Você está na página 1de 28

Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873

“Compromisso social”

Cidadania e
Desenvolvimento
Estratégia de Educação para a Cidadania

Conselho Pedagógico 2018


Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

ÍNDICE

1. Enquadramento ………………………………………………………………………………… 2

2. Plano de organização …………………………………………………………………………… 3

3. Operacionalização no currículo escolar ………………………………………………………… 4

4. Aprendizagens esperadas ………………………………………………………………………. 5

5. Avaliação ………………………………………………………………………………………... 5

6. Domínios a desenvolver ……………………………………………………………………….... 6

7. Programa ………………………………………………………………………………………... 7

Anexos ………………………………………………………………………………………….. 22

- Critérios de avaliação ………………………………………………………………………… 22

- Grelha de observação periódica por competências transversais e específicas ………………….. 24

- Grelha: Planificação anual ……………………………………………………………………. 25

- Grelha: Articulação interdisciplinar …………………………………………………………… 27

Página1

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

1. ENQUADRAMENTO

A cidadania traduz-se numa atitude e num comportamento, num modo de estar em sociedade que tem como
referência os direitos humanos, nomeadamente os valores da igualdade, da democracia e da justiça social.
Enquanto processo educativo, a educação para a cidadania visa contribuir para a formação de pessoas
responsáveis, autónomas, solidárias, participativas e humanistas que conhecem e exercem os seus direitos e
deveres em diálogo e no respeito pelos outros, com espírito democrático, pluralista, crítico e criativo.
A relação entre o indivíduo e o mundo que o rodeia, construída numa dinâmica constante com os espaços físico,
social, histórico e cultural, coloca à escola o desafio de assegurar a preparação dos alunos para as múltiplas
exigências da sociedade contemporânea.
A complexidade e a acelerada transformação que caracterizam a atualidade conduzem, assim, à necessidade do
desenvolvimento de competências diversas para o exercício da cidadania democrática, requerendo um papel
preponderante por parte da escola.
A escola constitui um importante contexto para a aprendizagem e o exercício da cidadania e nela se refletem
preocupações transversais à sociedade, que envolvem diferentes dimensões da educação para a cidadania, tais
como: educação para os direitos humanos; educação ambiental/desenvolvimento sustentável; educação
rodoviária; educação financeira; educação do consumidor; educação para o empreendedorismo; educação para a
igualdade de género; educação intercultural; educação para o desenvolvimento; educação para a defesa e a
segurança/educação para a paz; voluntariado; educação para os media; dimensão europeia da educação; educação
para a saúde e a sexualidade.
Sendo estes temas transversais à sociedade, a sua inserção no currículo requer uma abordagem transversal, tanto
nas áreas disciplinares e disciplinas (tendo em consideração a especificidade dos conteúdos a abordar) como em
atividades e projetos, desde a educação pré-escolar ao ensino secundário, de acordo com os princípios definidos
no Decreto-Lei n.º 55/2018, de 6 de julho, e com a Estratégia de Educação para a Cidadania. Subjacente a esta
conceção educativa, está uma visão integradora das diversas áreas do saber que atravessa toda a prática educativa
e que supõe, para além de uma dinâmica curricular, também uma vivência de escola, coerente e sistemática,
alargada ao contexto em que esta se insere. Os domínios a trabalhar em Cidadania e Desenvolvimento devem
privilegiar o contributo de cada um para o desenvolvimento dos princípios, dos valores e das áreas de
competência consignados no documento Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, aprovado pelo
Despacho n.º 6478/2017, de 26 de julho. Este documento constitui-se como um referencial para o
desenvolvimento curricular e para o trabalho a realizar em cada Estabelecimento de Ensino, respondendo aos
desafios sociais e económicos do mundo atual, alinhados com o desenvolvimento de competências do século
XXI. No desenvolvimento dos temas dos diversos domínios, sempre que possível, devem ser estabelecidas
parcerias com entidades externas e convidar especialistas nas diferentes áreas temáticas para as
debaterem/partilharem com os alunos.
A abordagem curricular da educação para a cidadania pode assumir formas diversas, consoante as dinâmicas
adotadas pelas escolas no âmbito da sua autonomia, nomeadamente através do desenvolvimento de projetos e
atividades do Plano Anual de Atividades, em parceria com as famílias e entidades que intervêm neste
âmbito, no quadro da relação entre a escola e a comunidade. Deste modo, a educação para a cidadania pode ser
desenvolvida em função das necessidades e problemas específicos da comunidade educativa, constituindo como
uma das linhas orientadoras transversal a todo o Projeto Educativo do Agrupamento. Em suma, visando a
Página2

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

construção sólida da formação humanística dos alunos, para que assumam a sua cidadania garantindo o respeito
pelos valores democráticos básicos e pelos direitos humanos, tanto a nível individual como social, a educação
constitui-se como uma ferramenta vital.

2. PLANO DE ORGANIZAÇÃO

DOMÍNIOS DE INTERVENÇÃO
OBJETIVOS GERAIS CAMPOS DE AÇÃO EDUCATIVA
EDUCATIVA

• Construir um espaço de diálogo e • Atividades relacionadas com a


de reflexão sobre a cidadania do construção e a tomada de consciência  Educação para a saúde e
nosso tempo; da identidade pessoal e social. sexualidade;
• Refletir sobre as experiências e as • Atividades que promovam a  Educação ambiental;
preocupações sentidas pelos participação na vida cívica de forma
alunos no quadro dos valores do livre, responsável, solidária e crítica.  Educação financeira;
humanismo, da tolerância e da
cidadania responsável; • Atividades que promovam o respeito  Educação para a sustentabilidade;
pela diversidade quanto às pertenças e
• Desenvolver nos alunos a opções dos indivíduos e dos grupos.  Conhecimento do mundo do
consciência dos seus direitos e trabalho e das profissões e
deveres; • Atividades que desenvolvam a educação para o
construção de um sistema de valores empreendedorismo;
• Identificar atitudes que facilitam autónomo.
ou prejudicam o respeito mútuo e  Educação para os direitos
a convivência na família, na • Atividades que estimulem a humanos;
escola, na comunidade; aprendizagem de competências
necessárias ao pleno exercício da  Educação para a igualdade de
• Promover atitudes de autoestima cidadania. oportunidades;
e regras de convivência;
• Atividades que incentivem o  Educação para a solidariedade;
• Estimular a participação ativa e desenvolvimento do sentido de
responsável do aluno na turma, na apreciação estética do mundo.  Educação para os media;
escola, na comunidade e na
sociedade; • Atividades que desenvolvam a  Dimensão europeia da educação.
curiosidade intelectual, do gosto pelo
• Desenvolver a reflexão crítica em saber, pelo trabalho e pelo estudo.
torno de problemas atuais
focados nos media ou vividos na • Atividades que promovam a utilização
comunidade. do conhecimento para participar de
forma autónoma e crítica na tomada
• Desenvolver o gosto pelo de decisões.
trabalho em equipa e cooperar em
tarefas e projetos comuns. • Atividades que promovam a
preservação do património natural e
cultural e a existência de uma vida
saudável.
Página3

