P. 1
mil Questões

mil Questões

|Views: 29.274|Likes:

More info:

Published by: Ronildo Tapioam Dos Santos on Feb 18, 2013
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

07/16/2013

pdf

text

original

VESTIBULAR 97

EDITORA MODERNA
1

ÍNDICE GERAL

BIOLOGIA ....................................... 3
CESGRANRIO .............................................. 3 FUVEST ....................................................... 9 UFBA........................................................ 18 UFMG ....................................................... 30 UFPA ........................................................ 54 UFPE ........................................................ 58 UFRGS ...................................................... 72 UnB ......................................................... 83 UNESP ...................................................... 91

INGLÊS........................................ 393
CESGRANRIO .......................................... 393 FUVEST ................................................... 399 UFBA...................................................... 403 UFMG ..................................................... 414 UFPA ...................................................... 425 UFPE ...................................................... 428 UFRGS .................................................... 434 UnB ....................................................... 442 UNESP .................................................... 448

FÍSICA ........................................... 96
CESGRANRIO ............................................ 96 FUVEST ................................................... 102 UFBA...................................................... 113 UFMG ..................................................... 120 UFPA ...................................................... 143 UFPE ...................................................... 151 UFRGS .................................................... 167 UnB ....................................................... 177 UNESP .................................................... 184

MATEMÁTICA .............................. 452
CESGRANRIO .......................................... 452 FUVEST ................................................... 457 UFBA...................................................... 462 UFMG ..................................................... 473 UFPA ...................................................... 485 UFPE ...................................................... 488 UFRGS .................................................... 502 UnB ....................................................... 509 UNESP .................................................... 518

GEOGRAFIA................................. 193
CESGRANRIO .......................................... 193 FUVEST ................................................... 201 UFBA...................................................... 213 UFMG ..................................................... 225 UFPA ...................................................... 251 UFPE ...................................................... 257 UFRGS .................................................... 271 UnB ....................................................... 284 UNESP .................................................... 290

PORTUGUÊS ................................ 525
CESGRANRIO .......................................... 525 FUVEST ................................................... 534 UFBA...................................................... 545 UFMG ..................................................... 572 UFPA ...................................................... 591 UFPE ...................................................... 603 UFRGS .................................................... 626 UnB ....................................................... 653 UNESP .................................................... 661

HISTÓRIA .................................... 299
CESGRANRIO .......................................... 299 FUVEST ................................................... 306 UFBA...................................................... 313 UFMG ..................................................... 330 UFPA ...................................................... 347 UFPE ...................................................... 352 UFRGS .................................................... 364 UnB ....................................................... 379 UNESP .................................................... 387

QUÍMICA..................................... 671
CESGRANRIO .......................................... 671 FUVEST ................................................... 676 UFBA...................................................... 687 UFMG ..................................................... 696 UFPA ...................................................... 716 UFPE ...................................................... 720 UFRGS .................................................... 732 UnB ....................................................... 745 UNESP .................................................... 752

2

BIOLOGIA

CESGRANRIO

1. Nos laboratórios químicos, a maneira mais freqüente de ativar uma reação é fornecendo calor, que funciona como energia de ativação. Nos seres vivos, isso não é possível, pois corre-se o risco de as proteínas serem desnaturadas. A estratégia desenvolvida pelos seres vivos para superar a barreira inicial das reações foi a utilização de: a) ATP. b) enzimas. c) hormônios. 2.
Glicose + O2 CO2 + H2O

d) glicose. e) clorofila.

Aminoácidos energia

Proteínas

Sobre o esquema acima, são feitas as seguintes afirmativas: I - a formação de moléculas de proteínas é uma reação de degradação; II - é através de reações de síntese que o ser vivo consegue energia para a sua vida; III - o conjunto das reações de síntese e degradação constituem o metabolismo. A(s) afirmativa(s) correta(s) é(são): a) apenas a I. b) apenas a II. c) apenas a III. d) apenas a I e a II. e) apenas a II e a III.

3. Observe o esquema ao lado e analise as seguintes afirmações: I - a transferência de elétrons para os aceptores permite a transformação de energia luminosa em energia química; II - na ausência de aceptores de elétrons, poderia haver a ocorrência do fenômeno conhecido como fluorescência; III - quando excitada pela luz, a clorofila absorve principalmente luz verde. A(s) afirmação(ões) corretas(s) é(são): a) apenas a I. b) apenas a II. c) apenas a I e a II. d) apenas a I e a III. e) apenas a II e a III.

3

BIOLOGIA
4. Comparando o esquema dos dois processos metabólicos representados ao lado, podemos afirmar que o(a): a) aceptor final de hidrogênios, na fermentação, é o oxigênio. b) molécula de glicose é totalmente degradada, na fermentação. c) fermentação é encontrada na maioria dos seres vivos unicelulares. d) formação de ATP na cadeia respiratória só ocorre na respiração. e) formação de ácido pirúvico é uma exclusividade da respiração. 5.

CESGRANRIO

Observando o esquema acima, que representa um neurônio em repouso, podemos afirmar que, nestas condições: a) se a membrana do neurônio for atingida por um estímulo, as quantidades de íons Na e K dentro e fora da membrana se igualam. b) devido à diferença de cargas entre as faces externa e interna, o neurônio está polarizado. c) a ocorrência do impulso nervoso depende de estímulos de natureza elétrica. + d) a quantidade de íons K é menor na parte interna do neurônio devido à sua saída por osmose. + + e) as concentrações dos íons Na e K se fazem sem gasto de energia, sendo exemplo de transporte ativo. 6. Eliminação das células sangüíneas que estão velhas demais. Formação de uréia. Armazenamento de energia para qualquer eventualidade. Maior glândula do corpo humano.
+ +

Todas essas características típicas de um súper-órgão estão relacionadas ao(à): a) baço. b) rim. c) pâncreas. d) fígado. e) hipófise.

4

BIOLOGIA

CESGRANRIO

7. A presença de opérculo, estrutura que recobre as brânquias em peixes ósseos, permite eficiência nas trocas gasosas mesmo com o peixe parado. Isto porque o opérculo possibilita melhor captação de oxigênio devido à(ao): a) b) c) d) e) quebra das moléculas de água. entrada de água pelas brânquias retirada de gases da bexiga natatória. transporte ativo realizado por esta estrutura. maior contato da água com as brânquias.

8. Lixo de Proveta “Aproximadamente 3.300 embriões humanos congelados foram dissolvidos em água e álcool na Inglaterra.”
(Veja: agosto/96)

Os chamados bebês de proveta, apesar de serem fecundados em frascos de vidro, são mais tarde transferidos para o útero da mulher. A estrutura embrionária que funcionará como órgão de respiração e excreção do embrião é o(a): a) alantóide. b) âmnio. c) córion. d) saco vitelínico. e) placenta.

9. O sufocamento por alimento é responsável por quase 3.000 mortes, anualmente, nos USA, mais do que os acidentes com armas de fogo ou aviões. O sufocamento ocorre quando uma porção do alimento bloqueia o(a): a) brônquio. b) esôfago. c) glote. d) laringe. e) faringe.
Rainha (fêmea fértil diplóide) Zangão (macho fértil haplóide)

10. Pela observação do esquema ao lado, podemos concluir que o zangão foi originado por: a) gametogênese. b) partenogênese. c) gemulação. d) conjugação. e) brotamento.

5

BIOLOGIA
11. No gráfico ao lado temos representado um exemplo de doença ligada ao sexo onde apenas o indivíduo IV é afetado. Feita a análise desse gráfico, podemos afirmar corretamente que: a) b) c) d) e) a anomalia é causada por um gen dominante. o indivíduo I é obrigatoriamente homozigoto. o cromossoma y paterno pode apresentar o gen para a doença. o casal apresenta 50% de probabilidade de ter filhas afetadas. os indivíduos III e V podem ser homozigotos ou heterozigotos.

CESGRANRIO

12. O esquema abaixo evidencia que a formação de melanina não depende apenas da ação de um gen. No processo ali representado, está ocorrendo a ação conjunta de dois gens.
gene 1 Fenilalanina enzima 1

gene 2 Tirosina enzima 2

Melanina

Situações como essa são conhecidas como: a) polialelia. b) poligens. c) norma de reação. 13. d) interação gênica. e) alelos múltiplos.

O esquema acima representa quatro populações de uma mesma espécie que vivem em uma mesma área num determinado período de tempo. A sua análise nos permite tirar as conclusões abaixo, EXCETO uma. Assinale-a. a) Em 1 as quatro populações podem reproduzir-se entre si. b) Em 2 a migração de parte da população b pode iniciar um processo de especiação. c) O isolamento geográfico ocorrido em 2 submete a população b a pressões seletivas diferenciadas das populações em 1. d) Se as diferenças presentes em b* atingirem o aspecto reprodutivo, verifica-se em 3 a impossibilidade de troca gênica com as outras populações. e) Tendo ocorrido isolamento reprodutivo em 3, b* será uma subespécie de b.

6

BIOLOGIA
14. Analise as afirmativas abaixo, a respeito das mutações.

CESGRANRIO

I - Sempre que o ambiente se torna desfavorável, o ser vivo reage sofrendo uma mutação gênica. II - As mutações transmitidas às gerações futuras são aquelas que ocorrem em células germinativas. III - As mutações ocorridas em células somáticas são de grande valor adaptativo para a perpetuação da espécie. Está(ão) correta(s): a) I apenas. b) II apenas. c) III apenas. d) I e II apenas. e) II e III apenas.

15. Cientistas americanos descobrem num meteorito de Marte, que caiu sobre a Antártida, fortes indícios de vida fora da Terra. Entre as certezas e dúvidas levantadas por tal fato, ainda sob a luz das teorias atuais, podemos afirmar que as primeiras formas de vida surgidas no nosso planeta eram: a) b) c) d) e) todas autótrofas devido à escassez de alimentos nos oceanos primitivos. fermentadoras que utilizavam a energia radiante para produzir suas moléculas orgânicas. heterótrofas que utilizavam substâncias formadas na atmosfera e acumuladas nos mares primitivos. fungos primitivos com capacidade de atividade fotossintética. aeróbias graças à abundância de átomos de oxigênio existente nas águas do oceano.

16. Urubu-rei, urubu-preto, condor-chileno, cabeça-vermelha são nomes de uma mesma ave que desempenha o mesmo papel ecológico dos abutres e das hienas: livrar a natureza de animais em estado de putrefação. As relações ecológicas estabelecidas por esses animais na natureza podem ser classificadas como: a) canibalismo. b) comensalismo. c) mutualismo. 17. Bactérias Faxineiras “Uma das mais ativas participantes da comunidade que habita o andar de cima dos oceanos é a P. aeroginosa, bactéria que consegue degradar o óleo despejado no mar”.
(Superinteressante: agosto/96)

d) amensalismo. e) protocooperação.

A atividade dessa bactéria é importante para os ecossistemas porque: a) b) c) d) e) aumenta a entrada de luz do Sol para a fotossíntese. aumenta a oxigenação das águas, garantindo o trabalho das bactérias anaeróbias. contribui para o ciclo do carbono, por meio da degradação de hidrocarbonetos. permite maior produção de carbono oriundo do óleo degradado. facilita a ação dos predadores marinhos através da quebra do óleo em partículas menores.

7

BIOLOGIA
18. Um Dia da Terra Sombrio

CESGRANRIO

“A comemoração do Dia da Terra, amanhã, tem tudo para ser sombria. Os ecossistemas no planeta continuam se deteriorando em quase todas as categorias, segundo um novo relatório publicado para a ocasião pelas Nações Unidas. Pelas estimativas, entre 5% e 20% das espécies de plantas e animais estão ameaçados de extinção no futuro próximo”.
(Jornal do Brasil, 21/04/96)

Após a análise da notícia em destaque, podemos concluir que todos os processos abaixo relacionados estão ocorrendo, EXCETO um. Assinale-o. a) b) c) d) e) Intensificação da erosão. Intensificação do efeito estufa. Diminuição da camada de ozônio. Redução da magnificação trófica. Redução da biodiversidade.

19. Certos fungos são empregados na produção de queijos, sendo responsáveis por sabores característicos. Os fungos Penicillium roquefortii e Penicillium camembertii, por exemplo, são utilizados na fabricação de queijos tipos roquefort e camembert, respectivamente. Pela análise dos nomes científicos acima citados, podemos concluir que esses seres NÃO pertencem ao(à) mesmo(a): a) gênero. b) classe. c) família. d) ordem. e) espécie.

20. Alteração genética de transmissor pode acabar com a dengue. “A engenharia genética está prometendo uma solução para um dos flagelos dos países tropicais, como o Brasil. A idéia é impedir a implantação do agente causal no transmissor”.
(Folha de S.Paulo, 12/05/96)

O transmissor e o agente causal da dengue são, respectivamente, um: a) b) c) d) e) mosquito e um vírus. mosquito e uma bactéria. percevejo e um vírus. percevejo e uma bactéria. barbeiro e um protozoário.

8

BIOLOGIA
1. Examine a árvore filogenética abaixo:

FUVEST
F A S E

1

Esperamos encontrar maior semelhança entre genes de a) bactéria e protozoário. b) peixe e baleia. c) baleia e pássaro. d) estrela-do-mar e ostra. e) ostra e coral.

2. Um estudante levantou algumas hipóteses para explicar porque em alguns rios de caverna os peixes são cegos. Qual delas está de acordo com a teoria sintética da evolução ? a) No ambiente escuro das cavernas, os olhos se atrofiaram como conseqüência da falta de uso. b) Os olhos, sem utilidade na escuridão das cavernas, se transformaram ao longo do tempo em órgãos táteis. c) No ambiente escuro das cavernas, os peixes cegos apresentaram vantagens adaptativas em relação aos não cegos. d) A falta de luz nas cavernas induziu mutação deletéria drástica que levou à regressão dos olhos num curto espaço de tempo. e) A falta de luz nas cavernas induziu mutações sucessivas que ao longo de muitas gerações levaram à regressão dos olhos. 3. De uma população de 100 camundongos foi retirado ao acaso um indivíduo com deficiência da enzima E, caráter condicionado por um alelo recessivo a. É correto afirmar que a) b) c) d) e) seus pais podem ser fenotipicamente normais. seus pais são certamente heterozigotos. a freqüência do alelo a é de 0,1. a freqüência do alelo a é de 0,2. 1% dos indivíduos da população têm deficiência da enzima E.

9

BIOLOGIA

FUVEST
F A S E

4. Uma mulher normal, casada com um portador de doença genética de herança autossômica dominante, está grávida de um par de gêmeos. Qual é a probabilidade de que pelo menos um dos gêmeos venha a ser afetado pela doença no caso de serem, respectivamente, gêmeos monozigóticos ou dizigóticos ? a) 25% a 50% b) 25% a 75% c) 50% a 25% d) 50% a 50% e) 50% a 75%

1

5. Um surfista que se expunha muito ao sol sofreu danos em seu DNA em conseqüência de radiações UV, o que resultou em pequenos tumores na pele. Caso ele venha a ser pai de uma criança, ela a) b) c) d) e) só herdará os tumores se tiver ocorrido dano em um gene dominante. só herdará os tumores se tiver ocorrido dano em dois genes recessivos. só herdará os tumores se for do sexo masculino. herdará os tumores, pois houve dano no material genético. não herdará os tumores.

6. Uma mulher de sangue tipo A, casada com um homem de sangue tipo B, teve um filho de sangue tipo O. Se o casal vier a ter outros 5 filhos, a chance deles nascerem todos com sangue do tipo O é a) b) c) d) e) igual à chance de nascerem todos com sangue do tipo AB. menor que a chance de nascerem todos com sangue do tipo AB. maior que chance de nascerem todos com sangue do tipo AB. menor que a chance de nascerem sucessivamente com sangue do tipo AB, A, B, A e B. maior que a chance de nascerem sucessivamente com sangue do tipo AB, B, B, A e A.

7. Enzimas de restrição são fundamentais à Engenharia Genética porque permitem a) b) c) d) e) a passagem do DNA através da membrana celular. inibir a síntese de RNA a partir de DNA. inibir a síntese de DNA a partir de RNA. cortar DNA onde ocorrem seqüências específicas de bases. modificar seqüências de bases do DNA.

8. Um pesquisador fez o seguinte desenho de uma célula observada ao microscópio óptico. Pode tratar-se de uma célula de a) ovário. b) sangue. c) linfa. d) medula óssea. e) pele.

10

BIOLOGIA
9. Analise os eventos mitóticos relacionados abaixo:

FUVEST
F A S E

I II III IV

Desaparecimento da membrana nuclear. Divisão dos centrômeros. Migração dos cromossomos para os pólos do fuso. Posicionamento dos cromossomos na região mediana do fuso.

1

Qual das alternativas indica corretamente sua ordem temporal ? a) IV - I - II - III. b) I - IV - III - II. c) I - II - IV - III. d) I - IV - II - III. e) IV - I - III - II.

10. Que doenças poderiam ser evitadas com a eliminação de reservatórios de água parada onde se reproduzem insetos vetores ? a) b) c) d) e) Cólera, dengue e esquistossomose Cólera, dengue e malária Cólera, esquistossomose e febre amarela Dengue, febre amarela e malária Esquistossomose, febre amarela e malária

11. Examine a seguinte lista de eventos que ocorrem durante a propagação de um impulso nervoso:

I II III IV V

Neurotransmissores atingem os dendritos. Neurotransmissores são liberados pelas extremidades do axônio. O impulso se propaga pelo axônio. O impulso se propaga pelos dendritos. O impulso chega ao corpo celular.

Que alternativa apresenta a seqüência temporal correta desses eventos ? a) V - III - I - IV - II b) I - IV - V - III - II c) I - IV - III - II - V d) II - I - IV - III - V e) II - III - I - IV - V

11

BIOLOGIA

FUVEST
F A S E

12. Na genealogia abaixo, os símbolos cheios representam pessoas afetadas por uma doença genética rara.

1

O padrão de herança que melhor explica o heredograma é a) b) c) d) e) autossômico dominante, porque a doença afeta os dois sexos. autossômico dominante, porque a doença aparece em todas as gerações. autossômico dominante, porque aproximadamente 50% da prole é afetada. dominante ligado ao sexo, porque todas as filhas de homens afetados são afetadas. recessivo ligado ao sexo, porque não há transmissão de homem para homem.

13. Em caso de hipertensão, recomenda-se uma dieta sem sal porque esta atua a) b) c) d) e) diminuindo o volume de sangue circulante. aumentando o volume de sangue circulante. reduzindo o calibre dos vasos sangüíneos. dilatando o calibre dos vasos sangüíneos. obstruindo os capilares arteriais com placas de heteroma.

14. Em um ambiente com temperatura mantida constante em 18°C, qual dos animais abaixo necessitará maior consumo de alimento em relação ao tamanho de seu corpo ? a) Sapo . b) Jacaré. c) Sabiá. d) Tubarão. e) Jararaca.

15. Uma das causas de dor e sensação de queimação nos músculos, decorrentes de esforço físico intenso, é a presença de muito ácido láctico nas células musculares. Isso ocorre quando essas células a) b) c) d) e) realizam intensa respiração celular, com produção de ácido láctico. recebem suprimento insuficiente de gás oxigênio e realizam fermentação. realizam intensa respiração celular produzindo excesso de ATP. recebem estímulos nervosos sucessivos e acumulam neurotransmissores. utilizam o açúcar lactose como fonte de energia.

12

BIOLOGIA

FUVEST
F A S E

16. Em qual das alternativas abaixo as três funções mencionadas são realizadas pelo fígado ? a) b) c) d) e) Regular o nível de glicose no sangue, transformar amônia em uréia, produzir bile. Regular o nível de glicose no sangue, transformar amônia em uréia, secretar quimotripsina. Regular o nível de glicose no sangue, produzir ácido clorídrico, secretar quimotripsina. Produzir bile, transformar amônia em uréia, produzir ácido clorídrico. Produzir bile, produzir ácido clorídrico, secretar quimotripsina.

1

17. Mediu-se a taxa de fotossíntese em plantas submetidas a diferentes condições de temperatura e de luz. Foram utilizadas duas intensidades luminosas: uma baixa, próxima ao ponto de compensação fótico (representada nos gráficos por linha interrompida) e outra alta, bem acima do ponto de compensação fótico (representada nos gráficos por linha contínua). Qual dos gráficos representa melhor os resultados obtidos ?

18. Analise os seguintes eventos que podem ocorrer em conseqüência do despejo de esgoto urbano em lagos:

I II III IV V

Morte de organismos aeróbicos, tanto autótrofos quanto heterótrofos. Diminuição do teor de gás oxigênio na água. Aumento de nutrientes nitrogenados e fosfatados. Proliferação de microrganismos aeróbicos. Proliferação de algas e bactérias fotossintetizantes.

Indique a alternativa que apresenta a seqüência temporal correta desses eventos. a) I - II - III - IV - V. b) III - II - I - V - IV. c) III - V - IV - II - I. d) IV - II - I - III - V. e) IV - II - III - V - I.

13

BIOLOGIA
19. Considere o diagrama abaixo, representativo do ciclo de vida de uma planta.

FUVEST
F A S E

1

Qual alternativa completa corretamente o diagrama ? X esporo esporo gameta gameta zigoto Y zigoto gameta esporo zigoto esporo Z gameta zigoto zigoto esporo gameta

a) b) c) d) e)

20. Um pesquisador dividiu um lote de plantas jovens em quatro grupos, dos quais três receberam os tratamentos indicados abaixo e o quarto foi usado como controle.

As plantas foram então iluminadas unilateralmente. Quais plantas se curvam em direção à fonte de luz, tal como os controles ? a) Nenhuma delas. II. b) Somente as plantas do grupo I. c) Somente as plantas do grupo II. d) Somente as plantas do grupo I e e) As plantas dos grupos I, II e III.

14

BIOLOGIA

FUVEST
F A S E

1. a) Escreva a equação do processo bioquímico da respiração aeróbica. Qual é a função desse processo e onde ele ocorre no corpo humano ? b) Complete os esquemas dos percursos do gás oxigênio e do gás carbônico, participantes da respiração, preenchendo os espaços com as letras correspondentes às estruturas abaixo. A = alvéolos pulmonares B = artéria pulmonar C = artérias do corpo D = átrio direito E = átrio esquerdo F = células do corpo G = veia pulmonar H = veias do corpo I = ventrículo direito J = ventrículo esquerdo

2

2. Explique, de acordo com a teoria sintética da evolução, as adaptações mencionadas nos textos abaixo. a) Durante o longo inverno da região ártica, a plumagem de certas aves e a pelagem de certos mamíferos tornam-se brancas, voltando a adquirir coloração escura no início da primavera. b) Algumas espécies de anfíbio e de inseto apresentam cores e desenhos marcantes que, ao invés de escondê-las, as destacam do ambiente e chamam a atenção de possíveis predadores. 3. Um pesquisador forneceu a uma cultura de algas gás carbônico marcado com o isótopo O do oxigênio. A uma segunda cultura de algas foi fornecida água com esse mesmo isótopo. As culturas foram mantidas iluminadas por um certo tempo, após o que as substâncias químicas presentes no meio e nas células das algas foram analisadas. a) Além de gás carbônico, que outras substâncias apresentarão o isótopo O na primeira cultura? Justifique sua resposta. 18 b) Além da água, que outras substâncias apresentarão o isótopo O na segunda cultura ? Justifique a resposta. 4. Uma conquista recente no campo da biotecnologia é o uso de bactérias para a produção de proteína animal de interesse comercial. Por exemplo, hoje já estão sendo comercializadas insulina e somatotrofina (ou somatropina) humanas produzidas por bactérias. a) Em que locais do corpo humano são produzidas essas proteínas e qual é a principal função de cada uma delas no organismo ? b) Explique sucintamente o processo por meio do qual se modificam bactérias para que elas passem a produzir proteínas humanas.
18 18

15

Um tratamento utilizado para certos tipos de doenças do sangue é a destruição completa da medula óssea do paciente e implante de células medulares sadias provenientes de um doador. a) É comum ouvirmos a frase: “Já tomei este antibiótico tantas vezes que agora já não faz mais efeito”. e a operação foi bem sucedida. a) Relacione estrutural e funcionalmente os seguintes componentes de uma planta: óvulo. cujo grupo sangüíneo é A. como a tuberculose. Eugênio. 7. Esta afirmação pode ser verdadeira? Por quê? b) Costuma-se usar dois antibióticos diferentes no tratamento de certas doenças comuns. a) Qual será o grupo sangüíneo de Eugênio após o transplante ? Por quê ? b) Sabendo-se que a mãe e a esposa de Eugênio têm sangue do tipo O. cujo agente causador já é bem conhecido. cujo grupo sangüíneo é B. Qual seria a forma biologicamente mais eficiente de administrá-los: simultaneamente ou separadamente com um intervalo de 1 mês entre eles? Justifique sua resposta. Em que células do corpo humano podemos encontrar as estruturas abaixo e quais são suas funções? 2 ESTRUTURA CÉLULA ONDE PODE SER ENCONTRADA FUNÇÃO a b c d microvilosidades cílios flagelos pseudópodos 8. ovário. b) Que grupos de plantas produzem sementes? Qual foi a importância das sementes na adaptação das plantas ao ambiente terrestre? 6. qual será a probabilidade de um futuro filho do casal ter sangue do tipo A ? E do tipo B ? 16 .BIOLOGIA FUVEST F A S E 5. recebeu um transplante de medula óssea de seu irmão Valentim. semente e fruto.

dois de cada casamento. b) Se os dois maridos da mulher fossem irmãos isto poderia alterar sua resposta anterior ? Por quê ? 2 17 . todos afetados por uma doença genética muito rara. O comportamento da hemoglobina humana em relação ao gás oxigênio é muito diferente no adulto e no feto. a) Qual é essa diferença ? b) Por que essa diferença é necessária em mamíferos placentários ? 10. Uma mulher clinicamente normal casou-se duas vezes. ela teve quatro filhos. Conforme mostrado na genealogia abaixo. a) Que padrão de herança explica melhor a genealogia ? Justifique sua resposta. em ambos os casos com indivíduos normais e que não eram seus consangüíneos.BIOLOGIA FUVEST F A S E 9.

1 Questão 1 O diagrama abaixo ilustra aspectos da estrutura de uma célula vegetal.BIOLOGIA QUESTÕES DE 1 A 7 UFBA F A S E INSTRUÇÃO:Assinale as proposições verdadeiras. some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. (2) A funcionalidade da celulose é dependente das propriedades moleculares da glicose. (4) A função informativa do DNA caracteriza-se como propriedade emergente de um heteropolímero. (32) A vida de uma célula é a expressão particular das propriedades de seus componentes estruturais. 18 . (64) A interdependência das diferentes partes de um sistema biológico estabelece a sua identidade funcional. Em relação às propriedades que emergem a cada nível hierárquico. destacando níveis hierárquicos na organização de alguns componentes. pode-se afirmar: (1) As propriedades dos átomos são as mesmas expressas por todos os níveis de organização molecular. (16) A versatilidade em integrar diferentes estruturas celulares assegura às proteínas maior participação nas funções celulares. (8) A organização da cromatina define a função codificante do DNA.

delimitado por membrana. 1 19 . evoluíram. diferentemente. pela presença de uma membrana que a isola do ambiente.BIOLOGIA Questão 2 UFBA F A S E As investigações que se seguiram à proposição da teoria celular vêm confirmando a concepção da célula como a unidade anatômica e fisiológica dos seres vivos e desvendando. (2) A localização do material genético em um compartimento próprio. (2) As diferenças biológicas entre plantas e animais são mantidas por mecanismos adaptativos que proporcionam uma independência ecológica entre esses grupos. (16) Os ribossomos são as estruturas celulares fundamentais na conversão da informação genética em moléculas próprias da célula. Disso resultou um acúmulo de especializações que contribuíram para a sobrevivência desses grupos. (4) A relação entre superfície e volume. pelas plantas. reflete uma adaptação para maior eficiência no intercâmbio gasoso com o meio. os recursos ambientais. favoreceu a especialização celular. embora preservando uma herança comum de mecanismos celulares básicos para obter e utilizar energia. é uma característica universal da estrutura celular. nas folhas. a sua organização. estabelecendo. entre eles. Questão 3 Plantas e animais. explorando. pela presença de enzimas digestivas. (8) A localização do pigmento. exigidas pelo ambiente. (16) A atividade metabólica está subordinada à eficiência dos sistemas de transporte de nutrientes. (32) A diversidade biológica se estabelece através de alterações genéticas eficazes. pode-se afirmar: (1) O interior da célula é distinto do meio externo. Com base no conhecimento atual da célula. (32) Os lisossomos atuam na nutrição e remodelamento celulares. em células especializadas favoreceu a evolução dos vertebrados. de moléculas especilizadas em captar energia do meio abiótico. utilizado para transporte de oxigênio. (4) A compartimentação do citoplasma. as suas grandes diferenças. em decorrência do desenvolvimento de endomembranas. (8) A dependência das mitocôndrias para a realização da respiração aeróbica é uma característica da célula eucariótica. (64) A simples presença do DNA assegura a um sistema molecular o nível de organização celular. Essa relação entre a tendência evolutiva das plantas e dos animais e as aquisições morfológicas e funcionais está expressa em: (1) A divergência entre plantas e animais é estabelecida com a utilização. cada vez mais.

pode produzir diferentes fenótipos. (32) A grande diversidade de espécies animais e vegetais sugere um pequeno número de nichos ecológicos. As mudas de cada tipo foram obtidas por reprodução vegetativa de uma mesma planta parental. que é a zona mais interior do lago. (8) O fundo do lago é o principal sítio de reciclagem dos nutrientes. A região pelágica. há constantes interações através da troca de energia e matéria. na superfície. na região litorânea. que compõem o bentos. B . G). em diferentes ambientes. pode-se dizer: (1) O desenvolvimento do organismo é determinado pela interação de seus genes com o ambiente. nas diferentes altitudes. 20 . D. (16) A variabilidade genética da Achillea permite a sua adaptação a diferentes ambientes. F. vivem principalmente invertebrados e bactérias. (2) O componente fotossintético do plâncton contribui para a entrada de energia no ecossistema lacustre. (4) Diferenças no desenvolvimento das plantas cultivadas no mesmo ambiente podem ser atribuídas a influências genéticas. é uma condição que garante a produtividade do ecossistema lacustre. 1 Comparando-se o desenvolvimento de cada tipo de Achillea. levando nutrientes para as regiões iluminadas. caracteriza-se pela presença do plâncton. o ecossistema lacustre apresenta-se bem diferenciado estrutural e funcionalmente. e dos peixes. Questão 5 Embora aparentemente homogêneo. (4) A produtividade primária do lago depende do nécton. (ESTEVES. (64) Os indivíduos herdam da geração parental as características fenotípicas. (16) Os peixes servem de elo entre o ecossistema lacustre e o terrestre. E. (32) O mesmo genótipo.BIOLOGIA Questão 4 UFBA F A S E A figura ao lado representa indivíduos maduros de sete diferentes tipos de Achillea (A. pode-se afirmar: (1) Entre as diferentes regiões de um lago. A região litorânea é caracterizada por grande diversidade de espécies animais e vegetais e é de menor profundidade. No fundo do lago. que fazem parte do nécton e podem servir de alimento para aves aquáticas. (64) A circulação da água. 58 – texto adaptado) Com base nas informações acima e em conhecimentos sobre a dinâmica dos ecossistemas. a altitude média (1 400 m) e a pequena altitude (30 m).C. (8) O genótipo da planta do tipo A está mais bem adaptado a ambientes de altitude média. p. (2) A reprodução vegetativa garante a expressão de fenótipos diversificados. que foram cultivados a grande altitude (3 050 m).

Com base nas informações dadas e na análise do diagrama. (64) A poluição por detritos orgânicos tem efeitos nocivos imediatos sobre as populações de consumidores. em função das condições de vida que ele suporta. (4) Pressões seletivas favorecem a manutenção de características que permitem ao indivíduo explorar melhor o ambiente. a eutrofização artificial restabelece o equilíbrio entre a produção e a decomposição de matéria orgânica. (8) A redução nas populações de peixes está associada ao incremento dos processos anaeróbicos de obtenção de energia. (16) A diminuição de oxigênio. que contribuem para manter o equilíbrio do ecossistema. O diagrama ao lado registra as variações de alguns fatores presentes num ecossistema lacustre. no fundo do lago. (16) A reprodução sexuada tem um papel crucial na evolução. p. acabando por transformá-lo num ser diferente de seus ancestrais? (DARWIN. ou acelerado pela ação do homem. 85) Os estudos do próprio Darwin e as investigações científicas neodarwinista respondem a essa indagação. pode-se concluir: UFBA F A S E 1 (1) O maior aporte de nutrientes proporciona a diminuição da biomassa de algas. reflete um aumento da atividade de microorganismos decompositores. (8) As modificações preservadas pela seleção natural são mantidas na população. (2) Os nutrientes — fosfato e nitrato — são fatores limitantes. (4) Ao longo do tempo. através da hereditariedade. (32) A competição intra-específica dificulta uma melhor adaptação da população ao ambiente. (32) O despejo de esgotos domésticos em ambientes lacustres contribui para o processo de eutrofização. Questão 7 Como se teriam aperfeiçoado todas essas adaptações maravilhosas que vão modificando o organismo parte por parte. até que um lago apresente as condições ideais para a proliferação de peixes e plantas aquáticas. num processo de eutrofização. 21 . por proporcionar a variabilidade genética das populações. (64) O pool gênico é mantido inalterado no processo de especiação. que pode ser desencadeado naturalmente pelo aporte de nutrientes. afirmando: (1) As adaptações originam-se da ação direta do ambiente sobre o organismo.BIOLOGIA Questão 6 Milhares de anos podem decorrer. (2) A matéria-prima do processo evolutivo tem sua origem em alterações do material genético. em decorrência de um processo artificial de eutrofização.

podese dizer: (1) Pepsina e tripsina são enzimas que atuam no processo digestivo. está registrada no gráfico abaixo. P R O V A Com base no gráfico e em características e propriedades das biomoléculas envolvidas. (4) A pepsina e a tripsina. em função do pH. pertencem à mesma classe de macromoléculas. 22 . bem como os substratos sobre os quais atuam. (64) A atividade enzimática é uma expressão funcional da informação genética. (8) Essas enzimas mantêm uma atividade ótima numa larga escala de pH. some os números a elas associadas e marque o resultado na Folha de Respostas. (16) O efeito do pH sobre a atividade dessas enzimas revela que a pepsina atua no meio citossólico. (2) In vivo essas duas enzimas devem atuar em um mesmo ambiente fisiológico. (32) A reação catalisada pela tripsina é reversível em função do pH. 2 B Questão 1 A variação na atividade catalítica de duas enzimas.BIOLOGIA QUESTÕES DE 1 A 10 UFBA F A S E INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras.

6 — texto adaptado) P R O V A Questão 2 Com base em processos relacionados ao fluxo e à transmissão da informação genética. (8) A reprodução assexuada das leveduras permite a formação de clones com a informação nova inserida. (2) As seqüências de RNAm que codificam a α-amilase no camundongo e na levedura são diferentes entre si. transplantou-se o gene que codifica uma enzima pancreática do camundongo para um pequeno DNA circular (plasmídio). então. (16) A tradução correta da proteína do camundongo em células de levedura está na dependência de um mesmo código genético para essas espécies. acrescentou-se ao gene uma seqüência de nucleotídeos que assegura a exportação da enzima. Como o amido não pode ser transportado para dentro da levedura. p. que foi. Constatou-se que a nova linhagem recombinante. (32) A síntese de DNA complementar faz-se por um mecanismo molecular específico da levedura. introduzido na levedura. (SCHENBERG. em meio contendo exclusivamente glicose. a análise dos dados permite afirmar: (1) A obtenção do DNA complementar é efetivada através de um processo de transcrição reversa. 23 . (4) A inserção do gene exógeno no cromossomo da levedura garante a herdabilidade dessa informação genética.BIOLOGIA Questões 2 E 3 UFBA F A S E 2 B O diagrama ao lado ilustra o experimento que possibilitou à levedura Saccharomyces cerevisiæ utilizar o amido como fonte de glicose para a produção de etanol. continuou crescendo tão bem quanto o tipo selvagem. Neste experimento.

efetuadas através da hemoglobina. (4) A hemoglobina e a mioglobina combinam-se com o oxigênio através de reações irreversíveis. nos tecidos. (64) A grandes altitudes. (16) A realização de processo fermentativo pelas leveduras evidencia a inexistência de mitocôndrias nessas células. 24 . 2 B P R O V A Com base nos dados apresentados e em aspectos da biologia da respiração. (32) A incapacidade da levedura selvagem para utilizar o amido como fonte de nutrientes reflete a imperfeita adaptação dessa espécie. pode-se concluir: (1) A curva da mioglobina expressa a adaptação dessa molécula a células com alta pressão de oxigênio. (4) A α-amilase pancreática é uma enzima de ação extracelular. são garantidas pela diferença entre a concentração do oxigênio nos tecidos e no sangue. resultantes da hidrólise do amido. (16) A propriedade de saturação da mioglobina é adequada à demanda energética da fibra muscular em atividade normal. (2) As moléculas da glicose. para obter energia.BIOLOGIA Questão 3 Em relação a aspectos da estrutura e dinâmica da célula da levedura. (32) As trocas gasosas. Questão 4 O diagrama abaixo evidencia propriedades de biomoléculas em relação à sua afinidade pelo oxigênio. o suprimento eficaz de oxigênio é garantido por adaptações que dificultam a sua liberação. entram na célula da levedura por difusão simples. (2) O aumento da concentração de oxigênio se reflete mais significativamente na capacidade de transporte desse gás hemoglobina do adulto. é correto dizer: UFBA F A S E (1) A secreção da α-amilase está subordinada ao seu processamento no complexo de Golgi. (8) O destino final da α-amilase permite à levedura recombinante manter a sua fisiologia normal. (8) O grau de afinidade da hemoglobina fetal pelo oxigênio favorece o feto na competição com a mãe.

(8) O clímax da metamorfose coincide com níveis elevados do hormônio T3 no sangue. 2 B P R O V A Com base na análise da ilustração. pode-se afirmar: (1) A sobrevivência do indivíduo é favorecida pelo aumento da competição entre jovens e adultos de uma mesma espécie. (32) O desencadeamento da metamorfose está subordinado a mecanismos de regulação gênica. associando este processo com a variação nas taxas plasmáticas dos hormônios T3 e T4. (2) A metamorfose envolve uma remodelação orgânica que adapta o organismo a novas relações ecológicas. para cumprir todo o seu ciclo biológico. 25 . (16) A inibição da atividade secretora da tireóide bloquearia a evolução do desenvolvimento de uma rã. (4) A metamorfose libera o indivíduo da dependência do meio aquático.BIOLOGIA Questão 5 UFBA F A S E A ilustração abaixo esquematiza os principais estágios do desenvolvimento da rã sul-africana Xenopus lævis.

BIOLOGIA Questão 6 UFBA F A S E As primeiras abelhas melíferas foram trazidas de Portugal para o Brasil. p.5%europeu SUL 73. (DINIZ FILHO. (4) Os graus relativos do componente africano e do europeu. no final da década de 50 do século XX.0% africano 27.5% africano 14. foram introduzidas abelhas por colonizadores alemães e italianos e. 75 — texto adaptado) 2 B Proporções da mistura racial NORDESTE 85. no Brasil. que resultou no quadro de distribuição espacial das abelhas africanizadas no Brasil. pode-se afirmar: (1) A distribuição geográfica e as características da espécie Apis mellifera foram influenciadas por ações do homem. (16) O componente genético africano assegura estratégias de sobrevivência mais adequadas às condições do Brasil.0% europeu P R O V A Com base nas informações e na análise do gráfico acima. Posteriormente. nas populações. expressa um processo evolutivo. nas regiões do sul do Brasil. decorrem de mecanismos de seleção natural. (32) Os dados apontam para um aumento progressivo do componente europeu. (2) A variação no pool gênico de populações de abelhas africanizadas resulta de interações com diferentes ambientes. A partir daí. (8) O processo de expansão das populações de abelhas africanizadas favoreceu o estabelecimento do isolamento reprodutivo entre elas. 26 . do que o componente europeu. desenvolveu-se um processo de expansão e hibridação dessas abelhas. conforme ilustração abaixo. no século XIX. (64) A africanização de populações de Apis mellifera. foram trazidas raças de abelhas africanas.

BIOLOGIA Questão 7 UFBA F A S E Em um experimento para estudo da dinâmica populacional. o potencial biótico das aranhas torna-se mais elevado do que nas ilhas habitadas por lagartos. (4) Na ausência de predadores. 27 . O gráfico abaixo registra essa variação nos três tipos de ilhas. registrada no gráfico. ao longo do experimento. com lagartos experimentalmente introduzidos. (16) A flutuação no número de espécies. a variação média do número de espécies de aranhas. por um determinado período. caracterizou o último ano do experimento. 2 B Lagartos ausentes Lagartos introduzidos Lagartos naturalmente presentes P R O V A Analisando-se os dados apresentados e com base em aspectos da dinâmica de populações. foi observada. (2) Em ilhas sem lagartos. em ilhas com lagartos naturalmente presentes. em três grupos de ilhas com as seguintes condições: sem lagartos. (8) A presença do predador se constitui um fator de resistência ambiental para as populações de aranhas. evidencia a disponibilidade de nichos ecológicos para as aranhas. (32) Os resultados do experimento evidenciam um desequilíbrio na relação presa-predador. e com lagartos naturalmente presentes. (64) Um processo de recolonização por espécies de aranhas. pode-se afirmar: (1) A introdução do predador marcou os dois primeiros anos do experimento com uma redução local na diversidade de espécies de aranha. a diversidade entre as aranhas é limitada pela competição intra-específica.

a polinização é feita por um único agente polinizador — a vespa do figo. em seguida deixam o figo. amadurecem em tempos diferentes. pode-se afirmar: (1) O ciclo de desenvolvimento da figueira envolve uma fase gametofítica e outra. os ovos se desenvolvem em larvas. (32) O ciclo biológico da vespa depende do ciclo de florescimento da figueira. Os figos maduros são utilizados como alimento por animais frugívoros. esporofítica. carregando pólen. embora em uma mesma inflorescência. as flores masculinas e femininas.BIOLOGIA QUESTÕES 8 E 9 UFBA F A S E Nas figueiras. As fêmeas. é um mecanismo que proporciona maior variabilidade genética nas populações. (16) A disseminação das sementes da figueira se dá pela interação com a vespa. Na fase D. e vão pôr os seus ovos em outra figueira. (8) Os processos de polinização e oviposição identificam-se como mecanismos de transporte de gametas. Na fase floral (feminina). morcegos e aves. 28 . a fêmea da vespa introduz seus ovos no ovário da flor e a poliniza. que são aladas. Questão 8 Com relação aos processos envolvidos na reprodução da vespa e da figueira. em épocas diferentes. (2) A maturação do gineceu e do androceu. por exemplo: macacos. as vespas adultas eclodem — machos e fêmeas — e logo se acasalam dentro do próprio figo. onde são utilizados na plantação de fungos que a elas servem de alimento. (64) A complexa interação da vespa com a figueira se deve a um processo de co-evolução. Nessas plantas. No ovário. 2 B P R O V A O diagrama acima esquematiza as fases (de A a E) do florescimento e frutificação da figueira. e os figos caídos no chão podem ser transportados por formigas saúvas para seus ninhos. (4) O desenvolvimento da vespa ocorre por crescimento contínuo.

irrigadas por drenagem de rios. 29 . (8) Os animais que se alimentam de figos ocupados por vespas funcionam como consumidores de primeira e segunda ordem. é uma característica biológica que favorece a disseminação do Schistosoma mansoni. alimentando-se do produto da decomposição do figo. (32) A ocorrência de autofecundação. por alterar a oferta de flores ao longo do ano. favorecendo a continuação do ciclo. (64) As áreas de plantio. (4) A relação da vespa com o figo se caracteriza como uma interação mutualista. (16) A redução do número de figueiras ameaça a sobrevivência da vespa. ecológicos e culturais dessa endemia.BIOLOGIA Questãao 9 As interações ecológicas descritas permitem afirmar: UFBA F A S E (1) Os fungos. (2) A produtividade primária da figueira pode subsidiar diferentes teias alimentares. se constituem barreiras à expansão da endemia. estabelecem-se. (16) A migração do verme adulto para as paredes do intestino grosso é uma estratégia favorável à preservação da espécie. (32) A extinção das populações de vespas contribui para um aumento da biomassa de figueiras. nos formigueiros. nos caramujos. pode-se afirmar: (1) O miracídio é um estágio larvar que pode sobreviver em vida livre. O diagrama ao lado ilustra o ciclo evolutivo desse parasita. como produtores. (64) A energia introduzida no ecossistema pelas figueiras é gradativamente reduzida ao longo das transferências alimentares. uma das mais graves endemias brasileiras. representando as suas etapas fundamentais. (2) A passagem pelo hospedeiro intermediário proporciona a formação de um grande número de larvas. Considerando-se aspectos biológicos. Questão 10 2 B P R O V A O Schistosoma mansoni é o verme trematódeo causador da esquistossomose mansônica. aumenta os riscos de contaminação do homem. (4) A maior atividade diária das cercárias. (8) A localização do verme no sistema sangüíneo venoso é um fator desfavorável à obtenção de alimento. durante o período de iluminação e calor mais intensos.

BIOLOGIA UFMG F A S E 1. convulsões e derrame cerebral. dos quais alguns foram numerados de 1 a 5. O filme “O óleo de Lorenzo” conta a história de um menino afetado por uma doença chamada leucodistrofia. visuais e motoras. A figura ao lado representa alguns componentes de sistemas orgânicos humanos. hipertensão arterial. Assinale a alternativa que contém o número correspondente à bainha de mielina. taquicardia. Com base na figura e em seus conhecimentos é correto afirmar-se. Analise a figura abaixo. que leva a deficiências auditivas. 1 A P R O V A a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 2. Entre seus possíveis efeitos estão hiperatividade motora e sensorial. em relação ao crack. que: a) distúrbios motores e sensoriais ocorrem pela sua ação em 5 b) é absorvido em 1 e atinge os diversos órgãos pela ação de 2 c) é metabolizado em 4 d) sua excreção ocorre em 3 30 . Sabe-se que o crack é uma droga inalável que vicia e pode levar à morte. Essas deficiências devemse à destruição da bainha de mielina das células nervosas. referente a uma célula nervosa na qual alguns componentes foram numeradas de 1 a 4.

d) A planta intacta floresce após um fotoperíodo adequado. presença de patas articuladas. b) A floração da planta depende da retirada de algumas folhas. c) A planta sem folhas não apresenta fotoperiodismo. Com base nos resultados observados. assinale a alternativa que contém o tipo de curva que representa os dados obtidos pelo estudante. Com base nessas informações. EXCETO a) O tratamento fotoperiódico de uma única folha ou de toda a planta produz o mesmo efeito. pode ser explicado pela seguinte adaptação: a) b) c) d) hábitos alimentares diversificados. No Brasil. presença do exoesqueleto. ele fez pesagens diárias dessas sementes e concluiu que o peso seco poderia ser determinado a partir do terceiro dia. 31 . das quais cerca de novecentos mil são de insetos. 1 A P R O V A 4. todas as conclusões são possíveis. quando comparados aos demais artrópodes. são conhecidas várias espécies de aranhas venenosas e de insetos vetores de doenças. Um estudante colocou 5 kg de sementes de feijão numa estufa a 70° C. 5.BIOLOGIA UFMG F A S E 3. que constituem mais de um milhão de espécies. pequeno forte. O grande sucesso evolutivo dos insetos. Esses animais pertencem ao grupo dos artrópodes. Este esquema refere-se a um experimento realizado para estudar a floração em três plantas da mesma espécie que foram submetidas ao mesmo tempo de exposição à luz (fotoperíodo). Durante uma semana.

Essa prática. d) o funcionamento dos vasos do floema como tubos condutores. prolonga a conservação das flores em jarros. que resfria a planta. P R O V A 8. a) Estimular a floração simultânea de várias plantas da mesma espécie. c) Favorecer a formação de frutos partenocárpicos. muito adotada em floriculturas. d) em S ocorre a duplicação dos cromossomos. Assinale a alternativa que NÃO constitui um efeito desse procedimento. c) a perda de água pelas flores. Com base nas informações do diagrama e em seus conhecimentos. essencial ao transporte de água. é INCORRETO afirmar que a) a fase de menor duração do ciclo é a mitose. b) a formação de bolhas de ar para favorecer a capilaridade. onde X representa o conteúdo de DNA. tem como objetivo impedir. b) Evitar a queda prematura dos frutos. d) Induzir a reprodução vegetativa. O diagrama abaixo representa o ciclo de vida de uma célula somática humana.BIOLOGIA UFMG F A S E 6. 1 A 7. b) a fase F do ciclo corresponde à interfase. é freqüente o uso da pulverização foliar com hormônios vegetais sintéticos. c) em G1 a célula é haplóide. Nos pomares. O corte da haste de flores a dois centímetros da ponta e dentro d’água. a) a abertura dos estômatos. 32 .

A área II pode estar em processo de sucessão. num ecossistema de cerrado. a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 33 . III e IV) do mesmo tamanho. Este gráfico representa o número de indivíduos por espécie versus o número de espécies em quatro áreas (I. Assinale. A área III pode possuir espécies com risco de extinção. EXCETO a) b) c) d) A área I apresenta maior número de indivíduos. entre as alternativas abaixo. 10. 1 A P R O V A Com base nos dados. II. aquela que contém o heredograma que NÃO poderia representar a família desse rapaz.BIOLOGIA UFMG F A S E 9. Ao fazer um exame de vista para tirar carteira de motorista. todas as alternativas são corretas. um rapaz descobriu que era daltônico. A área IV apresenta maior biodiversidade.

como principal fonte de iodo. Depois de algum tempo. o crescimento excessivo da tireóide. Amostras de sal refinado. a manteiga e os ovos são os principais alimentos para os microrganismos do fermento. a taxa metabólica é diretamente proporcional ao peso corporal. a taxa de consumo de oxigênio é maior no coelho do que no rato. a taxa metabólica depende da relação entre a superfície e o volume corpóreo. Sabe-se que populações de regiões do Brasil Central têm. Este gráfico refere-se à taxa metabólica de cinco animais de diferentes pesos corporais em um determinado intervalo de tempo. 13. Entre os distúrbios provocados pela utilização prolongada desse tipo de sal pela população NÃO se inclui a) b) c) d) a deficiência mental nas crianças. a bolinha sobe à superfície do copo. açúcar e fermento. leite. Com relação à receita é correto afirmar que a) b) c) d) a farinha é constituída de polissacarídeos. o sal de cozinha. A seguir. é correto afirmar que a) b) c) d) a digestão é mais eficiente no cavalo do que no coelho. mostraram índices de iodo muito inferiores aos exigidos pela legislação brasileira. manteiga. Esses ingredientes são misturados e sovados e formam a massa que é colocada para “descansar”. indicando que a massa está pronta para ser levada ao forno. a subida da bolinha à superfície do copo se deve à respiração anaeróbica.BIOLOGIA UFMG F A S E 11. 34 . os microrganismos do fermento são protozoários aeróbicos. o aumento do metabolismo. uma bolinha dessa massa é colocada num copo com água e vai ao fundo. analisadas recentemente pelo Instituto Adolfo Lutz de São Paulo. sal. Uma receita de pão caseiro utiliza farinha. o atraso do crescimento das crianças. 1 A P R O V A Com base no gráfico e em seus conhecimentos. utilizados diretamente na fermentação. ovos. 12.

050 (7%) 1. 3 e 7 sintetizam e/ou armazenam substâncias orgânicas. 5 e 9 são desprovidos de membrana lipoprotéica. 5 e 6 sofrem intensas modificações na divisão celular. encontradas nos exames de sangue de um indivíduo normal e de um indivíduo doente.000 (80%) 150 (1%) 1. na qual algumas estruturas foram numeradas de 1 a 9.000 15. 2. Este quadro refere-se ao número de células sangüíneas. expresso em células/mm3 de sangue.800.000 12. O esquema abaixo representa uma célula animal vista ao microscópio eletrônico. NÃO se inclui a) alergia. c) distúrbio de coagulação. é INCORRETO afirmar que a) b) c) d) 1.000 100.500 (10%) 300 (2%) Totais LEUCÓCITOS Neutrófilos(%) Basófilos(%) Eosinófilos(%) Linfócitos (%) Monócitos (%) Entre as possíveis alterações apresentadas pelo indivíduo doente.500.000 4. 4 e 8 realizam digestão celular com produção de energia e liberação de CO2. 15. 1 A P R O V A Com relação às estruturas indicadas no esquema. CÉLULAS SANGÜÍNEAS HEMÁCIAS PLAQUETAS INDIVÍDUO NORMAL INDIVÍDUO DOENTE 4. 35 .000 250.400 (29%) 560 (7%) 4.000 8.800 (60%) 80 (1%) 240 (3%) 2.BIOLOGIA UFMG F A S E 14. b) anemia. d) infecção.

0 0.BIOLOGIA UFMG F A S E 16. b) homeotermia.7 1. expressos em mg por 100g de parte comestível de alguns alimentos. assinale a alternativa que contém uma recomendação alimentar INADEQUADA. mas apresentam várias características comuns. Couve para alguém com osteoporose e xeroftalmia.07 0. 1 A P R O V A Entre essas características NÃO se inclui a) fecundação interna.7 7. Goiaba para quem sofre de escorbuto. Grão-de-bico para pessoas anêmicas.04 0.20 0. c) oviparidade. d) respiração pulmonar. MINERAIS ALIMENTO VITAMINAS Ca Abacate Couve Goiaba Grão de bico 13 203 22 68 P 47 63 26 53 Fe 0. a) b) c) d) Abacate para pessoas que sofrem de béri-béri. 36 . Os animais abaixo representados são bastante diferentes na sua aparência.46 C 12 92 218 5 Com base nos dados dessa tabela.0 A 20 650 26 0 B1 0. 17. Esta tabela refere-se ao teor de minerais e vitaminas.

37 . O alimento pode estar em processo de decomposição. Dona Margarida observou que uma lata de sardinha estava estufada e resolveu não consumir o seu conteúdo. Considerando apenas os cromossomos 1 e 3 dessa célula. 1 A Das protozooses abaixo a única que pode ser evitada por esses procedimentos é a a) amebíase. Assinale a alternativa que apresenta uma justificativa INCORRETA para a atitude de dona Margarida. Os cromossomos de uma célula somática de drosófila podem ser representados como no desenho abaixo. c) leishmaniose. Os gases responsáveis pelo estufamento da lata são tóxicos. Suponha que a drosófila da qual foi retirada essa célula seja heterozigota para cor do corpo (Aa) e tamanho da asa (Bb) e que esses genes estejam nos cromossomos 1 e 3. b) doença de Chagas. escolha a alternativa que contém a configuração observada na metáfase mitótica. 20.BIOLOGIA UFMG F A S E 18. Pode ter ocorrido falta de higiene durante o processo de embalagem. d) malária. As figuras abaixo foram extraídas da bula de um medicamento e representam procedimentos que podem ser adotados na prevenção de algumas doenças. a) b) c) d) O alimento pode conter toxinas produzidas por microrganismos. respectivamente. P R O V A 19.

O gráfico abaixo apresenta a relação entre o tamanho de algumas áreas dessa floresta e a proporção de aves extintas. fragmentos de mata de 10 ha apresentam em torno de 10 espécies. todas as afirmativas são corretas. Observou os seguintes resultados: Geração P: Pêlo preto curto x Pêlo marrom longo Geração F1: Pêlo preto curto Geração F2: 81 pêlo preto curto 27 pêlo preto longo 27 pêlo marrom curto 09 pêlo marrom longo Com base nesses resultados. inclusive jurídica. A proibição do fumo em bares e restaurantes. P R O V A Com base nos dados do gráfico. EXCETO a) b) c) d) causa problemas respiratórios. tem ação cancerígena tanto para o fumante ativo quanto para o passivo. contém monóxido de carbono. com o intuito de proteger o não-fumante (fumante passivo). em áreas de 25 ha. gerou grande polêmica. 1 B 2. os indivíduos da geração F1 são homozigotos. Considere que uma determinada floresta possuía 200 espécies de aves. as duas características segregam-se independentemente. Um criador fez cruzamentos entre porquinhos-da-índia para estudar as características: cor e tamanho do pêlo. que bloqueia a função de certas células sangüíneas. EXCETO a) b) c) d) abaixo de 54 ha ocorre perda de mais de 50% das espécies de aves. os indivíduos da geração P formam um só tipo de gameta. é possível a preservação de 40% das espécies de aves. Todas as alternativas contêm argumentações sobre as ações da fumaça do tabaco que são comprovadamente aceitas. 3.BIOLOGIA UFMG F A S E 1. é INCORRETO afirmar que a) b) c) d) as características pêlo preto e curto são dominantes. 38 . adotada em São Paulo em 1995. a diversidade de espécies de aves depende de matas extensas. principalmente em crianças. contém nicotina que libera a adrenalina que despigmenta a pele.

apresentam asas normais. Esta figura representa o cruzamento de drosófilas de asas normais com indivíduos de asas enroladas. freqüentes causadoras de queimaduras em banhistas no litoral brasileiro. 1 B P R O V A As moscas de genótipo igual ao do tipo III. mutantes. quando criadas em temperatura de 16°C.BIOLOGIA UFMG F A S E 4. a transmissão dos caracteres adquiridos. 5. o processo de seleção natural. a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 39 . a influência do ambiente na expressão do genótipo. O resultado desse fenômeno ilustra a) b) c) d) a adaptação dos mutantes. numerados de 1 a 4 Assinale a alternativa que contém o animal pertencente ao mesmo grupo das águas vivas. criadas em temperatura de 25°C. As figuras abaixo representam animais.

às necessidades da planta. tanto em I quanto em II . qualitativamente. 7. é resultante da fotossíntese. b) a produtividade. A alternativa que melhor explica o fenômeno é a) a abertura dos estômatos provocando a eliminação da seiva. d) o solo e a solução nutritiva atendem. liberam nutrientes para o solo. 40 . Com relação aos cultivos I e II . A figura abaixo representa o cultivo de tomates em um sistema hidropônico I e em um canteiro adubado II 1 B P R O V A Verificou-se que a produção de tomates em I e II não apresentou diferenças quantitativas nem qualitativas. Esta figura representa um fenômeno observado após a poda anual das videiras. é INCORRETO afirmar que a) a absorção da matéria orgânica e de sais minerais resulta na mesma produtividade.BIOLOGIA UFMG F A S E 6. b) a sucção de água pelas células dos ramos da planta. após decomposição. c) o húmus contém substâncias que. d) o transporte ativo da seiva pelas células das raízes da videira. c) o deslocamento da seiva devido à pressão de raiz.

0 2. Em relação a esse processo. colônias de microrganismos que realizam a fermentação do leite. HORMÔNIO Antidiurético Tireotrófico Folículo estimulante Luteinizante MULHER 0. o aumento da diurese.0 Entre os possíveis distúrbios que a mulher pode apresentar NÃO se inclui a) b) c) d) a alteração do ciclo menstrual.1 VALORES NORMAIS 1.5 . 9. 41 .5 0.2 . As figuras abaixo ilustram as etapas de um experimento referente ao desenvolvimento de morangos. e os intervalos de valores considerados normais.1 0. 1 B P R O V A Com base nos resultados obtidos e em seus conhecimentos.3 . a disfunção hipofisária. a forma do morango independe do padrão de distribuição das “sementes” a retirada das “sementes” paralisa o crescimento dos morangos.47. Na fabricação de iogurtes e coalhadas. resulta na formação de ácido acético e CO2.9 0. expressos em unidades internacionais. isto é. resulta da liberação de ácido lático e energia.4. Esta tabela contém os valores de alguns hormônios.5.9 0.06 1.3 . 10. dosados no sangue de uma mulher. o aumento do metabolismo basal. as “sementes” produzem substâncias indutoras do crescimento.65. utilizam-se “iscas”.BIOLOGIA UFMG F A S E 8. é correto afirmar que a) b) c) d) consiste em respiração aeróbica. é realizado por vírus anaeróbicos láticos. é INCORRETO afirmar que a) b) c) d) a aplicação de hormônios sintéticos poderia substituir a presença das “sementes”.

c) 4 e 7 – divisão celular. vista ao microscópio eletrônico. as mortes de pacientes submetidos à hemodiálise em um hospital de Caruaru.BIOLOGIA UFMG F A S E 11. formação de um calo ósseo. utilização do nitrogênio das proteínas acarretando deficiência nutricional. 42 . foram devidas à presença de algas azuis na água utilizada nos aparelhos de hemodiálise. Uma pancada na cabeça leva freqüentemente à formação de um “galo” que pode ser explicado por a) b) c) d) extravasamento de plasma. liberação de toxinas na água provocando lesões hepáticas. EXCETO a) 1 e 3 – síntese protéica e formação de ribossomos. proliferação de células do tecido epitelial. na qual algumas estruturas foram numeradas de 1 a 8. formação de colônias levando à obstrução de vasos sangüíneos. P R O V A 13. formação de tecido cicatricial. A figura abaixo representa uma célula vegetal. A provável ação das algas azuis foi a a) b) c) d) competição pelo O2 livre no sangue levando à cianose. Todas as alternativas apresentam relações funcionais corretas entre as estruturas celulares. 1 B 12. Pernambuco. Conforme noticiado na imprensa em abril de 1996. b) 2 e 5 – quebra e síntese de glicose. d) 6 e 8 – síntese e armazenamento de material genético. respectivamente.

. c) o lisossomo. A doença de Tay-Sachs é hereditária e provoca retardamento mental grave e morte do paciente na infância. “Está desenhada a lápis de ponta fina. “Jogos Frutais”.Olha os girinos. tal como a cana-de-açúcar que é pura linha. filhotes de sapos. 15. pode-se afirmar que a organela celular cuja função está alterada nessa doença é a) a mitocôndria. d) parênquima. c) meristema. 43 .Mas.” 1 B P R O V A Com base nesse diálogo e em seus conhecimentos biológicos. b) esclerênquima. animais dióicos. Essa doença é devida à incapacidade das células de digerir uma substâncias cujo acúmulo é responsável pelas lesões no sistema nervoso central. 16.” O termo “pura linha” a que se refere o poeta corresponde ao tecido vegetal a) colênquima.São filhotes de peixe.. A estrofe abaixo foi extraída do poema. c) os peixes realizam fecundação cruzada.Não são girinos. O que são alevinos? . b) o complexo de Golgi. Dois estudantes. observaram alguns organismos na água e estabeleceram o seguinte diálogo: “ . . nadando numa lagoa. d) o retículo endoplásmático rugoso. b) os girinos são etapas de metamorfose. Com base nessas informações. d) os sapos realizam fecundação interna. é INCORRETO afirmar que a) os alevinos são etapas do desenvolvimento dos peixes..BIOLOGIA UFMG F A S E 14. são alevinos. de João Cabral de Melo Neto.

carboidratos e lípides em alguns alimentos.8 76. é INCORRETO afirmar que a) a eficiência fotossintética é maior nos horários entre 8 e 10 horas e entre 14 e 16 horas. ALIMENTO Carne seca Farinha de mandioca Arroz Toucinho PROTEÍNAS 48.5 0 LÍPIDES 11.BIOLOGIA UFMG F A S E 17.0 0. 44 . b) a maior taxa de utilização de CO2 ocorre entre 12 e 14 horas.0 9. 1 B P R O V A Com base no gráfico e em seus conhecimentos sobre o assunto. d) Carne seca com toucinho. assinale a alternativa que contém a dieta mais adequada para um jogador de futebol antes de uma competição. O gráfico abaixo mostra a atividade fotossintética de plantas cultivadas em diferentes concentrações de CO2.7 CARBOIDRATOS 0 80. expresso em gramas por 100g de peso seco. a) Arroz com farinha de mandioca. b) Arroz com toucinho. c) o uso de estufas com alta concentração de CO2 pode ser um recurso para o aumento da produtividade. c) Carne seca com farinha de mandioca. d) os estômatos devem estar fechados entre 10 e 14 horas.3 8.0 Com base nos dados da tabela. Esta tabela mostra o teor de proteínas.5 1.4 64. 18.0 1.

termorregulação. Todas as alternativas contêm adaptações surgidas durante essa evolução. pesco camarões cor-de-rosa que. CITE um fator social que pode ter contribuído para a diminuição desse índice. b) CITE uma doença que pode ser evitada pelo comportamento relatado pelo morador. a) b) c) d) manutenção da pele úmida. respiração pulmonar. situada no Maranhão e com uma população de 400 habitantes. Tal índice é 150 vezes maior do que o apresentado em outras populações. apresenta um índice de albinismo de 1. EXCETO.5%. de energia elétrica. telefone e assistência médica. CITE dois fatores que podem ter favorecido o alto índice de albinismo nessa ilha. a) Ancilostomíase b) Esquitossomose c) Filariose d) Teníase 20. 1 B P R O V A Assinale. Entre os peixes e os primeiros anfíbios foram necessários 40 milhões de anos de lenta e constante evolução. como eu. só sai à noite. a Ilha de Lençóis. 3. As figuras abaixo foram extraídas da bula de um medicamento e representam procedimentos que podem ser adotados na prevenção de algumas doenças. Lençóis está desprovida de condições básicas de saneamento. 2.” a) EXPLIQUE o motivo da vulnerabilidade da pele do albino ao sol. a alternativa que contém uma verminose que NÃO pode ser evitada por qualquer dos procedimentos apresentados nas figuras. o índice de albinismo na ilha já foi maior. F A S E 2 45 . O povoado mais próximo da ilha localiza-se a 7 horas de viagem de barco. A reportagem mencionada traz o seguinte depoimento de um morador: “Para evitar o sol que machuca a pele como queimadura de fogo. membros articulados. 1. QUESTÃO 01 Conforme reportagem publicada no jornal “Folha de São Paulo” (março de 1996). Segundo o relato dos moradores.BIOLOGIA UFMG F A S E 19.

CITE o nome do animal representado e a justificativa para sua utilização nos experimentos. a) Tipo de herança: b) Genótipos: I-1: QUESTÃO 02 Estes esquemas representam dois experimentos (I e II) realizados para estudar o efeito de um inseticida na regeneração de um determinado animal. I-2. CITE o erro cometido na montagem dos experimentos considerando o problema proposto. 2. UFMG F A S E 2 Com relação ao heredograma. O heredograma abaixo refere-se à herança do albinismo em uma família da ilha. a) Animal: b) Justificativa: 46 . I-2: . II-2: e II-8: Com base nos dados e em seus conhecimentos. DETERMINE o tipo de herança e CITE os genótipos de I-1. responda ao que se pede: 1.BIOLOGIA 4. II-2 e II-8. .

responda ao que se pede: 1. escolhendo dois parasitas humanos pertencentes ao mesmo filo do animal utilizado no experimento. usado em ambiente terrestre. Com base nessa figura e em seus conhecimentos. poderia atingir organismos aquáticos. CITE dois mecanismos em que um inseticida. PREENCHA o quadro abaixo. a) Mecanismo 1: b) Mecanismo 2: 4. a) Na fase 1 b) Entre os seres a e b 47 .BIOLOGIA UFMG F A S E 3. PARASITA DIMORFISMO SEXUAL MODO DE CONTÁGIO 2 QUESTÃO 03 Observe a figura que representa o ciclo do nitrogênio na natureza. EXPLIQUE as relações ecológicas que se estabelecem entre os seres vivos e que favorecem a obtenção de nitrogênio.

Rh +. entre outros. NOMEIE o principal tipo de tecido existente em cada um dos componentes orgânicos envolvidos nos procedimentos descritos. CITE os genótipos possíveis do motorista para os sistemas sangüíneos ABO e Rh. gravemente ferido. NOMEIE os fenômenos que estão ocorrendo em 2 e 3. foi socorrido e submetido. a) Conceito: b) Explicação: 4. EXPLIQUE um fenômeno que poderá ocorrer num ambiente aquático quando houver excesso de nitrato. aos seguintes procedimentos: infusão venosa de 3 litros de sangue. Áreas de monocultura como as de plantação de cana-de-açúcar têm provocado grande desgaste do solo. CITE uma justificativa para a realização dos três procedimentos mencionados. a) 2: b) 3: UFMG F A S E 2 3. responda ao que se pede. Com base nessas informações e em seus conhecimentos. a) ABO: b) Rh: 48 . massagem cardíaca e traqueostomia (abertura cirúrgica e canalização da traquéia). a) Veia: b) Coração: c) Traquéia: 3. o motorista do veículo. os técnicos sugerem a adubação verde. Para solucionar esse problema.BIOLOGIA 2. CONCEITUE adubação verde e EXPLIQUE de que forma ela contribui para a melhoria do solo. QUESTÃO 04 Após um acidente automobilístico. pertencente ao grupo sangüíneo A. a) Infusão venosa: b) Massagem cardíaca: c) Traqueostomia: 2. 1.

responda ao que se pede: 1. a) Número do componente: b) Importância dos microrganismos: 49 . 2 TIPO SANGÜÍNEO AGLUTINÓGENO AGLUTININA 5. nos quais alguns componentes foram nomeados ou numerados de 1 a 3 Com relação aos sistemas digestivos desses animais. considerando que o seu peso corporal é de 70kg. CITE dois tipos de sangue que o motorista poderia receber e os respectivos aglutinógenos e aglutininas.BIOLOGIA UFMG F A S E 4. QUESTÃO 05 Estas figuras representam os sistemas digestivos de dois vertebrados. A e B . CITE o número do componente que representa o rúmen e a importância dos microrganismos na digestão. CITE o percentual aproximado do volume sangüíneo recebido pelo motorista. O rúmen e o barrete (retículo) são componentes do sistema digestivo de B que contêm microrganismos que participam da digestão. 2. CITE os hábitos alimentares de A e B .

responda o que se pede. COMPARE os tipos de digestão que ocorrem na moela e no rúmen. 1. PREENCHA o quadro. a) Número do componente: b) Justificativa: 4. CITE o número do componente do sistema digestivo de A que corresponde à moela e justifique a sua importância nesse grupo animal. associando uma adaptação da planta às características do ambiente. 2 Com base nas figuras e em seus conhecimentos. CARACTERÍSTICAS DO AMBIENTE DISPONIBILIDADE DE ÁGUA NO SOLO DISPONIBILIDADE DE LUZ ADAPTAÇÃO DA PLANTA DO ECOSSISTEMA I ADAPTAÇÃO DA PLANTA DO ECOSSISTEMA II 50 .BIOLOGIA UFMG F A S E 3. QUESTÃO 06 Estas figuras referem-se a dois ecossistemas brasileiros diferentes.

são encontradas várias espécies de orquídeas. NOMEIE aquele em que se incluem as orquídeas: c) CITE o número do ecossistema que apresenta maior riqueza de espécies: 3. As figuras abaixo representam cortes de caule de dois vegetais V1 e V2 . Com base na figura e em seus conhecimentos. coletados nos ecossistemas I e II . 2 GRUPOS DE VEGETAIS Briófitas Pteridófitas Angiospermas ECOSSISTEMA I 1 2 29 ECOSSISTEMA II 6 10 60 a) JUSTIFIQUE os números obtidos para as pteridófitas e para as briófitas no ambiente I : b) Nos dois ecossistemas. CITE o vegetal ( V ou V ) que pertence ao 1 2 ecossistema I e JUSTIFIQUE sua resposta. Observe a tabela que representa o número de espécies por grupo de vegetais amostradas em um hectare dos ecossistemas I e II . Dos grupos citados na tabela. a) Vegetal: b) Justificativa: 51 .BIOLOGIA UFMG F A S E 2.

52 . 2. 1. responda ao que se pede. CITE duas divergências adaptativas apresentadas pelos mamíferos da figura. De acordo com as informações da figura. ESCREVA dentro dos quadros acima. gambá.BIOLOGIA QUESTÃO 07 Esta figura representa uma árvore evolutiva dos vertebrados. na seqüência evolutiva. camundongo. lagartixa e sapo. os nomes dos seguintes animais: baleia. UFMG F A S E 2 → → → → Com base nessa figura e em seus conhecimentos.

NOMEIE o fenômeno que explica a semelhança entre a baleia e o tubarão com base na teoria evolutiva. a) Sistema: b) Justificativa: 53 . tanto na ocupação de ambientes de água salgada como nos de água doce e JUSTIFIQUE a sua resposta. Preencha as lacunas do seguinte quadro: 2 SEQÜÊNCIA DE OCORRÊNCIA DOS ANIMAIS aves → mamíferos anfíbios → répteis peixes → anfíbios SISTEMA FUNCIONAL ENVOLVIDO reprodutor ADAPTAÇÃO pele com escamas respiratório circulatório homeotermia 5.BIOLOGIA UFMG F A S E 3. 4. CITE o sistema funcional cuja adaptação permitiu a diversificação dos peixes.

algumas bactérias podem apresentar pequenos círculos de DNA de grande importância para a engenharia genética. ocorrem duas possibilidades dependendo de o homem ser puro ou híbrido. No primeiro caso. Quando ocorre aglutinação. Estas estruturas são conhecidas como a) nucleóide b) genonema c) plasmídeos d) mesossomo e) capsômeros 1 2. Em uma reação imunológica.BIOLOGIA UFPA F A S E 1. causando dificuldades ao predador para encontrá-los. dependendo do efeito causando pela reação. A administração de grandes quantidades de drogas a um animal resulta num aumento da atividade enzimática relacionada à detoxificação. denomina-se a) competição b) mutualismo c) predatismo - d) parasitismo e) mimetismo 5. sendo utilizado por determinadas formigas como fonte de alimento. Quando uma mulher Rh tem um filho com um homem Rh . os antígenos e anticorpos recebem denominações diferentes. e numa considerável hipertrofia do a) Retículo Endoplasmático agranular b) Retículo Endoplasmático granular c) Complexo de Golgi d) Lisossomas e) Ribossomas 3. Os pulgões são conhecidos insetos parasitas de determinadas plantas. Além do DNA cromossômico. O excesso da seiva sugada é eliminada através de poros anais. O tipo de adaptação em que um ser vivo imita a forma e até a própria cor de elementos do meio ambiente. respectivamente de a) lisógeno e lisina b) precipitogênio e precipitina c) toxina e antitoxina d) aglutinogênio e aglutinina e) precipitogênio e aglutinogênio 54 . os filhos do casal serão a) todos Rh b) todos Rh + c) 50% Rh e 50% Rh + + d) 25% Rh e 75% Rh +e) 25% Rh e 75% Rh + - 6. bem como a de outras enzimas. Esse tipo de relação é conhecida como a) comensalismo b) parasitismo c) simbiose d) mutualismo e) predatismo 4. de onde extraem a seiva elaborada que lhes serve de alimento. o antígeno e anticorpo são chamados. confundindo-se com o meio em que vivem.

BIOLOGIA UFPA F A S E 7.013 casos da doença. Itaituba e Aveiro . F A S E 2 2. dadas as suas condições ambientais e ao acelerado processo de ocupação a que vem sendo submetida. Este número diminuiu em 1994 para 13. frutas. Como exemplo prático temos o salgamento de carnes e pescados. revelando a existência de um parentesco evolutivo entre eles. Segundo o chefe do distrito da Fundação Nacional de Saúde (FNS). a expansão das fronteiras de ocupação e as condições de trabalho nestas áreas. através da adoção desta prática. dados registrados no ano de 1993 apontam nestes municípios. são denominados de a) análogos b) homólogos c) heterólogos d) complementares e) vestigiais 1. Entre os seres vivos. mais de 17. contribuem para alterar o ecossistema. facilitando a disseminação de doenças como a malária”. O município de Itaituba é o responsável por 97. MALÁRIA INFESTA MUNICÍPIOS DO RIO TAPAJÓS “O panorama de saúde pública nos três municípios da região do rio Tapajós .é bastante preocupante. que estuda o impacto da contaminação mercurial sobre a saúde humana nestas áreas de doenças tropicais. Desde os tempos mais remotos que a utilização do NaCl (sal comum) tem sido indicada para evitar a putrefação dos alimentos. Considerando o ciclo evolutivo do Plasmodium.230 casos de malária.495.Santarém. Para um dos pesquisadores do Núcleo de Medicina Tropical da UFPa. mas que aparecem desenvolvidas e funcionais em outros. visando mantê-los viáveis para o consumo por tempo mais prolongado. à redução das atividades dos garimpos. 14/10/95). Esses seres pertencem ao reino a) Monera b) Fungi c) Animalia d) Protista e) Plantas 1 8. a Amazônia. O crescimento demográfico acelerado. e até agosto deste ano já somam mais de 5. existem uns que possuem grande variedade de enzimas que permitem que eles ataquem praticamente qualquer tipo de material. Os órgãos que constituem estruturas atrofiadas em determinadas grupos. conservas. experimenta as conseqüências causadas em relação à dispersão e recrudescimento de endemias. e a diminuição da casuística é devida provavelmente. (O Liberal. responda: a) Qual a forma infectante do parasita no homem? b) Qual(is) a(s) causa(s) dos acessos recorrentes de calafrios e febre que acometem o indivíduo doente? 55 . onde a ocorrência da doença é mais acentuada. Explique o mecanismo de preservação dos alimentos. causando grandes prejuízos ao homem.5% desses casos. como madeiras.

56 . dando origem ao ciclo menstrual. preserva os 40% restantes na forma de várias ilhas de vegetação nativa. b) Se o mesmo cintamento for realizado num dos seus galhos. fase da embriogênese onde acontecem as alterações morfológicas e fisiológicas das células que darão origem aos vários órgãos. as gonadotrofinas hipofisárias — hormônio folículo estimulante e hormônio luteinizante — interagem com os hormônios produzidos pelos ovários — estrógeno e progesterona —. O outro derruba apenas 60% da mata. ocorrem variações quanto à distribuição de substâncias citoplasmáticas responsáveis pela diferenciação celular. milho e feijão na área desmatada. Nestes vegetais o transporte de água. essa distribuição é homogênea. Em alguns organismos. Dois amigos agricultores. nutrientes minerais e compostos orgânicos. A interação desses hormônios determina uma série de modificações no sistema reprodutor feminino. que abrigam um grande número de insetos predadores.BIOLOGIA UFPA F A S E 3. As plantas vasculares ou traqueófitas possuem tecidos de condução e são representadas pelas Pteridófitas e Fanerógamas. Em ambas as situações não são usados defensivos agrícolas de qualquer natureza. Na maioria dos zigotos animais. com duração média de 28 dias. cada um. nos moluscos e nos mamíferos? 6. 13 hectares de terra de mata virgem. possuem. Baseado nesta interação hormonal. o que sucederá com os frutos produzidos pelo mesmo? Justifique. de modo que uns controlam a produção dos outros. Qual a importância dessa distribuição citoplasmática diferencial entre os blastômeros. Na mulher. enquanto que em outros (caso dos mamíferos). e planta soja. é realizado por células especializadas que formam os tecidos vasculares: o lenho ou xilema e o líber ou floema. Baseado nesta afirmação explique: a) O que acontecerá com uma árvore frutífera se retirarmos um anel da casca do seu tronco? Justifique. os componentes citoplasmáticos se distribuem de modo heterogêneo entre as células resultantes da clivagem da célula-ovo (caso dos anfíbios e dos moluscos). explique de que maneira a “pílula” atua como um dos anticoncepcionais mais comumente utilizados. Um deles decide derrubar 100% da mata e plantar soja. Em qual das duas áreas existe maior probabilidade de sucesso no plantio? Justifique. 4. 2 5.

Na genealogia abaixo estão indicados os grupos sangüíneos dos sistemas ABO. homens e mulheres Rh negativos. 8. e a hemoglobina. determine: a) O(s) provável(is) genótipo(s) dos três filhos do casal. molécula animal rica em ferro. 2 Com base nestas informações. MN e Rh. respectivamente. possuem uma origem comum.BIOLOGIA UFPA F A S E 7. Sabe-se que apenas a filha do casal pertence ao grupo sangüíneo “O”. De modo geral os cientistas acreditam que a clorofila. do casal Caio e Vera. Em que fato(s) está baseada esta afirmativa? 57 . e que os símbolos s e q representam. pigmento vegetal rico em magnésio. para os três sistemas sangüíneos. b) Qual(is) deles apresenta(m) chances de sofrer a eritroblastose fetal? Justifique.

sem haver gasto de energia.BIOLOGIA 1. 4 c) 1. 2. um processo de transporte ativo. ( ) constitui-se de polissarídeos formando cadeias entrelaçadas com peptídeos. Assinale a alternativa INCORRETA: d) Cromonema e) Constrição primária UFPE F A S E 1 a) A difusão simples é um tipo de transporte passivo através da membrana plasmática que ocorre quando existem condições de gradiente de concentração. ( ) apresenta grânulos de ribossomos responsáveis pela síntese proteica e polissacarídeos que podem atuar como combustível no metabolismo. 3. dispostas como um mosaico. As proposições acima referem-se a (ao): a) Cromatina b) Complexo de Golgi c) Nucléolo 2. 4. 3. Citosol 3. e) Na fagocitose a célula engloba partículas sólidas através da emissão de pseudópodes que as englobam formando um vacúolo alimentar denominado fagossomo. Membrana plasmática ( ) projeção da membrana de células procarióticas que contêm enzimas respiratórias. c) A membrana plasmática é formada por uma camada bimolecular de fosfolipídeos onde estão dispersas moléculas de proteínas globulares. 2. 4. 1 a) 1. Estrutura esponjosa semimembranosa sem membrana limitante. Messossomo 2. 1. Observe as sentenças abaixo: 1. Faça a correspondência entre as colunas: 1. 4 e) 2. 3. por essa razão. 3. Corpúsculo rico em RNA que se origina de certas regiões de cromossomos. 3. d) 2. 3. Corpúsculo nuclear visto somente na interfase. b) A difusão facilitada utiliza proteínas carreadoras para o transporte de açúcares simples e aminoácidos através de membrana constituindo. 2 58 . 4. 3. 2 b) 1. Parede celular 4. d) Qualquer processo de captura por meio do envolvimento de partículas é chamado endocitose. ( ) possui permeabilidade seletiva devido a sua constituição lipoproteica.

59 .BIOLOGIA 4. a) Bactérias b) Fungos c) Rodofíceas d) Diatomáceas e) Protozoários 7. Esta descrição refere-se às (aos). sofrem + deformação que provoca o surgimento de canais de K . d) Interdigitações. b) Microtúbulos. 5. O tecido epitelial do estômago desempenha duas funções simultaneamente: glandular e de revestimento. Estão corretas apenas: a) 1 e 2 b) 1 e 4 c) 2 e 4 d) 1. são denominadas: a) Plasmodesmos. e) Microvilosidades. Organismos aclorofilados. c) Desmossomos. As proteínas da membrana do neurônio. Observe as sentenças abaixo: UFPE F A S E 1. quando atingidas por algum estímulo. 2 e 3 e) 1 e 3 1 6. unicelulares ou pluricelulares utilizados em indústrias farmacêuticas. 3. Pontes citiplasmáticas que estabelecem continuidade entre células vegetais. Hipófise. O músculo liso possui fibras plurinucleadas com miofibrilas de contração involuntária. tireóide e pâncreas são exemplos de glândulas endócrinas. de bebidas fermentadas e em panificadoras. O tecido conjuntivo é formado por células mesenquimais que se separam do mesoderma e formam um tecido que apesar de se diferenciar possui a função de ligar e sustentar os órgãos do organismo. 4. heterótrofos. conforme se ilustra na figura abaixo. 2.

1 e 3 d) 1. Na figura ao lado mostra-se o cruzamento entre plantas de flores vermelhas e plantas de flores brancas de maravilha (Mirabilis sp. Xilema ou lenho 3.capilares arteriais. Colênquima 5. 5. Capilares arterias-vênulas-arteríolas-veias-artérias-coração. 2. Capilares arteriais-arteríolas-artérias-coração-veias-vênulas. 4 e 2 b) 3. Sem dominância. 3.). Arteríolas-artérias-coração-veias-vênulas-capilares arteriais. 2 e 4 c) 2.artérias-arteríolas . 5. 1. 4. Herança holândrica. 5. Relacione os tecidos vegetais da coluna 1 com as respectivas funções. Súber A seqüência correta é: a) 3. 5. Herança parcialmente ligada ao sexo. Floema ou líber 2. Coração-arteríolas-artérias-capilares arteriais-veias-vênulas. 60 . Herança ligada ao sexo. 4. UFPE F A S E 1 9. Analise o resultado obtido nas gerações F1 e F2 e assinale a alternativa correta quanto ao tipo de herança envolvido neste caso. COLUNA 1 1. 5 e 3 e) 1.BIOLOGIA 8. a) b) c) d) e) Dominância completa. Meristema 4. 2 e 4 COLUNA 2 ( ) Transporte da seiva mineral ( ) Sustentação ( ) Proteção ( ) Transporte da seiva orgânica ( ) Crescimento do vegetal 10. 1. mostradas na coluna 2. A partir dos capilares venosos o sangue circula para: a) b) c) d) e) Vênulas-veias-coração.

Assinale a alternativa incorreta: d) Insetos. RNA da linhagem A e proteína da linhagem B. Esse vírus “híbrido” foi utilizado para a infecção de folhas sadias de fumo. após a infecção. RNA da linhagem B e a proteína da linhagem A. foi reconstituído um vírus “híbrido” o qual possuia o RNA da linhagem A e a proteína da linhagem B. onde o oxigênio é fornecido diretamente às células sem passar pelo sangue.BIOLOGIA UFPE F A S E 10. pulmões foliáceos. Indique a alternativa que completa adequadamente a sentença acima: a) Anelídeos. RNA e proteína da linhagem A. c) Caracóis. Foi realizada uma experiência com duas linhagens (A e B) do vírus do mosaico do tabaco (T. pode-se afirmar que estes apresentam: a) b) c) d) e) RNA e proteína da linhagem B.V) em que foram isoladas as capas protéicas e o RNA (ácido ribonucléico) de cada linhagem. fitotraquéia. e) Miriápodes. 1 11. pulmões primitivos. A seguir. atua na síntese do colágeno transportadora de elétrons na cadeia respiratória catalisadora da síntese de protombina no fígado A CARÊNCIA PRODUZ cegueira noturna beribéri escorbuto distrofia muscular hemorragia a) b) c) d) e) A B2 C E K 61 . co-fator da descarboxilação do ácido pirúvico. Órgãos respiratório dos (as) o (a) possui um sistema de tubos que se abrem na parte lateral do corpo e se ramificam até os tecidos.M. 12. RNA e proteína “híbridos” entre a A e B. Com relação aos novos vírus produzidos. aparelho circulatório. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ VITAMINAS AÇÃO mantém os epitélios em boas condições. b) Aranhas. traquéia.

3 e 4 62 . 3 e 4 e) 2. 4. causado pelo vírus Clostridium tetani. 2-b. são exemplos de doenças acarretadas por parasitas flagelados. 2-a. 2-b. Tuberculose. 4-d c) 1-b. 2 e 4 b) 2 e 3 c) 1 e 4 d) 1. Para distinguir a influência dos fatores ambientais sobre uma população faz-se necessário distinguir a ação dos mesmos sobre os fatores que determinam a densidade populacional. Estão corretas apenas: a) 1. 4-c e) 1-c. 4. e a giardíase. Relacione e assinale a alternativa correta. 4-c 14. 2. 3-a. A cólera é uma doença produzida por uma bactéria transmitida ao homem através da água e de alimentos contaminados pelo vibrião colérico. migração e oscilação gênica podem originar novas espécies por: 1. O tétano. recombinação gênica. 4-b 1 a) 1-a. 3-d. 3-c. causada pelo Trypanossoma cruzi. 3. As mutações. Radiação adaptativa devido à adaptação de espécies diferentes que se adaptam a certas particularidades do ambiente e que possuem uma série de características semelhantes.BIOLOGIA UFPE F A S E 13. a) 1 b) 3 c) 2 e 3 d) 4 e 5 e) 2 e 4 15. causada pela Giardia lamblia. taxa de natalidade 3. taxa de imigração 4. Convergência adaptativa. pode ser prevenido através da vacinação específica. 3-c. Analise as afirmativas abaixo: 1. como por exemplo a evolução dos marsupiais na Austrália. taxa de mortalidade 2. 3-d. A doença de Chagas. 2. difteria e hanseníase são doenças cuja profilaxia é feita através de programas de vacinação. Radiação adaptativa que constitui um fenômeno similar à convenção adaptativa. taxa de emigração a) freqüência de nascimentos b) freqüência de mortes c) proporção de indivíduos que entram em uma população em uma determinada unidade de tempo d) proporção de indivíduos que saem de uma população em uma determinada unidade de tempo d) 1-a. Especiação devido ao isolamento reprodutivo. 2-d. 2-a. 4-d b) 1-b. 1. seleção natural. 3.

1-1) Na teoria moderna da evolução. 2 e 4 1 PARA CADA UMA DAS QUESTÕES A SEGUIR. 1. o documentário fóssil que demonstra a existência de espécies diferentes das atuais. 2-2) São evidências a favor da teoria evolucionista. 4. a recombinação genética e a seleção natural sejam mecanismos básicos para o condicionamento das alterações de um conjunto gênico de uma população. O período de incubação da doença é de 1 a 3 meses e neste período o indivíduo não pode transmitir o vírus. 3 e 4 e) 1. Estão corretas: a) 1. 5. a seleção natural atua sobre a variabilidade geneticamente determinada. O indivíduo contaminado com o HIV pode permanecer meses sem desenvolver os sintomas da doença. 4 e 5 d) 1. As sentenças abaixo mostram o desenvolvimento das idéias que podem explicar a existência de melhores espécies animais e vegetais. que causa diminuição da imunidade por redução do número de linfócitos T. mecanismos como a imigração e a hibridação. O fato do HIV ser um vírus bastante mutagênico facilitará o desenvolvimento de vacinas em curto prazo. ASSINALE NA COLUNA I A(S) PROPOSIÇÃO(ÕES) VERDADEIRA(S) E NA COLUNA II. A este respeito. 3 e 4 c) 3. F A S E 2 63 . 4-4) A origem de novas espécies envolve mecanismos de isolamento (geográfico ou reprodutivo). que impedem a troca de genes entre dois grupos de animais da mesma população. O uso de preservativos (“camisinha”) é um meio eficaz para evitar a transmissão do vírus da AIDS (e outras doenças) através de relações sexuais. a teoria de Darwin defendia que a seleção dos indivíduos mais adaptados ao ambiente determinava o processo evolutivo. 3-3) Embora as mutações. que independem da seleção natural. podem atuar de forma complementar nesse processo.BIOLOGIA UFPE F A S E 16. Mães portadoras do HIV não devem amamentar seus filhos. 2 e 5 b) 2. os estudos da anatomia comparada que revelam a existência de indivíduos de espécies diferentes organizados segundo o mesmo plano estrutural. A(S) FALSA(S). O HIV é o vírus responsável pela doença conhecida como AIDS (ou SIDA). 3. fonte de mutações e recombinação promovida pela reprodução sexuada. 2. e as evidências bioquímicas que demonstram a similaridade entre proteínas de diferentes espécies. 0-0) Enquanto Lamarck acreditava que a evolução baseava-se nas alterações provocadas pelo ambiente e transmitidas a seus descendentes. pois esta é uma das formas de transmissão do vírus. e apresentar resultados negativos nos testes para detectar o vírus. analise as afirmativas abaixo: 1.

plastocianina. respectivamente. 4-4) As reações envolvidas na respiração anaeróbia são as mesmas da glicose. constituídas de heterocromatina.BIOLOGIA 2. são dotados de pigmentos fotossintetizantes que estão relacionados à bioconversão de energia luminosa em química. porém. A respeito das características gerais das células podemos afirmar que: UFPE F A S E 0-0) A bactéria Escherichia coli é um exemplo de célula eucarionte. através dos elétrons. metacêntricos. que através da degradação do ácido cítrico e ação de vários citocromos transporta elétrons para o oxigênio. presença de ADP. 2-2) Na etapa fotoquímica da fotossíntese. e a cadeia respiratória. podemos afirmar que: 0-0) Todos os plastos. telocêntrico. RNA e íons. 1-1) Estruturas constituídas de DNA. ATP. 4-4) O complexo de Golgi participa da formação da cobertura externa das células vegetais pois atua como sistema de transporte de substâncias pécticas. nucleotídeos. proteínas. a energia transferida através de “quantias” de comprimento de onda entre 400 e 700 nm é absorvida pelas clorofilas e transferida. 2 64 . proteínas. restando energia nas moléculas de álcool etílico. 4. 2-2) A membrana plasmática das células eucariontes pode apresentar especializações com a função de aumentar a superfície de absorção (microvilosidades e invaginações) ou aumentar a adesão entre as células de certos tecidos (desmossomos e interdigitações). sais minerais. o ciclo de Krebs. 3-3) A respiração aeróbia compreende três fases que ocorrem em diferentes regiões da mitocôndria: a glicólise. filamentos. responsável pelo transporte de hidrogênio através das moléculas de NAD e FAD. Sobre o metabolismo energético celular. 3. citocromos b e f. e sub-metacêntricos. aos seguintes aceptores: plastoquinona. pois o substrato não é totalmente oxidado. 0-0) Representação de cromossomos de uma célula haplóide durante a metáfase. 2-2) Os cromossomos do grupo C possuem constricções primárias e secundárias. 4-4) Representação do genoma de uma célula sexual. 1-1) São similaridades entre os cloroplastos e mitocôndrias: capacidade de duplicação pelo fato de possuírem DNA próprio. RNA-m. responsável pela decomposição da glicose a ácido pirúvico. denominadas mesossomos. 1-1) A membrana plasmática das células procariontes é lipoprotéica. partículas de glicogênio e gotículas de lipídeos. RNA-t. orgânulos exclusivos dos vegetais. que contêm enzimas respiratórias. ferredoxina e NADP. aminoácidos. NADP e RNA. possui permeabilidade seletica e projeções. Observe a figura ao lado e avalie as proposições. 3-3) O hialoplasma das células procariontes é formado por água. tanto para membrana plasmática quanto para lamela média. na fermentação ocorre a produção de somente 2 moléculas de ATP por molécula da glicose. 3-3) O cromossomo Y e os cromossomos dos grupos A e B são.

platelmintos e asquelmintos. observe as proposições abaixo: 0-0) Nos poríferos. lipídeos e açucares). com grande superfície relativa. 4-4) O processo de migração de substâncias do local de sua menor concentração para o de maior concentração. com exceção dos crustáceos. 3-3) As aves possuem. 1-1) Se a molécula a ser transportada através da membrana celular for a água. responsáveis pela respiração. alguns aracnídeos e moluscos. Avalie as proposições a seguir. 2-2) No processo de difusão facilitada (letra b) ocorre uma mudança conformacional nas proteínas de membrana que cria um canal para passagem de solutos específicos (aminoácidos. Alguns mecanismos de troca entre a célula e o meio ambiente estão representados na figura abaixo. 1-1) O aparelho respiratório é sempre uma estrutura ramificada.BIOLOGIA UFPE F A S E 5. a superfície do corpo é suficientemente grande e o número de camadas celulares é suficientemente pequeno para permitir a livre difusão do oxigênio e do gás carbônico através da pele. 2 A P R O V A 0-0) A letra a representa o processo de difusão simples no qual ocorre a passagem de solutos pequenos (O2 CO2. denomina-se transporte ativo (letra c). 2-2) Os animais aquáticos possuem dobras da pele muito vascularizadas. Em todos os animais que possuem os referidos pigmentos. esse metal é o ferro. 3-3) A difusão simples (letra a) e a facilitada (letra b) são exemplos de transporte passivo. sacos aéreos que se comunicam com o mesmo e com cavidades cheias de ar nos ossos. diminuem a densidade do corpo e atuam como meio de refrigeração. que depende da energia fornecida pelas mitocôndrias e da presença de proteínas carreadoras específicas na membrana. cnidários. chamadas brânquias. A respeito do processo respiratório. 4-4) O transporte de oxigênio pelo sangue depende de pigmentos respiratórios constituídos de proteínas associadas a um metal. a letra a indicará o processo de osmose. que absorve oxigênio dissolvido na água ou diretamente no ar. pois em ambos os mecanismos não há gasto de energia para a célula. Esses sacos aéreos atuam como reservatório complementar. 65 . além do pulmão muito mais ramificado que o dos anfíbios e répteis. água e íons) do local de maior para o de menor concentração. do meio mais concentrado para o menos concentrado. 6.

o ácido clorídrico ativa o tripsinogênio. ou em excesso são eliminadas na urina. que consiste na passagem de água. 9. 1-1) Na figura 2 está representada uma célula com função condutora. pela acetilcolina.BIOLOGIA 7. 2 66 . que secretam grandes quantidades de enzimas digestivas. aminopeptidases e lipases. onde o amido é transformado em fragmentos menores e maltose. estimula a produção de colecistocinina e secretina que agem sobre o pâncreas e a vesícula biliar. transformandoo em tripsina que degrada proteínas em peptídeos e aminoácidos. sais. lactase. estimulando-os a lançar no duodeno o suco pancreático e a bile. a circulação é aberta. erepsina. pois o sangue sai dos vasos e os órgãos ficam mergulhados em lacunas cheias de sangue denominadas hemoceles. As substâncias tóxicas. 2-2) No estômago dos seres humanos. formada a partir dos neuroblastos. Analise as proposições a respeito das figuras ao lado: 0-0) Na figura 1 observa-se o tecido que reveste internamente o coração e que se caracteriza por apresentar o mínimo de substância intercelular. e a reabsorção. 3-3) Nos seres humanos. mesmo que parcialmente dividido pelo forâmen de Paniza. respectivamente. nos seres humanos. 1-1) Nos invertebrados. que determina o ritmo das batidas. pois a existência de um só ventrículo no coração. 4-4) O funcionamento dos rins dos seres humanos ocorre em duas etapas: a filtração. avalie as seguintes proposições: 0-0) As contrações do coração são controladas pelo sistema nervoso autônomo simpático. 4-4) A finalização do processo digestivo ocorre. 8. Observe as proposições sobre o processo digestivo dos animais: UFPE F A S E 0-0) Os artrópodes e moluscos são os primeiros animais na escala evolutiva a apresentarem glândulas como o fígado e o pâncreas. com exceção dos artrópodes e cefalópodes. 2-2) Os anfíbios e répteis possuem circulação dupla e incompleta. glicose. na qual parte dos sais e moléculas orgânicas (por transporte ativo) e água (por osmose) retornam ao sangue. noradrenalina e por uma estrutura própria chamada rede de Purkinge. permite a mistura do sangue venoso com o arterial. que retiram excretas do celoma e os liberam para fora. 4-4) Na figura 6 encontramos algumas células sangüíneas responsáveis pelo processo de defesa do organismo. quando entra em contato com a parede intestinal. 2-2) A célula da micróglia (figura 3) origina-se dos espongioblastos e tem função de nutrir os neurônios. 3-3) Nos insetos a excreção ocorre através dos tubos de Malpighi. por ação da amilase salivar. o quimo. através de aberturas na pele. 3-3) As fibras musculares estriadas (4) apresentam contração rápida e involuntária. enquanto as lisas (5) apresentam contração lenta e voluntária. No que se refere à fisiologia animal. sacarase. aminoácidos e uréia do sangue do glomérulo para a cápsula de Bowman. 1-1) O início da digestão dos alimentos nos seres humanos se dá na boca. no intestino grosso por ação do suco intestinal que contém maltase.

cujas células não formam tecidos especializados. disenteria e doença de Chagas. 11. além de fungos e protozoários. diferencia-se em 3 partes fundamentais. pertencem ao reino Protista. tecido com função de preenchimento que pode participar da fotossíntese e do armazenamento de substâncias. 67 . cujo principal elemento de condução da seiva elaborada é o vaso liberiano (letra h). certas algas pardas fornecem ágar-ágar. 2-2) Algas verdes. de forma sexuada e podem viver como parasitas em organismos animais. de forma assexuada. material utilizado como meio nutritivo em pesquisas biológicas.BIOLOGIA UFPE F A S E 10. pardas. 4-4) A letra g representa o líber ou floema. pois são seres eucariontes uni ou pluricelulares. exclusivamente. A partir da figura que mostra o processo de diferenciação do meristema. 1-1) As cianofícias são seres procariontes que fixam nitrogênio atmosférico e se reproduzem. b (periblema) e c (dermatogênio). Observe as proposições a seguir: 0-0) Bactérias são seres unicelulares desprovidos de carioteca. 2-2) A letra e indica o tecido composto por células desprovidas de cloroplastos. indicadas pelas letras a (pleroma). exclusivamente. impregnadas de lignina. causando doenças como a malária. 4-4) Os protozoários são seres uni e pluricelulares que se reproduzem. 3-3) O tecido condutor de seiva bruta denominado lenho ou xilema (letra f) tem como principal componente a traquéia. 3-3) Enquanto as carapaças das algas vermelhas são utilizadas para fabricação de abrasivos. composto por células mortas. que podem ser utilizados na fabricação de vinagre e coalhada. avalie as proposições a seguir: 2 0-0) O meristema primário. com o desenvolvimento do embrião. impregnadas com cutina e que apresentam núcleo grande e citoplasma delgado com grande vacúolo. 1-1) A letra d indica o parênquima. vermelhas e douradas.

Analise as proposições abaixo: 0-0) O mutualismo. qual das alternativas abaixo expressa corretamente o número provável de indivíduos que. explicasse as perturbações cardíacas do paciente. foram levantadas algumas hipóteses sobre o mal que o afligia. esta não poderia explicar a anemia e as perturbações digestivas apresentadas. 4-4) A ascaridíase foi detectada através do exame que revelou a presença de proglotes nas fezes do paciente. autossômicos e de segregação independente. com conseqüente floração e posterior morte dos animais. 3-3) As condições de higiene descritas pelo paciente e as perturbações digestivas apresentadas pelo mesmo embasaram a hipótese de uma verminose por Ascaris ou Necatur. respectivamente. comensalismo e inquilinismo são exemplos de relações harmoniosas interespecíficas exemplificadas. 14. 2-2) A partir da análise de pirâmides de biomassa conclui-se que quando se passa de um nível trófico para outro superior (no sentido produtor-consumidor) há aumento do tamanho dos indivíduos e. perturbações digestivas e aumento do volume do coração. como o paciente não apresentava ulcerações decorrentes da instalação e reprodução da leishmânia no tecido conjuntivo. A partir da anamnese de um paciente com anemia. portanto. 160 apresentam uma determinada anomalia. paguro-eremita /anêmonas do mar e rêmora / tubarão. porém. embora não manifeste a doença. Numa população de 1000 indivíduos.BIOLOGIA UFPE F A S E 12. também da biomassa. apesar de sua abundância na atmosfera (78%). porém. 1-1) Nas cadeias alimentares há um fluxo de energia unidirecional e decrescente dos produtores em direção aos consumidores. causada pela injeção da saliva do barbeiro infectado no momento da picada. 2-2) Embora a Doença de Chagas. 4-4) Eutroficação consiste na superadubação de um lago ou rio de águas calmas. são portadores deste alelo recessivo? 0-0) 840 1-1) 420 2-2) 240 3-3) 480 4-4) 280 2 68 . a grande maioria dos seres vivos não consegue usar o nitrogênio na forma molecular em qualquer processo biológico. 0-0) Como nas casas vizinhas à do paciente agentes de saúde coletaram vários exemplares do inseto Triatoma infestans. Os seres vivos em seu ambiente e as relações entre eles são objeto de estudo da ecologia. 3-3) O nitrogênio é um elemento químico que faz parte da composição de várias biomoléculas importantes. 13. a hipótese de leishimaniose foi descartada. pela relação entre algas/fungos formando os líquens. Sabendose que esta anomalia é determinada por um par de alelos recessivos. associada à Doença de Chagas. 1-1) Os mesmos agentes de saúde também coletaram o inseto Phebotomus intermedius. a cardiomegalia poderia ser explicada por uma infestação causada pelo protozoário Trypanossoma cruzi.

Analise as sentenças abaixo: 0-0) Endemias são doenças que aparecem repentina e inesperadamente em regiões restritas. considerando a síntese de uma proteína a partir de um segmento de DNA com a seguinte seqüência de bases: CCC . 4 aminoácidos. 4-4) Dominante ligado ao X. CAU. 3-3) Recessivo ligado ao X. 4-4) A proteína formada a partir do segmento de DNA considerado poderá ter. que conterá a seqüência: GGG . principalmente protozoários. 1-1) A tradução da seqüência de bases do RNA-m será realizada no núcleo pelos ribossomos.aB e ab formados por um indivíduo de genótipo AB ? ab GAMETAS ALTERNATIVAS AB Ab aB ab (0-0) (1-1) (2-2) (3-3) (4-4) 36% 34% 42% 08% 44% 14% 16% 08% 42% 06% 14% 16% 08% 42% 06% 36% 34% 42% 08% 44% 17. 2-2) No citoplasma. 4-4) O processo terapêutico mais indicado para combater infecções causadas por vírus e bactérias consiste no uso de antibióticos que podem matar ou inibir o crescimento e multiplicação microorganismos. 18.AAA . AAA. 1-1) Parasitismo é a relação entre seres e espécies diferentes. 3-3) Vários parasitas.GUA .Ab .CGG. em todas.BIOLOGIA UFPE F A S E 15. os casamentos entre homens afetados e mulheres normais culminavam.GCC.UUU . Se em um determinado mapa genético a distância entre os locos A e B é de 16 unidades de mapa (morganídeos). 2 16. qual das alternativas abaixo indica as freqüências relativas dos gametas AB . sempre. possuem um hospedeiro intermediário no qual habitam as formas adultas que posteriormente infectam o hospedeiro definitivo. em proles nas quais todas as fêmeas eram afetadas e todos os machos eram normais. CGG) é diferente e específica para cada aminoácido. 2-2) A forma mais comum de profilaxia de protozooses é a vacinação. na qual um indivíduo (hospedeiro) fornece ao outro (parasita) energia e habitat. 2-2) Dominante ligado ao Y. 3-3) A seqüência para ligação dos diferentes aminoácidos às moléculas de RNA-t (CCC. 1-1) Autossômico recessivo. 69 . de forma complementar aos códons da fita de DNA. os aminoácidos irão ligar-se aos anticódons das moléculas de RNA-t. De possa destes dados pode-se concluir que a referida moléstia é condicionada por um alelo: 0-0) Dominante autossômico. Foram analisados dados de famílias nas quais ocorriam casos de uma determinada anomalia e verificou-se que. Analise a veracidade das proposições abaixo. 0-0) No processo de transcrição ocorrerá a síntese do RNA-m.CAT . no máximo.

Na figura a seguir está mostrada. 70 . e. situa-se o núcleo reprodutivo. orientando o seu crescimento. IV-2 e IV-4 têm genótipo homozigótico recessivo (aa). 3-3) Para a descendência do casamento entre III-3 x III-4 espera-se que a metade dos filhos seja homozigótica e a outra metade seja heterozigótica. em direção à micrópila do óvulo. 3-3) O tubo polínico penetra no óvulo pela micrópila e atinge o saco embrionário no interior do qual ocorre a união de um dos núcleos espermáticos com a oosfera e a fusão do outro núcleo espermático com os núcleos polares. todos os seus filhos terão o mesmo genótipo. 4-4) VI-1 e IV-3 são genotipicamente iguais a IV-6 e IV-8. 2-2) Antes de atingir o óvulo. encontra-se o núcleo vegetativo. 4-4) O núcleo vegetativo funde-se com as antípodas. logo atrás deste. localizadas na região central do saco embrionário. formando um tecido triplóide. Com relação ao assunto é correto afirmar que: 2 0-0) O grão de pólen germina emitindo um prolongamento. denominado tubo polínico. o núcleo reprodutivo divide-se e origina dois núcleos espermáticos haplóides. a saber. Analise-o cuidadosamente antes de responder às proposições apresentadas. rico em reservas nutritivas. AA. 20. 1-1) Na ponta do tubo polínico. o qual cresce através do estilete. III 1-1) III-2. de forma esquemática. IV 2-2) Se IV-2 casar-se com uma mulher de mesmo fenótipo. UFPE F A S E I II 0-0) Trata-se de uma anomalia rara na população. causada por um alelo ligado ao cromossomo X.BIOLOGIA 19. O heredograma ao lado refere-se a uma característica controlada por um único par de alelos. chamado endosperma. a germinação do pólen em angiospermas.

BIOLOGIA 21. 1-1) Fruto seco. do tipo baga. do tipo cariopse. o óvulo desenvolve-se originando semente e o ovário também cresce e transformase no fruto. 3-3) Fruto seco. Em alguns casos. Após a fertilização. 0-0) Fruto carnoso. indeiscente. tipo aquênio. indeiscente. 71 . Analise o quadro abaixo. Em seguida responda ao que se pede. dado ao lado. com pericarpo suculento. 2-2) Fruto carnoso. com uma semente concrescida com o endocarpo. A meiose ocorre em: 0-0) I e III 1-1) II 2-2) III e IV 3-3) IV 4-4) V UFPE F A S E 2 22. tipo drupa. intimamente aderida a ele. com semente encerrada em um caroço. referente a tipos de fruto (angiospermas) e as alternativas propostas. isto é. a parte comestível não provém do ovário ou apenas dele. 4-4) Pseudofruto no qual a parte comestível é o pedúnculo da flor. Analise o ciclo de vida de uma samambaia. porém.

O texto acima se refere a que tipo de vegetação? a) Mata de restinga b) Caatinga c) Cerrado d) Mata com araucária e) Campo rupestre 2. e a ciclagem dos elementos essenciais se dar de forma rápida e eficiente. na coluna da direita. (b) vegetal. o que provoca o denominado “escleromorfismo oligotrófico aluminotóxico”.1 . através de uma sucessão secundária.1 c) 2 . Relacione as atividades humanas (coluna da direita) com os problemas ambientais diretamente envolvidos (coluna da esquerda). ácido e com um alto teor de alumínio.4 . o que permite.3 . de cima para baixo.3 . A sobrevivência de uma floresta pluvial tropical em um solo de baixa fertilidade pode ser (a) explicada pelo acúmulo da maior parte das reservas dos nutrientes ocorrer na biomassa. é: a) 4 .2 .4 . 3. 4. A frase abaixo apresenta cinco segmentos sublinhados.2 b) 3 . 1.4 d) 1 .1 . a um solo pobre em nutrientes.4 e) 2 .2 .BIOLOGIA UFRGS 1.3 . o imediato restabelecimento da comunidade anterior. Assinale a letra correspondente ao segmento que contém um erro.3 3. no (c) (d) caso de retirada da floresta. Urbanização crescente Extrativismo desenfreado Queima de combustíveis fósseis Agricultura intensiva ( ( ( ( ) ) ) ) erosão e infertilidade do solo aceleração da eutrofização dos recursos hídricos chuva ácida extinção de recursos naturais de origem vegetal e/ou animal A seqüência numérica correta. (e) 72 . 2.1 . há razoável umidade no solo a partir de dois metros de profundidade) e sim. o estudo das relações solo/vegetação evidenciou que o aspecto característico das plantas que a formam se deve NÃO à falta de água (apesar de uma estação seca pronunciada. Em determinada formação vegetal brasileira.

Peixes e moluscos. são considerados consumidores primários. Gaivotas e biguás são predadores e fazem parte do 4º nível trófico. por serem onívoros. III .BIOLOGIA UFRGS 4.Em determinado ecossistema. Considerando este esquema. qual das seguintes afirmativas está correta? a) b) c) d) O fitoplâncton e o zooplâncton constituem o nível trófico dos produtores. II .A grande variedade de formas de vida que freqüentemente os ecótonos apresentam pode ser explicada por seu elevado número de nichos ecológicos. O esquema abaixo representa parte dos organismos que constituem uma comunidade e as inter-relações que os mantêm. como o bisão norte-americano e os grandes cangurus australianos. Quais afirmativas estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas I e III e) Apenas II e III 73 . espécies diferentes que têm o mesmo habitat podem.Espécies taxonomicamente distantes. tendo a sua disposição uma menor quantidade energética. ocupar um nicho ecológico idêntico. podem ocupar nichos ecológicos semelhantes em regiões geográficas diferentes. I . 5. As afirmações abaixo estão relacionadas ao conceito de nicho ecológico. durante muito tempo. e) Os moluscos são consumidores primários. As bactérias e fungos são os autótrofos decompositores com maior disponibilidade energética.

3 (a) (b) (c) . e) E. o que melhor caracteriza a era III é a) A. por ter-se originado nesse tempo geológico e se extinguido em outros. A largura das áreas representa o número relativo de espécies de cada grupo. foi capaz de proteger a prole de um determinado animal contra a dessecação e o choque físico durante o desenvolvimento embrionário.3 (b) (c) . O esquema ao lado representa a distribuição de cinco grupos de organismos em três eras geológicas. com uma membrana interna e muito vitelo para nutrir o embrião.3 (b) (c) 7. b) B.2 (a) . por ter sido o último a aparecer nesse tempo geológico. na escala evolutiva. Dos grupos apresentados. Relacione os processos biológicos listados na coluna da esquerda com um ou mais dos ciclos biogeoquímicos na coluna da direita.2 (a) . Essencial para a vida terrestre.2 (a) (b) . Respiração vegetal 3.2 (a) (b) . por deixar nesse tempo geológico o menor número de espécies. Fotossíntese 2. com uma casca resistente e flexível. c) C. por ter-se distribuído eminentemente nesse tempo geológico.3 (a) (b) .2 (c) . a que animal? a) peixe b) anfíbio c) réptil d) ave e) mamífero 8. 1. Decomposição aeróbica de restos orgânicos por microorganismos (a) Ciclo do carbono (b) Ciclo do oxigênio (c) Ciclo do nitrogênio Assinale a alternativa que melhor representa estas relações: a) b) c) d) e) 1 (a) (b) 1 (a) (b) 1 (b) 1 (b) 1 (b) (c) . porque deixa nesse tempo geológico o maior número de espécies.3 (c) .BIOLOGIA UFRGS 6. o surgimento de um ovo. d) D. O texto acima se refere. 74 .

a migração. Existem duas grandes teorias que tentam explicar os mecanismos pelos quais os organismos evoluíram e continuam a evoluir. a variação hereditária transmissível. para Lamarck. A diferença é que. com relação aos grupos de invertebrados inferiores: 10. Tanto Lamarck como Darwin apresentam um fator como primordial para a evolução. Este fator é a) b) c) d) e) o ambiente. este mesmo fator seria o que seleciona dentre as variações possíveis a mais adaptada. 75 . a competição. para Darwin.BIOLOGIA UFRGS 9. Escolha a alternativa que melhor completa o quadro abaixo. a grande capacidade de reprodução. este fator é a causa direta das variações e.

(d) . a existência de diversidade genotípica.(e) e) 5 .(b) . como condição primordial para que ocorra a seleção natural. É exclusiva de formas de vida mais evoluída.(a) .(c) 76 . 4.(b) . Permite uma maior constância no genoma dos descendentes. um ambiente em modificação. 5. Em uma comparação sob o ponto de vista de favorecimento evolutivo e adaptação.(c) c) 3 . Os animais. Existem conceitos abrangentes em biologia que são considerados generalizações científicas de alto nível.(e) a) 1 . 2. Dá origem a um maior número de descendentes. por serem passíveis de aplicação a todos os organismos conhecidos. Dentre estas.BIOLOGIA UFRGS 11. Podemos considerar. 13. A substância é a menos tóxica dos catabólitos nitrogenados e também a menos solúvel em água. com relação à reprodução sexuada. a existência de diversidade fenotípica.(d) . produzem substâncias que devem ser excretadas. através de seu metabolismo. sendo a excreta de e . melhor justifica esta afirmativa? a) b) c) d) e) Sempre se processa após meiose que produz gametas. 3. Qual das alternativas abaixo. SUBSTÂNCIAS ORGANISMOS ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 1. uma baixa taxa de mortalidade na população. a) b) c) d) e) a existência de elevada taxa de mutação. 12. a seleção natural é um bom exemplo deste tipo de conceito.(b) b) 2 . No caso. a reprodução sexuada é mais importante que a assexuada. uréia amônia ácido úrico guanina alanina (a) (b) (c) (d) (e) mamíferos répteis aves peixes anfíbios d) 4 . encontramos as nitrogenadas. Promove uma maior variabilidade genética na população. Assinale a alternativa que contém os termos que preenchem corretamente as lacunas da afirmativa acima.

mostrando os três folhetos embrionários básicos.4 c) 4 . Quais estão corretas? (a) Apenas I (b) Apenas II (c) Apenas I e II (d) Apenas I e III (e) Apenas II e III 15. origina-se do ectoderma. é a) 2 .2 . o aumento da superfície se dá em relação a dimensões lineares. folheto embrionário indicado pelo nº 1.O animal é um celomado.1 .4 b) 5 .3 . A relação superfície/volume implica várias conseqüências fisiológicas.5 . mais consumo de alimento e de oxigênio. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas II e III e) I. a partir do esquema: I . identificando corretamente os tipos de estruturas excretoras dos animais: 1) 2) 3) 4) 5) ameba rato minhoca planária gafanhoto ( ( ( ( ( ) ) ) ) ) tubos de Malpighi nefrídios rins vacúolo pulsátil células-flama A ordem correta. Com relação ao parágrafo anterior. III .3 d) 1 . II e III 77 .5 . III . folheto embrionário indicado pelo nº 3.3 .2 .4 . na coluna da direita.3 . que formará o sistema nervoso. II .Em vários animais. Considere as seguintes afirmativas.Os animais de grande porte têm uma taxa metabólica maior do que a dos pequenos. ou seja: maior volume. são feitas as seguintes afirmativas: I . e a massa é proporcional ao volume.Os rins originam-se do mesoderma. Assim.O tubo neural.1 16.5 e) 5 . e o volume aumenta em relação a dimensões cúbicas.1 .3 . II .4 .2 . Relacione a coluna da direita com a coluna da esquerda. O esquema ao lado representa um corte transversal de um animal.1 . de cima para baixo. a taxa de troca com o ambiente é diretamente proporcional à superfície de contato.A estrutura respiratória de grandes animais apresenta dobramentos que aumentam a área de absorção.BIOLOGIA UFRGS 14.2 .

Qual a razão de os vasos nos quais cultivamos plantas terrestres ornamentais possuírem um orifício no fundo para drenar o excesso de água? a) b) c) d) e) Elevar o pH da solução do solo e assim permitir uma melhor nutrição das plantas. dos caules e das raízes. polinização e formação do tubo polínico. respectivamente. palmeiras. fecundação e polinização. Sob o ponto de vista anatômico.BIOLOGIA UFRGS 17. Os espermatófitos compreendem as plantas vasculares que se reproduzem sexualmente através de sementes. Durante o processo reprodutivo das angiospermas.pelo tipo de clima no qual se desenvolvem. a madeira corresponde ao a) xilema secundário.pelas características das folhas. II .pelas estruturas das sementes. Evitar o crescimento demasiado das raízes e a conseqüente necessidade de transplante do vegetal. e) câmbio vascular. Monocotiledôneas e dicotiledôneas podem geralmente ser diferenciadas I . c) súber. formação do tubo polínico e fecundação. gramíneas e pinheiros. 20. Fazem parte deste grupo a) b) c) d) e) samambaias. Diminuir a velocidade da decomposição da matéria orgânica do solo. II e III 19. Permitir a presença de espaços arejados no solo. algas macroscópicas e leguminosas. o transporte do grão de pólen da antera ao estigma da flor e a função do núcleo vegetativo denominam-se. III . b) floema primário. polinização e fecundação. a) b) c) d) e) formação do tubo polínico e polinização. 21. samambaias. 18. Entre os tecidos vegetais. com oxigênio suficiente para a respiração das raízes. Evitar uma quantidade excessiva de nutrientes disponíveis à planta. palmeiras e pinheiros. gramíneas e leguminosas. 78 . d) córtex. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas II e III e) I. a madeira desempenhou um papel decisivo na história da humanidade. palmeiras. samambaias. musgos e leguminosas.

produz alterações sangüíneas. isoventilação e manutenção do número de hemácias.4 c) 4 . Assim.10 b) 1.1 b) 3 .1 d) 3 . provoca modificações da atividade respiratória e. hipoventilação e diminuição do número de hemácias. 1 mol de um gás ocupa 22.03 mmol/mm Hg/litro de plasma. de cima para baixo.89 25. onde estão as organelas.1 .1 . a) 0.3 .3 litros de volume. O deslocamento de um atleta para locais de grande altitude pode acarretar-lhe algumas alterações no organismo.2 . A curto prazo. A secreção do hormônio de crescimento STH produz quais dos seguintes efeitos? (↑ = estimula) (↓ = inibe) 79 .2 23. hiperventilação e aumento do número de hemácias. Considerando que a solubilidade do dióxido de carbono no plasma é de 0. 1) 2) 3) 4) digestão celular respiração presença de material genético presença de substâncias para exportação ( ( ( ( ) ) ) ) núcleo mitocôndria lisossoma complexo de golgi A seqüência numérica correta.37 c) 0.2 .34 e) 11.1 .67 d) 2. com a coluna da direita. 24. é a) 3 . hipoventilação e aumento do número de hemácias.4 .4 e) 4 .2 . Relacione a coluna da esquerda.3 . calcule esta solubilidade em mililitros/mm Hg/litro de plasma. A uma condição padrão de temperatura e de pressão.BIOLOGIA UFRGS 22. a longo prazo. que apresenta as funções. este indivíduo apresenta a) b) c) d) e) hiperventilação e diminuição do número de hemácias. na coluna da direita.2 .

