Você está na página 1de 96

EIMAN 912

4000008675

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
ELEVADORES
AGRÍCOLAS
GALVANIZADOS

A LEITURA DESTE MANUAL É


NECESSÁRIA PARA A CORRETA
UTILIZAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 2

HISTÓRICO DA REVISÃO

Revisão: A
Descrição / Motivo da Revisão: Incluído uma nota na página 25.
Data: 29/01/2008 Responsável: Daniel Schmidt

Revisão: B
Descrição / Motivo da Revisão: Revisão página 68, 69 e 70.
Data: 07/08/2008 Responsável: Marcio Neumann

Revisão: C
Descrição / Motivo da Revisão: Revisão página 20 e 24.
Data: 02/12/2009 Responsável: Marcio Neumann

Revisão: D
Descrição / Motivo da Revisão: Revisão página 54 e 75
Data: 03/02/2010 Responsável:Everton Ardenghi

Revisão: E
Descrição / Motivo da Revisão: Modelo 2011

Data: 05/01/2011 Responsável:Everton Ardenghi

Revisão: F

Descrição / Motivo da Revisão: Excluído figura página 12 e incluído nota na página 56.

Data: 26/04/2014 Responsável: Felipe Ricardo Wendland

ELABORAÇÃO VERIFICAÇÃO E APROVAÇÃO


DATA: 18/09/2007 DATA: 18/09/2007
NOME: MARCIO ANDRÉ NEUMANN NOME: FERNANDO BROD

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 3

ÍNDICE

1 - OBJETIVO DA UTILIZAÇÃO DOS EA’S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6

2 - CONHECENDO OS EA’S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7

2.1 - PÉ DO ELEVADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9

2.2 - CALHAS DO ELEVADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10

2.3 - CABEÇA DO ELEVADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11

2.4 - ACIONAMENTO DO ELEVADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11

2.5 - CORREIA E CAÇAMBAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13

2.6 - VANTAGENS DOS EA’S . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13

3 - RECOMENDAÇÕES DE MONTAGEM . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14

3.1 - REGRAS DE SEGURANÇA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14

3.2 - DISPOSITIVO DE MONTAGEM . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14

3.3 - FERRAMENTAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17

4 - MONTAGEM DO ELEVADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18

4.1 - PÉ DO ELEVADOR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19

4.2 - GUARDA-CORPO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21

4.3 - SUPORTE TRAVA QUEDAS (OPCIONAL) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23

4.4 - CALHAS PADRÃO E COM JANELA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24

4.5 - PLATAFORMA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26

4.5.1 - Plataforma EA-0 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26


4.5.2 - Plataforma EA-1 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29
4.5.3 - Plataforma EA-2 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32

4.5.4 - Plataforma EA-3 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 35


4.5.5 - Plataforma EA-3 KA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 38
4.5.6 - Plataforma EA-4 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41

4.5.7 - Plataforma EA-4 KA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 44


4.5.8 - Plataforma Intermediária EA-4 (OPCIONAL) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 47
4.5.9 - Plataforma Superior EA-5 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50
4.5.10 - Plataforma Intermediária EA-5 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 53

4.6 - CORPO DA CABEÇA E ACIONAMENTO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 54

4.6.1 - Acionamento por Motoredutor FA (até 30cv) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 56


4.6.1.1 - Freio Tipo Balancim . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 65
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 4

4.6.1.2 - Ajuste do Freio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 65


4.6.2 - Acionamento por Motor/redutor KA (a partir 40cv, exceto EA-5) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 67
4.6.3 - Acionamento para o EA-5 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 72

4.7 - CORREIAS E CAÇAMBAS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 73

4.7.1 - Tipos de Caçambas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 75


4.7.2 - Montagem da Correia com Caçambas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 76

4.8 - FUNIL DE DESCARGA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 77

4.9 - TAMPA DA CABEÇA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 79

4.10 - PROTEÇÃO DO ACIONAMENTO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 80

4.11 - GUINDASTE GIRATÓRIO COM TROLE (OPCIONAL) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 81

5 - ESTAIAMENTO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 82

6 - PREPARAÇÃO DO ELEVADOR PARA OPERAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 84

6.1 - TESTE DO ELEVADOR A VAZIO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 84

6.2 - TESTE COM PRODUTO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 85

6.3 - LIMPEZA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 85

7 - MANUTENÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 86

7.1 - RECOMENDAÇÕES GERAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 86

7.2 - PLANO DE MANUTENÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 86

7.3 - ROLAMENTOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 86

7.4 - MOTOR ELÉTRICO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 91

7.5 - CORREIA ELEVADORA . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 93

7.6 - FREIO TIPO LONA E BALANCIM . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 93

7.7 - CUIDADOS E CONSIDERAÇÕES GERAIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 94

8 - ETIQUETAS DE IDENTIFICAÇÃO . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 95

ENDEREÇOS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 96

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 5

APRESENTAÇÃO

Prezado Cliente:

Desejamos, inicialmente, expressar a nossa satisfação em poder registrá-lo entre os


proprietários de um ELEVADOR AGRÍCOLA GALVANIZADO - EA, marca KW.

Este manual foi elaborado para complementar os demais documentos técnicos utilizados
no canteiro de obras. A leitura e utilização permitirão um melhor desempenho o que evitará o
desperdício de trabalho e material.

A leitura e interpretação das instruções, cuidado e continuidade serão de grande


importância do material e da montagem do equipamento.

Sugere-se ainda que cada novo equipamento ou máquina a ser montado, seja
acompanhado de um novo manual do proprietário, e que o usuário se utilize do mesmo para
auxiliar na conferência do material e principalmente como orientador na montagem.

Entende-se ainda que o conhecimento prévio do equipamento ou máquina a ser


montado, não dispensa o uso do manual, pois pode ter havido modificações, as quais o manual
sempre irá complementar.

A Engenharia de Projetos e a Engenharia de Montagem colocam-se a disposição para


esclarecimento de dúvidas ou aceitar novas sugestões para a evolução deste manual.

Aproveitamos a oportunidade para felicitá-lo pela escolha de um equipamento da


renomada marca “KW”, pois temos a certeza que V. S. saberá apreciar as suas qualidades, bem
como a eficiência da nossa Assistência Técnica permanente, sempre que for solicitada.

A seguir passaremos a apresentar o “Manual do Proprietário” do ELEVADOR


AGRÍCOLA GALVANIZADO - EA, que temos certeza em muito irá contribuir para o seu eficiente
funcionamento, para a sua longevidade e, sobretudo, para que V. S. possa conhecer melhor todos
os conjuntos e detalhes que compõem o ELEVADOR AGRÍCOLA GALVANIZADO - EA, o
esmerado acabamento e a alta qualidade dos materiais empregados em sua construção.

Atenciosamente,

KEPLER WEBER INDUSTRIAL S/A.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 6

1 - OBJETIVO DA UTILIZAÇÃO DOS EA’S

O objetivo da utilização dos Elevadores Agrícolas - EA’s é o transporte vertical de


cereais, farelos e granéis sólidos de forma prática e econômica. Os elevadores podem ser
empregados na carga e descarga de silos, máquinas de limpeza, secadores e demais
equipamentos de instalações de beneficiamento de grãos.

Este manual descreve os Elevadores Agrícolas - EA da mais alta tecnologia fabricados


na KW, e está dividido esquematicamente nas seções seguintes.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 7

2 - CONHECENDO OS EA’S

A linha de elevadores agrícolas (EA) da KW é utilizada para transporte vertical de cereais


a granel (comercial e semente) e farelos. É composta por 37 modelos com uma gama de
capacidades que variam de 8 até 400 t/h e altura máxima de 55,83m.

Com uma velocidade da correia limitada em 3m/s para grãos comerciais (descarga
centrífuga) e 1,5m/s para sementes e farelos (descarga por gravidade) garante-se o mínimo de
dano físico ao grão.

De construção metálica, os EA’s são contruídos em chapa galvanizada NBR 7008, com
revestimento de zinco de 275g/m2.

Os elevadores agrícolas são compostos de pé, calha, cabeça com acionamento, freio
contra-recuo (balancim ou mecânico), plataforma para manutenção, escada de acesso a
plataforma, correia e caçamba. Cada calha possui degraus para facilitar o acesso e guarda-corpo
como itens de segurança.

As polias do acionamento variam conforme modelo do elevador. Nos elevadores EA-0 e


EA-1, as polias são com o tambor liso, a partir do EA-2, todas as polias são com o tambor
emborrachado.

As características construtivas dos EA’s modelo HF são as mesmas dos EA’s com
caçambas convencionais, a exceção das caçambas que, nos modelos HF, são construídas de
caçambas sem fundo e caçambas com fundo.

As características construtivas dos EA’s modelos S (semente) são as mesmas dos EA’s
convencionais, porém funcionam com velocidades menores, proporcionando uma descarga por
gravidade.

Para o elevador farelo utiliza-se a mesma caçamba dos EA’s, somente com furos laterais
para evitar a formação de vácuo devido a fina granulometria do produto e, facilitar o enchimento e
descarga da caçamba.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 8

TAMPA DA CABEÇA

LADO ESQUERDO CORPO DA CABEÇA


DO ELEVADOR

PROTEÇÃO FREIO
CONTRA-RECUO

FUNIL DE DESCARGA

PLATAFORMA
LADO DIREITO
DO ELEVADOR

CALHA SUPERIOR

LADO ASCENDENTE

LADO DESCENDENTE

CORREIA

CAÇAMBA

LATERAL DE PROTEÇÃO

CALHA (1,0M e 2,0M)

ANEL DE PROTEÇÃO

PÉ DO ELEVADOR

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 9

2.1 - PÉ DO ELEVADOR

De construção aparafusada em chapa de aço galvanizado, com paineis verticais de união


e dobras horizontais para flangeamento à calha. O pé é equipado com a polia tipo gaiola, mancais
com graxeiras, rolamentos de primeira linha, local para instalação do sensor de movimento e
desalinhamento, entrada de cereal com revestimento de chapa de aço de alta resistência ao
desgaste e provida de janelas para limpeza e a manutenção.

O conjunto polia - eixo é montado em um sistema de esticamento através de guias e


parafusos, montados num suporte robusto, construídos em perfis de aço, pintados e aparafusados
ao pé, permitindo o ajuste da correia de maneira simples e rápida.

A entrada pode ser em ambos os lados do pé, garantindo uma grande versatilidade ao
lay-out (opcional).
CALHA

SENSOR DE DESALINHAMENTO
(OPCIONAL)

CONJUNTO ESTICADOR
TAMPA DA ENTRADA

SENSOR DE MOVIMENTO
(OPCIONAL)

BASE DE CONCRETO

CHUMBADOR TECNART
ENTRADA M12X111

FIXADOR DO PÉ
FIXADOR DO PÉ
(9116755036) DETALHE DA
GAVETA P/LIMPEZA CHUMBAÇÃO

SISTEMA OU DISPOSITIVO SISTEMA OU DISPOSITIVO


DE TENSIONAMENTO DA DE TENSIONAMENTO DA
FUSO CORREIA EA-0, EA-1 FUSO CORREIA EA-2, EA-3, EA-4

GUIA MOLDURA

CHAPA DE
MANCAL VEDAÇÃO
MOLDURA

GUIA MANCAL
CHAPA DE
VEDAÇÃO

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 10

2.2 - CALHAS DO ELEVADOR

As calhas são autoportantes, fabricadas com sistema de recravamento (ponto tox) em


chapas de aço galvanizados com flanges de cantoneira, galvanizados eletroliticamente.

São confeccionados em peças de secção retangular com altura de 1m e 2m, com


degraus incorporados e guarda-corpo como item de segurança, sendo que uma das calhas de 2m
possui janela para acesso à correia e caçambas.

Nas extremidades dos flanges de união das calhas existem furos projetados para receber
manilhas, usadas na amarração dos cabos de estaiamento.

CALHA DE 1M CALHA DE 2M

CALHA DE 2M ARROZ / HF CALHA DE 2M COM JANELA

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 11

2.3 - CABEÇA DO ELEVADOR

As cabeças são fabricadas em chapa de aço galvanizado, flangeadas e aparafusadas


entre si. A chapa da cobertura recebe um revestimento interno com chapa de aço de alta
resistência ao desgaste.

Uma base, construída em chapa grossa de aço, reforçada com perfis soldado e
galvanizados eletroliticamente, é fixada ao corpo da cabeça para dar sustentação ao acionamento
superior e ao dispositivo de freio.

Todas as cabeças são providas de plataforma com peitoral, rodapé e alçapão, que
possibilitam a manutenção e acesso ao acionamento.

A bica de saída é projetada para descarga centrífuga, e é revestida com chapa de aço de
alta resistência ao desgaste.

O mancal é protegido contra intempéries por uma capa protetora.

2.4 - ACIONAMENTO DO ELEVADOR

O acionamento é composto por motoredutor do tipo FA e redutor/motor do tipo KA ambos


interligados diretamente ao eixo (redutor com eixo oco) eliminando as luvas elásticas. O freio pode
ser por balancim (até 30cv) ou contra recuo mecânico (a partir de 40cv, com exceção do EA-5).
No conjunto do acionamento, os elevadores são providos com plataforma, a qual é dividida em
três partes, numa das partes há um alçapão, o mesmo deverá ser montado do lado dos degraus,
tendo por finalidade acesso/manutenção do acionamento.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 12

FREIO TIPO BALANCIM FREIO TIPO CONTRA-RECUO MECÂNICO

Os elevadores possuem freio de contra-recuo (tipo balancim ou mecânico). Nos que


possuem freio tipo balancim, o mesmo é montado no lado oposto do motoredutor (FA) e nos
redutores KA, o freio mecânico está incorporados ao mesmo. Outra parte integrante do
acionamento é a calha superior que posui uma plataforma de serviço, a qual é constituída de
perfis dobrados e aparafusados com piso de chapa repuxada, a partir de chapas de aço
galvanizado.

A polia é de ferro fundido, pintada, com revestimento (emborrachada), é montada em um


eixo apoiado em mancais com graxeiras e rolamentos autocompensadores.

POLIA COM EMBORRACHAMENTO

O acionamento pode ser de dois tipos:


a) Motoredutor de eixos paralelos com braço de torque (até 30cv);
b) Motoredutor de engrenagens cônicas com braço de torque (a partir de 40cv, no EA 5 é
a partir de 30cv).

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 13

ACIONAMENTO A

ACIONAMENTO B
ACIONAMENTO A ACIONAMENTO B

2.5 - CORREIA E CAÇAMBAS

A correia do elevador pode ser sem ou com cobertura (opcional, para materiais com
presença de óleos, ácidos básicos, gordurosos e temperaturas de pico de 60ºC) de 3 ou 4 horas
com emenda por superposição. As caçambas são construídas em chapas de aço ou polietileno e
fixadas à correia através de parafusos específicos para esta finalidade.
Caçambas plásticas para
grãos convencionais e
semente, fabricadas em
polietileno com revestimento
antiestático.

Caçambas metálica furada


para farelo, fabricada em
chapa de aço com uniões
soldadas.
Todas as caçambas
são de elevada
capacidade (calculada Caçambas metálica vazada
pelo nível d’água). para HF, fabricada em chapa
de aço com uniões soldadas.

2.6 - VANTAGENS DOS EA’S

• Linha completa padronizada;


• Velocidades reduzidas;
• Menor número de peças de reposição em função de itens padronizados;
• Custo, tempo de entrega e de montagem reduzidos;
• Montagem modular;
• Meio mais econômico no transporte vertical de material a granel;
• Pode ser instalado a céu aberto;
• Dimensões compactas, ocupando o mínimo de espaço mesmo para elevadas
capacidades.
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 14

3 - RECOMENDAÇÕES DE MONTAGEM

A montagem do equipamento deve ser conforme o Lay-Out. Para uma perfeita montagem
do elevador recomenda-se observar com atenção os desenhos e tabelas inclusos neste manual.

A montagem dos conjuntos e os subconjuntos do elevador deve ser realizada por


montadores especializados. Todos os serviços devem ser executados cuidadosamente para
evitar danificações e acidentes. Todas as peças de fixação, por exemplo, os parafusos, porcas,
cabos, etc., devem estar em perfeitas condições.

Para evitar a entrada de água no elevador, na montagem é utilizado filete calafetador em


todas as uniões externas. Nunca usar os componentes ou peças para outros fins, a não ser para a
instalação à qual os mesmos se destinam, no próprio conjunto elevador.

3.1 - REGRAS DE SEGURANÇA

O EA foi projetado de acordo com as normas brasileiras de segurança e obedecendo as


recomendações (perigo, cuidado, etc.) necessárias para proporcionar um trabalho com o menor
índice de risco possível, portanto ele está dotado de placas de avisos e advertências para ajudar
na sua operação ideal.

Por medida de segurança, nunca tirar as tampas/portas de inspeção antes da parada


total da correia das caçambas. Para efetuar qualquer conserto, manutenção ou limpeza, tirar
sempre os fusíveis no quadro de comando.

3.2 - DISPOSITIVO DE MONTAGEM

De construção leve e robusta, destina-se à montagem dos componentes que necessitam


elevação como: calhas, acionamentos, correia com caçambas, etc.

ATENÇÃO: Peso máximo de levantamento: 500kg.

Todos os parafusos de fixação do dispositivo devem ter classe de resistência 8.8 não
podendo ser utilizados para outras finalidades.

O dispositivo deve ser montado na última calha já fixada, aparafusando-se o suporte de


apoio da torre à calha, para posteriormente, encaixar a torre no suporte de apoio.

Uma talha deve ser enganchada no suporte projetado na extremidade da torre para
possibilitar a elevação das peças.

Montar a calha seguinte já com o suporte de apoio aparafusado ao flange. Após a calha
ser aparafusada, elevar o dispositivo para os suportes seguintes, e repetir este processo até
chegar na altura total do elevador.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 15

Para a montagem segura do elevador, instalar sempre os cabos de estaiamento.

OBSERVAR LIMITE DE CARGA


DA TORRE DE MONTAGEM

TALHA

CANTONEIRA DE
ELEVAÇÃO

TORRE

PARAF. DE UNIÃO BICROM. M12 - 8.8

SUPORTE DE APOIO

TORRE

PARAF. SEXT. BICROM. M12 - 8.8


PORCA SEXT. BICROM. M12 - 8

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 16

Verificar constantemente o alinhamento (prumo) do elevador durante a montagem.

“A”

CALHA DE
ACIONAMENTO

FIO DE PRUMO

VISTA DE “A”

CALHAS

O PRUMO DAS CALHAS (ALINHAMENTO) DEVE SER


VERIFICADO NAS 4 FACES INTERNAS DE CADA NOVA
CALHA QUE É MONTADA (VER FIGURA AO LADO E
ACIMA) SE NECESSÁRIO CORREÇÃO DO PRUMO
COLOCAR CALÇOS DE CHAPA ENTRE OS FLANGES
DE UNIÃO. O PRUMO PODE SER VERIFICADO NA
CALHA COM JANELA.