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

3. OPERACIONALIZAÇÃO NO CURRÍCULO ESCOLAR

Esta área curricular é de natureza transdisciplinar no pré-escolar e no 1.º ciclo do ensino básico.
É lecionada como disciplina autónoma nos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico, funcionando em regime semestral
nos 5º e 7º anos e em regime anual nos 6º, 8º e 9º anos.
Como componente do currículo desenvolvida transversalmente com o contributo de todas as disciplinas e
componentes de formação no ensino secundário.
Nos cursos de educação e formação de jovens de nível básico e no ensino secundário, a componente de
formação de Cidadania e Desenvolvimento é desenvolvida com o contributo de todas as disciplinas constantes
nas matrizes curriculares-base.
Nos curos profissionais a componente de Cidadania e Desenvolvimento é uma área de trabalho transversal, onde
se cruzam contributos das diferentes componentes de formação, disciplinas e UFCD com os temas da estratégia
de educação para a cidadania da escola, através do desenvolvimento e concretização de projetos pelos alunos.
A componente de Cidadania e Desenvolvimento é implementada pelo desenvolvimento de temas e projetos, no
âmbito das diferentes componentes de formação, disciplinas e UFCD da matriz, sob a coordenação de um dos
professores do Conselho de Turma.
A componente de Cidadania e Desenvolvimento não é objeto de avaliação sumativa, sendo a participação nos
projetos desenvolvidos no âmbito desta componente objeto de registo no certificado do aluno.
Propõe-se a utilização de metodologias de ensino que pressupõem como referência um ensino centrado no aluno
e que permitam:
• Promover de modo sistemático e intencional, na sala de aula e fora dela, atividades que permitam ao aluno
fazer escolhas, confrontar pontos de vista, resolver problemas e tomar decisões com base em valores;
• Organizar o ensino prevendo a experimentação de técnicas, instrumentos e formas de trabalho
diversificados, promovendo intencionalmente, na sala de aula ou fora dela, atividades de observação,
questionamento da realidade e integração de saberes;
• Organizar e desenvolver atividades cooperativas de aprendizagem, orientadas para a integração e troca de
saberes, a tomada de consciência de si, dos outros e do meio;
• Organizar o ensino prevendo a utilização crítica de fontes de informação diversas e das tecnologias da
informação e comunicação;
• Valorizar, na avaliação das aprendizagens do aluno, o trabalho de livre iniciativa, incentivando a
intervenção positiva no meio escolar e na comunidade. Assim, o docente dá suporte a aprendizagens mais
profundas através de estratégias e atividades diversificadas: trabalho de grupo e trabalho de pares,
cooperação entre pares e aprendizagem por descoberta, tendo o projeto educativo como ponto de partida.
Página4

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

4. APRENDIZAGENS ESPERADAS

No âmbito da Cidadania e Desenvolvimento e Cidadania, consideram-se aprendizagens esperadas por ciclo e por
domínios:
• Conceção de cidadania ativa;
• Identificação de competências essenciais de formação cidadã (Competências para uma Cultura da
Democracia);
• Identificação de domínios essenciais (ex. Interculturalidade, direitos humanos, igualdade de género,
sustentabilidade, media, saúde) – em toda a escolaridade.
Na abordagem da educação para a cidadania propõe-se que se atenda a três eixos:
• Atitude cívica individual (identidade cidadã, autonomia individual, direitos humanos);
• Relacionamento interpessoal (comunicação, diálogo);
• Relacionamento social e intercultural (democracia, desenvolvimento humano sustentável, globalização e
interdependência, paz e gestão de conflitos).

5. AVALIAÇÃO

A avaliação desta área curricular caracteriza-se por ser qualitativa no pré-escolar e 1ºciclo e quantitativa nos 2º e
3º ciclos, assentando numa avaliação formativa que valorize os processos de autorregulação.
Os critérios de avaliação para a componente de Cidadania e Desenvolvimento validados pelo Conselho
Pedagógico, constam do documento, em anexo, devendo considerar-se o impacto da participação dos alunos nas
atividades realizadas na escola e na comunidade, devendo por isso ser proposta e efetivamente discutida pelo
Conselho de Turma nos momentos de avaliação.
De acordo com o princípio A que norteia o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, este tem uma
base humanista “– A escola habilita os jovens com saberes e valores para a construção de uma sociedade mais
justa, centrada na pessoa, na dignidade humana e na ação sobre o mundo enquanto bem comum a preservar.”

A avaliação tem que ser contínua e sistemática, adaptada aos avaliados (alunos), atividades e contextos. Ainda, e
de acordo com a Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania, o processo de ensino, aprendizagem e
avaliação nesta disciplina deve, por isso, integrar e refletir as competências de natureza cognitiva, pessoal, social e
emocional, desenvolvidas e demonstradas por cada aluno/a através de evidências.
Sugere-se uma valorização relevante das atitudes e do empenho nas atividades propostas, uma vez que a sua
transversalidade assenta nestes aspetos, sendo as aprendizagens já valorizadas nas restantes disciplinas do
currículo.
Página5

