Você está na página 1de 9

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO

SISTEMASDOS TRANSPORTES
PROFª: NAILDE COELHO
Aluno: Johnathan Gleyston Santana

EXERCÍCIOS

1. Uma via com Múltiplas Faixas apresenta um headway médio entre veículos de
2,5 segundos a uma velocidade de 90 km/h.

a. Calcular a densidade e o fluxo de tráfego (volume);

3600 3600
= =
ℎ 2,5
= 1440 í /ℎ
1440
= =
90
= 16 í /

b. Determinar o Nível de serviço que esta via está operando.

= 16 í / → 16 × 1,6 í / = 25,6 í / ℎ
Com Dt = 25,6 veículos/mi e Vmt = 90 km/h → Nível de Serviço C.

2. Em um dado local, a velocidade média verificada foi de 64 km/h e um volume


horário de 1500 autos: 50 caminhões; 30 ônibus e 13 motos. Considerando a
tabela de equivalência abaixo.

a. Qual a densidade média da via?

 Composição do tráfego:
1500 autos - 1500 x 1 = 1500 ucp
50 caminhões - 50 x 1,75 = 87,5 ucp
30 ônibus - 30 x 2,25 = 67,5 ucp
13 motos - 13 x 0,33 = 4,29 ucp
Total =1659,29 ucp ≈ 1660 ucp

 Densidade média:
1660
= =
64
= 25,9375 í /

b. Qual o Nível de Serviço da via?

= 25,9375 í / → 25,9375 × 1,6 í / = 41,5 í / ℎ


Com Dt = 41,5 veículos/mi e Vmt = 64 km/h → Nível de Serviço E.

3. Em uma determinada via, a velocidade média verificada foi de 96 km/h e um


volume horário de 1600 autos; 50 caminhões; 30 ônibus e 15 motos.
a. Calcular a densidade, o espaçamento, headway e o Nível de Serviço que
esta via está operando neste momento.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
SISTEMASDOS TRANSPORTES
PROFª: NAILDE COELHO
Aluno: Johnathan Gleyston Santana
 Composição do tráfego:
1600 autos - 1600 x 1 = 1600 ucp
50 caminhões - 50 x 1,75 = 87,5 ucp
30 ônibus - 30 x 2,25 = 67,5 ucp
15 motos - 15 x 0,33 = 4,95 ucp
Total =1759,95 ucp ≈ 1760 ucp

 Densidade média:
1760
= =
96
= 18, 33 í /

 Espaçamento médio:
1000 1000 1000
= → = =
18,33
= 54,56 / í

 Headway médio:
54,56
ℎ = =
96
3,6
ℎ = 2,121 / í

 Nível de serviço:
= 18,3333 í / → 18,3333 × 1,6 í / = 29, 33 í / ℎ
Com Dt = 29,3333 veículos/mi e Vmt = 96 km/h → Nível de Serviço D.

4. Seja uma pesquisa de tráfego realizada no horário compreendido entre 7 – 9 horas,


cujo resultado em um sentido para 2 movimentos de uma interseção é indicado
abaixo, com anotações de 15 em 15 minutos.
a. Determinar o volume horário, o fator de pico e o fluxo horário de tráfego,
dados:

