade imóveis. como internacional, dispondo dos mais amplos
moçambicana, portador do Bilhete de Identidade poderes legalmente consentidos.
Dois) Para a realização do objecto social, a
n.º 110101247341F, emitido aos sete de Março Dois) Os administradores delegados poderão
sociedade pode comprar, construir instalações
de 2016, pelo Arquivo de Identificação de designar um ou mais mandatos e neles delegar
e imóveis, importar tecnologia, mobiliário,
Maputo e residente nesta cidade de Maputo. total ou parcialmente, os seus poderes.
equipamento e acessórios.
É celebrado o presente contrato de sociedade, Três) A sociedade poderá exercer outras ARTIGO DÉCIMO
nos termos do artigo noventa do Código actividades subsidiárias ou complementares do
Comercial que se regerá pelas cláusulas seu objecto principal, desde que, devidamente (Formas de obrigar a sociedade)
constantes dos artigos seguintes: autorizadas por lei. Um) A sociedade fica obrigada:
Quatro) A sociedade poderá ainda associar- Pela assinatura do administrador Horácio
ARTIGO PRIMEIRO
se ou participar no capital social de outras José Alberto.
(Denominação) empresas. Dois) Em caso algum a sociedade poderá
A sociedade adopta a denominação de ficar obrigada em actos e/ou contratos estranhos
ARTIGO QUINTO
HL Serviços Equipamentos e Acessórios – ao seu objectivo social, nomeadamente, em
Sociedade Unipessoal, Limitada, sendo uma (Capital social) letras e livranças de favor, fiança e abonações.
sociedade comercial unipessoal por quotas de Três) As contas bancárias da empresa serão
Um) O capital social, integralmente subscrito
responsabilidade limitada. movimentadas mediante a assinatura do único
e realizado, em dinheiro, é de 20.000,00MT
sócio.
(vinte mil meticais), correspondente a uma
ARTIGOS SEGUNDO
quota única, pertencente ao sócio Horácio José ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
(Duração) Alberto.
(Disposições gerais)
Dois) O capital social poderá ser aumentado
A sua duração é por tempo indeterminado,
ou reduzido mediante decisão do sócio único, Um) O ano social coincide com ano civil.
contando-se o seu início a partir da data da
alterando-se em qualquer dos casos o pacto Dois) O balanço e contas de resultados de
presente escritura.
social em observância das formalidades cada exercício serão encerrados com referência
ARTIGO TERCEIRO estabelecidas na lei. a trinta e um de Dezembro e carecem de
Três) Deliberado qualquer aumento ou aprovação da assembleia geral.
(Sede)
redução do capital social, será o mesmo rateado Três) O conselho de gerência apresentará
Um) A sociedade tem a sua sede na Avenida pelo sócio, na proporção das suas quotas. as contas do exercício acompanhadas de um
de Angola n.º 2574, sita na cidade de Maputo. relatório e de uma proposta de aplicação dos
ARTIGO SEXTO resultados líquidos disponíveis.
Dois) Mediante deliberação do sócio único,
a sociedade poderá transferir a sua sede para (Prestações suplementares) Quatro) Os lucros do exercício, após
qualquer outro local no território nacional. pagamento de impostos, deverão ter a seguinte
Não haverá prestações suplementares de
Três) Mediante deliberação do sócio, a aplicação:
capital, podendo, porém o sócio conceder à
sociedade poderá abrir ou fechar sucursais, a) Cinco por cento para a constituição
sociedade os suprimentos de que ela carecer,
filiais, delegações, ou qualquer outra forma de da reserva legal, enquanto se não
nos termos e condições a estabelecer em
representação no país e no estrangeiro. encontrar realizada nos termos da
assembleia geral.
lei, ou sempre que for necessário
ARTIGO QUARTO
ARTIGO SÉTIMO reintegrá-la;
(Objecto) b) A parte restante dos lucros será
(Assembleia geral)
aplicada nos termos que forem
Um) A sociedade tem por objectivo social:
A assembleia geral reunir-se-á em sessão aprovados em assembleia geral.
a) Compra e venda de todo tipo de ordinária, uma vez por ano para deliberar
viaturas e acessórios; sobre o balanço e o relatório de contas do ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
b) Importação e exportação de todos os exercício, analisar a eficiência de gestão, (Dissolução e liquidação da sociedade)
produtos alimentares ou outros, nomear ou exonerar corpos gerentes, definir
salvo os que estão proibidos pela a política empresarial a seguir nos exercícios Um) A sociedade só se dissolve nos termos
legislação vigente; subsequentes e pronunciar-se sobre qualquer da lei.
c) Compra e venda de todos os produtos aspecto da vida da empresa que o sócio venha Dois) Dissolvendo-se por acordo do sócio,
alimentares e outros, desde que não a propor e extraordinariamente sempre que seja e concluída a liquidação será pago todos os
proibidos pela legislação vigente; necessário. encargos e obrigações.
11 DE JANEIRO DE 2018 253

ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO b) Logística; R&M – Retouch & Marketing,


(Casos omissos)
c) Distribuição de jornais; Limitada
d) Outras actividades de consultoria,
Em tudo o que fica omisso regularão as científicas, técnicas e similares, Certifico, para efeitos de publicação, que no
disposições legais vigentes na República de S.E. dia 19 de Dezembro de 2017, foi matriculada
Moçambique. na Conservatória do Registo das Entidades
Dois) A sociedade poderá, por decisão
Maputo, 20 de Dezembro de 2017. — Legais sob NUEL 100939711 uma entidade
da administração, exercer outras actividades
O Técnico, Ilegível. denominada R&M – Retouch & Marketing,
relacionadas ou complementares ao objecto
Limitada.
social principal, dentro dos limites estabelecidos
por lei. É celebrado o presente contrato de sociedade,
nos termos do artigo 90 do Código Comercial.
ARTIGO QUARTO Entre:
Sélio Tivane Despachante (Capital social) Primeiro. Language Consultants, Limitada,
Aduaneiro & Serviços – empresa Moçambicana, com o NUEL
Um) O capital social, integralmente subscrito
Sociedade Unipessoal, n.º 100784777, NUIT: 400741409, representada
e realizado em dinheiro, é de 1.000.000,00MT pelo seu sócio gerente, senhor Jaime
Limitada (um milhão de meticais), e corresponde à uma Joaquim Macamo, solteiro, de nacionalidade
Certifico, para efeitos de publicação, quota única, pertencente ao sócio Sélio Samuel moçambicana, natural de Maputo, portador
que no dia 18 de Dezembro de 2017, foi Tivane. do Bilhete de Identidade n.º 110304493607J,
matriculada na Conservatória do Registo das Dois) O capital social poderá ser aumentado emitido pelo Arquivo de Identificação Civil
Entidades Legais sob NUEL 100938529 uma ou diminuído quantas vezes forem necessárias, de Maputo, residente no bairro Magoanine C,
entidade denominada Sélio Tivane Despachante desde que o sócio único delibere sobre o quarteirão 26, casa n.º 61, cidade de Maputo –
Aduaneiro & Serviços – Sociedade Unipessoal, assunto. NUIT 114816450;
Limitada.
Segundo. José Joaquim Macamo, solteiro,
Sélio Samuel Tivane, no estado civil de solteiro, ARTIGO QUINTO
de nacionalidade moçambicana, natural de
de nacionalidade moçambicana, residente (Administração) Maputo, portador do Bilhete de Identidade
em Maputo na cidade de Maputo, bairro 25 n.º 110504028335I, emitido pelo Arquivo de
de Junho B, quarteirão 12, casa n.º 12, titular Um) A sociedade é administrada Identificação Civil de Maputo, residente no
do Bilhete de Identidade n.º 110100007660F, e representada pelo sócio único ou pelo bairro Magoanine C, quarteirão 26, casa n.º 62,
emitido em Maputo, aos 8 de Novembro administrador nomeado pelo sócio único. cidade de Maputo – NUIT 133036326.
de 2016. Pelo presente escrito particular, Dois) A administração será composta por
constitui-se uma sociedade unipessoal por Pelo presente contrato de sociedade
um administrador.
quotas, que reger-se-á pelas disposições outorgam e constituem entre si uma sociedade
Três) A sociedade vincula-se: por quotas de responsabilidade limitada, que se
constantes nos artigos seguintes:
a) Com a assinatura do sócio único; regerá pelas cláusulas seguintes:
ARTIGO PRIMEIRO b) Com a assinatura do administrador
nomeado pelo sócio único. CLÁUSULA PRIMEIRA
(Denominação e sede)
Quatro) Fica desde já nomeado como (Denominação social, sede e duração)
Um) A sociedade adopta a denominação
de Sélio Tivane Despachante Aduaneiro & administrador, o sócio único Sélio Samuel A sociedade adopta a denominação: R&M
Serviços – Sociedade Unipessoal, Limitada, Tivane. – Retouch & Marketing, Limitada, e tem a sua
e tem a sua sede no Município da Cidade de sede na Avenida Salvador Allende, n.º 323, 1.º
ARTIGO SEXTO
Maputo, Avenida Emília Dausse, n.º 1080, 1.º andar, bairro da Polana, cidade de Maputo, com
andar. (Balanço e distribuição de resultados) duração por tempo indeterminado, contando-se
Dois) A sociedade pode, por deliberação da o seu início a partir da data de sua celebração.
administração, transferir a sede para qualquer Um) O exercício social coincide com o
outro local dentro do território nacional. ano civil. CLÁUSULA SEGUNDA
Três) Por deliberação da administração, Dois) O balanço e as contas de resultados
(Objecto social)
a sociedade pode abrir delegações, filiais, fechar-se-ão com referência ao dia trinta e um
sucursais, agências, ou outras formas de de Dezembro de cada ano, e serão submetidos A sociedade tem por objecto:
representação onde seja necessário. à apreciação da assembleia geral. a) Actividades de consultoria para
ARTIGO SEGUNDO negócios e gestão:
ARTIGO SÉTIMO b) Prestação de serviços de consultoria
(Duração) de negócios e gestão;
(Disposições finais)
A sociedade é constituída por tempo c) Actividades de relações públicas,
indeterminado, contando-se o seu início a partir Um) A sociedade dissolve-se nos casos comunicação e marketing;
da data de celebração do contrato de sociedade previstos na lei e a sua liquidação será efectuada d) Actividades de consultoria científica,
com a assinatura reconhecida presencialmente técnica e similares, N.E.
pelo administrador que estiver em exercício à
perante o notário. e) Prestação de serviços de formação
data da sua constituição.
técnica e profissional:
ARTIGO TERCEIRO Dois) Os casos omissos serão regularizados
i – Actividades de agência de publicidade;
nos termos das disposições do Código Comercial
(Objecto social) ii – Gestão de suportes publicitários;
em vigor e demais legislações aplicáveis.
iii – Selecção e colocação de pessoal;
Um) A sociedade tem por objecto principal: Maputo, 20 de Dezembro de 2017. — iv – Actividades de selecção e colocação
a) Despachos aduaneiros; O Técnico, Ilegível. de pessoal;
254 III SÉRIE — NÚMERO 8