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

6. DOMÍNIOS A DESENVOLVER

Os domínios a desenvolver na componente de CD organizam-se em três grupos com implicações diferenciadas,


do seguinte modo:
• Direitos Humanos (civis e políticos, económicos, sociais e culturais e de
1.º Grupo solidariedade)
Obrigatório para todos os níveis e • Igualdade de Género
ciclos de escolaridade • Interculturalidade (diversidade cultural e religiosa)
• Desenvolvimento Sustentável
• Educação Ambiental
• Saúde (promoção da saúde, saúde pública, alimentação, exercício físico)
• Sexualidade (diversidade, direitos, saúde sexual e reprodutiva)
2.º Grupo • Media
Trabalhado pelo menos em dois • Instituições e participação democrática
ciclos do ensino básico • Literacia financeira e educação para o consumo
• Segurança rodoviária
• Risco
• Empreendedorismo (na suas vertentes económica e social)
• Mundo do Trabalho
3.º Grupo • Segurança, Defesa e Paz
Com aplicação opcional em
• Bem-estar animal
qualquer ano de escolaridade
• Voluntariado
• Outras (de acordo com as necessidades de educação para a cidadania
diagnosticadas pela escola)

Página6

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

7. PROGRAMA

Domínio de Temas Subtemas Público Recursos


intervenção alvo
O Estatuto do Aluno
O Regulamento Interno Pré-escolar
Relações A Escola Estatuto do Aluno
Eleição do delegado/subdelegado ao 12.º ano
Interpessoais Regras da escola/turma Regulamento Interno
(Domínio Ata de eleição dos
obrigatório) Educação nos A Responsabilidade representantes/turma
Pré-escolar
Princípios Básicos da O Respeito
Cidadania O Trabalho Colaborativo ao 12.º ano

Reconhecer a alimentação como um dos


principais determinantes da saúde. http://ensina.rtp.pt/art
igo/nova-roda-dos-
Identificar alimentos saudáveis e sustentáveis. alimentos-a-moda-do-
Alimentação, nutrição e Pré-escolar
saúde mediterraneo/
Conhecer os comportamentos a ter numa 1º ciclo
dieta saudável e sustentável. 6º ano
http://ensina.rtp.pt/art
9º ano
Relacionar a alimentação com a prevenção e igo/ervas-aromaticas-
desenvolvimentos das principais doenças menos-sal-mais-saude/
crónicas (diabetes, doença cardiovascular e
oncológica).
http://ensina.rtp.pt/art
igo/batatas-fritas-de-
Alimentação e escolhas pacote-ou-um-shot-de-
individuais oleo/
Educação para a Analisar criticamente os comportamentos de
9º ano http://ensina.rtp.pt/art
Saúde risco na alimentação.
igo/obesidade-infantil-
(Domínio testemunho-de-quem-
obrigatório) ja-teve-peso-a-mais/

Reconhecer o impacto que os padrões


alimentares têm sobre o ambiente http://ensina.rtp.pt/art
Ambiente e alimentação igo/dieta-
Reconhecer o papel do cidadão e das suas 9º ano
mediterranica-o-que-e/
escolhas alimentares na sustentabilidade
ambiental
Reconhecer a escola como um espaço próprio
https://youtu.be/VpW
Alimentação em meio para a promoção da alimentação saudável e 9º ano
O6xYjREU
escolar adoção de comportamentos alimentares 12.º ano
equilibrados
Evitar longos períodos em comportamento Pré-escolar https://youtu.be/08kV
Atividade Física sedentário ao 12.º ano 4-ToGK0
Compreender como a prática de AF favorece https://youtu.be/Uzvs
Pré-escolar 2RZJ-lA
o desenvolvimento integral da criança e do
ao 12.º ano
jovem
O que é o tabagismo http://ensina.rtp.pt/art
igo/vinte-cigarros-por-
Risco do tabagismo para a saúde
6º ano dia-provocam-150-
Controlo do Tabagismo Prevenção e controlo do tabagismo 9º ano mutacoes-no-adn-por-
(legislação, eventos e iniciativas) C.Prof ano/
Página7

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

http://ensina.rtp.pt/art
igo/o-que-esconde-
um-cigarro/

http://ensina.rtp.pt/art
igo/tabagismo-e-
doencas-do-coracao/

O que são infeções


https://youtu.be/xYV
Infeções associadas aos cuidados de saúde Kjq5vSbs
Controlo de Infeções e 6º ano
Medidas necessárias para a prevenção de
de resistência aos 9º ano
infeções https://youtu.be/20v
Antimicrobianos 12º ano
O antibiótico mMS1WCyA
Resistência aos antimicrobianos
O que é a diabetes https://youtu.be/kyHx
qZFLF_I
Tipos de diabetes, sintomas e tratamento 6º ano
Diabetes Diabetes e alimentação 9º ano
https://youtu.be/cgLo
12º ano
Prevenção e controlo da diabetes NB_GNbg
Educação para a
O que é o cancro https://youtu.be/_7we
Saúde 9º ano
Doenças oncológicas BsPCBj0
(Domínio Causas, sintomas e diagnóstico 11º ano
obrigatório)
O que são doenças respiratórias
http://ensina.rtp.pt/art
O sistema respiratório igo/qualidade-do-ar-e-
Doenças respiratórias
Causas das doenças respiratórias legionella/
Tipos de doenças respiratórias e seus sintomas 6º ano
Prevenção e tratamento 8º ano http://ensina.rtp.pt/art
12º ano igo/a-legionella-e-
O que é a tuberculose contraida-por-
Tuberculose Causas, transmissão e sintomas inalacao/
Prevenção e tratamento
O que são hepatites virais https://youtu.be/-
w2mJ2X5Fpc
Causas, tipos e sinais de alerta
9º ano
Hepatites virais Prevenção e diagnóstico 12º ano https://youtu.be/KKL
NiO1ofZA

O que é a saúde mental http://ensina.rtp.pt/art


igo/criancas-e-jovens-
Saúde mental e Fatores que contribuem para a saúde mental
com-depressao-casos-
prevenção da violência Promoção e proteção da saúde mental que-a-crise-fez-
disparar/

http://ensina.rtp.pt/art
igo/suicidio-na-
9º ano adolescencia-o-tema-
12º ano tabu/
C.Prof
https://lmsev.escolavir
tual.pt/subjectsteacher
/detail/2102

