P. 1
51-CALORES DE REAÇÃO E LEI DE HESS

51-CALORES DE REAÇÃO E LEI DE HESS

5.0

|Views: 16.683|Likes:
Publicado pornv77vnm

More info:

Published by: nv77vnm on Apr 02, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/10/2014

pdf

text

original

Calores de reação e Lei de Hess

820. Os veículos automotores transformam energia química em energia mecânica pelo processo de combustão. Descargas desses veículos contêm poluentes como NO, CO e CxHy (hidrocarbonetos). Duas formas de reduzir a concentração desses poluentes são: a) controlar a proporção entre ar e combustível na mistura queimada no motor; b) converter cataliticamente os poluentes em produtos inofensivos ou menos danosos ao meio ambiente. Sobre o assunto, julgue os itens. a) Quanto mais rico em oxigênio é o ambiente em que há a combustão, mais completa será a combustão, logo menos poluidora. b) Um carro bem regulado deverá ter uma taxa de combustão completa maior que a taxa de combustão incompleta. c) A produção do NO dá-se pela combustão do N2 contido no ar. Nesse processo, a entalpia dos produtos é maior do que a dos reagentes. d) Os hidrocarbonetos (CxHy) podem ser aproveitados como combustíveis. A sua combustão completa produz CO2, como um dos produtos, e elevar a temperatura do meio. 821. O ácido clorídrico é um ácido de múltiplas aplicações: participa do processo digestivo por ser um dos constituintes do suco gástrico, é um reagente muito usado na indústria e no laboratório, é usado na limpeza de superfícies metálicas antes da soldagem dos respectivos metais etc. Determine a entalpia de formação do ácido clorídrico gasoso, em quilojoules, segundo a equação representada pela equação: ½ H2(g) + ½ Cl2(g)  HCl(g) Dados: H2(g)  2H(g) Cl2(g)  2Cl(g) HCl(g)  H(g) + Cl(g) ∆H = 436 kJ/mol ∆H = 243 kJ/mol ∆H = 431 kJ/mol

Físico - Química

processos utilizados industrialmente para a sua obtenção é a eletrólise de água alcalinizada, que fornece hidrogênio de elevada pureza, podendo ser representado pela decomposição de água líquida, conforme a equação a seguir, cuja variação de entalpia corresponde a +571,6 kJ, a 25ºC e 1 atm. 2H2O(l)  2H2(g) + O2(g) Sabendo que o calor de vaporização para a água, H 2O(l)  H2O(g), é +44 kJ/mol, a 25º e 1 atm, calcule, em kJ/mol, o valor da variação de entalpia para a produção de gás hidrogênio a partir da decomposição de água no estado gasoso, à mesma temperatura é à mesma pressão. Divida o valor calculado por 10 e despreze a parte fracionária de seu resultado, caso exista. 824.Os conversores catalíticos ou catalisadores são dispositivos antipoluição existentes na maioria dos carros produzidos pelas indústrias automobilísticas. Os catalisadores absorvem as moléculas dos gases poluentes, facilitando a formação do complexo ativado e, com isso, aceleram a oxidação do CO (monóxido de carbono) e hidrocarbonetos ou a decomposição de óxidos de nitrogênio. Entre as diversas reações que ocorrem em um catalisador, uma das mais importantes é: CO(g) + ½ O2  CO2(g) A partir das entalpias das reações a seguir: C(s) + 1/2O2(g)  CO(g) C(s) + O2(g)  CO2(g) ∆H1 = -110 kJ ∆H2 = -393,5 kJ

