Você está na página 1de 54

Aprendizado CandleStick: Noções Básicas

A primeira coisa que você deve saber é o que é um candle é como ele é
MAR 10, 2002
formado. Acompanhe na figura 1: A parte grossa, central do candle é o que
chamamos de corpo. Representa a margem entre a abertura e o fechamento da
seção pré-determinada por quem está utilizando o gráfico.

(!) Pode-se usar candles de 5min, 15, 30, diário, semanal, mensal, etc.

Quando a parte central, ou corpo é preenchida (como no exemplo da figura) o fechamento


foi abaixo da abertura e este é um candle de baixa. Quando a parte central, ou corpo é clara
o fechamento foi acima da abertura e este é um candle de alta.

Obs1: Este padrão muda de local para local. Alguns utilizam candles verdes e vermelhos ou
brancos e pretos. Mas normalmente o candle de queda tem o corpo todo preenchido e o de
alta não.

Obs2: O fato do candle ser de alta não quer dizer que ocorreu alta do ativo em relação ao
candle anterior ou vice-versa, mas somente que o fechamento foi acima da abertura.

Ex: TNLP4 fecha a 35,00 no dia 05.08.01. No dia 06.08.01 TNLP4 abre a 33,00 e fecha a
34,00. O candle será de alta, pois o fechamento é acima da abertura, mas ocorreu queda em
relação ao período anterior.

As linhas finas acima e abaixo do corpo são as sombras. Estas sombras representam os
extremos de preços da seção. O topo da sombra superior representa a máxima do dia e o
fundo da sombra inferior a mínima do dia.

Periodicidade dos Gráficos

Os gráficos podem ter diferentes periodicidades, ou seja, não precisam, necessariamente,


representar 1 dia de pregão. Os gráficos em nível de dias mais comuns são:

Diário: Representa 1 pregão.

Semanal: Um candle representa todos os pregões da semana.


Mensal: Um candle representa todos os pregões do mês.

Anual: Um candle por ano.

Intraday: Uma outra classe, são os que mostram o que aconteceu durante a sessão, são
os gráficos intraday (também chamados intradia). Em um gráfico intraday o intervalo
utilizado corresponde, normalmente, a alguns minutos. Os mais comuns: 1, 5, 15, 30 e 60
minutos.

A maneira como o símbolo é desenhado é exatamente a mesma que no caso de uma barra
ou candle de 1 pregão. Vamos pegar como exemplo um gráfico semanal, cada semana será
representada por um único símbolo, assim, o valor de mínimo será o menor entre todos os
preços praticados na semana, enquanto que o valor máximo será o maior preço negociado
no mesmo período.

A abertura, nesse caso, será a abertura do primeiro dia de pregão da semana (segunda-feira
em nosso exemplo) e o fechamento o valor de encerramento da sexta-feira.

O mesmo ocorre para os gráficos intraday. Em um gráfico de 15 minutos o primeiro e último


minuto do intervalo (digamos entre 15:01 e 15:15) são a abertura e o fechamento,
enquanto que o máximo/mínimo entre os minutos desse intervalo será o máximo/mínimo do
símbolo.

Um ponto importante é que as técnicas de análises são válidas em qualquer tempo gráfico.
As teorias são sempre válidas quando a formação do preço é livre (oferta x demanda), o que
acontece algumas vezes é que certas técnicas se adaptam melhor a determinados períodos
que outras.

Aprendizado CandleStick: Martelos e Enforcados


MAR 10, 2002 As duas figuras são semelhantes. O corpo tem de estar na parte superior do candle. A cor
do corpo (se de alta ou de baixa) não tem importância. Uma sombra inferior longa deve ser no
mínimo o dobro do tamanho do corpo. Não deve ter sombra superior. Admite-se quando muito
pequena.

O que é fascinante nesta figura é que ela pode indicar reversão de alta ou de baixa, dependendo aonde se
encontra no trade:

Se ocorre após um trade de baixa, em um fundo denomina-se martelo assim como se o mercado estivesse
martelando uma base. A palavra japonesa para esta figura é takuri. Significa o efeito de "algo que está
tentando atingir a profundidade da água sentindo seu fundo."

Se ocorre após um rally de alta, indica que o movimento anterior pode estar acabando, e será denominado
enforcado. Tem este nome pois parece mesmo um homem pendurado com as pernas balançando.
É o termo é perfeito para uma figura que indica que um trade de alta está por acabar.

Critérios que aumentam a intensidade do padrão

Tamanho da sombra inferior.

Quanto maior, mais expressiva é a figura.

A cor do corpo não tem importância fundamental, mas é preferível um martelo com corpo de alta e um
enforcado com corpo de baixa.
O martelo (reversão de fundo) é uma figura mais importante que o enforcado (reversão no topo). O martelo
pode ser considerado uma figura de reversão per si. Já com o enforcado deve se aguardar confirmação no dia
seguinte com um pregrão de queda.

É fácil entender porque o enforcado necessita de confirmação. O mercado está confiante, em alta. Aí aparece o
enforcado. No dia do enforcado, o mercado abre próximo à máxima, e ai começa a vender (cair) fortemente.

Depois de atingir um fundo, o mercado reage e fecha próximo à abertura. Este não é o tipo de comportamento
que lhe faz pensar que o enforcado sugere reversão. Mas o fato é que, por um momento o mercado caiu
expressivamente, ocorreram vendas fortes.

Logo o mercado que estava confiante em alta, agora está frágil e pode parar de subir.

Se o mercado abrir no dia seguinte em queda, aqueles que compraram na abertura ou fechamento do dia do
enforcado estão agora pendurados com uma posição perdedora.

Logo, o princípio geral para o enforcado é que quanto maior o Gap de baixa entre o enforcado e a abertura do
dia seguinte, maior será a chance que o enforcado será mesmo um topo.

Outra confirmação do enforcado como um topo seria um bozu de queda no dia seguinte.

Exemplo 1 - Martelos na TNLP4


Observem como por duas vezes a figura do martelo serviu como um indicador de fundo, de reversão,
interrompendo a queda anterior. E que os dois martelos têm pequena sombra superior o que não os invalida.

Exemplo 2: Enforcado no Banco do Brasil

Notem que este enforcado a exemplo dos martelos acima, possui também pequena sombra superior o que não
invalida o sinal. Vejam que o bozu negativo no dia seguinte confirma o padrão como de reversão.

Neste gráfico ocorre uma característica importante dos padrões de reversão citado no Capítulo II deste série:
Os Padrões de Reversão:

Observem que o enforcado sinalizou o fim do trade de alta anterior mas não produziu uma reversão
propriamente dita, já que após o enforcado entramos em acumulação. Os padrões de reversão, apesar do nome
sinalizam que o trade anterior está em esgotamento mas não necessariamente que irá ocorrer uma reversão.

Exemplo 3 - Os Martelos ímãs na Aracruz


Observem neste gráfico, uma característica muito comum dos martelos descrita pelo Nathal que é o fato de
usualmente funcionarem como ímã.

Isto é, o primeiro martelo chama o trade de volta para seus preços, onde acontecerá um segundo martelo. Daí
os preços estarão livres finalmente para subir.

No gráfico da Aracruz acima, o primeiro martelo com mínima em 2,44 sinalizou o fim do trade de queda
anterior e parecia que íamos subir. Mas ele chamou os preços de volta até ele, com seu poder de ima, e
ocorreu um segundo martelo com mínima quase idêntica ao primeiro (2,45).

Observem que o primeiro martelo é uma figura de corpo negativo, isto é de queda - o que como é explicado no
texto acima, é indiferente. O segundo martelo tem corpo de alta, bem como pequena sombra superior.

O segundo martelo, faz com a figura anterior um Harami de fundo, o que o torna uma figura mais expressiva,
bem como a sua sombra inferior que é bastante longa. Estudaremos os Haramis em um capítulo posterior. Ele
foi citado aqui apenas a título de ilustração.