http://ensina.rtp.pt/art
igo/quando-o-sono-
nao-chega/
Página8

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

2º Ciclo
O corpo em transformação http://ensina.rtp.pt/te
(Ao longo do ciclo)
5º ano masartigo/cidadania/#
• Dimensão ética da Puberdade – aspetos biológicos e emocionais
sexualidade humana
Carateres sexuais secundários
• Diversidade e
respeito Normalidade, importância e frequência das http://ensina.rtp.pt/art
suas variantes biopsicológicas igo/hashtag-jovens-e-
• Sexualidade e género
Reprodução humana e crescimento; a-identidade-de-
6º ano genero-o-terceiro-
• Prevenção dos maus contraceção e planeamento familiar
sexo/
tratos e das Compreensão do ciclo menstrual e ovulatório
aproximações
abusivas
Compreensão da epidemiologia das principais
IST em Portugal e no mundo (incluindo
Educação para a infeção por VIH/vírus da imunodeficiência
Sexualidade humana – HPV2/vírus do papiloma humano 7º ano http://ensina.rtp.pt/art
– e suas consequências) bem como os 10º ano igo/para-acabar-de-
(Domínio métodos de prevenção (final). vez-com-o-virus-da-
C.Prof. sida/
obrigatório)
Compreensão do uso e acessibilidade dos
3º Ciclo/Sec
2 ciclos métodos contracetivos e, sumariamente, dos
(Ao longo do ciclo)
seus mecanismos de ação e tolerância (final).
(Recursos • Dimensão ética da Conhecimento das taxas e tendências de
dispníveis no sexualidade humana maternidade e da paternidade na adolescência
Moodle ) • Compreensão da e compreensão do seu significado
sexualidade como
uma das Conhecimento das taxas e tendências das 8º ano http://ensina.rtp.pt/art
componentes mais interrupções voluntárias de gravidez, suas igo/lagrima-que-deito-
sequelas e respetivo significado 11º ano
sensíveis da pessoa, a-violencia-entre-
no contexto de um Saber como se protege o seu próprio corpo, C.Prof. jovens/
projeto de vida que prevenindo a violência e o abuso físico e
integre valores (...) e sexual e comportamentos sexuais de risco,
uma dimensão ética. dizendo não a pressões emocionais e sexuais.

Compreensão da fisiologia geral da https://youtu.be/CSdv


reprodução humana y7Z2WbU
9º ano
Compreensão do ciclo menstrual e ovulatório https://youtu.be/Mf6
12º ano Zkedg8g4
Compreensão da noção de parentalidade no
quadro de uma saúde sexual e reprodutiva C.Prof.
https://youtu.be/bkdt
saudável e responsável z-Ps4hg

Poupança Planificação na página 15 deste documento http://www.facm.pt/f


acm/facm/pt/servico-
Planeamento e Gestão educacao/educacao-
financeira
do Orçamento
Educação http://www.todoscont
Financeira Crédito am.pt/pt-
PT/Principal/Paginas
(Domínio /Homepage.aspx
obrigatório) Pré-escolar
Sistema e Produtos ao 12.º ano http://decojovem.pt/
2 ciclos Financeiros Básicos Banco de Portugal
http://www.asf.com.p
Ética
t/NR/exeres/CE558A
7A-6682-4CDB-94F5-
F655F3025D5F.htm
Direitos e Deveres http://ensina.rtp.pt/art
igo/aprenda-a-poupar/
Página9

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

http://ensina.rtp.pt/art
igo/o-que-e-uma-
hipoteca/
Declaração dos
Direitos da Criança

https://www.dge.mec.
Pré-escolar pt/sites/default/files/
Direitos da criança Tomar consciência do seu papel como criança
e 1º ciclo ECidadania/Docs_refe
rencia/declaracao_univ
ersal_direitos_crianca.p
df

http://ensina.rtp.pt/art
igo/a-desigualdade-de-
genero-no-mundo-do-
trabalho/
Género e Cidadania
http://ensina.rtp.pt/art
Construindo práticas de cidadania 5º ano igo/malala-a-jovem-
paquistanesa-que-
defende-as-criancas/
http://ensina.rtp.pt/art
igo/nelas-mandavam-
os-homens/
Educação para http://ensina.rtp.pt/art
os direitos Direitos humanos Os principais documentos relativos aos igo/a-abolicao-da-
6º ano
humanos, para a direitos humanos (versões simplificadas) e pena-de-morte-em-
igualdade, para a refletir sobre os seus princípios fundamentais C. Prof.
portugal/
solidariedade e
para o http://ensina.rtp.pt/art
voluntariado Solidariedade e Organizações e projetos de cooperação igo/programas-
Cooperação internacional que visem a melhoria das 7º ano europeus-de-
(Domínio condições de vida das populações e dos C. Prof. voluntariado/
obrigatório) cidadãos.

http://ensina.rtp.pt/art
igo/halal-os-sabores-
do-islao/
Discriminação e
Estereótipos Identificação de soluções face a fenómenos de 8º ano http://ensina.rtp.pt/art
(Interculturalidade) discriminação ou de estereotipia. igo/estudantes-sirios-
C. Prof. em-
portugal/http://ensina
.rtp.pt/artigo/estudant
es-sirios-em-portugal/
http://ensina.rtp.pt/art
Processos de construção Conceito de República soberana e identificar igo/o-que-e-o-estado/
da Democracia em os princípios em que assenta. Principais 9º ano
Portugal instituições democráticas do Estado http://ensina.rtp.pt/art
C. Prof. igo/primeira-
português.
campanha-eleitoral/
http://ensina.rtp.pt/art
igo/uma-grande-
familia-envolvida-no-
Educação para o Desenvolver ações de voluntariado em prol
Secundário voluntariado/
Voluntariado dos indivíduos, famílias e comunidade.
C. Prof. http://ensina.rtp.pt/art
igo/uma-voluntaria-
portuguesa-entre-
refugiados/
Página10

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

Portugal, a Europa e o Planificação na página 16 deste documento https://europa.eu/eur