PRUMO FINAL
APÓS A MONTAGEM DA CALHA DO ACIONAMENTO
VERIFICAR O PRUMO (ALINHAMENTO) DO ELEVADOR.
UMA CORREÇÃO DO PRUMO PODE SER FEITA
ATRAVÉS DOS CABOS DE ESTAIAMENTO.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 17

3.3 - FERRAMENTAS

Todas as ferramentas necessárias são ferramentas comuns. É vedado o uso de


prolongamento nas chaves de boca para apertar parafusos ou porcas. Podem ser usadas
parafusadeiras elétricas ou pneumáticas, desde que observado o torque máximo de aperto para
cada bitola de parafuso conforme tabela a seguir: RN= Rosca Normal RF= Rosca Fina. Os valores
da tabela foram extraídos da tabela do fabricante de parafusos (CISER).

TORQUE ADMISSÍVEL (KGF/M)


BITOLA Classe 4.6 Classe 8.8 BITOLA Classe 4.6 Classe 8.8
RN 0,229 0,61 RN 3,306 8,816
M5 M12
RF - - RF 3,464 9,246
RN 0,39 1,039 RN 5,293 14,115
M6 M14
RF 0,437 1,165 RF 5,739 15,305
RN 0,953 2,54 RN 8,24 21,972
M8 M16
RF 1,023 2,729 RF 8,833 23,556
RN 1,892 5,046 RN 16,131 43,016
M10 M20
RF 2,119 5,651 RF 17,993 47,982

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 18

4 - MONTAGEM DO ELEVADOR

Para uma perfeita montagem do elevador, recomenda-se observar com atenção os


desenhos e as tabelas inclusos neste manual.

O elevador é composto por vários componentes, rigorosamente conferido pelo Controle


de Qualidade da Kepler Weber Industrial, bem como pelo Departamento de Logística quando do
embarque, pois cada embarque ou carregamento é verificado antes de deixar a fábrica.

Todas as peças e componentes são relacionados item por item, na nossa lista de
carregamento que acompanha cada pedido. O número e descrição de cada item, embalagem e
avulsos são listados no conhecimento de embarque.

À transportadora cabe a responsabilidade pela entrega segura de todas as peças no seu


destino, nas mesmas condições em que foram embarcadas. Em caso de falta ou dano, o cliente
ou responsável pela montagem deve reclamar contra a transportadora responsável ou contatar
imediatamente o nosso Representante ou o escritório KW mais próximo, que estes terão o maior
prazer em ajudá-lo, solicitando a Kepler Weber o que for necessário, no que será prontamente
atendido. Quando isto acontecer, indicar o código da referida peça.

Nunca usar os componentes ou peças para outros fins, a não ser para a instalação à qual
os mesmos se destinam, no próprio conjunto do elevador.

Confira o material de acordo com o modelo do elevador a ser montado, utilizando-se do


manual e também da lista de carregamento, ficha técnica, projeto ou outros documentos
equivalentes (disponíveis). Organize o material e seu fluxo adequado para o local da montagem
observando:
• Condições do local;
• Instruções de seqüência de montagem contidas neste manual ou no projeto de insta-
lação;
• Peso, forma geométrica e volume para movimentação;
• Condições de segurança e confiabilidade do desenrolar do trabalho. Não propicie con-
dições de insalubridade e insegurança;
• Condições de qualidade do material recebido.

Verifique, revise ou complemente a lista de ferramentas e dispositivos necessários para


montagem.

Instruções básicas de montagem


• Proceda a limpeza do local de trabalho;
• Organize as ferramentas;
• Determine em função do projeto e condições do local de montagem, por onde iniciar a
montagem - pé (cauda);

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 19

• Montagem do equipamento.

Como sugestão, aconselha-se iniciar a montagem pelo plano que estará amarrado no
projeto a um outro equipamento, cuja posição relativa tenha pouca flexibilidade.

4.1 - PÉ DO ELEVADOR

Para a perfeita montagem e funcionamento do elevador, este deve ser montado sobre
uma base isenta de vibrações e bem nivelada. Instalar o pé no seu lugar e verificar ainda que
esteja bem nivelado com a horizontal e com a vertical. Se necessário, adicionar calços de chapa
entre o piso e os flanges, até obter o nivelamento. Observar que os flanges fiquem totalmente
apoiados e que não haja nenhuma folga entre estes e o piso. Quando tudo estiver bem, fixar o pé
nesta posição com chumbadores de expansão (TECNART), chumbadores tipo rápido. Verificar a
lubrificação dos mancais e se a polia do pé gira livremente. O lado da alimentação do elevador
deve ser conforme o lay-out.

OBS.: Não suspender o pé pela polia gaiola para movimentação durante a montagem.

NOTA: Na montagem do pé com uma bica de entrada opcional, deverá ser retirado o
fechamento lateral do pé para a colocação da bica adicional.

MONTAGEM DO PÉ PARA ELEVADORES


CALHA (1m ou 2m)

TAMPA DE ENTRADA CHUMBADOR TECNART


M12X111

FIXADOR DO PÉ

DETALHE DA
CHUMBAÇÃO

ENTRADA
(PADRÃO)

CONJUNTO BICA DE ENTRADA


ESTICADOR (OPCIONAL)

FIXADOR DO PÉ
(9116755036)
BASE DE CONCRETO

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 20

Nos elevadores EA-HF e EA-ARROZ a caixa de entrada deve ser montada no lado
ascendente do elevador (lado que a correia sobe).

01

NOTA : ANTES DA MONTAGEM DA


BICA RETIRAR A SUSTENTAÇÃO DO
PÉ .

02

02

CÓDIGOS DOS PÉS ELEVADORES


NORMAL COM
MODELO PREVISÃO DE AUTO LIMPANTE REFORÇADO COM CAIXA COM 2 BICAS DE
EA ENTRADA P/ ARROZ ENTRADA
SENSOR
EA - 0 9139631813 9122180210 - - -
EA - 1 9139628812 9120716210 - - -
EA - 2 9139622016 9120687015 - - -
EA - 3 9139608811 9120669211 9139667613 - -
EA - 4 9139613815 9122615313 - - -
EA - 5 9122881412 - - 9122887313 9122882117

PESAS AVULSAS DO PÉ
POS EA - 0 EA - 1 EA - 2 EA - 3 EA - 4
01 9138505539 9138509631 9139107839 9138496033 9139101539
02 9139631414 9139623217 9139610714 9139607718 9139614013

CÓDIGOS TAMPA DE ENTRADA


EA - 0 EA - 1 EA - 2 EA - 3 EA - 4 EA - 5
D 150 9138513825 - - - - -
D 200 - 9138477322 9139618515 - - -
D 240 - - 9139619317 9139607610 - -
D 320 - - - 9139563818 9139617217 -
D 380 - - - - 9138514228 -
Q 500 - - - - - 9123046428
CÓDIGOS CAIXA DE ENTRADA ARROZ
D 150 9138514422 - - - - -
D 200 - 9138514520 9138486810 - - -
D 240 - - 9138484418 9138514627 - -
D 320 - - - 9138514724 9138514821 -
CÓDIGOS CAIXA DE ENTRADA HF
D 380 - - - - 9138514929 -

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 21

BICAS DE ENTRADA (OPCIONAL)


MODELO EA - 0 EA - 1 EA - 2 EA - 3 EA - 4
CÓDIGO 9138510710 9139628812 9139617918 9139564717 9139614811
TAMPAS DE ENTRADA DA BICA (OPCIONAL)
D 150 9117544438 - - - -
D 200 - 9117544730 9117544730 - -
D 240 - - 9117455230 9117455230 -
D 320 - - - 9117517937 9117517937
D 380 - - - - 9117818635

4.2 - GUARDA-CORPO

O guarda-corpo é composto de anel de proteção, lateral da proteção. O anel de proteção


é montado aparafusado junto com o degrau, sendo que neste são aparafusadas as laterais da
proteção.

800mm
“A”
FURAR EM
OBRA

1200mm

03

800mm

CALHA COM
JANELA

“B” 2 a 2,5m

DETALHE “B”
PISO

1200mm

04 800mm
05
06 ALTURA
CONFORME
01 LAY-OUT

PÉ 2 a 2,5m

02
DETALHE “A”

• Iniciar montagem dos anéis de proteção conforme lado escada / lay-out, com o
primeiro anel a 2 a 2,5m do piso;
• Montar 2 anéis por calha de 2m;

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 22

• A distribuição dos anéis na escada não é uniforme devido à utilização dos flanges das
calhas como degrau;
• Os anéis de proteção são fixados nos parafusos dos degraus da calha.
CÓDIGOS
POS DESCRIÇÃO
EA-0 EA-1 EA-2/3/4 EA-5
01 ANEL DE PROTEÇÃO DA ESCADA GALV 9118911337 9118911434 9118911531 9122036135
02 LATERAL DA PROTEÇÃO DA ESCADA GALV 9118771330 9122036330
SUPORTE GUARDA CORPO DIR 9138479430
03
SUPORTE GUARDA CORPO ESQ 9138479538
04 PARAF SEXT BICRM M8 X 20 1117582202
05 PORCA SEXT BICRM M8 1117940087
06 ARR LISA BICROM 9 1117972094

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 23

4.3 - SUPORTE TRAVA QUEDAS (OPCIONAL)


01

04

05
07

06 06
CALHA

03*
08
09
07 02
10
CORTE “AA”

* Pos. 03 é usada somente quando não


for possível a fixação direta do suporte
trava quedas na calha do elevador.

CALHA

08
09
10

FURAR EM OBRA D9
“A” “A”
02

02 CORTE “AA”
DIVIDIR OS LANCES DO CONJUNTO TRAVA QUEDAS DE ACORDO COM A Fixação direta do suporte trava quedas
NECESSIDADE NA OBRA E A QUANTIDADE DE SUPORTES ENVIADOS na calha do elevador

POS CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD


1 9120513637 SUPORTE TRAVA QUEDA DIR 1
2 9120513530 SUPORTE TRAVA QUEDA ESQ 1
3 9118834936 SUPORTE DO DEGRAU GALV 6
4 1102031167 SAPATILHA CABO DE AÇO Z 5/16 2
5 1102030063 CLIPS P/ CABO DE AÇO Z 5/16 4
6 1157910324 TRAVA QUEDA PARA CABO DE AÇO 5/16 1
7 1102020068 CABO DE AÇO GALV AF 5/16” 6x7 **
8 1117582202 PARAF SEXT BICROM M8x20 - 8.8 DIN 933 12
9 1117940087 PORCA SEXT BICROM M8 - 8 DIN 934 12
10 1117972094 ARR LISA BICROM D9 DIN 126 12

** VARIA CONFORME ALTURA DO ELEVADOR. QUANTIDADE PARA UM TRAVA QUEDA


Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 24

4.4 - CALHAS PADRÃO E COM JANELA

As calhas possuem 1,0 e 2,0m de altura. Sempre serão listadas uma calha de 1m e uma
calha com janela de 2m, conforme o modelo e altura do elevedor pode ser listado mais uma calha
de 1m e o restante serão calhas padrão de 2m (exceto calha superior do acionamento).

Observar a posição da calha com janela. Portanto, deve ser montada logo acima do nível
do piso e, no máximo a 1m acima do mesmo, posicionando-se a janela de montagem para o lado
ascendente do elevador (lado que a correia sobe).

No caso do poço do elevador ficar ao tempo, cuidar para que a vedação do mesmo não
coincida com a calha com janela.

Durante a montagem, executar a limpeza dos flanges das calhas e colocar massa de
calafetar para vedar a união entre elas evitando a entrada de água no elevador, a seguir, unir os
flanges com parafusos, porcas e arruelas. Os flanges possuem furação na aba vertical para
fixação do dispositivo de montagem.

Quando houver calhas reforçadas, as mesmas devem ser montadas logo acima do pé.

Após a montagem do pé do elevador, deverão ser montadas as calhas, obedecendo o


posicionamento conforme desenho do lay-out. As ligações entre as calhas e a ligação com o pé
são feitas através de flanges cantoneiras aparafusadas entre si. Nas calhas de 1,0 e 2,0m,
observar o posicionamento dos degraus conforme acesso para a subida até a plataforma, em
relação ao acionamento. O prumo das calhas deve ser verificado e caso necessário, corrigido com
calços de chapas (tiras de 0,6mm de espessura x 36mm de largura) entre os flanges de união.
CALHA PADRÃO
01

“A”
LADO ASCENDENTE DO ELEVADOR

OBSERVAR LADO
DO ALÇAPÃO
04

CALHA COM JANELA 02

03
MÁXIMO 1 METRO

DETALHE “A”

NOTA: COMO SUJESTÃO, INICIAR O APERTO DE


UNIÃO DAS CALHAS PELOS PARAFUSOS CENTRAIS
DOS FLANGES E DE FORMA CRUZADA, PARA
EVITAR QUE AS CALHAS CURVEM PARA O LADO.
PISO

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 25

POS EA-0/1/2/3/4 EA-5


01 PARAFUSO SEXTAVADO BICROM M10x25 PARAFUSO SEXTAVADO BICROM M12x35
02 ARRUELA LISA BICROM 11 ARRUELA LISA BICROM 14
03 PORCA SEXTAVADA BICROM M10 PORCA SEXTAVADA BICROM M12
04 FILETE CALAFETADOR EC 981/8 FILETE CALAFETADOR EC 981/8

DETALHE “A”

CAIXA DE ENTRADA “A”

Se HF ou ARROZ, posicionar a calha com entrada (a primeira a ser montada)


no lado ascendente, para montar a caixa de entrada

CÓDIGO DAS CALHAS ELEVADORES GALV


ELEVADOR CÓDIGO DESCRIÇÃO
9118541718 CALHA 1 M EA-0 GALV/99
9118541912 CALHA 2 M EA-0 GALV/99
EA - 0
9118508419 CALHA 2 M EA-0 ARROZ GALV/99
9138366911 CALHA 2 M C/ JANELA EA-0
9118606810 CALHA 1 M EA-1 GALV/99
9118606313 CALHA 2 M EA-1 GALV/99
EA - 1
9118616319 CALHA 2 M EA-1 ARROZ GALV/99
9138377913 CALHA 2 M C/ JANELA EA-1
9118628511 CALHA 1 M EA-2 GALV/99
9118622319 CALHA 2 M EA-2 GALV/99
9119713318 CALHA 1 M EA-2 REFORÇADA
EA - 2
9119701212 CALHA 2 M EA-2 REFORÇADA
9119704017 CALHA 2 M EA-2 ARROZ GALV/99 REFORÇADA
9138384014 CALHA 2 M C/ JANELA EA-2
9118719215 CALHA 1 M EA-3 GALV/99
9118628813 CALHA 2 M EA-3 GALV/99
9119715418 CALHA 1 M EA-3 GALV/99 REFORÇADA
EA - 3
9119713911 CALHA 2 M EA-3 GALV/99 REFORÇADA
9119714918 CALHA 2 M EA-3 ARROZ GALV/99 REFORÇADA
9138360719 CALHA 2 M C/ JANELA EA-3
9118836815 CALHA 1 M EA-4 GALV/99
9118830914 CALHA 2 M EA-4 GALV/99
EA - 4
9118837811 CALHA 2 M C/ ENTR EA-4 HF GALV/99
9138345817 CALHA 2 M C/ JANELA EA-4
9122805210 CALHA 1 M EA-5 GALV
9120703312 CALHA 2 M EA-5 GALV
9122897416 CALHA 2 M EA-5 GALV C/ JANELA
EA - 5
9122808812 CALHA 2 M P/ PLATAF SUP EA-5 GALV
9122914710 CALHA 2 M P/ PLATAF C/ PORTA ANTI EXPLOSÃO
9122763517 CALHA 2 M EA-5 GALV C/ PORTA ANTI EXPLOSÃO
OBS.
- ELEVADOR EA-2 CALHAS REFORÇADAS A PARTIR DE 45,47m DE ALTURA.
- ELEVADOR EA-3 CALHAS REFORÇADAS A PARTIR DE 37,67m DE ALTURA.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 26

4.5 - PLATAFORMA

Para a montagem da plataforma, observar no LAY-OUT a posição da descarga do


elevador em função da posição do alçapão, que indicará o lado dos degraus da calha.

Para alterar o lado de acesso à plataforma, inverter os degraus e o lado do alçapão.

Montar primeiro a estrutura para o piso da plataforma, em seguida montar e aparafusar


as cantoneiras de sustentação do guarda corpo e aparafusar os pisos (com e sem alçapão), após
aparafusar os corrimãos e rodapés.

NOTA: Para elevadores montados lado a lado (detalhe “A“) com alimentação
compartilhada (bifurcada) deve-se realizar um pequeno recorte na dobra da calha no lado do freio
a fim de evitar interferências com a plataforma do elevador (detalhe “B“). Ajustes na longarina de
apoio da plataforma bem como nos corrimãos e no rodapé também são necessários.

detalhe “A“ detalhe “B“


4.5.1 - Plataforma EA-0

28

6 B 5
7

6
5

A
23 22 21

C
27 26 25 17
18 19 20

23 22 21

21 22 23
DETALHE “A” DETALHE “B” DETALHE “C”

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
D
13

1579.5

3 24 27 27 26
E
28
11
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,

13
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.

785
16

14 4 12
11

15

1739.5

ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS


27 26 25

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
10
785
12

3
15

10 2 9

27 26 25
NOTA: 25 26 27

- UNIR OS PISOS COM INTERVALOS DE 350mm ENTRE PARAFUSOS;


- OBSERVAR NA MONTAGEM DA PLATAFORMA QUE O ALÇAPÃO FIQUE
NO MESMO LADO DOS DEGRAUS DA CALHA E O ACIONAMENTO NO
LADO OPOSTO. 1

EIMAN 912
17

27 26 25

27
DETALHE FIXAÇÃO PISO DETALHE “D” DETALHE “E”
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 28

PLATAFORMA EA - 0
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD
1 9118834936 SUPTE DO DEGRAU GALV 2
2 9138020012 ALÇAPÃO PISO REPUXADO 1
3 9138041133 PISO REPUXADO GALV 250 X 1558,8 4
4 9138115137 CANT SUSTENTAÇÃO CORRIMÃO 4
5 9138350632 CH APOIO PRINCIPAL MAIOR PLATAF EA-0 3
6 9138351132 CH APOIO PRINCIPAL MENOR PLATAF EA-0 2
7 9138351230 MÃO FRANCESA MENOR EA-0 4
8 9138351337 CANT CANTO PLATAFORMA 4
9 9138351434 PISO REPUXADO GALV 250 X 173,2 2
10 9138351531 PISO REPUXADO GALV 250 X 606,2 2
11 9138351639 CORRIMÃO FRONTAL PLATAFORMA EA-2 4
12 9138351833 RODAPÉ FRONTAL PLATAFORMA EA-2 2
13 9138351930 CORRIMÃO LATERAL MENOR PLATAF EA-1 2
14 9138352031 CH COMPLEMENTO PLATAFORMA EA-0 1
15 9138352139 RODAPÉ LATERAL PLATAFORMA EA-0 2
16 9138352236 CORRIMÃO LATERAL PLATAFORMA EA-0 3
17 9137885036 CH P/ FIXAÇÃO PISO 34
18 1117584256 PARAF SEXT BICROM M12 x 25 - 8,8 DIN 933 4
19 1117940125 PORCA SEXT BICROM M12 - 8 DIN 934 4
20 1117972140 ARR LISA BICROM D14 DIN 126 4
21 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 34
22 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 34
23 1117972116 ARR LISA BICROM D11 DIN 126 34
24 1117582202 PARAF SEXT BICROM M8 x 20 - 8,8 DIN 933 31
25 1117582253 PARAF SEXT BICROM M8 x 25 - 8,8 DIN 933 72
26 1117940087 PORCA SEXT BICROM M8 - 8 DIN 934 103
27 1117972094 ARR LISA BICROM D9 DIN 126 134
28 9118509210 CALHA SUP MTD EA-0 S/F GALV 1

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 29

4.5.2 - Plataforma EA-1

32

B
14
13

13
27 26 25
14

13
A
7

15

21 29 30 31 25 26 27

7 22 23 24

27 26 25 DETALHE “C”
DETALHE “B”
DETALHE “A”

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
1579.5 12

3 2 8 D E 19

10
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.