O sangramento é mínimo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Veias Pulmonares Direita Veia Cava Superior Átrio Direito Ventrículo Direito 6. Quais as vantagens de submetermos um organismo à hipotermia? I . Veia Cava Inferior Assinale a alternativa cujos termos preenchem corretamente as lacunas da afirmativa acima. a) b) c) d) e) 4 6 3 7 6 9 10 2e5 1e8 10 onde ocorrerá a hematose de onde irá para todo o corpo onde ocorrerá a hematose onde será oxigenado onde será oxigenado 27. c) vasopressina. b) tirosina. e) histamina. 80 .BIOLOGIA ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ UFRGS lança sangue. Asorta 5. 1. d) acetilcolina. Para que um impulso nervoso possa ser transmitido de um neurônio para outro. é necessária a liberação. Ventrículo Esquerdo 7. de mediadores químicos.Há uma elevação da taxa metabólica. na fenda sináptica. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas I e II e) Apenas II e III 28. 2. Artéria Pulmonar 10. II . através da(s) para os pulmões. Veias Pulmonares Esquerda 9.A circulação fica muito reduzida. 4. 3. Entre estas podemos citar a cirurgia cardíaca. Um desses mediadores é a a) insulina. III . A sístole do(a) . Átrio Esquerdo 8. A hipotermia pode ser utilizada em algumas intervenções cirúrgicas. 26.

correspondente ao cromossomo X. Se por algum motivo houver uma obstrução do ducto biliar. que induzirá a formação de anticorpos. Este exame é feito pela observação dos cromossomos de células epiteliais. durante a realização de eventos esportivos. vacina. 31. porque contém anticorpos prontos. Haverá mais tripsina atuando sobre os lipídios. Se a mulher for heterozigota. soro. a probabilidade é 25%. c) mulheres normais deveriam apresentar duas estruturas chamadas corpúsculos de Barr. 32. 30. A digestão dos lipídios será mais lenta. a probabilidade é 100%. que corresponde a um dos cromossomos X. é realizada a determinação do sexo genético. que corresponde ao cromossomo Y. A digestão dos carboidratos ocorrerá mais rapidamente. a probabilidade é zero. Produzirá uma alcalinização do intestino. porque é composto de antígenos específicos. e) mulheres normais na fase adulta não deveriam apresentar corpúsculo de Barr. Se a mulher for homozigota. Existe uma doença condicionada por um gene recessivo.BIOLOGIA UFRGS 29. porque fornecerá ao organismo elementos de defesa. . vacina. Muitas vezes.ela está casada com um homem normal. para eliminar quimicamente o veneno. deve procurar socorro através de a) b) c) d) e) soro. b) homens normais deveriam apresentar uma estrutura chamada corpúsculo de Barr. que libera a bile. .seus pais não são afetados. a probabilidade é 75%. que correspondem aos dois cromossomos X. localizado na região não homóloga do cromossomo X. Quando uma pessoa é picada por um animal peçonhento. A comunicação da vesícula biliar com o intestino delgado é feita pelo ducto biliar. soro. . o que poderá ocorrer? a) b) c) d) e) A pepsina perderá sua atividade. Se a mulher for heterozigota. Se a mulher for homozigota. 81 .Uma mulher com fenótipo normal tem um irmão afetado e um tio materno também afetado pela doença. d) homens normais deveriam apresentar uma estrutura chamada corpúsculo de Barr. a probabilidade é 100%. Qual a probabilidade de que um(a) filho(a) deste casal venha a ser afetado pela doença? a) b) c) d) e) Se a mulher for homozigota. que leva a uma debilidade muscular progressiva (distrofia muscular progressiva). Pode-se afirmar que neste exame a) mulheres normais deveriam apresentar uma estrutura chamada corpúsculo de Barr.

Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas I e II e) Apenas II e III 82 . b) 12 genótipos. 35. levando à formação de alguns hormônios: A respeito deste esquema são feitas as seguintes afirmações: I .atuam tanto estruturalmente como também metabolicamente. Se um caráter tem três alelos possíveis.As proteínas são moléculas de grande importância para os organismos . III . e um segundo caráter apresenta oito genótipos possíveis.Um indivíduo com a enzima 1 inibida precisa receber os hormônios 1 e 2 de fontes externas. II .Um indivíduo com a enzima 1 inibida deixa de produzir as enzimas 2 e 3. e) 96 genótipos. Considere as seguintes afirmativas: I . podendo haver seis genótipos. c) 24 genótipos. II e III d) 48 genótipos. O esquema abaixo mostra a via metabólica de um aminoácido.As enzimas são proteínas que atuam como catalisadores biológicos. II . III . podem ocorrer a) 7 genótipos. 34. quando ambos forem estudados simultaneamente.Existem proteínas que atuam como linhas de defesa do organismo e algumas delas são conhecidas como anticorpos.BIOLOGIA UFRGS 33. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas II e III e) I.Um indivíduo com a enzima 1 inibida acumulará grandes quantidades de aminoácido 3.

(2) No ponto C. Questão 1 A aventura humana na Terra tem-se caracterizado. a planta atingiu o ponto de saturação: o aumento da intensidade luminosa não faz aumentar a taxa da fotossíntese. por um esforço contínuo rumo a novas descobertas. a Folha de Respostas. a taxa de fotossíntese é igual à da respiração. a Folha de Rascunho e. substituindo-se a planta por um fungo. segue o procedimento geral do método científico: não possui técnicas particulares nem evolução própria. Em relação à análise desse gráfico. (0) A Biologia. no qual a indicação positiva da variação de O2 significa a produção desse gás. obteve valores que permitiram a construção do seguinte gráfico. na coluna I. julgue os itens abaixo. itens ERRADOS. (2) Embora não empregue testes controlados. (1) No ponto B. tal qual as outras ciências. aperfeiçoadas e até substituídas. (1) Leis e teorias podem ser corrigidas. Use. para as devidas marcações. 83 . um cientista colocou uma planta em um sistema fechado. examinando seus efeitos. posteriormente.BIOLOGIA Nas questões de 1 a 14. a taxa de respiração é menor que a taxa de fotossíntese. Considerando algumas características desse esforço. o conhecimento comum descreve a aparência dos fenômenos. julgue os itens seguintes. na coluna II. (0) No segmento AB. com o passar dos tempos. sujeito a diferentes intensidades luminosas. marque: UnB itens CERTOS. Medindo a variação de O2. Questão 2 Em seus estudos sobre fotossíntese. à medida que se descobrem novos fatos ou se realizam novas experiências. (3) O mesmo experimento poderia ser efetuado.

(4) Para a produção de cerveja. ocorre menos produção de ATP do que na condição II. julgue os itens seguintes. (3) As células epiteliais do intestino grosso apresentam microvilosidades que aumentam a superfície de absorção do alimento. estão realizando fermentação. detectaram unidades morfológicas comuns a todos eles — as células —. Uma suspensão dessa levedura em meio nutritivo foi submetida a diferentes condições.BIOLOGIA Questão 3 UnB Os primeiros citologistas. julgue os itens a seguir. assim como o levedo da cerveja. registrando-se o seguinte resultado. 84 . (2) Diferentemente de uma ameba marinha. cada uma delas contendo as informações hereditárias de todo o organismo. Com relação à célula. (0) A destruição do nucléolo de uma célula não afeta o metabolismo dessa célula. (0) Na condição I. (3) As células. na condição II. são constituídos por uma levedura geralmente do gênero Saccharomyces. Questão 4 O fermento do pão. porque o processo de obtenção de energia que nela ocorre tem maior rendimento que o processo da condição I. colocam-se as células em condições semelhantes à condição I. (1) Há maior massa celular na condição II. a ameba de água doce pode não apresentar vacúolos pulsáteis. PRODUÇÃO DE ÁLCOOL CONDIÇÃO I CONDIÇÃO II + não ocorreu PRODUÇÃO DE CO2 não ocorreu + MASSA CELULAR APÓS 24H + +++ Com auxílio das informações acima. observando alguns seres vivos. há ausência de O2 no meio nutritivo. (1) Se a membrana lisossômica se romper dentro de uma célula. causará a destruição desta. (2) Na condição I.

(1) Os peixes utilizam. o oxigênio dissolvido na água. (0) A capacidade de suporte de espécie I é maior que a da espécie II. 85 . (1) As duas espécies não coexistem. Em relação a esse experimento. Questão 6 A evolução dos vertebrados do meio aquático para o ambiente terrestre foi acompanhada de modificações morfofisiológicas no aparelho respiratório. nos répteis. não.BIOLOGIA Questão 5 UnB Em um experimento realizado com duas espécies de protozoários do mesmo nível trófico. os pulmões alveolares atingem a máxima complexidade entre os vertebrados. é externa e dependente de água. Com relação a esse tema. (3) Nos mamíferos. (2) A fecundação. para respirar. julgue os itens que se seguem. julgue os seguintes itens. quando junto com a espécie I. a pele constitui um importante auxiliar na respiração. porque possuem tamanhos de população diferentes quando crescem no meio em separado. o crescimento das populações de cada uma das espécies. nos anfíbios. foi registrado em duas situações diferentes: com as duas espécies em separado e com as duas espécies juntas. no experimento. porque esgotaram-se os recursos do meio de cultura. devido ao fato de a taxa de oxigênio ser maior no ar do que na água. (2) A população da espécie II diminuiu. (0) Nos anfíbios. Os resultados obtidos são apresentados nos gráficos abaixo. em um meio de cultura.

é necessária a presença de água.BIOLOGIA Questão 7 UnB O ciclo de vida dos vegetais terrestres pode ser esquematizado conforme o diagrama abaixo. Com relação a esse tema. Julgue os itens abaixo. será uma evidência contra a evolução da vida na Terra. é uma evidência a favor da evolução dos organismos. Charles Darwin propôs. se for confirmada. (2) Para que a fertilização ocorra nos Pteridófitos. relativos a esse tema. julgue os itens a seguir. (0) Entre os agentes de evolução dos organismos estão o acasalamento não-aleatório e a seleção natural. nos vegetais. nos vegetais. (1) A seqüência de fósseis de espécies diferentes das atuais. anunciada pela NASA. (1) A meiose ocorre no esporófito. (3) A fase diplóide (2n). aumenta progressivamente dos vegetais inferiores (Briófitos) para os superiores (Angiospermas). no livro intitulado A origem das espécies. (2) A resistência dos insetos ao DDT e das bactérias aos antibióticos serve de evidência para a existência da seleção natural. (3) A descoberta recente de vestígios de vida microbiana fóssil em um meteorito proveniente do planeta Marte. vai da fertilização aos esporos (ou pólen). em camadas de rochas antigas. Questão 8 Em 1859. 86 . (0) A duração da fase esporofítica. a sua teoria da evolução dos organismos.

a AIDS e a sífilis podem ser diminuídos. chegar até o homem. (2) A maior concentração de pesticidas será encontrada no homem. como. 87 . (2) Doenças causadas por protozoários como o Trypanosoma cruzi e o Plasmodium sp podem. julgue os itens seguintes. recebe águas de várias fontes. ser evitadas pela vacinação. ou são absorvidos em detritos orgânicos. a alta taxa de colesterol e o uso de pilulas anticoncepcionais.BIOLOGIA Questão 9 UnB O Lago Paranoá. por um comportamento sexual monogâmico. a verminose e a febre amarela são algumas das doenças parasitárias que podem ser evitadas consumindo-se sempre água filtrada. entre outras formas. por exemplo: garça — martim — pescador — peixes maiores. em Brasília. (3) Os riscos de se contraírem doenças como a gonorréia. podendo. (0) Alguns fatores que predispõem ao enfarte do miocárdio são o estresse. (1) As algas podem ser consideradas consumidores primários. incluindo córregos e afluentes. depois de certo tempo. Esses pesticidas são absorvidos inicialmente pelas algas e por outras plantas. A partir das informações acima. Questão 10 O povo brasileiro viveria melhor e os gastos com tratamentos de saúde seriam em grande parte evitados se houvesse um maior esclarecimento da população com relação à prevenção de doenças. Acerca de algumas das informações que poderiam ser veiculadas para se obter esse maior esclarecimento. (1) A hepatite. (0) Uma cadeia alimentar é uma seqüência de organismos no mesmo nível trófico. (3) O esquema apresenta simplificadamente uma rede alimentar. contendo diferentes tipos de pesticida. o fumo. julgue os itens que se seguem. O esquema abaixo representa a seqüência citada. atualmente.

haverá o nascimento de gêmeos idênticos. houver nidação de dois embriões. nas clínicas mais avançadas. só amadurecem dois óvulos por mês. (0) A probabilidade de nidação será maior ou menor. (1) O passo I é necessário porque. seja pelo uso por pessoas famosas. a gravidez ocorre em cerca de apenas 30% dos casos. seja pelo debate ético suscitado.BIOLOGIA Questão 11 UnB O tema da fecundação in vitro tem aparecido com freqüência nos meios de comunicação. Questão 12 O esquema abaixo representa a síntese protéica. Mesmo com esse procedimento. por exemplo. e congelamento dos embriões restantes em N2 líquido. que também participa do processo. (3) O passo V preserva os embriões pela drástica diminuição do metabolismo desses. No esquema. um em cada ovário. Considerando o exposto acima. na maioria das vezes. 88 . não está representado o RNA transportador. Analise o esquema e julgue os itens a seguir. O conjunto representado pode estar localizado no retículo endoplasmático rugoso. cirurgia para a extração dos óvulos maduros (cerca de oito). normalmente. dependendo da fase do ciclo menstrual em que se encontra a mulher que recebe os embriões. O número de aminoácidos da proteína dependerá do tamanho do RNA mensageiro. julgue os itens que se seguem. (0) (1) (2) (3) (4) Ao final da síntese. Basicamente. a técnica de fecundação in vitro consiste nos seguintes passos: III III IV Vindução de superovulação na mulher com o uso de hormônios. no passo IV. pela destruição massiva de embriões humanos. Os ribossomos estão se movendo da parte de baixo para a de cima do esquema. introdução de cerca de quatro dos embriões resultantes no útero da mulher. fecundação in vitro dos óvulos por espermatozóides. utilizando-se vários embriões. todas as proteínas representadas no esquema serão iguais. (2) Se.

(3) Um gato macho não transmite para seus filhos machos os genes para cor da pelagem. será possível conhecer a seqüência de aminoácidos da proteína correspodente. observam-se os seguintes fenótipos: FÊMEAS AMARELAS MACHOS AMARELOS FÊMEAS MANCHADAS (AMARELO E PRETO) — FÊMEAS PRETAS MACHOS PRETOS Utilizando as informações acima. A esse respeito. é condicionado por genes ligados ao cromossomo X. (4) Todos os genes terão a mesma proporção de adenina e guanina. (1) As fêmeas manchadas são heterozigotas para o caráter cor da pelagem. por exemplo. (2) Os descendentes de uma fêmea amarela. Questão 14 Com relação à coloração da pelagem de gatos. cruzada com um macho preto. serão manchados. (2) A seqüência de todos os cromossomos será do mesmo tamanho. (0) O caráter cor da pelagem. como. (1) As seqüências obtidas corresponderão exatamente ao DNA de qualquer pessoa. julgue os itens abaixo. (3) O projeto Genoma tem levantado questões éticas. obter a seqüência de bases nitrogenadas do DNA de todos os cromossomos de uma pessoa. pelo eventual uso inadequado que se possa fazer do conhecimento obtido. ou seja. nos gatos. pelo qual se pretende seqüenciar totalmente o DNA humano.BIOLOGIA Questão 13 UnB Está em andamento o projeto Genoma. a discriminação de pessoas. julgue os itens a seguir. não havendo dominância. (0) Uma vez obtida a seqüência de um gene. 89 .

90 . na coluna I. Os casais e os bebês foram submetidos à tipagem do sangue quanto ao sistema ABO.BIOLOGIA Na questão 15 a seguir. Use. marque: o algarismo das DEZENAS. mesmo que seja igual a zero. a Folha de Respostas. Analisando-os. PESSOA bebê nº 1 bebê nº 2 mãe X pai X mãe Y pai Y TIPO SANGÜÍNEO O A AB B B B Após identificar os pais do bebê nº 2. Despreze a parte fracionária do seu resultado. cujos resultados obtidos são mostrados na tabela abaixo. para as devidas marcações. de que um futuro irmão deste bebê seja do sexo masculino e venha a ter tipo sangüíneo diferente do do irmão. em porcentagem. a Folha de Rascunho e. posteriormente. pode-se identificar os pais de cada bebê. caso exista. na coluna II. calcule a probabilidade. o algarismo das UNIDADES. UnB O algarismo das DEZENAS deve ser obrigatoriamente marcado. Questão 15 Dois casais suspeitavam da troca de seus bebês no berçário da maternidade.

Uma diferença básica entre plantas e animais é a capacidade que as plantas apresentam para a) digerir carboidratos. d) adaptar-se a ambientes.00. O bioma representado é conhecido como a) mata atlântica. cuja mãe tinha olhos brancos. c) 0. Em moscas de frutas. Epidemia de raiva. 4. c) taiga.67. Aumento da alimentação. Qual é a probabilidade de se obter uma fêmea de olhos brancos deste cruzamento? a) 1. 3. e) resistir às doenças. Observe a figura. e) 0.BIOLOGIA UNESP F A S E 1.00. a cor branca dos olhos é devida à herança ligada ao sexo. b) tundra. 1 2. Uma mosca fêmea com olhos coloridos. d) cerrado. b) concentrar o CO2 c) realizar a respiração.25. cruza-se com macho de olhos brancos. b) 0.50. e) floresta decídua temperada. d) 0. 91 . b) c) d) e) Aumento de falcões predadores. Aumento da temperatura. Qual das afirmativas melhor explica o aumento da competição entre os membros de uma população de ratos selvagens numa determinada área? a) Aumento na taxa de reprodução de ratos selvagens.

RNAt. liberação do vírus da célula. d) V . Os meios modernos de locomoção e comunicação têm diminuído ou eliminado os isolamentos geográficos. abandono da cápsula.III . Os algarismos I. III III IV VVI síntese das proteínas do vírus. b) VI .IV .I . a) II . formação de anticorpos anti-A e anti-B pelo receptor.VI . reação de anticorpos anti-B do doador com antígenos A do receptor. As alterações ambientais que favorecem a especiação são cada vez menores. ribossomo e códon. RNAm. A especiação do Homo sapiens tem pouca chance de ocorrer.I .V.V. Os itens de I a VI apresentam. e) II . 7.III . UNESP F A S E 1 6. reação dos antígenos B do receptor com os anticorpos anti-B do doador. os passos pelos quais um vírus é replicado. Assinale a afirmação que melhor sustenta esta hipótese. replicação do RNA viral.II. não necessariamente na seqüência. adesão da capa do vírus com a membrana celular. RNAt. RNAm. Assinale a alternativa que apresenta todos esses passos na seqüência correta. a) b) c) d) e) A ciência moderna tem eliminado as mutações humanas. A transfusão de sangue do tipo B para uma pessoa do grupo A resultaria em a) b) c) d) e) reação de anticorpos anti-B do receptor com os glóbulos vermelhos do doador. ribossomo e anticódon.BIOLOGIA 5. nenhuma reação.VI .IV .VI . Os postulados de Darwin não se aplicam à espécie humana. a: a) b) c) d) e) ribossomo.III . RNAm. códon.I . porque A é receptor universal.IV . Os medicamentos atuais diminuem a incidência de doenças.IV . c) II . O diagrama ilustra uma fase da síntese de proteínas.V.IV . RNAt. ribossomo e códon. considerando-se a atual condição da espécie humana. RNAm.VI .I .I . RNAt. 92 . ribossomo e anticódon.V .III. respectivamente. II. produção de proteínas.II . RNAm e RNAt. III e IV correspondem.III . 8.

condução e proteção. epiderme .6 .1 .5 .traqueídeos.1 . graças à ação de um hormônio produzido pela hipófise. que mostram os diferentes estágios que ocorrem durante o processo de clivagem.2 .fibras. Observe que eles não estão na seqüência correta de acontecimentos.5 .3 . Considere os esquemas. b) 5 . e) 3 . 4 e 5.2 .esclerênquima . colênquima .5 . 12. c) 3 . Os órgãos que produzem enzimas digestivas que digerem proteínas são: a) 1.6 . 3 e 8.2. 5 e 6.4 .4 . b) 1.5 .6 . c) secretina.súber. c) 4. súber .1 . Considere o esquema do sistema digestivo humano ao lado. 3 e 7. A reabsorção de água pelos rins regula a osmorregularidade do sangue.6 . 11.súber. São exemplos de tecido de sustentação. d) 1 . d) hormônio antidiurético.xilema .BIOLOGIA 9.traqueídeos . UNESP F A S E 1 10. respectivamente: a) b) c) d) e) súber . d) 1.1 . esclerênquima .traqueídeos . e) hormônio luteinizante. 93 . b) epinefrina. e) 2.2.colênquima .4.esclerênquima. Em qual alternativa o desenvolvimento embrionário está em ordem seqüencial totalmente correta? a) 3 .6 .3 .2.4. numerados de 1 a 6. 4 e 6. Esse hormônio é: a) somatotrofina.4 .

Cada tubo foi exposto a uma diferente intensidade luminosa. que teste citogenético você faria para comprovar esta afirmação? 94 . Os resultados obtidos estão representados no gráfico. se tivesse os testículos durante a competição? b) Sabendo-se que ela foi considerada do sexo feminino. mas falhou parcialmente no seu intento. b) Qual a previsão para produção de O2. se um quinto tubo (nº 5). que a jovem era um caso de pseudo-hermafroditismo. conseguiu erradicar o cólera e a amebíase.BIOLOGIA UNESP F A S E 1. ainda. recebendo maior intensidade de luz. Qual a explicação biológica para a) a falha apontada? b) o sucesso conseguido? 2. Em gatos. entretanto. fosse colocado no experimento? 3. Quatro exemplares de uma mesma espécie de planta. faria uma grande ampliação da rede de esgotos e do tratamento de água de sua cidade. Ele realizou a sua promessa. de tamanhos iguais. pelo menos. A matéria dizia. medido e identificado como sendo oxigênio. Uma revista publicou uma reportagem com o título “Atleta com anomalia genética faz operação para definir seu sexo e poder competir na classe feminina de judô”. para erradicar ou diminuir a doença de Chagas e a malária. se fosse eleito. Os testículos da atleta foram extirpados para que ela pudesse competir na equipe feminina de judô. numerados de 1 a 4. a) Que vantagem a atleta levaria sobre as demais competidoras. Um determinado candidato a prefeito prometeu que. Qual a proporção fenotípica esperada em F1 se a) o modo de herança for do tipo dominante? b) o modo de herança for do tipo co-dominante? 4. um par de genes. Volume de O2 em ml 2 a) Identifique e explique o fenômeno que produziu esses resultados. as cores marrom e branca dos pelos têm sido descritas como devidas a. foram colocados separadamente em quatro tubos com água. Considere o cruzamento de gatos homozigotos brancos e marrons. O gás produzido por cada planta foi coletado. pois apresentava órgãos sexuais internos masculinos e órgãos sexuais externos femininos.

BIOLOGIA 5. sofreu um acidente e precisa urgentemente de uma transfusão de sangue. Mário. 2 95 . Os vegetais apresentam. 8. Na impossibilidade de se fazer um exame dos tipos sangüíneos. entre outros compostos orgânicos. 7. a) De que forma os ruminantes conseguem o aproveitamento deste nutriente? b) Cite um invertebrado que se utiliza do mesmo processo para se alimentar da celulose. 9. Ruminantes. Érica e Ana. A análise química em amostras de cinco lâminas com ácidos nucleicos apresentou os seguintes resultados: 1ª lâmina: ribose 2ª lâmina: uracila 3ª lâmina: dupla-hélice 4ª lâmina: timina 5ª lâmina: 15% de guanina e 25% de citosina. forma-se o impulso nervoso. que são essencialmente herbívoros. responda: a) Entre seus irmãos. as quais são basicamente comandadas pelos movimentos de íons. Érica. a) Quais são os íons que comandam estas alterações elétricas que formam o impulso nervoso? b) Que nome se dá à região entre os neurônios. Pedro. onde ocorre a transmissão do impulso? 10. quais se referem a DNA? b) Justifique o resultado obtido com a 5ª lâmina. a celulose. Um casal tem cinco filhos: Alex. A capacidade de coagular o sangue é reduzida nos indivíduos hemofílicos. de alto valor energético (calórico). Um animal tem quatro cavidades no coração. com a artéria aorta voltada para a direita. Dois dos irmãos são gêmeos univitelinos. Quando um neurônio é estimulado. várias alterações elétricas ocorrem em sua membrana (axônio). a) Entre estas lâminas. e os únicos doadores disponíveis são seus irmãos. a) A que classe de vertebrados pertence este animal? b) Cite outra característica exclusiva desta classe. Quando o nível do estímulo é suficiente. UNESP F A S E a) Qual é a proteína do sangue que atua no final do processo da coagulação? b) Que tipo de célula sangüínea é responsável pela liberação de substâncias que auxiliam na coagulação? 6. e apresenta hemácias nucleadas. um dos gêmeos. qual seria a pessoa mais indicada para ser o doador? b) Justifique sua resposta. não apresentam enzimas para digerir este carboidrato.

o tempo que ela levará para atingir a meta vale. de mesmo peso P. F2: força magnética sobre o bloco de ferro. Considere o campo com 110 m de comprimento. sustentado exclusivamente pela força magnética de um ímã. Um carrinho de brinquedo movido a pilha tem 0. Durante as Olimpíadas de 96. da resultante das forças que agem sobre o carrinho durante o movimento vale: a) 0. F1: força magnética sobre o ímã. Uma falta é batida do círculo central contra o gol adversário. em módulo. ao ser batida uma falta por um jogador brasileiro. O módulo. Em t 0. conforme mostra a figura. a: P1: peso do ímã. Sendo P1 a) b) c) d) e) N1 P1 P1 P1 F1 P2.5 kg de massa total e desloca-se em linha reta com movimento uniformemente acelerado sobre uma superfície horizontal.0 s. Uma força horizontal F é aplicada ao bloco B. é: a) P/2 b) P c) 3P/2 d) 2P e) 3P 3.5 d) 1.1 b) 0.8 e) 2.FÍSICA CESGRANRIO 1. Supondo que a bola se desloque praticamente em linha reta e com velocidade constante. N2: compressão normal sobre o bloco de ferro.5 96 .0 b) 1.0 2. sem que o sistema ou parte dele se mova. estimou-se que. conforme indica a figura. O coeficiente de atrito entre esses blocos e entre o bloco C e o plano vale 0. em segundos. N1: compressão normal sobre o ímã. B e C. estão empilhados sobre um plano horizontal.5. P2: peso do bloco de ferro. é correto escrever: N2 2F1 F2 P2 F1 P2 N1 F2 P1 P2 0 4. em newtons. apoiado sobre o tampo dessa mesa. Um bloco de ferro é mantido em repouso sob o tampo de uma mesa.2 c) 0. aproximadamente: a) 1. a bola atingia a velocidade de 187 km/h.2 c) 1.4 e) 0. As forças relevantes que atuam sobre o ímã e sobre o bloco de ferro correspondem. A.3 d) 0. a velocidade do carrinho é nula. Três blocos. Uma fotografia estroboscópica registra a posição do carrinho a cada 1. O maior valor que F pode adquirir.

O copinho da esquerda (A) contém 60 grãos de feijão. sem subir nem descer. sendo que a aresta de C2 é o dobro da aresta de C1. empuxo que o ar exerce sobre a bola é igual ao peso do palhacinho. é correto afirmar que a(o): a) b) c) d) e) densidade do palhacinho é menor que a densidade da bola. De acordo com um locutor esportivo. O conjunto paira no ar. peso do palhacinho é igual ao peso da bola. aproximadamente: a) 8. é cortada para formar as faces de dois cubos ocos C1 e C2 . Uma chapa de metal. conforme indica a figura abaixo. com a haste na posição horizontal.FÍSICA CESGRANRIO 5. é: a) 61 b) 63 c) 65 d) 67 e) 69 6. Logo. a bola atinge a velocidade de 108 km/h. a densidade do cubo maior é: a) 2d b) d c) d/2 d) d/4 e) d/8 7. e a massa da haste de alumínio equivale a 48 grãos de feijão (suponha grãos de massas idênticas).. Supondo que a velocidade da bola imediatamente antes de ser golpeada seja desprezível e que a sua massa valha aproximadamente 270g. o número de grãos de feijão que deve ser colocado no copinho da direita (B) para que o sistema permaneça em equilíbrio. Um palhacinho de papelão está suspenso a uma bola de aniversário. em uma cortada do Negrão (titular da Seleção Brasileira de Voleibol). homogênea e fina (de espessura constante). em unidades do S. o peso da bola é menor que o peso do palhacinho. então o valor do impulso aplicado pelo Negrão à bola vale. Logo. 97 . densidade do conjunto é igual à densidade do ar. Dois copinhos de massa desprezível são pendurados nas extremidades de uma haste de alumínio.0 b) 29 c) 80 d) 120 e) 290 8. sendo o conjunto suspenso por um fio. Assim. A densidade do cubo menor é d.I.

é. a velocidade mínima que a esfera deve ter ao passar pelo ponto B. sob pressão que é mantida normal. projetando-se no ar a partir desse ponto para os degraus inferiores. Uma caixa de filme fotográfico traz a tabela apresentada abaixo.FÍSICA CESGRANRIO 9. nos EUA.6 b) 0. Apenas água a 0ϒC. Caindo dessa altura. TEMPERATURA TEMPO (em minutos) 65ϒF (18ϒC) 10.2 e) 1. para não tocar no primeiro degrau logo abaixo. a) b) c) d) e) Gelo e água a 0ϒC. de: a) 10. em função da temperatura dessa revelação. Apenas água a 50ϒC.5 68ϒF (20ϒC) 9 70ϒF (21ϒC) 8 72ϒF (22ϒC) 7 75ϒF (24ϒC) 6 A temperatura em ϒF corresponde exatamente ao seu valor na escala Celsius. Apenas água a 100ϒC Apenas vapor d’água a 100ϒC. 98 . uma esfera de massa 10 g rola de um ponto A para um ponto B. com 68. o trenzinho desta montanha chega a alcançar a velocidade de 128 km/h no ponto mais baixo. apenas para o tempo de revelação. é a mais alta do mundo. em min. Após alguns minutos.6 m de altura acima do ponto mais baixo. Em um calorímetro ideal misturam-se uma certa massa de vapor d’água a 100ϒC com uma outra massa de gelo a 0ϒC. para o tempo de revelação do filme. em m/s.5 b) 9 c) 8 d) 7 e) 6 12. estabelecese o equilíbrio térmico.0 d) 1. Cada degrau tem altura de 20 cm e largura de 30 cm. A percentagem de perda da energia mecânica do trenzinho nesta queda é mais próxima de: a) 10% b) 15% c) 20% d) 25% e) 30% 10. igual a: a) 0.5 2 11. assinale a única que apresenta uma situação impossível para o equilíbrio térmico.8 c) 1. A montanha russa Steel Phantom do parque de diversões de Kennywood. Dentre as opções abaixo. Considerando-se desprezível a resistência do ar e g 10 m/s . Na superfície horizontal do patamar superior de uma escada.

A luz que penetra por uma extremidade da fibra. Sendo nA. Uma fibra óptica consiste em um tubo estreito e maciço. através do núcleo. 1ª etapa (A → B): expansão isobárica 2ª etapa (B → C): expansão isotérmica 3ª etapa (C → D): contração isobárica 4ª etapa (D → A): compressão isométrica Assinale o diagrama P CESGRANRIO V (pressão versus volume) correspondente a este ciclo. São quatro as etapas do ciclo de funcionamento de uma máquina térmica. nN e nC os índices de refração do ar. emergindo na extremidade oposta.FÍSICA 13. respectivamente. tendo basicamente um núcleo e uma casca constituídos de dois tipos de vidro (ou plástico) de índices de refração diferentes. A figura abaixo representa um raio de luz que penetra na fibra. a relação correta é: a) b) c) d) e) nA nA nA nA nA nC nC nC nC nC nN nN nN nN nN 99 . proveniente do ar. 14. do núcleo e da casca. sofre múltiplas reflexões totais na superfície lateral que separa o núcleo da casca até sair pela outra extremidade.

8 e 7 d) 5. nas regiões: a) 8. d) apenas a I e a IV. Um raio luminoso. respectivamente. cujas resistências internas valem R. 7 e 6 e) 1. está(ão) correta(s): a) apenas a I. Três lâmpadas. 17. b) apenas a II. 6 e 5 c) 5. como está representado nas figuras abaixo. como representado abaixo. 2R e 3R. No circuito ao lado. A razão entre as ddp na lâmpada de resistência R e na lâmpada de resistência 3R vale: a) 1/5 b) 1/3 c) 2/5 d) 3/5 e) 5/6 100 . 8 e 7 16. 6 e 7 b) 7. 3 e 4 terão imagens formadas. Então. de foco F e centro de curvatura C. Objetos colocados nas regiões 2. o valor da resistência R. Dentre as configurações apresentadas. são ligadas a 110 Volts. atravessa uma lente de vidro plano-côncava. sabe-se que a resistência equivalente entre os pontos A e B vale 3 Ohms.FÍSICA CESGRANRIO 15. deve ser igual a: a) 3 b) 4 c) 5 d) 6 e) 7 18. e) apenas a II e a III. propagando-se no ar. em Ohms. Considere um espelho esférico côncavo. conforme indica o circuito ao lado. c) apenas I e a III.

FÍSICA 19. a intensidade desse campo elétrico. no instante em que a carga q é lançada. 101 . Um condutor XY é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade i. paralelamente ao condutor e logo abaixo dele. em Volt/metro. vale: a) 60 b) 80 c) 120 d) 150 e) 200 CESGRANRIO 3 cm 20. A ddp entre os pontos A e B vale 24 Volts. um campo magnético de intensidade B. gerando. Assim. ficando submetida a uma força magnética Fm. ao seu redor. Assinale a opção que representa corretamente o vetor força Fm. A figura ao lado representa as linhas de um campo elétrico uniforme. Uma partícula de carga elétrica positiva q é lançada com velocidade inicial V0.

o único esquema que pode representar tais forças na situação descrita acima é 4. formando um feixe de raios quase paralelos. aB = g/2. por ocasião da transferência. Na situação da figura. A temperatura do bloco. aB = g. Logo que o fio f é cortado. no foco de E1 e no centro de curvatura de E2. aA = 0. aA = 0. O calor específico da água é dez vezes maior que o da liga. no foco de E2 e no centro de curvatura de E1. B e C têm massas iguais. nos centros de curvatura de E1 e E2. O fio f mantém o sistem em repouso. aB = g/2. de modo que a quase totalidade da luz proveniente da lâmpada L seja projetada pelo espelho maior E1. Um fio inextensível e de massa desprezível une o corpo C ao B. Uma bolinha pendurada na extremidade de uma mola vertical executa um movimento oscilatório. a mola encontra-se comprimida e a bolinha está subindo com velocidade V. 3. O corpo A está apoiado sobre o B. os espelhos devem ser posicionados de forma que a lâmpada esteja aproximadamente a) b) c) d) e) nos focos dos espelhos E1 e E2. Indicando por F a força da mola e por P a força peso aplicadas na bolinha. Dois recipientes de material termicamente isolante contêm cada um 10 g de água a 0°C. a) b) c) d) e) aA = 0. mas sem misturá-los. Deseja-se aquecer até uma mesma temperatura os conteúdos dos dois recipientes. aA = g/3. Para isso é usado um bloco de 100 g de uma liga metálica inicialmente à temperatura de 90°C. deve então ser igual a a) 10°C b) 20°C c) 40°C d) 60°C e) 80°C 102 . aB = g/3. aC = g/2 aC = g/3 aC = g/3 aC = g aC = g/2 FUVEST F A S E 1 2.FÍSICA 1. O bloco é imerso durante um certo tempo num dos recipientes e depois transferido para o outro. passando por uma roldana de massa desprezível. aB e aC dos corpos A. B e C serão. Despreze qualquer efeito das forças de atrito. Os corpos A. aB = g/3. nele permanecendo até ser atingido o equilíbrio térmico. aA = G/2. as acelerações aA. no centro de curvatura de E2 e no vértice de E1. Neste arranjo. Um holofote é constituído por dois espelhos esféricos côncavos E1 e E2.

no plano da folha. coloca-se uma carga de prova positiva no centro do quadrado e verifica-se que a força sobre ela é F. vale: a) 12. O circuito da figura é formado por 4 pilhas ideais de tensão V e dois resistores idênticos de resistência R. Podemos afirmar que as correntes i1 e i2. Um raio de luz Ι. 8. As duas cargas Q e Q têm mesmo valor absoluto e as outras duas.FÍSICA 5. a distância percorrida. valem a) i1 = 2 V/R e i2 = 4 V/R b) i1 = zero e i2 = 2 V/R c) i1 = 2 V/R e i2 = 2 V/R d) i1 = zero e i2 = 4 V/R e) i1 = 2 V/R e i2 = zero 7. a partir do instante t = 10 s.5 m FUVEST F A S E 1 6. Quatro cargas pontuais estão colocadas nos vértices de um + – quadrado. desde sua partida até atingir a velocidade de 6 m/s.0 m e) 84. mostrada na figura. está representada no gráfico. Se o carro partiu do repouso e manteve uma aceleração constante até t = 15 s. Um raio II incide perpendicularmente à superfície cilíndrica formando um ângulo 0 com a direção OC e emerge com direção praticamente paralela à face plana. segundo um ângulo de 45° com a normal OC à face plana.5 m b) 18. O raio emerge pela superfície cilíndrica segundo um ângulo de 30° com a direção de OC. indicadas na figura. Podemos afirmar que a) q1 > q2 > 0 b) q2 > q1 > 0 c) q1 + q2 > 0 d) q1 + q2 < 0 e) q1 = q2 > 0 103 . Podemos concluir que a) b) c) d) e) 0 = 0° 0 = 30° 0 = 45° 0 = 60° a situação proposta no enunciado não pode ocorrer. Afim de determinar a natureza destas cargas.5 m d) 38. incide no ponto C do eixo de um semi-cilindro de plástico transparente. q1 e q2. são desconhecidas. Um carro se desloca numa trajetória retilínea e sua velocidade em função do tempo.0 m c) 24.

Na figura da esquerda é esquematizada uma máquina de solda elétrica. Para mantêlas em equilíbrio nesta profundidade. as curvas que qualitativamente melhor representem a potência dissipada P e a resistência R (R = V/I) do arco. obtendo-se a curva mostrada na figura da direita 1 Nos gráficos ao lado. as sete unidades de base são o metro (m). o segundo (s). muito próximas à superfície de um lago. a candela (cd) e o mol (mol). o ampère (A). por forças de valor F dirigidas para baixo. São feitas medidas da voltagem V em função da corrente I que circula através do arco. A lei de Coulomb da eletrostática pode ser representada pela expressão 1 Q1Q2 F = ——— ——— π 2 r 4 ε0 onde ε0 é uma constante fundamental da física e sua unidade. o kelvin (K). Puxa-se as duas esferas até uma profundidade de 10 metros abaixo da superfície do lago. a) A e Z b) C e Z c) B e Y d) A e X e) B e X 10.FÍSICA FUVEST F A S E 9. A esfera A é totalmente fechada e a esfera B tem um pequeno furo em sua parte inferior o qual permite a entrada da água. ocas e rígidas. em função da corrente I são. aplicadas respectivamente nas esferas A e B são tais que a) FA > F e FB < F b) FA = F e FB = F c) FA > F e FB > F d) FA > F e FB = F e) FA = F e FB < F 11. com 1 kg de massa e 3 litros de volume estão cheias de ar e são mantidas submersas e em equilíbrio. Duas esferas de aço. em função das unidades de base do SI. o quilograma (kg). respectivamente. os novos valores das forças FA e FB. é a) m s A –3 –1 2 b) m kg A –3 –1 4 2 c) m kg s A –2 2 2 d) m kg s e) adimensional –2 104 . No Sistema Internacional de Unidade (SI). como mostra a figura.

está apoiada sobre um plano horizontal.000 metros e é pressurizado até o limite.000 m 105 . os passageiros ficam sujeitos a uma pressão igual à que reina na atmosfera a uma altura de aproximadamente a) 0 m b) 1.500 m e) 7. a transformação descrita acima só pode corresponder às curvas a) I e IV b) II e V c) III e IV d) I e VI e) III e VI FUVEST F A S E 1 13. O gráfico representa a pressão atmosférica P em função da altura H acima do nível mar. Para evitar sua explosão é estabelecido o limite máximo de 0. Nesses diagramas. Uma força F com direção paralela ao lado AB é aplicada no vértice V. Dois pequenos obstáculos O. com massa m uniformemente distribuída. Um avião que voa a grande altura é pressurizado para conforto dos passageiros. Uma pirâmide reta.FÍSICA 12. Se o avião voa a uma altura de 7. Uma certa massa de gás ideal sofre uma compressão isotérmica muito lenta passando de um estado A para um estado B. V o volume e P a pressão do gás. de altura H e base quadrada de lado L. impedem que a pirâmide se desloque horizontalmente.000 m c) 2. As figuras representam diagramas TP e TV. fixos no plano.5 atmosfera para a diferença entre a pressão interna no avião e a externa. sendo T a temperatura absoluta.000 m d) 5. A força F capaz de fazer tombar a pirâmide deve ser tal que  L mg   2 d) | F | > ———— H  L mg   2 e) | F | > ———————— mgH a) | F | > ———————  L  + H2  2 b) | F | > mg mgH c) | F | > ————  L  2 2  L  + H2  2 2 14.

a esfera é conectada à terra por um fio condutor que pode ser ligado a um dos pontos P. Considere a hipótese de que as três grandezas físicas dadas na tabela abaixo se conservam. Quando se aproxima um bastão B. A esfera é abandonada na posição I e. R ou S da superfície da esfera. (–) ou (0) o sinal da carga final (Q) da esfera. ao atingir o ponto inferior II de sua trajetória. se choca com outra esfera igual ficando grudadas uma na outra e depois prosseguindo juntas até atingirem uma altura máxima h = L/4. Indicando por ( → ) o sentido do fluxo transitório (Q) de elétrons (se houver) e por (+). a única alternativa de acordo com o que aconteceu durante a colisão é ENERGIA CINÉTICA QUANTIDADE DE MOVIMENTO ENERGIA MECÂNICA TOTAL a) b) c) d) e) Falsa Verdadeira Verdadeira Falsa Falsa Verdadeira Falsa Verdadeira Falsa Verdadeira Verdadeira Verdadeira Verdadeira Falsa Falsa 106 . de uma esfera metálica isolada e inicialmente descarregada. o esquema que representa φ e Q é 16.FÍSICA FUVEST F A S E 15. eletrizado positivamente. 1 Mantendo o bastão na mesma posição. Com relação a essa hipótese. Uma pequena esfera de massa de modelar está presa na extremidade de um fio formando um pêndulo de comprimento L. observa-se a distribuição de cargas representada na Figura 1.

Despreze o campo magnético da Terra. A direção assumida pelas agulhas. Três imãs iguais em forma de barra. é λ. representadas no desenho por C1. No canal se propaga uma onda com velocidade Vo > Vg no mesmo sentido que a correnteza. C2 e C3. Uma jovem. A jovem vê então a garrafa e o barquinho oscilando para cima e para baixo com freqüências fg e fB que valem 1 VO + Vg a) fg = —————— λ VO – Vg b) fg = —————— λ VO c) fg = ———— λ VO – Vg d) fg = —————— λ VO e) fg = ———— λ e V0 fB = ——— λ VO + Vg fB = ————— λ VO – Vg fB = ————— λ VO fB = ——— λ VO fB = ————— λ e e e e 18.FÍSICA FUVEST F A S E 17. repousando à margem de um canal. A distância entre cristas sucessivas da onda. observa uma garrafa levada pela correnteza com velocidade Vg e um barquinho B preso às margens por fios fixados nos pontos M e N. estão sobre um plano. representadas por (—•—). B e C. Três pequenas agulhas magnéticas podem girar nesse plano e seus eixos de rotação estão localizados nos pontos A. de pequena espessura. é melhor descrita pelo esquema: 107 . Todas as velocidades são medidas em relação à jovem.

0 m.0 m acima do piso do elevador. Suponha que não há outras perdas por atrito.000 J W = 27.000 J 1. quando este passa pela altura z = 0. Determine: a) o valor. II e IV.000 J W = 2. da altura da coluna do líquido em função da temperatura. em kW. da potência PII que o motor desenvolve no trecho II. II .15. Um automóvel com massa de 1000 Kg percorre.000 J ∆U = 29. da componente paralela a cada trecho da estrada das forças FI.Se as alturas das duas colunas forem iguais a 10 mm. que a) b) c) d) e) W = 2.000 J ∆U = 29.000 J ∆U = 27. III . e termina quando o piso do elevador passa por z = 27. O trabalho realizado pelo atleta sobre a massa é W. com velocidade constante V = 20m/s (ou 72 Km/h). um contendo mercúrio (M) e outro água (A). São dados: senα = 0.000 J W = 29. II e III b) I e II c) I e III d) II e III e) I 20. Use g = 10m/s .0 m. foram calibrados entre 0°C e 37°C. o valor da temperatura indicada pelo termômetro de água vale o dobro da indicada pelo de mercúrio. que pode ser considerada constante ao longo de todo o 2 trajeto percorrido. uma estrada (ver figura) com dois trechos horizontais (I e III).000 J ∆U = 27. F A S E 2 108 .No entorno de 18°C o coeficiente de dilatação do mercúrio e o da água são praticamente iguais.O coeficiente de dilatação do mercúrio é aproximadamente constante entre 0°C e 37°C. FII e FIV. respectivamente. em relação ao referencial da Terra. aplicadas pela estrada ao automóvel nos trechos I.000 J e e e e e ∆U = 2. inicialmente apoiada no piso do elevador. um em subida (II) e um em descida (IV).FÍSICA 19. Dois termômetros de vidro idênticos. Nos trechos horizontais o motor do automóvel desenvolve uma potência de 30lW para vencer a resistência do ar. A massa é levantada pelo atleta até uma altura de 2. é ∆U. em newtons. usando g = 10 m/s . A dilatação do vidro pode ser desprezada. A variação da energia potencial da massa durante o levantamento. Um atleta está dentro de um elevador que se move para cima com velocidade constante V. obtendo-se as curvas M e A. Considere as seguintes afirmações: FUVEST F A S E 1 I .10 e senβ = 0.000 J W = 2. b) o valor. Ele começa a levantar uma massa de 100 kg. Podemos 2 afirmar. Podemos afirmar que só são corretas as afirmações a) I.

a imagem A’ B’ C’ D’ do quadrado. numa vertical sobre ele. O satélite A está a uma distância R do centro da Terra e estacionário com relação a um observador A fixo em um ponto do equador da Terra. e um quadrado ABCD. D’ dos vértices. 2 3. formada pela lente. situado num plano que contém o eixo da lente. Construa. Represente com traços contínuos somente as imagens dos lados do quadrado. Identifique claramente as imagens A’. sempre à mesma hora. com focos F e F’. os valores dos raios das órbitas correspondentes às velocidades angulares encontradas no item superior. Dois satélites artificiais A e B descrevem órbitas circulares no plano equatorial da Terra. a) Esse mesmo observador vê o satélite B passar por uma mesma posição. 109 . B’. b) Calcule.FÍSICA FUVEST F A S E 2. no que couber na folha. na própria figura. Use linha tracejadas para indicar todas as linhas auxiliares utilizadas para construir as imagens. C’. Quais os dois possíveis valores da velocidade angular de B. em função de RA. a cada dois dias. A figura representa uma lente convergente L. no referencial inercial em relação ao qual a Terra gira em torno de seu eixo com um período de 24 h ? Expresse o resultado em rd/h.

para o deslocamento descrito no item a. calcule essa variação.050 m . está imerso em água. sendo mantido em equilíbrio estático por um fio fino ao 2 qual se aplica uma tensão T0. como mostra a figura.50m. 5. realizado pela tensão T. da tensão T no fio em função da posição y da base inferior do cilindro. Use g = 10m/s e considere a 3 massa específica da água rm = 1000 kg/m .70m até y = +0. Despreze os atritos. A massa m do rapaz é igual à massa de cada um dos carrinhos. b) Houve variação de energia mecânica do conjunto quando o rapaz empurrou o carrinho traseiro? Se houve. em joules.FÍSICA 4. O conjunto começa a descida com velocidade inicial nula. onde o carrinho chega com velocidade nula. em newtons. de massa m = 45 kg. Um conjunto de dois carrinhos com um rapaz sentado no carrinho dianteiro. a) Determine a altura máxima H a que chega o carrinho dianteiro. o rapaz solta o carrinho traseiro e o empurra para trás com impulso suficiente para fazê-lo retornar ao ponto A de partida. Começa-se então a puxar o cilindro na direção υ. Se não houve. e nele preso pelo cinto de segurança. 110 . desde y = -0. encontra-se inicialmente na altura h (posição A da figura) de uma montanha russa. b) Determine o trabalho total W. Um cilindro maciço. para cima.30m e 2 base de área S= 0. Marque os valores da escala utilizada no eixo da tensão T. Ao chegar ao ponto B da parte plana da trajetória. altura H = 0. FUVEST F A S E 2 a) trace no papel do gráfico abaixo o valor. escreva “a energia mecânica se convervou”. com velocidade constante e muito pequena.

a) Determine o comprimento L do tubo. 8. Um pesquisador estuda a troca de calor entre um bloco de ferro e certa quantidade de uma substância desconhecida. Quando o tubo contém ar e estando ambos a 300K (temperatura ambiente). caso não exista. c) Considerando agora a dilatação do tubo. sempre no estado sólido à temperatura T0 .1 cal/(g°C).8. b) Desprezando a dilatação do tubo. dentro de um calorímetro de capacidade térmica desprezível (Ver Figura 1). comum ao tubo e ao ar nele contido. corresponde a um comprimento de onda igual a quatro vezes o comprimento L do tubo. Uma terceira carga negativa q3 é colocada no ponto p entre q e q2. 1 conforme mostra a figura. igual ou menor do que 2f0 ? Justifique. O som de freqüência mais baixa. calcule este valor de q3. determine para a substância desconhecida: 2 a) a temperatura de fusão. c . Em sucessivas experiências. q1 e q2 = 4q1. a) Calcule o valor de X para que a força sobre a carga q3 seja nula. b) Verifique se existe um valor de q3 para o qual tanto a carga q1 como a q2 permanecem em equilíbrio. a várias temperaturas iniciais T. são fixadas a uma distância d uma da outra. na qual a freqüência fundamental emitida é 2f0. na fase sólida s c) o calor latente de fusão L 8. Caso exista.FÍSICA FUVEST F A S E 6. onde V é em m/s e T é a temperatura absoluta do ar em kelvin (K). Considere o valor do calor específico do ferro igual a 0. medindo em cada caso a temperatura final de equilíbrio térmico Te. A razão das massas do bloco de ferro e da substância desconhecida é mf/ms = 0. determine a temperatura T. A partir destas informações. sem necessidade de nenhuma outra força além das eletrostáticas entre as cargas. Duas cargas pontuais positivas. o valor da freqüência fundamental emitida à temperatura T. 111 . Sabe-se que o valor V da velocidade do som no ar pode ser obtido pela expressão V = 20 T . calculada no item anterior. será maior.20°C. dita fundamental. O gráfico da Figura 2 representa o resultado das experiências. ele coloca no calorímetro a substância desconhecida. escreva “não existe” e justifique. nas posições do item a). emitido por um tubo sonoro fechado numa extremidade. a uma distância X da carga q1. a freqüência fundamental emitida é F0=500 hertz. Tfusão b) o calor específico. e o bloco de ferro.

da resistência R para que as potências dissipadas em R1 e R2 sejam iguais. Marque os valores da escala utilizada no eixo da pressão P. nas condições do item anterior. a) Dentre as grandezas pressão. volume e temperatura. quais permanecem constantes no trecho AB ? E no trecho BC ? b) Construa na Figura 2 o gráfico da pressão P em função da temperatura absoluta T. no intervalo de 300K a 600K. em ohms. Um mol de gás ideal é levado lentamente do estado inicial A ao estado final C. 2 a) Determine o valor. A figura 1 representa a variação do volume. com seus coeficientes dados numericamente. 10. A constante universal dos gases vale R = 0.K). c) Escreva a função P(T) que representa a pressão P do gás em função da temperatura absoluta T. V do gás. O circuito abaixo é formado por quatro resistores e um gerador ideal que fornece uma tensão V = 10 volts. Na figura estão indicados os valores das resistências dos outros resistores. passando pelo estado intermediário B. em função da temperatura absoluta T. O valor da resistência do resistor R é desconhecido. da potência P dissipada no resistor R1.l/(mol. Indique claramente os pontos correspondentes aos estados A.082 atm. para a transformação em questão. em litros (l). em watts.FÍSICA FUVEST F A S E 9. b) Determine o valor. 112 . B e C.

fica submetido a uma aceleração constante. é correto afirmar: (1) Sobre o corpo em movimento. tem a energia cinética modificada. descreve trajetória circular. adquire  movimento retilíneo uniforme sob a ação de uma força constante F → . onde se estabelece um campo elétrico uniforme. some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. A intensidade do empuxo que atua no cubo é igual à do peso do fluido deslocado pelo cubo. atua uma força resultante de direção horizontal. 113 . quanto maior for a profundidade em que o cubo se encontre. para o par de superfícies em contato. ao atravessar a região entre as placas: (1) (2) (4) (8) (16) tem a componente vertical da velocidade perpendicular ao vetor campo elétrico. A intensidade do empuxo sobre o cubo é tanto maior. totalmente imerso num fluido ideal contido num recipiente aberto. 2 (8) A força de atrito estático máxima. paralela ao plano e de módulo igual à metade do peso do corpo. tem o módulo  menor do que o de F → . em qualquer profundidade. Questão 1 Entre duas placas planas e paralelas. conforme figura ao lado. para o par de superfícies em contato. 1 Questão 2 Um corpo de massa m. o módulo da força de atrito cinético fica reduzido à metade. tem a componente horizontal da velocidade modificada. 5 mg. Sendo g o módulo da aceleração da gravidade local. eletrizadas. encontra-se em equilíbrio. A diferença de pressão. cada elétron. é lançado horizontalmente um feixe de elétrons.  (16) Duplicando-se o módulo de F → . (2) O coeficiente de atrito cinético. A pressão do fluido.5. qualquer que seja a intensidade do campo elétrico. é correto afirmar: (1) (2) (4) (8) (16) (32) A densidade do cubo é igual à densidade do fluido. é nula. Desprezando-se a ação do campo gravitacional.FÍSICA QUESTÕES DE 1 A 7 UFBA F A S E INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras. não depende da forma do recipiente. Sendo p0 a pressão atmosférica local. dispostas na direção horizontal. inicialmente em repouso sobre um plano horizontal rugoso. sob a ação da gravidade. é 0. A pressão atmosférica atua na base inferior do cubo. (4) A resultante das forças que o corpo aplica sobre o plano tem módulo igual a Questão 3 Um cubo maciço e homogêneo. entre os pontos 1 e 2.

(2) O coeficiente de dilatação superficial do disco é igual ao coeficiente de dilatação volumétrica do cubo. R3. até a temperatura θ. tanto no disco quanto no cubo. A lente biconvexa e o prisma são feitos de vidro transparente. Nessas condições. propagando-se no ar. incidem nos sistemas ópticos representados a seguir.FÍSICA Questão 4 UFBA F A S E Um disco de raio R e um cubo maciço de aresta a e densidade d.θ)] . R4 e R5. no intervalo de θ0 a θ. é correto afirmar: (1) Ao passarem da temperatura θ0 para θ. é de aproximadamente 42°. R4 e R5 são desviados de modo a se tornarem convergentes. para o par de meios ar-vidro. (4) R3 produz. (2) R2 será totalmente absorvido pela superfície espelhada. 114 . o ângulo limite. se o ponto de incidência for o vértice do espelho côncavo. numericamente. à dilatação 3 volumétrica do cubo. Nessas condições. -1 (4) A densidade do cubo. encontram-se em equilíbrio térmico. à temperatura θ0. constituídos do mesmo material. devido à reflexão no espelho plano. disco e cubo recebem energia sob forma de calor sensível. a dilatação superficial do disco se iguala. dilatando-se quando são aquecidos simultaneamente. um ângulo de incidência menor do que 45°. R2. (8) A convecção térmica é responsável pela propagação do calor. Considerem-se R = a e α o coeficiente de dilatação linear médio do material. Questão 5 Os raios luminosos R1. (16) Ao emergirem da lente biconvexa. (8) R3 é totalmente refletido pela face AC do prisma. (16) Para R = 1 2π . na temperatura θ. é expressa por d[1 + 3α (θ . é correto afirmar: (1) A direção de propagação de R1 é modificada. na face AC do prisma.

os fios de ligação são ideais. R2 e R3 são. Uma partícula de -9 -8 massa igual a 2 x 10 kg e carga elétrica de 10 C é abandonada em repouso. -7 O trabalho realizado pela força elétrica. a sua energia potencial elétrica é maior do que no ponto B.FÍSICA Questão 6 Na figura ao lado. entre os prontos A e B. A velocidade da partícula. Questão 7 INSTRUÇÃO: Efetue os cálculos necessários e marque o resultado na Folha de Respostas. (1) (2) (4) (8) 115 . No circuito representado ao lado. 1Ω e 14Ω. A energia mecânica da partícula mantém-se constante durante seu deslocamento do ponto A ao ponto B. Determine o número de resistores de 2Ω que devem ser associados em série. Desprezando-se as ações gravitacionais. e as resistências elétricas dos resistores ôhmicos R1. estão representadas as linhas de força e as superfícies eqüipotenciais de um  campo elétrico uniforme E → . é 10 m/s. no ponto B. (16) Colocada a partícula no ponto C. respectivamente. 2Ω. para que o resistor R1 dissipe uma potência igual a 18W. para deslocar a partícula de A até B. de 2 intensidade igual a 10 V/m. no ponto A. a diferença de potencial fornecida pelo gerador G é igual a 20V. é correto afirmar: UFBA F A S E 1 A distância d entre as superfícies eqüipotenciais é 1 m. é 10 J.

corpo B. os corpos A e B são constituídos da mesma substância. ao receberem iguais A B quantidades de calor. Questão 1  Um satélite artificial. -2 CA CB (16) Se m = m .FÍSICA QUESTÕES DE 1 A 10 UFBA F A S E INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras. é correto afirmar: (1) Ao atingir o equilíbrio térmico. Considerando-se exclusivamente a interação do satélite com a Terra. a quantidade de calor cedida pelo corpo A é necessariamente igual à quantidade de calor absorvida pelo corpo B. encontram-se num recipiente termicamente isolado. no fio. descreve movimento circular com velocidade v→ . (2) A capacidade térmica do sistema é igual a CA + CB. (8) Se a temperatura do equilíbrio térmico for θBX ocorrerá mudança de estado físico no . A e B. considerada como esférica. em torno da Terra. 2 B P R O V A (2) A força gravitacional mantém o satélite em órbita. h Questão 2 Dois corpos. de capacidade térmica desprezível. é correto afirmar:  (1) A força de atração da Terra sobre o satélite provoca variação no módulo de v→ . some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. (16) Se existisse um fio ideal interligando o satélite ao centro da Terra. respectivamente. Nessas condições. a tração. 2π (4) O período de rotação do satélite é igual a |  → | (R + h). de massa m. massas mA e mB e temperaturas θA > θB. 116 . Admite-se que R e M são.  v (8) A aceleração centrípeta do satélite é igual a GM(h + R) . de capacidades térmicas CA e CB. (4) Se CA = CB. os corpos A e B atingirão a mesma temperatura. seria mM igual a G 2 . o raio e a massa da Terra e que G é a constante de gravitação universal. a uma altura h em relação à superfície terrestre.

a Lua se interpõe entre o Sol e a Terra. (8) No refrigerador. (2) O ciclo de Carnot é composto por transformações isométricas e isobáricas. 5π 2 m/s . a luz apresenta comportamento ondulatório. (16) A reflexão luminosa pode ser explicada de acordo com o modelo corpuscular de Newton. (16) Admitindo-se o universo como sistema físico isolado. 2 5π π sen  t . evaporando-se. (1) (2) (4) (8) 2 B P R O V A Nessas condições. e transfere calor à fonte quente. Questão 4 Com base nos conhecimentos sobre a interação da luz com a matéria. A cor que se vê num objeto corresponde à parcela de luz que é absorvida por ele. a velocidade escalar do móvel é nula. (8) No instante 6s. condensando-se. a energia interna do gás aumenta. (32) Ao sofrer difração. é correto afirmar: 3π  π . a luz se propaga com velocidade de aproximadamente 8 3 x 10 m/s. em função do tempo. o gás refrigerante remove calor da fonte fria. (1) A função horária da elongação é x = 5 cos  t + 4 2 (2) A função horária da velocidade escalar instantânea é v = − (4) No instante 2s. a entropia do universo sempre aumenta. Questão 5 O gráfico ao lado representa as posições ocupadas. A polarização da luz é o fenômeno responsável pela formação do arco-íris. por um móvel de massa igual a 1kg. é correto afirmar: No eclipse solar. (4) O rendimento de uma máquina térmica depende exclusivamente da temperatura da fonte quente. é correto afirmar: UFBA F A S E (1) Quando um gás ideal é comprimido rapidamente. 4  4 117 . a energia cinética do móvel é nula. a aceleração escalar do móvel é igual a 16 (16) No instante 8s. que oscila em movimento harmônico simples. Em qualquer meio material.FÍSICA Questão 3 Com base nos conhecimentos sobre Termodinâmica.

C (4) No resistor R2. (8) ondas de comprimento igual a L. no seu segundo harmônico. haverá conversão de energia elétrica em energia térmica. (4) dois pontos onde a amplitude de vibração é máxima. com freqüência f. (16) No instante em que a chave é fechada. Questão 7 No circuito elétrico representado ao lado. R1 + R 2 (2) A diferença de potencial. 2 2 2 (32) tensão igual a µf L . 118 . que se encontra inicialmente aberta. é igual a Q . (2) oscilação com freqüência fundamental. através da chave K. (8) A energia armazenada no capacitor é igual a Q C. Nessa situação. (64) Fechando-se a chave. Desprezando-se a resistência elétrica dos fios de ligação e da chave K. a intensidade de corrente que percorre o circuito Q é igual a .FÍSICA Questão 6 UFBA F A S E Uma corda de comprimento L e densidade linear µ encontra-se distendida. é correto afirmar: (1) A resistência equivalente do circuito é igual a P R O V A R1 R 2 . R1 + R 2 C 2 ( ) (32) Com a chave fechada. e ressoa. a queda de potencial é nula. com as extremidades fixas. a corda apresenta: (1) configuração de onda estacionária. na chave. no circuito. a intensidade de corrente do circuito permanece constante. 2 B 1 (16) ondas de velocidade igual a L f. R1 e R2. o capacitor plano de capacitância C está carregado com carga Q e interligado a dois resistores ôhmicos.

Uma lâmpada de resistência elétrica R é ligada aos trilhos. e 1g/cm a massa específica da água. de resistência elétrica desprezível. a parcela de energia térmica convertida em energia mecânica. em g/cm . 3 sen θ = 0. Questão 9 Dois blocos. Considerem-se: g o módulo da aceleração da gravidade local. Determine. desliza sobre  esses trilhos. Determine. variando o volume em 0.5. apoiado numa rampa perfeitamente polida. à pressão de 4. os quais formam um ângulo θ com a superfície horizontal e se encontram numa região onde existe um campo  de indução magnética uniforme B→ . Uma  barra condutora. conforme a figura ao lado.5 L. 3 119 . de peso P → . em joules. O bloco A encontra-se submerso em água. UFBA F A S E 2 B P R O V A Considerando-se constante a resistência elétrica da lâmpada. a densidade dos blocos. maciços e homogêneos estão interligados através de uma polia e um fio ideais.0 N/cm2. é correto afirmar: (1) O módulo da força magnética que o campo exerce sobre a barra é igual ao módulo do peso da barra. (2) A corrente induzida percorre a barra no sentido MN. o gás sofre expansão isobárica. QUESTÕES 9 E 10 INSTRUÇÃO: Efetue os cálculos necessários e marque o resultado na Folha de Respostas. (8) A potência dissipada na lâmpada é igual a (Bvdcosθ ) . Quando aquecido. A e B. separados por uma distância d. R 2  (16) O módulo da velocidade V → é igual a PRtgq B d cosθ 2 2 . para que o sistema permaneça em equilíbrio. e o bloco B. com velocidade V → aproximadamente constante.FÍSICA Questão 8 A figura ao lado representa dois trilhos condutores. (4) A força eletromotriz induzida no circuito é igual a Bvsenθ. idênticos. Questão 10 Um gás ideal está contido em um recipiente com pistão móvel. de inclinação θ. sem atrito.

. C2. obtêm-se os tempos que a bola gastou para chegar em frente de cada cronômetro. c) atravessará o rio em 20 minutos. 2. A velocidade do barco.FÍSICA UFMG F A S E 1. Um barco tenta atravessar um rio com 1. 1 A P R O V A A figura que melhor representa as marcações dos cronômetros em um eixo de tempo é Scan (faltando) 120 . é de 3.. Ao longo da rampa. C5. pode-se afirmar que o barco a) atravessará o rio em 12 minutos.0 km de largura.. simultaneamente (t = 0).0 km/h perpendicularmente às margens. A correnteza do rio é paralela às margens e tem velocidade de 4. Cada um dos cronômetros pára quando a bola passa em frente a ele. estão dispostos cinco cronômetros. igualmente espaçados. quando a bola começa a descer a rampa partindo do topo. d) nunca atravessará o rio. A figura mostra uma bola descendo uma rampa. Desse modo. b) atravessará o rio em 15 minutos. Nessas condições. C1.0 km/h. em relação à água. Todos os cronômetros são acionados.

cai livremente (trecho 3) como mostra a figura. no 6º andar. É correto afirmar que o barbante poderá arrebentar a) no momento em que o elevador entrar em movimento. entre o 5º e o 2º andares. Considere os módulos das acelerações da bola nos trechos 1.FÍSICA UFMG F A S E 3. sobre um plano horizontal (trecho 2) e. finalmente. Uma bola desliza inicialmente sobre um plano inclinado (trecho 1). b) no momento em que o elevador parar no térreo. a . depois. pode-se afirmar que a) a < a e a c) a = a e a = 0 1 1 2 3 3 2 1 1 2 3 3 2 b) a < a e a = 0 d) a = a e a = 0 4. Uma pessoa entra num elevador carregando uma caixa pendurada por um barbante frágil. e a 1 3 3 respectivamente. 2 e 3 como sendo a . 1 A P R O V A Desconsidere as forças de atrito durante todo o movimento. Sobre os módulos dessas acelerações nos trechos do movimento da bola. 121 . d) somente numa situação em que o elevador estiver subindo. como mostra a figura. O elevador sai do 6º andar e só pára no térreo. c) quando o elevador estiver em movimento.

é correto afirmar que a) b) c) d) P1 = P2 = P3 somente se os líquidos ll1. Para que a barra fique em equilíbrio na horizontal. P1 > P2 > P3 quaisquer que sejam os líquidos l1. P1 = P2 = P3 quaisquer que sejam os líquidos ll1. l2 e l3 26. A figura mostra um brinquedo. 1 A P R O V A Com relação a essa situação. As pressões no fundo dos vasos são P1. a relação entre os pesos das crianças deve ser a) PN = P0 /2 b) PN = P0 c) PN = 2P0 d) PN = 4P0 122 . comum em parques de diversão. Os vasos estão cheios de líquidos l1. respectivamente. A figura mostra três vasos V1 V2 e V3 cujas bases têm a mesma área. Uma segunda criança de peso PN senta-se do lado oposto a uma distância X/2 do centro. P2 e P3. l2 e l3 até uma mesma altura.FÍSICA UFMG F A S E 5. l2 e l3 P1 > P2 > P3 somente se os líquidos ll1. que consiste de uma barra que pode balançar em torno de seu centro. l2 e l3 forem idênticos. Uma criança de peso P0 senta-se na extremidade da barra a uma distância X do centro de apoio. l2 e l3 forem idênticos.

P R O V A 8. O gráfico que melhor representa a temperatura do gelo e posteriormente da água e a temperatura do chope. dentro de um recipiente de isopor. Um bloco de gelo. pára em X e. se sair de P2. se sair de P3. é igual à sua energia potencial em X.FÍSICA UFMG F A S E 7. ultrapassa a posição X. 1 A Com relação a esta situação. a temperatura do chope é de 5°C. em função do tempo. A figura representa um escorregador. é 123 . Coloca-se um caneco com chope a uma temperatura de 30°C sobre o bloco. a) b) c) d) em P2. onde uma criança escorrega sem impulso inicial. está à temperatura de -10°C. pode-se afirmar que a energia potencial da criança. Se ela sair da posição P1. não chega a X. é maior do que em X. em P3. em P0. é igual à sua energia potencial em X. em P3. Após atingir o equilíbrio térmico. é igual à soma de suas energias potencial e cinética em X.

80 m. Uma pessoa observa o menino e percebe que a freqüência de oscilação da ponta da vareta encostada na areia é de 1. b) 0. Ao chegar nessa profundidade. Uma das pontas da vareta encosta na areia e oscila.0 atm. d) 0. baixo calor específico e alta condutividade térmica.FÍSICA UFMG F A S E 9. Um cozinheiro quer comprar uma panela que esquente rápida e uniformemente. 124 . alto calor específico e baixa condutividade térmica. uma variação de 10 m na profundidade produz uma variação de 1 atm de pressão. Se TS é a temperatura na superfície e Tp a temperatura a 10 m de profundidade. Um menino caminha pela praia arrastando uma vareta. Um mergulhador. no sentido transversal à direção do movimento do menino. Ele deve procurar uma panela feita de um material que tenha a) b) c) d) alto calor específico e alta condutividade térmica. pode-se afirmar que a) TS < Tp b) TS = Tp c) TS > Tp d) não é possível fazer comparação entre as duas temperaturas com os dados fornecidos. 1 A P R O V A 11. na superfície de um lago onde a pressão é de 1. enche o balão com ar e então desce a 10 m de profundidade. dentro d’água. 10. baixo calor específico e baixa condutividade térmica. ele mede o volume do balão e vê que este foi reduzido menos da metade. Considere que.2 Hz e que a distância entre dois máximos consecutivos da onda formada na areia é de 0. traçando no chão uma curva na forma de uma onda. como mostra a figura. A pessoa conclui então que a velocidade do menino é a) 0.80 m/s.96 m/s.5 m/s. c) 1.67 m/s.

Para que isso aconteça. devido a múltiplas reflexões totais. com índice de refração ny. Essa situação está ilustrada na figura. com índice de refração nx. no interior de outro material Y. 1 A P R O V A Se a fonte sonora que emitiu esse som aumentar sua intensidade. a densidade de moléculas do gás dentro do tubo: região mais escura corresponde a maior densidade.FÍSICA UFMG F A S E 12. a) a densidade do gás na região M aumenta e a densidade em N diminui. Um feixe de luz que incide em uma extremidade de X atravessa para a outra extremidade. c) a distância entre as regiões M e N diminui. em um dado instante. b) a densidade do gás na região M diminui e a densidade em N aumenta. Uma onda sonora de uma determinada freqüência está se propagando dentro de um tubo com gás. O princípio básico de funcionamento de uma fibra óptica consiste em colocar um material X. 13. A figura representa. é necessário que a) nx < ny b) nx = 0 c) nx = ny d) nx > ny 125 . sem penetrar no material Y.

As dimensões nas figuras são proporcionais às dimensões reais. Aproxima-se então o bastão de uma esfera metálica com o objeto de induzir nela uma separação de cargas. nulo em todos os lugares. próximo a uma lente de distância focal F. A figura I mostra um objeto situado no ponto M. nulo apenas no centro. diferente de zero. A imagem formada nessa nova situação é melhor representada por 15. 126 . com sentido da esquerda para a direita. conforme mostra a figura II. 1 A P R O V A O objeto é então retirado do ponto M e colocado no ponto N. horizontal.FÍSICA UFMG F A S E 14. A imagem corresponde a esse objeto se forma do ponto N. Pode-se então afirmar que o campo elétrico no interior da esfera é a) b) c) d) diferente de zero. com sentido da direita para a esquerda. Essa situação é mostrada na figura. horizontal. Atrita-se um bastão com lã de modo que ele adquire carga positiva.

para o pólo B. Sabendo-se que a carga de cada íon positivo é de 1.16 A b) 0. Os íons positivos se deslocam. Considere que as gotas são eletrizadas negativamente. Dessa maneira as gotas incidem exatamente no lugar programado da folha de papel onde se formará. esquematicamente.FÍSICA UFMG F A S E 16. 18 -19 C.6 x 10 elétrica na lâmpada será a) 0. c) 1. Para que elas atinjam o ponto P da figura. com a mesma taxa. por exemplo. parte de uma letra.0 x 10 A. Uma lâmpada fluorescente contém em seu interior um gás que se ioniza após a aplicação de alta tensão entre seus terminais.0 x 10 íons/segundo para o pólo A. A figura mostra. um campo elétrico é aplicado nas placas defletoras de modo a desviar as gotas eletrizadas. Após a ionização. as partes principais de uma impressora a jato de tinta. o vetor campo elétrico entre as placas defletoras é melhor representado por P R O V A 17.32 A. uma corrente elétrica é estabelecida e os 18 íons negativos deslocam-se vom uma taxa de 1. 1 A Durante o processo de impressão. 127 . pode-se dizer que a corrente d) nula.

ele passa por uma região onde existe um campo magnético. duas cargas. A figura representa um longo fio conduzido corrente elétrica i .FÍSICA UFMG F A S E 18. uma positiva e outra negativa. sem conhecer a resistência elétrica do aro. 128 . Em determinado trecho. é menor do que o tempo que ele gastaria se o campo magnético não existisse. Com relação a essa situação. como mostra a figura. Em um dado instante. d) o tempo gasto pelo aro. é correto afirmar que a) nada se pode dizer sobre a influência do campo magnético no tempo de queda. para atingir a base do plano. estão com velocidade uma de cada lado do fio. para atingir a base do plano. b) o campo magnético não influenciará no tempo de descida do aro. é maior do que o tempo que ele gastaria se o campo magnético não existisse. Um aro metálico com uma certa resistência elétrica desce um plano inclinado. c) o tempo gasto pelo aro. 1 A A configuração que melhor representa as forças do fio sobre cada uma das cargas é P R O V A 19.

com E3 girando em sentido contrário a E1 T1 = T3 ≠ T1. respectivamente. a) 1. a) b) c) d) os raios γ se propagam com maiores velocidades que as ondas de rádio.raios x violeta raios γ P R O V A luz visível É correto afirmar que. fixas pelos seus centros.FÍSICA UFMG F A S E 20. com E3 girando no mesmo sentido que E1 T1 = T3 ≠ T2. d) 50 m/s e 5. F A S E 1 B 2. 1. todas as radiações têm a mesma freqüência. pode-se afirmar que as engrenagens vão girar de tal maneira que a) b) c) d) T1 = T2 = T3.0 m/s. no vácuo. A figura mostra três engrenagens.5 m/s. A relação entre os raios é R1 = R3 < R2. Sendo T2 T3 os períodos de E2 e E3. com E3 girando em sentido contrário a E1 T1 = T1 = T3. E2 e E3. E1.0 m/s.2 km) foi o sul-africano Josia Thugwane. 1 A Comprimento de onda (m) 107 105 103 ondas de rádio 101 10-1 10-3 10-5 infravermelho 10-7 10-9 10-1 10-11 10-13 10-15 ondas longas ultra.5 m/s.0 m/s e 0. Os valores mais próximos para as velocidades médias desses atletas são. respectivamente. A engrenagem da esquerda (E1) gira no sentido horário com período T1. e de raios. e respectivamente. R2 e R3. com E3 girando no mesmo sentido que E1 P R O V A 129 . todas as radiações têm a mesma velocidade de propagação. c) 10 m/s e 5. Na última Olímpiada. O diagrama apresenta o espectro eletromagnético com as identificações de diferentes regiões em função dos respectivos intervalos de comprimentode onda no vácuo. o vencedor da prova dos 100 m rasos foi o canadense Donovan Bailey e o da maratona (42. os raios X têm menor freqüência que as ondas longas. b) 10 m/s e 0. R1.

então. A alternativa que melhor representa a trajetória da bola é 1 B P R O V A 4. L. o paraquedista descerá com velocidade constante. 4 e 1. pode-se afirmar que. a) 1. a força resultante sobre o conjunto será vertical para baixo. o seu peso e a força de resistência do ar. respectivamente. d) 9. 4 e 9 c) 3. o número de blocos colocados sobre os êmbolos L. Uma bola rola sobre a superfície de uma mesa até cair de sua extremidade com uma certa velocidade. o paraquedista poderá atingir velocidade nula. Todos os blocos têm o mesmo peso. As forças que atuam sobre o conjunto paraquedista/equipamentos são. 2 e 3 b) 1. Essa força é proporcional à velocidade. M e N com áreas A. 5. os êmbolos continuem na mesma altura. M. antes de chegar ao chão. Um paraquedista. Um sistema hidráulico tem três êmbolos móveis. abre seu paraquedas. 130 . Desprezando-se qualquer interferência de ventos. como mostra a figura. Quantidade diferentes de blocos são colocadas sobre cada êmbolo. alguns minutos após saltar do avião. em equilíbrio. e N podem ser. 2 e 1.FÍSICA UFMG F A S E 3. Para que. a) b) c) d) a partir de um certo momento. o peso do conjunto é menor do que a força de resistência do ar. 2A e 3A. durante toda a queda. durante toda a queda.

8. um foguete se afasta da superfície da Terra com seus motores desligados. duas vezes o coeficiente de dilatação térmica do ferro (Fe).FÍSICA UFMG F A S E 6. verticalmente. c) os dois discos se soltarão dos respectivos anéis. após o desligamento dos motores. na subida. d) a energia potencial da bola é máxima no ponto de partida. caindo no mesmo ponto de onde foi lançada. para cima. aproximadamente. b) apenas o disco de Fe se soltará do anel de Al. d) os discos não se soltarão dos anéis. O gráfico que melhor representa o módulo da aceleração do foguete em função da distância à Terra. A figura mostra duas peças onde um anel feito de um desses metais envolve um disco feito do outro. Desconsidere a resistência do ar. Se as duas peças forem aquecidas uniformemente. atinge a metade da altura máxima. A bola sobe e desce. Após receber um impulso inicial. os discos estão presos aos anéis. é correto afirmar que a) apenas o disco de Al se soltará do anel de Fe. 131 . O coeficiente de dilatação térmica do alumínio (Al) é. tanto na subida quanto na descida. quando ela estiver na metade da altura máxima. A temperatura ambiente. é 1 B P R O V A 7. pode-se dizer que a) a energia cinética da bola é 1/4 da energia cinética inicial quando ela. b) a energia cinética da bola é a mesma. Desprezando-se o atrito com o ar. c) a energia cinética da bola é máxima quando ela atinge o ponto mais alto de sua trajetória. Atira-se uma bola.

1 B P R O V A Na situação inicial. baixa capacidade térmica. alto calor específico. Os dois recipientes contêm um mesmo gás ideal e estão em comunicação através de um tubo onde existe uma válvula. uma freqüência de 20 Hz. uma freqüência de 3. tem-se a) b) c) d) T’A = T’B. 11. 132 .0 Hz. faz 20 oscilações em um minuto. estão assim relacionados: TA = TB. demora para se esfriar. Um menino. Pode-se afirmar que seu movimento tem a) b) c) d) um período de 3. T’A = T’B. Uma batata recém-cozida. n’A = n’B n’A = n’B / 2 n’A = n’B n’A = n’B 10. nos dois recipientes. um período de 60 segundos. P’A = 2P’B. T’A = T’B. a válvula é aberta. Depois de atingida a nova situação de equilíbrio. P’A = P’B. P’A = P’B. Uma justificativa possível para esse fato pode ser dada afirmando-se que a batata tem a) b) c) d) alta condutividade térmica. baixa quantidade de energia interna. as pressões e os números de moléculas. A figura mostra dois botijões A e B. a válvula está fechada e as temperaturas. Num certo momento. PA = 2PB. balançando em uma corda dependurada em uma árvore. ao ser retirada da água quente. T’A = T’B/2. nA = nB.0 segundos.FÍSICA UFMG F A S E 9. de volumes VB = 2VA . isolados termicamente. P’A = P’B.

Uma pessoa com o olho na posição mostrada na figura provavelmente verá a) apenas o peixe M.FÍSICA UFMG F A S E 12. e cada uma envia um pulso na direção da outra. Duas pessoas esticam uma corda. b) apenas o peixe N. 133 . porém invertendo seus lados com relação à horizontal. 13. 1 B P R O V A Pode-se afirmar que os pulsos a) passarão um pelo outro. mas estão invertidos como mostra a figura. M. cada qual chegando à outra extremidade. cada um mantendo-se no mesmo lado em que estava com relação à horizontal. c) apenas o peixe d) os peixes N e O. ao se encontrarem. Os pulsos têm o mesmo formato. ao se encontrarem. de modo que nenhum deles chegará às extremidades. N e O. d) serão refletidos. O. estão em um aquário com tampa não transparente com um pequeno furo como mostra a figura. c) serão refletidos. Três peixes. b) se destruirão. puxando por suas extremidades.

FÍSICA UFMG F A S E 14. c) Beatriz e Carlos. Beatriz diz que a figura pode representar as linhas de campo elétrico de duas cargas elétricas de sinais contrários. Carlos diz que a figura pode representar as linhas de indução magnética de dois pólos magnéticos idênticos. verde. Para que a balança fique em equilíbrio na horizontal. colocadas sobre os braços de mesmo comprimento de uma balança nas distâncias indicadas. b) apenas três freqüência que correspondem às cores vermelha. Daniel diz que a figura pode representar as linhas de indução magnética de dois pólos magnéticos contrários. 15. Andréa diz que a figura pode representar as linhas de campo elétrico de duas cargas elétricas idênticas. Um professor apresenta a figura abaixo aos seus alunos e pede que eles digam o que ela representa. 134 . A balança está em uma região onde existe um campo elétrico uniforme E na direção mostrada. d) 9Q. Um feixe de luz do Sol é decomposto ao passar por um prisma de vidro. verde e azul. b) Andréa e Daniel. d) Beatriz e Daniel. anil e violeta. azul. Os alunos que responderam corretamente são a) Andréa e Carlos. Q e Qx . O feixe de luz visível resultante é composto de ondas com a) apenas sete freqüências que correspondem às cores vermelha. 1 B P R O V A 16. b) Q. c) 3Q. A figura mostra duas cargas positivas. amarela e azul. d) uma infinidade de freqüências que correspondem a cores desde a vermelha até a violeta. de massas desprezíveis. c) apenas três freqüências que correspondem às cores vermelhas. pode-se afirmar que o valor de Qx será igual a a) Q/3. alaranjada. amarela.

A velocidade v é perpendicular aos dois campos. O elétron não sofre nenhum desvio ao cruzar a região dos campos. e L . como mostra a figura. Fm. nessa situação. respectivamente. são melhor representadas por 135 . Um elétron entra com uma velocidade v em uma região onde existem um campo elétrico E e um campo magnético B uniformes e perpendiculares entre si.FÍSICA 17. As resistências das lâmpadas L1. respectivamente. e a magnética. que atuam sobre o elétron. As forças elétricas Fe. Chamando de i1. L2. i2 e i3 as correntes elétricas nas lâmpadas L1. R1 = 2Ω1 R2 = 3Ω e R3 = 5Ω. L2 e L3 são. 3 é correto afirmar que a) i1 = i2 = i3 b) i1 = i2 ≠ i3 c) i1 > i2 > i3 d) i2 > i1 > i2 UFMG F A S E 1 B P R O V A 18. A figura mostra uma parte de um circuito elétrico de um automóvel contendo três lâmpadas sendo alimentado pela bateria.

girar em torno do eixo y. a) DESENHE na figura as forças que atuam sobre a balsa e IDENTIFIQUE o agente causador correspondente a cada uma dessas forças.0 m e a densidade da água é 1. não precisam de um meio material para se propagar. ondas de rádio. A figura mostra um imã e um aro circular. F A S E 1. Considere as seguintes ondas: som. P R O V A 136 . deslocar-se ao longo do eixo y.0 g/cm . ultra-som. b) DETERMINE a densidade da balsa de madeira. NÃO aparecerá corrente na espira se ela a) b) c) d) deslocar-se ao longo do eixo x. som é onda mecânica e as outras são ondas eletromagnéticas. microondas e luz. QUESTÃO 01 Uma balsa de madeira maciça flutua com 3/4 de seu volume fora d´água. ao contrário das ondas mecânicas.FÍSICA 19. UFMG F A S E 1 B 2 C P R O V A 20. Sobre essas ondas é correto afirmar que a) b) c) d) luz e microondas são ondas eletromagnéticas e as outras são ondas mecânicas. O eixo do imã (eixo x) é perpendicular ao plano do aro. As ondas eletromagnéticas. girar em torno do eixo x. (plano yz) e passa pelo seu centro. luz é onda eletromagnética e as outras são ondas mecânicas. O volume da balsa 3 3 é 2. som e ultra-som são ondas mecânicas e as outras são ondas eletromagnéticas.

RESPONDA se essa substância pode ser sublimada à pressão atmosférica normal. Estime a temperatura de ebulição da substância. 4.FÍSICA UFMG F A S E 2. JUSTIFIQUE sua resposta com base nos dados apresentados no gráfico. 137 . EXPLIQUE o raciocínio utilizado. 2 3.6 atm. CONCEITUE ponto triplo e ESTIME-O para essa substância. quando ela se encontra à pressão constante de 0.

0 toneladas. UFMG F A S E 2 QUESTÃO 03 Um automóvel de 1. os dois veículos permaneceram juntos.0 tonelada colidiu frontalmente com um caminhão de 9. Observando o gráfico. 2. II e II com as fases sólida. DETERMINE a velocidade do conjunto caminhão e automóvel logo após a colisão. em módulo. ASSOCIE as regiões I. 138 . Após a colisão. 1. responda às questões que se seguem. líquida e gasosa dessa substância. JUSTIFIQUE sua resposta. RESPONDA se. 1. menor ou igual àquela que atuou sobre o caminhão. JUSTIFIQUE sua resposta. a força devido à colisão que atuou sobre o automóvel é maior. A velocidade do automóvel era de 80 km/h para a direita e a do caminhão.FÍSICA QUESTÃO 02 A figura mostra o diagrama de fase de uma substância hipotética. de 40 km/h para a esquerda.

139 . o relógio marca um minuto a mais. 1. RESPONDA se o relógio vai adiantar ou atrasar caso sua temperatura diminua. CALCULE o número de oscilações do pêndulo no intervalo de tempo de um minuto. 2.6 m. 2 CALCULE a massa da areia colocada sobre a balsa. O período do pêndulo é dado pela expressão 2 T = 2p÷l / g. toda vez que o pêndulo completa um determinado número de oscilações. Areia é colocada sobre a balsa até que essa flutue com sua parte superior coincidindo com o nível da água. de comprimento l = 1. QUESTÃO 04 O pêndulo de um relógio é constituído de uma massa suspensa por uma haste fina de aço. como mostra a figura. JUSTIFIQUE sua resposta.FÍSICA UFMG F A S E 3. Considere p = 3 e g = 10 m/s para os cálculos que se fizerem necessários. O pêndulo é ligado aos ponteiros do relógio por um sistema de engrenagens. Esse sistema funciona de tal modo que.

vê sua imagem refletida.FÍSICA QUESTÃO 05 UFMG F A S E Durante o dia. 1. Considerando a situação final. 2 QUESTÃO 06 Duas esferas metálicas de diâmetros diferentes. um bastão carregado positivamente. uma pessoa encontra-se numa sala em frente a uma janela de vidro plano transparente e. mas não vê mais a paisagem. apoiadas em bases isolantes. responda às questões abaixo. como mostra a figura. a pessoa estando no mesmo local com a luz da sala acesa. Usando conceitos de ótica. JUSTIFIQUE sua resposta. 2. À noite. CITE os sinais das cargas que as esferas A e B irão adquirir. EXPLIQUE esse fato. vê a paisagem do lado de fora. através dela. COMPARE o módulo das cargas das esferas. sem tocá-las. JUSTIFIQUE sua resposta. 140 . Aproxima-se delas. estão inicialmente em contato. olha para a janela. Com o bastão ainda próximo das esferas. a esfera B é afastada da esfera A.

a pessoa pára de atuar sobre a espira. 141 . RESPONDA se. A espira tem resistência elétrica R e seu movimento é sem atrito. aparece uma corrente elétrica na espira. na presença de um campo magnético. diminui ou permanece constante.FÍSICA QUESTÃO 07 UFMG F A S E Uma pessoa gira uma espira metálica. Em um determinado momento. 2 1. nessa situação. a velocidade angular da espira aumenta. como mostra a figura. 2. EXPLIQUE por que. JUSTIFIQUE sua resposta. após esse momento. com velocidade angular constante.

EXPLIQUE a origem da radiação correspondente aos comprimentos de onda la. DETERMINE uma expressão para o comprimento de onda la. 142 .FÍSICA QUESTÃO 08 UFMG F A S E A figura mostra. esquematicamente. 2. lb e lc. > 2 ENERGIA E3 E2 E1 1. la. Considere que la < lb < lc. Com base na figura. lb e lc. Sendo h a constante de Planck e c a velocidade da luz. Quando esse elemento emite radiação. os níveis de energia permitidos para elétrons de um certo elemento químico. são observados três comprimentos de onda diferentes.

FÍSICA UFPA F A S E 1. o faz de maneira anômala. em água quente. aciona o seu cronômetro. b) vidro que envolve o mercúrio se aquece um pouco antes de a temperatura do mercúrio começar a elevar-se.5 km/h. registrado pelo cronômetro vale: a) 1 b) 6 c) 9 d) 10 e) 12 3. ao avistá-la. d) mercúrio. F1 . travando-o apenas no instante em que os dois se encontram. c) volume do vidro é maior do que o volume do mercúrio.módulo da força de atrito entre os pés do homem e a estrada. Um rapaz e uma moça saem de suas casas um ao encontro do outro.módulo da força de atrito entre os pneus e a estrada. em minuto. Estando a 100 m da moça. O intervalo de tempo. F2 . pode acontecer de a coluna de mercúrio sofrer uma pequena descida antes de principiar a subir. As ordens de grandezas do peso em dina e da altura em centímetro de um jogador da seleção 2 brasileira de voleibol (supondo a aceleração da gravidade igual a 10 m/s ) são respectivamente: a) 10 e 10 3 2 b) 10 e 10 4 1 c) 10 e 10 2 2 d) 10 e 10 8 2 e) 10 e 10 5 3 1 2.5 km/h e 2. o rapaz. e) capacidade térmica do mercúrio é maior que a capacidade térmica do vidro. caminhando sempre com velocidade respectivamente de 3. ao dilatar-se. um termômetro comum de haste de vidro com mercúrio. cujo módulo vale F. então o automóvel está(rá) a) parado porque F = F’ b) em movimento quando F > F’ c) em movimento quando F > F1 d) parado porque F1 = F2 e) em movimento quando F2 < F’ 4. 143 . Ao mergulhar-se. Suponha que: F’ . A figura abaixo representa um homem empurrando um automóvel em uma estrada horizontal e asfaltada com uma força também horizontal. em linha reta. semelhante a da água. Isto pode ser explicado porque o(a) a) coeficiente de dilatação do vidro é maior que o coeficiente de dilatação do mercúrio.módulo da força com que o automóvel empurra o homem.

Se a leitura indicada pelo amperímetro é 100 mA. No trecho de circuito da figura abaixo as duas lâmpadas possuem resistências iguais a 50 W cada uma. em volt. respectivamente. a leitura indicada pelo voltímetro é a) 10.5 e) 1. o watt/m e o decibel 2 b) metro. a intensidade e o nível de intensidade de uma propagação sonora são o a) hertz.0 b) 7. As unidades que nos permitem avaliar.0 144 . o newton e o decibel 2 e) hertz. o decibel e o watt/m 1 6. A figura abaixo representa o esquema de um periscópio rudimentar que utiliza dois espelhos planos E1 e E2 de tal forma que o observador consegue ver. a imagem do objeto real O.0 d) 2. a altura. então. o hertz e o watt/m c) metro.FÍSICA UFPA F A S E 5. o newton e o decibel 2 d) hertz. Esta imagem é a) real e invertida b) real e ampliada c) real e reduzida d) virtual e direita e) virtual e invertida 7.5 c) 5. por reflexão.

cujas áreas das secções são 900 cm em 1 e 600 cm2 em 2. equilibra dois pregos 1 e 2. Uma esfera metálica maciça de massa 0. Admita que a água possa ser considerada um fluido ideal e que escoe em regime permanente. do martelo A variação da energia cinética. que o calor específico da substância da esfera seja 0. pede-se: a) b) c) d) A variação da energia cinética. em joule. com que a água flui no ponto 2 3 b) A vazão. no ponto 1 145 . Na figura abaixo. Nesta situação. da água 2 c) A pressão. em joule. a) b) c) d) e) B e C são pólos norte A é um pólo norte e D um pólo sul A e D são pólos sul A é um pólo sul e B um pólo norte B é um pólo sul e D um pólo norte UFPA F A S E 1 2 A 1. A figura abaixo representa um grande reservatório de água de uma represa. em m /s.03 cal/g . um imã natural. em N/m . produzida no choque A variação de temperatura. sofrida pela esfera F A S E 2.18J. Sabendo-se que a 5 2 aceleração da gravidade vale 10 m/s2 e que a pressão atmosférica é igual a 10 N/m . da esfera A quantidade total de calor. Os pontos A e B pertencem a 1 e os pontos C e D pertencem a 2. Admitindo que a esfera absorva 60% do calor desenvolvido no choque. °C e que 1 cal = 4. em joule. em m/s. em °C. cujos pólos magnéticos norte N e sul S estão representados. com uma canalização 2 nele acoplada. Após o choque o martelo fica em repouso e a esfera passa a se deslocar com velocidade constante de 10 m/s. pede-se: P R O V A a) A velocidade.FÍSICA 8.5 kg está em repouso sobre um plano horizontal liso quando é então golpeada horizontalmente por um martelo de massa 2kg e velocidade 20 m/s.

qual é a máxima intensidade sonora suportada pelo tímpano? 2 c) Se uma onda sonora de 70 dB atinge um tímpano cuja área é da ordem de 0. A figura abaixo representa uma lente convergente de distância focal igual a 16 cm e um objeto distante 80 cm da mesma.5 cm . que ele absorve? 5.FÍSICA UFPA F A S E 3. qual a energia. A ampliação linear da imagem. O calor latente de fusão do gelo vale 80 cal/g. a freqüência natural fundamental do canal auditivo? b) Sabendo que sons acima de 160 dB podem romper o tímpano. qual é.5 cm conforme figura abaixo. com um comprimento da ordem de 2. e um condensador. que é a fonte quente. em cm. A nova posição da imagem se uma outra lente de distância focal igual a –40cm fosse justaposta à primeira lente. Determinar a distância. O canal auditivo de um ouvido humano funciona como um tubo sonoro aberto numa extremidade e fechado na outra. durante 1 minuto. para um gás ideal. em joule. em Hz. da imagem ao objeto. Suponha que uma cerca máquina térmica possa operar em ciclo de Carnot. considere a intensidade sonora de referência -12 2 igual a 10 W/m . Ela possui uma caldeira. b) A quantidade de calor. em caloria. Verifica-se que 10 Kg de gelo são fundidos após a máquina ter operado durante 10 min. 146 . Pede-se: 2 A P R O V A a) b) c) d) Construir graficamente. 4. a imagem do objeto. sem escala. c) A potência em Kcal/min da máquina. A temperatura da caldeira é mantida constantemente em 177°C enquanto o condensador é constituído de gelo fundente 3 a 0°C. a) Admitindo que o som se propague com velocidade de 340 m/s. Pede-se: a) O esboço de um ciclo de Carnot num diagrama temperatura (ordenadas) versus volume (abscissas) nominando as transformações ocorridas. que é a fonte fria. rejeitada pela máquina durante os 10 min.

da corrente circulante? 7. Suponha que se pudéssemos construir uma nave espacial capaz de deslocar-se sempre com velocidade de 0. induzida na barra? Qual o módulo da força magnética. em ano. Uma lâmpada de resistência igual a 117Ω é ligada em série a um motor de força contraeletromotriz igual a 60 V e resistência interna igual a 1Ω. em volt. Na figura abaixo. Uma barra condutora de comprimento igual a 1 m e resistência 0. em ano-luz. qual a distância. desprezando os atritos: 2 A P R O V A a) b) c) d) e) Qual o sentido da corrente elétrica induzida na barra? Qual a força eletromotriz. diminui. normal ao plano do trilho. que atua na barra? Após a barra descer 1 m. sendo ambos ligados também em série a um gerador de força eletromotriz igual a 120 V e resistência interna igual a 2Ω. da corrente circulante? b) Se bloquearmos mecanicamente o eixo do motor. em ampère. qual o valor. inclinado de 30° em relação à horizontal. de resistência elétrica desprezível. cujo módulo vale 10 T. impedindo o seu giro. Então.6c (c = velocidade da luz no vácuo) em uma viagem de ida e volta a uma região do universo distante 15 anos-luz da Terra. Tendo em vista a Teoria da Relatividade Restrita e os dados acima responda: a) b) c) d) Quais os dois postulados nos quais se baseia esta teoria? Qual a duração. para um observador na Terra? E para um observador situado na nave. em ano. do ponto de retorno da nave até a Terra? 147 .5Ω é movimentada para baixo com velocidade constante de 2 m/s como mostrado. o brilho da lâmpada aumenta. ou não se altera? c) Na situação ainda do ítem b).FÍSICA UFPA F A S E 6. na vertical. qual o seu valor? 8. em ampère. qual a energia dissipada em joule? Se o trilho fosse de material isolante. em forma de U. que ele mediria. pergunta-se: a) Qual o valor. qual seria. Com o circuito em funcionamento. está imerso em uma região onde existe um campo -2 magnético de indução B uniforme. a duração da viagem? Ainda para um observador na nave. um trilho metálico. em newton. apareceria força eletromotriz na barra? em caso afirmativo. desta viagem.

sabendo que o êmbolo maior sofreu um deslocamento de 10 cm na vertical. usada para elevação de cargas. tipo prensa. em N /m . da força de atrito. realizado pela força F. A intensidade. A figura abaixo mostra uma máquina hidráulica.FÍSICA UFPA F A S E 1. c) O deslocamento do êmbolo menor. bem como as massas dos êmbolos. sobre qualquer dos êmbolos. que poderá ser elevado. 148 . se usarmos uma força F de 10 N aplicada em A. do bloco. inclinada de 60° em relação a horizontal. e supondo que a aceleração da gravidade seja 10 m/s . em cm. cujas secções têm áreas 2 S1 = 100 cm2 e S2 = 600 cm e sendo OA = 100 cm e OB = 50 cm. por uma força constante de 10 N. Considerando um deslocamento de 10 m. em newton. representada pelo corpo C. em newton. acionada por uma alavanca rígida interfixa. 2. quando a força aplicada em A for igual a 20 N. O trabalho mecânico. Admitindo desprezíveis quaisquer atritos. em joule. 2 b) A pressão. máximo do corpo C. em joule. A variação da energia cinética. pede-se calcular: a) O peso. a partir do repouso e que a sua velocidade seja 5 m/s ao fim desse 2 percurso. determinar: 2 B P R O V A a) b) c) d) O trabalho mecânico. da força de atrito. em joule. A figura abaixo mostra um bloco de 1 kg sendo arrastado ao longo de um plano horizontal áspero.

Para que a água se aqueça até 30°C. 2 O calor específico da água vale 1 cal/g . °C e a aceleração da gravidade 10 m/s . na qual introduz 500 g de água a uma temperatura de 20°C. em joule. da distância focal? c) Supondo agora um olho hipermétrope. a imagem de um objeto se formará antes ou depois da retina? Qual o tipo de lente usada para corrigir este defeito? Qual a vergência desta lente. em dioptrias para que o hipermétrope. usando seus conhecimentos sobre conservação de energia. possa ler de forma nítida a uma distância de 25 cm. Nas figuras abaixo representa-se de forma simplificada um olho humano normal.FÍSICA UFPA F A S E 11. a uma taxa constante. em cm. raios paralelos provenientes de um objeto no infinito. Qual a distância focal. necessária para isto? b) Qual o número de sacudidas que o estudante deve realizar? c) Supondo que ele realize 40 sacudidas por minuto. o centro de massa da porção de água sofra uma queda de 20 cm e que não há perda de calor para o exterior. produzem uma imagem na retina. Para isto. qual o tempo. a) Em (1). em Hz. qual a nova velocidade. fechando-a logo em seguida. Supondo que a velocidade do automóvel seja 30 m/s e a do som no ar 340 m/s. do olho nesta situação? b) Em (2). em m/s. deseja aquecer água em um recipiente sacudindo-o várias vezes. pergunta-se: a) Qual a quantidade de calor. Um estudante. do som percebido pelo observador? b) Quanto vale a freqüência. ele utiliza uma garrafa térmica. então: 2 B P R O V A a) Quanto vale a freqüência. considerando desprezível a distância da lente ao olho? 149 . que se situa no fundo do olho a uma distância de 2 cm. que deve ter o automóvel? 13. qual é o novo valor. gasto neste processo? 12. Admita que em cada sacudida da garrafa. Na figura abaixo um automóvel cuja sirene emite um som de freqüência 500 Hz desloca-se afastando-se de um observador em repouso O e aproximando-se de uma parede refletora de som P. em minuto. em cm. do som refletido pela parede? c) Admitindo agora que o intervalo entre o som refletido pela parede e o som da sirene seja igual a uma oitava. cujo ponto próximo está a 1 m. se o objeto é trazido até 40 cm do olho. em Hz. para que a imagem se forme sobre a retina.

perpendicularmente ao campo B. Considerando o capacitor carregado. R3 = 20Ω e o capacitor C = 10µF. orientado perpendicularmente à parede do fundo da caixa penetrando na mesma.14 x 10 m/s. um elétron é projetado para o interior 4 da caixa com uma velocidade de 3. que define a entrada do elétron na caixa -19 vale 3. em ampère. em uma das placas do capacitor UFPA F A S E 2 B 15. em coulomb. do elétron no interior da caixa. através de R2 Potência.14 cm. No circuito mostrado na figura ao lado. decorrido desde sua entrada até a saída. numa posição definida pela distância x. de indução B.FÍSICA 14. através de R1 Corrente. A figura ao lado mostra a vista frontal de uma caixa. perpendicularmente à parede da caixa. Através de um orifício lateral. Considere a carga do elétron 1.6 10 -31 C e a massa 9. em watt. Com base nesses dados pede-se: a) O valor de x em centímetro. P R O V A 150 . b) O módulo da indução magnética B em tesla. os resistores R1 = 40Ω. c) O tempo. R2 = 5Ω. dissipada em R3 Carga. em segundo. A posição h.1 10 kg. calcule a: a) b) c) d) Corrente. tem-se a força eletromotriz E igual a 120 V. de modo a sair por outro orifício lateral. em ampère. no interior da qual há um campo magnético uniforme.

das forças resultantes que atuam sobre os blocos A e B são. como mostra a figura. determine a razão VA / VB entre as velocidades dos dois veículos no instante t 5 s. A e B. No instante t 0. encostados um no outro. em N. O diagrama abaixo representa a variação com o tempo da posição de cada um desses automóveis. em rotações / min. Os valores. sobre uma mesa horizontal sem atrito. do movimento de rotação da Terra em torno do seu eixo? a) 10 1 b) 10 1 c) 10 3 d) 10 5 e) 10 7 2. respectivamente: a) 40 e 50 b) 45 e 45 c) 90 e 90 d) 20 e 70 e) 30 e 60 151 . Dois blocos A e B de massas respectivamente iguais a 5kg e 10kg estão inicialmente em repouso. dois automóveis. Aplicamos uma força horizontal F 90N. Sabendo-se que o automóvel B manteve uma aceleração constante durante o movimento. Qual a ordem de grandeza da velocidade angular. a) 3 b) 2 c) 1 d) 1/2 e) 1/3 3.FÍSICA Dados: aceleração da gravidade: 10 m/s2 sen 45° cos 45° 2 2 UFPE F A S E 1 1. partem do repouso seguindo no mesmo sentido ao longo de uma estrada retilínea.

aumento de peso em A e em B. respectivamente.FÍSICA UFPE F A S E 4. Atrás do obstáculo existe um colchão de ar. Podemos afirmar que os ocupantes de um carrinho. com que o atleta atingirá a superfície do colchão? (Despreze a resistência do ar).5 e) 9. pois não se conhece as velocidades do carrinho em A e em B. respectivamente. Podemos afirmar que o centro de massa do sistema se move.0 152 . Numa colisão unidimensional entre duas esferas de mesma massa.2m. para atenuar a queda do atleta. 6. 5. têm a sensação de: 1 a) b) c) d) e) diminuição de peso em A e aumento de peso em B. Num certo trecho de uma montanha russa os pontos A e B têm o mesmo raio de curvatura. a) 1. com a mesma velocidade 2V. Qual a velocidade.0 c) 6.0 b) 3. inicialmente uma das esferas está em repouso e a outra se move com velocidade V. com velocidade 2V e V. diminuição de peso em A e B. que cai deitado. em m/s. nada se pode afirmar. antes e depois do choque: a) b) c) d) e) com velocidade V e V/2. ao passarem por estes pontos. aumento de peso em A e diminuição de peso em B. Um atleta salta por cima do obstáculo indicado na figura e seu centro de gravidade atinge a altura de 2. com a mesma velocidade V/2. com a mesma velocidade V. com 40cm de altura.0 d) 8.

Qual a densidade da mistura.5 c) 1. qual dos gráficos abaixo representa a energia cinética da pedra em função de sua altura h.0 103 kg/m3 para que possa ser colocada em pé com segurança sobre um piso que resiste a uma pressão máxima de 9.0 g/cm3 e 10.2 3.2 kg.15 c) R$ 0.09 e) R$ 0. O preço do quilowatt-hora (kWh) cobrado na conta mensal da CELPE é R$ 0. Qual a maior altura em centímetros que pode ter uma coluna cilíndrica feita de um metal de densidade igual a 3. Desprezando a resistência do ar. de densidades dA dB 1.2 b) 1.0 g/cm3.06 9.12 d) R$ 0. de massa igual a 0.15.FÍSICA UFPE F A S E 7.0 104 N/m2? a) 300 b) 270 c) 60 d) 30 e) 27 153 .8 d) 2.0 e) 2. São misturadas massas iguais de dois líquidos homogêneos.25 b) R$ 0. Uma pedra. é lançada verticalmente para cima e atinge uma altura máxima de 10m. Quanto custa um banho de 12min com um chuveiro de 3kW? a) R$ 0. em g/cm3? a) 1. durante a subida? 1 8.

30 c) 1. Examinando a trajetória da luz nos três líquidos. Para flutuar sobre um líquido duas vezes mais denso que a água. Dentre os valores abaixo. é maior no líquido I do que no líquido II. °C).3 d) 200. Ao flutuar na superfície de um lago. de modo que a luz não é transmitida através da superfície BC. 15.73 e) 1.0 cal/g. Qual a temperatura final (em °C) de uma mistura preparada a partir de 100g de chá a 80°C com 400g de água a 5°C? Considere o calor específico do chá igual ao da água (1. qual o menor valor admissível para o índice de refração do prisma? a) 1. é a mesma nos líquidos I e III. do seu comprimento a 60°C? a) 200.82 154 .2 c) 200. podemos afirmar que sua velocidade: a) b) c) d) e) é a mesma nos três líquidos. é maior no líquido II do que no líquido III. é menor no líquido I do que no líquido II. em cm.1 b) 200. Uma bebida refrescante pode ser obtida pela mistura de chá quente com água gelada. Uma régua de alumínio. tem o comprimento de 200. um pequeno barril desloca 10 l de água. A figura mostra o caminho de um raio de luz atravessando três líquidos não miscíveis. um barril idêntico deverá deslocar quantos litros desse líquido? a) 25 b) 20 c) 15 d) 10 e) 5 1 12. Qual o valor. a) 20 b) 18 c) 16 d) 14 e) 12 14.45 d) 1.5 13.0 cm a 20°C. Um prisma imerso no ar deve ser usado para mudar a direção do feixe de luz incidente por 90°.27 b) 1.4 e) 200. transparentes e superpostos.FÍSICA UFPE F A S E 11. com coeficiente de dilatação linear α 25 10 6 K 1.

Determine. O valor típico do consumo de oxigênio de um atleta jogando basquetebol é 2. Qual é o valor.0 105 N/m2 Carga de Elétron: 1. 2. 103 kg/m3 Pressão de 760 mm Hg 1.FÍSICA UFPE F A S E 16. Ao ser usado pelo metabolismo o oxigênio libera cerca de 20000 J/litro. em unidades de 10 W. em Ω. Um jogador de futebol está conduzindo a bola correndo com uma velocidade de 6 m/s. Sua trajetória faz um ângulo de 60° com as linhas laterais do campo. o valor da potência exigida do atleta ao praticar esse esporte. No circuito abaixo é nula a corrente no fio de resistência R. Qual o valor em m/s da velocidade com que ele está se aproximando da linha de fundo? 155 .6 10 19 C F A S E 2 A θ cos θ sen θ 0° 1 30° 3 45° 60° 1/2 90° 0 P R O V A 2 2 2 2 0 1/2 3 2 1 1.4 litros/min. da resistência X? 1 a) 3 b) 4 c) 5 d) 6 e) 7 NOS PROBLEMAS ABAIXO CONSIDERE: Aceleração de Gravidade: 10 m/s2 Massa Específica da Água.

sob a ação de uma força externa paralela ao plano. No gráfico abaixo está representada a variação com o tempo da posição horizontal x (t) e vertical y (t) de uma asa delta em pleno vôo. Dois bocais de mangueiras de jardim. em Newtons.1 s? 6. Qual a razão entre as alturas máximas de elevação da água? 5. vale v. 2 A P R O V A Se a velocidade da asa delta.0 kg sobe o plano inclinado da figura. Qual será o valor da 2 força externa F. v2? 4. Correntes de água jorram dos dois bocais com velocidades idênticas. qual o valor de seu quadrado. aplicada à bola se o tempo de contato entre ela e o pé do jogador foi de 0. Qual foi a força média. O coeficiente de atrito entre o plano e o bloco é µ 3 .FÍSICA UFPE F A S E 3. Na cobrança de um pênalti o jogador consegue imprimir à bola de 400 g a velocidade de 72 km/h. em unidades de m/s. O bocal A é perpendicular ao solo e o outro está inclinado de 60° em relação à direção de A. estão fixos ao solo. Um bloco de 6. para que o bloco esteja em movimento uniforme? 156 . A e B. em Newtons.

que deverá ter um conjunto motor-bomba para elevar 1000 litros de água até a altura de 6. qual o valor em mmHg dessa diferença de pressão? (Considere a densidade do sangue igual a 103 kg/m3).0 horas de operação pode ser representado pelo gráfico abaixo. O desempenho de um pequeno motor durante 6. em joules. 11. para uma pessoa em que a distância entre a cabeça e o coração vale 50 cm. P(10 3 Watts) 2 A 8. Um bloco de massa m 100 g desliza sem atrito ao longo do trecho AOB de um hemisfério circular. Qual a quantidade de calor. para uma pessoa em pé a diferença de pressão arterial entre o coração e a cabeça seria de natureza puramente hidrostática. absorvida pelo gás durante o ciclo? 157 . em centímetros.FÍSICA UFPE F A S E 7. Calcule o trabalho total. Nesse caso. De que altura HA.0 m em 20 min? 10. Qual a potência média. em Watts. efetuado pelo motor nas três últimas horas de operação. A figura abaixo ilustra o diagrama p V de um gás ideal em uma transformação cíclica.0 m/s? P R O V A 9. Se o fluxo sangüíneo não fosse ajustado pela expansão de artérias. ele deve ser solto para que sua velocidade no ponto O seja igual a 4. em Joules.

Partículas carregadas. no fio? 1020 elétrons por segundo. Através da seção reta de um fio de cobre passam 2.0 105 m/s e com uma razão de carga sobre massa q/m 108 C/kg. presa por suas extremidades.3 T. Uma corda esticada. igual a 200 Hz. Qual o 15. em Volts. em centímetros. entra em ressonância na sua freqüência mais baixa. entram em um campo magnético de 0. se a velocidade das ondas transversais na corda é de 300 m/s? 2 A 13. Qual a espessura aparente (em milímetros) da parede do fundo do aquário quando vista verticalmente através do ar por um observador em O? P R O V A 14. entre os pontos A e B do circuito abaixo? 16. Um aquário feito de um vidro com 24 mm de espessura e índice de refração igual a 3/2 está cheio de água (índice de refração 4/3) até uma profundidade de 50 cm. em milímetros? 158 . em Ampères. Qual a diferença de potencial. com velocidade igual a 6.0 valor da corrente. perpendicular à direção de seus movimentos.FÍSICA UFPE F A S E 12. Qual o raio de suas trajetórias. Qual o comprimento da corda.

87 90° 0 1 P R O V A 1. 4. determine o valor em Newtons da força total aplicada pelo elástico sobre o dente A. (Despreze a diferença no número de dias nos anos bissextos).87 0. Um gafanhoto adulto pode saltar até 0. Quando A golpeia o trilho. poderia o observador B ter sentido a vibração através do trilho. A figura abaixo representa duas pessoas. em unidades de 108. situadas ao longo de uma linha férrea retilínea. B percebe o barulho através do ar 10 s após o impacto.71 60° 0.0 105 N/m2 Carga de Elétron: 1.000 vezes por dia. Um coração humano bate em média 120. 2. um dentista fez passar um elástico por esse dente e o amarrou a dois dentes posteriores. Determine.FÍSICA NOS PROBLEMAS ABAIXO CONSIDERE: Aceleração de Gravidade: 10 m/s2 Massa Específica da Água. Desprezando a resistência do ar e a força de sustentação aerodinâmica sobre o gafanhoto.6 10 19 C UFPE F A S E 2 B θ cos θ sen θ 0° 1 0 30° 0.85. A e B. Scan 159 . o número de vezes que.50 45° 0.50 0. Para corrigir o desalinhamento do dente incisivo A de um paciente. conforme a figura ao lado. Sabendo-se que a tensão no elástico é de 10 N e que cos θ 0.71 0. desde o nascimento. 3. já bateu o coração dessa pessoa ao completar 50 anos. se a velocidade do som através do trilho é de 6800 m/s? (Sabe-se que a velocidade do som através do ar vale 340 m/s).80 m com um ângulo de lançamento de 45°. calcule quantos décimos de segundo ele permanecerá em vôo. 103 kg/m3 Pressão de 760 mm Hg 1. Quantos centésimos de segundo após a batida de A.

Um automóvel deve contornar uma praça circular seguindo uma trajetória com raio de 100 m. que o carro pode atingir para contornar a praça sem derrapar? 2 B 6. determine o valor mínimo. da força F que deve ser aplicada sobre o êmbolo da seringa para que seu conteúdo possa ser injetado no paciente. em unidades de 10 2 N. Um balanço de comprimento L 1. 160 . em m/s. Qual é a velocidade.4. e na ausência de resistência do ar adquire um movimento ao longo do semi-círculo de raio L.6 m é solto da horizontal (ponto A da figura). A figura abaixo representa a variação da força aplicada a um corpo de 6 kg que se move sem atrito sobre um plano horizontal. do balanço ao passar pelo ponto B de sua trajetória? P R O V A 7. em m/s.5 mm2. qual a velocidade máxima. em km/h. do corpo no ponto x 3 m se em x 0 a sua velocidade era 2 m/s? 8. Se a pressão sangüínea do paciente é 10 mmHg.52 cm2 e a da agulha 0. Supondo que a rodovia é horizontal e que o coeficiente de atrito cinético entre os pneus e a estrada é 0.FÍSICA UFPE F A S E 5. A área da seção transversal de uma seringa é 1. Qual a velocidade.

Determine o valor em atmosferas da pressão em cada um dos balões alguns minutos após a válvula de conexão S ter sido aberta.60. Qual o ângulo crítico de reflexão total interna. Um balão de vidro. Qual a diferença de potencial. UFPE F A S E 2 B 10. se a temperatura for mantida constante durante todo o processo. Uma camada fina de líquido com índice de refração igual a 1. para incidência de luz. Um objeto O é colocado 30 cm à esquerda de uma lente convergente. entre os pontos A e B? 161 . de volume V 1 litro e contendo hélio a uma pressão de 1 atm. da lente será formada a imagem? P R O V A 11.39 reveste a superfície horizontal de um semicilindro de vidro. em cm. cujo índice de refração é de 1. A que distância. O circuito abaixo é alimentado por uma bateria de resistência interna desprezível e força eletromotriz igual a 12 V. conforme indicado na figura? 12. é ligado por um tubo fino a um outro balão idêntico que contém o mesmo gás a 5 atm e à mesma temperatura.FÍSICA 9. em Volts. em graus. cuja distância focal é de 10 cm.

162 .87 90° 0 1 P R O V A 1. 103 kg/m3 Calor latente de fusão do gelo 80 cal/g Calor específico da água 1 cal/g°C F A S E θ cos θ sen θ 0° 1 0 30° 0. da densidade da corrente elétrica através da membrana.6 10 19 C.71 60° 0.50 45° 0. Um mol de um gás ideal monoatômico. em Watts.6 10 26 kg e carga q 1.71 0. Qual o raio de suas trajetórias em milímetros? 15. realiza uma transformação a volume constante. entram em um campo magnético igual a 0. O corpo de massa M 6. Cerca de 107 íons de Na penetram em uma célula a cada milissegundo.5 T. Uma lâmpada especial tem uma curva de corrente versus diferença de potencial conforme indicado na figura. Qual a potência que será dissipada.50 0. na lâmpada quando ela estiver submetida à diferença de potencial de 10 V? i(A) UFPE F A S E 2 B 2 C 14. em calorias? 16.85 kg está suspenso por uma corda inextensível ABC que se apóia na barra inclinada BD.87 0. perpendicular à direção de seus movimentos. atravessando uma membrana de seção reta igual a 8 10 10 m2. Calcule a força. Qual a variação da energia interna do gás.0 cal/(mol°C). Partículas de massa m 1. com valor específico a volume constante igual a 3. enquanto sua temperatura se eleva de 27°C a 50°C. após serem aceleradas desde o repouso por uma diferença de potencial de 2000 V. P R O V A NOS PROBLEMAS ABAIXO CONSIDERE: Aceleração de Gravidade: 10 m/s2 Massa Específica da Água. em A/m2. que atua ao longo da barra BD.FÍSICA 13. em Newtons. Determine o valor.

163 . um atleta de 60 kg consegue atingir a distância de 9. com 0. em unidades de 103 N? (Despreze o atrito com os trilhos). em unidades de 100 Joules. À medida que se aproxima da superfície de um planeta. quando o balanço passa pelo ponto B de sua trajetória? 7. determine o valor do raio desse planeta.7 103 Com base nesses dados.6 m e uma massa m 200 kg.4 h(km) 4. quando ele é solto da horizontal (ponto A da figura) adquire um movimento ao longo do semicírculo de raio L. Qual a tensão na haste. Numa competição de salto em distância.6 2. que o carro poderia ter nesta velocidade se toda a potência fornecida pelo motor fosse aproveitada para o movimento? 6.0 m. de comprimento L 1.8 103 0.0 m/s2. em um tempo de 0.5 min. O disco começa então a desacelerar uniformemente até parar. 2 C 3. Se o motor desenvolve esta potência à velocidade de 36 km/h. em m/s2. Na ausência de resistência do ar. ao iniciar o salto. A parte mais externa de um disco. Um automóvel de 1000 kg tem um motor de 70 kWatts.FÍSICA UFPE F A S E 2. Qual o módulo de aceleração angular do disco em rad/s2? 4. calcule a energia cinética do atleta. uma sonda espacial envia dados para a Terra. Qual a tensão na barra de engate entre o primeiro e o segundo vagões. g(m/s2) 0. medido em unidades de 105 m. Uma locomotiva puxa 3 vagões de carga com uma aceleração de 2. P R O V A 5.25 m de raio. Um balanço consiste de uma haste de peso desprezível. A tabela abaixo indica os valores medidos para a aceleração da gravidade desse planeta como função da distância h da sonda à sua superfície. gira com uma velocidade linear de 15 m/s. Desprezando a resistência do ar e supondo que o salto foi feito com um ângulo de inclinação de 45°. Cada vagão tem 10 toneladas de massa. em unidades de 103 N. qual a aceleração máxima.

0 diagrama abaixo). A tampa do tanque. Qual o trabalho total. qual a altura máxima h. em graus. O tanque é progressivamente cheio de água através do tubo.0 cm2 foi conectado a um tanque metálico. que a coluna de água poderá atingir no tubo antes da ruptura da tampa do tanque? 2 C P R O V A 9. pode suportar uma pressão monométrica máxima igual a 1. Um gás ideal absorve 64 J de calor ao se expandir isotermicamente. produzido pelo gás durante o ciclo ABCA? 10. a 2.0 105 N/m2 (trecho AB do 20 cm3.0 m2. 164 . de área total S2 1. considerando que θ 37. de seção reta S1 5.7 105 N/m2. Considere um raio de luz contido em um plano perpendicular aos dois espelhos planos. O raio refletido formará o ângulo γ. em metros. em Joules. conforme a figura abaixo. de um volume inicial de 105 N/m2 até um volume final de 70cm3. Um longo tubo vertical. a 6.FÍSICA UFPE F A S E 8. Quando o tanque estiver completamente cheio.