Determine o ∆H da reacão de combustão do monóxido de carbono. Divida o valor calculado por -10 e despreze a parte fracionária de seu resultado, caso exista. 825. Com os seguintes dados: 2H2(g) + O2(g)  2H2O(g) + 484 kJ 3O2(g) + 285 kJ  2O3(g) calcula-se que a formação de um mol de vapor d’água, a partir de hidrogênio e ozônio, libera, aproximadamente: a) 200 kJ b) 290 kJ c) 580 kJ d) 770 kJ e) 500 kJ 826. O acetileno (C2H2), usado nos maçaricos de solda a oxigênio, queima conforme a equação: C2H2(g) + 2,5O2(g)  2CO2(g)+ H2O(l) Dados: 2C(s) + H2(g)  C2H2(g) H2(g) + 0,5O2(g)  H2O(l) C(s) + O2(g)  CQ2(g) ∆H=+54,2 kcal/mol ∆H= -68,3 kcal/mol ∆H= -94,1 kcal/mol

Para marcar a sua resposta, divida a resultado por -1 e despreze a parte fracionária, caso exista. 822. (UnB-PAS-3ªEtapa-1º/2000) O Proálcool tem ocupado espaço na mídia imprensa, não só por representar alternativa viável e economicamente interessante para o Brasil, mas também pelo recente aumento abusivo do preço do álcool combustível e seu reflexo direto no custo da gasolina para os consumidores. Diante da problemática energética e econômica e da busca da melhoria da qualidade do ar, foi extremamente positivo o anúncio do lançamento, em 17/3/99, do Néctar 4, um carro totalmente movido a hidrogênio líquido. Além de não poluir o ambiente, a vantagem do hidrogênio, quando comparado com o álcool (C2H5OH), é que a combustão de uma determinada massa de hidrogênio produz maior quantidade de energia que a combustão da mesma massa de álcool. Isso pode ser concluído a partir das equações a seguir, realizadas a 1 atm de pressão e a 25ºC. C2H5OH(l) + 3O2(g)  2CO2(g) + 3H2O(g) ∆H = - 1369,3 kJ/mol H2(g) + 1/2O2(g)  H2O(g) ∆H = - 286 kJ/mol

Sabendo que M(C) = 12 g/mol, M(H) = 1 g/mol e M(O) = 16 g/mol, calcule o quociente da energia liberada na combustão de 1 g de hidrogênio pela energia liberada na combustão de 1 g de álcool. Despreze a parte fracionária de seu resultado, caso exista. 823. O hidrogênio é uma matéria-prima gasosa importante nas indústrias químicas e de petróleo. Um dos

A diferença de entalpia para a combustão completa de acetileno será: a) -188,2 kcal/mol b) -330 kcal/mol c) -310,7 kcal/mol d) -376,4 kcal/mol e) -115 kcal/mol 827. A decomposição do explosivo nitroglicerina liberta

www.alcidesquimica.com.br

140

Alcides Ribeiro – Curso Especial de Química
grande volume de gases e considerável quantidade de calor, de acordo com a reação: 4C3H5(ONO2)3(s)  12CO2(g) + 10 H2O(g) + 6N2(g) + O2(g) dessa gasolina?

Dados os calores de formação: nitroglicerina, ∆Hf = -58,0 kcal/mol; CO2(g) ∆Hf = -94,0 kcal/mol; H2O(g) ∆Hf = -57,8 kcal/mol, a variação de entalpia na decomposição de nitroglicerina em kcal por mol de glicerina é: a) -368,5 b) -737,0 c) -1.105,5 d) -945,5 e) -437,5 828. Considere os seguintes dados, referentes à combustão de um mol de carbono e um mol de enxofre: C(s) + O2(g)  CO2(g) + 94 kcal S(s) + O2(g)  SO2(g) + 70 kcal Qual o calor produzido pela queima de 100 g da mistura de carbono e enxofre contendo 10% em massa de enxofre? (Dados: O = 12; S = 32) a) 166 kcal b) 332 kcal c) 500 kcal d) 705 kcal e) 727 kcal 829. (Unicamp) A hidrazina (H2N — NH2) tem sido utilizada como combustível em alguns motores de foguete. A reação de combustão que ocorre pode ser representada, simplificadamente, pela seguinte equação: H2N — NH2(g) + O2(g) = N2(g) + 2 H2O(g) A variação de entalpia dessa reação pode ser estimada a partir dos dados de entalpia das ligações químicas envolvidas. Para isso, considera-se uma absorção de energia quando a ligação é rompida, e uma liberação de energia quando a ligação é formada. A tabela a seguir apresenta dados de entalpia por mol de ligações rompidas. Ligação H–H H–O N–N N=N N≡N C–H N–H O=O O–O C=O Entalpia / kJ mol-1 436 464 163 514 946 413 389 498 134 799

