Você está na página 1de 49

Segurança do

Trabalho na
atividade com solda

Prof. Edivaldo Filho


OXICORTE
TIPOS DE CORTE
● MECÂNICO: Cisalhamento ou remoção de
cavacos (guilhotinas e tesouras, serra)
● FUSÃO: Fusão do material pela transferência de
calor (plasma)
● CONCENTRAÇÃO ELEVADA DE ENERGIA:
Concentra, em uma pequena área, a energia de
uma fonte muito intensa (Laser, Jato de água)
● REAÇÃO QUÍMICA: Oxi-redução do Fe
(Oxicorte)
DEFINIÇÃO

Processo de seccionamento de metais pela


combustão localizada e contínua devido à ação
de um jato de O2 de elevada pureza, agindo
sobre um ponto previamente aquecido por uma
chama oxi- combustível.
PRINCÍPIO
● OXIDAÇÃO DO FERRO A TEMPERATURA
AMBIENTE
–Velocidade lenta
–Fe metálico é instável (tendência se reduzir formando
Óxido de Ferro)
● OXIDAÇÃO DO FERRO A 1350 °C
– Praticamente instantânea
– Temperatura de oxidação viva
– Óxido → líquido (escoa movido pelo jato de O2 )
REAÇÃO QUÍMICA
● Fe + 1⁄2 O2 ⇔FeO + ∆E (64 kcal)
● 2Fe + 3/2 O2 ⇔Fe2O3 + ∆E (109,7 kcal)
● 3Fe + 2O2 ⇔Fe3O4 + ∆E (266 kcal)

TRIÂNGULO
DA COMBUSTÃO:
OXICORTE
GASES UTILIZADOS
● OXIGÊNIO:
– Oxidante
– 21 % do volume da atmosfera
– Por si só não é inflamável
– Reage violentamente com gases combustíveis
● GÁS COMBUSTÍVEL
– Acetileno (C2H2): Mais utilizado na indústria
● Temperatura da queima: 3160 °C
– GLP (C3H8 + C4H10): Propano e Butano
● Temperatura da queima: 2800 °C
CONSUMO DE OXIGÊNIO
EQUIPAMENTOS NECESSÁRIOS
●  Um cilindro ou instalação centralizada para gás
combustível e para o O2.
●  Duas mangueiras de alta pressão para condução dos
gases, podendo ser três se utilizar maçarico com
entradas separadas para o O2 de corte e o de

aquecimento.

 Um maçarico de corte.
 Um regulador de pressão para O2, podendo ser dois

nos casos de maçarico com 2 entradas de O2.

 Um regulador de pressão para o gás combustível.
 Dispositivos de segurança (válvulas unidirecionais e
anti- retrocesso de chama).
MAÇARICO DE
CORTE
● Mistura o gás combustível com o
O2 de aquecimento para a peça na
proporção correta para a chama,
além de direcionar também o jato
de O2 de alta velocidade para o
bico de corte.
● Operações manuais:
● 90° Operações CNC:
reto
MAÇARICOS MANUAIS
COMBINADOS
● Possibilita alternância entre processos de solda e
corte.


Acopla-se a um maçarico de soldagem um
dispositivo de corte composto por uma câmara de
mistura, sistema de separação e válvula para
controle do O2 de corte.
MAÇARICOS MANUAIS
COMBINADOS
BICO DE CORTE
● Montado na cabeça do maçarico;
● Conserva a misturas dos gases de pré-aquecimento
separada do O2 de corte;
● Direciona os mesmos para a superfície a ser
cortada por meio dos orifícios do seu interior.
● Sua escolha é determinada a partir da espessura e
do material a ser cortado (diâmetro do canal de O2
) e do tipo de gás combustível utilizado.
FATORES QUE INFLUENCIAM
O PROCESSO
● Pré-aquecimento do material (gasto energia)
● Espessura:
–Quanto maior a espessura, maior o diâmetro do bico e a
pressão de O2, e menor a velocidade de corte.
● Grau de pureza do aço:
–Impurezas prejudicam reação química do Fe com o O2
● Pressão e vazão dos gases:
–Quanto maior a espessura, maior pressão e vazão
necessárias
FATORES QUE INFLUENCIAM
O PROCESSO
● Velocidade de corte
–É a variável que mais influencia no CUSTO. Deve-se
encontrar a relação ideal entre combustão e avanço.
● Grau de pureza do O2
–Impossibilidade de executar o corte abaixo de 90 % de
pureza
VANTAGENS

● Não necessita energia elétrica

● Disponibilidade dos gases utilizados

● Pequeno investimento inicial

● Facilidade operacional
DESVANTAGENS

Não corta materias como aço inoxidável, níquel,
alumínio, cobre e suas ligas.