Determine a razão F1/F2 entre as forças exercidas. Um bloco de massa m 100g. devem ser misturados a 280 g de água a 45°C. como função da distância x entre o contato F e o ponto B. cujos raios interno e externo valem.0 m do centro da camada esférica. a 0°C. a resistência RAB é uniforme e tem comprimento igual a 10 cm e um valor total igual a 15 Ω. Quantos gramas de gelo. O bloco é então solto e quando atinge a mola fica preso nela.FÍSICA 11.2 10 3 C. pelas cargas Q1 e Q2 sobre a carga de prova. de modo que a temperatura final da mistura seja igual a 20°C? 13. qual o valor. O contato F é deslizante. da compressão máxima da mola? (Despreze o atrito entre o plano e o bloco). respectivamente. está a uma distância L de uma mola ideal de constante elástica k 200N/m. P R O V A Uma carga de prova q 1. R1 10 cm e R2 20 cm é carregada com cargas Q1 24 10 3 C e Q2 0. UFPE F A S E 2 C 12.0 10 6 C é colocada a uma distância r 1. respectivamente. cada uma homogeneamente distribuída em uma de suas superfícies (ver figura). Determine o valor em Volts da força eletromotriz da bateria ε. Supondo que L D 0. No circuito ao lado. comprimindo-a até um valor máximo D. scan 329 165 . inicialmente em repouso sobre um plano inclinado de 30°. O gráfico abaixo mostra o valor da tensão entre os pontos C e D.5 m. 14. em centímetros. Uma camada esférica isolante.

quando carregado de uma carga inicial qi 0 até uma carga final qF 5.FÍSICA UFPE F A S E 15. O gráfico abaixo representa a variação da diferença de potencial entre as placas de um capacitor plano de placas paralelas e capacitância igual a 5.0 10 5 C Determine o valor. Se B foi medido em Teslas. em unidades de 10 5 J da energia armazenada no capacitor. 2 C P R O V A 16. qual o valor em Ampères da corrente transportada pelo fio? 166 .0 10 6 F. O gráfico abaixo representa o comportamento da indução magnética em pontos situados a uma distância r de um fio retilíneo e muito longo.

Sistemático.78 s b) 1. Sistemático.000 km/s. No intervalo de tempo entre t0 e t1. aproximadamente. A Lua dista da Terra 3. aproximadamente. O gráfico velocidade contra tempo representa o movimento retilíneo de um objeto. Sistemático. O mecanismo de um relógio move-se um pouco mais rápido do que deveria.46 m/s 2 b) 1 m/s 2 c) 2 m/s 2 d) 10 m/s 2 e) 30 m/s 2 167 . 2.7 s d) 127 s e) 1270 s 8 3.66 min.00 min.50 min.FÍSICA UFRGS 1. 5. Que erro resulta ao se medir com esse relógio um intervalo de tempo que num relógio certo é de 6 h? O erro é acidental ou sistemático? a) b) c) d) e) 1. Acidental. 1.8 10 m. 2.66 min. de modo que o relógio adianta 10 minutos por dia. 2. porém regularmente.27 s c) 12. Todos os eixos possuem a mesma escala. Admitindo-se que a luz se propaga com uma velocidade constante de 300. No instante t 65 s.50 min. Acidental. Os gráficos abaixo representam aceleração contra tempo para cinco objetos diferentes. leva a luz para percorrer a distância Terra-Lua? a) 0. igual a a) 0. quanto tempo. qual dos objetos sofre a maior variação de velocidade? 4. o módulo da aceleração instantânea desse objeto é.

160 J e 560 J. com uma mola de massa desprezível comprimida entre elas. d) 400 J. o quociente m1/m2 é dado por a) v2/v1 b) v1/v2 c) v1 / v2 d) v2 / v1 e) (v2/v1) 2 8.) a) 40 J. 10 m acima do solo. a 4 m de altura. mas a velocidade é constante. A figura representa essa situação. a energia potencial no ponto A. A partir desse instante. continua caindo. continua caindo. À medida que cresce a velocidade de um objeto que cai em linha reta em direção ao solo. 240 J e 560 J. Qual é o peso da barra? a) 0. 168 . 160 J e 240 J. é 2 N. cresce também a força de atrito com o ar. A barra está apoiada num ponto a r 25 cm da extremidade A. mas a velocidade é decrescente. o segmento AB representa uma barra homogênea. A pedra é deixada cair livremente até um ponto B. até que. o objeto a) b) c) d) e) interrompe sua queda em direção ao solo. e) 400 J. em determinado instante. 16 J e 24 J. Uma pedra de 4 kg de massa é colocada em um ponto A. continua caindo com velocidade crescente. encontra-se inicialmente em repouso. respectivamente. Na figura. Quais são. 6. torna-se nula a força resultante sobre esse objeto.66 N b) 1 N c) 4 N d) 6 N e) 8 N 7. Quando as massas são liberadas. inverte o sentido da sua velocidade. respectivamente. que é mantida em equilíbrio mecânico na posição horizontal. e o módulo da força F. m1 e m2. 16 J e 56 J. Supondo que não sejam exercidas forças externas sobre o sistema. a energia potencial no ponto B e o trabalho realizado sobre a pedra pela força peso? (Use g 10 m/s2 e considere o solo como nível zero para a energia potencial. de 1 m de comprimento. Um sistema formado por duas massas.FÍSICA UFRGS 5. aplicada na extremidade B. elas se afastam uma da outra. b) 40 J. e atingem velocidades máximas cujos módulos são v1 e v2. c) 400 J. impulsionadas pela mola.

qual é a temperatura deste segundo gás? a) T/9 b) T/3 c) T d) 3T e) 9T 169 . de aresta h. partindo do repouso. As moléculas deste gás têm massa m e velocidade quadrática média v. Um recipiente contém um gás ideal à temperatura T. O cubo é transportado por um elevador que se move com aceleração constante a.4 g/cm3. a pressão exercida pelo líquido em qualquer ponto da base do cubo é dada por a) ρah b) ρgh c) 2ρgh d) ρ(g e) ρ(g a)h a)h 12. desliza ao longo de um plano inclinado de comprimento L. De acordo com a teoria cinética dos gases. A massa específica desse líquido. Nesta situação.9 b) 2.5 d) 3.0 13. Um outro recipiente contém também um gás ideal. dirigida para cima. 9. é igual a a) 1. de massa específica igual a 2. em g/cm3.0 e) 12. cujas moléculas têm massa 3m e a mesma velocidade quadrática média v. Um recipiente cúbico. flutua mantendo 20% do seu volume acima da superfície livre de um líquido. Que distância percorre o bloco sobre o plano inclinado até adquirir a metade da energia cinética que terá no final do plano? a) L/4 b) L ( 2 c) L/2 1) d) L/ 2 e) (3 L) / 4 10. Uma esfera maciça e homogênea. Que distância percorre o bloco sobre o plano inclinado até adquirir a metade da quantidade de movimento que terá no final do plano? a) L/4 b) L ( 2 c) L/2 1) d) L/ 2 e) (3 L) / 4 11.FÍSICA Instrução: O enunciado abaixo refere-se às questões de números 9 e 10: UFRGS Um objeto em forma de bloco.0 c) 2. está repleto de um líquido de massa específica ρ. numa região onde a aceleração da gravidade é g. livre de qualquer atrito.

ao passo que na etapa B ele é aquecido a volume constante. Na etapa A ele aumenta seu volume em uma expansão isotérmica. Selecione a alternativa que preenche corretamente as lacunas na afirmação seguinte: ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ a) b) c) d) e) aumenta . Em qual dos intervalos assinalados no gráfico a amostra passa gradativamente do estado sólido para o estado líquido? a) ta → tb b) tb → tc c) tc → td d) td → te e) te → tf UFRGS 15.FÍSICA 14. Em que ponto a temperatura do gás é TI? a) J b) K c) L d) M e) N 16. Uma amostra de certa substância sólida está contida em um recipiente e recebe calor de uma fonte térmica. 170 . No ponto I. Um gás ideal sofre um processo em duas etapas. O gráfico representa.permanece constante permanece constante . a temperatura do gás é TI.diminui ○ ○ ○ ○ Na etapa A a energia interna do gás que na etapa B a energia interna do gás ○ ○ ○ .aumenta aumenta . conforme ilustra o diagrama pV ao lado. de forma qualitativa. a variação da temperatura (T) da amostra em função do tempo (t). entre os instantes ta e tf. Uma amostra de gás ideal realiza o ciclo termodinâmico representado no diagrama pV da figura ao lado.aumenta permanece constante .diminui diminui . a uma taxa constante em relação ao tempo. ao passo .

FÍSICA UFRGS 17. Uma partícula. 19. uma máquina térmica realiza o trabalho W. 0 C 9 10 6 C. Assinale a alternativa que fornece os valores corretos das cargas elétricas que as esferas apresentam após terem sido postas em contato: a) b) c) d) e) 0 C. F2/3 e as forças são atrativas. 2 10 6 C 171 . 8 10 6 C 2 10 6 C. Durante um ciclo termodinâmico. encontra-se a uma distância d de outra partícula. 2 10 6 C. com carga 3q. 0 C. As três esferas são então colocadas em contato. 8 10 6 C. F2 e as forças são atrativas. uma com 9 10 6 C e a outra com 15 10 6 C. encontram-se inicialmente afastadas umas das outras. conforme indica a figura (b). O rendimento dessa máquina térmica é dado por a) b) c) d) e) (Q1 Q2) / Q1 (Q1 Q2) / Q2 Q1 / (Q1 Q2) Q2 / (Q1 Q2) (Q1 Q2) / Q2 18. Chamando de F1 o módulo da força elétrica que a segunda carga exerce sobre a primeira e de F2 o módulo da força elétrica que a primeira carga exerce sobre a segunda. e Q2 é o calor descarregado no ambiente. 0 C 8 10 6 C. 12 10 6 C. Três esferas metálicas idênticas. de modo que se toquem mutuamente. 0 C 12 10 6 C. conforme indica a figura (a). que é igual a Q1 Q2 . F2 e as forças são repulsivas. enquanto a terceira está descarregada. Duas das esferas estão eletricamente carregadas. 3F2 e as forças são repulsivas. 15 10 6 C. mantidas sobre suportes isolantes. onde Q1 é o calor extraído de uma fonte quente. com carga elétrica q. podemos afirmar que a) b) c) d) e) F1 F1 F1 F1 F1 3F2 e as forças são atrativas.

a corrente elétrica que passa pela resistência de 20Ω é de . 240 mA 900 mA.FÍSICA UFRGS 20. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Com a chave C aberta. 4500 calorias por segundo. 571500 joules por segundo. Quando uma diferença de potencial é aplicada aos extremos de um fio metálico. com o mesmo comprimento mas com o dobro do diâmetro. 4500 calorias por hora. A mesma diferença de potencial é aplicada aos extremos de outro fio. o chuveiro consome a) b) c) d) e) 4500 joules por segundo. Supondo os dois fios à mesma temperatura. Considere o circuito elétrico representado na figura abaixo. a corrente elétrica que passa pela resistência de 20Ω é de com a chave C fechada. 300 mA 200 mA. qual será a corrente elétrica no segundo fio? a) i b) 2 i c) i/2 d) 4 i e) i/4 21. 150 mA 22. O rótulo de um chuveiro elétrico indica 4500 W e 127 V. 4500 joules por hora. ligado a uma rede elétrica de 127 V. de forma cilíndrica. . Isso significa que. uma corrente elétrica i percorre esse fio. 780 mA 200 mA. do mesmo material. Selecione a alternativa que preenche corretamente as lacunas na afirmativa seguinte: a) b) c) d) e) 300 mA. 200 mA 200 mA. 172 .

norte . mantendo inalterados todos os demais fatores. o fio fica sob o efeito de uma r força de módulo F. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Nestas condições. e) eletroscópios.norte .norte atrairão . Devido a este campo magnético. cuja direção é perpendicular ao fio e à direção de B. pois P assinala um 173 . a força exercida sobre o fio passará a ter módulo a) 8F b) 4F c) F d) F /4 e) F /8 25.sul atrairão . com os pólos norte e sul indicados respectivamente pelas letras N e S. 24.sul Instrução: O enunciado abaixo refere-se às questões de números 24 e 25: Um segmento retilíneo de fio conduz uma corrente elétrica i.sul repelirão . como indica a figura (c). podemos afirmar que os pedaços 1 e 3 se pólo e Q um pólo . d) reostatos. A figura (a) representa uma metade magnetizada de uma lâmina de barbear. Se duplicarmos as intensidades do campo magnético e da corrente elétrica. A seguir. A alternativa que preenche corretamente as lacunas na afirmativa acima é: a) b) c) d) e) atrairão . os pedaços 1 e 3 são colocados lado a lado. esta metade de lâmina é dividida em três pedaços. em uma região onde existe um r campo magnético uniforme B. O efeito ao qual se refere o enunciado constitui o princípio de funcionamento de a) motores elétricos. como indica a figura (b).sul . Primeiramente.FÍSICA UFRGS 23. c) capacitores. b) aquecedores elétricos.sul .norte repelirão .sul . ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ .

II e III 174 . os corpos oscilam com amplitudes iguais. Num transformador. o corpo de menor massa oscila com maior amplitude. Considere as afirmações abaixo: I . Aplicando-se uma diferença de potencial alternada V1 no primário. a razão entre o número de espiras no primário (N1) e o número de espiras no secundário (N2) é N1/N2 10. 28. a) b) c) d) e) o corpo de menor massa oscila com menor período. Quais delas são corretas? a) Apenas I b) Apenas I e II c) Apenas I e III 29.O eco é devido à reflexão do som. Quais delas são corretas? a) Apenas I b) Apenas I e II c) Apenas I e III d) Apenas II e III e) I. a diferença de potencial induzida no secundário é V2. qual é a relação entre V2 e V1? a) b) c) d) e) V2 V2 V2 V2 V2 V1/100 V1/10 V1 10V1 100 V1 27. II . Neste caso. II e III d) Apenas II e III e) I.As ondas luminosas são constituídas pelas oscilações de um campo elétrico e de um campo magnético. cada um preso a uma mola distinta.As ondas sonoras precisam de um meio material para se propagar. executam movimentos harmônicos simples de mesma freqüência e têm a mesma energia mecânica. Considere as afirmações abaixo: I .As velocidades de propagação do som no ar e no vácuo são aproximadamente iguais. o corpo de menor massa oscila com menor amplitude. Dois corpos de massas diferentes. III . II . o corpo de menor massa oscila com maior período.O som se propaga no ar com uma velocidade de aproximadamente 340 m/s. Supondo tratar-se de um transformador ideal.FÍSICA UFRGS 26. III .As ondas eletromagnéticas não precisam de um meio material para se propagar.

convergentes ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ e pessoas hipermétropes devem 175 .FÍSICA 30. Em pessoas míopes. ele emerge do vidro com ângulo ˆ1 . com ângulo i de incidência ˆ1 na interface ar-vidro. proveniente da esquerda. Selecione a alternativa que preenche corretamente as lacunas do seguinte texto. 32.divergentes divergentes . então. incide sobre uma lâmina de vidro de faces paralelas. imersa no ar. Para que o tamanho dessa imagem seja igual ao tamanho do objeto. pode-se afirmar que i r a) ˆ1 ˆ2 b) ˆ1 ˆ2 i r ˆ c) i1 ˆ2 r d) e) ˆ i1 ˆ i 1 UFRGS ˆ i2 ˆ i 2 31. esse deve ser colocado a) à esquerda de G. a imagem se forma à frente da retina. os raios luminosos são interceptados pela retina antes de formarem a imagem (diz-se. Nessa situação. c) entre G e F. onde ˆ1 designa o i ângulo de refração no vidro. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Pessoas míopes devem usar óculos com lentes usar óculos com lentes . numa posição tal que sua imagem real se forma à direita da mesma. e) entre F e a lente. Uma pessoa vê nitidamente um objeto quando a imagem desse objeto se forma sobre a retina. o ângulo de incidência na interface vidro-ar. Em pessoas hipermétropes. que a imagem se forma atrás da retina). A figura representa uma lente esférica delgada de distância focal f. d) em F. O trajeto do r raio luminoso está representado na figura.biconvexas convergentes .divergentes plano-convexas . Depois de atravessar i a lâmina.bicôncavas divergentes . a) b) c) d) e) convergentes . Um objeto real é colocado à esquerda da lente. Um raio de luz. e ˆ2 . b) em G.

O alcance de partículas α de 4 MeV no ar é 2. Os fenômenos óticos melhor exemplificados pelas afirmações I. difração e reflexão total.92 103 cm b) 3 cm c) 1.25 10 3 g/cm3).92 cm d) 3 e) 3 10 10 1 cm 3 cm 176 .A distância focal de uma lente depende do meio que a envolve. os seguintes: a) b) c) d) e) refração. II e III são. dispersão. Considere as afirmações abaixo: UFRGS I .0 eV c) 10. difração e reflexão total.4 cm (massa específica do ar: 1. invadindo a região de sombra geométrica. Admitindo-se que o alcance seja inversamente proporcional à massa específica do meio.0 eV e) 17. propagando-se de uma extremidade à outra. O diagrama ao lado representa alguns níveis de energia do átomo de hidrogênio.00 g/cm3) é a) 1. III . o alcance das partículas α de 4 MeV na água (massa específica da água: 1. espalhamento. interferência e reflexão total. difração e polarização. refração.A luz contorna obstáculos com dimensões semelhantes ao seu comprimento de onda. interferência e polarização. Qual é a energia do fóton emitido quando o átomo sofre uma transição do primeiro estado excitado para o estado fundamental? a) 1.FÍSICA 33. 34.Luz emitida por uma fonte luminosa percorre o interior de fibras óticas. espalhamento. II . respectivamente.8 eV b) 5.0 eV 35.2 eV d) 12.

(2) A força gravitacional sobre um satélite sempre realiza trabalho. dos planetas. a partir da margem do lago. fixou a atenção nas águas calmas e cristalinas do lago e observou a movimentação de um peixe grande. em busca de alimento. engole um outro peixe de 0.FÍSICA UnB Nas questões de 1 a 9. na coluna I. é necessário que a resultante das forças que atuam sobre ela não seja nula. (1) Um satélite em órbita circular ao redor da Terra move-se perpendicularmente ao campo gravitacional terrestre. totalmente imerso na água. desanimado com os resultados obtidos em um dia de pescaria. ao atingir a superfície da água. resolveu relembrar os seus conhecimentos de Física. passando a observar cuidadosamente o que acontecia ao seu redor. a pedra não-necessariamente começará a afundar. em sentido oposto. seu peso é igual ao empuxo que ele recebe. (3) Se uma pequena pedra for atirada. com o objetivo de acertar o peixe. 177 . na coluna II. (1) O peixe observado pesa menos de 5 N. a Folha de Respostas. Julgue os itens seguintes. distante do fundo do lago. antes de ser engolido. de 5 kg. posteriormente. Use. particularmente. marque: itens CERTOS. ele abandonou a vara de pesca. dos satélites e mesmo dos corpos próximos à superfície da Terra. Sendo assim. (0) Para que a Lua descreva o seu movimento orbital ao redor da Terra. quando solto próximo à superfície terrestre. A sua compreensão é fundamental para o entendimento dos movimentos da Lua. (2) Se o peixe observado pelo pescador. que vinha nadando distraído em sua direção. da Física. Questão 2 Um pescador inexperiente. após esse belo almoço. itens ERRADOS. era de 4 m/s. (0) No momento em que o peixe está parado. a Folha de Rascunho e. a respeito das reflexões do pescador. julgue os itens abaixo. Em relação a esse assunto. então a velocidade do peixe menor. cai em direção a ela pelo mesmo motivo que a Lua descreve sua órbita em torno da Terra. nadando a 1 m/s. Questão 1 O estabelecimento das idéias a respeito da gravitação universal é considerado uma das conquistas mais importantes no desenvolvimento das ciências em geral e. que estava por ali. independentemente de sua órbita ser circular ou elíptica.25 kg. para as devidas marcações. (3) Um corpo. de modo que. o peixe grande fica parado em função do choque.

UnB (0) Para o observador situado sobre a plataforma girante. até atingir o repouso. é a força centrífuga que distende a mola. porém menor do que a aceleração da gravidade. Nas três situações. (0) Nas três situações. relativos a algumas conclusões surgidas no decorrer da discussão entre os colegas. causa uma distensão de 5 cm na mola. Julgue os itens a seguir. que. desliza. (3) Na situação I. é a força centrípeta aplicada pela mola distendida que mantém a esfera em movimento circular. o trabalho total realizado para vencer a força de atração gravitacional é de 30 J. (1) Na situação III. sem atrito. como mostra a figura ao lado. relativos à situação apresentada. (1) Para o observador em repouso. é elevado até uma altura de 3 m e. (2) A esfera terá a sua velocidade linear reduzida pela metade. a esfera escapará da plataforma e o observador em repouso. (3) Se for liberada da mola. embora sua velocidade diminua. em três rampas diferentes. Questão 4 Dois colegas de trabalho. um na plataforma e o outro fixo ao solo. um pequeno bloco de ferro. no solo.FÍSICA Questão 3 Uma esfera de ferro é fixada por uma mola em uma plataforma giratória. propuseram três diferentes situações. nas quais alguns desses conceitos aparecem. 178 . com aceleração decrescente. verá que ela descreve um movimento circular. depois. em repouso. Dois observadores. quando a distensão da mola for de 10 cm. o bloco desliza com uma aceleração constante. de peso igual a 10 N. quando está a meio caminho entre o eixo de rotação e a borda da plataforma circular. no solo. observam o movimento da esfera. Julgue os itens que se seguem. (2) A situação II é a única na qual o bloco desliza aumentando sua velocidade. junto com a plataforma girante. discutindo alguns fenômenos que envolvem conceitos de Física. o bloco apresenta aceleração crescente. representadas na figura abaixo.

FÍSICA Questão 5 UnB No sistema de cargas abaixo representado.400 W. Questão 6 Um vestibulando. (0) A corrente elétrica que passará pelo resistor será superior à corrente que circula pelo motor de uma geladeira que tem as especificações de 500 W e 220 V. a velocidade da carga será nula.0 10 mm . 179 . o valor da resistência do chuveiro seria diferente. a aceleração será nula. (3) A necessidade de se construir a resistência do chuveiro com um fio enrolado pode ser explicada pelo fato de o fio ter comprimento bem superior às dimensões do próprio chuveiro. com seção transversal (bitola) de 2 2 8.0 10 mm . Supondo que a carga q seja abandonada no ponto de coordenada (0. no ponto de coordenadas (0. Se as duas cargas fixas fossem substituídas por cargas negativas. Depois de passar pela origem. (2) Se o material utilizado na confecção do resistor tivesse sido o cobre. Sendo o sistema conservativo. depois de tomar banho frio por alguns dias. mas a carga q pode mover-se livremente sobre o eixo y. julgue os itens abaixo. julgue os itens seguintes. o vestibulando poderia ter usado um fio com metade do comprimento. a partir do repouso. as cargas Q estão fixas. Sabendo que o chuveiro tem potência de 4. resolveu construir um resistor para substituir a resistência queimada do chuveiro de sua casa. (0) (1) (2) (3) A velocidade de q será máxima na origem e. optou pela utilização de um fio de constantã (liga metálica). quando alimentado com uma tensão elétrica de 220 V. Depois de fazer uma pesquisa. a carga será freada pela força resultante que atuará sobre ela. eqüidistantes da origem 0. nesse ponto. a). o comportamento da carga q não seria alterado. 2 2 (1) Se o fio tivesse uma bitola igual a 16. a).

entre eles André-Marie Ampère (1775-1836). Com relação ao eletromagnetismo. físico e matemático francês. 180 . Instrumentos de corda. que possibilitou o surgimento e o desenvolvimento dos grandes geradores elétricos e dos transformadores. julgue os itens que se seguem. que implicam a transmissão de energia e de momento linear. é de 170 m/s. (0) Faraday descobriu que. tem uma grande limitação: só é aplicável a equipamentos em corrrente contínua. que construiu o primeiro eletroímã. apesar de sua inquestionável importância para o eletromagnetismo. Antes de Faraday anunciar a sua descoberta. julgue os seguintes itens. (2) O funcionamento do gerador elétrico (alternador) de um automóvel moderno pode ser explicado com a utilização da Lei de Faraday. aumentando-se a tração para 180 N. Tal fenômeno foi estudado por vários cientistas. perturbações em um meio. ao percorrer um condutor. transmissão de TV e radares são algumas das muitas aplicações desse tipo de conhecimento. sem dúvida. entre eles o Eletromagnetismo. (1) Se a velocidade de uma onda. a velocidade da onda passará a ser de 255 m/s. em determinadas condições. (1) Nos enrolamentos de um transformador. não-alternada. dedicou seus estudos a diversos ramos da Física. ela o ouvirá em uma freqüência maior. sem que haja transporte de matéria. (2) Supondo-se que Tristão sopre um apito e que Isolda escute o som. são um dos assuntos fascinantes da Física. a sua grande contribuição foi. produzia um campo magnético. equipamentos imprescindíveis aos atuais sistemas elétricos de energia. Nesse ramo.FÍSICA Questão 7 UnB O autodidata Michael Faraday (1791-1867). quando a tração é de 120 N. há indução de força eletromotriz devido ao movimento relativo entre eles e o campo magnético existente no núcleo de ferro do transformador. se estiver correndo ao encontro de Tristão. (3) A Lei de Faraday. em uma corda esticada. notável cientista inglês. o que se sabia era que uma corrente elétrica. utilizados em todo o mundo. Questão 8 As ondas. Com relação a esse assunto. a descoberta do fenômeno da indução eletromagnética. (0) A velocidade de propagação de uma onda em uma corda depende da tração a que está sujeita essa corda. isto é. um campo magnético pode originar uma corrente elétrica.

caso exista. do solo até o segundo pavimento. utilizando uma associação de polias como esta. Com base na associação mostrada na figura. a uma temperatura ambiente de 25˚C. uma pessoa pode levantar pesos muito grandes. será igual a 51. ao suspender o elevador. acima de sua capacidade muscular. UnB (0) Se o peso das polias for desprezível. (2) Supondo que cada polia tenha um peso de 0. para temperaturas acima de Tc é igual a 20 Ω.FÍSICA Questão 9 Pela associação de roldanas fixas e móveis. cuja temperatura crítica seja Tc 2. um elevador de material de construção. julgue os itens que se seguem. O valor da resistência R. a força F que equilibrará o sistema será de 26. a corrente elétrica do circuito.0˚C. colocada no circuito para indicar a circulação de corrente. Suponha que a figura ao lado represente o sistema utilizado pelos operários de uma obra. com freqüência.5 kgf. no ponto C. (3) Um operário. Questão 10 Um material é denominado supercondutor quando. um operário deverá aplicar uma força F igual a 25 kgf para equilibrar o sistema. Considere que.5 kgf. com peso de 100 kgf. Por isso. a reação do suporte. em ampères. A lâmpada L. passa a ter resistência nula. Calcule. possui resistência interna de 2 Ω . 181 . Desconsidere a parte funcionária do seu resultado. sistemas de roldanas sendo utilizados em canteiros de obras de construção civil. característica que justifica o nome do material. abaixo de uma certa temperatura. para erguer. o resistor R seja feito de um material supercondutor. chamada de temperatura crítica (Tc). (1) Se cada polia pesar 0. vê-se. realiza um trabalho bem menor do que aquele que realizaria sem tal dispositivo. no circuito abaixo esquematizado.5 kgf.25 kgf.

como. uma bola de massa igual a 0. multiplique por 10 o valor calculado. a força média aplicada à bola pelo pé do jogador. Calcule o menor índice de refração que tal prisma deverá ter. caso exista. para que a mola seja alongada em 2. caso exista. desconsiderando. a parte fracionária de seu resultado. Calcule. com direção perpendicular ao plano desta folha e sentido de baixo para cima. Para marcar a sua resposta. em ampères. Questão 12 Indeciso com relação à convocação dos jogadores que deveriam compor a seleção universitária de futebol da UnB.25 T. garantindo participação no time para aqueles que respondessem corretamente ao seguinte problema: na cobrança de um pênalti. desprezando. resolveu lançar um desafio. a partir da posição de equilíbrio estabelecida com corrente nula. produzindo o movimento de um ponteiro que se desloca sobre uma escala. Calcule. da esquerda para a direita. o galvanômetro. como campos e correntes provocam efeitos mecânicos. Considere que o índice de refração da água seja igual a 0. 182 . a corrente elétrica I que deverá percorrer o condutor. saindo do plano da folha. de intensidade B igual a 0. de maneira simples. depois. em uma partida de futebol. para que reflita por completo um raio que incida normalmente em uma das faces menores. O tempo de contato entre o pé do jogador e a bola é de 0.95 2 . em newtons. Desconsidere a parte fracionária do seu resultado. caso exista. baseia-se no efeito mecânico que os campos magnéticos provocam em espiras que conduzem correntes elétricas. O modelo abaixo mostra. por exemplo. suspenso por uma mola de constante elástica igual a 80 N/m e imerso em um campo magnético uniforme.0 cm. para disputar os Jogos Universitários do DF (JUDF). de comprimento igual a 50 cm. Ele é constituído por um fio condutor. depois. o técnico.FÍSICA Questão 11 UnB O funcionamento de alguns instrumentos de medidas elétricas. a parte fracionária do seu resultado.05 s.40 kg é chutada com velocidade inicial de 25 m/s. Questão 13 Um prisma reto de vidro cuja base é um triângulo retângulo isósceles foi totalmente mergulhado em água. dispondo de vários jogadores de mesmo nível técnico. divida a força calculada por 10.

Desconsidere a parte fracionária de seu resultado. Questão 15 Na figura abaixo.FÍSICA Questão 14 UnB Uma senhora diz a sua filha de 10 anos para encher a banheira de modo que possa tomar um banho. que representa uma placa homogênea. caso exista. deixando que 94. a soma das coordenadas do ponto correspondente ao centro de gravidade da placa. 183 . caso exista.625 L de água a 80˚C sejam colocados na banheira. admita que cada quadrado tenha lado igual a 10 cm. em centímetros. Calcule. Desconsidere a capacidade térmica da banheira e a parte fracionária de seu resultado. Determine. A criança abre apenas a torneira de água quente. em litros. a quantidade de água a 20˚C necessária para baixar a temperatura da água da banheira para 50˚C.

e caem sob a ação da gravidade. v v com v2 > v1. e) 30 N e 30 N. Desprezando a resistência oferecida pelo ar e considerando o solo plano e horizontal. c) 30 N e 10 N. 1 e 2. 1 A velocidade do móvel foi constante e diferente de zero durante o intervalo de tempo que vai dos instantes a) 0 a t1 b) t1 a t1 c) t2 a t3 d) t3 a t4 e) t4 a t5 2. são lançadas do parapeito de uma janela. b) 10 N e 30 N. em função do tempo t. O gráfico na figura representa a posição x de um móvel. 3. A esfera 1 atinge o solo num ponto situado à distância x1 da parede. Duas pequenas esferas idênticas. →1 e →2. de pesos 10 N e 20 N. e a esfera 2 num ponto situado à distância x2 da parede. t2 segundos depois de abandonar o parapeito. de a) 10 N e 20 N. de massas desprezíveis. como mostra a figura. d) 30 N e 20 N. estão suspensos por dois fios.FÍSICA UNESP F A S E 1. que se deslocou ao longo de uma linha reta. da maneira mostrada na figura. perpendicularmente à parede. respectivamente. t1 segundos depois de abandonar o parapeito. P e Q. Dois corpos. com velocidades horizontais . podemos afirmar que a) x1 = x2 e t1 = t2 b) x1 < x2 e t1 < t2 c) x1 = x2 e t1 > t2 d) x1 > x2 e t1 < t2 e) x1 < x2 e t1 = t2 184 . As intensidades (módulos) das forças que tensionam os fios P e Q são.

II . o decréscimo na indicação do dinamômetro. devido à ação do empuxo. adquirida pelo corpo é a) 8 b) 15 c) 16 d) 20 e) 24 UNESP F A S E 1 5. Quando totalmente imerso na água. a quantidade de movimento. inicialmente em repouso. o sentido e a direção dessa resultante permanecem inalterados. Com o corpo imerso no ar. c) Apenas III está correta. b) Apenas II está correta. A experiência foi repetida com vários outros corpos. embora o dinamômetro tivesse indicado.FÍSICA 4. 185 . Analisando o fato das indicações P e P’ terem decrescido de uma mesma quantidade ∆P quando esses corpos passaram do ar para a água. em kg. A intensidade (módulo) da resultante das forças que atuam num corpo. e) I. o dinamômetro indicou uma força de valor P. Para um deles. quando o corpo passou do ar para a água. a) Apenas I está correta. d) Apenas I e III estão corretas. II e III estão corretas. um valor P’ diferente de P.Os dois corpos têm o mesmo volume.Os dois corpos têm a mesma massa específica. em particular. com o corpo imerso no ar. foi também ∆P.m/s (ou N. Durante todo o intervalo de tempo considerado. todos sólidos e insolúveis. P decresceu de uma quantidade ∆P. como mostra a figura.s). varia como mostra o gráfico. Dessas conclusões.Os dois corpos têm a mesma massa. Um corpo sólido e insolúvel foi pendurado num dinamômetro por meio de um fio fino e flexível. estudantes apresentaram três conclusões diferentes: I . Nestas condições. III .

5s após ter sido abandonada. SUBSTÂNCIA ÍNDICE DE REFRAÇÃO EM RELAÇÃO AO AR água álcool etílico glicerina quartzo cristalino vidro comum 1. volta para a posição original e torna a cair.33 1. e) no vidro comum.0 8. d) no quartzo cristalino. Assinale a alternativa correta. b) no álcool etílico. é virtual e invertida. Analise a tabela e responda.63 1. com que a bola colide com o solo é de a) 0.5 b) 1. Supondo que toda a quantidade de calor cedida pela liga tenha sido absorvida pela água do calorímetro. d) A imagem projetada sobre uma tela por um projetor de slides é virtual e direita. a temperatura no calorímetro se estabiliza em 20 °C. podese afirmar que a freqüência. 9. Após certo tempo. que contém água fervendo em condições normais de pressão. onde sofre uma colisão perfeitamente elástica.54 1. nas máquinas fotográficas. sem encontrar qualquer resistência.0 d) 3. c) na glicerina. é transferido de uma vasilha. Desprezando o tempo de interação da bola com o solo e imaginando que o fenômeno se repita indefinidamente. atinge o solo. 0.47 1. c) A imagem que se vê quando se usa uma lente convergente como “lente de aumento” (lupa) é virtual e direita. em hertz. 186 . abandonada de certa posição.50 Para um mesmo ângulo de incidência diferente de zero. b) A imagem formada sobre o filme. de massa 250 g.FÍSICA UNESP F A S E 6. o maior desvio na direção de um raio de luz que se propaga no ar ocorrerá quando penetrar a) na água.0 c) 2. pode-se dizer que a razão entre o calor específico da água e o calor específico da liga metálica é igual a a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5 1 7. a) Quando alguém se vê diante de um espelho plano.0 e) 4. Um bloco de certa liga metálica. para um calorímetro contendo 400 g de água à temperatura de 10 °C. cai sob a ação da gravidade. a imagem que observa é real e direita. e) A imagem de uma vela formada na retina de um olho humano é virtual e invertida. Uma pequena bola.

o valor da resistência R. atraem-se com uma força elétrica de intensidade (módulo) F. mas em sentido contrário a ele. como mostra a figura. mas em sentido contrário a ela. d) menor que F e de repulsão. Duas esferas condutoras idênticas. b) menor que F e de atração. em seguida. inicialmente separadas por uma distância d. na direção da velocidade. a nova força entre elas será a) maior que F e de atração. v a) b) c) d) e) perpendicular ao plano da figura e “penetrando” nele. na direção do campo magnético. Se a corrente no circuito é de 0.1 A. um de 20 Ω e outro de resistência R desconhecida. devida a esse campo magnético. c) igual a F e de repulsão. levadas de volta para suas posições originais. 187 . na mesma direção e sentido da velocidade.FÍSICA UNESP F A S E 10. Sabe-se que no ponto P da figura existe um campo magnético na direção da reta RS e apontando de R para S. estão ligados em série com uma bateria de 6. Se as esferas são postas em contato e. é a) 20 b) 30 c) 40 d) 50 e) 60 12. e) maior que F e de repulsão. atua sobre ele uma força. em Ω. Dois resistores. na mesma direção e sentido do campo magnético. carregadas com cargas +Q e -3Q.0 V e resistência interna desprezível. Quando um próton (partícula de carga positiva) passa por esse ponto com a velocidade → mostrada na figura. 1 11.

como mostra a figura. até o instante em que o veículo pára. a) Nessas condições. e os freios podem reduzir a velocidade de seu veículo à razão máxima de 5 m/s em cada segundo. no instante do lançamento. é 2.0 kg é lançado obliquamente. Para sair da balsa. uma velocidade de 1. 3. Uma carreta de 50 toneladas é levada de uma margem a outra de um lago. de massa desprezível. 4. O valor da componente vertical da velocidade. enquanto a carreta está se deslocando sobre ela com movimento uniformemente acelerado. 2 A P R O V A Quando os carrinhos são liberados simultaneamente. Supondo que o corpo esteja sujeito exclusivamente à ação da gravidade.FÍSICA UNESP F A S E 1. determine: a) a aceleração da carreta. e outro. por meio de uma balsa. hB 188 . Um carrinho. determine sua energia cinética: a) no instante do lançamento. b) a distância percorrida nesse tempo.0 metros em 10 segundos.0 m/s e o valor da componente horizontal é 3. a carreta inicia seu movimento com aceleração constante. pelos carrinhos h A e B. impulsionando-os. sem girar. O tempo de reação (intervalo de tempo entre o instante em que uma pessoa recebe a informação e o instante em que reage) de certo motorista é 0. b) no ponto mais alto da trajetória. ao subirem as rampas mostradas na figura. B. e B adquire. de massa m. a partir do solo. de massa 2m. mantidos em repouso sobre uma superfície plana e horizontal. percorrendo 8. determine a velocidade adquirida por A.7 s. depois que esta atraca no ancoradouro.0 m/s. a mola se distende. b) Denominando hA e hB as alturas máximas alcançadas. Um corpo de massa 1. estão comprimindo uma mola. Supondo que esteja dirigindo à velocidade constante de 10 m/s. Nestas condições. b) a força adicional a que fica submetido o cabo que mantém a balsa atracada. respectivamente. que o leva a acionar os freios. depois que a mola estiver totalmente distendida. determine a razão A . 2. A.0 m/s. determine: a) o tempo mínimo decorrido entre o instante em que avista algo inesperado.

que dispõem de aberturas adequadas para a entrada e a saída dos feixes. com cerca de 1 metro de comprimento. equilibrava a coluna de mercúrio e. b) Copie a Figura B no seu caderno de respostas. na posição correta. na posição correta. desenhe no interior da caixa. 189 . que produza o efeito mostrado. imaginando essa experiência realizada em um planeta onde a pressão atmosférica fosse 10 vezes menor que a pressão atmosférica na Terra e a aceleração da gravidade na superfície 2. (Suponha desprezível a variação da massa específica do mercúrio com a gravidade e com a temperatura. e complete a trajetória dos raios. Torricelli verificou que o nível da coluna líquida descia. pa.FÍSICA 5. As figuras representam feixes paralelos de luz monocromática. um dos três elementos disponíveis.5 vezes menor que a aceleração da gravidade na Terra. UNESP F A S E 2 A P R O V A Concluiu. toda a coluna líquida desceria para o recipiente. Em seguida. atuando na superfície do líquido no recipiente. Ao destampar o tubo. que a pressão atmosférica equivalia à pressão exercida pelo peso de uma coluna de mercúrio de 76 cm. dispunha-se dos três elementos seguintes: a) Copie a Figura A no seu caderno de respostas. mergulhou essa extremidade em um recipiente que também continha mercúrio. Explique por quê. que a pressão atmosférica. e complete a trajetória dos raios. nas caixas A e B. até estacionar a uma altura de cerca de 76 cm acima do nível do mercúrio no recipiente (Figura II). Torricelli tomou um tubo de vidro. Tampando a extremidade livre e invertendo o tubo. a) Se essa experiência fosse realizada na Lua. Em seguida. b) Determine a altura da coluna de mercúrio. portanto. incidindo pela esquerda. Para realizar a experiência que leva seu nome. um dos três elementos disponíveis. desenhe no interior da caixa. fechou uma de suas extremidades e encheu-o completamente com mercúrio (Figura I). então. que produza o efeito mostrado. em condições tais que o mercúrio não se solidificasse.) 6. Para reproduzir esses efeitos.

calcule a variação da energia interna desse sistema. 9. A figura mostra uma esfera condutora ligada à Terra por meio de um galvanômetro G. a) Considerando 1 cal = 4 J. b) Utilizando a primeira lei de termodinâmica. enquanto se aproxima da esfera condutora um bastão carregado com cargas positivas. quando se leva para longe da esfera o mesmo bastão. 8. mostrando tanto a distribuição de cargas na esfera condutora como o sentido da corrente de elétrons que flui pelo galvanômetro G. determine a razão V . e que sua energia interna aumenta. em joules.FÍSICA UNESP F A S E 7. 2 A P R O V A a) Denominando V1 e V2. b) copie novamente e complete a figura em seu caderno de respostas. Usando a seguinte representação carga positiva: + carga negativa: carga nula: n a) copie e complete a figura em seu caderno de respostas. A figura representa uma associação de três resistores. respectivamente. determine a potência dissipada em cada um dos outros dois resistores. enquanto se aproxima da esfera o bastão carregado. Verifica-se que o sistema se expande. quando se leva para longe da esfera o bastão carregado. quando a V2 associação está ligada a uma bateria. num total de 200 calorias. calcule a quantidade de energia transferida ao sistema. Com esta montagem. e • outro pulso de corrente. mas de sentido contrário ao primeiro. observou-se que o galvanômetro indica: • um pulso de corrente. realizando um trabalho de 150 joules. as tensões entre A e B e entre B e C. Transfere-se calor a um sistema. 1 b) Sabendo que a potência dissipada no resistor colocado entre B e C é igual a 1. 190 . todos com a mesma resistência R. mostrando tanto a distribuição de cargas na esfera condutora como o sentido da corrente de elétrons que flui pelo galvanômetro G.2 watts.

b) a aceleração do sistema constituído por A e B. durante o deslocamento. Nestas condições. em direção à argola presa na extremidade do fio mostrado na figura. 191 . ambos de massa m. que passa por uma polia de massa desprezível. o carrinho puxa o fio e eleva o bloco. que pode se deslocar sobre a superfície horizontal sem encontrar qualquer resistência. que dispõe de um gancho.FÍSICA 1.0 N.0 m/s. movimenta-se sobre um plano horizontal. com velocidade constante de 1. A outra extremidade do fio está presa a um bloco. acelerando-o. que se encontra em repouso sobre uma prateleira. A e B. O bloco A está apoiado sobre um carrinho de massa 4m. que gira sem atrito. supondo que ocorra perda de 20% da energia cinética inicial do carrinho quando o gancho se prende na argola. equivale a 0. b) a altura h.2 mg) e fazendo g = 10 m/s2.2 do peso de A (ou seja. estão ligados por um fio leve e flexível. Um carrinho de 2. P R O V A Quando o conjunto é liberado. determine: a) a aceleração do carrinho. (Despreze quaisquer atritos e as massas das polias. Sabendo que a força de atrito entre A e o carrinho. parando momentaneamente quando o bloco atinge a altura máxima h acima da prateleira. determine: a) a energia cinética inicial do carrinho. A figura mostra a situação descrita.) 2. Fat = 0. de peso 5.0 kg. UNESP F A S E 2 B Enganchando-se na argola. Dois blocos. B desce e A se desloca com atrito constante sobre o carrinho.

nas caixas A e B. ligada a uma bateria. Ao subir do fundo de um lago para a superfície. a) Copie a Figura A no seu caderno de respostas. As figuras representam feixes paralelos de luz monocromática incidindo.0 metros é igual à pressão atmosférica na região em que o lago se localiza. supondo que a temperatura no fundo fosse igual à temperatura na superfície? b) Qual seria a profundidade desse lago. a) Considere uma associação em série desses dois resistores. ainda.30 A. desenhe no interior da caixa uma lente que produza o efeito mostrado.FÍSICA UNESP F A S E 3. supondo que a temperatura absoluta no fundo fosse 4% menor que a temperatura na superfície? 4. R1 e R2. Os gráficos na figura mostram o comportamento da corrente em dois resistores. qual será o valor da corrente por R2? 192 . que a pressão exercida pelo peso de uma coluna de água de 10. Se a tensão no resistor R1 for igual a 4 V. Em seguida. Se a corrente que passa pelo resistor R1 for igual a 0. dispunha-se de um conjunto de lentes convergentes e divergentes de diversas distâncias focais. Em seguida. 5. b) Copie a Figura B no seu caderno de respostas. pela esquerda. que dispõem de aberturas adequadas para a entrada e a saída dos feixes. uma associação em paralelo desses dois resistores. complete a trajetória dos raios e indique as posições dos focos das lentes. em função da tensão aplicada. agora. 2 B P R O V A Para produzir esses efeitos. desenhe no interior da caixa um par de lentes que produza o efeito mostrado. complete a trajetória dos raios e indique a posição do foco da lente. o volume de uma bolha de gás triplica. Sabese. qual será o valor da tensão em R2? b) Considere. a) Qual seria a profundidade desse lago. ligada a uma bateria.

implantação de grandes projetos de reflorestamento. Celso. Geografia e participação. c) implantação das novas fábricas nas Zonas Francas existentes nas Regiões Norte e Nordeste do país. Isto pode ser constatado pela tendência à: a) substituição da mão-de-obra brasileira de baixa qualificação por trabalhadores do Mercosul. Fonte: ANTUNES. Repercussões e impactos desses novos investimentos já vêm sendo observados na organização da produção e do mercado de trabalho. A população sertaneja que se desloca nas estações secas encontra na Zona da Mata uma demanda por mão-de-obra sazonalmente aquecida pela: a) b) c) d) e) formação de pastagens novas em áreas de matas. Scipione. investimentos por parte das grandes montadoras.GEOGRAFIA CESGRANRIO 1. algumas delas já aqui instaladas. ocorrência do plantio de lavouras de algodão. 2. 193 . São Paulo. p. realização da colheita de cana-de-açúcar. necessidade de replantio de velhos cafezais. vem atraindo. d) diminuição do número de empregos pela robotização de linhas de montagem. e) eliminação de práticas de terceirização entre os fornecedores de autopeças e as grandes montadoras. 31. associado a outros fatores como os incentivos fiscais. O potencial de crescimento do mercado de automóveis. b) atuação mais combativa dos sindicatos localizados próximo às grandes montadoras de São Paulo e de Minas Gerais. para o Brasil.

entraram em crise. Em 1996. Em 1993.GEOGRAFIA CESGRANRIO 3. 5. b) retirada da vegetação dos manguezais responsáveis pelo acúmulo de lama. A retomada do crescimento econômico no Estado do Rio de Janeiro passa pela revalorização de suas vantagens comparativas. em virtude de sua implantação em áreas menos poluídas no fundo da Baía. d) São Cristóvão. 194 . d) redução das taxas atuais de assoreamento pela transferência do movimento portuário para a Baía de Sepetiba. c) anulação da capacidade de erosão e de sedimentação das correntes existentes na Baía pela construção de diques e de quebra-mares. c) Cidade Nova. e) implementar rígido controle sobre a movimentação de capital estrangeiro nas bolsas de valores. e) Del Castilho.7%. em fase de estatização. o PROER. Depois. levando o Governo Federal a criar um polêmico programa de reestruturação do sistema bancário. Várias instituições bancárias. Inicialmente. Neste contexto. e) diminuição dos impactos ambientais dos aterros sanitários. houve a fundação de um grande número de indústrias no Rio de Janeiro. a participação dos bancos no Produto Interno Bruto (PIB) era da ordem de 13%. Um dos objetivos do PROER é o de: a) elevar a rentabilidade do setor pelo estímulo a ganhos inflacionários. d) aumentar o poder político-eleitoral dos bancos estaduais. Esse bairro é: a) Méier. estes estabelecimentos se fixaram no centro da cidade. começaram a se transferir para um bairro de localização privilegiada (pela proximidade do porto e de ramais ferroviários) e que possuía infraestrutura (decorrente do fato de ter sido área residencial da nobreza do Império). o projeto de recuperação envolve a: a) reversão do avançado estágio de eutrofização das águas através da implantação de sistemas e redes de saneamento no Grande Rio. 4. algumas de grande porte. de sua população e de suas vocações naturais. a recuperação da Baía da Guanabara está mais do que justificada. detritos e sedimentos grosseiros. b) financiar fusões entre instituições financeiras para reduzir o tamanho do sistema. No final do século XIX. esta porcentagem caiu para 7. b) Estácio. c) recapitalizar os bancos com a criação da contribuição provisória sobre movimentação financeira (CPMF). Do ponto de vista técnico.

Com relação às estruturas industriais das Regiões Sul e Nordeste do Brasil. b) Implantação de fazendas de administração estatal de acordo com o modelo dos sovkhozes. 217.O processo de industrialização no Sul do país decorreu diretamente da implantação de políticas de desconcentração da indústria paulista. e) III e IV somente. Dentre esses “movimentos sociais de base territorial”. especialmente Salvador. Recife e Fortaleza. pelo fato de elas serem pontos de maior desenvolvimento que os espaços interioranos. “…o Estado foi incapaz de controlar a resistência da população excluída e de atender às demandas localizadas. são feitas as afirmativas abaixo. representadas no gráfico ao lado. IV . 7.A concentração de capitais se mostra maior no Sul do país. 195 . o que envolve a adoção das medidas abaixo. sendo a sua atuação baseada na defesa de ampla reforma agrária. I . e) Estruturação de redes de armazéns e silos como proteção para as flutuações sazonais dos preços agrícolas. c) Difusão de cultivos ecológica e economicamente sustentáveis entre os pequenos produtores.A localização das indústrias modernas privilegiou as grandes cidades do Nordeste.A absorção de mão-de-obra no Nordeste é relativamente mais baixa.” FONTE: BECKER. II . d) II e IV somente. Bertrand-Brasil. em virtude do alto nível de mecanização das indústrias de bens de consumo intermediários e duráveis. a) Acesso a mercados consumidores sem a excessiva intermediação dos atravessadores. Assinale-a. através da concessão de incentivos fiscais. c) II e III somente.GEOGRAFIA CESGRANRIO 6. no início deste século. B. b) I e III somente. COM EXCEÇÃO DE UMA. d) Estabelecimento de políticas de crédito rural compatíveis com os riscos das atividades agropecuárias. que eclodiram em uma frente de conflitos expressa em movimentos sociais de base territorial. C. e EGLER. Brasil: uma nova potência regional na economia-mundo. em razão da permanência de grande número de pequenas empresas fundadas por imigrantes. o “Movimento dos Sem-Terra” é um dos mais importantes nos dias de hoje. p. III . Rio de Janeiro. Estão corretas as afirmativas: a) I e II somente.

O mapa acima identifica as regiões econômicas que compõem o Sudeste Brasileiro. desenhar a rede urbana brasileira. Assinale a única associação correta entre uma dessas regiões e sua respectiva característica econômica. Complexos agroindustriais de grande porte recentemente implantados por empresas do MERCOSUL. incorporação de mais municípios à classe das “metrópoles nacionais”. Setor de laticínios bem desenvolvido e articulado com os mercados consumidores de São Paulo e Rio de Janeiro. estagnação econômica e cultural das “metrópoles regionais”. Agricultura tipicamente voltada à subsistência e baseada em trabalho familiar. conforme o(a): a) b) c) d) e) 9.GEOGRAFIA CESGRANRIO 8. o IBGE estabeleceu critérios para classificar os mais de 5000 municípios. Pecuária de corte baseada em práticas intensivas e de alta produtividade Sul de Minas c) d) Centro-Oeste Paulista Vale do Ribeira e) Serras e Planaltos do Sudeste 196 . REGIÃO a) b) Extremo Norte CARACTERÍSTICA ECONÔMICA Economia regional especializada na produção de soja para exportação. com isso. Procurando um melhor entendimento do processo de urbanização. A evolução dessa rede vem recentemente registrando significativas alterações. extinção da classe de pequenas cidades consideradas como “centros locais”. crescimento da importância relativa das chamadas “capitais regionais”. e. êxodo da população das “cidades médias” para as “megalópoles”. hierarquizá-los.

d) Caráter pacifista do programa pela ausência de interesses das Forças Armadas no seu desenvolvimento. Velocidades de deslocamento de até 800 km/h. III III IV Origem na base das nuvens do tipo cumulus nimbus. “O Globo”. que. especialistas acreditam que o Programa Nuclear Brasileiro deve. reafirmar o poder da maioria anglo-saxônica frente às minorias negra e hispânica. como objetivo. c) Escolha de modelo ultrapassado de reator para equipar a Usina de Angra I. O fenômeno meteorológico que reúne as características apresentadas acima é conhecido como: a) frente ocluída b) tromba d’água c) vento anabático d) furacão e) tornado 197 . é notório o fato de que se trata de organizações de extrema direita.U. COM EXCEÇÃO DE UM. Com relação a estes últimos. a) Custo elevado de desenvolvimento numa conjuntura de crise econômica. Leia e analise os dados abaixo. ser repensado. Hoje. A. reagir contra o aumento da influência das Forças Armadas na política nacional. no entanto. Típico de países de dimensões continentais como os E. “O terrorismo continua atuando. e) Impasse quanto à decisão definitiva sobre o local para deposição do lixo atômico. 12.M. Assinale-o. Rosenthal. 11. não devido a seu poder ideológico ou físico. procuram: a) b) c) d) e) implantar uma república sindicalista no país. 02/08/96. p. Nos anos 70. mas porque as nações que dele são vítimas não conseguem detê-lo”. e a Austrália. 07 No caso dos EUA. Ocorrência maior nas estações da primavera e do verão. em virtude dos fatores apresentados a seguir. b) Dependência de tecnologias estrangeiras derivadas do uso de urânio enriquecido como combustível. passadas duas décadas de sua implantação. o terrorismo está relacionado à ação de grupos radicais de origens externas e internas.A. protestar contra o aumento da pobreza nas áreas rurais norte-americanas. suprimir da Constituição as emendas de inspiração nazifascista. o Governo Federal considerava urgente o rápido desenvolvimento da capacidade de geração de energia atômica.GEOGRAFIA CESGRANRIO 10.

permitam conciliar crescimento econômico com elevadas taxas de inflação anuais. A posição da Austrália. p. 28/07/96. o que pode ser constatado pela: a) descoberta de jazidas de ouro que atraíram milhares de imigrantes a partir de 1850.GEOGRAFIA CESGRANRIO 13. e seria marcada pela influência de fatores naturais. Que tal começar a discutir só o que o Governo pode fazer?” Adaptado da Coluna de Joelmir Beting. o Estado deve procurar este tamanho ideal. “Há dois séculos discute-se o que o Governo deve fazer. Para os economistas que seguem o neoliberalismo. 14. As hidrovias transportam um maior volume de cargas a baixo custo. na porção oeste do país. “O Globo”. o que impediu a integração da rede de transportes no sentido norte-sul. a definição do tamanho adequado e das funções a serem realizadas pelo Estado é uma preocupação constante. em relação às rotas de navegação. em todo o território. Por isso. nas áreas de vastas florestas de coníferas. de solos tropicais de alto potencial de aproveitamento para o cultivo de trigo. Sua ocupação só viria a ocorrer de modo efetivo a partir do século XVIII. foi um dos motivos que retardou a incorporação de seu território ao horizonte geográfico europeu. no centro do país. c) implantação de lavouras de exportação de cana-de-açúcar e cacau devido à abundância de água. implementando medidas que: a) b) c) d) e) elevem a concessão de subsídios governamentais a empresas em dificuldades financeiras. 198 . e) característica montanhosa do relevo. Considera-se como a mais importante hidrovia européia ocidental a que aproveita o vale do: a) Tejo b) Reno c) Tâmisa d) Loire e) Elba 15. d) ocorrência. Uma comparação entre as redes de transportes do Brasil e dos países europeus mostra prontamente a importância que as hidrovias têm para estes últimos. b) existência de forte atividade madeireira. fortaleçam as finanças das empresas estatais frente a tendências privatistas. sustentem a obtenção de recursos para o patrocínio de amplos programas previdenciários. garantam a abertura do mercado interno à concorrência e a fluxos de comércio internacionais. muitos centros urbanos e pólos industriais se desenvolveram ao longo dos rios. 50 Entre os economistas.

Moderna. aquela que expressa um fator que tenha contribuído decisivamente para a ex-URSS ter “dado errado”. 18. Revolução em três tempos. entrada de um maior volume de água das chuvas nos lençóis freáticos. Não havia nenhuma semelhança entre o processo de emancipação socialista imaginado por Marx e aquilo que existiu naquele país”. Todavia. Um desses fatores é o(a): a) fortalecimento de organizações guerrilheiras que pretendem implantar o socialismo no país. incremento das taxas de umidade do ar nas áreas desflorestadas. é preciso reconhecer que algo. Assinale. José. China.“Em primeiro lugar.. d) participação pouco expressiva de capitais nacionais em atividades urbanas e industriais como conseqüência do caráter rural da sociedade. A destruição dos grandes domínios florestais do planeta não significa apenas o risco de se extinguirem diversas espécies animais e vegetais. Ed. o COMECOM. paralisação dos processos erosivos atuantes na formação de voçorocas. É que há inúmeros fatores políticos e socioeconômicos que podem frear ou mesmo limitar seriamente o processo indiano de modernização. 199 . 17. em razão do grande atraso tecnológico. Entre os países do Terceiro Mundo. e) permanência de rivalidades étnico-religiosas que representam uma real ameaça de ocorrência de conflitos separatistas. Alemanha. e) Ênfase na produção industrial militar e aeroespacial em prejuízo de setores civis. c) Adesão tardia das autoridades soviéticas ao mercado comum dos países socialistas. como a(o): a) b) c) d) e) perenização do regime dos cursos e bacias hidrográficas. de fato. c) inexistência de setores industriais avançados. “deu errado” na União Soviética. O desmatamento em grande escala pode trazer uma série de conseqüências ambientais. aumento do escoamento das águas pluviais sobre a superfície dos solos. este enorme potencial poderá não se efetivar. b) controle severo do governo em relação às taxas de crescimento demográfico nos últimos anos.GEOGRAFIA CESGRANRIO 16. d) Predomínio de uma estrutura de economia paralela de mercado sobre os setores estatais. o que já vem repercutindo na redução da oferta de mão-de-obra. Fonte: ARBEX JR. a) Descentralização das atividades de planejamento econômico. a maior parte delas ainda sequer conhecidas e catalogadas pela ciência. a Índia vem sendo considerada um dos mercados emergentes neste final de século. dentre as opções abaixo. URSS. b) Controle do poder político por apenas dois partidos: o Comunista e o Social-Democrata.

É porta de entrada para o grande mercado representado pela China. As características apresentadas acima se referem a um dos chamados “Tigres Asiáticos”.GEOGRAFIA CESGRANRIO 19. c) Hong Kong d) Formosa e) Cingapura 200 . b) Coréia do Sul. constituindo grande centro econômico e financeiro. na África. Leia e analise os dados abaixo: I .Tem sua economia fortemente baseada em atividades terciárias. 20. como o metano e o gás carbônico. Assinale-o. desde 1842. por uma das principais potências européias. c) ocorrência de rápido processo de inversão térmica pela passagem de frentes frias. como é o caso do Saara. associadas a massas de ar ascendentes. inclusive. a) Macau. A explicação que se pode dar a este fenômeno está na(o): a) baixa concentração dos gases responsáveis pela conservação do calor na atmosfera. Nos desertos localizados em latitudes subtropicais. registrase uma tendência à ocorrência de uma notável amplitude térmica diária que pode. III .Apresenta legislação e regime de trabalho que permitem elevada exploração da mãode-obra. superar os 40°C. IV . II . e) registro de altas pressões atmosféricas. d) acúmulo. de toda a energia térmica irradiada pela luz solar. b) circulação de ventos ciclônicos característicos de grandes extensões desérticas. nos solos excessivamente argilosos.Sua administração é realizada.

1992) 1 B P R O V A Na legenda do gráfico acima. b) de oeste para leste com acentuada queda das temperaturas ao sul do trópico de Capricórnio. Consumo brasileiro de energia segundo as fontes primárias. de modo geral. exceto no Vale do Paraíba. sempre mais frio que o restante do Estado. os algarismos correspondentes às fontes de energia não renováveis são: a) I e II b) I e V c) III e I 2. d) de leste para oeste. e) de noroeste para sudeste. c) de oeste para leste. 201 . interrompida pela nítida queda de temperatura nas terras elevadas do planalto Atlântico.GEOGRAFIA FUVEST F A S E 1. por setor (IBGE. onde há permanentemente uma “ilha” de temperaturas mais elevadas. excetuando-se o centro. as temperaturas decrescem a) de sudeste para noroeste sem grandes oscilações. d) III e IV e) V e II A observação dos mapas do Estado de São Paulo permite afirmar que. excetuando-se o noroeste onde as temperaturas são sempre superiores às das demais áreas.

produtos agrícolas. polar. adequada para representar a área dos continentes. e os conjuntos II e III. adequada para a representação centrada nas regiões polares. formados. A tabela abaixo indica. o conjunto I. de I para III. No interior de I. de Peters. respectivamente. produtos agrícolas. o total das exportações de mercadorias oriundas dos países constituintes de cada um dos três conjuntos e tendo como destino países dos mesmos três conjuntos. formado pelos países dos três Pólos de Decisão. No interior de I bem como no interior de II. Destino Origem I II I Pólos de Decisão 1736 93 II América Latina 126 27 III África 72 3 III 71 2 9 A partir dessas informações e dos seus conhecimentos sobre o comércio mundial. produtos minerais.GEOGRAFIA Mapa para as questões 3 e 4 FUVEST F A S E 1 B P R O V A 3. produtos agrícolas. Considere. produtos minerais. de III para I. em valor. sem deformações. cônica. cilíndrica. a) b) c) d) e) No interior de I. de I para II. No interior de I. manufaturados. os fluxos comerciais indicados por sua origem e destino. manufaturados. você pode inferir que se trata da projeção a) b) c) d) e) de Mercator. adequada para estabelecer a direção das rotas comerciais marítimas. adequada para representações geoestratégicas e geopolíticas. manufaturados. pelos países da América Latina e da África. A partir de seus conhecimentos sobre projeções cartográficas e analisando a que foi utilizada no mapa ao lado. em bilhões de dólares (1992). no mapa acima. 4. indique a afirmativa correta a respeito da natureza das mercadorias que dominam. No interior de I bem como de II e III para I. 202 . adequada para representar as regiões de latitudes médias.

O Indicador de Desenvolvimento Humano (IDH) vem substituindo o Produto Interno Bruto por habitante (PIB/hab) como parâmetro mais adequado para avaliar o nível médio de prosperidade e bem-estar da população de um país. c) a submissão ao poder dos grupos transnacionais que controlam a comercialização do petróleo. c) cobre e cassiterita. agrava as desigualdades sociais. PIB/hab Emirados Árabes Unidos Qatar Kuwait Arábia Saudita Omã 16º 22º 26º 31º 35º IDH 62º 56º 51º 67º 92º 1 B P R O V A Analisando-a e usando conhecimentos gerais sobre a geografia desses países. b) manganês e cobre. A tabela mostra. 203 . b) uma elevada densidade demográfica que dificulta um atendimento satisfatório aos problemas de saúde e instrução. feita em ordem decrescente. de cada um desses indicadores. é possível afirmar que as diferenças sistemáticas entre as duas classificações têm como origem comum a) o fracasso da OPEP em conseguir um preço justo para o petróleo bruto no mercado internacional. corrigido pela diferença do poder de compra em cada país. a) manganês e bauxita. d) ferro e cassiterita. No esquema acima. X e Y são. impróprias para a agricultura e pecuária. O IDH leva em conta o PIB/hab. respectivamente. 6. e) a ocorrência de grandes extensões desérticas. e) ferro e bauxita. para alguns países da OPEP. e os respectivos níveis médios de instrução e saúde. d) uma estrutura socioeconômica arcaica que.GEOGRAFIA FUVEST F A S E 5. sua posição na classificação. privilegiando a concentração de renda.

impedindo a presença de nuvens baixas. [Ferreira Gullar. e) em áreas com abundante cobertura vegetal. c) reduziram-se as migrações sazonais. c) o ar mais úmido e quente sobre as matas e bosques ocasiona maior regularidade pluviométrica. os filhos e Maria estavam mortos de fome. o ar mais frio e rarefeito facilita a descida das nuvens mais pesadas. graças aos assentamentos realizados pelo INCRA. a grande oscilação diuturna da temperatura mantém as nuvens baixas. podemos inferir que a) em matas e bosques. Ele. gradativamente. P R O V A Refletindo sobre o desenho acima. fazendo com que chova menos. permanecendo apenas os “corumbas” que. pode-se afirmar que no Brasil. em uma área Tropical. Que destino tomaria? Onde iria trabalhar? E à sua volta ele via terra e mais terra vazia. e) intensificou-se o êxodo rural. em freqüência e intensidade. João saiu com a família num desespero sem nome. o ar frio e seco empurra as nuvens para cima. se deslocam da Zona da Mata para o Agreste. na época das colheitas. a ocupação pelo Governo Federal de latifúndios improdutivos e terras devolutas para a produção de álcool e alimentos para o consumo interno.GEOGRAFIA 7. nas três últimas décadas. as oposições entre terras de negócio e terras de trabalho na Amazônia e no Centro-Sul. b) em áreas com escassa cobertura vegetal. a) vem aumentando. fazendo com que chova mais. d) diminuíram a fome e o desemprego no campo. b) diminuíram. d) as pequenas amplitudes térmicas sobre as plantações produzem uma camada estacionária de ar úmido. 8. 1962] FUVEST F A S E 1 B Analisando as questões abordadas no poema acima. 204 . milho e cana a verdejar. em decorrência da maior concentração da propriedade fundiária e das transformações nas relações de trabalho no campo. devido à expansão da produção de alimentos para a população e de matérias-primas para as indústrias.

as queimadas. presença de correntes marítimas quentes ao longo dos litorais. pela a) b) c) d) e) dinâmica atmosférica controlada pela zona de convergência intertropical. presença de correntes marítimas frias ao longo dos litorais. 12. 205 . a redução das disparidades regionais. 1 B 10. alternância entre massas polares e equatoriais em tais latitudes. os chamados “pólos regionais”. Ocupam áreas de solos com alto teor de nutrientes minerais. a concentração excessiva de fosfatos nos tchernozions. a) b) c) d) e) Apresentam a maior biodiversidade dos biomas terrestres. podem acarretar. São perenes. na década de 70. mas com uma grande e contínua reciclagem de sua biomassa. a) b) c) d) e) a exposição de lateritas ou crostas ferruginosas. Os desmatamentos. essencialmente. a alteração da fertilidade dos solos podzóis. o aumento do latossolo nas regiões semi-áridas. privilegiando a) b) c) d) e) o setor de indústrias de base e a infra-estrutura urbana. a demarcação das terras indígenas e das reservas extrativistas. Representam cerca de 40% de toda a fitomassa terrestre. os setores agropecuário e mineral. presença de áreas de baixa pressão atmosférica. nas zonas tropicais. o empobrecimento dos solos de pradarias. implicava carrear recursos e viabilizar projetos destinados a áreas específicas. o estabelecimento da agropecuária extensiva ou da agricultura itinerante. Indique a alternativa que não descreve corretamente uma característica das florestas tropicais úmidas.GEOGRAFIA FUVEST F A S E 9. P R O V A 11. o Polamazônia. Um deles. A existência de extensas áreas secas localizadas nas costas ocidentais dos continentes em latitudes vizinhas a ambos os trópicos é determinada. a construção de hidrovias e a ampliação do sistema rodoviário. seguidos pela lixiviação dos solos. O II Plano Nacional de Desenvolvimento criou. atendendo as áreas de maior pobreza. A polinização é predominantemente feita por animais e não pelo vento.

restritas ao interior de blocos regionais. Z e Y b) X.GEOGRAFIA FUVEST F A S E 13. 14. A rígida divisão do trabalho do taylorismo e a procura de mão-de-obra barata e de mercados nacionais estão cedendo lugar às novas necessidades industriais do capitalismo detectadas. nos países do Norte. Observe as figuras abaixo. multiplicando as trocas entre o mundo da tecnologia. a partir da década de 70. seguindo o percurso do rio de jusante para montante. 1 B P R O V A A figura acima ilustra essa nova maneira de produzir. De modo geral. mas disputando a hegemonia sobre mercados supranacionais. competindo pelo domínio da tecnologia. Y e X e) Z. X e Y 206 . d) o papel da mídia. das indústrias e dos serviços. possibilitando a complexa ampliação da produção e do consumo em massa. padronizando as informações e criando necessidades de consumo de novos produtos industriais. a seqüência correta das figuras é a) X. c) a ação de multinacionais que. X e Z d) Z. Y e Z c) Y. e) a modernização da linha de montagem do Fordismo. colocam os mercados nacionais acima dos imperativos da globalização. que privilegia a) as alianças empresariais. b) a economia de redes transnacionais.

no sudeste de Minas Gerais. a produção se encontra fortemente concentrada em um único estado. respectivamente. FUVEST F A S E 1 B Observe a escala do tempo geológico para identificar os processos naturais que ocorreram. 207 . d) Maré negra causada pela extração de petróleo. e) Empobrecimento dos solos arenosos pelos desmatamentos e práticas inadequadas da pecuária. Indique a alternativa que associa corretamente um impacto ambiental à sua área de ocorrência na atualidade. b) Oscilações do nível do mar nos últimos períodos glaciais e formação das bacias petrolíferas do Oriente Médio. e) Oscilações do nível do mar nos últimos períodos glaciais e configuração atual dos continentes e oceanos. a) Contaminação de solos e águas pelo uso intensivo de agrotóxicos. Assinale a alternativa que faz corretamente a associação entre cada uma das lavouras indicadas e o estado onde sua produção alcança o maior percentual. na atualidade. na região de Ribeirão Preto . arroz a) b) c) d) e) BA RS BA RS SP cana-deaçúcar SP RJ PE SP PE café MG SP PR MG PR algodão SP PR PB PR PB P R O V A 17. nas monoculturas do noroeste do Rio Grande do Sul. na plataforma continental da Região Norte do Brasil. a) Formação de jazidas carboníferas e dobramentos do tipo alpino-himalaio. nas eras Paleozóica e Cenozóica. c) Configuração atual dos continentes e oceanos e dobramentos do tipo alpino-himalaio. b) Erosão de terraços e planícies fluviais por jatos de água usados em garimpos. Para alguns produtos agrícolas brasileiros. c) Cicatrizes no solo e grande volume de rejeitos resultantes da mineração do carvão a céu aberto. no vale do Itajaí. 16. no norte de Santa Catarina. d) Formação das bacias petrolíferas do Oriente Médio e soterramento das florestas que originaram o carvão mineral.GEOGRAFIA 15.SP.

0 4.5 90. País População urbana (%) 89 74 47 75 População adulta alfabetizada (%) 96.9 4. um incluindo grupos em conflito entre si e o outro regiões da Europa e da Ásia. A tabela abaixo fornece alguns indicadores sobre demografia. c) I e Y. III e R. em vários países da Europa e da Ásia. III e Y. III e S. na ordem. III e S. IV e R. Neste final de século. II e Z. em 1992. recrudesceram. Considere os conjuntos abaixo.GEOGRAFIA FUVEST F A S E 18. a) II e I b) III e I c) III e II d) IV e II e) IV e III 19. saúde e educação no Brasil.0 Mortalidade infantil (‰) 20 14 47 63 1 B I II III IV P R O V A Identifique o conjunto de indicadores que caracteriza. Grupos em conflito I curdos e seus vizinhos II hutus e tutsis III bósnios e sérvios IV tchetchenos e russos R S Y Z Regiões de conflito Leste europeu Sul da Europa Oriente Médio Sudeste da Ásia Assinale a alternativa que contém somente associações corretas. Paraguai e Uruguai. o Brasil e Cuba. Cuba. b) I e S. especialmente após o encerramento da guerra fria. e) I e Z.1 8. III e S. a) I e Y. 208 . IV e R. IV e Y. conflitos de natureza étnica.1 Escolaridade média da população adulta (anos) 8.5 94. II e Z. d) I e Y.8 82.

e) a internacionalização da Amazônia. Discuta a afirmação acima. conseguiram frear o rápido processo de urbanização em andamento no NE. por Região a) um verdadeiro processo de urbanização ocorreu apenas no SE. II. Considere os conjuntos de climogramas obtidos em três estações meteorológicas brasileiras (I. b) a mudança da capital para Brasília e a expansão da moderna agricultura de grãos ajudam a entender porque no CO se registrou o maior salto na taxa de urbanização. 1. após 1970. é correto afirmar que FUVEST BRASIL . c) Faça a associação entre a vegetação e o clima no qual ela se desenvolve naturalmente. c) a estrutura de propriedades familiares. As precipitações são dadas em mm e as temperaturas em °C. b) Identifique pelo nome as formações vegetais de cada foto. que a urbanização no S acompanhasse o ritmo do SE. com a implantação de modernas agroindústrias. B e C). favorecendo a permanência do homem no campo.População Urbana. em %. d) as Superintendências Regionais. 209 . Alguns dos graves problemas que afligem a África na atualidade têm suas origens na dominação colonial desse continente pelos europeus. Exemplifique com um caso específico. evitou. Dê um exemplo para justificar sua resposta. b) o sistema agrícola introduzido pelos colonizadores e a atual situação socio-econômica da África Negra. explicando as relações que podem ser feitas entre: a) o imperialismo europeu e as guerras tribais.GEOGRAFIA 20. III) e de fotos de formações vegetais (A. explica o modesto crescimento urbano na região N. F A S E 1 B 2 P R O V A F A S E a) Identifique pelo nome o tipo climático a que se refere cada um dos climogramas. 2. apesar de ter havido um crescimento urbano generalizado nesse período. Com base no gráfico ao lado e nos conhecimentos gerais sobre o processo de urbanização no Brasil. criadas na década de 60.

No início do século. c) conceitue o que é setor terciário e analise suas diferenças de estrutura nos dois blocos. b) examine a tabela e compare a evolução da PEA no setor secundário. o Brasil recebeu importante contingente de imigrantes japoneses. Explique essa inversão a partir das principais mudanças socio-econômicas que ocorreram nos dois países. analisando suas razões e conseqüências. a) examine a tabela e compare a evolução da PEA no setor primário. os países dos blocos I e II.GEOGRAFIA FUVEST F A S E 3. Com base na figura: a) Explique por que muitos dos grandes rios brasileiros têm origem na região de Brasília. Hoje o fluxo se inverteu e são os brasileiros que emigram para o Japão. Percentual da população economicamente ativa (PEA) por setores da economia em países americanos. durante o século XX. 210 . separadamente. 5. b) Indique os nomes de duas bacias hidrográficas cujas nascentes de alguns de seus formadores estão localizadas nesta região. c) Comente a intensa utilização econômica de uma dessas bacias. 2 4. Primário Países I II Brasil Colômbia Canadá Estados Unidos 1970 45 39 8 5 1980 31 34 6 4 1992 29 26 5 3 Secundário 1970 22 23 31 34 1980 26 24 28 30 1992 25 26 22 24 1970 33 38 61 61 Terciário 1980 43 42 66 66 1992 46 48 73 73 Considerando. analisando suas razões e conseqüências.

Sobre a extração e industrialização do petróleo no Brasil.7 pagamento das parcelas 79-80 8.4 didas tomadas pelo go69-74 2.7 + 9.4 cendo ao longo do período considerado. destaCrescimento anual Saldo comercial Período cando os períodos 1969da dívida anual 84 e de 1985 em diante.2 c) Com relação à política 88-93 2.5 . A figura representa a pirâmide etária da França.5 + 0.1. analise e compare a situação das regiões Sudeste e Nordeste. no período de 1960 aos dias de hoje.0. a) Explique as variações na taxa de crescimento da Valores Médios em US$ bilhões dívida externa.5 + 13.4 + 0. 60-64 0.1 . Analise-a e use seus conhecimento sobre a economia brasileira.0 .2. fonte: IBGE). 7. no ano de 1975 (população em milhares de habitantes).GEOGRAFIA FUVEST F A S E 6.6 . comente algumas de suas repercussões sobre a sociedade brasileira. objetivamente.4. c) a assimetria M-H que ocorre nas faixas etárias superiores a 75 anos.1 b) Quais as principais me65-68 0. 2 Explique. 8.5 verno com respeito ao 75-78 6.5 da dívida que iam ven81-84 9. A forma de uma “pirâmide etária” reflete a variação das taxas de natalidade e de mortalidade de um país ao longo de quase um século. b) a reentrância na faixa etária de 55 a 60 anos. em termos de taxas de natalidade e de mortalidade. para responder ao que se pede. correlacionandoas com os fatos históricos que lhes deram origem: a) a reentrância na faixa etária de 30 a 35 anos. a qual é muito maior que a normalmente observada na população idosa dos países desenvolvidos. A tabela abaixo fornece valores anuais médios (em US$ bilhões) do crescimento anual da dívida externa brasileira (fonte: BACEN) e do saldo do comércio exterior (exportações menos importações.5 econômica cujo slogan foi “exportar é o que importa”. 85-87 5. 211 .

Localize-os. na Guerra dos Seis Dias. as áreas hachuradas assinaladas no mapa por 1. Em 1967. 3 e 4. a) Identifique-as e explique o interesse de Israel pelas mesmas.5% do território brasileiro. mais três cidades que se destacam pela sua população e/ou atividade econômica.GEOGRAFIA FUVEST F A S E 9. b) Considerando os acordos de paz realizados até o final de 1995.000 km de extensão”. 2. b) Localize no mapa. identificando-as. Aceitas essas afirmações. comente a atual situação política de cada uma delas. 2 10. “A urbe distingue-se do ambiente rural pela sua densidade e sua capacidade”. c) A região destacada no mapa ocupa apenas 0. identificando-os. Justifique porque chamá-la de “esboço da megalópole brasileira” em termos de sua participação na população e na produção industrial nacionais (dar aproximadamente a porcentagem). Israel conquistou. a) Explique o que é conurbação e descreve dois exemplos do fenômeno. considere o mapa onde é indicado o contorno do que começa a se definir como a megalópole brasileira. presentes na região representada no mapa. de seus vizinhos árabes. “O termo megalópole começou a ser usado há cerca de 30 anos para descrever uma constelação de grandes cidades que bordejam a costa nordeste dos Estados Unidos numa faixa quase ininterrupta de 1. 212 .

do tempo e da velocidade nas comunicações. para transformar em riqueza os recursos naturais do seu espaço geográfico. a construção de cidades. 213 . quanto mais velozes. em função do trabalho humano. que é parte integrante do processo produtivo. (2) O processo de transformação de uma paisagem natural resulta em um fato cultural. a concepção defendida pelos deterministas geográficos. some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. mantendo. nesse processo. (4) O processo de modernização que vem ocorrendo no espaço geográfico mundial relacionase. particularmente. à mobilização de recursos materiais e à construção de identidades nacionais. destacando-se. complexa e heterogênea. ESPAÇO E AS TRANSFORMAÇÕES DA SOCIEDADE Com base nos conhecimentos sobre o espaço geográfico. na análise geográfica. pelo homem. (64) A internacionalização da produção e do comércio acarretou a mundialização do espaço geográfico e da própria natureza. devido ao atual domínio. cada vez mais. 1 Questão 1 GEOGRAFIA. pode-se afirmar: (1) A paisagem representa.GEOGRAFIA QUESTÕES DE 1 A 14 UFBA F A S E INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras. (16) A Terra. basicamente. mais se intensificam as distâncias geográficas. ao final do milênio. ficou um pouco maior. ao desenvolvimento das forças produtivas. (32) As tecnologias modernas implicam uma mudança essencial nas relações das sociedades com seus territórios. tornada. continuamente inovador. o conhecimento é o principal meio de que o homem dispõe. pois. (8) Além de condições políticas. sociais e econômicas favoráveis. à formação de capital. assim. um sistema em permanente mudança.

GEOGRAFIA Questão 2 OCUPAÇÃO DO ESPAÇO URBANO DA CIDADE DO SALVADOR UFBA F A S E 1 Com base nos mapas acima e nos conhecimentos sobre a cidade do Salvador. em relação à trajetória do sol na linha do horizonte. (8) Traçando-se um triângulo com vértices sobre os bairros de Itapuã. Paripe e Barra. na margem oriental da Baía de Todos os Santos. ao nascente e ao poente. (4) O bairro do Rio Vermelho situa-se ao sul de Itapagipe e a sudoeste do Aeroporto. (2) No mapa II. através da ocupação das áreas centrais e da orla marítima. produzido por um movimento orogenético que resultou na formação dos sítios onde se instalaram a Cidade Alta e a Cidade Baixa. as posições correspondentes. sobre Salvador. respectivamente. A e B representam. principalmente. 214 . pode-se afirmar: (1) No mapa I. (32) A expansão urbana de Salvador ocorreu. primeiramente. (16) A ocupação da cidade do Salvador ocorreu. o vértice localizado na Barra apontaria no sentido do sudeste. o que garante ao mapa I maior grau de generalização da área representada. projetando-se também no sentido norte. (64) O núcleo antigo da cidade do Salvador situa-se sobre um graben tectônico. utilizou-se uma escala cartográfica menor que a utilizada no mapa II.

GEOGRAFIA QUESTÕES 3 e 4 O HOMEM E AS ALTERAÇÕES DO MEIO AMBIENTE UFBA F A S E 1 Questão 3 Com base na análise do quadro geoambiental. acelera a erosão das vertentes. o solo e a distribuição espacial da vegetação são determinados. aumentando a velocidade e o poder erosivo de suas águas. segundo o ritmo e a intensidade com que caem sobre eles. ou seja. (16) A verticalização do espaço urbano funciona como labirinto de reflexão do calor. (8) O solo e a vegetação são considerados elementos bióticos da paisagem e. (32) A apropriação inadequada do relevo. nas áreas urbanas. a poluição do ar bloqueia a dispersão da temperatura. pelo efeito da zonalidade. contribuindo para o assoreamento dos leitos fluviais e. à noite. (64) Os mananciais aqüíferos são alimentados diretamente pelas chuvas. produzindo “ilhas de calor”. sendo que. como recursos naturais renováveis. (4) À medida que o espaço urbano se expande. devem ser conservados e utilizados racionalmente pelo homem. pode-se afirmar: (1) O clima. conseqüentemente. pela influência da longitude. 215 . há uma significativa redução da fauna e da cobertura vegetal. principalmente. (2) O ambiente urbano propicia temperaturas mais amenas no seu núcleo espacial do que as existentes no seu entorno. para fins de moradia. com reflexos negativos sobre a qualidade de vida. proporcionando o aumento gradativo da contaminação das áreas de mananciais.

216 . registradas num dado momento. (64) A vulnerabilidade do meio ambiente aos processos erosivos.GEOGRAFIA Questão 4 UFBA F A S E Considerando-se a interação dos elementos constitutivos do meio ambiente. onde o assoreamento dos canais de drenagem é cada vez mais intenso. devido à perpendicularidade dos raios solares. pode-se afirmar: (1) O clima de uma região corresponde a uma condição momentânea de diferentes estados da atmosfera sobre um lugar. dentre outros fenômenos atmosféricos. durante todo o ano. (16) As inversões térmicas. (32) A mineração e a exploração de pedreiras contribuem para a ocorrência de impactos ambientais. (4) A dinâmica das massas de ar é responsável pela maior parte das alterações do clima. (8) As mais elevadas temperaturas absolutas do globo são registradas nas latitudes equatoriais. (8) As chuvas ácidas trazem conseqüências ecológicas danosas para os ambientes fluviais e lacustres. cujos reflexos mais diretos ocorrem no fitoambiente. por sua vez. que proporcionam a ocorrência de chuvas e geadas. (2) O clima de uma região depende de fatores geográficos condicionantes. antrópica. na degradação do modelado e no assoreamento gradativo dos rios. conseqüentemente. provocando a concentração de diversas substâncias tóxicas nas cadeias alimentares dos locais afetados e ameaçando a saúde do homem. 1 Questão 5 Com relação à dinâmica do ambiente atmosférico. as chuvas ácidas. dentre outros. (2) O processo de eutrofização consiste em uma técnica moderna de despoluição dos rios que atravessam as áreas urbanas. os latossolos são pouco lixiviados e. (4) A impermeabilização do solo urbano. nas grandes cidades. (32) As águas quentes do Golfo do México assim como o deslocamento constante de grandes correntes oceânicas quentes favorecem a ocorrência de furacões nesse setor do Atlântico Norte. altamente dinâmico e mutável. o que provoca chuvas extremamente abundantes. sendo. varia na razão inversa da pressão demográfica e da ocupação desordenada do espaço. a exemplo da penetração das frentes frias. o volume do escoamento superficial. a exemplo da latitude e da proximidade do mar. a retirada da vegetação e as diversas modalidades de edificações reduzem a infiltração das águas pluviais e aumentam. ricos em nutrientes minerais necessários à vida vegetal e recomendados para fins agrícolas. a concentração de poluentes em suspensão sobre as áreas urbanas. (16) Os danos causados ao longo da trajetória dos furacões são provocados pela sua velocidade. resulta da existência de pressões atmosféricas mais altas nos locais para onde se dirigem. podem ser consideradas como elementos do clima. sobre essas latitudes. acelerados pela ação. a qual. gradativamente. portanto. é possível afirmar: (1) Em função da latitude e das condicionantes climáticas.

É o que explica a formação de cidades prósperas. (PANIZZI. como resultado da estrutura econômica existente e do desnível entre o ritmo de urbanização e a oferta de novos empregos urbanos. antes dominantes. lado a lado. (16) O processo de modernização das atividades econômicas é extremamente seletivo. com oferta de um leque variado de serviços e incorporação dos últimos avanços tecnológicos. 9) A ilustração e o texto acima. (8) As grandes cidades dos países periféricos apresentam um traço comum: paisagens onde convivem. constata-se atualmente uma tendência à diminuição populacional. com seus traços marcadamente contraditórios. 217 . ao promover tanto a integração como a fragmentação do espaço urbano. entre os quais a distribuição da renda e da terra assume posição central. em convívio com a pobreza e a miséria escancaradas. uma vez que apenas uma parcela da população participa ativamente das inovações. (2) As favelas decorrem de um complexo de problemas sociais. já nos países desenvolvidos. a qualidade de vida das populações residentes. a criação de novos empregos no meio rural. consideravelmente. econômicos e políticos.GEOGRAFIA Questão 6 A CIDADE: OPÇÃO OU NECESSIDADE? UFBA F A S E 1 O processo de globalização é determinante dos modos de inserção das grandes metrópoles no quadro das economias em franca transformação. foi a base do processo de urbanização. as desigualdades no ritmo do processo de urbanização refletem as disparidades econômicas regionais e a própria inserção diferenciada de cada região no contexto da economia nacional. permitem afirmar: (1) Na maioria das grandes metrópoles dos países periféricos. associados aos conhecimentos sobre o processo de urbanização. o luxuoso e o paupérrimo. num ritmo menor que o do crescimento demográfico. os investimentos em saneamento básico são prioritários e têm melhorado. em conseqüência do deslocamento do pólo de atração para outros centros urbanos e do caos e insegurança que caracterizam a vida nessas metrópoles. (32) No Brasil. (4) Nas áreas periféricas da maioria das grandes cidades do mundo subdesenvolvido. p. resultando na substituição gradativa das atividades tradicionais. (64) A industrialização e a mecanização do campo são as principais causas da urbanização dos países periféricos.

a terra devastada e a pobreza do homem do campo. fazendo com que a economia rural se transformasse. sobretudo.GEOGRAFIA Questão 7 UFBA F A S E Em relação às atividades agrárias e à estrutura fundiária do espaço brasileiro. resultando. QUESTÕES DE 1 A 10 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras. o papel político e econômico dos grandes proprietários rurais. pasta de papel. some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. (2) O processo de modernização da agricultura subordinou a agropecuária às necessidades do capital urbano-industrial. (32) A dificuldade de implantação da reforma agrária se deve. antes de tudo. o que fortalece. (16) A expansão acelerada das fronteiras agrícolas e a estrutura fundiária concentradora geram permanentes e crescentes conflitos pela posse da terra. como resultado. soja. para a formação do contingente de trabalhadores sem terra. assim. QUESTÕES DE 1 A 3 O TEMPO E AS TRANSFORMAÇÕES DO ESPAÇO E DAS IDÉIAS 1 F A S E 2 C P R O V A 218 . na expropriação dos grileiros pelos posseiros.) e à demanda interna pelo álcool. nas regiões mais densamente povoadas. madeira etc. pode-se afirmar: (1) A recente mecanização da agricultura reduziu a oferta de trabalho no campo. quase sempre. entre outros fatores. (4) Os focos de tensão e conflito pela posse da terra localizam-se. em fornecedora de matéria-prima para as indústrias. cada vez mais. contribuindo. (8) O uso abusivo do binômio “terra abundante – trabalho barato” trouxe. à valorização de produtos de fácil comercialização no exterior (carne.

Questão 2 Os conhecimentos sobre a Geopolítica e sobre as transformações do espaço geográfico mundial permitem concluir: (1) A espiral do tempo apresenta uma evolução crescente. baseada em critérios naturais. (64) A regionalização do espaço mundial. os países de economia periférica. a regionalização do espaço mundial e as técnicas de conhecimento do território. baseava-se na descrição do papel do homem em seu quadro natural. sobretudo. apóia-se nos postulados da Nova Geografia e apresenta grande complexidade. enfocando a realidade de uma forma descritiva. está relacionada à ordem internacional prevalecente num determinado momento histórico. (32) A nova Divisão Internacional do Trabalho (DIT) foi resultado da implosão do socialismo. na sua temporalidade e diversas tendências. beneficiando. uma vez que hoje existe um fortalecimento do Estado-Nação e um enfraquecimento dos organismos internacionais de decisão política. do outro. ao longo do tempo. uma economia que catalisou a construção do capitalismo mundial. devido à dinâmica das transformações ambientais. (2) As transformações do espaço geográfico. onde cada acontecimento tem um referencial geográfico e um registro histórico.GEOGRAFIA Questão 1 UFBA F A S E Com base em conhecimentos sobre a ciência geográfica. de um lado. originando novas fronteiras e novos centros hegemônicos do poder. com base em critérios socioeconômicos. diferenciadamente. 2 C P R O V A 219 . é possível afirmar: (1) Os diversos modelos de regionalização do espaço mundial. evidenciando as relações entre as variáveis tempo e espaço. prevalecendo. (16) A rivalidade geopolítica entre as duas maiores potências. os dois grandes conflitos mundiais representaram momentos de desequilíbrio na ordem internacional. (8) A multipolaridade contemporânea contrapõe-se àquela do início do século. no período do pós-guerra. energia. pois esta considera o espaço geográfico como produto do trabalho do homem. ao equilíbrio instável entre os países e à disputa entre as grandes potências. (4) As possibilidades de utilização das técnicas de sensoriamento remoto têm proporcionado uma aplicação cada vez maior da Geografia em outras áreas do conhecimento humano. durante o período da Guerra Fria. provocou a bipartição do espaço geográfico mundial em dois blocos antagônicos. uma vez que elas representam a realidade de cada espaço em momentos históricos específicos. (8) A expressão “a Terra e o Homem”. exigem constantes redefinições cartográficas. (32) A regionalização do espaço mundial. (4) Do ponto de vista geográfico. que teve origem na União Soviética e se expandiu por diversas áreas do globo. utilizada pela Geografia Tradicional. que é captada por satélites que realizam o trabalho de monitoramento através de imagens. um setor de economia estatizada e planificada e. (2) Os diferentes ambientes terrestres absorvem e emitem. (16) A Geografia Crítica contrapõe-se à Geografia Tradicional. permitiram à ciência geográfica introduzir novos métodos e técnicas de investigação do meio ambiente. que transforma em segunda natureza a natureza original.

(4) Do ponto de vista ocupacional. concretizada com as realizações e as possibilidades de informação e comunicação abertas pela informática. ao tempo em que os entretenimentos e as idéias são produzidos. (8) Nos países subdesenvolvidos. (8) O processo de globalização que se verifica nos dias contemporâneos. (16) A expressão “aldeia global” sugere que. nos dias atuais. respectivamente. tanto nacionais como internacionais. (2) Os movimentos migratórios. a população economicamente ativa (PEA) tende a ser proporcionalmente maior. tem decrescido desde que se acelerou o processo urbano-industrial. no contexto da questão ambiental. (32) As questões ambientais. idéias e técnicas. isto é. não detêm a liderança econômica mundial. resultam de circunstâncias sociais. que ocorre atualmente. seu valor efetivo. exige um mundo cada vez mais unitário. a população economicamente ativa (PEA) de um país corresponde àquele grupo que está efetivamente trabalhando. (64) O crescimento da economia brasileira bem como a acumulação e a produção de riquezas têm contribuído para uma melhor distribuição de renda e menor concentração do capital nas mãos de uma minoria da população. assim. sua dinâmica e suas relações com o crescimento econômico permitem afirmar: (1) A taxa de crescimento real de uma população é o balanço resultante entre o número de nascimentos. devido à maior percentagem de jovens em relação à população total. que corresponde a uma das indústrias mais promissoras da Terceira Revolução Industrial. despertando. em menos tempo e na produção e consumo em massa. comercializados e consumidos como mercadorias. formou-se a comunidade mundial. durante a organização bipolar do espaço mundial. (32) Embora o salário mínimo seja um importante indicador de renda para a população. ocuparam uma posição de vanguarda nas discussões políticas das grandes potências. Questão 4 Os conhecimentos sobre população. no Brasil. associado à difusão internacional da notícia através de redes tipo Internet.GEOGRAFIA UFBA F A S E Questão 3 Com base nos conhecimentos sobre a economia mundial. a entrada de imigrantes e as perdas ocorridas em razão de morte e emigração. (64) A diversidade biológica. na organização do trabalho voltada para a maior produtividade. são aquelas que transformam as matérias-primas em produtos manufaturados. 2 C P R O V A 220 . devido aos grandes déficits comerciais e orçamentários e ao agravamento das desigualdades sociais internas. estando relacionados a grandes disparidades entre o local de origem e o de destino. exercendo atividade remunerada. fragmentando as fronteiras geopolíticas na conquista de uma unicidade tecnológica. é uma condição fundamental para o desenvolvimento da biotecnologia. pode-se afirmar: (1) As atividades econômicas de maior crescimento. econômicas e políticas. a consciência ecológica para a preservação dos recursos naturais. (16) As migrações pendulares correspondem ao deslocamento diário de trabalhadores de suas residências para os locais de trabalho e são típicas das grandes cidades industriais e metrópoles mundiais. (2) O taylorismo e o fordismo — aspectos importantes da Segunda Revolução Industrial do século XX — se baseiam. em detrimento daquelas que produzem serviços. ao final do milênio. o processo de globalização e o progresso técnico-científico. apesar de serem atualmente a única superpotência militar do globo. simultaneamente em todas as partes do mundo. (4) Os Estados Unidos.

provocou a decadência da rede ferroviária e deu prioridade ao transporte rodoviário. custo operacional inferior ao do transporte ferroviário e hidroviário. responsáveis pela concretização da atividade produtiva. ao final do século XIX. tornando os espaços interdependentes e integrados. numa reprodução das mesmas relações internacionais existentes entre centro (países desenvolvidos) e periferia (países subdesenvolvidos). predominância de capitais estrangeiros e tecnologia própria. portanto. (2) A industrialização tardia. devido à vastidão do seu espaço geográfico. o que explica a distribuição preferencial daquele primeiro tipo de indústria junto às fontes de matérias-primas. tem como características principais: maior desenvolvimento das indústrias de base. (4) Um dos fatores marcantes relacionados à industrialização brasileira. entre outras — são geralmente localizadas longe dos núcleos metropolitanos. reflete a intensidade dos fluxos que ocorrem nessa região. despontando como uma grande potência neste final de século. nesta última década. pode-se afirmar: UFBA F A S E (1) As desigualdades regionais e intra-regionais geram fluxos constantes de mercadorias. (8) A concentração industrial no Brasil Sudeste gerou uma nítida polarização do desenvolvimento nessa região. especialmente no setor industrial. vem sofrendo. menor consumo proporcional de combustível e menos dependência do petróleo. impulsionado pela criação da Petrobrás e pelo desenvolvimento da indústria automobilística. (16) A economia brasileira. na paisagem. foi a presença de imigrantes estrangeiros. tendo. (64) O “País do Sol Nascente”. informática. contrapondo-se aos fatores tradicionais de localização industrial. pode-se afirmar: (1) A indústria de bens de consumo precedeu a indústria pesada nos países industriais antigos. refletindo maior interdependência regional desses países e promovendo maior integração territorial. em subúrbios afastados ou pequenas cidades. biotecnologia. (2) As vias de circulação e os sistemas de transporte são manifestações físicas necessárias que possibilitam a visualização do fluxo de bens.GEOGRAFIA Questão 5 Com base em conhecimentos sobre a geografia da circulação. à forte concentração e densidade populacional. à ampla disponibilidade de tecnologia avançada e de recursos naturais abundantes. 2 C P R O V A 221 . construção de conglomerados e crescente participação do Estado nas atividades econômicas. (4) Nos países subdesenvolvidos. apresenta um crescimento econômico elevado. (16) No Brasil. ao tempo em que acarretou desequilíbrios nas demais regiões do país. (8) O transporte rodoviário permite grande capacidade de carga. (32) A maior densidade da rede de transportes. Questão 6 Com base em conhecimentos sobre o espaço industrial. as redes de transporte são sempre periféricas e convergentes para os portos exportadores. típica dos países periféricos. capitais e população. (32) As indústrias de ponta — eletrônica. especialmente nos estados do Sudeste e do Sul. algumas transformações típicas do capitalismo monopolista: maior concentração e centralização do capital. que foram os primeiros trabalhadores assalariados do país e os responsáveis pelo aumento inicial do mercado consumidor brasileiro. entre outros fatores. na faixa litorânea brasileira. a substituição do modelo agroexportador por um modelo urbano-industrial. no Brasil e no mundo.

pode-se afirmar: (1) O movimento cíclico e sazonal do mecanismo das marés advém da influência exercida pela Lua sobre as massas oceânicas. as áreas de clima temperado se expandiriam. deve encontrar. haveria uma redução das áreas intertropicais. como resultado do movimento de translação efetuado ao longo do ano. sua velocidade tende a ser reduzida. no sentido oeste-leste. em sentido contrário ao movimento de rotação da Terra. (2) Duas localidades antípodas possuem latitudes e longitudes contrárias. nas latitudes extratropicais. o Sol forma. uma data anterior àquela de sua partida. deslocando-se no interior das latitudes intertropicais. (16) Se a inclinação da eclíptica terrestre fosse ampliada de 23°27’ para 40°27’. QUESTÕES 8 e 9 DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS 2 C P R O V A 222 . em conseqüência da maior ou menor proximidade da Terra em relação ao Sol. em relação à Terra. provoca as mais fortes ressacas. (32) Uma aeronave. ao cruzar a Linha Internacional da Data precisamente à zero hora. quando a posição do afélio da Lua. um ângulo reto em relação à superfície terrestre. no seu destino. conseqüentemente. que continuariam com baixas pressões atmosféricas anuais. doze fusos horários de diferença e estações do ano opostas. (8) Nas regiões de alta latitude. mas situam-se em um mesmo tipo de zona climática. ao meio-dia. enquanto. período em que o dia tem a duração de seis meses consecutivos. (4) Um turista. principalmente durante o período das marés de quadratura. nos hemisférios.GEOGRAFIA Questão 7 UFBA F A S E Com base em conhecimentos sobre os movimentos da Terra e suas conseqüências geográficas. deve encontrar à sua frente uma forte resistência dos ventos alísios e. (64) As estações do ano alternam-se. durante o equinócio de verão.

o que favorece a ocorrência de solos mais rasos. (8) As veredas são vales úmidos que ocorrem no ambiente dos cerrados. nas suas cabeceiras. ao longo do ano. vinculados diretamente às características do solo. pode-se afirmar: (1) A denominação domínio morfoclimático identifica uma paisagem natural que quase sempre transcende o limite espacial de uma região geográfica.GEOGRAFIA Questão 8 UFBA F A S E Associando-se a ilustração aos conhecimentos sobre os domínios morfoclimáticos. uma vez que seus rios são de fluxo perene. apesar de estarem submetidos a regimes pluviais heterogêneos. representando um tipo de fitoambiente comumente denominado oueds. submetidas a clima superúmido com elevadas temperaturas médias anuais. (64) O desnível topográfico de quase 300 metros marca a transição do domínio I para o II. pode-se afirmar: (1) O domínio I representa superfícies planálticas. (32) O domínio dos cerrados pode ser individualizado em vários subconjuntos naturais. podem ocorrer em zonas climáticas semelhantes. como redução da intensidade das chuvas locais. maior volume de água e maior dinâmica fluvial. (64) O relevo pouco influencia a natureza e espessura dos solos. (16) Os regimes fluviais que ocorrem em I e II. (16) A mata galeria corresponde a um tipo de formação arbórea que margeia os canais de drenagem submetidos aos climas afetados pela semi-aridez. (2) O regime fluvial do tipo tropical austral está relacionado ao clima tropical (Aw). 2 C P R O V A 223 . (8) Os rios que fluem do domínio I para o II apresentam. em II. a duração e a intensidade do período seco são menores. é característico dos climas marcados pela inexistência de um período seco pronunciado. causada pelas ações antrópicas sobre o meio natural e por longas estiagens. (4) A vegetação de transição entre os dois domínios fitogeográficos evidencia a influência de fatores climáticos que proporcionam a ocorrência de solos mais espessos e mais lixiviados por causa do aumento da umidade. em virtude da cobertura vegetal e do clima. apresentando. já o domínio das formações xerófilas. (2) O domínio II representa um setor susceptível a um processo de degradação ambiental. e a estrutura geológica possui pequena atuação no processo de elaboração dos modelados estruturais. que recobre as superfícies de aplainamento. sendo que. na borda do planalto. cobertura vegetal mais compacta e temperaturas mais elevadas. recobrindo os solos ricos em aluviões. Questão 9 Em relação aos domínios morfoclimáticos apresentados. significativas modificações ambientais. de solos lateríticos recobertos por cerrados. (4) O domínio II apresenta maior amplitude térmica diária e maior índice de evapotranspiração que o domínio I. (32) Os domínios I e II caracterizam-se por chuvas irregulares.

que apresentam baixa capacidade para reter água e nutrientes e que. a longo prazo.GEOGRAFIA Questão 10 UFBA F A S E Com base nos conhecimentos sobre o ambiente costeiro e seus problemas ecológicos. (8) As restingas são formações arenosas construídas pela ação das ondas nas zonas de arrebentação. que. em virtude da remoção da vegetação e da utilização inadequada por parte do homem. podese afirmar: (1) As dunas são formações arenosas resultantes da acumulação eólica. (32) A especulação imobiliária e a expansão do turismo estão ameaçando de destruição os ecossistemas costeiros do litoral ocidental do Nordeste brasileiro. resultante da poluição derivada do lixo e de efluentes urbanos. (64) Entre os impactos ambientais que afetam o litoral brasileiro. passam a se locomover gradativamente. retificam a linha do litoral de baías e enseadas. a exemplo dos estuários. são recobertos por colônias de corais e ficam totalmente emersos durante a preamar. por cascalhos. chegando a ameaçar edificações e agrupamentos urbanos. 2 C P R O V A 224 . de solos pobres em argila e matéria orgânica. (4) Os recifes de arenito existentes no litoral da Bahia elevam-se do fundo do mar. em alguns casos. (2) Os manguezais são formações vegetais que se desenvolvem nos ambientes fluviomarinhos e geralmente recobrem as costas baixas. (16) As praias são ambientes costeiros formados por areias e. o que evidencia intenso processo de acumulação marinha. destaca-se a maré negra.

assinale a alternativa INCORRETA. d) A porção sudeste da área é caracterizada pela presença de cultivos agrícolas homogêneos. os quais ocupam grande extensão. UFMG F A S E 1 A P R O V A A partir da análise dessa fotografia. indica que a área localiza-se em uma zona de transição climática. 225 . a) A faixa central de tonalidade escura orientada em direção nordeste/sudoeste é ocupada por vegetação de porte arbóreo. Analise a fotografia aérea. às margens da qual adensam-se as atividades humanas. que ocorre de sul para norte.GEOGRAFIA 1. b) A mudança fisionômica da vegetação. c) A porção oeste da área é cortada por uma estrada de orientação norte/ sul.

EXCETO a) A imagem apresentada em A mostra a posição geográfica continental e nacional da área cartografada em C. b) A imagem apresentada em B mostra a posição geográfica regional da área cartografada em C. Encarte é um recurso cartográfico que permite complementar a informação representada na imagem principal.GEOGRAFIA UFMG F A S E 2. B e C. VEGETAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DOS POVOADOS NA REGIÃO DE GOURMA P R O V A Todas as alternativas contêm afirmações corretas sobre as imagens apresentadas em A. dadas suas funções. foram construídas em escalas decrescentes. B e C. enunciados no título da figura. d) As imagens A. Analise as figuras onde são apresentadas as imagens A. B e C. à qual se encontra associado. c) A imagem apresentada em C mostra os aspectos geográficos da área cartografada. 226 . 1 A RELEVO.

Suponha que sejam 9 horas em Belo Horizonte e que você. c) fazer sua ligação. conjugados. podem explicar por que grande parte do território brasileiro recebe mais luz e calor em determinado período do ano. 1 A P R O V A 227 . b) aguardar que sejam 11 horas em Brasília. você deve a) aguardar duas horas para fazer sua ligação porque no Brasil. EXCETO a) b) c) d) A inclinação do eixo terrestre. A posição astronômica da Terra. que poderá ser encontrada. porque o horário do fuso em que se encontra o Estado de Minas Gerais é adiantado em duas horas em relação ao da porção mais ocidental do Brasil. Acre. que se aplica a toda a porção ocidental do território brasileiro. consideram-se apenas os limites práticos definidos pelas fronteiras estaduais. A posição austral do país. A instituição do horário de verão no Brasil é possível tendo em vista a existência de fatores que. Todas as alternativas apresentam esses fatores. nessa cidade. estando aqui.GEOGRAFIA UFMG F A S E 3. embora sejam reconhecidos os limites teóricos dos fusos horários de 15º de longitude. A grande extensão territorial do Brasil no sentido leste/oeste. 4. imediatamente. no horário de Belo Horizonte. no seu movimento de translação. porque o horário do fuso em que se encontra o Estado de Minas Gerais é de duas horas a menos em relação ao fuso da porção mais ocidental do Brasil. às 11 horas. sempre voltado para a mesma direção. Nesse caso. hora oficial do país. em relação ao Equador. hora local desse Estado. precisa planejar uma ligação interurbana para uma pessoa em Rio Branco. d) ligar às 13 horas.

1 A P R O V A O gráfico que caracteriza. o comportamento do escoamento superficial da água pluvial após o desmatamento da vegetação natural e após a urbanização da região. O gráfico representa. é 228 .GEOGRAFIA UFMG F A S E 5. o comportamento do escoamento superficial da água a partir de um período de precipitação pluvial. corretamente. para uma região coberta por vegetação natural.

III e IV representam. EXCETO 229 . a configuração das placas tectônicas nas áreas assinaladas no mapa. Analise o mapa. UFMG F A S E 1 A P R O V A Os blocos diagramas I. II. esquematicamente.GEOGRAFIA 6. Todas as representações estão corretas.

b) O flanco ocidental andino. em ambos os flancos. rizomas e tubérculos são mais numerosos que a biomassa aérea de troncos e galhos. b) Ocorrência de solos profundos e ácidos que. é caracterizado por vegetação de gramíneas adaptada a severas condições de aridez. EXCETO a) Ocorrência de extensos campos úmidos que ocupam o topo dos chapadões no Brasil Central e que encerram importantes mananciais de água. Todas as características apresentam características das áreas de cerrado no Brasil. c) Ocorrência de uma biodiversidade reduzida expressa pela sua significativa homogeneidade fisionômica. comparado ao flanco oriental. adequadamente corrigidos. c) O flanco oriental andino. d) O limite das nuvens. caracteriza-se por vales mais profundos e relevo mais recortado. d) Ocorrência de uma biomassa subterrânea onde raízes. Observe o perfil da distribuição da vegetação nos Andes ao longo da latitude 16º S.GEOGRAFIA 7. podem apresentar elevada produtividade agrícola. UFMG F A S E 1 A P R O V A A partir da análise desse perfil. 230 . comparado ao flanco ocidental. assinale a alternativa INCORRETA. caracteriza-se pela ocorrência de condições climáticas mais áridas. a) A altitude constitui um parâmetro ambiental importante na distribuição vertical das diferentes formações vegetais. 8.

c) A expansão da cultura cafeeira no vale do Rio Paraíba do Sul. onde a água escoa em alta velocidade. a) A expansão da agricultura e da pecuária extensiva no norte do país. b) A expansão das áreas de monocultura modernizada na região Centro-Oeste tem levado à exaustão do solo e à contaminação dos recursos hídricos. Observe o mapa UFMG F A S E 1 A P R O V A Todas as alternativas apresentam características da área em destaque nesse mapa. topográficas e variações de solo e de hidrografia. d) A expansão dos reflorestamentos de eucalipto na porção centro/norte de Minas Gerais tem levado ao assoreamento e à alteração da vazão dos cursos de água. forte umidade relativa do ar e intensa nebulosidade. assinale a afirmativa INCORRETA. tem reduzido as reservas extrativistas. a criação de novas fronteiras agrícolas e a expansão de antigas áreas agricultáveis têm provocado graves problemas ambientais.GEOGRAFIA 9. No Brasil. c) Presença de tipos diferenciados de formações florestais perenifólias em função de variações climáticas. 231 . ao longo das principais rodovias e em torno das áreas urbanas. através da queima de remanescentes da Mata Atlântica. os quais apresentam uma topografia monótona caracterizada por amplos interflúvios e colinas tabulares. 10. b) Presença de terras firmes ou baixos planaltos. pequena amplitude térmica. d) Presença de uma paisagem fluvial modelada em função de canais caracterizados por trechos encachoeirados e corredeiras. EXCETO a) Presença de temperaturas médias anuais elevadas. Sobre esses problemas. tem aumentado a concentração de gás carbônico na atmosfera.

ainda que enfraquecidos. UFMG F A S E 1 A P R O V A Em relação a essas áreas. d) Persistiram. culturas de subsistência e minifúndios. Observe no mapa as áreas assinaladas. Todas as alternativas apresentam conclusões corretas sobre os resultados do Censo/91. grandes e médias propriedades. policultura e pequenas propriedades familiares. 232 . c) Houve uma redução percentual dos trabalhadores rurais na formação da PEA (População Economicamente Ativa). b) Houve um aumento da participação relativa das populações das regiões Sudeste e Nordeste.GEOGRAFIA 11. é correto afirmar que nelas predominam a) b) c) d) culturas comerciais. culturas irrigadas e microempresas agrícolas. 12. EXCETO a) Aumentou o percentual de indivíduos com idade superior a 65 anos na população. os fluxos migratórios em direção às regiões Norte e Centro-Oeste.

no passado. secularmente agredido pela presença dos garimpos às suas margens. De acordo com dados da ONU. nas últimas décadas. as médias nacionais. vem se registrando um processo de urbanização lento. o aumento da população das cidades tem sido insignificante porque o crescimento demográfico é baixo e a urbanização. d) O levantamento foi comprometido pelo caráter de clandestinidade que marca a permanência de muitos brasileiros em diversos países. a) Na África. a um movimento migratório sem precedentes. o que expulsa os grandes capitais públicos e privados tradicionalmente investidos na região. EXCETO a) Apresenta níveis de miséria. a urbanização tem atingido índices sem precendentes. d) Vem perdendo parte da sua população ativa rural que se emprega como bóia-fria nas áreas de agricultura comercial importante. Sobre o processo que levará à expansão da população mundial urbana. assinale a alternativa INCORRETA. 1 A P R O V A 14. 15. em parte como resultado das campanhas governamentais de incentivo à ocupação das terras agrícolas. em parte como resultado de se concentrarem. o próprio continente em que o país está localizado. Todas as alternativas apresentam características corretas do Vale do Jequitinhonha em Minas Gerais. Assistiu-se no país. b) Na América Latina. os escassos recursos econômicos. até o final do século. b) Enfrenta o esgotamento das reservas minerais. d) Na Europa. analfabetismo e mortalidade infantil que superam. mais da metade da população do mundo viverá em cidades. 233 . c) Na Ásia. espacialmente. c) Serve-se da água do rio que lhe dá nome. assinale a alternativa INCORRETA. b) A entrada de brasileiros em outros países é garantida por diversos fatores entre os quais se inclui a ausência de restrições à imigração de naturais desses países no territórios nacional. c) A transformação do Brasil em país de emigração se deu recentemente e teve. experimenta-se uma urbanização intensa. Sobre esse movimento. um processo muito antigo. que foi alvo de investigação por parte do Itamaraty. significativamente. correntes no sentido inverso. em parte como resultado da ampliação da área de seca que limita os espaços cultiváveis. como alvo preferencial de destino.GEOGRAFIA UFMG F A S E 13. a) A entrada de brasileiros em alguns países é facilitada por ancestrais que alimentaram.

b) O extraordinário crescimento econômico da Era de Ouro ampliou a composição da mão-de-obra das economias mais avançadas. foi encoberto pelo notável crescimento da economia da época. a não ser como consumidores. Era dos Extremos. Mulheres casadas. Em todos os países avançados. o ímpeto e a rapidez do surto econômico foram tais que. d) O reconhecimento de que os seres humanos perdiam sua importância como produtores. Aí estava seu problema central. que passou a incluir mulheres casadas e estrangeiras. E. Leia o texto “A Era de Ouro. c) O problema central da economia da Era de Ouro consistiu na incapacidade de as tecnologias avançadas atenderem o aumento de consumo de novos contingentes de mão-de-obra. 234 . Pelo contrário. novos contingentes de mão-de-obra foram atraídos da zona rural e da imigração estrangeira. grosso modo. na Era de Ouro. de gente. O Breve Século XX: 1914-1991. entraram nele em número crescente. Esse ideal era a produção.” UFMG F A S E 1 A P R O V A Adaptado de: HOBSBAWN. O processo de globalização está associado a mudanças de natureza distinta no mundo como um todo. caracterizava-se por precisar. ou mesmo o serviço. Todas as alternativas apresentam modificações decorrentes desse processo. EXCETO a) b) c) d) Formação de grandes blocos econômicos regionais. a economia cresceu tão depressa que. de maciços investimentos e. Maior segurança em relação à melhoria dos padrões sociais. período que compreendeu.GEOGRAFIA 16. 1995. EXCETO a) A utilização de tecnologias que necessitam de elevado emprego de capital e pouca mãode-obra é uma característica atribuída à economia da Era de Ouro.São Paulo: Companhia das Letras. o ideal a que a Era de Ouro aspirava só se realizaria aos poucos. cada vez menos. Contudo. os anos 50. 262. durante uma geração. Redução do poder do Estado na proposição de políticas econômicas internas. 60 e 70. que só eram essenciais para tal economia num aspecto: como compradores de bens e serviços. Rápida movimentação de capitais internacionais por todo o mundo. Todas as alternativas contêm afirmações que podem ser comprovadas pelo texto. p. cada vez mais. mesmo nos países industrializados. isso não foi óbvio. até então mantidas fora do mercado de trabalho. sem seres humanos. 17. a classe operária industrial se manteve ou aumentou. Apesar disso.

as localizadas na região do Mar Báltico. o que tem reduzido a biodiversidade global e eliminado os predadores naturais de muitos vetores de doenças infectocontagiosas. c) As desigualdades existentes entre os participantes da CEI são grandes. 235 . d) Muitos dos países integrantes da CEI vêm enfrentando problemas econômicos graves. 1 A P R O V A 19. d) A intensificação do processo de globalização da economia. b) A expansão de áreas urbanas e agroindustriais. ampliando as oportunidades de emprego. motivadas. Em relação à Comunidade de Estados Independentes (CEI). o que tem favorecido o surgimento de epidemias tipicamente tropicais em regiões temperadas. EXCETO a) A queda do crescimento populacional da Ásia. Todas as alternativas apresentam fatores que contribuem para a proliferação dessas epidemias. em grande parte. o que tem ocasionado uma grande mobilidade da população e de mercadorias. De acordo com os dados recentemente publicados pela ONU. assinale a afirmativa INCORRETA. reflete-se numa insuficiente oferta de força de trabalho. atraiu investimentos multinacionais. por fatores de ordem geográfica. c) A explosão demográfica em alguns países que. em relação às demais regiões. tanto no que diz respeito à renda per capita quanto ao nível de industrialização e valor do Produto Nacional Bruto (PNB). em função do aquecimento global.GEOGRAFIA UFMG F A S E 18. explica-se por diversos fatores. o índice de desemprego continua baixo. d) Os sindicatos existentes na região atuam muito mais no sentido de aumentar a produtividade do que propor reivindicações. criada com a finalidade de resolver as questões de fronteiras do antigo bloco soviético. como o elevado déficit da balança comercial e o crescimento negativo ou quase nulo da produção. onde. apesar de essa crise ter crescido nos últimos 15 anos. aliada ao crescimento da pobreza em escala global. 20. recusaram-se a participar da Comunidade de Estados Independentes. b) Apenas três das antigas repúblicas soviéticas. b) O crescimento econômico dos Tigres Asiáticos atraiu capital também para as áreas vizinhas. tem auxiliado o colapso dos sistemas de saúde pública. fundamentada em aspectos de educação e disciplina. O final da década de 90 tem sido caracterizado pelo surgimento e pela expansão de novas epidemias infecto-contagiosas em todo o globo. c) O prestígio da mão-de-obra oriental. a menos afetada pela crise de desemprego é a Ásia. a) A CEI. Todas as alternativas apresentam exemplos desses fatores. nos anos 70. de todas as regiões do mundo. Essa situação vantajosa da Ásia. transformou-se ao longo do tempo e é hoje um organismo de integração econômica do tipo mercado comum. EXCETO a) A expansão da faixa tropical em direção às baixas latitudes.

estando sujeita a inundações que podem invadir ruas e residências. c) As atividades agrícolas desenvolvidas na região foram implantadas sobre uma ampla planície fluvial. UFMG F A S E 1 B P R O V A A partir dessa análise.GEOGRAFIA 1. Analise a fotografia aérea. a) A expansão das áreas urbanas tem sido efetivada sobretudo ao longo das margens das principais vias de acesso à região. d) As margens do rio que drena a região são revestidas por mata galeria na qual predominam formações de porte arbóreo. assinale a alternativa INCORRETA. b) A área urbana localiza-se em zona de risco. 236 .

UFMG F A S E 1 B P R O V A 237 . Observe as representações gráficas apresentadas em A e B.GEOGRAFIA 2.

como em qualquer outro país do Ocidente. têm como exigência comum para sua construção.GEOGRAFIA UFMG F A S E 1 B P R O V A O mapa topográfico. Sobre os fusos horários. é o delimitado pelo meridiano de Greenwich. 3. a) a consideração da curvatura da superfície terrestre. c) a consideração da posição dos elementos cartografados. d) no Brasil e em muitos outros países do globo. é INCORRETO afirmar que. a partir de um sistema de projeção. b) a observação da dimensão real dos elementos representados. como a altitude e a declividade. c) no Brasil e em muitas outras áreas do globo. a) no Brasil. por convenção. as coordenadas geográficas. a hora legal está adiantada em relação à hora legal dos países do Oriente. os fusos horários são definidos em relação ao fuso horário inicial que. como o mostrado em A. através de um sistema universal de referência. utilizando uma escala. e a planta baixa. 238 . os limites teóricos são substituídos por limites práticos que levam em conta fronteiras políticas. como no mundo inteiro. d) a representação de características do relevo. b) no Brasil. como a mostrada em B. as diferenças de fusos horários devem-se à grande extensão longitudinal de seus territórios. através das curvas de nível e dos pontos cotados.

C e D: posições da massa de ar 239 . onde a duração diária do período escuro é maior do que a do período claro em todas as estações do ano. 1 B P R O V A 5. O Brasil tem instituído o horário de verão que. B.GEOGRAFIA UFMG F A S E 4. Este desenho representa. A. que registram temperaturas absolutas inferiores à média nacional em todas as estações do ano. onde a variação da duração diária do período claro é imperceptível nas diferentes estações do ano. não abrange todo o território nacional. d) situados na porção temperada do país. B. que ocasionam fraca luminosidade em todas as estações do ano. no entanto. C e D: posições da massa de ar Os gráficos I. Os Estados brasileiros excluídos do horário de verão são aqueles a) situados em áreas de altos índices pluviométricos e de nebulosidade. II. III e IV representam as variações de altitude e temperatura sofridas pela massa de ar em sua trajetória sobre o continente. c) situados na porção equatorial. O gráfico que representa corretamente essas alterações é a) Gráfico I b) Gráfico II c) Gráfico III d) Gráfico IV A. b) situados em áreas de grande altitude. esquematicamente. o mecanismo envolvido durante um fenômeno de precipitação orográfica.

desde a década de 1960.” UFMG F A S E 1 B P R O V A Adaptado de: HOBSBAWN. durante muito tempo. b) A teoria das placas tectônicas é considerada. Leia o texto. em vez de uma única. 7. são prontamente aceitas pelos cientistas. b) Aumento na extensão das áreas de planície. 240 . a explicação mais aceitável e defensável sobre a posição das massas continentais e a configuração da litosfera. à idéia desses deslocamentos. c) Diminuição da extensão de algumas áreas de planalto. em grande parte. sistematizada a partir de levantamentos realizados pelo Projeto RADAMBRASIL. Essa resistência era. rapidamente (placas tectônicas). ideológica. o argumento de que esses deslocamentos não eram verdadeiros — porque não se conhecia nenhum mecanismo geofísico para causar tais movimentos — não era mais convincente a priori. Contudo. “Embora a evidência de deslocamentos laterais dos continentes fosse mais ou menos forte. Observe. 530. Alfred Wegener. considerada inaceitável por se desconhecer o mecanismo geofísico que pudesse explicá-la. O Breve Século XX: 1914-1991. EXCETO a) A teoria da deriva continental foi. embora inexplicáveis pelo conhecimento científico de uma época. c) As evidências de que as terras emersas se deslocavam lateralmente sugeriram a teoria segundo a qual a litosfera era formada por várias placas.GEOGRAFIA 6. Era dos Extremos. E. às vezes. a julgar pela extraordinária ira da controvérsia contra o principal proponente da deriva continental. o antes impensável tornou-se a ortodoxia da geologia do dia-a-dia: um globo de placas gigantescas mudando de lugar. imóvel sobre o manto. por muito tempo. a divisão do relevo brasileiro. 1995. Todas as afirmativas contêm afirmações que podem ser comprovadas pelo texto. a maioria dos geólogos resistiu. Todas as alternativas apresentam alterações introduzidas por essa divisão EXCETO a) Ampliação do número de unidades do relevo. d) Introdução das depressões como unidades de relevo. De qualquer modo. São Paulo: Companhia das Letras. d) O relato sobre a aceitação de uma nova teoria sugere que observações. no mapa ao lado. atualmente. em vista da evidência acima referida. p.