831. (Cesgranrio) Dado o esquema estabelecido nas condições padrão:

a

seguir,

Sabendo que a entalpia padrão de formação de CO(g) é igual a -26 kcal/mol calcule, a entalpia padrão de formação do metanol líquido. 832. (ITA) É dado o gráfico de energia a seguir, referente à dissolução do KNO3 (c) em muita água:

A respeito do gráfico são feitas as seguintes afirmações: 1) A energia posta em jogo no processo de ruptura das ligações iônicas do KNO3(c) é representada por x + w. II) A energia posta em jogo no processo de dissolução é representada por x. III) O processo de ruptura das ligações iônicas do KNO3(c) é endo-energético. Quais dessas afirmações estão corretas? 833. Sabendo-se que a energia das ligações: Ligação C–H Cl – Cl C – Cl H = Cl Energia 98,8 kcal 58,0 kcal 78,5 kcal 103,2 kcal

Calcule a variação de entalpia (∆H) do processo: CH4(g) + Cl2(g)  CH3Cl(g) + HCl(g) 834. Julgue os itens. a) Reações que liberam calor chamam-se exotérmicas, quando absorvem calor chamam-se endotérmicas. b) Calorímetros são aparelhos usados para medir a quantidade de calor que é liberada ou absorvida numa transformação física ou química. c) O Princípio de Conservação da Energia diz que a energia não pode ser criada nem destruída, apenas transformada. d) Reações endotérmicas são aquelas em que há aumento de entalpia, as exotérmicas são aquelas em que há diminuição de entalpia. 835. (Unicamp) Grafite e diamante são formas alotrópicas do carbono, cujas equações de combustão são representadas abaixo:

a) Calcule a variação de entalpia para a reação de combustão de um mol de hidrazina. b) Calcule a entalpia de formação da hidrazina sabendose que a entalpia de formação de água no estado gasoso é de -242 kJ mo-1. 830.(Unicamp/2000) Considere uma gasolina constituída apenas de etanol e de n-octano, com frações molares iguais. As entalpias de combustão do etanol e do n-octano são -1368 e -5471 kJ/mol, respectivamente. A densidade dessa gasolina é 0,72 g/cm3 e a sua massa molar aparente, 80,1 g/mol. a) Escreva a equação química que representa a combustão de um dos componentes dessa gasolina. b) Qual a energia liberada na combustão de 1,0 mol dessa gasolina? c) Qual a energia liberada na combustão de 1,0 litro

141

www.alcidesquimica.com.br

Alcides Ribeiro – Curso Especial de Química
C(gr) + O2(g) = CO2(g) C(d) + O2(g) = CO2(g) ∆H = -393,5 kJ.mol-1 ∆H = -395,4 kJ.mol-1 Pode-se afirmar que o reagente tem maior energia que o produto somente em: a) 1 b) 2 c) 3 d) 1 e 2 e) 1 e 3 841. (Fuvest) representadas por: Considere as transformações

a) Calcule a variação de entalpia necessária para converter 1 mol de grafite em diamante. b) Qual a variação de entalpia envolvida na queima de 120 g de grafite? Dado: C 12. 836. Com os dados a seguir, construa um diagrama de entalpia da conversão: H2O(l)  H2O(g) Calor de formação da H2O(l) = -68,3 kcal/mol Calor de formação da H2O(g) = -57,8 kcal/mol 837. (UniCEUB-2ª/2000) Uma lamparina queima álcool etílico segundo a equação balanceada: C2H5OH(l) + 3O2(g)  2CO2(g) + 3H2O(l) Conhecendo os calores de formação do álcool etílico (-277 kJ/mol), do gás carbônico (-393 kJ/mol) e da água (-285 kJ/mol), podemos afirmar que: a) a combustão ocorre com álcool etílico. b) a combustão ocorre com álcool etílico. c) essa reação é atérmica. d) a combustão ocorre com álcool etílico. e) a combustão ocorre com álcool etílico. liberação de 1.928 kJ/mol de absorção de 1.928 kJ/mol de absorção de 1.364 kJ/mol de liberação de 1.364 kJ/mol de