Portabilidade: cilindros pesados e de difícil
manuseio

Segurança:
–Manipula-se de cilindros de O2 a alta pressão;
–Requer a utilização de ferramental e procedimentos
adequados para se evitar vazamentos e explosões.
–As mangueiras e válvulas devem ser constantemente
inspecionadas em sua funcionalidade e estanqueidade.
Tartarugas
Defeito Detalhe Causa

Distância excessiva do bico à peça Chama de


Borda superior goivada com escória pré-aquecimento em excesso
Pressão do O2 de corte excessivamente alta

Pressão do O2 de corte excessivamente alta Bico


Borda inferior arredondada sujo ou danificado
Velocidade de corte excessiva

Velocidade de corte excessiva Distância


bico/peça muito grande Bico sujo ou danificado
Chama de pré aquecimento muito fraca
Retrocesso no bico e maçarico
Corte incompleto Carepas ou ferrugem na superfície da chapa
Chapa com inclusão de escória

Carepas ou ferrugem na superfície da chapa


Bico muito pequeno
Chama de pré aquecimento muito fraca Alta ou
Escória aderente na borda inferior baixa velocidade de corte
Distância excessiva do bico/peça Baixa
pressão do O2 de co
Questionário
1. Como funciona o Oxicorte?
2. Como pode ser dividido os diferentes tipos de cortes?
3. Defina Oxicorte.
4. Quais os aspectos que influem no corte.
oxicombustível?
5. Cite os diferente tipos de maçarico.
6. Cite 3 vantagens e 3 desvantagens do oxicorte.
Trabalho com solda
Regras de segurança para
trabalho com solda
Um maçarico
profissional é
formado por:
- Um cilindro de gás
combustível.
- Um cilindro de
oxigênio.
- Dois reguladores de
gás.
- Duas mangueiras.
- O punho com
misturador de gases e o
bico.
Componentes do maçarico
 Os reguladores, localizados na cabeça do
cilindro, controlam a pressão e o fluxo de gás.
 Para prevenir explosões é necessário ajustá-lo
às pressões certas.
 O regulador tem dois medidores:
 O de alta pressão que lê a pressão do gás no
tanque.
 O medidor de baixa pressão que lê a pressão do
gás na mangueira e no bico.
As mangueiras que
conectam os cilindros de
aço ao bico são feitas de
um material forte,
flexível, geralmente de
borracha.
Para evitar confusões:
- A mangueira do
oxigênio é verde.
- A mangueira do gás
combustível é
vermelha.
Medidas de segurança
antes de iniciar as
operações
Medidas de segurança antes de
iniciar as operações
1- Inspecionar o maçarico.
Se apresentar vazamentos ou qualquer outro tipo
de defeito comunicar ao responsável pelo setor e
solicitar manutenção do mesmo.

2- Não utilizar luvas sujas de óleo ou graxas.

3- Verifique se existe material inflamável próximo


ao local da operação. Caso tenha remova-o
imediatamente.
Medidas de segurança antes de
iniciar as operações
4- Verifique se o bico do maçarico está com o
aperto adequado.

5- Verifique se a sede do bico está limpa.

6- Utilize os EPIs obrigatórios: luvas de raspa,


protetor auricular, máscara de solda, óculos,
botina e uniforme profissional.
EPIs adequados para soldagem
Medidas de segurança
para serem seguidas
durante as operações
Medidas de segurança para serem
seguidas durante as operações
1- Antes de acender o maçarico abra a válvula de
oxigênio para fazer a limpeza do mesmo.
Após a limpeza, feche a válvula de oxigênio e abra
a de GLP.
Acione e abra a válvula de oxigênio até a
regulagem adequada da chama.