III e IV). As características da vegetação natural reproduzidas no perfil estão presentes ao longo da seção a) I b) II c) III d) IV 241 . Analise o perfil.GEOGRAFIA 8. UFMG F A S E 1 B P R O V A O mapa apresenta a localização de quatro seções (I. II.

em modernos sistemas de irrigação. Observe o mapa UFMG F A S E 1 B P R O V A Todas as alternativas caracterizam a área em destaque nesse mapa. 10. de modo geral. c) Ocorrência de uma rede de drenagem com fraco encaixamento fluvial que. induz ao uso desnecessário desses produtos. topograficamente deprimido. em sua grande maioria. EXCETO a) Atuação expressiva do Estado e da iniciativa privada através da implantação de grandes projetos agropecuários baseados. facilitada pelo baixo custo. c) A maior parte dos solos é fértil. d) O aumento da produção agrícola se deu mais pela ampliação da fronteira que por ganhos de produtividade. b) A capitalização do campo ocorreu com fortes desigualdades nas diversas regiões do país. Todas as alternativas sobre a agricultura brasileira estão corretas. é constituída por rios intermitentes subordinados à bacia do Rio São Francisco. d) Presença de um relevo plano. EXCETO a) A agricultura moderna e a rudimentar coexistem e utilizam técnicas que agridem o meio ambiente. b) Desenvolvimento de um sistema de transporte hidroferro-rodoviário orientado segundo um eixo norte-sul. fundamental à integração do espaço nordestino ao centro/sul do país. mas a obtenção de insumos químicos. limitado a leste e a oeste por planaltos que se configuram regionalmente como importantes divisores hidrográficos.GEOGRAFIA 9. 242 .

a exemplo de países mais desenvolvidos. nos últimos anos. b) CORRETA. tendência ao aumento da taxa de crescimento nos próximos anos. d) INCORRETA. c) O número de pessoas idosas prosseguirá aumentando. uma vez que. resultante do grande número de pessoas que deixou essas cidades em razão da violência. o que deverá significar diminuição da necessidade de expansão da rede escolar. a indústria voltar a comandar o crescimento. as grandes cidades registraram taxas de crescimento superiores a todas as expectativas levantadas. reduz percentualmente a participação do setor secundário na geração de empregos e de renda. 13. ao contrário dos anos 80. b) O crescimento do setor informal da economia é registrado com profundidade e importância menores do que a forma em que vem ocorrendo. as grandes cidades brasileiras apresentaram as mais elevadas taxas de crescimento e se constituíram. pois as grandes metrópoles continuam a atrair a maior parte dos habitantes que abandonam o meio rural e mostram. Projeções da ONU e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) sobre o perfil demográfico do Brasil. o que poderá representar diminuição dos encargos com a população mais jovem. no próximo século. saúde e previdência social. o que exigirá maiores investimentos na área de saúde e na previdência social. houve um decréscimo da população das megacidades brasileiras. na atual década. enquanto as demais categorias de cidades apresentaram um aumento relativo de habitantes pouco significativo. adotada pelas empresas. portanto. o que implicará na queda drástica do valor dos salários. pois. a) A terceirização de atividades. pois. Essa afirmativa está a) CORRETA. d) O setor de serviços passou a apresentar melhor desempenho garantindo a maior parte do crescimento da economia. Todas as afirmativas contêm dados corretos do perfil demográfico do Brasil no próximo século. ainda. c) INCORRETA. 243 . c) O crescimento negativo do PIB pode ser corrigido se. nas principais responsáveis pelo aumento da população urbana. d) O ritmo de crescimento da população escolar continuará mais lento. Leia a afirmativa Na década atual. assinale a alternativa INCORRETA. as cidades médias assumiram esses papéis. EXCETO a) A população ativa continuará a crescer em ritmo acelerado. indicam a necessidade de se rever a política de empregos e os investimentos em educação.GEOGRAFIA UFMG F A S E 11. Sobre a evolução da economia brasileira nos últimos anos. b) O crescimento vegetativo deverá manter tendência de queda. quando os grandes centros foram os que mais cresceram e contribuíram para o aumento da população urbana. 1 B P R O V A 12.

Espanha. 1 B 15. eles resultam. d) Intensificação dos desmatamentos. b) Intensificação do bloqueio econômico imposto pelos grandes importadores de produtos primários. A situação atual do continente africano. EXCETO a) A aceleração das transformações demográficas. d) O desenvolvimento tecnológico e científico. do enfraquecimento do modelo de estado multiétnico e do fortalecimento dos movimentos étnico-nacionalistas. Todas as alternativas apresentam características ou indicadores do processo de globalização das atividades econômicas neste final de século. d) O crescente controle da economia pelo setor agropecuário registrado nos últimos anos. como Reino Unido. todavia. d) na Europa Oriental e na Ásia Central. c) Intensificação dos conflitos tribais explicada. EXCETO a) A ampliação da área geográfica de geração do PIB (Produto Interno Bruto). 17. está corretamente caracterizada em todas as alternativas. c) O aperfeiçoamento dos meios de transporte e das comunicações. esses movimentos têm ocorrido sem. e no Canadá. que visam forçar mudanças nas políticas sociais internas. eles têm sido estimulados pelos organismos supranacionais de integração econômica e política como a União Européia e o Nafta. é INCORRETO afirmar que. objeto de preocupação de diversos organismos internacionais. desejosos de limitar o número de participantes. verificados a partir da década de 70. sobretudo. pelo acirramento da disputa pela posse dos meios de sobrevivência. Todas as alternativas apresentam aspectos que evidenciam a progressiva consolidação do Mercosul. É possível afirmar que o processo de globalização das atividades econômicas tem acompanhado a história da humanidade e que ele se acelerou após a década de 70. EXCETO em a) Incapacidade de atrair investimentos estrangeiros que se dirigem a outras regiões menos desenvolvidas do globo onde a mão-de-obra é mais qualificada. b) A revolução ocasionada pelos avanços da informática. entre outros fatores. P R O V A 16. originando novos Estados. c) na Europa Oriental e na Ásia Central. resultarem na formação de novos Estados. Sobre os movimentos nacionalistas/separatistas.GEOGRAFIA UFMG F A S E 14. a) em países da Europa. c) O aumento do fluxo de veículos e a diversificação da rede de transportes. o que tem provocado uma expansão da área de incidência da seca. esses movimentos foram fortalecidos e eclodiram após a crise do comunismo e a dissolução da URSS. 244 . Itália. b) A expansão do raio de consumo da produção dos centros mais dinâmicos dessa organização. b) na Europa e no Canadá.

todas as afirmativas estão corretas. b) A dispersão geográfica do desemprego interfere na propensão dos grupos humanos a migrar. valor do salário mínimo. tem sido alvo de preocupação tanto dos que dele precisam quanto dos que o promovem. número de médicos por 1. Considerado como um dos males do final do século. taxa de natalidade. PIB por habitante. Observe no mapa a distribuição geográfica. EXCETO a) A adoção pelas grandes empresas da prática da terceirização de atividades tem mudado a distribuição espacial do desemprego. c) Nas regiões altamente industrializadas e desenvolvidas. assinale a alternativa INCORRETA. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). 20. taxa de analfabetismo. Taxa de fecundidade. Taxa de mortalidade infantil. assim como naquelas cujas economias ainda dependem do setor primário. Considerando as características geográficas das regiões mostradas no mapa. c) A falta de emprego. criado pela ONU. a) Nas regiões que se destacam. a) b) c) d) Consumo de calorias. d) O índice de desemprego tem sido alimentado pela falta de investimento em tecnologia e modernização das empresas. 1 B P R O V A 19. o desemprego atinge hoje sociedades com distintos níveis de desenvolvimento econômico. há incidência da doença. por regiões. a AIDS se manifesta de forma menos intensa. avalia com mais precisão as condições humanas e sociais de um país. do número de pessoas infectadas com o vírus HIV.GEOGRAFIA UFMG F A S E 18. a AIDS está presente. embora em intensidade diferente. no mundo. Renda per capita. escolaridade. a AIDS se manifesta de forma mais intensa. Sobre a questão do desemprego. população empregada no setor primário. pela grande concentração demográfica e urbana. taxa de alfabetização entre adultos e expectativa de vida ao nascer.000 habitantes. d) Nas áreas de climas frios e temperados assim como nas zonas climáticas tropicais e equatoriais. 245 . b) Nos países socialistas ou naqueles que até recentemente adotavam esse regime. Assinale a alternativa que apresenta os indicadores utilizados na determinação do IDH.

GEOGRAFIA QUESTÃO 01 Analise o mapa e execute as tarefas indicadas. Sabendo que a área representada é caracterizada pela presença de duas bacias hidrográficas (Bacia A e Bacia B). utilizando a simbologia indicada na legenda. TRACE o perfil topográfico X-Y no local indicado. TRACE no mapa. utilizando a escala vertical apresentada. UFMG F A S E 2 1. 2. os seguintes elementos: rede hidrográfica divisor hidrográfico entre as bacias A e B 246 .

precipitação e profundidade da rocha alterada. caracterizam quatro diferentes regiões do globo segundo os parâmetros de temperatura média. IDENTIFIQUE. Região D Tipo climático: Cobertura vegetal: 247 . B.GEOGRAFIA QUESTÃO 02 Analise o gráfico UFMG F A S E 2 Os intervalos A. para cada uma das regiões. Região C Tipo climático: Cobertura vegetal: 4. o tipo climático e a cobertura vegetal. Região B Tipo climático: Cobertura vegetal: 3. delimitados no gráfico. Região A Tipo climático: Cobertura vegetal: 2. 1. C e D.

no mapa. IDENTIFIQUE um estado brasileiro cuja evolução. CARACTERIZE o tipo de uso do solo agrícola da região A. Região A: Região B: 2. CITE o nome dessas regiões. 248 . Mudança 1: Mudança 2: QUESTÃO 04 Observe as duas divisões regionais do Brasil mostradas nos mapas abaixo. CITE uma razão dessa inclusão. UFMG F A S E 2 1. 3. 3. tenha provocado a sua inclusão em uma região de menor nível de desenvolvimento. CITE um critério comum às duas divisões regionais. nas últimas décadas.GEOGRAFIA QUESTÃO 03 Observe. identificadas pelas letras A e B. duas importantes regiões agrícolas do Brasil. 2. 1. APRESENTE duas mudanças que ocorreram recentemente no uso do solo agrícola da região B.

um superávit comercial relativamente elevado. nas Pequenas e Grandes Antilhas. QUESTÃO 07 Atualmente muitas unidades políticas estão estabelecidas em pequenos territórios e possuem uma população pouco numerosa. o saldo comercial brasileiro não tem conseguido se manter positivo nem mesmo por alguns meses consecutivos. das mudanças recentes da balança comercial brasileira. 1. são particularmente exemplares. Razão interna: Explicação: 2. o Brasil conseguiu. Parece que os longos períodos de altos superávits comerciais dificilmente voltarão a fazer parte do cenário econômico do país. nos últimos anos. tanto de caráter interno como externo. consideradas sem expressão econômica ou política até os anos 50. por anos consecutivos. Razões diversas. EXPLIQUE-AS. Entretanto. 1. e outra de caráter externo. Razão externa: Explicação: 2 QUESTÃO 06 O Chile está sendo visto como um dos países latino-americanos que primeiro se livrará dos problemas do subdesenvolvimento. Entre essas unidades. uma de caráter interno. Atividade Terciária: Justificativa: 249 . explicam as mudanças recentes na balança comercial brasileira. CITE três características do atual quadro econômico do Chile que permitem fazer esta previsão. algumas têm florescido tanto ou mais que as grandes economias nacionais. Essas unidades podem ser encontradas em todos os continentes. CITE uma atividade terciária desenvolvida nas pequenas unidades políticas da América Central e JUSTIFIQUE o desenvolvimento dessa atividade. mas algumas das situadas na América Central. oferecendo recursos e serviços diretamente à economia global e apresentando bons indicadores demográficos e sociais. APRESENTE duas razões.GEOGRAFIA QUESTÃO 05 UFMG F A S E Pelo menos durante uma década.

APRESENTE duas razões que justifiquem o fato de muitos países com poderio econômico. um número cada vez maior de confrontos armados tem eclodido ou recrudescido em muitas partes da Europa. 250 . APRESENTE quatro fatores que. tal como acontecia durante a vigência da Guerra Fria. EUA e URSS. podem ser apontados como motivadores dos conflitos atuais. genericamente. ao assistencialismo e à tentativa de elaboração e de manutenção de acordos que visam à paz. Ásia e África. político e militar não intervirem definitiva e militarmente. Essas lutas não têm sido relacionadas ou não puderam ser relacionadas com o embate das duas superpotências.GEOGRAFIA QUESTÃO 08 UFMG F A S E A partir dos anos 80. para regrar muitos dos contlitos armados do mundo atual. 2 1. Fator 1: Fator 2: Fator 3: Fator 4: 2. na maior parte das vezes. limitando-se.

a partir da II Guerra. embora haja grande concentração de minerais na litosfera. Brasil e Japão. A produção energética está estreitamente associada às inovações tecnológicas. como as siderúrgicas e metalúrgicas. Com relação à produção e à apropriação dos recursos minerais. e) processos industriais complexos e de alta tecnologia para o enriquecimento do urânio têm sido praticados comercialmente pelos EUA. b) alguns continentes. os efeitos de punções migratórias são facilmente perceptíveis. Através das políticas de população. verifica-se que a) a produção mineral mundial encontra-se atualmente pouco vinculada à chamada indústria de bens intermediários. b) os recursos minerais são extraídos principalmente da hidrosfera. como os EUA. c) em países populosos como na Índia e no Paquistão. c) a partir da década de 80. como o americano e o australiano. d) países de emigração. novas alternativas têm sido pesquisadas e testadas. 1 251 . d) o carvão ainda continua sendo a principal fonte de energia consumida mundialmente. não produzem alumínio. d) o Banco Mundial tem incentivado e financiado a indústria siderúrgica em países como o Canadá. têm sido mais reduzidos do que os de outras fontes energéticas. 3. favorecendo fornecedores de equipamentos e máquinas industriais. os países têm controlado seus crescimentos populacionais. têm estimulado a saída de contingentes populacionais a fim de aliviar altas densidades de regiões mais nobres. e) a queda do muro de Berlim e a desestruturação da ex-URSS não têm interferido na migração internacional na Europa Ocidental. Rússia e Canadá. China e Índia. Inglaterra e França) têm facilitado atualmente a entrada de imigrantes. e) a utilização de biodigestores tem constituído uma das principais alternativas para a complementação energética de países como EUA. podendo-se afirmar que a) os países que apresentam maior número de usinas hidrelétricas e rios de alto potencial hidrelétrico são: EUA. com a grande crise do petróleo e com a elevação de seu preço. tiveram seus povoamentos garantidos pelas migrações internacionais na época contemporânea.GEOGRAFIA UFPA F A S E 1. apesar da produção de petróleo ter sido crescente. 2. daí entender-se por que a) países receptores como os da Europa Ocidental (Portugal. c) não existe relação direta entre a presença de bauxita e a produção de alumínio. Brasil. b) os investimentos dos países produtores em energia nuclear. pois países. como a Guiné e a Jamaica. possuem bauxita e no entanto. Japão e EUA.

e) o surgimento de “ilhas” de povoamento foi verificado no litoral. a maioria das Regiões Metropolitanas se localizaram na fachada atlântica. A expansão do capitalismo no campo tem se manifestado através de processos industriais de produção.GEOGRAFIA UFPA F A S E 4. 6. Quanto aos Domínios Morfoclimáticos Brasileiros. os solos mais férteis são utilizados para a produção de alimentos para a população e não de gêneros para exportação. d) o Domínio das Araucárias apresenta solos pobres e constitui um dos poucos domínios que mantém sua floresta isenta do desmatamento antrópico. destacar a(s) seguinte(s) característica(s): a) redução da produtividade do trabalho e crescente tendência à policultura. e) no Domínio das Pradarias destacam-se as “coxilhas”. b) processo produtivo cada vez mais natural. c) no Domínio da Caatinga são freqüentes os inselbergs e sua ocupação tem se realizado pela prática da pecuária extensiva. grandes unidades de paisagens naturais brasileiras. Podemos. a economia brasileira sempre se manteve independente dos centros mundiais do capitalismo. 5. A organização espacial. em função da ocorrência dos recursos minerais que lá estavam alocados. então. com baixos índices de desmatamento florestal. nos quais tem se mantido predominantemente a agricultura de subsistência. 1 252 . c) tendência das propriedades serem menores e da produção ser menos especializada. ou a Amazônia. podemos dizer que: a) o Domínio Amazônio. assim como a sociedade brasileira. b) o Domínio do Cerrado possui solos de grande fertilidade natural. são tão grandes quanto as do interior. e) expansão do uso da racionalidade capitalista como fundamento da sobrevivência da exploração agrícola. refletem marcas profundas decorrentes do processo de colonização. d) produção agrícola voltada para exportação pressupõe grande compromisso com o mercado interno. nas quais a ocupação econômica efetivou-se através da mineração e cultura algodoeira. daí observar-se que: a) b) c) d) as densidades demográficas. no litoral. tem apresentado uma ocupação racional. pois o interesse do capital é potencializar o seu ritmo.

tem sido inócuo no direcionamento de fluxos migratórios para a Amazônia e o Centro-Oeste. As migrações internas no Brasil vêm ocorrendo desde a época colonial. como as de muitas cidades européias. elas têm se intensificado principalmente após a I Guerra Mundial. 253 . pois possuem sistemas de controle de emissão de gases das chaminés e escapamentos de veículos. entretanto. d) as áreas rurais têm sido poupadas dos problemas ambientais.. 8.” (Jornal “O Mundo” Setembro de 1995) 1 F A S E 2 Considerando as informações acima e seu conhecimento sobre o processo de transformação da economia global. Daí dizer-se que: a) as migrações inter-regionais mais numerosas foram as de nordestinos e mineiros para as grandes cidades do Centro-Sul. relacione e explique dois fatos que justificam esse deslocamento do eixo econômico. QUEDA DE BRAÇO ENTRE GIGANTES REDEFINE ECONOMIA GLOBAL Durante cem anos. o mar interior que conecta os Estados Unidos à Europa Ocidental.. b) as metrópoles ainda apresentam baixos índices de poluição. e) os intensos desmatamentos. d) o latifúndio por sua vez. muito presente nas regiões Nordeste e Sul. a monocultura e a pecuária têm levado à desertificação de áreas agrícolas principalmente no Nordeste e no Rio Grande do Sul. sendo consideradas inexpressivas nos grandes centros. 1. O capitalismo “selvagem” e dependente é predominante no Brasil e tem se manifestado no meio ambiente através das seguintes características: a) as devastações florestais são praticamente inexistentes na Amazônia. o eixo da economia mundial repousou sobre o Atlântico Norte. correspondem às médias internacionais de 16m2 por habitante. c) a modernização e a mecanização da agricultura são fatores que têm sido considerados desprezíveis para o entendimento do êxodo rural. onde se observa que a primeira natureza mantém-se intacta. c) as áreas verdes nas grandes e médias cidades. as queimadas. especialmente aquelas que passam por um processo de modernização agrária.GEOGRAFIA UFPA F A S E 7. b) as secas continuam sendo o principal elemento de explicação para o refluxo populacional nordestino que se origina principalmente no Sertão. e) as migrações pendulares têm tido um crescimento inverso ao das cidades. Há duas décadas se deslocou para a Bacia do Pacífico.

254 .” (Trecho do discurso de Fidel Castro na Assembléia Geral da ONU em outubro de 1995) Faça uma análise sucinta da temática acima. jovens e idosos. apresenta uma grande concentração industrial. como bombas atômicas silenciosas. como é o caso do Brasil e México. mulheres e crianças. 3. que causam a morte de homens. conjugados. Explique em sua análise: a) O fato ao qual se refere o líder cubano. b) A relação existente entre a atual crise econômica de Cuba e a desintegração da URSS. A partir do texto e de seus conhecimentos sobre o assunto explique dois fatores importantes no processo de industrialização do Centro-Sul e particularmente do Estado de São Paulo. porém alguns desses países possuem características comuns. em especial o Estado de São Paulo. contribuíram para o surgimento do maior parque industrial da América Latina. 4. O Centro-Sul do país. “Pedimos um mundo sem impiedosos bloqueios. destacados no planisfério abaixo.GEOGRAFIA UFPA F A S E 2. As indústrias brasileiras possuem irregular distribuição no espaço social. A razão desta forte concentração tem suas origens no processo de industrialização do Brasil e pode ser explicada através de vários fatores que. 2 Explique três dessas características. O nível de desenvolvimento sócio-econômico dos países latino-americanos não é igual.

GEOGRAFIA 5. a Reforma Agrária. b) Explique que fatores de atração levaram à ocorrência de cada um destes movimentos. a charge e seus conhecimentos sobre o assunto responda: . o mapa e a charge se referem a uma das questões mais importantes da atualidade brasileira. 255 .O que é Reforma Agrária? . Identifique essas áreas. José Eli. b) Usando as informações do texto. O que é reforma agrária.) 2 O texto.Qual órgão do Governo é responsável por sua implantação? 6. O primeiro censo demográfico do Brasil (1872). O mapa abaixo representa os grandes fluxos emigratórios da região nordeste. da qual fazem parte os seguintes personagens: GovernoLatifundiários e Trabalhadores rurais sem terra. ocasionando um declíneo da população nordestina. Os intensos movimentos das migrações internas foram responsáveis por este declínio. Os dados atuais. a) No mapa estão assinaladas e numeradas as principais áreas dos atuais conflitos enfrentados pelo Movimento dos Sem-Terra (MST). Usando os dados indicados no mapa: a) Identifique as áreas de atração indicadas pelas setas. registram que mais de 30% dos brasileiros vivem fora de seus Estados de origem. A população brasileira sempre apresentou elevado grau de mobilidade. indicava que quase metade da população brasileira vivia na Região Nordeste. “Quem quer democracia tem que querer reforma agrária” UFPA F A S E (VEIGA.

Das regiões brasileiras. Março de 1994) 2 No texto acima. Passados 10 anos. a Amazônia é a que concentra maior índice de malária. inclusive em algumas áreas é considerada doença endêmica. que a Eletronorte começou a construir. uma parede de concreto com mais de 70 metros de altura a partir do fundo do leito. Sobre o assunto responda: a) Com que objetivo foi construída a Hidrelétrica de Tucuruí? b) Explique dois graves problemas causados à população daquela área. comprometendo de vez a navegabilidade em uma das mais importantes bacias fluviais do planeta e afetando todo sistema de vida da região. a segunda maior do país e a quinta do mundo. Jornal Pessoal. a enorme estrutura continua a ser um divisor artificial de águas do Tocantins.GEOGRAFIA UFPA F A S E 7. o autor expressa preocupação com os danos ambientais e sociais causados à região com a construção da Hidrelétrica de Tucuruí no Rio Tocantins. 256 . em 1975. foi inaugurada em 1984. Lúcio Flávio.” (PINTO. Foi num trecho de corredeira no baixo curso do rio. em conseqüência da construção da Hidrelétrica? 8. a 300 km de Belém. A foto ao lado mostra uma dessas áreas. Considerando essas informações relacione e explique dois fatores naturais e dois sócio-econômicos que favorecem a propagação e permanência da doença nessas áreas. A barragem da Hidrelétrica de Tucuruí.

formando um horizonte sobre a rocha matriz. Observe a figura e as proposições abaixo em relação ao movimento de rotação da terra. resultante da decomposição das rochas. o nível do oceano é ligeiramente mais baixo na costa leste do que na costa oeste dos continentes. Devido a este movimento um satélite que percorre a rota S pode fotografar todos os pontos do planeta. a terra ocupa diferentes posições na eclítica. 3 e 5 e) 1. são forças oriundas do interior da terra que atuam de forma lenta e prolongada na crosta terrestre. 1 Instante 1 Instante 2 Instante 3 1. Em relação ao relevo terrestre e seus agentes de formação. Andes e Himalaia foram formadas por esses movimentos no período terciário.LESTE. Estão corretas: a) 1. 2 e 3 b) 2. b) Intemperismo ou meteorização é um conjunto de processos físicos. 4. 5. determinadas pelos pontos denominados equinócios e solstícios. As grandes cordilheiras atuais dos Alpes. é incorreto afirmar: a) Os movimentos tectônicos. e que se encontra na superfície.GEOGRAFIA UFPE F A S E 1. 2. material solto. 3. Em conseqüência deste movimento. c) Nos climas secos e quentes (áridos e frios-nevosos) predomina a desagregação mecânica das rochas. Por causa deste movimento. d) O produto final da meteorização é a formação do chamado manto ou regolito. também chamados diastrofismos. 3 e 4 2. 4 e 5 d) 2. químicos e biológicos que operam na superfície terrestre ocasionando a desintegração e decomposição das rochas. e) Os movimentos tectônicos verticais são chamados de epirogenéticos. A rotação da terra tem influência na circulação atmosférica e no movimento das correntes marítimas. 257 . A terra gira em torno de seu eixo imaginário no sentido OESTE . 3 e 4 c) 3.

4 e 5 258 . d) Os campos da Campanha Gaúcha ocupam grandes extensões de terrenos quase planos e são famosos pela sua utilização na prática da pecuária. 5. 3 e 4 e) 2.500.GEOGRAFIA O RELEVO SUBMARINO UFPE F A S E ( ( ( ( ) ) ) ) Fossas abissais Talude continental Dorsal submarino Plataforma continental 3. As projeções azimutais baseiam-se na projeção de paralelos e meridianos em um cilindro envolvente. Em relação à vegetação no Brasil. 2. e) A caatinga é a vegetação que caracteriza o Nordeste semi-árido apresentando solos ricos em sais minerais. isto é. As curvas de nível são linhas isométricas. 2. 1. 1 e 4 c) 4. constituindo uma vegetação de transição entre a floresta amazônica úmida e a caatinga seca. b) Os cocais ou babuçuais são extensas áreas de palmeiras encontradas principalmente no Maranhão e Piauí. 3. 3 e 4 c) 3. linhas que unem pontos de mesma altitude representadas numa carta ou mapa. tendo a unidade para numerador. 3 e 2 b) 3. posteriormente planificado. 2 e 5 b) 2. ao qual pode ser referido qualquer ponto da mesma. mas pobres em matéria orgânica. 1. 4. 4 e 5 d) 1 e 3 e) 2. 3 e 1 d) 1. representado por árvores e arbustos associados a uma vegetação baixa e inferior formada de gramíneas. 8cm equivalem a 120 km.000. 2. A escala numérica fornece a relação entre os comprimentos de uma linha no mapa e o correspondente comprimento no terreno em forma de fração. 4 e 3 1 4. Observe a figura e estabeleça a correspondência entre os pontos numerados no mapa e seu significado: A seqüência correta é: a) 4. é incorreto afirmar: a) A grande extensão territorial e latitudinal e a diversidade morfoclimática do Brasil explicam a sua grande riqueza vegetal. 2. Analise as proposições abaixo: 1. O princípio fundamental da Cartografia consiste no estabelecimento sobre a superfície da Terra de um sistema de coordenadas. Em um mapa de escala 1 : 2. 5. Estão corretas: a) 1. c) A formação vegetal que mais caracteriza a região sudeste brasileira é o cerrado típico.

No que se refere às classificações climáticas. com predominância de chuva. Analise a representação do mecanismo dos ventos. c) Um dos solos de maior fertilidade no Brasil é a “terra roxa”. já que o solo é resultante da decomposição das rochas pelo intemperismo. podemos afirmar que não existem duas áreas que possuam rigorosamente o mesmo clima. Em função das correntes de ar descendentes encontramos nas áreas II e III regiões instáveis. Estão corretas apenas: a) 1. As áreas II e III corerspondem respectivamente às regiões de altas pressões ou anticlonais. 4 e 5 1 259 . o clima Cfa corresponde ao tropical úmido em todas as estações e com verões quentes. b) O elemento principal para explicar a formação e os tipos de solos é o clima. isto é. com a vegetação. encontrados em grande quantidade nos Estados de São Paulo e Paraná. A área I corresponde a uma região de baixa pressão ou ciclonal. 7. na figura ao lado. 5. 3. No que se refere aos solos. dotada de vida microbiana. d) Segundo Arthur Straller os climas das latitudes baixas são controlados pelas massas de ar equatoriais e tropicais. c) A classificação climática de Wilhem Köppen baseia-se fundamentalmente na relação dos elementos climáticos. é incorreto afirmar: UFPE F A S E a) Em se tratando de clima. resultante da decomposição do granito e do gnaisse. 8. temperatura e pluviosidade. 4. e as proposições apresentados. predomina o intemperismo físico na formação dos solos. b) A classificação climática de Arthur Straller considera como base do seu sistema de análise os conhecimentos sobre a circulação geral da atmosfera. e) Pela classificação de Köppen. A área I apresenta forte instabilidade devido às correntes de ar ascendentes. para os trópicos. Ao chegar na área IV o ar ainda quente e úmido retorna. onde as chuvas são escassas.GEOGRAFIA 6. 2. d) A maioria dos solos no Brasil tropical é frágil e requer cuidados especiais para se manter agricultável. o controle do clima pelas massas de ar. 4 e 5 c) 2. 1. 2 e 3 b) 1. isso porque o mesmo é dinâmico e envolve uma infinidade de fatores e elementos. é incorreto afirmar: a) Na agricultura o termo solo refere-se à camada superficial de terra arável. e) No sertão semi-árido nordestino. em altitude. 3 e 4 d) 3 e 4 e) 2.

O crescimento populacional brasileiro observado no período 1890 .GEOGRAFIA 9. uma alteração em sua periodicidade. Estão corretas: a) 1. 3. 3 e 5 b) 2. O ritmo de crescimento da população brasileira se intensificou após a Segunda Guerra Mundial. 5. O aumento populacional verificado no período 1940 . 2 e 4 e) 1. Observe o gráfico e as proposições. quando a população nacional passou de 41 para 120 milhões de habitantes. a princípio.1980. 4 e 5 260 . 2. A população brasileira apesar de ter apresentado. logo passou a ter um comportamento constante. crescimento declinante. foi muito mais função do crescimento vegetativo do que da imigração.1900 deve-se à contribuição da imigração que ocorreu graças ao surto da borracha. 4 e 5 d) 1. A realização do Recenseamento no país apresentou. 4. 3 e 4 c) 3. ao longo dos tempos. UFPE F A S E 1 1.

5. 4 e 2 11. 3. ( ( ( ( ( ) ) ) ) ) Washington e Brasília Pittsburg e Volta Redonda Coimbra e Cambridge Veneza e Mônaco Roma e Meca Industrial Universitária Administrativa Religiosa Turística UFPE F A S E 1 A seqüência correta é a) 2. do Rio Grande do Norte e do Maranhão. Apresentam uma hipertrofia do setor secundário. 2. As cidades se diferenciam muito umas das outras por suas funções urbanas. 5 e 4 c) 3. 3 e 4 b) 2. 5. O Cartel é um acordo entre empresas de um mesmo ramo de produção que não ultrapassa as fronteiras de um país. 4. 261 . a nível mundial. Estados Unidos e México. 3. 4 e 5 e) 2. 4. 1. 1. ao contrário do que acontece com a densidade demográfica. Analise as proposições: 1. A diferença existente entre os preços dos produtos do setor primário e os preços dos produtos industrializados é uma determinante para o aumento da dívida externa dos países do Terceiro Mundo. O NAFTA é um acordo de livre comércio. 5 e 4 b) 1. 3 e 4 c) 1. 2. 5. 3 e 5 e) 5. 2. 3. A produção brasileira de sal é originada. No que se refere aos países ditos do “Terceiro Mundo”. assinado pelo Canadá. 2 e 3 d) 3. e) Contribuem para uma maior degradação do meio ambiente do que os países desenvolvidos. 2 e 3 12. A população absoluta é numerosa. 3. 4. principalmente. O poder político se encontra concentrado nas mãos das oligarquias. é correto afirmar: a) b) c) d) Possuem uma elevada expectativa de vida e uma alta taxa de fecundidade. A globalização é uma organização de integração das economias nacionais.GEOGRAFIA 10. 1. 1. 2. 4 e 5 d) 4. 1. Estão incorretas: a) 1.

Estão incorretas: a) 1. A produção de energia hidráulica do Nordeste corresponde a aproximadamente um quinto da produção do Sudeste.752 5. e) A menor demanda pelos produtos em uma determinada época do ano. 4. 4 e 5 e) 1.753 7. As regiões Sudeste e Sul participam com 84% da capacidade geradora de energia do país. b) Atrair pessoas apenas em um determinado período do ano. 3 e 5 c) 3. Brasil Capacidade geradora de energia elétrica segundo as fontes e regiões produtoras.006 800 43. 2 e 3 b) 2.986 HIDRÁULICA 2. identifique aquela que justifica esta forma de atuação.331 5. d) Procurar associar a atividade extrativa à atividade comercial. sobre a Termeletricidade. 4 e 5 d) 1. Ocorre no Brasil elevado predomínio da hidreletricidade: 84%. 3 e 4 14. Em termos percentuais.731 25. existem países que regulamentam o período permitido à prática dessas atividades. 262 .015 UFPE F A S E 1 Fonte: IBGE. a) Promover um gerenciamento dos recursos no sentido de evitar a extinção. c) Coincidir o desenvolvimento dessas atividades com o período em que os animais aparecem em uma maior quantidade. 5. relacionando-a com a proposições. Nas alternativas abaixo. 1988 1. 1987 REGIÕES Norte Nordeste Sudeste Sul Centro-Oeste Brasil CAPACIDADE GERADORA / FONTES TOTAL 3.668 22.063 3. a fonte térmica tem uma participação sempre inferior a 32%. Anuário Estatístico do Brasil. 2.GEOGRAFIA 13. 3.422 1. superior apenas à representatividade de 3% do Centro-Oeste.696 6.663 557 36. A região Norte representa 8.343 243 7.971 TÉRMICA 944 1. Observe a tabela. em todas as regiões do país. em MW.4% da capacidade geradora de energia do país. No que se refere à caça e à pesca.

972 2. A plataforma continental responde atualmente por 70% da produção nacional. em várias bacias sedimentares brasileiras. sendo o Rio de Janeiro responsável por 61% de toda a produção nacional. 2 e 4 e) 1. é pouco superior a 30% do total. 4 e 5 c) 3. 4 e 5 d) 1. do Norte Sergipe Ceará Espírito Santo Alagoas Maranhão Brasil 19. A região Sudeste do país contribui com cerca de 65% da produção nacional.938 4. 3 UFPE F A S E 1 ESTADO TOTAL Rio de Janeiro Bahia Rio G.850 1. A produção de petróleo oriunda da exploração no continente. Observe a tabela e as proposições: Brasil Produção de Petróleo segundo Unidades da Federação 1987.938 286 1. 3 e 4 b) 1. 3 e 5 263 . 5.085 787 882 60 — — 23. A região nordestina é representada na produção de petróleo brasileiro por cerca de 66. A produção de petróleo brasileira é a grande responsável pelo desenvolvimento da sua indústria siderúrgica.887 2. 4.636 2. 3.063 129 770 589 2 9.790 NA PLATAFORMA 19.6% dos seus Estados.GEOGRAFIA 15.828 PRODUÇÃO (1.350 1. 2.000 m ) EM TERRA — 4.038 Fonte: IBGE 1. Estão incorretas: a) 2.011 830 589 2 32.

que acabam por formar as chamadas “marés vermelhas”. pois há um pequeno achatamento nos pólos e um abaulamento no Equador. e. sendo pouco influenciada pelo fator humano. Assinale as pro posições abaixo: 0-0) A forma da Terra é sem dúvida esférica. estruturas metálicas e edificações. 3. em um ano. 2 e 5 c) 1. interferindo nas lavouras. Em relação à poluição ambiental. 56 minutos e 4 segundos. tornando o ar impuro e prejudicial à saúde. 4-4) A duração do movimento de rotação da Terra depende de um ponto referencial. 1-1) O ano-luz é a distância percorrida por um raio luminoso. 3-3) Pela Lei da Gravitação Universal. A maior ou menor rentabilidade da agricultura está condicionada às condições naturais. considerava a Terra em estado imóvel. tendo-se intensificado a partir da década de 1970 com o desenvolvimento da indústria eletrônica. nos países temperados e frios.GEOGRAFIA 16. 4 e 5 1 PARA CADA UMA DAS QUESTÕES A SEGUIR ASSINALE NA COLUNA I A(S) PROPOSIÇÃO(ÕES) VERDADEIRA(S) E NA COLUNA II. 2. a diminuição da temperatura média do ar. 2 e 3 d) 3. 2. 5. principalmente o dióxido de enxofre e os óxidos de nitrogênio. podemos afirmar: 0-0) A chuva ácida é resultante da combinação química de substâncias poluentes. 4. como se os corpos se atraíssem na razão direta das suas massas e na razão inversa do quadrado das distâncias que os separam”. Se este ponto for o sol a sua duração será de 23 horas. Isaac Newton afirmou que “tudo se passa no Universo. 4-4) O excesso de material orgânico no mar leva à proliferação descontrolada de microorganismos. que matam peixes e deixam os frutos do mar impróprios para o consumo. por não ser uma esfera perfeita. porém. tendo a girar em torno de si os astros então conhecidos. florestas. A poluição sonora é um sério problema ambiental do século XX. 2-2) Entende-se como poluição atmosférica a presença de poluentes na atmosfera. à razão de 300 km por hora. 3-3) A emissão desordenada de poluentes para a atmosfera pode refrear a ação do efeito estufa. 2-2) O sistema geocêntrico. que teve em Cláudio Ptolomeu seu principal defensor. O sistema agrícola do camponês europeu formou-se a partir da Revolução Industrial quando a atividade agrícola passou a ser respaldada pela indústria. 3 e 4 b) 1. no centro do Universo. A(S) FALSA(S): 1. F A S E 2 264 . A exploração da madeira é feita em larga escala e por processos racionais. fato que impede a filtragem adequada da radiação infravermelha e ocasiona problemas sérios para a vida no globo terrestre. Estão corretas: a) 2. A agricultura moderna se caracteriza pela especialização das várias regiões em certos produtos. 1-1) Os aerossóis provocam uma diminuição da camada de ozônio. atribui-se-lhe a forma geóide. provocando a alteração química do solo e das águas. Analise as proposições: UFPE F A S E 1. pela cultura feita mecanicamente e em larga escala bem como pelo fato de estar a atividade cada vez mais voltada para o mercado. pela facilidade de escoamento da produção. 4 e 5 e) 2. em conseqüência.

observe a figura e analise as proposições: UFPE F A S E 2 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) 4-4) A ilustração mostra a chuva do tipo orográfica. 3-3) A “Gulf Stream” é uma corrente quente que ameniza os rigores do inverno na Europa Ocidental. A vertente da montanha que fica voltada para a direção dos ventos denomina-se sotavento. conduzindo águas quentes no mesmo sentido do movimento de rotação terrestre. 265 . de configuração e situação geográfica muito diferentes. movimentam-se as correntes equatoriais. predominam as chamadas correntes de monções. caracterizados pela direção e temperatura dos ventos que lhes dão origem. Esse tipo de chuva ocorre somente nas regiões equatoriais. 1-1) As correntes quentes originam-se nas baixas latitudes e as frias em elevadas latitudes. A vertente de barlavento é sempre mais úmida e vegetada do que a vertente de sotavento. 4-4) No oceano Índico. produzindo efeitos climáticos nos litorais por elas banhados. Em se tratando de precipitação atmosférica. A chuva mostrada na ilustração resulta da subida da massa de ar úmida em contato com a vertente da montanha.GEOGRAFIA 3. 2-2) Tanto no hemisfério norte como no sul. 4. Observe a figura e analise as proposições: 0-0) As correntes marítimas são movimentos advectivos das águas quentes ou frias através dos oceanos.

2-2) As restingas são formadas por faixas arenosas. da qual podemos afirmar: 2 0-0) A representação gráfica da ilustração é a que apresenta o relevo em forma de hachuras. podemos afirmar: UFPE F A S E 0-0) Podem resultar tanto da ação erosiva como da deposição. 3-3) As vertentes das montanhas assinaladas com a letra A são mais íngremes que as vertentes assinaladas com a letra B. o sedimento dominante nas praias são areias. que se alongam tendo ponto de apoio nos cabos e nas saliências do litoral. mas também existem praias formadas por cascalhos e seixos. Há várias maneiras de se fazer a representação gráfica do relevo terrestre. 2-2) A eqüidistância entre as curvas é de 310m. A ilustração representa uma delas. 3-3) No litoral do Rio Grande do Sul. que se encontram em constante movimento. 266 . depositadas paralelamente à praia. que caracterizam as costas escarpadas e as costas baixas ou planas. extensa planície de restinga separa a Lagoa dos Patos das águas atlânticas. depositados ao longo do litoral. Em relação às formas de relevo litorâneas. 1-1) A praia é o conjunto de sedimentos. 1-1) Entre as duas montanhas representadas existe um vale profundamente encaixado e situado a 490m de altitude. 6.GEOGRAFIA 5. 4-4) Em geral. 4-4) As partes mais altas das duas elevações estão situadas acima de 800 m de altitude.

4 territórios e 1 distrito federal 26 estados e 1 distrito federal. comparando-o às proposições abaixo. do Mar e da Mantiqueira. alguns répteis e roedores. 9. No caso brasileiro. 4-4) No regime fluvial semi-árido o principal aspecto é o caráter temporário dos rios. 25 estados. 267 . condições excepcionais de umidade. e considerável potencial hidráulico. 24 estados. 2 8. Observe o mapa. sequóias e bétulas são típicas dos climas desérticos frios. Em relação à hidrografia brasileira. 4-4) As florestas coníferas. 1 território e 1 distrito federal. que dizem respeito às 27 unidades político-administrativas que integram o Brasil. Analise as proporções abaixo: 0-0) Dá-se o nome de vegetação ao conjunto de plantas nativas que cobre quase toda a superfície das terras firmes. naquelas áreas em que os solos descongelam no curto verão polar. na sua maior parte. na América do Sul. 1-1) Os principais divisores de águas da bacia de São Francisco e a dos rios da vertente litorânea do leste são as serras Geral. 1-1) As florestas subtropicais manifestam-se principalmente na bacia do Mediterrâneo ao sul dos Estados Unidos e ao sul do trópico de Câncer. podemos afirmar: UFPE F A S E 0-0) A vasta extensão territorial do país e o fato desta imensa área apresentar.GEOGRAFIA 7. 3-3) A vegetação nos desertos polares não se desenvolve onde os gelos são eternos. 2-2) A vegetação dos desertos quentes desaparece completamente ou é constituída por raras espécies xerófilas. 3 territórios e 1 distrito federal. são as chuvas que mais interferem na variação dos mesmos. separados por zonas de quedas d’água. 2-2) Os rios São Francisco e Paraná têm alguns trechos navegáveis. no sertão nordestino. 3-3) O clima é fator de grande importância na hidrografia. propiciaram a compartimentação de várias e grandes bacias fluviais. Permanecem secos total ou parcialmente durante o longo período de estiagem que ocorre no verão – outono. 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) 4-4) 23 estados. 2 territórios e 1 distrito federal 22 estados. enquanto a fauna também se restringe a animais carnívoros. sobretudo no que concerne aos regimes fluviais. ricas em pinheiros. Ela aparece sob a forma de musgos e líquens.

838 139. onde os valores se mostram inferiores a 3. 2-2) Conhecidos como “Tigres Asiáticos”. é uma das principais áreas industriais da Europa. Cingapura e Taiwan são países que adotaram um modelo de industrialização voltado para as exportações.095 2. 268 .9 1. apoiando-se em uma série de fatores.250 12.2 14. respectivamente. 1-1) Na indústria argentina. 4-4) A presença de vários recursos minerais e energéticos foi um dos pilares do processo de industrialização da Mandchúria.500 45. 2-2) A América Anglo-Saxônica e a Ásia de Sudeste representadas.GEOGRAFIA UFPE F A S E 10. 3-3) Os países listados na tabela têm uma participação na frota particular e utilitária mundial de cerca de 30% e 35%.183 2.750 145. entre eles a riqueza minerológica do seu subsolo. 0-0) As menores relações habitantes por veículo particular são verificadas em países da América do Norte. B et all.3% da frota mundial. como Dresden e Leipzig. situada no nordeste da China. Europa e Ásia.410 7. contando com centros industriais.7 3. 4-4) A frota de veículo utilitário da China equivale a aproximadamente três vezes a frota australiana. pelos Estados Unidos e pelo Japão. detêm as maiores frotas de veículos utilitários do mundo.1 22.0 2 Fonte: GARNIER. Japão.172 9. Frota Automobilística de Alguns Países TIPO DE VEÍCULO PAÍSES PARTICULAR Alemanha Áustrália Brasil China Ex-URSS EUA Japão Total Mundial 37. que se localiza no território que correspondia à ex-Alemanha Ocidental.583 10.076 449. Observe as proposições concernentes à atividade industrial no mundo: 0-0) O processo de industrialização da República Sul-africana teve o seu maior impulso durante a Segunda Guerra Mundial.611 NÚMERO DE HABITANTES POR VEÍCULO PARTICULAR 2.3 12. Hong Kong. as filiais de multinacionais alcançam um percentual significativo na produção industrial.698 22.450 1. 11. Images Économiques du Monde . respectivamente. como em vários países da América Latina.1 2. indique a(s) que estão de acordo com os dados apresentados.525 UTILITÁRIO 3. analisando as proposições. 1-1) A frota de veículo particular brasileira representa um percentual de 2.043 37. 3-3) A região do rio Elba.7 92. Observe a tabela abaixo e.450 4.1994.0. a Coréia do Sul.

como quantitativo. 13. decrescendo para uma representatividade de 35% em 1985.375 2 Fonte: Fundação Centro dos Estados do Comércio Exterior 0-0) Os produtos básicos representavam. no período 1975/85. uma vez que.793 8.GEOGRAFIA 12. enquanto a produção de alimentos se ampliaria obedecendo a uma progressão geométrica.027 0. 3-3) Houve aumento superior a 50% no valor da exportação considerando-se o período de 10 anos. superando as exportações de produtos primários. orientadas no sentido interior . 4-4) O comércio exterior do Brasil sofreu alterações tanto do ponto de vista qualitativo.553 2. mas admitem que o problema da produção de alimentos é superável.litoral. 3-3) A região norte-americana que se estende de Boston a Washington e que caracteriza o maior conjunto urbanizado dos Estados Unidos pode ser considerada como uma megalópole. 2-2) A taxa de mortalidade é um indicador social importante para que se possa avaliar a qualidade de vida de um país ou de uma população. Analise as proposições abaixo: UFPE F A S E 0-0) O petróleo tem se destacado como um dos grandes poluentes dos oceanos e mares. que constitui um grande problema para a maioria dos centros urbanos. 2-2) Houve no período um considerável aumento da produção industrial no Brasil em detrimento da produção agrícola. as redes ferroviárias eram sempre isoladas umas das outras. 2-2) O transporte ferroviário brasileiro não foi capaz de integrar as diversas regiões do país.062 25. as áreas que recebem muitos migrantes costumam apresentar uma proporção de população masculina ligeiramente superior à de mulheres. 14. 1-1) Normalmente. cerca de 60% do valor das exportações. 3-3) A teoria malthusiana apóia-se em dois princípios: a população mundial cresceria segundo uma progressão aritmética.760 14. Analise as proposições abaixo: 0-0) A partir da década de 1950 a população brasileira vem crescendo em ritmo cada vez mais lento. 1-1) Observa-se uma grande ampliação nas exportações de produtos industrializados.850 2. 1-1) Chama-se poluente ao conjunto de equipamentos antipoluição. 4-4) Os neomalthusianos aceitam a idéia de Malthus de que a população mundial cresceria segundo uma progressão geométrica. pode em grande parte. em função da redução das taxas de mortalidade. ser recuperado e transformado em adubo para o solo agrário. 4-4) O lixo. Analise a tabela e as proposições: Brasil 1975/85 EXPORTAÇÕES Produtos Básicos Semimanufaturados Manufaturados Total BILHÕES DE DÓLARES/ANO 1975 5. 269 .670 1985 8. em 1975.

Na costa canadense do Pacífico é realizada a pesca de salmão. 2-2) A parceria e o arrendamento são exemplos de relações de trabalho em que a propriedade da terra e a sua exploração não se encontram em mãos de uma mesma pessoa. Observe as proposições abaixo: 0-0) A caça. é muito difundido fora da América. a hidrelétrica e a energia solar. passou a ser utilizado em proporções comerciais a partir do século XX. hoje em dia. 4-4) O petróleo. 1-1) Toda a costa européia é área de grande atividade pesqueira. Analise as proposições que versam sobre estrutura agrária e ocupação dos solos. é natural que apenas poucas plantas que se adaptam às baixas temperaturas e que tenham ciclo vegetativo longo possam sobreviver. substituindo gradativamente o carvão como fonte de energia. alimento básico dos astecas. 1-1) Nas regiões frias. sendo usado tanto na alimentação humana como na animal. ficando o solo coberto por uma camada de gelo durante grande parte do ano. por herança ou pela concessão de terras devolutas. 2 270 . na África. não utiliza apenas a energia térmica. a sardinha e o atum. peixe marinho que costuma subir as correntes fluviais na época da desova. 3-3) No Brasil. o indivíduo pode obter a propriedade da terra pela compra. conhecido desde a mais remota antigüidade. UFPE F A S E 0-0) O milho. 4-4) A estrutura fundiária visa a uma modificação da estrutura agrária existente. e não à ocupação de áreas novas. Ásia e na Europa Mediterrânea. mas também as formas de energia usada no passado. 2-2) São graves as conseqüências no meio ambiente provocadas pelo desmatamento. maias e quichuas. onde são pescados o arenque. 3-3) O homem. a pesca e a silvicultura são consideradas como atividades econômicas predatórias.GEOGRAFIA 15. não apropriadas. 16. entre elas as alterações no ciclo do carbono.

Pequim. 271 . 3 e 4 podem ser.4 3. Associe as escalas numéricas mais apropriadas para as finalidades dos mapas. o verão setentrional. estando a Terra nas proximidades do solstício.2 c) 2 . 4. estando a Terra no equinócio. Buenos Aires. Buenos Aires e Lisboa. Assim. A tabela abaixo apresenta dados de temperaturas mínimas e máximas verificadas no dia 6 de agosto de 1996. estando a Terra no solstício. A posição indicada na figura ao lado marca. Tóquio. 2.000 ( ) 1:500 a 1:20. o outono no Hemisfério Sul.000 a 1:250. 2.000 A seqüência numérica correta. Para cada tipo de representação existe uma escala numérica apropriada. a) b) c) d) e) Santiago. Montevidéu. o início de uma estação em cada hemisfério. Rio de Janeiro. na coluna da direita.2 .1 . mapas topográficos plantas urbanas planisférios plantas arquitetônicas ( ) 1:50 a 1:100 ( ) 1:25.1 b) 4 . os mapas podem ser divididos em três categorias básicas: escalas grande. é: a) 4 . Nova Iorque e Paris. Lima e Madri. Los Angeles e Moscou. UFRGS 2. estando a Terra no solstício. 3. São Paulo. Esta estação é a) b) c) d) e) a primavera no Hemisfério Norte. 1. o outono setentrional.1 e) 3 . em quatro diferentes cidades do Mundo. de cima para baixo. Diferença de horas em relação ao horário de Brasília 0 +11 -2 +5 Temperatura mínima/máxima (°C) 6/14 23/28 13/17 21/35 Cidade 1 2 3 4 As cidades de números 1. o verão meridional. Toronto e Sidnei. respectivamente. estando a Terra no equinócio.3 . Pequim. média e pequena.GEOGRAFIA 1.3 .1 . Moscou.4 d) 4 . em nosso planeta. Moscou.

a precipitação supera a evaporação. segundo a latitude. Observe a figura abaixo.A’ na figura acima? 5. na zona equatorial e nas latitudes superiores a 40°. nas zonas tropicais. a precipitação supera a evaporação. a evaporação supera a precipitação. a precipitação supera a evaporação. que representa as curvas de nível de uma região hipotética. UFRGS Qual o perfil topográfico que melhor representa o segmento A . O gráfico abaixo mostra a distribuição média anual da precipitação e da evaporação. na zona polar e nas latitudes inferiores a 30°. 272 .GEOGRAFIA 4. A análise do gráfico permite afirmar que a) b) c) d) e) na zona equatorial e nas latitudes superiores a 40°. a evaporação supera a precipitação. no globo terrestre. na zona polar e nas latitudes inferiores a 30°.

embora não influencie na ocorrência de enchentes. Com relação ao ciclo hidrológico e seus efeitos sobre a poluição das águas. nem de estiagens mais prolongadas. poluindo os rios. Segundo esta pesquisa.As águas do mar. II .A mais importante entrada para o ciclo hidrológico são as precipitações. II .Domínio da Caatinga e Domínio do Cerrado ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 8.Os agrotóxicos utilizados nas lavouras escoam por ação da chuva e penetram nos lençóis freáticos. e as mais importantes saídas são a evaporação e a transpiração.Rios de Planalto e Rios de Planície domínios morfoclimáticos . são feitas as seguintes afirmações: I . dos oceanos e dos rios demoram mais para se aquecer e para se resfriar do que as terras continentais. em 1995.Mata de Araucária e Floresta Amazônica climas .Clima Tropical e Clima Equatorial unidades de relevo . Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas I e III d) Apenas II e III e) I.Lugares situados próximos ao mar apresentam verões mais quentes e invernos mais frios que lugares de grande continentalidade. II e III 273 .GEOGRAFIA 6.Planalto Central e Planalto das Guianas bacias hidrográficas .As regiões litorâneas apresentam amplitudes térmicas tão elevadas como aquelas de regiões situadas no interior dos continentes. desapareceram classificações tradicionais como as de . III . Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas I e II e) Apenas II e III 7. O trabalho se baseou em levantamento realizado entre 1970 e 1985 pelo projeto Radambrasil. Considere as seguintes afirmações: UFRGS I . Pesquisa feita por geógrafos da Universalidade de São Paulo. a) b) c) d) e) formações vegetais .O desmatamento favorece a erosão do solo e o assoreamento dos cursos fluviais. ampliou para 28 o número de existentes no Brasil. III .

III .Permite adquirir dados meteorológicos. Colômbia. que possibilita. O Brasil é um dos países de maior biodiversidade do planeta. poluição dos rios e desmatamentos. Preservar a qualidade das águas. é a inexistência de vegetação de grande porte na região. Reflorestar as encostas e margens dos mananciais hídricos.Sistema de Vigilância da Amazônia. Em vista das dificuldades de conciliação entre o desenvolvimento econômico e as necessidades sócio-ambientais na Amazônia. 12. é a circulação geral da atmosfera. II e III 274 . Sobre o projeto SIVAM são feitas as seguintes afirmativas: I . Equador e Alemanha. provou nestes últimos anos ser uma iniciativa de grande importância no combate à degradação dos solos e das águas. é a alta refletividade da superfície nordestina.Estabelece condições de controle e defesa do meio ambiente. o governo brasileiro criou o Projeto SIVAM . Costa Rica e Argélia. Controlar o regime hídrico. II . Qual das medidas abaixo NÃO corresponde a práticas de conservação dos solos e das águas? a) b) c) d) e) Compactar e fertilizar o solo. a geração de mapas atualizados sobre desmatamentos. 11. Argentina. cobertura vegetal. Uruguai e Paraguai. entre outros. Cultivar seguindo as curvas de nível. através da técnica de Sensoriamento Remoto. Com ele poderão ser definidas estratégias e implementadas políticas orientadas para o desenvolvimento sustentável da região. com drenagem aberta para o mar. a) b) c) d) e) México. 10. Colômbia e Indonésia. fenômeno externo à região. é a presença de redes hidrográficas hierarquizadas. A causa principal para a existência do clima semi-árido no Nordeste brasileiro a) b) c) d) e) são as barreiras orográficas que impedem a passagem do ar úmido vindo do oceano. México. hidrológicos e ambientais da região amazônica.Utiliza a tecnologia de Sistemas de Informações Geográficas. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas I e III d) Apenas II e III e) I. Assinale a alternativa que contempla somente países com grande diversidade de espécies. permitindo a identificação de áreas sujeitas à ação predatória das queimadas. por exemplo. Peru e Uruguai.GEOGRAFIA UFRGS 9. O Programa Nacional de Microbacias Hidrográficas. Zaire. instituído em 1987. Somente a Amazônia abriga mais de 20 em cada 100 espécies de animais e plantas existentes. uso do solo.

UFRGS I . Os cientistas já verificaram. Ao Brasil cabe parte da Península Antártica e das Ilhas Shetland do Sul. provocado pelo Efeito Estufa.A Antártica é um continente de aproximadamente 14 milhões de km . também. vários arquipélagos e ilhas isoladas. causada pelo Efeito Estufa. onde se situa a Estação Brasileira Comandante Ferraz. e) O Efeito Estufa é um processo natural que vem sendo acentuado pela ação humana. habitadas por esquimós.GEOGRAFIA 13. nas últimas décadas. em face da maior quantidade de vapor d’água na atmosfera. 275 . entre 0. uma tendência de elevação do nível do mar. geleiras situadas na parte setentrional das principais massas continentais do planeta (Ásia. devido a seu grande volume de gelo e influência nas circulações atmosférica e oceânica. c) A Antártica tem papel fundamental no condicionamento climático do planeta. Sobre este assunto.60 m até 1. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas I e II c) Apenas I e III d) Apenas II e III e) I.500 metros de espessura e que se constitui na maior reserva de água doce do planeta. III . b) Observa-se uma tendência geral de aumento na taxa de precipitação. a) Atualmente observa-se um derretimento progressivo tanto nas geleiras periféricas aos pólos quanto nas de altas montanhas.A região ártica é constituída por um oceano (Oceano Ártico) coberto por uma fina camada de mar congelado. estimada até o ano 2100. II . d) Observa-se um aumento do Buraco de Ozônio na atmosfera. têm seus territórios disputados por vários países.00 m acima do nível atual. quase totalmente coberto por um manto de gelo que pode ultrapassar 4. Abrange. Dados sobre o aquecimento global vêm indicando mudanças ambientais que podem provocar problemas ao homem já no próximo século. Europa e América do Norte). II e III 2 14. As afirmativas abaixo referem-se às regiões polares.Ambas as regiões polares. assinale a alternativa INCORRETA.

a Antártica ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ . a população de pássaros é dizimada.litoral do Rio Grande do Sul Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas I e II e) I. Considere as associações abaixo. entre o tipo de problema ambiental e a respectiva área de ocorrência no litoral brasileiro: I .grande variação sazonal de população no litoral.a África Ocidental destruição da camada de ozônio . Este fenômeno é acompanhado por chuvas intensas na região continental vizinha.a costa leste dos E. fundamentalmente. à carência de planejamento regional. aliada às baixas altitudes. podemos considerar: I .A. Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas abaixo. aumentando a temperatura da água em alguns graus. Finalmente.ocorrência de ressacas com alto poder de erosão. Tais fatos se devem. resultando em enchentes e perda de colheitas.dejetos industriais nos mangues . II e III 17.poluição dos rios pelo vinhoto . No entanto.” ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ O parágrafo acima se refere ao fenômeno conhecido como é . El Niño . impedindo a ressurgência de águas frias ricas em nutrientes.litoral de Pernambuco III .o sudeste asiático Efeito Estufa . Quais estão corretos? a) Apenas I b) Apenas I e II c) Apenas I e III d) Apenas II e III e) I. anomalias climáticas são registradas em regiões a milhares de quilômetros de distância. que facilitam a contaminação do lençol freático e do manancial de águas das lagoas e lagunas do litoral. podem ocorrer a cada dois anos. causando a morte maciça de peixes e. UFRGS “Anomalias intermitentes da temperatura superficial da água do mar. Como fatores agravantes do desequilíbrio neste ambiente. III . por conseqüência. inadequação de obras costeiras e disposição de resíduos sólidos. aliada à falta de infra-estrutura.elevada porosidade do terreno.U. a cada quatro ou cinco anos esta anomalia pode ser mais acentuada. fenômeno agravado pela presença de obras e retirada de material das praias.litoral do Paraná II . que contribuem para a contaminação das praias e setores lagunares.GEOGRAFIA 15.efluentes carboníferos .a costa do Peru e Equador Monções . e a região mais afetada 16. O litoral do Rio Grande do Sul sofre com graves problemas ambientais de saneamento. II . II e III 276 . A zona de água quente expandese nestes anos. a) b) c) d) e) Monções . ao longo da costa.

de cima para baixo.rochas vulcânicas ) pólo industrial metal-mecânico .3 . no Rio Grande do Sul.1 c) 1 .GEOGRAFIA UFRGS 18. a idade mais avançada da mulher ao casar. o ingresso da mulher no mercado de trabalho.rochas graníticas A seqüência numérica correta. 2.1 .processos de arenização ) extração mineral .3 . a laqueadura de trompas. 277 .3 . 3 e 4.2 d) 4 .4 . Os números 1. constante no mapa. representados no mapa abaixo.3 e) 3 . com a atividade econômica e a característica física da região.2 19. Entre as causas diretas desta diminuição.mata de araucária ) criação extensiva . ( ( ( ( ) plantio da soja e triticultura . referem-se a áreas com diferentes características físicas e econômicas.4 .1 .2 b) 2 . a vasectomia.1 .4 . A taxa de fecundidade no Brasil vem caindo drasticamente.2 . NÃO se pode incluir a) b) c) d) e) a utilização de métodos contraceptivos. é: a) 4 . conforme os resultados dos últimos censos divulgados pelo IBGE. Associe o número da área.

Quais estão corretas? a) Apenas I. II e IV c) Apenas II e III 21. II.GEOGRAFIA UFRGS 20. Fonte: “A estruturação urbana e a participação da comunidade” – Charge: Moa 278 . 1996 Expectativa de vida (anos) 74. b) os capixabas apresentam todos os indicadores inferiores aos do Rio Grande do Sul.1 68. de saúde pública nas áreas de puericultura e obstetrícia. Observe o quadro abaixo. e) o Rio de Janeiro apresenta os piores índices em relação aos demais estados citados no quadro.8 6. Segundo dados dos últimos censos do IBGE (1980 e 1991).2 8. A charge ao lado representa um tipo de mobilidade espacial da população. de qualificação do cotidiano da Terceira Idade. A partir deste indicador de qualidade de vida.9 68. b) transumância.7 2. 22. nas próximas décadas. INDICADORES DE DESENVOLVIMENTO HUMANO DE ALGUMAS UNIDADES DA FEDERAÇÃO DO BRASIL Unidades da Federação RS DF SP RJ ES Fonte: Ipea. de políticas públicas III III IV de incremento na criação de empregos. e) deslocamento intra-urbano.6 10. a expectativa de vida da população brasileira vem aumentando. característico do Brasil entre 1960 e 1980.4 Escolaridade (%) 84 83 86 83 82 Renda “per capita” (em US$ mil) 5.7 d) Apenas I e IV e) I. III e IV A partir dos dados apresentados no quadro acima. II e III b) Apenas I.6 70.8 71. educacionais na ampliação de vagas no ensino de primeiro grau. torna-se necessária a implementação. c) migração rural-urbana. Este tipo de mobilidade é conceituado como a) migração pendular. d) nomadismo. pode-se afirmar que a) o Rio Grande do Sul se apresenta como o estado com melhores índices em relação aos demais. d) o Rio Grande do Sul e o Distrito Federal vêm apresentando uma diminuição no índice de escolaridade. c) o Distrito Federal e São Paulo apresentam uma eqüitativa distribuição de renda em relação aos demais estados.

590 3.130 270 * dados relativos a 1993.Os países que apresentam PNB per capita acima de US$ 2. nem mesmo quando associadas a outras informações estatísticas. II . Relatório para o Desenvolvimento Mundial.GEOGRAFIA Instrução: A tabela a seguir refere-se às questões de números 23 e 24. b) melhorias na distribuição de renda não influem nos índices de esperança de vida. Esperança de vida ao nascer (anos) * 60 64 78 71 56 58 Analfabetismo entre adultos (em %) ** 23 52 7 22 48 31 UFRGS Países Bolívia Egito Espanha Malaísia PapuaNova Guiné Quênia PNB per capita (em dólares)* 760 660 13.000 são os que também possuem os melhores indicadores de esperança de vida. uma medida falsa que não permite revelar as características econômicas ou sociais de um país. Considere as seguintes afirmações relativas aos dados da tabela. d) todos os países localizados em zona intertropical apresentam indicadores de esperança de vida abaixo de 70 anos. c) o PNB per capita é uma média e. os localizados na África apresentam as maiores taxas de analfabetismo. Fonte: Banco Mundial.000. 23. I . A respeito das informações constantes na tabela é correto afirmar que a) o crescimento da renda per capita é o fator determinante para conter as taxas de analfabetismo. e) entre os países com PNB per capita inferior a US$ 1. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas I e II e) Apenas II e III 24. III . portanto.140 1. 1995.Malaísia e Espanha apresentam os mais baixos índices de analfabetismo e possuem os mais elevados índices de PNB per capita.Os países que apresentam as mais elevadas taxas de analfabetismo são os que possuem os mais baixos índices de PNB per capita. ** dados relativos a 1990. 279 .

Santiago del Estero sobre o Rio Paraná. II . IV . Ponte Barracão . Segundo esse critério. III e IV III . 28.Corrientes sobre o Rio Ibicuí. II. no Chile. Ponte São Borja .o desenvolvimento auto-sustentável Cúpula Mundial Social II .shopping centers. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas I e II c) Apenas I e III d) Apenas II e III e) I. Ponte Corrientes . a Conferência de Cúpula da ONU. em construção através de decisão dos governos do Chile. A regionalização do mundo utilizada pelo Banco Mundial agrupa os países de acordo com o nível de renda. II e III b) Apenas I.Santo Tomé sobre o Rio Uruguai. 27. II e IV c) Apenas I e II d) Apenas II e IV e) I. respectivamente: I . são economias de baixa renda e de alta renda. Entre os equipamentos urbanos que condicionam a descentralização das atividades econômicas e contribuem para o processo de decadência das áreas centrais das grandes cidades estão os I . Argentina e Brasil.hipermercados. II . na cidade de Istambul.Moçambique e Nova Zelândia.China e Kuwait. Quais estão corretos? a) Apenas I. no sul do Brasil.postos de saúde. tendo como tema principal . a) b) c) d) e) Habitat II . ampliando os mercados do Atlântico e do Pacífico para o MERCOSUL. está praticamente concluído e unirá os portos de Rio Grande.Chade e Finlândia. Selecione a alternativa que completa corretamente as lacunas da frase abaixo: UFRGS No ano de 1996 ocorreu.a urbanização mundial Cúpula da Terra .Santiago del Estero sobre o Rio Uruguai. denominada . a Antofagasta.a mortalidade infantil ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 26.os problemas sociais mundiais Cúpula Mundial Social I .cemitérios. O Corredor Bioceânico por rodovias.os assentamentos humanos sustentáveis Habitat I . A importante ponte que está sendo construída para a conclusão desta obra é a a) b) c) d) e) Ponte Barracão .Santo Tomé sobre o Rio Paraná. II e III 280 .GEOGRAFIA 25. Ponte São Borja . III .

1 . ( ( ( ( ( ) área pouco povoada.4 .5 e) 2 . .3 . UFRGS 29. com economia estagnada ) áreas agropecuárias modernas ) áreas agropecuárias tradicionais ) área pouco povoada. a) b) c) d) e) Em Santa Catarina .4 . Associe os números que identificam as regiões apresentadas no mapa às diferentes áreas da organização do espaço econômico brasileiro.Em Pernambuco Em Rondônia .3 . é comum o sem-terra ser filho de agricultor que não possui terra suficiente para partilhar. Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do trecho abaixo. é: a) 1 . em função da seca.1 . entre os sem-terra predominam.4 .4 30. com paisagens naturais pouco alteradas ) área de industrialização dinâmica e intensa urbanização A seqüência numérica correta.2 .4 . que. agricultores e emigrantes do meio rural. retornam ao campo. de cima para baixo. por não encontrarem meio de sobrevivência urbana.Em Tocantins .5 .Em Rondônia .Em Sergipe No Rio Grande do Sul .1 d) 3 .1 . predominam os bóias-frias das grandes fazendas de cana-de-açúcar.5 b) 2 .5 .No Pará ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 281 .No Mato Grosso Em Minas Gerais .Em Tocantins No Rio Grande do Sul . .Em São Paulo .Na Bahia . .No Rio de Janeiro .2 . entre os sem-terra.2 .3 c) 3 .GEOGRAFIA Instrução: O mapa abaixo refere-se à questão de número 29.5 .

endêmicas e guerras. Entre as características físico-sociais das favelas. Carência de saneamento básico. como o Banco Mundial ou a Organização Mundial do Comércio. 282 . Canadá. Assinale a afirmativa correta a respeito das associações. devido às grandes diferenças lingüísticas entre as diversas nacionalidades. a) b) c) d) e) Alto índice de mortalidade infantil. A geografia da população tem por objetivo estudar os aspectos demográficos de distribuição e mobilidade da população em nível mundial e regional. México e Groenlândia. endêmicas e guerras. o G7. ambos considerados oficialmente parceiros comerciais. infecciosas e o tabagismo. entre outros fatores. c) O Grupo dos sete países mais ricos. relacionadas abaixo. entre as causas principais das grandes mortalidades do passado estão as doenças a) b) c) d) e) epidêmicas. degenerativas. mas sem barreiras à circulação de mercadorias e pessoas entre os países. degenerativas. d) Os dois novos países membros do Mercosul são Chile e Equador. assinale a INCORRETA. nenhuma tem um caráter tão regional quanto a ONU. b) A União Européia caracteriza-se por ser uma associação que busca a formação de uma Federação de Estados. a) Entre as várias organizações que congregam os diversos países. infecciosas e endêmicas.GEOGRAFIA UFRGS 31. bem como o crescimento demográfico ao longo da história da humanidade. o tabagismo e guerras. 32. Neste particular. Significativo adensamento populacional. A urbanização acelerada ocorrida no Brasil durante os anos 50 e 60 provocou. 33. associação de livre comércio formada por Estados Unidos. degenerativas. População empregada na economia informal. funciona como um comitê que encaminha decisões prévias à OTAN ou seus organismos subjacentes. e) O NAFTA. blocos ou organizações internacionais. cada um com sua autonomia. não tem apresentado viabilidade de união política. Ocupações regulares de terrenos públicos e privados. o surgimento de favelas nas grandes cidades. fato que viabilizou o rápido aceite de suas participações pelos demais. infecciosas.

35. IV .Na região A. Recentemente (setembro de 1996). UFRGS 34. A respeito das regiões A e B. o governo norte-americano atacou tropas iraquianas que invadiram a área ocupada por este povo. entre as economias de alta renda encontram-se os países exportadores de petróleo. A parte sombreada do mapa acima mostra a área ocupada por uma etnia que luta para conquistar sua autonomia e constituir um país numa região rica em petróleo. Quais estão corretas? a) Apenas II e III b) Apenas II e IV c) Apenas I e IV d) Apenas I. II e III e) Apenas I. indicadas no mapa. Que povo é este? a) b) c) d) chechenos palestinos chipriotas curdos d) curdos e) bósnios Instrução: O mapa abaixo refere-se à questão de número 35.GEOGRAFIA Instrução: O mapa a seguir refere-se à questão de número 34.Na região B. encontram-se os países em que mais da metade da renda nacional está concentrada no segmento constituído pelos 20% mais ricos da população. III . encontram-se os países em que mais da metade da renda nacional está concentrada no segmento constituído pelos 20% mais ricos da população. encontram-se as economias de mais elevado PNB e de maior consumo de bens industriais. I .Na região B. II . são feitas as seguintes afirmações.Na região A. II e IV 283 .

em virtude da urbanização e da agricultura. ao término da Guerra de Secessão. julgue os itens seguintes. na coluna I. Com relação a esses impactos. como conseqüência das atividades humanas. (2) Espera-se um maior índice de precipitação pluviométrica em virtude do aumento dos processos de evaporação e de transpiração. na coluna II. (2) Nos ecossistemas lacustres. (2) A economia pós-industrial norte-americana assenta-se no domínio do capital financeiro. Itens Errados. julgue os itens abaixo. julgue os itens que se seguem. para as devidas marcações. Use. na expansão dos serviços e do comércio e na transferência da força de trabalho do setor secundário para o terciário. (1) São previsíveis inundações mais intensas nas épocas chuvosas. causando impactos de diversas naturezas. Com o auxílio desta afirmação. posteriormente. a Folha de Respostas. modificará o tempo de permanência da água na bacia hidrográfica. no sentido oeste-leste. o desenvolvimento industrial norte-americano foi protegido por elevadas taxas alfandegárias e financiado pelas exportações agrícolas. (0) A ocupação histórica do território norte-americano teve como foco inicial a costa do Pacífico. de maneira geral. produzido por processos geológicos e biológicos.GEOGRAFIA Nas questões de 1 a 15. 284 . (1) No seu início. (0) O desmatamento. que destruiu o poder político do Sul e promoveu a unidade social e econômica da nação. Questão 1 A estrutura espacial do território norte-americano originou-se da modernização industrial. alterando os componentes do balanço hídrico. Partindo desta afirmação. realizando-se. (0) Uma forma de degradação física é o assoreamento produzido por um aumento de sedimentos nos rios que alimentam os lagos. a fotossíntese ocorre na zona profunda. a Folha de Rascunho e. (1) A eutrofização dos lagos é um processo natural e lento. sob a hegemonia das elites do Norte. marque: UnB Itens Certos. portanto. Questão 3 Sabe-se que o desmatamento produz conseqüências sobre o clima da região amazônica. Questão 2 A qualidade das águas dos lagos — naturais ou artificiais — é suscetível à deterioração.

o comércio exterior representa a maior parcela da riqueza nacional. (2) A área que representa um terreno. 285 . julgue os itens abaixo. aumenta à medida que aumenta a escala deste. (1) No início do século. econômicos e políticos. (0) A escala de um mapa pode ser determinada a partir da comparação da distância real entre dois pontos do terreno com a respectiva distância gráfica no mapa. representa uma mudança nos limites físicos. (1) Uma escala será tanto maior quanto menor for o valor do denominador da fração que representa. Questão 6 Em Geografia. (2) A baixa qualidade do carvão mineral e uma estrutura de transporte deficiente foram fatores que dificultaram a produção e o consumo desse recurso energético brasileiro. As prioridades geopolíticas do Chile explicam a sua adesão ao Mercosul. Mercosul. (0) (1) (2) (3) No Brasil. (0) Nas sociedades primitivas. Questão 5 A criação do Mercado Comum do Sul. o petróleo supria a totalidade das necessidades mundiais de energia. a escala expressa a relação existente entre as dimensões apresentadas nos mapas e os seus valores reais correspondentes. no mapa. (3) Do ponto de vista ambiental. a fonte de energia básica é a força muscular de seus integrantes. julgue os itens a seguir. (3) Um centímetro em mapas de escala 1:12. É na verdade a superação da escala nacional. Partindo desta afirmação. A posição geográfica do Uruguai determina a sua condição de elo entre as principais potências do Cone Sul. Com relação a esse processo de integração.GEOGRAFIA Questão 4 UnB O consumo de energia é determinado pelo modelo de desenvolvimento econômico e social adotado em cada país.500 corresponde a 125 km. no terreno. O núcleo geoeconômico do Mercosul é a região platina. Com o auxílio desta afirmação. o programa governamental Proálcool favoreceu o desequilíbrio ecológico ao fomentar a prática da monocultura. julgue os itens a seguir. no terreno.

na divisão internacional do trabalho. matérias-primas ou manufaturados. como. (2) As regiões do globo que concentram maior atividade produtiva tendem a canalizar para si o fluxo mais intenso de capitais e de mercadorias. (0) No Brasil. matérias-primas e combustíveis e sobre bens de capital. julgue os itens seguintes. incluindo o proprietário e seus dependentes. (3) Atualmente. (0) A dimensão de um módulo rural é fixada de acordo com a região e o tipo de exploração. (4) A queimada é uma prática agrícola rudimentar. orientam as suas atividades para a produção de gêneros alimentícios como forma de garantir o abastecimento da maioria da população. (1) A expansão da fronteira agrícola. a indústria de autopeças cresceu apoiada nas demandas criadas pelas empresas multinacionais do setor automobilístico. julgue os itens que se seguem. conflitos e degradação ambiental em seu espaço rural.GEOGRAFIA Questão 7 UnB Com relação à divisão internacional do trabalho e aos fluxos internacionais de capital e de mercadorias. a partir dos anos 70. 286 . (3) As grandes propriedades. que trabalham sem remuneração. pelos produtos que exportam ou importam. Com referência à atividade agrícola no país. Questão 8 Apesar de o Brasil possuir recursos naturais e humanos indispensáveis à implantação de uma importante e próspera agricultura. em geral. (2) A organização do trabalho nos minifúndios baseia-se fundamentalmente na família. por exemplo. propiciou uma reforma na estrutura fundiária e uma distribuição mais justa de terras. (1) O peso das importações brasileiras recai sobre produtos básicos. (4) O Brasil é um país de industrialização recente devido ao rápido crescimento industrial ocorrido somente após a Segunda Guerra Mundial. já erradicada do país. não faltam distorções. os países são classificados.

uma vez que a vida terrestre depende da energia solar. (2) Os raios solares que incidem na superfície da Terra o fazem em diferentes ângulos de incidência. como a Nigéria e o Congo. de acordo com a latitude. 14/7/96. era dono de 14. como o maior pólo industrial do país. com o aumento da escolaridade e com o acesso à informação e aos meios contraceptivos. (1) Na região Sul do país. (0) As causas verificadas para o declínio da fertilidade no mundo estão fortemente correlacionadas com a urbanização. há 26 anos.GEOGRAFIA Questão 9 UnB Em 1970.7% das fábricas brasileiras. em conjunto. p. julgue os seguintes itens. Com efeito. (2) Países da África. (0) Essa desconcentração industrial deve-se basicamente ao que se chama de deseconomia de escala. com as mudanças estruturais na força de trabalho. verifica-se um arrefecimento nas atividades industriais. D’Amorin.2% em 1990. que alteram constantemente a sua posição em relação ao Sol. 26. 287 . da Lua e das estrelas é oposto ao verdadeiro sentido da rotação terrestre. (1) A variação da exposição da Terra à luz solar influencia o movimento dos ventos. julgue os itens a seguir. (1) A queda na taxa de mortalidade tem sido um fenômeno observado exclusivamente em países desenvolvidos. essas mudanças refletem transformações no que diz respeito à fertilidade e à mortalidade que. Com o auxílio das informações contidas na citação acima. (3) Isenção de impostos. Questão 10 A partir de 1950. quantidade que caiu para 26. (0) O movimento aparente do Sol. Com relação à variação das taxas de mortalidade e de fertilidade mundiais. determinam o crescimento da população mundial. infra-estrutura urbana e oferta de energia estão entre os atrativos oferecidos pelos estados para a instalação de indústrias em seus municípios. (2) No contexto industrial brasileiro. a grande de São Paulo tinha 43. julgue os itens abaixo. em função de alta taxa de mortalidade existente. em função da transferência de empresas para o interior paulista. A respeito dos movimentos de rotação e de revolução da Terra. Duas décadas depois. estão entre os que apresentam as menores taxas de crescimento populacional no mundo. relativos à industrialização brasileira. São Paulo perdeu lugar para Minas Gerais. as taxas de crescimento populacional mundial e regionais exibem consideráveis mudanças de grande impacto no ambiente social e físico dos países. Questão 11 A inter-relação funcional entre o Sol e a Terra é de vital importância.5% das indústrias do país. hoje. Sheila Marcha para o Interior In: Correio Braziliense. que desponta. o que se traduz em diferentes quantidades de absorção de calor por parte da Terra. a região [o interior paulista] tem 23% das plantas de transformação operando no país. O interior [de São Paulo].

julgue os itens seguintes. Julgue os itens a seguir. elimina-se a hegemonia de nações ou centros de poderio econômico. duas características marcam a região: climas áridos e semi-áridos e a existência de relevo acidentado na sua porção setentrional. a globalização de mercados avança sobre fronteiras entre países. (0) A Floresta Amazônica brasileira. (2) A importância estratégica da região está no fato de haver áreas grandes produtoras e exportadoras de petróleo. Questão 13 O artigo 225 da Constituição Federal do Brasil declara que “Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado. a Mata Atlântica. o Pantanal MatoGrossense e a zona costeira são considerados patrimônio nacional. Com base nas políticas ambientais do país. relativos à região destacada. (1) As florestas e as demais formas de vegetação natural localizadas ao redor de lagoas. (1) A região é conhecida como o mundo árabe islâmico. Se. bem como de possuir rotas de navegação importantes para o mundo. em hipótese alguma. (2) Aquele que explorar recursos minerais está obrigado a recuperar o meio ambiente degradado. Tais características tiveram importância nas estratégias utilizadas em vários conflitos nela ocorridos. Com referências às atuais tendências. como a que apresenta maior crescimento em todo o mundo. em face do processo de globalização. Questão 14 Observe o mapa ao lado. são consideradas de preservação permanente. a regionalização cria barreiras com o objetivo de proteger. por outro.. lagos ou reservatórios de água — naturais ou artificiais —. na qualidade de vida. por um lado. a Serra do Mar.”. ser desmatadas. com certeza. como forma de proteção contra a erosão. julgue os itens que se seguem. entre as grandes religiões.GEOGRAFIA Questão 12 UnB Globalização e regionalização são processos em curso no mundo. (0) Do ponto de vista natural. 288 . a diminuição da discrepância.. o que significa que deveriam permanecer intactos. (0) Na chamada nova ordem mundial. (3) Os conflitos religiosos existentes têm desdobramentos fora dos limites geográficos da região. [sendo este] bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida. (2) Um efeito positivo da globalização tem sido. tecnológico e político-administrativo. entre a população dos países pobres e a dos países ricos. não podendo. Nos últimos anos. (1) Um fato resultante da regionalização é a ocorrência da produção e do consumo em um mesmo lugar. o islamismo tem sido apontado. de fortalecer as grandes zonas internacionais estabelecidas.

combinada com aumentos graduais da expectativa de vida. (2) A redução do peso relativo da população jovem. (0) A região Nordeste. ainda hoje. pelo uso de anticoncepcionais. (3) O número médio de filhos das mulheres brasileiras vem se reduzindo.GEOGRAFIA Questão 15 UnB O conhecimento das tendências demográficas de um país merece ser objeto de estudo. julgue os seguintes itens. em razão das suas implicações nas demandas por políticas públicas. (1) Nas regiões Norte e Centro-Oeste são aquelas que apresentam os menores saldos positivos migratórios. em função do declínio da fecundidade. De acordo com a análise dos resultados do Censo Demográfico de 1991 e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNDA) de 1992 e 1993. pode ser considerada como uma região na qual se verifica perda de população. 289 . entre outras causas. culminou na diminuição da participação de adultos e idosos no total da população brasileira.

II-2. b) polares.580 16. I-3. V-1. pelo número de países colocados entre os nove de melhor desempenho econômico.600 18. . II-2. em 1992.650 20. No mapa do Brasil.220 Fonte: Vesentini. c) Americano. V-3.686 3.460 3. um continente se destacava. 1996.GEOGRAFIA 1.920 23.161 1. Trata-se do Continente a) Europeu. e) Euro-Asiático.A Nova Ordem Mundial. o Planalto Atlântico obriga a elevação dos ventos vindos do oceano carregados de umidade. Observe a tabela.W. d) Africano. c) mediterrâneas. III-3. Assinale a alternativa que apresenta a correspondência correta entre os tipos climáticos e as paisagens vegetais. Observe o mapa e as gravuras.338 1. o vapor da atmosfera se condensa e se precipita em forma de chuva.750 21. III-2. II-1. III-1. PAÍSES PNB TOTAL RENDA PER CAPITA (bilhões de dólares) (em dólares) Estados Unidos Japão Alemanha França Itália Reino Unido Canadá Espanha Rússia 5. 3. No Brasil. V-2.517 1. IV-2. III-3. IV-3. Editora Ática. UNESP F A S E 1 2.072 964 569 487 480 22.560 26. Com a crise verificada no mundo socialista. a) b) c) d) e) I-1. Ao encontrar camadas mais frias de ar. As maiores economias do mundo . II-3. 290 . b) Asiático. d) orográficas. e) térmicas. Estas características individualizam as chuvas a) frontais.1992. J. os algarismos romanos indicam os tipos climáticos e as gravuras numeradas de 1 a 3 representam alguns tipos de vegetação.260 12.

emigração e alta esperança de vida. desnutrição e imigração. nível recorde de 16. a de tentar despertar terra sempre mais extinta. de emboscada antes dos vinte (de fraqueza e de doença é que a morte severina ataca em qualquer idade. os meses correspondentes ao ano de 1995 apresentaram as maiores taxas de desemprego.363. emigração e escassez de água. Mas.000 pessoas. Solo pedregoso. totalizando 1. Pesquisas da Fundação Seade e do Dieese mostram que na região metropolitana de São Paulo a taxa de desemprego atingiu. de João Cabral de Melo Neto . a) b) c) d) e) Açudes. UNESP F A S E “. roçado e imigração. imigração e doenças. No Brasil. 291 . e até gente não nascida). o desemprego é um dos maiores problemas enfrentados pela população.2%. 5. a de querer arrancar algum roçado da cinza. mesma morte severina: que é a morte de que se morre de velhice antes dos trinta. Assinale a alternativa que melhor expressa tal realidade. os meses de agosto/95 e janeiro/96 foram os que apresentaram os maiores índices de desemprego. sem trabalho. Solo pedregoso. a taxa de desemprego acelerou-se abruptamente no último quadrimestre do período considerado. Leia o texto. para que me conheçam melhor Vossas Senhorias e melhor possam seguir a história de minha vida.GEOGRAFIA 4. conclui-se que: a) b) c) d) e) a elevação da taxa de desemprego foi sempre contínua no período considerado. Escassez de água.retrata a realidade do nordeste do Brasil. o último trimestre considerado revela as menores taxas de desemprego do período.Morte e Vida Severina. Desnutrição. GRANDE SÃO PAULO – Taxa de desemprego – 1995/96 Pelas informações do gráfico.. em idade ativa. em maio de 1996. morremos de morte igual. 1 Esta pequena parte do Auto de Natal pernambucano . Somos muitos Severinos iguais em tudo e na sina: a de abrandar estas pedras suando-se muito em cima. E se somos Severinos iguais em tudo na vida.. passo a ser o Severino que em Vossa presença emigra”.

EM 1990. e) Equatorial. BRASIL. a) A sazonalidade do trabalho é responsável pelo menor valor percentual de pessoas com rendimento inferior a um salário mínimo apresentado pela região sul. c) Temperado. O gráfico representa a distribuição da temperatura e da pluviosidade em Bombaim. e) Depois do nordeste. Fonte: IBGE/PNAD – 1990. Índia. era a região norte que apresentava o maior percentual de pessoas recebendo menos de um salário mínimo por 40 horas de trabalho. PERCENTUAL DE PESSOAS QUE TRABALHAVAM 40 HORAS SEMANAIS OU MAIS COM RENDIMENTO DE TRABALHO INFERIOR A 1 SALÁRIO MÍNIMO EM RELAÇÃO À POPULAÇÃO OCUPADA. o centro-oeste apresenta o mais elevado percentual de pessoas com rendimento de trabalho inferior a um salário mínimo.GEOGRAFIA UNESP F A S E 6. d) Mediterrâneo. Assinale a alternativa que indica o tipo climático característico da área onde se localiza a referida cidade. 1 7. 292 . Examine o gráfico e assinale a alternativa correta. b) O percentual de pessoas com rendimento inferior a um salário mínimo registrado na região sudeste indica que ela era o pólo de atração das pessoas que almejavam melhores salários. c) Por ser uma região de desenvolvimento recente. b) Semi-árido. a) Monçônico. d) O maior valor percentual registrado na região nordeste significa que ela era um pólo de atração para os trabalhadores que buscavam melhor remuneração.

Europa. América do Norte e Ásia. Predominantemente branca. 293 . Debates realizados no Habitat 2. Ásia. ex-URSS e América Latina. com altas taxas de mortalidade infantil. Assinale a alternativa que indica corretamente as principais características da população australiana. América do Norte. Turquia (1996). De origem americana. Europa.GEOGRAFIA UNESP F A S E 8. 9. urbana. América Latina. Oceania e África. numerosa e bem distribuída no espaço. De origem britânica. a) b) c) d) e) Predominantemente branca. a) b) c) d) e) Ásia. Oceania e África. urbana. sendo responsáveis por 54% do monóxido de carbono lançado na atmosfera. com elevada esperança de vida.6 trilhão de toneladas de CO por ano. ex-URSS e América Latina. rural. 1 Assinale a alternativa que indica corretamente as áreas que estarão em situação mais crítica pela poluição por CO em 2010. Ásia. destacaram que os veículos particulares são os principais causadores de poluição. com altas taxas de natalidade. em Istambul. Calculou-se que na virada do século existam aproximadamente 600 milhões de carros circulando no mundo e a estimativa é que totalizem quase 800 milhões em 2010. o que signifca cerca de 1. numerosa e concentrada na porção centro-norte do país. De origem ameríndia. Observe o gráfico.

1 12. No período considerado. e) petróleo e gás natural. O mundo moderno conta com o transporte através de dutos. 294 . c) a maior movimentação financeira ocorreu no ano de 1991. Este sistema foi desenvolvido. c) gás natural e urânio. e) as áreas de pastagens cultivadas aumentaram continuamente no período considerado. b) petróleo e carvão. Examine o gráfico. Esses produtos são a) carvão e gás natural. O gráfico representa a evolução das áreas de pastagens naturais e cultivadas no Estado de São Paulo. É correto afirmar que a) o aumento contínuo das áreas de pastagens cultivadas está relacionado à criação intensiva de suínos. para transportar a longas distâncias dois produtos muito importantes para a economia neste final de século. principalmente. b) houve um contínuo crescimento no valor das exportações. no período de 1983/1994. c) o aumento contínuo das áreas de pastagens cultivadas está relacionado à criação intensiva de bufalinos. a) houve um contínuo déficit na balança comercial brasileira.GEOGRAFIA UNESP F A S E 10. 11. b) as áreas de pastagens naturais foram sempre o dobro daqueles ocupadas por pastagens cultivadas. d) os maiores saldos na balança comercial ocorreram em 1990 e 1993. d) o aumento da área de pastagens cultivadas está relacionado à criação intensiva de gado bovino. e) o menor valor de exportação brasileira verificou-se em 1992. d) níquel e petróleo.

Índia Seul. 1995 Tóquio. Japão Bombaim. Nigéria Xangai. China Los Angeles.4 21. EUA Cid. Indonésia São Paulo. os rios transbordam. Paquistão Pequim. Brasil Nova York.4 19. Japão São Paulo.2 20. 2 Estimativas feitas pela ONU indicam que no ano 2025 dois terços da população mundial estarão vivendo nas cidades.0 18.4 23. chegando. Índia Lagos. o capim brota formando extensas pastagens e.7 27. a) Qual é a área brasileira descrita e quais as características de sua vegetação? b) Como o homem aproveita economicamente essa região? 2. em milhões de habitantes. às vezes. entre 100 e 200 metros acima do nível do mar. que são característicos das referidas cidades. formam-se salinas naturais. Maiores Cidades do Mundo .4 12.4 11. em 1995. formando inúmeros lagos de muitos quilômetros. em alguns locais.GEOGRAFIA UNESP F A S E 1. Bangladesh Cid. México 2015 28. 1995.7 11. EUA Pequim.1 12. Coréia do Sul 26.000 km e é cortada por muitos rios.4 16. possivelmente. ocorrerão quanto à localização geográfica das maiores concentrações urbanas. Índia Xangai. 2 com área superior a 100. 295 .6 Tóquio.8 Fonte: ONU. inundando grandes áreas. China Calcutá. Na vazante. do México.8 20. não se localizavam nas áreas mais ricas do planeta.4 24. a) Identifique as cidades incluídas entre as 10 maiores do mundo que. Destaque três aspectos relacionados à qualidade de vida. México Bombaim. de setembro a abril.1995 e 2015.1 15.3 15. China Dacca.8 16. Observe a tabela. Brasil Karachi. b) Compare os dados de 1995 com a projeção feita para o ano 2015 e destaque as mudanças que. do México.6 15. China Jacarta. É formada por terrenos sedimentares recentes.6 19. a três metros de altura. Na estação chuvosa.

000 hab. 51. às vezes.000 a 100. Mais de 100. Esta riqueza não está igualmente distribuída pelos países que o constituem. 4. no meio de uma área seca encontramse terrenos mais úmidos.GEOGRAFIA 3. mas também por possuir mais da metade das reservas de petróleo do mundo.000 hab.000 hab. não só por ser uma região de passagem entre a Europa. a) Quais são os países do Oriente Médio que possuem as maiores reservas de petróleo? Por que a maioria de suas populações não se beneficia igualmente das divisas geradas por este importante recurso? b) Por que Arábia Saudita e Irã disputam a soberania sobre o Estreito de Ormuz? 5. que apresentam fontes d’água permanentes. Contudo. a) Descreva três causas e três conseqüências do processo erosivo. relacione a ocorrência de erosão urbana com a população dos municípios onde a situação é mais crítica. a) Como se denominam e como se formam essas áreas mais úmidas no Sertão Nordestino? b) Como elas são aproveitadas economicamente? 296 . Observe o mapa e responda. A erosão. pois no clima semi-árido as longas estiagens secam o leito dos rios. tanto rural como urbana.1996 UNESP F A S E 2 POPULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS ONDE A SITUAÇÃO É MAIS CRÍTICA Menos de 20. O Oriente Médio é uma área estratégica do mundo atual. b) Com base no mapa. 1996.000 a 50. EROSÃO URBANA EM MUNICÍPIOS DO ESTADO DE SÃO PAULO .000 hab. O maior problema do Sertão Nordestino relaciona-se à água. Considere estas informações e responda. é um problema mundial que resulta das interações sociedade-natureza. a Ásia e a África. 20. 0 100 km Fonte: IPT.

De acordo com o padrão internacional de crescimento recomendado pela Organização Mundial de Saúde. em comparação com os níveis do Chile e da Costa Rica? b) Compare os percentuais encontrados na população rural das regiões brasileiras com os de Mali e Gana e explique seu significado. Analise a tabela. 1986). % a) Que fatores explicam a situação das regiões sudeste. A análise do crescimento infantil é uma das formas de avaliar o índice de desnutrição em um país.8 32. Porcentagem de crianças com baixa estatura no Brasil e alguns países-1989. a) Identifique os conjuntos de cidades considerando as amplitudes térmicas e os valores de umidade relativa do ar. percentuais de crianças de baixa estatura superiores a 3% indicam desnutrição da população infantil (OMS.2 31. b) Explique o fator responsável pela distribuição e características dos dados apresentados.6 21.2 8.6 35.3 32. 297 . Temperatura e Umidade Relativa em algumas capitais brasileiras em 1992. sul e centro-oeste.1 20. Brasil em Números.9 7. O gráfico representa este indicador nas áreas urbanas e rurais de regiões brasileiras e em alguns países em 1989.GEOGRAFIA 6. Capital Temperatura do Ar em °C Máxima Mínima Absoluta Absoluta 36.0 4. 1994. 7.0 Umidade Relativa em % UNESP F A S E 2 Goiânia Brasília Campo Grande São Luís Fortaleza 63 66 75 87 77 Fonte: IBGE.

a) Como se denominam estas faixas de areia e qual o estado brasileiro onde se localizam as maiores lagoas por elas formadas? b) Explique o processo de formação das lagoas. Fonte: Folha de S. . A transição da tecnologia maluca para a criação equilibrada será difícil. Junto com os produtores orgânicas. 14/04/96.O grande erro está na origem. silagem e proteínas vegetais advindas de campos isentos de produtos químicos. De herbívoros foram transformados em saprófitos. os orgânicos respondem por apenas 12 mil dos 3. incentivando os agricultores à necessária reversão tecnológica na criação de gado. formam-se lagoas. Deu na vaca louca. mas felizes. ou canibais. 298 . entre elas e o continente. transformando a pecuária numa espécie de fábrica. Enjaulados. E são irreversíveis. Vaca Louca ou Tecnologia Maluca? Francisco Graziano Neto UNESP F A S E Existe na Inglaterra um pequeno grupo de agricultores que está sendo beneficiado com a “doença da vaca louca”. Os antibióticos e uma parafernália de drogas entraram em ação. leis da natureza foram desprezadas. Nada de inseticidas. que foram considerados “sentimentais” porque mantiveram seus rebanhos pastoreando. herbicidas e adubos solúveis. … Métodos antinaturais. Numa triste indústria. A partir do sul de Santa Catarina até o extremo sul do país. que serão melhor tratados. . Paulo.. na tecnologia de produção do gado europeu. Nesse processo tecnológico.. Leia o texto e responda. a planície litorânea alarga-se. Ótimo para os pecuaristas. quando acrescentadas. visando unicamente e rentabilidade imediata. São 200 produtores de carne e leite que conduzem seu rebanho segundo as regras da agricultura orgânica. 2 a) A que etapa do processo de modernização da agricultura o autor está se referindo? Que setor da agricultura está sendo alvo desse processo? b) Que alternativa é apontada pelo autor para enfrentar as conseqüências danosas decorrentes de tal processo? 9. onde se exige o pastoreio natural e. Dependerá do comportamento dos consumidores e da luta dos ambientalistas. cérebros de boi. passaram a comer restos de aves. Aparecem faixas de areia depositadas paralelamente ao litoral e. Entre 140 mil pecuaristas ingleses. O estresse aumentou e as doenças atacaram. mudando a paisagem. que serão melhor alimentados. Excelente para os humanos.. Dependerá da ação do governo. que se livrarão dessas doenças terríveis.. Mas que ninguém duvide: os novos rumos da pecuária européia estão traçados. A BSE (Bovine Spongiform Encephalophthy) está causando a maior crise da pecuária inglesa. alcunhado de moderno.GEOGRAFIA 8.3 milhões de reses abatidas anualmente. poucos vêem o sol. Bom para os animais. milhares de pequenos agricultores familiares.. não pastam mais. foram sendo introduzidos na criação animal.. Tudo foi se artificializando. Poucos. vísceras de carneiro. se fortalecerão no campo. Os animais foram confinados.

desenvolvimento da vida urbana através das atividades comerciais. cuja autonomia e jurisdição variaram em diversos momentos da colonização. 299 . Entre os séculos XV e XVIII. substituição da produção das manufaturas pelo sistema de corporações de ofícios. caracterizou-se por: a) acentuar o espírito crítico do homem através do desenvolvimento da ciência experimental. e) confirmar os fundamentos lógicos e empiristas da filosofia escolástica em sua crítica aos dogmas católicos medievais. supremacia das rotas terrestres e mediterrâneas no comércio com o oriente. e) As necessidades de conquista do território generalizaram a prática de conceder total autonomia administrativa aos que dirigiam expedições de desbravamento. fortalecimento dos laços de servidão e vassalagem. a transição do feudalismo para o capitalismo. Assinale a opção que expressa corretamente uma característica dessa administração. ocorrida na Europa Moderna entre os séculos XVI e XVII. as invasões do nordeste brasileiro pelos holandeses estavam relacionadas às mudanças do equilíbrio comercial entre os países europeus porque: a) a Holanda apoiava a união das monarquias ibéricas. c) Os Governadores Gerais tiveram função essencialmente militar. A administração colonial portuguesa no Brasil se organizava em vários níveis. 2. reportando-se diretamente ao Rei. por exercerem as funções policiais e judiciárias. principalmente após o período pombalino. c) as Companhias das Índias Orientais e Ocidentais monopolizavam o escambo do pau-brasil. 3. d) As autoridades judiciárias como os Juízes. d) os holandeses tinham grandes interesses no comércio do açúcar. c) comprovar a tese de um universo geocêntrico contrária à explicação tradicional aceita pela Igreja Medieval. mantendo-se com os Donatários o controle da administração fiscal e tributária.HISTÓRIA CESGRANRIO 1. no mundo ocidental. entre as quais identificamos corretamente a(o): a) b) c) d) e) fragmentação da propriedade fundiária senhorial e monárquica. engloba um conjunto de transformações econômicas e sociais. No século XVII. b) a aproximação entre Portugal e Holanda era uma forma de os lusos se liberarem da dependência inglesa. fortalecendo assim as idéias racionalistas. b) reforçar as concepções antinaturalistas surgidas nos primórdios do Renascimento. e) Portugal era tradicionalmente rival dos holandeses nas guerras européias. 4. d) negar os valores humanistas. A Revolução Científica. a) Há crescente centralização e reforço da autoridade dos governadores e vice-reis no século XVIII. Ouvidores e Ministros dos Tribunais eram independentes. b) As Câmaras Municipais sempre foram o principal núcleo de poder da colônia.

a) Instituição do Ato de Supremacia. b) A região missioneira no sul constituiu um caso à parte. por Carlos II. A formação do território brasileiro no período colonial resultou de vários movimentos expansionistas e foi consolidada por tratados no século XVIII. Durante o século XVII. b) protecionismo alfandegário através de proibições das exportações que visava ao equilíbrio da balança comercial do Estado. 7. Assinale a opção que relaciona corretamente os movimentos de expansão com um dos Tratados de Limites. foi consolidada nos Tratados de Utrecht. caracterizou-se por um(a): a) liberalismo econômico como forma de manutenção da aliança política do Rei com os segmentos burgueses. c) O Tratado de Madri revogou o de Tordesilhas e deu ao território brasileiro conformação semelhante à atual. só resolvido a favor de Portugal com a extinção da Companhia de Jesus. o Mercantilismo. e) restrição dos privilégios senhoriais relacionados à participação da nobreza no comércio ultramarino e nas companhias comerciais do Estado. tais como a Companhia das Índias Orientais e das Índias Ocidentais. c) intervencionismo estatal nas atividades comerciais lucrativas que proibiu a concessão de monopólios a grupos privados. reuniu práticas e doutrinas que. encerrando as guerras religiosas. por Henrique VIII. e) Os Tratados de Santo Ildefonso e Badajós consolidaram o domínio português no sul. d) Extinção da monarquia parlamentar constitucional com a vitória dos segmentos liberais e burgueses na Revolução Gloriosa. 300 . que a consolidaram como uma potência de projeção mundial nos séculos seguintes. a) A expansão da fronteira norte. impulsionada pela descoberta das minas de ouro. A política econômica do Estado Absolutista. que criou a Comunidade Britânica (Commonwealth).HISTÓRIA CESGRANRIO 5. c) Declaração do Ato de Tolerância. d) O Tratado do Pardo garantiu a Portugal o controle da região das Missões e do rio da Prata. passando a incluir a região platina. e) Promulgação dos Atos de Navegação durante a República Puritana liberada por Oliver Cromwell. que instituiu o catolicismo como religião oficial. 6. por Guilherme III. d) expansão do poderio naval como garantia das comunicações marítimas entre as metrópoles e seus impérios coloniais. Marque a opção que apresenta corretamente um dos fatores que se encontram na origem dessa posição preponderante. b) Restauração do Absolutismo inglês e sua política expansionista com a dissolução do Parlamento controlado pela nobreza conservadora. em suas diversas modalidades entre os séculos XVI e XVIII. ocorreram diversas transformações políticas e econômicas na Inglaterra.

dos Municípios. em 1808. a) Na Argentina. 9. acelerou transformações que favoreceram o processo de independência. 301 . derrotado. os comerciantes portenhos aliados ao líder militar Manuel Belgrano extinguiram os Cabildos e as Juntas Governativas. A Constituição imperial brasileira. de vários órgãos estatais e de melhoramentos como estradas. A transferência da corte portuguesa para o Brasil. Higgins que. promulgada em 1824. c) laicização do Estado por influência das idéias liberais. c) No México. a um desses movimentos. política das Cortes portuguesas de apoio à autonomia colonial. a conquista da independência não encerrou o poder personalista dos caudilhos. sobrevivendo à monarquia mexicana até o advento da Revolução Zapatista. principalmente. Marque a opção que se refere. e) No Uruguai. controladas por representantes da Coroa Espanhola. mas fortaleceu os segmentos burgueses atuantes em Montevidéu. tornando-se este último o primeiro presidente perpétuo da República Peruana. exilou-se na Venezuela. podemos citar corretamente a(s): a) b) c) d) e) ampliação do território com a incorporação definitiva de Caiena e da Cisplatina. implantação. Entre essas transformações. com exceção dos escravos. restrições comerciais implantadas por interesse dos comerciantes portugueses. aliada aos espanhóis da metrópole. b) ampla participação política de todos os cidadãos. 10. corretamente. a forte presença militar inglesa aquartelada no norte do país impediu o avanço do movimento de independência formado por segmentos populares liderados por Bernardo O. d) No Peru.HISTÓRIA CESGRANRIO 8. e) autonomia das Províncias e. b) No Chile. diversos movimentos pela independência eclodiram nas colônias espanholas da América. que ocupava os altos cargos da administração colonial. reconhecendo-se a formação regionalizada do país. favorecendo-lhe a expansão econômica. marcando a luta de seus povos contra o domínio da metrópole Ibérica. a elite “criolla”. Na primeira metade do século XIX. proclamou Fernando VII da Espanha como Imperador do México. o principal centro de resistência espanhola tornou-se independente após a tomada conjunta de Lima pelos exércitos de Bolívar e San Martin. estabeleceu linhas básicas da estrutura e do funcionamento do sistema político imperial tais como o(a): a) equilíbrio dos poderes com o controle constitucional do Imperador e as ordens sociais privilegiadas. d) predominância do poder do Imperador sobre todo o sistema através do Poder Moderador. redução da carga tributária sobre a colônia. na colônia.

a difusão da Revolução Industrial alterou as condições de vida nas diversas áreas atingidas pelo processo de industrialização. d) A criação da União Alfandegária (Zollverein) entre os estados alemães desenvolveu a industrialização e a economia da Confederação Germânica. 302 . 12. e) Ambos os processos unificadores resultaram da derrota dos movimentos nacionalistas locais frente à reação das forças monárquicas reunidas pelo Congresso de Viena. formulada pelo marxismo científico. Ao longo do século XIX. d) acelerada criação de indústrias de base que não utilizavam trabalho escravo. sendo contrário aos interesses econômicos da burguesia do Piemonte e do norte do país. c) Na Alemanha. a) Na Itália. e) política contrária à escravidão. b) restrição de diversos países europeus à imigração de seus excedentes nacionais. Dentre as propostas dessas doutrinas sociais.HISTÓRIA CESGRANRIO 11. b) Na Itália. identificamos corretamente a: a) crítica da propriedade privada. c) forma pacífica como foi encaminhada a Abolição. com o apoio do Papa Pio IX. opondo-se à política separatista da Prússia de Guilherme I. a proclamação da República por Giuseppe Garibaldi. Bismarck implementou a unificação com a ajuda econômica e militar do Império Austríaco. o que fez surgirem novas concepções e doutrinas comprometidas com o desenvolvimento ou com a reforma da sociedade capitalista. principalmente após o fim do tráfico negreiro. defendida pelos socialistas utópicos. sendo o sufrágio universal censitário o único meio de o proletariado alcançar o poder. permitindo a utilização do antigo escravo como trabalhador livre. 13. Na segunda metade do século XIX. culminando na unificação política com a criação do Segundo Reich (império) Alemão. e) opção pela democracia partidária. de trabalhadores livres na economia brasileira está ligada à: a) crise da escravidão. a introdução. líder do movimento carbonário e republicano. Assinale a opção que apresenta uma afirmativa correta sobre o processo de unificação da Alemanha (1871) e da Itália (1870). pregada pelo movimento anarquista. o movimento unificador difundiu-se a partir da cidade de Roma. b) submissão integral do trabalhador ao capital. de forma crescente. d) subordinação do cidadão a um Estado totalitário. estabilizou economicamente o país. expressa pela doutrina social da Igreja. permitindo a fixação das fronteiras internacionais italianas e sua unificação interna. na Rerum novarum. c) defesa da livre associação dos trabalhadores em corporações e sindicatos profissionais. adotada pelo governo imperial ao longo de toda a sua história. proposta pelo liberalismo doutrinário.

d) a mobilização de setores militares. O envolvimento do Brasil na Segunda Guerra Mundial. o que lhes garantiu o apoio das oligarquias agrárias. surgida com o processo de industrialização. b) a insatisfação dos setores médios urbanos com o domínio do processo político pelas oligarquias agrárias. estímulo à política de criação de empregos com grandes investimentos em infra-estrutura. e) posição contrária ao federalismo adotada pelos republicanos. favorável aos aliados. 17. proibição da emissão monetária. vários fatores contribuíram para provocar a queda da monarquia. d) expansão da lavoura cafeeira e da indústria. b) mobilização dos grupos de inspiração fascista. em 1889. como os integralistas. No período da chamada “crise do Império”. que privilegiou a industrialização. b) conflito entre o Império e a Igreja. dentre os quais se destaca o(a): a) envolvimento continuado do Império em conflitos externos. contra o regime. e) as dissidências oligárquias. que apoiavam o Estado Novo. ao lado dos países aliados. c) incompatibilidade de amplos setores do Exército com a monarquia. d) interesse do Brasil em se colocar como líder hegemônico dos países americanos. 16.HISTÓRIA CESGRANRIO 14. significou um(a): a) b) c) d) e) combate ao liberalismo através da contenção dos níveis de consumo interno. o que provocou o recrudescimento da economia. o que estabilizou as finanças públicas. o que impediu o crescimento da inflação. a partir de 1870. 303 . 15. redução acentuada dos gastos governamentais. c) posição dos partidos majoritários no Congresso Nacional. principalmente dos oficiais mais jovens. principalmente na região platina. implementada nos Estados Unidos pelo presidente Franklin Roosevelt. guarda relação com questões internas como a(o): a) importância crescente dos mercados alemães e japoneses para os produtos brasileiros. retração da produção industrial. simbolizado na construção da usina de Volta Redonda. ampliando o uso da mão-de-obra escrava. e) apoio dos Estados Unidos ao projeto de industrialização. A política do “New Deal” (1933-39). c) a crescente organização e mobilização da classe operária. entre as quais NÃO podemos incluir: a) o abandono dos setores agrícolas pelo governo. que era simpática às novas idéias filosóficas como o positivismo. materializadas na formação da Aliança Liberal. A Revolução de 1930 pode ser relacionada a várias transformações da sociedade brasileira.

d) formação de megablocos político-econômicos que favoreceram a internacionalização dos fluxos de capitais. crises políticas e tensões sociais desencadearam um processo de construção do socialismo em diversos países. b) declínio da liderança política internacional das superpotências em virtude da transferência do controle de seus arsenais nucleares para a Assembléia Geral da ONU. a revolução comunista derrubou o regime imperial e expulsou os invasores japoneses da Manchúria. a vitória dos revolucionários castristas foi favorecida pela promulgação da Emenda Platt no Senado americano. c) Na China (1949). Nesse contexto. expresso na extinção da União Soviética. a) Na Iugoslávia (1944-45). c) revitalização das alianças militares estratégico-defensivas. O fim da Guerra Fria. o socialismo reformista. o que acarretou sua expulsão do movimento dos países não alinhados. reunificando as duas Coréias sob a tutela do Conselho de Segurança da ONU. o regime comunista implantado pelo Marechal Tito submeteu-se à hegemonia política e econômica soviética. acarretou um novo equilíbrio e o ordenamento das relações internacionais. tais como Cingapura e Malásia. em 1991. conforme os pactos políticos da Europa central e do leste. 304 . e) decadência econômica dos países da bacia do Pacífico que haviam mantido uma posição de neutralidade durante a Guerra Fria. reunindo os nacionalistas. Assinale a opção que apresenta uma afirmativa correta sobre a construção do socialismo no mundo do pós-guerra. a ruptura do acordo que unira os aliados vitoriosos gerou um ordenamento político internacional baseado na bipolaridade. b) Na Tchecoslováquia (1946). retomado na política de Brejnev. que regularizou o envio de armamentos aos guerrilheiros contrários à ditadura de Fulgêncio Batista. d) Na Coréia (1950-53).HISTÓRIA CESGRANRIO 18. encerrando a “Primavera de Praga”. a intervenção militar norte-americana impediu o avanço das forças revolucionárias comunistas que ocupavam o norte do país. baseado na descentralização e liberalização do sistema frente ao modelo stalinista. 19. e) Em Cuba (1959). Ao final da Segunda Guerra Mundial. foi interrompido pela repressão russa. tais como a da Comunidade Européia e a do Nafta. os “senhores da guerra” e os comunistas maoístas em um governo de coalizão que instituiu uma república popular no país. que se caracteriza por um(a): a) enfraquecimento dos movimentos nacionalistas regionais e das tendências de globalização na Europa ocidental.

305 . mantendo-se a prática de os governos brasileiros elaborarem programas de planificação econômica. favoreceu a indústria nacional. a) O II PND (Plano de Desenvolvimento) do Governo Geisel foi o instrumento de aceleração do crescimento econômico no chamado “milagre brasileiro”. A esse respeito. assinale a única afirmativa correta. Recentemente o Presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou um plano de metas a serem cumpridas pelo seu governo. as quais tiveram como ponto de partida a reforma agrária. restringindo a entrada de capitais estrangeiros no país. adotado no primeiro governo militar após 1964. d) O PAEG (Plano de Ação Econômica do Governo). b) O Plano Lafer (Plano Nacional de Reaparelhamento Econômico) do Segundo Governo Vargas visava incrementar a indústria de base e a ele se ligam as criações do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico) e da Petrobrás. c) O Plano Trienal do Governo João Goulart efetivou a implantação das “reformas de base”. e) O Programa de Metas do Presidente Juscelino Kubitschek privilegiou o apoio à produção agrícola e à integração do país através de amplo programa ferroviário.HISTÓRIA CESGRANRIO 20.

é correto afirmar que: a) nas áreas em que ela penetrou. respectivamente. e) macedônios e do Império Babilônico. a escravidão caracterizou-se essencialmente: a) por sua vinculação exclusiva ao sistema agrário exportador. Pelo contrário. c) nada teve a ver com o desenvolvimento das modernas economias capitalistas. 4. b) foi um fenômeno tão elitista quanto o Renascimento. menosprezados pelos portugueses. b) fenícios e do Império Cartaginês. permanecendo afastada das massas rurais e urbanas. 5. que eram chamados depreciativamente de mascates. b) ao orgulho ferido dos habitantes da vila de Olinda. d) ao choque entre comerciantes portugueses do Recife e a aristocracia rural de Olinda cujas relações comerciais eram. posteriormente. A chamada Guerra dos Mascates. não desapareceu com a Antigüidade porque a Igreja serviu de conduto para sua sobrevivência. é correto afirmar que o patrimônio greco-romano: a) b) c) d) e) só não sofreu perda maior devido à ação esclarecida de muitos chefes bárbaros. foi rejeitado pela Igreja. ocorrida em Pernambuco em 1710. constituindo a base econômica da sociedade. b) pelo incentivo da Igreja e da Coroa à escravidão de índios e negros. Do ponto de vista cultural. Trata-se dos: a) egípcios e do Império Romano. e) a uma disputa interna entre grupos de comerciantes. c) ao choque entre comerciantes portugueses do Recife e a aristocracia rural de Olinda pelo controle da mão-de-obra escrava.HISTÓRIA FUVEST F A S E 1. eles foram também conquistados e integrados a um novo império. na passagem da Antigüidade para a Idade Média. de credores e devedores. d) fundamentou-se nas doutrinas da salvação pelas obras e na falibilidade da Igreja e da Bíblia. d) por destinar os trabalhos mais penosos aos negros e os mais leves aos índios. c) persas e do Império Helenístico. c) por estar amplamente distribuída entre a população livre. dado o seu caráter pagão. perdeu-se quase completamente porque. mas não foram eles que acabaram por conquistar toda a Grécia. deveu-se: a) ao surgimento de um sentimento nativista brasileiro. foi rejeitado pelos bárbaros em razão do caráter cristão com que foi revestido pela Igreja. P R O V A 3. Sobre a Reforma religiosa. do século XVI. e) por impedir a emigração em massa de trabalhadores livres para o Brasil. à Holanda calvinista e à Inglaterra anglicana. em oposição aos colonizadores portugueses. 1 B 2. 306 . d) siracusanos e do Império Siciliota. obteve ampla adesão em todas as camadas da sociedade. escapou do desaparecimento graças à preservação fortuita de textos antigos. Ajudaram os espartanos a vencer os atenienses na Guerra do Peloponeso. e) acabou por ficar restrita à Alemanha luterana. No Brasil Colonial.

na ocupação do mundo árabe pelos europeus. certamente. que tudo querem subordinar à lei islâmica (Sharia). entre a segunda metade do século XIX e primeira do XX. b) sustenta. c) coincide com a crítica marxista ao materialismo sobre a existência do capitalismo na Nova Inglaterra. com base em Istambul.. Qual dos países abaixo. no início dos anos noventa. na Península Arábica. na expansão da civilização árabe. e) defende uma concepção consensual entre os historiadores sobre a origem do capitalismo. (Max Weber. durante a Idade Moderna. vieram para o Brasil aventureiros de toda espécie. que inviabilizaram a mineração. “(Em) Massachussetts o espírito do capitalismo estava presente antes do ‘desenvolvimento capitalista’ . e) a mineração contribuiu para interligar as várias regiões do Brasil.HISTÓRIA FUVEST F A S E 6. depois do fim da União Soviética. durante a Idade Média. Podemos afirmar que o período da mineração no Brasil que: a) atraídos pelo ouro. não passou por nenhuma das várias revoluções políticas que marcaram a Europa no século XIX ? a) Itália b) Espanha c) Inglaterra d) Alemanha e) França 9. Os movimentos fundamentalistas. a inversa daquela sugerida pelo ponto de vista materialista”. no estabelecimento do Império turco-otomano. Eles tiveram sua origem histórica: a) b) c) d) e) no desenvolvimento do Islamismo. a relação causal é. ao contrário do marxismo. que financiou sua exploração. d) diverge do marxismo ao defender a existência de uma fase de acumulação primitiva de capital.. são hoje muito ativos em vários países da África. neste caso. b) a exploração das minas de ouro só trouxe benefícios para Portugal. que o espírito capitalista foi o criador do capitalismo moderno. do Oriente Médio e da Ásia. 1 B P R O V A 7. tanto a Ocidente quanto a Oriente. na derrocada do socialismo. 307 . 8. d) o ouro beneficiou apenas a Inglaterra. A Ética e o Espírito do Capitalismo) A afirmação: a) valoriza a visão do materialismo sobre o desenvolvimento do capitalismo na Nova Inglaterra. c) a mineração deu origem a uma classe média urbana que teve papel decisivo na independência do Brasil. durante a Antigüidade. e foi fator de diferenciação da sociedade.

sem poder intervir no combate aos rebeldes. mais ou menos bem sucedida. e) foi uma tentativa. pois os dois movimentos tinham os mesmos objetivos. tendo por característica a utilização dos princípios do Iluminismo. durante a Primeira República. e) os acordos políticos. c) a participação maciça de escravos ao lado dos rebeldes contrastou com a apatia das massas indígenas. que agitou a Bahia entre novembro de 1837 e março de 1838. c) assemelhou-se à Guerra dos Farrapos. d) a Igreja Católica e os comerciantes abastados assumiram posições idênticas. Sobre o chamado despotismo esclarecido é correto afirmar que: FUVEST F A S E a) foi um fenômeno comum a todas as monarquias européias. e) foi dirigida pelo governo do Estado de São Paulo. no que diferia frontalmente das outras rebeliões do período. das monarquias européias reformarem estruturalmente seus Estados. 11. A política do café. todas elas amparadas por Planos de Defesa. ficou de mãos atadas. d) foram os burgueses europeus que convenceram os reis a adotarem o programa de modernização proposto pelos filósofos iluministas. d) aproximou-se. c) foi uma tentativa bem intencionada. enquanto o poder federal mantinha uma atitude distante e neutra. Sobre o processo de independência política da América Espanhola é possível afirmar que: a) diferentemente do Brasil. das demais rebeliões do período pela defesa do regime monárquico. embora fracassada. levados à frente pelas elites. sob domínio francês. d) atendeu exclusivamente aos interesses dos grandes grupos internacionais. 1 B P R O V A 308 . b) a Espanha. a favor da Coroa espanhola. através dos Planos de Defesa. tanto pela postura anti-escravista quanto pela violência e duração da luta. a longa guerra. sem alterá-las. a) tinha objetivos separatistas. que teve importante participação popular. garantiram aos menos privilegiados as reformas sociais pelas quais tinham lutado. e) pode ser vista como uma continuidade da Rebelião dos Alfaiates. fez emergir interesses sociais conflitantes. A Sabinada. b) foram os déspotas esclarecidos os responsáveis pela sustentação e difusão das idéias iluministas elaboradas pelos filósofos da época. a) chegou ao auge do protecionismo com o Convênio de Taubaté. b) procurou atender aos interesses dos cafeicultores através de constantes medidas de proteção ao produto. 12. c) pode ser equiparada à de outras produções agrícolas. de algumas monarquias reformarem. 13. em suas proposições políticas. passando depois a reger-se pelas leis do mercado. as estruturas vigentes. b) foi uma rebelião contra o poder instituído no Rio de Janeiro que contou com a participação popular.HISTÓRIA 10.

no início dos anos trinta. conseqüência da guerra fria. c) em conseqüência de uma aliança entre os nazistas e os comunistas. e) um efeito combinado positivo resultou da diversificação das exportações e do crescimento industrial. A Revolução Mexicana de 1910. pela aliança entre operários e camponeses. A ascensão de Hitler ao poder. pela linha insurrecional dos comunistas que pretendiam iniciar uma revolução a curto prazo. 1 B P R O V A 16. o Partido Comunista foi colocado na ilegalidade no Brasil. b) através de uma ação golpista cuja ponta de lança foram as forças paramilitares do partido nazista. 15. e) através de uma mobilização semelhante à que ocorreu na Itália. c) houve redução do consumo de bens e. pela forte presença de combatentes estrangeiros. facilitaram a retomada da economia. d) a partir de sua convocação pelo presidente Hindenburg. O Brasil recuperou-se de forma relativamente rápida dos efeitos da crise de 1929 porque: a) o governo de Getúlio Vargas promoveu medidas de incentivo econômico. Esta decisão se explica basicamente: a) b) c) d) e) pela bipartição do mundo em blocos antagônicos. foi possível equilibrar as finanças públicas. por um acordo firmado pela UDN. com isso. d) acordos internacionais. pelo apoio da Igreja aos sublevados. do ponto de vista social. 17. b) o país. Em 1947. ficou menos sujeito aos efeitos da crise. pela liderança de grupos socialistas. fixando um preço mínimo do café. por ser o Partido Comunista frágil e destituído de expressão social. o PSD e o PTB. com empréstimos obtidos no exterior. não tendo uma economia capitalista desenvolvida. ocorreu: a) pelas mãos do exército alemão que quis desforrar-se das humilhações impostas pelo Tratado de Versalhes. com a marcha de Mussolini sobre Roma. pelo desejo de acalmar as Forças Armadas que ameaçavam interromper o jogo democrático.HISTÓRIA FUVEST F A S E 14. 309 . caracterizou-se: a) b) c) d) e) pela intensa participação camponesa. para chegar uma coalizão governamental.

c) a vitória militar dos Estados Unidos na guerra fria tornou inviável a manutenção do regime. Qual das seguintes explicações explica. d) favoreceu o projeto de abertura do general Geisel. sinteticamente. por serem os intelectuais considerados adversários de regimes ditatoriais. tentando associar a conquista ao regime autoritário. e) por uma política seletiva através da qual só os adversários frontais do regime foram reprimidos. combinada com o fracasso da abertura controlada de Gorbachev.HISTÓRIA 18. A política cultural do Estado Novo com relação aos intelectuais caracterizou-se: a) pela repressão indiscriminada. c) propiciou uma operação de propaganda do governo Médici. d) pelo desinteresse com relação aos intelectuais. pois o governo se apoiava nos trabalhadores sindicalizados. ao criar uma linha de otimismo pelas realizações do governo. pois os meios de comunicação não tinham a eficácia que têm hoje. A vitória do Brasil na Copa do Mundo de 70: FUVEST F A S E a) não teve qualquer repercussão no campo político. desde as denúncias de Kruschev no XX Congresso do Partido. por se tratar de um acontecimento estritamente esportivo. d) o colapso do regime deveu-se à crise generalizada da economia estatal. b) o regime deixou de ser sustentado pelo exército. e) alcançou repercussão muito limitada. c) pela indiferença. b) por um clima de ampla liberdade pois o governo cortejava os intelectuais para obter apoio ao seu projeto nacional. 19. o fim da União Soviética ? a) o regime entrou em colapso porque os dirigentes estavam desmoralizados. 1 B P R O V A 310 . e) os líderes soviéticos abandonaram a crença no socialismo e decidiram transformar a União Soviética em um país capitalista. b) alentou o trabalho das oposições que deram destaque à capacidade do povo brasileiro de realizar grandes proezas. 20. pois os intelectuais não tinham expressão e o governo se baseava nas forças militares. adversário tradicional do partido comunista.