Aprendizado CandleStick: Dark Cloud Covers


MAR 10, 2002 Ou também chamado de Padrão Nuvens Negras. É um padrão de dois candles que
consiste em um sinalizador de reversão após um trade de alta ou, algumas vezes, após um longo
tempo de acumulação. Vai sinalizar que a alta está por acabar ou que a congestão pode tomar um
rumo de queda.

O primeiro dia deste padrão produz um corpo de alta forte. No segundo dia, os preços abrem acima da máxima
do dia anterior (Gap). Tudo está uma maravilha, os Bulls estão no comando. Entretanto, no fim do segundo dia,
o mercado fecha próximo à mínima e penetra bem no corpo do candle do primeiro dia.

Quanto maior a penetração no corpo de alta do primeiro dia, maior a chance de um topo estar ocorrendo.
Alguns analistas japoneses requerem mais de 50% de penetração.

Se o corpo negro do segundo dia não fechar abaixo da metade do corpo branco do primeiro dia é melhor
aguardar por mais confirmação bearish após o Dark Cloud Cover.

É fácil de compreender o significado deste padrão: O mercado está em um trade de alta. Um candle branco
forte de alta é seguido por um gap de abertura no dia seguinte. Até aqui os Bulls tem controle total da situação.
Mas o rali não continua! Na verdade o mercado fecha próximo ou na mínima penetrando bem no corpo do dia
anterior.

Em tal cenário, os comprados começarão a ficar apreensivos quanto a sua posição. Aqueles que estavam
esperando para vender (shortar), tem agora uma cabeça de praia para colocar um stop - na máxima do
segundo dia do Dark Cloud Cover.

Fatores que intensificam a importância do Dark Cloud Cover

Quanto maior a penetração do fechamento corpo negro do segundo dia no corpo branco do primeiro dia, maior
será a chance de que um topo esteja ocorrendo. Se o corpo do segundo dia encobrir totalmente o corpo do
primeiro dia, aí teremos um Padrão de Engolfo.

Pense no Dark Cloud Cover como um eclipse solar parcial e o Padrão de Engolfo como um eclipse solar total.
Logo, um Padrão de Engolfo é um indicativo de topo mais forte que o Dark Cloud Cover.

Se um corpo branco de alta ocorre após o Dark Cloud Cover e fecha acima da máxima do segundo dia do Dark
Cloud Cover, pode significar que o padrão deve ser desprezado, pois novo rali poderá acontecer.

Durante um trade de alta prolongado, se ocorre um dia de alta bem forte com um grande candle branco que
abre na sua mínima e fecha na máxima (Marobozu de Alta) e no dia seguinte ocorre um longo Marobozu de
queda fazendo um Dark Cloud Cover, este padrão é bem intenso e tem muita chance de significar realmente
uma reversão.

Se o corpo do segundo dia do Dark Cloud Cover abre acima de uma forte resistência e falha em vencê-la, isto
estará provando que os Bull estão perdendo o controle e intensifica a importância do padrão.

Se, na abertura do segundo dia ocorre um aumento expressivo de volume, uma compra desordenada pode
estar ocorrendo. Por exemplo, alto volume em um gap de alta pode significar que muitos novos compradores
decidiram embarcar. Mas depois o mercado começa a se tornar vendedor. Provavelmente não vai demorar
muito para que esta multidão de novos comprados (e também comprados mais antigos que já estão no lucro)
perceba que o navio que eles embarcaram é o Titanic.

Obs: como este padrão é relativamente comum, deve-se ater as suas características e grau de intensidade
para não ser surpreendido por situações em que o padrão ocorre mas é desprezado pelo mercado.

Exemplo 1 - Dark Cloud Cover na Telesp Participações


Obs: O Dark Cloud Cover é composto pelos dois candles imediatamente abaixo de onde está escrito "Dark
Cloud Cover" no gráfico.

Considerações Gráficas

Notem como o padrão produziu realmente um topo e interrupção do trade de alta anterior.

Notem o aumento expressivo de volume no segundo dia, intensificando mais ainda o padrão.

O candle de queda do segundo dia penetra até mais do que a metade do corpo do candle do primeiro dia

Este foi um padrão bastante intenso, segundo os critérios e realmente funcionou como um topo.

Exemplo 2 - Klabin nas Nuvens Negras


Reparem neste exemplo, que o padrão interrompeu o trade de alta anterior, produzindo um topo, mas o
próximo movimento não foi expressivamente de queda, sendo o mesmo topo testado alguns dias depois.

Notem o Engolfo de Baixa que é mostrado também no gráfico.

Mais uma vez, utilizamos este exemplo para reafirmar que todos os padrões de reversão dos candles, apesar do
nome, referem-se a interrupção do trade anterior e não necessariamente ao começo de um novo trade em
outra direção. Veja Os Padrões de Reversão para rever detalhadamente este conceito.

Exemplo 3 - Dark Cloud Cover na Cesp


Observem como este Dark Cloud Cover interrompe o movimento de alta mas não produz uma reversão
propriamente dita do trade. O mercado passa a acumular por alguns dias, para depois começar a subir
novemante.

De qualquer forma o padrão valeu, pois produziu um topo daquele movimento de alta que o precedeu.

Aprendizado CandleStick: Introdução às Estrelas


MAR 10, 2002 As estrelas são um grupo de padrão de reversão fascinante. Uma estrela é um candle com
corpo bem pequeno que usualmente tem um gap em relação ao candle que a precede. É importante,
para ser considerado uma estrelas, que não haja interseção entre o corpo da estrela e do candle
anterior. A cor do corpo da estrela não tem importância.

As estrelas podem ocorrer em topos ou fundos. Nos fundos elas são chamadas de estrelas da manhã e nos
topos de estrelas da tarde. Usualmente, mas nem sempre, as estrelas são um sinal de reversão mais forte nos
topos do que nos fundos.

Como a estrela representa indecisão do mercado, a indecisão é especialmente danosa nos topos, mas nem
sempre nos fundos.

Se a estrela não tiver nenhum corpo (abertura = fechamento) então denominamos doji-star (estrela doji). O
doji é um padrão mais intenso do que a estrela.

A estrela, especialmente o doji, é um aviso que a tendência anterior pode estar acabando. O pequeno corpo (ou
ausência de corpo) da estrela representa um empate na guerra entre os comprados e os vendidos. Em um ralí,
os bulls (comprados) estão no comando.
Com a ocorrência de uma estrela após um longo candle branco, está sinalizado que o controle, que era total
dos Bulls, agora está sendo disputado entre as duas forças.

Esta disputa pode ter ocorrido ou por causa de uma diminuição na força compradora ou por um aumento na
força vendedora. De qualquer forma, as estrelas nos dizem que a força de alta anterior se dissipou e o mercado
está vulnerável.

O mesmo é verdade, mas ao contrário, para uma estrela em uma tendência de queda. Isto é, se uma estrela
vem após um grande candle negro de queda, reflete uma mudança no mercado. Os Ursos estavam no
comando, mas agora há um empate técnico. A energia de queda se enfraqueceu. Este não é uma cenário
favorável a continuação do Bear market.

Existem basicamente quatro tipos de estrelas que veremos em detalhes nos próximos capítulos (Estrela da
Manhã ou Morning Star, Estrela da Tarde ou Evening Star, Doji Star, Shooting Star)

Exemplo 1 - Estrelas no Índice Futuro:


Observem que cada uma das quatro estrelas produziu um topo.

O tamanho dos corpos são diferentes e somente uma tem corpo de queda. Veja, que como foi dito antes, a cor
do corpo não importa e sim o tamanho do mesmo.

Exemplo 2 - Estrelas na CEMIG:


Observem que a estrela da manhã determinou o fim da queda mas não produziu uma alta e sim uma
acumulação que foi posteriormente revertida para alta. Os padrões de reversão, como eu venho repetindo aqui,
determinam o fim da tendência anterior. Mas nada podemos dizer do movimento seguinte.