v – Actividades de empresas de trabalho CLÁUSULA SEXTA Legais sob NUEL 100830507 uma entidade
temporário; denominada Mathatu Peças – Soceiedade
(Administração e gerência)
vi – Consultoria de Recursos Humanos; Unipessoal, Limitada.
vii – Outras actividades de Recursos Um) A administração e gestão da sociedade É Constituída nos termos do artigo 90 do
Humanos, n.e. e sua representação em juízo e fora dele, activa código comercial e do presente contrato, Por
e passivamente, será realizada pelo senhor Jaime unico sócio: Silvestre Antonio Bié, casado,
viii – Organização de eventos;
Joaquim Macamo, com plenos poderes e que natural de Chibuto -Gaza e residente no Bairro
ix – Organização de feiras, congressos,
desde já fica nomeado como director executivo. Central, Avenida 24 de Julho, n.º 1759, R/C
conferências e outros eventos
Dois) O director executivo tem plenos cas n.º 26, portador do Bilhete de Identidade
similares; poderes para nomear mandatários da n.º 110108160225P, emitido aos 17 de Abril
x – Actividades de Serviços Prestados sociedade, conferindo os necessários poderes de 2010.
Principalmente Ás Empresas: de representação.
xi – Actividades de gravação e edição de Três) A sociedade ficará obrigada pela ARTIGO PRIMEIRO
som e música; assinatura do director executivo. A sociedade adopta a denominação de
xii – Actividades de serviço de informação Mathatu Peças – Soceiedade Unipessoal,
CLÁUSULA SÉTIMA Limitada, e é criada por tempo indeterminado.
n.e.;
xiii – Actividades de design gráfico e (Assembleia geral)
ARTIGO SEGUNDO
impressão;
Um) A assembleia geral reúne-se
xiv – Locação de propriedade intelectual A sociedade tem a sua sede na cidade de
ordinariamente uma vez por ano para apreciação
e produtos similares; Maputo, podendo por deliberação da assembleia
e aprovação do balanço e contas do exercício
xv – Actividades de cobrança e avaliação geral, abrir agências, delegações, sucursais
findo e repartição e perdas. ou outra forma de representação em qualquer
de crédito; Dois) A assembleia geral poderá reunir- ponto do país.
xvi – Diversas actividades de apoio se extraordinariamente quantas vezes forem
prestado às empresas, N.E. necessárias desde que as circunstâncias assim ARTIGO TERCEIRO
o exijam.
CLÁUSULA TERCEIRA Um) A sociedade tem como objectivo:
CLÁUSULA OITAVA a) Comércio de peças e sobressalentes
(Capital social e divisão das quotas) para viaturas;
(Dissolução)
O capital social, integralmente subscrito e b) Importação e exportação;
A sociedade só se dissolve nos termos da lei c) Serviço de taxi.
realizado em dinheiro, é de 100.000,00MT (cem
mil meticais), divididos em duas quotas com a ou por comum acordo dos sócios. Um) A sociedade poderá dedicar-se a
seguinte distribuição: outras actividades subsidiárias ou conexas ao
CLÁUSULA NONA seu objecto social, e bem como participar no
a) Uma quota de 70.000,00MT (setenta
(Herdeiros) capital social de outras sociedades e associações
mil meticais), pertencente a empresa constituidas ou ao constituir, desde que para tal,
sócia: Language Consultants, Em caso de morte, interdição ou inabilitação
a assembleia geral, assim delibere.
Limitada, o correspondente a 70%. de um dos sócios, os seus herdeiros assumem
b) Uma quota de 30.000,00MT (trinta mil automaticamente o lugar na sociedade com ARTIGO QUARTO
meticais), pertencente ao sócio José dispensa de caução, podendo estes nomear seus
representantes se assim o entenderem, desde O capital social, integralmente realizado e
Joaquim Macamo, o correspondente subscrito, é de 20.000,00MT (vinte mil meticais),
que obedeçam o preceituado nos termos da lei.
a 30%. correspondente a uma quota de 20.000,00MT
CLÁUSULA DÉCIMA (vinte mil meticais), correspondente a 100%
CLÁUSULA QUARTA (cem por cento) do capital social, pertencente
(Casos omissos)
(Aumento do capital) ao sócio Silvestre António Bié.
Os casos omissos, serão regulados pelo
O capital social poderá aumentar ou diminuir, Código Comercial e demais legislação vigentes ARTIGO QUINTO
desde que a assembleia delibere sobre o assunto. na República de Moçambique. Um) A divisão e cessação de quotas é livre.
O presente contrato foi elaborado e impresso Dois) A transmissão de quotas para terceiros
CLÁUSULA QUINTA
em duas cópias de igual valor, sendo uma para depende do prévio consentimento da sociedade,
(Divisão e cessão de quotas) cada sócio. em deliberação para o efeito tomada em
Maputo, 20 de Dezembro de 2017. — assembleia geral, segundo a sociedade em
Um) Sem prejuízo das disposições legais
O Técnico, Ilegível. primeiro lugar os sócios, na proporção das
em vigor, a cessão ou alienação de toda a parte respectivas quotas, em segundo, do direito de
de quotas deverá ser do consenso dos sócios, preferência na sua aquisição.
gozando estes do direito de preferência.
Dois) O sócio que pretenda alienar a sua ARTIGO SEXTO
quota a terceiros informará a sociedade, com o A assembleia geral, reunirá ordinariamente,
mínimo de trinta dias de antecedência, através
de carta registada ou outro meio de comunicação
Mathatu Peças – Sociedade uma vez por ano para apresentação, aprovação
do balanço, contas do exercício, orçamento dos
que deixe prova escrita, dando a conhecer o Unipessoal, Limitada
anos ou períodos subsequentes e para deliberar
projecto de venda e as respectivas condições Certifico, para efeitos de publicação, que no sobre quaisquer outros assuntos, para que tenha
contratuais, nomeadamente, o preço e a forma dia 18 de Novembro de 2017, foi matriculada sido convocada extraordinariamente, sempre
de pagamento. na Conservatória do Registo das Entidades que for necessário.
11 DE JANEIRO DE 2018 255

ARTIGO SÉTIMO Miss Bed, Limitada CAPÍTULO II

A sociedade será representada em Juízo Capital social


Certifico, para efeitos de publicação, que
e fora dele activa e passivamente pelo sócio
no dia 10 de Outubro de 2017, foi matriculada ARTIGO QUARTO
Silvestre António Bié, que desde já é nomeado
na Conservatória do Registo das Entidades Capital
Gerente.
Legais sob NUEL 100913380 uma entidade
denominada Miss Bed, Limitada. O capital social é integralmente realizado
ARTIGO OITAVO
em dinheiro no valor nominal de 20.000.00MT
É celebrado o presente contrato de
O Exercício social coincide com o ano civil, (vinte mil meticais), dividido em duas quotas
sociedade, nos termos do artigo noventa do
e o balanço de contas de resultados fechar-se-ão assim destribuidas
Código Comercial entre:
com referencia a 31 de Dezembro de cada ano, a) Hongmei Chen, detentora de uma quota
Hongmei Chen, solteira natural de schuan,
e serão submetidos a apreciação na assembleia no valor nominal de 19 (dezanove
de nacionalidade chinesa, e residente
geral. mil meticais) correspondente a
em Maputo, portador do DIRE
(9% ) noventa e nove por cento do
ARTIGO NONO n.º 11CN00044363C, Emitido em Maputo
capital social;
aos 19 de Maio de 2017, válido Até 20 de
Um) A sociedade obriga-se: b) Chuanshuai WU, dentor de uma quota
Maio de 2018;
a) Pela assinatura do único sócio; no valor nominal de 1.000.00MT
Chuanshuai Wu, solteiro, natural de Jiangsu, (mil meticais) correspondente a
b) Pela assinatura de um ou mais
de nacionalidade chinesa, e residente (1%) um por cento de capital social.
procuradores, nos precisos termos
em Maputo, portador de DIRE número
dos poderes conferidos, em ARTIGO QUINTO
10CN00079533B, Emitido em Maputo
assembleia geral.
aos 24 de Março de 2017 válido Até 24 de
Aumento de capital
Dois) A sociedade deve abrir e manter, Março de 2018.
em nome da sociedade, uma ou mais Um) O capital social poderá ser aumentado
Constituem entre si:
contas separadas para todos os fundos da ou diminiuido quantas vezes for necessário
Sociedade, num ou mais bancos, conforme seja Uma sociedade por quotas de desde que a assembleia geral delibere sobre
periodicamente determinado pelo conselho de Responsabilidade Limitada e será regida o assunto. O aumento será prioritariamente
gerência. pelas Leis e Regulamentos vigentes em realizado pelos sócios mediante aumento
Três) A sociedade não pode misturar Moçambique, e pelos seguintes artigos: proporcional das suas quotas:
fundos de quaisquer outras pessoas com os CAPÍTULO I Dois) Caso não usem do direito de
seus. A sociedade deve depositar nas suas preferências estabelecido no número anterior ,
contas bancárias todos os seus fundos, receitas Donominação, sede, duração o aumento de capital realizar-se-á mediante a
brutas de operações, contribuições de capital, e objecto admissão de novos sócios.
adiantamentos e recursos de emprestimos. ARTIGO PRIMEIRO ARTIGO SEXTO
Todas as despesas da sociedade, reembolsos
Dominação e sede Divisao e cessão de quotas
de empréstimos e distribuição de dividendos
aos sócios, devem ser pagos através das contas A sociedade adopta a denominação de Miss Um) Sem prejuízo das disposições legais
bancárias da sociedade. Bed, Limitada, e tem a sua sede na Avenida em vigor a cessão ou alineação de toda a parte
Quatro) Nenhum pagamento poderá ser feito Samora Machel Malhanpsene Matola, n.º 19, das quotas deverá ser do consenso dos sócios
apartir das contas bancárias da sociedade, sem C/2, parcela 3380/a, podendo por deliberação gozando estes do direito de preferências.
autorização e ou assinatura do sócio ou de da Assembleia Geral Abrir ou encerrar Dois) A cessão de quotas a estranhos fica
qualquer representante com poderes conferidos Sucursais dentro e fora do pais quando for dependente do consentimento da sociedade,
pelo conselho de gerência. conveniente. `a qual fica reservado do direito de preferência
Cinco) Os gerentes ficam dispensados de na aquisição da quota que se pretende ceder.
prestar caução. ARTIGO SEGUNDO Não exercendo a sociedade esse direito,
terão preferências na aquisição os sócios
Duração
ARTIGO DÉCIMO individualmente, se mais um a pretender, será
A sua duração será por tempo indeterminado, dividida na proporção do capital que então
Um) A sociedade dissolve-se: i) nos casos
contando-se para os efeitos o seu inicio a partir possuírem na sociedade.
previstos na lei, ou ii) por deliberação unânime Três) O preço de aquisição da quota por parte
da data da celebração da escritura da sua
da assembleia geral. da sociedade ou dos sócios será o que resultar
constituição.
Dois) Os sócios executarão e deligenciarão proporcionalmente do balanço dos lucros nos
para que sejam executados toso os actos ARTIGO TERCEIRO últimos três anos.
exigidos pela lei, para efectuar a dissolução
da Sociedade. Objecto CAPÍTULO III