Bula Unam Sanctum. Quem foram os cartagineses e qual sua importância na trajetória histórica romana ? FUVEST F A S E 2. A Constituição Imperial de 1824 estabelece que o governo é monárquico hereditário.. 3. e se afasta das divinas Escrituras e das demonstrações humanas. e a Holanda e a Inglaterra tinham um papel secundário. 6. 4.. Peru — predominou o trabalho indígena compulsório. Em outubro de 1949.. 5. proclamou a República Popular da China.. 1302)... não estando sujeita a responsabilidade alguma (artigo 99º). 2 Explicite e comente o conflito histórico presente nestes dois textos do início do séc. definidores da monarquia brasileira. XIV.HISTÓRIA 1. ocorrida entre 1645 e 1654. a Itália e a Espanha ocupavam posição de liderança na Europa. nos dois séculos seguintes. O Defensor da Paz. 311 . “Quando. Explique as origens dessas diferenças. a escravidão africana constituiu-se na principal modalidade de trabalho. o Papa. Indique as principais razões da insurreição pernambucana contra os holandeses. se atribui a plenitude de poder sobre qualquer governante. derrotando os nacionalistas. Comente estes textos constitucionais. Mao Tsé Tung. é preciso que uma espada esteja sob o domínio da outra por conseguinte que o poder temporal se submeta ao espiritual” (Bonifácio VIII. Nos dois séculos iniciais da era moderna (XV e XVI). comunidade ou pessoa individual. 1324). até as contradiz” (Marsilio Ficino. uma tal pretensão é imprópria e errada. “Pela palavras das Escrituras somos instruídos de que há duas espadas: a espiritual e a temporal. Indique as razões dessa inversão. Mostre a importância desse fato no interior do chamado campo socialista. essas posições se inverteram. No Brasil e no Caribe. Na América de colonização espanhola — México. ou melhor. 7. constitucional e representativo (artigo 3º) e que a pessoa do Imperador é inviolável e sagrada.

. 312 .. 2 10. e que nos isola para sempre do mundo do passado. “. o que de coração desejo é ver concluída esta maldita guerra. 10 de Junho de 1867.” Comente esta afirmação. é a morte do campesinato. a) A que guerra Caxias se refere ? Que países estavam envolvidos ? b) Quais repercussões dessa guerra para o Brasil ? 9. Nos dias de hoje.” Ofício confidencial de Caxias dirigido ao Ministro da Guerra brasileiro. que já tanto tem arruinado nosso país. a imprensa tem se referido ao desmantelamento da Era Vargas.HISTÓRIA FUVEST F A S E 8. o historiador Eric Hobsbawm afirma que “a mudança social mais impressionante e de mais longo alcance da segunda metade deste século. em Tuiuti. Em A Era dos Extremos. Comente o significado dessa expressão no que diz respeito à legislação trabalhista.

HISTÓRIA QUESTÕES DE 1 A 7 UFBA +F A S E INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras. 1 Questão 1 Chamo. assumiram papel preponderantemente legislativo. após o movimento militar de 1964. (32) Do ponto de vista da relação entre governo central e governos locais. contribuíram para a unidade política dos estados monárquicos europeus na Alta Idade Média. de Governo ou administração suprema o exercício legítimo do poder executivo. pode-se afirmar: (1) Os califados representavam uma forma de organização político-administrativa dos muçulmanos pós-Maomé. (16) A administração estabelecida na França por Napoleão Bonaparte. normas administrativas estabelecidas por Carlos Magno para o Império Carolíngio. 313 . pois. (4) O modelo político-administrativo que serviu como base de sustentação do Estado Absolutista fundamentava-se na teoria da separação dos poderes. fundamentada na identidade religiosa e garantida pela presença de poderosa força militar. e de príncipe ou magistrado o homem ou o corpo encarregado dessa administração. (2) As capitulares. associado ao capitalismo nacional e internacional. o federalismo representou. caracterizou-se por ser essencialmente tecnoburocrático. some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. (8) As câmaras municipais. elaborada pelos ideólogos Jean Bodin e Jacques Bossuet. (64) O modelo político-administrativo instalado no Brasil. a partir do Consulado. (ROUSSEAU. no contexto da administração do Brasil colonial. simultaneamente. a defesa da unidade nacional e da autonomia regional. p. encarregadas de estabelecer as bases políticas da Colônia. no Brasil da Primeira República. fortaleceu a descentralização política originária do Antigo Regime. 75) Com base no texto e nos conhecimentos sobre as diferentes formas de governo e administração existentes ao longo da história.

registra-se um aumento marcante no número de atribuições de organizações internacionais. ao assegurar o monopólio ibérico sobre as terras descobertas no além-mar.HISTÓRIA Questão 2 UFBA F A S E O mundo moderno é formado por cerca de 200 Estados. com a assinatura de tratados que colocariam definitivamente Portugal e Brasil sob a dependência econômica britânica. (4) A bula Inter Cœtera do Papa Alexandre VI. (16) Durante a Primeira República. exemplifica uma tentativa da Igreja de funcionar como elemento conciliador das tensões internacionais. 314 . p. (32) Os anos 70 do século XX registraram o estabelecimento dos acordos internacionais conhecidos como SALT I e SALT II. no início dos tempos modernos. cada um com território definido. em 1493. (8) O Tratado de Methuen (1703) representou o poder da dominação inglesa sobre o comércio luso-colonial. comerciais e políticos europeus e desses. a tal ponto que. com setores comerciais e políticos do Oriente Próximo. ao aglutinar igualmente. (ENCICLOPÉDIA. cidades partidárias de Atenas e de Esparta. elas são vistas como substitutas do Estado e realmente modificam o caráter das relações internacionais. a Liga de Delos representou uma das primeiras experiências de relações internacionais. consolidada em 1810. através dos quais os países signatários não interfeririam na produção de armas nucleares estratégicas nem em experiências atômicas subterrâneas. fazendo com que a humanidade seja representada politicamente por diversos governos individuais. às vezes. visto que possibilitaram a convergência de interesses religiosos. Desde 1945. 286) 1 Com base na análise do texto e nos conhecimentos sobre relações internacionais ao longo da história. solucionadas em acordos diplomáticos sob a mediação da Organização dos Estados Americanos (OEA). pode-se afirmar: (1) Na Grécia antiga. as cruzadas permitiram a ampliação das relações internacionais. povo e governo soberano. o Brasil enfrentou questões territoriais nas atuais regiões do Amapá e do Acre. (2) No início da Baixa Idade Média. no seu interior.

libertos e escravos. defendida pela Igreja Católica. mulheres e negros tem demonstrado a eficácia dos princípios preconizados na Declaração Universal dos Direitos Humanos. nas quais o poder era exercido em nome das divindades. (8) A campanha coordenada pela Confederação Abolicionista. (64) De acordo com a legislação brasileira. (2) As leis consuetudinárias vigentes entre os povos germânicos possibilitavam a existência de sociedade complexas e organizadas. de tal maneira que os senhores estejam obrigados a venerar e amar a Deus. (4) A concepção de igualdade entre os homens e sua relação com a garantia de liberdade tornou-se o eixo do pensamento iluminista. as aspirações da burguesia e das classes populares européias. p. no Brasil dos anos 80 do século XIX. (Angers.. por não serem considerados responsáveis perante a lei. apud VICENTINO. (16) O estabelecimento de leis específicas em defesa dos direitos de crianças. os povos indígenas recebem tratamento jurídico diferenciado. garantiu às colônias africanas o direito à independência. 55) 1 A análise do texto e os conhecimentos sobre as igualdades e desigualdades sociais ao longo da história permitem afirmar: (1) As relações sociais indicadas no texto fundamentavam-se na concepção humanística do mundo.HISTÓRIA Questão 3 UFBA F A S E Deus quis que. e que os servos estejam obrigados a amar e venerar o seu senhor. reconhecido internacionalmente. uns fossem senhores e outros servos. 315 . (32) O princípio de autodeterminação dos povos. do livre exercício da cidadania e da participação política. preconizava a extinção das desigualdades civis e jurídicas entre livres. publicada pela ONU após a Segunda Guerra Mundial. adolescentes. portanto.. impedidos. por diferentes motivos. o que revelava. entre os homens. alcançado após a Segunda Guerra Mundial e efetivado fora do controle dos interesses neocolonialistas das nações capitalistas.

bem como fator de desagregação do próprio Estado já no século III d. (8) O prejuízo para as populações civis norte-americanas e a desorganização da economia nacional. resultam de questões particulares e específicas.HISTÓRIA Questão 4 UFBA F A S E Com base nos conhecimentos sobre o papel político do poder bélico e sobre o desenvolvimento de técnicas de guerra na história dos diferentes povos. entre outros. verificando-se a sobrevivência de antigas estratégias de guerra. (16) Na Guerra do Golfo. no Oriente Médio. em função da interferência das legiões na sucessão imperial. tendo sua curta duração relacionada ao limitado avanço tecnológico da indústria bélica dos países envolvidos e às dificuldades de recrutamento de exércitos regulares. (32) Os conflitos localizados que ocorrem nos dias atuais. travada por países do Ocidente contra o Iraque. econômicos e estratégicos das grandes potências. não resolvidas ao longo do processo histórico. desvinculadas dos interesses políticos. no Norte da Rússia. na Europa Central. frente aos ataques da aviação alemã. entre elas ataques às áreas urbanas.C. destruição e bloqueio dos centros de abastecimento de alimentos e matérias-primas do inimigo. (2) A Guerra dos Cem Anos exigiu o estabelecimento de um exército profissional. levaram os Estados Unidos a participarem da Segunda Guerra Mundial ao lado dos países democráticos aliados. é possível afirmar: 1 (1) O exército romano. bem como contribuiu para o nascimento do sentimento nacional. evitouse o uso de armas nucleares. apesar de os aliados disporem de exército numeroso e de sofisticados armamentos e técnicas de ataque. constituído como força regular no período da República. de vital importância para a instalação do absolutismo francês.. foi fator preponderante para a conquista e preservação das fronteiras do Império. nacional e permanente na França. (4) A Primeira Grande Guerra constituiu-se o primeiro conflito armado de caráter mundial. 316 .

(4) A instalação de escolas técnicas e de nível superior. os senhores feudais detinham o controle das instituições educacionais. estabelecido no Plano de Metas do governo de Juscelino Kubistchek. necessários ao funcionamento do poder luso que se estabelecera na Colônia. alertavam a população contra o perigo da perda dos seus direitos políticos e civis. foi absorvido pelos governos militares como programa destinado especificamente à alfabetização de populações rurais. desenvolvida na China comunista dos anos 60 deste século. no Brasil. no Brasil. sobretudo das universidades. criticando os fundamentos fascistas e antidemocráticos desses governos. técnicos e especializados. (64) O Movimento Brasileiro de Alfabetização (Mobral). (2) Até o fim do período colonial. o ensino esteve sob o monopólio dos jesuítas. visava à elevação intelectual das massas e à divulgação de práticas políticas voltadas para a livre expressão da vontade popular. poderão resultar no fortalecimento do ensino superior pago e na liquidação das universidades públicas brasileiras. após a transferência da Corte portuguesa. pode-se afirmar: 1 (1) Durante a Idade Média.HISTÓRIA Questão 5 UFBA F A S E Sobre o uso da educação como instrumento de dominação política e ideológica. enquanto a burguesia nascente buscava controlar os centros produtores de conhecimento cultural e científico. destaca-se a ação dos estudantes através da União Nacional dos Estudantes (UNE) que. aliados a política de investimentos do Banco Mundial. (8) Na resistência à dominação político-ideológica de governos autoritários. (16) A Revolução Cultural. no Brasil. que direcionavam os estudos no sentido de atender às exigências da evangelização e às necessidades de formação de uma elite intelectual politicamente consciente. 317 . resultou da necessidade de suprir a deficiência de quadros burocráticos. (32) A reforma administrativa proposta pelo atual governo federal e o projeto da Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

(4) Como resultado do processo referido no texto I. (8) A situação descrita no texto II relaciona-se com a influência da informática e da racionalização da produção nas modificações do mercado de trabalho. verificam-se profundas modificações nas relações sociais. em menor escala.HISTÓRIA Questão 6 UFBA F A S E Texto I: Quando a máquina a vapor entrou em cena. fazendo-os atacar fábricas e destruir máquinas.) Com base na análise dos textos e nos conhecimentos sobre a evolução da indústria no processo histórico. ela também provocou um choque de aceleração produtiva. (32) Nos países em desenvolvimento. é possível afirmar: (1) A aceleração produtiva referida no texto I relaciona-se com a alteração das relações de produção. (NASCIMENTO NETO. mais acentuadas em países desenvolvidos e. 82) 1 Texto II: No século XVIII foi a máquina a vapor. redimensionou o mercado de trabalho. (16) O texto II permite compreender as modificações que ocorrem nas relações econômicas internacionais. (Ibid. na virada do século XVIII para o XIX. Neste fim do século XX. em decorrência das práticas da globalização econômica em seus territórios. permitindo o crescimento de uma economia caracterizada como transnacional. 318 . o motor da nova revolução é a tecnologia. em países emergentes. as relações comerciais entre países fornecedores e consumidores conservaram as mesmas práticas existentes no comércio internacional. à época do mercantilismo. (2) O choque ocasionado pela máquina a vapor. o aperfeiçoamento dos transportes e das comunicações. mencionado no texto I. p. provocando o desemprego em certos setores e o desespero de trabalhadores. nas quais as fronteiras tornam-se frágeis. a instalação da produção em série e a ampliação do consumo.

a necessidade de respeito à autonomia das nações e o jogo de interesses de grupos econômicos transnacionais têm dificultado a solução dos conflitos localizados. os conflitos registrados no mapa III têm se ampliado em razão do desinteresse norte-americano pelo estabelecimento de acordos de paz. (4) Os conflitos registrados no mapa III originam-se da luta pela terra. é possível afirmar: (1) O mapa I indica a região onde os conflitos opõem católicos republicanos a protestantes monarquistas. no mundo atual. (8) O conflito registrado no mapa IV tem suas raízes na expansão do comunismo na Ásia. e na adesão da China Nacionalista ao bloco capitalista.HISTÓRIA Questão 7 UFBA F A S E 1 Com base na análise dos mapas e nos conhecimentos sobre conflitos regionais do mundo atual. 319 . (32) Atualmente. após a Segunda Guerra Mundial. (2) O mapa II registra a tentativa norte-americana de invasão a Cuba. de contradições etnoculturais e da ação de minorias em defesa de sentimentos nacionalistas. a profundidade dos problemas regionais. nos anos 90 com o objetivo de derrubar o governo Fidel Castro. (64) A complexidade das relações internacionais. (16) O acirramento dos conflitos registrados no mapa I resulta da influência da crise do Leste Europeu e da desagregação da União Soviética.

atrofiando seus próprios estudos e experiências científicas. (2) Na Roma antiga. que contou com o amplo apoio dos diversos segmentos da sociedade. ao mesmo tempo. responsáveis pela identificação dos agentes transmissores de doenças como a tuberculose. no Brasil do início do século XX. é possível afirmar: P R O V A (1) Na Grécia antiga. dos avanços no campo da medicina. a cólera e a lepra. (4) A capacidade de assimilação e sistematização de conhecimentos demonstrada pelos árabes levou-os a absorver a produção intelectual de outros povos. às indagações filosóficas e às observações científicas. resultou na campanha da vacinação antivariólica obrigatória. não havia clara distinção entre ciência e filosofia. os quais incentivaram a construção de hospitais públicos e a criação de uma escola de medicina.HISTÓRIA QUESTÕES DE 1 A 10 UFBA F A S E INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras. 2 D Questão 1 Com referência ao desenvolvimento dos conhecimentos científicos na história da humanidade. dedicando-se os pensadores. privilegiando o princípio da autoridade em detrimento da experimentação. entre outros fatores. resultou. 320 . na segunda metade do século XIX. some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. (8) Na Idade Média. a ruralização da economia e a concentração da vida intelectual nos mosteiros resultou na subordinação da ciência à teologia. (32) A divulgação de conhecimentos relativos ao controle de doenças transmissíveis. (16) O crescimento demográfico registrado na Europa. os estudos de medicina foram apoiados pelos imperadores.

HISTÓRIA
Questão 2

UFBA
F A S E

Não é a primeira vez que se decreta o fim do capitalismo. Quando as bolsas de valores quebraram nos Estados Unidos, no crack de 1929, as economias da Europa se afundaram em crises por vários anos. A palavra globalização foi utilizada amplamente na época. Nos anos 70, em plena crise do petróleo, mais uma vez se vislumbrou o apocalipse. Nas crises da bolsa americana de 1987 e na recessão de 1990, enxergaram-se sinais de trincamento do sistema capitalista — mesmo sem ter mais o comunismo para se contrapor a ele. (ALCÂNTARA, p. 101)

2 D

A análise do texto e os conhecimentos sobre a evolução do capitalismo permitem afirmar:

P R O V A

(1) A primeira crise do capitalismo, registrada na década de 70 do século XIX, teve sua superação possibilitada pela expansão da dominação imperialista européia sobre regiões afro-asiáticas. (2) “...as economias da Europa se afundaram...” em conseqüência da insignificante produção industrial nos setores químicos, mecânicos e elétricos, existentes na Inglaterra, na França e na Alemanha. (4) A crise capitalista dos anos 70 deste século relacionou-se com a derrota norte-americana na Guerra do Vietnã e com a conseqüente elevação dos preços de armamentos, alimentos e fretes no mercado internacional. (8) A crise da bolsa norte-americana, em 1987, ameaçou o equilíbrio do sistema capitalista mundial, visto que a liderança dos Estados Unidos permanecia sem concorrentes, nas relações político-econômicas internacionais. (16) A crise que provocou a recessão dos anos 90 deste século influiu diretamente na economia brasileira, levando o Estado a adotar sucessivos planos econômicos, destinados a equilibrar o sistema financeiro nacional. (32) Os blocos econômicos transnacionais, que caracterizam as relações internacionais neste fim do século XX, constituem-se alternativas viáveis para a solução de problemas e crises macrorregionais, dificultando a permanência de projetos isolados.

321

HISTÓRIA
Questão 3

UFBA
F A S E

(...) a Igreja-hierarquia tem que entrar no campo político-ideológico, mas não se deixar de forma alguma envolver pela problemática partidária. A Igreja, para falar a todos, tem de estar acima dos partidos. Ela não deve ser uma agenciadora de política, mas, sim, assumir uma missão crítica, um papel de denúncia à violência política. É dever dos pastores denunciar os que contrariam os projetos divinos atinentes à comunidade humana. Sua tarefa, “sem questionar a própria identidade religiosa”, é condenar a “tortura física e psicológica, os seqüestros, a perseguição de dissidentes políticos ou de suspeitos e a exclusão da vida pública por causa das idéias... a violência terrorista e guerrilha...” (ANDRADE FILHO, p. 234-5)

2 D

P R O V A

A análise do texto e os conhecimentos sobre o papel da Igreja Católica na história permitem afirmar:

(1) O movimento da Contra-Reforma, que caracterizou a ação da Igreja nos séculos XVI e XVII, opunha-se aos objetivos estabelecidos no texto, por ter adotado mecanismos de repressão material, ideológica, espiritual e política contra setores ligados ao protestantismo, ao judaísmo e ao islamismo. (2) A Constituição Civil do Clero, aprovada no início da Revolução Francesa, constituiu-se como modelo de separação entre a Igreja e o Estado, permitindo o desenvolvimento da “missão crítica” referida no texto. (4) O movimento ecumênico tem dificultado o diálogo entre a Igreja Católica e outros grupos religiosos, a exemplo de protestantes, judeus e ortodoxos, pois preconiza a manutenção do seu monopólio religioso sobre a sociedade. (8) O texto defende a existência de uma Igreja dissociada da questão política, concordando, nesse caso, com a prática do padroado, que, no Brasil-Império, separou a religião do poder do Estado. (16) Durante a vigência dos governos militares no Brasil, a omissão da “Igreja-hierarquia” frente às questões sociais e políticas contribuiu para a eficácia da repressão e do autoritarismo do Estado sobre a sociedade civil. (32) As idéias contidas no texto vão ao encontro de princípios básicos da Teologia da Libertação, movimento de renovação da Igreja Católica, voltado para a opção pelos pobres, para a análise crítica da sociedade e para a defesa dos oprimidos.

322

HISTÓRIA
Questão 4

UFBA
F A S E

Sobre a formação do papel dos partidos e grupos políticos, em diferentes momentos da história, é possível afirmar:

2 D

(1) Os tories e os wighs, facções políticas que se constituíram na Inglaterra do século XVII e desempenharam papel relevante na formação e na crise do absolutismo inglês, deram origem aos atuais partidos Conservador e Liberal, respectivamente. (2) Na Revolução Francesa, os girondinos, representantes da burguesia, assumiram posições moderadas, temerosos da projeção política das classes populares, enquanto os jacobinos, representantes da pequena burguesia, operários e desvalidos, assumiram posições radicais, exigindo mudanças a favor dos oprimidos. (4) As expressões direita e esquerda, hoje utilizadas para caracterizar respectivamente posições reacionárias e revolucionárias, originam-se de conflitos entre facções políticas rivais, que disputavam o poder durante a Revolução Russa de 1917. (8) No Império brasileiro, os liberais, originários dos exaltados e restauradores, defendiam os interesses dos trabalhadores urbanos, camponeses e estrangeiros, enquanto os conservadores, representantes dos grandes proprietários, defendiam a manutenção da grande propriedade e do trabalho assalariado no campo. (16) A proclamação da República, no Brasil de 1889, resultou da ação efetiva e da propaganda do Partido Republicano, organizado no Rio de Janeiro e em São Paulo e difundido em todas as províncias do Império. (32) Durante a República Velha, os partidos políticos apresentavam um caráter nacional e democrático, expressando as reivindicações dos diferentes segmentos da sociedade. (64) Em regimes políticos totalitários, a presença do unipartidarismo garante a permanência no poder do grupo dominante, a imposição de sua ideologia, o controle da vida pública e a identificação e aniquilação das oposições.

P R O V A

323

HISTÓRIA
Questão 5

UFBA
F A S E

Este foi um país de escravos. O maior país de escravos dos tempos modernos, talvez. Ou, pelo menos, o país moderno mais dependente de escravos. Ou, pelo menos, o maior e mais dependente de escravos do continente americano. (TOLEDO, p. 52)

2 D

A análise do texto e os conhecimentos sobre a escravidão, no Brasil, permitem afirmar:

P R O V A

(1) Ao afirmar que “Este foi um país de escravos”, o texto sugere que a escravidão, já amplamente conhecida e utilizada em países europeus, na Idade Moderna, foi estendida naturalmente ao Brasil, em razão da inexistência de outras formas de relação de trabalho voltadas para a produção agrícola de exportação. (2) A dependência do trabalho escravo tem suas origens na escravidão do indígena, desenvolvida através de práticas diversas, entre elas a captura, o apresamento e a “guerra justa”. (4) A partir do século XVIII, registra-se a ampliação do trabalho escravo em atividades urbanas, sobretudo nas áreas do artesanato, comércio ambulante e serviços, em razão do preconceito dos brancos contra o trabalho manual. (8) A solidariedade que aproximava escravos africanos e crioulos dificultava a utilização do trabalho escravo por negros libertos e facilitava a união da massa escrava em movimentos de rebeldia contra a dominação dos senhores. (16) A longa permanência da escravidão, no Brasil, decorreu, entre outros fatores, do caráter lucrativo do tráfico de escravos africanos, que beneficiava o Estado, os traficantes, os revendedores e os grandes proprietários. (32) Após a abolição da escravidão, as atividades econômicas, no Brasil, fundamentaram-se no trabalho livre e assalariado, o qual ainda carecia de regulamentação relativa aos benefícios e direitos reivindicados pelos trabalhadores. (64) No Brasil atual, após um século da extinção do trabalho escravo, verifica-se o desaparecimento de práticas semi-escravistas e semi-servis, no campo e na cidade, tendo em vista a rigorosa vigilância pelo cumprimento da legislação trabalhista ora em vigor.

324

HISTÓRIA
Questão 6

UFBA
F A S E

O que está provocando todo esse misto de ansiedade e ressentimento se chama globalização. É um processo de aceleração capitalista, num ritmo jamais visto, em que o produtor vai comprar matéria-prima em qualquer lugar do mundo onde ela seja melhor e mais barata. Instala a fábrica nos países onde a mão-de-obra fique mais em conta, não importa se no Vietnã ou na Guatemala. Vende a mercadoria para o mundo inteiro. Em resumo: o entrelaçamento econômico das paróquias é um processo que começou na Pré-História, mas sempre progrediu em marcha lenta. Neste momento, está na velocidade da luz... (NASCIMENTO NETO, p. 81-2)

2 D

P R O V A

Análise do texto e os conhecimentos sobre relações internacionais no mundo atual permitem afirmar:

(1) O texto caracteriza a globalização como um fenômeno internacional, própria do capitalismo atual, que interliga, em maior ou menor grau, diferentes interesses econômicos mundiais. (2) O fenômeno da globalização, nos dias atuais, beneficia-se da aceleração propiciada pela difusão dos recursos da informática, permitindo a rapidez nos investimentos, nas transações financeiras e comerciais e nas informações culturais. (4) A crença, hoje generalizada, de que o fenômeno da globalização será responsável pela futura derrubada das fronteiras nacionais entra em contradição com o fortalecimento de sentimentos nacionalistas e particularistas, verificados atualmente em conflitos políticos, a exemplo dos da Bósnia e da Chechênia. (8) O “ritmo jamais visto” nas comunicações, que entrelaçam as diversas regiões do globo, é responsável pela diminuição acelerada das desigualdades entre países ricos e pobres, já perceptível na avaliação do nível de vida, realizada por organismos internacionais. (16) O nível de desemprego verificado no Brasil atual é uma conseqüência direta dos efeitos da globalização no mercado de trabalho de todas as regiões do país.

325

HISTÓRIA
Questão 7

UFBA
F A S E

I II III IV V VI

- “Acredita! Obedece! Luta!” - “Quem tem aço tem pão!” - “Mais canhão, menos manteiga!” - “Nada jamais foi ganho na história sem derramamento de sangue!” - “É melhor um dia de leão do que cem anos de carneiro!” - “A guerra é para o homem o que a maternidade é para a mulher!”

2 D

VII - “Um minuto no campo de batalha vale por uma vida inteira de paz!” VIII - “A liberdade é um cadáver em putrefação!” (VICENTINO, p. 270)

P R O V A

A análise do texto e os conhecimentos sobre o militarismo em diferentes momentos da história permitem afirmar:

(1) I exemplifica, na Antiguidade, os fundamentos da sociedade macedônica, voltada para a militarização de todos os homens, independentemente de sua classe social. (2) III, IV e VI aplicam-se à política de expansão industrial dos Estados Unidos no século XIX, que resultou na conquista de mercados consumidores de seus manufaturados, na América Latina. (4) II e IV podem ser relacionados à política desenvolvida por Bismarck, no processo de unificação da Alemanhã, que exigiu a conquista de territórios pertencentes à Áustria, à França e à Dinamarca. (8) V, VI e VII representam as idéias militaristas dos regimes nazifascistas, nos quais o culto à força do Estado assume o valor mais elevado, minimizando a importância dos interesses individuais. (16) VIII aplica-se à prática corporativista que, organizando a sociedade em sindicatos, constituía-se em peculiaridade do nazismo alemão. (32) III e VII constituíram-se como ideologia fundamental da política externa dos governos militares que dominaram o Brasil de 1964 a 1985. (64) Todas as afirmativas contribuíram para a criação do comportamento político responsável, entre outros fatores, pelo clima de tensões que resultaram na eclosão da Segunda Guerra Mundial.

326

HISTÓRIA
Questão 8

UFBA
F A S E

A manutenção do caráter primário-exportador fortaleceu a subordinação da economia brasileira aos centros capitalistas hegemônicos, isto é, aqueles onde o processo de industrialização estava em desenvolvimento, como a Europa Ocidental e os Estados Unidos. (ALBUQUERQUE, p. 268)

2 D

A análise do texto e os conhecimentos sobre a relação da economia brasileira com o capitalismo internacional permitem afirmar:

P R O V A

(1) A subordinação referida no texto resulta também da especialização monocultora, da fragilidade da produção industrial e da dependência às oscilações do merdado externo que, entre a segunda metade do século XIX e início do século XX, caracterizaram a economia brasileira. (2) Os capitais estrangeiros, no Brasil da Primeira República, concentraram-se em investimentos na área da indústria de base e da siderurgia, permitindo a quebra do caráter dependente da economia nacional. (4) Os acordos financeiros firmados pelo Brasil com o Banco Rotschild, da Inglaterra, e com o Fundo Monetário Internacional contribuíram, tanto na Primeira República quanto nos governos militares, para o alcance da autonomia brasileira no setor da produção industrial. (8) Em meados do século XX, a subordinação referida no texto evidenciou-se na participação do Brasil no programa da Aliança para o Progresso, estabelecida pelos Estados Unidos com o objetivo de garantir suas exportações e impedir a expansão do comunismo no continente. (16) No Brasil dos anos 90 deste século, verifica-se a manutenção da política protecionista de reserva do mercado interno à produção nacional, dificultando-se as importações através da imposição de altas taxas alfandegárias.

327

HISTÓRIA
Questão 9

UFBA
F A S E

2 D

P R O V A

A análise da gravura e os conhecimentos sobre a posse da terra no processo histórico permitem afirmar:

(1) A gravura expressa uma modalidade de propriedade da terra denominada beneficium, cujas origens localizam-se na Baixa Idade Média. (2) No período histórico em que preponderou o tipo de propriedade expresso na gravura, a posse da terra era alcançada através de doações, herança, contratos de casamento e conquista militar. (4) O fortalecimento da pequena propriedade e a redistribuição dos feudos improdutivos aos pequenos proprietários enfraqueceram a aristocracia agrária, retardando a instalação da Revolução Industrial na Inglaterra. (8) O livre acesso do camponês à propriedade da terra constituiu-se um projeto presente na Revolução Francesa; já na Revolução Russa, esse acesso foi garantido através da organização de propriedades agrícolas coletivas. (16) As concepções e as práticas de reforma agrária, revolução agrária e cooperativas rurais, adotadas nas revoluções socialistas da China e de Cuba, contribuíram para a modificação, nesses países, dos princípios responsáveis pela concentração da propriedade da terra. (32) A estrutura de propriedade expressa na gravura transferiu-se integralmente para o Brasil colonial, consolidando-se pela distribuição de terras através dos sistemas de capitanias hereditárias, sesmarias, paróquias e aldeamentos. (64) A concentração que caracteriza a propriedade da terra, no Brasil atual, tem sido responsável pelos sucessivos conflitos com os trabalhadores sem terra e pelos prejuízos contra a preservação das reservas indígenas.

328

HISTÓRIA
Questão 10

UFBA
F A S E

No que se refere à história da Bahia, é possível afirmar:

2 D

(1) O território do atual Estado da Bahia originou-se da incorporação das terras das antigas capitanias da Bahia de Todos os Santos, São Jorge dos Ilhéus, Porto Seguro, Itaparica e Paraguaçu. (2) O federalismo que se instalou na Bahia, com a Constituição Estadual de 2 de julho de 1891, representou a concretização de idéias federalistas já defendidas no Estado, desde os movimentos dos Malês e dos Alfaiates. (4) A repressão que culminou com a destruição do arraial de Canudos em 1897 atendeu, entre outros, aos interesses dos latifundiários do Nordeste baiano, temerosos com a possibilidade de perda de suas propriedades. (8) O rio São Francisco, importante via de comunicação do território baiano desde a época colonial, acha-se atualmente integrado ao projeto de preservação e renovação ambiental, responsável pela recuperação da navegação ao longo do seu curso. (16) A diversificação da economia agroindustrial da região cacaueira baiana tem sido responsável pela redução dos efeitos negativos causados pela atual crise do cacau na vida de proprietários e trabalhadores. (32) O retardo no processo de industrialização da Bahia relaciona-se, entre outros fatores, com a longa permanência da economia agroexportadora e com a predominância do capital comercial na estrutura de produção do Estado. (64) As primeiras reformas urbanas responsáveis pela modificação do aspecto tradicional da cidade do Salvador ocorreram durante a década de 60 deste século, com a destruição de número expressivo de exemplares da arquitetura colonial.

P R O V A

329

HISTÓRIA
1. A Reforma Religiosa do século XVI teve como desdobramento a) a consolidação do poder dos príncipes do Império Germânico. b) a constituição de mais de uma igreja cristã no ocidente. c) a divisão da Igreja em ramos: Ortodoxo e Romano. d) a subordinação da Igreja Católica ao Estado.

UFMG
F A S E

1 A

2. “A cidade que os portugueses construíram na América não é produto mental, não chega a contradizer
o quadro da natureza, e sua silhueta se enlaça na linha da paisagem. Nenhum rigor, nenhum método, nenhuma providência, sempre esse significativo abandono que exprime a palavra desleixo.” (HOLANDA, Sérgio Buarque de. O Semeador e o Ladrilhador. In: Raízes do Brasil. Rio de Janeiro: José Olympio, 1956.)

P R O V A

A urbanização no Brasil colonial até o século XVII é vista como sendo provisória e acanhada. Um dos motivos pelos quais Portugal deixou em segundo plano a questão da urbanização foi a) a inutilidade dos centros urbanos já que na colônia a administração ficava a cargo dos Donatários. b) as dificuldades para contratar técnicos especializados que pudessem organizar as cidades. c) as lutas com os espanhóis para a manutenção das terras coloniais que impediram o desenvolvimento da colônia do Brasil. d) o predomínio da vida rural, nos engenhos e nas fazendas de criação, o que diminuiu a importância das cidades.

3. Todas as alternativas apresentam afirmações corretas sobre a escravidão no Brasil, EXCETO a) O contingente de escravos era diversificado e abrigava conflitos em seu interior. b) O escravo foi sempre uma mercadoria cara, só acessível aos grandes senhores de terra. c) Os escravos de ganho realizavam serviços variados a mando do senhor visando à obtenção de benefícios. d) Um escravo, como qualquer outra mercadoria, podia ser objeto de compra, venda, empréstimo, doação ou penhora.

4. Assinale a alternativa que caracteriza o sistema de trabalho conhecido como mita. a) Trabalho escravo de negros nas plantações de açúcar do Caribe. b) Trabalho forçado de índios e mestiços nas plantações de café da Colômbia. c) Trabalho forçado de índios nas minas de ouro e prata do Peru e Alto Peru. d) Trabalho escravo de índios nas minas de salitre e cobre do Chile.

330

HISTÓRIA
5. Assinale a alternativa que apresenta a concepção de trabalho de Adam Smith.

UFMG
F A S E

a) A divisão do trabalho deve ser controlada pelo Estado, de forma a garantir a estabilidade na oferta de empregos. b) A maior produtividade pressupõe a especialização do trabalho, a divisão entre vários homens daquilo que anteriormente era produzido por um só. c) Os parasitas, aqueles que não trabalham, não podem participar e nem se beneficiar da riqueza produzida pela coletividade. d) Uma maior colaboração entre produtores diretos garante uma maior socialização das riquezas e o Estado do Bem-Estar Social. 6. Observe a gravura

1 A

P R O V A

Vista panorâmica de um Falanstério tal qual foi proposto por Fourier. Os falanstérios, idealizados por Charles Fourier no século XIX, pretendiam a) b) c) d) facilitar o acesso do trabalhador às unidades de trabalho, ao criar as vilas operárias. organizar e racionalizar o espaço fabril, além de impor a divisão das tarefas. reforçar o ideal de vida corporativa e socializada e unir as unidades produtivas rurais e urbanas. revolucionar o espaço produtivo e criar mecanismos de higienização e controle da produção.

7. “... A história de todas as sociedades existentes até hoje é a história da luta de classes...”
(MARX, K., ENGELS, F. Manifesto Comunista. 1848)

A partir dessa idéia central do pensamento marxista, pode-se afirmar que, a) na sociedade capitalista, as classes fundamentais se diferenciam mais claramente e a consciência de classe se desenvolve de maneira mais completa. b) na sociedade feudal, as classes ficam mais definidas devido à extrema exploração dos senhores sobre os seus servos e sua impossibilidade de deter a posse das terras. c) nas sociedades antigas, as classes são definidas de acordo com os costumes comunais ficando a liderança dos grupos para aqueles que detiverem poderes sagrados. d) no mundo moderno, as classes alcançam um maior grau de diferenciação e conseguem definir seus papéis sociais buscando uma maior integração entre si.

331

HISTÓRIA
8. Todas as alternativas apresentam características do caudilhismo, EXCETO

UFMG
F A S E

a) Foi um fenômeno político próprio da América Hispânica no século XIX, após as independências. b) Relacionava-se com as dificuldades de consolidação dos Estados Nacionais na América Hispânica. c) Teve como principal objetivo a defesa de um Estado unificado e com forte poder central. d) Teve expressiva presença na região do Prata, especialmente nos atuais Estados da Argentina e do Uruguai.

1 A

P R O V A

9. Em relação à expansão imperialista na Ásia, na segunda metade do século XIX, pode-se afirmar que o Império Chinês foi a) anexado ao Japão anulando a ameaça imperialista. b) desmembrado em colônias pelas potências européias. c) dividido em zonas de influência pelos países ocidentais. d) incorporado ao Império Britânico compondo a Commonwealth.

10. Todas as alternativas abaixo apresentam afirmações corretas sobre a economia cafeeira no Brasil, EXCETO a) Ao longo do século XVIII, a produção de café servia apenas para consumo local e não tinha expressão comercial. b) No final do século XX, os grandes cafezais encontram-se nos estados do Paraná, São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais. c) No início do século XX, a diminuição dos cafezais gerou uma política de valorização artificial do produto. d) Por volta da metade do século XIX, o café passou a ocupar o primeiro lugar na pauta de exportações brasileiras.

332

HISTÓRIA
11. Observe o mapa.

UFMG
F A S E

1 A

P R O V A

Assinale a alternativa que ilustra a conjuntura representada no mapa. a) A derrota da Tríplice Entente, articulada com o o desembarque na Normandia. b) A expansão francesa, detida pelo Império Russo após a Batalha de Stalingrado. c) A expansão alemã e austríaca, que gerou uma política de alianças e a guerra. d) A união entre Estados Unidos e França, determinante para a vitória dos aliados.

12. Todas as alternativas apresentam características do cenário sociopolítico da Primeira República no Brasil, EXCETO a) Aglutinação de jovens oficiais que questionavam as regras e os rumos da política oligárquica. b) Constituição de partidos e coligações políticas visando ao retorno à normalidade democrática. c) Movimento militar revolucionário pelo interior do país com o objetivo de reconstruir a nação. d) Movimentos populares de cunho religioso provocados pelas más condições de vida e de trabalho no campo.

333

HISTÓRIA
13. Leia o texto abaixo.
“O Estado Novo recolheu os triunfos da década de 30, ao expor com todo o esplendor esta extraordinária transformação do direito de organização e ação coletivos em meio de identidade entre poder, lei e sociedade, de modo que a força prometida por uma sociedade crescentemente mobilizada em seu desejo de mudança foi substituída pela onipotência e eficácia das instituições governamentais e da repressão, ambas sustentadas pela mais brilhante invenção do período: o espetáculo da identidade entre Estado e povo, entre o Chefe do Estado e ‘seu’ povo”.

UFMG
F A S E

1 A

P R O V A

(PAOLI, M. C. A Era do Estado. Folha de São Paulo. 31 dez. 1988. Folhetim. p. G-6)

Todas as alternativas abaixo apresentam estratégias adotadas no Estado Novo que confirmam as idéias contidas nesse texto, EXCETO a) A difusão da imagem de Getúlio Vargas como “Pai dos Pobres” e “Protetor dos Trabalhadores”. b) A garantia de associação profissional e sindical condicionada ao seu reconhecimento pelo governo. c) A proliferação de partidos empenhados na construção de uma nova ordem política na sociedade brasileira. d) O controle e a censura dos meios de comunicação pelo Departamento de Imprensa e Propaganda.

14. Examine este gráfico. Assinale a alternativa que apresenta a interpretação correta do gráfico. a) A Alemanha, sob a República de Weimar, assistiu ao início de uma queda significativa no seu PIB. b) O Brasil, durante o 1º governo Vargas, experimentou um crescimento sem precedentes de seu PIB. c) O Reino Unido, sob o governo Tatcher, viu despencar as taxas de seu PIB. d) Os Estados Unidos, nos anos do New Deal, são o único país que mantém o crescimento do PIB.

334

HISTÓRIA

UFMG
F A S E

15. “As diferentes formas de imperialismo e de colonização se sobrepõem e se interpenetram. O mesmo
ocorre com os chamados fenômenos de descolonização e de independência dos povos que se libertaram. Em sua maioria, eles se emanciparam entre 1945 e 1965…” (FERRO, Marc História das colonizações: das conquistas às independências séculos XIII a XX. São Paulo, Companhia das Letras, 1996. p. 38.)

1 A

Todas as alternativas apresentam exemplos do processo de descolonização ocorridos no período a que se refere o autor, EXCETO a) Emancipação do Panamá. b) Guerra da Argélia. c) Independência da Índia. d) Libertação da Indochina.

P R O V A

16. Todas as alternativas apresentam acontecimentos que abalaram os anos 60 do século XX, EXCETO a) A Guerra do Vietnã e a afirmação do regime socialista em Cuba. b) A vitória do governo socialista de Salvador Allende no Chile e o golpe militar do General Pinochet. c) As manifestações estudantis na França, Alemanha, Estados Unidos e o movimento hippie. d) O assassinato do líder negro Martin Luther King e o acirramento dos conflitos raciais nos Estados Unidos.

17. “Brasil vivia guerra aberta no final de 1969”. Essa afirmativa, que dá título a uma matéria do jornal Folha de S. Paulo de 12 de maio de 1996, refere-se a) à disposição do governo Costa e Silva de lutar contra a inflação e a alta constante das taxas de juros. b) à disposição do governo de combater, a todo custo e por todos os meios, a rede do narcotráfico. c) ao enfrentamento armado, naquele período, entre forças de esquerda e o governo militar no Brasil. d) às ações táticas empreendidas pelos “sem terra”, que desejavam instaurar uma nova ordem no país.

335

d) os “quase brancos”. Leia o seguinte trecho de Haiti. quase todos pretos Dando porrada na nuca de malandros pretos De ladrões mulatos e outros quase brancos tratados como pretos Só prá mostrar aos outros quase pretos (e são quase todos pretos) E aos quase brancos pobres como pretos Como é que pretos. c) O título da charge sugere que o presidente tem sido extremamente atencioso com alguns políticos. 336 .. pobres e mulatos E quase brancos quase pretos de tão pobres são tratados E não importa se olhos do mundo inteiro Possam estar um momento voltados para o largo Onde escravos eram castigados. d) Os presentes oferecidos ao presidente traduzem o sentimento de satisfação do conjunto da sociedade com o seu governo. partidos e órgãos de classe. b) em nosso país os mulatos são tratados com mais violência. “. em relação ao Brasil. pode-se afirmar que a) a repressão policial dos “quase pretos” trata violentamente apenas os malandros “quase brancos”.. c) os “olhos do mundo”. música de Caetano Veloso e Gilberto Gil. são tratados socialmente da mesma maneira no Brasil.. EXCETO a) A charge contém uma crítica explícita ao comprometimento do governo FHC com os interesses das elites brasileiras.. quando identificados com os “quase brancos”. 19.HISTÓRIA 18. quando pobres. os “quase pretos” e os “pretos”.Quando você for convidado pra subir no adro Da Fundação Casa de Jorge Amado Prá ver do alto a fila de soldados. Todas as alternativas apresentam interpretações corretas dessa charge. preocupam-se apenas com a situação política dos negros e dos “quase mulatos”. b) A referência ao banqueiro predileto de FHC denuncia o tratamento especial que o governo vem dando ao setor financeiro.” UFMG F A S E 1 A P R O V A A partir desse trecho. Observe a charge.

pode ser relacionado à a) b) c) d) associação entre a escravidão e a moral cristã. d) a produção açucareira fixou a população no litoral e criou uma expressiva camada média. c) a produção colonial foi orientada para a exportação de gêneros para o mercado externo. regulamentação das relações entre senhores e escravos. Sobre a economia do período colonial.. 1711) P R O V A Esse texto. e se hão de ouvir os delatados e. c) As taxas alfandegárias sobre os produtos comercializados entre os países integrantes estão sendo gradualmente eliminadas ou reduzidas. Leia o texto abaixo “ .. a fim de aumentar a produtividade. Produto Interno Bruto. melhorar a qualidade e diminuir o custo dos produtos. bipolarizada entre o senhor e o escravo. 1. Cultura e Opulência do Brasil. b) As empresas transnacionais tendem a concentrar a produção de determinados bens em um único país. Ordenação de uma administração centralizada. 3. d) Os indicadores econômicos e sociais — área. ou marcá-los na cara. 337 . para não castigar inocentes. analfabetismo etc. convencidos. EXCETO a) b) c) d) Criação de um exército permanente. assentada no latifúndio exportador e no trabalho escravo.HISTÓRIA 20. naquele onde os custos forem menores. escrito por um padre jesuíta em 1711. com ânimo vingativo. população. porém estes [senhores] hão de averiguar antes. não seria para se sofrer entre os bárbaros. 1 A 1 B P R O V A F A S E 2.” (ANTONIL. — dos países signatários do acordo demonstram um equilíbrio intraMercosul. Organização de um sistema nacional de impostos. entre os integrantes do Mercosul. oposição do clero católico à escravidão. condenação dos castigos aplicados aos escravos. renda per capita. castigar-se-ão com açoites moderados ou com os meterem em uma corrente de ferro por algum tempo ou tronco. b) a pecuária se baseou na criação intensiva. Todas as alternativas apresentam fatores que caracterizaram os Estados Nacionais formados a partir do século XV. André João. é correto afirmar que a) a economia aurífera se caracterizou pela imobilidade social. por mão própria e com instrumentos terríveis e chegar talvez aos pobres com fogo ou lacre ardente. Castigar com ímpeto. provocando o crescimento do comércio intraMercosul. Não castigar os excessos que eles [os escravos] cometem seria culpa não leve. Todas as alternativas apresentam afirmações corretas sobre o Mercosul EXCETO UFMG F A S E a) As empresas instaladas nos países do Mercosul deverão associar-se para a troca de conhecimentos tecnológicos. ou seja. Manutenção dos privilégios das corporações. muito menos entre os cristãos católicos.

P R O V A 6. às necessidades da comunidade que terá bens em abundância. racionalmente. ao promover o Golpe da Maioridade. d) Exploração de ouro. mas. c) Expansão das ferrovias ligando o Vale do Mississípi ao Oeste. propagando que a natureza colocou tudo para uso de todos. Todas as alternativas apresentam aspectos da expansão da fronteira norte-americana. c) promover a descentralização. c) busca a garantia dos direitos individuais do homem. b) Dizimação dos indígenas e confinamento das comunidades remanescentes. da opinião.HISTÓRIA 4. admitindo. EXCETO a) Desenvolvimento da indústria têxtil e metalúrgica na costa do Pacífico. b) Defesa do ideal monárquico para a garantia da unidade política. na segunda metade do século XIX. UFMG F A S E 1 B 5. a) Crença na razão como fonte para a crítica social e política. b) atribui ao indivíduo e à coletividade o direito à liberdade de agir sem sofrer opressão por qualquer tipo de autoridade. prata e outros minerais em várias regiões do Oeste. e a produção não visa ao lucro e ao enriquecimento dos indivíduos. 338 . d) prega o ideal de vida em comum na pobreza e na caridade e o desapego aos bens terrenos. criando o direito comum em oposição ao direito privado. d) Idéia de indivisibilidade do Estado em poderes independentes. que buscavam a restauração da monarquia. d) satisfazer o desejo dos moderados. os obstáculos da natureza. exclusivamente. Entende-se por anarquismo o movimento que a) afirma que o trabalho é regulado. b) fortalecer o poder político do Imperador. 7. Assinale a alternativa que apresenta um princípio filosófico do Século das Luzes. do senso comum e da vontade da comunidade geral. c) Idéia do direito divino dos reis para legitimar o absolutismo. o que gerou diversas revoltas regionais. Os governos regenciais no Brasil (1831-1840) se caracterizaram por a) buscar a afirmação do poder político central para satisfazer os exaltados. salientando o momento da participação democrática na direção política de um país e objetivando manter inalterados os equilíbrios sociais existentes.

do que para qualquer outro grupo de pessoas. d) O aumento da capacidade produtiva através da ampliação do número de fábricas. b) A busca da juventude pelos escravos para serem beneficiados pela Lei do Ventre Livre. São Paulo: Companhia das Letras.HISTÓRIA 8. c) A recusa dos proprietários em perderem seus escravos devido à Lei dos Sexagenários. Observe a figura UFMG F A S E 1 B P R O V A Indique a alternativa que explica o que essa figura representa. “O século burguês foi uma era de melhoramentos. Leia o texto. 339 . 9.” (GAY. b) A expansão das ferrovias como meio de intensificar a troca de mercadorias. p. 55. mas uma crença sincera no progresso. c) A garantia de uma renda mínima às famílias de trabalhadores. Peter. talvez. Sua ideologia carregada de esperanças não era apenas uma máscara para encobrir o desespero. 1988.) Todas as alternativas apresentam indicadores do progresso na Europa na segunda metade do século XIX. EXCETO a) A crença dos indivíduos em relação às possibilidades de ascensão social. mais para os burgueses. a) A adoção pelos negros dos hábitos da classe dominante como forma de se integrarem à sociedade. A experiência burguesa da rainha Vitória a Freud: a educação dos sentidos. d) A tentativa dos negros em se manterem jovens para garantir a entrada no mercado de trabalho livre.

jamais aderirá a tal política. embora proclamado pelos revolucionários de 17. História das Colonizações: das conquistas às independências — século XIII a XX. na Costa do Ouro (atual Gana. sempre se manifestou contra o princípio da autodeterminação dos povos. enquanto líder expressivo da Revolução Russa.) Todas as alternativas apresentam afirmações corretas sobre a questão das nacionalidades na URSS. rei dos Ashanti. São Paulo: Companhia das Letras. respondeu da seguinte forma a uma consulta: “A proposta para o país Ashanti. “Durante a Revolução de 1917. na presente situação. b) Lenin. 1996. 12. c) O direito à autodeterminação dos povos. quase todas as nacionalidades da Rússia enxergaram na queda do czarismo e. EXCETO a) A disputa entre ingleses e boêres na África do Sul.HISTÓRIA UFMG F A S E 10. EXCETO a) A tese da revolução mundial promoveu uma revisão pelos bolcheviques do princípio da autodeterminação dos povos. Em 1891. na do governo provisório a oportunidade para recuperarem sua liberdade. b) A disputa entre os interesses americanos e russos no Oriente. colocar-se sob proteção de Sua Majestade a Rainha e Imperatriz da Índia foi objeto de exame aprofundado. d) O fracasso na resolução do problema das nacionalidades pelos governos comunistas ficou evidente no momento da fragmentação da antiga URSS. b) contou com apoio das populações locais. pode-se afirmar que a conquista da África pelos países europeus a) baseou-se exclusivamente em operações militares. d) enfrentou a concorrência de impérios asiáticos. c) Os conflitos para abrir o mercado chinês aos interesses ingleses. depois. nunca foi efetivamente praticado. Todas as alternativas apresentam conflitos ligados à expansão imperialista das potências européias na África e na Ásia. Premph I. 340 .” 1 B A partir do texto acima. no século XIX. o Ashanti. África).” (FERRO. d) Os movimentos de resistência africana contra a dominação estrangeira. Marc. mas me permitam dizer que chegamos à seguinte conclusão: meu reino. c) encontrou resistência de chefes e reis africanos. P R O V A 11.

HISTÓRIA

UFMG
F A S E

13. “Foi um período de intensa atividade sindical e política nos meios operários, fundando-se inúmeras
organizações de classe e círculos políticos e desempenhando também uma inédita atividade cultural.” (RODRIGUES, José A. Sindicato e Desenvolvimento no Brasil. São Paulo: Difel, 1968. p. 12.)

1 B

A afirmação acima refere-se à cena republicana nas duas primeiras décadas deste século, no Brasil. Assinale a alternativa que apresenta características desse momento histórico. a) A luta pelas reformas de base que abrangia tanto as questões sindicais como a expectativa pela mudança na estrutura educacional do país. b) A mobilização de amplas camadas da população exigindo a expansão do mercado de trabalho e da oferta de produtos industrializados. c) A promulgação das leis trabalhistas e de um novo código civil que regulava questões importantes da cidadania no país. d) As mobilizações dos marítimos, ferroviários e portuários com a eclosão de algumas greves gerais e a intensificação do debate sobre a questão operária. P R O V A

14. Sobre a geopolítica na conjuntura imediatamente pós Segunda Guerra, pode-se afirmar que a) as áreas que não se envolveram, diretamente, no conflito conseguiram alcançar um amplo desenvolvimento econômico baseado em uma política de exportação. b) as diversas formas de dominação colonial e de exploração que caracterizavam, historicamente, as relações entre o centro e a periferia foram mantidas. c) os países aliados estabeleceram uma política de arrasamento dos países vencidos inviabilizando o crescimento mundial durante décadas. d) os países vencidos se agruparam formando o bloco dos não-alinhados viabilizando, assim, sua recuperação uma vez que não foram levados em consideração pelos vencedores.

15. Todas as alternativas apresentam repercussões do período de distensão da Guerra Fria, EXCETO a) b) c) d) Criação, na Polônia, do Solidariedade, primeiro sindicato livre do mundo socialista. Primavera de Praga, que foi sufocada pela invasão das tropas do Pacto de Varsóvia. Queda do muro de Berlim, acontecimento emblemático da reunificação alemã. Revolução de Veludo Tcheca, que significou o fim do monopólio do partido comunista.

16. Todas as alternativas apresentam aspectos importantes assumidos pela Teologia da Libertação, na América Latina, a partir dos anos 60 do século XX, EXCETO a) b) c) d) Defesa da luta armada para alcançar o socialismo. Opção preferencial pelos pobres, oprimidos e injustiçados. Participação ativa nos movimentos populares urbanos e rurais. Tentativa de combinação teórica de concepções católicas e marxistas.

341

HISTÓRIA
17. Observe o quadro TAXAS REGIONAIS DE URBANIZAÇÃO
1940 Centro-Oeste Nordeste Norte Sudeste Sul 21,52 23,42 27,75 39,42 27,73 1960 35,02 34,24 37,80 57,36 37,58 1980 67,75 50,44 51,69 82,79 62,41

UFMG
F A S E

1 B

P R O V A

Todas as alternativas apresentam interpretações corretas a partir desse quadro, EXCETO a) A maior taxa de urbanização nos três momentos pertence à região de maior desenvolvimento econômico. b) A variação da taxa de urbanização do Nordeste reflete o movimento migratório para o eixo Rio-São Paulo. c) O crescimento da taxa de urbanização do Centro-Oeste está relacionado à expansão da fronteira agrícola. d) Os dois momentos mais recentes marcam uma aceleração no crescimento das taxas de urbanização em todas as regiões. 18. Leia o texto. RIO 40 GRAUS
(Fernanda Abreu, Fausto Fawcett e Laufer)

“Rio 40 graus
Cidade maravilha Purgatório da beleza e do caos

Capital do sangue quente do Brasil Capital do sangue quente Do melhor e do pior do Brasil Cidade sangue quente Maravilha mutante
O Rio é uma cidade de cidades misturadas O Rio é uma cidade de cidades camufladas Com governos misturados, camuflados, paralelos Sorrateiros ocultando comandos...

A letra dessa música retrata a situação atual da cidade do Rio de Janeiro. Todas as alternativas apresentam indicadores corretos dessa situação, EXCETO a) b) c) d) Atuação do crime organizado junto às comunidades carentes, exercendo funções de governo. Coexistência da beleza natural com as mazelas do processo de urbanização. Deterioração social e violência características do Brasil de hoje. Incapacidade de convivência entre a cidade oficial e a marginal.

342

HISTÓRIA
19. Sobre a situação econômica de Cuba, na conjuntura atual, pode-se afirmar que

UFMG
F A S E

a) a Rússia e os países do Leste Europeu continuam a ser os principais parceiros comerciais de Cuba. b) Cuba atravessa uma fase de graves problemas econômicos, relacionados, principalmente, com a falta de produtos básicos. c) Cuba mantém a sua economia fechada para os investimentos privados de países capitalistas. d) os Estados Unidos suspenderam o bloqueio econômico sobre Cuba, em decorrência do fim da Guerra Fria. 20. Até o ano 2000 metade da população do mundo morará e trabalhará nas cidades. O Habitat 2, conferência convocada pela ONU em junho de 1996, discutiu a urbanização do mundo. Todas as alternativas apresentam objetivos do Habitat 2, EXCETO a) Encontrar formas de satisfazer as necessidades de moradia e infra-estrutura das cidades. b) Melhorar a economia urbana, reduzir a pobreza e criar empregos. c) Melhorar a participação da população na gestão dos assuntos públicos. d) Possibilitar uma maior integração entre países pobres e ricos. QUESTÃO 01 IDENTIFIQUE as atividades produtivas e as relações de trabalho predominantes em cada uma das seguintes regiões, nos séculos XVI e XVII. a) Nordeste brasileiro: b) Antilhas: c) México e Peru: QUESTÃO 02 Leia o texto.
“O interesse dos mercadores dos Países-Baixos pelo Brasil foi um fato que antecedeu de muito os ataques empreendidos pela Companhia das Índias Ocidentais, em 1624 contra a Bahia e, em 1630, contra Pernambuco. Estes ataques explicam-se por aquele interesse (…). Faz-se, pois, necessário recuar um pouco no tempo, para uma perspectiva melhor dos acontecimentos que na segunda e terceira décadas de 1600 se desenrolam em nosso país.” (MELLO, J. A. Gonsalves de. O domínio holandês na Bahia e no Nordeste. In: HOLANDA, S. B. de (dir.). História Geral da Civilização Brasileira. São Paulo: Difel, 1981. t. I, v. 1, p. 235.)

1 B 2

P R O V A

d) Região Platina: e) Colônias Inglesas do Norte: f) Colônias Inglesas do Sul:

F A S E

1. CITE a forma de participação dos mercadores dos Países-Baixos no comércio do açúcar anterior ao domínio holandês no nordeste açucareiro. 2. RELACIONE os acontecimentos políticos da história européia com a conquista do nordeste açucareiro pelos holandeses.

343

HISTÓRIA

UFMG
F A S E

3. CITE as medidas adotadas pelos holandeses que lhes permitiram contar com o apoio da população local. 4. INDIQUE os motivos que geraram o descontentamento da população local e que culminaram na expulsão dos holandeses.

2

QUESTÃO 03 Leia o texto.
“Creio que nos últimos anos foi cercado mais da quarta parte de todo o condado de Derby… As vantagens que emanam dos cercamentos são muito grandes, o gado progride porque cada proprietário, emancipado dos costumes do lugar, desfruta de liberdade para melhorar o rebanho de acordo com seu próprio critério e a experiência demonstra que os animais de todos os cercados são, em geral, superiores aos dos campos comuns.” (BROWN, Thomas. Visão geral da agricultura no Condado de Derby. 1794.)

1. CITE os dois tipos de propriedade aos quais o texto se refere: 2. IDENTIFIQUE o processo sócio-econômico, além dos cercamentos, vivido pela Inglaterra no Século XVIII. 3. CITE as duas classes sociais que se consolidaram nesse processo e ANALISE o impacto social dessas mudanças para cada uma delas.

QUESTÃO 04 Leia o texto.
“A forma peculiar como se processou a independência da América portuguesa teve conseqüências fundamentais no seu subseqüente desenvolvimento.” (FURTADO, Celso. Formação Econômica do Brasil. São Paulo: Nacional, 1971. p. 35.)

Com base na citação acima, 1. EXPLIQUE as razões por que o processo de independência da América portuguesa é considerado peculiar. 2. CITE duas insurreições ocorridas no Nordeste brasileiro durante o processo de independência: 3. A Inglaterra foi um dos países mais beneficiados com a emancipação política da América portuguesa. JUSTIFIQUE essa afirmativa:

344

HISTÓRIA

UFMG
F A S E

4. A peculiaridade do processo de independência do Brasil imprimiu ao processo sócio-político da jovem nação, ao longo do século XIX, características distintas da maioria das nações latino-americanas. CITE duas dessas características. QUESTÃO 05 Leia os textos.
“Exigimos para o povo alemão a igualdade de direitos para com as outras nações, a ab-rogação dos Tratados de Versalhes e de Saint Germain.” (Programa do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, 1920.) Nós romperemos o ‘tratado de paz’ de bandidagem que nos foi imposto em Versalhes, assim como o Plano Young que submeteu a Alemanha (…).” (Programa do Partido Comunista Alemão, 1930.) “Na sua precipitação em suster a cólera dos alemães como uma caução da vitória, os aliados [em 1919] não se apercebiam de que perdiam a paz no preciso momento em que ganhavam a guerra.” (FERRO, Marc. História da Primeira Guerra Mundial. Lisboa: Edições 70, 1992. p. 319.)

2

Sobre o Tratado de Versalhes, assinado entre os aliados e a Alemanha, após o término da Primeira Guerra Mundial, 1. CITE duas disposições desse Tratado que explicam o descontentamento dos alemães. 2. RELACIONE o disposto no Tratado de Versalhes com a conjuntura alemã nos anos 1920. 3. EXPLIQUE em que medida, ao término da Primeira Guerra Mundial, os aliados “perdiam a paz no preciso momento em que ganhavam a guerra”. QUESTÃO 06 Leia o telegrama.
“Dada precipitação acontecimentos fundamos Ação Integralista Brasileira. Assembléia criação movimento formada estudantes, operários, elementos classe média. Tudo dentro princípios já acertados nossa correspondência anterior: sindicalização, representação exclusivamente profissional. Base Estado na família, município, sindicato. Avise nossos amigos Bahia e Belo Horizonte restabelecer articulação, fomentar propaganda. Espero sua vinda aqui urgente. Viva Brasil dirigido mocidade.” (Telegrama Plínio Salgado para Olbiano de Melo. Apud TRINDADE, H. Integralismo: a ascensão das idéias autoritárias no Brasil. História do Século XX. São Paulo: Abril Cultural, 1968.)

1. CARACTERIZE a Ação Integralista Brasileira. 2. RELACIONE o surgimento dessa organização com o contexto político internacional. 3. CITE 3 outros países onde ocorreram movimentos com as mesmas características e DENOMINE-OS. 4. CITE duas características comuns a estes movimentos.

345

HISTÓRIA
QUESTÃO 07

UFMG
F A S E

No decorrer do último ano, os “sem terra” ocuparam por diversas vezes as páginas da grande imprensa no Brasil. 1. CITE a principal reivindicação dos movimentos dos “sem terra”. 2. DESCREVA a situação da propriedade fundiária no Brasil atual. 3. RELACIONE essa situação com as condições históricas da ocupação do território brasileiro, a) no período colonial: b) no século XIX: 4. CITE dois movimentos sociais no período republicano, que tiveram como bandeira a distribuição da terra no Brasil.

2

346

HISTÓRIA

UFPA
F A S E

1. A Declaração de Independência dos EUA, redigida por Thomas Jefferson e proclamada em 4 de julho de 1776, apresenta como característica fundamental a a) defesa da liberdade e propriedade individual, bem como dos direitos fundamentais do Homem. b) crença nos ideais humanistas, despertados a partir da Revolução Francesa no século XVII. c) busca de uma sociedade republicana e federalista, onde o Estado Nacional fosse soberano e forte. d) tentativa de separação política da metrópole, muito embora a dependência econômica com a Inglaterra fosse mantida. e) abolição da escravidão em todas as colônias da América, de acordo com o que prescrevia a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. 2. O socialismo científico, nascido na Europa a partir da segunda metade do século XIX, propunha a seguinte teoria: a) criação de uma sociedade comunista baseada no princípio newtoniano da ação e reação humana e defensora do livre arbítrio dos homens. b) fundação de uma organização socialista onde não haveria nenhuma forma de autoridade imposta, nem mesmo a do Estado. c) triunfo da classe trabalhadora sobre a burguesia, com a transição do capitalismo para o socialismo. d) derrubada do governo russo, o fim das eleições burguesas e a instauração da ditadura do proletariado. e) crença na natural e científica evolução do homem, o qual, vindo do macaco, teria se desenvolvido e caminharia progressivamente rumo ao socialismo iminente. 3. Getúlio Vargas, no Brasil, e Juan Domingo Perón, na Argentina, encarnam a melhor expressão do fenômeno fascista na América Latina. Esse período é caracterizado pela a) planificação da economia por parte do Estado, visando o desenvolvimento do setor agrário e o fortalecimento do Poder Executivo apoiado nas decisões do Legislativo. b) marginalização dos setores dominantes, considerados um entrave ao programa de privatização de empresas estatais e ao desenvolvimento da industrialização do país. c) radicalização política que culminará com a proibição de funcionamento de todos os sindicatos e o estabelecimento da censura à imprensa escrita. d) conservação e fortalecimento do capitalismo através de investimentos no setor privado e pela participação de setores urbanos no processo de legitimação do Estado autoritário. e) intervenção do Estado em assuntos econômicos, supressão de liberdades individuais, corporativismo, dissolução dos partidos políticos e pela mística nacionalista.

1

347

HISTÓRIA

UFPA
F A S E

4. “A Amazônia é o lugar onde Gaia (a Terra) mostra a luxuriante riqueza de seu corpo. E é também o
lugar onde ela mais sofre violência (...). Aí se perpetraram todos os pecados capitais (pecados mortais e pecado do capital).” (BOFF, Leonardo. Ecologia: Grito da Terra, Grito dos Pobres. São Paulo: Ática, 1995, p. 135)

Do trecho anterior, depreende-se que a Amazônia a) é o “pulmão do mundo”, onde há perfeito equilíbrio entre oxigênio e a cadeia alimentar das plantas, homem e natureza. b) é o local perfeito para a convivência pacífica entre índios e brancos, visto que os mesmos são detentores de saberes ancestrais sobre os segredos da natureza. c) abriga milhares de camponeses vindos do Nordeste e de várias regiões do país em busca de ouro e pedras preciosas utilizando somente a técnica da cata e de esteiras manuais. d) sofre agressões brutais dos grandes projetos minerais financiados pelo capital internacional e pelos projetos agropecuários envolvendo grandes empresas nacionais. e) é um palco de sacrifícios de garimpeiros e bóias-frias que se rebelam contra a ação da FUNAI, dos missionários americanos e contra os tratores e moto-serras. 5. O final do século XIX e início do XX caracteriza-se pelas transformações históricas que se refletem na paisagem urbana das principais cidades brasileiras. Na prática, essas transformações traduziam-se em a) estratégias de controle da população de formas variadas, de modo que se impusesse uma ordenação do espaço urbano, necessária ao clima de modernização. b) disciplinarização dos trabalhadores de feiras-livres e de condutores de bondes elétricos, de maneira que os ofícios fossem exercidos, exclusivamente, por nacionais. c) controle dos trabalhadores, da moradia e do jogo da capoeira, com a finalidade de tornar livres as cidades brasileiras, da presença de portugueses e negros libertos. d) construção de edifícios públicos que obedecessem ao estilo barroco, dando às cidades brasileiras uma imagem modernizada, de acordo com os padrões europeus. e) aumento da exportação da borracha, baseada nas relações escravistas de produção e no desenvolvimento da massa do proletariado urbano. 6. Leia atentamente a afirmativa abaixo e identifique o que ocorreu no Brasil depois de 1928:
“No período de 1928 existiam (...) pelo menos 3 propostas de revolução vindas de agrupamentos políticos diferentes: o partido Democrático, os tenentes e o Bloco Operário e Camponês.” (DE DECCA, Edgar S. O Silêncio dos Vencidos. São Paulo, Brasiliense: 1981, p. 81)

1

a) o Bloco Operário e Camponês subiu ao poder através de Getúlio Vargas, promotor da Revolução de 1930 e idealizador das leis trabalhistas brasileiras. b) o Partido Democrático ganha as eleições de 1930 através do candidato Getúlio Vargas, sendo que este revoluciona o sistema eleitoral com o fim da política dos governadores. c) o tenentismo ganhou força após 1930, com uma Revolução de caráter militar, cuja deflagração inaugurou o chamado Estado Novo. d) em 1930, Getúlio Vargas, candidato à presidência da República derrotado por Júlio Prestes, toma o poder através de uma revolução, colocando-se acima de todas as antigas tendências políticas. e) os tenentes, liderados por Vargas, tomam o poder auxiliados pelo Partido Democrático e pelo Bloco Operário e Camponês, derrotando as oligarquias rurais

348

HISTÓRIA

UFPA
F A S E

7. No final da década de 60, do século XX, o Brasil passa por um momento de intensa agitação política. Todos os segmentos da sociedade, operários, estudantes e políticos, clamavam pela redemocratização do país. A respeito das manifestações culturais, podemos afirmar que a(o) a) expressão da cultura brasileira passa por um momento de identificação com as raízes afrobrasileiras, expressa nas composições de músicas carnavalescas. b) confronto entre o “iê-iê-iê” e os shows montados pelo movimento da Jovem Guarda refletirá no “engajamento” dos jovens intelectuais ao movimento musical norte-americano. c) arte, representada pelos festivais de música popular, pelo cinema, teatro e literatura, passa a ser utilizada também, como um instrumento de conscientização política. d) massificação de programas levou ao grande público músicas sertanejas e popularizou cantores de cabeleira encaracolada que utilizavam a guitarra elétrica e) “choro”, a “seresta” e o “samba” passam a ser cantados nas salas de visitas, nos bares e quintais, respectivamente, como forma de reconhecimento da cidadania. 8. Do governo Figueiredo até as eleições de 1989, instalou-se um processo constante de confrontação com o regime vigente, em busca de uma proposta real de democratização do país. Sobre as características das eleições presidenciais de 1989 no Brasil, podemos afirmar que a) disputada por Lula e Collor, destacou-se pela luta entre dois grandes partidos (PT e PSDB) que desde 1982 consolidaram-se na política brasileira. b) foi marcada por ser a pioneira, já que constituiu-se na primeira eleição direta para presidente desde 1960, quando subiu ao poder Jânio Quadros. c) foi caracterizada pela morte do presidente eleito (Tancredo Neves) e pela posse de José Sarney, o qual implantou um plano econômico denominado de Cruzado. d) caracterizada pela política do “palanque eletrônico”, marcou-se por campanhas eleitorais corruptas e milionárias onde os principais candidatos foram comprovadamente indiciados no esquema PC Farias. e) foi marcada pela implementação da consulta eleitoral em duas fases, sendo a primeira obrigatória apenas aos eleitores menores de 18 anos. 1. A respeito da hierarquia familiar, afirmava o filósofo Aristóteles que na antiga cidade-estado de Atenas:
“O Homem livre manda no escravo, o macho na fêmea e o pai na criança (...).”

1

Em relação ao período acima referido, responda: a) Qual o regime político predominante nas duas principais cidades-estados gregas (Atenas e Esparta)? b) Como se justifica a rígida hierarquia social familiar da sociedade ateniense? 2. O tempo medieval é chamado pelo historiador Georges Duby de “o tempo das heresias vencidas, ou antes, das heresias sufocadas.” Considerando então a heresia num período histórico bem delimitado, responda: a) O que era ser herético no tempo medieval? b) Qual o instrumento de repressão mais freqüentemente utilizado pela Igreja contra os heréticos?

F A S E

2

349

HISTÓRIA

UFPA
F A S E

3. A história colonial brasileira está intrisicamente ligada à política mercantilista dos Estados Modernos.
O mercantilismo é considerado “antes de tudo, um serviço da política, uma administração do tesouro real, um instrumento de grandeza política e militar.” (DEYON, Pierre. O Mercantilismo. São Paulo: Perspectiva, 1985. p. 43)

Com base no texto: a) Explicite dois princípios básicos do mercantilismo. b) De que maneira o mercantilismo se constituiu num fator de unificação nacional? c) Qual o papel desempenhado pelo Brasil dentro da política econômica mercantilista portuguesa? 4. Em 14 de julho de 1789, uma multidão invadiu a Bastilha na capital da França, e libertou os presos que lá se encontravam. Este ato não foi isolado. Ele fazia parte de uma série de revoltas populares devido a carestia dos preços em geral, e especialmente, revoltas pelo aumento no preço do pão. Enquanto isso, em Versalhes, o rei Luis XVI e sua corte comiam e bebiam fartamente como se nada estivesse acontecendo. Sobre estes acontecimentos podemos perguntar: a) Como foram denominados os acontecimentos que se sucederam na França após o 14 de julho de 1789? b) Como estava dividida a sociedade francesa até 1789, ou seja, quantos eram os Estados e quem participava de cada um deles? c) Após 1789 as desigualdades sociais e econômicas foram eliminadas na França? Justifique sua resposta. 5. Em 17 de setembro de 1759, o Marquês de Pombal expulsou os frades da Companhia de Jesus do Brasil e com isto desestabilizou toda uma organização social que estes clérigos haviam implementado na colônia como um todo, e na Amazônia, em particular. a) Por que estes clérigos foram expulsos? Cite pelo menos duas causas. b) Por que a expulsão dos clérigos desestabilizou a antiga organização social da Amazônia? 6. Leia atentamente o trecho do poema transcrito abaixo que exalta a figura de um líder cabano e responda as questões propostas:
“Nascido no Ceará à frente de mil cabanos, desta Belém, do Pará, tu expulsaste os tiranos.” (HURLEY, Jorge. Traços Cabanos. Belém: Oficinas Gráficas do Instituto Lauro Sodré, 1936, p. 44)

2

a) Quem foi e qual a atuação do líder cabano referido no texto? b) Quem eram os tiranos que ele ajudou a expulsar? c) Quando e como foi o fim desse líder dos “mil cabanos” paraenses?

350

HISTÓRIA

UFPA
F A S E

7. É 20 de novembro de 1995. O Brasil celebra os 300 anos da morte de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares, símbolo da luta contra a desumanização do negro escravizado. O processo de luta pela abolição da escravatura foi lento e cruel, desenvolvendo-se de diferentes maneiras, tanto no Parlamento como nas ações cotidianas dos escravos e abolicionistas. Responda: a) De que modo a escravidão foi extinta no Brasil? b) De que maneira atuavam os abolicionistas? c) Qual o significado político da figura de Zumbi para a luta dos negros no Brasil? 8. “A política e a ideologia populistas são, até o presente, uma realidade atuante no formação social
brasileira. O que ocorre é que o período de 1930-1964 é o único período da história do Brasil no qual a política populista afirma-se como elemento específico definidor da política de desenvolvimento do Estado brasileiro.” (BOITO Jr., Armando. O Golpe de 1964: A burocracia contra o populismo. Coleção Tudo é história. São Paulo: Brasiliense, 1982. p. 21)

2

A partir da leitura do texto, respoda: a) O que foi o populismo no Brasil? b) Por que a Era Vargas é considerada o período áureo do populismo no Brasil? c) Por que o governo de João Goulart caracteriza a crise do populismo brasileiro?

351

HISTÓRIA

UFPE
F A S E

1. A arqueologia é técnica científica usada pelos historiadores para resgatar o passado mais remoto da humanidade através de seus vestígios materiais; graças à arqueologia é que existe o conhecimento da Pré-história. Assinale a alternativa que não corresponde à Pré-história: a) Estudos comprovam que os tipos Neanderthalenses e Arcantropinos habitavam parte da África, Ásia e Europa há cerca de 200 mil anos atrás. b) As raças Grimalde e a Cro-Magnon são consideradas Homo Sapiens. c) No mesolítico as técnicas de produção dos artefatos variavam entre as formas paleolíticas anteriores e as formas neolíticas posteriores. d) O Homem de Neanderthal desenvolveu sua cultura material no paleolítico médio. e) Os historiadores têm compreendido mais claramente a vida cotidiana da cidade de Pompéia, na Itália, a partir das escavações arqueológicas. 2. A arquitetura, no sentido de arte, técnica, canône, ..., foi regulamentada e conhecida primeiramente no Egito. Assinale a alternativa correta sobre esta parte no Egito: a) As construções de pirâmides no Egito têm início com as pirâmides de Kéops, Kéfren e Miquerinos. b) A arquitetura egípcia antiga se caracteriza por seu sentido monumental e de imobilidade com vistas ao ritual religioso-funerário. c) Os faraós egípcios do Antigo Império determinaram as construções de mastabas e menhires no Vale dos Reis. d) A idéia religiosa egípcia de vida após a morte foi comum àquela sociedade apenas depois das invasões dos hicsos. e) A construção das pirâmides e de outros edifícios no Egito antigo teve uma função econômica – a guarda dos grãos para os anos de escassez. 3. A chegada dos bárbaros à Europa ocidental fez desaparecer a unidade do Império Romano. Entre os anos 500 e 1000 de nossa era os povos da Europa ocidental evoluíram em sentidos diferentes e procuraram seus próprios meios de expressão. Com relação ao período medieval assinale a alternativa incorreta: a) Como conseqüência da dominação do Império Romano a língua utilizada oficialmente em toda a Europa ocidental durante a Idade Média foi o latim. b) Com relação ao estilo românico pode-se afirmar que se manifestou de forma diferente quando comparada sua aparição entre os diversos grupos étnicos europeus. c) A igreja Cristã durante a Idade Média deteve o poder político e aliou-se a uma elite de cavaleiros que, através de guerras de conquista, ampliou suas terras. d) Através dos árabes os europeus conheceram o pensamento dos filósofos gregos e dos bizantinos. Assim, toda a Europa medieval adotou sua cultura. Exemplo: a religião ortodoxa, arquitetura, calendário e alfabeto. e) As cidades não possuíam um papel econômico forte mas os condados, ducados, e principados dirigidos pela nobreza adquiriram crescente autonomia econômica e política.

1

352

HISTÓRIA

UFPE
F A S E

4. A crise do sistema feudal acelerou-se no século XIV. Esta crise geral manifestou-se de várias maneiras. Assinale a alternativa incorreta: a) Devido à forma de exploração utilizada durante toda a Idade Média houve esgotamento do solo e conseqüentemente a produção agrícola diminuiu. b) A queda da produção agrícola teve como conseqüência imediata a subida dos preços. c) Com a falta de produtos os mercados tendiam a fechar nas cidades e a fome atingiu também a população do campo. d) Neste período a peste negra assolava em toda a Europa causando a morte da população. e) Com a diminuição da taxa de crescimento populacional os preços tenderam a baixar e os senhores feudais e nobres mantiveram seu padrão econômico. 5. O nacionalismo pode ser considerado como a ideologia burguesa do século XIX, contudo a esse sentimento nacional se vincula a idéia imperialista de expansão das potências européias. Assinale a alternativa abaixo que confirma esta afirmação: a) A unificação italiana foi realizada sob a ideologia nacionalista e logo depois deu-se a expansão neocolonialista na direção da África: a Itália anexou a Líbia, a Etiópia e parte da Somália. b) O movimento nacionalista possibilitou o desenvolvimento da França que se aventurou na Guerra Franco-Prussiana anexando a Alsácia e a Lorena. c) A Bélgica movida pelas idéias nacionalistas expande seu território na direção da Dinamarca anexando o Schleswig Holstein. d) Os Estados Unidos conquistando sua unidade na Guerra da Secção realizaram uma política expansionista em Angola e Moçambique. e) A África no século XIX sofreu invasões muçulmanas como decorrência do processo nacionalista e expansionista do mundo árabe. 6. Após a 1ª Guerra Mundial o socialismo surgia como uma alternativa político-ideológica ao capitalismo. Com relação ao surgimento do socialismo assinale a alternativa incorreta: a) No início do século XX, a Rússia rural, atrelada ainda a algumas instituições feudais, conviveu com cidades em pleno desenvolvimento industrial como Petrogrado e Moscou. b) Os camponeses participaram ativamente da Revolução Socialista mesmo a despeito da doutrina marxista ter se dirigido mais para a organização da classe operária. c) A primeira experiência com o socialismo como alternativa ao sistema capitalista foi realizada durante a república de Weimar, na Alemanha. d) O socialismo utópico, que pregava a igualdade social e reformas econômicas, surgiu após a revolução de 1830 na França, mas não teve peso suficiente para se transformar como alternativa ao capitalistmo. e) O mais célebre teórico do socialismo foi o judeu alemão Karl Marx.

1

353

HISTÓRIA

UFPE
F A S E

7. Após a segunda Guerra Mundial a Europa exibia as marcas da guerra. Entre os doze países mais sacrificados a União Soviética era o primeiro com a perda de 20 milhões de seres humanos e a Grã Bretanha o décimo segundo com 388 mil. Nas alternativas abaixo assinale a que indica os fatores responsáveis por esse conflito: a) – – – – – b) – – – – c) – – – d) – – – e) – – o revanchismo dos vencedores da Primeira Guerra a falta de autoridade da Sociedade das Nações a competição entre as grandes potências o cordão sanitário que foi imposto à União Soviética os planos do nazismo em construir uma nova ordem mundial a divisão e partilha da África, Ásia e América pelas grandes potências os planos expansionistas de Hitler a expansão socialista na África a disputa entre os italianos pelo território do Vaticano a aliança militar americano-japonesa no Pacífico o desenvolvimento do socialismo na Itália e Alemanha a neutralidade da Inglaterra o sistema de alianças e dentro dele a aliança do Japão e União Soviética a aliança de Mussolini e Franco a anexação do corredor polonês à Rússia o Tratado de Versailhes que não garantiu a paz entre as nações as novas tecnologias bélicas associadas às políticas de extermínio desenvolvidas nos Estados Unidos e Alemanha – a expansão turca na península itálica

1

8. Leia o trecho da Carta de Padre Antônio Vieira ao Padre Provencial dos Jesuítas em 1635 e depois assinale a alternativa que interpreta historicamente os interesses do Estado português, dos colonos, e dos padres jesuítas na colonização.
a “...Na primeira carta disse a V.Rev. a grande perseguição que padecem os índios, pela cobiça dos portugueses em os cativarem... O modo como esses índios recebiam os portugueses era ordinariamente de paz... E perguntando eu a um dos cabos desta entrada como se haviam com eles me respondeu com grande desabafo e paz de alma: ‘a esses davámos-lhe uma carga cerrada, caíam uns, fugiam outros, entrávamos nas aldeias e tomávamos aquilo que havíamos mister’... Todos estes latrocínios e homicídios se toleram em um reino tão católico como Portugal... Estas são, Padre Provincial a as notícias que posso dar a V.Rev. desta conquista do Maranhão de onde faço esta.” Antônio Vieira.

a) O Estado português queria fazer do índio um súdito, os colonos reduzi-los ao trabalho escravo e os jesuítas convertê-los à fé cristã e utilizá-los como mão de obra. b) O Estado português desejava o extermínio da raça para que os colonos pudessem transferir populações africanas para a América e os jesuítas estimulavam a escravidão indígena. c) A coroa portuguesa aliada aos franceses iniciou o processo de aculturação e desmantelamento das nações indígenas para facilitar o trabalho dos colonos. d) Os jesuítas, cumprindo ordens da metrópole, isolaram os índios em missões, no litoral, facilitando o aprisionamento deles pelos colonos para quem “o índio bom era o índio morto”. e) Os colonos utilizaram os jesuítas na escravidão dos gentios e o Estado português, em compensação, distribuiu sesmarias somente às ordens religiosas que haviam participado da conquista.

354

HISTÓRIA

UFPE
F A S E

9. A partir de 1840 medidas antiliberais do governo monárquico brasileiro, como a retirada da autonomia do Ato Adicional e do Código de Processo Criminal, provocaram uma série de revoltas no país. Sobre este tema faça a correlação entre as colunas: (1) (2) (3) (4) (5) ( ( ( ( ) ) ) ) a Revolução Liberal de São Paulo a Revolução Praieira em Pernambuco a Revista Progresso a Revolução Liberal em Minas Gerais o Jornal Diário Novo

1

Antônio Pedro foi o seu líder com nítida influência dos socialistas franceses a voz do Partido da Praia movimento chefiado pelo Brigadeiro Tobias Aguiar um dos seus líderes, Antônio Borges da Fonseca, defendeu no parlamento reformas sociais e a nacionalização do comércio a retalho ( ) movimento rebelde chefiado por Teófilo Otoni e facilmente neutralizado por Luís Alves de Lima e Silva A seqüência correta é: a) 3, 5, 1, 2, 4 b) 4, 2, 1, 5, 3 c) 3, 1, 2, 4, 5 d) 1, 3, 2, 4, 5 e) 4, 5, 3, 1, 2

10. O relatório do parlamentar do Império Nabuco de Araújo informa que “o tráfico (de escravos) interprovincial esvaziou o sistema (escravocrata) nas províncias do Norte, portanto, a batalha final vai se dar no coração do Império – Rio, Minas, São Paulo – no reinado do café”. Entre as alternativas abaixo indique a que complementa o enunciado: a) A estagnação e a decadência do vale do Paraíba esgotaram o sistema escravista, também na região sudeste. b) A abolição da escravidão no Ceará desestabilizou completamente o sistema, inclusive no maior centro cafeicultor que era São Paulo. c) Enquanto no sudeste o café prosperava, no nordeste o açúcar declinava. A escravidão não era mais uma questão nacional. O movimento abolicionista e o capital inglês pressionavam na direção do trabalho livre assalariado, no maior centro de poder do país: a Corte. d) A transferência de escravos de uma região para outra reforçou o sistema: substituía o trabalho livre pelo trabalho compulsório. e) A Lei do Ventre Livre possibilitou a decadência do sistema escravocrata criando as condições necessárias para a abolição da escravidão.

355

1 356 . fenômeno político que se desenvolveu nas oligarquias regionais. c) O texto do artigo 121 da referida Constituição estabeleceu descanso semanal e férias anuais remuneradas. Enquanto o presidente Washington Luís classificou a questão social como “caso de polícia”. A Guerra de Canudos e o banditismo social. d) O não cumprimento do Pacto dos Coronéis pela oligarquia Acioli no Ceará. Assinale a alternativa abaixo que não corresponde ao enunciado: a) No texto constitucional proibiam-se as diferenças salariais com base em distinções de sexo. b) Uma das chaves da “política dos governadores” era a Comissão de Verificação. tirada do poder legislativo. idade.HISTÓRIA UFPE F A S E 11. 12. influenciada pela Revolução de 1930. b) Surgiram do movimento tenentista outras manifestações de inconformismo. tinha como função legitimar as eleições estaduais. d) O Fundo de Garantia do trabalhador deveria ser liberado. Indique nas alternativas abaixo a que não corresponde a esta prática política: a) O presidente apoiaria a oligarquia dominante vencedora nos Estados. nacionalidade e estado civil. o Cangaço. 13. d) A “política dos governadores” incluía a derrubada dos governadores que haviam apoiado Deodoro da Fonseca. mesmo que os resultados fossem contestados. as injustiças sociais. c) A oligarquia estadual deveria garantir a eleição de candidatos oficiais para o Congresso Brasileiro. levou o Padre Cícero Romão Batista a organizar uma reação em Canudos. Soldados bem treinados sem perspectiva de trabalho se adentraram aos sertões e se rebelaram contra o governo. legislou sobre o mundo do trabalho. e) A nova Legislação previa indenização ao trabalhador demitido sem justa causa. independente de partidos políticos. são fenômenos históricos atrelados às mesmas raízes sócio-econômicas. Assinale nas alternativas abaixo a que indica esta identidade: a) A origem desses descontentamentos situou-se na religiosidade popular traduzida nas profecias de místicos e fanáticos como Antônio Conselheiro: “o sertão vai virar praia e a praia virará sertão”. o fenômeno da seca e o isolamento dessas populações produziram os cangaceiros e os fanáticos. c) A valorização da terra em fins do século XIX. e) As populações sertanejas deserdadas da terra encontraram na marcha da Coluna Prestes um caminho para o fanatismo e para o cangaceirismo. b) O salário mínimo foi regionalizado e a jornada de trabalho passou a ser limitada a 8 horas diárias. caso este fosse demitido com ou sem justa causa. e) A “política dos governadores” também se apoiava no coronelismo. Durante a República Velha o presidente Campos Sales governou de 1898 a 1902 e inaugurou uma prática política conhecida como a “política dos governadores”. a Constituição de 1934.

d) Expressão política para o deslocamento do eixo da economia industrial para a economia comercial internacional. da democracia e do desenvolvimento econômico. b) A fundação do partido dos trabalhadores (PT). 2 e) 2. a eleição de Tancredo Neves para presidente da República e o Plano Cruzado. 1. e) A aprovação pelo Congresso Nacional em 1965 da emenda das inelegibilidades e a edição do AI nº 2 que dissolveu os partidos políticos. c) O “milagre econômico” brasileiro traduzido pelas medidas adotadas no governo pós 64 e a deposição de João Goulart. 1. 4 d) 5. 3 357 . 2. 3. e) Movimento que impediu a posse do presidente João Goulart. 4. d) A dissolução de organizações classificadas como “subversivas” . Assinale a alternativa abaixo que responde por fatos que ocorreram durante a Nova República: a) A criação do MDB (movimento democrático brasileiro) e da ARENA (aliança renovadora nacional). 4. b) É um modo de governar sem nenhuma sensibilidade para as pressões populares ou políticopartidárias. 2. Sobre este tema faça a relação entre as colunas: (1) (2) (3) (4) (5) ( ( ( ( ( ) ) ) ) ) Movimento armonial A tropicália Movimento modernista Bossa nova Cinema Novo Caetano Veloso Ariano Suassuna Glauber Rocha Mário de Andrade Antônio Jobin 1 Assinale a alternativa correta: a) 1. até os anos sessenta algumas manifestações culturais foram de ordem mais coletiva. 1. exemplo: o comando geral dos trabalhadores (CGT) e a união nacional dos estudantes (UNE). 15. 4 c) 2. 3. 3. a) É uma forma típica dos governantes democráticos dos Estados Unidos conciliarem seus problemas étnicos. 4. 5.HISTÓRIA UFPE F A S E 14. As artes e a literatura brasileiras na atualidade não estão articuladas a movimentos coletivos. Entretanto. c) A ambigüidade é uma das suas características: relaciona-se com a crise das oligarquias. 5. 1. Assinale a alternativa que corresponde ao fenômeno político denominado “populismo”. 3. quando da renúncia de Jânio Quadros. 16. 5 b) 5.

3. o cotidiano e a narrativa. A Historiografia é o modo como se escreve a História. da Igreja. a Antropologia e utilizou a análise dos documentos. 3-3) A arquitetura moderna teve nos irmãos Perret e em Le Corbusier seus precursores. a Geografia. a História relacionou-se com outras ciências. como a Sociologia. ampliando suas respostas com base no empirismo. os hilotas e os periecos. artístico e científico que nasceu na Itália e se propagou pela Europa Ocidental dos séculos XV e XVI denomina-se Renascimento. nas estruturas e na luta de classes. 1-1) Durante a Idade Média os cronistas contaram a história dos reis. das batalhas. 1-1) A constituição espartana estabelecia que o governo da cidade deveria ser regido por dois reis. 2 358 . 2-2) No século XIX. A arte é uma criação humana. 1-1) Os romanos desenvolveram sua arte com base na arte etrusca e também receberam influência dos gregos. e através dela nos deixou imagens de outros aspectos de sua cultura. As proposições abaixo correspondem às correntes historiográficas que se desenvolveram ao longo da história da humanidade? 0-0) Os gregos contaram o início da sua história usando a mitologia. Sobre as várias modalidades de arte pode-se afirmar: 0-0) Durante a Pré-história o “homo-sapiens” desenvolveu a técnica da pintura sobre a rocha. considerando que todos os fatos históricos ou não históricos eram movidos pela vontade de Deus. 2. o pensamento. Sobre a sociedade oligárquica e militar espartana podemos afirmar que: 0-0) Em Esparta a propriedade da terra era coletiva e o regime era feudal. destaca-se a que aboliu a propriedade familiar e em seu lugar instituiu a propriedade estatal – a terra cívica – dividida em lotes.HISTÓRIA UFPE F A S E PARA CADA UMA DAS QUESTÕES A SEGUIR. um conselho e uma assembléia. que a partir de 1922 utilizaram em lugar da construção metálica a construção em cimento armado. as representações. 3-3) Também no século XIX a História ultrapassou a narrativa e introduziu a explicação dos fatos. 2-2) O movimento literário. 4-4) Entre as reformas econômicas realizadas em Esparta. fundamentando-se no sistema produtivo das sociedades. no que diz respeito à arquitetura e aos motivos governamentais. 3-3) A sociedade espartana estava constituída por três camadas: os espartanos. A(S) FALSA(S): 1. ASSINALE NA COLUNA I A(S) PROPOSIÇÃO(ÕES) VERDADEIRA(S) E NA COLUNA II. 2-2) Somente os espartanos e os periecos eram considerados cidadãos em Esparta. 4-4) Das experiências dos irmãos franceses Lumière e do americano Thomas Edison surgiu uma nova arte – o cinema – que rapidamente se transformou em uma promissora indústria de arte e entretenimento. 4-4) No século XX. a nova história se opõe à história interpretativa e valoriza a cultura. fundamentada na cultura e no processo histórico. conhecida como arte rupestre.

modificando o culto religioso. verificaremos grandes desigualdades. por exemplo. 4-4) Do Concílio de Trento saiu uma Igreja reformada e modernizada. pelo Ato de Supremacia de Henrique VIII. as leis votadas na Assembléia da Plebe passaram a ter validade em todo o estado. motivada pelas guerras. a tração peitoral são o resultado desse esforço. destruindo o pátriopoder. o arado. cuja produção havia regredido à subsistência. exercia um grande poder sobre a família. as classes eram subdivididas em centúrias. separadamente.HISTÓRIA 4. estimulou o espírito científico objetivando melhorar a produtividade. respeito aos deuses e culto à glória. Sobre essas reformas podemos afirmar: 0-0) Os luteranos entendiam a reforma como restauração do verdadeiro cristianismo contra a laicização de Roma. 5. 1-1) Em regiões de grande densidade populacional e pequena disponibilidade de terra o feudalismo se esgotou com maior rapidez. houve uma grande abertura às inovações do mundo e do capital comercial. 2-2) Os senhores feudais. Do direito público faziam parte o Direito Civil (jus civile) e o Direito Estrangeiro (jus gentium) em oposição ao Direito Privado. as quais se constituíam de pátrios e plebeus. 3-3) Os cidadãos romanos dividiam-se em cinco classes. condenou a doutrina da predestinação e recusou sacramentos como o batismo e a comunhão. a Rússia do século XII. 6. 2-2) Calvino tornou o culto mais complexo. reagiram fortemente às mudanças adivindas com o comércio. Era a decisão da plebe ou Plebiscito. 2-2) O Estado. 3-3) A Contra-Reforma católica definiu medidas de combate aos protestantes: criou colégios destinados ao ensino dos jovens. 1-1) A vida do cidadão romano era regulada por duas leis: a lei pública e a lei privada. Sobre a cidadania e os direitos da República romana pode-se afirmar: UFPE F A S E 0-0) Ser cidadão romano exigia coragem. também no século XII. conforme sua riqueza. 1-1) A Reforma Anglicana em 1534. A ferradura. herança dos gregos. criou uma Igreja Nacional na Inglaterra. 4-4) A partir das lutas empreendidas pelos plebeus para o fortalecimento da cidadania. Que elementos condicionaram as diversas transformações nesse sistema? 0-0) As cruzadas desorganizaram o sistema produtivo na chamada Europa Ocidental. com o que hoje chamamos Itália. 4-4) Em regiões de baixa densidade demográfica. difundiu a catequese entre os povos não cristãos e conteve o protestantismo utilizando os tribunais da Inquisição. que regulamentava as relações entre as famílias. 2 359 . lealdade. A autoridade papal foi diminuída e a doutrina tradicional da salvação competente negada com a criação do Catecismo e do Missal. Se compararmos. todo poderoso. pestes. O sistema feudal sofreu diferentes transformações nos reinos europeus. originários dos antigos proprietários romanos. As reformas religiosas do século XVI não apenas romperam a unidade do cristianismo no ocidente mas modificaram as estruturas eclesiásticas e a doutrina da salvação. alta disponibilidade de terras e com proprietários de origem germânica. 3-3) A perda de parte da mão-de-obra.

HISTÓRIA UFPE F A S E 7. 1-1) André Vidal de Negreiros e João Fernandes Vieira. e não menos estéril a maior parte dos caminhos das minas. Antonil. 4-4) A escravidão brasileira e a grega tinham componente racial: negros e índios no Brasil. 8. acirrou conflitos entre devedores (luso-brasileiros) e credores (holandeses). Os mais importantes foram: o do Monte das Tabocas. 1-1) A região foi abastecida por produtos de outras regiões. in Cultura e Opulência do Brasil. 2-2) A escravidão grega muitas vezes se dava por questões de não pagamento de dívidas. 2-2) Vários combates foram travados pelas tropas luso-brasileiros e holandesas. 3-3) Tanto o escravo brasileiro como o escravo grego aparecem nos testamentos. conseqüentemente. na idade moderna e a escravidão grega na antigüidade? 0-0) Numa relação de valor. em 1644. 3-3) A partir de 1551. apoiaram a nova política financeira do Supremo Conselho. 1-1) A escravidão grega. houve circulação de parte da produção aurífera. vestuário. não foi a base do sistema produtivo. 4-4) O Rio São Francisco foi a grande via por onde passavam as boiadas. armas. Sobre a restauração pernambucana e o fim do domínio holandês podemos afirmar que: 0-0) A substituição de Nassau na administração da Nova Holanda. 4-4) Os ingleses que haviam excluído a Holanda do seu comércio. pelo Supremo Conselho. auxiliaram os lusobrasileiros na restauração. o açúcar e outros produtos em direção às Minas Gerais. escravos. Leia o texto com atenção: “Sendo a terra que dá ouro esterilíssima de tudo o que se há mister para a vida humana. não se pode crer o que padeceram a princípio os mineiros por falta de mantimentos. senhores de engenho e aliados dos holandeses. metais. o que intensificou o comércio pelo interior do Brasil. a guerra naval entre Inglaterra e Holanda possibilitou a diminuição do auxílio dos Estados Gerais aos holandeses em Pernambuco. sem terem outro sustento”. na divisão dos bens móveis: gado. negros e chineses na Grécia. achando senão poucos mortos com uma espiga de milho na mão. vasos. o fumo. 360 . enquanto que a escravidão no Brasil realizou-se dentro de um sistema que produzia para o mercado externo. os mineiros puderam pagar. 2 Sobre o abastecimento na região das minas e sobre a circulação do ouro pode-se afirmar: 0-0) Apesar das grandes jazidas auríferas a região foi abandonada devido à esterilidade do solo. 9. 2-2) Os mineiros abandonaram a atividade mineradora para se dedicarem ao cultivo do cacau e do fumo. com esta moeda. o da Convenção de Beriberi e o do Monte Guararapes. 3-3) Com a produção de ouro. o escravo brasileiro e o grego valiam menos que a terra. produtos importados. Quais as semelhanças ou diferenças observadas entre a escravidão brasileira. ao contrário da brasileira.

1-1) A insatisfação da pequena burguesia e do proletariado.HISTÓRIA UFPE F A S E 10. desse período. atingiam a pequena burguesia e o proletariado: dissolveu a câmara. 4-4) As drogas do sertão. venceu este último. pimenta. Sobre os movimentos revolucionários ocorridos na França. a instalação do governo republicano provisório. 3-3) O governo de Carlos X desgostava a nobreza por não indenizá-la das perdas territoriais e apoiava as reivindicações do proletariado quanto à diminuição das horas diárias de trabalho. 2-2) As plantações de café no Pará e a caça à baleia na região litorânea criaram outra opção econômica. 4-4) A reação ao governo de Luís Felipe resultou na Revolução de 1848 na França. 2 361 . substituiu as exportações de minério. outros produtos tropicais fossem lucrativos nenhum o substituiu. em 1848. cacau. 2-2) Na disputa para presidente da república francesa entre o General Cavagnac e Luís Bonaparte (sobrinho de Napoleão). o apoio da Guarda Nacional e de republicanos radicais possibilitaram. 11. a historiografia dá ênfase às condições da pequena burguesia e do proletariado. durante o século XIX. Sobre esta diversificação pode-se afirmar: 0-0) A exploração do pau-brasil fazia parte dessa nova política econômica e do ponto de vista da extensão territorial ocupava o primeiro lugar. que trabalhava quatorze horas por dia. culminando com o golpe de estado conhecido como 18 Brumário. localizadas na região amazônica. após lutas cruentas em Paris. Sobre estes movimentos podemos afirmar: 0-0) As medidas que Carlos X adotou. como conseqüência da decadência da mineração e da nova política econômica da coroa portuguesa. de algodão e arroz no Maranhão e Pará faziam parte da política de diversificação da produção agrícola. cravo. 1-1) Os cultivos de fumo na Bahia. no final do século XVIII. conseguiram ocupar o primeiro lugar na economia de exportação. Apoiado pelo exército e pelos pequenos proprietários de terras faz uma política favorável à pequena burguesia e ao operariado francês. indica uma diversificação da produção agrícola. que. em 1830. foi reativada e. embora. 3-3) A produção de açúcar. traduzida em lucro. que fracassou por causa da aliança do proletariado com os grupos mais conservadores. O panorama econômico da Colônia. ocupando a região úmida litorânea desde o nordeste até o sudeste. na pauta das exportações. restringiu o direito ao voto e promulgou lei contra a imprensa.

2-2) As lutas na região Cisplatina levariam o Brasil a mais uma intervenção nessa região – a guerra contra Oribe e Rosas. sob o nome de Província Cisplatina. 4-4) A Argentina enfrentou a Guerra do Paraguai praticamente sozinha. 3-3) A partir do segundo governo Vargas a industrialização se vincula. 1-1) avaliação e critérios para a exportação do produto. que redundou na Guerra do Paraguai. no século XIX. independente dessa ordem. durante o governo de Juscelino Kubitschek. Paraguai. pode ser explicada pelo fato do Brasil e da Argentina estarem integrados à ordem mundial.HISTÓRIA UFPE F A S E 12. o café inferior ao tipo 7 deveria ser consumido no país. de toda a produção cafeeira e responsabilidade total do governo na exportação do produto. João VI o Rio Grande do Sul se desmembrou e foi anexado ao Império Brasileiro. firmado pelos governadores de São Paulo. a industrialização se caracterizará pela produção de bens perecíveis e semi-duráveis e pela hegemonia das empresas nacionais. fez-se dentro de um processo ambíguo em relação à burguesia brasileira. 2-2) A partir de 1950. dominada pela Inglaterra. O Convênio de Taubaté. resultou para a economia cafeeira nas seguintes medidas: 0-0) garantia de preços mínimos para os produtores. Rio de Janeiro e Minas Gerais. Argentina e Rio Grande do Sul. com a penetração do capital estrangeiro. 14. 2 362 . Quais as várias etapas deste processo? 0-0) A substituição do trabalho escravo pelo trabalho assalariado. Brasil e Argentina. A política externa brasileira em direção à região do Prata. 1-1) O processo de substituição de importações que se estende da Primeira Guerra Mundial até 1930. 1-1) O Vice-Reino do Prata se constituía das províncias que hoje correspondem ao Uruguai. A industrialização brasileira é o resultado de um longo processo em que se conjugaram vários fatores. caracterizou-se por intervenções e guerras: 0-0) O Uruguai esteve sob o controle brasileiro de 1816 a 1827. 4-4) organização de serviço permanente de propaganda da produção e comercialização do café. 4-4) A industrialização. em 27 de fevereiro de 1906. 13. em 1865. 2-2) diminuição dos impostos para facilitar a ampliação das áreas de cultivo. ainda decorrentes da Colônia do Sacramento e dos sete Povos do Uruguai. Por intervenção de D. ao capital internacional americano. pelo governo. totalmente. pois Brasil e Uruguai estavam empenhados em resolver seus problemas de fronteira. entre 1850 e 1852. 3-3) compra e retenção. e o Paraguai ter se transformado num país de economia sólida e força militar considerável. 3-3) A tríplice aliança entre Uruguai.

foram premiados em Cannes. e com ele se desenvolve uma cultura de massas. 1-1) As colônias francesas ocupavam uma extensão de quase 1/3 do território africano e a maior parte se localizava ao noroeste. 4-4) Inaugura-se a televisão brasileira e surge o movimento Bossa Nova. ambos conflitados pela luta de classes. durante os séculos XIX e XX. de Lima Barreto e O Pagador de Promessas. após a independência. Identifique nas proposições abaixo as que se relacionam com a cultura desse período: 0-0) Os filmes O Cangaceiro .HISTÓRIA UFPE F A S E 15. Sobre este processo assinale. 2-2) Guimarães Rosa publicou Grande Sertão: Veredas. Tom Jobin e cantoras como Nara Leão e Silvinha Telles. 3-3) Nasce o rádio no Brasil. 4-4) A Rodésia. o Brasil assistiu a uma verdadeira explosão cultural. 3-3) Após a descolonização poucas regiões conheceram conflitos pós-coloniais devido à Organização dos Estados Africanos ter controle sobre as novas nações. de Anselmo Duarte. renovando a linguagem literária. 1-1) Nessa década Carmem Miranda tornou-se a “embaixatriz do samba” nos Estados Unidos e a música de Ari Barroso. falso ou verdadeiro nas proposições abaixo: 0-0) O império colonista mais extenso na África esteve sob o controle da Grã-Bretanha e dos britânicos. O samba. a Aquarela do Brasil foi escolhida como trilha sonora de um filme de Walt Disney. A África conheceu várias modalidades de conflito em seu processo de descolonização. Entre os anos 50 e 60. retomou o nome pelo qual seus habitantes naturais a chamavam – Zimbábue. 2 363 . revelando tanto um Brasil urbano quanto um Brasil rural. com as composições de João Gilberto. 2-2) A independência da Libéria e a independência da Namíbia são os limites do início e do fim desse processo. a música francesa e a norte-americana foram popularizadas. 16.

A invasão da Europa por diversos povos bárbaros que estimularam as trocas comerciais. Estas características identificam o a) império dos persas durante o reinado de Dario. podemos apontar: I . formação de exércitos nacionais para enfrentar o particularismo feudal. luta dos cristãos para recuperar os territórios ocupados pelos muçulmanos.O movimento das cruzadas que. Entre os fatores que explicam o renascimento do comércio. II . sendo a terra considerada como propriedade real e trabalhada pelas comunidades. d) Como prevenção de revoltas e frente ao perigoso aumento demográfico que apresentavam. sofriam regularmente os “kriptios”. intensificou os contatos com o Oriente. a partir do século XI na Europa ocidental. e) estado espartano durante a vigência das leis de Dracon. e) Desenvolviam atividades mercantis que lhes possibilitavam acumular pequenas fortunas com as quais compravam títulos de cidadania. pagando uma renda fixa em espécie. d) reino de Israel sob o comando de Davi. 3. II e III 4. a foice e a enxada. formas de repressão e extermínio realizados por jovens espartanos. assinale a opção que não corresponde à camada social dos hilotas. III .Uma renovação das práticas agrícolas com a difusão de instrumentos de trabalho como o arado de ferro. b) Enquanto força-de-trabalho. b) império babilônico durante o governo de Hamurabi. chamadas satrapias. 364 . Quais estão corretos? a) Apenas I b) Apenas I e II c) Apenas I e III d) Apenas II e III e) I. O processo de formação do Estado Nacional na Península Ibérica está diretamente ligado à Reconquista. confisco dos bens da Igreja para aumentar o poder feudal. ao reabrir o Mediterrâneo.HISTÓRIA UFRGS 1. subjugada e pertencente ao Estado. Em relação à sociedade espartana. ocupação de territórios invadidos por proprietários rurais e pela burguesia comercial urbana. O soberano dividiu o seu império em províncias. c) Cultivavam a terra com os seus instrumentos de trabalho. a) Constituíam a massa de população vencida. que significou a) b) c) d) e) cobrança de impostos efetivada pelas casas reinantes aos invasores turcos. 2. eram expropriados pelos espartanos. c) antigo império egípcio durante a dinastia de Quéops.

porque os produtos brasileiros só podiam ser comprados pelos comerciantes espanhóis. Considere o mapa abaixo: d) os conselhos das Índias e as haciendas. Sobre estas podemos afirmar que a) a política de invasões dos holandeses visava restabelecer o protecionismo ao comércio colonial. I. “Motivos por que a Companhia das Índias Ocidentais deve tentar tirar ao rei da Espanha a terra do Brasil e lista de tudo o que o Brasil pode produzir anualmente”. vol. pretendiam desenvolver uma colonização fora do sistema mercantilista.às viagens de Cristovão Colombo no século XVI. II .às principais rotas comerciais portuguesas dos séculos XVI e XVII. e) os quinhões e os monopólios. Fonte: CHLA. III . b) a criação da Companhia das Índias Ocidentais visava romper o bloqueio econômico português que impedia o livre comércio do açúcar. prejudicados pela dominação filipina sobre Portugal. e) os espanhóis. c) os planos dos holandeses visavam à reapropriação dos lucros da distribuição e venda do açúcar brasileiro. p. II e III d) Apenas I e III 7. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III e) I. Na exploração da mão-de-obra indígena na América. 451 O mapa refere-se I . Este título de livro da época nos dá uma visão do espírito que norteou o movimento das invasões holandesas. c) a encomienda e a mita. 6.HISTÓRIA UFRGS 5. os espanhóis criaram duas instituições: a) os adelantados e a reserva. ao dominarem o Brasil. d) a hegemonia holandesa já estava estabelecida na Europa e era necessário agora ocupar a área açucareira com trabalhadores livres.às viagens de circunavegação de Fernão de Magalhães. b) as capitanias e os forais. 365 . e isto era lesivo aos interesses da Companhia das Índias Ocidentais.

comércio e navegação’ das colônias. as colônias não podem ter o necessário para subsistir por si sem dependência da metrópole. tornando a colônia livre em termos de política econômica. d) El Grecco . 366 . tudo o que importa esse comércio clandestino e essas mercadorias introduzidas é um verdadeiro furto que se faz à respectiva metrópole e um furto punível pelas leis dos respectivos soberanos [. a agricultura.“Pietà”. II e III 9. e todo o governo que por indiferença tolere nos seus portos a contravenção dos cinco princípios anteriores pratica ‘uma política destrutiva do comércio e da riqueza da sua nação’. portanto. II .. b) Leonardo da Vinci . e) Michelângelo . Como referência. “1º) 2º) 3º) as colônias devem estar debaixo da imediata dependência de proteção dos fundadores. III .A subordinação das colônias às metrópoles abrange a política. são feitas as seguintes afirmativas: I .“Madona Sixtina”. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas II e III e) I.O comércio entre as colônias e metrópoles não estabelece dependência.“A Virgem e o Menino”.A liberdade de comércio é a base de todo o antigo sistema colonial. O artista renascentista e o título da obra que inspirou a charge são.activities with no HISTÓRIA UFRGS 8.“A Crucificação”. para que prestem a utilidade desejada. não atentam contra a liberdade do comércio as potências que o restringem nas colônias a favor dos seus vassalos. quando entretém algum comércio com estrangeiros. aos fundadores pertencem também privativamente ‘os úteis provenientes da agricultura. o cartunista utilizou uma conhecida obra de um gênio do Renascimento. respectivamente: a) Masaccio . Considere abaixo. o comércio e a agricultura delas devem ser exclusivos dos mesmos fundadores. o comércio e a navegação.” 4º) 5º) 6º) Com relação a essa nota.“A expulsão de Adão e Eva do Paraíso”. c) Rafael . atingidos pela violência terrorista das ditaduras militares durante as décadas de 60 a 80. A charge abaixo é uma “homenagem-denúncia” do cartunista gaúcho Santiago aos “desaparecidos” latino-americanos e suas famílias.]. a nota de 1776 do Marquês de Pombal ao Embaixador da França em Lisboa..

de outro. II e III 11. 12. A fim de reafirmar a unidade da Igreja Católica. Nas origens das revoluções democrático-burguesas dos séculos XVIII e XIX.manter a proibição do casamento para os padres. c) a ampliação da mão-de-obra escrava devido à ineficiência do imigrante europeu. oportunizou mudanças para o Rio Grande do Sul. encontram-se condições que envolvem o conflito entre o que se poderia denominar de forças de transformação e as chamadas forças de conservação. Tal fato visava: I . o capitalismo agrário e industrial e as reivindicações da burguesia e.confirmar os dogmas e práticas rituais católicos tais como a presença de Cristo na Eucaristia. o Papa Paulo III convocou o Concílio de Trento para organizar a Contra-Reforma. isto é: a) de um lado. II . e) a resistência crescente dos camponeses às exigências dos senhores e o aparecimento de uma forma de transição entre a economia agrícola feudal e a economia agrícola capitalista: o trabalho escravo. e) a utilização da mão-de-obra indígena já completamente catequizada pelas missões cristãs. A imigração européia. tendo como resultado a) o predomínio da grande exploração agrícola. 367 . utilizando uma mão-de-obra extensiva. as relações sociais estabelecidas essencialmente em torno da terra e. d) o progresso do poder real que tende a organizar o Estado Moderno e a permanência do exercício da justiça pelo soberano sobre seus vassalos. criando seminários para formação dos mesmos. b) os direitos de socialização da terra pelo proletariado agrícola e uma economia assentada predominantemente na agricultura. aliado à formação de comunidades de pequenos proprietários. b) o desenvolvimento de culturas tropicais. d) o aparecimento de um campesinato voltado para a produção de alimentos básicos e a utilização da mão-de-obra familiar. um modelo de exploração baseado na posse do homem pelo homem.reafirmar que o único texto autêntico para leitura e interpretação da Bíblia era a Vulgata — tradução latina feita por São Jerônimo no século IV. o culto à Virgem e aos Santos e os Sete Sacramentos.HISTÓRIA UFRGS 10. do século XIX. os remanescentes da economia feudal e os setores privilegiados representados pelo clero e pela aristocracia. de outro. III . Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas I e II e) I. c) de um lado.

HISTÓRIA UFRGS 13. instauração de uma Monarquia Constitucional. organização de Comitês Revolucionários para sustentar o governo. e) o movimento visava isentar de servir no Exército chefes de família e proprietários rurais. criação de Assembléias Legislativas Provinciais. porque a) o governo rebelde aprovou uma Constituição que tornava cidadãos brasileiros os portugueses residentes no Brasil. extensão do voto para todos os brasileiros. convocação de Assembléia Constituinte para elaboração de novo projeto constitucional. Um projeto alternativo ao Estado Nacional Brasileiro estabelecido pela Carta Constitucional de 1824 e defendido na Guerra dos Farrapos apresentou a a) b) c) d) e) concentração do poder no Imperador e no Conselho de Estado. Entre as medidas liberais determinadas pelo Ato Adicional de 1834. encontra-se a a) b) c) d) e) instituição do poder Moderador. b) pelo “Manifesto ao Mundo” os revoltosos pregavam o voto livre e universal para os brasileiros. criação de uma Assembléia Nacional Popular. 368 . d) entre as intenções dos revoltosos estava o desejo de livrar-se dos impostos excessivos sobre a extração do ouro. eleição de uma Regência Trina Provisória em substituição ao Imperador Pedro I. 15. 12. instalação de uma República. Das rebeliões internas ocorridas no Brasil durante o II Reinado destaca-se o sentido social da Revolução Praieira de 1848. c) o Imperador Pedro II estabeleceu uma política de conciliação. anistiando os líderes revoltosos e integrando-os ao Senado Vitalício.

Que toda organização de um poder que pretende ser provisório e revolucionário para efetivar aquela destruição é um engano.. e seria tão perigoso para o proletariado como todos os governos que existem hoje. nem trabalho sem capital. O homem deve tomar com paciência a sua condição.. os proletários de todos os países devem estabelecer... A propriedade privada e pessoal é para o homem de direito natural. O erro capital. e) à Doutrina Social da Igreja e ao Socialismo Científico. é de natureza a aproximar. Contra a natureza todos os esforços são vãos. lembrando às duas classes os seus mútuos deveres... Não pode haver capital sem trabalho.” Documento 2 “O Congresso reunido em Saint Imier declara: 1..HISTÓRIA Instrução: Os dois documentos abaixo referem-se à questão de número 16: Documento 1 UFRGS “.. 3.... tão preconizada pelo socialismo. Os documentos acima correspondem a duas interpretações sobre a realidade social do século XIX... na sociedade civil. Toda a economia das verdades religiosas. 369 .. é impossível que. c) ao Socialismo Libertário e ao Socialismo Utópico. retirando-lhes a livre disposição do seu salário. e toda a possibilidade de aumentar o seu patrimônio e melhorar a sua situação. fora de toda política burguesa. não teria outro efeito que não fosse o de tornar a situação dos operários mais precária.... Respectivamente.. a) ao Socialismo Científico e à Doutrina Social da Igreja. como se a natureza tivesse armado os ricos e os pobres para se combaterem mutuamente. rejeitando todo compromisso para chegar à realização da Revolução Social. Que a destruição de todo poder político é o primeiro dever do proletariado. é o de crer que as duas classes são inimigas natas uma da outra. 2. Que... os ricos e os pobres.. a solidariedade da ação revolucionária..” 16.. toda a gente seja elevada ao mesmo nível. A concordância engendra a ordem e a beleza. b) à Doutrina Social da Igreja e ao Socialismo Libertário.. d) ao Socialismo Utópico e ao Socialismo Científico.a conversão da propriedade privada em propriedade coletiva.

II . são feitas as seguintes afirmativas: I . b) pretendia combater o sistema capitalista.ocorreu numa região de disputa territorial entre os Estados de Santa Catarina e Paraná. sendo influenciada pelas idéias de liberdade e igualdade. instituir o ensino gratuito e entregar as fábricas à direção dos trabalhadores. estabelecendo uma política de compromisso com os trabalhadores. c) defendia o fim da propriedade privada e de qualquer forma de governo. II e III 19. visando dissolver o exército permanente. separar a Igreja do Estado. marcando o fim do antigo pacto das oligarquias dominantes.apresentou conteúdo religioso aliado a reivindicações sociais. é correto afirmar que a) visava alterar a estrutura da economia brasileira.um de seus principais líderes foi Antônio Conselheiro.Constituiu o exemplo histórico europeu mais bem sucedido. através de um novo processo de redistribuição de terras. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas I e II e) I.Ocorreu como desdobramento imediato da crise provocada pela queda de Napoleão III e a consumação da derrota francesa ante a Prússia em 1871. formada no decorrer do processo de sucessão ao Governo Washington Luís. III . de conquista do poder pela burguesia liberal. Sobre o movimento do Contestado (1912-1916). e) anunciava o rompimento da política do café com leite. Sobre a Aliança Liberal. d) incentivava a saída do Estado como agente interventor nas relações econômicas. II . III . UFRGS I . Considere as seguintes afirmações sobre a Comuna de Paris. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas I e II e) Apenas I e III 18. abrindo espaço para a livre competição e modernização. no século XIX.HISTÓRIA 17.Apresentou importantes medidas de cunho popular-progressista. 370 .

