Você está na página 1de 13

Funções

racionais
Funções racionais

Uma função racional é uma função real de variável real dada por uma
𝑃 𝑥
expressão da forma 𝑄 , onde 𝑃 e 𝑄 são polinómios.
𝑥

𝑃 𝑥
1. A expressão 𝑄 designa-se por fração racional.
𝑥

2. Uma função polinomial é uma função racional.

Exemplos:
2
𝑓 𝑥 =− ℎ 𝑥 = 2𝑥² + 5
5𝑥

1
2𝑥 + 3 −2
𝑥 + 5𝑥³
𝑔 𝑥 = 𝑗 𝑥 =
𝑥³ − 4𝑥 2𝑥
Funções racionais

O domínio de uma função racional é o conjunto dos números reais


que não anulam o denominador 𝑄(𝑥), isto é,

𝐷 = 𝑥 ∈ ℝ: 𝑄(𝑥) ≠ 0 .
Exemplo 1

2 2𝑥+3
Determina o domínio das funções 𝑓 𝑥 = − 5𝑥 , 𝑔 𝑥 = 𝑥³−4𝑥 e ℎ 𝑥 = 2𝑥² + 5.

Sugestão de resolução:

𝐷𝑓 = 𝑥 ∈ ℝ: 5𝑥 ≠ 0 = ℝ\ 0

Cálculos auxiliares
𝐷𝑔 = 𝑥 ∈ ℝ: 𝑥 3 − 4𝑥 ≠ 0
= ℝ\ −2, 0, 2 𝑥 3 − 4𝑥 = 0 ⟺ 𝑥 𝑥 2 − 4 = 0
⟺ 𝑥 = 0 ∨ 𝑥2 − 4 = 0 ⟺ 𝑥 = 0 ∨ 𝑥2 = 4
⟺ 𝑥 = 0 ∨ 𝑥 = −2 ∨ 𝑥 = 2
𝐷ℎ = ℝ
Simplificação de frações racionais

Em geral, para simplificar uma fração racional:

1.º decompõem-se os seus termos em fatores;

2.º dividem-se ambos os termos pelos fatores comuns;

3.º obtém-se uma fração racional mais simples.


Exemplo 2

𝑥²−4
Simplifica a fração racional 2𝑥²−2𝑥−4 indicando o seu domínio.

Sugestão de resolução:

𝑥²−4 𝑥−2 𝑥+2 𝑥+2


=2 𝑥−2 𝑥+1
= 2𝑥+2, em ℝ\ −1, 2
2𝑥²−2𝑥−4

Cálculos auxiliares
2± 4−4×2× −4
𝐷 = 𝑥 ∈ ℝ: 2𝑥² − 2𝑥 − 4 ≠ 0 2𝑥² − 2𝑥 − 4 = 0 ⟺ 𝑥 =
2×2
= ℝ\ −1, 2 ⟺ 𝑥 = −1 ∨ 𝑥 = 2

2𝑥² − 2𝑥 − 4 = 2 𝑥 − 2 𝑥 + 1
Operações com frações racionais
 Adição e subtração
1. Substitui-se, se necessário, as frações por frações
Recorda:
equivalentes que apresentem denominadores iguais;
𝐷𝑓+𝑔 = 𝐷𝑓 ∩ 𝐷𝑔
2. mantendo-se o mesmo denominador, somam-se, ou
subtraem-se, os respetivos numeradores.

Exemplos:

2 3 2 𝑥+3 +3 𝑥+2 2𝑥+6+3𝑥+6 5𝑥+12


1. 𝑥+2 + 𝑥+3 = = = 𝑥²+5𝑥+6, em ℝ\ −3, −2
𝑥+2 𝑥+3 𝑥²+5𝑥+6

𝐷 = 𝑥 ∈ ℝ: 𝑥 + 2 ≠ 0 ∧ 𝑥 + 3 ≠ 0 = ℝ\ −3, −2

−7 𝑥−2 −7 𝑥−2 −7− 𝑥−2 𝑥−2 −𝑥 2 +4𝑥−11


2. − = − = 𝑥+2 𝑥−2 = 𝑥²−4
, em ℝ\ −2, 2
𝑥²−4 𝑥+2 𝑥+2 𝑥−2 𝑥+2

𝐷 = 𝑥 ∈ ℝ: 𝑥 2 − 4 ≠ 0 ∧ 𝑥 + 2 ≠ 0 = ℝ\ −2, 2
Operações com frações racionais
 Multiplicação

Multiplicam-se os numeradores entre si e os


Recorda:
denominadores entre si, simplificando, sempre que 𝐷𝑓×𝑔 = 𝐷𝑓 ∩ 𝐷𝑔
possível, o produto obtido.