Mundo opean-union/index_pt

Processo de construção http://www.dge.mec.pt/areas- https://europa.eu/eur


da unidade europeia tematicas/recursos opean-union/about-
eu/countries_pt
https://europa.eu/eur
opean-union/about-
eu_pt
https://www.youtube.c
om/watch?v=aTfs_fU
Vxn0
http://ensina.rtp.pt/art
igo/uniao-europeia-
explicar-a-comissao/
Dimensão
Europeia da http://ensina.rtp.pt/art
Educação igo/o-processo-de-
5.º ao 12.º decisao-da-uniao-
(Domínio europeia/
opcional) ano
Desafios europeus da http://ensina.rtp.pt/art
atualidade igo/o-ato-de-legislar-
na-uniao-europeia/
https://www.youtube.c
om/watch?v=K1IYV
QXEQA0
https://www.youtube.c
om/watch?v=7XftKp
XPq2k
https://www.youtube.c
om/watch?v=dipJ5rW
h6EY
https://www.youtube.c
om/watch?v=W51DD
u1fp0k
Planificação na página 18 deste documento https://youtu.be/V8h
Zwx2Clg0
Programa Eco-Escolas
https://youtu.be/Aufp
Água vaTQWUY
Recursos disponíveis em:
Educação http://ensina.rtp.pt/artigo/a-maior-licao-do- https://youtu.be/ryD
Ambiental para a mundo/ OJdj3p2g
Sustentabilidade http://ensina.rtp.pt/art
http://ecoescolas.abae.pt/recursos/temas- Pré-escolar igo/visiokids-
(Domínio
eco-escolas/ ao 12.º ano reciclagem/
obrigatório)
http://www.passe.com.pt/ http://ensina.rtp.pt/art
http://www.dge.mec.pt/recursos-pedagogicos igo/sabia-que-
Resíduos reciclagem-de-
plasticos/
http://ensina.rtp.pt/art
igo/frigorifico-velho-
nao-vai-para-o-lixo/
Página11

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

Energia http://ensina.rtp.pt/art
igo/as-origens-da-
energia-num-minuto/
https://youtu.be/wY-
4xeS1AFo
Geodiversidade
https://youtu.be/9Xev
eklhSbM

http://ensina.rtp.pt/art
igo/foca-monge-entre-
Biodiversidde
a-ameaca-e-a-
necessidade-de-
preservacao/
https://youtu.be/He9
MjYZS8b0
Ruído https://youtu.be/kIk3
dEHueOg

https://youtu.be/CX6
Krvv7ss8
https://youtu.be/HAtJ
Transportes
gPODRs4
/Mobilidade sustentável
https://youtu.be/JMA
o6Vvhka4

https://youtu.be/sl5ra
hxEIX4
https://youtu.be/6F79
Mar rI0UVnU
https://youtu.be/Fsqw
pSroB_0

https://youtu.be/7TM
Agricultura Biológica M7Rx7MrM

http://ensina.rtp.pt/art
igo/visiokids-o-efeito-
de-estufa/
Alterações Climáticas
http://ensina.rtp.pt/art
igo/camada-do-
ozono_1/
http://ensina.rtp.pt/art
igo/caranguejo-azul-o-
novo-invasor-do-
guadiana/

Educação para o Planificação na página 20 deste documento https://youtu.be/5Ok


Risco Proteção Civil Du4Ov79M

Recursos disponíveis em: 7.º ao 12.º http://ensina.rtp.pt/art


(Domínio
http://www.dge.mec.pt/recursos-pedagogicos igo/as-fragilidades-de-
obrigatório) ano lisboa-em-caso-de-
2 ciclos sismo/
Riscos Naturais
Página12

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

http://ensina.rtp.pt/art
igo/os-dias-do-vulcao/
https://youtu.be/E2xa
hZNsqQc
Riscos Mistos https://youtu.be/o5vI
4MI6AKc

https://youtu.be/5bk9
Plano de Segurança 6xeKizI

Comportamentos Recursos disponíveis em:


https://youtu.be/AVp
adequados à circulação e http://www.dge.mec.pt/sites/default/files/ficheiros/refe
GQwYl9Fo
ao atravessamento rencial_edu_rod_epe_eb_2012.pdf
Segurança enquanto peão
Rodoviária Referencial de Educação Rodoviária:
http://www.dge.mec.pt/referencial-de-educacao- http://ensina.rtp.pt/art
(Domínio Comportamentos 1º ciclo
rodoviaria-para-educacao-pre-escolar-e-o-ensino-basico igo/cinto-de-
obrigatório) adequados enquanto
5º ano seguranca-prevencao-
passageiro
para-a-vida/
2 ciclos
Atitudes e http://ensina.rtp.pt/art
comportamentos sociais igo/transporte-de-
e cívicos adequados criancas-em-seguranca/
Educação para Compreender o mundo Planificação na página 21 deste documento
os Media atual
6.º ano
(Domínio Tipos de Media http://www.dge.mec.p
obrigatório) 8.º Ano
t/educacao-para-os-
Oa Media como Secundário media
2 ciclos construção social
CProf
Nós e os Media

Papel da Sociedade Civil 9º ano https://youtu.be/Ms0


em Democracia C. Prof. RFbrnofg

Associações da Defesa do
Consumidor:
DECO Proteste – Associação Portuguesa para
a Defesa do Consumidor https://youtu.be/jH1Z
7º ano
UGC – União Geral de Consumidores BHb9wkE
Instituições e C. Prof.
ACOP – Associação dos Consumidores de
Participação Portugal
Democrática
APDC – Associação Portuguesa de Direito de
(Domínio Instituições da Consumo
obrigatório) sociedade civil com
Associações Ambientalistas:
2 ciclos impacto na construção QUERCUS – Associação Nacional de
democrática Conservação da Natureza
ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa 5º ano https://www.quercus.p
BCSD Portugal – Conselho Empresarial para C. Prof. t/
o Desenvolvimento Sustentável
APEA – Associação Portuguesa de
Engenharia do Ambiente
Página13

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

Associações Profissionais:
APSS – Associação dos Profissionais de
Serviço Social
AARN – Associação de Artesãos da Região
Norte https://youtu.be/eobb
8º ano
A4WfX8U
APN – Associação Portuguesa dos C. Prof.
Nutricionistas
ANBP – Associação Nacional dos Bombeiros
Profissionais

Associações de Solidariedade:
Acreditar – Associação de pais e amigos de
crianças com cancro https://youtu.be/G14
APPT21 – Associação Portuguesa de wRO7NTsU
Portadores de Trissomia 21 6º ano
Associação SOL – Associação de apoio às C. Prof. https://youtu.be/TnE
crianças infetadas pelo vírus da sida e suas xUbR8wM4
famílias
APD – Associação Portuguesa de Deficientes

Voluntariado:
Laço (prevenção, diagnóstico e tratamento do
cancro da mama)
9º ano https://youtu.be/ZAw
Associação Terra dos Sonhos (solidariedade W1dfa4aw
social com fim de ação social) Secundário
AMI – Assistência Médica Internacional C. Prof.
AZP – Associação Zoófila Portuguesa

