Você está na página 1de 17

CRISMA: SACRAMENTO DE ADULTOS

- Todos nós crescemos em idade e em


sabedoria
- Pelo Baptismo iniciamos uma caminhada
espiritual
- Crescemos como discípulos de Cristo,
ajudados pelo Espírito
CRISMA: SACRAMENTO DE ADULTOS

- No sacramento do Crisma celebramos este


crescimento
- A palavra Confirmação significa ratificar,
apoiar, tornar seguro
- Quando dizemos que a viagem foi
confirmada, temos a certeza que se vai
realizar
- No Sacramento da Confirmação somos
confirmados como discípulos de Cristo
A promessa de Jesus

- Jesus assegurou o envio do Espírito Santo.


- Este permaneceria para sempre com eles
- Seria para eles a infusão da coragem perante as
dificuldades
- Esta promessa cumpriu-se no Pentecostes
- Com Maria e os apóstolos o Espírito Santo foi infundido
sobre eles
- Os que acolheram a Boa nova foram baptizados e
receberam o Espírito
O CRISMA NA HISTÓRIA

Até ao século V:

- O Baptismo e a Confirmação estavam muito ligados


- Celebravam-se na mesma cerimónia
- Esta celebração acontecia na Vigília Pascal
- A estes dois sacramentos era acrescida a Eucaristia
- Quem presidia era o Bispo, sucessor dos Apóstolos
Um padre da Igreja,
Tertuliano
Disse acerca dos tês sacramentos da
iniciação cristã

- Lava-se a carne para que se purifique a alma;


- Unge-se a carne para que se consagre a
alma;
- Assinala-se a carne para que também a alma
seja protegida;
- Submete-se a carne à imposição da mão para
que a alma seja iluminada pelo Espírito;
- Alimenta-se a carne com o Corpo e Sangue
de Cristo para que a alma se sacie de Deus.
O CRISMA NA HISTÓRIA

A partir do Século V

• A separação do Sacramento da Confirmação aconteceu,


porque:
- Depois da massificação das conversões ao cristianismo
- Da generalização do Baptismo das crianças
- E da dispersão dos cristãos
• Os presbíteros ficavam encarregados de pequenas
comunidades onde celebravam o Baptismo e a Eucaristia, mas
a imposição das mãos ficava ao encargo do Bispo
Com o Concílio Vaticano II

- Foi feita uma revisão deste sacramento


- A intenção era fazer ressalvar a união deste
sacramento na iniciação cristã
- A necessidade de renovar as promessas do
Baptismo
- Aproveitar a oportunidade para revitalizar a
adesão a Cristo
- Servir para um maior empenhamento na
construção do Reino de Deus
- O sacramento do Crisma continua a ter a sua
essência na Crismação pós-baptismal
O caminho da participação
- O Baptismo tem uma referência directa ao mistério pascal de Cristo
- A confirmação refere-se ao mistério do Pentecostes
- Pelo baptismo nascemos para fé, pela Confirmação tornamo-nos
dela testemunhas
- A confirmação empenha os baptizados a serem cristãos adultos na
Igreja e no mundo

Esta participação faz-se:

- Nas actividades da comunidade cristã


- Nas actividades da evangelização e na catequese
- Nas organizações sócio-caritativas
- Nas organizações de promoção e defesa da pessoa
- Nas organizações relacionadas com a justiça e com a paz
O RITUAL DO CRISMA

1. A Liturgia da Palavra

- A celebração começa com a Liturgia da


Palavra
- Em todos os sacramentos escutamos a
Palavra, que:
* Ajuda a descobrir o sentido da celebração
* Coloca-nos em confronto com a proposta
de Deus
- Perspectiva novos rumos para a nossa vida
O RITUAL DO CRISMA

2. A Profissão de Fé

- Depois da Homilia fazemos a Profissão de Fé


- Neste gesto os crismandos exprimem a sua adesão a Cristo
- Deus revela-se e salva por meio de Cristo
- Assim proclama-se a fé dos crismandos e da Igreja
- Renovamos as promessas do baptismo
- Fazemos o compromisso de uma vida nova
- Ao fazermos a Profissão de Fé assumimos a nossa fé e
tomamos o compromisso de um testemunho mais sério
O RITUAL DO CRISMA
3. A Imposição das mãos
Jesus usa as mãos para:
- Para abençoar
- Para curar os doentes
- Para suplicar a Deus

Na liturgia com as mãos:


- Pedimos o Espírito Santo
- Perdoamos os pecados
- Abençoamos
O RITUAL DO CRISMA
4. Crismação
Na Bíblia a unção com azeite perfumado simbolizava:
** Alegria e felicidade
Com o óleo se ungiam os hóspedes como expressão do desejo:
“que sejas feliz comigo” (Lc 7,46)

** Consagração
- Por meio da unção comunicava-se ao rei o poder e a força
- Os ungidos estavam incumbidos de realizar a missão de Deus
- O grande ungido ou consagrado é Jesus Cristo
- Cristo significa: ungido pelo Espírito Santo
O RITUAL DO CRISMA
4.
Crismação
- O cristão a ser ungido, confirmado, fica a ser um novo Cristo
- Participa da sua unção e tem o poder e a força do Espírito
- O óleo do Crisma é perfumado, para significar:
* O bom odor de Cristo
* Dever de perfumar o ambiente onde vive
*O testemunho da alegria com a sua vida

Na celebração do Crisma:
O senhor Bispo vai ungir a fronte de cada um dos
crismandos e diz
N. (nome) recebe, por este sinal, o Espírito santo, o Dom de
O RITUAL DO CRISMA
5. Sinal da Cruz

- O bispo ao fazer a unção faz,


simultaneamente o sinal da cruz
- Este sinal tem a característica de um selo ou
de uma assinatura
- É o símbolo da pessoa e da autoridade de
Cristo que marca a pessoa para sempre
- A Cruz era um meio de tortura e de sofrimento
- Para os cristão simboliza a salvação operada
por Cristo
- O Confirmado é chamado a assumir as
alegrias e tristezas da vida, na confiança de
O RITUAL DO CRISMA
6. Liturgia Eucarística

- A celebração começa com a Palavra


- Toda a assembleia escuta a Palavra de Deus
- O Espírito Santo que desceu sobre os crismandos vem
agora sobre as Espécies da Eucaristia
- Jesus Cristo está presente nos sinais sacramentais
A VIDA DEPOIS DO
CRISMA

- Ser testemunha de Jesus Cristo


- Viver de acordo com os valores do Evangelho
- Ser sinal de comunhão e de verdade para com
todos
- Ser verdadeiramente pessoa…