Você está na página 1de 13

MARKETING

COMO
ESTRATÉGIA DE
VENDA
1 INTRODUÇÃO
Atualmente, para uma empresa sobreviver
no mercado competitivo é preciso ter
excelência na qualidade, oferecer os
melhores produtos e principalmente ter bom
atendimento para que obtenham clientes fiéis
que possam ajudá-la com o marketing
considerado como o mais importante, o
marketing de boca-a-boca.
A pesquisa será dividida em etapas que
consiste na Fundamentação Teórica, e Plano
de Melhoria.
1.1 JUSTIFICATIVA
O tema em questão foi relevante para esta
acadêmica, pois proporciona crescimento
profissional e conhecimento do assunto da
qualidade, principalmente consolidando os
estudos do curso de Recursos Humanos que
aborda esta temática em vários componentes
curriculares.
E, ainda, a relevância desta abordagem está
em que a sociedade será ganhadora de mais
uma empresa com qualidade, em
crescimento e assim no Município tem mais
valor agregado.
1.2 PROBLEMATIZAÇÃO
A maior parte das Micro e Pequenas empresas
têm pouca probabilidade de se manterem atuantes
no mercado, justamente por não estarem
preparadas para competir. E o preparo para a
competição passa por fatores inerentes a qualquer
administração, como finanças, marketing, recursos
humanos, estrutura organizacional e ainda pela
elaboração de planejamento administrativo
coerente com a realidade da qual faz parte.
A partir disso, pretendeu-se responder a seguinte
problematização:
- Como alavancar as vendas da empresa
utilizando o marketing de forma prática e efetiva?
1.3 OBJETIVOS
1.3.1 Objetivo Geral
- Apresentar estratégias para que a
empresa possa divulgar seus produtos
com o objetivo de alavancar suas vendas.

1.3.2 Objetivos Específicos


- Oferecer atendimento diferenciado aos
clientes externos de modo a facilitar suas
compras;
- Apresentar estratégias de vendas;
2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
2.1 MARKETING

O marketing está num contexto atual em que as


organizações perceberam sua necessidade em qualquer
segmento de mercado, mas o entendimento sobre o
marketing em muitos casos é contraditório.
Para Zela (2002, p. 2) “marketing nada mais é do que o ato
de conhecer o mercado de atuação de uma organização,
para posteriormente oferecer, de forma inovadora e
criativa, os produtos e serviços que esse mercado deseja
[...].”
O marketing também pode ser definido como “um processo
contínuo de desenvolvimento e de troca de ideias, bens e
serviços que visam satisfazer as necessidades dos clientes
e organizações, utilizando para esse efeito as políticas de
preços, comunicação e distribuição.” (MARKETING
MAGANEMENT PME´s, 2006)
2.2 DIFERENCIAL COMPETITIVO

Considera-se diferencial competitivo


um benefício significativo de uma
empresa sobre sua concorrência, a
sobrevivência de uma empresa
depende do diferencial competitivo, é
ali que ela mostra como pode ser
melhor no mercado, sendo assim
classificado pelos seus clientes.
2.3 PLANO DE MARKETING
É o instrumento central para dirigir e coordenar
os esforços de marketing, bastante indicado
para empresas que desejam melhorar sua
efetividade mercadológica, auxiliando-as a criar
e implementar seus programas com
consistência.
Um plano de marketing identifica as
oportunidades que podem gerar bons resultados
para a organização, mostrando como penetrar
com sucesso para obter as posições desejadas
nos mercados. (COBRA,1992)
2.3.1 Sumário Executivo
Resumir, no máximo em duas ou três páginas, os
aspectos-chave, fatores críticos de sucesso,
vantagens competitivas e aspectos inovadores
relacionados com o seu projeto.
Disponibilizar um resumo do seu Plano de Negócio, às
pessoas que dispõem de pouco tempo para o ler e
que sobre ele tomarão decisões (entidades
financeiras, bancos, entidades governamentais, sócios
e investidores potenciais).
Os leitores do sumário executivo não devem
despender na sua leitura mais do que 4 a 5 minutos e,
com base nisso, decidirão se continuam a analisar o
seu Plano de Negócio.
O sumário executivo deve ser escrito no fim da
elaboração do seu Plano de Negócio, embora apareça
logo no início do documento;
2.3.2 Diagnóstico da Situação Atual de Marketing

O profissional de marketing de uma


organização é o principal responsável por
identificar as mudanças significativas do
ambiente, através do acompanhamento das
tendências e procurando sempre as
oportunidades.
A administração de marketing tem que ser
orientada para monitorar o meio ambiente
como objetivo de descobrir novas
oportunidades, desenvolver vantagens
competitivas e sustentar o crescimento.
(COBRA,1992).
2.3.3 Avaliação do Ambiente Externo
Segundo Kotler (2004), a análise externa é
composta de fatores do macro ambiente
(demográficos, econômicos, tecnológicos,
políticos, legais e socioculturais) e
microambiente (clientes, concorrentes, canais
de distribuição e fornecedores). Para cada uma
dessas forças, devem ser identificadas e
classificadas as oportunidades e ameaças. Ele
sugere a classificação de oportunidades
segundo a sua atratividade para a empresa e a
identificação da probabilidade com que
ocorram.
CONSIDERAÇÕES FINAIS

Os clientes, comprovadamente estão cada vez mais


exigentes, sendo o bom atendimento o foco principal tanto
nesta pesquisa como no pensamento dos clientes. Este
mesmo problema é apontado como um fator de
preocupação pelo empreendedor, assim como fatores
como a forma de expandir, sem ferir a ética e o
profissionalismo.
O que se sugere ao mesmo é a expansão horizontal,
abrindo novas filiais em locais de pouco investimento,
investindo também em um projeto de marketing que possa
lançar o estabelecimento na mídia de forma competente,
uma vez que se observou que a propaganda e divulgação
mais eficiente até o momento foram os amigos e já clientes
que indicam a loja ficando a mídia como uma última
alternativa.
Para um bom plano de marketing, recomenda-se
profissionais que possam dinamizar os produtos, atrair
novos clientes, bem como manter os que já fazem parte.
REFERÊNCIAS
• COBRA, Marcos Henrique Nogueira. Marketing Básico.
Uma Perspectiva Brasileira. 3ª ed. São Paulo: Atlas, 1985.
• KOTLER, Philip. Marketing. Edição Compacta. São Paulo:
Atlas, 2004.
• MARKETING, Management para PME´s. Disponível em:
http://www.mercal.pt/publicacoes/marketing_manageme
nt.pdf#search=%22%22an%C3%A1lise%20interna%20e
%20externa%20da%20empresa%22%22 Acesso em:
20/11/2014.
• ZELA, Douglas. Afinal de contas, O que é marketing?
Noções equivocadas de marketing restringem sua
aplicação nas empresas. Revista FAE Business, N. 2,
jun. 2002. Disponível
em:http://www.fae.edu/publicacoes/pdf/revista_fae_busi
ness/acesso em: 20/11/2014.