Criação do grupo
Missão
Plano Organização
Planeamento http://ensina.rtp.pt/art
Educação para o
Empreendedorism Procurar informação e igo/o-que-e-uma-
o pesquisa startup/
Criação de um projeto 9.º Ano
(Domínio Realizar contactos
Secundário
opcional) Negociar apoios e meios http://www.dge.mec.p
C. Prof. t/educacao-para-o-
Realizar a missão empreendedorismo
Execução
Lidar com problemas e
erros
Obter resultados positivos e
negativos
Apresentar resultados
Página14

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

PROJETO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA

2º Ciclo 3º Ciclo
Pré- 1º Sec.
TEMAS SUBTEMAS OBJETIVOS Ciclo 5º 6º 7º 8º 9º
Escolar CProf
ano ano ano ano ano

Necessidades e Compreender a diferença entre o


X X X X
Desejos necessário e o supérfluo
Despesas e
Planeamento e Relacionar despesas e rendimentos X X X X
Rendimentos
Gestão do Risco e Avaliar os riscos e a incerteza no
X X
Orçamento Incerteza plano financeiro
Planeamento Evidenciar a relevância do
planeamento a médio e a longo X X
prazo
Meios de
Caracterizar meios de pagamento X X X X
pagamento
Sistema e Compreender o funcionamento da
Contas
Produtos bancárias conta de depósito à ordem e a X X X X
Financeiros prazo
Empréstimos Caracterizar empréstimos X X X X
Básicos
Seguros Caracterizar seguros e perceber a
X X X
sua importância
Objetivos da Saber o que é a poupança e quais
X X X X X
poupança os seus objetivos
Poupança
Aplicações da Compreender formas de aplicação
X X X
Poupança e de remuneração da poupança
Necessidades e
Caracterizar necessidades e
capacidades X X
capacidades financeiras
financeiras
Crédito Custos de Identificar diferentes custos do
X X
crédito crédito
Responsabilida Entender as responsabilidades
X X
des de crédito decorrentes do recurso ao crédito
Ética nas
Compreender a importância da
Ética questões X
ética nas questões financeiras
financeiras
Informação Saber que existem direitos e
financeira deveres relativamente às questões X X X X X X X
Direitos e financeiras
Deveres Prevenção da Saber proteger-se da fraude
X X
fraude financeira
Página15

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

DIMENSÃO EUROPEIA DA EDUCAÇÃO

2º Ciclo 3º Ciclo
Sec.
TEMAS SUBTEMAS OBJETIVOS 5º 6º 7º 8º 9º CProf
ano ano ano ano ano

Diversidade e Localizar a Europa no Mundo X X X


unidade europeia Localizar os vários Estados europeus X
Identificar as raízes e heranças da cultura e identidade
X X X
europeias
Conhecer as diferenças geográficas, históricas,
X X X
linguísticas e socioculturais da Europa
Reconhecer que a União Europeia (UE) não inclui
X
todos os Estados europeus
Reconhecer a diversidade linguística e cultural da
X X X X X X
Europa como um património a preservar
Portugal e os Localizar Portugal na Europa e no Mundo
X X X X
Portugal na portugueses na
Europa e no Identificar as principais etapas de integração de
Europa e no Mundo Portugal na comunidade europeia e mundial no
Mundo contexto de um processo iniciado depois da II Guerra X X X
Mundial

Relacionar a integração de Portugal na Europa e no


Mundo, nos séculos XX e XXI com o pós 25 de Abril X X

Reconhecer a importância da Comunidade dos Países


de Língua Portuguesa (CPLP) na afirmação crescente
X X X X
da língua portuguesa no Mundo

Representação Identificar as principais organizações internacionais às


X X X X
de Portugal nas quais Portugal pertence
organizações Compreender o significado da participação e
internacionais integração de Portugal nas principais organizações X X
internacionais
Reconhecer os direitos e deveres de Portugal enquanto
X X
membro de organizações internacionais
Fundação e Conhecer o processo de fundação e construção das
consolidação da três comunidades europeias no contexto pós II Guerra X X
União Europeia Mundial
Identificar os Estados-membros da União Europeia e
X X
os sucessivos alargamentos
Identificar os principais marcos e tratados da União
X X
Processo Europeia até à década de 80 do século XX
de Conhecer a missão, as instituições e os símbolos da
X
construção União Europeia
da unidade Conhecer as atuais instituições da UE X X
europeia Aprofundament Compreender o significado do Ato Único Europeu
X X
o (1986)
da integração Avaliar a importância do mercado único X X
europeia a partir Compreender a importância do Tratado de Maastricht
de meados da X X
no processo de integração europeia
década de 80 do
século XX Compreender a importância da União Económica e
X X
Monetária (UEM) e da criação da moeda única
Desafios A caminho de Compreender o processo evolutivo do Espaço
X X
europeus uma Europa Económico Europeu (EEE)
Página16

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

da sem fronteiras: Conhecer o historial do Acordo de Schengen e a sua


atualidade o Espaço X
importância na construção da unidade europeia
Económico
Europeu e o
Compreender os grandes movimentos migratórios dos
Espaço X X
povos na atualidade.
Schengen
Construção Conhecer os direitos e os deveres do cidadão europeu X X
da cidadania
europeia Conhecer os valores fundamentais europeus X X
Reconhecer a importância da solidariedade na
X X X X
construção de uma Europa mais coesa
A mobilidade na Conhecer programas, projetos e intercâmbios de
UE: o papel da X X
Escola cooperação e promoção da cidadania europeia
Valorizar as oportunidades de mobilidade na UE X X
Refletir sobre a importância das redes de cooperação
X X
europeia
Valorizar a aprendizagem de línguas
X X X X X X

Página17

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA A SUSTENTABILIDADE

EP 1º 2º Ciclo 3º Ciclo
E Cicl Sec.
TEMAS SUBTEMAS OBJETIVOS 5º 6º 7º 8º 9º
o CProf
ano ano ano ano ano
Utilização da Conhecer a utilidade da água para o ser X X
X X X X
água humano.
X X
Identificar os diferentes tipos de água. X X X X
Poluição da água Conhecer as principais fontes de poluição X X
Água X X X X
da água.
Identificar as consequências da poluição da
X X X X
água.
Enumerar as medidas de prevenção da
X X X X
poluição da água.
Uso sustentável Identificar as medidas de gestão do
X X X
da água consumo de água.
Reconhecer a importância da gestão
X X X
sustentável dos recursos hídricos.
Tipos de Identificar os diferentes tipos de resíduos. X X
X X
resíduos:
. sólidos Conhecer os efeitos destes no meio
ambiente. X X
. líquidos
. gasosos
Compreender as medidas de autoproteção
. urbanos
e/ou de mitigação da produção de X X
. industriais resíduos.
Resíduos . hospitalares
Gestão Conhecer os comportamentos a adotar na
sustentável de utilização dos recursos para evitar a X X
resíduos produção de resíduos.
Distinguir os principais efeitos da
acumulação de resíduos no meio ambiente. X X