Um) A sociedade tem por objecto a Assembleia geral, gerência e


ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
prestação de serviços nas áreas de: Venda de representação da sociedade
Em todo o omisso, nos presentes estatutos, artigos mobiliários, vestuários, gosmético, ARTIGO SÉTIMO
aplicar-se-ão as disposições da lei em vigor, na produtos de beleza.
República de Moçambique. Gerência
Dois) A sociedade pode desenvolver outras
Maputo, 20 de Dezembro de 2017. — actividades desde que devidamente autorizadas A administração, gerência da sociedade
O Técnico, Ilegível. pelos orgão do estado. e sua representação, em Juízo e fora dela,
256 III SÉRIE — NÚMERO 8

dela, activa e possivamente, passam a cargo Agostinho Vicente e de Juliana António CLÁUSULA QUINTA
de todos os sócios, que desde já fica nomeado Vicente, natural de Vilanculos, portador de
(Filiais e outras dependências)
gerentes com dispensa de caução e, com ou sem Bilhete de Identidade n.º 111104797286I,
remuneração conforme vier a ser deliberada em emitido pela Direcção de Identificação A sociedade poderá, a qualquer tempo,
assembleia geral. Civil de Maputo, aos 4 de Março de 2014, abrir filiais e outros estabelecimentos no país
residente na Avenida 4 de Outubro, bairro ou fora dele.
ARTIGO OITAVO George Dimitrov na Cidade de Maputo;
CLÁUSULA SEXTA
Assembleia geral Ester da Conceição Cecília Bispo, de 48 anos
de idade, casada, filha de Joao Wilson Bispo (Casos omissos)
Um) A ssembleia geral reunirá ordinariamente e de Cecília Camilo Muiambo, natural de
uma vez por ano, para apreciação e aprovação Os casos omissos neste contrato serão
Machava, portador de Bilhete de Identidade
do balanço e contas do exercício findo e n.º 111050081051I, emitido pela Direcção resolvidos com observância dos preceitos do
repartição de lucros e perdas. de Identificação Civil de Maputo, aos 12 de Código Comercial, Código Civil e de outros
Dois) A assembleia geral poderá reunir- Janeiro de 2011, residente no Q. 13, casa dispositivos legais que lhes sejam aplicáveis.
se, extraordinariamente, quantas vezes for n.º 438, bairro George Dimitrov na cidade
necessário, desde que as circunstancias assim CLÁUSULA SÉTIMA
de Maputo.
exijam para deliberar sobre qualquer assunto (Declaração dos sócios)
Constituem uma sociedade por quotas de
que diga respeito a sociedade, podendo os
responsabilidade limitada. Para o efeito do presente contrato os sócios
sócios fazer-se representar por mandatários da
sua escolha, mediante carta registada e dirigida declaram estando assim justos e assinam este
CLÁUSULA PRIMEIRA
a sociedade. instrumento contratual em 3 (três) exemplares
(Denominação social, sede e foro) de igual forma e teor para o mesmo efeito.
CAPÍTULO IV A sociedade tem como denominação social, Maputo, 21 de Dezembro de 2017. —
GabSter Catering & Serviços, Limitada, ou O Técnico, Ilegível.
Da dissolução de herdeiros
simplesmente (GABSTER), com sede na
ARTIGO NONO Avenida 4 de Outubro, bairro George Dimitrov
Dissolução
na cidade de Maputo.

A sociedade só se dissolve nos termos CLÁUSULA SEGUNDA


fixados pela Lei ou por comum dos acordo dos (Objeto social)
Diamond Ventures –
sócioa quando assim o entenderem’. Sociedade Unipessoal,
A sociedade tem por objecto social, produção
de consumíveis alimentares, fornecimento de
Limitada
ARTIGO DÉCIMO
refeições, gestão de hotelaria e restauração, Certifico, para efeitos de publicação, que
Herdeiros
inovação de receitas e, organização de enventos no dia 3 de Junho de 2017, foi matriculada
Em caso de morte, interdição ou inabilitação e prestação de serviços. na Conservatória do Registo das Entidades
de um dos sócios da sociedade, os herdeiros
Legais sob NUEL 100616084 uma entidade
assumem automaticamente o lugar na sociedade CLÁUSULA TERCEIRA
denominada Diamond Ventures Sociedade
com dispensa de caução, podendo estes nomear (Capital social) Unipessoal, Limitada.
seu representante se assim o entender desde que
obedeçam o preceituado nos termos da lei O capital social será de 500.000,00MT Por:
(quinhentos mil meticais), totalmente realizado Leonel de Mafungas Gomes, solteiro, maior,
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO em dinheiro e dividido em duas quotas em natural de Beira, província de Sofala, de
Casos omissos moeda corrente no país, pertencentes aos sócios nacionalidade moçambicana, portador de
da seguinte forma: Bilhete de Identidade n.º 030104499665A
Os casos omissos, serão regulados pelo
a) Gabriel Fernando Agostinho emitido em 24 de Maiolo de 2013, residente
Código Comercial e demais legislações vigentes
na República de Moçambique. Vicente - 65%, correspondente a na Beira,15.º bairro, Chingussura.
325.000,00MT (trezentos e vinte É celebrado o presente contrato de sociedade
Maputo, 20 de Dezembro de 2017. —
cinco mil meticais); que se regerá pelas cláusulas seguintes:
O Técnico, Ilegível.
b) Ester da Conceição Cecília Bispo
– 35%, correspondente a CAPÍTULO I
175.000,00MT (cento setenta e
Da denominação, forma, sede, duração
cinco mil meticais).
e objecto
GabSter Catering & Serviços. CLÁUSULA QUARTA ARTIGO PRIMEIRO
Limitada (Administração comercial)
Um) A sociedade adopta a denominação da
Certifico, para efeitos de publicação, que no A administração da sociedade e o uso Diamond Ventures – Sociedade Unipessoal,
dia 11 de Dezembro de 2017, foi matriculada do nome comercial ficarão a cargo do sócio Limitada.
na Conservatória do Registo das Entidades Gabriel Fernando Agostinho Vicente, que desde Dois) Tem a sua sede na Beira, rua / Avenida.
Legais sob NUEL 100936267 uma entidade já, é indicado director-geral, podendo para Armando Tivane, bairro Chaimete, podendo
denominada GabSter Catering & Serviços. efeito representar a firma em juízo, dentro e fora por deliberação da assembleia geral e obtidas
Limitada. do pais, abrir e movimentar contas bancárias e, as autorizações, criar ou extinguir surcusais,
Gabriel Fernando Agostinho Vicente, de 62 praticar todos os actos administrativos inerentes delegações, agências ou qualquer outra forma
anos de idade, casado, filho de Fernando à gestão da sociedade. de representação social no país e no estrangeiro,
11 DE JANEIRO DE 2018 257

sempre que se justifique a sua existência, bem ou mais vezes, mediante entrada em dinheiro CAPÍTULO IV
como transferir a sua sede para qualquer ponto ou bens, por capitalização de todo ou parte
Administração e representação da
do território nacional. dos lucros ou reservas ou por outra forma
legalmente permitida. sociedade
ARTIGO SEGUNDO Dois) a deliberação de aumento do capital ARTIGO OITAVO
indicará se são criadas mais quotas ou será
Forma e duração Administração representação da sociedade
aumentado o valor nominal das existentes.
Um) A sociedade cria e estabelece Um) A administração da sociedade, salvo
superintendendo uma empresa vocacionada CAPÍTULO III
deliberação em contrário, é confiada ao único
na prestação de serviços inerente ao objecto; Da cedência e amortização das quotas sócio, nomeadamente Leonel de Mafungas
Dois) A sociedade constitui-se por tempo
indeterminado, contando-se o seu início, para ARTIGO SEXTO Gomes, que exercerá as suas funções com
todos os efeitos legais a partir da data do registo dispensa de caução e com a remuneração que
Cedência ou divisão de quotas
da sociedade. lhe vier a ser fixada pela assembleia geral.
Um) A cedência ou divisão de quotas a título Dois) Compete ao administrador a
ARTIGO TERCEIRO oneroso ou gratuito entre os sócios e/ ou a favor representação da sociedade em todos os seus
de terceiros carece do prévio consentimento da actos, activa ou passivamente, em juízo ou
Objecto
sociedade, a qual fica reservado o direito de fora dele, tanto na ordem jurídica nacional
Um) A sociedade tem por objecto social a preferência na sua aquisição. e internacional, dispondo dos mais amplos
prestacao de servicos nas areas de: Dois) No caso de a sociedade não exercer
poderes, legalmente constituídos, para a
a) Consultoria; o seu direito de preferência, poderá este ser
prossecução e gestão corrente da sociedade.
b) Comercialização de minerais preciosos exercido pelos sócios individualmente.
Três) No caso de nem a sociedade, nem Três) Ao administrador e ou seus mandatários,
e semi-preciosos;
os sócios desejarem fazer uso do mencionado não poderão obrigar a sociedade em quaisquer
c) Importação e exportação;
d) Manutenção e remodelação de parques, direito de preferência, então o sócio que deseja operações alheias ao seu objecto social, nem
passeios, placas separadoras e vender a sua quota poderá fazê-lo livremente a conferir a favor de terceiros quaisquer garantias,
jardins municipais. quem o entender. fianças ou abonações.
e) Criação e gestão do meio ambiente Quatro) No caso de morte, interdição ou
urbano; inabilitação de algum dos sócios, e sendo vários ARTIGO NONO
f) Educação cívica ambiental; os legítimos sucessores ou herdeiros legais, Para que a sociedade fique, validamente,
g) Reciclagem de resíduos sólidos; estes designarão, entre si, um que os represente
obrigada nos seus actos, contratos e documentos,
h) Fornecimento de equipamentos de perante a sociedade.
depósito, recolha e tratamento do é bastante:
lixo urbano; ARTIGO SÉTIMO a) Pela assinatura única de um dos
i) Venda de materiais de construção; administradores, para actos
Amortização de quotas
j) Consultoria comunitária; relativos a contratos:
k) Estaleiros de fabrico de materiais de Um) A sociedade, mediante deliberação b) Pela assinatura única de um dos
construção; da assembleia geral, fica reservado o direito administradores, para actos e
l) Similares. de amortizar as quotas dos sócios no prazo de documentos de mero expediente.
Dois) A sociedade poderá ainda exercer noventa dias a contra da data de verificação ou
Parágrafo único. Em nenhum caso o
outras actividades conexas, complementares do conhecimento dos seguintes factos:
ou subsidiárias do seu objecto principal, administrador deve obrigar a sociedade em
a) Se qualquer quota ou parte dela for
podendo ainda praticar todo e qualquer acto actos, contratos ou documentos que digam
arrestada, penhorada, arrolada,
de natureza lucrativa, permitido por lei, desde respeito a negócios estranhos `a sociedade,
apreendida ou sujeita a qualquer
que se delibere e se obtenha as necessárias nomeadamente assunção de responsabilidade
autorizações. acto judicial ou administrativo que
e obrigações estranhas aos interesses da
possa abrigar a sua transferência
sociedade.
CAPÍTULO II para terceiros ou ainda se for dada
em caução de obrigações que o CAPÍTULO V
Do capital social, aumento do capital
social seu titular assuma sem prévia
autorização da sociedade; Do exercício social e aplicação dos
ARTIGO QUARTO b) Se qualquer quota ou parte dela for resultados
Capital social cedida a terceiros, sem previamente
ARTIGO DÉCIMO
ser dado cumprimento ao disposto
O capital social, integralmente subscrito e no artigo oitavo destes estatutos; Exercício social
realizado, em dinheiro, é de 100.000,00MT c) Por acordo com os respectivos
(cem mil meticais), correspondente à soma proprietários. Um) O exercício social coincide com o ano
de uma unica quota pertencente a Leonel de civil.
Mafungas Gomes, correspondente a 100% do Dois) A amortização será feita pelo
valor comercial das quotas, acrescido da Dois) O balanço e contas de resultados de
capital social.
correspondente parte nos fundos de cada exercício social, serão encerrados com
ARTIGO QUINTO reserva depois de deduzidos os débitos ou referência a trinta e um de Dezembro de cada
responsabilidades do respectivo sócio `a ano, e serão submetidos “a apreciação da
Aumento do capital social
sociedade, devendo o seu pagamento ser assembleia geral, com o parecer de auditores ou
Um) Por deliberação da assembleia geral, efectuado nos termos da deliberação da técnicos de contas, nos termos do artigo décimo
o capital social poderá ser aumentado uma assembleia geral. dos presentes estatutos.
258 III SÉRIE — NÚMERO 8

ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO n.º 1397, Bairro de Malhangalene, rés- ARTIGO QUARTO
do-chão, Cidade em Maputo, portadora de
Aplicação dos resultados (Suprimentos)
Bilhete de Identidade n.º 110300516181B,
Os lucros apurados em cada exercício da emitido aos 28 de Agosto de 2015, válido Não haverá prestações suplementares
sociedade terão a seguinte aplicação: até 28 de Agosto de 2020; podendo, porem, os sócios fazer a sociedade os
a) Cinco por cento para constituição da Shahid Harun, nascido aos, 15 de Outubro suprimentos de que ela carece ao juro e demais
reserva legal até que esta represente de 1973, estado civil solteiro, natural de condições estipuladas pela assembleia geral.
pelo menos a quinta parte do capital Maputo, nacionalidade moçambicana,
social; residente na rua Manuel A. de Sousa, ARTIGO QUINTO
b) O remanescente será repartido aos n.º 72, bairro Central, 1º andar, Cidade de
Maputo, portador de Bilhete de Identidade (Capital social)
sócios na proporão das suas quotas.
n.º 110100154134A, emitido aos 20 de
O capital social poderá ser aumentado
CAPÍTULO VI Outubro de 2015, válido até 20 de Outubro
uma ou mais vezes mediante deliberação da
de 2020;
Das disposições gerais assembleia geral com ou sem entrada de novos
É celebrado contrato de sociedade por
sócios.
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO quotas, que se regerá pelas cláusulas seguintes:

Dissolução da sociedade ARTIGO PRIMEIRO ARTIGO SEXTO

Um) A sociedade dissolve-se nos fixados (Denominação social, sede e duração) (Cessão de quotas)
pela lei geral ou por comum acordo dos sócios A cessão de quotas é livre entre os sócios,
Um) A sociedade adopta a denominação
quando assim o entenderem.
social de SZS Imobiliária, Limitada, e tem mas a estranhos dependem do consentimento
Dois) Dissolvendo-se nos termos fixados
a sua sede na Avenida Eduardo Mondlane, da sociedade que terá em primeiro lugar os
pela lei geral, será então liquidada como os
n.º 2158, Cidade de Maputo, podendo abrir ou sócios individualmente e em segundo o direito
sócios deliberarem em assembleia geral.
fechar delegações, sucursais ou outras formas de preferência.
Três) Dissolvendo-se por comum acordo
de representação social em qualquer parte do
dos sócios, todos eles serão liquidatários, ARTIGO SÉTIMO
território nacional ou no estrangeiro, desde que
e concluída a liquidação, e pagos todos os
a assembleia assim o decida e mediante a prévia (Assembleia geral, gerência e representa-
encargos e obrigações, o produto líquido será
autorização de quem é de direito.
repartido pelos sócios na proporção das suas ção da sociedade)
Dois) A sua duração é por tempo
quotas.
indeterminado, contando-se o seu início a partir Um) A assembleia geral reunir-se-á
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO da data da celebração do presente contrato. ordinariamente, uma vez por ano, de preferência
na sede da sociedade, para a apreciação,
Casos omissos ARTIGO SEGUNDO
aprovação ou modificação do balanço e contas
Todos os casos omissos serão regulados (Objecto) do exercício e para deliberar sobre quaisquer
pelas disposições contidas no Código Comercial outros assuntos para que tenha sido convocada e
A sociedade tem como objecto social o
de Moçambique e demais legislação aplicável. extraordinariamente sempre que for necessário.
exercício de:
Maputo, 26 de Dezembro de 2017. — Dois) A assembleia geral será sempre
a) Compra, venda e aluguer de imóveis;
O Técnico, Ilegível. convocada por meio de carta registada com
b) Prestações de servicos de imobiliaria;
c) Vendas a retalho e a grosso de artigos aviso de recepção dirigida aos sócios com a
em geral. antecedência mínima de 15 dias e presidida pelo
representante legal da sociedade.
ARTIGO TERCEIRO Três) A gerência e administração da
SZS Imobiliária, Limitada sociedade e a sua representação em juízo e
(Capital social)
Certifico, para efeitos de publicação, que fora dele, activa e passivamente, será exercída
O capital social, subscrito e integralmente pelos tres sócio Ziyad Aly Mamade, Soraia
no dia 8 de Outubro de 2017, foi matriculada
realizado em dinheiro, é de trinta mil meticais, Ismail Seedat e Shahid Harun, nomeados sócios
na Conservatória do Registo das Entidades
correspondente à soma de tres quotas desiguais
Legais sob NUEL 100890801 uma entidade gerentes com dispensa de caução, bastando as
de seguinte modo:
denominada SZS Imobiliária, Limitada. suas assinaturas para obrigar a sociedade nos
a) Uma quota no valor nominal de actos, contratos e bancos, podendo qualquer
Entre:
nove mil e novecentos meticais, um deles nomear o seu representante se assim
Ziyad Aly Mamade, nascido aos, 22 de pertencentes ao sócio Ziyad Aly
Dezembro de 1986, estado civil casado, o entender desde que preceituado na lei.
Mamade, correspondente a trinta
natural de Pedreira, nacionalidade Quatro) Os sócios gerentes não poderám
e tres, por cento do capital social;
moçambicana, residente na Avenida Ho delegar os seus poderes em pessoas estranhas
b) Uma quota no valor nominal de dez
Chi Mim, nº 71, bairro Central, rés-do-chão, à sociedade sem o consentimento de todos os
mil, duzentos meticais, pertencente
Cidade de Maputo, portador de Bilhete de a sócia Soraia Ismail Seedat, sócios, porem, poderá nomear procurador com
Identidade n.º 110100578558A, emitido correspondente a trinta e quatro poderes que lhe forem designados e constem do
aos 30 de Maio de 2016, válido até 30 de por cento do capital social; competente instrumento notarial.
Maio de 2021; c) Uma quota no valor nominal de Cinco) Em caso algum os sócios gerentes ou
Soraia Ismail Seedat, nascida aos, 19 de Janeiro nove mil, novecentos meticais, seus mandatários poderão obrigar a sociedade
de 1976, estado civil casada, natural de pertencentes ao sócio Shahid em actos e documentos estranhos aos negócios
Maputo, nacionalidade moçambicana, Harun, correspondente a trinta e sociais designadamente em letras de favor,
residente na Avenida Mão Tse Tung, tres, por cento do capital social; fianças e abonações.
11 DE JANEIRO DE 2018 259

ARTIGO OITAVO ARTIGO SEGUNDO Dois) O administrador poderá constituir


(Balanço)
mandatários, com plenos poderes que
Duração
julgam convenientes, e estes com direito
Um) O balanço sobre o fecho de contas a A sociedade é constituída para desenvolver de substabelecer ou delegar tais poderes a
31 de Dezembro de cada ano será anualmente suas actividades por tempo indeterminado, qualquer um dos sócios ou terceiros por meio
apresentado aos sócios. com o início na data da assinatura do presente
de procuração.
Dois) Os lucros líquidos apurados em cada contrato de sociedade.
Três) Os administradores terão direito a uma
balanço anual deduzidos cinco por cento para
o fundo de reserva legal e de quaisquer outras ARTIGO TERCEIRO remuneração, fixada pela sociedade.
percentagens estabelecidas pela assembleia Objecto ARTIGO OITAVO
geral, serão divididos pelos sócios na proporção
das suas quotas. Um) A sociedade vai desenvolver actividade Assembleia geral
Três) A sociedade só se dissolve nos termos no ramo de actividades de hotelaria e turismo
fixados na lei e será então liquidada como a culinária e todas áreas afins. Um) A assembleia reunir-se-á ordinariamente
assembleia geral deliberar. Dois) Sempre que necessário, os sócios uma vez por ano, convocada por escrito ou
poderão deliberar sobre o desenvolvimento de oralmente com antecedência mínima de cinco
Maputo, 21 de Dezembro de 2017. —
outras actividades permitidas por lei. dia.
O Técnico, Ilegível.
Dois) Sempre que necessário ocorreram
ARTIGO QUARTO
a reunião de assembleia extraordinária
Capital social bastando estar presentes todos sócios por si ou
O capital social, subscrito e integralmente devidamente representados.
White Sands Resourts, realizado em dinheiro, é de duzentos mil
meticais, correspondente à soma de duas quotas ARTIGO NONO
Limitada divididas da seguinte forma.
Lucros líquidos
Certifico, para efeitos de publicação, que a) Uma quota no valor de cento e noventa
e oito mil meticais, correspondente Os lucros líquidos depois de deduzidas as
no dia dezanove de Dezembro de dois mil e
dezassete, foi matriculada na Conservatória dos a noventa e nove por cento do percentagens para formação ou reintegração
capital social, pertencente ao sócio do fundo de reserva legal, serão divididos pelos
Registos de Nampula, sob o número 100938928
White Sands Resorts, Limited; sócios das suas quotas e na mesma proporção
a cargo de Calquer Nuno de Albuquerque, b) Uma quota no valor de dois mil
conservador e notário superior, uma sociedade serão suportados os prejuízos houver.
meticais, correspondente a um por
por quotas de responsabilidade limitada cento do capital social, pertencente ARTIGO DÉCIMO
denominada White Sands Resorts Limitada, ao sócio Patrick Kenneth Green.
registada na Maurícias, com número de registo Dissolução e liquidação da sociedade
comercial 145555C2/GBL, sita no 3.º andar, ARTIGO QUINTO
A dissolução e liquidação da sociedade terá
Standard Chartered Tower, Cybercity, Ebene, Cessão ou divisão de quotas
lugar nos termos previstos por lei caso não haja
Mauritus, neste acto representada pelo senhor
Um) A cessão ou divisão de quotas a título consenso ou iniciativa dos sócios.
Patrick Kenneth Green, natural de Portsmouth – oneroso ou gratuito é do inteiro direito dos
Reino Unido, cidadão de nacionalidade inglesa, sócios desde que este não seja exercido por ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
residente na cidade de Nampula Avenida acto de má-fé. Disposições gerais e casos omissos
Eduardo Mondlane, bairro Central, titular do Dois) Quanto a terceiros, sociedade gozam
DIRE n.º 03GB00044599P do tipo precário, de direitos de preferência deliberada em Um) O ano social coincide com o ano civil.
emitido pela Migração de Nampula, aos 21 de assembleia geral. Dois) O balanço e conta de resultados da
Março de dois mil e dezassete e válido até 21 actividade anual poderá se fechar no mês de
ARTIGO SEXTO Dezembro.
de Março de 2018, na qualidade de director,
conforme a cordo dos sócios e Patrick Kenneth Amortização de quotas Tres) Quanto a matéria omissa será
Green, natural de Portsmouth – Reino Unido, resolvida pela previsão da lei no geral e o
A amortização de quotas só pode ter lugar
cidadão de nacionalidade inglesa, residente na Código Comercial em especial vigentes em
nos casos de exclusão ou exoneração de sócios.
cidade de Nampula Avenida Eduardo Mondlane, Moçambique.
E estando a sociedade no gozo deste direito
bairro Central, titular do DIRE n.º poderá adquirir ou fazer adquirir para seus Nampula, 19 de Dezembro de 2017. —
03GB00044599P do tipo precário, emitido pela sócios ou a favor de terceiros mediante prévia O Técnico, Ilegível.
Migração de Nampula, aos 21 de Março de dois deliberação, em assembleia geral.
mil e dezassete e válido até 21 de Março de
ARTIGO SÉTIMO
2018, celebra o presente contrato de sociedade
com base nos artigos seguintes: Administração e representação da socie- Transportes Salvatoriana
dade
Mwana Unerufaro, Limitada
ARTIGO PRIMEIRO
Um) A administração e representação
Denominação e sede da sociedade em juízo e fora dele, activa e Certifico, para efeitos de publicação, que
passivamente, fica a cargo do senhor Patrick por escritura de dez de Março de dois mil e dez,
White Sands Resorts, Limitda, é uma socie- Kenneth Green na qualidade de administradores lavrada de folhas 133 e 138, do livro de escrituras
dade comercial por quota de responsabilidade com a dispensa de caução, sendo suficiente a diversas número 272, na Conservatória dos
limitada, com a sua sede na cidade de Nampula, assinatura dos dois para obrigar em todos os Registos e Notariado de Chimoio, a cargo
edifício Nampula, 2.º andar, porta 202. actos e contratos. de Armando Marcolino Chihale, licenciado
260 III SÉRIE — NÚMERO 8

