Você está na página 1de 4

Tema de

Tema de Redação FTD


Redação Ensino Fundamental – Anos Finais

5 Causo

Momento de leitura
6
o
ANO Você já estudou o gênero textual causo? Se você estudou, deve se lembrar de que
os causos (ou casos) são histórias que fazem parte do folclore brasileiro, pertencem à
cultura popular.
A filha do pescador
Numa aldeia ribeirinha, vivia um pescador com a mulher e a filha, numa casinha mui-
to pobre. Seu cachorrinho preto, Carvão, sempre vinha fazer festinhas quando o dono
chegava da pescaria. No entanto, os peixes começaram a sumir do rio, e a pescaria foi
ficando cada vez mais difícil.
Desconsolado, o pescador perguntou para o rio: “Por que você está fazendo isso
com a gente?” Mas quem respondeu foi um peixão gigante, e que disse que daria to-
dos os peixes que ele quisesse, mas sob uma condição: o pescador teria que entregar a
ele quem viesse primeiro ao seu encontro quando voltasse para casa.
O pescador pensou no cachorrinho e ficou com o coração apertado, mas não po-
deria deixar a família passar fome. Mas adivinha quem veio receber o homem no fim
daquele dia? Sua filha! O peixe cumpriu sua parte do trato e os pescadores não davam
mais conta de tanta pescaria boa. Mas o pescador não tinha coragem de entregar a fi-
lha, e resolveu deixar por isso mesmo. Os anos foram se passando, o pescador tornou-
-se rico com tanta fartura.
Um belo dia, o rio ficou tão furioso que transbordou e invadiu a casa do pescador,
que acabou contando a verdade para a filha. Para evitar que a aldeia toda fosse destruí-
da, a moça foi morar com o peixe. Será que eles foram felizes para sempre?
CORRADINI, Ana Paula. A filha do pescador. In: Causos da nossa terra.
Correio Braziliense, Brasília, 18 ago. 2012. Eu, Estudante. Disponível em:
<www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/eu-estudante/me_redacao/201w2/08/18/
me_redacao_interna,317943/ causos-da-nossa-terra.shtml>. Acesso em: 8 mar. 2019.

Estudo do texto
1. Que história é contada nesse causo?

1
Tema de Redação Ensino Fundamental – Anos Finais

2. Quais elementos dessa história são reais e quais são fictícios?

3. Causos ou casos são contos populares. Esse texto que você leu poderia RESPONDA
ORALMENTE
ser contado oralmente por alguém? Pense em um causo que você
conheça e que ache interessante e compartilhe com seus colegas.

Veja algumas características do gênero textual causo.


Além de serem textos curtos que pertencem à cultura brasileira, os causos são narrativas que
sobrevivem ao tempo. Transmitidos de geração a geração, eles dependem da colaboração de
quem os conta.
Esses textos podem trazer uma história de suspense, de medo, de terror... Podem também ser
como o que você leu: histórias cômicas com personagens de diversas regiões do país.
Leia outros causos, releia os que estão em seu livro, para se inspirar.
Afinal, agora, você vai (re)contar um causo. Então, siga as orientações a seguir.

Produção escrita
Ÿ ŸPrimeiro, escolha os elementos fictícios que serão inseridos na sua história. Pode ser
uma experiência pessoal com intervenção divina, com assombração ou com outro ele-
mento fictício.
Ÿ ŸAo escrever sua história, lembre-se de que ela deve ter características da linguagem
oral, ou seja, deve parecer que você a está contando diretamente para algum amigo
em uma conversa informal.
Ÿ ŸSeu texto deve ter começo, meio e fim. Além disso, os personagens devem ser apre-
sentados no começo da história.
Ÿ ŸRevise o seu texto seguindo as dicas da seção Avaliando o texto.

Avaliando o texto
Ÿ ŸA história tem começo, meio e fim?
Ÿ ŸHá marcas de oralidade?
Ÿ ŸA sua história está bem descrita e os personagens estão bem apresentados?