Compreender a necessidade da reciclagem


para a diminuição da produção de resíduos. X X

Gestão Conhecer os diferentes tipos de recursos


X X X
sustentável dos energéticos.
recursos Conhecer os principais efeitos da
Energia energéticos exploração destes recursos para o meio X X X
ambiente.
Conhecer os comportamentos a adotar na
prevenção dos efeitos da exploração destes X X X
recursos para o meio ambiente.
Promoção da Compreende o conceito de geodiversidade. X X
geodiversidade Identifica comportamentos de promoção
Geodiver X X
da geodiversidade.
sidade
Reconhece a necessidade de preservação da
X X
geodiversidade.
Promoção da Compreende o conceito de biodiversidade. X X X
biodiversidade Identifica comportamentos de promoção
Biodivers X X X
da biodiversidade.
idde
Reconhece a necessidade de preservação da
X X
biodiversidade.
Fontes de ruído Compreende o conceito de ruído. X X X X
Ruído
Consequências Identifica as fontes de ruído. X X X X
Página18

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

do ruído Conhece as consequências do ruído para o


X X X X
meio ambiente e saúde humana.
Meios de Compreende o conceito de mobilidade
Transport X X
transporte sustentável.
es/ Mobilidade Identifica os diferentes meios de transporte
Mobilida sustentável X X
e fontes de energia utilizadas.
de
sustentáv Reconhece a importância da mobilidade
el sustentável na preservação dos recursos e X X
do meio ambiente.
Importância do Conhece o contributo do mar para a vida X
X X X
mar para o na Terra.
Mar
equilíbrio do Reconhece a importância do mar para o X
planeta Terra X X X
equilíbrio do planeta Terra.
Importância da Conhece o conceito de agricultura
X X X
agricultura biológica.
Agricultu biológica para o Identifica os prós e os contras da
equilíbrio do X X X
ra agricultura biológica.
biológica planeta Terra Reconhece a importância da agricultura
biológica para o equilíbrio dos X X X
ecossistemas.
Tipos de Compreende o conceito de alterações
X X X
poluição climáticas.
Consequências Conhece as causas das alterações
da poluição para X X X X
Alteraçõe climáticas.
s o planeta Terra Enumera as consequências das alterações
X X X X
climáticas climáticas para o meio ambiente.
Reconhece a necessidade de prevenir as
alterações climáticas para a preservação do X X X
equilíbrio do planeta Terra.

Página19

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

EDUCAÇÃO PARA O RISCO

2º Ciclo 3º Ciclo
Sec.
TEMAS SUBTEMAS OBJETIVOS 5º 6º 7º 8º 9º CProf
ano ano ano ano ano
A Importância Desenvolver uma cultura de segurança
X
do Cidadão
na Proteção Civil
Saber atuar em situações de emergência X
Proteção A Estrutura Conhecer os principais objetivos X
Civil Nacional de Reconhecer os domínios de atuação X
Proteção
Civil Entender os princípios da Proteção Civil X
Perceber os vários níveis de atuação X
Intervenientes na Identificar os agentes e o papel de cada um
X
Proteção Civil
Identificar as entidades cooperantes da Proteção Civil
X

• Cheias e
Conhecer as causas e suscetibilidades
Inundações
X X
• Seca
• Onda de Calor
• Vaga de Frio
Distinguir os principais efeitos
• Movimentos de X X
Massa em
Vertentes
• Erosão Costeira
Riscos • Outros
Naturais Fenómenos Compreender as medidas de autoproteção e/ou de
Meteorológicos mitigação
X X
Adversos
(Trovoada e
Tornado)

• Sismo Conhecer as causas e suscetibilidades X X


• Tsunami
Distinguir os principais efeitos X X
• Erupção
Vulcânica Compreender as medidas de autoproteção e/ou de
mitigação X X

• Incêndio Conhecer o conceito e as causas X X X X


Riscos Florestal Conhecer os principais efeitos X X X X
Mistos • Acidente de
Poluição Conhecer os comportamentos de prevenção X X X X
Conhecer as medidas de autoproteção X X X X
Perceber o conceito X X X X X X
Plano de
Segurança Conhecer os objetivos
X X X X X X
Plano de Identificar as etapas
Segurança Comportamentos
Conhecer as medidas preventivas X X X X X X
de
Autoproteção
Conhecer as medidas de intervenção X X X X X X
Página20

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

EDUCAÇÃO PARA OS M EDIA

2º Ciclo 3º Ciclo
Sec.
TEMAS SUBTEMAS OBJETIVOS 5º 6º 7º 8º 9º CProf
ano ano ano ano ano

• O que se passa  Distinguir o espaço público do espaço privado


no mundo  Saber o que é a globalização
Compreender  Entender como a globalização encurta o tempo e
• Jornalismos X X X
o mundo atual o espaço
• Vida e e  Perceber a influência dos media no modo como
opinião olhamos o mundo
públicas
• Ferramenta e
cultura  Conhecer e compreender as diferentes tipologias e
• Linguagens características dos media
dos  Saber o que é um medium
Tipos de media  Identificar as características e as linguagens
Media específicas da imprensa, da rádio, da televisão, do X X
• Acesso e cinema e dos novos media
práticas de
 Perceber como se produz cada um dos media
uso
 Distinguir media de propriedade privada de media
de propriedade pública

• Representaç
Oa Media ões do
como mundo  Compreender como os media são agentes de
construção • Efeitos, construção social e influência X X X
social impactos e
riscos

• Participar  Saber como se pode criar um Media


nos/pelos  Aprender a fazer um jornal escolar
Media  Aprender a fazer um blogue
• Produzir  Saber se e como se pode ter voz num meio de
Nós e os conteúdos/ comunicação social
X X
Media mensagens  Conhecer e aplicar os princípios éticos de criação e
de publicação de conteúdos no espaço público
 Tomar conhecimento da possibilidade de direito de
resposta e de direito de retificação nos media
Página21

