Você está na página 1de 2

PLANO DEREESTRUTURAÇÃO

DO ESTATUTO DO MAGISTÉRIOE DOS


PLANOS DE CARREIRA DO MAGISTÉRIO E DEAPOIO ESCOLAR
RESOLUÇÃO SE 7, 11/02.

Proposta da E.E."Professor Gerson de Moura Muzel"

DER- SUL3

Nós docentes da E.E. Professor Gerson de Moura Muzet pensamos por um


plano que atenda as necessidades dos profissionais da educação em todos os âmbitos.

1) O que deu certo?


R: No aspecto pedagógico o que vem dando certo são as Horas de trabalho
Pedagógico, a presença do Professor Coordenador Pedagógico e material de
apoio - PNLD e outros recursos, atendimento aos alunos em Unidades
Escolares, Ensino fundamental I, Ensino Fundamental 11e Médio.

2) O que não deu certo?


R: Progressão Continuada, as perdas salariais, evolução acadêmica e não
acadêmica, a promoção por mérito, bônus, divisão da classe em mais
categorias, salas super lotadas, falta de pessoal de apoio como bibliotecários,
professores que atuem nas salas de informática, formação, atualLzação e
aperfeiçoamento profissional e a valorização dos profissionais do magistério.
Deixar de atribuir aula para professor formado e fazê-Io a estudante de
licenciatura que se quer se sabe se vai concluir o curso ou não, bem como para
Bacharéis de outras áreas.

3) Sugestões:
· Progressão Continuada - que seja de três em três anos, pois a criança está
entrando aos 6 anos no 10ano do Ensinofundamental;
· Salário melhor com reposição das perdas, ou seja, manutenção da evolução
que valorize e dignifique a profissão.
· Pelo fim da Promoção por mérito. Por uma Política salarial para todos os
integrantes do quadro do magistério, da ativa e aposentados;
· Que sejam retomadas as promoções por merecimento e o adicional de
magistério, possibilitando mais evolução dos integrantes do magistério ao
longo da carreira;
· Valorização do tempo de serviço como componente evolutivo, retomando-se a
chamada progressão por antiguidade (LC444/85);
· Que todos os profissionais da educação, efetivos e não efetivos, tenham direito
à sexta parte;
. E que todos os benefícios sejam calculados sobre os vencimentos integrais e
não apenas sobre o salário base;
. Revisão nos termos da LeiComplementar n° 1.041/2008, falta médica IAMSPE.
Todos tenham os mesmos direitos, ou seja, o profissional com uma jornada de
25h/a hoje não tem direito a ir ao Médico e retomar ao trabalho. Que o tempo
de consulta /Tratamento seja considerado como de trabalho, não cabendo
qualquer desconto ou reposição do tempo correspondente, desde que o
servidor retome à repartição, ainda que ao término do seu período diário e
apresente comprovante.
. Quanto ao Bônus, que seja o mesmo valor para todos os integrantes que
compõe o processo educacional; Assim não gerará conflitos entre os pares;
. Defendemos Concurso Público - novos cargos como: Coordenador Pedagógico,
Bibliotecário, Professor de Informática, Fonoaudiólogos, PSicólogos e
Psicopedagogo nas Unidades Escolares (reduzindo assim problemas como
dislexia e outros distúrbios de aprendizagem e também minimizando os
problemas de violência que ocorrem em algumas Unidades Escolares);
. Extensão da Campanha Visão do Futuro para todos os educandos
independentemente da faixa etária;
. Que sejam oferecidas Bolsastal qual a do Mestrado para professores que tem
interesse em trabalhar com alunos com necessidades especiais;
· Cursos de atualização, formação e aperfeiçoamento para os docentes
oferecidos pela SEEe que estes contemplem titulação para evolução;
· Elaboração e participação de projetos que venham somar pontos para evolução
não acadêmica;
· Revisão na tabela de pontos-Evolução Funcional pela via não Acadêmica -
Decreto n° 49.394 de 22 de fevereiro de 2005, Resolução SE n° 21, de 22 de
março de 2005;
. Que nenhuma categoria seja submetida à prova senão para fins de efetivação.

São Paulo, 28 de fevereiro de2011.