HISTÓRIA
Instrução: O mapa abaixo refere-se à questão de número 20

UFRGS

O mapa acima refere-se à África colonial em 1914 e registra a divisão colonial do território pelas metrópoles européias.

20. Os territórios do império colonial português naquele período são os identificados no mapa através da legenda

371

HISTÓRIA
Instrução: As seguintes declarações referem-se à questão de número 21: “Os verdadeiros chefes não têm nenhuma necessidade de cultura e ciência.”

UFRGS

(H. Goering)

“Quando ouço a palavra cultura, ponho a mão no revólver.”
(J. Goebbels)

“Os intelectuais são como as rainhas que vivem das abelhas trabalhadoras.”
(A. Hitler)

“Sem espírito militar a escola alemã não poderá existir. Um professor pacifista é um palhaço ou um criminoso. Deve ser exterminado.”
(Ministro Schewemm - Bavária)

“Professores alemães... nenhum menino e nenhuma menina da escola devem sair de vossas aulas sem o sagrado e firme propósito de ser um inimigo mortal do bolchevismo judeu, na vida e na morte.”
(F. Weachter)

21. Contextualizando historicamente as declarações acima, de lideranças nazistas na Alemanha, pode-se afirmar que a) o nazismo não tinha nenhum projeto para as áreas de educação e cultura, pois dentro da perspectiva do culto ao corpo e da obediência sem questionamentos, aquelas lhes eram completamente indiferentes. b) ao contrário da produção cultural, à qual eram refratários, os nazistas permitiram a permanência das diretrizes educacionais da República de Weimar. c) tanto a educação como a cultura foram áreas enquadradas dentro dos pressupostos básicos do regime transformando-se em instrumentos ideológicos de controle e propaganda. d) o Estado nazista interveio fortemente somente nas escolas freqüentadas por alunos nãoarianos e filhos de pais bolcheviques. e) educação e militarização da sociedade eram projetos excludentes dentro do projeto nazista de dominação.

372

HISTÓRIA
Instrução: Os textos abaixo referem-se à questão de número 22:

UFRGS

“Foi o senhor quem fez isso?”, perguntou a Picasso o embaixador alemão em Paris, durante a Segunda Guerra Mundial, diante de uma foto do quadro Guernica. “Não, foram vocês”, respondeu o artista. “Um momento, senhores: vocês falam de Guernica? Ah, sim, lembro. Foi uma espécie de banco de provas da Luftwaffe. [...] Sim, foi lamentável. Mas não podíamos fazer outra coisa. Naquela época, experiências assim não podiam ser feitas em outra parte.”
Hermann W. Goering, interrogado em Nüremberg.

22. Os relatos acima referem-se à questão da internacionalização da Guerra Civil Espanhola. Paradoxalmente, um dos elementos mais importantes para se entender o desfecho do conflito foi a) o apoio soviético aos comunistas do POUM, o que provocou profundas divisões entre os setores republicanos. b) a total ausência de solidariedade internacional com a República espanhola, contrastando com o apoio explícito de Hitler e Mussolini à sublevação da direita anti-democrática. c) a “política de não-intervenção” anglo-francesa, justificada pelo que aquelas potências consideravam ser um conflito interno dos espanhóis. d) a incorporação militar da Espanha ao Eixo, no início da Segunda Guerra Mundial. e) a falta de espírito de luta dos setores republicanos que, mesmo tendo armamento soviético, claudicaram rapidamente. 23. Associe as obras literárias de fundo histórico, listadas na coluna da esquerda, aos temas indicados na coluna da direita. ( ( ( ( ) Memórias do cárcere, Graciliano Ramos ) Guerra e paz, Leon Tolstoi ) Videiras de cristal, Luis Antônio de Assis Brasil ) Os Sertões, Euclides da Cunha (1) Guerra Napoleônica na Rússia (2) Estado Novo no Brasil (3) Guerra Civil Espanhola (4) Episódio dos Muckers no Rio Grande do Sul (5) Guerra de Canudos

( ) Por quem os sinos dobram , Ernest Hemingway

A relação numérica correta, de cima para baixo, na coluna da esquerda, é a) 2 - 1 - 4 - 5 - 3 b) 1 - 3 - 5 - 4 - 3 c) 2 - 3 - 4 - 5 - 1 d) 1 - 5 - 4 - 2 - 3 e) 2 - 1 - 3 - 5 - 4

373

HISTÓRIA

UFRGS

24. Em relação ao golpe de 1964, que expressa o colapso do populismo no Brasil, são feitas as seguintes afirmações: I - As classes dominantes civis e militares e setores das classes médias apoiaram a derrubada do Presidente João Goulart, pois ficaram temerosos com a crescente politização das massas populares. II - Entre as forças da chamada direita destacavam-se organizações como o Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais (IPES) e o Instituto Brasileiro de Ação Democrática (IBAD) financiadas pelos E.U.A. III - Os governadores de São Paulo, de Minas Gerais e da Guanabara conspiravam com a ala militar golpista. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas I e II e) I, II e III

25. Considere o texto abaixo da obra Morte e vida Severina de João Cabral de Melo Neto.
“E se somos severinos Iguais em tudo na vida Morremos de morte igual Mesma morte Severina Que é a morte de que se morre De velhice antes dos trinta De emboscada antes dos vinte, De fome um pouco por dia.”

O texto acima está correlacionado com a a) b) c) d) e) dificuldade de sobrevivência dos seringueiros no Amazonas no final do século XIX. guerrilha do Araguaia nos anos 70. miséria crônica da população no sertão nordestino. luta dos camponeses no Movimento de Canudos. onda de greves da classe operária de São Paulo de 1917.

26. Considere as seguintes características do Regime Militar instaurado no Brasil em 31 de março de 1964. I - Intervenção do Estado na economia. II - Regime de cunho autoritário, baseado na Doutrina de Segurança Nacional. III - Poder controlado pela cúpula militar, órgãos de informação e repressão e burocracia técnica do Estado. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas II e III e) I, II e III

374

HISTÓRIA

UFRGS

27. O II PND - Plano Nacional de Desenvolvimento - estabelecido durante o Governo Geisel visava à substituição de importações e à busca de auto-suficiência do país no setor de insumos básicos, através de projetos tais como a a) assinatura de contratos de risco com empresas estrangeiras para prospecção do petróleo e o Programa Nacional do Álcool. b) construção da rodovia Transamazônica e a destinação de uma série de incentivos fiscais à Zona Franca de Manaus para desenvolver o consumo na região. c) manutenção do nível das importações e renegociação da dívida externa com a captação de recursos para o setor público no exterior. d) recuperação do crescimento econômico com a introdução das ORTN - Obrigações Reajustáveis do Tesouro Nacional - como fonte de recursos para a indústria automobilística. e) criação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) e o rompimento com o FMI para diminuir a dívida externa brasileira. 28. Em 1976, o Decreto-Lei nº 6.639 da Presidência da República, mais conhecido como “Lei-Falcão”, a) b) c) d) criou o voto distrital misto para municípios com mais de 200 mil habitantes. proibiu os comícios e reuniões partidárias. limitou a propaganda eleitoral no rádio e na televisão. reestruturou as eleições diretas para prefeitos nos municípios enquadrados como de “Segurança Nacional”. e) estabeleceu o bipartidarismo no Brasil. 29. Considere a charge ao lado que retrata o General Ernesto Geisel: A charge está relacionada com a) a música de Chico Buarque de Holanda da peça teatral “Roda Viva”. b) a composição de Geraldo Vandré vetada pela censura em 1968 e liberada durante a abertura. c) a produção musical de Caetano Veloso e Gilberto Gil feita no exterior durante o exílio. d) o filme “Prá frente Brasil” de Roberto Farias que trata da repressão e tortura nos anos 70. e) a peça “Boa Noite General”, de João Vianny, que agitou o debate em torno da censura.

375

HISTÓRIA
30. Considere o texto abaixo sobre a Nova Guerra Fria.

UFRGS

“A nova Guerra Fria consiste esquematicamente no seguinte: os Estados Unidos desencadeiam uma corrida armamentista convencional e estratégica - cujo ponto máximo é a militarização do espaço pela IDS, ou projeto “guerra nas estrelas” - que os colocam em superioridade estratégica sobre a U.R.S.S. e abala a economia soviética; a U.R.S.S., debilitada pelo aumento dos gastos militares e pelo embargo comercial dos E.U.A. e aliados, vê-se obrigada a limitar seu apoio às revoluções do Terceiro Mundo como contrapartida para uma redução da pressão militar americana contra si; assim, Washington e seus aliados mais militarizados (como Israel, Paquistão e África do Sul) poderiam sufocar os movimentos e regimes revolucionários surgidos na década anterior; paralelamente, buscariam controlar seus aliados-rivais economicamente bem-sucedidos (Europa e Japão), dividindo com eles o fardo dos gastos armamentistas e afastando-os da vantajosa cooperação econômica com a U.R.S.S. e a Europa oriental (daí a luta contra a construção do gasoduto Sibéria-Europa e a venda de tecnologia avançada aos países socialistas); finalmente, os E.U.A. tentariam abrir os países socialistas à penetração econômica ocidental, a qual aumentaria o controle sobre a política do “bloco” soviético e forneceria alternativas financeiras e comerciais para a superação da estagnação do sistema capitalista.” (Vizentini, P. Da Guerra Fria à Crise. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 1996, p. 85)

Segundo o autor, pode-se afirmar que a) sem condições materiais de competir com a U.R.S.S., os E.U.A. estimularam a penetração econômica e militar do Japão e da Alemanha Ocidental nos países periféricos politicamente próximos do bloco soviético. b) o projeto “guerra nas estrelas” levou a U.R.S.S. a abandonar todos seus interesses no Terceiro Mundo optando por uma estratégia geopolítica de ampliação do seu apoio à Alemanha e ao Japão. c) a nova estratégia militar norte-americana foi muito bem sucedida, obrigando a U.R.S.S. a retirar-se gradativamente do Terceiro Mundo, e evitando que Japão e Alemanha Ocidental fossem satelitizados pelos soviéticos. d) sofrendo o impacto das exigências da nova competição militar, a U.R.S.S. recua do seu papel de potência de atuação mundial, diminuindo sua presença no Terceiro Mundo e tendo dificuldades para controlar e evitar a penetração capitalista dentro das fronteiras do leste europeu. e) perdendo contato com as economias do Japão e da Alemanha Ocidental, a U.R.S.S. intensifica relações comerciais com os países socialistas do Terceiro Mundo para que estes financiem a manutenção da cada vez mais sofisticada parafernália militar da lógica da Guerra Fria.

376

HISTÓRIA

UFRGS

31. A charge abaixo expressa um dos problemas mais prementes da sociedade européia na atualidade.

“E ele? Onde estão seus documentos?”, diz o policial francês. A charge publicada pelo “Journal du Jeudi”, de Uagadugu, capital de Burkina Faso, ironiza a invasão da polícia francesa a uma igreja de Paris, no mês passado, para expulsar imigrantes africanos que vivem ilegalmente no país. Folha de S. Paulo, 08/09/96.

Em relação à presença de imigrantes de países pobres nos países desenvolvidos da Europa Ocidental fazem-se as seguintes afirmações: I - A onda xenófoba que tem varrido a Europa nos últimos anos está relacionada à forte presença de africanos e latino-americanos, entre outros, nos países mais desenvolvidos da região. II - A presença de imigrantes clandestinos na Europa Ocidental resulta da tendência de grande parte dos capitalistas europeus, que os exploram como mão-de-obra, mesmo que ilegal, extraindo deles uma mais-valia bem superior à que é possível retirar da força-de-trabalho nacional. III - O problema da imigração e a procura de trabalho no mercado europeu tem sido utilizado para esconder os efeitos do custo do processo de integração europeu, da livre circulação de capital à procura de maiores taxas de lucro, e do desemprego estrutural. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas III d) Apenas II e III e) I, II e III

377

HISTÓRIA

UFRGS

32. Considerando a história como processo em constante construção, transformação e acumulação, pode-se afirmar que o fenômeno conhecido como Globalização ou mundialização do capitalismo a) corresponde exclusivamente ao contexto da desagregação do socialismo na U.R.S.S. e no Leste europeu. b) inicia somente após a desestruturação do estado de bem-estar social capitalista. c) é um fator que se manifesta pela primeira vez com a Nova Ordem Mundial da década de 90 e com o desmantelamento dos blocos econômicos. d) faz parte de um processo que se inicia com a reconstrução do mundo europeu, logo após a 1ª Guerra Mundial. e) tem antecendentes nos desdobramentos da Revolução Industrial, bem como na exportação de capitais, característica do Imperialismo a partir do final do século XIX. 33. A ocupação e colonização da Faixa de Gaza, Cisjordânia e das Colinas de Golan por Israel sobre seus vizinhos árabes, foi iniciada a partir da a) Guerra dos Seis Dias (1967). b) Guerra do Yom Kippur (1973). c) Revolução Islâmica (1979). d) Intifada (1987). e) Guerra do Golfo (1991).

34. Em 1996 o Prêmio Nobel da Paz foi concedido a dois líderes da luta pela independência de Timor Leste. Esta região situada no Pacífico Sul foi invadida e anexada pela Indonésia e é ex-colônia a) da Inglaterra. b) de Portugal. c) da França. 35. Considere o texto abaixo:
Que país é este
(Renato Russo) “Nas favelas, no Senado Sujeira pra todo lado Ninguém respeita a Constituição Mas todos acreditam no futuro da nação Que país é este” (....)

d) dos Estados Unidos. e) da Itália.

Em relação à sociedade brasileira o texto acima I - denuncia a existência de impunidade no conjunto da sociedade e a falta de compostura de parte da elite política brasileira. II - explicita a inexistência de desigualdade social e concentração de renda no país. III - esconde as mazelas da sociedade através de um discurso alienado e ufanista. Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas II c) Apenas I e II d) Apenas I e III e) I, II e III

378

HISTÓRIA

UnB

Nas questões de 1 a 15, marque: itens CERTOS, na coluna I; itens ERRADOS, na coluna II. Use, para as devidas marcações, a Folha de Rascunho e, posteriormente, a Folha de Respostas. Questão 1 Leia o trecho abaixo, extraído do poema de Tirteu (séc. VII a.C. — Esparta) chamado areté (excelência).
1

4

7

10

É um bem comum para a cidade e todo o povo / que um homem aguarde, de pés fincados, na primeira fila, / encarniçado e de todo esquecido da fuga vergonhosa, / expondo sua vida e ânimo sofredor, / e, aproximando-se, inspire confiança com suas palavras ao que lhe fica ao lado. / Um homem assim distinguese no combate. / Em breve derrota as falanges furiosas dos inimigos, / com seu ardor detém as vagas da batalha. / Se ele cair na primeira fila, perdendo a cara vida, / deu glória à cidade, ao povo e ao pai, / (...) O seu túmulo, os seus filhos serão notáveis entre os homens, / bem como os filhos dos filhos, e toda a posteridade. / Jamais perecerá a sua nobre glória e o seu renome, / (...).

Com o auxílio do texto, julgue os itens seguintes, relativos à história da Grécia arcaica. (0) No momento de constituição da polis, valores e poderes aristocráticos ainda se encontravam presentes na formação do homem grego. (1) No séc. VII a.C. espartano, a antiga aristéia — combate singular entre dois guerreiros — já cede lugar às batalhas hoplíticas, em que o sucesso militar depende do desempenho coletivo da falange, dos “pés fincados, na primeira fila” (li. 2), do compromisso com o companheiro “que lhe fica ao lado” (li. 6). (2) O atributo maior do herói homérico, a valentia, fundamental para a conquista da fama, mantém-se e transforma-se no renome do soldado da polis, que dá “glória à cidade, ao povo e ao pai” (li. 10-11). (3) A definição do estatuto dos cidadãos como semelhantes e iguais, base para a consolidação da polis, contradiz as transformações militares que substituem o combate individual pelo soldado hoplita.

379

HISTÓRIA
Questão 2

UnB

A respeito de alguns aspectos políticos da civilização do ocidente medieval, julgue os itens abaixo. (0) Apesar de fascinados pela idéia imperial romana, estranha a seus costumes, os bárbaros somente reuniram condições para concretizá-la no século VIII, por meio do reino franco e da figura de Carlos Magno. (1) O fato de os francos terem sido os primeiros germânicos a se converterem ao cristianismo, ponto de partida para os laços estreitos que estabeleceram com a Igreja nos anos setecentos, favoreceu o projeto unificador carolíngio. (2) A máxima do cristianismo, que insistia em dar a Deus o que é de Deus e a César o que é de César, manteve-se na Idade Média, pois nem monarcas nem papas confundiam as esferas do temporal e do espiritual. (3) Uma das causas da emergência política dos poderes particularistas (feudos) e nacionalistas (monarquias) deveu-se aos choques constantes, que passaram a ocorrer a partir do século VIII, entre os poderes universalistas da Igreja e os do Império. Questão 3 Para ganhar o favor popular, o candidato deve conhecer os eleitores por seu nome, elogiálos e bajulá-los, ser generoso, fazer propaganda e levantar-lhes a esperança de um emprego no governo. (...) A generosidade é um tema amplo. Talvez sua renda privada não possa atingir todo o eleitorado, mas seus amigos podem ajudá-lo a agradar a plebe. Ofereça banquetes e providencie que seus amigos façam o mesmo, procurando atingir os eleitores ao acaso e o eleitorado específico de cada tribo. (...) Faça com que os eleitores falem e pensem que você os conhece bem, que se dirige a eles pelo nome, que sem parar e conscienciosamente procura seu voto, que você é generoso e aberto, que, mesmo antes do amanhecer, sua casa está cheia de amigos, que todas as classes são suas aliadas, que você fez promessas para todo mundo e que as cumpriu, realmente, para a maior parte das pessoas.
Cícero. Notas sobre as eleições, versículos 41, 50, 52, 54, apud: P. Mackendrick, The Roman mind at work, p. 178-9.

Com o auxílio das palavras de Cícero (106-43 a.C.), julgue os itens a seguir, relativos à história da Roma antiga. (0) As práticas clientelistas eram inexistentes no mundo político republicano, sendo a amizade e o compadrio relações que não ultrapassavam a esfera do privado. (1) O Tribunal Eleitoral romano geralmente punia os abusos do poder econômico com a cassação dos candidatos infratores. (2) Na época de Cícero e mesmo depois, com a política do pão e circo, o povo, a plebe ou a massa, constituía um elemento a ser cativado e não coagido. (3) A propaganda eleitoral da República visava principalmente mulheres e escravos, que formavam percentagem considerável do colégio de votantes.

380

HISTÓRIA
Questão 4

UnB

Leia o texto que se segue, trecho da resposta do Rei Luís XV ao Parlamento de Paris, em 1766. É exclusivamente na minha pessoa que reside o poder soberano (...) é só de mim que os meus tribunais recebem a sua existência e a sua autoridade; a plenitude dessa autoridade, que eles não exercem senão em meu nome, permanece sempre em mim, e o seu uso não pode nunca ser voltado contra mim; é a mim unicamente que pertence o poder legislativo sem dependência e sem partilha (...) a ordem pública inteira emana de mim, e os direitos e interesses da Nação, de que se ousa fazer um corpo separado do Monarca, estão necessariamente unidos com os meus e repousam unicamente nas minhas mãos.
Gustavo de Freitas. 900 textos e documentos de História.

Com o auxílio das informações contidas no texto, julgue os itens abaixo, relativos ao Estado nacional moderno. (0) Formado na crise do sistema feudal, o Estado moderno opôs-se tanto aos particularismos urbanos, feudais e regionais quanto ao universalismo da Igreja e ao antigo ideal romanogermânico de império. (1) Em O príncipe, Maquiavel defende a existência de um Estado unificado, com um poder político forte, centralizado e laico. (2) A expressão maquiavelismo pode ser entendida a partir da concepção, presente em O príncipe, de que não há limite ético ou moral às ações do soberano que, visando à manutenção da vida e do Estado, está livre para o emprego de quaisquer meios. (3) A doutrina do direito divino dos reis, elaborada por Thomas Hobbes, em seu livro Leviatã, constituiu o único caminho de justificação teórica e de legitimação ideológica do absolutismo. Questão 5 O monopólio do comércio da colônia, portanto, com todos os outros expedientes mesquinhos e malignos do sistema mercantilista, deprime a indústria de todos os outros países, mas principalmente a das colônias, sem que aumente em nada — pelo contrário, diminui — a indústria do país em cujo benefício é adotado.
Adam Smith. A riqueza das nações.

Com o auxílio das informações contidas no texto, julgue os itens seguintes. (0) O liberalismo econômico, teoria surgida no final do século XVIII, opunha-se às práticas mercantilistas que alimentavam o poder do Estado com a concessão de monopólios, protecionismo e privilégios a determinados grupos, defendendo a livre concorrência e o câmbio livre. (1) Contestando a interferência controladora do Estado na economia, liberais como Adam Smith viam a atividade econômica regida por leis naturais, centrando sua filosofia na lei da oferta e da procura. (2) Identificado com o capitalismo que as revoluções burguesas e a Revolução Industrial consolidavam, o liberalismo defendia a divisão do trabalho, tanto no plano interno quanto no internacional. (3) Embora integrantes de um mesmo contexto histórico, Iluminismo e liberalismo econômico divergiam em um ponto central: a limitação do poder estatal, tese não-encampada pelos iluministas.

381

HISTÓRIA
Questão 6

UnB

A Revolução Americana (1775-1783), a primeira Revolução Francesa (1789-1799) e a Revolução Industrial na Inglaterra (1760-1830) definiram — num espaço de menos de 30 anos — os contornos de um novo processo social, econômico, político e cultural. Essas três revoluções, mais os movimentos de independência nas colônias européias na América Latina, abrem uma nova época no Ocidente: a História Contemporânea. A História Contemporânea se inicia marcada por um novo conceito de civilização. Formaram-se, então, em oposição aos valores e às características do período anterior (História Moderna), novos conceitos que merecem destaque e que passaram a fazer parte do universo mental do homem contemporâneo, como: civilização industrial; democracia representativa e cidadania; soberania nacional e independência; liberalismo e socialismo.
Carlos Guilherme Mota. História moderna e contemporânea.

Com o auxílio das informações contidas no texto, julgue os itens a seguir. (0) A Revolução Industrial unifica capital e trabalho, produtor e meios de produção, além de consolidar a dinâmica sociedade estamental. (1) O liberalismo combate, no campo econômico, as estruturas do mercantilismo e do colonialismo e, no político, as formas absolutistas de Estado. (2) O socialismo, que ganha corpo no decorrer do século XIX, corresponde a uma visão de mundo que se opõe à ordem burguesa. (3) O fracasso dos movimentos de independência na América Latina, ao longo da primeira metade do século XIX, pode ser explicado pela atuação da Inglaterra em defesa do pacto colonial. Questão 7 Leia o seguinte texto, retirado de uma declaração do prefeito de Guernica, em 1937. Guernica foi ferida, mas não morrerá. Da árvore brotarão novas folhas verdes em toda primavera, seus filhos a ela retornarão, suas casas serão reconstruídas, suas igrejas escutarão novamente seus hinos e preces (...) Guernica, símbolo de nossas liberdades nacionais e símbolo da ferocidade do fascismo internacional, não pode morrer.
Editora Abril. História do século XX.

Julgue os itens abaixo, referentes ao período entre guerras (1918-1939). (0) A década de 1930, marcada por uma das maiores crises econômicas mundiais — a Grande Depressão — assistiu a uma vigorosa e tensa polarização ideológica entre esquerda (frentes populares) e direita (partidos fascistas). (1) O caráter periférico da Espanha, especialmente em função de seu atraso econômico, impediu que a Guerra Civil Espanhola (1936-39) tivesse uma possível vinculação com o quadro político europeu da época. (2) O impacto da implantação de regimes fascistas em países como Alemanha, Itália, Espanha, Portugal e Japão acabou por fazer refluir a trajetória socialista da União Soviética, minando seu esforço de consolidação. (3) Liderada pelos Estados Unidos, a Liga das Nações foi uma experiência vitoriosa de ordenamento das relações internacionais, tendo inclusive impedido que os regimes totalitários praticassem a política expansionista que preconizavam.

382

HISTÓRIA
Questão 8 Julgue os itens seguintes, relativos ao mundo contemporâneo.

UnB

(0) Alterações no Conselho de Segurança, redução do corpo burocrático, superação do crônico déficit orçamentário e reestruturação para atuar em uma nova realidade internacional são alguns dos desafios que a ONU, com mais de cinqüenta anos de existência, está enfrentando. (1) A criação do Estado da Palestina, resultante da vitória iraquiana na Guerra do Golfo, contribuiu para a redução das tensões no Oriente Médio. (2) De origem desconhecida, com mais de cinco mil anos de história, os bascos ocupam territórios espanhóis e franceses e lutam pela criação de um Estado independente. (3) Entre todos os países árabes, o Irã é o que possui o maior contingente de cristãos em seu território, os quais vivem em luta incessante contra o governo da maioria islâmica. Questão 9 A respeito da história contemporânea do Chile, julgue os itens que se seguem. (0) Quando presidente, Salvador Allende estatizou várias indústrias e acelerou o processo de reforma agrária, o que deu a seu governo características claramente socialistas. (1) No início da década de 70, o Chile acolheu vários exilados brasileiros, ideologicamente identificados com a esquerda e perseguidos pela ditadura militar. (2) O presidente Augusto Pinochet, sucessor de Allende, deu continuidade à política socialista, constituindo-se, além disso, em um dos principais defensores dos direitos humanos na América Latina. (3) Os Estados Unidos mantiveram-se afastados da política chilena, exceção feita à contribuição da CIA na contenção das forças radicais de direita, no final do governo Allende. Questão 10 A respeito da história contemporânea de Cuba, julgue os itens seguintes. (0) A chamada crise dos mísseis cubanos desencandeou-se quando a URSS descobriu que os EUA estavam construindo uma base para o lançamento de mísseis de médio alcance naquela ilha. (1) Sob a liderança de Fidel Castro, a Cuba pós-revolucionária manteve viva a pluralidade política, consubstanciada pelo rico e multifacetado sistema partidário. (2) Precocemente industrializada no contexto latino-americano, Cuba não teve dificuldades em se auto-sustentar economicamente após a revolução socialista. (3) A revolução cubana liderada por Castro e Guevara funcionou como uma espécie de modelo para outros movimentos revolucionários de esquerda que se desenvolveram na América Latina nos anos 60.

383

HISTÓRIA
Questão 11

UnB

Quantos aos aspectos políticos e administrativos da vida colonial do Brasil no século XVI, julgue os seguintes itens. (0) O absolutismo português estendia-se ao Brasil, centralizando o monarca as decisões mais relevantes da vida política e administrativa da colônia. (1) O imperador governava diretamente a colônia, sem delegar poderes a uma burocracia e sem órgãos executores da política administrativa no Brasil. (2) A criação do governo-geral foi uma forma de garantir efetivamente a unidade e a centralização administrativa da colônia. (3) As eleições municipais, em princípio indiretas, eram conduzidas pelos homens bons, reunidos nas câmaras. Questão 12 Julgue os itens abaixo, relativos à vida econômica das duas primeiras décadas do Brasil Imperial. (0) Os Tratados de 1810, entre Portugal e Inglaterra, herdados pelo Brasil independente, implicaram a transplantação da dependência do Brasil Imperial em relação aos interesses britânicos. (1) A invasão de produtos ingleses, nos primeiros tempos do Império, foi acompanhada pelo aumento expressivo das exportações brasileiras. (2) A expansão da agricultura tradicional brasileira, ampliada pela situação internacional favorável e pela renovação de métodos na produção doméstica, levou à retomada do desenvolvimento das regiões Norte e Nordeste do país. (3) O café, apesar de ter vivido sua fase áurea na segunda metade do século XIX, já era produto expressivo nas exportações brasileiras.

384

HISTÓRIA
Leia o texto a seguir e responda às questões 13 e 14.
1

UnB

4

7

10

A partir do golpe de 1930 fora possível apresentar inovações em todas as esferas de poder, de tal modo que, impulsionados pela corroída imagem da R e p ú b l i c a Ve l h a , o s a s s i m c h a m a d o s “revolucionários de 30” puderam, com o apoio popular, acabar com a existência dos partidos políticos, o produto-tipo da cultura política liberal. Com o golpe de 1930, sequer houve um partido para a arregimentação das massas que, não só começaram a identificar-se prontamente com a p ro p o s t a d e u m e s t a d o t o t a l i t á r i o , c o m o demonstravam cada vez mais seu clamor por Getúlio Vargas.
Elizabeth Cancelli. O mundo da violência.

Questão 13 Com referência ao mundo político anterior à Revolução de 1930, julgue os seguintes itens. (0) A chamada República Velha viveu o paradoxo de ter um sistema político formal avançado e uma sociedade cujas práticas políticas eram anacrônicas. (1) A existência de partidos conferia verniz liberal à estrutura política da República Velha. (2) O voto universal, que incluía analfabetos, mulheres e indígenas, foi uma das marcas do liberalismo das primeiras décadas da República. (3) A política dos governadores, o café-com-leite, o curral eleitoral e o voto de cabresto foram práticas marcantes da política brasileira na República Velha. Questão 14 Com referência às “inovações em todas as esferas de poder” (li. 2) a que o texto se refere, julgue os itens a seguir. (0) Os revolucionários de 1930 mantiveram instituições políticas liberais, como o sistema partidário da República Velha. (1) Vargas, depois de liderar a Revolução de 1930, e especialmente depois de promover o golpe do Estado Novo, criou um regime com pouca ou nenhuma intermediação de instituições políticas autônomas entre a sociedade e o Estado. (2) O golpe de 1937 veio a ser a comprovação definitiva das características centralistas e autoritárias que vinham se desenhando desde a Revolução de 1930. (3) A mentalidade de massa, o Estado de massa, o personalismo carismático do líder e as formas corporativas foram características típicas da Era Vargas.

385

estabilizando seus níveis de preços. foi implementada. na mesma proporção em que a reforma agrária. julgue os itens que se seguem. industrial e com crescente participação do setor de serviços na economia. nos últimos dois anos e meio. 386 . a economia brasileira vem.HISTÓRIA Questão 15 UnB A respeito das mudanças ocorridas no Brasil contemporâneo. especialmente dos anos cinqüenta aos dias atuais. (1) Após a implantação do regime militar. a industrialização aumentou consideravelmente. (0) O Brasil viu transformado seu caráter essencialmente agrícola no de um país também urbano. (3) Os indicadores sociais do Brasil sugerem que o processo de modernização industrial e a urbanização acelerada geraram uma sociedade mais igualitária do ponto de vista da distribuição da riqueza. (2) Depois de elevadíssimas taxas inflacionárias no final da década de oitenta e no início da de noventa.

. incluindo cláusulas para pôr termo a) ao tráfico negreiro. b) ao tratado comercial de 1810. mas a principal e a mais rica região produtora de açúcar do mundo de então. em 1826... c) Guerra do Pacífico.HISTÓRIA UNESP F A S E 1. d) Guerra do Chaco.” (Marc Ferro. Existiam aí e nas capitanias vizinhas mais de 130 engenhos que. e) Revolução Mexicana. ou seja. davam mais de mil toneladas do produto.)” (Darcy Ribeiro... 3. “O descontentamento com a desigualdade social crescia em todos os setores populares (. c) à escravidão africana. o Brasil assinou um tratado.) Uma situação francamente revolucionária só se criou quando a este descontentamento generalizado se somaram dois fatos novos. o surgimento de duas lideranças camponesas autênticas: a de Emiliano Zapata (.) O texto refere-se à a) Revolução Sandinista. “Foi assim possível dispor um segundo ataque ao Brasil. As Américas e a Civilização. uma grave dissensão no patriciado político motivada pelo continuísmo de Porfírio Dias (.) Segundo.) e a de Francisco Villa (. 4. d) Revolta de Beckman. Primeiro. “Diferente dos movimentos de libertação da segunda metade do século XX... 1 2.” (J. 387 . Em troca do reconhecimento de sua independência por parte da Inglaterra. Gonsalves de Mello. c) invasão holandesa. b) Revolução Cubana. e) invasão inglesa. d) à autonomia municipal. a primeira descolonização foi feita por iniciativa dos próprios europeus. do Brasil e das colônias africanas. nas melhores safras.) O texto refere-se à a) Guerra dos Mascates. do Haiti e de Cuba. História das Colonizações. desta vez contra uma capitania mal aparelhada na sua defesa.) Enquadram-se na primeira descolonização acima referida as independências a) b) c) d) e) dos EUA e das colônias espanholas.A.. do Brasil e do Haiti. por colonos que viviam além-mar e pouco devem aos povos nativos dominados por esses colonos. das colônias africanas e espanholas. e principalmente. e) ao pacto colonial. b) invasão francesa.

Cultura e participação nos anos 60. apoio da UDN. restrição à presença do capital estrangeiro e apoio dos comunistas. c) Plano de Metas. e) Tropicalismo. No espaço de um século. apoio dos comunistas. (Heloísa Buarque de Holanda e Marcos A. à cultura em sentido amplo”.) O texto refere-se às invasões a) persas. 388 . desenvolvimento industrial. 7. c) Primitivismo. A aventura grega. as criações orgulhosas dos arquitetos aqueus. palácios e cidadelas. “a preocupação política foi deslocada da área da revolução social para o eixo da rebeldia. da intervenção localizada. “A conseqüência mais aparente das invasões foi a destruição quase integral da civilização micênica. de curta duração.. ao desejo. e) cretenses. não são mais do que ruínas. Ao mesmo tempo vemos desaparecer a realeza burocrática. b) germânicas. em que. d) Antropologia. c) macedônicas. que não passava de uma técnica de administração. 6. da política concebida enquanto problemática cotidiana. Gonçalves. d) dórias. Sobre a cabeça os aviões sob os meus pés os caminhões aponta contra os chapadrões meu nariz Eu organizo o movimento eu oriento o carnaval eu imagino o monumento no planalto central do país 1 Esses são versos iniciais da canção de Caetano Veloso que constituiu a matriz estética de um movimento musical do final da década de 60. ligada à vida. Foram características do Governo Juscelino Kubitschek (1956-1961): UNESP F A S E a) Plano de Metas. a escrita. ao corpo. b) Plano de Metas. instabilidade política. apoio da aliança PSD-PTB. segundo estudiosos. oposição frontal dos comunistas e abertura ao capital estrangeiro. e) Plano de Metas.HISTÓRIA 5.. e todas as criações artísticas. b) Concretismo. Leia os seguintes versos. apoio da aliança PSD-PTB e oposição da UDN. instabilidade política e restrição à presença do Estado na economia. d) Plano de Metas.” (Pierre Lévêque.) Esse movimento musical é conhecido como a) Bossa Nova. marcante presença do Estado na economia e oposição da aliança PSD-PTB.

o absolutismo foi politicamente neutro do ponto de vista social. “A monarquia absoluta foi uma forma de monarquia feudal diferente da monarquia dos Estados medievais que a precedeu. b) Sunismo. que doravante seria chamada de Madina al-nabi (Medina. os Estados medievais podem ser considerados Estados de transição. “Quando Maomé fixou residência em Yatrib.HISTÓRIA UNESP F A S E 8. tal como uma república. “Hoje não vemos em Petrarca senão o grande poeta italiano. 10. que assinala o início da era muçulmana.) admiravam-no pelas suas compilações mitográficas. ficou conhecida como a) Xiismo. 389 . d) Hégira.” (Jacob Buckardt. d) apogeu da escolástica. a cidade do Profeta). 9..) O texto apóia a seguinte afirmação: a) b) c) d) e) os Estados medievais precederam a monarquia. A civilização da Renascença Italiana.) 1 Essa mudança para Medina.” (Christopher Hill. A cidade de Yatrib. b) declínio da literatura barroca.) Acontece o mesmo com Bocácio (. a expressão “monarquia feudal” não é aplicável aos Estados medievais. pelo contrário. o seu principal título de glória estava em que de algum modo ele representava pessoalmente a Antigüidade (. teve início uma fase decisiva na vida do Profeta. tornou-se a sede ativa de uma comunidade da qual Maomé era o chefe espiritual e temporal. c) Islamismo..) Petrarca e Bocácio estão intimamente relacionados ao a) nascimento do humanismo. Entre os seus contemporâneos..) Antes do seu Decameron ser conhecido (. e) Copta. “Um comentário”.. o absolutismo foi uma forma de dominação feudal. Expansão muçulmana.. em seu empenho de fazer triunfar a nova religião. uma monarquia constitucional e uma ditadura fascista podem ser todas [elas] formas de dominação burguesa.. geográficas e biográficas em língua latina. c) triunfo do protestantismo. e) racionalismo clássico. citado por Perry Anderson em Linhagens do Estado absolutista.” (Robert Mantran. mas a classe dominante permaneceu a mesma.

História Antiga.. por Luís XVI contra os camponeses da Vendéia. b) No texto. sem chegar a qualquer solução. Crise de 1929. por Napoleão Bonaparte.) F A S E 2 O texto refere-se a dois problemas enfrentados pela Igreja no Baixo Império: o cesaropapismo e a heresia. o instrumento de emergência a que um Governo recorre para manter-se no poder.” (Paul Petit.HISTÓRIA UNESP F A S E 11. qual termo refere-se à crença herética que negava a divindade de Cristo? 390 . Bobbio. recusava ao príncipe o direito de imiscuir-se nos assuntos espirituais (‘Não interfiras nos assuntos da Igreja’). ou melhor. essa lei afirmava que toda oferta cria a sua demanda e inversamente. Formulada pelo francês Jean-Baptiste Say. suscitado pela questão ariana. e os concílios multiplicaram-se.) um tipo de regime particular. começou a favorecer e a enriquecer a Igreja.). cada vez mais cristão. “Como terror entende-se (. “Constantino. dê o significado de “cesaropapismo”.. O problema ‘cristológico’. A crença liberal no equilíbrio espontâneo do mercado foi reforçada em 1803 pela “lei de Say”. Dicionário de política. e a transcrever em sua legislação os princípios da moral cristã.. a) Com base no texto. fazendo jus à resposta famosa de Óssio de Córdova que. Movimento de independência da América Latina. na Revolução Francesa.) O mencionado “instrumento de emergência” — o “terror” — foi aplicado em sua forma típica. Ascensão dos Estados Unidos depois da Segunda Grande Guerra.. pela primeira vez. Qual. na fase do Diretório. perseguiu não somente os pagãos (intermitentemente). mais ariano que ele. constitui a refutação mais importante e direta da “lei de Say”? a) b) c) d) e) Revolução Russa de 1917. a) b) c) d) e) durante a reação aristocrática de 1787 . continuava a apaixonar e a dividir a opinião. Unificação da Alemanha. Constâncio. no período da ditadura do Comitê de Salvação Pública. de tal modo que excluía a possibilidade de crise de superprodução no capitalismo. mas também os ortodoxos (. 1 12. 1.” (N. dentre os seguintes acontecimentos. pelos girondinos contra os bonapartistas.1788.

Mais tarde. a oração capital pronunciada na Universidade de Harvard pelo Secretário de Estado norte-americano. a) Justifique por que a assinatura do armistício de Brest Litovsk foi um ato coerente com a política externa do governo bolchevista. Poitiers e Azincourt. Imediatamente após a sua ascensão ao poder. 2 De acordo com o texto. os espadachins e arqueiros que decidiram as vitórias em Crécy.um horizonte teórico. Entre os yeomen foi recrutada. A revolução industrial no século XVIII).) a) Dê o nome e as características da nova política internacional que ganhou forma com a doutrina Truman. foram os mais firmes baluartes da reforma inglesa e combateram nos exércitos de Fairfax e Cromwell..) De fato.do século XII ao século XIV. Devia sobretudo a ela suas robustas qualidades e o papel que desempenhou na história da antiga Inglaterra. O feudalismo .. As perguntas seguintes estão relacionadas a dois desses momentos. foi também muito transitória e deve analisar-se mais como fase de crescimento que como situação estável (. que possuía o campo no qual vivia e que explorava pessoalmente (. “Três meses após o discurso que definia ‘a doutrina Truman’. b) Por que a Alemanha tinha interesse em concluir a paz com os soviéticos? 391 ..” (Paul Mantoux.” (René Rémond. b) No que consistiu o Plano Marshall? 5. convertidos em protestantes e puritanos.) igualmente justa para todas as nações e nacionalidades. os yeomen tiveram atuação significativa em vários momentos da história inglesa.” (Alain Guerreau. na Idade Média. Qual o nome e as principais características do processo histórico ao qual o autor se refere? 3.) O que caracterizava o yeoman era sua independência. “O yeoman por excelência era o camponês livre. o General Marshall. nas quais destacaram-se os yeomen? b) O autor menciona os “exércitos de Fairfax e Cromwell”. Lênin disse: “Este governo declara solenemente sua disposição de concluir imediatamente a paz (.. não só das relações entre os Estados Unidos e a Europa. a) A que conflito medieval pertencem as batalhas de Crécy (1346). um certo número de cidades da Itália ou das margens do mar do Norte conseguiram tornar-se quase independentes: esta situação.. sem exceção. O século XX. no começo de julho de 1947. que era contraditório com as bases do sistema.HISTÓRIA UNESP F A S E 2.. não poderia haver integração econômica completa do sistema feudal: essa integração supunha um domínio dos negociantes. a terrível infantaria.” Em março de 1918 foi assinado o armistício de Brest Litovsk e os soviéticos saíram da Primeira Guerra.. O texto refere-se ao lançamento do “Plano Marshall”. Poitiers (1356) e Azincourt (1415). mas também das relações entre as duas partes do continente europeu. “. rara. marca uma data importante na evolução das relações internacionais.) Por que razão o “domínio dos negociantes” estava em contradição “com as bases do sistema” feudal? 4..

“Em uma esquematização levada ao extrema. 8.não se acham ainda suficientemente estruturados e em funcionamento consentâneo com os processos do sistema. experiência de trabalho assalariado e eram sensíveis aos seus incentivos. habitantes de cidades ou tinham. Sob o ridículo das saudações.. a Lei de Segurança Nacional se dirigia aos camisas verdes.. educacional. em cada um dos terrenos mencionados (social. amiúde. Política e revolução social no Brasil. judiciário e executivo . Para Caio Prado Jr. O mesmo autor considera a segunda metade do referido século o período de maior transformação na história brasileira. como a da Aliança Nacional Libertadora. segundo seu chefe. o que visava eram as ameaças de mobilização. eles saíam às ruas. a importância da imigração européia e do trabalho assalariado para o desenvolvimento industrial do Brasil. Os próprios fundamentos da democracia — os poderes legislativo. uma nova fase.HISTÓRIA UNESP F A S E 6.) 2 a) A que principal atividade ligam-se “os grandes êxitos econômicos”? b) A que se deve “a destruição de grande parte da população indígena preexistente”? 7. “Não obstante. o século XIX no Brasil marca uma etapa decisiva em nossa evolução e inicia. três mil integralistas — a ‘luz da nova era’ . 9... “Neste mesmo mês.. Em contraste com a força de trabalho nativa. os imigrantes haviam sido. e pela destruição de grande parte da população indígena preexistente. Além dos gestos e dos textos. em todos os terrenos. Formação econômica da América Latina. 1961 e 1964 todo o sistema político sofreu abalos e retrocessos.) Caracterize. 392 . social. Estratégias da Ilusão.” (Paulo Sérgio Pinheiro. “A industrialização durante a República Velha”. 10. de maneira sumária. Em 1954. política. dos rituais. promovem seu Segundo Congresso Nacional. os “abalos e retrocessos” a que se refere o texto.. às vezes distorcido. Indique e caracterize. “O regime democrático em formação no Brasil não avança sem recuos e distorções. ou não foram atingidos pelos requisitos democráticos de vida ou o foram de modo incompleto. jurídica. Plínio Salgado —.” (Octávio Ianni. da indumentária.) Caracterize. político e econômico). Aparentemente. havia planos concretos de influir no processo de decisão política. a partir de 1850. uma transformação ocorrida.” (Warren Dean. etc. in História Geral da Civilização Brasileira.” (Celso Furtado. Amplos segmentos da realidade econômico-social. pelo menos. de maneira sumária.) a) A que período de nossa história correspondem os fatos mencionados no texto? b) Caracterize de maneira sumária o movimento chefiado por Plínio Salgado. o processo de industrialização foi imensamente influenciado pela onda de imigração européia. O Brasil Republicano. Na realidade. político e econômico.. pode-se dizer que os primeiros cento e cinqüenta anos da presença espanhola nas Américas foram marcados por grandes êxitos econômicos para a Coroa e para a minoria espanhola que participou diretamente da conquista.

whereas the typical adult laughs only 17 times a day.D. And. By the time the average kid reaches kindergarten. But centuries earlier astute observers had ascribed physical benefits to humor. and creating a relationship. laughter counteracts feelings of alienation. By psychologically connecting us to others. After all. CESGRANRIO 5 10 15 20 25 30 35 40 393 .” Laughter may not be a panacea. a major fact in depression and suicide. nervousness. Telling a joke increases our sense of belonging and social cohesion. More than a decade of research has begun unraveling the details of the laughtermood connection: stressed-out folks with a strong sense of humor become less depressed and anxious than those whose sense of humor is less well-developed. After you laugh. Florida. Laughter also indirectly stimulates endorphins. but there is much to be gained from it. the patients who recovered were the ones who demonstrated a sense of humor. students who use humor as a coping mechanism were more likely to be in a positive mood. Ph. the brain’s natural painkillers. It encourages out-of-the-ordinary ways of looking at things. “Humor loosens up the mental gears. takes this idea one step further. professor emeritus of psychiatry at Stanford University.INGLÊS The idea that laughter promotes good health first received widespread attention in 1979. “Creativity and humor are identical”. Today. Perhaps the most obvios effect of laughter is on our mood. scientific research carried out in California show that laughter sharpens most of the instruments in our immune system’s tool kit. Humor guru William Fry. amusement. he claims. All of this makes sense in light of laughter’s numerous physiological effects. In addition to its biological effects. MD. laughter is ultimately an expression of emotion — joy. and both your blood pressure and heart rate drop below normal. president of Humorworks Seminars in Tampa.” says John Morreall. there is room for plenty of additional happy laughs in our lives. “They both involve bringing together two items which do not have an obvious connection.. truth to be told. in a study of depressed and suicidal citizens. he or she is laughing some 300 times a day. you go into a relaxed state. Laughter also helps us think more creatively. laughter may also improve our mood through social means. surprise.

chances are you have already got a sense of humor. don’t hesitate to visit. use your comic profile to start building your own humor library: books. I could understand him if he (not speak) so quickly. I (mail) this letter for you. videos. If she (see) the movie. Be honest with yourself. figure out your humor profile. He would tell you about it if he (be) there. The first paragraph of the text aims to show: a) b) c) d) e) the concluding results of a ten-year research carried out in California. 4. July/August 1996. Listen to yourself for a few days and see what makes you laugh out loud. how our immune system’s tool kit can be sharpened. 33-35 (slightly adapted). UNRAVELING (line 9) means: a) making clear. some scientific evidence of health benefits from humor. if you are attracted by the idea of using laughter to improve your spirit and health. a) b) c) d) e) (visit) you. Then. Next. ASCRIBED (line 3) means: a) described b) credited c) aspired for d) spread out e) experimented upon 3. the humor guru William Fry recommends this two-step process: first. CESGRANRIO 45 50 1. Even a few minutes of laughter will be valuable. when life gets you down.INGLÊS Fortunately. set aside a portion of your bedroom or office as a “humor corner” to house your collection. Psychology Today. how we can profit from laughter to live longer. the scientific proof of the details of the humor-health connection. 2. Mark the sentence below that must be completed with the same verb tense as HAD ASCRIBED. pp. she would have told you. And if you also want to benefit from laughter as a preventive medicine. I If I go the Post Office. b) unrolling c) unsettling d) relating e) turning up 394 . If I had the time. If possible. magazines.

One should be loyal to one is married.INGLÊS CESGRANRIO 5. lose their tempers easily. a) b) c) d) e) This is Patricia. AIDS. Mark the sentence that can only be completed with WHOSE. Humor and creativity establish a connection between apparently unrelated items. the relative pronoun in line 11. The main idea of the third paragraph is that: a) b) c) d) e) many biological effects are caused by laughter. Can you give me an advice? I need some informations. Mark the sentence below that shows the correct usage of countable and uncontable nouns. according to lines 27-35. people who do not laugh at jokes are socially alienated. 9. Painkillers stimulate the brain. I don’t like people 6. Endorphins are activated. LAUGHTER is an uncountable noun. sister you met last week. As far as the mind is concerned. My mother is in very good health. humor makes people feel more relaxed. a) b) c) d) e) I’ll have just a bread for dinner. hasn’t been wiped out. mark the physiological effect you DON’T experience after you laugh. 395 . 7. kills thousands of people. laughter can help make you socially adjusted. Mark the only item that DOES NOT contain a correct statement about laughter. John Morreall believes that creativity is a synonym for humor. if you laugh enough you will never feel depressed or suicidal. 8. John has fewer money than Paul. a) b) c) d) e) Laughter makes us all have more creative thoughts. She’s married to a doctor of you have heard. people who tell jokes are psychologically connected to others. According to paragraph 2. Your heart rate declines. Good-humored people tend to see life from a new perspective. a) b) c) d) e) You feel at ease Your blood pressure drops.

“average” (line 38) and “typical” (line 40) have the same meaning. the happiest adults are those who behave like kids. Mark the sentence in which it is used in the same sense as in line 19. EXCEPT one. It can be inferred the ideas found in Paragraph 6 that: a) b) c) d) e) not all laughs are happy laughs. 12. b) The opposite of “happy” (line 38) is “sad”. kindergarten children shouldn’t laugh so much. Both their parents are alive. kids that laugh much become unhappy adults. 396 . The word BOTH appears in lines 19 and 34. magazines and videos. Some problems affect both men and women. 13.INGLÊS 10. avoid future health problems through humor and laughter. have a corner in one’s bedroom to house one’s humor library. Mark it. collect humorous books. The purpose of following the advice of humor guru William Fry in paragraph 7 is to: a) b) c) d) e) get to know one’s humor profile. grown-up people should laugh more. d) In the text. c) “Lives” (live 38) is the plural of “life”. The statements below are correct. “some” could be replaced by “approximately”. be able to practice laughing out loud and to be honest. a) The phrases “truth to be told” (line 37) and “you have already got” (lines 42-43) are in the passive voice. CESGRANRIO 11. The doctor got angry with both of his patients. Most of them speak either English or German or both. e) In line 39. a) b) c) d) e) Both solutions are good.

If you feel inclined to be dishonest. respectively. d) I. III and V only. e) I. Whenever life makes you unhappy. III and IV only. Find the title that summarizes the ideas presented in the text. 15. III III IV VWhen you feel discouraged.anything. d) however . II. II. b) even though . b) III and V only. The item that presents. e) yet .37) is: a) nevertheless .little. The correct items are: a) II and IV only. c) besides .a little.INGLÊS CESGRANRIO 14. a) b) c) d) e) How to succeed in life being funny Laughter: the cure for all illnesses The secret of hapiness is a healthy humor Laughter may help you become happier and healthier Researches advertise the biological effects of laughter 397 . Check the items that DO NOT present a reason for visiting your “humor corner”. c) I. a synonym for BUT and the opposite of MUCH in “but there is much to be gained” (lines 36 .a few. IV and V only.few. When you are in a dilemma. Everytime your spirits are low. as mentioned in lines 49-51. 16.

meaning. he enjoys looking at the attractive woman in the picture. 20. You probably laughed at the cartoon because of KNOCKED ME OUT. respectively: a) attracted me deeply. 19. Many people are looking work in the food industry. The older man told his friend that: a) b) c) d) e) since he met Cora he rarely dates other women. surprised me. He works as a consultant for a foreign firm. he left. shocked me. he never glanced at any attractive women since he got married. He consulted his dictionary to look the meaning of a word. which appears twice. Find the correct prepositions and adverbs that complete the following sentences with LOOK. As he couldn’t wait for you. 398 . II up about over forward up to III for into after up over IV for at to for after a) b) c) d) e) I to at forward after about 18. c) treated me roughly. hit me. III III IV The duty of the government is to look the citizens’ interests. I look to seeing you in Brasil. She cried sadly as she told her story. he grew increasingly interested in pretty women as the years went by. criticized me. but not very often. e) blew me. struck me. he used to admire beautiful women. d) drove me crazy. a) b) c) d) e) Do as she tells you! You like chocolate as much as me. b) impressed me. Mark the sentence in wich AS is used with the same meaning as in the cartoon.INGLÊS TEXTO II CESGRANRIO 17.

There isn’t anything really like that. We can conclude from the text above that a) b) c) d) e) Poirot is talking to a person who enjoyed reading A brave new world. Mummy and Miss Emlyn liked A brave new world because of its wonderful sound. A brave new world. you know.” a) b) c) d) e) There is nothing really like that. 4. It has a wonderful sound. pp. The text above is a dialogue between a) Mummy and Poirot. it brings lucky to make and carry a world within yourself. There aren’t many things really like that. “but only. c) Miss Emlyn and Poirot. lucky people can create a brave new world of their own. Poirot’s interlocutor listened to passages from A brave new world read by two different people.” FUVEST F A S E 1 (Agatha Christie. a) b) c) d) e) brave new worlds exist within everyone. The lucky ones. anyone who has read A brave new world can be considered lucky. I asked Mummy to read some more. a brave new world is a social concept. 85-86) 1. 2. There is anything hardly really like that. According to Poirot. There are a few things really like that. I liked it. b) a mother and her child. for very special people. The ones who carry the making of that world within themselves. d) a child and Poirot e) Poirot and his mother 3. Hallowe’en Party. is there?” “You don’t believe in it?” “Do you?” “There is always a brave new world. someone who absolutely disbelieves in a brave new world is talking to Poirot. it is extremely easy to carry a world within oneself. There aren’t no things really like that.INGLÊS “Miss Emlyn read us some of it. Choose another way of saying “There isn’t anything really like that. 399 .” said Poirot.

e) If I had ever caught ……… I would wash. c) a challenge. borradas. b) If I ever caught ……… I’d wash. young man. 7. c) o menino está vendo figuras indecentes no computador. 6. c) If I ever would catch ……… I washed. Qual seria o correspondente.INGLÊS FUVEST F A S E 1 “And if I ever catch you downloading dirty pictures from the Internet again. e) a request. A mãe está aborrecida porque a) o menino está “viciado” em Internet. d) o menino é jovem demais para lidar com o computador. no passado. 5. 400 . d) If I ever caught ……… I’d have washed. d) an order. b) as imagens na tela do computador estão sujas. b) a threat. The boy’s mother is expressing a) a promise. I’ll wash your mouse out with soap !” (Newsweek. e) o menino não quer desligar o computador para ir tomar banho. April 10. 1995) Considere a imagem e o texto acima. de “if I ever catch ……… I’ll wash ………”? a) If I ever were to catch ……… I’ll wash.

a Person Of No Account. d) aterrorizar o leitor. d) faz a apologia de uma sociedade totalmente embriagada pela cibernética. ISBN 0 349 10785 8) can make your hair stand on end. b) é bonito. 11. c) adverte sobre o risco de sociedades inteiras adotarem a realidade virtual em substituição à vida real. 10.INGLÊS “A pretty scary read. The price. Em War of the Worlds. em poucas páginas. 2 March 1996) 8. b) deleitar o leitor. computer-drunk. is controllable. £ 9. c) é vendido em edição de capa dura. mas assusta. b) não está isenta de restrições de cunho moral. swapping living in the uncomfortable real world for that of life in virtual reality or cyberspace. a vida na realidade virtual a) é ideal para as sociedades livres. War of the Worlds pode a) inquietar o leitor. It is PONA. e) está sujeita a alguns regulamentos. FUVEST F A S E 1 (New Scientists. a um preço justo. e) empolgar o leitor. for a slim paperback. d) apresenta uma tese plausível. d) proporciona muitos prazeres. 9. c) intrigar o leitor. Segundo o texto. o autor a) alerta para o perigo de uma guerra que utilize recursos da cibernética. Segundo o texto. Already there is a term for those who find such an idea horrifying. b) prova que não há nada mais alarmante do que sociedades inteiras inebriadas pela realidade virtual. is not. O texto afirma que o livro de Mark Slouka a) propõe uma tese admissível. Brown.99. e) sugere que não há nada mais desconfortável do que a vida real. e) agrada aos leitores em busca de idéias horripilantes. It is nothing less than an alarm call that there is a danger of whole societies. of course. c) é livre para qualquer prazer. War of the Worlds by Mark Slouka (Little. The thesis is plausible. full of pleasure and free from moral constraints. 401 . The latter.

c) é mais fácil prever a posição dos insetos ou aves durante o vôo do que a das estrelas em uma galáxia. mais ordenado é seu vôo. This difference has long puzzled scientists. um enxame de abelhas transforma-se em uma nuvem de caos. 14. são análogas às experimentadas pelas estrelas em uma galáxia. [The researchers] began with a simple analogy. durante o vôo. b) os cientista acreditam que as abelhas não gostam de voar em grupo. a)ao voarem em grupo. e) conhecidas as influências que afetam cada ave ou inseto. d) algumas influências sentidas por um inseto ou ave. Stars in a galaxy move under the influence of each other‘s gravity in a way that can be described by Newton’s laws. the researchers reasoned. De acordo com o texto acima 12. b) é impossível prever se o vôo de um grupo de insetos ou de aves será ordenado ou caótico. 15 June 1996). 13. c) as aves agitam-se tanto quanto as abelhas durante o vôo. a)as leis de Newton descrevem algumas influências sentidas por um inseto ou ave durante o vôo.INGLÊS “Why do bees fuss about so much when they fly. but now a team of Japanese researchers has come up with a simple mathematical model to explain it. FUVEST F A S E 1 (Adapted from New Scientist. whereas a swarm of bees is a cloud of chaos. and its flying patterns should be just as easy to predict. Identify the influences felt by an insect or bird. A forma correta do singular de “Why do bees fuss about so much when they fly?” é: a) Why does bee fuss about so much when it fly? b) Why do an bee fusses about so much when it flies? c) Why does a bee fuss about so much when it flies? d) Why does the bee fuss about so much when it fly? e) Why does a bee fusses about so much when it flies? 402 . as abelhas não se posicionam de forma ordenada. a organização de vôo do grupo torna-se previsível. e) quanto maior o bando de aves. instead of forming a tidy flock like birds? Birds flying in a flock keep to a highly ordered pattern. d) ao aproximar-se de um bando de aves.

Unlike the depressed. and happiness does not depend significantly on external circumstances. and they smile more than those who call themselves unhappy. Indeed. men and women are equally likely to declare themselves “very happy” and “satisfied” with life. Wealth is also a poor predictor of happiness. Similarly. QUESTÕES DE 1 A 4 TEXTO: THE PURSUIT OF HAPPINESS David G. During the past two decades. tend to go hand in hand with national wealth. some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. Even knowing someone’s ethnicity gives little clue to subjective well-being. Bangladesh and India. less hostile and abusive. factors as diverse as civil rights. However. where income is a good measure of emotional well-being. happiness was given little attention by social scientists until 1984. it is impossible to tell whether the 30 happiness of people in wealthier nations is based on money or is a by-product of other felicities. and less susceptible to 15 disease. Furthermore. How can social scientists measure something as hard to pin down as happiness? 10 Most researchers simply ask people to report their feelings of happiness or unhappiness and to assess how satisfying their lives are. People have not become happier over time as their cultures have become more affluent.INGLÊS QUESTÕES DE 1 A 7 UFBA F A S E INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras. People are happier than we generally believe them to be. the responses of random samples paint a much rosier picture. dozens of investigators throughout the world have asked thousands of people to reflect on their happiness and satisfaction with life and some surprising 5 findings have been uncovered. Interviews with people of all ages reveal that no time of life is notably happier or unhappier. happy people are less self-focused. literacy and duration of democratic government. The daily mood ratings of those who say they are happy and satisfied seem to reveal more positive emotions. by making comparisons within their own groups and by blaming problems on external sources such as prejudice. in most nations the correlation 25 between income and happiness is negligible — except in the poorest countries. As a result. 1 403 . all of which also promote reported life satisfaction. Even very rich people are only slightly happier than the average American. Although viewing life as a tragedy has a long and honorable history. Scientists assert that people in disadvantaged groups maintain 20 their self-esteem by valuing things at which they excel. for instance. Myers and Ed Diener Compared with misery. this trend has undergone timely changes since then.

nursing home patients. n. it seems consistent for those who have it. Second. (adapted text) UFBA F A S E 1 Questão 1 É uma idéia presente no texto: (1) A partir de 1984. (16) A privação da liberdade e a falta de controle sobre sua própria vida são fatores que influenciam o moral. (32) Pessoas de grupos étnicos discriminados revelam maior grau de infelicidade. Third. por serem socialmente compelidas a baixar a sua auto-estima. Ultimately. more intelligent. severely impoverished groups or individuals. (2) Segundo estudos já realizados. sexo e poder aquisitivo são fatores que determinam o grau de felicidade da maioria das pessoas. They 35 have high self-esteem and usually believe themselves to be more ethical. happy people typically feel personal control. 404 . then. less prejudiced. In study after study. happy people are usually optimistic. and healthier than the average person. worldviews and goals. It is possible that some of the patterns discovered in the research may offer clues for transforming circumstances and behaviors that work against well-being into ones that promote it. Fourth. prisoners. 70-2. SCIENTIFIC AMERICAN. Although one might expect that introverts would live more happily in the serenity of their lives. Students of happiness are now beginning to examine happy people’s exercise 45 patterns. (8) Idade. otimismo e extroversão.INGLÊS Although happiness is not easy to predict from material circumstances. May 1996. as pessoas. First. p. and citizens of totalitarian regimes — suffer lower 40 morale and worse health.5. a saúde e a felicidade das pessoas. (4) O grau de felicidade das pessoas está diretamente relacionado às circunstâncias externas que determinam o seu status e o seu modo de vida. the scientific study of happiness could help us understand how to build a world that enhances human well-being and to aid people in getting the most satisfaction from their circumstances. New York. extroverts are happier— whether alone or with others. independência. no mundo moderno. most happy people are extroverted. better able to get along with others. they like themselves. Those with little or no control over their lives — for inatance. aparentam ser mais infelizes do que realmente são. especially in individualistic Western cultures. four traits characterize happy people. os cientistas sociais começaram a dar maior atenção a pesquisas que pretendem avaliar o grau de satisfação das pessoas. (64) As características mais comuns e consistentes das pessoas felizes são: auto-estima.

25) (32) “life” (li. pode-se afirmar: UFBA F A S E (1) Apesar de todo o esforço dos cientistas sociais. 32) “prejudiced” (li. tem sido difícil depreender das pesquisas uma definição para algo tão complexo como o estado de felicidade. 28) – – – – – – “simply” (li. 27) “impoverished” (li. (2) Na cultura ocidental. 36) “easy” (li. (16) Nos últimos tempos. 36) “rights” (li. nessas nações. as pesquisas sobre felicidade chegam a resultados insatisfatórios. 9) (16) “disadvantaged” (li. 47) Questão 4 Há expressões com idêntica função gramatical. 39) 405 . 44) “healthier” (li. é pouco provável que se consiga transformar as circunstâncias adversas do mundo atual. 36) “totalitarian” (li. 2) (2) “viewing” (li. (8) Descobertas sobre o que faz as pessoas felizes ou infelizes podem ajudar na transformação das circunstâncias e comportamentos responsáveis por sua infelicidade. resultante da riqueza e de outros fatores a ela associados. em: (1) “timely” (li. 10) “average” (li. (4) Pesquisas realizadas em nações desenvolvidas são conclusivas quanto a ser o grau de felicidade. (32) A despeito dos avanços alcançados pela ciência. 24) “ethnicity” (li. responsáveis pela infelicidade das pessoas. l6) (16) “income” (li.INGLÊS Questão 2 A respeito das pesquisas realizadas sobre a felicidade. 1 Questão 3 Há oposição de sentido entre: (1) “misery” (li. 18) “prejudiced” (li. 39) “Ultimately” (li. 1) (2) “then” (li. 28) (64) “First” (li. os cientistas sociais vêm tentando descobrir se a prática de atividade física. 34) – – – – – – – “Wealth” (li. as visões de mundo e os objetivos individuais têm influência na felicidade das pessoas. 22) “now” (li. 2) (4) “happier” (li. 7) (4) “ratings” (li. 5) (8) “hard” (li. porque as pessoas estão condicionadas a simular bem-estar e felicidade. 19) (32) “democratic” (li. 11) (8) “Interviews” (li.

and what are the hazards to reckon with? Should we take precautions before jumping into cyberspace? Certainly. The schemers may involve innocents. M. acting in new ways. Although people’s minds are perfectly in tune. v. From friendship to dating. Given that children are often more computer-literate than their parents. n. New York. the E-mail devotee may become addicted to the thrill of many “affairs” or suffer unrequited love. from courtship to marriage. But how do psychiatrists view this phenomenon? Is it psychologically healthy or some disease of technology? How is it that people can fall in love via machine. (adapted text) 1 406 . While there are many wonderful people inspired by love and world community in cyberspace. eventually. allowing a wide selection of “lovers”. D. which can lead to unfortunate meetings in real time and place. E-mail companionship can be a new kind of spectral friendship. And it’s the more vulnerable among us. 1995. charlatans. with the problems and pleasures of cyberspace. 218. They share a love that travels in the virtual reality between their computers. but the two of them have never looked into each other’s eyes. COSMOPOLITAN. and you should therefore enter the public groups with caution. romance seems to flower for thousands of strangers who are finding their mental mates on E-mail. harassment and victimization. Perhaps it most obviously invites people to flirt. Much may be said in praise of E-mail as Cupid.INGLÊS QUESTÕES DE 5 A 7 TEXTO: UFBA F A S E ARE YOU READY FOR VIRTUAL LOVE? Avodah Offit. As a psychiatrist. experienced man or woman. These people may assume multiple identities and present themselves as different from what they are. For instance. jealousy. obscenity and sexual pathology are all out there in cybesrpace — as they are elsewhere. Jan. their corporal selves can be disastrously mismatched. Just as the world has come to terms with other pastimes once looked upon as subversive. 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 Jane sits at her computer in Chicago and communicates with Peter in New York. people with whom one is more intimate than simply friendly. They give one another all the love and support they need strictly on E-mail. often without ever seeing each other? What are the benefits. Not only have they never met. a virtual love. who are affected most. There are no rules or contracts about fidelity: you can have as many virtual lovers as you want. even virtual love affairs can run into real trouble when the communicators turn out to have little or no physical compatibility. Invasion of privacy. beyond the main emotional problem inherent in cyberspace (its tendency to enhance feelings of love) lie the quicksands created by a new breed of jokers. we will all come to terms. and even deviants. unlike any in the accustomed world. A person presenting an emotional problem or desire for communication may be harassed by individuals who sit at their computers all day looking for victims to torment. Their degree of intimacy would not be unusual if they were old college friends or longtime colleagues. thinking. I’m also aware of the capacity of E-mail to feed into the desire to escape reality and live in the world of fantasy. even children. the numbers of the perverse are growing. even a spiritual companionship. Of course. The investment of extensive emotional commitment in a figure of one’s imagination also becomes a threat in a variety of other ways peculiar to E-mail. some people’s lives channel almost entirely through computers. families would do well to monitor their kids’ cyberspace habits with as much interest as they would give their children’s whereabouts in other situations. On the other hand. in their charades.1. those more likely to operate from the safety of their home than to go out into the world. but they see no reason to. Psychiatrists think these attempts at sensible affiliation are brave and adventurous. They make contact two or three times a day and tell each other everything. But to view that only as potential danger is to fall in with the moralists who have a long tradition of warning the world against the perils of reading. However. pretending to be anything from a tender person to a wild. with no particular ethical consequences. a story appeared recently in the press about a man who lured a child on-line to an off-line assignation.

pelos grandes perigos que isso representa. 51) – – – – – improbabilidade obrigação possibilidade permissão promessa 407 . no mundo virtual. é possível uma pessoa assumir tantas identidades ou personalidades quantas desejar. em: (1) “.. (4) Há usuários do computador cuja intenção principal é atormentar e causar malefícios às suas vítimas.. (2) tem consciência de que a comunicação via computador pode alimentar fantasias danosas e fuga do mundo real. (2) Está comprovado que as pessoas aventureiras.. 26) (16) “. Questão 7 Há correspondência entre a expressão citada e a idéia por ela sugerida... (4) pronuncia-se contra o uso do computador como veículo do amor virtual. o autor: (1) é inteiramente favorável ao uso do computador no relacionamento amoroso das pessoas e não vê perigo nisso. (8) considera um direito das pessoas usar o computador livremente.. devido à falta de compromisso. sem escrúpulos e de conduta sexual patológica são as que se dispõem a estabelecer relacionamentos amorosos via computador..... (32) Atualmente. (64) Há pessoas que consideram desnecessário o encontro pessoal com o seu parceiro amoroso do mundo virtual. 16) (8) “....would not be unusual if. peculiar ao espaço cibernético. (32) acredita que saberemos chegar a um ponto de equilíbrio entre os prazeres e os perigos do ciberespaço. (16) A comunicação via computador favorece um alto grau de intimidade e liberdade entre pessoas estranhas...” (li.may become addicted to..?”(li. (8) Mesmo as pessoas bem intencionadas podem passar a manifestar um comportamento patológico.INGLÊS Questão 5 É uma idéia presente no texto: UFBA F A S E (1) Em alguns espaços virtuais.” (li. 1 Questão 6 Ao posicionar-se sobre o amor virtual. para qualquer finalidade que lhes proporcione satisfação..” (li.. 4) (2) “Should we take precautions.” (li. já existem mecanismos. capazes de proteger as crianças de adultos mal-intencionados e inescrupulosos. 12) (4) “. (16) teme o perigo potencial de um moralismo que passe a censurar arbitrariamente tudo que é novo e diferente.will all come.can be a new kind.

NEWSWEEK. Maybe it is because we are drawn to a long-ago world in which people did not pressure intimacy. It was the middle class that self-consciously strove to demonstrate their status — to show that they were not working class. We may be selfish animals at heart. 30 Is there a way to have the manners celebrated by Jane Austen without the snobbery she satirized? The real lesson is Austen is not how to look but how to act — with deference and respect. Still. modes of dress and speech long bespoke one’s class. the action is limited to raised eyebrows or the glimpse of a heaving breast. Manners have been replaced by mau-mauing. be a thinly disguised tool to keep the lower orders in place. more intrusive. But with a conscious effort. a culture in which emotions were expressed with a degree of 10 reticence. with its nostalgia for a more decorous and polite age. they are growing sick of it. The human impulse to sort and sift and feel superior is too strong. a deeper curiosity must have caused 3. 50. is one small sign. and perfect strangers insulting them. members of the upper class were often slobs: they could afford to be indifferent to appearance.INGLÊS QUESTÕES DE 1 A 10 UFBA F A S E INSTRUÇÕES: Assinale as proposições verdadeiras. Feb. more rude — more in your face. appearances can change. Now we seek to show respect for every culture. a society in which people minded their manners. New York. In England. 12. Jane 20 Austen’s England was stuffy and hierarchal. People have become accustomed to vulgarity. 1996. quite unlike our own. but we 35 can at least pretend. as well as cleverness and some nice scenery. she used irony to poke fun at its snobbishness. Possibly. Manners can. their colleagues whining. There is romance. Most people today are accustomed to a culture that is coarser. (adapted text) 2 D P R O V A 408 . By getting 25 rid of manners we have not abolished class distinction. It is no doubt unrealistic to think that people will have a true change of heart and become suddenly more self-restrained and considerate. of course. QUESTÕES DE 1 A 4 TEXTO: What explains the current fascination with the novels of Jane Austen? Her 19thcentury dramas of British gentility offer no violence or explicit sex. in short.7 5 million American households to tune in to the six-hour television adaptation of “Pride and Prejudice” recently. their 15 former lovers spilling their secrets. and it is hardly restricted to what used to be called the upper crust. A little hypocrisy is not always a bad thing. some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. more flagrant. Political correctness does not seem to have conferred dignity so much as an air of permanent grievance and a “got mine” sense of entitlement. as well as other common indignities — their neighbors threatening to sue them. and many millions more to have flocked to screen versions of “Persuasion” and “Sense and Sensibility”. A society. p. The cult of Jane Austen. Actually. confiding in them. or worse.

25) A past action whose results can still be noticed in the present.. 2) “pressure” (li. adaptations of Austen’s works portray too much violence and sex. (2) To match the taste of modern audiences.” (li. (2) “.they are growing sick of it. 30) (64) “pretend” (li..we have not abolished class distinction.” (li. (16) “... 25) – – – – kindness push revealed mix (16) “Actually” (li... 27) (32) “celebrated” (li..INGLÊS Questão 1 Information which can be found in the text is in: UFBA F A S E (1) Jane Austen was an English writer whose novels have attracted millions of people’s attention lately. respecting the cultures of other classes. (32) Austen’s characters belonged to the nobility and behaved in a politically correct manner..people did not pressure intimacy.people will have a true change of heart. 8-9) An action which began and finished in the past.. (8) “. 32-3) A promise not yet fulfilled. 16) An action supposed to take place in the future. 35) – – – Indeed praised mean 2 D P R O V A Questão 3 A correct reference to the verbal tense or aspect found in the except is in: (1) “. 35) A hypothetical present event. Questão 2 Synonymy occurs in: (1) (2) (4) (8) “gentility” (li... (4) “..” (li.. 19) “sort” (li.. (64) Jane Austen seemed to abhor the bourgeoisie’s ostentatious and uncultivated manners in society.” (li. (4) Jane Austen’s novels are about ancient peoples that lived with little emotion and without privacy. (16) In a style both mordacious and nostalgic. 9) “bespoke” (li.hypocrisy is not always a bad thing.. Jane Austen despised affectation and exalted the past.. (8) Jane Austen wrote about a society which was much alike the contemporary one. Questão 4 A suitable title for the passage could be: (1) (2) (4) (8) (16) (32) (64) Ode to British Nobility British Etiquette: Dos and Don’ts Social Stratification in Contemporary Britain Jane Austen’s Criticism of Hypocrisy Being Polite without Snobbery Praise of Hypocrisy A Plea for Good Manners 409 ..” (li.

and her feelings were strong. to the advantage of them all. could have no moderation. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ UFBA F A S E 2 D 5 10 P R O V A 15 20 25 30 35 40 No sooner was his father’s funeral over. severe. her sorrows. Mr. The resemblance between her and her mother was strikingly great. and to a woman in Mrs. John Dashwood had not the strong feelings of the rest of the family. on the arrival of the later. and enabled her frequently to counteract. and resolved against ever admitting consolation in future. and for their sakes avoid a breach with their brother. — but in her mind there was a sense of honour so keen. — her disposition was affectionate. she would have quitted the house for ever.. was all that remained for his widow and daughters. John Dashwood. than Mrs.. and ten thousand pounds. She was generous. Dashwood feel this ungracious behaviour. seeking increase of wretchedness in every reflection that could afford it. (. but his temper was cheerful and sanguine. But the fortune. 1972. They gave themselves up wholly to their sorrow. Dashwood’s situation. in many respects. to be the counsellor of her mother. which had been so tardy in coming. and to him Mr. Sense and Sensibility. Marianne’s abilities were. Dashwood which must generally have led to imprudence. though only nineteen. with only common feelings.) So acutely did Mrs. He survived his uncle no longer. including the late legacies. She was sensible and clever. the eagerness of mind in Mrs. They encouraged each other now in the violence of their affliction. Dashwood it was valued and cherished. the excess of her sister’s sensibility. this eldest daughter whose advice was so effectual. but the indelicacy of her conduct was so much the greater. had not the entreaty of her eldest girl induced her first to reflect on the propriety of going. without sending any notice of her intention to her mother-in-law. Elinor. Jane. No one could dispute her right to come. Elinor saw. at first. The agony of grief which overpowered them at first. was created again and again.. but he was affected by a recommendation of such a nature at such a time. the house was her husband’s from the moment of his father’s decease.). but by Mrs. possessed a strength of understanding. His son was sent for. a generosity so romantic. as soon as his danger was known. She had an excellent heart. her joys. amiable. was his only one twelvemonth. 18-20. that any offence of the kind. but she knew how to govern them: it was a knowledge which her mother had yet to learn. quite equal to Elinor’s. Dashwood recommended. by whomsoever given or received. and her own tender love for all her three children determined her afterwards to stay.INGLÊS QUESTÕES DE 5 A 8 TEXTO: Mr. p. was sought for. but eager in everything. arrived with her child and their attendants. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ AUSTEN. that. was voluntarily renewed. 410 . was to her a source of immoveable disgust. and so earnestly did she despise her daughter-in-law for it. must have been highly unpleasing. and which one of her sisters had resolved never to be taught. [Henry] Dashwood’s disappointment was. London: Pan Books. with concern. interesting: she was everything but prudent.. and he promised to do every thing in his power to make them comfortable. and coolness of judgement which qualified her. with all the strenght and urgency which illness could command. (. the interest of his mother-in-law and sisters. and he might reasonably hope to live many years.

34-5) Questão 7 There is correspondence between the quoted pronoun and who it refers to.which illness could command. 12) “their” (li. 8) “his” (li. 17) “. Mrs. 26) “but” (li. John Dashwood inherited all his father’s properties and money. 2) “..No one could dispute.which must generally have led to imprudence.. 28) “They” (li... 24) “them” (li..... John Dashwood and her child Mrs. 2 D P R O V A Questão 6 The idea expressed by the cited verb phrase is correctly indicated in: (1) (2) (4) (8) (16) “.”( li. John Dashwood Mrs.” (li. he might reasonably hope to live. in: (1) (2) (4) (8) (16) (32) (64) “his” (li. 10) “dispute” (li. John Dashwood seemed to be rather sympathetic with her husband’s relative’s misfortune.” (li. 14) “. Marianne Dashwood’s personality was very similar to her mother’s.... 38) – – – – – – – Mr.INGLÊS Questão 5 The reading of the text allows one to infer that: (1) (2) (4) (8) (16) (32) (64) UFBA F A S E Mr. Mr..” (li. Mr. John Dashwood Mr. the class of the quoted word is correctly indicated in: (1) (2) (4) (8) (16) (32) (64) “affected” (li. Henry Dashwood lamented his uncle’s death but soon recovered..could have no moderation. Henry Dashwood’s relationship with her stepson’s wife was smooth. 7) “. 28-9) (32) “... 18) “whomsoever” (li.. Henry Dashwood Mrs. Henry Dashwood must have died without any concern about his family’s future. Henry Dashwood Mrs.” (li. 13) “her” (li. 22) “understanding” (li. 18) “first” (li.. 35) – – – – – – – verb noun adjective pronoun adverb verb conjunction 411 . Henry Dashwood and Elinor – – – – possibility probability prohibition obligation – deduction – incapability Questão 8 According to the context..must have been highly unpleasing... Mrs. Elinor Dashwood worried about Marianne’s ever-growing anxiety.” (li.. 14) “kind” (li. 17) “her” (li. Henry Dashwood and her daughters Mrs.

xiv. usually wrote about moralistic female figures. Jane. Perception of external objects becomes a wholly aesthetic indulgence. This. created personages who were over-sensitive and pathetic. 1995. BALLASTER. The idea of sensibility refines an earlier idea of ‘sentiment’. their landscapes free of human life. ‘Heroes’ and ‘heroines’ of sensibility prefer their cottages ruined. the engendering of a sympathetic response to the suffering of others that is (at least theoretically) inclined to lead to ameliorative social action. described heroes and heroines who enjoyed living in isolation. p. [Introduction]. Austen’s particular treatment of this counterpointing of two sisters places her firmly in the context of a conservative moralism which asserts that ‘objective evidence should be preferred to private intuition’. sensibility. the novel of sensibility offers a detailed study of the sympathetic motions of feeling on the part of a central character in response to the narrative of suffering he or she observes. later in the century it acquires the further connotation of a form of aesthetic response to external objects. 412 . drove their characters closer to nature to make them aware of their misery. authors of novels of sensibility: (1) (2) (4) (8) (16) (32) (64) were predominantly romantic and conservative women. In: AUSTEN. the traditional position produced for the reader to occupy outside the text in the novel of sentiment is occupied. however. Ros. the ‘faculty or power by which external objects are perceived’. ‘Sensibility’ is best understood less as an antonym of ‘sense’ than as a variant upon it. Whereas the midcentury novel of sentiment attempts to stimulate the reader’s sympathy for a virtuous and persecuted protagonist. or rather co-opted. If sensibility first denotes a quality found in individual behaviour. reached through a discussion of the exposure of a specific group — gentry women — to the ideals and aesthetics of a particular and problematic quality. by contrast. enables the reader to take a critical perspective on the hero or heroine of sensibility. their fields suffocated by dead leaves. so that they can focus on the complexities and rhythms of their own experience of perception. xiii . Sense and sensibility. in turn. Sense is. This moral conclusion is. seen here as self-gratifying corruption of the valued social response and collective responsability that sentiment engenders. Samuel Johnson’s Dictionary of the English Language definition of 1755 is ‘quickness of sensation or perception’. invited readers to deal with protagonists more closely.INGLÊS QUESTÕES 9 E 10 TEXTO: Austen draws on a respectable tradition in the female-authored novel of fictional contrasts between sisters. In other words. (adapted text) UFBA F A S E 2 D 5 P R O V A 10 15 20 25 Questão 9 According to the text. by a character within the text in the novel of sensibility. led main characters to scrutinize their own perceptions. often quite explicitly in her choice of names for her heroines. London: Penguin Books.

413 . 4) “quickness” (li. 16) “self-gratifying” (li. 2) “counterpointing” (li. 23) – – – – – – – action manner opposition capability comparison quantity reflexivity UFBA F A S E 2 D P R O V A QUESTÃO DISCURSIVA Based on the analysis of the terms “sense” ans “sensibility”. write a short composition. associating these attributes to characters described in the text on page 6. in Portuguese. 3) “moralism” (li. 1) “explicitly” (li. found in the text on page 9. 10) “virtuous” (li.INGLÊS Questão 10 The affix in the word on the left bears the meaning on the right in: (1) (2) (4) (8) (16) (32) (64) “respectable” (li.

3. The item says that medical research has shown that laughter a) b) c) d) decreases people’s work rate. Cosmopolitan. Medical research has revealed that it helps strengthen the body’s immune system. TEXT 01 – QUESTIONS 1 TO 7 HO HO HO! According to Personnel Management magazine. they can save themselves a fortune in sick pay. apparently. pay workers more if they are sick. by encouraging more mirth in the workplace. a) b) c) d) has helped medical research a gret deal. raising resistance to germs. strengthens people’s immune system best. 414 . kills germs in people’s bodies. you can tell her it’s all for the good of the company. 2.) Employers are advised that. December 1990. “defiant or self-deprecating” humour doesn’t have the same beneficial effect. makes people more defiant. p. 4. d) work harder. employers should a) b) c) d) advise their workers about germs. increases people’s immunity. c) keep your job. The research suggests that laughter helps you a) avoid sickness. (It appears that lighthearted laughter is best. is less effective than other kinds of humour. Making fun of someone or of yourself. b) become rich. So next time the boss catches you sharing a joke by the photocopier. 159 (compiled by Tania Unsworth) 1 A P R O V A Glossary: mirth = laughter. Honest. According to the item.INGLÊS UFMG F A S E INSTRUCTIONS: Read the texts carefully and then choose the alternative which best completes the following statements. laughter can help you stay healthy. tends to be beneficial at killing germs. amusement 1. encourage workers to laugh more. tell workers jokes about the company.

my husband and I decided to refresh ourselves with a dip in the motel pool. 9. Later we dressed for dinner and went down to the motel restaurant.” Tara Kelly Waworth (Geneva) A Glossary: jitters = feeling of nervousness skimpy = too small to grin = to smile broadly 8. P R O V A 7. “That’s not a fish tank.INGLÊS 5. in workplaces where there is more fun a) employers are rich people. in “. d) Make money and laugh.. lose weight before getting married. 415 . The couple went to the motel to a) b) c) d) celebrate their wedding anniversary. Another good title for this piece of news could be a) Laugh less and stay healthier. my husband asked. glistening fish tank. b) their wedding anniversary. d) their wedding proposal.. refers to the a) boss b) company c) joke d) photocopier TEXT 02 – QUESTIONS 2 TO 16 FTER AN EXHAUSTING 12-hour drive to our honeymoon destination in Daytona Beach. Waiting for a table. c) the boss shares good jokes. because each time I dived into the pool. It’s the swimming pool. I must have dropped a few pounds to pre-wedding jitters.you can tell her it’s all for the good of the company”. we sat in the lounge and ordered drinks. c) their wedding ceremony. enjoy their first days of married life. UFMG F A S E 1 A 6. so we just laughed and retrieved the pieces. The narrator and her husband went to Daytona Beach soon after a) their pre-wedding contract. I lost either the top or the bottom of my skimpy new bikini. c) Never laugh near your boss. Above the bar was a huge. d) there are fewer sick people. We had the pool for ourselves. The word her. pass the day in the swimming pool. According to the text. “Why is such a beautiful fish tank empty? The bartender grinned from ear to ear as he replied. b) people save more time.. Curious. Fla. b) Laughter is the best medicine. empty.

they thought they were all by themselves. he’d seen them swimming in the pool. The woman felt that her bikini was loose because she had a) bought a skimpy one. c) They went to the motel by car. thought the fish tank was a swimming pool. a) b) c) d) the man asked the woman to marry him. P R O V A 12. he was trying to be friendly to them. c) probably lost weight. d) spent a few pounds. The only statement which is probably false is a) Nobody saw them in the pool. the waiter warned them about the fish. b) there was nobody there. The bartender was probably smiling because a) b) c) d) he had found the woman’s lost bikini. 16. 14. When the narrator and her husband were in the bar. the bartender was also in the swimming pool. realized people had seen them swimming. 15. there were not any fish in the tank. d) they were without clothes. d) They were in the pool alone. the swimming pool cool be seen from the bar. they kept in touch with the other people. c) they were hot and tired. b) The couple had fun in the pool. b) dropped her clothes. they realized that a) b) c) d) nobody usually swam in that swimming pool. The couple went swimming because a) the tank had no fish in. spoke to the waiter about the fish tank.INGLÊS 10. The couple were surprised later because they a) b) c) d) had wanted fish for dinner at the motel. 416 . While the couple were using the swimming pool. UFMG F A S E 1 A 11. 13. the swimming pool was in fact a tank for fish.

b) another person. and he immediately canceled the order. c) his company. b) don’t usually buy cars. 3. p. “I sold a car to a Jew for full price. 417 . 2. 1994. The car Spielberg bought was for a) a Jewish man. d) seldom spend money. The car dealer profusely apologized to Spielberg and asked if there was anything he could do to make it right.” Another customer overheard the comment and called Spielberg’s Amblin Entertainment. thought Spielberg would love his cars. The car dealer’s comment implies that Jewish people a) always ask for a discount. But did he get it wholesale? Esquire. Glossary: to lob = to throw crack = a humorous comment 1. a salesman bragged. Spielberg. June. however would have nothing to do with it. and bought another car.INGLÊS UFMG F A S E INSTRUCTIONS: Read the texts carefully and then choose the alternative which best completes the following statements. Shortly after Spielberg bought a car for a friend at Santa Monica car dealership. TEXT 1 – QUESTIONS 1 TO 9 1 B Reality Check Big wheels Spielberg’s List Price P R O V A I T’S PROBABLY not too wise to lob an anti-Semitic crack at Steven Spielberg. says a source. knew that the new car had a problem. d) his customer. The salesman in the story was proud of himself because he a) b) c) d) had sold a full-priced car to a Jew. 30. heard a funny joke about Jewish people. c) never buy new cars.

d) the car was too expensive for his friend. b) his friend liked the car dealer’s manners.” refers to a) to lob an anti-semitic crack at Spielberg. c) the car dealer had been rude about Jews. d) someone had heard his remark. 7. b) had no more regrets. d) to sell a car to a Jew for full price. b) to buy a car for a friend in Santa Monica. The salesman did not notice that a) another car dealer overheard him. c) in spite of the full price he had got. The customer telephoned Spielberg’s office to let him know about a) the anti-semitic statement. c) somebody in the hall dealt with cars. d) went to Spielberg’s. After the incident. d) when he knew he could make it right. 418 . c) to overhear comments and call Spielberg. c) said he was sorry. b) the cancellation of the order. P R O V A 6. Spielberg no longer wanted the car because a) he had found a cheaper model elsewhere. the car dealer a) sold many more cars. The word it in “It’s probably not too wise. Spielberg refused to buy the car a) although the car dealer had apologized. UFMG F A S E 1 B 5.INGLÊS 4. b) another customer canceled the order. 8. 9. b) because the car dealer overheard him. d) the right price for the car. c) the defects of the car.

the children were singing because a) b) c) d) the family received a reward for finding the purse.) P R O V A 10. 11. d) saw an old woman lose her purse.” they responded.INGLÊS TEXT 02 – QUESTIONS 10 TO 16 UFMG F A S E O NE SATURDAY NIGHT. “We’re not singing about you. 12. c) they enjoyed going out. 13. Daddy. and moments later an elderly couple returned in a panic to claim it. d) they usually sang for him. the wife had left the purse in the restaurant. c) just before the couple left. The couple were in a panic because a) b) c) d) it was time for them to leave the place. the lady at the restaurant had praised them a lot. d) when the couple returned. I noticed a woman’s purse beneath a table in the corner. the manager claimed the purse was lost. they did not know what had happened.” Jack Lyles (Forest. Va. c) offered ten dollars to the waiter. the restaurant manager had given them a reward. 419 .” I explained that I had done nothing extraordinary. b) after he entered the place. The father thought the children were singing because a) he had returned the purse. during a visit to a fast-food restaurant with my wife and children. “For He’s a Jolly Good Fellow. the waiter at the restaurant was very kind fellow. b) the restaurant had been fun. b) handed the lost purse to the manager. The gentleman insisted on giving me a ten-dollar reward for my honesty. my four kids began singing. I gave 1 B the purse to the manager. The narrator found the purse a) after the couple came in. but I appreciated the song anyway. “We’re singing about the man who gave us ten dollars. In the car on our way home. The man who took his family to the restaurant a) found a purse worth ten dollars. In fact. 14.

UFMG F A S E 1 B 2 16. c) the manager. Book Television Magazine Newspaper 3. He in the sentence “For He’s a Jolly Good Fellow” refers to a) the father. b) the gentleman. d) Time is money. c) Sing for your supper. d) the waiter. b) Respect your elders. Doctor Nurse Sailor Dentist 420 . Fork Cake Pie Popcorn 2. P R O V A QUESTION 01 – VOCABULARY Circle the word which does not belong to the same family.INGLÊS 15. Arm Head Hand Hat 4. EXAMPLE Avenue F A S E WORD FAMILY River Road Street 1. Desk Ruler Eraser Pencil 5. For the children. The best title for this text would be a) Honesty always pays.

I was scared we weren’t going to make it. Any suggestions? Sarah Stier. Missoula. We seemed to be dropping hundreds of feet at a time. all I see were black 5 and rain. The last item is done for you as an example. During the 2 we experienced major turbulence. UFMG F A S E 2 Travel My worst travel problem THIS SUMMER MY FIANCÉ AND 1 flew to Pittsburgh to visit relatives.INGLÊS QUESTION 02 Fill in the blanks with the missing words. p. landed 421 . february 1996. The 3 reassured us several times that things were under control. Even though we 6 safely (in a different state). we now have a hard time feeling comfortable flying. but when I looked out the 4 window. 6. 2. 3. the plane kept making these awful whoomp sounds and the wings looked as if they were going to break off. Montana Glamour. 4. 204 Answers 1. 5.

8. I had thirsty. 1. “If you order an egg. Why the woman was in jail for a night? 2. you 2. 9. so I drank some water. Treasury of Ozark Country Humor 2 Model: If you order a fresh apple. Why the woman refused to pay the taxi? 3. I started work when I was with nineteen. you 3. you 5. If you order an expensive dish. Re-write the sentences in their correct form.” Jim Reed. 422 . said the manager. I didn´t go out last night because was raining. 1.” said the customer. When I’ll arrive home. you get the hottest coffee in the world. 6. What did happen there? 4. you QUESTION 04 – CORRECTING MISTAKES Each sentence below has ONE mistake. I’ll write to you. If you order a spicy omelette.INGLÊS QUESTION 03 – SUPERLATIVES Read the text and then complete the sentences below: UFMG F A S E “O urs is a good restaurant”. If you order a good meal. If you order a thick sandwich. and…” “I believe you. I don’t have got long black hair. Who did come to investigate the robbery? 5. you 4. She was going to the post office for to buy some stamps. you get the freshest egg in the world. 10. If you order hot coffee. 7. If you order a small steak. you get the freshest apple in the world. “I ordered a small steak.

COMPLETE THE STORY Write the other sentences describing Mark’s daily activities. 2. 423 . 4. 3. 5. UFMG F A S E 2 1.INGLÊS QUESTION 05 . Mark wakes up early every morning. 6.

UFMG F A S E 2 1. You QUESTION 07 – DESCRIPTION Suppose you are applying for a job as a teacher. 424 . You 4. Please. 2. What do they mean? Complete the sentences. What would you say? Write a paragraph of five sentences.INGLÊS QUESTION 06 – NOTICES Here are some notices. You 5. The interviewer asks you to talk about yourself. If you 3.

family violence.. Cathi Hanauer (Seventeen. September. 425 . 1995:115) MY FRIEND DEALS DRUGS 1 I’m really close to my friend Thomas — we can talk about almost anything. c) adolescents. Drug abuse would not increase if it were . I found out that he deals acid and pot. On the other hand. e) oldsters. a) babies. and when he’s not. d) adults. obstructed during adolescence. Or worse. he’ll get his act together before he ends up in jail. and I don’t know what I’m supposed to do about it. But I don’t understand why he has to get money this way.. 2. September. detected after teen-age years. 1995:103) BASED ON THE TEXTS CHECK THE ALTERNATIVES THAT COMPLETE THE SENTENCES CORRECTLY: 1. he might think about it all the time and still decide the easiest way to make money is to deal — so your talk might not achieve anything. prohibited in American communities. How can we stop its spread? Common sense says block it before it begins: during the teen-age years — when eight out of ten current adult drug users started using drugs. It is linked to crime. (READER’S DIGEST. The majority of adult drug addicters began using drugs as. You could also let him know you’re upset about this because you care about him. he might not have thought about some of this. AIDS.. a) b) c) d) e) stimulated in adulthood. I was shocked when I found out. But just recently. do yourself a favor: stay away from him when he’s dealing (or using). UFPA F A S E Drug abuse is a plague that continues to tear American communities apart. Should I try to persuade him to stop? You could try to persuade him to stop — and convince him that he’s hurting himself as well as other people. He said he needs the money.INGLÊS WHEN DRUG ABUSE BEGINS Eight out of ten adult drug users started as teens.. Believe it or not. In that case. I’m afraid he’ll get hurt. and asked him why he does it. related to crime and AIDS. Mostly. And cross your fingers for the guy — hopefully. half started at age 16 or younger. b) children. and you think he could get another (legal) job — a job that he could someday put on a résumé. keep letting him know this whole thing is very uncool with you.

b) enjoys helping his friend. tells Thomas’s friend to start dealing drugs with him. thinks Thomas is being cool with his friend. is an easy way to get money.. a) b) c) d) e) says Thomas should not quit smoking pot. a) I — he b) I — you c) you — he 7... The pronouns which refer to Thomas’s friend in the texts are. tries to persuade the writer to send her a résumé. are easily convincend to quit doing it. 5.. can cause you trouble. a) b) c) d) e) get money in accordance with law. A job that can be put on a résumé.. help stopping the spread of family violence. a) makes money by selling drugs. a) b) c) d) e) is an illegal activity. doubts Thomas can be persuaded to stop dealing drugs..INGLÊS 3. a) uses drugs.. is something you are ashamed of. b) deals drugs. are aware of the benefits of acid and pot. e) buys acid and pot from him. Thomas.. d) is worried about him. 426 . Thomas’s close friend.. 4. UFPA F A S E 1 6. d) wants to be taken to jail.. are a threat to the welfare of society. can be included in a curriculum vitae. c) has a legal and profitable job. c) lends him money.. The adviser.. d) him — himself e) yourself — himself 8. People who deal drugs. e) makes his friend pround of him.

collages. to know how to respond appropriately to children’s early paitings. Que atitude dos pais é comparável às tentativas de compreensão e encorajamento dos primeiros esforços artísticos de seu filho? 4. insights that are often moving and always profound. Judith M. 1995:42/47) Responda em português às questões abaixo. What is it?” or. “It’s lovely. and drawings. clay sculptures. Children are naturally proud of their efforts and want their parents‘ acknowledgement and encouragement.INGLÊS UFPA F A S E 2 APPRECIATING YOUR CHILD’S ART “Do you like my picture?” Many parents have faced this question while being presented with what looks like a mishmash of squiggles and lines jostling together on a rectangle of paper. O que fazem muitos pais após elogiarem e comentarem a pintura de seu filho pequeno? 2. February/March. Crayola Kids. Just as parents supported a child’s first efforts to talk and even grew to learn what the non-words meant. and communicating their ideas and feelings about themselves and their world. a scaterring and pileup of clay may depict “falling from a high place.” Often. Then. (Adapted from BURTON. For example. 1. Tell me more about your idea. give clues to their thinking and insights about their world.” It’s important. Qual o significado que a criação e a combinação de imagens visuais em trabalhos como desenhos. Appreciating your child’s art. Can you tell me all about them?” Young children love to talk about their art work and. however. to the question “Do you like my painting?” parents can learn much if they simply say. parents can learn how to support and understand their child’s early endeavors at art. So. but if you made the eyes bigger it would look just like Mommy. Young children create and combine visual images as a way of constructing. colagens e esculturas têm para as criancinhas? 3. Visual images help them go beyond the confines of verbal language to express their thinking.” or “I can see there are lots of important things happening in your picture. de acordo com o texto. A conversation about a child’s art work offers the opportunity for parents to learn what pictures and sculptures mean to their child.” or a painting of red blobs may depict “when I had a pain in my tummy the other day. “It’s lovely. struggling to sound knowledgeable and encouraging. “It’t a wonderful painting. Como os pais podem vir a compreender o significado dos trabalhos de arte infantil? 427 . expressing. they’ve said something like. the picture then is hung with pride on the refrigerator door or is squirreled away with others as part of the record of the child’s life. in the telling.

S. Which is the main idea of the text? a) b) c) d) e) The killing of elephants in South Africa has split the members of the National Parks Board. Officials at South Africa’s Kruger National Park thousands of “surplus” elephants.K. a) where b) which c) that d) On e) Since d) culls e) would cull d) who e) how 4. A decision is expected by April. The U.” (“Cash if You Don’t Cull”. The plan has split the 18 . PERISCOPE. To get the cash. a) has culled b) will cull c) have culled 3. Humane Society and U. some members say it tramples on state sovereignty. The trapped elephants could not roam free on the new lands. 1 Now the killing may stop. page 3. a) At b) For c) As 2. 1996. NEWSWEEK. – based International Fund for Animal Welfare have offered Pretoria a fiveyear. South Africa must stop culling elephants in other parks and forswear attempts to repeal the worldwide ban on ivory trade.) ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 1. A binational grant may stop the killing of elephants in South Africa. SOUTH AFRICA.member National Parks Board. 428 . February 26.INGLÊS Read the text carefully to answer items 1 to 5. $5 million grant to buy new (59) lands the sur plus pachyderms can roam free. The worldwide ban on ivory trade is expected by April. The officials at South Africa’s Kruger National Park will catch “surplus” elephants. There’s a cath. “Cash if y Don’t Cull” ou “ ○ UFPE F A S E (57) (58) ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 1976.

. (National Geographic/WORLD. TIME..INGLÊS 5. cold.. The plan has been.) (64) ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Richard Zoglin in the subtitle of his article on “The News Wars” seems to be explosion due to the development of technology. a) approved by some b) rejected by all c) signed by all d) accepted by most e) canceled by most UFPE F A S E 1 “Wh do I get chapped lips?” y “The skin covering your lips is usually moist and soft. II Brainerd. But too much sun... October 21. by Richard Zoglin.” Question submitted by Mark Bublitz.. out” in “But too much sun. page 44.. wind. or dryness will “suck” the moisture out” means: a) absorb b) freeze c) increase d) release e) deliver 7. the information 8. news is everywhere. page 15) 6. 148.. But are we better informed or just overwhelmed? (“The News Wars”... a) enthusiastic about b) critical of c) amazed at d) tolerant of e) receptive to 429 .. August 1996. 1996. wind. Business.. or dryness will “suck” the moisture out. To propect your lips. Identify in the text the two (2) expressions which are equivalent: a) fuel and machine b) calories and stores c) cracked and chapped d) needs and keeps e) lip and coat “On TV and radio. in print and over the internet. vol.. Minnesota. cold.. nº 18. Then lips get cracked and dry. The expression “suck. coat them with lip balm.members of the National Parks Board.

3. Nick: Don’t you think economic forces are at the heart of this boom? Johnny: Absolutely. to change careers when their field becomes redundant. The “new majority” in continuing education programs in America. 2 Nancy: Whatever the reason. Helen: Besides that. SPEAK UP – May 1996. the reasons for this return to the classroom at adulthood are: 0-0) onefold 1-1) twofold 2-2) manifold 3-3) varied 4-4) unique 2.INGLÊS UFPE F A S E PARA CADA UMA DAS QUESTÕES A SEGUIR. a changing work force and the instability of the work market are necessitating this return to the classroom. And more specifically. the notion of education one does early in life is disappearing. (Adapted into dialog form from “Education. 3-3) enthusiastically approved. MODERN LIFE NEWS. 1-1) totally maintained.) 1. to adjust oneself to changing economic forces. According to the character’s point of view. Some of the reasons mentioned in the dialog are: 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) 4-4) to keep up with technological shifts. the “new minority” on US campuses. page 33. 430 . 4-4) widely rejected. 4. adults are willing to keep up with technological shifts. 2-2) entirely acceptable. the largest growth group in continuing education in the US. the latest boom in American education. These kinds of students stand for: 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) 4-4) the smallest growth group in American education. – Back to School”. ASSINALE NA COLUNA I A(S) PROPOSIÇÃO(ÕES)VERDADEIRA(S) E N COLUNA II A(S) FALSA(S). to become marketing students. Through this continuing education programs the ancient assumption that “education one does early in life” has been: 0-0) largely questioned. Ano 9. making them the “new majority” and the largest growth in education. to learn more about life. Johnny: More and more American adults are enrolling in continuing education programs on US campuses. to satisfy a yearning for learning. A Read the dialog carefully to answer items 1 to 7. or simply to become versatile. Nancy: What do they use continuing education for? Johnny: Both for pleasure or to satisfy a yearning for learning. nº 110.

a degenerative eye condition is the leading cause of blindness in older Americans. But in case cancer. . 3-3) Undoubtedly. 1-1) Perfectly.INGLÊS 5. 1996. heart disease and bad breath (8) two new studies offer another one: blindness. “Absolutely” is equivalent to: 0-0) Not at all. October 21. 2-2) Exactly. page 54) In items 8. UFPE F A S E 2 6. 9 and 10 choose the most appropriate expression(s) to fill in the blanks in the text. 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) 4-4) a pair of Boston-based research teams Boston-based a pair of research teams teams of Boston-based of a research pair research a pair of Boston-based teams teams a pair of Boston-based research 3-3) aren’t enough reason 4-4) are no reason enough 431 . strongly link cigarette smoking to “age-related macular degeneration” (10) (AMD). it may impede circulation or simply accelerate the aging of cells. No one knows how smoking promotes AMD. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ (NEWSWEEK. 0-0) are no reason sufficient 1-1) aren’t sufficient reason 2-2) are no sufficient reason 9. 4-4) Unquestionably. “Yearning” in “to satisfy a yearning for learning” signifies: 0-0) a determined willingness 1-1) a strong desire 2-2) a serious longing 3-3) a tender longing 4-4) an earnest desire Read this text to answer question 8 to 12 SMOKING AND HEALTH Cigarettes May Promete Blindness Not that you needed another reason to avoid smoking. 8. Writing in last week’s Journal of the American (9) Medical Association. The expression “to keep up with” in “adults are willing to keep up with technological shifts” means: 0-0) to be at the same pace as 1-1) to be a little bit ahead of 2-2) to go forward at the same speed as 3-3) to be much better than 4-4) to be a little behind of 7.

”.) 13.” (Adapted from “LADIES AND GENTS. 4-4) the appropriate use of informal words in writing.. For instance. 1-1) the correct use of words both in speaking and in writing 2-2) the frequent use of sland words by foreigners. February 1992. pages 44-45. INFORMAL OR SLANG? “One of the trickier aspects of speaking a foreign language is knowing how to choose the most appropriate word when there are several which seem to have the same meaning. And it is also important to remember that at the other end of the spectrum there are some words which are extremely formal. Language and Literature.INGLÊS 10. 432 . Which choices best summarize the main idea of the paragraph? 0-0) the memorization of words that are extremely formal. The expression “link” in “… a pair of Boston-based research teams strongly link cigarette smoking to … ” means: 0-0) connect 1-1) blame 2-2) associate 3-3) oppose 4-4) relate 12. it is quite appropriate to use informal words in informal conversation.. SPEAK UP. 0-0) what 1-1) that 2-2) who 3-3) how 4-4) which UFPE F A S E 2 In items 11 and 12 identify the expression(s) which is (are) equivalent to that (those) from the text. since they are generally used only between people who know each other very well. These might not be used very often at all in conversation: they are more appropriate in writing. 11. 3-3) the appropriateness of vocabulary in language usage. The word “aging” in “it may impede circulation or simply accelarate the aging of cells” means: 0-0) renewing 1-1) getting old 2-2) renovating 3-3) growing old 4-4) getting stronger FORMAL. but sland words should be avoided by foreigners.

“They” in the above sentence refers to: 0-0) formal words. The equivalent active sentences to “These might not be used very often at all in conversation” are: 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) 4-4) One might not use these very often at all in conversation. 3-3) as 4-4) but 2 16.INGLÊS UFPE F A S E 14. “Since” in “since they are generally used only between people who know each other very well” is equivalent to: 0-0) otherwise 1-1) for 2-2) because 15. People may not use these very often at all in conversation. 3-3) people. No one might use these very often at all in conversation. You might not use these very often at all in conversation. 1-1) informal words. 4-4) slang words. We may not use these very often at all in conversation. 433 . 2-2) foreigners.

22. 11. Exception: any fever in a child younger than 2 months or an adult older than 65. 6. 2. If you are achy all over and have a fever. metade dos casos de pronto-socorro não são de urgência. 4. Here. 5. bebês e pessoas idosas têm prioridade nos pronto-socorros. Coughing up blood is not always a medical emergency — and it is rarely a sign of lung cancer or tuberculosis. scalp. 23. 19. 9. UFRGS 1. 3. Sutures are necessary if a wound is deep or jagged or if it hasn’t stopped bleeding after applying pressure. Even a temperature of 40°C won’t harm those without chronic medical conditions such as diabetes. febre alta não deve preocupar portadores de diabetes ou enfizema. a maioria das pessoas não é bem atendida nos pronto-socorros. 26. Your only option is to apply pressure with a clean gauze pad. In those cases. 20. 21. 7. or hear t disease. 14. A high fever is not necessarily urgent. emphysema.INGLÊS Instrução: As questões de número 11 a 18 referem-se ao texto abaixo: 1. O título mais apropriado para esse texto seria a) b) c) d) e) Guidelines for the inexperienced doctor. When not to go to the emergency room. At least half of all emergency room visits are for problems that don’t require immediate attention or that would be better handled by a patient’s own doctor. 13. just call your doctor. 12. 10. 15. Doctors won’t suture a wound that’s been open for 12 hours or more. so a small cut may bleed profusely. Anyone with a bad cold or bronchitis can cough up a little bloody sputum. 24. 17. 18. You and your doctor. O texto nos diz que a) b) c) d) e) um corte que sangra abundantemente não pode ser suturado. These areas enjoy a rich blood supply. call your doctor. 434 . How to get alternative therapy. 8. What to do at the emergency room. Heavy bleeding from a small wound on the face. 25. so if you are otherwise healthy. guidelines for judging which is which. or hands is less serious than commonly believed. 2. 16. get medical attention right away.

se você for saudável e esperto. A frase if you are otherwise healthy (li.if 435 . 12-13).. e) recebem. Assinale a alternativa em que a forma -ING não é usada como em heavy bleeding (li.other . UFRGS 4. A melhor tradução da palavra enjoy (li. injection isn’t required. d) enjoam. wash the wound with soap and water. 23).. b) later on. 5. b) a medical emergency (li.. 6.yet d) for .unless c) to . 15) nesse contexto é a) emprestam. 23).. the wound is very dirty. a) or .another .but b) to . d) at once.except e) or . 7. c) gostam. 22). 22-23) o pronome it se refere a a) coughing up blood (li.and it is rarely a sign of lung cancer (li. Complete a frase abaixo com a alternativa correta. .many . 22-23). b) rejeitam. d) lung cancer (li. Animal bite requires immediate cleaning and oral antibiotics. se você tem um plano de saúde.. eight years.. .INGLÊS 3. Diminished hearing is less serious than diminished vision.. 21).12) é a) in a while. If you have had a tetanus shot in the past five . Once bleeding stops. a) b) c) d) e) Vomiting is sometimes cause for immediate attention. e) afterwards. 25) seria melhor traduzida como a) b) c) d) e) se você não é saudável de outras maneiras. c) a sign (li. The doctor is now suturing a deep cut in her hand. A expressão que melhor substitui right away (li.. Na frase .some . c) sooner or later.none . se você tiver pouca saúde. e) tuberculosis (li. se você não tem outras doenças. 8.

11.weaker b) red squirrels . 14. 11. uma estatística dos danos causados aos esquilos cinzentos. 4. c) An Uneven Match. d) A Parallel Story. 5. e) A Family Business. But the cause and the origin of the disease are still unknown. Britain’s native red squirrels are being overrun by their larger cousins. Squirrel in Britain 1. 9. 15. Red squirrels need conifer seeds in winter .000 reds remain. O ano 1876 é mencionado no texto como o ano em que a) b) c) d) e) grandes novidades surgiram vindas da América.5 million grays. Grays may have a secret ally. which is killing reds in nor thern and eastern England. UFRGS 9. To beef up reds’ chances. 8. A relação correta de acordo com o texto é a) gray squirrels . O título que não caberia a este texto é a) Yankees Go Home. os primeiros esquilos cinzentos foram levados para a Grã-Bretanha. b) Cousins but Enemies. 10. Brought to Britain as a novelty in 1876. grays outcompete reds for food. 12. uma alternativa para reconduzir os esquilos cinzentos ao seu habitat.INGLÊS Instrução: As questões de números 9 a 17 referem-se ao texto abaixo: Squirrel vs. Nor th American gray squirrels. Up a perilous tree.they have difficulty digesting acorns. 3. havia um grande número de esquilos cinzentos na Inglaterra. 2. landowners are urged to plant the proper tree mix. 10. against an onslaught of some 2. 6. os norte-americanos importaram um grande número de esquilos.smaller 12. Only about 160.sick d) red squirrels . uma possível solução para o problema dos esquilos vermelhos. 7. os cientistas diagnosticaram o vírus parapox.novelty e) red squirrels . uma sugestão para combater eficazmente o vírus parapox. Some scientists suspect that grays carry a virus called parapox.perilous c) gray squirrels . which grays readily wolf down. O texto apresenta a) b) c) d) e) uma discussão do valor dos esquilos no ecossistema da Grã-Bretanha. 13. 436 .

e) to defeat reds’ chances. A palavra readily (li. c) approximately. 17. e) average. 16. 8) está usado incorretamente na alternativa a) b) c) d) e) We should carry dearly for our families. A palavra some (li. e) importante. d) practically. 13) poderia ser traduzida sem alteração do sentido por a) preparada. c) mostly. 6) poderia ser substituída sem alteração do sentido por a) fully. d) more than. d) adequada. Police officers in Britain do not carry guns. 15. e) wildly.INGLÊS 13. Some cars carry a 12-month guarantee. d) to postpone reds’ chances. c) pronta. O verbo carry (li. A palavra proper (li. 11-12) sugere o mesmo que a) to cut off reds’ chances. b) partly. c) to shut up reds’ chances. b) proposta. 15) poderia ser substituída sem alteração do sentido por a) hardly. Today’s newspapers all carry the same story. UFRGS 14. 437 . b) to increase reds’ chances. Malaria is a disease carried by mosquitoes. b) promptly. A expressão to beef up reds’ chances (li.

438 . But those hopes have been tarnished. Growth and decline. 12. 19.INGLÊS Instrução: As questões de números 53 a 61 referem-se ao texto abaixo: 1. Mexico’s hard poverty and its rich cultural tradition. Such ripples touch neighbors in all directions. 13. and by modern communications that shrink the world with each passing day. Mexico is undergoing a moment of painful rebirth. for our lives are ever more closely linked — by the Nor th American Free Trade Agreement. 5. The Mexican land. 21. this time as a modern player on the world stage. an arduous landscape of peaks and valleys rising and falling like the country’s tumultuous histor y. 11. Frequent wars and environmental pollution have ruined Mexico’s natural resources. hope and disappointment — all play out across the centuries here. 8. Mexican and US respective participations in the NAFTA. Mexican economic difficulties cause US drug problems to increase. The stor y of Mexico echoes the land itself. 17. civil unrest. 10. 23. frequent wars. 27. the country’s geography and its political development. by the recent guarantee of 20 billion dollars in US loans to Mexico. where drug trafficking and illegal immigration rise each time the peso falls. which nourished America’s first great civilizations. and hard pover ty to be born again as something new. 24. blessed with strong family ties and a hardworking people. 19. 25. 4. 16. 18. 6. Mexico is ready to move from the ranks of developing nations into a new role. 26. 7. 22. 14. by political corruption. by the growing influence of Hispanic culture spreading nor th of the border. The resulting economic woes have exacerbated tensions along the US — Mexican border. 3. 28. at least for the moment. 9. environmental pollution. 20. UFRGS 18. ancient Mexican civilizations and present day hardworking people. and the Mexican government’s devaluation of the peso. 15. Which of the following statements is not correct according to the text? a) b) c) d) e) US investments in Mexico have brought both countries closer than ever before. Rich in natural resources. has endured the shock of European conquest. 2. 29. Mexico is about to take a more important position in the modern world. The text contrasts a) b) c) d) e) European influence in Mexico and Hispanic culture in the US.

was shaped c) have faced . 23. Choose the best word to replace which in which nourished American’s first great civilizations (li. d) destaque das nações. Fill in the blank below with the best alternative. d) painted e) diminished UFRGS 22. The expression with each passing day (li. The expression developing nations (li. a) a cada dia passando. c) nações em desenvolvimento. 6-7). a) whether b) who c) whose d) those e) that 26.INGLÊS 20.. d) criticou. Political corruption and civil unrest are … Mexico’s modern problems.. its own future.shapes d) have been facing . b) desenvolvimento de nações.. 12) means in Portuguese a) nações que se destacam. 29) means. 25.shaped e) faces . d) como passam os dias. e) transmitiu.. The word tarnished (li. but now it . a) has faced . e) com os que passam diariamente. b) a cada dia que passa. c) transportou. in Portuguese. b) endureceu. Choose the best alternative to complete the sentence below correctly: Mexico . a) because b) between c) throughout d) among e) although 439 . 7) is a) suportou. without altering the meaning by a) distinguished b) furnished c) augmented 21.has been shaped 24. many difficult crises in history. The best translation for endured (li. c) como passar os dias. e) nações desenvolvidas. 15) may be replaced.is shaping b) faced .

26. stopping along the way to nibble at the May buds. 20. 19. 8. The question that cannot be answered using the information given in the text is a) b) c) d) e) What season of the year is it? Are all the deer of the same kind? Are the deer frightened? How long did it take the deer to go up the rock garden? Why has the author crawled when coming down the stairs? 440 . Before me was the finest sight of my life. UFRGS 27. 10. Eight of them had moved close to the terrace. 31. e) has several windows. 21. 27. but one of our dogs barked in the distant kennels and the deer were off into the woods. 15. When you get to the last few steps. crawled across the room. not even on their usual alert for smell or rustle. were looking up at the house. moved without fear. bucks. In all they certainly numbered forty or fifty does. 12. Hammett came to the foot of the stairs and in a whisper said. that I began making choking sounds until Hammett put his hand in my mouth. 9. so stunning. All of them. 6. I crawled the steps after the landing. fawns. It was after six o’clock when the deer began to disappear. 28. were joining a larger group who were wondering up the shorter path through the fruit trees. 4. 3. 22. On the wide road from the lake at least twenty deer. 5. 25. 7. d) is too small and dark. 16. 28. 32. According to the text. untroubled. 29. the house a) has more than one floor. moving slowly. 23. 30. b) is located in a busy urban area. crouch very low so that you can’t be seen through the window. 18. 14. small and large. as if it were another kind of tree. Then a group of them went past the terrace and up into the rock garden where they found such lovely things to eat that they were joined by six or seven others. pale and darker. but without curiosity. so unbelievable. Be ver y quiet. 17. 2. 11. “Come down. c) is crowded with people. and he raised me slowly to my feet. There were four last stragglers who stopped to examine a small dogwood immediately off the terrace. moving as I think few people have ever been allowed to see them. 13. 24.” His voice was excited and happy.INGLÊS Instrução: As questões de números 27 a 35 referem-se ao texto abaixo: 1.

e) the land of the stairs. c) glad. b) the bottom of the stairs. a dream she had. the parts of a garden. e) late. d) predictable. The expressions immediately off (li. her feelings for Hammett. The author is told to be very quiet a) b) c) d) e) in order not to frighten the birds.jumped 441 . c) ability. The phrase the foot of the stairs (li. d) great. because others were sleeping in the house. 4) is a) so that anything can’t see you. 13) or short (li. 9) is a) fortunate. b) so that nothing can’t see you. e) so that none can’t see you.as in unbelievable (li.far off c) in . c) so that anybody can see you. so that the surprise would be total. In this text the author describes a) b) c) d) e) the behaviour of domestic animals. The word that cannot receive the prefix un. A correct active version of the expression so that you can’t be seen (li. 32) mean respectively a) close to . 32. 1) is the opposite of a) the front of the stairs. 34. in order not to disturb her friend Hammett. 14) is a) bad.INGLÊS 29. a moment of rare beauty. e) skillful. 30) and were off (li.went away b) approximately .gathered d) nearby . b) sad. 35. d) so that no one can see you. c) the top of the stairs. because any sound might cause the deer to run away. 31. 33. d) the back of the stairs. The word that does not form the comparative in the same way as large (li. b) important. UFRGS 30.far away e) together .

(1) “cash” (li. posteriormente. (2) The lady had a wallet made for the doctor. para as devidas marcações.INGLÊS Nas questões de 1 a 14. Questão 2 According to the text: (0) If the doctor had accepted the lady’s gift. (1) The lady had been trying to lose weight for six months.000. 11) is the same as account. 2) could be correctly replaced by succeeded in going down. na coluna II. a Folha de Respostas. Questão 3 In the text: (0) “managed to go down” (li. You must pay me cash. “I don’t practice medicine for sentimental reasons. 11) could be correctly by in money. took out the five thousand dollars she had put in it and gave the doctor two thousand.” The lady opened the wallet. itens ERRADOS. says she. Read the following text and answer questions 1 to 3 below. a Folha de Rascunho e. 442 . “there are some things you can’t pay for. She is grateful and goes to the doctor’s office to thank him. (2) “bill” (li. answered the doctor rudely. (2) The money in the wallet was less than the doctor’s fee.” 10 “Madam”. he would have received U$ 5. I thought that you would like to accept this wallet which I made for you with my own hands. 5 Questão 1 According to the text: (0) The doctor lost five thousand dollars. “Doctor”. na coluna I. (1) The lady wanted to return the doctor’s wallet. a lady finally managed to go down to her ideal weight in 6 months following a revolutionary method adopted by a very famous doctor. UnB Use. marque: itens CERTOS. 1 After years of struggling with obesity. Your bill is two thousand dollars.

(2) Baron de Coubertin believed that intense nationalism was good. Hitler wanted to prove that whites were superior to blacks. as a festival to honour the gods of ancient Greece. in Athens. The first. 443 . but taking part. and were largely due to the inspiration of a Frenchman. Hitler’s aim of exploiting the Games to demonstrate the superiority of “pure” blond Aryan youth was frustrated by the black American athlete. But the modern Olympic Games are only a century old. Baron Pierre de Coubertin. Jesse Owens. example of the use of the Olympics for political ends came in 1936 in Berlin. who dominated the track events and won four gold medals. the Olympic Games had a religious purpose. He believed that by developing healthier minds and bodies in the young people of all nations.INGLÊS Read the following text and answer questions 4 to 6 below. and perhaps worst. The intense nationalism and the fierce competition for medals aroused by the Games also conflict with Baron de Coubertin’s most famous saying: “The important thing in the Olympic Games is not winning. Questão 5 According to the text: (0) In 1936. The essential thing in life is not conquering. but fighting well. De Coubertin’s ideals of good sportsmanship and fair play now seem to many people to have been perverted by the spirit of politics and commerce which surrounds the Olympiad. (1) Hitler achieved the result he wanted from the Olympic Games. the Olympic Games would promote world peace. Luckily. 1 The original Olympic Games can be traced back to 776 BC.” UnB 5 10 15 20 Questão 4 According to the text: (0) In ancient Greece. (1) Baron Pierre de Coubertin came from Greece. Greece. (2) The first modern Olympic Games were held in Athens. They began in 1896.