Observem também a seqüência de estrelas da tarde no topo com 4 candles, sendo 3 perfeitas estrelas. A briga
durou mais alguns dias, mas no fim as estrelas foram topos e determinaram o fim do ralí.

Exemplo 3 - Estrelas testando a resistência na Eletrobrás:


Observem como por três vezes em momentos distinto a ELET6 produz uma estrela que testa a resistência. A
terceira acaba sendo definitiva e a partir dai o ralí acabou.

Aprendizado CandleStick: Evening Star


MAR 10, 2002 A Estrela da Tarde ou Evening Star é como se fosse ao contrário da Estrela da manhã,
pois aquela é bulish e esta é bearish, ou seja a Estrela da tarde sugere quedas por vir. Seu nome
vem do Planeta Vênus, que é conhecido como a estrela da tarde, que aparece logo antes da
escuridão da noite retornar. É um padrão de reversão de topo, e deve-se estar atento se ela ocorre
após um trade de alta.

Vejam na figura mais abaixo que o padrão é composto de três candles: O primeiro é um candle de alta longo. O
segundo é um candle pequeno, normalmente com gap em relação ao primeiro, que é a estrela.

A estrela é o primeiro sinal que um topo pode estar ocorrendo, mas necessita de confirmação com um candle
de queda no dia seguinte que não ultrapasse o topo da estrela e que penetre bastante no corpo do primeiro
candle.

Por princípio a Estrela da tarde tem um gap entre o primeiro candle e a estrela. Pode ocorrer um gap entre a
estrela e o terceiro candle, mas este não é necessário e é até raro.

O mais importante é que este último candle penetre no corpo do primeiro, até bem mais que a metade. Outra
característica é que a cor do candle da estrela não importa, podendo ser de alta ou de baixa.
A Estrela da tarde é mais importante quando ocorre após um ralí, mas ela também pode sinalizar o fim de uma
acumulação quando ocorre no topo da mesma.

Fatores que aumentam a probabilidade que uma estrela da Tarde seja realmente um topo:

Se houver um gap entre o primeiro candle e a estrela e também entre a estrela e o terceiro candle.

Se o terceiro candle penetra bastante no corpo do primeiro candle.

Se houver volume baixo no dia do primeiro candle e volume alto no dia do terceiro candle. Isto mostra uma
redução da força compradora e um aumento da força vendedora.

Se ela ocorrer em cima de uma forte resistência.

Exemplo 1 - Estrelas na TCSP4


Observem como este sinal é confiável representando um topo cada vez que apareceu. A primeira estrela da
tarde é um padrão perfeito. Na segunda falta o Gap entre o primeiro candle e a estrela, mas ainda assim é um
sinal bem construído e um topo.

A terceira, é uma situação bastante comum. Quando o gap entre o primeiro candle e a estrela é muito grande,
usualmente o terceiro candle não consegue penetrar no primeiro. Foi um novo topo.

Estes exemplos mostram que não devemos ser extremamente rígidos com os detalhes técnicos dos candles.
Com o tempo, vamos aprendendo a ver a situação como um todo e o que as figuras estão querendo nos dizer,
o que é mais importante do que uma análise puramente objetiva.

Exemplo 2 - Shooting Stars na Cemig:


Estas duas estrelas são muito interessantes por alguns aspectos:

As duas ocorrem em cima de uma importante resistência como pode ser demonstrado no gráfico. Isto
obviamente aumenta a chance delas representarem um topo.

O mercado que deseja ultrapassar uma forte resistência não deve mostrar indecisão e é exatamente isto que as
estrelas, com seus pequenos corpos demonstram.

A indecisão do mercado em superar a resistência leva aos que estão no lucro a realizar os mesmos e afasta
novos compradores, logo o mercado não consegue ultrapassar a resistência e a estrela acaba sendo um topo.

Todas duas são um tipo especial de estrela, que será vista a seguir e que é a shooting star, cuja características
são longas sombras superiores como se estivesse tentando atingir o céu. Daí o seu nome.

Todas duas provocaram verdadeiros violinos no mercado (quando uma resistência parece que foi rompida e
depois o mercado recua) mostrando como é importante esperar a confirmação da quebra de uma resistência
com um teste na outra direção. Ao mesmo tempo mostra como a prática de comprar na quebra de resistência é
perigosa.

Para uma resistência em 28,00 a primeira estrela ultrapassou os 29 e a segunda, chegou até 30! Mas, sendo
shooting stars o trader mais esperto realizou lucros, pois elas são sinais de perigo.

A segunda estrela não tem gap nenhum, mas o padrão não está invalidado, pois é composto por longos
candles, assim como a primeira, o que o torna mais intenso.

Exemplo 3 - Grupo de Estrelas na Telemar:


Este gráfico demonstra uma situação que as vezes acontece e que deve nos deixar atentos. Começam a ocorrer
diversas estrelas em cima de uma resistência importante.

Nenhum preenche todos os critérios, mas elas vão ocorrendo uma após a outra e sempre testando a resistência
sem sucesso. Esta situação dá tempo a todos de realizarem lucros e pularem fora enquanto é tempo.

Notem quantas estrelas ocorrem próximo aos 39,00. O mercado mostrou indecisão, enfraqueceu e foi parar nos
20,00.

Aprendizado CandleStick: Padrão Harami


MAR 10, 2002 O Padrão Harami (Harami Pattern) consiste de um candle de corpo pequeno que está
totalmente contido dentro de um candle anterior de corpo grande. Harami é uma palavra antiga em
japonês que significa gravidez. Observem nos padrões acima que o padrão sugere exatamente isso,
sendo o candle longo a mãe e o pequeno seu bebê na sua barriga.

O Harami é ao contrário do Padrão de Engolfo. No padrão de engolfo, um candle de corpo grande envolve
completamente o candle anterior, usualmente um de corpo pequeno.

No Harami é ao contrário, pois um candle de corpo pequeno é totalmente contido dentro de um candle longo
anterior. Outra diferença é que no padrão de engolfo os dois candles têm cor diferente, sendo um de queda e
outro de alta.

No Harami isto não é necessário, sendo a cor do segundo candle, o de corpo pequeno, indiferente, apesar que
na maioria das vezes será também contrária ao candle de corpo grande (o primeiro).
O Padrão Harami não é usualmente um padrão de reversão tão significativo como, por exemplo, o martelo, o
enforcado ou o padrão de engolfo. Pense no Harami como se um freio tivesse sido aplicado pelo mercado na
tendência (representado pelo pequeno candle contido dentro do anterior, que era de forte intensidade a favor
da tendência).

O Harami é um padrão de reversão mais importante nos topos do que nos fundos.

Existe uma forma especial de Harami, que possui intensidade maior, que é o Harami Cross. Nesta forma, o
segundo candle do padrão é um Doji.

Analisando os aspectos do Harami no mercado diríamos que ele representa uma disparidade na
saúde do mercado:

Depois de uma tendência de alta, um candle longo de alta é seguido por um pequeno candle de indecisão. Isto
mostra que a força dos Bulls diminuiu ao menos naquele instante. Logo uma reversão de tendência é possível.

Durante uma tendência de queda, a forte pressão vendedora representada pelo longo candle de queda é
seguida por um dia de indecisão, com um candle de corpo pequeno. Está aí o alerta que a força dos Bears pode
estar diminuindo e uma reversão é possível.

Critérios de intensificação dos Doji Stars

Importante incremento de volume nos dias do Harami, especialmente no dia do pequeno candle.

O fato do padrão acontecer próximo ou em cima de um forte suporte ou forte resistência.

Quanto menor for o segundo candle, mais forte é a intensidade do padrão, sendo que a maior intensidade é
conferida ao Harami Cross.