R= Num caso como esse, o que interessa é determinar a hora de pico da interseção. Nesse caso é
necessário conhecer os valores de todos os movimentos, somá-los, para se determinar a hora de
pico da interseção. O volume de pico do movimento 3 é, portanto, 527 veículos/hora; o volume
de pico do movimento 4 é 94 veículos/hora.
Sendo o horário de pico do movimento 3 entre 7:00 – 8:00 horas, procura-se, no primeiro
quadro de dados, entre esse horário, o maior valor. Encontramos 158 veículos (124 automóveis,
4 ônibus, 16 caminhões e 14 motos). Esse valor corresponde ao horário 7:30 – 7:45 horas, isto é,
valor correspondente a 15 minutos de tráfego. Com uma hora apresenta 4 intervalos de 15
minutos, se multiplicarmos esse valor de 158 veículos por 4, teremos um valor correspondente à
UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
SISTEMASDOS TRANSPORTES
PROFª: NAILDE COELHO
Aluno: Johnathan Gleyston Santana
uma hora de tráfego, isto é, 632 veículos/hora (4 x158).Ao valor de 632 veículos/hora chama-se
fluxo horário de tráfego, pois é o volume horário que corresponderia à maior concentração do
tráfego. Observe-se que o fluxo horário é maior que o volume horário.
Sendo o horário de pico do movimento 4 entre 7:15 – 8:15 horas, procura-se, no primeiro
quadro de dados, entre esse horário, o maior valor. Encontramos 29 veículos (27 automóveis, 1
ônibus, 1 caminhões e 0 motos). Esse valor corresponde ao horário 8:00 – 8:15 horas, isto é,
valor correspondente a 15 minutos de tráfego.
Com uma hora apresenta 4 intervalos de 15 minutos, se multiplicarmos esse valor de 29
veículos por 4, teremos um valor correspondente à uma hora de tráfego, isto é, 116 veículos/hora
(4 x29). Ao valor de 116 veículos/hora chama-se fluxo horário de tráfego, pois é o volume
horário que corresponderia à maior concentração do tráfego. Observe-se que o fluxo horário é
maior que o volume horário.

 Movimento 3:
527
= =
4× 4 × 158
= 0,8339

 Movimento 4:
94
= =
4× 4 × 29
= 0,8103

5. Seja uma pesquisa de tráfego realizada nos Portões de Acesso a CEASA/PR, posto
de Curitiba, no horário compreendido entre 3 – 7 horas, cujo resultado é indicado
abaixo, com anotações de 15 em 15 minutos. Foram anotados separadamente,
caminhões carregados e vazios.

Pede-se verificar qual o horário de pico do tráfego, bem como o volume de pico e o
fluxo horário de tráfego.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
SISTEMASDOS TRANSPORTES
PROFª: NAILDE COELHO
Aluno: Johnathan Gleyston Santana
Hora de Pico de Automóveis: 04:15-05:15
15 min. Máximo Automóveis: 04:45-05:00
Volume de Pico de Automóveis: 315 veículos
Fluxo Horário de Automóveis: 101 veículos
Hora de Pico de Caminhões: 04:30-05:30
15 min. Máximo Caminhões: 04:30-05:00
Volume de Pico de Caminhões: 447 veículos
Fluxo Horário de Caminhões: 119 veículos
Hora de Pico do Tráfego: 04:15-05:15
15 min. Máximo do Tráfego: 04:45-05:00
Volume de Pico do Tráfego: 747 veículos
Fluxo Horário de Tráfego: 220 veículos

6. Dado o tráfego abaixo, pede-se:


a. O TMDA do trecho AB e o do trecho CD
b. Fluxograma horário, sabendo-se que o Pico Horário é K = 10%
c. Fluxograma horário em UCP por sentido, sabendo-se que o Pico Horário,
K= 10%. Considerar os Equivalentes: Ônibus=2,0 ; Caminhões = 2,2

 O tráfego, em veículos/dia (TMDA) do trecho AB:


- Segmento AO:
CP = 2.099;
ON = 49;
CM = 974
- Segmento BO:
CP = 943 ;
ON = 7;
CM = 472

 O tráfego, em veículos/dia (TMDA) do trecho CD:


- Segmento CO:
CP = 3141;
ON = 161;
CM = 1978
- Segmento DO:
CP = 2975;
ON = 175;
CM = 1780

 Obtenção do Fluxograma Horário:


UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
SISTEMASDOS TRANSPORTES
PROFª: NAILDE COELHO
Aluno: Johnathan Gleyston Santana

 Movimento:

7. Numa Rodovia AB foi realizada uma contagem volumétrica classificatória numa


interseção (entroncamento) desse trecho com outra rodovia que demanda à localidade
C.
Foram realizadas contagens durante três dias consecutivos, porém da seguinte forma:
1° dia: 26/10 - 3a.feira de zero às 24 horas
2° dia: 27/10 - 4a. feira de 6 às 19 horas
UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
SISTEMASDOS TRANSPORTES
PROFª: NAILDE COELHO
Aluno: Johnathan Gleyston Santana
3° dia: 28/10 - 5a. feira de 6 às 19 horas (13 horas de contagem consecutiva)
Foram encontrados os seguintes valores em cada movimento:

Dados:

a) Calcular o TMDA a partir dos dados acima.