I) água  cátion hidrogênio + ânion hidroxila II) água  hidrogênio + oxigênio III) água sólida  água líquida No sentido indicado ocorre absorção de energia nas transformações representadas em: a) I, II e III b) I e II, somente c) II e III, somente d) II, somente e) III, somente 842. (Fuvest) Na reação representada por: CH4(g) + 4Cl2(g)  CCl4(l) + 4HCl(g)

Ha liberação de 108 kJ de energia térmica por mol de HCl formado. Nas mesmas condições, qual será a enerqia térmica liberada na formação de 73,0 g do HCl(g)? (massas atômicas: H = 1,0 e Cl = 35,5). a) 54kJ b) 108kJ c) 162kJ d) 216kJ e) 432 kJ 843. Dos seguintes valores a 25ºC: Fe2O3(s) + 3C(grafite)  2Fe(s) + 3CO(g) ∆H = 117,3 kcal FeO(s) + C(grafite)  Fe(s) + CO(g) ∆H = 37,3 kcal C(grafite) + O2  CO2(g) ∆H = -94,05 kcal

838. Uma reação química é um fenômeno de transformação de substâncias denominadas reagentes em outras substâncias denominadas produtos. Sobre os aspectos termo-cinéticos das reações químicas, julgue os itens. a) Um dos sistemas propelentes usados em foguetes é uma mistura de hidrazina, N2H4, como combustível e peróxido de hidrogênio, H2O2, como oxidante. Essa reação se inicia pelo simples contato dos reagentes, demonstrando a alta afinidade entre os mesmos. A reação que ocorre é: N2H4(l) + 2H2O2(l)  N2(g) + 4H2O(g) O ∆H dessa reação vale -151,2kcal, tomando por base as entalpias de formação dos reagentes e produtos. Dados: N2O4(l) = + 12 kcal/mol H2O2(l) = -46 kcal/mol H2O(g) = -57,8 kcal/mol b) Em relação a entalpia de formação do N2(g) o seu valor será sempre igual a zero. 839. Qual o nome do ∆H das seguintes reações: a) C2H5OH(l) + 3O2(g)  2CO2(g) + 3H2O(l) ∆H = -213 kcal b) 2C(s) + 3H2(g) + ½ O2(g)  C2H5OH(l) ∆H = -66,4 kcal

CO(g) + 1/2O2(g)  CO2(g) ∆H = -67,63 kcal Podemos concluir que os valores de ∆H para as reações: Fe(S) + 1/2O2(g)  FeO(s) e 2Fe(S) + 3/2O2(g)  Fe2O3(s) Valem respectivamente: a) 63,72 kcal e 196,56 kcal b) 67,63 kcal e 202,89 kcal c) 196,56 kcal e -63,72 kcal d) -63,72 kcal e -196,56 kcal e) 37,3 kcal e -117,3 kcal 844. (UnB) A energia de ligação é a quantidade de energia necessária para quebrar um mol de uma dada ligação. Então, por energia de ligação entende-se a variação de entalpia, ∆H, usada para romper um mol de ligação. Por exemplo, na reação, a 25ºC, representada pela equação: CH4(g)  C(g) + 4H(g); ∆H = 1664 kJ/mol,

840. (Fuvest) Considere os dados Reagente 1 2 3 Produto ∆H (condições padrão) +0,5 kcal/mol de C -0,25 kcal/mol de I +0,30 kcal/mol de Cl