10
9

786
18
18
F
11 5
9
5

2029.5
17

ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
1034

11

4
17

28 31 31 30 3

NOTA: 20
29 30 31 29 30 31
- UNIR OS PISOS COM INTERVALOS DE 350mm ENTRE
PARAFUSOS;
- OBSERVAR NA MONTAGEM DA PLATAFORMA QUE O ALÇAPÃO
FIQUE NO MESMO LADO DOS DEGRAUS DA CALHA E O
ACIONAMENTO NO LADO OPOSTO. 1
21

EIMAN 912
31 30 29

30
DETALHE FIXAÇÃO PISO DETALHE “D” DETALHE “E” DETALHE “F”
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 31

PLATAFORMA EA - 1
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD
1 9118834936 SUPTE DO DEGRAU GALV 2
2 9138020012 ALÇAPÃO PISO REPUXADO 1
3 9138041133 PISO REPUXADO GALV 250 X 1558,8 5
4 9138114238 MONTANTE PLATAFORMA 1
5 9138115137 CANT SUSTENTAÇÃO CORRIMÃO 4
6 9138351230 MÃO FRANCESA MENOR EA-0 2
7 9138351337 CANT CANTO PLATAFORMA 5
8 9138351434 PISO REPUXADO GALV 250 X 173,2 2
9 9138351531 PISO REPUXADO GALV 250 X 606,2 2
10 9138351639 CORRIMÃO FRONTAL PLATAFORMA EA-2 4
11 9138351833 RODAPÉ FRONTAL PLATAFORMA EA-2 2
12 9138351930 CORRIMÃO LATERAL MENOR PLATAF EA-1 1
13 9138352430 CH APOIO PRINCIPAL MAIOR PLATAF EA-1 3
14 9138352538 CH APOIO PRINCIPAL MENOR PLATAF EA-1 2
15 9138352732 MÃO FRANCESA MAIOR EA-1 2
16 9138352830 CH COMPLEMENTO PLATAFORMA EA-1 1
17 9138352937 RODAPÉ LATERAL PLATAFORMA EA-1 2
18 9138353038 CORRIMÃO LATERAL PLATAFORMA EA-1 3
19 9138353135 CORRIMÃO LATERAL MAIOR PLATAF EA-1 1
20 9138583912 GRAMPO FIXAÇÃO CORRMMÃO 2
21 9137885036 CH P/ FIXAÇÃO PISO 34
22 1117584256 PARAF SEXT BICROM M12 x 25 - 8,8 DIN 933 4
23 1117940125 PORCA SEXT BICROM M12 - 8 DIN 934 4
24 1117972140 ARR LISA BICROM D14 DIN 126 4
25 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 34
26 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 34
27 1117972116 ARR LISA BICROM D11 DIN 126 34
28 1117582202 PARAF SEXT BICROM M8 x 20 - 8,8 DIN 933 31
29 1117582253 PARAF SEXT BICROM M8 x 25 - 8,8 DIN 933 74
30 1117940087 PORCA SEXT BICROM M8 - 8 DIN 934 105
31 1117972094 ARR LISA BICROM D9 DIN 126 136
32 9118640716 CALHA SUP MTD EA-1 S/F GALV 1

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 32

4.5.3 - Plataforma EA-2

33

11

14
28 27 26

B
20
20

A
11
20

6
15

14

15

22 30 31 32 26 27 28

23 24 25
28 27 26
DETALHE “B” DETALHE “C”
DETALHE “A”

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
1579.5
D
3 18

9 E 19
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,

33
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.

3
9
17

1295
10
F

13 16

2359.5
5

ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS


5
12

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
16

10
8 4
795

29 32 32 31 2 7
21
30 31 32
NOTA: 30 31 32
- UNIR OS PISOS COM INTERVALOS DE 350mm ENTRE
PARAFUSOS;

EIMAN 912
- OBSERVAR NA MONTAGEM DA PLATAFORMA QUE O ALÇAPÃO
FIQUE NO MESMO LADO DOS DEGRAUS DA CALHA E O
ACIONAMENTO NO LADO OPOSTO. 22

33
4
32 31 30
1
DETALHE “D” DETALHE “F”
DETALHE FIXAÇÃO PISO DETALHE “E”
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 34

PLATAFORMA EA - 2
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD
1 9118834936 SUPTE DO DEGRAU GALV 2
2 9138020012 ALÇAPÃO PISO REPUXADO 1
3 9138041133 PISO REPUXADO GALV 250 X 1558,8 6
4 9138114238 MONTANTE PLATAFORMA 2
5 9138115137 CANT SUSTENTAÇÃO CORRIMÃO 4
6 9138351337 CANT CANTO PLATAFORMA 6
7 9138351434 PISO REPUXADO GALV 250 X 173,2 2
8 9138351531 PISO REPUXADO GALV 250 X 606,2 2
9 9138351639 CORRIMÃO FRONTAL PLATAFORMA EA-2 4
10 9138351833 RODAPÉ FRONTAL PLATAFORMA EA-2 2
11 9138353437 CH APOIO PRINCIPAL MENOR PLATAF EA-2 2
12 9138353534 PISO REPUXADO GALV 250 X 519,6 1
13 9138353631 CH COMPLEMENTO PLATAFORMA EA-2 1
14 9138353739 MÃO FRANCESA MAIOR EA-2 2
15 9138353836 MÃO FRANCESA MENOR EA-2 2
16 9138353933 RODAPÉ LATERAL PLATAFORMA EA-2 2
17 9138354034 CORRIMÃO LATERAL PLATAFORMA EA-2 3
18 9138354131 CORRIMÃO LATERAL MAIOR PLATAF EA-2 1
19 9138354239 CORRIMÃO LATERAL MENOR PLATAF EA-2 1
20 9138354336 CH APOIO PRINCIPAL MAIOR PLATAF EA-2 3
21 9138583912 GRAMPO FIXAÇÃO CORRIMÃO 4
22 9137885036 CH P/ FIXAÇÃO PISO 34
23 1117584256 PARAF SEXT BICROM M12 x 25 - 8,8 DIN 933 4
24 1117940125 PORCA SEXT BICROM M12 - 8 DIN 934 4
25 1117972140 ARR LISA BICROM D14 DIN 126 4
26 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 34
27 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 34
28 1117972116 ARR LISA BICROM D11 DIN 126 34
29 1117582202 PARAF SEXT BICROM M8 x 20 - 8,8 DIN 933 36
30 1117582253 PARAF SEXT BICROM M8 x 25 - 8,8 DIN 933 74
31 1117940087 PORCA SEXT BICROM M8 - 8 DIN 934 110
32 1117972094 ARR LISA BICROM D9 DIN 126 146
33 9118750112 CALHA SUP MTD EA-2 S/F GALV 1

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 35

4.5.4 - Plataforma EA-3

34

18

B
9
9

29 28 27
18

9 12

A
6

11
10

27 28 29

23 31 32 33

29 28 27 26 25 24
DETALHE “A” DETALHE “B” DETALHE “C”

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
1749.5

3 21

2
20
D 8

E
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,

17 34

794
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.

4
7

20
14 14
16

5 19
F

ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS


2467.5
13
13
15

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
5

1294
2 13
19

2 32 33 33 30
31 32 33 22
NOTA:
- UNIR OS PISOS COM INTERVALOS DE 350mm ENTRE
PARAFUSOS;

EIMAN 912
- OBSERVAR NA MONTAGEM DA PLATAFORMA QUE O
ALÇAPÃO FIQUE NO MESMO LADO DOS DEGRAUS DA
23
CALHA E O ACIONAMENTO NO LADO OPOSTO.

36
33 32 31 1
33 32 31
DETALHE “D” DETALHE “E” DETALHE “F”
DETALHE FIXAÇÃO PISO
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 37

PLATAFORMA EA - 3
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD
1 9118834936 SUPTE DO DEGRAU GALV 2
2 9137954836 PISO REPUXADO GALV 250 X 1732 6
3 9138020012 ALÇAPÃO PISO REPUXADO 1
4 9138114238 MONTANTE PLATAFORMA 2
5 9138115137 CANT SUSTENTAÇÃO CORRIMÃO 4
6 9138351337 CANT CANTO PLATAFORMA 6
7 9138354131 CORRIMÃO LATERAL MAIOR PLATAF EA-2 1
8 9138354239 CORRIMÃO LATERAL MENOR PLATAF EA-2 1
9 9138354433 CH APOIO PRINCIPAL MAIOR PLATAF EA-3 3
10 9138354530 MÃO FRANCESA MENOR EA-3 2
11 9138354638 MÃO FRANCESA MAIOR EA-3 2
12 9138354735 TRAVAMENTO MÃO FRANCESA MAIOR EA-3 2
13 9138354832 RODAPÉ LATERAL PLATAFORMA EA-3 2
14 9138354930 CORRIMÃO LATERAL PLATAFORMA EA-3 3
15 9138355030 CH COMPLEMENTO PLATAFORMA EA-3 1
16 9138351531 PISO REPUXADO GALV 250 X 606,2 1
17 9137971838 PISO REPUXADO GALV 250 X 779,4 2
18 9138355634 CH APOIO PRINCIPAL MENOR PLATAF EA-3 2
19 9138355731 RODAPÉ FRONTAL PLATAFORMA EA-3 2
20 9138355839 CORRIMÃO FRONTAL PLATAFORMA EA-3 4
21 9138355936 PISO REPUXADO GALV 250 X 259,8 2
22 9138583912 GRAMPO FIXAÇÃO CORRIMÃO 4
23 9137885036 CH P/ FIXAÇÃO PISO 34
24 1117584256 PARAF SEXT BICROM M12 x 25 - 8,8 DIN 933 4
25 1117940125 PORCA SEXT BICROM M12 - 8 DIN 934 4
26 1117972140 ARR LISA BICROM D14 DIN 126 4
27 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 X 25 - 8,8 DIN 933 38
28 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 38
29 1117972116 ARR LISA BICROM D11 DIN 126 38
30 1117582202 PARAF SEXT BICROM M8 X 20 - 8,8 DIN 933 36
31 1117582253 PARAF SEXT BICROM M8 X 25 - 8,8 DIN 933 74
32 1117940087 PORCA SEXT BICROM M8 - 8 DIN 934 110
33 1117972094 ARR LISA BICROM D9 DIN 126 146
34 9118752310 CALHA SUP MTD EA-3 S/F GALV 1

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 38

4.5.5 - Plataforma EA-3 KA

30

15
6

25 24 23
B
A
6

6
9
6

15

C 8

29 28 27 19
23 24 25

5 22 21 20

25 24 23 DETALHE “C”
DETALHE “B”
DETALHE “A”

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
2269.5

2 14

1 17 D
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,

11
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.

14 11

794
3 17
30

17
3
13

12 11
16 E
10

ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS


2467.5
4
12
4

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
10 16
1

1294

1 28 29 29 26

27 28 29 18

NOTA:
- UNIR OS PISOS COM INTERVALOS DE 350mm ENTRE PARAFUSOS;
- OBSERVAR NA MONTAGEM DA PLATAFORMA QUE O ALÇAPÃO FIQUE NO
MESMO LADO DOS DEGRAUS DA CALHA E O ACIONAMENTO NO LADO OPOSTO.

EIMAN 912
19

39
29 28 27 DETALHE “D” DETALHE “E”
DETALHE FIXAÇÃO PISO
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 40

PLATAFORMA EA - 3 KA
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD
1 9137971439 PISO REPUXADO GLAV 250 X 2251,6 6
2 9138020012 ALÇAPÃO PISO REPUXADO 1
3 9138114238 MONTANTE PLATAFORMA 4
4 9138115137 CANT SUSTENTAÇÃO CORRIMÃO 4
5 9138351337 CANT CANTO PLATAFORMA 8
6 9138354433 CH APOIO PRINCIPAL MAIOR PLATAF EA-3 4
7 9138354530 MÃO FRANCESA MENOR EA-3 2
8 9138354638 MÃO FRANCESA MAIOR EA-3 2
9 9138354735 TRAVAMENTO MÃO FRANCESA MAIOR EA-3 2
10 9138354832 RODAPÉ LATERAL PLATAFORMA EA-3 2
11 9138354930 CORRIMÃO LATERAL PLATAFORMA EA-3 4
12 9138355030 CH COMPLEMENTO PLATAFORMA EA-3 2
13 9138351531 PISO REPUXADO GALV 250 X 606,2 2
14 9137971838 PISO REPUXADO GLAV 250 X 779,4 4
15 9138355332 CH APOIO PRINC MENOR PLATAF EA-3 KA 2
16 9138355430 RODAPÉ FRONTAL PLATAFORMA EA-3 KA 2
17 9138355537 CORRIMÃO FRONTAL PLATAFORMA EA-3 KA 4
18 9138583912 GRAMPO FIXAÇÃO CORRIMÃO 8
19 9137885036 CH P/ FIXAÇÃO PISO 37
20 1117584256 PARAF SEXT BICROM M12 X 25 - 8,8 DIN 933 4
21 1117940125 PORCA SEXT BICROM M12 - 8 DIN 934 4
22 1117972140 ARR LISA BICROM D14 DIN 126 4
23 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 X 25 - 8,8 DIN 933 46
24 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 46
25 1117972116 ARR LISA BICROM D11 DIN 126 46
26 1117582202 PARAF SEXT BICROM M8 X 20 - 8,8 DIN 933 45
27 1117582253 PARAF SEXT BICROM M8 X 25 - 8,8 DIN 933 77
28 1117940087 PORCA SEXT BICROM M8 - 8 DIN 934 122
29 1117972094 ARR LISA BICROM D9 DIN 126 155
30 9118752310 CALHA SUP MTD EA-3 S/F GALV 1

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 41

4.5.6 - Plataforma EA-4

34
17

29 28 27
B
16

16

16
A
15

17

11
10

C 11

27 28 29
23 31 32 33

8
26 25 24
DETALHE “A” DETALHE “B” DETALHE “C”

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
2009.5

5 20

1
D 9
18

2 E
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,

793
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.

6
21
13
4
18
13
19

F 12

ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS


14

2794.5
7
7

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
1
12
19
1543

1 30 33 33 32 22
31 32 33
31 32 33

NOTA:
- UNIR OS PISOS COM INTERVALOS DE 350mm ENTRE PARAFUSOS;
- OBSERVAR NA MONTAGEM DA PLATAFORMA QUE O ALÇAPÃO

EIMAN 912
FIQUE NO MESMO LADO DOS DEGRAUS DA CALHA E O
ACIONAMENTO NO LADO OPOSTO. 23

42
3
33 32 31
DETALHE “D” DETALHE “E” DETALHE “F”
DETALHE FIXAÇÃO PISO
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 43

PLATAFORMA EA - 4
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD
1 7314230430 PISO REPUXADO GALV 250 X 1991,8 7
2 7314230634 PISO REPUXADO GALV 250 X 952,6 2
3 9118834936 SUPTE DO DEGRAU GALV 2
4 9137971838 PISO REPUXADO GALV 250 X 779,4 1
5 9138020012 ALÇAPÃO PISO REPUXADO 1
6 9138114238 MONTANTE PLATAFORMA 2
7 9138115137 CANT SUSTENTAÇÃO CORRIMÃO 4
8 9138351337 CANT CANTO PLATAFORMA 6
9 9138354239 CORRIMÃO LATERAL MENOR PLATAF EA-2 1
10 9138356533 MÃO FRANCESA MENOR EA-4 2
11 9138356630 MÃO FRANCESA MAIOR EA-4 2
12 9138356738 RODAPÉ LATERAL PLATAFORMA EA-4 2
13 9138356835 CORRIMÃO LATERAL PLATAFORMA EA-4 3
14 9138356932 CH COMPLEMENTO PLATAFORMA EA-4 1
15 9138357033 TRAVAMENTO MÃO FRANCESA MAIOR EA-4 2
16 9138357238 CH APOIO PRINCIPAL MAIOR PLATAF EA-4 3
17 9138357432 CH APOIO PRINCIPAL MENOR PLATAF EA-4 2
18 9138357530 CORRIMÃO FRONTAL PLATAFORMA EA-4 4
19 9138357637 RODAPÉ FRONTAL PLATAFORMA EA-4 2
20 9138357831 PISO REPUXADO GALV 250 X 259,8 2
21 9138358137 CORRIMÃO LATERAL MAIOR PLATAF EA-4 1
22 9138583912 GRAMPO FIXAÇÃO CORRIMÃO 4
23 9137885036 CH P/ FIXAÇÃO PISO 38
24 1117584256 PARAF SEXT BICROM M12 X 25 - 8,8 DIN 933 4
25 1117940125 PORCA SEXT BICROM M12 - 8 DIN 934 4
26 1117972140 ARR LISA BICROM D14 DIN 126 4
27 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 X 25 - 8,8 DIN 933 46
28 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 46
29 1117972116 ARR LISA BICROM D11 DIN 126 46
30 1117582202 PARAF SEXT BICROM M8 X 20 - 8,8 DIN 933 70
31 1117582253 PARAF SEXT BICROM M8 X 25 - 8,8 DIN 933 90
32 1117940087 PORCA SEXT BICROM M8 - 8 DIN 934 160
33 1117972094 ARR LISA BICROM D9 DIN 126 170
34 9137525811 CALHA SUP MTD EA-4 S/F GALV 1

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 44

4.5.7 - Plataforma EA-4 KA

28

7
15

23 22 21
B
15 A
15
13

15 7

9
8

27 26 25 17 21 22 23

6
20 19 18

DETALHE “A” DETALHE “B” DETALHE “C”

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
2794.5

3 2 14
D 11
11
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.

