Você está na página 1de 9

TIC 10º ano 1

Áreas das TIC

 Borótica: Utilização da informática nos trabalhos de escritório. (ex: Office)


 Robótica: Conjunto de técnicas respeitantes ao funcionamento e utilização de autómatos
para execução de múltiplas tarefas.
 Informática: Ciência que estuda as técnicas de processamento de informação por meios
automáticos.
 Telemática: Conjunto de técnicas e serviços que interligam a informática às redes de
comunicação.
 Biométria: Área da Biologia que aplica os métodos estatísticos e o cálculo de probabilidades
ao estudo dos seres vivos.

Informação

A informação é o “termo que designa o conteúdo de tudo aquilo que trocamos com o mundo
exterior e que faz com que nos ajustemos a ele de forma perceptível”.

Informação vs Dados

A informação é um conjunto de dados devidamente organizados e ordenados de útil para terem, no


final, um significado. Isto é, informação é o conhecimento produzido como resultado do
processamento de dados.

Qualidade da Informação

Para a informação ter qualidade deve possuir os seguintes atributos:

 Exacta: informação isenta de erros, verdadeira;


 Oportuna: informação actual, recente;
 Clara: compreensiva e directa.

O que é um computador?

Um computador é um processador de informação automático que consegue realizar diversas tarefas


a grande velocidade sob o controle de um programa. É também um conjunto de periféricos de
entrada e de saída de forma a processar informação.

Hardware – Arquitectura dos Computadores

Dispositivos/Periféricos de Entrada Dispositivos/Periféricos de Saída


(input) (output)
Unidade CRT
 Teclado Central de  Monitor LCD
 Rato Processamento  Colunas LED
 Scaner (CPU)  Video-Projector
 Micro  Impressora Matriciais
Jacto de Tinta Cor
 Webcam Preto
Laser
Ploter

Dispositivos/Periféricos de Armazenamento

 Disquetes
 Disco Duro
 CD-ROM
 DVD-ROM
 Pen-drive
 Disk

Beatriz Martins Costa


TIC 10º ano 2

Unidades de Informação

 Bit: é a mais pequena unidade de informação, corresponde ao dígito 0 ou 1 do código


binário.
 Byte: conjunto de 8 bits, ou seja, de qualquer combinação de oito “zeros” e “uns”. Cada
byte é o equivalente a um caracter (ex: A = 1 byte = 1 bit).
 KiloByte: também representado por KB. 1KB = 1024 bytes.
 MegaByte: também representado por MB. 1MB = 1024 KB.
 GigaByte: também representado por GB. 1GB = 1024 MB.
 TeraByte: também representado por TB. 1TB = 1024 GB.
 PentaByte: também representado por PB. 1PB = 1024 TB.

Memórias de um Computador

 RAM (Random Access Memory): Memória de leitura/escrita, volátil, armazena programas e


dados necessários para o processamento.
 ROM (Read Only Memory): Memória apenas de leitura, permanente, guarda o Bios e
programas de diagnóstico e de configuração dos dispositivos de hardware.

Tipos de Computadores

 Supercomputadores: Computadores mais potentes, normalmente fabricados para uma


utilização específica. Conseguem realizar biliões de operações por segundo, possuindo uma
memória interna de vários Gigabytes.
 Mainframes: computadores de médio porte, são geralmente utilizados pelas organizações
que necessitam de elevadas capacidades de processamento e de um ambiente multi-
utilizador.
 Minicomputadores: São normalmente utilizados como computadores centrais, para redes
de computadores com várias dezenas ou centenas de utilizadores, muitas vezes em locais
dispersos. Memórias que vão até às centenas de Megabytes.
 Microcomputadores: são também designados por computadores pessoais, são
equipamentos que podem atingir elevadas capacidades de armazenamento. Existe os de
“secretária” e os portáteis.

Microprocessador (CPU)

O tipo de CPU no interior do computador determina a velocidade de execução das ordens, ou seja, a
rapidez com que o computador recebe e trata os dados.