17) means young people. “finding” (li. “ends” (li. “leaves” (li. 7) may be correctly replaced by any. 3). “youth” (li. A physical difference may be determined by the way we use our brains. 14) could be correctly replaced by maybe. they’re discovering genetic influences on intelligence. obesity or alcoholism. 2) refers to “researchers” (li. UnB Read the following text and answer questions 7 and 8 below. 10) is a noun. 444 . Every day. Or they’re suggesting that the level of some brain chemical substance affects one’s chance of committing violent crimes. 15) is the past simple tense of the verb to come. “came” (li. 2) is the same as appears. 1 It’s time to rethink nature. 9) is a plural form. When researchers aren’t uncovering physical differences in the way men and women use their brains. Alcoholism may be the result of genetic influence. “some” (li. “will” (li. “their” (li. 15) could be correctly replaced by finishes. Each new finding leaves the impression that biology is destiny and free will an illusion. sexual orientation. Biology tends to deny the existence of free will. science seems to reject our autonomy.INGLÊS Questão 6 In the text: (0) (1) (2) (3) “perhaps” (li. 9) is a verb. Questão 8 In the text: (0) (1) (2) (3) (4) (5) “seems” (li. 5 Questão 7 According to the text: (0) (1) (2) (3) (4) Science seems to prove our autonomy. There may be a relation between human behaviour and level of substances found in our brains.

is an arena in which men are free to hit. is the role of women. the woman here is not simply constrained. in this view. Questão 11 In the text: (0) (1) (2) (3) (4) (5) “the woman” (li. 5) is the same as to follow. men can subordinate their wives. (2) In a traditional view of a family. 3) is the subject of “taught” (li. 9) refers to “an arena” (li. rape and exploit women.INGLÊS Read the following text and answer questions 9 to 11 below. 1 What is being discussed. (2) The traditional view of a family has the same principles as the two-parent family. “is abused” (li. “to pursue” (li. “exploit” (li. 10) and explore are synonyms. To defend the traditional family is to defend sexism. 6) means moral justification. 445 . of course. (1) Women are taught to pursue a career. The traditional family. To some critics. “which” (li. 8) is an active form. she is abused. To defend the two-parent family is to defend an institution in which the woman is subordinated to her husband. 10). UnB 5 10 Questão 9 According to the text: (0) To some critics the woman’s role is open to abuse. Questão 10 According to the text: (0) Some critics believe that women in the context described are both constrained and abused. (1) To defend the two parent-family is to defend the husband’s superior role. and taught to indoctrinate her children with a belief in the rightness of this arrangement. 5). “rightness” (li. confined to domestic activities with no opportunity to pursue a career.

1) is synonymous with really. Few women dare suggest their lovers wear condoms for fear of insulting them. Parents have been surprised by recent research which found that children are increasingly confused over sexual values. (4) The Government’s family planning hasn’t been as effective as it should be. Abortion is illegal and the government’s family planning efforts have been timid. at best. (2) “at best” (li. (1) “far more” (li. or being considered prostitutes. 446 . (2) “Parents” (li. Young women still value virginity. (1) Young women no longer value virginity. (5) Sexual values are becoming clearer to children. 1 Brazil actually is far more conservative than the beach scenes at Ipanema would suggest. (1) “their lovers” (li. (3) Brazil is a rather sexually liberal country. (2) Few women are afraid to suggest their lovers wear condoms. UnB 5 Questão 12 According to the text: (0) The behaviour on the beach of Ipanema gives a false impression of sexual liberalism in Brazil. Gays and lesbians suffer serious discrimination.INGLÊS Read the following text and answer questions 12 to 14 below. 1) can be correctly replaced by much more. 6) is the opposite of at worse. 6) is a direct object. 6) can be correctly replaced by need. Questão 13 In the text: (0) “actually” (li. Questão 14 In the text: (0) “dare” (li. 8) can be correctly replaced by Relatives.

He had 3 children ages 8. a family must have been a resident of Brasilia for at least 5 consecutive years and the children must be attending school. o algarismo das UNIDADES. the other brother joined them. Ana’s youngest brother is 19 and single. na coluna II. When Tiago. He had been living with Ana for 4 years when Tiago joined them. Leonardo. para as devidas marcações. Use. mesmo que seja igual a zero. o algarismo das DEZENAS deve ser obrigatoriamente marcado. a Folha de Racunho e. In order to qualify for it. Find out the sum of the numbers of years Ana and each of her brothers have lived in Brasilia. a Folha de Respostas. Ana had already been living here for 11 years. marque: UnB o algarismo das DEZENAS. He only has a one-month old baby. Questão 15 Read the following text: Pedro and Ana live near Brasilia with their children and 3 of Ana’s brothers. 10 and 12. Pedro works as a cabinet maker and Ana works as a cleaning woman in an office. They’ve lived in Brasilia for 14 years and have been granted a government educational scholarship which enables children to stay in school instead of making them work early to help their families. 447 .INGLÊS Na questão 15 a seguir. Bruno settled in Brasilia 3 years after his sister Ana arrived. na coluna I. posteriormente.

and other athletic games. heralds proclaimed his name abroad. wrestling.C..C.INGLÊS INSTRUÇÃO: As questões de números 1 a 5 referem-se ao texto seguinte. a) Os jogos gregos. e) Os jogos da Grécia antiga.. or third.C. and were played near the oracle or altar of the god in whose honor they were instituted. indique a alternativa correta. his statues. The date of the occurrence was given by saying that it happened in the first. his native city received him as hero. b) Os festivais religiosos observados por cidades inteiras na Grécia antiga transformaram-se em jogos quando as comunidades resolveram agradar aos deuses perto dos seus altares. etc. and poets and orators competed with the artist in perpetuating the name and deeds of him who had reflected undying honor upon his native state. third.C. or fourth year of such an Olympiad — the first. and in the magnificence of their attendants. boxing. De acordo com o texto. The champion was crowned with a garland of wild olives..C. os jogos deixaram de ser uma instituição local para os gregos. be innocent of any crime against the state or sin against the gods. that year came to be used by the Greeks as the starting-point in their chronology. não adquiriram status nacional porque as comunidades locais não queriam desagradar os seus deuses. 448 . por volta do sexto século a. pois estes acreditavam que os deuses sentiam-se homenageados quando lembrados nacionalmente. and as from that time the names of the winners were carefully registered. Later. must have undergone ten months’ training in the gymnasium. d) A época do início dos jogos da Grécia antiga passou a ser conhecida como a Idade Heróica. and must. eram realizados nas proximidades dos altares dos deuses que as comunidades queriam venerar e. sometimes through a hole made in the city walls. The competitors must be of the Hellenic race. The contests consisted of foot-races. moreover. chariot-racing was introduced. The Olympian games became the most famous of such festivals. Spectators from all parts of the world crowded to the festival. second. que se originaram na idade heróica e faziam parte dos festivais religiosos até o sexto século a. 1 1. Coroebus was victor in the foot-race at Olympia. and the intervals between two successive festivals was known as an Olympiad. and became the most popular of all the contests. THE EARLY OLYMPIC GAMES UNESP F A S E The celebrated games of the Greeks had their origin in the Heroic Age and were associated with religious festivals observed by an entire city or community. The delegates of the different states competed with one another in the richness and splendor of their chariots and equipments. executed by eminent artists. associados aos festivais religiosos. passaram a ter âmbito nacional. sometimes even divine honor and worship were given to him. were erected at Olympia and in his own city. In 776 B. c) Por volta do século VI a. em virtude dos festivais religiosos realizados em torno dos oratórios dos deuses como homenagem dos heróis. they had lost their local character and assumed a national status. second. By the sixth century B. The games were held every fourth year.

c) Atletas de quaisquer raças podiam disputar os jogos desde que fossem inocentes dos crimes e pecados da raça helênica. luta de boxe. é correto afirmar: a) As provas consistiam em corrida. b) O famoso corredor Coroebus esforçou-se para vencer a prova olímpica porque esta fazia parte dos festivais que o associaram à cronologia grega. por causa do registro da vitória de Coroebus.C. desconhecido antes de 776 a. 4. mas quando a corrida de carruagens foi introduzida. De acordo com o texto. tinham de passar por treinamento intensivo e deviam ser inocentes de crimes e pecados. cuja popularidade vinha diminuindo. tornaram-se o ponto de referência da cronologia grega a partir de 776 a. d) Os nomes dos vencedores eram registrados anualmente para que os gregos pudessem estabelecer o ponto de partida de sua cronologia. inventor da cronologia grega. d) Os donos das carruagens competiam uns com os outros quanto à decoração das mesmas e quanto ao traje de seus acompanhantes. e) Os jogos olímpicos tornaram-se os mais famosos festivais a partir de 776 a. o mais famoso dos festivais religiosos da Grécia antiga. a) Os atletas culpados de crimes e pecados podiam disputar as olímpiadas desde que se submetessem a treinamento intensivo nas dependências do ginásio.C. esta tornou-se a mais popular de todas. mas não podiam fazer o treinamento intensivo no ginásio. e) Os atletas que não eram da raça helênica podiam disputar os jogos olímpicos. b) A corrida de carruagens foi instituída para evitar a monotonia que ameaçava a consolidação dos jogos olímpicos. luta livre e outros jogos atléticos. d) Os atletas tinham de ser da raça helênica. e) A corrida de carruagens tornou-se a prova mais popular porque era realizada fora do ginásio e podia ser vista pelas multidões que vinham de outros países. no intuito de agradar aos deuses. Segundo o texto. UNESP F A S E a) Os jogos olímpicos tornaram-se os mais famosos dos festivais da Grécia antiga quando os gregos passaram a utilizá-los como referência cronológica. 3. quando as vitórias passaram a ser cuidadosamente registradas.C. Conforme o texto.INGLÊS 2. c) Os jogos olímpicos. c) A corrida de carruagens teve de ser introduzida nos jogos olímpicos para também ajudar no transporte de atletas e espectadores que residiam longe da sede dos jogos. indique a alternativa correta. 1 449 . b) Os atletas culpados de crimes e pecados podiam disputar as olímpiadas desde que pertencessem à raça helênica e freqüentassem regularmente o ginásio.. assinale a alternativa correta.

eram recebidos em suas cidades como heróis. e) Os poetas e os oradores invejavam os artistas por serem estes mais bem sucedidos na perpetuação dos feitos dos heróis. b) each other. 8. The rain can ………… our shoes. serviam de modelos para os artistas e eram exaltados pelos oradores. 6. A lion is ………… than a dog. é correto afirmar: UNESP F A S E a) Os campeões olímpicos eram coroados com folhas de oliveira pelos arautos que proclamavam os seus feitos em sua terra natal e no exterior. c) one other. c) Os conterrâneos dos campeões às vezes faziam buracos nos muros das cidades. John ………… me some money last week. a) strong b) strongest c) more strong d) stronger e) most strong 7. para transportarem as estátuas dos heróis esculpidas por artistas eminentes.INGLÊS 5. 1 INSTRUÇÃO: Assinale a alternativa que preenche corretamente cada lacuna das questões de números 6 a 12. d) other one. a) spoil b) spoils c) spoiled d) to spoil e) spoiling d) sending e) to send 450 . a) sends b) send c) sent 9. e) another each. para permitir a veneração do povo e dos artistas. Those two women always help ………… ………… a) other each. Segundo o texto. d) As estátuas dos campeões eram erigidas em sua cidade natal e em Olímpia. b) Os campeões dos jogos olímpicos chegavam a ser venerados como deuses.

I have a ………… friends. a) or … and b) and … or c) and … but 12.INGLÊS 10. Charles ………… Mary are brother ………… sister. We stayed in Rome ………… two months. a) since b) at c) in d) on e) for UNESP F A S E 1 11. a) ten b) few c) some d) many e) several d) and … and e) but … and 451 .

2x a) 3/2 b) 2/3 c) 2/5 r 1) e v ( 2. a que distância da tela. Qual o percentual de aumento do volume de água nesse reservatório quando o nível de água varia de 6 cm para 10 cm? a) 15% b) 18% c) 20% d) 25% e) 35. com os dados obtidos. em metros.20 b) 4. Um projetor de slides. é registrado por um cientista. Sendo A 7 cos(5π 8 sen π 2 x) ( 3 cos(3π x ) x) . Uma torneira alimenta um reservatório d’água cujo volume. colocado a 4 metros de distância de uma tela de cinema. projeta sobre ela um quadrado.80 d) 5. Os vetores u (x. k ∈ Z. 4) são ortogonais.00 452 . o qual. em função da altura que o nível da água atinge.8% r 2.50 c) 4. então : a) A b) 2A c) 2A 1 1 1 d) 4A 5 0 e) 5A – 4 0 0 4. constrói o gráfico abaixo. com x ≠ π π 2 kπ . deve ser colocado o projetor? a) 4. Então o valor de x é igual a: d) 2/3 e) 3/2 3. Para que a área desse quadrado aumente 20%.60 e) 6.MATEMÁTICA CESGRANRIO 1.

4% b) 9. segundo os dados de uma pesquisa constantes na tabela abaixo. em progressão geométrica. o número de assinantes desse jornal no mês de abril teve um aumento de: a) 1600 b) 1510 c) 1155 d) 1150 e) 1050 453 . Se 0. nos quatro primeiros meses do ano. MÊS NÚMERO DE ASSINANTES janeiro 5000 fevereiro — março 6050 abril — Em relação ao mês de fevereiro. ele varia a ordem de suas visitas. então o valor de x é: CESGRANRIO d) 54% e) 98% 6.8% c) 34% 3x 1.MATEMÁTICA 5. Para evitar que os donos dessas empresas saibam quando o fiscal as inspecionará. De quantas formas diferentes esse fiscal pode organizar o calendário de visita mensal a essas empresas? a) 180 b) 120 c) 100 d) 48 e) 24 7.6% de 3 1 3 a) 3. Um fiscal do Ministério do Trabalho faz uma visita mensal a cada uma das cinco empresas de construção civil existentes no município. O gráfico que melhor representa a função real definida por f(x) x2 2x 1 é: 8. O número de assinantes de um jornal de grande circulação no estado aumentou.

determine quantos anos se passarão para que essa população fique reduzida à quarta parte da que era inicialmente. Segundo dados de uma pesquisa. 2 0. a temperatura da barra atingiu 0°C. AD 4 cm e o ponto O é o centro da circunferência. Na figura ao lado. Se a. após o início da experiência. b e c são as raízes da equação x3 a2bc ab2c abc2 é igual a: a) 400 13. a) 6 b) 8 c) 10 d) 12 e) 15 12. em cm: a) 36 b) 45 c) 48 d) 50 e) 54 11. é o par ordenado (a.MATEMÁTICA CESGRANRIO 9. segundo a relação P(t) P(o). contado em anos. Então a b é igual a: a) 39/8 b) 11/8 c) 3/8 d) 11/8 e) 39/8 10. pertencente ao gráfico da função real definida por f(x) (2x 1) (3 x). O ponto de maior ordenada.25t. a) 1 min b) 1 min 5 seg c) 1 min 10 seg d) 1 min 15 seg e) 1 min 20 seg 454 . Calcule em quanto tempo. aproximadamente. BC 10 cm. O gráfico acima representa a variação da temperatura da barra em função do tempo gasto nessa experiência. b) 200 c) 10x2 100 2x d) 20 200 0. a população de certa região do país vem decrescendo em relação ao tempo “t”. b). O perímetro do triângulo AOC mede. AB 8 cm. então o valor da expressão e) 400 Uma barra de ferro com temperatura inicial de 10°C foi aquecida até 30°C. Sendo P(o) uma constante que representa a população inicial dessa região e P(t) a população “t” anos após.

y. a fração percentual que sobrará dessa folha de papel corresponde a: a) 20% b) 16% c) 15% d) 12% e) 10%  x k 1 16. será usada para cobrir todas as faces e a base de uma pirâmide quadrangular regular com altura de 12 cm e apótema da base medindo 5 cm.MATEMÁTICA CESGRANRIO 14. e levando-se em conta que não houve desperdício de papel. a forma 3 algébrica do complexo z é: a) 1 b) c) d) 1 e) 2 i 3 3 3 i i 3 ( 3 1 ) 15. Para que valores de k existe uma única matriz  y . Qual a probabilidade de uma pessoa.log3 x a) 1/2 1 0. Se 2. 2. sendo cinco algarismos (0. numa única tentativa. então log1/9 x vale: c) 1/8 d) 1/4 e) 1/2 b) 1/4 18. tal que  1    2  x     k   y  0  ?  0 a) b) c) d) e) k ≠ 1 k 2 k 2 ou k 1 k ≠ 2 e k ≠1 k ≠2 e k≠ 1 17. 3. 4) e quatro letras (x. com a forma de um quadrado de 20 cm de lado. Após se ter concluído essa tarefa. ao acaso. O segredo do cofre é uma seqüência de três algarismos seguidos de duas letras. Uma folha de papel colorido. Um complexo z possui módulo igual a 2 e argumento π . z. abrir o cofre? a) 1/7200 b) 1/2000 c) 1/1500 d) 1/720 e) 1/200 455 . Sendo z o conjugado de z. 1. O dispositivo que aciona a abertura do cofre de uma joalheria apresenta um teclado com nove teclas. w).

em litros. cujo diâmetro da base mede 40 cm e altura 100 cm.MATEMÁTICA 19. Um recipiente com a forma de um cilindro reto. aproximadamente. CESGRANRIO A equação da circunferência cuja representação cartesiana está indicada pela figura acima é: a) b) c) d) e) x2 x2 x2 x2 x2 y2 – 3x – 4y 0 y2 6x 8y 0 y2 6x – 8y 0 y2 8x – 6y 0 y2 – 8x 6y 0 20. armazena um certo líquido. que ocupa 40% de sua capacidade. O volume do líquido π contido nesse recipiente é. igual a: a) 16 b) 18 c) 20 d) 30 e) 40 456 .

em graus. em cm . Numa primeira fase de um campeonato de xadrez cada jogador joga uma vez contra todos os demais. { – Então. de a + b é a) 50 b) 90 c) 120 d) 130 e) 220 5. Houve 6 manhãs e 3 tardes sem chuva.4). O volume de um paralelepípedo reto retângulo é 240 cm .5). A reta s passa pelo ponto (0. x + y + z é igual a a) 2 b) 1 – c) 0 d) 1 e) 2 3. nunca o dia todo. A chuva caia pela manhã ou à tarde. o valor. No retângulo abaixo. Quantos eram os jogadores? a) 10 b) 11 c) 12 d) 13 e) 14 3 7. Nessa fase foram realizados 78 jogos. Durante uma viagem choveu 5 vezes. A área total do paralelepípedo. é a) 96 b) 118 c) 236 d) 240 e) 472 457 . As áreas de duas de suas faces são 2 2 2 30 cm e 48 cm . As retas r e s são perpendiculares e interceptam-se no ponto (2.MATEMÁTICA FUVEST F A S E 1. Quantos dias durou a viagem? a) 6 b) 7 c) 8 d) 9 e) 10 4. Que número deve ser somado ao numerador e ao denominador da fração tenha um aumento de 20%? a) 1 b) 2 x + 4z = 7 x – 3y = 8 y+z=1 – – 2 para que ela 3 c) 3 d) 4 e) 5 1 2. Uma equação da reta r é a) 2y + x = 10 b) y = x + 2 c) 2y – x = 6 d) 2x + y = 8 e) y = 2x 6.

a medida do ângulo BAC é 30° e BD = DC . completou seu passeio percorrendo a aresta reversa a CG. para em seguida caminhar toda a diagonal da face ADGC e. em cm. Na figura abaixo. é a) b) 2 c) 5 3 d) e) 6 7 12. Uma formiga resolveu andar de um vértice a outro do prisma reto de bases triangulares ABC e DEG. 10} e) {x ∈ R | x > 0} 2 2 11. percorreu toda a aresta perpendicular à base ABC. na unidade adotada. DE é paralelo a BC. seguindo um trajeto especial. A formiga chegou ao vértice a) A b) B c) C 2 FUVEST F A S E 1 d) D e) E 9. AD = 2 cm. a medida de AD. O conjunto das raízes da equação log10(x ) = (log10x) é a) {1} b) {1. No papel quadriculado da figura abaixo. AB = 3 cm. Para que a parábola y = 2x + mx + 5 não intercepte a reta y = 3. devemos ter a) 4 < m < 4 – b) m < 3 ou m > 4 – c) m > 5 ou m < 5 – d) m = 5 ou m = 5 e) m ≠ 0 – 10. é a) 4 2 b) 4 c) 3 3 d) e) 8 3 3 7 3 2 458 .MATEMÁTICA 8. onde D é ponto do lado AC. 100} c) {10. Para que a área do triângulo ADE seja a metade da área do triângulo ABC. adota-se como unidade de comprimento o lado do quadrado hachurado. A medida do lado BC. Ela partiu do vértice G. 100} d) {1. finalmente.

O prejuízo foi o maior possível.MATEMÁTICA FUVEST F A S E 13. Sendo i a unidade imaginária (i = 1) pergunta-se: quantos números reais a existem para os 4 quais (a + i) é um número real? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) infinitos 17. A. Infelizmente uma dessas pedras. O valor. tem-se 2 10 π < sen 2α 3 d) sen 2α < sen π < sen α 3 π 3 π < sen α < sen 2α 3 π 3 e) sen 2α < sen α < sen c) sen α < sen 2α < sen 18. de um dos ângulos formados pelas diagonais AC e BD é a) 90 b) 100 c) 110 2 – d) 12 e) 150 16. Um cubo de aresta m está inscrito em uma semi-esfera de raio R de tal modo que os vértices de uma das faces pertencem ao plano equatorial da semi-esfera e os demais vértices pertencem à superfície da semi-esfera. m é igual a a) R b) R 2 3 2 2 3 c) R 3 d) R e) R 3 2 459 . que torna o produto de 3888 por n um cubo perfeito é a) 6 b) 12 c) 15 d) 18 e) 24 15. Então. de 8 gramas. em reais. caiu e se partiu em dois pedaços. A medida. em graus. O menor número natural n. o prejuízo foi de a) 92% b) 80% c) 50% d) 20% e) 18% 1 14. C e D são vértices consecutivos de um hexágono regular. Em relação ao valor original. em gramas. B. Sendo sen α = a) sen α < sen b) sen 9 π . diferente de zero. com 0 < α < . de uma pedra semipreciosa é sempre numericamente igual ao quadrado de sua massa.

Cada diretor participa exatamente de duas comissões e cada duas comissões têm exatamente um diretor comum. b) Resolva a inequação f(x) > 0. dois diretores. sabendo que AB = 4 cm e a razão entre as áreas dos triângulos ABH e BCH é igual a 2. Os trabalhos da diretoria de um clube são realizados por seis comissões. 2. Na figura ao lado. tem-se x – a) y < —— e y < x + 1 2 x – b) y < —— ou y > x + 1 2 x – c) —— < y e y > x + 1 2 20. qual é a probabilidade de que eles sejam de uma mesma comissão? 3. A é um ponto do plano cartesiano. O grau do polinômio é a) 4 b) 5 c) 6 d) 7 e)8 x – d) x + 1 < y < —— 2 x – e) —— < y < x + 1 2 1 1. Considere a função f dada por 12 x + 5 – ——— x+1 f(x) = ——————— 5 x+9 ——— – ——— x+1 x a) Determine o domínio de f. O coeficiente do termo de mais alto grau de P(x) é 1 e o termo independente é igual a 221. Considere um triângulo ABC tal que a altura BH seja interna ao triângulo e os ângulos BÂH ˆ e HBC sejam congruentes. com coordenadas (x. y). b) Calcule a medida de AC. a) Quantos diretores tem o clube? b) Escolhendo-se. ˆ a) Determine a medida do ângulo ABC. Sabendo que A está localizado abaixo da reta r e acima da reta s. ao acaso.MATEMÁTICA FUVEST F A S E 19. P(x) é um polinômio cujas raízes formam uma progressão geométrica de razão 2 e primeiro termo 2. F A S E 2 460 .

8. a) Determine n em função de m. CX = XH? ˆ b) Para que valor de x. um triângulo isósceles sabendo que sua base é AB e o raio da circunferência inscrita nesse triângulo é r.0) e (2. construa. 24 cm. Seja o sistema FUVEST F A S E { x + 2y – z = 0 x – my – 3z = 0 x + 3y + mz = m 2 a) Determine todos os valores de m para os quais o sistema admite solução. b) Resolva o sistema. c) Que condições m deve satisfazer para que P(x) admita três raízes reais e distintas? 9. No paralelepípedo reto retângulo mostrado na figura.0) e que são tangentes à reta y = x + 2. os múltiplos de 6. Calcule a soma dos números que permanecem no conjunto. b) Determine m para que P(x) admita raiz dupla diferente de 1. onde m e n são números reais. ABC é um triângulo retângulo em A e CX é bissetriz do ângulo BCA. retiram-se os múltiplos de 5 e. 7. a) Para que valor de x. a) Determine as coordenadas dos centros dessas circunferências. em seguida. Do conjunto de todos os números naturais n. Suponha que o polinômio do 3º grau P(x) = x + x + mx + n. Calcule a medida de AC. A medida de CX é 4 cm e a de BC. supondo m = 0. AB Seja X um ponto de AB e x a medida de AX. CXH é reto? ˆ 6. usando régua e compasso.MATEMÁTICA 4. 10. AB = 2 cm e AD = AE = 1 cm. Considere as circunferências que passam pelos pontos (0. onde X é ponto do lado AB. 5. n ≤ 200. a) Dados AB e um segmento de medida r. r c) Justifique o porquê de cada construção A B 3 2 461 . b) Determine os raios dessas circunferências. seja divisível por x – 1. b) Descreva as construções feitas.

menores de 5 anos. para todo {x ∈ R. some os números a elas associadas e marque o resultado na Folha de Respostas. c. (8) O percentual do número de adolescentes. a < x ≤ b} Unidade de comprimento F A S E 1 ]a. é de 175%. pode-se afirmar: (1) A escola possui um total de 3000 alunos. correspondem a 25% do total de crianças. e os 600 alunos restantes são adultos.b] u. QUESTÃO 1 Numa escola. em relação ao número de adultos. (16) 420 adolescentes estudam à tarde e correspondem a 2 do total de adolescentes. Nessas condições.MATEMÁTICA SÍMBOLO R R * + ® UFBA SIGNIFICAÇÃO Conjunto dos números reais Conjunto dos números reais estritamente positivos Qualquer que seja. (2) O número de adolescentes é de 1250. 35% são adolescentes. 5 462 . QUESTÕES DE 1 a 8 INSTRUÇÃO:Assinale as proposições verdadeiras. (4) 270 crianças. 45% dos estudantes são crianças.

(16) O gráfico ao lado apresenta a variação da população de B em relação ao tempo t. 2000 habitantes em relação ao ano anterior.03) habitantes. então x + y = 10 2 2 −2 (32) Se log 1 (x + 1) < 1 ent o − 1 < x < 3 3 463 . em 1970. -1[ (16) Se 2 x +y 2 2 = 16. é verdade que: (1) O produto de raízes da equação (x . a população de A cresceu aproximadamente 6 x 10 x (1. a população da cidade A apresenta crescimento de 3% ao ano.6 x 10 habitantes.MATEMÁTICA QUESTÃO 2 UFBA F A S E Considerando-se as taxas de natalidade e mortalidade.(0. a população de A era aproximadamente [1 . a partir de 1970. (2) Em 1980.6x + 8) (x + 3) = 0 é -24 (2) A solução da inequação x . 5 QUESTÃO 3 Sobre equações e inequações. pode-se afirmar: (1) Em 1972. a população da cidade A era de 200000 habitantes e a população da cidade B era de 220000 habitantes. 1] ∪ [2. a população da cidade B aumenta. 03 5 1 3 9 (8) Em 1990. + ∞). 0.03) ] habitantes. 11 2 x 10 (4) Em 1980.3x + 2 ≥ 0 é o conjunto (-∞. a população de A era maior que a população de B. então x ∈ ] -3. a cada ano. a população de B era de 2. (4) A equação |x| = -x não tem solução. Se. (8) Se |x + 2| < 1.

(16) O gráfico da função f(x) = log2 (x + 2) intercepta o eixo OY no ponto (0.1) é uma função exponencial crescente. b. 464 . x (32) O gráfico ao lado representa a 2 função y = 1 + 2 . então f(3) = 5 UFBA F A S E 1 (8) Se f(x) = x .1) = x + 1. é verdade que: (1) log 0.1 (16) Se f é a função inversa de g. ∀ a. então f(Lg (x)) = x (34) Se f: R → R é uma função crescente. então gof(x) = x .1 e g(x) = x . então f(3) > f(4) (64) Se f é uma função ímpar e f(1) = 2. c ∈ R +  c  (8) f(x) = (m .x é decrescente. 1 2 (2) A função f(x) = x .x + 1 tem valor máximo em x = 2 (4) Se f(x . então f(-1) = -2 QUESTÃO 5 Sobre exponenciais e logaritmos.MATEMÁTICA QUESTÃO 4 Sobre funções reais.1).1 + log 2 2 2 4 4=0 (2) O domínio da função f(x) = log (1 -x) é o conjunto R* +  ab 2  * (4) log   = log a + 2 log b − log c. para m > 2. é verdade que: (1) A função f(x) = 1 .

2 2 (16) A área do círculo de centro em O e raio OB é igual a 16π cm . no sistema cartesiano XOY. pode-se afirmar: (1) km = 1 (2) P(x) .Q(x) = 2 + 3x 2 (16) O quociente da divisão de Q(x) por x + 1 é x + 2 (32) O resto da divisão de Q(x) por P(x) é 3x + 2 QUESTÃO 7 No semicírculo representado ao lado. (16) A reta que passa por P e é paralela a r tem equação 2x . -1). o ponto P(-1.MATEMÁTICA QUESTÃO 6 Sendo P(x) = (m . Q(x) é um polinômio de grau 6. (2) P ∈ s (4) A distância de P à origem é de 2 u. 1) e as retas r: y = 2x + 2 e s: x + 2y . em relação ao eixo OY.c. é verdade: (1) O simétrico de P.3 = 0.1 um polinômio de grau 2 e 3 2 Q(x) = kx + x + 2x + 2 um polinômio que tem -1 como raiz. (4) P(x) tem duas raízes reais. Nessas condições. é o ponto Q(-1.0) 465 .1) x + x + x . (8) As retas r e s são perpendiculares. (32) AB2 = AC 2 + CB2 QUESTÃO 8 Considerando-se. (8) xP(x) . sendo BM = 5 cm e AM = 3 cm.y + 1 = 0 (32) A reta r intercepta o eixo OX no ponto (-1. pode-se afirmar: (1) OC = 3 cm (2) CM = 15 cm (4) O perímetro do triângulo AMC é igual a (5 6 + (8) A área do triângulo MHO é igual a 3 2 UFBA F A S E 1 15 ) cm 15 2 cm . considerem-se os triângulos retângulos CMO e MHO.

maçã. mamão e melão. SÍMBOLO R ® ]a. a < x ≤ b} Conjugado do complexo z Unidade de comprimento Unidade de área Unidade de volume P R O V A F A S E u. goiaba. u.c. o ângulo de inclinação da estrada 2 SIGNIFICAÇÃO Conjunto dos números reais Qualquer que seja.a. usando-se três frutas distintas.b] z 3 m . em graus. laranja. 1 2 A Questão 10 Uma estrada eleva-se 0. Calcule. 466 . acerola. para todo {x ∈ R. u.5m a cada com a horizontal.MATEMÁTICA QUESTÕES 9 E 10 UFBA F A S E INSTRUÇÃO: Efetue os cálculos necessários e marque o resultado na Folha de Respostas: Questão 9 Dispondo-se de abacaxi.v. calcule de quantos sabores diferentes pode-se preparar um suco.

é igual a 10.2y = 1. podem-se formar 84 produtos distintos com n algarismos.MATEMÁTICA QUESTÕES DE 1 A 7 UFBA F A S E INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras. x ∈ R.  x  (16) Com os elementos do conjunto A = {x ∈ N. z2 = 1 + i 3 3 1 − 3 1 +i e +i 2 2 2 2 (2) As raízes cúbicas de z são -i. Questão 2 3 2 Sendo A = 3A . ( m − 2)! (2) P = 60 (4) C 3 2 = C n n  2 1 n (8) O termo independente de x. some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. 2 (16) Os afixos das raízes sextas de z formam um polígono de área igual a 6 3 Ωu. 3 2 2 (8) O lugar geométrico dos complexos z tais que z .a. pode-se afirmar: n n (1) Se n m! = 56. Questão 1 Sabendo-se que o complexo z1 = 6 2 A x +1 . 1 (4) O simétrico de z2 em relação à origem tem argumento igual a 1 π . então m > n. podem-se tirar 2520 fotografias diferentes de n pessoas em fila. 0 < x ≤ 9} .2x . (32) Com 7 pessoas.z  = 1 tem equação x + y . é um imaginário puro e 1 + xi z2 = 6 π π  2  ( cos + i sen ) pode-se afirmar:  9 9  10 1 P R O V A (1) z . no desenvolvimento  x − 3  . 467 .

se x < 0  Considerando-se a função real f(x) = 2 − 1.6x + x + x + 1 é igual a 3. 4 3 2 3 2 5 4 3 2 3 2 2 468 . se 0 ≤ x < 2. então a + b + c + d + e = 0. pode-se afirmar: (1) Se P(x) = x + 2x + ax + b é divisível por (x . 1 + i e i como raízes. então f(x) < -3 (32) O gráfico de f(|x|) é QUESTÃO 4 Sobre polimônios e equações polinomiais. (8) O polimônio P(x) = x + 2x + 3x + 1 não possui raízes racionais. (4) Se o polinômio P(x) tem coeficientes reais e admite 1. se x ≥ 2  −1 2 UFBA F A S E 2 A (1) f assume valor máximo em x = (2) A imagem de f é o intervalo ] −∞. então P(x) tem. 2  (4) A função f decresce no intervalo    2  (8) A reta y = P R O V A 1 intercepta o gráfico de f em quatro pontos.1) . 3]  −1 . 8 (16) Se x > 4. então ab = -28. grau 3. (2) Se 0 é raiz tripla e i é raiz simples do polimônio P(x) = x + ax + bx + cx + dx + e de coeficientes reais. (16) A soma das raízes da equação 2x .MATEMÁTICA QUESTÃO 3 − x 2 − x. no mínimo. pode − se afirmar : 9 − 3x.

A é uma matriz simétrica. p) é solução do sistema para a = b = -1. (8) A área lateral do sólido que se obtém. P R O V A Nessas condições.C. B: a matriz completa associada ao sistema. é 1.a. 469 . então m + n + p = 19 . (2) Se a = b = -1. (32) O volume do prisma reto de base ABDE e altura igual a 2AC é 9. quando apenas o retângulo BCD dá uma rotação completa em torno de ED.c. 4 QUESTÃO 6 Considerando-se o trapézio retângulo representado na figura ao lado. é 3. então o determinante de A é igual a -5.84π u.35π u.MATEMÁTICA QUESTÃO 5 x + 2y + az = 0  Considere-se o sistema bx + 3z = − 1 x + 3y − 2z = − 2  UFBA F A S E 2 A e sejam: A: a matriz incompleta formada pelos coeficientes das incógnitas.v.c.6 u.075 u. quando o trapézio dá uma rotação completa em torno de AC. (64) A diagonal do cubo de aresta AB é 0. pode-se afirmar: (1) Sendo a = 1 e b = 2. pode-se afirmar: (1) A área do trapézio é 3. 1 2  (4) A matriz transporta de B é a 0  b 1 0 3  3 − 2 − 1 − 2  (8) Para a = b = -1. n.a.a. (4) O volume do sólido que se obtém.5π u. C: a matriz dos termos independentes.8 2 u.736π u. 2 (32) Se S = (m. quando apenas o triângulo ABDE dá uma rotação completa em torno de BD. (16) A área total do sólido que se obtém. =     −7  −3 . é 2. a soma dos elementos da 3ª coluna da matriz inversa de A é igual a −2 ( a + 1)  6 (16) A. (2) O comprimento da circunferência circunscrita ao triângulo BCD é 1.v.

tgβ = 6 .c. sen  = 2 3 e sen B = .. o raio da circunferência e BC = 3 u. P R O V A (8) Na figura ao lado. no triângulo acutângulo ABC. é verdade: (1) Se. 17 (16) Na figura ao lado. num paralelogramo. sendo OA = 4 u.c.MATEMÁTICA QUESTÃO 7 Com base na trigonometria. então sen C = 2 2 UFBA F A S E 6+ 2 4 2 A (2) Se. (4) Na figura ao lado. dois lados formam um ângulo de 120° e medem 6 cm e 8 cm. tem-se cos  = 55 8 470 .a. então a diagonal maior mede 2 13 cm. a área do triângulo ABC é igual a 2 3 u.

CP // AB e MP // AC. no intervalo [0.x. pode-se afirmar: (1) f(x + 5π) = -f(x). Sendo MP = a 3 u. que satisfazem a relação f(x) = cosx é igual a 3π . 0   4  (8) A soma dos valores de x. calcule a.2f  −  em [-2π . ® x ∈ R UFBA F A S E π 2 (2) f(x + ) = 1 . 2π]. “ x ∈ R 4  π  (4) f é decrescente no intervalo − . sendo a < b. são as raízes da equação log (17 .2sen x..2 2 x +2 ) = 2 . 2 4 QUESTÕES 9 E 10 INSTRUÇÕES: Efetue os cálculos necessários e marque o resultado na Folha de Respostas. Questão 9 Sabendo-se que a e b. π].c. 471 .c. M é ponto médio de BC. Questão 10 Na figura ao lado. 2π]. 2 x π (64) O gráfico ao lado representa a função h(x) = 1 . no intervalo [0..MATEMÁTICA QUESTÃO 8 Considerando-se a função f(x) = sen2x. ABC é um triângulo equilátero. λ é uma circunferência cujo arco de 45° mede 5π u. 2 2 A P R O V A (16) Existem quatro raízes da equação f(x) =   − 3 1  = (32) f arc cos   2  2  2 . determine ab.

A > 0.MATEMÁTICA QUESTÃO DISCURSIVA Na figura ao lado. indicando.  5 9 com vértice no ponto  . 472 . de modo completo. toda a resolução do problema. de centro em P1 e que passa por P2. Considerem-se x + y + ax + by + c = 0 5 a equação da circunferência C. estão representadas uma parábola. a equação da reta tangente a C. e Ax + By + C = 0. e uma reta que forma 2 4 um ângulo obtuso θ com o eixo OX tal que 2 5 2 2 .  . UFBA F A S E 2 A sen θ = P R O V A Determine K = |a + b + c + A + B + C|. em P2.

d) em A. c) entre C e A. 473 . o dobro e o triplo do tempo gasto no trecho entre C e A. às 18 horas ele estará a) entre A e B. o número de coelhos duplicou a cada 4 meses. um ciclista gasta 21 minutos para completar cada volta. Se cada 0. O preço do bilhete para adulto era de R$ 5. respectivamente. Seja m 2 1 3 1 1 5 4 1 O valor de m é igual a 2 a) 15 4 b) 15 5 c) 9 d) 10 9 6. passando sempre pelos pontos A. ele gasta. Colocam-se 21.5% 4. Uma criação de coelhos foi iniciada há extremamente um ano e. nos trechos entre A e B e entre B e C. Se esse ciclista passou por B às 16 horas. A base de uma caixa retangular tem dimensões 2 cm e 3 cm. a porcentagem da população atual dessa criação de coelhos a ser vendida é a) 75% b) 80% c) 83. b) entre B e C. A razão entre o número de crianças e o de adultos que assistiram ao filme nesse período foi a) 1 3 b) 2 c) 8 5 d) 2 1 A 2. Esses números pertencem a a) {n ∈ IN: b) {n ∈ IN: 3 7 n n 3} 7} c) {n ∈ IN: 7 d) {n ∈ IN: n n 10} 10} P R O V A 3. e a arrecadação foi de R$ 7.00. Durante o período de exibição de um filme. era de R$ 3.9 grama desse líquido ocupa 1 cm3.5 cm b) 4 cm c) 4. foram vendidos 2000 bilhetes.33% d) 87.5 cm d) 5 cm 5. Hoje. Em cada volta.6 gramas de um certo líquido nessa caixa. B e C da pista e nessa ordem.00 e.600. parte dessa criação deverá ser vendida para se ficar com a quantidade inicial de coelhos. A diferença dos cubos de dois números naturais consecutivos é 91.00. Para que isso ocorra. durante esse período.MATEMÁTICA UFMG F A S E 1. o nível do líquido na caixa é a) 3. para criança. Em um treinamento numa pista circular.

Posto A Carro 1 Carro 2 12 horas 12 horas e 15 minutos Posto B 13 horas 13 horas UFMG F A S E 1 A Nesse quadro. c) 15 horas e 30 minutos. passaram pelos postos A e B. Considere o conjunto M {n ∈ IN: 1 n 500}. estão registrados os horários em que os carros 1 e 2. b) 15 horas e 20 minutos.8 c) 5 d) 5. Observe a figura. A medida do lado do losango é a) 4 b) 4.2 474 . e o mais veloz nesse percurso passou por C às 15 horas. O outro carro passou por C às a) 15 horas e 15 minutos. P R O V A 8. Os dois carros mantiveram constantes suas velocidades no percurso de A para C. O número de elementos de M que não são múltiplos de 3 nem de 5 é a) 234 b) 266 c) 267 d) 467 9. participantes de um rallye. Nela. d) 15 horas e 40 minutos. AB 8.MATEMÁTICA 7. Observe este quadro. em direção ao posto C. BC 12 e BFDE é um losango inscrito no triângulo ABC.

o comprimento de BC é a) 20 b) 10 c) 8 d) 5 P R O V A 12. e cada uma das circunferências menores. Observe a figura. assinalados na figura. C2. de forma a determinar dois sólidos de mesmo volume. Se a medida de CE é 80. Observe a figura. A distância d deve ser a) 6 33 2 b) 3 33 4 2 c) 6 33 4 d) 6 23 2 475 . Observe a figura. C3 e C4. Ela deve ser cortada por um plano paralelo à base. ˆ A medida do ângulo PQS . A soma das áreas limitadas por essas quatro cincunferências menores é a) 8π 3 2 2 b) π 3 2 2 ( ( ) ) c) π 3 2 2 d) 2π 3 2 2 ( ( ) ) 13. UFMG F A S E ˆ ˆ ˆ Suponha que as medidas dos ângulos PSQ . sejam 45°. Nela. é tangente a C e a um lado do quadrado inscrito. respectivamente. 18° e 38°. C3 e C4 estão em diâmetros de C perpendiculares a lados do quadrado. C2. em graus. SPR . C1. é a) 38 b) 63 c) 79 d) 87 1 A 11. Os centros de C1. Uma pirâmide regular tem altura 6 e lado da base quadrada igual a 4. QSR . a circunferência maior C tem raio 2.MATEMÁTICA 10. a uma distância d dessa base.

MATEMÁTICA 14. O custo da obra era R$ 12. com área de 800 m2 e frente maior que a lateral.00 para cercar o terreno. b) 1 2 3 c) 4 d) 1 19.040. 4) pertence à parábola de equação y A abscissa do vértice dessa parábola é a) 1 2 b) 1 3 c) 2 UFMG ax2 bx 4. 11} 18. é a) 114 b) 120 c) 132 ax d) 180 2 é tal que f(f(1)) 3 P R O V A 16. o comprimento total do muro construído. em metros. foi cercado com um muro. 4) pertence à reta que contém o lado BA. A equação da reta que contém o lado BA é a) 4x 2y 5 0 b) x 2y 6 0 c) x 2y d) 2x y 10 0 8 0 2y 1 0. O lado BC de um ângulo reto ABC está sobre a reta de equação x coordenadas (2. está representado o gráfico de f(x) sendo k e a constante positivas.00 por metro linear construído na frente. 6} kax.00 por metro linear construído nas laterais e no fundo. Se foram gastos R$ 1. Observe a figura. e de R$ 8. O ponto de coordenadas (3. d) 2 F A S E 1 A 15. Para um número real fixo a. O valor de f(2) é 3 a) 8 1 log10 x c) {10} ( 11 é 10 d) {11} ) b) {5. Nessa figura. Um terreno retangular. e o ponto de 476 . a função f(x) O valor de a é a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 17. O conjunto de todos os valores reais de x que satisfazem a equação 2 log10 x a) { 1.

2 e x. Sabe-se que 3.325 b) 3.4. num total de 18 cédulas. Uma conta de R$ 140.MATEMÁTICA 20.7.00 usadas para o pagamento dessa conta é tal que a) n b) 5 5 n 7 c) 7 d) n n 10 10 F A S E 1 B 2. 5.00.00 e R$ 10.1 P R O V A 3. A alternativa que melhor representa o gráfico de y (ax b) (cx d) é UFMG F A S E 1 A P R O V A a) c) b) d) 1.1 c) 3.6 d) 5. O número n de cédulas de R$ 5. 5 A soma desses dois números naturais é a) 16 b) 24 c) 30 d) 34 477 . O número x é igual a a) 2.6 é a média aritmética de 2. Define-se a média aritmética de n números dados como o resultado da divisão por n da soma dos n números dados. 1. A diferença entre os quadrados de dois números naturais é 144. e a razão entre eles é 3 .00 é paga em cédulas de R$ 5. Observe a figura. Nela. estão representadas as retas de equações y ax b e y cx d.

durante todo o período de correção. respectivamente. O transporte é feito levando-se sempre os mais pesados em primeiro lugar. 10 min. 100 kg. corrigiu 3000 provas em 6 dias. 20 de 60 kg e 12 de 20 kg. Num depósito. Seja y 1 4 7 2 2 2 2 3 O valor de y é igual a a) 8 3 b) c) 1 2 1 B d) 2 5.MATEMÁTICA 3 UFMG F A S E 2 3 4. 60 kg e 20 kg. uma equipe de 13 professores. carrega um por vez e gasta. por essa máquina. para transportar cada um dos pacotes de 200 kg. Este ano. suponha que. O número de pacotes transportados nesse período. 8 min e 8 min. Uma máquina. usada para transportar esses pacotes de um depósito para outro. com um ritmo de trabalho suposto constante. 14 de 100 kg. foi a) 20 b) 28 c) 41 d) 58 P R O V A 6. o número de provas aumentou para 5500 e a equipe foi ampliada para 15 professores. Suponha que a máquina iniciou o transporte desses pacotes às 10 horas e só o interrompeu às 17 horas e 20 minutos. estão guardados 12 pacotes de 200 kg. Para se obter uma estimativa do número n de dias necessários para totalizar a correção. o ritmo de trabalho da equipe deste ano será o mesmo da equipe do ano passado. 15 min. O número n satisfaz a condição a) n 8 c) 10 n b) 8 d) n n 10 12 12 478 . No ano passado.

deve-se subtrair de seu rendimento bruto todas as deduções a que ele tem direito.00. em seguida. O número de múltiplos de 10. de acordo com a tabela. o número de dependentes considerado foi a) 0 b) 1 c) 2 d) maior que 2 8. O valor de x. nesse mês. 2a. teve direito somente às seguintes deduções: R$ 90.MATEMÁTICA 7. subtraise a parcela a deduzir. cujo rendimento bruto foi de R$ 2. a. Nela.000. compreendidos entre 100 e 9999 e com todos os algarismos distintos. em graus. também correspondente. é a) 100 b) 110 c) 115 d) 120 479 .00.00 até 1. é: a) 250 b) 321 c) 504 d) 576 9. Para se obter o rendimento para base de cálculo.00 UFMG F A S E 1 B P R O V A Essa tabela é utilizada para calcular o imposto de renda a ser pago à Receita Federal por um trabalhador assalariado no mês em questão. Nesse mês. obtendo-se assim o valor do imposto de renda a ser pago. Nessas condições.00 Alíquota (%) — 15 25 Parcela a deduzir (R$) Isento 135. Observe a figura. dos ângulos assinalados. Ao rendimento para base de cálculo aplica-se a alíquota correspondente e.00 315. 2b e x representam as medidas. sabendo-se que o valor do imposto pago por esse trabalhador. um trabalhador. b. em graus. Tabela do Imposto de Renda num determinado mês Rendimento para base de cálculo do mês (R$) Até 900.800.00 Acima de 1.00 Acima de 900. foi de R$ 108. Observe a tabela abaixo.00 por dependente e R$ 200.800.00 pagos à Previdência.

O perímetro do quadrilátero PQRS é a) 11 3 b) 22 3 11. na qual as linhas pontilhadas indicam as dobras. ˆ A tangente do ângulo CBQ é a) 2 4 b) 2 2 c) 1 2 2 d) 2 2 1 13. FG. GH e HA congruentes. Nessa figura. ABCD representa um quadrado de lado 11 e AP AS CR CQ. em função de r. a circunferência de centro O tem raio r e arcos AB. EF. é a) r2 (π 2) b) 2r2 (π 1) c) 2r2 d) r2 (π 1) c) 11 2 d) 22 2 UFMG F A S E 1 B P R O V A 12.MATEMÁTICA 10. Observe a figura. tem-se: AB AC 6. Observe a figura. Nessa figura. Um prisma reto de base pentagonal foi desdobrado obtendo-se essa figura. DE. Observe a figura. CD. Observe a figura. BC. Nela. BC BD ˆ 4 e CBQ ˆ QBD . O valor da área sombreada. O volume desse prisma é a) 6 9 3 4 c) 30 d) 30 9 3 4 45 3 4 c) 45 3 4 480 .

tem-se f(f(b)) 2. Decorridas t horas após o início da drenagem. Um certo reservatório. na sessão da tarde.00 para crianças. Observe a figura. o número de ingressos vendidos para crianças foi o dobro do número vendido para crianças na sessão da noite. A renda da sessão da tarde foi R$ 300. é dado por V(t) 24t 2t2. O valor de f(128) é 5 a) 2 b) 3 7 c) 2 d) 7 481 . ingressos são vendidos a R$ 10. foi a) 50 b) 55 c) 60 d) 65 P R O V A 16. o volume de água que saiu do reservatório. o reservatório estará completamente vazio às a) 14 horas. Nessa figura. está representado o gráfico de f(x) loga x. na sessão da noite. Para a função f(x) O valor de b é a) 1 5x 3 e um número b. O valor de x que satisfaz a equação 24x a) 1 x 2 b) 2 x 3 6 (22x) c) 3 x 16 é tal que 4 d) 4 x 5 18. Sabendo-se que a drenagem teve início às 10 horas. Num domingo. 1 B 15. b) 16 horas. contendo 72 m3 de água.00 para adultos e a R$ 5.00 a menos que a da noite e. b) 4 5 c) 17 25 d) 1 5 17. em ambas as sessões. d) 22 horas. o número de ingressos vendidos para crianças. foi vendido o mesmo número de ingressos. Nesse domingo. em m3. deve ser drenado para limpeza. c) 19 horas. Num cinema.MATEMÁTICA UFMG F A S E 14.

b) Sejam f(x) x 1 3 e g(x) x 18 . 2 F A S E DETERMINE o conjunto D de todos os valores de x para os quais f(g(x)) pode ser calculado e DETERMINE a expressão de f(g(x)). para 0 x 39. Suas dimensões são alteradas de modo que. a cada redução de x em sua base. DETERMINE as dimensões do que tem área máxima. a altura de cada um desses retângulos pode ser escrita na forma h(x) ax b e DETERMINE a e b. Observe a figura. pode-se calcular f(g(x)) desde que x pertença ao domínio de g. QUESTÃO 02 Considere um retângulo de base 39. com x 0. a) Sejam f(x) 5 e g(x) x 3. Nessa figura. obtém-se um novo retângulo de área dada por A(x) 936 15x x2 a) MOSTRE que. CALCULE g(f(x)) e f(g(x)). Sejam t e s as retas das equações 2x A reta r contém o ponto A A equação de r é a) 5x b) 5x y y 24 26 0 0 c) x d) x 5y 5y 10 0 0 y 3 0 e 3x 2y 1 0 UFMG F A S E (5. b) Dentre esses retângulos. estão representadas duas retas perpendiculares que são gráficos de y f(x) e y g(x). O valor máximo da função h(x) é 5 a) 4 P R O V A f(x) . g(x) c) 3 d) 4 b) 9 4 QUESTÃO 01 Dadas duas funções f e g. 482 .1) e o ponto de interseção de t e s. 1 B 2 20. e g(x) pertença ao domínio de f.MATEMÁTICA 19.

e que intercepta esses planos. 0) e B (0. e F é o ponto de tangência da diagonal BD com a semicircunferência de centro E. Nessa figura. isto é. QUESTÃO 06 Seja S um sólido que está contido entre dois planos paralelos. CALCULE o raio da semicircunferência em função de a. DETERMINE os pontos de interseção de C e r. o volume V do cone S do item a). b) Seja r a reta que passa pelo centro da circunferência C e que é perpendicular à reta AB. QUESTÃO 05 Observe a figura. em função de H e R. CALCULE. Se para cada x tem-se A(x) ax2 bx c. a) DETERMINE a equação da circunferência C. 483 . existe um número real r tal que b ar e c br. com 0 x h.MATEMÁTICA QUESTÃO 03 log3 a Três números reais a. 4) são extremos de um diâmetro da circunferência C. então o volume V de S pode ser calculado usando-se a fórmula V h A0 6 ( ) [ 4A h 2 () A( h ) ] a) DETERMINE a expressão de A(x) na situação em que S é um cone circular reto de altura H e raio da base R. QUESTÃO 04 Os pontos A (2. b e c. DETERMINE todos os possíveis valores de r e os correspondentes valores de a. ABCD é um quadrado de lado a. α e β. em que h é a distância entre α e β. b e c satisfazem o sistema  a b log3 b c 117 log3 c 9 UFMG F A S E 2 Além disso. b) Usando a fórmula dada no texto. Denote por A(x) a área da seção obtida pela interseção de S com um plano paralelo a α e cuja distância a α seja x. eles estão em progressão geométrica.

QUESTÃO 08 Observe a figura. CALCULE o valor de cos α. 0. ou seja. ou 1 unidade para a direita. AB DE c. ou 1 unidade para cima. DETERMINE o número total de caminhos distintos obtidos dessa forma. b) Dentre todos os possíveis valores de m e n para os quais ∆ DETERMINE aqueles que tornam o sistema impossível. na horizontal. EDF UFMG F A S E 2α e a área do 2 QUESTÃO 09 a1x  Dado um sistema linear de três equações nas três variáveis x. ∆x 0. BAC α. na vertical. traçados a partir de A. a 2 x a x  3 associa-se a ele os seguintes determinantes: a1 a2 a3 b1 b2 b3 c1 c2 .MATEMÁTICA QUESTÃO 07 Nos triângulos ABC e DEF. z em que m e n são números reais: x y z 1  2x my 2z 4x ny ( m  2 2)z 3 a) RESPONDA quais são todos os possíveis valores de m e n que anulam o determinante associado a esse sistema. ∆y 0 e ∆z 0. c3 a1 a2 a3 d1 d2 d3 c1 c2 : c3 b1y b2 y b3y c1z c2z c 3z d1 d2 d3 x y z a1 a2 a3 b1 b2 b3 d1 d2 d3 Considere o sistema linear de três equações nas três variáveis x. para esses valores. deslocando-se sempre. c3 d1 d2 d3 b1 b2 b3 c1 c2 . os outros três determinantes associados são nulos. y. VERIFIQUE que. y. b. Considere os caminhos ligando A a C. ∆y 0 e ∆z 0. 484 . z. ∆x 0. AC DF triângulo ABC é o dobro da área do triângulo DEF. passando por B.

em metros. o raio OA do círculo vale 6 e o segmento CB é perpendicular a OA . em cada 3 candidatos ao vestibular 95 da UFPA. Na figura. Se na identidade a) – 2 b) 0.2% b) 2. Se um. 2 12m de área.5 c) 1. A área do triângulo ABC vale a) b) 3 3 2 9 2 d) 9 3 2 e) 9 3 c) 3 3 4.2 Se este retângulo tem 1 2.23% d) 1.MATEMÁTICA a + b 2b − x −3 = fazemos a = 2 e b = .00. Uma pessoa fez no mês de julho uma aplicação de R$ 5.00 e após 3 meses verificou que seu capital havia subido para R$ 5. As dimensões de um retângulo são indicadas por x – 2 e x + 2.5 d) 3 e) 3. seu perímetro é.96% 485 . temos a – b + x igual a a 2x 2 UFPA F A S E 1. concluiu que a taxa mensal desta aplicação foi em média igual a a) 3. igual a a) 8 b) 10 c) 12 d) 14 e) 16 3.68% e) 0. Assim sendo. pediu isenção da taxa de inscrição e 2 dos pedidos foram deferidos.7% c) 2. a porcentagem de candidatos isentos da taxa foi de 3 aproximadamente a) 18% b) 22% c) 33% d) 45% e) 66% 5.000.480.

1. + ∞) 7. + ∞) b) [ . + ∞) e) ]1. A parábola abaixo representa graficamente a função quadrática y = ax + bx + c 2 Assim sendo.00 486 . podemos afirmar que a) a = b = c > 0 b) a > 0.MATEMÁTICA 6. O valor colocado na poupança foi de: a) R$ 800.00 c) R$ 400. 1[ 9 3 x − 27 < 0} 1 d) [1. b < 0 e c < 0 8. Se A = x ∈ ℜ |x − 1 ≥ 0} e 2 UFPA F A S E { B = {x ∈ℜ | então A ∩ B é a) ] .00 d) R$ 250. restando-me ainda R$ 800.00 b) R$ 650.00 para gastos diversos. b > 0 e c = 0 d) a > 0. b > 0 e c < 0 c) a > 0. metade do resto gasto em alimentação e 1/3 do que sobra coloco na poupança. b < 0 e c > 0 e) a > 0. + ∞) c) ] . Mensalmente.00 e) R$ 100. pago pela prestação de minha casa 1/5 do meu salário.1.1.

calcule: c) f’ (x) a) O domínio de f(x) b) Os zeros de f(x) 2 π cos x− cotg(π + x) . nos pontos A e B. Uma das crianças colocou a bola sobre uma mesa e cobriu-a totalmente com o chapéu. Dada a função y = cos(π −x). e os dois eixos coordenados. Uma das raízes do polinômio P(x) = x + 3x + K é 1 – i.MATEMÁTICA 1. log (x + 2) e log 3x. Se o 3 volume do chapéu é 96 π cm . seu eixo de simetria. 5. Considere a função y = – 2x + 4x + 1 a) Esboce o seu gráfico b) Encontre a área da região limitada pelo gráfico da função. cotg( − x) 2 .2π ] 3 3 2 487 . e. determine: a) A área da superfície da bola b) A superfície lateral do chapéu 8. Determine: a) Os pontos A. considerando x encontrado no item a) 6. Encontre: a) O valor de x 12 b) O termo geral do desenvolvimento de (2 + x) 12 c) O valor numérico do terceiro termo do desenvolvimento de (2 + x) . e ele tangencia a bola. 2. estão em P. De um pedaço quadrado de metal de lado L. Os números log x . Pergunta-se: a) Qual a relação entre as áreas do segundo quadrado e do quadrado original? b) Se prosseguirmos sucessivamente com esses cortes.tgx a) Escreva sua expressão somente em termos de sen x b) Calcule lim x→ 0 2 y x sec x 2 2 3. qual será a soma das áreas das peças cortadas em quadrado? 7. seu raio é de 6 cm. desta corta-se outro quadrado de lado máximo. estão um chapéu cônico e uma bola. Determine: a) O valor de K π b) As soluções da equação 10 sen(x + = | k + 5 − 2i | no intervalo [0. Seja f(x) = UFPA F A S E x − 5 − 2x .A. A reta da equação x + 2 y = 0 intercepta o círculo x + y + 2x + 4y – 20 = 0 de centro C. Entre os brindes distribuídos num aniversário de criança. B e C b) A área do triângulo ABC 4. corta-se uma peça circular de diâmetro máximo.

qual das afirmações a seguir é incorreta? °C 1 a) b) c) d) e) A temperatura a partir das 18 h ficou entre 20°C e 25°C. 5}. Das 2h até as 6h a temperatura ficou entre 15°C e 25°C. Se uma diagonal deste retângulo forma um ângulo de 30° com um dos lados. 2. 4} f(4) ∈ {1. Então f(5) é igual a: a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5 4. De acordo com este gráfico. Entre 12h e 16h a temperatura ficou sempre acima dos 20°C. 2. A percentagem de ganho do investidor nestes três meses foi: a) Maior do que 12% b) Entre 10% e 12% c) Igual a 10% d) Entre 8% e 10 e) Abaixo de 8% 3. 4. 2} f(3) ∈ {2. Seja f: {1. como função do tempo. 5} uma função injetiva. A temperatura máxima ocorreu antes das 9h. Um investidor decidiu aplicar certa quantia em ações de uma empresa. 4. quanto mede o maior lado deste retângulo? a) 30 cm b) 20 2 cm c) 20 3 cm d) 40 cm e) 30 2 cm 488 . satisfazendo f(1). 2. 3. Após um mês o valor destas ações subiu 5%. 4. f(2) ∈ {1. Em um determinado dia a temperatura de Recife foi registrada no gráfico abaixo.MATEMÁTICA UFPE F A S E 1. 3. No segundo mês subiu 10% e no terceiro mês caiu 5%. 5} → {1. O menor lado de um retângulo mede 20cm. A menor temperatura registrada neste dia foi superior a 15°C.

000 10. Em um certo país o imposto (I) é calculado em termos de renda (R) do cidadão utilizando a equação I t R D onde a taxa (t) e a dedução (D) dependem da renda de acordo com a tabela abaixo: renda (R) até 10.000 e 40.2 0. assinale o valor de a e) 4 b: 489 .4 dedução (D) 0 2.: Os valores da renda e imposto nos gráficos foram divididos por 1. 6.000.000 entre 10.000 1 Qual dos gráficos a seguir melhor expressa o imposto como função de renda? Obs.000 taxa (t) 0 0.000 a partir de 40.MATEMÁTICA UFPE F A S E 5. Sabendo que o polinômio X2 a) 1 b) 2 X 1 divide X4 c) 3 aX2 d) 0 b.

Numa cidade de 10.500 e) 2. Sabendo que 45% da população tomam da cerveja A.500 b) 5. Qual das alternativas abaixo não é verdadeira para algum número real t diferente de 0 e 2? 1 t2 a) t b) 4 1 4 2 t2 4 4t t2 2 d) e) (2 4t 2 t 2 2 4 c) 2 t 4t ( t 2) t 2 4 t2 2 4t ( t 2) t ) (2 t ) 4t ( t 2) 2 2 t 4t 2 2 t 4t 2 1 2t (2 t ) (2 t ) 4t 2 ( t 2) 10. 15% tomam os dois tipos de cerveja e 20% não tomam cerveja. Qual a área da região.MATEMÁTICA 7.000 habitantes são consumidas cervejas de dois tipos A e B.000 d) 4. no plano cartesiano. Dados números reais X e Y tais que 0 X Y 1 2 UFPE F A S E d) X X é incorreto afirmar que: 1 a) y 1 X 1 b) X c) log2 X Y 1 e) cos X sen X 8. determinada pelas seguintes desigualdades: Y 0 X Y 10 3X Y 6 a) 24 b) 30 c) 31 d) 35 e) 60 490 . quantos são os habitantes que tomam da cerveja B? a) 3.000 c) 4.000 9.

também ele. para então. Cinco anos após nasce-lhe vigoroso rebento.2 e a dos rapazes foi 8. b) Se logb a d) Se b e) Se a2 c) Se a. arroz e trigo para cultivar? Scan com número errado (279) a) 120 b) 24 c) 48 d) 64 e) 60 491 . De quantas formas ele pode fazer o plantio se pode optar entre milho. logb c. Quatro anos mais de estudos consolam-no do pesar.8. E ainda uma sétima parte antes do casamento. Lástima! Infeliz criança tardia. deixando a terra. e pretende cultivá-las de forma que as regiões com uma fronteira comum tenham plantios diferentes. assinale a alternativa incorreta: a) Se d ac então logb d c/d então ad logb a b c. c e d números reais positivos com b ≠ 1. cobriu-lhe as faces de barba abundante. b3 então logb a é racional. foi aplicada uma prova de matemática. como na figura abaixo. Qual a média aritmética de toda a turma nesta prova? a) 7 b) 8. Depois de chegar à metade da vida de seu pai o Destino frio o levou. 14. é o problema a seguir: “Deus lhe deu um sexto da vida como infante. O que se conhece sobre a vida do maior algebrista grego. Um fazendeiro dispõe de um terreno dividido em regiões. ad então 1/d logb a. com igual número de moças e rapazes.1 e) 9.9 c) 9 d) 9. b são racionais então logb a é racional. Diofanto. 1 Quantos anos viveu Diofanto? a) 72 b) 80 c) 86 d) 84 e) 78 12. feijão. Numa turma. Considerando a.2 13. A média aritmética das notas das moças foi 9.MATEMÁTICA UFPE F A S E 11. b. soja. Somando uma duodécima parte a isto. sua vida terminar”.

a serem fabricados mensalmente. A produção mensal total dos modelos A e B não pode ultrapassar 300 unidades. de forma a maximizar o lucro. α ∩ β ∩ γ pode ser um ponto. Se α ∩ β e α ∩ γ não são vazios então β ∩ γ não é vazio.700 unidades de gordura.00 e 100 unidades desta camisa por mês. β.00 respectivamente. As unidades por grama de vitaminas. α ∩ β ∩ γ pode ser uma reta. Uma loja de departamentos vende uma camisa por R$ 20.MATEMÁTICA UFPE F A S E 15. Sobre as posições relativas de três planos quaisquer α. de modo a se obter um faturamento mensal máximo na venda deste modelo de camisa? 3. Determine as equações das retas tangentes à circunferência de equação X2 à reta de equação X Y 0. Dois planos distintos no espaço ou são paralelos ou têm uma reta como interseção. Quanto deve ser o desconto em reais. Assinale a metade do número de modelos do tipo A. A produção mensal do modelo A é de no máximo 200 unidades e a do modelo B de 150 unidades. a) Y b) Y c) Y d) Y e) Y 1 X X X X 1 2 2 2 e Y e Y e Y X X X 1 X 1 2 2 2 2 2 2 e Y 2 X e Y X 1. Um fabricante de cadeiras produz os modelos A e B que lhe garantem um lucro por unidade de R$ 40.00 e R$ 50. 492 . α ∩ β. γ no espaço é incorreto afirmar que: a) b) c) d) e) α e β podem ser paralelos e ambos perpendiculares a γ. B e C) de forma que a mistura resultante contenha 3. Um nutricionista pretende misturar três tipos de alimentos (A. 2. Y2 1 e paralelas 1 16. α ∩ γ e β ∩ γ podem ser retas paralelas. minerais e gorduras dos alimentos constam da tabela abaixo: F A S E 2 A Quantas gramas do alimento C devem compor a mistura? P R O V A 2.500 unidades de minerais e 2. Observou-se que para cada real de desconto no prêço da camisa as vendas aumentaram em 10 unidades por mês.600 unidades de vitaminas.

Sabendo-se que na fazenda da questão anterior: 1) apenas a área hachurada abaixo é produtiva. 2) que o proprietário declarou o valor do metro quadrado em R$ 1.00. Sobre a função f(x) 3 x x 2 1 podemos afirmar que: 0-0) Ela está definida para todos os reais exceto 0 e 1 1-1) f(x) 2-2) f(x) 3-3) f(x) 4-4) f(x) 0 para todo real x ≠ 1 e x 0 para todo real x ≠ 0 e x 3 5 3 5 5 para todo real x ≠ 0 e x ≠ 1 0 se x 0 ou 3 5 x 1 493 .000 3 . Abaixo encontra-se a planta baixa de uma fazenda. que tem 2 3 como raiz? 7.00. determine o valor total do imposto pago. em R$. 3) que o imposto pago na parte produtiva da propriedade foi de 2% de seu valor e na parte improdutiva foi de 20% de seu valor. Qual o maior coeficiente do polinômio de grau 4. situada em uma planície: UFPE F A S E 2 A O dono deseja cercá-la e o custo do metro de cerca é de R$ 10. Quantos mil reais o dono irá gastar com a cerca? P R O V A 5. dividido por 3.MATEMÁTICA 4. 6. com coeficiente líder igual a 1.

Sejam A e B matrizes 3 3 com coeficientes reais. Se g(x) { 2} → R {3} das funções tais que f(g(x)) 3x 1 .. P R O V A 9. Analise as afirmações seguintes: 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) 4-4) det(AB) (det A) (det B) Se B5 I então B é inversível (A B)2 A2 2AB B2 det (2A) 8 det (A) det (A 1) det A 1 3e 11. Uma pessoa alimenta seu cão combinando o conteúdo de duas marcas de rações preparadas pelos fabricantes X e Y.. determine o inteiro mais próximo do total de sacos a serem comprados de modo a minimizar os custos e satisfazer as quantidades mínimas requeridas. 3. Qual a maior solução real positiva da equação x3x 3x2x 6xx 8 0? 494 . 20} de forma que sua soma seja múltiplo de 3? 12. A tabela abaixo discrimina a quantidade de unidades de vitaminas e de sais minerais em cada saco de ração e a quantidade mínima de unidades que o cão deve consumir: RAÇÃO X RAÇÃO Y Vitaminas Sais minerais 40 20 20 40 MÍNIMO 200 200 2 A Se o saco da ração X custa R$ 10.00. . sem considerar a ordem. De quantas formas podemos escolher. Denote por I a matriz identidade 3 por det(X) o determinante da matriz X. Sejam f: R {3} → R { 2} e g: R para todo x no domínio de g. dois naturais distintos no conjunto {1. Determine o maior valor de r de forma que as circunferências (x 1)2 (y 1)2 1 (x 3)2 (y 3)2 r2 tenham um único ponto de interseção.MATEMÁTICA UFPE F A S E 8. 4..00 e o da Y custa R$ 15. x 2 x. calcule f(2). 10. 2. 13. Indique o inteiro mais próximo de 10 r.

4-4) A área de BCDE é a soma das áreas de ABFG e ACIH. 1-1) A área de ABFG é o dobro da área de CBF.5%. Na figura ao lado. Uma pessoa aplicou R$ 100. Apenas alguns tipos de polígonos regulares ladrilham o plano.576) ratos esteja contaminada? P R O V A 16.00 na caderneta de poupança. 2) A inteseção de dois polígonos na coleção é vazia um vértice ou um lado comum dos polígnos.000. BCDE são quadrados. Quantas semanas. podemos afirmar que: 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) 4-4) A área total do cilindro aumenta em 10. 18. A área de uma das bases do cilindro aumenta em 21%. 495 . Qual o inteiro mais próximo de log x? 17. Uma coleção de polígonos regulares congruentes é um ladrilhamento do plano se: UFPE F A S E 1) Todo ponto no plano pertence a pelo menos um polígono na coleção. ACIH. serão necessárias para que uma população de 220 ( 1. Ao fim deste ano. sem ter feito nenhum depósito além do inicial nem ter realizado nenhum saque. esta pessoa tinha x reais nesta caderneta de poupança. que rendeu 1% ao mês ao longo de um ano (lembre que os juros são cumulativos). A área lateral do cilindro não varia. pode-se afirmar que: 0-0) Os triângulos CBF e EBA são congruentes. após a contaminação do primeiro rato. 2 A 15.048. Aumentando-se o raio de um cilindro em 10% e diminuindo-se sua altura em 10%.MATEMÁTICA 14. Indique a soma dos lados daqueles que possuem esta propriedade. 3-3) ABFG e BKJE têm mesma área. 2-2) A área do retângulo BKJE é o dobro da área de EBA. considerando que o triângulo ABC é retângulo em A e ABFG. A soma do raio da base do cilindro com sua altura permanece inalterada.1%. O volume do cilindro aumenta em 33. Uma epidemia de ratos propaga-se da seguinte forma: cada rato infectado contamina 3 (três) outros ratos no período de uma semana.

para todo x real. Seja A a área da região determinada pelas inequações x2 x x Indique o inteiro mais próximo de 10 A. Esta função tem como imagem o intervalo [1. 496 . E3. y2 4. f(2x) 1 log2 (1 cos2x). Esta função não é periódica. temos que f(x) f( x). Quantas são as soluções da equação sen4 x cos3x 1 no intervalo [0. para k inteiro. Existem 3 termos com coeficientes reais negativos. E4 …? 21. Sobre a expansão de x ( 1 x ) 10 podemos afirmar: A soma dos coeficientes é 32 i. E2.30π]? UFPE F A S E 20.MATEMÁTICA 19.2]. 24. Considere a função f : R → R dada por f(x) 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) 4-4) 2 A log2 (3 cosx). para cada i 1. Seja i 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) 4-4) 1 a unidade imaginária. y 2. O termo independente de x tem coeficiente 252 i. f(x) 2 quando x π 2k π. P R O V A 22. Existem 4 termos com coeficientes reais positivos. Existem 5 termos com coeficientes imaginários puros. Considere E1 uma esfera de raio unitário. Quais das identidades abaixo são verdadeiras para todo x real? 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) 2 cos (2x 1) sen (2x 1) sen (4x 2) cos (2x 1) cos (2x 1) cos2 (4x2 1) sen (2x 1) sen (2x 1) 2 sen (2x) cos (1) cos (2x 1) cos (2x 1) cos ( 2) sen(2x 1) 2 cos(1) sen( 4x 2 1) 4-4) 2 cos(2x 1) 23. Para todo x real. Ci for o cubo inscrito na esfera Ei e Ei 1 a esfera inscrita no cubo Ci. Se. qual o inteiro mais próximo da soma das áreas das esferas E1. 3y 0.

(4. 3). A figura abaixo representa um rio cujas margens são retas paralelas. 30 cm e 60 cm. Qual o inteiro mais próximo de 11 6 2 11 6 2? P R O V A 27. (em dm3) do concreto usado para construir a escada? 497 . 2 A 2 B 26. tais que O1P1 é perpendicular a O2 P1 . Cada degrau é um prisma triangular reto de dimensões 15 cm. qual o volume. P1. Seja (a. 1. quando medida em metros? 2. A figura abaixo ilustra alguns degraus de uma escada de concreto. 1). F A S E Qual o inteiro mais próximo da largura do rio. Na figura ao lado o retângulo ABCD de lados 4 cm e 5 cm foi dividido em quadrados de lado 1 cm. b) o centro da circunferência circunscrita ao triângulo com vértices nos pontos (2. calcule a área do paralelogramo de vértices O1.MATEMÁTICA UFPE F A S E 25. O2 e P2. 0) e (1. Assinale 7 (a b). Qual é a área da região hachurada? P R O V A 3. Seja C1 um círculo de centro O1 e raio 10 e C2 um outro de centro O2 e raio 9. Se C1 intercepta C2 em dois pontos P1 e P2. Se a escada tem 20 degraus.

Tipo 5: uma circunferência de raio igual a 20 cm. Qual é o perímetro do hexágono? 7. Sabendo-se que r é inteiro. sendo AB uma de suas diagonais. Tipo 4: um losango de lados medindo 16 cm e diagonal menor medindo 18 cm. deseja-se colocar um rótulo sem haver sobreposição de suas partes. de forma que o segmento AB . AE 3-3) AD AB AC 4-4) As áreas dos triângulos BDE e CBE são proporcionais DE e BC . qual deve ser o menor valor de r para que todos rótulos possam ser colados? 6. Quando r 0-0) Tipo 1 1-1) Tipo 2 2-2) Tipo 3 5. respectivamente. sendo AB a diagonal maior. sendo AB um dos lados.MATEMÁTICA Observe o texto. Este rótulo pode ser de cinco tipos: Tipo 1: um quadrado de lado igual a 30 cm. Na figura ao lado os segmentos BC e DE são paralelos. 498 . quais dos rótulos descritos anteriormente podem ser colados? 3-3) Tipo 4 4-4) Tipo 5 2 B P R O V A 5. UFPE F A S E Em uma lata na forma de cilindro circular reto de raio da base medindo r cm e altura 60 cm. O vértice C tem abscissa 4. Um hexágono regular ABCDEF está no primeiro quadrante de um sistema cartesiano XOY e possui o lado AB no eixo OX e o vértice F no eixo OY. seja paralelo às suas bases. Tipo 3: um retângulo de lados medindo 20 cm e 40 cm. descrito a seguir. Analise as proposições a seguir: 0-0) Os triângulos BCD e CBE têm mesma área. 1-1) A razão entre as áreas dos triângulos ADC e ABC é igual a AD / AB . para responder as questões 4 e 5. sendo AB um segmento paralelo ao maior lado. 2-2) Os triângulos ADC e AEB tém mesma área. sendo AB um dos seus diâmetros. Qual o número de lados das faces de um poliedro regular com 20 vértices e 30 arestas? 8. Tipo 2: um quadrado de lado igual a 30 cm. 4.

B’ e C’. Unindo-se estes 3 pontos obtém-se um pentágono. considere o ponto que está a uma distância de V igual a 1 do comprimento da aresta. B’ e C’. Para cada vértice do icosaedro construa a pirâmide como descrita acima. A reta r é tangente a um círculo C de raio igual a 4 no ponto P.MATEMÁTICA 9. Calcule o produto de OP’ por OQ . 5). Seja V um vértice de um icosaedro regular. 7). Quando vista de cima. os contornos dos seus prédios apresentam-se como na figura ao lado: O número no interior de cada retângulo indica a altura (em metros) do prédio do qual é contorno. Seja O o ponto de C diametralmente oposto à P e P’ um outro ponto de C distinto de P e O. múltiplo de 3. 1) e C(4. quando vistos lateralmente pelo mesmo telescópio? UFPE F A S E 2 B P R O V A 10. mais próximo da soma dos módulos das coordenadas de A’. A reta que passa por O e P’ intercepta r no ponto Q. Retirando-se do icosaedro todas as pirâmides obtemos um novo sólido. por um telescópio muito distante. que é a base de uma pirâmide com vértice em V. 11. Quantas arestas possui este sólido? 499 . Quais das figuras abaixo podem representar a silhueta destes prédios. 12. Determine o inteiro. Para cada uma das arestas incidentes a V. Uma cidade situada numa planície possui todos os prédios na forma de prismas retangulares retos. Refletindo-se A. Considere o triângulo de vértices A(2. B e C com respeito a reta x y 3 obtemos um novo triângulo de vértices A’. B(6.

b) o centro da circunferência circunscrita ao triângulo com vértices nos pontos (2. 4-4) A área de um retângulo áureo é proporcional ao quadrado de seu maior lado. 2 B P R O V A 15. calcule 3 x. 1 UFPE F A S E 2 5. 3 3 ) 500 . Os tetraedros ADFB e BEFD têm o mesmo volume O volume do tetraedro ABCF é um terço do volume do prisma triangular ABCDEF. Qual o valor de onde A cm é a área da união dos dois círculos? 18.MATEMÁTICA 13. Assinale 7(a b). com coeficiente líder igual a 1. Um cubo de lado 10 cm é cortado por dois planos como ilustra a figura.1). 0-0) Retirando-se R o quadrado de lado igual ao menor dos seus lados obtemos um retângulo áureo. Os tetraedros BCFA e BEFD têm o mesmo volume. 16. 4-4) O volume do prisma triangular ABCDEF é o produto da área de ABC por CF. Seja (a. A figura ao lado ilustra um prisma triangular reto ABCDEF com bases ABC e DEF. que tem 2 3 como raiz? 17. Cada corte intercepta três arestas do cubo em pontos distantes 3 cm do vértice mais próximo. 2-2) O retângulo de lados 1 e ϕ2 1 é áureo. Se a distância entre as faces triangulares do sólido resultante é x cm. Um retângulo áureo é aquele cujo razão entre o maior e menor de seus lados é ϕ Seja R um retângulo áureo. Analise as afirmações: 0-0) 1-1) 2-2) 3-3) Os tetraedros ACFB e ADFB têm o mesmo volume.0) e (1. 14.3). 1-1) O retângulo de lados 1 e ϕ 1 é áureo. Qual o maior coeficiente do polinômio de grau 4. 3-3) O retângulo de lados 1 e ϕ2 1 é áureo. Os centros de dois círculos de raio 5 cm distam 5 cm entre si. 2 ( 8π 12A . (4.

em cm3? 2 B 20. independente da forma da superfície deste terreno? 0-0) A 1-1) B 2-2) C 3-3) D 4-4) E 22. quais das seguintes silhuetas podem ser vistas lateralmente? 501 .MATEMÁTICA UFPE F A S E 19. Na ilustração a seguir. C. Um nadador à noite está no ponto O. Quais as fontes de luz. D e E. Repetindo-se este procedimento mais duas vezes. 20 m e 30 m da lâmina d’água do lago são representados por curvas conforme a figura: 21. Considere um triângulo equilátero ABC de lado 80 4 3 cm. todos os círculos tem mesmo raio. ( ) P R O V A Observe o texto e a figura abaixo. para responder as questões 21 e 22. Se este terreno foi cortado perpendicularmente na linha pontilhada. Ao lado encontra-se o esboço de uma região que contém um lago. B. Os pontos da superfície desta região que estão a uma altura de 10 m. Determine o raio dos círculos. Unindo-se os pontos médios dos lados de DEF obtém-se um novo triângulo GHI. o 3 triângulo ABC é equilátero e seus lados medem 28 1 unidades de comprimento. Qual o inteiro mais próximo da área deste triângulo. constrói-se um triângulo NOP. que estão situadas no nível do solo em A. seguramente não são vistas pelo nadador.

2. 5. 3. 1. 4.MATEMÁTICA NESTA PROVA SERÃO UTILIZADOS OS SEGUINTES SÍMBOLOS COM OS SIGNIFICADOS INDICADOS: UFRGS Z: conjunto dos números inteiros R: conjunto dos números reais (x. 2. 4} e {0. respectivamente. nos elementos aij. 4} e {3. III e IV 502 . e sendo R a relação em A formada pelos pares (x. 3. o domínio e a imagem dessa relação correspondem. 9} c) {0. 3. apresentados abaixo. 6. 5. 5} e {0. a d) {1. 8} 3. 7. 3} e {1. 1. 3. i indica a linha. 2. onde. quais os que NÃO podem representar gráficos de uma função? a) Apenas I e III b) Apenas II e IV c) Apenas III e IV d) Apenas I. 9} e) {1. 4. 5. 2. 7. 4. 4. y): par ordenado de abscissa x e ordenada y. 6. i: unidade imaginária z : conjugado do número complexo z (aij)nxn: matriz quadrada com n linhas e n colunas. 2. III e IV e) Apenas II. 5} e {1. Dentre os conjuntos de pontos do plano cartesiano. 2. Considerando A tais que y 2x {x ∈ Z / 1 x 10}. 2. 3. 8} a) {0. b]: {x ∈ R / a x b} 1. y) 1. e j indica a coluna log x: logaritmo de x na base 10 cos x: cosseno de x tan x: tangente de x AB: medida do segmento AB [a. 3. 7} b) {1. A expressão 8 a) 15 3 5 b) 3 5 5 é igual a 3 c) 1 d) 34 15 e) 8 15 15 2.

o que representa a função y 1 f(x 2) é 6. A equação 2mx a) m b) m c) m 0 0 4 2 mx 1 2 0 possui 2 raízes reais distintas. para quais 3 x 1 5 a) b) 3 x 3 c) 1 5 x 1 5 5 x 3 d) 1 3 x 5 ou 3 e) 5. Considerando a função linear f(x) 2x e a função quadrática g(x) valores de x a função g satisfaz as relações g(x) f(x) e g(x) 1? x 2 UFRGS 4. Seja a função y x 1 5 f(x) representada pelo gráfico Dentre os gráficos abaixo.MATEMÁTICA 4. Então. Considerando uma taxa mensal constante de 10% de inflação. d) m e) 0 0 ou m m 4 4 7. o aumento de preços em 2 meses será de a) 2% b) 4% c) 20% d) 21% e) 121% 503 .

00. tem um gasto fixo de R$ 600.00 em material. ficando com 4 3 R$ 350.00.00 d) R$ 2100. Considere as afirmações: I . o determinante da matriz A é e) 3 d) 1 504 . Quais estão corretas? a) Apenas I b) Apenas I e II c) Apenas III d) Apenas II e III e) I. 2 do que lhe resta.00.00 e) R$ 2800. A representação trigonométrica de z1 π i sen 7π d) 2 cos 74 4 π i sen 7π e) cos 74 4 ( ( ) ) z2 é 12. em seguida. Quanto tinha inicialmente? a) R$ 400.Se p(x) e q(x) são polimônios de grau n. III . e. Um grupo de estudantes dedicado à confecção de produtos de artesanato gasta R$ 15. Sendo A a) 3 (aij)nxn uma matriz onde n é igual a 2 e aij b) 1 c) 0 i 2 j. além disso. Considere z1 3 2i e z2 a) cos π i sen π 4 4 b) 2 cos π i sen π 4 4 π i sen 3π c) cos 34 4 ( ( ( ) 4 ) ) i .MATEMÁTICA UFRGS 8.00 10.00 b) R$ 700.00? a) 7 b) 10 c) 12 d) 15 e) 20 9. II e III 13. O número z a) m b) m c) 3 (m 3) 3 (m2 9) i será um número real não nulo para d) m e) m 3 0 3 3 ou m m 3 11. Cada unidade será vendida por R$ 85.O resto na divisão de p(x) mx x x por q(x) x 1 é igual a m.O produto de um polimônio de grau n por (x a) é um polimônio de grau n 1.00 c) R$ 1400. Uma pessoa gasta 1 do dinheiro que tem e. 3 2 II . Quantas unidades terão de vender para obterem um lucro de R$ 800. então p(x) q(x) é um polimônio de grau 2n. por unidade produzida.

As substâncias radioativas têm a tendência natural a se desintegrarem. O determinante da matriz 1 a b é nulo a) para quaisquer valores de a e b. c) y é um número irracional.5% c) 16. t 54 0. pergunta-se: em um dia. e) y/x é um número irracional. As medidas dos três lados de um triângulo retângulo são números em progressão aritmética. xy. aproximadamente. 2x). que porcentagem da massa desta substância se desintegra? a) 83.MATEMÁTICA 14. b) apenas se a 0. 18. Qual o valor da área do triângulo. e) somente quando 1 2a (b 3) 0. sabendo-se que o menor lado mede 6? a) 12 2 b) 18 c) 20 2 d) 24 e) 30 17.35% e) 6. c) apenas se b 0. 15. necessariamente a) x é um número irracional.75% 505 . A seqüência (x.5% b) 67.5% d) 8.835 g. x ≠ 0 é uma progressão geométrica. e t dias depois sua massa seja. é possível e determinado se e somente se a) m 2 b) m 4 c) m ≠ 4 d) m ≠ 1 e) 4m 1 16. d) y é um número racional. Então. b) x é um número racional. O sistema linear x y 1  4x my 2  UFRGS 2 2a 1 b 2 b 3 3a 3 d) somente se a b. Considerando um caso em que a massa inicial da substância seja 54 g.

MATEMÁTICA 19. b) possui uma única raiz. x 1/2. Se 0 x d) 0 2π esta equação e) 1 21. π] a equação tan x a) não possui raízes. tem apenas 1 solução. 1 x 2 4. c) possui apenas 2 raízes. No intervalo [0. 22. Considere a equação cos x a) b) c) d) e) cos (x não tem solução. são respectivamente a) b) c) d) e) x 0 0 x x 4. Os domínios das funções f(x) (log1/2 x) 2 . x 1 ou x 2 4. Dada a expressão S a) 3 b) log 100. g(x) log2 (2x 2 h(x) log3 (x 3x 2). e) apresenta infinitas raízes. x 1/2. 1 x 2 x 4. tem somente as soluções 0 e π. tem somente as soluções π/2 e 3π/2. 1 x 2 log 0. x 1/2. o valor de S é c) 1 π). em R.001 2 2 1) e UFRGS 20. 506 . x 1 ou x x 4. 0 d) possui exatamente 4 raízes. x 1/2. O gráfico abaixo representa a função real f. x 1/2. tem infinitas soluções. Esta função é dada por: a) f(x) b) f(x) c) f(x) 1 cos x 1 cos x cos (x 1) 1 d) f(x) e) f(x) cos (x cos (x 1) π) 23.

a base é um quadrado de lado a. AE 15 cm e AB pode-se afirmar que a medida do raio do círculo é a) 4 cm b) 4. Colocando-se dois litros de água em seu interior.MATEMÁTICA UFRGS 24. sendo um deles restaurante.5 cm c) 5 cm d) 5.35 c) 2.75 d) 3. O número de múltiplos de três. d) enche o cano até a borda. Um trem de passageiros é constituído de uma locomotiva e 6 vagões distintos. c) não chega ao meio do cano. Numa pirâmide regular. b) transborda. Suas faces laterais são triângulos equiláteros. Sabendo-se que a locomotiva deve ir à frente. 4. A razão entre a área desse triângulo e a área de um quadrado inscrito nessa mesma circunferência é a) 3 4 b) 3 3 4 3 c) 8 d) 3 8 e) 3 3 8 28. A altura de um triângulo equilátero inscrito numa circunferência é 2 3 cm. 8 e 9 é a) 24 b) 36 c) 48 d) 72 e) 96 26. 29.15 b) 2. com quatro algarismos distintos. 30. a água a) ultrapassa o meio do cano. Dada a figura ao lado Qual o valor de x? a) 2.15 e) 3. escolhidos entre 3.5 cm e) 6 cm 8 cm. e que o vagão restaurante não pode ser colocado imeditamente após a locomotiva. Seja a figura ao lado Sabendo-se que AD 12 cm. e) atinge exatamente o meio do cano. O volume desta pirâmide é a) 2 a3 12 b) 2 a3 6 c) 2 a3 3 d) 3 a3 12 e) 3 a3 6 507 . Um pedaço de cano de 30 cm de comprimento e 10 cm de diâmetro interno encontra-se na posição vertical e possui a base inferior vedada. o número de modos diferentes de montar a composição é a) 120 b) 320 c) 500 d) 600 e) 720 25.35 27. 6.

cuja distância é 2 5 unidades. tendo sua posição a cada instante t(t 0) dada pelas equações x y  2t 3t 2 t 3é d) 3 13 e) 61 A distância percorrida pelo ponto P(x. Um poliedro convexo de onze faces tem seis faces triangulares e cinco faces quadrangulares. O número de arestas e de vértices do poliedro é.MATEMÁTICA UFRGS 31. Um ponto P(x. paralelas ao eixo das ordenadas e distantes entre si 2 unidades.y) para 0 a) 2 35. Duas retas p e q.0) e raio r 2 é a) 0 b) 2 c) 5 d) 10 5 e) 4 5 5 34. y) descreve uma trajetória no plano cartesiano. Considere a reta r passando em P (0.3). são interceptadas no 1º quadrante pela reta r em 2 pontos. A equação de r é a) y 3x b) y 2x c) 3x y 2 3 3 d) y e) 3x 0 y 0 determina no círculo 2x y 3 3 0 33. O comprimento da corda que a reta r definida pela equação 2x λ de centro no ponto C(2. respectivamente. A equação x a) m b) m c) m 0 0 13 2 b) 3 y 2 c) 4x 6y m 13 0 representa um círculo se e somente se d) m e) m 13 13 508 . a) 34 e 10 b) 19 e 10 c) 34 e 20 d) 12 e 10 e) 19 e 12 32.

então 0 y 2. (0) A soma dos números inteiros para os quais f se anula é igual a um. (3) Se o número real x 1 é tal que x 1 (x (4) Existem exatamente três valores reais de x que satisfazem à equação x 5x 6) 1. marque: UnB itens CERTOS.002. então x 3. é válida a igualdade f(n) 3. para as devidas marcações. 2 (3) Para todo inteiro n. (1) O homem recebeu mais de 70% do total pago aos dois juntos. posteriormente. tem-se 2 (1) Se o número real x é tal que (2) Se y 0. Questão 2 Considere a função f definida no conjunto dos números inteiros e dada pela seguinte expressão: f(n) Julgue os itens a seguir. Questão 1 Um casal de operários especializados trabalha no mesmo setor de uma fábrica.MATEMÁTICA Nas questões de 1 a 9. Analise essa situação e julgue os itens abaixo. (0) A mulher recebeu menos de R$ 32. a operária recebeu por dia de trabalho 3/4 do que recebeu o operário.600. f(n) é divisível por 120. Use. No total. 9 x 2 . em que x é um número real. 2 x 1 1 .00. Questão 3 Julgue os itens que se seguem. (2) O casal teria recebido mais de R$ 1.01 x ( 1) n 0.00. a Folha de Respostas. itens ERRADOS. 509 . por dia de trabalho. se cada um tivesse trabalhado. (1) Para todo n (2) Para todo n 3.00 por dia de trabalho. 3)! f(n) n n 3. Em dezembro. 22 dias. x 3 8 10 . na coluna II.408. no mínimo. então 0 1 x2 1/2. na coluna I. (n (n 1) 2)! . sendo que ela trabalhou 16 dias e ele 20 dias. a Folha de Rascunho e. (0) Para todo número inteiro positivo n. é válida a igualdade f(n n5 5n3 4n. o casal recebeu a quantia de R$ 1.

w (0) O número complexo z 3 tem parte imaginária não-nula. Se ela colocar aleatoriamente as cartas nos envelopes. 3 (1) Para k 0. então (2) Se D é o decágono determinado pelas raízes complexas do polinômio z10 todos os cinco vértices de P3 coincidem com vértices de D. destinadas a quatro pessoas diferentes. 47. e escreve os endereços em quatro envelopes. Essa repartição emite um documento extremamente importante. considerando a posição da entrada e a da saída da repartição. 3 e 4. 50% usam dois brincos e as demais não usam brincos. vive um total de M mulheres. cada uma em um envelope diferente. No entanto. 1. 2. Do restante das mulheres. UnB (0) Em uma certa população indígena. 3 e 4 e P3 o pentágono regular cujos vértices são determinados pelas raízes complexas wk do polinômio w5 35. uma pessoa deve entrar na repartição. o número total de brincos usados por todas as mulheres é maior que M. 1. Nessas circunstâncias. visitar obrigatoriamente cada uma das salas uma única vez e depois sair. então a probabilidade de apenas uma carta ser endereçada ao destinatário errado é de 1/4. Desse total. (3) P1 e P3 são polígonos regulares semelhantes. 2. 2 e 3.MATEMÁTICA Questão 4 Julgue os itens a seguir. (2) A figura seguinte ilustra a planta baixa de uma repartição pública. a pessoa poderá obter o documento após passar por 35 portas internas. com 36 salas internas que se comunicam por meio de portas. para obtê-lo. Julgue os seguintes itens. com k 0. Então. 310. Questão 5 Considere P1 o pentágono regular cujos vértices são determinados pelas raízes complexas zk do polimônio z5 1. (1) Uma secretária datilografa quatro cartas.5% adornam-se com um único brinco. tem-se wk 1 w1z1. com k 0. 510 . nos quais se supõe que as raízes estejam ordenadas por ordem crescente de seus argumentos. 1.

conforme ilustrado nas representações seguintes. verticais e três movimentos diagonais. verticais e apenas um movimento diagonal.MATEMÁTICA Questão 6 UnB Em um tabuleiro quadrado. julgue os itens que se seguem. 511 . o número de percursos possíveis será igual a 140. (0) Se forem utilizados somente movimentos horizontais e verticais. então o número de percursos possíveis será igual a 70. de 5 5. o número de percursos possíveis é igual a 10. deseja-se ir do quadrado esquerdo superior (ES) ao quadrado direito inferior (DI). vertical (V) e diagonal (D). Com base nessa situação e com o auxílio dos princípios de análise combinatória. (1) Se forem utilizados movimentos horizontais. (2) Utilizando movimentos horizontais. mostrado na figura abaixo. Somente são permitidos os movimentos horizontal (H).

isto é. com F’ contida em P’. em um globo terrestre de raio igual a 20 cm. por uma homotetia h. tem a forma de um polígono e que. (0) Se O.400 km. é correto concluir que a área real daquele Estado é maior que 269. h(A) é o ponto A’ da semi-reta OA . P e P’ são planos paralelos. (2) Sabendo que o Estado do Colorado. para A ≠ O. julgue os itens seguintes. a ampliação ou a redução de figuras planas e de sólidos. nos Estados Unidos. F é um polígono contido em P. Considerando um ponto O do espaço e um número real r 0. A e B são vértices de um triângulo T e suas respectivas imagens O.000 km2. pela homotetia h. a sua área é de 2. mas não são necessariamente semelhantes. Então. tal que a medida de OA’ é igual a r vezes a medida de OA . sendo d a distância entre eles. é definida de modo que h(O) O e. A partir do enunciado. a área de F’ é igual a d (área de F) r. a homotetia h. são os vértices do triângulo T’. F’ é a imagem de F. de centro O e razão r 0. e supondo que o raio da Terra seja igual a 6. então T e T’ têm um ângulo em comum. A’ e B’. (1) Na figura abaixo. 512 . de centro uur e O razão r.64 cm2.MATEMÁTICA Questão 7 UnB O conceito de homotetia está relacionado com a mudança de escala.

Suponha que. 30). então a distância entre as cidades A e B. então os comprimentos dos trajetos ACB’B e ACDB são iguais.MATEMÁTICA Questão 8 UnB Deseja-se construir uma estrada ligando as cidades A e B. e os trechos AC e DB devem ser segmentos de reta. Em função do custo. em que x e y são medidos em quilômetros. que são separadas por um rio de margens paralelas. o ponto A tenha coordenadas (0. medida no trajeto ACDB. a ponte sobre o rio deve ser perpendicular às margens. é menor que 100 km. no sistema cartesiano da figura. (0) Se C tem coordenadas (40. 0). (2) Se a ponte for construída de modo que o trajeto ACDB tenha comprimento mínimo. 513 . então o ponto C deverá ter coordenadas (30. julgue os itens que se seguem. 41) e que o rio ocupe a faixa {(x. y): x ∈ R e 0 y 1}. Com relação ao problema descrito. na direção vertical. como indica a figura abaixo. (1) Se B’ é uma cidade situada um quilômetro abaixo da cidade B. 0). B tenha coordenadas (70.

Usando um instrumento chamado sextante. do navegador a esse ponto A’. Em linhas gerais. a Geometria e a Trigonometria são utilizadas em navegação para se determinar a posição de embarcações. e cada grau corresponde a 60 milhas náuticas. 60˚ 90˚ 75˚ 60˚ 45˚ 30˚ 15˚ 0˚ 15˚ 30˚ Figura III 514 . chamado altura angular. pode ser aproximado pela reta tangente no círculo. A figura III é uma Carta de Mercator. Assim. os mapas utilizados são as Cartas de Mercator. UnB Navegar é preciso! A Álgebra.MATEMÁTICA Leia o texto a seguir para responder às questões 9 e 10.000 milhas náuticas. Figura I Figura II 45˚ 30˚ 15˚ 0˚ 15˚ 30˚ 45˚ Em navegação. o lugar geométrico das possíveis posições do navio é um círculo de raio R e centro A’. Para essa situação. conforme ilustra a figura I. o navegador mede. o ângulo entre a direção de um astro e a linha do horizonte. o navegador consulta o Almanaque Náutico. o Almanaque Náutico forneceu o raio de C. o pequeno segmento circular que interessa ao navegador. igual 3. conforme mostra a figura II. Registrando o ângulo e a hora em que foi feita a medição. isto é. às 12 horas. em um determinado momento. na qual está representado um círculo de posição C. a navegação astronômica é o método de o navegador determinar a posição da embarcação a partir da posição dos astros. o segmento circular próximo à posição estimada por ele. para um astro com 40° de altura angular. Explorando a geometria da situação. e as coordenadas de A’: 28° de longitude oeste e 7° de latitude sul. que informa o ponto da Terra — A’ — mais próximo do astro. esse método pode ser descrito como se segue. é possível calcular a distância R. denominada reta de altura. Entre os métodos existentes. chamado círculo de posição. Sendo muito grande o raio de um círculo de posição. cujas linhas verticais representam a direção norte.

então a equação da reta de altura. 2 2 2 (1) A equação do círculo de posição C é (x 28) (y 7) 50 . caso exista. Determine a área do hexágono. as áreas localizadas em latitudes mais altas ficam representadas em tamanhos maiores do que na verdade deveriam ser. 50% e 90% de desconto nos preços das assinaturas das revistas X. Em uma promoção especial de assinaturas de suas revistas. nesse ponto. com o objetivo de conquistar novos assinantes. em centímetros quadrados. para aqueles que assinassem as três revistas. 515 . denominado azimute. Y e Z. UnB (0) Nas Cartas de Mercator. em porcentagem. Y e Z são publicadas por uma mesma editora. sabendo que o triângulo tem área de 48 cm2.MATEMÁTICA Questão 9 Com o auxílio do texto e das figuras. desprezando a parte fracionária de seu resultado. obtido por uma pessoa que assinou as três revistas. A assinatura da revista Y custa o triplo da assinatura da revista X e a de Z custa 2/3 da assinatura de Y. b). julgue os itens a seguir. Questão 12 Considere um triângulo equilátero e um hexágono regular de perímetros iguais. no sentido do movimento dos ponteiros de um relógio. (2) Se o navegador estima estar na posição ( 58. indicado na figura abaixo. Questão 11 As revistas X. respectivamente. Ele é definido como o ângulo entre o norte da bússola e a linha imaginária que liga o navio ao centro do círculo de posição (A’). desconsiderando a parte fracionária do resultado. é dada por 4y 3x 306. caso exista. então a posição do navio é o ponto de coordenadas (a. a editora ofereceu 10%. medido a partir do Norte. Calcule o desconto. Questão 10 Um navio está situado no círculo de posição C indicado na figura III. Se mede 135°. 33) do círculo de posição C. caso exista. É possível determinar as suas coordenadas utilizando o ângulo α. Calcule o módulo da soma (a b). devido ao fato de que as linhas verticais não convergem nos pólos. Desconsidere a parte fracionária de seu resultado.

Questão 14 Os copos descartáveis. devido aos custos de transporte. 516 . Determine o número de dias em que os escoteiros devem concluir a coleta e vender as latas. o valor de V . como ilustrado na figura abaixo. mais rapidamente do que poderiam ser recicladas. Despreze a parte fracionária de seu resultado. em centímetros cúbicos. os escoteiros ficaram em um dilema: no início. o preço estava melhor. no dia em que os escoteiros iniciaram a coleta. em geral.MATEMÁTICA Questão 13 UnB Durante o verão. raio menor medindo 5 cm e raio maior medindo 10 cm. mas. caso π exista. cuja superfície lateral pode ser planificada. mas eles tinham poucas latas. conseguindo recolher 300 latas por dia. por outro lado. dando origem a um setor de coroa circular. A companhia de reciclagem pagava R$ 0.10 por lata. calcule.10. têm a forma de um tronco de cone. quando há um aumento no consumo de refrigerantes. Assim. se esperassem muito. um grupamento de escoteiros decidiu coletar latas de alumínio para reciclagem. as latas estavam se acumulando nos galpões. a esse preço. Representando por V o volume. em cm3. a companhia mudou a sua estratégia e passou a pagar uma quantia menor por lata: houve uma redução fixa e diária correspondente a 1.25% do preço inicial de R$ 0. Como as latas coletadas deveriam ser entregues de uma única vez. do copo cujo setor de coroa circular tem ângulo interno de 2l6°. o preço ficaria significativamente menor. de modo que o grupamento receba a maior quantia possível.

MATEMÁTICA Questão 15 UnB O Nautilus. mostrado na figura I. 517 . A espiral passa. pelos três vértices de cada um desses triângulos. Do mesmo modo. é um molusco que vive nas águas profundas do Pacífico e que tem uma estrutura composta por sucessivas câmaras. calcule. em centímetros. o triângulo ABC é isósceles. conforme representa a figura II. para se obter o triângulo DEF. que pode ser obtida geometricamente. o valor da soma n m. e assim por diante. até que o triângulo FGH seja obtido. na qual n e m são números naturais. em forma de espiral logarítimica. Esse triângulo é dito áureo porque a razão r AB/BC satisfaz à relação r2 r 1. Considerando-se agora o triângulo BCD. procede-se com o triângulo CDE. obtém-se o ponto E pela interseção do segmento BD com a bissetriz de C. com ângulos da base medindo 72°. então. FE e ED na forma nr m. sucessivamente e na mesma ordem. Supondo que a medida do segmento HG seja igual a 1 cm e escrevendo a soma dos comprimentos dos segmentos GF. O ponto D é obtido pela interseção do segmento AC com a bissetriz do ângulo B. Na figura II.

Suponhamos que nos vestibulares de 1996 uma universidade tivesse tido. uma média de 3. completa ou não. mede 2 15 dm.40 e) 3. O perímetro desse triângulo é igual a a) 16 dm b) 18 dm c) 20 dm d) 22 dm e) 23 dm 5. para os seus diversos cursos. Se para os vestibulares 1997 o número de vagas for aumentado em 20% e o número de candidatos aumentar em 10%. 09/09/96.46 3. n ≥ 0.60 candidatos por vaga oferecida. via fax. A área de um triângulo isósceles é 4 15 dm e a altura desse triângulo.MATEMÁTICA UNESP F A S E 1.24 b) 3. Considere as seqüências (an) e (bn) definidas por an+1 = 2 e bn+1= 3 .30 c) 3. o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) gasta atualmente 40 bilhões de reais por ano com o pagamento de aposentadorias e pensões de 16 milhões de pessoas. Indicando por x a remuneração anual média dos beneficiários do INSS e por y a remuneração anual média dos servidores federais aposentados.67 por página que se segue. a Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) cobra R$ 1. qual a média de candidatos por vaga que essa universidade terá? a) 3. então y é igual a a) 2x b) 6x c) 8x d) 10x 2 e) 16x 4. A mesma matéria informa que o Governo Federal gasta atualmente 20 bilhões de reais por ano com o pagamento de um milhão de servidores públicos federais aposentados.00? a) 8 b) 10 c) 12 d) 14 e) 16 1 2.37 pela primeira página e R$ 0. Então. Segundo matéria publicada em O Estado de São Paulo. relativa à sua base. Qual o número mínimo de páginas de uma dessas mensagens para que seu preço ultrapasse o valor de R$ 10. b6 é: a) 2 . 3 b) (12) c) 5 15 5 11 6 n n d) 6 e) 6 15 30 518 . o valor de a11.36 d) 3. Por uma mensagem dos Estados Unidos para o Brasil.

as medidas possíveis de AB. 240° e 300° aplicadas a um quadrado cujos lados medem 1 dm. A figura foi obtida mediante rotações de 60°. O gráfico mostra o resultado de uma experiência relativa à absorção de potássio pelo tecido da folha de um certo vegetal. DBE e BCE são retos. Sejam a.5 e 3. a função linear y = mx ajustou-se razoavelmente bem aos dados.tg (15°) 9. A área da região escura é: a) 1 .tg (30°) e) 1 . a relação entre essas duas taxas é: a) m1 = m2 b) m = 2m1 2 c) m1 . 180°. b números reais. Com base no gráfico. Se a > 0. em dm. então: a) b < 0 b) b > 1 e a > 1 c) b < 1 e a < 1 d) b < 1 e a > 1 ou b > 1 e a < 1 e) b > 0 b 519 .5 c) 8 e 3 d) 7 e 4 e) 9 e 2 8.4tg (15°) d) 1 .MATEMÁTICA 6. AC = 11dm e EC = 3dm. Nos dois casos. m2 = -1 e) m1 = 2m2 UNESP F A S E 1 7. daí a referência a m como taxa de absorção (geralmente medida em µ moles por unidade de peso por hora). Na figura. em torno de um mesmo vértice desse quadrado e num mesmo sentido. m2 = 1 d) m1 . Se AD = 6 dm. B é um ponto do segmento de reta AC e os ângulos DAB. se m1 é a taxa de absorção no claro e m2 a taxa de absorção no escuro.5 e 6. em função do tempo e em condições diferentes de luminosidade. são: a) 4. 120°. a ≠ 1 e loga 10 > loga (10) .2tg (15°) b) tg (30°) c) 1 .5 b) 7.

raízes irracionais e raízes não reais do polinômio p(x) = x . n = 3 e p = 1 Se indicarmos por A e B. b) Um plano e uma esfera que se cortam ou têm um único ponto em comum ou sua interseção contém uma circunferência máxima da esfera.2B -1 e) 2A . Assim.2. n = 2 e p = 2 c) m = 2.MATEMÁTICA UNESP F A S E 10. Considere as matrizes reais 3 x 3  a b c  x y z   1 1 1   m n p  x y z   1 1 1  5 3 2 1 d) m = 2. o determinante da matriz a + m + 1  1  2x  b + n +1 1 2y c + p + 1  1  2z  é igual a a) -2A . temos: a) m = 1. n = 1 e p = 2 11. pode-se afirmar que: a) Toda circunferência contida na superfície de uma esfera é uma circunferência máxima da esfera. uma circunferência máxima de uma e uma circunferência máxima da outra são necessariamente circunferências concêntricas coplanares. d) Dadas duas esferas concêntricas distintas. c) Os planos determinados por duas circunferências máximas distintas de uma mesma esfera são necessariamente secantes e sua interseção contém um diâmetro comum às duas.2B b) 2A + 2B + 1 c) 2A + 2B d) -2A . os determinantes dessas matrizes.2B -1 12. n e p. respectivamente.x + 2x . 520 . Uma circunferência contida na superfície de uma esfera diz-se circunferência máxima da esfera se seu raio é igual ao raio da esfera. Indicando por m. o número de raízes racionais. respectivamente. e) Duas circunferências máximas de uma mesma esfera estão necessariamente contidas em planos perpendiculares. n = 2 e p = 1 e) m = 1. n = 1 e p = 3 b) m = 1.

desenhada sem escala. prove que o ponto (0. cada uma com dois jogadores.0) pertence à parábola se e somente se b = –a. se cada uma das equipes deverá enfrentar todas as outras uma única vez? 521 . A3. Determine o número de eleitores inscritos de cada sexo. 4 b) Determine a medida do lado do primeiro quadrado dessa seqüência cuja área é menor 1 2 que dm .A2A3.… de maneira que os segmentos A1A2. 100 4.0) pertence a essa parábola. Suponhamos que.A2A3. para uma dada eleição. b) Mantida ainda a suposição inicial. a) Demonstre que as áreas desses quadrados formam uma progressão geométrica de razão 1 . a) Mostre que o ponto (1. Suponhamos ainda que. Considere uma parábola de equação y = ax + bx + c. em que A1A2 = 1dm. em que 2 a + b + c= 0. nessa ordem. Em uma semi-reta de origem A1 marcam-se os pontos A2. quantas partidas se realizarão. P R O V A 3. 2 A 2. para essa eleição.… conforme a figura. a) Nessas condições. uma cidade tivesse 18500 eleitores inscritos. uma progressão geométrica de razão 1 . no caso de se verificar um índice de abstenções de 6% entre os homens e de 9% entre as mulheres. Cinco deles são selecionados para escolher os parceiros e capitanear as cinco equipes a serem formadas.MATEMÁTICA UNESP F A S E 1. Dez rapazes. estão organizando um torneio de voleibol de praia. em férias no litoral.…sejam consecutivos e suas medidas formem. Considere a seqüência de quadrados que têm 2 como diagonais os segmentos A1A2. quantas possibilidades de formação de equipes eles têm? b) Uma vez formadas as cinco equipes. o número de votantes do sexo masculino será exatamente igual ao de votantes do sexo feminino.

8. Sejam a. Se x = logabc. ). respectivamente. quais as coordenadoras do ponto P que o vértice V ocupará após a rotação? 522 . definidas por f(x) = x + x + x e g(x) = x + (a + b)x + (b +c) x + a . em relação ao qual seus vértices têm coordenadas A ( − 1 3 . que valor ele encontrou para a distância entre as árvores. 0) e C (0. B ( 1 .4? UNESP F A S E 2 A P R O V A 6. c números reais positivos e diferentes de 1. do qual ainda pode ver as árvores. b. na direção da reta AB. Tendo verificado que os ângulos DCB e BDC medem. são iguais? 3 2 3 2 7. c as funções polinomiais f e g. b. Para calcular a distância entre duas árvores situadas nas margens opostas de um rio. a 40 m de C. 0 ). até o ponto C e depois caminha em linha reta até o ponto D.c. O tetraedro VABC da figura é regular e sua base encontra-se sobre um plano cartesiano. se usou a aproximação 6 = 2. Para que valores reais de a. nos pontos A e B.b . 2 2 2 Dando-se à face ABV uma rotação em torno da aresta AB. no sentido indicado pela figura. cerca de 15° e 120°. demonstre que: (x + 1) (y + 1) (z + 1) = 0 se e somente se abc = 1.MATEMÁTICA 5. y = logbac e z = logcab. um observador que se encontra junto a A afasta-se 20 m da margem. até fazê-la coincidir com o plano ABC da base.

considere o ponto médio. que B cobra 75% dos pênaltis a favor da equipe. nesse momento. 85% e 90%.75 m de altura quando adulto. 2 A P R O V A Se N é o ponto em que o plano determinado por H. ainda. um casal cujo marido é 8 cm mais alto que a esposa e cuja média de idade é 30 anos. b) os lados de HMBN têm mesma medida. prove que: a) HMBN é um paralelogramo. Suponhamos que. 1. da aresta AE. publicado pela Revista Veja de 17/07/96. com base nos dados do quadro. . a) Qual a probabilidade de que o pênalti seja cobrado por B e não seja convertido em gol? b) Qual a probabilidade de o pênalti ser convertido em gol? 10. sugerido pela figura. Acaba de ser marcado um pênalti a favor dessa equipe e. tenha concluído que seu filho recém-nascido. No cubo ABCDEFGH. deverá ter aproximadamente 1.MATEMÁTICA UNESP F A S E 9. respectivamente. cujos índices de aproveitamento (conversão em gols) são. M e B corta a aresta CG. Sabe-se que os pênaltis a favor de certa equipe de futebol são batidos pelos dois melhores cobradores da equipe. os jogadores A e B estão em campo. Sabe-se. M. A e B. do sexo masculino. F A S E 2 B 523 P R O V A Calcule a altura de cada um deles.

MATEMÁTICA UNESP F A S E 2. Calcule a razão entre a quantidade de água e a de leite da mistura do segundo frasco. caso não se tomasse nenhuma providência? b) Com as mesmas hipóteses. diluiu-se 1 cm3 de leite em 99 cm3 de água que se encontrava num dado frasco.) 4. b) a probabilidade de que. ela tenha número igual de homens e de mulheres. em quantos anos a vegetação tomaria conta de toda a represa? (Use os valores aproximados log10 2 = 0. Para facilitar a contagem de germes de uma determinada amostra de leite foram feitas duas diluições em água destilada.3 e log103 = 0. Em seguida. após a segunda diluição. calcule: a) quantas equipes de 6 plantonistas é possível formar com os 10 enfermeiros. Suponhamos que uma represa de área igual a 128 km tenha sido infestada por uma vegetação aquática. por ocasião de um estudo sobre o problema. diluiu-se 1 cm3 da mistura obtida na primeira etapa em 9 cm3 de água contida num segundo frasco. O corpo de enfermeiros plantonistas de uma clínica compõe-se de 6 homens e 4 mulheres. levando em conta que em nenhuma delas deve haver mais homens que mulheres. Nessas condições: a) qual seria a área infestada n anos depois do estudo. a área tomada 2 pela vegetação fosse de 8 km e que esse estudo tivesse concluído que a taxa de aumento da área cumulativamente infestada era de 50% ao ano. Suponhamos também que. 3. escolhendo-se aleatoriamente uma dessas equipes. Isso posto.48. 2 2 B P R O V A 524 . Inicialmente.

mas as pessoas se esquecem disso com muita facilidade. desenvolvimento e conclusão e estar em conformidade com a norma culta da língua.” TITÃS – “Diversão” “A vida é sedutora e fascinante. um mundo em que a ciência e o progresso conduzam à ventura de todos nós” CHARLES CHAPLIN – “O último discurso” – O Grande Ditador “A vida até parece uma festa Em certas horas isso é o que nos resta Não se esquece o preço que ela cobra Em certas horas isso é o que nos sobra. 17/8/96. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 525 . A redação deverá ser feita no Caderno de Respostas entregue em anexo. Você concorda com a afirmativa de que “os tempos modernos são muito esmagadores”? Por quê? Será este o preço que se paga pela modernidade? Redija um texto dissertativo de aproximadamente 25 linhas no qual você apresente. não os copie. argumentos que justifiquem seu ponto de vista a esse respeito. Dê um título à sua redação.PORTUGUÊS REDAÇÃO CESGRANRIO “Não sois máquinas! Homens é que sois!” “Lutemos por um mundo de razão. in O Globo. de forma clara.” LYA LUFT . Seu texto deverá ser estruturado em introdução. porque os tempos modernos são muito esmagadores. objetiva e coerente. que deverá ser apresentada a tinta azul ou preta. Utilize os trechos acima apenas como apoio para o desenvolvimento de seu texto. O rascunho NÃO será levado em consideração.

21/7/96 (com adaptações) CESGRANRIO 5 10 15 20 25 30 35 526 . porém. Desconfio. para atender a uma demanda da sociedade. Também a figura de João Romão continua tendo. rompe com os vínculos que teve em sua origem e trata de se deixar cooptar — gostosamente — pelos barões. temos a impressão de que o Brasil. que na condução da política agrária dos governos brasileiros dos últimos 50 anos tem havido políticos distribundo diplomas de benemérito para muitos Joões Romões. continua sendo um imenso cortiço. em alguns aspectos. Apesar da distância de mais de um século que nos separa do mundo descrito por Aluísio de Azevedo. KONDER. temos tido dentro do aparelho do Estado órgãos incumbidos de fazer uma reforma agrária. Um exemplo claro de poder diluidor do conservadorismo sobre as iniciativas voltadas para reformas que correspondem aos interesses das camadas mais desfavorecidas da população se acha na história da luta pela reforma agrária.PORTUGUÊS LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Texto I “O Cortiço” fez grande sucesso e até hoje é lido com gosto por aqueles que chegam voluntariamente às suas páginas. Ao longo da nossa História. é o que se passa com as variantes do movimento abolicionista. os movimentos comprometidos com as causas populares se ressentem da falta de um apoio organizado por parte das massas. cuja população sobrevive com dificuldade e é observada com olhar divertido pelos vizinhos privilegiados do sobrado. Há cerca de meio século. Assim como o movimento abolicionista não conseguia se apoiar na mobilização dos grandes interessados na abolição (os escravos) e era levado a buscar aliados nas áreas mais coniventes com os privilégios estabelecidos. no entanto. alguma atualidade. Leandro in O Globo. O mais grave. desgraçadamente. os atuais movimentos empenhados em promover mudanças democratizadoras são levados a se aliar com forças de escassa (ou nenhuma!) vocação democrática. Quando algum egresso do universo popular consegue enriquecer (às custas de expedientes sórdidos).

No último parágrafo do texto. b) o sucesso de O Cortiço se deve ao bom gosto daqueles que o elegeram como leitura prazerosa nos dias de hoje. marque (V) para o que for verdadeiro e (F) para o que for falso em relação ao que é dito no texto I. Não se observa o engajamento do povo nas questões que são de seu próprio interesse. Abolicionismo e Reforma Agrária. e) uma leitura de O Cortiço baseada em vontade própria é que faz o sucesso dessa obra nos dias atuais. Após leitura atenta do trecho. podemos inferir que: a) o sucesso de O Cortiço se deve precipuamente àqueles que chegam às suas páginas por interesse próprio.F .F 2.V . 3.F . Da leitura do primeiro período do texto I.V . Das opções abaixo.V c) F .F d) F . o autor quer salientar. caráter empreendedor. o(a): a) b) c) d) e) oportunismo desmedido.PORTUGUÊS CESGRANRIO 1. nobreza de espírito. 527 . ( ( ( ( ( ) ) ) ) ) A mesma agregação social observada em O Cortiço se repete nas favelas urbanas. Moradores do cortiço e população de baixa renda.F . Leandro Konder compara nossa sociedade atual àquela apresentada em “O Cortiço” no século XIX. assinale a única que NÃO contém uma analogia presente no texto. João Romão e ilustres personalidades. Os políticos estimulam a criação de cortiços como garantia de dominação dos mais fracos. A pobreza dos menos favorecidos é motivo de pilhéria para os mais abastados.F . ao se referir aos “muitos Joões Romões”. nesse tipo de pessoa.F e) F .V . A seqüência correta é: a) V .F .F . alienação política. c) o autor afirma que se frui melhor da leitura de O Cortiço quando esta advém de um ato espontâneo. O texto é estruturado a partir de processos analógicos.V . 4. Os detentores do poder abraçam as causas populares como resposta às próprias vocações democráticas.V .V .F .F . d) o autor afirma que uma atitude coercitiva em relação à leitura de O Cortiço incutirá o bom gosto em seus leitores.V .V b) V . abnegação por causas sociais. Escravos e políticos. a) b) c) d) e) Passado e presente.

d) Em “demanda da sociedade” (li. chegando ao armazém.. b) O trecho “de um apoio organizado” (li.PORTUGUÊS CESGRANRIO 5. Em relação ao estilo do autor. entre travessões. confirmou o velho. d) A expressão entre parênteses “(os escravos)” (li. 10 15 528 . c) A conjunção “porém” (li... o termo sublinhado exerce função sintática de complemento nominal. 21) vem acrescentar um esclarecimento ao enunciado anterior. intimidados por aquela cena em que entrava a polícia. adiantou-se e entregou-lhe uma folha de papel.. assinale a opção INCORRETA acerca do texto I.. 13). e que desejava falar ao dono da casa. Tendo em vista o texto I. E acrescentou para Botelho: — São eles! — Deve ser. sem alteração de sentido.. 15-16) é exemplo de oração subordinada adjetiva restritiva. — É minha escrava. e) O trecho “que na condução.. disse afinal o negociante. 15) exprime uma ressalva ao que se disse anteriormente. 32).. um pouco trêmulo. 33-35) é exemplo de oração subordinada substantiva objetiva direta. abolicionista” (li.. Um silêncio formou-se em torno dele: os caixeiros pararam em meio do serviço. a) O trecho “que se passa. 6. — Mas imediatamente. por “infelizmente”. 28-29). — Está aqui com efeito. e) Os parênteses da linha 25 “(ou nenhuma)” poderiam ser substituídos por vírgulas sem alterar o sentido que ali é dado. respondeu este. quando um empregado subiu para dizer que lá embaixo estava um senhor. 5 — Vou já. Um homem alto. Pensei que fosse livre. acompanhado de duas praças. Quer entregar-ma?.. tem havido políticos” (li. c) Em “se acha na história da luta” (li. 10) pode ser substituído. João Romão. E desceram logo. com ar de estróina. afirmou o outro. 18) é um exemplo de objeto indireto. — Quem me procura?. observa-se estrutura em voz ativa. abriu-a defronte dos olhos e leu-a demoradamente. b) A ironia que se percebe no final do segundo parágrafo é marcada pelo emprego do advérbio “gostosamente” (li. a) O advérbio “desgraçadamente” (li. Texto II Tomava café.. exclamou João Romão com disfarce.. assinale a opção que contém informação correta quanto ao emprego da norma culta.

chegaram finalmente à cozinha. Os policiais. Num relance de grande perigo compreendeu a situação. procurando escapula. intimaram a desgraçada a segui-los. Ele mandou que os conduzissem para a sala de visitas. que havia já feito subir o jantar dos caixeiros. sem pestanejar. O sujeito fez sinal aos dois urbanos que o acompanharam logo. Bertoleza. Tenha a bondade de entrar. Botelho. no chão. trazer-lhe respeitosamente o diploma de sócio benemérito. vendo que ela se não despachava. porém. Reconheceu logo o filho mais velho do seu primitivo senhor. não tendo coragem para matála. adivinhou tudo com a lucidez de quem se vê perdido para sempre: adivinhou que tinha sido enganada. cercada de escamas e tripas de peixe. com uma das mãos espalmada no chão e com a outra segurando a faca de cozinha. erguendo-se com ímpeto de anta bravia. e encaminharam-se todos para o interior da casa. recuou de um salto.. Atravessaram o armazém. imóvel. e antes que alguém conseguisse alcançá-la. Bertoleza então. de casaca. João Romão fugira até ao canto mais escuro do armazém. escamando peixe.. depois um pequeno corredor que dava para um pátio calçado. Mal. que a sua carta de alforria era uma mentira. e que o seu amante. restituía-a ao cativeiro. O Cortiço CESGRANRIO 25 30 35 40 50 55 60 529 . E depois emborcou para a frente. Era uma comissão de abolicionistas que vinha. desembainharam os sabres. — Prendam-na! É escrava minha! 45 A negra. olhou aterrada para eles. e um calafrio percorreu-lhe o corpo. Seu primeiro impulso foi o de fugir. — É esta! disse aos soldados que. pálido. ensinava-lhes o caminho. com um gesto. Aluísio de Azevedo. rugindo e esfocinhando moribunda numa lameira de sangue. circunvagou os olhos em torno de si. à frente deles. João Romão ia atrás. o senhor adiantou-se dela e segurou-lhe o ombro. com as mãos cruzadas nas costas. estava de cócoras. Nesse momento parava à porta da rua uma carruagem. quando viu parar defronte dela aquele grupo sinistro. já de um só golpe certeiro e fundo rasgara o ventre de lado a lado.PORTUGUÊS 20 — Onde está ela? — Deve estar lá dentro. tapando o rosto com as mãos. para a ceia do seu homem.