C(grafite)  C(diamante) I(g)  ½ I2(g) ½ Cl2(g)  Cl(g)

são quebrados 4 mols de ligações C — H, sendo a energia de ligação, portanto, 416 kJ/mol. Ao passo que na reação:

www.alcidesquimica.com.br

142

Alcides Ribeiro – Curso Especial de Química
C2H6(g)  2C(g) + 6H(g); ∆H = 2826 kJ/mol, também a 25ºC, são quebradas as ligações C — H e C — C. Com base nestas informações, julgue os tens. a) O valor da energia de ligação C — C, a 25ºC, é 330 kJ/mol; b) Ambas as reações citadas são exotérmicas; c) ∆H = -2826 kJ/mol não corresponde à variação de entalpia de formação de um mol de C2H6(g) a 25ºC: d) No processo C2OH6(g)  2C(g) + 6H(g) são quebradas 6 ligações C — H e 2 ligações C – C; e) Para romper as ligações de 1/2 mol de O2H6(g) são necessários 1413 kJ. 845. (Fuvest) Com base nas variações de entalpia associadas às reações abaixo: N2(g) + 2O2(g)  2NO2(g) N2(g) + 2O2(g)  N2O4(g) ∆H = -67,6 kJ ∆H = +9,6 kJ fornecida age como energia de ativação. Sabe-se que as formações das substâncias N2O, H2O e NH4NO3 ocorrem através das seguintes equações termoquímicas: N2(g) + ½ O2(g)  N2O(g) – 19,5 kcal N2(g) + ½ O2(g)  H2O(g) + 57,8 kcal N2(g) + H2(g) = 3/2 O2(g)  NH4NO3(g) + 87,3 kcal A quantidade de calor liberada, em kcal, no processo de obtenção do gás hilariante é: a) b) c) d) e) 8,8 17,6 28,3 125,6 183,4

Pode-se provar que a variação de entalpia associada à reação de dimerização do NO2 será igual a: a) -58,0kJ b) +58,0 kJ o) -77,2kJ d) +77,2 kJ e) +648kJ 846. (Fuvest) Quando 0,500 mol de etanol líquido sofre combustão total sob pressão constante, produzindo CO2 e H2O, gasosos, a energia liberada é 148 kcal. Na combustão de 3,00 mols de etanol, nas mesmas condições, a entalpia dos produtos, em relação à dos reagentes, e: a) 74 kcal, menor b) 444 kcal, menor c) 888 kcal, menor d) 444 kcal, maior e) 888 kcal, maior 847. A queima de combustível no interior de motores pode ocorrer de forma incompleta e produzir monóxido de carbono, um gás extremamente tóxico, ao invés de CO2, que é produzido na queima completa. Para evitar a emissão desse gás, alguns automóveis são equipados com um catalisador que promove a queima do monóxído de carbono, convertendo-o em dióxido de carbono. Tornandose como modelo de combustível o n-hexano (C6H14) para o qual o calor padrão de combustão é de -4163 kJ/mol-1 e sabendo-se que: C6H14(l) + 13/2O2(g)  6CO + 7H2O(g) ∆H = -2465 Kj.mol-1

849. (Fuvest) Tanto gás natural como óleo diesel são utilizados como combustível em transportes urbanos. A combustão completa do gás natural e do óleo diesel liberam, respectivamente, 9.102 kJ e 9.103 kJ por mol de hidrocarboneto. A queima desses combustíveis contribui para o efeito estufa. Para igual energia liberada, quantas vezes a contribuição do óleo diesel é maior que a do gás natural? Considere: Gás natural = CH4 Óleo diesel = C14H30 a) 1,1 b) 1,2 c) 1,4 d) 1,6 e) 1,8 850. (ITA) Considere as informações contidas nas seguintes equações termoquímicas mostradas a seguir, todas referentes à temperatura de 25ºC e pressão de uma atmosfera: 1) H2O(l)  H2O(g); ∆H1 = 44,0 kJ/mol. 2) CH3CH2OH(l)  CH3CH2OH(g) ∆H2 =42,6 kJ/mol. 3) CH3CH2OH(l) + 7/2O2(g) 2CO2(g) + 3H2O(l); ∆H3 = -1366,8 kJ 4) CH3CH2OH(l) + 7/2O2(g)  2CO2(g) + 3H2O(l);∆H4 = ? 5) CH3CH2OH(l) + 7/2O2(g)  2CO2(g) + 3H2O(l); ∆H5 = ? 6) CH3CH2OH(l) + 7/2O2(g)  2CO2(g) + 3H2O(g); ∆H6 = ? Em relação ao exposto anterior, é errado afirmar que: a) As reações representadas pelas equações 1 e 2 são endotérmicas. b) As reações representadas pelas equações 3, 4, 5 e 6 são exotérmicas. e) ∆H4 = -1234,8 kJ/mol. d) ∆H5 = -1324,2 kJ/mol. e) ∆H6 = -1277,4 kJ/mol. 851. Considerando as seguintes energias de ligação em kcal/mol: C – Cl C–O O=O C–H H–O C=O 81 86 105 99 110 178