A velocidade de processamento é determinada por um relógio interno que todos os computadores


possuem e é medida em megaciclos (milhões de ciclos por segundo).

Software de Aplicação: Destina-se a realizar determinadas tarefas de processamento de dados ou de


informação, tarefas essas orientadas para fins práticos, de interesse directo para o utilizador (ex:
Word, Excel).

Sortware de Sistema: Tem como funções básicas pôr o equipamento informático a funcionar, ou
seja, fazer com que os seus diferentes componentes possam comunicar entre si e fazer com que
possam ser executados outros programas (ex: Windows, Linux, Mac OS).

Software de Aplicação

Software de Aplicação
Beatriz Martins Costa
Software de Aplicação
TIC 10º ano 3

Sistemas Operativos

Win 7
Win Vista
Win XP
Win Me
Win 98 Multitarefa
Win 95 Multiutilizador

Win 3.11 WG Monoutilizador


Monotarefa
Win 3.0
MS-DOS

Ambiente de Trabalho

3 4 5

Legenda:

1. Ícones
2. Ambiente de Trabalho
3. Menu Iniciar
4. Barra de tarefas : permite visualizar e alternar entre as tarefas (programas) que estão em
memória.
5. Àrea de Notificação

Beatriz Martins Costa


TIC 10º ano 4

Janelas

a b
1 *

Legenda:
* Minimizar
1. Barra de Título Maximizar
a. Ícone Restaurar
b. Nome
Fechar
2. Barra de Endereço
3. Barra de Menus
4. Barra de Ferramentas
5. Barra de Deslocamento
6. Corpo do Programa
7. Barra de Estado

Barra de Menus

ALT+LETRA Acesso ao Menu


CTRL+LETRA Acesso à Opção do Menu
CINZENTO Indisponível
 Activa ou Desactiva a Opcção
Abre o Submenu
 Opções Selectivas
... Abre uma Caixa de diálogo

Barra de Ferramentas: tem os atalhos de acesso à operação do menu (é o atalho para as opções que
existem nos menus).

Beatriz Martins Costa


TIC 10º ano 5

O Meu Computador: permite aceder aos dispositivos de armazenamento e discos em rede. Também
contém a pasta com documentos partilhados numa rede e a pasta com documentos pessoais do
utilizador.

Desligar: desligar as tarefas/programas e depois desligar o computador.

Mudar de Utilizador: não desliga programas e permite trocar de utilizador.

Reiniciar: desligar as tarefas/programas, desligar o computador e depois volta a ligar o


computador.

Menu Iniciar

Ficheiro

.
256 caracteres estensão

Procurar

? uma letra
* qualquer coisa

Painel de Controlo: permite visualizar o estado


do sistema (software e hardware) bem como
alterar as características do sistema operativo.

Ligações de Rede: mostra as ligações de rede


existentes no computador e ajuda a criar novas
ligações.

Impressoras e Faxes: adiciona, remove e


configura impressoras locais e de rede e
impressoras de fax.

Barra de Tarefas e Menu Iniciar: personaliza o menu iniciar e a barra de tarefas, por exemplo, o tipo
de itens a apresentar e o modo como devem ser apresentados.

Menu Iniciar

Documentos: mostra os últimos quinze documentos que estivemos a trabalhar, permitindo o acesso
mais rápido.

Programas: mostra os programas que estão instalados no sistema.

Internet
Programas que estão pré-definidos para abrir qualquer hiperligação deste tipo
Outlook

Beatriz Martins Costa


TIC 10º ano 6

Painel de Controlo

Rato: permite alterar as configurações do rato nomeadamente: botões, ponteiros, opções de


ponteiros, roda e hardware.

Teclado: permite configurar as características do teclado, nomeadamente: velocidade.

Adicionar e Remover Programas: permite adicionar, alterar ou desinstalar programas e


componentes do windows.

Contas de Utilizadores: permite criar, alterar ou eliminar contas de utilizadores (administrador e


convidado).

Propriedades de Data e Hora: permite alterar as definições da data e da hora.

Opções de Acessibilidade: permitem alterar o sistema para utilizadores com alguma incapacidade
física.