Exemplo 1 - Haramis no Bradesco ON:


Observem o primeiro Harami de Fundo, e vejam que o sinal indicou a reversão. Observem incremento de
volume em volta do padrão, intensificando o mesmo. Vejam que o segundo candle é bem pequeno.

Veja, que o Harami de Topo, apesar de não ser um perfeito Harami pois o primeiro candle é muito pequeno,
sinalizou um topo e foi significativo pois estava exatamente na extensão de 50% do pivot de alta que se formou
lá atrás e está demonstrado no gráfico.

Exemplo 2 - Telemig e seus Haramis:


O primeiro é um Harami de Fundo. O segundo é um significativo Harami Cross de Topo, padrão bastante
intenso. O terceiro é um novo Harami Cross que acabou de ser formado nesta sexta-feira. Vai funcionar como
fundo? Acompanhem o papel e observem, mas o padrão indica compra.

Exemplo 3 - harami no Intra-day do Ind. Futuro


Observem como o Harami sinalizou o fim de um trade de alta. Vejam que o segundo candle do Harami tem a
mesma cor do primeiro o que não invalida o padrão. Após o padrão, o mercado titubeou, com alguns dojis, mas
acabou caindo após algum tempo.

A queda foi acabar em um martelo que já foi estudado anteriormente, um forte padrão de reversão de fundo.

Aprendizado CandleStick: Marobozus


MAR 10, 2002 O Marobozu é um candle individual que pode ser tanto Bulish quanto Bearish. De acordo
com sua posição no gráfico e na tendência a mesma figura poderá ter implicações altistas ou
baixistas. O Marobozu é um candle de corpo longo, quanto mais longo mais expressivo, e nenhuma
sombra ou apenas uma sombra muito pequena. Ele pode ter o corpo branco de alta ou negro de
queda.

Quando um marobozu de corpo branco de alta aparece em um fundo, ou no meio de uma acumulação ele tem
implicações altistas. Se a mesma figura ocorre após um trade de alta, ele será uma figura de reversão de topo.

Quando um marobozu de corpo negro de queda aparece em um topo ou no meio de uma acumulação ele tem
implicações baixistas. Se a mesma figura ocorre após um trade de queda, ele será uma figura de reversão de
alta.

Sendo assim esta figura pode ocorrer em diferentes locais do trade e tem duas formas. Cabe a cada um
interpretar suas implicações segundo sua ocorrência.

O mais comum é um longo marobozu na direção de uma tendência que já vem ocorrendo a algum tempo, ser
mal interpretado como um sinal de força e continuação da tendência, quando o seu significado é exatamente ao
contrário.
Tenham especial atenção a um marobozu com gap em relação ao candle anterior, e grande volume no seu dia.
Este será um clássico sinal de reversão e exaustão da tendência, quando a maioria estará enxergando o oposto.

Critérios de intensificação dos Marobozus:

Quanto maior o corpo do marobozu, mais significativo ele será.

O fato do padrão acontecer próximo ou em cima de um forte suporte ou forte resistência.

A ocorrência de um padrão de reversão junto ao Marobozu, por exemplo, se ele formar com o candle anterior
ou seguinte um Engolfo ou um Harami.

Incremento de volume no dia do Marobozu.

O fato de não ocorrerem Marobozus no gráfico por muito tempo. Quanto mais raros eles forem, mais
significativos eles serão.

Exemplo 1 - Marobozu de Alta na TLCP4:


Observem como o Marobozu após uma acumulação, rompendo inclusive o topo da mesma, sinalizou que a alta
estava por vir.

Releiam os critérios de intensificação acima e vejam que este marobozu preenche quase todos.

Vejam que uma interessante sequência marcada no gráfico sinalizou o fim da alta. Vemos um Shooting Star
que forma com o candle seguinte um Engolfo de Queda, sendo assim um forte padrão de reversão e sinal de
que um topo estava se formando.

Perceba que durante a subida, algumas shooting stars sinalizaram queda mas nunca foram confirmadas no dia
seguinte com um longo candle de queda como acontece no topo marcado. lembrem-se que a shooting star é
um padrão composto de três candles e necessita de confirmação no dia seguinte como só ocorreu realmente no
topo.

Isso mostra que para analisar candles é necessário ter tranquilidade e aguardar os sinais (...)

Exemplo 2 - Marobozu de Topo na Eletrobrás


Observem que a figura é idéntica a anterior, mas aqui, por estar colocada após um trade de alta, tem
implicações baixistas.

Vejam como a figura bate em um resistência importante que será testada por mais seis vezes sem sucesso.

É muito comum interpretar este sinal como mais força para o trade, quando na verdade ele está sianlizando o
inverso. Este sinal é especiamente forte quando ocorrer grande incremento de volume e gap de alta anterior ao
marobozu.

Exemplo 3 - Liquidação na Telemar


Este é um sinal bem característico que uma queda pode estar por acabar.

Observem que o mercado vinha de uma longa queda que foi interrompida por um martelo sinalizado com o
número 1 (primeira tentativa de romper o suporte). Depois ocorre um segunda tentativa marcada com o
número 2.

E a terceira tentativa ocorre próxima ao nosso Marobozu - Liquidação.

Observem que ocorre um longo Gap e expressivo incremento de volume. O significado claro disso é que o
mercado não vai romper o suporte e os grandes investidores jogaram o mercado para baixo de forma
exagerada, com gap e tudo para cubrir suas vendas antes da alta que estar por vir.

Este candle foi bastante significativo e quem acompanha a minha Análise da Telemar e tem boa memória
lembra que na época eu falei em Liquidação e o significado está bem demonstrado no gráfico.

O martelo do dia seguinte só vem confirmar que um fundo está criado e que agora vamos para cima.

Os três exemplos acima demonstram porque o Marobozu é um dos padrões mais interessantes dos candles,
podendo ter diferentes significados e interpretações.

Aprendizado CandleStick: Linhas de Contra-Ataque


MAR 10, 2002 Para entender as Linhas de Contra-Ataque podemos utilizar uma analogia do Futebol,
onde se utiliza o mesmo nome. O que ocorre é semelhante. O que ocasiona a oportunidade de um
contra-ataque, no futebol, é o fato de um time ir com muito ímpeto ao ataque, desguarnecendo sua
defesa.
Se o time que está sendo atacado, consegue obter o domínio da bola e sai rapidamente ao ataque, chamamos
de contra-ataque.

Se este for bem feito e rápido, encontrará a defesa adversária desguarnecida, o que poderá abrir a porta para
um gol.

Nos candles é semelhante. Observem no primeiro diagrama acima que os Bears estão confiantes e a tendência
é de queda. O primeiro candle do contra-ataque é um candle de queda que mantém os Bears no comando.

No segundo dia do contra-ataque, quando ele ocorre, os Bears conseguem abrir o mercado bem mais baixo,
com gap de queda, mas este foi um movimento exagerado e eles não vão conseguir se manter por lá.

Com a defesa desguarnecida, eles abrem espaço para uma reação dos Bulls, que trazem o mercado de volta
para o ponto onde ele fechou no dia anterior, fazendo um fundo. Se os Bears falharam em levar o mercado
mais para baixo e houve um contra-ataque dos Bulls, demonstra-se uma fraqueza da tendência de queda. Os
Bears podem se cobrir e novos Bulls podem aparecer, o que vai reverter a tendência atual.

O Contra-Ataque de Alta é semelhante ao Piercing Pattern, já estudado. Mas no Piercing o segundo candle
penetra bastante no primeiro e a característica do Contra-Ataque são dois candles de cores diferentes mas com
o mesmo fechamento.

No caso do Contra-Ataque de Baixa, o raciocínio é o mesmo, só que ao contrário. É tudo semelhante, apenas
que a tendência inicial é de alta e depois reverterá.

A analogia agora é feita com o Dark Cloud Cover, sendo que neste o segundo candle penetra no primeiro e no
Contra-Ataque de Baixa, os dois candles tem o mesmo fechamento.

