Você está na página 1de 31

O QUE É PRECISO

PARA SER UM
MÚSICO CRISTÃO?
UMA PROPOSTA DE PENSAMENTO SOBRE O LUGAR DA MÚSICA E DO
MÚSICO CRISTÃO NO EXERCÍCIO DAS SUAS FUNÇÕES
Pr. Elber Lourenço
 Músico, professor de música;
 Pastor da XXIII IB em Mesquita;
 Atuo na área do ensino ministerial de música
em seminários há mais de quinze anos;
 Fui tecladista, entre outros artistas, do Grupo
Logos;
 Principalmente tento, na medida do possível e
sempre tentando expandir os meus limites, ser
um servo.
Pauta:
 Objetivos do ministério;
 Escolha das músicas (teologia dos cânticos);
 Comunicação entre os músicos e a igreja
(presença cênica, atenção às faixas etárias da
plateia, etc.);
 Interação entre instrumentos e vozes (atenção
à mixagem, prática de conjunto, etc.);
 Qualificações necessárias ao músico cristão.
1. Objetivos do ministério;

Qual ministério? Música ou louvor?

Precisamos de definições dos


termos para entender o que nos
é exigido...
 Ministério - Substantivo masculino
1. Execução de uma tarefa, de uma obra; atividade,
trabalho, mister.
2. Ocupação exercida por alguém; cargo, função, profissão.
Mas o que mais me chama atenção é este:
ETIM lat. ministerĭum,ĭi ‘ofício, mister, trabalho, SACERDÓCIO‘

 SACERDÓCIO – substantivo masculino


1. O ministério do sacerdote.
2. Dignidade e funções do sacerdote.
3. A carreira eclesiástica.
4. O poder espiritual representado pelos sacerdotes.
5. Missão ou profissão que se leva muito a sério diante do
devotamento que demanda.
A Bíblia, porém, ensina que
ministério é simplesmente o
exercício do dom de uma pessoa

 E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para


profetas, e outros para evangelistas, e outros para
pastores e doutores,
Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do
ministério, para edificação do corpo de Cristo;

Efésios 4:11,12
A pergunta continua:

Mas, então, qual seria


a diferença entre o
Ministério de Louvor e o
Ministério de Música!?
Vamos voltar às definições:
Louvor - Substantivo masculino
 1. Ato ou efeito de louvar(-se).
 2. Celebração ou manifestação honrosa; homenagem,
louvação – enaltecimento dos méritos; elogio.
 3. Demonstração de gratidão; agradecimento.
 4. Recebimento de apoio, proteção; bênção.
Música - Substantivo feminino
 1. Combinação harmoniosa e expressiva de sons.
 2. A arte de se exprimir por meio de sons, seguindo regras variáveis
conforme a época, a civilização etc.
 3. Interpretação de obra musical.
 4. Conjunto de sons vocais, instrumentais ou mecânicos com ritmo,
harmonia e melodia.
 5. Produto da criação ou execução musical.
 6. Notação escrita de composição musical; partitura.
 Ministro de música:
Trabalhar a música na igreja, ser responsável pela liturgia,
coros graduados, escola de música, escolha de repertório,
elaborar e fazer cumprir escalas, escolha e manutenção
do mobiliário musical da igreja, assistir espiritualmente os
envolvidos no ministério de música, etc...

 Ministério de Louvor:
Tem por prioridade a manifestação da grandeza de Deus
como sendo digno de toda adoração e louvor (o que
todo crente também é chamado a fazer...).
Na verdade, o que quero
você entenda é que se um
Ministério de Louvor se
preocupa apenas com a
música está na hora de rever
os conceitos do grupo…
2. Escolha das músicas
(teologia dos cânticos)

Resumindo, por princípios


(teológicos e bíblicos), há
desvios que devem ser evitados
para que não cantemos
abobrinhas ou heresias:
 Influência do sentimentalismo;

 Ênfase egocêntrica;

 Influência da confissão positiva;

 Influência do pragmatismo;

 Ênfase na experiência sobrenatural;


Muito disso acontece porque não
nos interessamos por teologia, e
portanto, não nos interessamos em
saber explicar a fé em que cremos.
Mas aí vão alguns conselhos práticos:
A música não é um fim em si mesma, mas
uma ferramenta para a pregação do
evangelho, portanto, devemos saber que
evangelho pregar, e para a glória de Deus.

Você já é um teólogo, precisamos saber


se é bom ou ruim...

Ser bons teólogos nos torna melhores


músicos.
Deus se revela principalmente por meio de
palavras, não de música.

Teologia nos ensina que a adoração é


mais do que música.

A música não pode me levar à presença de


Deus – Só Jesus pode e fez.
3. Comunicação entre os músicos e a
igreja (presença cênica, atenção às
faixas etárias da plateia, etc.)
 Quem precisa ser visto, eu ou Deus?

 Eu participo do culto todo ou só do “momento de louvor”?

 Com quem eu estou falando? (Faixas etárias)

 Em que momento tal música será executada? (Coerência litúrgica)

 Qual é a reação da plateia à determinada música? (Sensibilidade às


necessidades espirituais da congregação)
4. Interação entre instrumentos e
vozes (atenção à mixagem, prática de
conjunto, etc.)
 Mixagem individual – Você acha que está tocando sozinho?

 Prática de conjunto – Só enquanto você respirar...

 AUTODIDATA é aquele que estuda sem professor, mas estuda...

 MATURIDADE é tocar a música como ela é, não como eu quero...


 PULSAÇÃO – A “cozinha” TEM QUE SER BOA NISSO....
4. Interação entre instrumentos e
vozes (atenção à mixagem, prática de
conjunto, etc.) CONTINUAÇÃO
 HUMILDADE E SENSIBILIDADE – sem isso não dá nem pra tocar na esquina...

 VELOCIDADE ≠ SENSIBILIDADE – Há tempo para tudo...

 TÉCNICA é para tocar melhor e não para se exibir melhor...

 OUVIR (principalmente a si mesmo...) DEVE SER EXERCÍCIO DIÁRIO

 Não seja o “BUMBADA NA PAUSA”...


4. Interação entre instrumentos e
vozes (atenção à mixagem, prática de
conjunto, etc.) CONTINUAÇÃO

 MÚSICA é feita de MELODIA, HARMONIA E RITMO. TEM LUGAR PRA TODO MUNDO...

 O melhor TOM da música pode não ser aquele que você sabe tocar...

 Seja VERSÁTIL – Ouça de tudo e retenha o que for bom.


5. Qualificações necessárias ao
músico cristão.
a. Procurar e demonstrar real experiência
com Deus. (Jo 3:3).
b. Procurar e demonstrar consagração.
(Lv 27: 28-29).
c. Buscar a sua comunhão pessoal com Deus.
(Sl 84:4-5).
5. Qualificações necessárias ao
músico cristão.
d. Ser e demonstrar ser servo. (Mt 20:28).

e. Ser e demonstrar ser submisso. (Rm 13:2).

f. Buscar conhecimento técnico. (Sl 33:3).


5. Qualificações necessárias ao
músico cristão.

g. Ter e cultivar bom relacionamento com a


equipe. (Rm 8:29).
FUGIR CORRENDO
DE:
INVEJA
ORGULHO
PREGUIÇA
APLAUSO
ISOLAMENTO
PROSPERIDADE
CONFLITOS
INFALÍVEL