Opções de Energia: permite alterar os esquemas de energia a utilizar pelo computador.

Opções Regionais e de Idioma: permite alterar o sistema operativo, os programas e o idioma de


trabalho consoante as características regionais do país.

Propriedades do Sistema: permite alterar configurações a nível de hardware e do sistema operativo.

Propriedades de Sons e Dispositivos: permite alterar as configurações das colunas e os tipos de som
do sistema.

Visualização: permite alterar características do monitor, nomeadamente: temas, ambiente de


trabalho, protecção do ecrã, aspecto e definições.

Beatriz Martins Costa


TIC 10º ano 7

Aplicativos do Windows

Bloco de Notas: Editor de texto muito simples utilizado para escrever notas e pequenos
textos (apenas ficheiros de texto do tipo aspi – sem qualquer tipo de formatação –
caracteres, letras e números).

WordPad: Processador de texto que permite elaborar textos com algumas formatações
simples (tabelas).

Linha de Comandos: Permite abrir uma linha MS-DOS.

Paint: Programa de desenho bipmap – trabalha pixel a pixel.

Calculadora: Programa que permite efectuar cálculos aritméticos e científicos.

Windows Media Player: Aplicação multimédia que permite ouvir música ou ver filmes.

Windows Movie Maker: Aplicação multimédia que permite construir filmes a partir da
junção de imagens com ficheiros de sons ou a edição de filmes já em formato digital.

Pastas

Uma pasta é um local onde se armazenam


ficheiros.

Um ficheiro é um pedaço de informação (imagem,


texto, base de dados, cálculo).

Criar uma Pasta: Selecciono o local onde quero


criar a pasta, clico com o botão direito do racto e
selecciono >Novo>Pasta, escrevo o nome que
pretendo dar-lhe e carrego Enter.

Eliminar uma Pasta: Selecciono a pasta que


pretendo eliminar carregando em cima dela co o
botão direito do rato, clico em Eliminar>Sim.

Mudar o Nome de uma Pasta: Selecciono a pasta à


qual pretendo mudar o nome clicando com o botão direito do rato, carrego em Mudar o Nome,
insiro o novo nome que lhe pretendo dar e carrego na tecla Enter.

Copiar e Mover uma Pasta: Selecciono a pasta que pretendo mover e arrasto-a, clicando com o
botão direito do rato, desde a pasta origem até à pasta destino. Quando a largar na pasta destino ela
vai-me perguntar se pretendo copiar ou mover a pasta e aí selecciono a opção que me interessa. Esta
tarefa torna-se mais fácil quando o Painel de Navegação se encontra activo.

Painel de Navegação

+ mostrar os ficheiros/pastas que se encontram dentro da respectiva pasta.


- ocultar os ficheiros/pastas que se encontram dentro da respectiva pasta.

Beatriz Martins Costa


TIC 10º ano 8

Internet

História

A Internet surgiu a partir de pesquisas militares no período da Guerra Fria. Na década de 1960, as
duas superpotências (União Soviética e Estados Unidos da América) compreendiam a eficácia e
necessidade absoluta dos meios de comunicação. Nessa perspectiva, o governo dos Estados Unidos
temia um ataque russo às bases militares que poderia trazer a público informações sigilosas,
tornando os EUA vulneráveis. Então foi idealizado um modelo de troca e compartilhamento de
informações que permitisse a descentralização das mesmas. Assim, se o Pentágono fosse atingido,
as informações armazenadas ali não estariam perdidas. Era preciso, portanto, criar uma rede, a
ARPANET.

Serviços

ONLINE OFFLINE

Tem que estar ligado à internet para poder Não precisa de estar estar ligado à internet para
utilizá-los. poder utilizá-los.

 Chat (MSN)  E-mail


 www (páginas da internet)  New Groups (foruns de discussão)
 P2P (torrents, programas para sacar)
 Videoconferência (Skype)

Motores de Busca

Beatriz Martins Costa


TIC 10º ano 9

Para que a pesquisa seja mais eficiente podemos efectuar uma filtragem.

Beatriz Martins Costa