Você está na página 1de 2

E.E. DR.

ANIZ BADRA

AVALIAÇÃO SOBRE OS PROJETOS DA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

Nós, professores da E.E. Dr. Aniz Badra, fizemos a seguinte avaliação sobre os Projetos da SE, tendo
como nossa representante a professora Soraia Cristina de Souza Lima.

1. O que deu certo, o que foi bom pedagogicamente, administrativamente e plano de carreira?

~ Materiais do "Ler e Escrever" (gibis,picolé, revistas, jornais, etc);


~ Cooperativa (limpeza);
~ Bolsa Alfabetização (foi um grande apoio, mas raramente nossa escola foi contemplada).

2. O que de fato "não" deu certo?

~ Prova Mérito (todos os profissionais do ensino tem que ter os mesmos direitos e
valorização );
~ Data Base (deve ser respeitada, pois é um direito de todo profissional);
~ Evoluções (menos burocracia e maior agilidade nos processos);
~ Mudança de categoria (desrespeito com profissionais competentes e com alunos que estão
sem professor;
~ Prova dos OFAs( o que deixa o aluno sem professor, dificultandosua aprendizagem e o
bom andamento da escola);
~ Inclusão (Necessidade de salas de apoio em cada U.E.,com profissional específico);
~ Salas super lotadas, principalmente no 12 ano impedindo que o aluno tenha um melhor
acompanhamento por parte do professor;
~ Falta médica (dando direito ao profissional de ao menos cuidar de sua saúde);
~ Ticket(estendido a todos os profissionais,indiferentede seu salárioe numvalor real.);
~ Reforço Escolar(como o reforço foi oferecido apenas aos professores do ProjetoLere
Escrever, houve falta de profissionais para tal).

3. Quais sugestões vamos oferecer?

~ Agilidade no processo de evolução e automatização da aposentadoria, qüinqüênio,


evoluções acadêmicas e não acadêmicas e demais processos;
~ Atestados médicos (ampliar o número de pedidos de acordo com as solicitações médicas);
~ ReforçoEscolarcomo hora aula extra para alunos com dificuldade,contemplando "outro"
professor.
~ Concordamoscoma aplicaçãodo SARESP, para termos um feedbacksobre a aprendizagem
dos alunos, contudo o bônus tornou-se algo constrangedor, o processo de ensino-
aprendizagemdeixoude ser o foco principaldas nossas escolas;os alunos passaram para
segundo plano e hoje aplica-seo SARESP, somente por dinheiro. E todos sabem que onde
reina o dinheiro, o amor... é esquecido. Este bônus. deveria ser revertido em aumento
salarial real e haver incentivo aos professores, para que lecionassem com amor e dedicação
para que o aluno realmente aprendesse e nossa nação pudesse ver o resultado do IDESP
com orgulho, sabendo que no futuro teríamos adultos bem preparados para o
desenvolvimento desta Nação.
CONDiÇÃO DETRABALHO

Precária(falta de funcionário).
NECESSIDADES

Equipamento de informática para a secretaria, funcionários capacitados para


atender alunos com necessidadesespeciais.

SUGESTÕES

Aumento imediato do valor do salário

Aumento imediato do valor facial do vale alimentação: de R$4,00 para R$12,00


com reajuste anual de acordo com índices inflacionários, e para que não haja desconto
quando estivermos em Férias, Licença Prêmio, Falta abonada e outros.

Pagamento de serviço extraordinário (já que geralmente passamosdo horário


de trabalho)

Revisão imediata do Módulo Escolar.

Revisãodo desconto de 11% no holerite.

Pagamento de insalubridade aos Agentes de Organização Escolar.

Revisãoimediata da Lei das Faltas Médicas.

Melhoria no sistema de marcação de consultas.

Não descontar auxílio transporte e alimentação qudo em férias e Licença.


Prêmio; Desvincular Licença Prêmio em Pecúnia do mês do aniversário e ter direito ao gozo
da mesma Certidão que tirou em pecúnia no corrente ano.

Ao funcionário o direito de acúmulo de cargo.

Capacitação de rotina de trabalho visando à realidade de cada escola, inclusão


digital para funcionários do quadro de apoio escolar (que os funcionários do QAEtenham o
mesmo direito de adquirir computadores com os do QM);

Gratificação de Informática para todos os funcionários da secretaria;

Auxilio transporte para os funcionários da secretaria que vão a Diretoria de


Ensino, pois só pagam para diretores.

Recolhimento de Fundo de Garantia para os funcionários públicos estaduais,


como acontece com funcionários municipais e de empresa privada.

Não computar faltas abonadas para concessãode LP,as abonadas


correspondem aos meses com 31 dias e recebemos por 30, portanto não deveria haver
desconto.

Data anual fixa para remoção.

Financiamento de cursos (superiores e/ou técnicos).

Para o cargo de Secretário de Escola,que ocorra como o Diretor, que comporte