em Direito, técnico superior dos registos e ARTIGO QUINTO Três) No prazo de setenta dias após a
Notariado N1, em pleno exercício de funções recepção da solicitação, deverão os sócios
(Objecto social)
notariais, compareceram como outorgantes: deliberar, por maioria simples se a sociedade
Primeiro. António Mafroze Francisco Um) A sociedade tem por objecto social, o consente ou não na cessação bem como caso
Mapulango, de nacionalidade moçambicana, transporte de carga e de passageiros. deliberem o não consentimento, aprovar uma
casado com a segunda outorgante, sob o regime Dois) A sociedade poderá exercer outras proposta de aquisição da respectiva quota.
de comunhão de bens adquiridos, natural de actividades conexas desde que obtidas as Quatro) seguir-se a toda legalidade para fins
Nhamatanda – Sofala, portador do Bilhete devidas autorizações, e com a deliberação da de cessação de quotas.
de Identidade n.º 060015741R, emitido aos assembleia geral. Cinco) No caso de cessão de quotas, os
vinte e oito de Setembro de dois mil e dez, em sócios gozam do direito de preferência
ARTIGO SEXTO Seis) Na eventualidade de nenhum dos
Maputo, residente nesta cidade de Chimoio,
bairro Vila Nova; (Participações em outras empresas) sócios estar interessado a gozar o sue direito
de preferência, o sócios cessionário poderá
Segunda. Isabel Helena Eugénio Boa Matilo Por deliberação maioritária da assembleia faze-lo a qualquer uma outra pessoa ou entidade
Mapulango, casada com o primeiro outorgante, geral é permitida, a participação da sociedade interessado, livremente quando e nos termos
sob o regime de comunhão de bens adquiridos, em quaisquer outras empresas societárias, que quiser.
de nacionalidade moçambicana natural de agrupamentos de empresas, sociedade, holdings
Maputo, portadora do Bilhete de Identidade joint-ventures ou outras formas de associação, ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
n.º 060090562A, emitido aos vinte de Maio de união ou de concentração de capitais.
dois mil e nove, em Maputo, residente nesta (Órgãos sociais)
cidade de Chimoio, bairro Vila Nova. ARTIGO SÉTIMO A sociedade tem os seguintes órgãos sociais:
Verifiquei a identidade dos outorgantes pela (Capital social) a) A assembleia geral dos sócios;
exibição dos documentos acima referidos. b) A administração e gerência.
O capital social, subscrito e integralmente
E por eles foi dito: Que pela presente escritura realizado em dinheiro, é de cinquenta mil
pública, constituem entre si, uma sociedade ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
meticais (50.000,00MT), correspondente à
comercial por quotas de responsabilidade soma de duas quotas, sendo uma de trinta e (Assembleia geral dos sócios)
limitada, denominada Transportes Salvatoriana sete mil e quinhentos meticais (37.500,MT),
Mwana Unerufaro, Limitada, que se regerá Um) As assembleias gerais dos sócios
correspondentes a setenta e cinco por cento são convocadas por qualquer dos sócios por
nos termos dos seguintes estatutos e legislação do capital pertencentes ao sócio António
aplicável. sua iniciativa, por carta registada, e com
Mafroze Francisco Mapulango, e outra de valor antecedência mínima de vinte dias.
nominal de doze mil e quinhentos meticais Dois) È permitida a representação dos sócios
ARTIGO PRIMEIRO
(12.500,00MT), correspondentes a vinte e cinco por via de uma procuração reconhecida em
(Tipo societário) por cento do capital pertencentes à sócia Isabel termos das leis vigentes no pais.
Helena Eugénio Boa Matilo Mapulango. Três) A assembleia geral irá reunir, em sessão
É constituída entre os outorgantes uma
sociedade por quotas de responsabilidade ordinária, uma vês por ano, de preferência
ARTIGO OITAVO
limitada que se regerá pelos presentes estatutos na sede social, para a avaliação, aprovação e
(Alteração do capital) alteração das contas e relatórios financeiros, e
e demais legislações aplicáveis.
discutir outros assuntos relacionados com a vida
O capital social poderá ser alterado uma oi
ARTIGO SEGUNDO social da sociedade.
mais vezes, sob proposta da gerência, fixando na
Quatro) A assembleia geral será presidida
(Denominação social) assembleia geral as condições da sua realização
pelo presidente do conselho de administração,
e reembolso sem prejuízo, para além dos sócios
A sociedade adopta a denominação e as suas deliberações serão válidas se estiverem
gozarem de preferência, nos termos em que
Transportes Salvatoriana Mwana Unerufaro, presentes o equivalente ou mais de cinquenta
forem deliberadas. por cento dos sócios convidados.
Limitada.
ARTIGO NONO ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
ARTIGO TERCEIRO
(Prestações suplementares e suprimentos) (Administração e gerência)
(Sede social)
Os sócios poderão fazer a sociedade os Um) A administração e gerência da sociedade
Um) A sociedade tem a sua sede na cidade
suprimentos de que esta carecer nos termos e bem como a sua representação em juízo e fora
de Chimoio.
Dois) A sociedade poderá decidir, por condições a fixar pela assembleia geral. dele, activa e passivamente será exercida por
simples deliberação da maioria dos sócios e todos os sócios que desde já ficam nomeados
ARTIGO DÉCIMO sócios gerentes, com dispensa de caução, como
com a autorização das entidades competentes, a
mudança da sede assim também criar quaisquer (Divisão e cessão de quotas) ou sem remuneração, conforme vier a ser
outras formas de representação, onde e quando deliberado pela assembleia geral.
Um) A divisão e cessão de quotas depende Dois) A sociedade fica obrigada em todos
julgue conveniente.
do consentimento da maioria dos sócios, sendo os seus actos e contratos pelas assinaturas dos
ARTIGO QUARTO nulas quaisquer operações que contrariem o sócios.
presente artigo. Três) A gerência não poderá obrigar a
(Duração)
Dois) A cessão de quotas, quer entre os sociedade em actos e contratos que não digam
A sociedade é constituída por tempo sócios, quer a favor de terceiros depende sempre respeito ao seu objecto social, nomeadamente,
indeterminado, contando-se o seu início a partir do consentimento da sociedade, a solicitar por fiança e abonações. Os gerentes poderão nomear
da data da celebração da presente escritura escrito, com indicação do cessionário e de todas um procurador por meio de uma procuração
pública. as condições de cessão. reconhecida em termos das leis vigentes no país.
11 DE JANEIRO DE 2018 261

ARTIGO DÉCIMO QUARTO ARTIGO DÉCIMO OITAVO de nacionalidade portuguesa, portador do DIRE
n.º 06PT00074851B, emitido pelos Serviços de
(Morte ou interdição) (Dissolução da sociedade)
Migração de Manica em Chimoio, em vinte e
Um) Em caso de falecimento ou interdição A sociedade dissolve-se por acordo da seis de Janeiro de dois mil e quinze e residente
de qualquer sócio, a sociedade continuará com maioria dos sócios ou nos casos fixados na acidentalmente no Distrito de Vanduzi em
os herdeiros ou representação do sócio falecido lei e a sua liquidação será efectuada pelos seu nome pessoal e em representação do seu
ou interdito os quais nomearão de entre si quem gerentes que estiverem em exercício a data da filho menor Pietro Eduardo Ismael de Matos,
a todos represente na sociedade enquanto a sua dissolução. solteiro, natural de Chimoio, de nacionalidade
quota permanecer indivisa. moçambicana, portador do Bilhete de Identidade
ARTIGO DÉCIMO NONO n.º 060104488189C emitido pelos Serviços
Dois) Os sócios podem deixar um testamento
com instruções de tratamento das suas quotas (Casos omissos) Provinciais de Identificação Civil de Manica
na sociedade na eventualidade da sua interdição em Chimoio e residente no Distrito de Vanduzi.
Os casos omissos serão regulados pelas
ou morte. disposições aplicáveis e em vigor na República Que pelo presente acto constituem
de Moçambique. uma sociedade comercial por quotas de
ARTIGO DÉCIMO QUINTO responsabilidade, limitada, que se regulará nos
Está conforme. termos e nas condições seguintes:
(Aplicação de resultados)
Cartório Notarial de Chimoio, quatro
Um) O exercício económico coincide com de Dezembro de dois mil e dezassete. — CAPÍTULO I
o ano civil e o balanço de contas de resultados A Notária, Ilegível.
Da denominação, duração, sede
serão fechados com referência a trinta e um de e objecto
Dezembro de cada ano e serão submetidos à
apreciação da assembleia geral. ARTIGO PRIMEIRO
Dois) Os lucros que se apurarem líquidos de (Denominação e sede)
todas as despesas e encargos sociais, separada a Fundição Deqi liu –
A sociedade adopta denominação de Pietros
parte de cinco por cento para o fundo de reserva Sociedade Unipessoal,
Combustíveis, Limitada e vai ter a sua sede no
legal e separadas ainda de quaisquer deduções Limitada bairro 1.º de Maio, localidade de Chiremera,
acordadas pela sociedade serão distribuídos
Certifico, para efeitos de publicação, que por posto administrativo de Vanduzi. A sociedade
pelos sócios na proporção das respectivas poderá ainda abrir ou encerrar delegações,
quotas. acta de 27 de Novembro de 2017 da sociedade
Fundição Deqi liu – Sociedade Unipessoal, filiais, agências ou quaisquer outras formas de
Limitada com sede social na cidade da Beira, representação em qualquer parte do território
ARTIGO DÉCIMO SEXTO
matriculada na Conservatória dos Registos das nacional ou no estrangeiro.
(Exclusão)
Entidades Legais, sob NUEL 100272997, com ARTIGO SEGUNDO
Um) A exclusão de um sócio poderá capital social de um milhão de meticais, o sócio
verificar-se nos seguintes casos: único deliberou a alteração da denominação da (Duração)

