Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

FACULDADE DE ARQUITETURA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA


CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL
DISCIPLINA: ESTRUTURAS METÁLICAS I
LISTA DE EXERCÍCIOS L1 – AÇÕES E SEGURANÇA – 2014

1.0 – Responda as questões abaixo:


a) É possível projetar uma estrutura totalmente segura? Justifique
b) Qual a principal crítica quanto ao uso de métodos semi-probabilístico na verificação da
segurança das estruturas?
c) Quais são as formas típicas de ocorrência dos estados limites últimos e dos estados
limites de serviço em uma estrutura de aço?
d) Como se classificam as ações em estruturas segundo a NBR 8800:2008?
e) Caracterize as combinações últimas e as combinações de serviço.
f) Diferencie os termos valor característico, valor reduzido e valor de cálculo de uma ação.
g) Qual o papel dos fatores de combinação 0, 1 e 2 nas expressões de combinação de
ações apresentadas pela NBR 8800:2008?
h) Qual o papel dos coeficientes de ponderação das ações e das resistências?
i) O que diferencia uma combinação última especial de uma combinação última
excepcional?

2.0 - Determine as combinações críticas e as respectivas solicitações máximas, considerando o


estado limite último, para as seguintes ações:

ação permanente diretas:


Ng1 = +20,0 kN (peso próprio de elementos metálicos)
Ng2 = +15,0 kN (peso próprio de elementos construtivos em geral)
Ng3 = +12,5 kN (recalque do apoio)
ações variáveis:
Nq1 = +60,0 kN (equipamento 1 – leve, cujo funcionamento é
caracterizado por movimentos rotativos)
Nq2 = +25,0 kN (equipamento 2 – leve, cujo funcionamento é
caracterizado por movimentos alternados)
Nq3 = -45,0 kN (vento 1)
Nq4 = +28,0 kN (vento 2)
Obs.: As ações de vento não são simultâneas

3.0 – Determine as combinações críticas e as respectivas solicitações máximas no pilar de um


edifício industrial que está submetido às seguintes ações:
ação permanente: Ng = +250 kN (peso próprio de elementos metálicos)
ações variáveis: Nq1 = +500 kN (ponte rolante 1 – comandada de uma cabine)
Nq2 = +200 kN (ponte rolante 2 – comandada por controle remoto)
Nq3 = +250 kN (vento 1)
Nq4 = -600 kN (vento 2)
Nq5 = -75 kN (variação de temperatura)
Obs.: As ações de vento não são simultâneas

4.0 – Uma viga de piso de 8 metros de vão, biapoiada, de um edifício comercial está submetida às
seguintes ações:
 Peso próprio da viga metálica soldada (VS 550 X 64), onde a área da seção transversal é
igual a 81 cm².
 Peso próprio da laje pré-moldada = 1,6 kN/m
 Peso próprio de uma parede de tijolos furados com 2,95 m de altura e 15 cm de
espessura acabada (12 cm do tijolo e 1,5 cm de revestimento de cimento e areia em cada
face) ao longo de toda a viga;
 Sobrecarga considerando a sala de leitura, de uma biblioteca, em uma das lajes (Vão da
laje – 8m) que se apóia sobre a viga;
 Sobrecarga considerando a laje (Vão da laje – 8m) de uma sala de escritório de uso
geral, que se apóia sobre a viga.
Pede-se:
a) Determinar os máximos esforços de cálculo na viga, considerando os estados limites
últimos;
b) Determinar a combinação mais desfavorável e o valor de Fser, considerando o estado
limite de serviço;
c) Qual o valor do deslocamento máximo (flecha) requerido para este caso?

5.0 – Considere a torre para um reservatório elevado mostrada na figura, cujas ações estão
representadas no plano da figura. Pede-se:
a) Os máximos esforços de cálculo nos pilares da torre de sustentação do reservatório;
b) Os máximos esforços de cálculo nos chumbadores que fazem a ligação dos pilares à
fundação.

Dados: G = 23,5 kN (peso próprio da estrutura, toda metálica)


Q = 175 kN (peso do líquido armazenado no reservatório na sua capacidade máxima)
W = 25 kN (vento, podendo agir em sentidos opostos, não simultâneo)
L=6m
h=8m