4
4
14
10

793
10

11

11

ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS


12 E

2794.5
5

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
5

1543
10

10

24 27 27 26

16

27 26 25
NOTA:
- UNIR OS PISOS COM INTERVALOS DE 350mm ENTRE PARAFUSOS;
- OBSERVAR NA MONTAGEM DA PLATAFORMA QUE O ALÇAPÃO FIQUE NO MESMO
LADO DOS DEGRAUS DA CALHA E O ACIONAMENTO NO LADO OPOSTO.

EIMAN 912
17

45
27 26 25 DETALHE “E”
DETALHE “D”

DETALHE FIXAÇÃO PISO


MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 46

PLATAFORMA EA - 4 KA
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD
1 9137971838 PISO REPUXADO GALV 250 X 779,4 2
2 9138020012 ALÇAPÃO PISO REPUXADO 1
3 9138113339 PISO REPUXADO GALV 250 X 2771,2 7
4 9138114238 MONTANTE PLATAFORMA 4
5 9138115137 CANT SUSTENTAÇÃO CORRIMÃO 4
6 9138351337 CANT CANTO PLATAFORMA 8
7 9138356436 CH APOIO PRINC MENOR PLATAF EA-4 KA 2
8 9138356533 MÃO FRANCESA MENOR EA-4 2
9 9138356630 MÃO FRANCESA MAIOR EA-4 2
10 9138356738 RODAPÉ LATERAL PLATAFORMA EA-4 4
11 9138356835 CORRIMÃO LATERAL PLATAFORMA EA-4 8
12 9138356932 CH COMPLEMENTO PLATAFORMA EA-4 2
13 9138357033 TRAVAMENTO MÃO FRANCESA MAIOR EA-4 2
14 9138357130 PISO REPUXADO GALV 250 X 995,9 4
15 9138357238 CH APOIO PRINCIPAL MAIOR PLATAF EA-4 4
16 9138583912 GRAMPO FIXAÇÃO CORRIMÃO 8
17 9137885036 CH P/ FIXAÇÃO PISO 42
18 1117584256 PARAF SEXT BICROM M12 X 25 - 8,8 DIN 933 4
19 1117940125 PORCA SEXT BICROM M12 - 8 DIN 934 4
20 1117972140 ARR LISA BICROM D14 DIN 126 4
21 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 X 25 - 8,8 DIN 933 58
22 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 58
23 1117972116 ARR LISA BICROM D11 DIN 126 58
24 1117582202 PARAF SEXT BICROM M8 X 20 - 8,8 DIN 933 94
25 1117582253 PARAF SEXT BICROM M8 X 25 - 8,8 DIN 933 90
26 1117940087 PORCA SEXT BICROM M8 - 8 DIN 934 184
27 1117972094 ARR LISA BICROM D9 DIN 126 278
28 9137525811 CALHA SUP MTD EA-4 S/F GALV 1

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 47

4.5.8 - Plataforma Intermediária EA-4 (OPCIONAL)

28

11

B
11

A
8

23 22 21
5

11

17 25 26 27
21 22 23

18 19 20
5

DETALHE “A” DETALHE “B” DETALHE “C”

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 48
4

10

12

16

DETALHE “E”
13

3
9
D

DETALHE “D”
10

13

27 26 25
9

1339.5

DETALHE FIXAÇÃO PISO


27 26 25
1

17
15

- OBSERVAR NA MONTAGEM DA PLATAFORMA QUE O ALÇAPÃO


2439.5

- UNIR OS PISOS COM INTERVALOS DE 350mm ENTRE

FIQUE NO MESMO LADO DOS DEGRAUS DA CALHA.


2
24 27 27 26
6

PARAFUSOS;
NOTA:
14
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 49

PLATAFORMA INTERMEDIÁRIA EA - 4
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD
1 9138019138 PISO REPUXADO GALV 250 X 2424,8 1
2 9138020012 ALÇAPÃO PISO REPUXADO 1
3 9138114238 MONTANTE PLATAFORMA 1
4 9138115137 CANT SUSTENTAÇÃO CORRIMÃO 4
5 9138351337 CANT CANTO PLATAFORMA 5
6 9138351531 PISO REPUXADO GALV 250 X 606,2 4
7 9138356533 MÃO FRANCESA MENOR EA-4 2
8 9138358331 CH APOIO PRINC MENOR PLATAF INTERM EA-4 2
9 9138358439 CORRIMÃO LATERAL PLATAF INTERM EA-4 4
10 9138358536 CORRIMÃO FRONT MAIOR PLATAF INTERM EA-4 4
11 9138358633 CH APOIO PLATAF INTERM EA-4 4
12 9138358730 RODAPÉ FRONTAL MAIOR PLATAF INTERM EA-4 2
13 9138358838 RODAPÉ FRONTAL MENOR PLATAF INTERM EA-4 2
14 9138358935 PISO REPUXADO GALV 250 X 822,7 4
15 9138359036 CH COMPLEMENTO PLATAF INTERM EA-4 2
16 9138583912 GRAMPO FIXAÇÃO CORRIMÃO 2
17 9137885036 CH P/ FIXAÇÃO PISO 25
18 1117584256 PARAF SEXT BICROM M12 X 25 - 8,8 DIN 933 2
19 1117940125 PORCA SEXT BICROM M12 - 8 DIN 934 2
20 1117972140 ARR LISA BICROM D14 DIN 126 2
21 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 X 25 - 8,8 DIN 933 25
22 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 25
23 1117972116 ARR LISA BICROM D11 DIN 126 25
24 1117582202 PARAF SEXT BICROM M8 X 20 - 8,8 DIN 933 40
25 1117582253 PARAF SEXT BICROM M8 X 25 - 8,8 DIN 933 24
26 1117940087 PORCA SEXT BICROM M8 - 8 DIN 934 64
27 1117972094 ARR LISA BICROM D9 DIN 126 104
28 9118835916 CALHA PLATAF INF EA-4 GALV 1

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 50

4.5.9 - Plataforma Superior EA-5

13
1066

7
4 5

2790.5

21

15
3205.6

9 20 16

PERSPECTIVA GERAL

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 51
30

28

28

30
18

7
18

E 17
B

28
31

30
29
29

27

33
18
18
31
32

19
29

D
13
34

25

24
C

A
23
22

10

25
12
33

34

22
10

14
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 52

PLATAFORMA SUPERIOR EA - 5
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD
1 7311525110 GRAMPO FIX CORRM 19
2 7313134216 TALA CORRIMÃO 8
3 9122732328 SUPORTE PLATAFORMA EA-5 4
4 9137075034 SUPORTE ESQ MÃO FRANCESA 1
5 9137075131 SUPORTE DIR MÃO FRANCESA 1
6 9137075239 SUPORTE MÃO FRANCESA 2
7 9137075336 MÃO FRANCESA 2
8 9137885036 CH P/ FIXAÇÃO PISO 34
9 9137954933 PISO REPUXADO GALV 250 X 3204,2 6
10 9137956634 EMENDA L DO RODAPÉ 8
11 9137962332 UNIÃO DO MONTANTE DIR PLATAF VENT 8
12 9137962430 UNIÃO DO MONTANTE ESQ PLATAF VENT 2
13 9137975736 MONT CORRM 1200 10
14 9138012036 RODAPÉ GALV 100 X 750 1
15 9138020012 ALÇAPÃO PISO REPUXADO 1
16 9138036938 PISO REPUXADO GALV 250 X 692,8 3
17 9138149031 CANT 63,5 X 6,35 X 1544 1
18 9138149139 CANT 63,5 X 6,35 X 2700 5
19 9138149236 CANT 63,5 X 6,35 X 770 1
20 9138149333 PISO REPUXADO GALV 250 X 1039,2 2
21 9138149430 PISO REPUXADO GALV 250 X 1385,6 2
22 9138149635 RODAPÉ GALV 100 X 950 2
23 9138149732 RODAPÉ GALV 100 X 1250 1
24 9138149830 RODAPÉ GALV 100 X 2750 1
25 9138149937 RODAPÉ GALV 100 X 3160 2
26 9138150137 LONGARINA DIREITA 1
27 9138150234 LONGARINA ESQUERDA 1
28 9138150331 LONGARINA 733 3
29 9138150439 LONGARINA 1005 3
30 9138150536 LONGARINA 633 4
31 9138150633 LONGARINA 905 2
32 9138150730 LONGARINA 460 1
33 9138150838 TUBO CORRIMÃO 25,4 X 200 X 2750 4
34 9138150935 TUBO CORRIMÃO 25,4 X 2877 4
35 1117972183 ARR LISA BICROM D18 DIN 126 4
36 1117972140 ARR LISA BICROM D14 DIN 126 90
37 1117972094 ARR LISA BICROM D9 DIN 126 308
38 1117971551 ARR PRESS BICROM B16 DIN 127 B 4
39 1117971128 ARR PRESS BICROM B12 DIN 127 B 90
40 1117941083 PORCA SEXT ZINC M8 - 8 DIN 934 154
41 1117940168 PORCA SEXT BICROM M16 - 8 DIN 934 4
42 1117940125 PORCA SEXT BICROM M12 - 8 DIN 934 90
43 1117802202 PARAF SEXT ZINC M8 X 20 - 4.6 DIN 933 120
44 1117802164 PARAF SEXT ZINC M8 X 16 - 4.6 DIN 933 34
45 1117586305 PARAF SEXT BICROM M16 X 30 - 8.8 DIN 933 4
46 1117584302 PARAF SEXT BICROM M12 X 30 - 8.8 DIN 933 90
47 9122808812 CALHA 2M P/ PLATAF SUP EA-5 GALV 1

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 53
4.5.10 - Plataforma Intermediária EA-5
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 54

PLATAFORMA INTERMEDIÁRIA EA - 5
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO QTD
1 7311525110 GRAMPO FIX CORRM 8
2 7313134216 TALA CORRIMÃO 4
3 9137349835 SUPORTE DA VIGA PLATAF INTERM EA-5 4
4 9137885036 CH P/ FIXAÇÃO PISO 8
5 9137956634 EMENDA L DO RODAPÉ 4
6 9137962332 UNIÃO DO MONTANTE DIR PLATAF VENT 2
7 9137962430 UNIÃO DO MONTANTE DIR PLATAF VENT 2
8 9137975736 MONT CORRM 1200 4
9 9138012036 RODAPÉ GALV 100 X 750 2
10 9138020012 ALÇAPÃO PISO REPUXADO 1
11 9138152733 TUBO CORRIMÃO 25,4 X 200 X 795 4
12 9138152830 TUBO CORRIMÃO 25,4 X 1255 2
13 9138152938 LONGARINA 1438,5 2
14 9138153039 LONGARINA 1538,5 2
15 9138153136 PISO REPUXADO GALV 250 X 1645,4 1
16 9138153233 PISO REPUXADO GALV 250 X 443 4
17 9138153330 RODAPÉ GALV 100 X 1640 1
18 1117972183 ARR LISA BICROM D18 DIN 126 16
19 1117972140 ARR LISA BICROM D14 DIN 126 2
20 1117972094 ARR LISA BICROM D9 DIN 126 140
21 1117971551 ARR PRESS BICROM B16 DIN 127 B 16
22 1117971128 ARR PRESS BICROM B12 DIN 127 B 2
23 1117941083 PORCA SEXT ZINC M8 - 5 DIN 934 70
24 1117940168 PORCA SEXT BICROM M16 - 8 DIN 934 16
25 1117940125 PORCA SEXT BICROM M12 - 8 DIN 934 2
26 1117802202 PARAF SEXT ZINC M8 X 20 - 4.6 DIN 933 50
27 1117802164 PARAF SEXT ZINC M8 X 16 - 4.6 DIN 933 20
28 1117586305 PARAF SEXT BICROM M16 X 30 - 8.8 DIN 933 16
29 1117584302 PARAF SEXT BICROM M12 X 30 - 8.8 DIN 933 2
30 9120703312 CALHA 2M EA-5 GALV 1

4.6 - CORPO DA CABEÇA E ACIONAMENTO

Na montagem do corpo da cabeça, verificar o lado da descarga do elevador (Ver LAY-


OUT). O alçapão e os degraus da calha devem ficar do lado oposto ao acionamento.

Montar o corpo da cabeça com parafusos, porcas e arruelas de pressão sobre a calha
superior, colocando massa de calafetar no flange de união.

Após a fixação do corpo, verificar se o elevador está bem alinhado e nivelado.

Procedimentos de montagem:
Montar o acionamento superior na sua base, se necessário colocar calços de chapa
sob os mancais de forma que o centro do eixo coincida com a linha superior do corpo
da cabeça;
Após verificar o alinhamento da polia superior (tambor) com o corpo do elevador e
apertar os parafusos;

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 55

Verificar a lubrificação dos mancais;


Verificar se a polia superior (tambor) gire livremente;
Montar o motoredutor no eixo da polia polia superior, observando a forma construtiva
M3 para motoredutor FA e M1A (esquerdo) ou M1B (direito) para redutores KA;
Sempre utilizar a pasta enviada juntamente com o motoredutor para facilitar a monta-
gem e desmontagem;
A montagem do motoredutor do tipo FA e redutor KA são interligados diretamente no
eixo;
Para evitar que o motoredutor gire em seu próprio eixo, o mesmo é fixado através de
um braço de torque preso no corpo da cabeça do elevador.
Fixar o motoredutor no braço de torque com parafuso, porca e contraporca e bucha
elástica;
Deverá ser usado sikaflex para fazer eventuais vedações evitando a infiltração de água
no elevador.

CONJUNTO EXTRATOR

MONTAGEM DO MOTOREDUTOR: Após instalado o motoredutor, montar em seqüência


o extrator (02), anel de retenção e parafuso de retenção com arruela.

DESMONTAGEM DO MOTOREDUTOR: Substituir o parafuso de retenção com arruela


pelo parafuso extrator para a retirado do motoredutor.
EXTRATOR
ANEL DE RETENÇÃO

EIXO DO ACIONAMENTO

PARAFUSO DE RETENÇÃO
COM ARRUELA EXTRATOR
PARA FUSO EXTRATOR,
POR CONTA DO CLIENTE

01

POS CÓDIGO DESCRIÇÃO FA 27 FA 37 FA 47 FA 57 FA 67 FA 77 FA 87 FA 97 KA 97 KA 107 KA 127


9138479724 EXTRATOR FA 27 1 - - - - - - - - - -
9117285025 EXTRATOR FA 37 - 1 - - - - - - - - -
9117285327 EXTRATOR FA 77 - - 1 - - 1 - - - - -
9117285122 EXTRATOR FA 47 - - 1 - - - - - - - -
01 9117285220 EXTRATOR FA 67 - - - 1 1 - - - - - -
9117285424 EXTRATOR FA 87 - - - - - - 1 - - - -
9117285521 EXTRATOR FA 97 - - - - - - - 1 1 - -
9117285629 EXTRATOR FA 107 - - - - - - - - - 1 -
9117285726 EXTRATOR FA 127 - - - - - - - - - - 1

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 56

4.6.1 - Acionamento por Motoredutor FA (até 30cv)

Esta é uma opção de acionamento disponível para toda a linha EA, de 1cv a 30cv, de
acordo com cada modelo de elevador.
NOTA:
- NA MONTAGEM DO CORPO DA CABEÇA COM A CALHA,
UTILIZAR MASSA CALAF.
* USAR CALÇO (POS.04) QUANDO FOR NECESSÁRIO.
03
-O BRAÇO DE TORQUE POS.5 NÃO PODE SER MONTADO
TENSIONADO. AJUSTA-LO COM PORCA OU ARRUELAS.
02
11
12
13
VERIFICAR A ENTRADA DOS CABOS
DA CAIXA DE LIGAÇÃO PARA EVITAR
A ENTRADA DE ÁGUA

CÓDIGO MOTOREDUTOR
VER PÁGINAS SEGUINTES
04* 06
07
01 08 PLATAFORMA
09

NOTA
10
05
07
09

NOTA

EA-0
QTD EA-0
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO
FA 27 FA 37 FA 47
01 9139669713 CORPO DA CABEÇA EA-0 MTD - FA SN509 1 1 1
02 9138348514 FREIO EA D250 1 1 1
9138362614 ACIONAMENTO MTD - FA 27 EA-0 1 - -
03 9138362410 ACIONAMENTO MTD - FA 37 EA-0 - 1 -
9138346716 ACIONAMENTO MTD - FA 47 EA-0 - - 1
04 9138474331 CALÇO DO MANCAL SN 509 GALV 4 4 4
9138364110 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 27 EA-0 1 - -
05 9138363815 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 37 EA-0 - 1 -
9138358218 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 47 EA-0 - - 1
06 1117583306 PARAF SEXT BICROM M10 x 30 - 8,8 DIN 933 4 4 4
07 1117971101 ARR PRESS BICROM B10 DIN 127 15 15 15
08 1117972116 ARR LISA BICROM 11 DIN 126 4 4 4
09 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 15 15 15
10 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 11 11 11
11 1117581168 PARAF SEXT BICROM M6 x 16 - 8,8 DIN 933 6 6 6
12 1117972060 ARR LISA BICROM 6,6 DIN 126 6 6 6
13 1117940060 PORCA SEXT BICROM M6 - 8 DIN 934 6 6 6

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 57

EA-1
QTD EA-1
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO
FA 37 FA 47 FA 57 FA 67 FA 77
01 9139659114 CORPO DA CABEÇA EA-1 MTD - FA SN509-511 1 1 1 1 1
02 9138374612 FREIO EA D300 1 1 1 1 1
9138383913 ACIONAMENTO MTD - FA 37 EA-1 1 - - - -
9138389113 ACIONAMENTO MTD - FA 47F EA-1 - 1 - - -
03 9138377514 ACIONAMENTO MTD - FA 57 EA-1 - - 1 - -
9138383514 ACIONAMENTO MTD - FA 67 EA-1 - - - 1
9138383719 ACIONAMENTO MTD - FA 77 EA-1 - - - - 1
9138474331 CALÇO DO MANCAL SN 509 GALV 4 4 - - -
04
9117419137 CALÇO DO MANCAL SN 511 GALV - - 4 4 4
9138389610 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 37 EA-1 1 - - - -
9138389911 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 47 EA-1 - 1 - - -
05 9138380817 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 57 EA-1 - - 1 - -
9138390219 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 67 EA-1 - - - 1 -
9138390510 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 77 EA-1 - - - - 1
06 1117583306 PARAF SEXT BICROM M10 x 30 - 8,8 DIN 933 4 4 4 4 4
07 1117971101 ARR PRESS BICROM B10 DIN 127 15 15 15 15 15
08 1117972116 ARR LISA BICROM 11 DIN 126 4 4 4 4 4
09 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 15 15 15 15 15
10 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 11 11 11 11 11
11 1117581168 PARAF SEXT BICROM M6 x 16 - 8,8 DIN 933 6 6 6 6 6
12 1117972060 ARR LISA BICROM 6,6 DIN 126 6 6 6 6 6
13 1117940060 PORCA SEXT BICROM M6 - 8 DIN 934 6 6 6 6 6