Pode-se afirmar que: a) A conversão de CO em CO2 é endotérmica. b) O calor liberado na conversão de CO em CO 2 é menor que 300 kJ/mol c) É esperado que a conversão de CO em CO2, ocorra com um abaixamento de entropia. d) A queima completa do n-hexano libera mais calor que a queima incompleta. e) A combustão completa do n-hexano é exotérmica. 848.( Cesgranrio) O gás hilariante (N2O) tem características anestésicas e age sobre o sistema nervoso central, fazendo com que as pessoas riam de forma histérica. Sua obtenção é feita a partir de decomposição térmica de nitrato de amônio (NH4NO3), que se inicia a 185ºC, de acordo com a seguinte equação: NH4NO3(s)  N2(g) + 2H2O(g) No entanto, o processo é exotérmico e a temperatura

qual dos compostos requer maior energia para se dissociar completamente em átomos, quando aquecemos 1 mol do mesmo, no estado gasoso? a) metano b) metanol c) metanal d) clorometano e) diclorometano

143

www.alcidesquimica.com.br

Alcides Ribeiro – Curso Especial de Química
852. Calcular o ∆H da reação de síntese de 170 g de amônia a partir das energias de ligação: N — H ............................... H — H ............................... N ≡ N ............................... N2(g) + 3H2(g)  2NH3(g) + 93,4 kcal + 104,2 kcal + 225,8 kcal ∆H = ?

853. (Unirio) O gás cloro (Cl2), amarelo-esverdeado, é altamente tóxico. Ao ser inalado, reage com a água existente nos pulmões, formando ácido clorídrico (HCl), um ácido forte capaz de causar graves lesões internas, conforme a seguinte reação:

Cl2(g) H2O(g)  HCl(g) + HClO(g) Ligação Cl – Cl H–O H – CL Cl – O Energia de ligação (kJ/mol 25ºC e 1atm) 243 464 431 205

Utilizando os dados constantes na tabela anterior, marque a opção que contém o valor de entalpia verificada, em kJ/mol. a) +104 b) +71 e) +52 d) -71 e) - 104

www.alcidesquimica.com.br

144

Alcides Ribeiro – Curso Especial de Química

Gabarito :
820. C C C C 821. 91 822. 04 823. 824. 825. 826. 24 28 B Bc

827. A 828. E 829. a) - 585 kJ/mol; b) 101 kJ/mol 830. a) b) C2H6O + 3O2  2CO2 + 3H2O ou C8H18 + 25/2 O2  8CO2 + 9H2O 3420 kJ/mol liberados c) 30.742 kJ/mol liberados 831. -57 kcal 832. Todas as afirmativas estão corretas. 833. - 24,9 kcal 834. C C C C 835. a) ∆H=+1,9kJ; b) ∆H= -3935kJ 836.

837. E 838. C C 839. a) Calor de combustão do etanol b) 840. B 841. A 842. D 843. D 844. C E C E C 845. D 846. C 847. E C C C C 848. A 849. C 850. 851. 852. 853. D B - 110 kcal B Calor de formação do etanol

145

www.alcidesquimica.com.br

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->