Observe que, no segundo e terceiro dias, as contagens foram realizadas somente por um
período de 13 horas. Logo, os seus FVHs não serão iguais a 1 para esses dias e será igual
a 1 para o primeiro dia, uma vez que no primeiro dia a contagem foi realizada durante as
24 horas. De fato, observando-se os Fatores apresentados no quadro “VALORES DE
FVH” abaixo, verifica-se que, para o primeiro dia, os fatores FVH são iguais a 1 e
diferente de 1 para o segundo e terceiro dias. Na prática, quando é realizada uma
pesquisa dessa forma, calcula-se o FVH das 6 às 19 horas (13 horas) em função da
contagem do primeiro dia que abrangeu as 24 horas; utiliza-se esse Fator como Fator
para o segundo e terceiro dias. Então, o FVH não é de uma rodovia correlata e sim da
própria rodovia. Mesmo assim, esse fator apresenta erro, pois o dia da semana é
diferente, mas esse erro, normalmente, é pequeno. A partir dos dados da contagem do
primeiro dia, é possível calcular o FVH do horário das 6 às 19 horas, por tipo de veículo,
e que será válido para o segundo e terceiro dias.
Uma vez conhecidos os fatores, basta multiplicar o tráfego da contagem de cada dia pelo
respectivo Fator de Correção, obtendo-se o TMDA. Serão obtidos 3 valores para os
TMDAs. A média é o TMDA da rodovia.

MOVIMENTO A
1o. dia - 3a. feira 2o. dia - 4a. feira 3o. dia - 5a. feira
CP ON CM CP ON CM CP ON CM MÉDIA
Dados da Contagem 164 6 28 85 7 18 73 7 29 CP = 111
Fator de Correção 0,96 0,96 0,96 1,07 0,92 1,03 1,21 1,03 1,15 ON = 6
Valor Corrigido 153 6 26 91 6 18 88 7 33 CM = 26

MOVIMENTO B
1o. dia - 3a. feira 2o. dia - 4a. feira 3o. dia - 5a. feira
CP ON CM CP ON CM CP ON CM MÉDIA
Dados da Contagem 13 0 3 6 0 1 2 0 6 CP = 7
Fator de Correção 0.934 0.934 0.934 0.982 0.917 1.375 1.031 1.031 1.547 ON = 0
Valor Corrigido 12 0 3 6 0 1 2 0 9 CM = 4
UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
SISTEMASDOS TRANSPORTES
PROFª: NAILDE COELHO
Aluno: Johnathan Gleyston Santana

MOVIMENTO C
1o. dia - 3a. feira 2o. dia - 4a. feira 3o. dia - 5a. feira
CP ON CM CP ON CM CP ON CM MÉDIA
Dados da Contagem 15 2 3 30 2 2 18 2 8 CP = 21
Fator de Correção 0.934 0.934 0.934 0.982 0.917 0.917 1.106 1.031 1.031 ON = 2
Valor Corrigido 14 2 3 29 2 2 20 2 8 CM = 8

b) A partir dos cálculos de TMDA para cada tipo de veículo, elaborar o


fluxograma dos movimentos.

8. Seja uma pesquisa de tráfego realizada no horário compreendido entre 7 – 9 horas,


cujo resultado em um sentido para 2 movimentos de uma interseção é indicado
abaixo, com anotações de 15 em 15 minutos.
Determinar o volume horário, o fluxo horário de tráfego e o fator horário de pico.