EA-2
QTD EA-2
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO
FA 57 FA 67 FA 77 FA 87
01 9139648511 CORPO DA CABEÇA EA-2 MTD - FA SN511-513 1 1 1 1
02 9138404112 FREIO EA D400 1 1 1 1
9138413510 ACIONAMENTO MTD - FA 57 EA-2 1 - - -
9138413111 ACIONAMENTO MTD - FA 67 EA-2 - 1 - -
03
9138411917 ACIONAMENTO MTD - FA 77 EA-2 - - 1 -
9138401717 ACIONAMENTO MTD - FA 87 EA-2 - - - 1
9117419137 CALÇO DO MANCAL SN 511 GALV 4 4 4 -
04
9117725734 CALÇO DO MANCAL SN 513 GALV - - - 4
9138419519 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 57 EA-2 1 - - -
9138414819 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 67 EA-2 - 1 - -
05
9138414118 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 77 EA-2 - - 1 -
9138408614 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 87 EA-2 - - - 1
06 1117583306 PARAF SEXT BICROM M10 x 30 - 8,8 DIN 933 4 4 4 4
07 1117971101 ARR PRESS BICROM B10 DIN 127 21 21 21 21
08 1117972116 ARR LISA BICROM 11 DIN 126 4 4 4 4
09 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 21 21 21 21
10 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 17 17 17 17
11 1117581168 PARAF SEXT BICROM M6 x 16 - 8,8 DIN 933 6 6 6 6
12 1117972060 ARR LISA BICROM 6,6 DIN 126 6 6 6 6
13 1117940060 PORCA SEXT BICROM M6 - 8 DIN 934 6 6 6 6

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 58

EA-3
QTD EA-3
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO
FA 67 FA 77 FA 87 FA 97
9139668717 CORPO DA CABEÇA EA-3 MTD - FA SN511 1 - - -
01
9139643919 CORPO DA CABEÇA EA-3 MTD - FA SN513-516 - 1 1 1
02 9138438718 FREIO EA D400 1 1 1 1
9138526110 ACIONAMENTO MTD - FA 67 EA-3 1 - - -
9138435913 ACIONAMENTO MTD - FA 77 EA-3 - 1 - -
03
9138443819 ACIONAMENTO MTD - FA 87 EA-3 - - 1 -
9138446613 ACIONAMENTO MTD - FA 97 EA-3 - - - 1
9117419137 CALÇO DO MANCAL SN 511 GALV 4 - - -
04 9117725734 CALÇO DO MANCAL SN 513 GALV - 4 - -
9116755532 CALÇO DO MANCAL SN 516/517 GALV - - 4 4
9138527419 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 67 EA-3 1 - - -
9138438211 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 77 EA-3 - 1 - -
05
9138445412 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 87 EA-3 - - 1 -
9138451412 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 97 EA-3 - - - 1
06 1117583306 PARAF SEXT BICROM M10 x 30 - 8,8 DIN 933 4 4 4 4
07 1117971101 ARR PRESS BICROM B10 DIN 127 4 21 21 21
08 1117972116 ARR LISA BICROM 11 DIN 126 4 4 4 4
09 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 21 21 21 21
10 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 17 17 17 17
11 1117581168 PARAF SEXT BICROM M6 x 16 - 8,8 DIN 933 6 6 6 6
12 1117972060 ARR LISA BICROM 6,6 DIN 126 6 6 6 6
13 1117940060 PORCA SEXT BICROM M6 - 8 DIN 934 6 6 6 6

EA-4
QTD EA-4
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO
FA 77 FA 87
01 9139639016 CORPO DA CABEÇA EA-4 MTD - FA SN516 1 1
02 9138471510 FREIO EA D500 1 1
9138401814 ACIONAMENTO MTD - FA 77 EA-4 1 -
03
9138405011 ACIONAMENTO MTD - FA 87 EA-4 - 1
04 9116755532 CALÇO DO MANCAL SN 516/517 GALV 4 4
9138424610 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 77 EA-4 1 -
05
9138445412 CONJ BRAÇO DE TORQUE FA 87 EA-3/EA-4 - 1
06 1117583306 PARAF SEXT BICROM M10 x 30 - 8,8 DIN 933 4 4
07 1117971101 ARR PRESS BICROM B10 DIN 127 24 24
08 1117972116 ARR LISA BICROM 11 DIN 126 4 4
09 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 24 24
10 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 20 20
11 1117581206 PARAF SEXT BICROM M6 x 20 - 8,8 DIN 933 6 6
12 1117972060 ARR LISA BICROM 6,6 DIN 126 6 6
13 1117940060 PORCA SEXT BICROM M6 - 8 DIN 934 6 6

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 59

MOTOREDUTORES FA EA-0

GRÃO COMERCIAL
MODELO ALTURA (m) CAPACIDADE 60Hz 50Hz
NOMINAL (t/h)
EA-0 8,73 15 1150158007 1150158023
EA-0 9,73 15 1150158007 1150158023
EA-0 10,73 15 1150158007 1150158023
EA-0 11,73 15 1150158007 1150158023
EA-0 12,73 15 1150158007 1150158023
EA-0 13,73 15 1150158007 1150158023
EA-0 14,73 15 1150158007 1150158023
EA-0 15,73 15 1150158007 1150158023
EA-0 16,73 15 1150158007 1150158023
EA-0 17,73 15 1150158007 1150158023
EA-0 18,73 15 1150158007 1150158066
EA-0 19,73 15 1145012407 1150158066
EA-0 20,73 15 1145012407 1150158066
EA-0 21,73 15 1145012407 1150158066
EA-0 22,73 15 1145012407 1150158066
EA-0 23,73 15 1145012407 1150158066
EA-0 24,73 15 1145012407 1150158066
EA-0 25,73 15 1145012407 1150158066
EA-0 26,73 15 1145012423 1150158104
EA-0 27,73 15 1145012423 1150158104
EA-0 28,73 15 1145012423 1150158104
EA-0 29,73 15 1145012423 1150158104
EA-0 30,73 15 1145012423 1150158104
EA-0 31,73 15 1145012423 1150158104
EA-0 32,73 15 1145012423 1150158104

SEMENTE
CAPACIDADE
MODELO ALTURA (m) 60Hz 50Hz
NOMINAL (t/h)
EA-0 31,73 10 1150158872 1150158864
EA-0 32,73 10 1145011834 1145011842

Nota: Capacidade Nominal para peso específico de 0,75t/m3

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 60

MOTOREDUTORES FA EA-1

GRÃO COMERCIAL
MODELO ALTURA (m) CAPACIDADE 60Hz 50Hz CAPACIDADE 60Hz 50Hz
NOMINAL (t/h) NOMINAL (t/h)
EA-1 8,1 30 1145012156 1145012164 40 1150136305 1150158074
EA-1 9,1 30 1145012156 1145012164 40 1150136305 1150158074
EA-1 10,1 30 1145012156 1145012164 40 1150136305 1150158074
EA-1 11,1 30 1145012156 1145012164 40 1150136305 1150158074
EA-1 12,1 30 1150136305 1150158074 40 1150136305 1150158074
EA-1 13,1 30 1150136305 1150158074 40 1145012440 1150136313
EA-1 14,1 30 1150136305 1150158074 40 1145012440 1150136313
EA-1 15,1 30 1150136305 1150158074 40 1145012440 1150136313
EA-1 16,1 30 1150136305 1150158074 40 1145012440 1150136313
EA-1 17,1 30 1150136305 1150158074 40 1145012440 1150136313
EA-1 18,1 30 1150136305 1150158074 40 1145012440 1150136313
EA-1 19,1 30 1145012440 1150136313 40 1150158171 1150158180
EA-1 20,1 30 1145012440 1150136313 40 1150158171 1150158180
EA-1 21,1 30 1145012440 1150136313 40 1150158171 1150158180
EA-1 22,1 30 1145012440 1150136313 40 1150158171 1150158180
EA-1 23,1 30 1145012440 1150136313 40 1150158171 1150158180
EA-1 24,1 30 1145012440 1150136313 40 1150158171 1150158180
EA-1 25,1 30 1145012440 1150136313 40 1150158171 1150158180
EA-1 26,1 30 1150158171 1150158180 40 1150158171 1150158180
EA-1 27,1 30 1150158171 1150158180 40 1145012482 1150158228
EA-1 28,1 30 1150158171 1150158180 40 1145012482 1150158228
EA-1 29,1 30 1150158171 1150158180 40 1145012482 1150158228
EA-1 30,1 30 1150158171 1150158180 40 1145012482 1150158228
EA-1 31,1 30 1150158171 1150158180 40 1145012482 1150158228
EA-1 32,1 30 1150158171 1150158180 40 1145012482 1150158228
EA-1 33,1 30 1150158171 1150158180 40 1145012482 1150158228
EA-1 34,1 30 1150158171 1150158180 40 1145012482 1150158228
EA-1 35,1 30 1150158171 1150158180 40 1145012482 1150158228
EA-1 36,1 30 1150158171 1150158180 40 1145012482 1150158228
EA-1 37,1 30 1145012482 1150158228 40 1145012482 1150158228
EA-1 38,1 30 1145012482 1150158228 40 1145012504 1145012512

SEMENTE
ALTURA (m) CAPACIDADE
MODELO 60Hz 50Hz
NOMINAL (t/h)
EA-1 15,1 20 1145011877 1145011885
EA-1 21,1 20 1145011893 1145011907
EA-1 31,1 20 1150158899 1150158880
EA-1 38,1 20 1145011931 1150158902

Nota: Capacidade Nominal para peso específico de 0,75t/m3

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 61

MOTOREDUTORES FA EA-2

GRÃO COMERCIAL
CAPACIDADE CAPACIDADE
MODELO ALTURA (m) NOMINAL (t/h) 60Hz 50Hz NOMINAL (t/h) 60Hz 50Hz
EA-2 8,47 60 1150158120 1150158112 80 1150158163 1150158155
EA-2 9,47 60 1150158120 1150158112 80 1150158163 1150158155
EA-2 10,47 60 1150158120 1150158112 80 1150158163 1150158155
EA-2 11,47 60 1150158163 1150158155 80 1150158201 1150136291
EA-2 12,47 60 1150158163 1150158155 80 1150158201 1150136291
EA-2 13,47 60 1150158163 1150158155 80 1150158201 1150136291
EA-2 14,47 60 1150158163 1150158155 80 1150158201 1150136291
EA-2 15,47 60 1150158163 1150158155 80 1150158201 1150136291
EA-2 16,47 60 1150158201 1150136291 80 1150122371 1150136291
EA-2 17,47 60 1150158201 1150136291 80 1150122371 1150158244
EA-2 18,47 60 1150158201 1150136291 80 1150122371 1150158244
EA-2 19,47 60 1150158201 1150136291 80 1150122371 1150158244
EA-2 20,47 60 1150158201 1150136291 80 1150122371 1150158244
EA-2 21,47 60 1150158201 1150136291 80 1150122371 1150158244
EA-2 22,47 60 1150158201 1150136291 80 1150122371 1150158244
EA-2 23,47 60 1150122371 1150158244 80 1145012628 1145012636
EA-2 24,47 60 1150122371 1150158244 80 1145012628 1145012636
EA-2 25,47 60 1150122371 1150158244 80 1145012628 1145012636
EA-2 26,47 60 1150122371 1150158244 80 1145012628 1145012636
EA-2 27,47 60 1150122371 1150158244 80 1145012628 1145012636
EA-2 28,47 60 1150122371 1150158244 80 1145012628 1145012636
EA-2 29,47 60 1150122371 1150158244 80 1145012628 1145012636
EA-2 30,47 60 1150122371 1150158244 80 1145012644 1145020574
EA-2 31,47 60 1150122371 1150158244 80 1145012644 1145020574
EA-2 32,47 60 1145012628 1145012636 80 1145012644 1145020574
EA-2 33,47 60 1145012628 1145012636 80 1145012644 1145020574
EA-2 34,47 60 1145012628 1145012636 80 1145012644 1145020574
EA-2 35,47 60 1145012628 1145012636 80 1145012644 1145020574
EA-2 36,47 60 1145012628 1145012636 80 1145012644 1145020574
EA-2 37,47 60 1145012628 1145012636 80 1145012644 1145020574
EA-2 38,47 60 1145012628 1145012636 80 1150158325 1145020582
EA-2 39,47 60 1145012628 1145012636 80 1150158325 1145020582
EA-2 40,47 60 1145012628 1145012636 80 1150158325 1145020582
EA-2 41,47 60 1145012644 1145020574 80 1150158325 1145020582
EA-2 42,47 60 1145012644 1145020574 80 1150158325 1145020582
EA-2 43,47 60 1145012644 1145020574 80 1150158325 1145020582
EA-2 44,47 60 1145012644 1145020574 80 1150158325 1145020582
EA-2 45,47 60 1145012644 1145020574 80 1150158325 1145020582
EA-2 46,47 60 1145012644 1145020574 80 1150158325 1145020582
EA-2 47,47 60 1145012644 1145020574 80 1150158325 1145020582
EA-2 48,47 60 1145012644 1145020574 80 1150158325 1145020582
EA-2 49,47 60 1145012644 1145020574 80 1150158325 1145020582
EA-2 50,47 60 1145012644 1145020574 80 1150158325 1145020582

SEMENTE
CAPACIDADE
MODELO ALTURA (m) 60Hz 50Hz
NOMINAL (t/h)
EA-2 9,47 40 1150158970 1150158988
EA-2 14,47 40 1150158899 1150158880
EA-2 19,47 40 1145011931 1145011940
EA-2 20,47 40 1145012016 1145011940
EA-2 28,47 40 1145012016 1150158910
EA-2 39,47 40 1145012032 1150158929
EA-2 50,47 40 1145012059 1150158937

Nota: Capacidade Nominal para peso específico de 0,75t/m3


Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 62

MOTOREDUTORES FA EA-3

GRÃO COMERCIAL
MODELO ALTURA (m) CAPACIDADE 60Hz 50Hz CAPACIDADE 60Hz 50Hz
NOMINAL (t/h) NOMINAL (t/h)
EA-3 8,67 100 1150158201 1150136291 120 1150158201 1150136291
EA-3 9,67 100 1150158201 1150136291 120 1150122371 1150158244
EA-3 10,67 100 1150158201 1150136291 120 1150122371 1150158244
EA-3 11,67 100 1150158201 1150136291 120 1150122371 1150158244
EA-3 12,67 100 1150122371 1150158244 120 1150122371 1150158244
EA-3 13,67 100 1150122371 1150158244 120 1150122371 1150158244
EA-3 14,67 100 1150122371 1150158244 120 1145012628 1145012636
EA-3 15,67 100 1150122371 1150158244 120 1145012628 1145012636
EA-3 16,67 100 1150122371 1150158244 120 1145012628 1145012636
EA-3 17,67 100 1150122371 1150158244 120 1145012628 1145012636
EA-3 18,67 100 1145012628 1145012636 120 1145012628 1145020574
EA-3 19,67 100 1145012628 1145012636 120 1145012644 1145020574
EA-3 20,67 100 1145012628 1145012636 120 1145012644 1145020574
EA-3 21,67 100 1145012628 1145012636 120 1145012644 1145020574
EA-3 22,67 100 1145012628 1145012636 120 1145012644 1145020574
EA-3 23,67 100 1145012644 1145012636 120 1145012644 1145020574
EA-3 24,67 100 1145012644 1145020574 120 1150158325 1145020582
EA-3 25,67 100 1145012644 1145020574 120 1150158325 1145020582
EA-3 26,67 100 1145012644 1145020574 120 1150158325 1145020582
EA-3 27,67 100 1145012644 1145020574 120 1150158325 1145020582
EA-3 28,67 100 1145012644 1145020574 120 1150158325 1145020582
EA-3 29,67 100 1150158325 1145020574 120 1150158325 1145020582
EA-3 30,67 100 1150158325 1145020582 120 1150158325 1145020582
EA-3 31,67 100 1150158325 1145020582 120 1150158325 1145020582
EA-3 32,67 100 1150158325 1145020582 120 1150158325 1145020582
EA-3 33,67 100 1150158325 1145020582 120 1145012687 1145020540
EA-3 34,67 100 1150158325 1145020582 120 1145012687 1145020540
EA-3 35,67 100 1150158325 1145020582 120 1145012687 1145020540
EA-3 36,67 100 1150158325 1145020582 120 1145012687 1145020540
EA-3 37,67 100 1150158325 1145020582 120 1145012687 1145020540
EA-3 38,67 100 1150158325 1145020582 120 1145012687 1145020540
EA-3 39,67 100 1150158325 1145020582 120 1145012687 1145020540
EA-3 40,67 100 1145012687 1145020582 120 1145012687 1145020540
EA-3 41,67 100 1145012687 1145020540 120 1145012687 1145020540
EA-3 42,67 100 1145012687 1145020540 120 1145012350 1145020370
EA-3 43,67 100 1145012687 1145020540 120 1145012350 1145020370
EA-3 44,67 100 1145012687 1145020540 120 1145012350 1145020370
EA-3 45,67 100 1145012687 1145020540 120 1145012350 1145020370
EA-3 46,67 100 1145012687 1145020540 120 1145012350 1145020370
EA-3 47,67 100 1145012687 1145020540 120 1145012350 1145020370
EA-3 48,67 100 1145012687 1145020540 120 1145012350 1145020370
EA-3 49,67 100 1145012687 1145020540 120 1145012350 1145020370
EA-3 50,67 100 1145012687 1145020540 120 1145012350 1145020370

