Você está na página 1de 2

Ficha 3 Função Quadrática

1. Determine as coordenadas do vértice e indique uma equação do eixo de simetria das parábolas
que definem o gráfico de cada uma das funções
2
1.1. 𝑗(𝑥) = −𝑥 2 + 𝑥 − 9 1.2. 𝑛(𝑥) = 2𝑥 2 + 5𝑥 + 2

2. Determine o contradomínio e os intervalos de monotonia de cada uma das funções.


1 2 2.3. ℎ(𝑥) = −𝑥 2 + 3𝑥
2.1. 𝑓(𝑥) = −5 (𝑥 + 3) 4 1
1 2
2.4. 𝑗(𝑥) = 𝑥 2 + 3 𝑥 − 2
2.2. 𝑔(𝑥) = − 2 + (𝑥 − 3)

3. Represente sob a forma de intervalos ou união de intervalos o conjunto-solução de cada uma


das condições em ℝ.
3.1. −4𝑥 2 + 4𝑥 − 1 > 0 3.3. −2𝑥 2 + 3𝑥 ≥ −2
3.2. 2(𝑥 − 1)2 − 2 < 0 𝑥2
3.4. − 2
+ 4𝑥 ≤ 8

4. Considere a função quadrática, definida em ℝ, pela expressão 𝑓(𝑥) = 𝑥 2 − 5𝑥 + 6.


As coordenadas do ponto do gráfico de f de menor ordenada são:
(A) (3, 2) 5 1 3 (D) (2, 3)
(B) ( , − ) (C) ( , 1)
2 4 2

5. Considere a função 𝑓: ] − 4, 3] → ℝ definida pela expressão 𝑓(𝑥) = 3𝑥 2 − 12.


Qual dos seguintes conjuntos corresponde ao contradomínio da função f ?
(A) [15 , 36[ (B) [−12, 36[ (C) [15, 36] (D) [−12, 36]

6. Seja f a função definida por 𝑓(𝑥) = 2(𝑥 + 1)2 − 3, Quais são as coordenadas do vértice da
parábola que é o gráfico de f num plano com referencial o.n?
(A) (−1, −3) (B) (1, −3) (C) (−1, 3) (D) (1, 3)

7. De uma função quadrática g, sabe-se que 𝑔(𝑥) ≤ 0 ⟺ 𝑥 ∈ [−1, 5].


Qual é o contradomínio da função g?
(A) ] − ∞ , −1] (C) [𝑔(2), +∞[
(B) ] − ∞ , 𝑔(−1)] (D) [𝑔(5), +∞[

8. Seja f a função quadrática que tem por gráfico a parábola cujo vértice é o ponto V(5, -4) e que
passa pelo ponto P(3, 8).
8.1. Defina analiticamente a função f através de uma expressão da forma 𝑎(𝑥 − ℎ)2 + 𝑘.
8.2. Indique uma equação do eixo de simetria da parábola.
8.3. Indica as coordenadas do ponto Q, simétrico de P relativamente ao eixo de simetria da parábola.

9. Considere a função g definida por 𝑔(𝑥) = 4𝑥 2 − 12𝑥 + 3


9.1. Escreve a expressão analítica da função g na forma 𝑎(𝑥 − ℎ)2 + 𝑘.
9.2. Seja P o vértice do gráfico da função g. Seja r a reta que passa por O, origem do referencial, e por
P. A reta r interseta a parábola no ponto P e num outro ponto. Seja Q esse ponto. Determine as
coordenadas do ponto Q.
9.3. Escreva uma equação da parábola que tem por vértice o ponto Q e que interseta o eixo Oy no
ponto de ordenada 12.

10. Na figura ao lado está representada, num referencial cartesiano, parte da


reta r definida pela equação 𝑦 = −2𝑥 + 8. Tal como a figura sugere C e
D são os pontos de coordenadas (4 ,0) e (0,8).

Sabe-se que:

• O ponto A pertence ao eixo Ox;


• O ponto B pertence ao eixo Oy;
• O ponto P desloca-se ao longo do segmento de reta [CD], nunca
coincidindo com o ponto C nem com o ponto D. A cada posição do
ponto P corresponde um retângulo [OAPB] em que uma das
diagonais é o segmento [OP];
10.1. Mostre que a área do retângulo [OAPB] é dada, em função de x, por

𝐴(𝑥) = −2𝑥 2 + 8𝑥

10.2. Determine as dimensões do retângulo de área máxima.


10.3. Determine os valores reais de x para os quais a área do retângulo é inferior a 6.

11. Um projétil é lançado verticalmente (de baixo para cima) e a respetiva altura a (em metros acima
do solo) é dada, em função de t (em segundos) após o instante inicial 𝑡 = 0) por:

𝑎(𝑡) = −4,9𝑡 2 + 39,2𝑡 + 1,6.

11.1. Qual é a altura do projétil no instante em que foi lançado?


11.2. Qual é a altura máxima atingida pelo projétil?
11.3. Quanto tempo esteve o projétil a uma altura superior a 35,9 metros?
11.4. Ao fim de quanto tempo o projétil atingiu o solo? Indica o resultado em segundos, arredondado
às décimas.