Faça as alterações necessárias. Depois de tudo pronto, passe


o texto a limpo em uma folha e, finalmente, leia-o para seus
colegas e entregue-o a seu professor.

2
Tema de Redação Ensino Fundamental – Anos Finais

Nome: Nota:

Turma: Número: Data:   /   /

3
Tema de Redação Ensino Fundamental – Anos Finais

Causo

Respostas
1. É contada a história de um pescador que vivia com a sua família e estava preocu-
pado com o sumiço dos peixes no rio. Para que os peixes voltassem a aparecer, o
peixão gigante pede-lhe em troca a primeira pessoa que viesse ao encontro do
pescador quando ele voltasse para casa, que, no caso, foi sua filha. Mesmo com a
volta dos peixes ao rio, ele resolveu não a entregar ao peixão gigante. Algum tem-
po depois, o rio inundou a casa do pescador, o que acabou convencendo a moça
a ir morar com o peixão gigante para evitar que a aldeira toda fosse destruída.
2. Os elementos reais são a aldeia ribeirinha, o pescador e sua família e o rio. Os
elementos fictícios são o peixão gigante e seu poder de multiplicar os peixes e
de fazer o rio se enfurecer e inundar lugares.
3. Sim, pois no texto são empregados diminutivos como “casinha”, “cachorrinho” e
indagações como “Mas adivinha quem veio receber o homem no fim daquele dia?
Sua filha!”.

GRADE SUGESTIVA DE CORREÇÃO


Nota
Critério Observar
(de 1 a 5)

1. Desenvolvimento Adequação ao tema proposto e à estrutura do gênero textual


do tema e organiza- trabalhado. Compreensão da proposta de redação e do texto
ção do texto segun- motivador, além do desenvolvimento das atividades de estudo do
do o gênero textual gênero. Sugere-se que as redações que se distanciarem da estrutura
trabalhado. do gênero textual trabalhado tenham desconto na pontuação.

Uso adequado dos instrumentos coesivos exigidos pelo gênero


2. Coerência textual
textual trabalhado. Ideias organizadas de forma lógica e expostas
e articulação das
com clareza. Sugere-se que as redações que não apresentarem
partes do texto.
unidade textual tenham desconto na pontuação.
Domínio da norma-padrão da língua portuguesa verificado na
3. Variante linguísti- ortografia (o que inclui adequação à Nova Ortografia da Língua
ca adequada ao Portuguesa), na estrutura sintática, nos aspectos morfológicos, na
gênero textual pontuação e no repertório lexical (variado e adequado ao tema).
trabalhado e ade- Sugere-se não aplicar desconto na pontuação caso o gênero textual
quação vocabular. trabalhado permita o uso de variantes linguísticas diferentes da
norma-padrão.
Neste tema, foram trabalhadas as habilidades EF89LP33, EF69LP54, EF89LP35, EF69LP53 da BNCC.

Diretor de conteúdo e negócios Gerente de produção editorial Supervisão de iconografia e licenciamento


Ricardo Tavares de Oliveira Mariana Milani de textos
Elaine Bueno
Diretor editorial adjunto Coordenador de produção editorial
Cayube Galas Marcelo Henrique Ferreira Fontes Coordenadora de ilustrações e cartografia
Marcia Berne
Gerente editorial Coordenadora de preparação e revisão
Gerente de arte
Júlio César D. da Silva Ibrahim Lilian Semenichin
Ricardo Borges
Editora Supervisora de preparação e revisão
Coordenadora de arte
Vivian Kaori Ehara Beatriz Carneiro Daniela Máximo
Autora Preparadora Supervisor de arte
Ana Maria Latgé Luciana Baraldi Fabiano dos Santos Mariano
Editora assistente Revisores Editor de arte
Danielle Benfica Equipe FTD Carlos Feitosa