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

ANEXOS

Ponderação
PARÂMETROS DE INSTRUMENTOS
DOMÍNIO INDICADORES DE DESEMPENHO
AVALIAÇÃO DE AVALIAÇÃO
2.º/3º Ciclos

• Participa nas aulas de forma oportuna e


empenhada
• Demonstra curiosidade e gosto pelo saber
Participação
• Coopera com os colegas

• Respeita a diversidade
Registo de
ATITUDES • É assíduo e pontual observação de aula
50%

• Apresenta o material necessário


Responsabilidade
• Realiza as tarefas propostas

• Apresenta o dossiê devidamente


organizado
• Cumpre as regras estipuladas

• Planifica atividades/projeto(s)

• Interpreta diferentes tipos de documentos

• Selecciona e trata a informação recolhida

• Adquire os conhecimentos trabalhados

• Demonstra pensamento crítico e criativo


CONHECIMENTOS Saber/ Registo de
E
• Participa na procura de soluções para aprendizagens/ 50%
Saber Fazer
CAPACIDADES problemas detetados conhecimentos

• Executa com qualidade, autonomamente


e com sensibilidade estética as tarefas
definidas

• Comunica adequadamente, aplicando o


vocabulário específico

• Utiliza as TIC
Página22

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

NÍVEL PERFIL

O aluno manifestou total desinteresse pelas atividades propostas. Recusou-se a participar nas
1 atividades desenvolvidas, não demonstrando qualquer sentido de responsabilidade. Não realizou
tarefas/não cumpriu as regras estabelecidas. Não revelou respeito pelos outros e não se integrou
na turma.

O aluno manifestou desinteresse pelas atividades propostas. Não participou, nem mostrou possuir
autonomia, nem sentido de responsabilidade. Não cumpriu tarefas/algumas tarefas e não
2
participou nas atividades desenvolvidas. Não cumpriu as regras estabelecidas. Não revelou respeito
pelos outros/revelou dificuldades no relacionamento com os seus pares OU outros. Apresentou
muitas/algumas dificuldades em se integrar na turma.

O aluno manifestou algum interesse/interesse pelas atividades propostas. Participou nas atividades
3
desenvolvidas com autonomia/alguma autonomia e sentido de responsabilidade. Cumpriu as
regras estabelecidas. Revelou respeito/algum respeito pelos outros. Integrou-se na turma.

O aluno manifestou interesse pelas atividades propostas. Participou ativamente, demonstrou


4 autonomia e responsabilidade. Revelou um conhecimento esclarecido face às temáticas
desenvolvidas. Cumpriu as regras estabelecidas. Revelou respeito pelos outros, integrou-se
facilmente na turma e/ou contribuiu para a integração de outros alunos na turma

O aluno manifestou bastante interesse pelas atividades propostas. Participou ativamente e com
bastante autonomia e responsabilidade nas tarefas/atividades/projetos. Revelou um conhecimento
5
bastante esclarecido face às temáticas desenvolvidas, criatividade/ espírito crítico/iniciativa.
Cumpriu dinamicamente as regras estabelecidas. Revelou respeito pelos outros, integrou-se na
turma e manteve um relacionamento fácil com todos os seus pares e com os outros

Página23

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Alunos
Pontualidade/
Assiduidade

Apresentação do
material

Participação nas
atividades
“Compromisso social”

Atitudes

Comportamento

Cooperação/
Solidariedade
Desenvolvimento de competências gerais

Organização do
dossiê

Planificação das
atividades

Interpretação de
documentos
Grelha de observação periódica por competências transversais e específicas

Seleção e
tratamento da
informação

Aquisição de
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873

conhecimentos

Demonstra
Saber / Saber Fazer

pensamento
critico/criativo

Qualidade e
autonomia na
Desenvolvimento de competências específicas
R ECOLHA D E INFORMAÇÃO SOB RE UM C OMPORTAMENTO OU UM DE SEMPENH O

execução

Comunicação
adequada

Utilização das TIC


Página24
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

Ano Letivo Cidadania e


PLANIFICAÇÃO ANUAL
Desenvolvimento ou
2018/2019 __º Ano, Turma __ Cidadania

Duração
Domínios de Competências
Temas Subtemas Competências específicas Atividades / Estratégias Recursos (aulas –
Intervenção transversais
50 min)

O Estatuto do Aluno Favorecer a • Conhecer os direitos e deveres


integração dos alunos constantes no Regulamento
O Regulamento Interno
na turma e na escola. Interno;
Eleição do • Reconhecer a importância do
delegado/subdelegado cumprimento das regras;
A Escola Regras da escola/turma • Conhecer as sanções disciplinares
e as suas implicações;
• Criticar de forma construtiva.
• Perceber a importância de um ato
eleitoral.
A Responsabilidade Cooperar com outros • Promover o auto conhecimento e
em tarefas e projetos o conhecimento dos outros;
Relações O Respeito
comuns. • Desenvolver o respeito pelos
Interpessoais O Trabalho Colaborativo outros, o espírito de cooperação,
solidariedade e de justiça;
• Respeitar normas, e critérios de
atuação;
Educação nos
Princípios Básicos da • Demonstrar autonomia,
Cidadania capacidade de negociação e
tomada de decisão;
• Desenvolver as capacidades de
comunicação e de intervenção;
• Reconhecer a vida, a verdade, a
liberdade, a justiça, a lealdade, a
igualdade, a tolerância, o altruísmo
como valores universais.

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

N.º total de aulas 1º Período - 2º Período - 3º Período -

Instrumentos de avaliação

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt
Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo - 150873
“Compromisso social”

Ano Letivo Cidadania e


PLANIFICAÇÃO E ARTICULAÇÃO DOS CONTEÚDOS
Desenvolvimento ou
2018/2019 __º Ano, Turma __ Cidadania

Domínios de Competências
Temas/Subtemas Disciplinas Conteúdos Atividades / Estratégias Recursos Calendarização
Intervenção específicas

Rua O Primeiro de Janeiro • 4100-366 PORTO • PORTUGAL • Telef.: +351 226069563 • Fax: +351 226008802 • E-mail: secretaria@aefontespmelo.pt