a) Quando o sócio for condenado por sociedade. A duração da sociedade é por tempo
crime doloso; Em consequência disso fica alterado o artigo indeterminado, contando-se o seu começo a
b) Quando o sócio pratique actos dolosos primeiro (denominação) passando a ter seguinte partir da data de constituição.
à sociedade; nova redacção:
c) Quando o sócio entre em conflito com ARTIGO TERCEIRO
os outros sócios de tal modo que ARTIGO PRIMEIRO
(Objecto)
prejudique o normal funcionamento A sociedade adopta a denominação
da sociedade. Um) A sociedade tem por objecto:
de Chen – Shunli Fundição – Sociedade
Dois) A quota do sócio excluído seguirá os Unipessoal, Limitada. Comercialização de combustíveis e
mesmos trâmites da amortização de quotas de transporte.
Beira, 27 de Novembro de 2017. —
acordo com artigo décimo sétimo. O Técnico, Ilegível. Dois) A sociedade poderá igualmente
exercer quaisquer outras actividades de natureza
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO comercial ou industrial por lei permitida ou
(Amortização de quota) associar-se a outras empresas, contanto que
obtenha as necessárias autorizações, conforme
Um) A sociedade poderá amortizar as quotas for decidido pela assembleia geral.
dos sócios nos seguintes casos: Pietros Combustíveis,
a) Com o conhecimento do titular da Limitada CAPÍTULO II
quota; Certifico, para efeitos de publicação, que por Do capital social, distribuição de
b) Quando a quota tiver sido arrolada, escritura do dia vinte e três de Agosto de dois mil quotas, aumento e redução
penhorada, arrestada ou sujeita a dezassete, lavrada das folhas 76 á 81 do livro de
providência jurídica ou legal de ARTIGO QUARTO
notas para escrituras diversas número 4, desta
qualquer sócio; Conservatória dos Registos Civil e Notariado (Capital social)
c) No caso de falência ou insolvência de Gondola Chimoio, a cargo de, César Tomás O capital social, subscrito e integralmente
do sócio. M’balika, conservador e notário superior, realizado em dinheiro, é de um milhão de
Dois) A amortização será feita pelo valor em pleno exercício de funções notariais, meticais, correspondente à soma de duas quotas
nominal da respectiva quota com a correcção compareceram como outorgantes Pedro Manuel desiguais de valores nominais de seiscentos
resultante da desvalorização da moeda. Matos Rodrigues, natural de Tondela-Portugal, mil meticais, equivalente a 60% do capital
262 III SÉRIE — NÚMERO 8

pertencente ao sócio Pedro Manuel Matos amortizar e, na falta de acordo, será determinado Dois) O balanço e a conta de resultados
Rodrigues e a outra quota de valor nominal de um balanço especial elaborado para o efeito fecham a trinta e um de Dezembro de cada
quatrocentos mil meticais, equivalente a 40% por uma entidade designada de acordo entre a ano, devendo a administração da sociedade
do capital pertencente ao sócio Pietro Eduardo sociedade e o titular da quota a amortizar. organizar as contas anuais e elaborar um
Ismael de Matos. relatório respeitante ao exercício e uma proposta
ARTIGO OITAVO de aplicação de resultados.
ARTIGO QUINTO (Prestações suplementares)
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
(Aumento e redução do capital social) Não haverá prestações suplementares de
(Resultados e sua aplicação)
Um) O capital social pode ser aumentado ou capital. Os sócios poderão fazer os suprimentos à
reduzido mediante deliberação da assembleia sociedade, nas condições fixadas por ele ou pelo Um) Dos lucros apurados em cada exercício
geral, alterando-se em qualquer dos casos conselho de gerência a nomear. deduzir-se-á, em primeiro lugar, a percentagem
legal estabelecida para constituição do fundo
o pacto social para o que se observarão as CAPÍTULO III de reserva legal, enquanto se não encontrar
formalidades estabelecidas por lei.
Da administração e representação realizada nos termos da lei, ou sempre que for
Dois) Decidida qualquer variação do capital
necessário reintegrá-la.
social, o montante do aumento ou diminuição ARTIGO NONO Dois) A parte restante dos lucros será
serão rateados pelos sócios, competindo os
(Administração e gerência) aplicada, nos termos que forem decididos pelos
sócios decidir como e em que prazo deverá sócios.
ser feito o seu pagamento quando o respectivo Um) A administração e gerência da sociedade
capital não seja logo inteiramente realizado. bem como a sua representação em juízo ou fora ARTIGO DÉCIMO QUARTO
dele, fica a cargo do sócio Pedro Manuel Matos
ARTIGO SEXTO (Dissolução e liquidação da sociedade)
Rodrigues, que desde já fica nomeado, sócio
(Cessão de quotas) gerente, com dispensa de caução com ou sem Um) A sociedade somente se dissolve nos
remuneração conforme vier a ser deliberado pela termos fixados na lei.
Um) A divisão e cessão total ou parcial de assembleia geral. Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
quotas a estranhos à sociedade, assim como a sua Dois) Os sócios, podem constituir um ou mais poder-se-á à sua liquidação gozando os
oneração em garantia de quaisquer obrigações procuradores, nos termos e para os efeitos da lei. liquidatários, nomeados pelos sócios, dos mais
dos sócios, dependem da autorização prévia da Os mandatos podem ser gerais ou especiais e os amplos poderes para o efeito.
sociedade por deliberação da assembleia geral. sócios poderão revogá-lo a todo o tempo.
Dois) Os sócios que pretendam alienar a Três) Compete à administração a representação ARTIGO DÉCIMO QUINTO
sua quota comunicarão à sociedade com uma da sociedade em todos os seus actos, activa e (Casos omissos)
antecedência de trinta dias úteis, por carta passivamente, em juízo e fora dele, tanto na
registada ou protocolada, declarando o nome ordem jurídica interna como internacionalmente, Os casos omissos serão regulados pelas
dispondo de mais amplos poderes legalmente disposições aplicáveis e em vigor na República
do potencial adquirente, e demais condições
consentidos para a prossecução do objecto social, de Moçambique.
de cessão, ficando reservado o direito de
preferência, primeiro à sociedade e depois aos designadamente, quanto ao exercício da gestão Gôndola, vinte e quatro de Agosto de dois
sócios. corrente dos negócios sociais. mil e dezassete. — O Notário, Ilegível.

ARTIGO SÉTIMO ARTIGO DÉCIMO

(Amortização)
(Direcção-geral) EN, Limitada
Um) A gestão corrente da sociedade poderá
Um) A amortização da quota é feita mediante Certifico, para efeitos de publicação, que no
ser confiada a um director-geral, eventualmente
deliberação da assembleia geral, permitida nos dia três de Novembro de dois mil e dezassete,
assistido por um director adjunto, sendo ambos
seguintes termos: foi constituída e matriculada na Conservatória
empregados da sociedade.
a) Por acordo com o respectivo Dois) Caberá à administração designar o do Registo de Entidades Legais de Tete sob o
proprietário; director e o director adjunto, bem como fixar as n.º 100923815, uma sociedade por quotas de
b) Quando alguma quota ou parte dela haja respectivas atribuições e competência. responsabilidade limitada, denominada EN,
sido penhorada, arrestada, arrolada, Limitada, entre Nilton Manuel Frechauth,
apreendida ou sujeita a qualquer ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO solteiro, maior, natural de Tete, de nacionalidade
acto judicial ou administrativo (Formas de obrigar a sociedade) moçambicana, titular do Bilhete de Identidade
ou incluída em massa falida ou n.º 55280628, emitido em Tete, a 12 de
insolvente que possa obrigar a Um) A sociedade fica obrigada pela do sócio Outubro de 2017, residente em Tete, Bairro
sua transferência para terceiros, Pedro Manuel Matos Rodrigues. Chingodzi, UC 3 de Janeiro e Edson Manuel
Dois) Os actos de mero expediente poderão Frechauth, solteiro, maior, natural de Tete, de
ou tenha sido dada em garantia de
ser assinados pelo director ou por qualquer um nacionalidade moçambicana, titular do Bilhete
obrigações que o seu titular assumiu
dos sócios.
sem prévia autorização; de Identidade n.º 50256712, emitido em Tete,
c) Em caso de dissolução da sociedade. CAPÍTULO IV aos 12 de Setembro de 2017, residente em Tete,
Dois) A sociedade só pode amortizar quotas Bairro Mpadue, que se regerá pelas cláusulas
Das disposições gerais constantes dos artigos seguintes:
quando à data da deliberação, a sua situação
líquida, depois de satisfazer a contrapartida da ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
ARTIGO PRIMEIRO
amortização, não ficar inferior à soma do capital (Balanço e prestação de contas)
e da reserva legal a não ser que simultaneamente (Denominação, sede e representação)
se delibere a redução do capital. Um) O ano social coincide com o ano civil,
Um) A sociedade adopta a denominação EN,
Três) O preço e outras condições serão iniciado a um de Janeiro e terminando a trinta e
Limitada, é uma sociedade comercial por quotas
acordados entre a sociedade e o titular da quota a um de Dezembro.
de responsabilidade limitada.
11 DE JANEIRO DE 2018 263