Exemplos:

2 3 2×3 6
1. × = = , em ℝ\ −3, −2
𝑥+2 𝑥+3 𝑥+2 𝑥+3 𝑥²+5𝑥+6

𝐷 = 𝑥 ∈ ℝ: 𝑥 + 2 ≠ 0 ∧ 𝑥 + 3 ≠ 0 = ℝ\ −3, −2

−7 𝑥−2 −7× 𝑥−2 −7× 𝑥−2 −7 −7


2. × = 𝑥²−4 𝑥+2
= = = 𝑥²+4𝑥+4, em ℝ\ −2, 2
𝑥²−4 𝑥+2 𝑥+2 𝑥−2 𝑥+2 𝑥+2 𝑥+2

𝐷 = 𝑥 ∈ ℝ: 𝑥 2 − 4 ≠ 0 ∧ 𝑥 + 2 ≠ 0 = ℝ\ −2, 2
Operações com frações racionais
 Divisão
Multiplica-se a primeira fração pela Recorda:
fração inversa da segunda, 𝐷𝑓 = 𝐷𝑓 ∩ 𝑥 ∈ 𝐷𝑔 : 𝑔 𝑥 ≠ 0
𝑔
simplificando o produto obtido.

Exemplos:

2 3 2 𝑥+3 2 𝑥+3 2𝑥+6


1. :
𝑥+2 𝑥+3
= × = = 3𝑥+6, em ℝ\ −3, −2
𝑥+2 3 3 𝑥+2

𝐷 = 𝑥 ∈ ℝ: 𝑥 + 2 ≠ 0 ∧ 𝑥 + 3 ≠ 0 = ℝ\ −3, −2

𝑥³−8 𝑥−2 𝑥 3 −8 2𝑥+6 𝑥−2 𝑥²+2𝑥+4 ×2 𝑥+3


2. : = = =2𝑥² + 4𝑥 + 8, em ℝ\ −3, 2
𝑥+3 2𝑥+6 𝑥+3 𝑥−2 𝑥+3 𝑥−2

𝐷 = 𝑥 ∈ ℝ: 𝑥 + 3 ≠ 0 ∧ 𝑥 − 2 ≠ 0 ∧ 2𝑥 + 6 ≠ 0 = ℝ\ −3, 2
Cálculos auxiliares 1 0 0 −8
2 2 4 8
1 2 4 0 =R
𝑥 3 − 8 = 𝑥 − 2 𝑥² + 2𝑥 + 4
Equações fracionárias

Em geral, para resolver analiticamente uma equação fracionária,


seguem-se os seguintes passos:

𝐴 𝑥
1º. passo: Reduzir a equação fracionária à forma 𝐵 = 0.
𝑥

𝐴 𝑥
2º. passo: Escrever 𝐵 = 0 ⇔ 𝐴(𝑥) = 0 ∧ 𝐵(𝑥) ≠ 0.
𝑥

3º. passo: Resolver a condição acima.

4º. passo: Apresentar o conjunto-solução.


Exemplo 3

𝑥+5
Resolve a equação 𝑥+7 = 3.

Sugestão de resolução:

𝑥+5 𝑥+5
=3 ⟺ 𝑥+7 − 3 = 0
𝑥+7

𝑥+5−3 𝑥+7
⟺ =0
𝑥+7
𝑥+5−3𝑥−21
⟺ = 0
𝑥+7
−2𝑥−16
⟺ =0
𝑥+7

⟺ −2𝑥 − 16 = 0 ∧ 𝑥 + 7 ≠ 0
⟺ 𝑥 = −8 ∧ 𝑥 ≠ −7
⟺ 𝑥 = −8 C.S.= −8
Inequações fracionárias

Em geral, para resolver analiticamente uma inequação fracionária,


seguem-se os seguintes passos:

𝐴 𝑥
1º. passo: Reduzir a inequação fracionária à forma 𝐵 > 0.
𝑥

(> ou ≥ ou < ou ≤)
𝐴 𝑥
2º. passo: Estudar o sinal da fração 𝐵 , recorrendo, por exemplo,
𝑥

a um quadro de sinais.

3º. passo: Apresentar sob a forma de condição os valores de 𝑥 que

𝐴 𝑥
satisfazem a inequação 𝐵 > 0 (ou ≥ ou < ou ≤).
𝑥

4º. passo: Apresentar o conjunto-solução.


Exemplo 4
𝑥²−𝑥−6
Resolve a inequação ≥ 0.
𝑥+3

Sugestão de resolução:
Cálculos auxiliares
1± 1−4×1× −6
Zeros do numerador: 𝑥² − 𝑥 − 6 = 0 ⟺z 𝑥 = 2×1
⟺ 𝑥 = −2 ∨ 𝑥 = 3

Zeros do denominador: 𝑥 + 3 = 0 ⟺ 𝑥 = −3

𝑥 −∞ −3 −2 3 +∞ 𝑦 = 𝑥² − 𝑥 − 6
+ +
𝑥² − 𝑥 − 6 + + + 0 − 0 + −2 − 3
𝑥+3 − 0 + + + + + 𝑦=𝑥+3

𝑥²−𝑥−6
+
− n. d + 0 − 0 + − −3
𝑥+3

𝑥²−𝑥−6
≥ 0 ⟺ −3 < 𝑥 ≤ −2 ∨ 𝑥 ≥ 3
𝑥+3

C.S.= −3, −2 ∪ 3, +∞