Critérios de intensificação do Contra-Ataque:

Quanto mais longe for a abertura do segundo candle em relação ao fechamento do primeiro candle, mais
intenso é o padrão. (Ou seja, quanto maior o segundo candle).

O fato do padrão acontecer próximo ou em cima de um forte suporte (contra-ataque de alta) ou de uma
resistência (contra-ataque de baixa).

Incremento de volume nos dias do contra-ataque, ou em volta deles.

Um padrão raro que é o contra-atque ser formado por dois marobozus, também o tornará mais intenso.

Exemplo 1 - Contra Ataque na TLCP4


Observem que o padrão sinaliza o fim de um longo trade de alta. Ocorre incremento de volume nas
proximidades do padrão, intensificando o mesmo.

Exemplo 2 - Contra-Ataque na TNCP4


Observem como o padrão determinou um fundo. Observem incremento de volume.

Obs: A linha de contra-ataque é um padrão bastante raro, mas que deve ser notado e procurado com
atenção já que quando ocorre, normalmente determina topos ou fundos como pode ser visto nos dois exemplos
acima.

Aprendizado CandleStick: Padrões de Reversão


MAR 10, 2002 Todos analistas procuram sinais nos preços que os alertem para uma mudança na
psicologia e na direção do mercado. Os Padrões de Reversão são estes sinais. Os padrões de
reversão do ocidente incluem topos e fundos duplos, dias de reversão, cabeça e ombro, e topos e
fundos em ilha.

O termo Padrão de Reversão é de certa forma errado. Quando você ouve ou lê este termo. você pensa em um
trade antigo terminando abruptamente e depois revertendo para um novo trade rapidamente, em direção
oposta. Isto raramente ocorre.

As reversões de tendência usualmente ocorrem vagarosamente, em etapas, conforme a roda psicológica vai
girando. A exceção são ativos ou mercados de alta volatilidade onde os reversões abruptas ocorrem com mais
facilidade.

Um padrão de reversão implica que o trade anterior deve acabar, mudar, mas não necessariamente mudar de
direção. É muito importante que se entenda isso. Compare um trade de alta com um carro andando para frente
a 45 km/h. A luz de freio do carro acende e o carro para.

A luz de freio era o indicador de reversão mostrando que a tendência anterior (isto é, o carro movendo-se para
frente) estava para terminar.

Mas agora que o carro está parado o motorista vai decidir engatar a ré e andar para trás? Ele vai ficar parado?
Ou ele vai decidir andar para frente de novo? Sem mais sinais não temos como saber. Pois é exatamente isso
que é o Padrão de Reversão.

Ele indica que o trade anterior está prestes a acabar, mas não diz qual vai ser o próximo movimento, que
poderá ser na direção contrária ao anterior, na mesma direção ou em nenhuma direção. É muito importante
entender este conceito para que se possa ter uma compreensão correta dos padrões de reversão.

Reconhecer os padrões de reversão, pode ser uma grande habilidade.

O trading de sucesso requer que tanto a tendência quanto as probabilidades estejam do seu lado.

Os indicadores de reversão são a forma do mercado lhe oferecer um sinal, como os sinais das estradas:
"Cuidado - Tendência em Vias de Mudança." Em outras palavras, a psicologia do mercado está em
transformação.

Você deve ajustar o seu estilo de negociação para refletir o novo meio ambiente do mercado.

Aprendizado CandleStick: Martelo Invertido


MAR 10, 2002 Ainda que não seja propriamente uma estrela, o Martelo Invertido (ou inverted hammer,
no termo em inglês) é discutido aqui, devido a sua semelhança com a Shooting Star. Um martelo
invertido é semelhante a uma shooting star pois também possui corpo pequeno e uma longa sombra
superior.

A diferença é que a shooting star é um padrão de reversão de topo e o martelo invertido é um padrão de
reversão de fundo, ou seja, esta mesma figura receberá o nome de shooting star se aparecer em um topo e de
martelo invertido se aparecer em um fundo.

Assim como o martelo regular, o martelo invertido é um sinal bulish após uma queda, ainda que de menor
intensidade. Na figura mais abaixo é o candlestick mais abaixo dos outros e em preto.

A cor do corpo do martelo invertido não faz diferença, ainda que alguns prefiram um com corpo de alta. É
importante esperar por uma confirmação da reversão com um candle de alta no dia seguinte. Se ocorrer um
gap de alta em relação ao martelo invertido e o próximo candle, esta será uma forte confirmação da possível
reversão de tendência.

Vamos verificar porque o martelo invertido, ao contrário do martelo regular precisa de uma confirmação no dia
seguinte. A variação de preços que forma o martelo invertido parece ser bearish na sua essência. O mercado
abre próximo ou na mínima e depois sobe em um ralí. Mas os Bulls não tem forças para sustentar o mercado lá
em cima e os preços desabam e fecham próximos a mínima do dia.
Porque um comportamento assim, que parece demonstrar fraqueza, pode sinalizar uma reversão de um trade
de queda e um fundo. Para diferenciar se este sinal é de força ou de fraqueza, o que precisamos é do próximo
candle. Se o candle seguinte abre acima do corpo do martelo invertido, significa que aqueles que venderam na
abertura ou fechamento do martelo invertido estão perdendo dinheiro.

Quanto mais tempo o mercado se sustentar acima do corpo do martelo invertido no dia seguinte, maior a
chance que estes vendidos cubram suas operações impulsionando mais o mercado para cima. este pode ser um
processo de retro-alimentação que termine em um ralí.

O martelo invertido é mais raro que o martelo regular e tem menos intensidade como padrão de reversão.
Apesar disso é uma figura importante pelo que representa, podendo determinar fundos como é visto nos
exemplos abaixo.

Critérios de intensificação do martelo invertido como sinalização de um fundo:

Importante incremento de volume no dia do martelo invertido ou ao menos nos dias anterior e posterior a
shooting star.

O fato dele acontecer próxima ou em cima de um forte suporte.

O fato de acontecer um gap de alta entre o martelo invertido e o próximo candle. Quanto maior este gap
melhor.

Quanto menor o corpo, e maior a sombra superior, maior a intensidade do padrão. Um martelo invertido sem
corpo é um doji.

Exemplo 1 - Martelo Invertido no Banco do Brasil


Apesar do corpo um pouco grande, este martelo invertido funcionou como fundo. A abertura no dia seguinte em
um grande gap de alta acabou por levar os vendidos a se cobrir após uma tentativa de reação, o que
impulsionou o papel mais acima.

Exemplo 2 - Martelo Invertido no IBOV:

Observem que o martelo invertido determinou o fim de um longo trade de queda, apesar de não ter causado
um forte ralí a posteriori.

Observem enorme volume no dia que se segue ao martelo invertido e um candle de alta confirmando o padrão
e lhe dando intensidade.

Exemplo 3 - Martelo Invertido e Elétrico


Observem que belo padrão de reversão após um forte trade de queda, que determinou o fim do mesmo.
Vejam, que apesar do corpo vermelho, o martelo invertido funciona como um fundo mostrando que a cor do
corpo não importa. A longa sombra em relação ao corpo, confere intensidade ao padrão.

Devemos olhar os candles no meio do desenho todo que está a nossa frente e não de maneira rígida como se
fosse matemática. Quem estuda candles deve aprender a interpretá-los e não simplesmente decorar as formas.

Aprendizado CandleStick: Padrão Piercing


MAR 10, 2002 É, ao contrário do Dark-Cloud Cover. Assim como o Dark-Cloud Cover é um padrão de
reversão de topo, o Padrão Piercing é um padrão de reversão de fundo com a mesma formação, só
que ao contrário.