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 63

GRÃO COMERCIAL
CAPACIDADE CAPACIDADE
MODELO ALTURA (m) NOMINAL (t/h) 60Hz 50Hz NOMINAL (t/h) 60Hz 50Hz
EA-3 8,67 150 1150122371 1150158244 200 1145012628 1145012636
EA-3 9,67 150 1150122371 1150158244 200 1145012628 1145020574
EA-3 10,67 150 1145012628 1145012636 200 1145012644 1145020574
EA-3 11,67 150 1145012628 1145012636 200 1145012644 1145020574
EA-3 12,67 150 1145012628 1145012636 200 1145012644 1145020574
EA-3 13,67 150 1145012628 1145012636 200 1150158325 1145020582
EA-3 14,67 150 1145012644 1145020574 200 1150158325 1145020582
EA-3 15,67 150 1145012644 1145020574 200 1150158325 1145020582
EA-3 16,67 150 1145012644 1145020574 200 1150158325 1145020582
EA-3 17,67 150 1145012644 1145020574 200 1150158325 1145020582
EA-3 18,67 150 1150158325 1145020574 200 1145012687 1145020540
EA-3 19,67 150 1150158325 1145020582 200 1145012687 1145020540
EA-3 20,67 150 1150158325 1145020582 200 1145012687 1145020540
EA-3 21,67 150 1150158325 1145020582 200 1145012687 1145020540
EA-3 22,67 150 1150158325 1145020582 200 1145012687 1145020540
EA-3 23,67 150 1150158325 1145020582 200 1145012350 1145020540
EA-3 24,67 150 1150158325 1145020582 200 1145012350 1145020370
EA-3 25,67 150 1145012687 1145020582 200 1145012350 1145020370
EA-3 26,67 150 1145012687 1145020540 200 1145012350 1145020370
EA-3 27,67 150 1145012687 1145020540 200 1145012350 1145020370
EA-3 28,67 150 1145012687 1145020540 200 1145012350 1145020370
EA-3 29,67 150 1145012687 1145020540
EA-3 30,67 150 1145012687 1145020540
EA-3 31,67 150 1145012687 1145020540
EA-3 32,67 150 1145012350 1145020540
EA-3 33,67 150 1145012350 1145020370
EA-3 34,67 150 1145012350 1145020370
EA-3 35,67 150 1145012350 1145020370
EA-3 36,67 150 1145012350 1145020370
EA-3 37,67 150 1145012350 1145020370
EA-3 38,67 150 1145012350 1145020370
EA-3 39,67 150 1145012350 1145020370

SEMENTE
CAPACIDADE
MODELO ALTURA (m) 60Hz 50Hz
NOMINAL (t/h)
EA-3 9,67 75 1145011931 1145011940
EA-3 14,67 75 1145012016 1150158910
EA-3 19,67 75 1145012032 1150158929
EA-3 27,67 75 1145012059 1145012067
EA-3 34,67 75 1145012075 1150158945
EA-3 42,67 75 1145012091 1150158953
EA-3 50,67 75 1145019843 1145019851

Nota: Capacidade Nominal para peso específico de 0,75t/m3

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 64

MOTOREDUTORES FA EA-4

EA-4 NORMAL (GRÃO COMERCIAL)


CAPACIDADE
MODELO ALTURA (m) 60Hz 50Hz
NOMINAL (t/h)
EA-4 8,71 240 1145012644 1145020574
EA-4 9,71 240 1145012644 1145020574
EA-4 10,71 240 1150158325 1145020582
EA-4 11,71 240 1150158325 1145020582
EA-4 12,71 240 1150158325 1145020582
EA-4 13,71 240 1150158325 1145020582
EA-4 14,71 240 1145012687 1145020582
EA-4 15,71 240 1145012687 1145020540
EA-4 16,71 240 1145012687 1145020540
EA-4 17,71 240 1145012687 1145020540
EA-4 18,71 240 1145012687 1145020540
EA-4 19,71 240 1145012350 1145020370
EA-4 20,71 240 1145012350 1145020370
EA-4 21,71 240 1145012350 1145020370
EA-4 22,71 240 1145012350 1145020370
EA-4 23,71 240 1145012350 1145020370

EA-4 HF (GRÃO COMERCIAL)


MODELO ALTURA (m) CAPACIDADE 60Hz 50Hz
NOMINAL (t/h)
EA-4 HF 8,71 300 1150158325 1145020582
EA-4 HF 9,71 300 1150158325 1145020582
EA-4 HF 10,71 300 1150158325 1145020582
EA-4 HF 11,71 300 1145012687 1145020540
EA-4 HF 12,71 300 1145012687 1145020540
EA-4 HF 13,71 300 1145012687 1145020540
EA-4 HF 14,71 300 1145012350 1145020540
EA-4 HF 15,71 300 1145012350 1145020370
EA-4 HF 16,71 300 1145012350 1145020370
EA-4 HF 17,71 300 1145012350 1145020370

Nota: Capacidade Nominal para peso específico de 0,75t/m3

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 65

4.6.1.1 - Freio Tipo Balancim

Verificar o tipo de freio a ser montado no elevador. Até 30cv o freio utilizado como
padrão é o balancim (eixo balancim + cinta). Para acionamento acima de 30cv o freio
padrão utilizado é o contra-recuo no redutor. Neste caso verificar o sentido de giro
livre;
Aparafusar o conjunto do freio no corpo da cabeça. Para facilitar montagem nos acio-
namentos superiores duplos (com 2 polias), soltar totalmente o parafuso de regulagem
do freio. Observar o correto posicionamento do balancim conforme sentido de giro da
correia das caçambas. Ao fixar o eixo balancim, verificar o paralelismo (horizontal e
vertical) do eixo balancim com o eixo superior;
Deverá ser observada rigorosamente a distância entre os eixos superior e o eixo
suporte do balancim, bem como a distância (horizontal) entre o eixo do balancim em
relação ao eixo do acionamento superior;
Verificar a correta posição das arruelas lisas e contra-pino no conjunto do freio.

NOTA: Observar novamente se o freio não foi montado em invertida.

Tambor de acionamento
Sentido de
descarga do elevador
Roda do freio

Chaveta

Cinta do freio
Sentido da frenagem

Contrapino

Contrapino Anel elástico

Parafuso de ajustagem

Eixo balancim
Eixo balancim
Arruela Porca sext

Balancim Arruela

4.6.1.2 - Ajuste do Freio

A pré-ajustagem do freio deve ser antes da montagem da correia com caçambas.

A roda do freio e a cinta devem estar totalmente isentos de óleo, graxa ou mesmo poeira,
caso contrário prejudicará o bom funcionamento do freio.

A roda do freio deve girar livremente no mesmo sentido da correia de caçambas


(descarga do elevador) e permanecer presa quando ela gira ao contrário.

A ajustagem do freio é feita através do parafuso de regulagem montado do freio.

Verificar para que a cinta tenha um perfeito contato com a roda do freio.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 66

O tambor deve girar livre e deve haver um afastamento entre a lona do freio e o tambor
(folga de 1 a 2mm).

Testar freio quando o elevador estiverem funcionamento com produto e na capacidade


nominal. Para isso fechar o fluxo do produto para o elevador e desligar o motor simultaneamente.
Quando a correia do elevador parar carregada, o freio não deve permitir o retrocesso da mesma.

No primeiro sinal de recuo da correia das caçambas, a folga na zona de deslocamento


ente a lona e tambor deve desaparecer e o freio atuará instantaneamente (o retorno do tambor
deve ser inferior a 5º, a partir de seu ponto de parada).

Após a ajustagem, fixar nessa posição com a contra-porca.

SENTIDO DE DESCARGA ELEVADOR


AÇÃO LIVRE AÇÃO FREIO OBS:ajustar a cinta do freio da maneira
que fique bem confortada sobre a roda.
ZONA DE
ZONA DE FRENAGEM
ZONA DE TRABALHO
DESLOCAMENTO COM FUNCIONAMENTO
DA CINTA NORMAL DO ELEVADOR

A CINTA DEVE
FICA RETA NA
PARTE COM FRISO

FIG. C

SINTA CURVA
FIG. A FIG. B MONTAGEM ERRADA
PROPORCIONA MAU
FUNCIONAMENTO
NOTA:Durante o funcionamento do elevador, o freio se comporta E QUEBRA DO FREIO
conforme AÇÃO LIVRE (fig. “A”) e provoca um afastamento da
cinta na “zona de deslocamento”, evitando um desgaste prematuro
da lona de frenagem (fig. “B”).

FIG. D
RECUO INFERIOR A 5°

- O ajuste definitivo do freio só é possível após algum


tempo de funcionamento do elevador com produto e tensão correta
na correia elevadora.

NOTA: Durante o funcionamento do elevador, o freio se encontra no estado de AÇÃO


LIVRE (figura A) e provoca um afastamento da cinta da zona de deslocamento.

Quando o elevador pára, ocorre a AÇÃO DO FREIO e a cinta entra em contato com a
roda do freio, criando uma zona de frenagem (figura B)

- O ajuste do freio é feito através do parafuso de regulagem


montado na cinta, após a ajustagem fixar com a contra-porca.
- Na ação livre do freio o balancim deve ficar sempre que
possível na horizontal, e a cinta reta.
PARAFUSO DE
REGULAGEM

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 67

4.6.2 - Acionamento por Motor/redutor KA (a partir 40cv, exceto EA-5)

Esta é uma opção de acionamento disponível para toda a linha EA, a partir de 40cv, no
EA-5 a partir de 30cv de acordo com cada modelo de elevador.
VERIFICAR A
CÓDIGO MOTOR VER ENTRADA DOS
PÁGINAS SEGUINTES CABOS DA CAIXA DE
LIGAÇÃO PARA
02 EVITAR A ENTRADA
09 DE ÁGUA
10

PARA A MONTAGEM DO MOTOR,


OBSERVAR FIGURA ABAIXO
14

11
12 CÓDIGO REDUTOR VER
13 PÁGINAS SEGUINTES

*03
05
01

04
06
07
08

PLATAFORMA

NOTA

NOTA:
- CONFORME INDICAÇÃO DE MONTAGEM ACIMA, O REDUTOR ESTÁ NO LADO DIREITO (SENTIDO DE
GIRO ANTI-HORÁRIO) DO ELEVADOR.
- A INSTALAÇÃO TAMBÉM PODERÁ SER ESQUERDA (SENTIDO DE GIRO HORÁRIO), ALTERANDO-SE
PARA ISSO A ESPECIFICAÇÃO DO REDUTOR. VERIFICAR CONFORME LAY-OUT.
- OBSERVAR O SENTIDO DE GIRO DO ELEVADOR PARA EVITAR DANO AO CONTRA-RECUO.

NOTA:
- NA MONTAGEM DO CORPO DA CABEÇA
REMOVER A TAMPA PLÁSTICA COM A CALHA, UTILIZAR MASSA CALAF.
PARA UNIR O MOTOR
REMOVER A TAMPA PLÁSTICA * USAR CALÇO (POS.03) QUANDO FOR
PARA UNIR O MOTOR NECESSÁRIO.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 68

EA-3 KA
QTD EA-3
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO
KA 97 KA 107
01 91396685112 CORPO DA CABEÇA EA-3 MTD - KA SN520 1 1
9138521712 ACIONAMENTO MTD - KA 97 EA-3 1 -
02
9138441816 ACIONAMENTO MTD - KA 107 - 1
03 9116755630 CALÇO DO MANCAL SN 520 GALV 4 4
04 9138425411 SUPORTE BRAÇO DE TORQUE KA 107 EA-4 1 1
9138463615 BRAÇO DE TORQUE KA 97 1 -
05
9122796210 BRAÇO DE TORQUE KA 107 - 1
06 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 17 17
07 1117971101 ARR PRESS BICROM B10 DIN 127 17 17
08 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 17 17
09 1117586550 PARAF SEXT BICROM M16 x 55 - 8,8 DIN 933 8 8
10 1117971551 ARR PRESS BICROM B16 DIN 127 8 8
11 1117581168 PARAF SEXT BICROM M6 x 16 - 8,8 DIN 933 6 6
12 1117972060 ARR LISA BICROM 6,6 DIN 126 6 6
13 1117940060 PORCA SEXT BICROM M6 - 8 DIN 934 6 6

EA-4 KA
QTD EA-4
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO
KA 97 KA 107 KA 127
01 9139668210 CORPO DA CAB. EA-4 MTD - KA SN520-522 1 1 1
9138445510 ACIONAMENTO MTD - KA 97 EA-4 1 - -
02 9138413618 ACIONAMENTO MTD - KA 107 EA-4 - 1 -
9138420215 ACIONAMENTO MTD - KA 127 EA-4 - - 1
9116755630 CALÇO DO MANCAL SN 520 GALV 4 4 -
03
9138475036 CALÇO DO MANCAL SN 522 GALV - - 4
9138425411 SUPORTE BRAÇO DE TORQUE KA 107 EA-4 1 1 -
04
9138428518 SUPORTE BRAÇO DE TORQUE KA 127 EA-4 - - 1
9138463615 BRAÇO DE TORQUE KA 97 1 - -
05 9122796210 BRAÇO DE TORQUE KA 107 - 1 -
9122800714 BRAÇO DE TORQUE KA 127 - - 1
06 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 20 20 20
07 1117971101 ARR PRESS BICROM B10 DIN 127 20 20 20
08 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 20 20 20
09 1117586550 PARAF SEXT BICROM M16 x 55 - 8,8 DIN 933 8 8 8
10 1117971551 ARR PRESS BICROM B16 DIN 127 8 8 8
11 1117581206 PARAF SEXT BICROM M6 x 20 - 8,8 DIN 933 6 6 6
12 1117972060 ARR LISA BICROM 6,6 DIN 126 6 6 6
13 1117940060 PORCA SEXT BICROM M6 - 8 DIN 934 6 6 6

MOTOR/REDUTORES KA EA-3

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
GRÃO COMERCIAL
60Hz 50Hz
CAPACIDADE
MODELO ALTURA (m) NOMINAL (t/h) REDUTOR REDUTOR MOTOR MOTOR ALTO REDUTOR REDUTOR MOTOR MOTOR ALTO
DIR ESQ NORMAL RENDIMENTO DIR ESQ NORMAL RENDIMENTO
EA-3 40,67 150 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 41,67 150 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 42,67 150 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.

EA-3 43,67 150 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 44,67 150 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 45,67 150 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 46,67 150 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 47,67 150 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 48,67 150 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 49,67 150 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 50,67 150 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 29,67 200 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130

ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS


EA-3 30,67 200 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 31,67 200 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 32,67 200 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
EA-3 33,67 200 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 34,67 200 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 35,67 200 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 36,67 200 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 37,67 200 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 38,67 200 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 39,67 200 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-3 40,67 200 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-3 41,67 200 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-3 42,67 200 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-3 43,67 200 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-3 44,67 200 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-3 45,67 200 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-3 46,67 200 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-3 47,67 200 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-3 48,67 200 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-3 49,67 200 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-3 50,67 200 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027

EIMAN 912
Nota: Capacidade Nominal para peso específico de 0,75t/m3

69
MOTOR/REDUTORES KA EA-4
EA-4 NORMAL (GRÃO COMERCIAL)
60Hz 50Hz
CAPACIDADE
MODELO ALTURA (m) REDUTOR REDUTOR MOTOR MOTOR ALTO REDUTOR REDUTOR MOTOR MOTOR ALTO
NOMINAL (t/h)
DIR ESQ NORMAL RENDIMENTO DIR ESQ NORMAL RENDIMENTO
EA-4 24,71 240 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 25,71 240 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 26,71 240 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.

EA-4 27,71 240 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 28,71 240 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 29,71 240 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 30,71 240 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 31,71 240 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 32,71 240 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 33,71 240 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 34,71 240 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 35,71 240 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027

ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS


EA-4 36,71 240 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 37,71 240 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 38,71 240 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
EA-4 39,71 240 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 40,71 240 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 41,71 240 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 42,71 240 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 43,71 240 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 44,71 240 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 45,71 240 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 46,71 240 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 47,71 240 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 48,71 240 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 49,71 240 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 50,71 240 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157

Nota: Capacidade Nominal para peso específico de 0,75t/m3

EIMAN 912
70
EA-4 HF (GRÃO COMERCIAL)
60Hz 50Hz
CAPACIDADE
MODELO ALTURA (m) NOMINAL (t/h) REDUTOR REDUTOR MOTOR MOTOR ALTO REDUTOR REDUTOR MOTOR MOTOR ALTO
DIR ESQ NORMAL RENDIMENTO DIR ESQ NORMAL RENDIMENTO
EA-4 HF 18,71 300 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 HF 19,71 300 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 HF 20,71 300 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 HF 21,71 300 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 HF 22,71 300 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
EA-4 HF 23,71 300 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,

EA-4 HF 24,71 300 1150158473 1150158422 1150036378 1150036610 1150158481 1150158465 1150035886 1150036130
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.

EA-4 HF 25,71 300 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 HF 26,71 300 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 HF 27,71 300 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 HF 28,71 300 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 HF 29,71 300 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 HF 30,71 300 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 HF 31,71 300 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027
EA-4 HF 32,71 300 1150162829 1150162985 1150162993 1150163000 1150158511 1150158546 1150035894 1150163027

ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS


EA-4 HF 33,71 300 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 HF 34,71 300 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 HF 35,71 300 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
EA-4 HF 36,71 300 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 HF 37,71 300 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 HF 38,71 300 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 HF 39,71 300 1150158503 1150158538 1150036394 1150036637 1150158511 1150158546 1150035908 1150036157
EA-4 HF 40,71 300 1150158554 1150158589 1150036408 1150163043 1150158562 1150158597 1150035916 1150163060
EA-4 HF 41,71 300 1150158554 1150158589 1150036408 1150163043 1150158562 1150158597 1150035916 1150163060
EA-4 HF 42,71 300 1150158554 1150158589 1150036408 1150163043 1150158562 1150158597 1150035916 1150163060
EA-4 HF 43,71 300 1150158554 1150158589 1150036408 1150163043 1150158562 1150158597 1150035916 1150163060
EA-4 HF 44,71 300 1150158554 1150158589 1150036408 1150163043 1150158562 1150158597 1150035916 1150163060
EA-4 HF 45,71 300 1150158554 1150158589 1150036408 1150163043 1150158562 1150158597 1150035916 1150163060
EA-4 HF 46,71 300 1150158554 1150158589 1150036408 1150163043 1150158562 1150158597 1150035916 1150163060
EA-4 HF 47,71 300 1150158554 1150158589 1150036408 1150163043 1150158562 1150158597 1150035916 1150163060
EA-4 HF 48,71 300 1150158554 1150158589 1150036408 1150163043 1150158562 1150158597 1150035916 1150163060

Nota: Capacidade Nominal para peso específico de 0,75t/m3

EIMAN 912
71
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 72

4.6.3 - Acionamento para o EA-5


NOTA: OBSERVAR ATENTAMENTE O
SENTIDO DE GIRO DO CONTRA
RECUO, ANTES DA MONTAGEM DO
ACIONAMENTO NO LADO
ESQUERDO OU DIREITO.

01

02
EA-5 50/60Hz
POS POT. (cv) CÓDIGO
03
30 9122838215 04
40 9122774217
50 9122773717
01 60 9122773415
75 9122773318
100 9122771412
125 9122839114
02 30a 125 9122048915
25 9122778719
30 e 40 9122786118
50 e 60 9122789613
03
75 9122790514
100 9122790913
125 9122908019
30 e 40 9122796210
50 e 60 9122797713
04 75 9122800714
100 9122803519
125 9122900816

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 73

4.7 - CORREIAS E CAÇAMBAS


Correias
CORREIA
CAÇAMBA

PARAF. CAÇAMBA DIN 15237 Caçambas:


PORCA SEXT. fechada /
ARRUELA CÔNCAVA DIN 15237 aberta

ATENÇÃO: “PRESAS” DEVEM FICAR


NA HORIZONTAL
EA-4 HF: 1 / 4
Caçambas HF

Observar a distribuição correta das caçambas nos elevadores HF:


- EA-4 HF: 1:4 uma caçamba com fundo para quatro sem fundo.
CAÇAMBAS SEMENTES
CAÇAMBA “S”

“A”

DETALHE “A”

A correia sai de fábrica com furos para a montagem das caçambas conforme o tipo de
elevadores e capacidade desejada, devendo conferir, distância entre furos, diâmetro dos furos, nº
de caçambas por metro, nº de lonas, com ou sem coberturas, comprimento total da correia, ...