Dois) A sociedade tem a sua sede na d) Quaisquer outros pontos de agenda, ARTIGO DÉCIMO
Cidade de Tete, bairro Chingodzi, EN7, e desde que seja do interesse da
(Dissolução)
poderá estabelecer agências, sucursais, filiais sociedade.
e delegações no território moçambicano ou no Dois) A assembleia geral poderá reunir-se Um) A sociedade só se dissolve nos casos
estrangeiro. extraordinariamente sempre que for necessário, previstos na lei, após proceder-se a liquidação
para deliberar sobre assuntos do interesse da do seu passivo.
ARTIGO SEGUNDO Dois) A sociedade não se dissolve pela
sociedade que ultrapasse a competência da
(Objecto) gerência. morte ou interdição dos sócios, continuando
com os sucessores, herdeiros ou legatários, os
A sociedade tem como objecto:
ARTIGO SÉTIMO quais indicarão um que a todos represente na
a) Prestar serviços na área de meio sociedade.
ambiente, produção de plantas e (Gerência e representação da sociedade,)
comercialização, ornamentação Um) Compete ao gerente exercer os mais ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
e jardinagem, tratamento amplos poderes, representando a sociedade (Casos omissos)
fitossanitário de plantas, fomento
em juízo e fora dele, activa e passivamente,
de animais de pequeno porte; Em tudo que estiver omisso no presente
praticando todos os demais actos tendentes à
b) Decoração e animação de eventos, contrato, aplicar-se-ão as disposições legais
realização do objeto social.
serviços de fotocópias, actividades vigentes na República de Moçambique.
Dois) O gerente não poderá agir ou tomar
de marketing e publicidade cultural.
medidas que prejudiquem o interesse da Está conforme.
c) Outras actividades afins.
sociedade. Tete, 13 de Novembro de 2017. — O
ARTIGO TERCEIRO Três) A sociedade poderá ser gerida por Conservador, Iuri Ivan Ismael Taibo.
pessoas estranhas, desde que haja deliberação
(Duração)
dos sócios nesse sentido.
A duração da sociedade é por tempo Quatro) Fica nomeado como gerente da
indeterminado e rege-se pelos presentes sociedade o senhor Nilton Manuel Frechauth,
estatutos e legislação aplicável. o qual pode delegar no todo ou em parte Lorraine Du Toit – Sociedade
os poderes que lhe são conferidos a pessoa Unipessoal, Limitada,
ARTIGO QUARTO
estranha por procuração, mediante consulta a
(Capital social) outros sócios. Certifico, para efeitos de publicação, que
Cinco) A sociedade fica obrigada nos seus no dia nove de Agosto de dois mil e dezassete,
Um) O capital social da sociedade,
integralmente subscrito e realizado em dinheiro actos e contratos pela assinatura do gerente. foi matriculada na Conservatória do Registo
é de 20.000,00MT (vinte mil meticais), de de Entidades legais sob NUEL 100940183 a
ARTIGO OITAVO
seguinte forma: entidade legal supra constituída por: Lorraine
a) Nilton Manuel Frechauth, subscreve (Ano social) Du Toit, de nacionalidade sul africana, natural
uma quota no valor de 10.000,00MT e residente na África do Sul, portador do
O ano social é o civil, findo o qual, proceder-
(dez mil meticais), correspondente Passaporte n.º A02939212, emitido na Africa
se-á a um balanço reportado ao dia trinta e um
a 50% do capital social; do Sul, aos quinze de Novembro de dois mil e
b) Edson Manuel Frechauth, subscreve de Dezembro, que deverá ficar aprovado dentro
do prazo legal. treze, que se regerá pelas cláusulas constantes
uma quota no valor de 10.000,00 MT
(dez mil meticais), correspondente dos seguintes artigos.
a) Por este balanço apurar-se-ão os
a 50% do capital social. lucros a serem distribuídos em ARTIGO PRIMEIRO
conformidade com a deliberação
ARTIGO QUINTO
dos sócios, em cada ano e de acordo Denominaçao e duração
(Cessão de quotas) com o peso da participação social
Um) A sociedade adopta a denominação
É livre a cessão total ou parcial, de quotas de cada sócio.
Lorraine Du Toit – Sociedade Unipessoal,
pelos sócios a terceiros com o consentimento b) Dos lucros anuais e de exercício serão
Limitada, é uma Sociedade comercial por
da sociedade. retidos vinte por cento a título de
quotas, de responsabilidade limitada, criada
reserva legal.
ARTIGO SEXTO por tempo indeterminado e que se rege pelos
ARTIGO NONO presentes estatutos e pelos preceitos legais
(Assembleia geral)
(Balanço e distribuição de resultados) aplicáveis.
Um) A assembleia geral reunir-se-á Dois ) A sua duração será por tempo
ordinariamente, uma vez por ano, sendo a Um) Os exercícios sociais coincidem com indeterminado, contando-se o seu início a partir
primeira vez no primeiro mês após o início da os anos civis.
da data da celebração do presente contrato.
actividade comercial, e após o fim do exercício Dois) O balanço e contas de resultados
do ano anterior para: fechar-se-ão com referência a trinta e um de ARTIGO SEGUNDO
a) Apreciar, aprovar, corrigir ou rejeitar Dezembro de cada ano.
Três) Deduzidos os gastos, amortizações e Sede social
o balanço de contas de exercício do
ano anterior; encargos de resultados líquidos apurados em
A sociedade tem a sua sede no Bairro
b) Deliberar sobre a aplicação dos cada exercício, serão deduzidos os montantes
necessários para a garantia do equilíbrio Conguiana, cidade de Inhambane, podendo abrir
resultados;
económico e financeiro da sociedade. sucursais, delegações, agências ou qualquer
c) Designar os membros da gerência
Quatro) O remanescente terá a aplicação que outra forma de representação social onde e
e definir o montante da sua
remuneração; for deliberada pelos sócios. quando for os sócios o julgar conveniente.
264 III SÉRIE — NÚMERO 8

ARTIGO TERCEIRO ARTIGO NONO ARTIGO QUARTO


Objecto social Em tudo o que for omisso nos presentes Capital social)
estatutos, regularão as disposições da legislação
A sociedade tem por objectivo a exploração aplicável. Um) O capital social, integralmente subscrito
de uma casa de férias para acomodação turística; Inhambane, vinte e dois de Dezembro de dois e realizado em dinheiro, é de 50,000.00MT
mil e dezassete. — A Conservadora, Ilegível.. (cinquenta mil meticais) e corresponde à soma
a) A prática de outras actividades
de duas quotas assim distribuídas:
turística, tais como, desporto
aquático, mergulho e natação, a) Arvatre, Limitada, com uma quota
scuba diving. 47.500,00MT (quarenta e sete
b) Exploração de um bar, restaurante; mil e quinhentos meticais),
c) Importação e exportação. Palma Um, Limitada correspondente a 95% ( noventa e
cinco por cento) do capital social;
Dois) A sociedade poderão exercer outras Certifico, para efeitos de publicação, no b) Angelo Gotti, com uma quota
actividades conexas, complementares ou Boletim da República, que na sociedade Palma 2.500,00MT (dois mil e quinhentos
subsidiárias do objecto social principal, Um, Limitada, com sede na rua 1.° de Maio, meticais), correspondente a 5%
participar no capital social de outras sociedades n.°1101, cidade de Pemba, província de Cabo (cinco por cento) do capital social.
ou associar-se a outras empresas. Delgado, Moçambique,matriculada nos livros
De tudo não alterado mantém-se em vigor
de Registo de Entidades Legais de Pemba, sob
conforme as disposições do pacto social inicial.
ARTIGO QUARTO o número mil setecentos cinquenta e cinco,
à folhas cento oitenta e uma verso, do livro A Conservadora (assinado Ilegível).
Capital social
C, traço quatro e número dois mil noventa e Conservatória dos Registos de Pemba,
Um) O capital social, subscrito realizado em oito, à folhas cento oitenta e oito e seguintes, 25 de Outubro, de dois mil e dezassete. —
dinheiro é de 20.000,00 MT (vinte mil meticais) do livro E traço doze, com o capital social A Técnica, Ilegível.
e correspondes a cem por cento do capital social de 50.000,00MT (cinquenta mil meticais),
pertencente a sócia Lorraine Du Toit,. equivalente a 100% (cem por cento) do capital
Dois) O capital poderá ser elevado por social,correspondente a uma única quota,
acordo dos sócios. pertencente à única sócia Arvatre, Limitada.
De harmonia com a deliberação tomada em
Palma Dois, Limitada
ARTIGO QUINTO reunião de Assembleia Geral Extraordinária, Certifico, para efeitos de publicação no
Divisão ou cessão através da acta avulsa da Assembleia Geral Boletim da República, que na sociedade Palma
n.° 1, de vinte e sete de Setembro de 2017, Dois, Limitada, com sede na rua 1.° de Maio,
A divisão ou cessão de quotas entre os encontrava-se presente a única sócia Arvatre, n.°1101, cidade de Pemba, província de Cabo
socio é livre, perante terceiros só pode ter lugar
Limitada detentora da totalidade do capital Delgado, Moçambique, matriculada nos livros
mediante deliberação da assembleia geral.
social, representado neste acto pelo senhor de Registo de Entidades Legais de Pemba, sob o
A sociedade fica reservado o direito de
Alberto Arvalli. número mil setecentos cinquenta e seis, à folhas
preferência perante terceiros.
Pela sócia, foi manifestada a vontade de cento oitenta e dois, do livro C traço quatro e
ARTIGO SEXTO considerar a presente assembleia devidamente número dois mil noventa e nove, à folhas cento
constituída para deliberar sobre o seguinte ponto oitenta e nove e seguinte, do livro E traço doze,
Amortizar das quotas
com o capital social de 50.000,00MT (cinquenta
da ordem de trabalho: Ponto um: Deliberar sobre
A sociedade tem a faculdade de amortizar mil meticais), equivalente a 100% (cem por
cessão de quotas e admissão de novo sócio.
as quotas por acordo com os respectivos cento) do capital social, correspondente a uma
proprietários ou quando qualquer quota for Ponto dois: Deliberar sobre a alteração do única quota, pertencente a única sócia Arvatre,
penhorada, arrestada ou por qualquer outro meio tipo societário. Ponto três: Alteração parcial Limitada. de harmonia com a deliberação
apreendida judicialmente. dos estatutos. tomada em reunião de Assembleia Geral
Aberta a sessão o representante do sócio Extraordinária, através da acta avulsa da
ARTIGO SÉTIMO Arvatre, Limitada, presidiu e declarou que a Assembleia Geral n.° 1 de vinte sete de
Administração e represenção da sociedade assembleia estava validamente constituída e Setembro de 2017, Encontrava-se presente a
em condições de deliberar, passou-se então à única sócia Arvatre, Limitada detentora da
Um) A administração e representaçao totalidade do capital social, representado neste
discussão Ponto Um da ordem de trabalhos,
da sociedade compete a sócia, bastando a acto pelo senhor Alberto Arvalli.
onde foi acordado e deliberado por unanimidade
assinatura dele, para obrigar a sociedade Pela sócia, foi manifestada a vontade de
que o sócio Arvatre, Limitada cede 5% do seu
em qualquer acto de gestão de empresa e considerar a presente assembleia devidamente
capital ao novo sócio admitido Ângelo Gotti, e
contratos, perante terceiros. Podendo nomear constituída para deliberar sobre o seguinte ponto
a sociedade deixa de ser unipessoal.
um representante caso seja necessário. da ordem de trabalho: Ponto um. Deliberar
Dois) O sócio ou pessoa indicada por ele Em consequência ficam alterados o artigo sobre cessão de quotas e admissão de novo
para a representação da sociedade em todos os primeiro e quarto dos estatutos, que passa a ter sócio.
actos, activa e passivamente em juizo e fora a seguinte redacção: Ponto dois. Deliberar sobre a alteração do
dele, dispondo dos mais amplos poderes para tipo societário. Ponto três. Alteração parcial
ARTIGO PRIMEIRO
a prossecução dos fins de sociedade, gestão dos estatutos.
corrente dos negócios e contratos sociais. A sociedade adopta a denominação Palma Aberta a sessão o representante do sócio
Um, Limitada é uma sociedade comercial por Arvatre, Limitada presidiu e declarou que a
ARTIGO OITAVO quotas de responsabilidade limitada com sede assembleia estava validamente constituída e
na rua 1.°de Maio, n.°1101, cidade de Pemba, em condições de deliberar, passou-se então à
A sociedade obriga-se pela assinatura de um
província de Cabo Delgado, Moçambique. discussão ponto um da ordem de trabalhos,
da sócia administradora.
11 DE JANEIRO DE 2018 265