É composto de dois candles após uma queda do mercado. O primeiro candle um dia de queda, com corpo
negro. O segundo candle é um longo dia de alta. Este segundo candle abre abaixo da mínima do dia anterior,
depois os preços sobem criando um candle de alta que fecha acima do meio do corpo do candle do dia anterior.

O Padrão de Piercing que é Bulish, é análogo ao Padrão de Engolfo Bulish. No Engolfo de Alta, o corpo branco
do segundo dia envolve completamente o corpo negro do primeiro dia.

No Piercing Pattern, quanto maior a penetração no corpo negro do primeiro dia, maior a chance de que ocorrerá
uma reversão. Um Padrão de Piercing ideal terá um candle de alta no segundo dia que ultrapassa a metade do
corpo do candle de queda do primeiro dia.

Se no dia seguinte ao Piercing pattern, o mercado fechar abaixo da mínima do padrão, presume-se que uma
nova perna de queda ocorrerá.
A psicologia por trás do Padrão de Piercing é a seguinte: O mercado está em queda. O candle negro, bearish só
reforça esta visão. No dia seguinte o mercado abre mais abaixo inclusive com Gap. Os Bear estão vendo o
mercado confiantes.

Mas então o mercado se recupera, começa a subir e fecha bem mais alto do que no dia anterior. Os Bears
passam a ficar inseguros em relação a sua posição. Aqueles que estavam esperando para comprar veem uma
oportunidade e assim o mercado pode reverter de uma queda para alta.

Fatores que Intensificam a Importância do Piercing Pattern

Quanto maior a penetração do fechamento do corpo branco de alta do segundo dia no corpo negro de queda do
primeiro dia, maior será a chance de que um fundo esteja ocorrendo. Se o corpo do segundo dia encobrir
totalmente o corpo do primeiro dia, aí teremos um Padrão de Engolfo.

Se um candle negro de queda ocorre após o Piercing Pattern e fecha abaixo da mínima do segundo dia, pode
significar que o padrão deve ser desprezado, pois nova queda poderá acontecer.

Obs: Apesar de alguma flexibilidade quanto a necessidade de penetração de ao menos 50% no candle do dia
anterior no dark Cloud Cover, no Piercing Pattern esta flexibilidade não existe e esta característica é mandatória
para o padrão.

Durante um trade de queda prolongado, se ocorre um dia de queda bem forte com um grande candle negro
que abre na sua máxima e fecha na mínima (Marobozu de Queda) e no dia seguinte ocorre um longo Marobozu
de alta fazendo um Piercing Pattern, este padrão é bem intenso e tem muita chance de significar realmente
uma reversão.

Se o corpo do segundo dia do Piercing Pattern abre abaixo de um forte suporte e falha em rompê-lo, isto estará
provando que os Bears estão perdendo o controle e intensifica a importância do padrão.

Se, na abertura do segundo dia ocorre um aumento expressivo de volume, uma venda desordenada pode estar
ocorrendo (liquidação). Por exemplo, alto volume em um gap de queda pode significar que muitos novos
vendedores decidiram embarcar.

Mas depois o mercado começa a se tornar comprador. Provavelmente não vai demorar muito para que esta
multidão de novos vendidos (e também vendidos mais antigos que já estão no lucro) percebam que estão na
direção errada e deem stop.

Exemplo 1 - Piercing Pattern na TCSP4


Considerações Gráficas

Notem como o padrão produziu realmente um fundo e interrupção da queda anterior. Notem que no segundo
dia, um importante suporte e rompido no intraday, mas depois o rompimento não é confirmado. O fato do
padrão ocorrer em cima de um suporte o torna mais intenso.

O candle de alta do segundo dia penetra até mais do que a metade do corpo do candle do primeiro dia, o que é
um critério absoluto do padrão.

Este foi um padrão muito bem montado, e realmente funcionou como um fundo. Notem um dado importante,
que não é descrito no texto, mas serve para qualquer padrão de reversão que é a ocorrência de Gap antes e
depois do padrão.

Exemplo 2 - IBOV Perfurando


Reparem neste exemplo, que o padrão interrompeu o trade de queda anterior, produzindo um fundo, mas o
próximo movimento não foi de alta, mas uma acumulação e após esta o ativo voltou a cair. Este exemplo serve
para reafirmar que os padrões de reversão dos candles, apesar do nome, referem-se a interrupção do trade
anterior e não necessariamente ao começo de um novo trade em outra direção. Veja os Padrões de Reversão
para rever detalhadamente este conceito.

Exemplo 3 - Piercing na Telerj


Notem como o padrão interrompeu a queda anterior. Milimetricamente o segundo candle penetra até
particamente a metade do primeiro (passa só um pouco). E mais uma vez a janela antes do primeiro candle do
padrão.

Aprendizado CandleStick: Morning Star


MAR 10, 2002 A Estrela da Manhã ou Morning Star é um padrão de reversão de fundo.

Seu nome vem do Planeta Mercúrio que precede o nascer do Sol todo dia e sempre foi chamado da
Estrela da Manhã. É portanto, um presságio de preços mais elevados.

Possui um corpo pequeno e usualmente tem um gap em relação ao candle anterior que de preferência é um
longo candle de queda. Bastam estes dois candles para formar o padrão.

Para confirmar mais ainda o poder de reversão do padrão, o terceiro dia poderá ser composto por um longo
candle de alta que penetra bem ou até supera a extensão do longo corpo de queda do primeiro dia.

Este padrão é um indicativo que o bulls assumiram o controle. Vamos analisá-lo e entender porque ele é bulish
na sua essência:

O mercado está em tendência de queda e vemos um longo corpo negro, os bears estão no comando. Aí um
candle de corpo pequeno surge. Isto significa que os vendidos estão perdendo a capacidade de jogar o mercado
mais para baixo. No próximo dia, o longo candle de alta prova que os bulls assumiram o controle.
Uma estrela da manhã ideal deve ter um gap em relação ao candle anterior e o seguinte. Mas o gap inicial
entre o candle de queda e a estrela é o mais importante. O segundo gap, entre a estrela e o candle de alta não
é tão importante e é raro.

A cor do corpo da estrela, se de alta ou de queda, não tem nenhuma importância, desde que o corpo seja
pequeno.

Algumas vezes as estrelas da manhã ocorrem em conjuntos de dois a quatro, o que não altera a importância do
padrão. Somente demonstra que a retomada do poder pelos bulls está sendo mais difícil e a indecisão do
mercado é grande. De qualquer forma, só teremos certeza que o padrão reverteu o mercado após a ocorrência
de um longo candle de alta que penetre no corpo do candle de queda que iniciou o padrão.

Exemplo 1 - Estrelas na Cemig:

A primeira estrela, apesar do corpo um pouco grande é uma estrela pela relação do corpo com as sombras que
também são grandes. Vejam que possuiu gap em relação aos dois candles que a circulam e é precedida por
uma queda e um candle de queda e o candle longo de alta posterior a estrela confirma o padrão de reversão de
fundo.

A segunda estrela, tem forma de martelo, mas pelo corpo pequeno, é também uma estrela da manhã. Sendo
martelo, possuiu até mais força de reversão. Vejam que o candle posterior não é longo, mas é de alta. Não
podemos ser extremamente rígidos nestes padrões, sendo o mais importante olhar todo o desenho que nos
está sendo mostrado. Vejam que esta estrela possuiu corpo de queda mas, como já foi dito, a cor do corpo da
estrela não tem importância.

Exemplo 2 - Estrela da Manhã no Índice Futuro

Vejam que esta estrela tem formato especial, mas tendo corpo pequeno e longa sombra, é uma estrela
perfeita. O gap entre a estrela e o candle anterior não acontece, mas por muito pouco. É o candle longo de alta
posterior confirma a estrela como um fundo.

Isto, como eu já disse muitas vezes aqui, significa tão e somente que a longa queda anterior acabou, mas não
dita, de maneira nenhuma qual será o próximo movimento.