 Movimento 3:
Hora de Pico de Automóveis: 07:00-08:00
15 min. Máximo Automóveis: 07:30-07:45
Volume de Pico de Automóveis: 389 veículos
Fluxo Horário de Automóveis: 124 veículos

= 389
Fator Horário de Pico: (4 × ) = (4 × 124) = 0,7843

Hora de Pico de Ônibus: 07:00-08:00


15 min. Máximo de Ônibus: 07:00-07:15
Volume de Pico de Ônibus: 17 veículos
Fluxo Horário de Ônibus: 7 veículos

= 17
Fator Horário de Pico: (4 × ) = (4 × 7) = 0,6071

Hora de Pico de Caminhões: 08:00-09:00


15 min. Máximo Caminhões: 08:30-08:45
Volume de Pico de Caminhões: 96 veículos
Fluxo Horário de Caminhões: 29 veículos

= 96
Fator Horário de Pico: (4 × ) = (4 × 29) = 0,8276

Hora de Pico de Motos: 07:00-08:00


15 min. Máximo de Motos: 07:00-07:15
UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
SISTEMASDOS TRANSPORTES
PROFª: NAILDE COELHO
Aluno: Johnathan Gleyston Santana
Volume de Pico de Motos: 15 veículos
Fluxo Horário de Motos: 45 veículos

= 45
Fator Horário de Pico: (4 × ) = (4 × 15) = 0,75

 Movimento 4:
Hora de Pico de Automóveis: 07:15-08:15
15 min. Máximo Automóveis: 08:00-08:15
Volume de Pico de Automóveis: 27 veículos
Fluxo Horário de Automóveis: 72 veículos

= 72
Fator Horário de Pico: (4 × ) = (4 × 27) = 0,6666

Hora de Pico de Ônibus: 07:00-08:00


15 min. Máximo de Ônibus: 07:00-07:15 e 07:15-07:30
Volume de Pico de Ônibus: 9 veículos
Fluxo Horário de Ônibus: 3 veículos

= 9
Fator Horário de Pico: (4 × ) = (4 × 3) = 0,75

Hora de Pico de Caminhões: 08:00-09:00


15 min. Máximo Caminhões: 08:30-08:45
Volume de Pico de Caminhões: 10 veículos
Fluxo Horário de Caminhões: 4 veículos

= 10
Fator Horário de Pico: (4 × ) = (4 × 4) = 0,625

Hora de Pico de Motos: 08:00-09:00


15 min. Máximo de Motos: 08:30-08:45 e 08:45-09:00
Volume de Pico de Motos: 8 veículos
Fluxo Horário de Motos: 4 veículos

= 8
Fator Horário de Pico: (4 × ) = (4 × 4) = 0,5

9. Seja uma pesquisa de tráfego realizada no horário compreendido entre 7 – 9 horas,


em uma interseção, cujo resultado é indicado abaixo, com anotações de 15 em 15
minutos. O movimento 2 é dado no duplo sentido (somatório dos dois sentidos:
Curitiba-Guilherme Weigert + Guilherme Weigert-Curitiba), bem como o movimento
4. Trata-se de uma interseção de 3 ramos.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO
SISTEMASDOS TRANSPORTES
PROFª: NAILDE COELHO
Aluno: Johnathan Gleyston Santana
Observe-se que os movimentos de conversão para a via secundária apresentam as
setas nas duas pontas do movimento, indicando movimento duplo.
Determinar o volume horário e o fluxo horário de tráfego da Interseção.

Trata-se de uma Interseção de 3 Ramos. A Hora de Pico da Interseção é o intervalo


horário de maior soma dos 4 movimentos assinalados. Para isso deveremos somar as 4 linhas
para fechar uma hora e procurara linha de maior soma.
Para saber qual o horário de pico de cada movimento, basta procurar no quadro
correspondente, a linha de maior soma. Todavia, o problema pede a hora de pico da interseção, o
que quer dizer que é necessário somar todas as linhas de todos os movimentos para saber qual a
hora de pico da interseção.
Isso significa que a hora de pico da interseção é 7:15- 8:15, cujo valor corresponde a 990
veículos. Logo, a hora de picoe o volume de pico estão determinados. Para saber qual o fluxo
horário de tráfego, é necessário procurar para esse horário de 7:15-8:15 a linha que dá a maior
soma dos 4 movimentos, nos quadros que mostram o tráfego de cada15 minutos.
Entre 7:15-8:15, o maior valor encontrado é 272 que corresponde à linha 7:45-8:00. Esse
é o valor correspondente ao intervalo de 15 minutos máximo. Multiplicando-se esse valor por 4,
teremos 1088 veículos/horas que corresponde ao fluxo horário de tráfego.