onde foi acordado e deliberado por unanimidade b) Edgo Holdings, Ltd uma quota no valor Assembleia Geral; Concord Training Limited,
que o sócio Arvatre, Limitada cede 5% do seu nominal de 60.000,00MT (sessenta titular de uma quota com o valor nominal de
capital ao novo sócio admitido Angelo Gotti, e mil meticais), correspondente a 42,500.00MT (quarenta e dois mil e quinhentos
a sociedade deixa de ser unipessoal. 60% (sessenta por cento) do capital meticais), representativa de 0,35% do capital
Em consequência ficam alterados os artigos social. social, devidamente representada pelo Exmo.
primeiro e quarto dos estatutos, que passam a Pelos sócios presentes, foi manifestada a Senhor Inocêncio Arcanjo Matola, conforme
ter a seguinte redacção: vontade de considerar a presente assembleia carta de representação que se arquiva na pasta
devidamente constituída para deliberar sobre o de documentos desta Assembleia Geral; e
ARTIGO PRIMEIRO seguinte ponto da ordem de trabalho: Niicolas Frank Werner Daniel, titular de uma
A sociedade adopta a denominação Palma Ponto único: a nomeação do novo director quota com o valor nominal de 7,500.00MT (sete
Dois, Limitada é uma sociedade comercial por mil e quinhentos meticais), representativa de
Aberta a sessão e iniciados os trabalhos, foi 0,06% do capital social da sociedade.
quotas de responsabilidade limitada com sede posto à discussão do ponto único da ordem de
na rua 1.° de Maio, n.° 1101, cidade de Pemba, O sócio e os representantes dos sócios
trabalhos pelos sócios presentes e devidamente
província de Cabo Delgado, Moçambique. manifestaram a vontade de, estando representada
representados pelo senhor Nidal (M.A) S.Al-
a totalidade do capital social da sociedade,
Karyoutia, foi deliberado pelos sócios que o
ARTIGO QUARTO considerar a presente assembleia devidamente
senhor Nicolas Ghantous deixa de ser director
constituída, dispensando as formalidades
(Capital social) da Edgo Mozambique, Limitada tendo sido prévias de convocação, e validamente deliberar
nomeado como director o senhor Mohammad sobre o seguinte ponto da ordem de trabalhos:
Um) O capital social, integralmente subscrito
Abarrob.
e realizado em dinheiro, é de 50,000.00 MT Ponto único: D e l i b e r a r s o b r e a
(cinquenta mil meticais) e corresponde à soma Desta forma a sociedade Edgo Mozambique, redistribuição das quotas.
de duas quotas assim distribuídas: Limitada passa a ter como directores os
Aberta a sessão e iniciados os trabalhos, foi
senhores Mohammad Aborrob e Omar Muneb
a) Arvatre, Limitada, com uma quota posto à apreciação o ponto único da ordem de
Rasheed AlMasri. trabalhos onde foi deliberado e aprovado por
47.500,00MT (quarenta e sete mil
meticais), correspondente a 95% De tudo não alterado mantém-se em vigor unanimidade a redistribuição das quotas na
( noventa e cinco por cento) do conforme as disposições do pacto social inicial. sociedade nos termos seguintes;
capital social; A Conservadora, (assinado Ilegível).
ARTIGO QUARTO
b) Angelo Gotti, com uma quota Está conforme.
2.500,00MT (dois mil e quinhentos Capital social
Conservatória dos Registos de Pemba, trinta
meticais), correspondente a 5% O capital social, integralmente
e um de Outubro, de dois mil e dezassete. —
(cinco por cento) do capital social. A Técnica, Ilegível. subscrito e realizado em dinheiro, é de
De tudo não alterado mantém se em vigor 14.562.442,00MT (catorze milhões,
conforme as disposições do pacto social inicial. quinhentos sessenta e dois mil,
A Conservadora (assinado Ilegível). quatrocentos quarenta e dois meticais)
equivalente a 100% (cem por cento) do
Conservatória dos Registos de Pemba, 25 de capital social, correspondente à soma
Outubro de dois mil e dezassete. — A Técnica, Concord Offshore Plus, de três quotas desiguais, repartidas da
Ilegível. Limitada seguinte forma:
a) Eurofin Strongeagle M1, titular de
Certifico, para efeitos de publicação, no uma quota com o valor nominal
Boletim da República, que na sociedade Concord total de 14.512.442,00MT
Offshore Plus, Limitada, uma sociedade (catorze milhões quinhentos
Edgo Mozambique, Limitada constituída e regida pela lei moçambicana, e doze mil quatrocentos e
com o capital social de 14.562.442,00MT quarenta e dois meticais),
Certifico, para efeitos de publicação, no
(catorze milhões, quinhentos e sessenta e dois representativa de 99,66% do
Boletim da República, que na sociedade Edgo capital social da sociedade;
Mozambique, Limitada, tem a sua sede com mil, quatrocentos e quarenta e dois meticais),
b) Concord Training, Limited, titular
sede na rua 1.º de Maio, n.º 1101, cidade de matriculada na Conservatória dos Registos de uma quota com o valor
Pemba, província de Cabo Delgado, matriculada e Notariado de Pemba sob o n.º 1729, a nominal de 42,500.00MT
nos livros de Registo de Entidades Legais de folhas 168 verso, do livro C-4, de harmonia (quarenta e dois mil e quinhentos
Pemba, sob o número mil quatrocentos sessenta com a deliberação tomada em reunião de meticais), representativa de
e três, à folhas trinta, do livro C traço quatro e Assembleia Geral Extraordinária, através da 0,29% do capital social;
número mil oitocentos e sete, à folhas cento e acta avulsa da Assembleia Geral s/n de dia c) Nicolas Frank Werner Daniel,
vinte e nove verso, do livro E traço onze, de titular de uma quota com o valor
doze de Dezembro de dois mil e dezassete,
harmonia com a deliberação tomada em reunião nominal de 7,500.00MT (sete
Encontravam-se presente os sócios: Eurofin
da Assembleia Geral Extraordinária, através mil e quinhentos meticais),
Strongeagle M1, titular de uma quota com o representativa de 0,05% do
da acta avulsa da Assembleia Geral s/n de oito
de Junho de 2016, encontrava-se presente os valor nominal de 14.512.442.00MT (catorze capital social da sociedade.
sócios: milhões, quinhentos e doze mil quatrocentos De tudo não alterado, mantém-se conforme
a) Sarplast S.A., Suiça, uma quota no valor e quarenta e dois meticais), representativa as disposições do pacto social inicial.
nominal de 40.000,00MT (quarenta de 99,59% do capital social da sociedade, Está conforme.
mil meticais), correspondente a devidamente representada pelo senhor Alcino Conservatória do Registo de Entidades
40% (quarenta por cento) do capital Pinheiro, conforme carta de representação Legais de Pemba, treze de Dezembro de 2017.
social; que se arquiva na pasta de documentos desta — A Técnica, Ilegível.
266 III SÉRIE — NÚMERO 8

Girimba Comercial, E.I. b) Prestação de serviços e assistência ARTIGO SÉTIMO


técnica em diversas áreas dos
Certifico, para efeitos de publicação, no Assembleia geral
ramos de: informática, comércio,
Boletim da República, que por escritura agenciamento, auditoria, consul- Um) A assembleia geral reúne-se
pública do dia oito de Dezembro de dois
toria e outros serviços afins. ordinariamente uma vez por ano para apreciação
mil e dezassete, lavrada de folhas 21 a 24
Dois) A empresa poderá adquirir e aprovação do balanço e contas do exercício
do livro de notas para escrituras diversas,
número 12, da Conservatória dos Registos e participações financeiras em outras empresas findo.
Notariado de Montepuez, a cargo de Sandra ou sociedades a constituir ou já constituídas Dois) O ano comercial coincide com o ano
da Piedade Matias Cossa, conservadora e ainda que tenha como objecto social diferente civil, iniciando a 1 de Janeiro e terminando aos
notária técnica, em pleno exercício das funções do da empresa. 31 de Dezembro.
notariais, compareceu como outorgante: Três) A empresa poderá exercer quaisquer Três) A assembleia geral poderá reunir-
Chafim Adolfo Rai, empresário comercial, outras actividades desde que para isso esteja se extraordinariamente quantas vezes forem
em união de facto, de 27 anos de idade, devidamente autorizado nos termos da necessárias desde que as circunstâncias assim
de nacionalidade moçambicana, natural da legislação em vigor. o exijam.
cidade de Montepuez, portador do Bilhete
de Identidade n.º 021005120335Q, emitido ARTIGO QUARTO ARTIGO OITAVO
aos 5de Setembro de 2014, pelo Arquivo de
Capital social Lucros, perdas e extinção da empresa,
Identificação Civil de Pemba, residente no
bairro de Nacate, nesta cidade de Montepuez, Um) O capital social, integralmente subscrito aplicação dos lucros
constitui uma Empresa Individual, que se regerá e realizado em dinheiro, é de 20.000,00MT Um) Dos lucros líquidos apurados é
nos termos dos estatutos seguintes: (vinte mil meticais) e corresponde a uma única deduzido vinte por cento destinado a reserva
quota com o mesmo valor nominal, pertencente legal e a parte remanescente dos lucros será
ARTIGO PRIMEIRO
ao senhor Chafim Adolfo Rai. aplicada nos termos que forem decididos pelo
Denominação e sede Dois) O capital social pode ser aumentado proprietário da empresa.
A empresa adopta a denominação de Girimba ou reduzido mediante decisão do proprietário,
Dois) A empresa só se extingue nos termos
Comercial, E.I., abreviadamente Girimba Co., para o que se observarão as formalidades
fixados pela lei.
E.I. tem a sua sede na Rua Base Beira, n.º 2, estabelecidas por lei.
bairro de Nacate, na cidade de Montepuez, ARTIGO NONO
ARTIGO QUINTO
em Cabo Delgado, podendo por decisão do
Herdeiros
proprietário abrir delegações, sucursais ou Cessão de quotas
quaisquer outras formas de representação em
A cessão ou alienação de toda ou parte de Em caso de morte, interdição ou inabilitação
qualquer parte do território nacional ou no
quotas a interessados, depende de autorização do proprietário, os seus herdeiros assumem
estrangeiro quando for conveniente.
concedida por decisão do proprietário. automaticamente o lugar na empresa com
ARTIGO SEGUNDO dispensa de caução, podendo estes nomear seu
ARTIGO SEXTO
representante se assim o entender desde que
Duração
Administração da empresa obedeçam o prescrito nos termos da lei.
A duração da empresa é por tempo
indeterminado, contando-se o seu começo a Um) A administração e gestão da empresa ARTIGO DÉCIMO
partir da data da sua constituição. e sua representação em todos os seus actos,
em juízo e fora dele, activa e passivamente, Disposição final
ARTIGO TERCEIRO passam desde já a cargo do proprietário que é
Tudo o que ficou omisso será regulado e
Objecto e participação administrador.
resolvido de acordo com a Lei Comercial e a
Dois) O administrador tem plenos poderes
Um) A empresa tem por objecto: demais legislação aplicável nesta República.
para nomear mandatários da empresa, conferindo
a) Comércio geral a retalho de diversos lhes quando for o caso, os necessários poderes Montepuez, 8 de Dezembro de 2017. —
produtos novos, não especificados; de representação. A Notária, Sandra da Piedade Matias Cossa.
FAÇA OS SEUS TRABALHOS GRÁFICOS NA INM, E.P.: NOVOS EQUIPAMENTOS,
NOVOS SERVIÇOS e DESIGN GRÁFICO AO SEU DISPOR

NOSSOS SERVIÇOS: Preço da assinatura semestral:


— Maketização, Criação I Série ......................................................... 6.250,00MT
de Layouts e Logotipos;
II Série ......................................................... 3.125,00MT
— Impressão em Off-set
III Série .......................................................... 3.125,00MT
e Digital;
— Encadernação e Restauração Maputo — Rua da Imprensa n.º 283, Caixa postal 275,
de Livros;
Telef.: +258 21 42 70 25/2 – Fax: +258 21 32 48 58
— Pastas de despachos,
impressos e muito mais! Cel.: +258 82 3029 296,
e-mail: imprensanac@minjust.gov.mz
Preço das assinaturas do Boletim da República Web: www.imprensanac.gov.mz
para o território nacional (sem porte):
Delegações:
— As três séries por ano ......................... 25.000,00MT
Beira — Rua Correia de Brito, n.º 1903 – R/C
— As três séries por semestre ................. 12.500,00MT
Tel.: 23 320905 – Fax: 23 320908
Preço da assinatura anual: Quelimane — Av. 7 de Setembro, n.º 1254,
Tel.: 24 218410 – Fax: 24 218409
I Série ...................................................... 12.500,00MT
II Série ....................................................... 6.250,00MT Pemba — Rua Jerónimo Romeiro, Cidade Baixa, n.º 1004,
III Série ....................................................... 6.250,00MT Tel.: 27 220509 – Fax: 27 220510
Preço —126,00 MT
IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P.