Exemplo 3 - Grupo de Estrelas na CESP


Este exemplo mostra o que exemplificamos acima. Que às vezes as estrelas vêm em grupos. A primeira estrela
possui um longo gap em relação ao candle de queda anterior.

Provavelmente isso, e notícias, mantiveram a indecisão do mercado por mais tempo. Um queda expressiva pelo
enorme gap, diminuiu a força dos vendidos que não conseguiram impulsionar o mercado mais para baixo,
apesar de seguidas tentativas.

O mercado permaneceu indeciso por longo tempo (estrelas denotam indecisão), tomando o rumo norte após
este longo período de indecisão.

O mais importante é notar que a primeira estrela, com aquele longo gap, determinou o fim do movimento de
queda.

Aprendizado CandleStick: Shooting Star


MAR 10, 2002 Uma Shooting Star (Estrela que atira para o céu) é um padrão de dois candles, que nos avisa que
um topo pode estar ocorrendo. Ela se parece com o seu nome - uma shooting star ou uma estrela que parece
estar atirando para o céu.

Ela possui um corpo pequeno (que pode ser de alta ou de baixa, tanto faz, o que importa e que seja pequeno)
e uma longa sombra superior.

A shooting star nos diz que o mercado abriu próximo a mínima, depois fez um forte ralí e finalmente
enfraqueceu e fechou próximo a abertura. Em outras palavras, o ralí não pode ser sustentado.

Uma shooting star ideal tem um gap de alta entre o candle anterior e o corpo da shooting star. Mas esta gap
não é imprescindível. Da mesma forma que a shooting star ideal não apresenta sombra inferior, mas pequena
sombra inferior pode ser tolerada.
Obs: Um candle em forma de shooting star, após um trade de queda, em um fundo se chama martelo invertido
e será abordado no próximo capítulo. Considere uma shooting star somente se ela vem após um trade de alta
ou ao menos no topo de uma acumulação.

Critérios de intensificação da shooting star como sinalização de um topo:

1. Importante incremento de volume no dia da shooting star ou ao menos nos dias anterior e posterior a
shooting star.

2. O fato dela acontecer próxima ou em cima de uma forte resistência

3. Quanto maior for a sombra superior em relação ao corpo, mais intenso é o padrão.

Nota do Bastter: Considero este sinal, um dos mais importantes sinais de reversão de topo, especialmente no
ativo TNLP4 (Telemar PN)

Exemplos Práticos:
Exemplo 1 - Estrelas na TCSP4:

Observem como a shooting star sinalizou um topo após um ralí de alta. Vejam que é uma shooting star perfeita
com uma longuíssima sombra superior e um corpo pequeno. O corpo é de alta, o que não faz diferença.

Vejam que a shooting star sinalizou um topo e o fim do ralí, mas não produziu uma queda e sim uma
acumulação. Este conceito vem sendo repetido por mim diversas vezes aqui. O padrão de reversão, finaliza o
movimento anterior, mas nada podemos dizer do próximo movimento.
Exemplo 2 - Shooting Star na Itausa:

Observem que esta shooting star aparece no topo da acumulação e não após um rali de alta. Ainda assim ela
sinaliza um topo, levando a acumulação a um fim.

Ela também possui pequena sombra inferior e a sombra superior não é tão grande quanto gostaríamos. Ainda
assim ela sinaliza um topo e o mercado começa a cair.
Exemplo 3 - Shooting Stars na TDBH4:

Aqui podemos ver como os candles são importantes. Mesmo para um ativo sem história como este, os candles
dão dicas importantes.

Vejam que no primeiro dia de vida deste papel, houve um forte rali. Mas já no segundo dia aparece uma
shooting star com uma longuíssima sombra superior. Alí era para colocar as barbas de molho e os mais
espertos viram logo que este papel não teria muito futuro.

O papel volta a subir mas nova shooting star sinaliza um topo e nunca mais o papel subiu. Vejam que a
segunda shooting star tem o corpo muito grande em relação a sombra mas ainda assim sinalizou um topo.

Devemos olhar os candles no meio do desenho todo que está a nossa frente e não de maneira rígida como se
fosse matemática. Quem estuda candles deve aprender a interpretá-los e não simplesmente decorar as formas.

Aprendizado CandleStick: Tweezers


MAR 10, 2002 Tweezers são dois ou mais candles com a mesma máxima ou a mesma mínima. Tweezers
significa pinças, pois eles se parecem com uma quando ambos possuem sombras.

Tweezers de Topo acontece quando as máximas de dois ou mais candles são semelhantes após um trade de
alta.

Tweezers de Fundo acontecem quando dois ou mais candles possuem a mesma mínima após um trade de
baixa.

O tipo de candles que compõem o Tweezers não importa, podendo ser composto de corpos, sombras ou dojis.
Obviamente quando os candles que compõem o Tweezers ou um deles apresenta uma figura de reversão, o
padrão se torna mais intenso.
Este padrão, não é um padrão de reversão especialmente intenso, a não ser quando ele combina com outra
figura de reversão que seja mais importante, ou quando ocorre um em pontos de suportes ou resistências
estratégicos.

Critérios de intensificação dos Tweezers:

Importante incremento de volume nos dias do Tweezers

O fato do padrão acontecer próximo ou em cima de um forte suporte ou forte resistência.

A ocorrência de um padrão de reversão junto ao Tweezers.

Exemplo 1 - Tweezers Top no Bradesco ON


Observem que seqüência interessante:

Três candles com máxima exatamente em 12,04.

O fechamento dos três dias foi exatamente neste valor.

Observem que o candle do meio é um doji enforcado.

O padrão acontece após uma forte alta do ativo.

Observem incremento de volume nos dias do padrão.

O quarto candle, após os três do padrão, apesar de ultrapassar os 12,04 abre exatamente neste valor, não
sustenta a alta e desaba, mostrando em definitivo que o ativo não ia ultrapassar os 12,04.

Exemplo 2 - Tweezer Top na Itausa:


Observem que o padrão, com duas máximas seguidas em 2,09, selou o fim da alta. Interessante observar que
nova tentativa de alta alguns dias depois parou no mesmo ponto. Observem incremento de volume no segundo
dia do padrão.

Exemplo 3 - Celesc, o papel dos Tweezers Bottons:


Vejam quantos candles com a mesma mínima em diversas ocasiões.

Isto está ocorrendo neste momento neste gráfico acima em 0,47. Este padrão é muito comum em papéis de
valor de centavos como este.

Aprendizado CandleStick: Corvos


MAR 10, 2002 Os Corvos são padrões raros mas que denotam reversão de uma tendência de alta. Como
dizem os japoneses, as más notícias possuem asas, e os corvos não poderiam ser melhores para
representar que uma tendência de alta pode estar por acabar.

Os dois corvos com GAP são um pouco mais comuns.

O padrão necessita que ocorra um gap entre os corpos do primeiro corvo e do candle anterior, como pode ser
visto na ilustração acima. Não é necessário um gap entre as sombras, somente entre os corpos.

Os dois candles negros no topo são os corvos. Eles não precisam ter nenhuma configuração especial.

São apenas dois candles negros de queda, no topo de uma tendência de alta, sendo que o primeiro corpo tem
um gap em relação ao candle anterior aos corvos, entretanto o padrão é mais intenso se o segundo corvo for
maior que o primeiro, abrir acima e fechar abaixo, engolfando o primeiro.

Observem que parecem mesmo dois corvos no topo de uma árvore e, conhecendo o significado que impuseram
aos corvos, como agentes de más notícias ou até da morte, não fica difícil saber que este é um padrão bearish
(de queda).
Vamos observar a psicologia por trás dos dois corvos:

O mercado está em uma tendência de alta e abre com gap de alta. Mas a nova alta não se sustenta e o
mercado fecha com uma candle de queda, apesar de ainda em alta, já que o fechamento e acima do anterior.
isto é muito importante, pois a impressão que passa é que a alta está continuando. E os Bulls acreditam ainda
estar no comando.