Deixar livre no início e fim da correia um espaço de meio metro para facilitar a montagem
da correia no elevador.

Colocar o eixo do pé no curso mais alto. Para isso pode-se calçar com madeira.

Montar fora do elevador as caçambas na correia com os parafusos, as arruelas especiais


e as porcas sextavadas, devendo ser um lugar limpo, sobre uma tábua ou piso p/ evitar acúmulo
de sujeira entre os parafusos e o piso.

ATENÇÃO: Observar para que as presas do parafuso caçamba fiquem na horizontal.

Utilizar a calha com janela para a colocação da correia com as caçambas no elevador.

Colocar uma corda ou um cabo de aço dentro da calha do elevador no lado da janela.

Conduzir o cabo ou a corda pela janela e prender este na placa com corrente
aparafusada na extremidade da correia.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 74

Puxar a correia com as caçambas, com as bocas para cima pela janela com talha até o
rolo superior, aproveitando o dispositivo de montagem.

Prender a correia com alicates de pressão no rolo superior.

O freio já deve estar montado e ajustado neste momento.

Prender novamente o moitão (talha) na correia e puxar mais um trecho, fazendo com que
o ponto superior desça pela outra calha, contornando o rolo do pé e fazendo a emenda na janela.

UNIÃO DA CORREIA

Para emendar a correia, transpassa-se as extremidades com o auxílio da alavanca


esticadora e a placa com corrente. Siga os seguintes passos:
Fixação das extremidades; (ver figura 02 do capítulo 4.7.2)
Prender as placas do esticador nas extremidades da correia utilizando os furos de
fixação das caçambas;
Prender uns dos elos da corrente da placa inferior, no gancho da corrente da extremi-
dade da alavanca. Em seguida, baixar a alavanca;
Prender a seguir, o gancho da corrente em algum elo da corrente da placa inferior do
elo anterior escolhido;
Forçar a alavanca para cima , até engatar novamente o elo da outra corrente;
Repetir esta operação até transpassar as duas extremidades da correia. Aproveitar os
furos existentes na correia e colocar os parafusos na emenda;
Cortar o excesso da correia, aproximadamente 40 mm do último parafuso da emenda.
Para HF 25mm;
Emenda da correia deve ser tipo “TRANSPASSADO”, com 5 caçambas normais e
0,7m para EA4 HF;
Esticar o rolo do pé até as caçambas não baterem nas calhas. (Não usar prolonga-
mento na chave de aperto);
Retirar as placas das extremidades e colocar as últimas caçambas;
Abrir as janelas de inspeção e remover a tampa aparafusada;
Movimentar a correia até que a emenda se posicione de frente p/ espaço livre da calha
c/ janela, e seguir o mesmo procedimento de montagem da união de correia;
Para fixar a emenda, usa-se a própria caçamba com parafusos caçambas, porcas e
arruelas.

OBS.: Após breve período de operação, é normal as correias cederem a tal ponto de
necessitarem de um novo esticamento.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 75

4.7.1 - Tipos de Caçambas

CAÇAMBA METÁLICA FARELO FURADA CAÇAMBA SEMENTE PLÁSTICA

CAÇAMBA METÁLICA HIGH-FLOW

CAÇAMBA METÁLICA CAÇAMBA SEMENTE HIGH-FLOW


ELEVADOR
FARELO FURADA PLÁSTICA COM FUNDO SEM FUNDO
EA-0 9137553920 9119382036 - -
EA-1 9137556920 9118290235 - -
EA-2 9137559228 9118294532 - -
EA-3 9137563721 9118217937 - -
EA-4 9137546525 9116249335 9137550328 9137551022
EA-5 - 9122890233 - -

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 76

4.7.2 - Montagem da Correia com Caçambas

CABO

PARAF CAÇAMBA
PORCA SEXT Z

PLACA DE
EXTREMIDADE INFERIOR

m
500 m
NOTA: RETIRE A CHAPA
APARAFUSADA COM JANELA
CALHA C/ JANELA PARA FACILITAR A DETALHE A
COLOCAÇÃO DA CORREIA.

DETALHE A

ALAVANCA
ESTICADORA CORRENTE
! 80MA
REFD.:
FIGURA 01 ELO É DIÂM. 8mm
CARGA ADM.: 540 kg
PLACA COM CORRENTE

FLUXO

FIGURA 02

40 mm (HF = 25 mm)

NORMAL = 5 CAÇAMBAS

EA-4 HF = 700mm

40 mm (HF = 25 mm)
ELEVADOR A B C D E F H I J
EA-0, EA-1 800 51 147 102 63 234 205 410 25
EA-2, EA-3 800 51 147 102 63 234 205 410 25
EA 4 800 51 147 102 63 234 205 410 25
EA 5 800 51 147 102 63 234 205 410 25

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 77

4.8 - FUNIL DE DESCARGA

O funil de descarga é aparafusado no corpo da cabeça e na calha superior.


NOTA:
- NA MONTAGEM DO FUNIL DE DESCARGA E DA
TRANSIÇÃO DE DESCARGA COM O CORPO DA
CABEÇA, UTILIZAR MASSA CALAF.

CORPO DA
CABEÇA

03 07
08
09

NOTA

04
05
06

01

04
05
06

02

8.6
10mm

COM A TENSÃO CERTA DA CORREIA, OBSERVAR A DISTÂNCIA


DA CHAPA DE CONTENÇÃO DE RETORNO PARA ELEVADORES
NORMAL E HF

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
EA-0 EA-1 EA-2 EA-3 EA-4 EA-5
POS CÓDIGO DESCRIÇÃO
D150 D200 D200 D240 D240 D320 D320 D380 Q500
9138528210 FUNIL DE DESCARGA EA-0 GALV 1 - - - - -
9138528318 FUNIL DE DESCARGA EA-1 GALV - 1 - - - -
9138528415 FUNIL DE DESCARGA EA-2 GALV - - 1 - - -
01
9138528512 FUNIL DE DESCARGA EA-3 GALV - - - 1 - -
9138528610 FUNIL DE DESCARGA EA-4 GALV - - - - 1 -
Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.

9123042422 FUNIL DE SAÍDA Q500 GALV - - - - - - - - 1


9138528725 TRANSIÇÃO D150 DESCARGA EA-0 1 - - - - - - - -
9138528822 TRANSIÇÃO D200 DESCARGA EA-1 - 1 - - - - - - -
9138528920 TRANSIÇÃO D200 DESCARGA EA-2 - - 1 - - - - - -
9138529020 TRANSIÇÃO D240 DESCARGA EA-2 - - - 1 - - - - -
02
9138529128 TRANSIÇÃO D240 DESCARGA EA-3 - - - - 1 - - - -
9138529225 TRANSIÇÃO D320 DESCARGA EA-3 - - - - - 1 - - -
9138529322 TRANSIÇÃO D320 DESCARGA EA-4 - - - - - - 1 - -
9138529420 TRANSIÇÃO D380 DESCARGA EA-4 - - - - - - - 1 -

ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS


03 9117700138 OLHAL PARA AMARRAÇÃO 2 2 2 2 2 -
1117582202 PARAF SEXT BICROM M8 x 20 - 8,8 DIN 933 21 25 25 28 32 -
04
1117584302 PARAF SEXT BICROM M12 x 30 - 8,8 DIN 933 - - - - - 22

MANUAL DO PROPRIETÁRIO
1117971080 ARR PRESS BICROM B8 DIN 127 21 25 25 28 32 -
05
1117971128 ARR PRESS BICROM B12 DIN 127 - - - - - 22
1117940087 PORCA SEXT BICROM M8 - 8 DIN 934 21 25 25 28 32 -
06
1117940125 PORCA SEXT BICROM M12 - 8 DIN 934 - - - - - 22
07 1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 4 4 4 4 4 -
08 1117971101 ARR PRESS BICROM B10 DIN 127 4 4 4 4 4 -
09 1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 4 4 4 4 4 -

EIMAN 912
78
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 79

4.9 - TAMPA DA CABEÇA

Montar primeiramente o fechamento do mancal na tampa da cabeça, a seguir, aparafusar


a tampa no corpo da cabeça e colocar massa de calafetar entre elas.

OBSERVAÇÃO:

Alinhar as partes superior e inferior da cabeça especialmente no lado de saída do


elevador, ver detalhe.

CERTO ERRADO

NOTA:
- NA MONTAGEM DA TAMPA DA CABEÇA COM O
CORPO DA CABEÇA, UTILIZAR MASSA CALAF.

01

03
02 04
05

03
04
05

NOTA

CORPO DA
CABEÇA

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 80

POS CÓDIGO DESCRIÇÃO EA-0 EA-1 EA-2 EA-3 EA-4 EA-5


9139671017 TAMPA DA CAB EA-0 MTD - 2007 1 - - - - -
9139670410 TAMPA DA CAB EA-1 MTD - 2007 - 1 - - - -
9139649410 TAMPA DA CAB EA-2 MTD - 2007 - - 1 - - -
01
9139644419 TAMPA DA CAB EA-3 MTD - 2007 - - - 1 - -
9139639911 TAMPA DA CAB EA-4 MTD - 2007 - - - - 1 -
9122045916 TAMPA DA CABECA EA-5 GALV - - - - - 1
9138360930 FECHAMENTO MANCAL EA-0 2 - - - - -
9138371834 FECHAMENTO MANCAL EA-1 - 2 - - - -
9138400931 FECHAMENTO MANCAL EA-2 - - 2 - - -
02 9138430032 FECHAMENTO MANCAL EA-3 - - - 2 - -
*9138441638 FECHAMENTO MANCAL EA-3 KA - - - 2 - -
9138436430 FECHAMENTO MANCAL EA-4 - - - - 2 -
*9138436332 FECHAMENTO MANCAL EA-4 KA - - - - 2 -
1117582202 PARAF SEXT BICROM M8 x 20 - 8,8 DIN 933 28 30 32 34 36 -
03
1117583250 PARAF SEXT BICROM M10 x 25 - 8,8 DIN 933 - - - - - 46
1117971080 ARR PRESS BICROM B8 DIN 127 28 30 32 34 36 -
04
1117971101 ARR PRESS BICROM B10 DIN 127 - - - - - 46
1117940087 PORCA SEXT BICROM M8 - 8 DIN 934 28 30 32 34 36 -
05
1117940109 PORCA SEXT BICROM M10 - 8 DIN 934 - - - - - 46

* Fechamento do mancal usado somente quando for acionamento tipo KA

4.10 - PROTEÇÃO DO ACIONAMENTO

02

01

PRENDER NO PARAFUSO
EXISTENTE NOS ELEVADORES
EA-1, EA-2 e EA-3

POS CÓDIGO DESCRIÇÃO EA-0 EA-1 EA-2 EA-3 EA-4 EA-5


9138356215 PROTEÇÃO DO FREIO D250 1 - - - - -
9138377018 PROTEÇÃO DO FREIO D300 - 1 - - - -
01
9138405313 PROTEÇÃO DO FREIO D400 - - 1 1 - -
9138436510 PROTEÇÃO DO FREIO D500 - - - - 1 -
02 1117582164 PARAF SEXT BICROM M8 x 16 - 8,8 DIN 933 4 2 2 2 4 -

NOTA: Proteção do freio usado somente quando for acionamento tipo FA

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 81

4.11 - GUINDASTE GIRATÓRIO COM TROLE (OPCIONAL)

Este guindaste é uma opção para o içamento de cargas até 800kg. Está disponível para
os modelos EA-3 e EA-4.

04

05
06

07

03

02

POS EA - 3 EA - 4
01 01 9117991728 9117991825
02 9117991523 9117991620
03 9118052326
04 9117911520
05 9118052237
06 9118051818
07 9117911929

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 82

5 - ESTAIAMENTO

O sistema de estaiamento deve obedecer aos seguintes critérios:


• Os cabos que concorrem ao ponto I (Calha Superior) devem ser Ø3/8” e todos os
demais abaixo Ø5/16”.
• Cabos de aço tipo 6x7, alma de fibra, galvanizado, torção regular à direita.
• Usar somente esticadores de aço forjado.
• Os cabos de aço devem ser fixados nas manilhas que por sua vez são montados no
flange da calha, (ver detalhe “X” , deste capítulo) utilizando-se sapatilhas e 2 grampos
por ponto de fixação, (ver tabela a seguir:).
• O ângulo entre o cabo e o solo deve ser no máximo 50º.
• O espaço entre cada ponto de estaiamento deve ser no máximo de 6m.
• Quatro cabos para cada ponto de estaiamento (mais cabos são opcionais, ver Lay-
Out).
• O lugar, a posição e comprimento dos cabos deve ser conforme o Lay-Out.
• Pequenos desalinhamentos do elevador podem ser corrigidos através dos cabos de
estaiamento
• Quando existir dois elevadores próximos, podem ser os mesmos fixados com perfis
entre si e nas laterais com cabo de aço.
CABOS DE AÇO (Estaiamento do Elevador)
DIÂMETRO DO CABO NÚMERO MÍNIMO DE ESPAÇAMENTO ENTRE DIÂM. INTERNO DA MANILHA FORJADA
EM POLEGADA GRAMPOS GRAMPOS EM mm “A” SAPATILHA d EM MM
5/16” 2 48 28 5/16”
3/8” 2 57 28 3/8”

MANILHA FORJADA

DETALHE “X”

DETALHE “X”

SAPATILHA GRAMPO

“A”

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 83

PONTO I

“X”
“X”
VISTA SUPERIOR

50°

ELEVADOR DISTÂNCIA “X” (m)


EA - 0/ EA - 1 4 DISTRIBUIÇÃO DOS CABOS DE ESTAIAMENTO
EA - 2/3/4/5 6

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 84

6 - PREPARAÇÃO DO ELEVADOR PARA OPERAÇÃO

• Verificar o alinhamento do elevador;


• Verificar a fixação e o alinhamento do motoredutor;
• Retirar objetos estranhos como madeira, ferramentas, entre outros depositados no
interior do elevador;
• Verificar a fixação das caçambas, o alinhamento da correia, devendo estar centrali-
zada bem como seu esticamento;
• Verificar a montagem do freio;
• O elevador deve estar no prumo e bem estaiado;
• Parafusos de união das calhas devem estar devidamente apertados.

6.1 - TESTE DO ELEVADOR A VAZIO

Antes de iniciar o teste a vazio deverá ser verificado o item anterior, após iremos preparar
o elevador para teste individual.

Para maior segurança ao fazer o teste a vazio, coloque um observador junto ao elevador
para observar e garantir para que não haja nenhuma pessoa desavisada, a não ser o observador
ou observadores.

Dar um ou dois “impulsos” na botoeira de partida. Isso servirá para verificação do sentido
de giro de rotação e para ouvir se há ruídos anormais.

Após os impulsos trocar conclusões/informações com o “observador, e aí então energizar


por um período mais longo, o suficiente para o elevador entrar em regime de funcionamento no
mínimo 10 minutos. Durante o funcionamento, verifique se não há ruídos anormais ou
aquecimento do conjunto de acionamento.

Para um funcionamento normal se ouvirá um ruído suave. O som de um rolamento


danificado é bem diferente, podendo apresentar características irregulares.

Verificar durante o teste a amperagem do motor, a mesma não deve ultrapassar a


amperagem nominal. Se estiver tudo em ordem deixe rodando pelo menor duas horas.

Ao parar o elevador, bloqueie no quadro de comando, e retire os fusíveis. Faça então


uma inspeção verificando o aperto dos parafusos e demais componentes. Lembre-se de aplicar
critérios de segurança, quando for acionar qualquer máquina ou equipamento, para evitar
acidentes.

Colocar os fusíveis no quadro de comando e ligar o motor do elevador e verificar o


seguinte:

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 85

• Se as caçambas baterem nas calhas, verificar a tensão e o alinhamento da correia de


caçambas;
• Se a correia estiver muito frouxa, esticar a mesma;
• Verificar o ruídos dos rolamentos. Em último caso, desmontar e verificar o rolamento.

Os esticadores são colocados e fixados no conjunto do pé do elevador, atuando


diretamente no eixo da polia gaiola do pé. Permite que a correia seja esticada, mesmo com o
elevador em funcionamento, além de deixá-la alinhada no centro da polia gaiola do pé.
Se a correia não ficar no meio da polia gaiola, verificar também a polia (tambor) supe-
rior. Tirar ou colocar novos calços entre a base e mancal do eixo superior para perfeito
alinhamento da correia;
Verificar o espaço entre a caçamba e chapa de desvio.

6.2 - TESTE COM PRODUTO

Antes de iniciar o teste com produto deverá ser efetuado o item anterior. Após certifique-
se de que a alimentação e a saída de produto estão devidamente reguladas e direcionadas para
possibilitar o fluxo de cereal pelo transportador. Colocar então os fusíveis no quadro de comando,
ligar o elevador, e após largar o produto. Testar o elevador com a capacidade nominal indicado no
lay-out. Verificar durante o teste a amperagem nominal do motor (informação contida na placa de
identificação do mesmo, quando em regime normal de funcionamento). Passado um determinado
tempo de funcionamento, se tudo estiver bem, fechar o fluxo do produto e após alguns instantes
(até que o elevador esteja isento de produto), desligar o motor. Para um melhor funcionamento do
elevador, observar os seguintes itens:
• O fluxo de descarga constante e uma capacidade máxima do elevador estão direta-
mente ligados à perfeita alimentação do elevador;
• O produto só pode entrar no elevador com a correia das caçambas em movimento;
• Para evitar o embuchamento, não ultrapassar a capacidade máxima específica para o
elevador;
• Evitar a parada do elevador com as caçambas cheias de produto, pois provoca sobre
carga quando da próxima partida e há perigo de danos no motor e transmissões;
• Quando a correia de caçambas parar, o freio não deve permitir retrocesso da correia.
Ajustar o freio quando a correia voltar para trás;
• Com a voltagem da rede certa, verificar a amperagem do motor. A amperagem não
pode ultrapassar a amperagem nominal do motor, quando em regime normal de fun-
cionamento do elevador.

6.3 - LIMPEZA

Após o processo de transporte para uma longa parada ou na troca de produto, deve-se
fazer uma limpeza total no pé e nas caçambas do equipamento para evitar contaminação/resíduos
de produtos, retirando para isso as gavetas para limpeza no pé. Para este processo devemos
retirar os fusíveis que ligam o elevador e colocar avisos de que o equipamento está em
manutenção. Na parte externa, verificar como estão as paletas de dissipação de calor do motor,
se as mesmas estiverem obstruídas, favor limpe-as, pois se consegue um melhor rendimento do
motor e evitamos a queima do mesmo.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 86

7 - MANUTENÇÃO

Efetuando-se uma manutenção correta obteremos um bom funcionamento (refletindo um


alto rendimento) e a durabilidade desejada. Porém, é imprescindível retirar os fusíveis antes de
iniciar os trabalhos de manutenção.