“Mal. superficialidade dos valores daquela sociedade. Após uma leitura atenta do texto II. c) finalidade. pálido. aquela que apresenta circunstância adverbial diferente das demais é: a) b) c) d) e) “com disfarce” (li. com as mãos cruzadas nas costas” (li. b) conseqüência. b) perspicaz e resoluto. d) concessão. 58) 11. razão comandando o comportamento de João Romão.“Onde está ela?” (li. 51) “com as mãos” (li. marque a opção em que a classificação apresentada corresponde ao verbo do respectivo exemplo. 18) Verbo de ligação . Em relação à predicação verbal.. 22) . 57) 12. 530 . 20) Verbo intransitivo . 37) idéia de: a) causa. homenagem recebida pelo efetivo trabalho em prol da causa abolicionista. circunvagou” (li. c) sagaz e dissimulado. 10. 25) Verbo transitivo direto e indireto .“entrava a polícia” (li. contribuição de João Romão na captura de escravos fugitivos. e) explicação.substantivo. Depreende-se do trecho “não tendo coragem” (li. 8. 9. O texto II só NÃO evidencia a: a) b) c) d) e) incoerência nas atitudes de João Romão.advérbio de modo.. 39-40) . d) impassível e tinhoso. 34-35) “com ímpeto de anta bravia” (li.PORTUGUÊS CESGRANRIO 7. 8-9) “com a lucidez de quem se vê perdido” (li.pronome adjetivo indefinido.palavra denotativa de inclusão. 15) Verbo transitivo direto . A opção que contém a classificação gramatical correta do vocábulo destacado é: a) b) c) d) e) “um pouco trêmulo” (li. porém. a) b) c) d) e) Verbo transitivo direto . e) loquaz e intempestivo. 50-51) “ de um salto” ( li.“ia atrás. “fugira até ao canto” (li.“parava à porta da rua uma carruagem” (li. Dentre as expressões abaixo. “fez sinal aos dois urbanos” (li.“Quer entregar-ma?. 36) . 12) . “que a sua carta de alforria” (li.” (li.pronome relativo. 56) . percebe-se que o personagem Bertoleza é : a) audaz e persuasivo.

Já devem fazer muitos meses que eles voltaram. substitui “abolicionistas”. percebe-se que os personagens se expressam por si mesmos. no trecho compreendido entre as linhas 16 e 21.. lameira de sangue” (li. d) período “É escrava minha!” (li. O ser humano é encarado sob um ponto de vista determinista e mecanicista. “intimidados” (li.” (li. e) trecho “Os policiais. a descrição minuciosa do ambiente confere verossimilhança à cena apresentada... a) b) c) d) e) Não se distribui aleatoriamente títulos de benemérito.. Dentre as opções abaixo. Assinale a característica do Naturalismo AUSENTE no texto em análise. a) b) c) d) Enfatiza-se o aspecto físico. não emocional dos personagens. vendo. 14. Semelhante atitude implicará em sua exclusão do projeto. Marque a opção que está de acordo com a norma culta da língua. Enfocam-se os aspectos degradantes do ser humano em função de seu comportamento animal. “aterrada” (li. 28) poderia ser substituída por “já fizera subir”. b) período “Pensei que fosse livre. 17). 61). João Romão usou expressão similar à de Botelho. 531 . é INCORRETO afirmar que no: a) reiterado emprego do discurso direto. expressão “havia já feito subir” (li. o vocábulo “os” (li. 43-44). o emprego das reticências sugere desfaçatez e sarcasmo na atitude do personagem. no texto.PORTUGUÊS 13. 14-15) é uma formação sufixal derivada do parassintético “intimidar”. 47) é cognata de “terra”. livres da análise do narrador. Em relação ao estilo do texto II. nota-se o emprego enfático de terminologia científica. 15. 49-55). e) Apresenta-se uma visão objetiva dos fatos e do ambiente. 6) é um exemplo de derivação imprópria. a ordem inversa procura enfatizar a posse do objeto referido. 16. só NÃO se pode afirmar que: a) b) c) d) e) CESGRANRIO “velho” (li. Os fatos se desenrolam através da ótica de um observador impessoal. Essa é uma homenagem que não posso me privar. c) 14º parágrafo.

Uso de termos apoéticos. na incerteza de estar apaixonado. sente-se dominado pelos estados de angústia e dúvida. Assinale a opção em que se encontra exemplo de elipse. 2) “que nem sei se vivo ou morto” (v. 532 . apaixonado neste arco de danação? Ou é a morta paixão que me deixa. Consciência da fragilidade do “eu”. Linguagem complexa e rebuscada. Marque-a. 3) “Não pode a fera comigo” (v. 5) “mas me derrota a formiga” (v. quando estou apaixonado tão fora de mim eu vivo que nem sei se vivo ou morto quando estou apaixonado. Estarei. que me deixa neste estado? Carlos Drummond de Andrade CESGRANRIO 17. apresentadas nas opções abaixo. Não pode a fera comigo quando estou. só NÃO é válido afirmar que ele: a) b) c) d) e) perde a noção de si mesmo quando se encontra apaixonado. Dimensão poética integrada ao cotidiano.PORTUGUÊS Texto III Quando estou. apresenta uma valentia inconstante quando em estado de enlevo. Feita a análise do eu-lírico do poema (texto III). lamenta seu estado deplorável e o associa à perda do sentimento amoroso. quem. a) b) c) d) e) “tão fora de mim eu vivo” (v. perdendo seu senso crítico. a) b) c) d) e) Apelo ao inconsciente. apenas uma se encontra no texto III. 7) “Ou é a morta paixão” (v. e entende. 11) 19. Entre as características da Estética Modernista. quando estou apaixonado. mas me derrota a formiga se é que estou apaixonado. fica impossibilitado de fazer uma auto-análise. 18.

Ênfase na função emotiva. esse poema de Drummond apresenta as características da Estética do Romantismo relacionadas abaixo.PORTUGUÊS CESGRANRIO 20. com EXCEÇÃO de uma. 533 . Temática da separação como origem do sofrimento. Liberdade dos modelos clássicos. a) b) c) d) e) Emprego de metáforas e antíteses. Subjetivismo e passionalidade exacerbados. Apesar de modernista. Indique-a.

nos traumas sociais.” [Luís Fernando Veríssimo. b) iconoclastia. b) Tudo leva a crer que nesses cruzamentos de culturas a situação das áreas coloniais apresente um convívio de extremos. “O diminutivo é uma maneira ao mesmo tempo afetuosa e precavida de usar a linguagem. Diminutivos] A alternativa inteiramente de acordo com a definição do autor sobre diminutivo é: a) b) c) d) e) O iogurtinho que vale por um bifinho. c) iconografia. d) iconofilia. Essa menininha é terrível! Vamos bater um papinho. 534 . E precavida porque também o usamos para desarmar certas palavras que. Ser brotinho é sorrir dos homens e rir interminavelmente das mulheres. 1 2. 3. a) Ainda aparecerá no Congresso alguém disposto a apresentar um projeto que fixe conseqüências para aqueles que enganem a sociedade. até que um dia certas condições poderiam reconstituir sua vida familiar. aquelas coisas tão afáveis que se deixam diminuir sem perder o sentido. Afetuosa porque geralmente o usamos para designar o que é agradável. por sua forma original. os sujeitos da cultura popular sofrem abalos graves. O termo que preenche adequadamente a lacuna no texto é a) iconologia. mas também de confrontá-la com a ……… obtida dos radares.PORTUGUÊS FUVEST F A S E 1. c) Não há dúvida de que. Leãozinho. e) iconolatria. e) A sua conduta será de inconformismo e violência. Assinale a alternativa em que a correlação de tempos e modos verbais NÃO é adequada ao contexto. Os atuais simuladores de vôo militares estão em condições não apenas de exibir uma imagem “realista” da paisagem sobrevoada. Gosto muito de te ver. d) More alguém nos bairros pobres da periferia de uma cidade grande e verá no que resultou essa condição do migrante. são ameaçadoras demais.

porque é bonita. ao contrário do que ocorre entre o mar e o rochedo. A frase que exprime o comentário do narrador sobre a citação do historiador é: a) b) c) d) e) As palavras mansas aproximam os amigos. E o escritor esquecia (salvo se ainda não era do seu tempo) esquecia o adágio: longe dos olhos.PORTUGUÊS Texto para as questões 04. No trecho. hoje. FUVEST F A S E Um historiador da nossa língua. A invenção dos escritores é necessária para compreender melhor fatos ocorridos no passado. fazendo as honras da casa. para se não zangarem como as águas do mar que batiam furiosas no rochedo que eles viam dali. A vizinhança fortalece a amizade. não perto. creio que João de Barros. Sentiu invadi-lo a sombra do passado. 535 . dizia o rei que os bons amigos deviam ficar longe uns dos outros. A constante proximidade entre amigos contribui para que a discórdia apareça. c) simultaneidade. o termo dissesse expressa uma a) continuidade. Recebeu-me de boa sombra. 5. b) improbabilidade. Seguramente há inimigos contíguos. [Machado de Assis. como é seu costume. Das profundezas desse Reino. o mar batendo no rochedo representa os conflitos da amizade. Agora que a comparação seja verdadeira é que não. Assinale a alternativa em que o termo sombra tem o mesmo sentido presente no trecho “Que a sombra do escritor me perdoe. se eu duvido que o rei dissesse tal palavra nem que ela seja verdadeira. d) impossibilidade. Desde Ulisses. não a conhece. e) alternância. Provavelmente foi o mesmo escritor que a inventou para adornar o texto. 05 e 06. é uma sombra do que foi. Dom Casmurro] 1 4. 6. Eu creio que o mar então batia na pedra. defendendo-os das intempéries. desde Ulisses e antes. realmente. quando os portugueses lhe propunham estabelecer ali ao pé uma fortaleza. mas também há amigos de perto e do peito. e não fez mal. Que a sombra do escritor me perdoe. “…eu duvido que o rei dissesse tal palavra nem que ela seja verdadeira”.” a) b) c) d) e) A sombra da alegria não lhe ocultava a preocupação. Quem a vê e ouve. longe do coração. sobe a sombra ao meu encalço. é bonita. põe na boca de um rei bárbaro algumas palavras mansas.

Pode ser substituída por dissensão.PORTUGUÊS 7. declarou a nadadora. apenas a palavra destacada em: a) b) c) d) e) A discordância entre as opiniões inviabilizou qualquer acordo. b) O CONTRU interditou várias dependências do prédio. c) O ministro da Agricultura da Inglaterra declarou que por hora não há motivo para sacrificar os animais. tive a sorte de fazer parte de um pequeno grupo de estudantes que se reuniu informalmente com um célebre cardiologista. Câmara torna crime porte ilegal de armas. 10. homem na casa dos oitenta anos. e) “Posso vencê-las. inclusive o Salão Azul. Regressou a Brasília depois de uma cirurgia cardíaca com cerimonial de chefe de Estado. Casal procura filho seqüestrado via Internet. A mudança acelerada dos costumes levou à dissolução da família. Assinale a única frase em que a ordem de colocação das palavras NÃO produz ambigüidade. O velho professor pensou sobre isso por alguns instantes e depois replicou: “O que é que você preferia ter como causa número um de morte?” [David Ehrenfeld. A única frase inteiramente de acordo com as normas gramaticais do padrão culto é: FUVEST F A S E a) A secretária pretende evitar que novos mandados de segurança ou liminares contra o decreto sejam expedidas. É só colocar as moedas. a fixação no poder da ciência faz esquecer seus limites. 536 . Os que se envolveram na discussão do assunto não chegaram a um acordo. Quando eu estava na escola médica de Boston. A disparidade de oportunidades dificulta a concretização de uma verdadeira democracia. a pesquisa perseverante contorna os maiores obstáculos. 1 9. a) b) c) d) e) Rossi pede ao STF processo por calúnia contra Motta. girar a manivela e ter a escova já com pasta embalada nas mãos. 8. mesmo que usem drogas. pois não é isso que as tornarão invencíveis”. cujo o madeiramento do forro foi atacado por cupins. o avanço tecnológico nem sempre implica humanização. A Arrogância do Humanismo] A réplica do sutil professor ao estudante sugere que a) b) c) d) e) a especialização do saber aprimora a visão de conjunto. a modernização apressada costuma obrigar a recuos. um dos estudantes comentou com certa apreensão que as doenças cardíacas eram a causa número um de morte nos Estados Unidos. os candidatos enfrentam agora uma verdadeira maratona. Num dado momento. d) A poucos dias da eleição. sem que se altere o sentido da frase apresentada. A dissimulação das verdadeiras intenções não lhe garantiu chegar aos fins desejados.

Na nova acepção. não enfrente a gramática. faze como eu.” A mesma noção expressa pelo par destacado está também em: a) b) c) d) e) A criança tanto chorou que a mãe comprou o brinquedo. faz como eu. Olhai. Olha. em tempos de Internet. Os olhos que hoje vagueiam pela tela iluminada do monitor já não precisam nem de velas. Rubem. não tope parada com a gramática. Conta Rubem Braga o conselho que um amigo lhe deu certa vez: “Olhe. quanto do teu sal são lágrimas de Portugal. és a um tempo esplendor e sepultura. por Caetano Veloso e sabe-se lá por quantos mais citadores ou reinventores. em que o termo navegar adquire outro e preciso sentido. Rubem. nem de fados: da vida só querem o cantinho de um quarto. Olha. ocorre em: a) b) c) d) e) Os tempos mudaram. a luz tem cheiro. Quer você queira. 13. Ó mar salgado.” Tratando Rubem por tu e respeitando o padrão culto.PORTUGUÊS FUVEST F A S E 11. partimos amanhã. Rubem. não desafies a gramática. Ele apresentou de tal forma os fatos que convenceu a todos. nem de versos. Esta frase de antigos navegadores portugueses. faças como eu. inculta e bela. quer não. de onde fazem o mundo flutuar em mares de virtualidades nunca dantes navegados. o amigo deveria dizer: a) b) c) d) e) Olhai. “Galileu duvidou tanto de Aristóteles quanto das Escrituras. Rubem. retomada por Fernando Pessoa. Última flor do Lácio. todos embarcaram no trem. Rubem. viver não é preciso”. evita fugir à gramática. no devagar depressa do tempo. A catacrese. faças como eu. 537 . Amanheceu. ganha sua última versão no âmbito da Informática. Não só o argumento é falso. faça como eu. Apressadamente. 1 12. Ele mais bradou que verdadeiramente lutou contra a opinião pública. “Navegar é preciso. não te vás atemorizar com a gramática. como o discurso todo mente. figura que se observa na frase “Montou a cavalo no burro bravo”. Olhe. faz como eu. cuide de seguir a gramática. o lema parece mais afirmativo do que nunca. Texto para as questões 14 e 15. Rubem.

Considere as seguintes afirmações: FUVEST F A S E I .” 538 . a) O efeito sonoro explorado na seqüência de “vagueiam”.” “Nós não apenas estávamos na exposição. “versos”. sem prejuízo para o sentido original do período. e) A construção “nem de velas. na exposição. aonde” “à qual cortavam. apenas na exposição nós éramos a exposição. nas quais” “que lhe conduziam. b) A construção “Os olhos (…) já não precisam” é exemplo de metonímia.PORTUGUÊS 14. apenas.” “Nós não estávamos na exposição. nós éramos a exposição. II .” [Mário de Andrade] No período acima.” Alterando-se a ordem das palavras. dizia o artista: “Nós não estávamos. II e III. mas numa das ruas que a ela davam e onde uns operários trabalhavam diariamente no alinhamento de um dos canais que carreavam o enxurro da cidade para o mar do golfo. éramos a exposição. b) apenas em I e III. a frase do artista NÃO tem seu sentido alterado em: a) b) c) d) e) “Apenas. Rememorando o papel de sua geração. por a) b) c) d) e) “para a cuja iam. às quais” “que nela desembocavam. nós éramos a exposição.A significação das palavras constitui um processo dinâmico e supõe o reconhecimento histórico de seu emprego. viver não é preciso” há um pleonasmo. “virtualidade” é conhecido como rima interior. nós éramos a exposição. rua em que” 17. c) apenas em II e III. nós éramos apenas a exposição. d) Na frase “Navegar é preciso. III . nós não estávamos na exposição. c) O termo “vagueiam” está empregado no sentido de “norteiam” e é exemplo de personificação. o segmento “que a ela davam e onde” pode ser substituído.” “Nós não estávamos. as palavras apresentam-se esvaziadas de qualquer sentido. 16. “A casa que papai alugara não ficava na praia exatamente.” “Nós não estávamos na exposição apenas nós.As expressões “velas”. Indique a afirmação correta em relação ao texto. “vida”. está correto o que se afirma a) apenas em I e II. “fados” e “nunca dantes navegados” ligam-se ao contexto primitivo do velho lema.Desligando-se de suas raízes históricas. 1 15. em cuja rua” “nela terminavam. e) em I. “velas’. nem de fados” apóia-se em antíteses. d) apenas em I. nem de versos. Conforme se pode deduzir do texto.

mas nos indivíduos que as fazem viciosas. sede. quando passares em Jordão e os demônios te atacarem perguntando o que é que levas… — Dize que levas somente coisas de não: fome. já que o autor é o primeiro a relativizar a distinção entre o Bem e o Mal. as mais ridicularizadas e as mais severamente punidas. que surpreendem o público com o inesperado de cada situação. é o alvo de Mário de Andrade em sua sátira Macunaíma. 539 . no século XX. d) José de Alencar buscou expressar nossa diversidade cultural — projeto que só a obra de Machado de Assis viria a realizar. o de Cláudio Manuel da Costa é sereno e impessoal. 19.PORTUGUÊS 18. e) A figura do malandro. de Manuel Bandeira. a Pasárgada. c) A ficção regionalista. ganhou força ao abraçar as teses do determinismo científico. a) A terra paradisíaca. imatura no século XIX. Indique a alternativa em que a aproximação estabelecida está correta. b) O moralismo vicentino localiza os vícios não nas instituições. positiva em Manuel Antônio de Almeida.” FUVEST F A S E 1 As “coisas de sim” estão. “— Finado Severino. é projeção nacionalista. repleção. vacuidade. correspondentemente. em Gonçalves Dias. fartura. e) A sátira é aqui demolidora e indiscriminada. b) O lirismo de Gregório de Matos é conflitivo e confessional. d) A ênfase desta sátira recai sobre as personagens populares. privação. 20. não fazendo referência a qualquer exemplo de valor positivo. c) É complexa a crítica aos costumes da época. é anseio intimista. de Gil Vicente: a) É intrincada a estruturação de suas cenas. saciedade. Indique a afirmação correta sobre o Auto da Barca do Inferno. em: a) b) c) d) e) saciedade fartura repleção satisfação vacuidade – – – – – repleção carência carência saciedade fartura – – – – – carência.

há o contínuo e divertido esforço de driblar o acaso das condições adversas e a avidez de gozar os intervalos da boa sorte. 540 . da Lira dos Vinte Anos. respectivamente. d) Imaginando-se pintor. adotada pelo autor. e) Nele. satirizando a imagem de sua amada. genuinamente puro. d) Este herói de folhetim se dá a conhecer sobretudo nos diálogos. quando o seu culto as eleva a uma respeitosa distância. nos quais revela ao mesmo tempo a malícia aprendida nas ruas e o idealismo romântico que busca ocultar. “Vestida de preto” e “Primeiro de maio”. 23. a que o prazer e o medo vão mostrando os caminhos a seguir.PORTUGUÊS FUVEST F A S E 21. “Peru de natal” e “Frederico Paciência”. 1 “Em frente do meu leito. aos seguintes contos de Mário de Andrade (Contos Novos): a) b) c) d) e) 22. de onde foram extraídos: a) Em versos brancos e em ritmo fluente. do remorso e da expiação. “Vestida de preto” e “O ladrão”. b) Enquanto cínico. apóiam a seguinte afirmação sobre o conjunto “Idéias íntimas”.A manobra psicológica do narrador-protagonista mostra que as lembranças obsessivas perdem a força. b) A lascívia. A rósea face Parece em visos de um amor lascivo De fogos vagabundos acender-se…” Esses versos de Álvares de Azevedo. As afirmações I e II referem-se. mas o sujeito moral sempre emerge. elimina a possibilidade de lirismo amoroso. É uma estampa De bela adormecida.A paisagem paulistana é percorrida pelo olhar ingênuo de quem busca reconhecimento e esbarra no oficialismo autoritário. a) Ele é uma espécie de barro vital. c) No espaço do quarto. o poeta vai esboçando num quadro as figuras da virgem romântica e da amante calorosa. reservado para a segunda parte do livro. condenando o próprio cinismo ao inferno da culpa. a ilustrar a tese da “bondade natural”. combinada com a sátira. até sua transformação final em símbolo sublimado. o discurso poético combina notações realistas e fantasias amorosas. c) A personalidade assumida de sátiro é a máscara de seu fundo lírico. “Peru de natal” e “Primeiro de maio”. em negro quadro A minha amante dorme. o poeta vinga-se das frustrações amorosas. de Manuel Antônio de Almeida. e) Os decassílabos e o lirismo intimista são traços que já fazem antever as tendências poéticas da geração seguinte. II . calcula friamente o carreirismo matrimonial. como também em personagens menores. “O ladrão” e “Frederico Paciência”. ainda amorfo. I . Indique a alternativa que se refere corretamente ao protagonista de Memórias de um Sargento de Milícias.

e) o universo de valores do velho Major desorganizou-se em função da velocidade do mundo moderno.PORTUGUÊS FUVEST F A S E 24. de que também se vale para triunfar sobre um mundo em que Seu Ribeiro já tivera prestígio. Por que não andou mais depressa? É o diabo. não da mulher. e não um escritor romântico dividido entre mistérios. no retorno à terra de origem. vencido pelas idéias modernas que deram origem e sustentação ao poder de Paulo Honório. considerando ainda o universo próprio da ficção naturalista. pela falta de trabalho e pela retirada. já que lhe faltava o instinto empreendedor capaz de realizar sua aspiração de ser um grande proprietário. de João Cabral de Melo Neto. “Quando o velho acabou de escrever a sua narrativa exclamei: — Tenho a impressão de que o senhor deixou as pernas embaixo de um automóvel. c) as lamúrias do velho coronel prendem-se a um mundo mais autoritário. 25. subordinando-o ao peculiar universo de valores do autor. e o autor é Machado de Assis. valendo-se da retórica e da moralidade religiosa que os caracterizavam. a quem incumbe de equipar e modernizar a velha escola. e) relativizar o ponto de vista da narração. b) reconhecer os limites do tipo de narrador adotado. cuja tragicidade se expressa na rejeição à cultura a que pertence. permite afirmar que a) a brutalidade de Paulo Honório não exclui a modernização e a técnica. preferindo-lhes a relativização promovida pelo velho narrador. d) o poeta buscou exprimir um aspecto da vida nordestina no estilo dos autos medievais. e) o “auto de natal” acaba por definir-se não exatamente num sentido religioso. 26. por meio de quem se representa a índole confessional de Machado de Assis. Seu Ribeiro. a) a sucessão de frustrações vividas por Severino faz dele um exemplo típico de herói moderno.” 1 A correta contextualização da passagem acima no romance São Bernardo. Com essa história enjoada de traiu ou não traiu. b) a cena inicial e a final dialogam de modo a indicar que. É correto afirmar que no poema dramático Morte e Vida Severina. cuja ambigüidade se deve à personalidade oblíqua de Capitu. d) rejeitar as acusações do jovem Bentinho. 541 . c) o destino que as ciganas prevêem para o recém-nascido é o mesmo que Severino já cumprira ao longo de sua vida. de Graciliano Ramos. b) Seu Ribeiro buscara inutilmente acompanhar o ritmo do progresso. o leitor de Dom Casmurro acaba se esquecendo do fundamental: as memórias são do velho narrador. de Capitu ser anjo ou demônio. o retirante estará munido das convicções religiosas que adquiriu com o mestre carpina. c) aceitar os juízos do velho narrador. marcada pela seca. o leitor de Dom Casmurro deverá a) identificar o ponto de vista de Capitu. d) o oportunismo de Paulo Honório leva-o a preterir os serviços do antigo agregado em favor da jovem Madalena. Aceitas as observações acima. mas enquanto reconhecimento da força afirmativa e renovadora que está na própria natureza. ao qual tampouco se adapta o primitivismo de Paulo Honório.

preservando a idéia original do autor. Juscelino registrou a amargura que lhe dominava: “Não estou bem por dentro”. 14/03/96. Assim deveria ser a relação de autor para leitor: uma face nua num espelho límpido. Chamar o dicionário de pai-dos-burros é que é burrice. aplicando o sic no lugar adequado. Faça apenas as alterações necessárias. substituindo os verbos “chamar” e “reconhecer” por substantivos que não sejam da mesma família desses verbos. 12/04/96.. iniciando-o com “Mesmo que a face.”. quando se trata do Trio Beaux Arts. No melhor sentido da palavra. Mas é tão difícil. mantendo o sentido original. b) Reescreva o último período do texto. por errado ou estranho que pareça. I ...o autor.PORTUGUÊS LÍNGUA E LITERATURA FUVEST F A S E 1. a) Reescreva os dois primeiros períodos. A7] Usa-se sic entre parênteses.o leitor. anotou. b) Há no texto uma construção que justifica o emprego do sic. II . utilizando agora as formas “não costuma” e “dispensa”. Transcreva-a. [O Estado de São Paulo. Se. 542 . para indicar que o texto original é aquele mesmo. a) Apresente uma justificativa para aceitar ou não o sic usado pelo autor do texto. mantendo o sentido original. No dia 19. D4) a) Qual é “o melhor sentido da palavra” a que o autor se refere? b) Qual o contra-senso que ele evitou. b) Reescreva o último período do texto. em sua concepção idealizada. ao acrescentar a ressalva “no melhor sentido da palavra”? 4. 2. 3. como diz o ditado. a inteligência não dispensa a força da humildade. Faça apenas as adaptações necessárias.Paulo. “Uma das razões que tornaram (sic) triste a longa permanência na fazenda é a ausência de alguns amigos.” [O Estado de S. Ou a face está mascarada ou o espelho embaciado [Mário Quintana] 2 a) Explique como é que Mário Quintana caracteriza. Faça apenas as alterações necessárias. ter um é pouco e dois é que seria o bom. os três são demais. Reconhecer um desconhecimento não é uma virtude? Se a burrice costuma vir sempre acompanhada da insolência. numa citação..

. Em “O Poço”. estava tão alegre nervoso. Joaquim Prestes. Talvez dormir seja. 7. ou um sono. b) O desfecho da novela estaria a sugerir que Miguilim encontrará limitações para desenvolver suas qualidades de contador de histórias? Justifique sua resposta. José (irmão mais velho). 6. conta mais. de João Guimarães Rosa. 8. aqui encarnado no autoritarismo caprichoso e arbitrário que se arroga todos os direitos. não esbarrava de contar. a) Destaque do texto. do nosso passado colonial e das relações escravistas. O fragmento abaixo é da novela “Campo geral” (“Miguilim”). do ponto de vista da composição. classifica-se como descritivo. Ser consciente é talvez um esquecimento. transcrevendo pelo menos dois elementos do texto.” Miguilim contava. [Fernando Pessoa] a) O trecho acima. de CONTOS NOVOS. 18/04/96. b) Além de sua forte presença material. pedia: “Conta mais. D4] a) Explique o jogo de palavras que faz a graça da tira. narrativo ou dissertativo? b) Justifique sua resposta. um momento. Procede a afirmação acima? Justifique sua resposta. Voltar o ‘spirito nosso a ser dono. aquilo para ele era o entendimento maior. que ninguém nunca tinha sabido. b) Identifique a diferença no uso da linguagem em que se apoia esse jogo. AS COBRAS / Luis Fernando Verissimo FUVEST F A S E 2 [O Estado de S. uma expressão que se refira a cada uma das personagens: Albino (irmão mais novo).PORTUGUÊS 5. estórias compridas. mas o silencioso protagonista do conto é mesmo aquele Poder que vem de muito longe. que se impõe ao absolutamente fraco e submisso — e que chega a se desnortear diante da dignidade custosa de um gesto de rebeldia. sem carecer de esforço. Paulo. a) As qualidades aqui atribuídas ao Miguilim contador de histórias aproximam-no ou distanciam-no do modo de narrar que celebrizou Guimarães Rosa? Justifique sua resposta.. E o Dito mesmo gostava. 543 . Talvez pensar um sonho seja. as personagens principais são de carne e osso. o poço que está no centro deste conto pode ser tomado como um símbolo expressivo. estritamente.

PORTUGUÊS FUVEST F A S E 9. / Entanto lutamos / mal rompe a manhã”. a calmaria. Carlos Drummond de Andrade já era um poeta maior da nossa língua. por qual razão o padre Bartolomeu Lourenço atribui a alcunha a Blimunda (excerto I)? b) Levando em conta que o Sol e Lua pertencem a momentos diversos do espaço de um dia. Infecciona a miséria com vida nova e sadia. Texto 2 Ao escrever “Lutar com palavras / é a luta mais vã.Como é que sabes. Desprendeuse a vontade de Baltasar Sete-Sóis. sorriu.E uma nuvem fechada está no centro de seu corpo. Texto 1 Na prova de Redação dos vestibulares. talvez a verdadeira questão seja sempre a mesma: “Conseguirei?”. Com oásis.. Foi Blimunda que viu. Cada candidato aplica-se às reflexões e às frases na difícil tarefa de falar de um tema A proposto. relacionando os três textos abaixo. para convencer um leitor X. a vida” [João Cabral de Melo Neto] 544 . Texto 3 “É difícil defender. Leia com atenção os seguintes versos de João Cabral de Melo Neto em “Morte e vida severina”: — E belo porque com o novo todo o velho contagia. o deserto. 10. Então Blimunda disse.. corromper e infeccionar no contexto da estrofe acima? Explique. mas não subiu às estrelas. a) No contexto de Memorial do Convento. I . Vem. Tu és Sete-Sóis porque vês às claras. olhou um e olhou outro. se à terra pertencia e a Blimunda. indicando o evento a que se referem e a relação desse evento com a fala final de Seu José ao retirante. com a preocupação em B — “Conseguirei?” -. 2 a) Contextualize esses ventos no poema de João Cabral. b) Que valor deu o poeta aos verbos contagiar. só com palavras. tu serás Sete-Luas porque vê as escuras. II . e declarou. com ventos. como interpretar a solução que marca o final do romance (excerto II)? REDAÇÃO 1 Redija uma DISSERTAÇÃO em prosa. Belo porque corrompe com sangue novo a anemia. o padre virou-se para ela.

artes. Não é de outro modo que se realizam as pesquisas antropológicas e sociológicas. Descobrindo como as pessoas se posicionam e atualizam as “coisas” desta lista.. 5 dormir.. comida e prazer em geral — e com ela você poderá saber quem é quem.. que sempre se vêem e existem como indivíduos! Pois bem: somando esses traços. porque gosto de comer feijoada e não hambúrguer. finalmente. como fazem os meus amigos americanos. porque entendo que ficar malandramente “em cima do muro” é algo honesto. você fará um “inventário” de identidades sociais e de sociedades. A construção de uma identidade social. outras acidentais ou superficiais: históricas. na sua discreta singeleza.Tome uma lista de tudo o que você considera importante — leis. a geografia do Brasil tem certas características como as montanhas na costa do Centro-Sul. (. Brasil? A questão da identidade ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Como se constrói uma identidade social? Como um povo se transforma em Brasil? A pergunta. a cultura ou ideologia de cada sociedade. como 35 se diz em linguagem antropológica. morrer.. forma-se uma seqüência que permite dizer 25 quem sou. necessário e prático no caso do meu sistema. 545 . sei que tenho relações pessoais que não me deixam caminhar sozinho neste mundo. a família real transferiu-se para o Brasil no início 10 do século XIX etc. porque. dinheiro. permite descobrir algo muito importante. que sou brasileiro e não norte-americano. como comer.. É que no meio de uma multidão de experiências dadas a todos os homens e sociedades. a palavra cultura exprime precisamente um estilo. idéias relativas à família. religião e moralidade. um modo e um jeito. porque acredito em santos católicos e também nos orixás africanos. cada sociedade (e cada ser humano) apenas se utiliza de um número limitado de “coisas” (e de experiências) para construir-se como algo único. para mim. de fazer coisas.PORTUGUÊS QUESTÕES DE 1 A 10 UFBA F A S E INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras. repito. 15 sobretudo costumes e idéias. tenho fé no 20 estudo. Ou. porque sei que existe destino e. para ser mais preciso — o Brasil foi descoberto por portugueses e não por chineses. na instrução e no futuro do Brasil. Sei. em contraste com o que seria um americano. Isso lhe permitirá descobrir o estilo e o “jeito” de cada sistema. algumas necessárias à própria sobrevivência. Porque. como a construção de uma sociedade. QUESTÕES DE 1 A 4 TEXTO: ○ ○ ○ ○ 1 O que faz o brasil. no entanto.. então. sofremos pressão de certas potências européias e não de outras. porque sou leal a meus amigos e nada posso negar a minha família. divino e “legal”. então. aqui definido pelas ausências ou negativas que a mesma lista efetivamente comporta. some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. poder 30 político. casamento e sexualidade. reproduzir-se etc.) porque sei que não existe jamais um “não” diante de situações formais e que todas admitem um “jeitinho” pela relação pessoal e pela amizade. porque sou menos receptivo a coisas de outros países. maravilhoso. falamos português e não francês. é feita de afirmativas e de negativas diante de certas questões.

Rio de Janeiro: Rocco. não se trata nem de uma coisa nem de outra. ou teremos como jogada o Brasil dos milagres e dos autoritarismos políticos e econômicos. utilizamos dados precisos: as estatísticas demográficas e econômicas. Aqui. dizer que nós temos dado muito mais atenção a um só desses eixos classificatórios. (. como ocorre com as moedas. mas a comida deliciosa. Pois. precisamente porque nunca lhe propusemos esta questão relacional e reveladora: afinal de contas. de ligar e descobrir um ponto central. e por meio de dados sensíveis e qualitativos pelos quais nos podemos ver a nós mesmos como algo que vale a pena. ou teremos como jogada um “brasil”.PORTUGUÊS Mas é preciso não esquecer que essas escolhas seguem uma ordem. Será preciso.. dos amigos e parentes. Num deles. apenas para constatar que o Brasil não é aquele país que gostaríamos que fosse. mas quem me garante que aquilo que disse é convincente para definir um brasileiro foi a própria sociedade brasileira... O que faz o brasil. do carnaval.. mas de outro é uma chave antiga e trabalhada pelos anos. ela é moderna e eletrônica. Brasil? UFBA F A S E 40 1 45 50 55 60 65 70 75 80 DAMATTA. portanto. E mais: como uma realidade que nos tem iludido. Para mim. os dados do PIB.) a chave para entender a sociedade brasileira é uma chave dupla. 1994. 546 .. Como algo que tem dois lados. de relações pessoais e de cordialidade. Brasil. pelos quais somos sempre uma coletividade que deixa a desejar. de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ocidente europeu a partir da Revolução Francesa e da Revolução Industrial. É típica de nosso sistema essa capacidade de misturar e acasalar as coisas que tenho discutido no meu trabalho como uma atividade relacional. Brasil não é mais a vergonha do regime ou a inflação galopante e “sem vergonha”.) Mas. (. Brasil que nos leva a uma autoflagelação desanimadora.. reduzindo sua realidade a um problema de família... no caso do Brasil e de outras sociedades. querendo discutir o Brasil apenas como uma questão de modernidade e de economia e política. ao contrário. Nessa perspectiva.. da comida misturada. usei uma fórmula que me foi fornecida pelo Brasil. somos definidos por meio de critérios “objetivos”. É certo que eu inventei um “brasileiro” e um “americano” que o acompanhava por contraste linhas atrás. pequeno e defasado das potências mundiais. (. É uma descoberta importante. dos santos e orixás etc. creio. e os amigos que permitem resistir a tudo. Por meio dos dados quantitativos. quantitativos e claros.. PNB e os números da renda per capita e da inflação. Brasil? 7 ed. Ou seja: quando eu defini o “brasileiro” como sendo amante do futebol. enquanto não formos capazes de discernir essas duas faces de uma mesma nação e sociedade.(. 16-20 (texto adaptado).) Tudo isso nos leva a descobrir que existem dois modos básicos de construir a identidade brasileira: o de fazer o brasil. a música envolvente.. o problema é que existe outro modo de classificação. p. ou. Falamos também dos dados relativos ao sistema político e educacional do país. Aqui. De um lado. da música popular. a saudade que humaniza o tempo e a morte. que periodicamente entra numa crise. A identidade se constrói duplamente. o que faz o brasil. que sempre nos assusta e apavora. estaremos fadados a um jogo cujo resultado já se sabe de antemão.) Sustento que. discutir o Brasil como uma moeda. mas das duas que são dadas de modo simultâneo e complexo. como se ligam a duas faces de uma mesma moeda? O que faz o brasil. Roberto. Essa classificação permite construir uma identidade social moderna.

PORTUGUÊS Questão 1 De acordo com o texto. 1 547 . “cordialidade” (li. (32) um levantamento exaustivo dos diversos modos como os americanos vêem e julgam os brasileiros. da vida e das coisas. do seu povo e de suas características socioeconômicas e culturais. “algo único” (li. 23). 19). (8) de um processo de afirmação e negação de características. em torno de uma mesma idéia estão agrupadas em: (1) “identidade social” (li. 77). 51-2). “indivíduos” (li. “autoflagelação” (li. seguida da construção de um novo sistema de valores. 63). construída por nações mais desenvolvidas. Questão 2 Segundo o autor. (32) de uma autodefinição referente a traços socioeconômicos e culturais diferenciadores e individualizadores de uma coletividade. 68). Questão 3 Expressões cujo sentido se entrelaça. (8) “identidade social moderna” (li. “potências mundiais” (li. no contexto. capazes de individualizá-lo.65). “crise” (li. traços e idéias a respeito do mundo. uma compreensão profunda da identidade brasileira exige: (1) a opção por um determinado ângulo de análise do país. formada a partir de dados antropológicos. uma identidade social resulta: UFBA F A S E (1) da síntese de todas as experiências de um povo no espaço e no tempo de sua história. “algo que vale a pena” (li. ou de exaltá-lo nas suas peculiaridades. (16) “dados sensíveis” (li. 75). (4) “estatísticas demográficas e econômicas” (li. construída a partir de dados quantitativos. “faces” (li. 1). (32) “eixos classificatórios” (li. 71). 58). (2) “jeitinho” (li. 73). “destino” (li. (8) a busca de raízes históricas capazes de explicar o presente e determinar as bases de construção do futuro. 54). (4) a descoberta das relações entre uma imagem moderna. 24). a nação brasileira. 72). 75). “jogo” (li. “traços” (li. (64) uma interpretação da complexidade de traços e da simultaneidade de perspectivas analíticas do que configura. e uma outra histórica. (4) da seleção de um número restrito de experiências de um determinado grupo. hoje. (64) “atividade relacional” (li. (2) a associação entre uma auto-imagem do país e uma hetero-imagem. “critérios ‘objetivos’” (li. 72-3). (2) da assimilação e perpetuação de experiências exógenas importantes no processo de autodefinição de um povo. “nação e sociedade” (li. 57). (16) de uma ruptura com valores historicamente consagrados. “chave dupla” (li. 47-8). 16). (16) uma análise que evite o viés de ou se considerar o país a partir de parâmetros que o depreciem. 11).

(32) “enquanto não formos capazes de discernir essas duas faces.o Brasil dos milagres e dos autoritarismos políticos e econômicos. 41-4) ...... de outro.” (li...quando eu defini o ‘brasileiro’ como sendo amante do futebol. 1 548 . (64) “. embora. mas de outro é uma chave antiga e trabalhada pelos anos. seja uma chave antiga trabalhada pelos anos. 10-1) …cada sociedade utiliza apenas um número limitado de coisas..) apenas se utiliza de um número limitado de ‘coisas’.) usei uma fórmula que me foi fornecida pelo Brasil. 72) . (. 68-9) De um lado......sofremos pressão de certas potências européias e não de outras..” (li... (4) “...” (li..” (li.. que periodicamente entra numa crise.apesar de não sermos capazes para discernir essas duas faces. 45-6) Tudo isso nos leva à descoberta de que existem dois modos básicos de construção da identidade brasileira.. 8) …em certas potências européias sofremos pressão e não em outras… (2) “. os quais periodicamente entram numa crise... ao definir o brasileiro como amante do futebol.” (li. ela é moderna e eletrônica... ela é moderna e eletrônica.” (li. 76-7) .o Brasil dos milagres e dos autoritarismos políticos e econômicos.” (li.cada sociedade (.PORTUGUÊS Questão 4 O sentido do trecho transcrito está devidamente mantido em: UFBA F A S E (1) “.. (16) “De um lado.... (8) “Tudo isso nos leva a descobrir que existem dois modos básicos de construir a identidade brasileira.o Brasil forneceu a fórmula por mim usada..

ciclopes de verdura. Eia! te anima Aos bafos da manhã! CASTRO ALVES. Folhas e prece aos pés do Onipotente Manda a lufada erguer. espedaça o cetro que s’erguia Do rijo piquiá. A barba branca da cascata o rio Faz orando tremer. vivo. Com tuas matas.. sublime verso Da epopéia gigante do universo. meu cavalo. Um som discorde e vil? Senhor. tudo aroma e murmúrio. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 35 40 15 20 45 Oh! ver não posso este labéu maldito! Quando dos livres ouvirei o grito? Sim. A alvorada se eleva do levante. Da imensa criação. a ventania Rasga. No descampado o cedro curva a frente. Galopa.. p. talvez amanhã. soberba. que passa na espessura. não deixes que se manche a tela Onde traçaste a criação mais bela De tua inspiração. A barbaria Erguer-se neste século.. Um grito que soluça aflito... à luz do dia. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 1 10 Tudo é luz. Julga ver sua irmã. Obra completa. E a escravidão — nojento crocodilo Da onda turva espulso lá do Nilo Vir aqui se abrigar!. Roja as folhas no chão.. Os escravos. Oh! Deus! não ouves dentre a imensa orquestra Que a natureza virgem manda em festa Soberba.. ao mirar na lagoa seu semblante. In: —. 1960. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 25 30 Mas o que vejo? É um sonho!. Onde o jaguar. Teu poema da América manchado. senhoril. Sem pejo se ostentar. serra acima! Arranca-me a este solo. O sol de tua glória foi toldado. livre. ousada! Em tuas cordilheiras assentada A liberdade está. E meu cavalo a galopar se anima Aos bafos da manhã. A púrpura da bruma. E.. Rio de Janeiro: José Aguilar. 215-7. Manchou-o a escravidão. 549 . Como és bela. Terra de Santa Cruz. O retinir dos ferros do cativo.PORTUGUÊS QUESTÕES 5 E 6 TEXTO: UFBA F A S E AO ROMPER D’ALVA 5 Sigo só caminhando serra acima.

17) e “espessura” (v. 27). ousada” expressam atributos pertinentes à liberdade. (8) Nos versos 19 e 25. (4) No verso 19. soberba. 1) e “se eleva do levante” (v. (64) O emprego da 1ª pessoa em “posso” (v. 17) transmitem sensação de agressividade. 1 Questão 6 Há um comentário adequado aos recursos de linguagem usados pelo autor.PORTUGUÊS Questão 5 Constitui síntese do poema: UFBA F A S E (1) O poeta extravasa o seu sentir mais profundo ao constatar a presença da escravidão em meio à natureza harmoniosa e exuberante da sua terra natal. 29) expressam sentimentos contraditórios experimentados pelo poeta. revolta-se diante do atroz espetáculo da escravidão. assumindo uma causa em favor da preservação da natureza. 16). (32) “Sem pejo” (v. livre. 4) nivelam o homem e a natureza numa trajetória ascensional. implora a ajuda divina e humana nessa árdua tarefa. (64) O poeta blasfema contra Deus por ter criado tão grande contraste entre uma natureza bela e uma humanidade injusta e cruel. (2) O poeta. “espedaça” tem efeito sugestivo semelhante a “Rasga”. (16) No verso 23. “bela. (2) “ciclopes de verdura” (v. 43) e “ouvirei” (v. (16) O poeta. “nojento” (v. 28) e “turva” (v. 44) é indicador do envolvimento do eu do poeta. (4) O poeta. face à beleza e à pujança de sua terra natal. diante da indiferença de seus compatriotas frente à escravidão e à devastação da natureza. a exclamação sugere embevecimento. em: (1) “caminhando serra acima” (v. “jaguar” (v. (32) O poeta assume o papel de arauto dos brasileiros e promete engajar sua pena na luta contra a escravidão. (8) O poeta considera a escravidão uma mancha humana na obra divina da criação de seu território pátrio. é dominado pelo assombro e pela indignação. 550 .

” (Ibid. Lembrou-se. Era a sua primeira vítima. então em Itapiru. a estreiteza de inteligência e a reduzida instrução concentram a esperança de felicidade num Amor.. 8 ed. para a sua condição e sexo. pode-se bem adivinhar. passava a mão pela cabeça do filho querido. simulava amor. a doçura para com ele. assiduamente no tempo próprio. p. por qualquer ninharia. São Paulo: Ática. O seu consórcio com Joaquim. Um ‘belchior’ de mesquinharias açula-lhes a vaidade e alimenta-lhes o despeito. empregava. mas a mãe fingia não perceber. você não me conhece mais. num grande e eterno Amor. logo que se casou — como em geral acontece com as nossas moças —. especialmente as mulheres.. desde tenra idade. Não ia ao colégio. p.” (Ibid. 53) (16) “A gente pobre é difícil de se suportar mutuamente. Clara dos Anjos . ‘fazia gazeta’. que impressiona tanto a fraqueza de coração das pobres moças daquelas paragens. um conjunto de situações densamente articuladas conduzem a um desfecho dramático.. o certo é que. p. 1995.PORTUGUÊS QUESTÕES 7 E 8 As questões 7 e 8 baseiam-se no romance Clara dos Anjos de Lima Barreto. 33-4) 1 (2) “Escolhia bem a vítima. p.) Uma diferença acidental de cor é causa para que possa se julgar superior à vizinha. e os prejuízos dela impediram-na que o corrigisse convenientemente. Questão 7 UFBA F A S E Nesse romance. ‘seu canaia’? Então você não ‘si’ lembra da Inês. julgavam absurdo o casamento dele com as suas vítimas. crescera cheia de vapores de modinhas e enfumaçara a sua pequena alma de rapariga pobre e de cor com os dengues e o simplório sentimentalismo amoroso dos descantes e cantarolas populares. O que faziam. 42-3) (8) “Engrácia recebeu boa instrução. na Paixão correspondida. que. sem nenhuma consideração. Engrácia evitava todo o esforço de qualquer natureza. o fato do marido desta ganhar mais do que o daquela é outro. 115) 551 . tratou de esquecer o que tinha estudado. devido à diferença de educação. de instrução. escrevia detestavelmente cartas langorosas. p. Fosse a educação mimosa que recebera. encontrando ponto de honra. então..” (Ibid. Reconhecendo-a e se lembrando disso.75-6) (64) “— Então. e o pai seria a única. tinha expulsado de casa em adiantado estado de gravidez. de nascimento. 73) (32) “Até ali. nada dizia ao pai. correndo pelas matas das cercanias da residência dos pais. todo o arsenal do amor antigo. de quem se tratava. fingia sofrer.” (Ibid.” (LIMA BARRETO. que sua mãe. no íntimo.” (Ibid. Cassi.” (Ibid. p. que quase mourejava durante as vinte e quatro horas do dia. brigando. nas quais a pobreza. Essas situações estão ilustradas em: (1) “Rebelde. por parte de sua mãe. mas. ela o efetuara na idade de dezoito anos. sem nenhuma força moral que o comprimisse. p. ele contava com a benevolência secreta de juízes e delegados. Cresceu assim. com outros garotos. Cassi quis fugir. enfim. (. aquela crioulinha que sua mãe criou e você. fosse uma fatalidade de sua compleição individual. 35) (4) “Habituada às musicatas do pai e dos amigos. a não ser para os serviços domésticos. de cor.

Pairei sempre no ideal. que o impede de fazer uma análise realista e precisa da situação do país. não só a minha Redenção. só e unicamente. porque ela representava. por não compreender certos atos desarticulados da minha existência. (2) O compromisso do autor de denunciar preconceitos e injustiças sociais de sua época. 1995. através dos personagens. elevou-me aos meus próprios. revela dramas pessoais e sua forma de enfrentá-los. (64) O sofrimento causado por problemas de visão. por não poder escrever. 87. São Paulo: Ática. (4) O determinismo social como definidor implacável do destino dos personagens. Relacionando-a ao contexto da narrativa. aborrecia-me. entretanto. mas toda a dos meus irmãos. executei a minha missão: fui poeta! Para isto. que gradualmente levam o autor ao desespero. p. a vida. (8) O patriotismo exacerbado do autor. no qual o autor. 8 ed. 552 . Louco?! Haverá cabeça cujo maquinismo impunemente possa resistir a tão inesperados embates. fiz todo o sacrifício. na mesma dor. A Arte só ama a quem a ama inteiramente. e eu fiquei cada vez mais pobre. dificultada pela sua situação econômica. (32) A dedicação à arte como única forma de sobrevivência material do autor. Clara dos Anjos. perante a minha consciência. e se este me rebaixou aos olhos dos homens. depreende-se: (1) O caráter autobiográfico do romance. porque cumpri o meu dever. quando não me fosse traduzida em poesia. a tão fortes conflitos. O fulgor do meu ideal me cegou. e eu precisava amá-la. com a cabeça cheia de imagens de ouro e a alma iluminada pela luz imaterial dos espaços celestes. 1 Essa é uma fala do personagem Leonardo Flores. (16) A necessidade de o autor projetar-se nacionalmente como escritor.PORTUGUÊS Questão 8 UFBA F A S E Meu nome afinal soou. a viver de uma aposentadoria miserável. a colisões com o meio tão bruscas e imprevistas? Haverá? LIMA BARRETO. que foi a motivação de toda a sua produção literária. correu todo este Brasil ingrato e mesquinho.

Era outro que ia. Pedro Bala riscava o asfalto com um graveto. nem parecia um estivador. Para ele as pregações do padre José Pedro nunca disseram nada. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ UFBA F A S E 1 5 10 15 20 25 30 35 Pedro sorriu. Não tinham também conversas de meninos. Não seriam meninos toda vida. era. Quando foi da greve fazia discurso pra gente. 553 . para chefiar uma greve. O que tem é músculos potentes e voz autoritária.. e por isso se demora entre os Capitães da Areia. Estava contente de saber a história de seu pai. os Capitães da Areia eram como homens. que só ama andar vagabundando pelas ruas. Mas João de Adão mesmo sabe muito pouco. — Por quê? — perguntou Boa-Vida. conversar acocorado nas docas. 230-2. Só as palavras de João de Adão encontravam acolhida no seu coração. 83 ed.. No mais eram iguais: amavam e derrubavam negras no areal desde cedo. eram iguais a homens. já que Pedro apenas olhava espantado. Bem sabia que eles nunca tinham parecido crianças. Toda a diferença estava no tamanho. conversavam como homens. como Boa-Vida. — Porque o pai dele era Raimundo e morreu foi aqui mesmo lutando pela gente. beber nas festas de morro. — Teu pai. Pedro Bala riu também.. que não sente o espetáculo da luta diária dos homens. — Meu pai? — fez Pedro Bala. Para onde irá? Não poderá ser um intelectual como Professor. (.) Só Pedro Bala não sabe o que fazer. Mas tem um lugar pra tu nas docas.76-7. A gente tem um lugar guardado pra tu. Valia dez destes que a gente encontra por aí. p. Era um homem e tanto. Capitães da areia. Agora tu tá ficando um homem — e riu com satisfação.PORTUGUÊS QUESTÕES 09 E 10 TEXTO: João de Adão continou: — No dia que tu quiser tu tem um lugar aqui nas docas. Foi pegado por uma bala. Tampouco Pedra Bala quer ir como Gato enganar os coronéis de Ilhéus. que daquelas histórias só conhecia vagos rumores. Pedro sente o espetáculo dos homens. acha que aquela liberdade não é suficiente para a sede de liberdade que tem dentro de si. furtavam para viver como os ladrões da cidade. Desde pequenos. Gostava do padre como de um homem bom. Rio de Janeiro: Record. como Pirulito o sentiu. Olhou João de Adão: — Por que tu nunca me contou isso? — Tu era pequeno para entender. Dentro em pouco será mais que um rapazola. cujas mãos só viviam para pintar. na arriscada vida da rua. pelo direito da gente. A gente chamava ele de Loiro. 1996.. Por vezes assaltavam de armas na mão como os mais temidos bandidos da Bahia. Quando eram presos apanhavam surras como os homens. Quer qualquer coisa que não sabe ainda o que é. AMADO. será um homem e terá que deixar para outro a chefia dos Capitães da Areia. Jorge. porque ele tinha sido um homem valente. arrancar o dinheiro deles. e no entanto amiga. não nasceu para malandro. Tampouco sente o chamado de Deus.

.” (li. (8) “A gente chamava ele de Loiro. está devidamente comentado em: (1) “. 2-3) Desvio da concordância formal. revela uma tendência pessoal para priorizar as questões coletivas. normal no registro oral... um lugar guardado pra tu. o uso coloquial da linguagem. 1 554 . (16) “. fazia discurso pra gente. em lugar do verbo haver. adversa a seus anseios. na iminência de deixar o grupo. 9) Uso de pronome reto na função de sujeito posposto. gerando violência.. 9-10) Redução silábica. (4) “. 14) Forma arcaica do verbo ter.” (li. por influência do pronome de tratamento você. marginalizando-se.. 2-3) Uso do pronome reto em situação de uso formal obrigatório do pronome oblíquo.” (li. que morreu em defesa desse ideal. (2) “A gente tem um lugar guardado. (32) A idéia que Pedro Bala tem sobre liberdade desvia-o da lição deixada por seu pai... especialmente do texto apresentado.. usada na oralidade com efeito onomatopaico. (64) “Agora tu tá ficando um homem. de pensar e de agir dos Capitães da Areia. que exige o verbo na 1ª pessoa do plural.” (li. tu tem um lugar aqui nas docas.. 2) Flexão verbal de 3ª pessoa acompanhando pronome pessoal de 2ª pessoa.. coerente com a idéia de pluralidade transmitida pelo sujeito. depreende-se: (1) A inclinação natural para o delito iguala os Capitães da Areia aos demais bandidos que assustam a cidade.. (16) A reflexão de Pedro Bala.” (li. mesmo em situações formais.. em detrimento dos seus próprios interesses.” (li.. com o sentido de existir.” (li. (8) A trajetória tumultuada dos Capitães da Areia tem origem nos dramas pessoais dos meninos e na hostilidade da convivência social. 10) Uso consagrado na comunicação oral: verbo ter. na expressão em destaque. (4) O ideal de impor sua individualidade leva os meninos a se insurgirem contra as leis e a moral do grupo. (64) A necessidade de lutar pela sobrevivência explica a precocidade que identifica a maneira de ser.PORTUGUÊS UFBA F A S E Questão 9 Da leitura do romance Capitães da Areia. (32) “Mas tem um lugar.. (2) A relação conflitiva entre as crianças e o meio social resulta na perda da sensibilidade que as caracteriza. Questão 10 Comparado ao uso formal.

Silvio. muito grande. vista do mar. e dessas sementes e frutos que a ter15 ra e as árvores de si deitam. nem prata. (. até outra ponta que contra o norte vem. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ P R O V A Esta terra. se farão cristãos e hão de crer na nossa santa fé. com quanto trigo e legumes comemos. porque certamente esta gente é boa e de bela simplicidade. E. Nela até agora não pudemos saber que haja ouro. E não comem senão deste inhame.. à qual praza a Nosso Senhor que os traga. se os degredados que aqui hão de ficar aprenderem bem a sua fala e os entenderem. não duvido que eles. ou qualquer outro animal que esteja acostumado ao convívio com o homem.PORTUGUÊS QUESTÕES DE 1 A 15 UFBA F A S E INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras. porque a estender d’olhos não podíamos ver senão terra com arvoredos. que nos parecia muito longa. Porém a terra em si é de muito bons ares. porque neste tempo de agora os achávamos como os de lá. Pelo sertão nos pareceu. cabra. da ponta que mais contra o sul vimos. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ CASTRO. Senhor. E imprimir-se-á facilmente neles todo e qualquer cunho que lhes quiserem dar. uma vez que Nosso Senhor lhes deu bons corpos e bons rostos. nem o vimos.) De ponta a ponta é 20 tudo praia redonda. creio que não o foi sem causa. Nem há aqui boi ou vaca. 555 . A carta de Pero Vaz de Caminha. visto que não têm nem entendem crença alguma. será tamanha que haverá nela bem vinte ou vinte e cinco léguas por costa. segundo a santa tenção 5 de Vossa Alteza. se nós entendêssemos a sua fala e eles a nossa. como a homens bons. QUESTÕES 1 E 2 TEXTO: ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 2 D Parece-me gente de tal inocência que. E 10 portanto Vossa Alteza.. parece-me que. E com isto andam tais e tão rijos e tão nédios que o não somos nós tanto. que tanto deseja acrescentar à santa fé católica. seriam logo cristãos. segundo as aparências. muito chã e muito formosa. E o fato de Ele nos haver até aqui trazido. nem coisa alguma de metal ou ferro. some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. portanto. E aprazerá a Deus que com pouco trabalho seja assim! Eles não lavram nem criam. deve cuidar da salvação deles. de que aqui há muito. ovelha ou galinha. assim frios 25 e temperados como os de Entre-Douro e Minho. de que nós deste ponto temos vista.

” (li. para possibilitar a expansão da fé cristã..PORTUGUÊS UFBA Porto Alegre: L & PM.neste tempo de agora os achávamos como os de lá.andam tais e tão rijos e tão nédios. Questão 1 Caracteriza o primeiro olhar do europeu sobre a gente e a terra do Brasil: (1) A admiração extasiada pela terra. apesar de seus hábitos alimentares parecerem estranhos.... Constitui expressão de uma hipótese: (1) (2) (4) (8) (16) (32) (64) “.. 3-4) “.” (li. pelo clima. 2) “..” (li. há assentamentos sobre fatos e sobre hipóteses. 1996.” (li... (32) O deslumbramento frente ao aspecto saudável dos índios. apesar de não haver constatação da existência de ouro ou prata.” (li.. muito chã e muito formosa.. 19-20) “.. o que facilitaria o trabalho de catequese. 94 e 97. 5) “E aprazerá a Deus..sejam logo cristãos.aprenderem bem a sua fala e os entenderem.. p.. Questão 2 Nas palavras do escrivão sobre a terra descoberta e sua gente. (64) O prognóstico da fertilidade da terra e da sua exploração futura em atividades agrícolas. (2) A consciência da impossibilidade de compreensão entre povos de lugares e costumes tão diferentes... (16) A avaliação da dificuldade de explorar a natureza selvagem... (4) A crença de que a descoberta poderia ser atribuída ao desígnio divino..” (li. 25-6) F A S E 2 D P R O V A 556 . (8) A convicção de que os povos da nova terra não tinham fé ou religião alguma..é tudo praia redonda.hão de crer na nossa santa fé.. 15) “.. tendo em vista as barreiras naturais da geografia da terra descoberta.”(li. 11) “.

Para os que chegavam. repensando esse desencontro se pode alcançar seu real significado. em que se exerciam. Os índios. encantada de ver as velas enfunadas. a selvageria e a civilização. em que nenhuma inocência abrandaria sequer a sanha com que os invasores se lançavam sobre o gentio. pelo gosto de expressar-se em sua obra. era o que parecia ser uma humanidade edênica. Para os índios. escalavrados de feridas do escorbuto. era. prontos a subjugá-los pela honra de Deus e pela prosperidade cristã. 557 . pela glória de alcançar um novo nome e uma nova marca tatuada cativando inimigos. aqueles seres que saíam do mar. ou verde-azulados de jenipapo. Claro que tinham suas lutas. do mundo. engalfinhavam-se em lutas desportivas de corpo a corpo. além de coceiras e desvanecimentos por perda momentânea da alma. em espanto. da morte. Do outro lado. à tuberculose e o sarampo. tudo lhes era concedido. Eles eram. povos indenes. uma vez que sua ação de além-mar. num ato solene de comunhão. Para alcançá-las. esses eram tão-só os passos iniciais de uma escalada do calvário das dores inenarráveis do extermínio genocida e etnocida. à coqueluche. Assim é que a civilização se impõe. viam. indefesos. na esfera intelectual. estava previamente sacramentada pelas bulas e falas do papa e do rei. tapando as ventas contra a pestilência. Abre-se com esse encontro um tempo novo. que nos seus corpos continuaria viva. como uma epidemia de pestes mortais. Uma mulher tecia uma rede ou trançava um cesto com a perfeição de que era capaz. povos peneirados. olhavam. suas guerras. não só diferentes mas opostas. por pestes a que sobreviveram e para as quais desenvolveram resistência. como um fruto maduro de sua ingente vontade de beleza. Depois. primeiro. ou parecessem ser. assombrados. A indiada não conhecia doenças. hirsutos. se chocaram cruamente. como ocorria com os missionários. também. como prélios. Só hoje. pasmos de se verem uns aos outros tal qual eram. A branquitude trazia da cárie dental à bexiga. ainda mais pasmos. Mas aqui. o que parecia ser a inocência e a beleza encarnadas. num mundo dadivoso e numa sociedade solidária. se defrontaram. para absorver sua valentia. vestidos da nudez emplumada. Um guerreiro lutava. por mais abjeta e brutal que chegasse a ser. esplêndidos de vigor e de beleza. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ UFBA F A S E 2 D 5 10 P R O V A 15 20 25 30 35 40 45 50 Aquele desencontro de gente índia que enchia as praias. ainda que estas fossem principalmente espirituais. como novos cruzados destinados a assaltar e saquear túmulos e templos de hereges indianos. para fazer prisioneiros. bravo. Jovens. barbudos. anterior à que havia sido expulsa do Paraíso. desde a primeira hora. Desencandeia-se. que começavam a morrer aos magotes. em que punham a energia de batalhas na guerra para viver seu vigor e sua alegria. valentes. o mundo em que entravam era a arena dos seus ganhos. De um lado. ali. Entretanto. Os navegantes. uma guerra biológica implacável. nos séculos e milênios. do amor. Mas todas concatenadas. Suas concepções. o que viam. da vida. o enfrentamento biótico mortal da higidez e da morbidade. ou se viam. Também servia para ofertá-lo numa festança em que centenas de pessoas o comeriam convertido em paçoca. adornados de plumas sobre seus corpos escarlates de urucu. fedentos de meses de navegação oceânica.PORTUGUÊS QUESTÕES DE 3 A 7 TEXTO: Ao longo das praias brasileiras de 1500. a vida era uma tranqüila fruição da existência. em ouros e glórias. pela dizimação através de guerras de extermínio e da escravização. e que era vista com fascínio pelos barbudos navegantes recém-chegados.

de braço bom de trabalhar. 2 ed. Darcy. condenados à tristeza mais vil. facas. nem mais infranqueável. que a todos condenava ao trabalho e tudo subordinava ao lucro. uniformizado. O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil. por amor dessas preciosidades! Não podendo produzi-las. como objeto diverso de gozo e como fazedores do que não entendiam. Envoltos em panos. tiveram de encontrar e sofrer todos os modos de pagar seus preços. uma sofrida obrigação. 1995. da cultura mais elaborada do colonizador. sobretudo as mulheres. 44. eram também os provedores de suas alegrias. (8) O difícil processo de assimilação gradual das diferenças. tesouras. miçangas cristalizadas em cores opalinas. portadores de culturas construídas através de processos históricos distintos. (4) A dificuldade de compreensão entre índio e colonizador. a mercadoria que integrava o mundo índio com o mercado. calçados de botas e enchapelados. a vida era uma tarefa. Seu desejo. canivetes. de ventre fecundo para prenhar. impedindo um contato salutar entre eles. em incompreensão recíproca. Esses índios cativos. (32) A inexplicável assimilação passiva. São Paulo: Companhia das Letras. nas imensidades de terras de que iam se apropriando em nome de Deus e da Lei. na medida em que elas se tornaram indispensáveis. com a potência prodigiosa de tudo subverter. senão eles próprios. para plantar e colher suas roças. do que pulcras e belas. (64) A falta de condições físicas e de defesas orgânicas apresentada pelo colonizador e pelo colonizado. Elas eram. contra outros índios e até contra seu próprio povo. o recémdescoberto Paraíso Perdido. era multiplicar-se nos ventres das índias e pôr suas pernas e braços a seu serviço. O contraste não podia ser maior. Sua vocação era a de autoridades de mando e cutelo sobre bichos e matos e gentes. Quanto índio se desembestou. muito ao contrário. também. Nada que os índios tinham ou faziam foi visto com qualquer apreço. produtores do que não consumiam. que não esperava essa reação. p. para caçar e pescar o que comiam. tendo em vista as inúmeras reações de resistência de ambos os lados. (16) O contraste entre os interesses econômicos dos colonizadores e a forma e o objetivo dos processos de produção de bens materiais presentes na cultura indígena. de costumes e de atitudes perante a vida. de sexo bom de fornicar. guerreiros implacáveis na sua ânsia de vitórias. facões. eles se sabiam e se sentiam a flor da criação. 46-8. vinha com as mãos cheias e as naus abarrotadas de machados. Questão 3 Constitui evidência do “desencontro” (li. A vontade mais veemente daqueles heróis d’além-mar era exercer-se sobre aquela gente vivente como seus duros senhores. obsessivo. punham nessas peças seu luxo e vaidade. O invasor. em essência. apesar de mais vezes as exibirem sujas e molambentas. Os homens serviam principalmente para tombar e juntar paus-de-tinta ou para produzir outra mercadoria para seu lucro e bem-estar. enlouquecido.PORTUGUÊS Para os recém-chegados. UFBA F A S E 55 2 D 60 65 P R O V A RIBEIRO. ao contrário. por parte dos índios. 558 . espelhos e. Assim se desfez. 23): (1) O confronto entre dois grupos humanos belicosos. Armados de chuços de ferro e de arcabuzes tonitroantes. (2) A perplexidade recíproca frente a diferenças físicas.

fruto maduro. 29-30) Referência ao processo de seleção e imunização sofrido pelos povos da Europa.. (64) “. (4) “.. do ponto de vista da resistência biológica.. (8) o sentido de pureza. Questão 5 A expressão transcrita está devidamente explicada em: (1) “.” (li....a arena dos seus ganhos. 7) Expressão construída pela junção de idéias que se opõem..” (li. que.. nos séculos e milênios. (2) a inferioridade dos colonizadores. encoberto e justificado como necessidade de difusão da fé e de salvação dos indígenas.. que assentavam sua existência no desejo do poder e na obtenção do lucro nos seus empreendimentos de além-mar... (16) o modo de vida dos colonizadores. em ouros e glórias... se submetiam a experiências desgastantes de catequese em mundos desconhecidos.. por força das sucessivas epidemias que assolaram a Europa. 46-7) Referência à plenitude da obra produzida a partir de um impulso criador e do prazer estético.” (li. em decorrência do contato compulsório com valores. 43) Expressão referente à possibilidade de os índios virem a se converter à fé cristã. (64) os sacrifícios a que se impunham os portugueses na luta por uma ascensão econômica que os reabilitasse frente a outras nações da Europa. 80) Alusão a outras terras colonizadas pelos portugueses e perdidas após lutas de independência.PORTUGUÊS Questão 4 O olhar do autor sobre o processo de colonização destaca: UFBA F A S E (1) o interesse econômico do colonizador..” (li. (32) “. saúde e beleza do modo de vida do indígena. por ela..povos peneirados. (2) “..ato solene de comunhão. (8) “uma escalada do calvário das dores inenarráveis.. 35) Expressão que sugere o sofrimento dos índios durante o processo de colonização..” (li. 10-1) Imagem referente à luta do povo da terra recém-descoberta. frente à ambição do colonizador.vestidos da nudez emplumada. (4) a solidez dos princípios da fé cristã dos colonizadores. (16) “. Paraíso Perdido..” (li. (32) o massacre cultural e físico dos indígenas.. maculado pela introdução de valores alheios à sua cultura. costumes e interesses diversos dos seus... 2 D P R O V A 559 .” (li..

também. encatada de ver as velas enfunadas. “que” (1ª linha) tem função idêntica a “que” (2ª linha). (32) Com a perfeição de que era capaz e pelo gosto de expressar-se em sua obra. como um fruto maduro de sua ingente vontade de beleza. e que era vista com fascínio pelos barbudos navegantes recém-chegados. com o fruto maduro de sua ingente vontade de beleza. 45-7) Há equivalência. “era” (3ª linha) concorda com “Aquele desencontro” (1ª linha). (4) Pelo gosto de que era capaz e com a perfeição expressando-se em sua obra. “encantada” (1ª linha) e “com fascínio” (2ª linha) expressam a mesma circunstância. (16) Tecendo uma rede ou trançando um cesto com o fruto maduro de sua ingente vontade de beleza. “de” (2ª linha) introduz termo que complementa um nome antecendente. uma mulher. era. com a perfeição de que era capaz e pelo gosto de expressar-se em sua obra. uma mulher tecia uma rede ou trançava um cesto. pelo gosto de expressar-se em sua obra. 560 . 2 D P R O V A Questão 7 “Uma mulher tecia uma rede ou trançava um cesto com a perfeição de que era capaz. o enfrentamento biótico mortal da higidez e da morbidade. (2) Como fruto maduro de sua ingente vontade de beleza. na estruturação e no sentido. com a perfeição de que era capaz. uma mulher tecia uma rede ou trançava um cesto. uma mulher. (8) Para expressar-se em sua obra com a perfeição de que era capaz. uma mulher expressava-se em sua obra com o gosto de que era capaz. tecia uma rede ou trançava um cesto.” (li. tecia uma rede ou trançava um cesto. como fruto maduro de sua ingente vontade de beleza. entre o período acima e: (1) Pelo gosto de expressar-se em sua obra. “as velas enfunadas” (2ª linha) é agente da ação verbal. “ver” (2ª linha) e “era vista” (2ª linha) diferem quanto à voz verbal. uma mulher tecia uma rede ou trançava um cesto. é correto afirmar: (1) (2) (4) (8) (16) (32) (64) “que” (1ª linha) tem como antecedente “desencontro” (1ª linha).” (li. (64) O gosto de expressar-se em sua obra com a perfeição de que era capaz era o fruto maduro da ingente vontade de beleza da mulher que tecia uma rede ou trançava um cesto.PORTUGUÊS Questão 6 UFBA F A S E “Aquele desencontro de gente índia que enchia as praias. 23-6) Com base no trecho acima transcrito. para ser fruto maduro de sua ingente vontade de beleza. como fruto maduro de sua ingente vontade de beleza.

A sua espada flamejou no ar. os guerreiros afastaram os dois irmãos.PORTUGUÊS QUESTÕES DE 8 A 10 TEXTO: Quando o segundo pio da inhuma ressoou. quando fendiam o primeiro golpe. chefe. In: —. Com o estrangeiro só ficou a filha de Araquém. com Irapuã à frente. 561 . Iracema. A filha de Araquém debalde rogava ao cristão. De repente o rouco som da inúbia reboou pela mata. p. José de. o combate prosseguiu. 5 Quem seus olhos primeiro viram. só Araquém pode salvá-lo. 10 A filha do Pajé passara como uma flecha. 1964. estava traqüilamente sentado em uma sapopema. Mas os dois campeões mal tiveram tempo de medir-se com os olhos. formavam arco. 2. Irapuã soltou o bramido da onça atacada na furna. e o guia respondera simplesmente: — Matai Caubi antes. 25 O chefe tabajara rugiu de alegria. Ficção completa e outros escritos. Só respirou chegando à campina. 20 Martim ergueu-se. — Os guerreiros de meu sangue. é porque seus pais lhe ensinaram a não derramar sangue na terra hospedeira. opondo também seu corpo gentil aos golpes dos guerreiros. v. debalde o cingia nos braços. olhando o que passava ali. ei-la diante de Martim. que recortava o bosque como um grande lago. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ UFBA F A S E 2 D P R O V A 35 ALENCAR. Se aquele que tu vês não foi o primeiro a provocá-lo. — Se tu não vens. — Filha do Pajé. disse a virgem. 1078-9 (ortografia atualizada). cem guerreiros tabajaras. Rio de Janeiro: Aguilar. ensombradas de coqueiros. O bravo Caubi os afrontava a todos. O eco vinha da grande taba. buscando arrancá-lo ao combate. Martim. De seu lado Caubi em vão provocava Irapuã para atrair a si a raiva do chefe. disse Caubi em voz baixa. jamais recusaram combate. Iracema corria na mata como a corça perseguida pelo caçador. conduz o estrangeiro à cabana. mas longe de seguir a virgem. senhores das praias. O chefe exigira a entrega do estrangeiro. caminhou direto a Irapuã. que o inimigo talvez assaltava já. com o olhar cheio de ira e as armas valentes empunhadas na mão robusta. 3 ed. 30 A um gesto de Irapuã. 15 Iracema voltou-se para o guerreiro branco: — Vem! Ele ficou imóvel. Contra. Os guerreiros precipitaram levando por diante o chefe. Iracema morrerá contigo. já Caubi e Iracema estavam entre eles. sua mão possante brandiu o tacape. os filhos da serra estremeceram reconhecendo o estrídulo do búzio guerreiro dos pitiguaras.

” (li. determinação e sagacidade.. distanciamento emocional. igualmente empenhados na defesa de sua gente.. embora este se encontre sob a proteção do pajé.como uma flecha.. Questão 9 O enfrentamento entre o guerreiro branco e o chefe tabajara revela. extravasamento de ódio contido.. (32) A fúria dos tabajaras encontra paralelo na fúria dos guerreiros brancos. placidez.PORTUGUÊS Questão 8 A leitura da cena apresentada..medir-se com os olhos. 1) “... tranqüilidade..longe de seguir a virgem.. (4) O chefe tabajara.. arrogância e insensibilidade.como um grande lago.” (li. altivez e indignação. 11-2) – (32) “.soltou o bramido da onça atacada na furna. a idéia sugerida pela expressão está devidamente indicada em: (1) (2) (4) (8) “Quando o segundo pio da inhuma ressoou.. passividade e autoritarismo. movido pelo ciúme. 2 D P R O V A Questão 10 No texto.. 1-2) “. (64) A presteza da filha de Araquém em atender ao chamado de Martim leva-o a submeter-se aos caprichos amorosos da índia tabajara. 10) – – – – passagem de tempo. investe contra o estrangeiro.... (8) A fidelidade aos princípios da hospitalidade impede que o guerreiro branco inicie o combate contra o guerreiro tabajara. na intenção de fazê-lo prisioneiro. (2) Um ódio insano é o móvel da ação de Irapuã contra Caubi... cuja vida está em perigo. respectivamente: (1) (2) (4) (8) (16) (32) (64) destemor e fúria.. nobreza e valentia. associada à trama do romance.” (li. 3) “. 19) (64) “. submissão e revolta. agilidade e rapidez. (16) “. desafio recíproco..” (li.” (li...como a corça perseguida pelo caçador. patriotismo e lusofobia. permite inferir: UFBA F A S E (1) Um elevado sentimento materno impulsiona Iracema na defesa do filho. (16) A atitude protetora assumida por Caubi revela a firmeza do personagem no cumprimento da missão de que estava encarregado..” (li. 25) – – 562 .” (li.

a tolerância. Isso é isto. impossível. constantes trabalhos. o grande alienista. disse em coro a assembléia. Itaguaí não possuía um só mentecapto. — Nenhum defeito? — Nenhum. metido em si mesmo. diante de uma janela. a lealdade. a perseverança. luta ingente com o povo. uma de gozo. há de ser isso”. fechada. podia afirmar 15 esta verdade :— não havia loucos em Itaguaí. pareceu-lhe que possuía a sagacidade. foi a idéia da dúvida. 563 . 25 “Sim. ao cabo de longas e pacientes investigações. eu não posso ter a pretensão de haver-lhes incutido um sentimento ou uma faculdade nova. a quem interrogou com franqueza. resolveu convocar um conselho de amigos. outra de abatimento.PORTUGUÊS QUESTÃO DE 11 A 13 TEXTO: ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ UFBA F A S E O ALIENISTA Era assim que ele ia. com o cotovelo esquerdo apoiado na mão direita. aberta. — ou o que pareceu cura não foi mais do que a descoberta do perfeito desequilíbrio do cérebro? E cavando por aí abaixo. Chegado a esta conclusão. mas existiam. destruir o largo e majestoso edifício da nova doutrina psicológica? 20 A aflição do egrégio Simão Bacamarte é definida pelos cronistas itaguaienses como uma das mais medonhas tempestades morais que têm desabado sobre o homem. Mas as tempestades só aterram os fracos. eis o resultado a que chegou: os cérebros bem organizados que ele acabava de curar eram tão desequilibrados como os outros. A simpatia é que vos faz 40 falar. pensou ele. Digo que não sinto em mim essa superioridade que acabo de ver definir com tanta magnificência. o ilustre alienista teve duas sensações contrárias. mas sendo homem prudente. Mas tão depressa esta idéia lhe refrescara a alma. o vigor moral. todas as qualidades enfim que podem formar um acabado mentecapto. estranho a todas as cousas que não fosse o tenebroso problema da patologia cerebral. e foram curados por mim. outra apareceu que neutralizou o primeiro efeito. Em pé. e o queixo na mão esquerda. e não vinha. Pois quê! Itaguaí não possuiria um único cérebro concertado? Esta conclusão tão absurda não seria por isso mesmo errônea. uma e outra cousa existiam no estado latente. é certo. de um cabo a outra da vasta biblioteca. — Tudo perfeito? — Tudo. parou. e chegou mesmo a 30 concluir que era ilusão. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 2 D 5 perguntou ele a si: — Mas deveras estariam eles doudos. a veracidade. portanto. Súbito. bradou o alienista. Estudo-me e nada acho que justifique os excessos da vossa bondade. Vinte minutos depois alumiou-se a fisionomia do alienista de uma suave claridade. — Nenhum vício? 35 — Nada. A opinião foi afirmativa. os fortes enrijam-se contra elas e fitam o trovão. — Não. A de gozo foi por ver que. Simão Bacamarte achou em si os característicos do perfeito equilíbrio mental e moral. a paciência. Sim. P R O V A 10 dizia ele consigo. Duvidou logo.

” (li. quando considerado determinado padrão de comportamento.” (li.PORTUGUÊS A assembléia insistiu. o alienista resistiu. como a citada acima. (8) Há uma categoria de loucura que vitima os que. Outra dessas constatações está expressa em: (1) Loucos são todos os que apresentam qualquer desvio de conduta ou personalidade. Bacamarte faz diversas constatações “científicas”. 2. (ortografia atualizada) Questão 11 “Itaguaí não possuía um só mentecapto. 2-3) O conto procura demonstrar a possibilidade de se assentarem as bases de uma ciência sem procedimentos científicos rigorosos. Questão 12 Há coerência entre o trecho transcrito e a asserção feita sobre o conto. e ainda mais alegre do que triste. In: — .o tenebroso problema da patologia cerebral. por serem elas passíveis de distúrbios emocionais e de comportamento. por mais perfeito moralmente. trata-se de uma doutrina nova. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ UFBA F A S E 2 D P R O V A MACHADO DE ASSIS. que possa resistir à inoculação de um vício ou pecado.ou o que pareceu cura não foi mais do que a descoberta do perfeito desequilíbrio do cérebro?” (li. Reúno em mim mesmo a teoria e a prática. além de cederem mais facilmente a ambições e vaidades. — A questão é científica. v. expressando ou não essa loucura... p. por menor que seja. em: (1) “. Obra completa. 1962. (2) “. 45 Era decisivo. 286-8.. Rio de Janeiro: Aguilar. (16) Não há ser humano.. (4) A loucura acomete freqüentemente as mulheres. 564 . 15) Ao longo do conto. que estava perfeitamente são e equilibrado: nem rogos nem sugestões nem lágrimas o detiveram um só instante. recolheu-se à Casa Verde. sendo impossível estabelecerem-se tipologias ou categorizações de níveis de insanidade. Ato contínuo. o Dr. finalmente o Padre Lopes explicou tudo com este conceito digno de um observador: — Sabe a razão por que não vê as suas elevadas qualidades. (64) A loucura não existe: essa é apenas uma forma de designar aqueles cuja originalidade ou exotismo os afastam dos padrões comuns. Simão Bacamarte curvou a cabeça. Em vão a mulher e os amigos lhe disseram que ficasse. (32) Todos os seres humanos são loucos. que aliás todos nós admiramos? É porque tem ainda uma qualidade que realça as outras: — a modéstia. abondonando o mundo. cujo primeiro 50 exemplo sou eu. juntamente alegre e triste. (2) Todas as pessoas que mantêm em equilíbrio as suas faculdades e são isentas de comportamento socialmente reprováveis devem ser consideradas loucas. 6-7) O personagem central do conto move suas ações no sentido de desmascarar os equívocos do conhecimento científico de sua época. dizia ele. Papéis avulsos. dedicam-se a atividades religiosas com fanatismo.

recolheu-se à Casa Verde” (li... 4-5) “possuía a sagacidade.. 12) (16) “eis o resultado a que chegou: os cérebros bem organizados” (li. l8-9) “tem ainda uma qualidade que realça as outras: — a modéstia” (li.achou em si os característicos do perfeito equilíbrio mental e moral. eis o resultado a que chegou. (32) “. impossível. 44) (32) “Mas as tempestades só aterram os fracos. 38) (2) “Súbito.PORTUGUÊS UFBA F A S E (4) “E cavando por aí abaixo. pode gerar absurdos e contradições. 19) O autor do conto desenvolve a narrativa vertendo observações irônicas para criticar os exageros do cientificismo de sua época. 8) “Chegado a esta conclusão..” (li. Questão 13 Há uso idêntico de sinal de pontuação.. 47) 2 D P R O V A 565 .. perguntou ele a si” (li. bradou o alienista” (li. 50) O conto leva o leitor a concluir que é impossível o avanço de uma ciência que assente suas bases apenas em postulados teóricos. no conto. (64) “Reúno em mim mesmo a teoria e a prática. 27-9) Há. de um cabo a outro” (li. 27) (8) “E cavando por aí abaixo. uma crítica ao uso da razão como forma científica de deslindar os mistérios da mente humana... 26-7) O desenho do personagem central do conto é carregado de observações críticas sobre a sua vaidade e irresponsabilidade profissional. resolveu convocar” (li. 3) “Ato contínuo.. a paciência. no conto. 8) Há. através da razão.” (li. parou” (li. 1) “— Não. a perseverança” (li. os fortes enrijam-se”. a indicação de que o mergulho em si mesmo.. eis o resultado” (li. 41) (64) “mas sendo homem prudente. 22-3) “A assembléia insistiu.” (li.” (li. o grande alienista. (li. fechada. que estava perfeitamente são” (li. (16) “. o alienista resistiu” (li.possuía (...) todas as qualidades enfim que podem formar um acabado mentecapto. 46) (4) “e o queixo na mão esquerda.o largo e majestoso edifício da nova doutrina psicológica?” (li. (8) “. 30) “lhe disseram que ficasse. o ilustre alienista teve” (li. em: (1) “Era assim que ele ia.

PADRE (Agora para toda a praça) Estive o dia todo estudando este caso. eu sou católico. entra Monsenhor. ZÉ (Cai num terrível conflito de consciência) O senhor acha mesmo que eu devia fazer isso?. mas queria que o senhor entendesse que eu sou católico. está muito preocupado com o vulto que está tomando este incidente e incumbiu-me. o direito de trocar uma promessa por outra.. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ UFBA F A S E 2 D 5 10 P R O V A 15 PADRE Monsenhor! MONSENHOR Venho aqui a pedido de Monsenhor Arcebispo. Ao ver Monsenhor. A fim de dar uma prova de tolerância da igreja para com aqueles que se desviam dos cânones sagrados. O pagador de promessas. sozinho. quando eu voltar pra minha roça não vou encontrar meu burro morto. sacerdotes. 566 . ZÉ (Sem entender) Como. ROSA Não. Naquele burro está a explicação de tudo. 1996. não! PADRE Por que não? ROSA Porque eu conheço ele.. 27 ed. reconheça que foi feita ao Demônio. seu braço se imobiliza no ar. renegue todos os atos que praticou por inspiração do Diabo e volte ao seio da Santa Madre Igreja. S. Excia. eu não tenho parte com o Diabo.PORTUGUÊS QUESTÕES 14 e 15 TEXTO: ZÉ Padre. de resolver a questão. Não entendo muita coisa do que dizem. Até hoje só fez o bem. MONSENHOR Decida! Renega ou não renega? ○ GOMES. É Satanás! Só mesmo Satanás podia levar alguém a ridicularizar o sacrifício de Jesus. ZÉ (Interrompe) Padre.... Neste momento. pessoalmente. foi a Santa Bárbara. A igreja católica concede a nós. mas não foi ao senhor que eu fiz a promessa. Padre? MONSENHOR Abjure a promessa que fez.. tenho com Santa Bárbara. É um bom homem. Rio de Janeiro: Ediouro. Pode ser que eu tenha errado. Alfredo Dias. Consultei livros. ZÉ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 20 25 30 35 40 (Pausa) O senhor me liberta. Padre. Vamos lhe dar uma oportunidade. p. pedir perdão a Deus. Se é católico. textos sagrados. MONSENHOR É sua única maneira de salvar-se. E quem me garante que como castigo. 71-4. MONSENHOR Pois bem. como ante uma aparição sobrenatural. atire fora essa cruz e venha. mas sou católico. O Padre está no auge de sua cólera.

(32) Desfecho que representa a realização do propósito do personagem central. (4) O Padre. simultaneamente. diante da rejeição de Zé-do-Burro aos princípios da igreja católica. (4) Desfecho tragicômico. (2) O Padre Olavo. pode-se afirmar: UFBA F A S E (1) Zé-do-Burro. imbuído de idéias arraigadas sobre questões religiosas. a história de Zé-do-Burro tem o desfecho pretendido pela autoridade eclesiástica em luta contra o sincretismo religioso. (8) A atitude intransigente demonstrada pelo pagador de promessas revela firmeza na intenção de preservar a honra de um compromisso assumido com a santa. apoiados em interpretação radical dos dogmas religiosos. Questão 15 Constitui elemento da estrutura dramática da peça: (1) Tempo com determinação imprecisa. (2) Ambiente claramente delimitado. (32) Com a interferência do Monsenhor. (16) O Monsenhor e o Padre. em circunstâncias trágicas. contrapõem-se com firmeza aos interesses de Zé-do-Burro. assume uma atitude dogmática.PORTUGUÊS Questão 14 Com base no texto e levando-se em conta o contexto geral da peça. frente à influência de personagens secundários. que culmina com o seu desequilíbrio emocional e com a sua morte. pela ausência de marcas referentes à duração das cenas. (64) Ação que se desenvolve a partir de sucessivas mudanças de atitude do personagem central. empenhase obstinadamente em expiar sua culpa. (8) Conflito gerado pela posição radical assumida pelo protagonista e pelo antagonista. esforça-se pela conversão do sertanejo. como espaço de festa e espaço de tragédia. cujo conflito representa a colisão entre valores fundamentais de dois grupos social e hierarquicamente diferenciados. configurado. 2 D P R O V A 567 . resultante da ação de personagens secundários na hierarquia dramática. que ignora inteiramente esses dogmas. contrária ao livre arbítrio inerente à pessoa de Zé-do-Burro. em vista de um grave delito cometido contra sua santa protetora. temporariamente revoltado com a religião. (64) A atuação da igreja sobre Zé-do-Burro provoca-lhe um desgaste progressivo. (16) A existência de personagens centrais simbólicos.

madrasta dos Naturais. ou do Algarve cheio de drogas alheias para daí tirar gages: ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 25 30 Entra pela barra dentro. Cresce em dinheiro e respeito. desmaiado como um jalde. em que fundais o ditame de exaltar. hoje uma grã dignidade. A essas personagens vamos. Chovem uns. Vendendo gato por lebre. CONSIDERANDO O CONTEÚDO. chapéu-de-sol. e velhaco como um Frade: Ontem simples Sacerdote. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ P R O V A 5 10 15 Haverá duzentos anos. sobre elas será o debate. e os do governo se obriguem. e sai no primeiro lance Vereador da Bahia. põe duas Negras. em casa come Baleia. (nem tantos podem contar-se) que éreis uma aldeia pobre. Então vos pisavam Índios. antes que quatro anos passem. COMPROVE SUAS AFIRMAÇÕES CITANDO PASSAGENS DO TEXTO. os que aí vêm. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 20 Sai um pobrete de Cristo de Portugal. Letrado como um Matulo. 568 . e vos habitavam cafres. Entra logo nos pilouros. Salta em terra. e o Beato tudo apanha por sua muita humildade. e logo a entonar-se começa a bordo da Nau cum vestidinho flamante. ontem salvage notório. arma a botica dos trastes. e abater. nobre. e hoje sois rica cidade. e dos Estrangeiros madre. Já temos o Canastreiro. ○ ○ ○ ○ ○ ○ 40 ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 45 50 55 60 65 Vem um Clérigo idiota. arrojando personagens. dá fundo. na rua entoja manjares. que o povo aclame. 35 Casa-se o meu matachim. segundo afirmam Pasguates. e um Pajem. e chovem outros com ofícios e lugares. Ao tal Beato fingido é força. casas-grandes.PORTUGUÊS QUESTÃO DISCURSIVA UFBA F A S E CARACTERIZE A PRODUÇÃO SATÍRICA DE GREGÓRIO DE MATOS. com seu rebuço as maldades: Mais santo do que Mafoma na crença dos seus Arabes. os vícios com seu bioco. que inda fede a seus beirames. metamorfosis da terra transformado em homem grande: e eis aqui a personagem. e opulenta cidade. Dizei-me por vida vossa. toma casas. uma rede com dous Minas. A FORMA E O CONTEXTO DESSA PRODUÇÃO. hoje chispais fidalguias. 2 D TEXTO: Senhora Dona Bahia. hoje encoberto ignorante. os que ali nascem? ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ROMANCE já tem tantos mil cruzados. que é notável dignidade. pois edifica a cidade.

apoiar.ostentar luxo. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ 70 F A S E 2 D 75 Vêem isto os Filhos da terra.trabalho.indivíduo que pertence a ordem eclesiástica. enjoar. entrada de porto. e entre tanta iniqüidade são tais. borra (p. bioco . entrar nos pilouros .homem ignorante. 1968.produzir. entojar . cerimônia religiosa. patife.sentir nojo. rebuço . Clérigo . rude. cafre . 429-34. e sempre falam.parte do vestuário destinada a cobrir o rosto. v.capuz. 569 .(fr. cor de ouro. Mafoma . e eis aqui a personagem. botica . P R O V A GLOSSÁRIO: arrojar . objetos diversos. jalde .concorrer à eleição. Pasguates . que nem inda tomam MATOS. vistoso. dar fundo .preceito.escravo oriundo da Costa da Mina. fundar . Obras completas. Sempre vêem.ganho. sentença. ext. entonar-se. fraudulento..selvagem.(jalne) . fundagem . candidatar-se. gage) .Maomé.PORTUGUÊS vai remetendo as fundagens. Salvador Bahia: Janaína.o que sobra no fundo.brilhante. ditame . oriundo da Índia. p. flamante .tecido de algodão fino. gages . madre .mãe. Canastreiro . lucro. lucro.amarelo. Minas .farsante. velhaco . economias). salvage . quem lhes faça de justiça esta sátira à cidade. matachim (machatim) . barra .mascate.vadio.2.móveis velhos. projetar. chispar . ofício .ancorar. trastes . compra toda a sua terra.foz. fundamentar. com que fica homem grande. Gregório de.loja de venda a retalho. beirames . 80 ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ UFBA licença para queixar-se.idiota.indivíduo enganador. vendedor ambulante.lançar de si. Matulo . até que Deus lhes depare. palerma.

. Terra adorada. confesso minha culpa. escreva um texto com o título: POR QUE AMO (OU NÃO AMO) MEU PAÍS 570 . impávido colosso. ô. Minha aflição. A esperança dança na corda bamba de sombrinha e em cada passo dessa linha pode se machucar. Brasil.. Entre outras mil. meu pecado. és forte.. Meu sonho desesperado.. no solo do Brasil. É também um pouco de uma raça que não tem medo de fumaça ai. (Ary Barroso) 2 D P R O V A Eu. ANTES DE DESENVOLVÊ-LO. És tu. (João Bosco) Gigante pela própria natureza És belo. feliz. e não se entrega não. é um pouquinho de Brasil Yá Yá desse Brasil que canta e é feliz. Mas sei que uma dor assim pungente não há de ser inutilmente. do medo e. ô.. muito principalmente.PORTUGUÊS QUESTÃO DE REDAÇÃO UFBA F A S E ESCOLHA UM DOS TEMAS (I OU II) E INDIQUE-O NA FOLHA DE REDAÇÃO. TEMA I Chora a nossa Pátria mãe gentil. Ó Pátria amada! (Joaquim Osório Duque Estrada) Isso aqui.. e o teu futuro espelha essa grandeza. (Gilberto Gil) Inspirando-se nos trechos acima. choram marias e clarices. brasileiro. ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ Aqui é o fim do mundo. da morte. Minha terra tem palmeiras onde sopra o vento forte Da fome. ai. meu bem guardado segredo.

(Fernando Pessoa) Com base na ilustração e na reflexão de Fernando Pessoa. para o homem de ação. também não temos uma idéia de hoje. não é senão o prólogo do futuro. e sem esperança não temos propriamente vida. porque o hoje. Não tendo uma idéia do futuro. escreva um texto sobre o tema sugerido pela expressão: BRASILEIRO PROFISSÃO ESPERANÇA 571 .PORTUGUÊS TEMA II UFBA F A S E 2 D P R O V A Sem fé não temos esperança.

cúmplice. caras alarmadas. Em voz baixa.01. O grupo de cidadãos — num tempo em que direitos e deveres da cidadania ainda esperavam pela epifania de Betinho — ali estava desde cedo. O motivo daquela expressão de cidadania era uma seringa que as águas despejaram na areia.ter efêmero das preocupações humanas. mas existem sempre. descobrindo novas misérias na efêmera eternidade das espumas. As preocupações da humanidade mudam. Carlos Heitor Cony. Domingo último. Não me lembro da reação que tive. boiando como uma anêmona. pior: pungidas. cinco anos. O vírus da Aids: um perigo para a humanidade. Mas os cidadãos continuarão alarmados. O caráter efêmero das preocupações humanas. 09. é possível que tenha levado as meninas para outro canto. EXCETO a) b) c) d) A humanidade encontra razão para alarme em todas as épocas. Objeto na certa infectado. Não fui eu quem viu o grupo: foi o grupo que me viu e dois de seus membros vieram em minha direção. 1 A P R O V A 1. conspiratória. Quis saber por quê. como se a camisinha fosse uma pastilha de material nuclear. Folha de São Paulo. A importância das descobertas da humanidade. não era aquele monstro marinho que Fellini colocou no final de um de seus filmes. Não. alga desprendida das profundezas oceânicas. Os cidadãos de hoje estão preocupados com o vírus da Aids e suas conseqüências.1994. Todas as alternativas apresentam afirmações que podem ser confirmadas pelo texto. 572 . a camisinha aparece na televisão. Daqui a dois. encontrei um grupo de cidadãos em volta de uma coisa. um dos cidadãos me comunicou que ali na arrebentação. espero que a Aids não mais preocupe a humanidade. é banal e inocente como um par de patins. Leia atentamente todo o texto antes de resolvê-las. mais numerosas que as conchas e os tatuís de antigamente. a) b) c) d) A cam. Assinale a alternativa que apresenta o título mais apropriado para o texto. um aparelho de barba. Tampouco era uma camisinha . mas tenho certeza de que nem alarmado fiquei. havia uma camisinha — que na época atendia pelo poético nome de “camisa de Vênus”. delicadamente me afastaram das meninas e comunicaram: — “Tire depressa suas filhas daqui!” As palavras foram duras mas o tom era ameno. uma cápsula de césio com pérfidas e letais emanações. p. 1-2. alertando pais incautos.PORTUGUÊS UFMG F A S E INSTRUÇÃO: As questões de 1 a 10 baseiam-se no texto abaixo. As preocupações do presente são mais sérias do que as do passado. para contaminar inocentes e culpados. Eles montavam guarda num pequeno trecho da areia.que as praias estão cheias delas. Não foi há tanto tempo assim. Cheguei à praia com minhas filhas e encontrei um aglomerado de cidadãos. 2. Hoje. trazendo na ponta de sua agulha o vírus da Aids que algum viciado ali deixara. levando minhas setters à unica praia em que são permitidos animais domésticos.

. o significado das palavras destacadas está corretamente identificado. o autor se mostra a) alarmado. Tampouco era uma camisinha – uma vez que as praias estão cheias delas. Tampouco era uma camisinha – que as praias estão cheias delas. c) O autor utiliza elementos temporais. 7.como se a camisinha fosse (. 1 A 4.. Tampouco era uma camisinha – no entanto as praias estão cheias delas. EXCETO a) b) c) d) UFMG F A S E O autor usa dois fatos. para garantir objetividade nas suas avaliações. (emanações = contaminações) b) . A alternativa que apresenta a interpretação correta da palavra destacada é a) b) c) d) Tampouco era uma camisinha – cujas praias estão cheias delas. EXCETO em a) . para fazer reflexões sobre o ser humano. (incautos = desavisados) P R O V A 6. 5. no entanto. EXCETO a) O autor usa a exemplificação.) ali estava desde cedo. (pungidas = atormentadas) d) O grupo de cidadãos (.) uma cápsula de césio com pérfidas e letais emanações..) uma cápsula de césio com pérfidas e letais emanações.. pior: pungidas. O texto contrapõe passado e presente. mostrando. (letais = mortais) c) Eles montavam guarda num pequeno trecho da areia. a semelhança entre essas épocas. para caracterizar diferentes momentos da transformação da sociedade.. O narrador sugere que o sexo vai continuar sendo um tabu entre os homens. d) O autor utiliza uma linguagem concisa... mais numerosas que as conchas e os tatuís de antigamente.. Todas as alternativas contêm afirmações corretas sobre a construção do texto.como se a camisinha fosse (. b) O autor usa o diálogo.. para evidenciar diferentes posturas em relação ao conceito de cidadania. O cronista tece considerações sobre o futuro da humanidade. b) deprimido. caras alarmadas.. Tampouco era uma camisinha – logo as praias estão cheias delas. para dar vivacidade à cena narrada. O motivo daquela expressão de cidadania era uma seringa que as águas despejaram na areia.... alertando pais incautos.PORTUGUÊS 3.... d) irônico. Todas as alternativas contêm afirmações corretas sobre o texto. Em todas as alternativas. 573 ..... c) indignado. Na passagem acima.

... (que = aquele monstro marinho) d) O motivo daquela expressão de cidadania era uma seringa que as águas despejaram na areia. um aparelho de barba. (finalidade) 10.) havia uma camisinha.). me comunicou que ali (. um aparelho de barba. EXCETO em a) As palavras foram duras mas o tom era ameno. é possível que tenha levado as meninas para outro canto. encontrei um grupo de cidadãos em volta de uma coisa. EXCETO em a) Em voz baixa. conspiratória. Em todas as alternativas.. hoje. d) Objeto na certa infectado. b) Em voz baixa. trazendo na ponta de sua agulha o vírus da Aids. que viciado algum ali deixara... cinco anos. aparece na televisão... (oposição) b) Levando minhas setters à (. a mudança de ordem das palavras destacadas não altera o significado básico das passagens. é banal e inocente como um par de patins... (que = uma seringa) 574 . trazendo na ponta de sua agulha o vírus da Aids.PORTUGUÊS UFMG F A S E 8. (temporalidade) c) Não fui eu quem viu o grupo: foi o grupo que me viu. trazendo na ponta de sua agulha o vírus da Aids que algum viciado ali deixara para contaminar inocentes e culpados. a palavra destacada está corretamente interpretada.. EXCETO em a) Daqui a dois. Em todas as alternativas. c) Hoje.. espero que a Aids não preocupe mais a humanidade. espero que a Aids não mais preocupe a humanidade. 1 A A camisinha. está presente a relação de idéias identificada entre parênteses. 9.. cúmplice. conspiratória.. a camisinha aparece na televisão. um dos cidadãos me comunicou que ali na arrebentação (. P R O V A Objeto na certa infectado.) havia uma camisinha. (que = um dos cidadãos) b) Não me lembro da reação que tive. em voz baixa. que algum viciado ali deixara. é banal e inocente como um par de patins.) havia uma camisinha. Daqui a dois. Um dos cidadãos. (que = a reação) c) Não.) praia (. (comparação) d) Objeto na certa infectado.. Em todas as alternativas. um dos cidadãos me comunicou que ali (. cinco anos. não era aquele monstro marinho que Fellini colocou no final de um de seus filmes.. conspiratória.

sem piedade. c) A obra reproduz cenas comuns da política brasileira da década de 50. uma coisa tirando a força de dentro. pensando no bicho lá dentro. como vai todo mundo. O barrigão me trazia satisfação. quando vinha um sossego. EXCETO a) A obra destaca o heroísmo e a resistência do povo nordestino à tirania.PORTUGUÊS UFMG F A S E 11. ficava ali. vítima das bombas de dinamite. Eu alisava a barriga. de João Ubaldo Ribeiro. Parecia um cachorro. já vou indo. uma dor funda na caixa. quando aquietava. Cheguei. d) A obra retrata as relações de poder e de mando no Nordeste brasileiro. tinha certeza que não adiantava fugir. Pois ficava alisando de um lado para o outro. esse episódio é importante para a composição da personagem Sargento Getúlio. b) A obra incorpora elementos do imaginário nordestino. d) O episódio em que degola um tenente da força pública enviada para capturá-lo. Ela estava de barriga na ocasião. Quando matei. quando tinha tempo. pensei que ia com muita raiva. muito boa tarde. os dentes do prisioneiro que está conduzindo. c) incorpora um acidente de trânsito ao enredo. antes da hora. Leia com atenção o trecho que se segue. nem pensei mais em matar. já se adevinhava bem ali e o embigo bem que já saía um pouco para fora e se podia sentir passando a mão. licença aqui. Pensei que não. numa banzeira. olhei. quando deitava. Uma mulher não é como um homem. Quem se incomoda. Apesar de não se inserir na seqüência principal dos acontecimentos que compõem a narrativa. Matei sem raiva. 1 A 12. quando quentava. Assinale a alternativa que apresenta uma situação em que o comportamento do Sargento Getúlio pode ser explicado pelo trecho acima. Nem sei. A peça Vestido de noiva. não sabia só disso. 575 . representou um marco para o teatro brasileiro principalmente porque a) apresenta os processos inconscientes da personagem. Cheguei. Tudo só. da obra Sargento Getúlio. de Nelson Rodrigues. mas não fui. quando estava neblina. c) A passagem em que se encontra com os emissários enviados com o objetivo de fazê-lo desistir de levar o preso. Todas as alternativas apresentam afirmações verdadeiras em relação a Sargento Getúlio. b) atribui grande importância às personagens femininas. a) A cena em que arranca. os olhos gazos miúdos me assuntando. Eu mesmo já pensei de outras maneiras. ela deitada assim e ainda perguntou: que é que tem? Ela sabia. P R O V A O episódio narrado não ocorre na seqüência dos acontecimentos que se sucedem durante a jornada do Sargento Getúlio com seu prisioneiro. A dor de corno. 13. d) trata o erotismo de modo explícito. b) A ocasião em que morre Luzinete. porque eu ia atrás.

b) a manifestação do mal-do-século. c) relegar os acontecimentos exteriores à insignificância que devem ter. É característica da Lira dos vinte anos. Foi neste vale que amei. b) registrar as tragédias anônimas que acontecem cotidianamente. A estrutura fragmentada e lacunar da peça Vestido de noiva. d) a representação de uma natureza brasileira. 1 A 15. d) Que me resta. Que a primavera sonhei. pessimismo e desejo de morrer.. Aqui minha alma viveu. de Alvares de Azevedo. P R O V A 16. que amor é sonhar Um beijo. meu Deus?! aos meus suspiros Nem geme a viração... tropical e exótica. com sua desordem de planos. engajada na luta abolicionista.. donzela! Não ouves? no céu A brisa gemeu As vagas murmuram. As folhas sussurram: Amar! b) Amo o vento da noite sussurrante A tremer nos pinheiros E a cantiga do pobre caminhante No rancho dos tropeiros.. E dentro — no deserto do meu peito Não dorme o coração! 576 . tem por finalidade a) fixar a vida contemporânea num flagrante que a sintetiza. d) representar a desagregação mental de uma personagem que vai morrer. a) a apresentação do índio como símbolo da nacionalidade brasileira. A alternativa que apresenta versos da Lira dos vinte anos em que a natureza se mostra solidária com o poeta é a) Acorda! não durmas da cisma no véu! Amemos. vivamos. c) a opção por uma poesia de denúncia social.PORTUGUÊS UFMG F A S E 14..) c) Não sabes o quanto dói Uma lembrança que rói A fibra que adormeceu?. (.

do romance Memórias de um sargento de milícias. à tarde. EXCETO em a) Ai de ti. Quando se vai afastando eu o chamo: a carta não é para mim. P R O V A 19. a Santa Tereza. distante do monumental e da ênfase. por exemplo. d) Outro dia fui. O mar andou bravo esta noite. EXCETO a) O romance denuncia a influência do meio sobre o homem. por essa outra cidade. porém... c) mostra-se como um vadio. Leia com atenção o trecho seguinte. apresentando visões variadas da sociedade em que vive. de Antônio Candido. b) Chega o velho carteiro e me deixa uma carta. d) registram cronologicamente a história brasileira da década de 50. o cronista Rubem Braga encontra-se perto do dia-adia. . Em todas as alternativas que se seguem. arrancando algas e mexilhões das pedras. a) apresenta um forte moralismo que o faz traçar um quadro crítico dos costumes e das classes sociais do início do século XIX. Lembrar. visitei um amigo na Clínica São Vicente. em seu conjunto. As ilhas no horizonte ainda estão veladas pela névoa da madrugada. d) O romance valoriza as classes populares urbanas brasileiras. 20. c) Ir à praia cedo. b) O romance descreve tipos característicos do século XIX. Copacabana!. São raras. e tu não viste. d) participa da condição servil. As crônicas da obra Ai de ti. Todas as alternativas apresentam afirmações corretas sobre Memórias de um sargento de milícias.. porém minha voz te abalará até as entranhas. de Rubem Braga.PORTUGUÊS UFMG F A S E 17. b) informam ao leitor da época os acontecimentos daquele tempo. de Manuel Antônio de Almeida. A personagem Leonardo Filho. c) O romance refere-se a festas e folguedos da cultura brasileira. Copacabana. e ontem. 1 A 18. b) classifica-se como um típico herói romântico.. nada aprendendo com a experiência. porque eu já fiz o sinal bem claro de que é chegada a véspera de teu dia. Aqui não mora ninguém com este nome. à noite. 577 . por seus infortúnios amorosos. explico-lhe. minhas excursões pelas montanhas do Rio. a) apresentam uma galeria de tipos populares do Rio de Janeiro.vamos pensar um pouco na crônica como gênero. a partir das diversas posições que nela ocupa. como na infância. que vive ao sabor do acaso. c) manifestam a visão subjetiva e lírica que o autor tinha de seu tempo. que o fato de ficar tão perto do dia-a-dia age como quebra do monumental e da ênfase.

entra em números errados. a noite. faz um recorte na vida do protagonista. ela deve saber o que está pedindo — o que não é o caso dele. sabe apenas que um pedaço de sua carne será retirado e irá para os provetas. faz parte da consulta. Há nomes com raízes gregas e desinências latinas. Olhar as coisas. as mulheres que amou? De que adiantou. o diabo. p. A solução — não a salvação de todos os enigmas. A cara do médico não é boa. Sim. Está numa igreja onde se adora um Deus em que ele não acredita. pedir qualquer coisa. EXCETO a) b) c) d) A desordem aparente das idéias revela o caos do pensamento do protagonista. e ele nunca fora bom. E vem de volta a cara do médico: “Se tudo correr bem. 578 . Pela janela. o mar. desce em andares estranhos. O texto. ele não entende nada. 28. São títulos adequados para o texto. Mas até os exames há os hieróglifos que ele procura decifrar. Mas precisa acreditar. através do uso de interrogativas. toma elevadores equivocados. passa pela igreja e tem vontade de entrar. as placas de vidro. Leia atentamente todo o texto antes de resolvê-las. o mundo acabará para seus olhos. sem limites nítidos entre partes. É ali. lá na frente. Por falar no diabo.. é sempre enigmática. Todas as alternativas apresentam afirmações que podem ser confirmadas pelo texto. mas a cara dos médicos. Pelo jeito. EXCETO a) Luzes que se apagam b) O despertar da fé c) O itinerário do fim d) Via crucis 2. Em breve. Novamente na rua. A narrativa é entremeada por lembranças e reflexões do protagonista. as crianças. vazia. Tem um pensamento idiota: será essa a última imagem que ficará em seus olhos? De que adiantou ter visto a fachada de Santa Maria dei Fiori. os livros que gostaria de ler — tudo será a mancha tão escura e estranha como a velha que rezava na igreja. 1-2. deve estar pedindo também alguma coisa. Não importa. mistura narrador e protagonista. o senhor ficará bom!” Ali na igreja a frase é uma espécie de oração às avessas. Está escura.PORTUGUÊS UFMG F A S E INSTRUÇÃO: As questões de 01 a 10 baseiam-se no texto abaixo. podemos salvar a vista.? O pagamento é adiantado. Mas pedir o quê. Carlos Heitor Cony. Sejamos otimistas. O texto. a velha lá na frente. vê o ônibus fazendo a curva na praça. A enfermeira começa a preparar as pinças. ao menos no laboratório. confere o endereço.01. Brevemente. os reagentes.. Seu nome no cheque o surpreende: não é mais ele.1994. as crianças. o mar. mas pode haver raízes gregas e declinações latinas e tudo ficará complicado. o senhor ficará bom. somente uma velha. Até que vê a porta de vidro com o nome gravado em azul: “análises clínicas”. acender velas. do outro lado da mesa. Folha de São Paulo. O que significa “ficar bom”? Significa ser como antes. uma gota de seu sangue será uma pitanga muito vermelha pousada numa delas. agora. da profissão e dos honorários: o jeito é o paciente ficar paciente e aguardar os exames. exatamente? Mesmo assim entra na igreja. E as mulheres. 1 B P R O V A 1.

da profissão e dos honorários: o jeito é o paciente ficar paciente. as crianças. . b) O que significa “ficar bom”? Significa ser como antes. podemos salvar a vista.tudo será a mancha tão escura e estranha como a velha que rezava na igreja. exatamente? 6. mas a cara dos médicos.. o mar... do outro lado da mesa. os livros que gostaria de ler — tudo será a mancha tão escura e estranha como a velha que rezava na igreja.... e ele nunca fora bom. faz parte da consulta. EXCETO em a) A cara do médico não é boa. Todas as alternativas apresentam sentimentos do protagonista em relação ao seu problema. vê o ônibus fazendo a curva na praça.. acender velas. ela deve saber o que está pedindo — o que não é o caso dele. (condição) d) . d) Sejamos otimistas.)? De que adiantou.... Olhar as coisas. as crianças.. Pelo jeito. o senhor ficará bom. desce em andares estranhos..o jeito é o paciente ficar paciente e aguardar os exames.. (conseqüência) 579 .) O que significa “ficar bom”? Significa ser como antes e ele nunca fora bom. é sempre enigmática. mas a cara dos médicos.. b) De que adiantou ter visto a fachada de Santa Maria dei Fiori (. o mar. do outro lado da mesa. Tem um pensamento idiota: será essa a última imagem que ficará em seus olhos? 5.PORTUGUÊS UFMG F A S E 3. está presente a relação de idéias identificadas entre parênteses. Em todas as alternativas. 7. Todas as alternativas apresentam passagens que mostram a perturbação em que se encontra o protagonista. Mas pedir o quê. uma gota de seu sangue será uma pitanga muito vermelha pousada numa delas.? O pagamento é adiantado. o autor joga com o duplo sentido de palavras. pedir qualquer coisa.. é sempre enigmática. c) . Em todas as passagens.entra em números errados. EXCETO em a) A cara do médico não é boa.tem vontade de entrar. ela deve saber o que está pedindo: o que não é o caso dele.. (conclusão) b) Pelo jeito. a velha lá na frente. a noite. P R O V A d) Pela janela.. EXCETO em a) . toma elevadores equivocados. (. (oposição) c) Se tudo correr bem.. Em todas as alternativas. há pistas a respeito do problema de saúde do protagonista.... EXCETO a) b) c) d) Em breve. .. c) E as mulheres. EXCETO a) Amargura c) Inquietude b) Desorientação d) Rebeldia 1 B 4.

. é sempre enigmática. b) a linguagem narrativa deve-se ajustar ao ponto de vista escolhido para a narração. EXCETO em a) .. (. c) O que significa “ficar bom”? Significa ser como antes. da profissão e dos honorários. (que = os livros) b) Está numa igreja onde se adora um Deus em que ele não acredita. mantendo o significado básico das passagens do texto. exatamente? Mesmo assim entra na igreja. ela deve saber o que está pedindo .. EXCETO em a) .a cara dos médicos. (inclusão) d) Mas pedir o quê. somente uma velha. Em todas as alternativas.) é sempre enigmática. EXCETO em a) E as mulheres. d) o romance se enquadra nas tendências regionalistas da literatura brasileira... do outro lado da mesa. a palavra destacada está corretamente interpretada. lá na frente. então.a cara dos médicos (. vazia. (que = Deus) c) Mas até os exames há os hieróglifos que ele procura decifrar.. o mar. (limitação) b) Está escura. o emprego das expressões ou termos destacados está corretamente identificado.. Em todas as alternativas. (que = os hieróglifos) d) Pelo jeito.. desvia-se do português padrão culto. Esteticamente esse procedimento se justifica porque a) a geração a que pertence o autor utiliza “erros” de linguagem como provocação. deve estar pedindo também alguma coisa. Em todas as alternativas. as crianças.. portanto faz parte da consulta. sabe apenas que um pedaço de sua carne será retirado. d) Seu nome no cheque o surpreende. c) a língua portuguesa falada no Brasil apresenta variações regionais. a palavra destacada explicita a relação entre as idéias. 580 . b) . o paciente ficar paciente. da profissão e dos honorários: o jeito é. O texto da obra Sargento Getúlio. de João Ubaldo Ribeiro..PORTUGUÊS UFMG F A S E 8. pois não é mais ele..o que não é o caso dele.. (que = ela) 11. (concessão) 1 B P R O V A 9. (localização) c) Mas até os exames há os hieróglifos que ele procura decifrar. os livros que gostaria de ler — tudo será a mancha tão escura e estranha como a velha que rezava na igreja. 10. faz parte da consulta...) mas ele nunca fora bom.ele não entende nada.

Nelson Rodrigues distinguiu-a do drama a) pela divisão do espaço cênico em três planos distintos. c) pela influência do teatro grego na concepção de sua estrutura. repetidos diversas vezes ao longo da peça. Na obra Sargento Getúlio podem ser assinalados resquícios do coronelismo.PORTUGUÊS UFMG F A S E 12. assento os quartos num lugar e largo essa vida de cigano. Não gosto disso. 14. Matei sem raiva. Devia ser contra a lei. em que o atropelamento da personagem principal é insistentemente repetido. Só se doutor Zé Antunes pedir muito. b) pertencem ao plano da alucinação. Está direito. ela deitada assim e ainda perguntou: que é que tem? d) Vosmecê não acredito que tenha visto um homem resistindo da morte. a) funcionam como um motivo condutor vinculado à infância da personagem central. olhei. traços dele permaneceram por muito tempo na história política do Brasil. Em Vestido de Noiva. Pensei que não. Cheguei. P R O V A c) Quando matei. Avexame. Por que o homem tem o direito de passar a vida corrido. Embora o coronelismo seja entendido como uma forma específica de poder político que floresceu durante a Primeira República. 13. Depois que levar vosmecê lá. antes da hora. Em todas as alternativas que se seguem manifesta-se diretamente o poder dos “coronéis”. Ao chamar de “Tragédia” sua peça Vestido de noiva. EXCETO em a) Não gosto desse serviço. d) pelo uso de uma linguagem nobre. na sua posição. 1 B b) Ninguém entra numa usina para tirar um cabra. c) realizam um vínculo entre o plano da realidade e os planos da alucinação e da memória. 581 . nem pensei mais em matar. é contra a lei. não faz. porque o que me dizem é que vosmecê manda. d) sugerem os acontecimentos que estão por vir e que só ocorrem ao final da peça. mas não fui. b) pela fatalidade cega que se abate sobre as personagens. os ruídos indicativos de um acidente de trânsito. não gosto de levar preso. atocaiado numa usina? É privilege. pensei que ia com muita raiva. de tom grandiloqüente.

. EXCETO em a) Ah! vem pálida virgem. Que mimo! que rosa. e morre amando. Considerando a obra Lira dos vinte anos.... Entre as nuvens do amor ela dormia! d) Um beijo divinal que acende as veias. Meu lírio virginal eu conservei. EXCETO em a) Meu desejo? era ser o sapatilho Que teu mimoso pé no baile encerra.PORTUGUÊS UFMG F A S E 15. Uma criada Abrasada de amor por um soneto Já um beijo me deu subindo a escada. pode-se dizer que em todas as alternativas a mulher aparece como referência central da imagem.. Colhido a medo como flor da noite Do teu lábio na rosa purpurina. As saudades que tens aqui na terra. que filha de Deus! Tão pálida — ao vê-la meu ser devaneia. Sobre o leito de flores reclinada. c) Pálida à luz da lâmpada sombria. Dá vida em teu alento à minha vida. Álvares de Azevedo mantém-se fiel à proposta romântica de amor idealizado. Une nos lábios meus minh’alma à tua! b) Namoro e sou feliz nos meus amores. minha donzela! Foi-se a lua — eis a manhã E nos céus da primavera A aurora é tua irmã! P R O V A c) Na praia deserta que a lua branqueia.. de Álvares de Azevedo. (. 1 B b) Acorda.) 582 . Como a lua por noite embalsamada... Em todas as alternativas. Sufoco nos lábios os hálitos meus! d) Se a vida é lírio que a paixão desflora. Que de encanto os olhos ilumina. Sou garboso e rapaz. Somente no passado tive sonhos E outrora nunca amei! 16.. se tens pena De quem morre por ti.. A esperança que sonhas no futuro.

foi encontrada em decúbito dorsal. c) recriar o ambiente social do tempo do rei. solteira. que trajava apenas calção de banho. de Manuel Antônio de Almeida. da crônica “Romance policial carioca — primeiro capítulo”. c) revela a preocupação do autor com a tradição do realismo social na lituratura. d) Vale-se do humor para caricaturar hábitos da sociedade carioca em foco no romance. quando chegava ao apartamento para dar início aos seus afazeres. Copacabana!. às 8h10m da manhã de hoje. de Rubem Braga. da obra Ai de ti. O encontro foi feito pela doméstica Severina de Araújo. b) exemplifica a objetividade dominante nas crônicas do autor. domiciliado à Rua Cinco de Julho. 583 . com a cara voltada para a porta exterior da cozinha. d) simula a lingu