No dia seguinte o mercado se torna mais fraco com novo dia de queda e desta vez com fechamento abaixo do
dia anterior.

Se o mercado é de alta, porque não consegue sustentar as aberturas para cima e porque fechou mais baixo que
o dia anterior? Estas são as perguntas que os Bulls vão começar a fazer.

Se no dia seguinte, o mercado abrir abaixo do fechamento do dia anterior, ou romper este ponto para baixo,
teremos provavelmente muitos Bulls fechando suas posições, o que irá impulsionar o mercado para baixo.

Este dia é muito importante, pois se no dia seguinte aos dois corvos, o mercado romper o topo do segundo
corvo, o sinal de queda está anulado, e poderemos dizer que o mercado apenas deu uma parada, para retirar
algum peso e vai seguir viagem rumo Norte.

Logo, é importante a confirmação no dia seguinte aos dois corvos, ou aos que venderam baseado nos corvos, o
uso do stop no topo dos corvos. Um candle de alta no dia seguinte aos corvos, com rompimento do topo dos
corvos, transforma o padrão de reversão de alta Dois Corvos com Gap em um padrão de continuidade de alta
chamado "mat-hold".

Critérios de intensificação dos Dois Corvos com Gap:

1. Quanto mais o segundo corvo engolfar o primeiro, e quanto mais fechar abaixo do primeiro, mais intenso é o
padrão.

2. O fato do padrão acontecer próximo ou em cima de uma forte resistência.

3. Incremento de volume nos dias dos corvos, ou em volta deles.

4. Quanto maior o gap entre o primeiro corvo e o candle anterior, mais intenso é o padrão. É óbvio que isto
tem um limite dentro do razoável, pois gaps de alta enormes ocasionados por notícias têm interpretações
próprias segundo o momento.

Vamos verificar agora um padrão mais raro que são os Três Corvos Negros, que estão representados na figura
acima. Após uma tendência de alta ocorrem três candles negros seguidos e declinantes. Parecem com um
grupo de corvos sentados em uma árvore morta. Os três candles devem fechar nas mínimas ou próximo delas.
Cada abertura deve ser abaixo da anterior. Este é um padrão muito raro, mas de fácil visualização quando
ocorre.

Exemplos Práticos

Exemplo 1 - Dois Corvos na Petrobras

Observem como os dois corvos sinalizaram o fim de uma longa tendência de alta. O incremento de volume no
dia anterior aos corvos, o fato de acontecerem próximo a 30, forte resistência na época, o grande gap entre o
candle anterior e o primeiro corvo, o fechamento do segundo corvo bem abaixo do primeiro; tudo isso confere
intensidade ao padrão.
Exemplo 2 - Trêss Corvos no Bradesco:

Vejam que o primeiro corvo atinge a forte resistência de 13,00 e daí aparecem os três corvos, um fechando
abaixo do outro que sinalizaram o fim da longa tendência de alta desde os 10,00.
Exemplo 3 - Corvos Gigantes na Inepar

Observem que figura interessante. Após longa alta que vinha desde os 3,00, o papel disparou até 9,00 em
poucos dias. Mas o candle que toca nos 9,00 tem Gap de corpo e o seguinte fecha bem abaixo dele e também é
de queda.

Este padrão, que ocorreu no meio de um aumento absurdo de volume, sinalizou o fim da alta e o papel nunca
mais voltou lá.

É um padrão exagerado, provavelmente àquela época envolto em notícias, mas os dois corvos, que parecem
mais urubus, de tão grandes estão lá sinalizando o fim da alta.

Aprendizado CandleStick: Padrão de Engolfo


MAR 10, 2002 O padrão Padrão de Engolfo (Engulfing Pattern) está sendo constituído abaixo pelas duas
últimas figuras de cada um dos exemplos. A maioria dos padrões de candlestick são combinados,
isto é, são constituídos por mais de um candle. E não é diferente com o padrão de engolfo.

O Padrão de Engolfo é um sinal de reversão importante composto de candles de cores opostas. É também um
sinal raro. Quando se exige os critérios estabelecidos abaixo, ele ocorre de verdade poucas vezes.

E por ser raro, isso aumenta ainda mais a sua importância quando o mesmo ocorre.

Critérios

O mercado tem de estar em uma tendência definida de alta ou de baixa, ainda que seja um movimento curto.
Dois candles compoem o padrão de engolfo. O corpo do segundo candle deve engolfar (ou envolver
completamente) o corpo do primeiro candle. (Não precisa envolver as sombras, somente o corpo).

O corpo do segundo candle do padrão de engolfo deve ser de cor oposta ao primeiro. (A exceção a esta regra é
quando o primeiro candle é um doji ou quase um doji).

Fatores que aumentam a chance do padrão de engolfo ser um indicador de reversão importante:

O primeiro candle do padrão de engolfo ter um corpo bem pequeno e o segundo ter um corpo bem grande. Isso
refletirá uma perda de força do trade anterior e depois um aumento de força na direção contrária.

Se o padrão de engolfo ocorrer após um trade muito longo ou muito forte (com grande variação de preços). Um
trade prolongado de alta, por exemplo, aumenta as chances de compradores em potencial já estarem
comprados. Nesta situação, a chance de ocorrerem novas compras que mantenha o mercado caminhando para
cima será menor. Da mesma forma, um movimento muito rápido com grande variação de preços em pouco
tempo, deixa o mercado vulnerável a realização de lucros.

Se ocorrer um grande volume no dia do segundo candle do padrão de engolfo.

Se o corpo do segundo dia do padrão de engolfo tiver o dobro ou mais de tamanho do corpo do primeiro dia.

Atenção para um dado importante discutido acima. O padrão candlestick de engolfo, só tem
importância quando colocado no lugar certo no trade, observe:

O padrão de engolfo de alta tem necessariamente que vir após um trade de baixa;

O padrão de engolfo de baixa tem necessariamente que vir após um trade de alta.

Padrões de engolfo no meio de acumulações ou distribuições não tem importância e devem ser desprezados.

Da mesma forma um padrão de engolfo de alta após um trade de alta ou um padrão de engolfo de baixa após
um trade de baixa não possuem nenhuma importância e devem também ser desprezados.

Exemplo 1 - Engolfo de Baixa na Klabin:


Notem que este exemplo preenche alguns critérios para aumentar a intensidade do engolfo de
baixa:

Vem após uma subida forte e rápida

Como o primeiro candle e quase um doji (é uma shooting star) e o segundo é bem maior, o segundo corpo tem
mais que o dobro do primeiro corpo.

Notem um maior volume (quase o dobro) no segundo dia do que no primeiro.

O padrão acima torna-se mais importante por ser o primeiro candle do padrão uma shooting star que também
é um padrão de reversão. Este tipo de candle será discutido a posteriori nesta série e foi citado aqui a título de
ilustração.

Exemplo 2 - Engolfo de Baixa com Doji na EPTE4


Notem que o primeiro candle é um doji o que torna o padrão ainda mais importante. Vem após um longo trade
de alta, o que aumenta sua intensidade. Notem como o engolfo de baixa foi um excelente sinal que o trade de
alta anterior estava por acabar.

Exemplo 3 - Engolfo de Alta na CESP4

Notem que os dois candles do padrão tem a mesma cor, ou seja, são candles de alta. O padrão não é
invalidado apesar disso, por ser o primeiro candle um de corpo muito pequeno que consiste exatamente na
exceção a esta regra.

Sendo assim, o padrão foi um forte indicativo que a longa queda anterior estava por acabar (ou dar uma pausa,
vamos dizer assim, em se tratando de CESP4.

De qualquer forma, o padrão estabeleceu o fim do longo trade de queda anterior. Houve uma reação após que
levou o papel a subir por um tempo. A queda que se vê depois é um novo trade de queda e não a continuação
do anterior.