Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE BRAZ CUBAS

JACIRA DA SILVA DE NEGREIROS 245.968

RELATÓRIO HTP
Trabalho apresentado ao curso de Psicologia, disciplina Avaliação Psicológica B, como critério de
avaliação. Professora: Ruth Lasas Long. MOGI DAS CRUZES- SP 2012.
INTRODUÇÃO
O seguinte relatório trata-se da analise de um teste HTP, baseado nas explicações dadas em sala de
aula, além de pesquisa bibliográfica. O teste foi aplicado dia 14 de setembro de 2012, em uma
pessoa do sexo feminino, idade 19 anos, sob minha orientação. Por fim o HTP trata-se de um teste
de personalidade, expressivo, tendo a emoção como principal elemento, podendo trabalhar passado,
presente e futuro.

ANÁLISE DA CASA
*Localização do desenho: A casa desenhada é de tamanho médio, a localização é no quadrante
superior esquerdo,
*Qualidade geral do desenho: Apresenta traço fino e fraco, permitindo entender as formas
desenhadas com delicadeza.
*Atitude: Não houve questionamento, ou rejeição ao ser solicitado o desenho. Não houve
dificuldade de assimilação quanto ao tipo de desenho que foi solicitado. *Dois extremos
importantes: Necessidade de proteção e falta de base.
*Tempo, latência, pausas: o tempo de latência foi de 0,5 segundos, não houve pausas, o término do
desenho foi de 1 minuto e 46 segundos.
*Capacidade crítica e rasuras: O desenho não apresenta rasuras. Detalhes da casa: Portas: Existe
uma porta na casa, e está fechada, o que demonstra isolamento. Janela: Existe uma janela que está
aberta mostrando ter equilíbrio no controle do ego, porém com cortina que demonstra que a pessoa
é protetora, carinhosa e atenciosa. Telhado: É de tamanho bom, demonstrando equilíbrio do
superego do indivíduo, o telhado é riscado demonstrando a busca da proteção. Paredes: As paredes
da casa são de tamanho normal. O que demonstra equilíbrio. Caminhos: Tem um caminho
desenhado na casa que significa a busca da segurança e de alternativas. Chão: Não tem chão,
significa que falta estrutura de id. Portão: A casa possui um portão, o que significa que a pessoa é
muito fechada e isolada. Flores: Existem flores no caminho, que significam fragilidades.

ANALISE DA ARVORE
*Localização do desenho: A arvore desenhada é de tamanho grande, a localização é no centro da
folha, exatamente no centro da folha, demonstrando que o indivíduo é mais concreto e realista.
*Qualidade geral do desenho: Apresenta um bom traço, porém delicado permitindo entender as
formas desenhadas.
*Atitude: Não houve questionamento, ou rejeição ao ser solicitado o desenho. Não houve
dificuldade de assimilação quanto ao tipo de desenho que foi solicitado.
*Tempo, latência, pausas: O tempo de latência foi de 04 segundos, não houve pausas, o término do
desenho foi de30 seg..
*Capacidade crítica e rasuras: O desenho não apresenta rasuras. Detalhes da arvore: Copa: Em
forma de nuvem, demonstrando expectativa de crescimento, a copa é pequena, tendo assim um
pouco de dificuldade do indivíduo equilibrar o superego. Tronco: com tamanho grande, maior do
que o adequado ao tamanho da arvore, apresentando cicatriz é interpretado como trauma,
ferimentos, mágoas. Tipo de arvore: Frutífera, com uma quantidade boa de frutos. Raiz: A arvore
não tem raiz e nem base, demonstrando má formação da estrutura deste indivíduo.

ANALISE DA PESSOA
*Localização do desenho: A pessoa desenhada é uma mulher de tamanho grande, a localização é no
centro da folha.
*Qualidade geral do desenho: Apresenta um traço fino, fraco e delicado, demonstrando incerteza,
insegurança,
*Atitude: Não houve questionamento ou rejeição ao ser solicitado o desenho. Houve dificuldade
para desenhar as pernas e os braços que acabaram não sendo desenhados, demonstrando falta de
estruturação.
*Tempo, latência, pausas: O tempo de latência do desenho foi 25 segundos, não houve pausas, o
término do desenho foi de 4 minutos e 8 segundos. Detalhes da pessoa: Cabeça: A pessoa apresenta
uma tamanho grande. Tronco: De tamanho grande. Braços: Cortados pela metade. Traços faciais: A
aparência de uma pessoa séria. Mãos: Ausência de mãos. Significa falta de estruturação. Pés:
Ausência de pés. Significa falta de estruturação.

CONCLUSÃO
Conclui-se com a aplicação do HTP, que a pessoa no ambiente familiar fez o desenho voltado para
o passado, demonstrando que ainda tem pensamentos ligados ao passado, e que não consegue se
desprender, demonstra ser uma pessoa muito fechada e tem dificuldade em confiar nas pessoas no
primeiro momento, o portão desenhado na frente da casa é um bloqueio que faz com que as pessoas
não se aproximem do indivíduo. O desenho da casa não tem uma base ou estrutura, isto é ruim, pois
a base deve ser construída na infância e a falta dela faz com que o indivíduo se sinta perdido, porém
esta pessoa busca caminhos na vida dela e tem fragilidades. O desenho da arvore representa a
pessoa no ambiente em que vive, este desenho foi feito no presente, não tem chão, demonstra ter
uma boa estruturação de ego, porém o superego está menor do que o esperado. A arvore possui uma
cicatriz forte, a copa é em formato de nuvem demonstrando expectativa de crescimento e tem
frutos. O desenho da figura humana está incompleto, faltando as pernas e os braços, os traços
demonstram agressividade, por terem pontas, o tamanho do desenho demonstra ansiedade.