7.1 - RECOMENDAÇÕES GERAIS

• Peças com alto desgaste: deverão ser trocadas preventivamente, nunca permitir o
desgaste total;
• Deve-se manter adequadamente apertados: parafusos de fixação do motor e todos os
outros elementos de fixação;
• Após substituir peças gastas ou quebradas: observar o aperto dos parafusos em geral,
lubrificação dos rolamentos, etc.;
• Após esvaziamento do elevador: recomenda-se limpeza geral do equipamento, lubrifi-
cação, reaperto e deixar funcionar em vazio, observando se está em perfeitas con-
dições de trabalho.

7.2 - PLANO DE MANUTENÇÃO

COMPONENTE PROCEDIMENTO PERIODICIDADE


Antes de encher o elevador, quando vazio
Limpeza por um longo período.
Mancais e rolamentos Após cada operação do elevador.
Lubrificação Parcial (complementação) Sempre que vazar ou apresentar ruído.
Lubrificação Total (substituição da graxa) A cada 6 meses.
Checar a rigidez das conexões e verificar a
Conexões elétricas Sempre antes de encher o elevador.
eficiência das isolações
Sempre antes de encher o elevador.
Correias Checar a tensão adequada de esticamento OBS.: Aliviar a tensão quando for ficar
inativo por um longo período.
Redutores - Respiro do óleo lubrificante Checar se não está obstruído Sempre que for ligar o elevador.
Conferir nível recomendado Sempre que for ligar o elevador.
Redutores - Nível do óleo lubrificante
Substituir óleo lubrificante Anualmente.
Redutores - Engrenagens e rolamentos Verificar nível de ruído Sempre que for ligar o elevador.

7.3 - ROLAMENTOS

Nota: Apresentamos referências a alguns produtos do fabricante SKF com o único


objetivo de estabelecer uma maior aproximação com as novas tecnologias disponíveis para o
cliente. A correta utilização dos produtos de nossos fornecedores, deve ser seguida de acordo
com o manual dos mesmos.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 87

Os rolamentos montados em equipamentos onde a paralização pode ocasionar sérias


conseqüências, devem seguir de verificação em períodos regulares. Observar alguns cuidados
durante a operação procedendo da seguinte forma:

RUÍDOS

Colocar um bastão de madeira ou uma chave de fenda contra o alojamento o mais


próximo possível do rolamento. Ponha o ouvido na outra extremidade e ouça.

Se tudo estiver bem, deverá ser ouvido um ruído suave. O som de um rolamento
danificado é bem diferente, podendo apresentar características irregulares. Em caso de dúvidas
desmontar e verificar o rolamento.

ESTETOSCÓPIO ELETRÔNICO: Opção para se determinar com precisão a existência


de problemas nos rolamentos ou outros componentes do equipamento, constatados através de
vibrações ou de ruido, sendo o nível deste controlado através dos ouvidos.

Estetoscópio Eletrônico:

TEMPERATURA

TOQUE: Verificar a temperatura do mancal, simplesmente colocando a mão no


alojamento do rolamento. Se a temperatura parecer além da normal, ou com variações bruscas, é
uma indicação de que algo está errado, neste caso desmontar e verificar o rolamento.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 88

Para medição de temperatura dos rolamentos e/ou caixas de engrenagens, pode se


utilizar um termômetro com baixo consumo de energia e que assegura um contato efetivo com a
superficie, permitindo dessa forma, a medição exata da temperatura.

Termômetro com mira a laser


Termômetro para uso geral

LUBRIFICAÇÃO DOS ROLAMENTOS

Os rolamentos do Elevador já são fornecidos com graxa suficiente.

A substituição da graxa deve ser feita a cada 4.000 horas de serviço ou de 6 em 6 meses.

O procedimento para substituição da graxa deve ser o seguinte:


• Remover 2 parafusos da tampa e retirar a tampa do mancal.
• Retirar todo o lubrificante usado no rolamento.
• Limpar bem o mancal e rolamento, cuidando para não ficar nenhum corpo estranho.
• Colocar graxa nova no rolamento, a quantidade de graxa no espaço livre (face do rola-
mento) deve ser um pouco menor que um terço desse espaço.

• Se for necessário substituir os anéis de feltro, os mesmos devem sofrer banho de óleo
quente até 80ºC, durante alguns minutos, antes de serem montados. Atentar para o
correto encaixe dos mesmos nos rasgos.
ATENCAO:
- Usar sempre graxa MAX LUB GP BARDAL, consistência NLGI 2, a base de lítio, ou equivalente.
- Não usar graxa em demasia. O excesso de graxa é mais prejudicial do que a sua falta para o rola-
mento.

Pistola de graxa (para lubrificar Bomba de graxa (lubrificação com graxa livre de contaminação)
rolamentos abertos)

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 89

DESMONTAGEM DO ROLAMENTO/BUCHA DE FIXAÇÃO

Os rolamentos autocompensadores são geralmente montados com bucha de fixação.

Se necessário a desmontagem, o procedimento para retirar o mancal ou substituir o


rolamento, deverá ser o seguinte:
• Remover a polia do eixo quando necessário;
• Calçar o eixo com madeira, aliviando a carga do mancal;
• Retirar os parafusos da tampa do mancal, removendo a tampa;
• Retirar o(s) anel(éis) de bloqueio (quando houver).

Marcar a posição da bucha de fixação sobre o eixo, antes de iniciar a desmontagem da


mesma. Ver figura B abaixo. Logo após, endireitar a orelha da arruela de trava, dobrada no rasgo
da porca de fixação e soltar algumas voltas na porca. Ver figura C.

Na figura A, vemos o seguinte:


• Posição 1 - Porca;
• Posição 2 - Arruela de trava;
• Posição 3 - Rolamento;
• Posição 4 - Bucha de fixação.

3
1 2
4

Fig. A Fig. B Fig. C

REMOSSÃO DO ROLAMENTO

Para remover o rolamento de seu assento usar ferramentas adequadas e de maneira


correta para não danificar o rolamento. Ver figura abaixo.

Coloque uma caneca ou um Quando a face da porca é


Se o rolamento é montado com pedaço de tubo contra a porca de inacessível, ou quando não existe
interferência no eixo, deverá ser fixação e aplique fortes golpes um espacador entre o anel interno
usado um extrator (ou saca polia). distribuídos uniformemente até e o encosto do eixo a ferramenta
As garras deverão apoiar que o rolamento se solte da deve ser aplicada na face do anel
diretamente na face do anel interno. bucha. interno do rolamento.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 90

O uso de extratores disponíveis no mercado possuem sistema com pino de segurança


que se rompe em vez de permitir a quebra do extrator, em caso de aplicação de uma força
excessiva. Adicionalmente possuem um especial mecanismo de bloqueio.

Os extratores padrão garantem que, durante a desmontagem, não sejam causados


danos ao rolamento ou ao eixo do rolamento.

Kits de montagem e desmontagem de rolamentos.

Deve-se iniciar com o eixo de transmissão lubrificado e a pressão exatamente


posicionada em ângulos retos. NUNCA montar golpeando a pressão diretamente com martelo.

MONTAGEM DOS ROLAMENTOS

• Colocar a bucha no eixo, no local da montagem, isto pode ser feito com facilidade, se
o rasgo da bucha for aberto levemente, usando uma chave de fenda, ver figura D;
• Colocar o rolamento na bucha, ver figura E;
• Colocar arruela de trava;
• Rosquear a porca de fixação, ver figura E;
• A redução de folga interna radial deve ser verificada, girando o rolamento e desalin-
hando o anel externo, ver figura F;
• Quando a porca tiver atingindo o aperto correto, será possível girar o anel externo com
facilidade, mas começará a haver certa resistência ao tentar desalinhar o mesmo;
• Dobrar uma orelha da arruela de trava no rasgo da porca de fixar (para coincidir a ore-
lha da arruela de trava com o rasgo da porca rosquear ou retornar a porca).

Fig. D Fig. E Fig. F


Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 91

Uma outra opção de fácil utilização, o uso correto das chaves de gancho que servem
para apertar e afrouxar contraporcas usadas para retenção e ajuste de rolamentos. Evita danos a
eixos e porcas, sendo uma chave adequada para cada tamanho:

7.4 - MOTOR ELÉTRICO

Verificar durante a operação do equipamento a voltagem e amperagem do motor. A


amperagem não deverá ultrapassar a amperagem nominal do motor (ver placa de identificação do
motor). Observar os ruídos do motor em intervalos regulares.

LUBRIFICAÇÃO DOS ROLAMENTOS DO MOTOR ELÉTRICO

Estes rolamentos são fornecidos com graxa suficiente para um período longo de
funcionamento. O intervalo de lubrificação e condições normais de trabalho são:

Para motores IV pólos:


• 15 até 25cv = 10.000 horas
• 30 e 40cv = 8.000 horas

Para motores VI pólos:


• 1 até 4cv = 20.000 horas
• 5 até 15cv = 16.000 horas

Para retirar rolamentos, remover proteção do ventilador, tampa dianteira e tampa


traseira.

Na realização dessas operações, recomenda-se o máximo de cuidado e limpeza, a fim


de evitar qualquer penetração de detritos e poeira que poderiam causar danos aos rolamentos,
ver figura G, quando o motor não possuir orifícios de lubrificação, a mesma só deverá ser feita por
ocasião das revisões gerais (quando desmontado).

Uma vez desmontado o motor e sem remover os rolamentos do eixo, deve-se retirar toda
a graxa e lavar os rolamentos com querosene ou aguarrás, até ficarem completamente limpos, ver
figura H.

Depois da lavagem, preencher imediatamente com graxa os espaços existentes entre as


esferas ou rolos e as gaiolas dos rolamentos, ver figura I.

Nunca fazer girar os rolamentos secos após a lavagem, para inspecioná-los, colocar
gotas de óleo de máquina.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 92

Fig. G Fig. H Fig. I

A tabela a seguir, mostra as graxas recomendadas para os rolamentos de motores e seu


específico fabricante.
GRAXAS RECOMENDADAS PARA ROLAMENTOS DE MOTORES
(Temperatura de trabalho de -20ºC a 130ºC)
FABRICANTE GRAXA FABRICANTE GRAXA
Esso Beacon 2 Atlantic Litholine 2
Shell Alvania R2 Ipiranga Isaflex EP2
Petrobrás Lubrax GM A2 Texaco Multifak 2

SUBSTITUIÇÃO DOS ROLAMENTOS

A desmontagem de um motor para trocar um rolamento, somente deverá ser feita por
pessoal especializado, portanto se houver a necessidade de troca de rolamentos do motor,
chamar a assistência técnica.

ACIONAMENTO POR MOTOREDUTOR

• Consultar a ficha técnica do motoredutor/redutor;


• Conferir o nível de óleo do motoredutor, completando sempre até o nível indicado. Ver
fig. J, K;
• Nunca misture óleos de tipos diferentes;
• Lubrifique cada motoredutor de acordo com sua exigência;

Observar que um motoredutor totalmente fechado, pode trabalhar praticamente sem


qualquer manutenção durante vários anos. Recomanda-se apenas manter os intervalos indicados
para lubrificação;
RESPIRO

NÍVEL
DRENO

RESPIRO

Fig. J MOTOREDUTOR FA Fig. K MOTOREDUTOR KA

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 93

NOTA: Conferir o nível de óleo antes de operar o elevador.

As trocas deverão ser feitas a cada dois anos ou 10.000 horas de trabalho.

Com exceção dos redutores sem “tampa mancal de entrada”, todos os demais
motoredutores redutores recebem uma carga de óleo lubrificante, de acordo com sua forma
construtiva. Os tipos de lubrificantes utilizados obedecem a tabela abaixo:
FAIXA DE TEMP.
ÓLEO TIPO MARCA APLICAÇÃO
AMBIENTE
Mobilgear 630 Mobil 0 + 40ºC Engrenagens helicoidais
Mobilgear 630 Mobil - 15 + 25ºC Rosca sem-fim
Mobilgear 629 Mobil - 15 + 25ºC Engrenagem helicoidais
Mobilgear 636 Mobil 0 + 40º C Rosca sem-fim
Mobiplex Mobil - 30 + 60ºC Rolamentos

7.5 - CORREIA ELEVADORA

• Verificar periodicamente a fixação e desgaste das caçambas e da correia;


• Se as caçambas baterem nas calhas, verificar a tensão e o alinhamento da correia de
caçambas;
• Se a correia estiver muito frouxa, esticar a mesma. Os esticadores são colocados e fi-
xados no conjunto do pé do elevador, atuando diretamente no eixo da polia gaiola do
pé. Não usar prolongamento na chave de aperto;
• Esticar a correia das caçambas de modo que a correia fique centrada na polia do pé;
• Se a correia não permanece centrada na polia do pé, verificar também a polia (tambor)
superior, para isso, acrescentar ou retirar calços de chapa entre a base e mancal do
eixo superior.

7.6 - FREIO TIPO LONA E BALANCIM

O freio tipo lona e balancim, é montado no conjunto da cabeça do elevador e tem a


função de não permitir o retrocesso da correia, quando da falta de energia elétrica.
• Verificar periodicamente o desgaste da lona do freio;
• Verificar para que a cinta tenha um perfeito contato com a roda de freio;
• Testar o freio quando o elevador estiver em funcionamento com produto e na capaci-
dade nominal. Para isso fechar o fluxo do produto para o elevador e desligar o motor
ao mesmo tempo. Quando a correia de caçambas parar, o freio não deve permitir o
retrocesso da mesma.
• Em caso de retorno da correia, ajustar a cinta do freio através das porcas;
• Durante o funcionamento normal do elevador, a cinta do freio deve permanecer afas-
tada da roda do freio ( 1 a 2mm).

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 94

7.7 - CUIDADOS E CONSIDERAÇÕES GERAIS

CUIDADOS

• Verificar periodicamente as fixações dos mancais, motor elétrico, eixos e polias;


• Verificar se o corpo está bem alinhado;
• Verificar as ligações dos cabos elétricos do motor.

CONSIDERAÇÕES GERAIS

a) Temos certeza que cada cliente tem seu próprio sistema de manutenção. Assim
sendo, recomendamos cuidar os pontos até aqui abordados, para uma manutenção
econômica e eficiente;
b) Os mancais e rolamentos são lubrificados inicialmente pelo fabricante com uma graxa
de alta qualidade. O fabricante recomenda também uma lubrificação periódica;
c) Com relação ao desgaste de peças, nunca se deve esperar que uma peça se des-
gaste até o fim para trocá-la. Se ao verificá-la for contatado que poderá durar mais um
curto período, vale mais substituí-la imediatamente do que esperar sua quebra, pos-
sivelmente durante um período de produção;
d) Se o problema for quebra de peça, o mais barato ainda é a troca preventiva, desde
que a parada do equipamento por quebra provoque maiores prejuízos;
e) Simplesmente substituir peças nem sempre é a melhor solução. Deve-se observar
após a reposição, o seguinte:
• Mancais, rolamentos: lubrificar corretamente. Nunca acionar o equipamento
sem a correta lubrificação.
f) A lubrificação sistemática garante um melhor desempenho do elevador e menor des-
gaste das peças, prolongando a vida útil do equipamento.

Em fim, uma manutenção geral a cada ano, resulta num posicionamento correto das
condições do equipamento, garantindo desta maneira um perfeito funcionamento, bem como a
conservação do mesmo.

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 95

8 - ETIQUETAS DE IDENTIFICAÇÃO
As etiquetas de identificação apresentam a descrição,
código e número de série dos equipamentos KW e devem ser
fixadas nas placas de identificação.

A “não fixação” da etiqueta dificulta a identificação futura


do equipamento.

Estas informações são muito importante para a


identificação futura do equipamento, principalmente para reposição
de peças e ampliações.

VEJA AO LADO, INSTRUÇÕES PARA

A FIXAÇÃO DA ETIQUETA

A etiqueta a ser fixada na


placa de identificação deve ser
destacada, sem ser dobrada, para
isto, proceda conforme figura ao lado.

Deve se tirar o papel da CLIENTE:


EQPTO:
etiqueta e após colada sobre a placa REF: Estr.:
SÉRIE:
de identificação do equipamento.

Localização das placas de


identificação no produto: SÉRIE - corresponde ao
pedido, obra, seqüência
e ano.
1104133510 - na calha com
janela.

ADESIVOS DE SEGURANÇA
CÓDIGO ESPECIF DO UM QTD DESCRIÇÃO LOCAL
LISTADO DESENHO
1150068628 9121272854 UN 01 PERIGO Caçambas em movimento Janela de inspeção
1150068520 9121271955 UN 01 ATENÇÃO Não operar o elevador sem a tampa Tampa calha c/janela
1150068571 9121272358 UN 02 ATENÇÃO Manter a tampa fechada Tampa de inspeção pé/cabeça
1150068512 9121271858 UN 01 VERIFICAR regularmente o esticamento da correia Pé do elevador/esticador
1150068504 9121271750 UN 01 ATENÇÃO Ajuste regularmente a cinta de freio Proteção freio
1150068610 9121272757 UN 01 CUIDADO Suba com segurança Calha junto ao piso
1150069250 9121274156 UN 01 ADES OPER MANUT ELEVADOR DE CAÇAMBAS Janela de inspeção

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.
MANUAL DO PROPRIETÁRIO EIMAN 912
ELEVADORES AGRÍCOLAS GALVANIZADOS 96

ENDEREÇOS

PANAMBI - RS BAURU - SP
- Unidade Administrativa - KW INOX
- Unidade Fabril Rua Domingos Biancardi, 1-116
- Peças e Serviços Distrito Industrial
Av. Adolfo Kepler Júnior, 1500 Fone (0xx14) 230-3070
Fone (0xx55) 3375-9800 Fax (0xx14) 230-1406
Fax (0xx55) 3375-9881 Bauru - SP
Panambi - RS CEP 17034-420
CEP 98280-000

PORTO ALEGRE - RS CAMPO GRANDE - MS


- Kepler Weber S.A. - Holding - Unidade Fabril
Rua Dom Pedro II, 1351 Av. Solon Padilha, 4169 . BR 262
Conjunto 401 - Bairro Higienópolis Polo Empresarial do Oeste
Fone (0xx51) 3361-9600 Fone (0xx67) 3368-9100
Fax (0xx51) 3361-9600 Fax (0xx67) 3368-9138
Porto Alegre - RS Campo Grande - MS
CEP 90550-970

Este documento é de nossa propriedade, sendo proibidas as cópias, ampliações ou reduções totais ou parciais,
nem podendo ser cedidos a terceiros, salvo com nossa autorização, de acordo com a legislação brasileira.