2- Acenda o maçarico somente com acendedor.


Nunca utilize outra fonte.
Medidas de segurança para serem
seguidas durante as operações
3- Não toque com o bico do maçarico na peça.

4- Nunca se mova de um lugar para o outro com o


maçarico aceso.

5- Observar a potência do jato de corte.


Caso esteja fraco, deve-se apagar o maçarico para
verificar o aperto, inspecionar a agulha e seu
orifício.
Segurança durante a soldagem
Segurança durante a soldagem

 Trabalhos de soldagem geram riscos à saúde e


às instalações da empresa, requerendo métodos
e proteções adequados.
 A solda elétrica gera radiações não ionizantes
conhecidas como infravermelho e ultravioleta.
 Essas radiações causam desde simples
aquecimento até sérias queimaduras,
principalmente nos olhos.
 Serviços de solda exigem proteções adequadas.
Lesões causadas em soldador
por radiação UV
Acidente em Soldagem Oxi-Acetilênica
Acidente em
Soldagem
Oxi-Acetilênica

O soldador estava
ajustando a pressão no
regulador de oxigênio.
Tinha óleo em suas
mãos.
E havia um vazamento
de oxigênio na
conexão da
abraçadeira da
mangueira.
Cuidados no trabalho de soldagem

 Dependendo do tipo de solda, metal que está sendo


soldado e das condições ambientais, há a geração de
uma série de riscos para a respiração, tais como:
 Gases nitrosos.
 Poeiras em suspensão.
 Fumos metálicos etc.
 Por esse motivo, precauções devem ser tomadas:
 Em ambientes confinados, use proteção respiratória
adequada.
 Providencie uma boa ventilação e exaustão para evitar a
inalação de gases, vapores e fumos metálicos.
Cuidados no trabalho de soldagem
Cuidados no trabalho de soldagem
 Antes de iniciar o serviço em ambientes que possam
conter gases inflamáveis, vapores ou produtos perigosos,
solicite avaliação de explosividade e/ou concentração de
contaminantes.
 Em ambientes inflamáveis, adote medidas de prevenção:
 Isolamento dos materiais combustíveis,
 Instalar proteção d’água tipo neblina,
 Limpeza de vazamentos etc.
 Mantenha sempre um extintor de incêndio junto aos
serviços de solda;
 Após concluir o serviço, faça inspeção para ver se está
tudo em ordem e se não há risco de princípio de incêndio.
Precauções gerais
 Oxigênio sob pressão e hidrocarbonetos (óleo e graxa)
podem reagir violentamente resultando em explosões,
incêndio e lesões ao trabalhador e danos à propriedade.

 Nunca permita que óleo ou graxa entrem em contato com


oxigênio sob pressão.

 Até mesmo uma pequena quantidade de hidrocarboneto


pode ser perigosa na presença de concentrações altas de
oxigênio.

 Na verdade, qualquer matéria orgânica em contato com


oxigênio sob pressão pode resultar numa reação violenta.
O soldador offshore
A atividade do mergulhador soldador
ocorre em pressões maiores que a pressão
atmosférica normal.
É o caso dos mergulhadores profissionais das plataformas
de petróleo, que descem a 300 metros de profundidade.
O soldador offshore
Executar o trabalho não é tão complicado, o difícil é chegar lá.
É preciso passar por adaptações para poder descer tão fundo,
no chamado mergulho saturado, onde a pressão ronda
30 atmosferas — algo como 45 toneladas ou 56 fuscas sobre
os ombros.
O organismo do mergulhador precisa ser lentamente
comprimido, para equilibrar a pressão dos gases de seu corpo
com a enorme pressão na água àquela profundidade.
“Se isso não fosse feito, a pressão mecânica poderia esmagar
os pulmões, romper os tímpanos e até provocar sangramento
nos seios da face, todos recheados por ar”.
Terminada a tarefa para a qual foram escalados, vai se iniciar
o lento retorno à “superfície”.
Até a próxima aula

Prof. Edivaldo Filho